Você está na página 1de 5

CONTRATO DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS – SEPARAÇÃO JUDICIAL LITIGIOSA

Contratante: Francisco Dias, brasileiro, casado, policial, inscrito no CPF sob nº 235.236.456-89, RN nº
235689, residente e domiciliado na Rua das Árvores, bairro dos Bosques, Natal/RN, CEP nº 59150-000.
Contratado: Melquizedeque Varela, brasileiro, casado, advogado, inscrito na OAB/RN sob nº 1245, com
endereço profissional na Av. Romualdo Galvão, 3700, Lagoa Nova, Natal/RN, CEP nº 59.146-000.

As partes acima identificadas têm, entre si, justo e acertado o presente Contrato de Honorários
Advocatícios, que se regerá pelas cláusulas e pelas condições a seguir descritas.

DO OBJETO DO CONTRATO

Cláusula 1ª. O presente contrato tem como objetivo a prestação de serviços advocatícios para a defesa
dos interesses do CONTRATANTE, especificamente em relação à proposição da Ação de Inventário, para
a qual foram outorgadas as sobreditas procurações, devendo desincumbir-se com zelo e atividade do seu
encargo.

DAS ATIVIDADES

Cláusula 2ª. O CONTRADO deverá praticar todos os atos relacionados ao exercício da advocacia,
obrigações tipicamente de meio, particularmente aqueles constantes no Estatuto da Ordem dos Advogados
do Brasil, assim como o que for especificado na outorga da procuração, com a diligência habitual que se
presume da atuação profissional.

DOS ATOS PROCESSUAIS

Cláusula 3ª. Havendo necessidade de contratação de outros profissionais no decurso do processo, o


CONTRATADO elaborará substabelecimento, indicando advogado de sua confiança, para auxiliá-lo na
defesa dos interesses do CONTRATANTE, correndo as despesas decorrentes desta delegação às
expensas do CONTRATANTE.

DAS DESPESAS

Cláusula 4ª. Todas as despesas efetuadas pela CONTRATADA, mesmo que indiretamente relacionadas
com a sua atuação, incluindo-se cópias, digitalizações, envio de correspondências, emolumentos, viagens,
estacionamento, custas, preparo e demais gastos de natureza diversa da verba honorária, ficarão a
expensas do CONTRATANTE, desde que previamente autorizadas.

Cláusula 5ª. Todas as despesas serão acompanhadas de documento comprobatório, devidamente


organizado pelo CONTRATADO.

DOS HONORÁRIOS
Cláusula 6ª. O CONTRATANTE pagará ao CONTRATADO, a título de honorários advocatícios, a
remuneração liquida e certa de R$ 8.335,95 (oito mil, trezentos e trinta e cinco reais e noventa e cinco
centavos) a serem pagos da seguinte forma:

- R$ 2.335,95 (dois mil, trezentos e trinta e cinco reais e noventa e cinco centavos) a serem pagos no dia
da assinatura deste contrato.
- R$ 2.000,00 (dois mil reais) para o dia 08/06/2019.
- R$ 2.000,00 (dois mil reais) para o dia 08/07/2019.
- R$ 2.000,00 (dois mil reais) para o dia 08/08/2019.

Subcláusula 1ª. O adimplemento dos valores ajustados na presente cláusula será feito mediante
pagamento direto ao CONTRATADO.

Cláusula 7ª. Os honorários de sucumbência pertencem ao CONTRATADO e não se confundem com os


honorários contratuais aqui tratados.

Parágrafo único. Caso haja morte ou incapacidade civil do CONTRATADO, seus sucessores ou
representante legal receberão os honorários na proporção do trabalho realizado.

Cláusula 9ª. Havendo acordo entre o CONTRATANTE e a parte contrária, tal fato não prejudicará o
recebimento dos honorários contratados e da sucumbência, caso em que os horários iniciais e finais serão
pagos ao CONTRATADO, pelo CONTRATANTE, na forma prescrita no presente instrumento.

Cláusula 10ª. As partes estabelecem que havendo atraso no pagamento dos honorários, de pro labore ou
de êxito, serão cobrados juros de mora na proporção de 1% (um por cento) ao mês, bem como que o valor
ora contratado sofrerá reajuste anual medido pelo IGP-M, ou outro índice oficial que vier a ser adotado em
seu lugar.

