Você está na página 1de 11

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGA

JULIANA APARECIDA DO CARMO

PORTAL PERÍODICO CAPES

Umuarama-PR

2019
JULIANA APARECIDA DO CARMO

PORTAL PERÍODICO CAPES

Trabalho apresentado ao Curso de Graduação


de Física da Universidade Estadual de Maringá
– UEM – Polo de Umuarama-PR, como
requisito de avaliação da disciplina de Oficina
de Física II.

Orientador: Anderson Reginaldo Sampaio

Umuarama-PR

2019
3

1 - RESUMO

Atualmente encontramos muitas informações através da internet, no entanto nem tudo


se configura como algo verdadeiro e científico, diante disso, pretende-se nesse trabalho
abordar o acesso ao Portal de Periódicos da Capes, uma plataforma digital de acesso remoto
por meio de terminais ligados a internet e localizados nas instituições autorizadas, sendo
limitados os acessos domésticos sem IP reconhecidos, não disponibilizando todo o acervo.
Professores, pesquisadores, alunos e funcionários vinculados às instituições participantes
possuem acesso livre e gratuito aos conteúdos do portal.
O Portal de Periódicos da CAPES surgiu na década de 90 através do Ministério da
Educação (MEC) criando o programa para bibliotecas de Instituições de Ensino Superior
(IES) com pretensões de fortalecer os cursos de pós-graduação no Brasil, mais somente em
novembro de 2000 foi oficialmente lançado, sendo atualmente uma das maiores bibliotecas
virtuais do mundo, reunindo conteúdo cientifico de alto nível disponível à comunidade
acadêmico-cientifica brasileira.

2 - OBJETIVOS

 Reconhecer e divulgar o Portal de Periódicos da CAPES como recurso à informação


científica, possibilitando o acesso e pesquisas às bases de dados online.

3 - INTRODUÇÃO

O presente trabalho expõe pesquisas necessárias voltadas para trabalhos científicos,


tendo como referencial o portal (http://www.periodicos.capes.gov.br), é uma ferramenta única
no mundo e fundamental para a formação de nossos pesquisadores por ser a fonte mais
importante para pesquisas e consultas à artigos e dissertações, além de vídeos, mapas e
diversos tipos de conteúdo. O periódico científico é um canal de comunicação confiável, de
periodicidade seriada e de publicação mais dinâmica do que a de um livro.
O Portal de Periódicos, da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível
Superior (CAPES), é uma biblioteca virtual lançado oficialmente em novembro de 2000.
4

Inicialmente o portal contava com um acervo de 1.419 periódicos e mais 9 bases referenciais,
sendo Biological Abstracts; CAB Abstracts; Compendex; Econlit; Food Science and
Technology Abstrats (FSTA); Georef; MLA International Bibliography; Sociological
Abstracts; Web Of Science (WoS). Em 2011, foi desenvolvida a versão mobile do Portal de
Periódicos para smartphones e tablets, sendo apresentado aos usuários o endereço para
acesso: www.periodicos.capes.gov.br/mobile. Nesse mesmo ano o acervo do portal contava
com mais de 30.000 periódicos com texto completo sendo, aproximadamente, 10.000 de
acesso gratuito. Foram contabilizados mais de 76 milhões de acessos, correspondendo a
209.149 acessos por dia.
Para o acesso remoto via “Café” só é possível quando a instituição participa da
Comunidade Acadêmica Federada, serviço mantido pela Rede Nacional de Pesquisa (RNP)
que provê facilidades de autenticação e troca de informações. A Instituição é responsável pela
adesão, manutenção e fornecimento das informações sobre usuários e por sua autenticação.
O portal foi desenvolvido com o objetivo de suprir o déficit à informação científica,
possibilitando o acesso e pesquisas às bases de dados online, entre elas, literatura acadêmica,
através de pesquisas bibliográficas na Internet, nos anais dos principais congressos e
periódicos da área, bem como em bases de dados de teses e dissertações.

4 – PORTAL DE PERIÓDICOS DA CAPES

O Portal Capes caracteriza-se pela coordenação de aperfeiçoamento de pessoal de


nível superior, e funciona como uma expansão e auxílio de pós-graduação em todo território
nacional, atuando também na qualificação dos professores. Além disso, suas atividades são
agrupadas pela seguinte estrutura: acesso e divulgação da produção científica, investimento na
formação de recursos de alto nível no país e exterior, promoção da coordenação científica
internacional e indução e fomento da formação inicial e continuada de professores para a
educação básica nos formatos presencial e distância. Apresenta também um alto padrão na
busca de excelência acadêmica para mestrados e doutorados, seus resultados servem de base
para formular políticas em áreas de pós-graduação.
Durante o ano de 2012 houve a assinatura da National Geographic para acesso Brasil,
sendo disponibilizado por meio do Portal de Periódicos mais de 120 anos de história reunidos
em mais de 100 edições com, aproximadamente, 187 mil páginas de conteúdo, 160 mil
imagens, 465 mapas e materiais de áudio e vídeo originais, produzidos pelas expedições da
5

National Geographic Society, sociedade norte-americana responsável pela editoração do


periódico.
A evolução permaneceu em 2014, onde foi lançado a “Central de Conteúdos”
disponibilizando o acesso a materiais didáticos nos mais variados formatos – áudio, imagem,
vídeo, entre outros tipos. Permitiu-se aos usuários acesso direto aos aplicativos móveis do
Portal de Periódicos, sendo baixados tanto a versão para sistema IOS quanto para android. Os
tipos de busca, o “Meu espaço”, a opção para acesso remoto e todos os outros serviços e
funcionalidades serão mantidos na nova interface.
Em 2014 houve ainda a inclusão de treinamentos específicos para algumas bases de
dados, estimulando o aumento e o uso desses conteúdos em pesquisas realizadas por meio do
Portal de Periódicos. As bases escolhidas as seguintes bases: Begell House; ASTM Standards
and Engineering Digital Library; Institution of Civil Engineers (ICE); Organization for
Economic Co-operation and Development (OECD); Eighteenth Century Collections Online
(Gale/ECCO) e Philosopher's Index. Os treinamentos convencionais continuaram
acontecendo de forma paralela. Em 2015 a biblioteca virtual registrava 37.818 periódicos
disponíveis, sendo 14.258 títulos de revistas científicas de acesso gratuito – acompanhando a
tendência mundial do open access. O número total de acessos também bateu recorde,
superando a marca de 113 milhões. Durante o ano de 2016 aconteceu a ampliação da parceria
com a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), consolidando o acesso unificado à
biblioteca virtual da Capes, estendendo a ação para todas as instituições de ensino e pesquisa
participantes do programa. O acesso unificado veio para preservar direitos autorais, aumentar
a segurança da informação e promover o uso correto dos conteúdos disponíveis no Portal,
tudo isso garantindo aos cientistas e pesquisadores o mesmo acervo de antes, sem alterações.
Nesse ano ocorreu ainda a transição dos treinamentos presenciais do Portal de Periódicos para
o formato online, a parceria com a RNP atingiu outros setores da CAPES – Diretoria de
Tecnologia da Informação e Diretoria de Educação a Distância. A plataforma disponibilizada
pela RNP – o MConf – proporcionou à comunidade acadêmico-científica brasileira conhecer
o Portal (conteúdos, tipos de busca e funcionalidades) sem custos, como deslocamento e
hospedagem.
Em 2017 aconteceu o ingresso da CAPES ao movimento Open Access 2020, liderado
pela Max Planck. Diante disso foi disponibilizado a página “Buscar Periódicos” também
passou por upgrade. A atualização proporcionou a inclusão de campo único para pesquisa por
título ou ISSN; adoção de ícone para identificação de títulos de acesso aberto; e incorporação
de página com detalhes de acesso e dados de disponibilidade em uma única tela.
6