DA RESCISÃO

Cláusula 11ª. O presente contrato poderá ser rescindido por qualquer das partes, mediante aviso prévio,
por escrito, com 30 (trinta) dias de antecedência, incidindo nesse caso a proporcionalidade dos honorários,
os quais se considerarão vencidos.

DO FORO

Cláusula 12ª. Para dirimir quaisquer controvérsias oriundas do CONTRATO, as partes elegem o foro da
comarca xxxxxxxx;

Por estarem assim justos e contratados, firmam o presente instrumento, em duas vias de igual teor,
juntamente com 2 (duas) testemunhas.

CIDADE, ___ de ______________ de 2016.

________________________________
CONTRATANTE

________________________________

TESTEMUNHA 1

________________________________

TESTEMUNHA 2

____________________________________

(advogado)

OAB/xx xxx. Xxx

––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––

EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA ..... VARA CÍVEL DA COMARCA DE .....,
ESTADO DO .....

....., brasileiro (a), (estado civil), profissional da área de ....., portador (a) do CIRG
n.º ..... e do CPF n.º ....., residente e domiciliado (a) na Rua ....., n.º ....., Bairro
....., Cidade ....., Estado ....., por intermédio de seu (sua) advogado(a) e bastante
procurador(a) (procuração em anexo - doc. 01), com escritório profissional sito à
Rua ....., nº ....., Bairro ....., Cidade ....., Estado ....., onde recebe notificações e
intimações, vem mui respeitosamente à presença de Vossa Excelência propor

ABERTURA DE TESTAMENTO

pelos motivos de fato e de direito a seguir aduzidos.

PRELIMINARMENTE

Requer a Vossa Excelência o deferimento dos benefícios da justiça gratuita, por ser
a requerente pessoa reconhecimento pobre, nos termos da lei 1060/50, com as
alterações efetuadas pela Lei 7510/86, para o que junta a sua declaração de
pobreza;
DOS FATOS

1- Pela Escritura de Testamento Público, datada de .... de ...... de ....., em anexo, a


requerente foi instituída como única herdeira de ........., brasileira, nascida aos ....
de ..... de ......, casada pelo regime de separação total de bens com o Sr. ....., de
cuja união não possuía filhos, e que faleceu nesta Capital, no dia .... de ...... de
....., conforme se faz prova através da certidão de óbito anexa.

2- Verifica-se que pela referida Escritura de Testamento Público, a " de cujus" legou
à requerente a totalidade de seus bens, uma vez que inexistem herdeiros
necessários, gravando-os com a cláusula de incomunicabilidade e estabelecendo o
direito de usufruto vitalício em favor de seu marido.

3- Estando presentes os requisitos necessários à validade do testamento público


dos bens deixados por ....., requer seja aberto o referido testamento para surtir os
efeitos legais, eis que inexistem vícios que possam torná-lo suspeito de nulidade ou
falsidade.

DO DIREITO

É de direito o pedido de abertura de testamento pelo (A) requerente,em face de ser


a cônjuge supérstite do "de cujus" e única herdeira conhecida.

DOS PEDIDOS

ANTE O EXPOSTO, requer a Vossa Excelência o que segue:

a) - o deferimento dos benefícios da justiça gratuita, por ser a requerente pessoa


reconhecimento pobre, nos termos da lei 1060/50, com as alterações efetuadas
pela Lei 7510/86, para o que junta a sua declaração de pobreza;

b) - o recebimento da presente Escritura de Testamento Público, para que seja


autuada em separação, apensando aos autos nº ..../..., em trâmite perante este r.
Juízo;

c) - a intimação do digno representante do Ministro Público;

d) - finalmente, requer a abertura, o registro e cumprimento do aludido


testamento, com a intimação da requerente para que assine o competente
compromisso na forma da lei, e o posterior arquivamento.

Dá-se à causa o valor de R$ .....

Nesses Termos,
Pede Deferimento.

[Local], [dia] de [mês] de [ano].

[Assinatura do Advogado]
[Número de Inscrição na OAB]

Você também pode gostar