Atualmente oferece um acervo de com mais de 45 mil títulos com texto completo, 130
bases referenciais, 12 bases dedicadas exclusivamente a patentes sendo um facilitador de
localização e acesso de artigos científicos, garantindo o acesso à informação científica e
tecnológica, assegurando a todas as instituições acesso simultâneo ao conhecimento.
Em relação a sua área de consulta para pesquisas, qualquer cidadão pode realiza-las,
basta ter uma biblioteca de uma instituição dentro do programa online. O Portal de Periódicos
oferece facilidades para o usuário realizar levantamentos sobre a produção científica gerada
por pesquisadores em todo o mundo. Dispõe de ferramentas de busca que permitem
identificar artigos e documentos que tratam sobre assuntos de interesse do usuário, localizar
periódicos, livros e bases de dados de interesse.
Os principais recursos oferecidos pelo Portal são as bases de dados referenciais e
periódicos científicos, em todas as áreas do conhecimento (Ciências Biológicas, da Saúde,
Agrárias, Exatas e da Terra, Engenharias, Ciências Sociais Aplicadas, Humanas, Linguística,
Letras e Artes), tendo em vista a atualização da comunidade científica e tecnológica, a
dinamização do processo do ensino e da pesquisa no Brasil, o aumento da quantidade, da
qualidade, da visibilidade e da competitividade internacional da produção científica brasileira
e a promoção da internacionalização da comunidade acadêmica brasileira.
A consulta de periódicos se torna necessária na vida dos profissionais e acadêmicos,
afinal é através destes que ambos se colocam a par das atualidades de suas carreiras e tem
dados confiáveis para realização de trabalhos técnico científicos. A busca por assunto é
realizada em diferentes fontes de informação e os resultados podem ser analisados utilizando-
se filtros, referentes aos conteúdos recuperados. As demais buscas reúnem todas as
publicações (dentre periódicos, bases de dados e livros) disponíveis via Portal de Periódicos
Capes para acesso. Por meio da identificação do usuário é possível criar uma lista de artigos
preferidos; salvar bases de dados de interesse para buscas futuras; gerar alertas para pesquisas
já realizadas no Portal; participar de treinamentos e receber o boletim com notícias e
novidades sobre o Portal de Periódicos.
O acesso à informação em meio eletrônico possibilita não somente ler, salvar e
imprimir textos, mas também assistir vídeos, ouvir entrevistas, visualizar e importar imagens,
uma vez que incorpora vários tipos de formatos.
Modos de acesso:

1) Acesso ao conteúdo assinado: é realizado a partir de computadores ligados à rede das


instituições participantes ou por elas autorizados, sem necessidade de cadastro ou informar
7

nome de usuário e senha. Estes terminais estão instalados nas dependências das instituições,
como bibliotecas, laboratórios, escritórios de trabalho e outros locais. Qualquer tipo de acesso
feito fora dessas condições permitirá apenas a utilização do conteúdo de acesso livre
disponível no Portal e que compreende, os periódicos nacionais, periódicos e e-livros de livre
acesso, o banco de teses da CAPES, bem como algumas bases de resumos e patentes
gratuitas.
2) Acesso livre: É a modalidade de acesso disponível para todos os usuários do Portal,
vinculados ou não a alguma instituição de ensino ou pesquisa. Quando o acesso é realizado a
partir de computadores não autorizados permitirá apenas visualização do conteúdo gratuito
disponível no Portal.
3) Acesso café (Comunidade Acadêmica Federada): esta opção permite o acesso remoto ao
conteúdo assinado do Portal de Periódicos disponível para uma instituição. Este serviço é
provido pelas instituições participantes, ou seja, o nome de usuário e senha para acesso deve
ser verificado junto à equipe de TI ou da biblioteca de sua instituição.
4) Outras formas de acesso remoto: algumas instituições não participam do café, mas fazem
parte do convênio com o Portal de Periódicos. Dessa forma, elas disponibilizam o acesso
remoto aos seus usuários de outra maneira, via proxy ou VPN. Essas informações, os usuários
devem buscar em suas próprias instituições.
A página inicial do Portal CAPES disponibiliza uma busca simples por assunto,
pelo título do periódico, pelo título do livro ou em uma base de dados específica, conforme
figura 1 abaixo.

Figura 1: Imagem pagina inicial Portal Capes


8

A opção de “Busca avançada” possibilita a pesquisa, da esquerda para a direita


respectivamente, de selecionar em que campo realizar a pesquisa (qualquer, no título, como
autor, no assunto), contém, é ou começa com a palavra digitada, data de publicação (qualquer
ano, último ano, últimos 2 anos, últimos 5 anos, últimos 10 anos, últimos 20 anos), tipo de
material (todos os itens, livros, artigos, imagens, audiovisual), idioma (qualquer idioma,
inglês, francês, alemão), data específica da publicação, conforme figura 2.

Figura 2: Imagem portal Capes (Busca Avançada)

Em relação a classificação da produção científica nacional, a CAPES, em parceria


com os programas de pós-graduação, desenvolveu o sistema Qualis, com a função de
estabelecer indicadores para avaliar a qualidade dos periódicos empregados pelos programas
de pós-graduação para a divulgação de sua produção científica.
O desenvolvimento dos indexadores das bases de dados ocorreu na segunda metade do
século XX, especialmente pelo surgimento da área de Cienciometria. A indexação é um
critério utilizado para a medição da reação dos seres humanos ao conteúdo lido, ou seja, a
satisfação do usuário com a informação contida no documento.
Os indexadores fornecem informações sobre os artigos, sendo possível encontrá-los
por meio de dados como: autor, título do artigo, título da publicação, ano, volume e/ou
número do fascículo, número de páginas, entre outros, refere-se ao processo de indexação
dos títulos dos periódicos em bases de dados ou diretórios, nacionais ou estrangeiros, tendo
a função de armazenar, disseminar e divulgar a produção científica, valorizando a
visibilidade dos periódicos e na qualidade da comunicação científica.
A base de dados Web of Science, sucessora da base de dados ISI-Web of Knowledge,
pertence atualmente à Clarivate Analytics, empresa que divulga anualmente o resultado das
9

análises dos índices de impacto da referida base por meio do JCR. Todavia, é fator positivo
para o avanço da ciência no Brasil possuir um maior número de periódicos indexados em
bases como a Web of Science.
O acesso ao portal de periódicos possibilita não somente ler, salvar e imprimir textos,
mas também assistir vídeos, ouvir entrevistas, visualizar e importar imagens, uma vez que
incorpora vários tipos de formatos.

5 - CONCLUSÃO

Com o avanço da tecnologia digital, se tornou possível implementar novas formas de


compartilhamento e divulgação de artigos científicos. Neste contexto o periódico passou a ser
um meio de compartilhamento de conhecimento versátil e rápido, se tornando o principal
meio de divulgação de resultados de pesquisa pelos cientistas.
O acesso à informação disponibilizada pelo portal de periódicos da Capes, proporciona
o estudo a pesquisas científicas publicadas nos periódicos de referência, no entanto, nota-se
ainda a falta de políticas públicas de apoio à editoração e publicação científica no Brasil,
dificultando o crescimento da comunicação científica nas diversas áreas da ciência.

REFERÊNCIAS

CAPES/MEC. (Acesso em 18 de abril de 2019), disponível em Portal de Periódicos:


http://www.periodicos.capes.gov.br/index;

WEB OF KNOWLEDGE: Recorded Training. Disponível em:


http://wokinfo.com/training_support/training/recordedtraining/. Acesso em: 28 de abril. 2019.
10

ANEXOS
11