Você está na página 1de 5

Como fazer um memorial descritivo

Quando pensamos em um projeto de engenharia ou arquitetura, geralmente


pensamos em pranchas com todos os desenhos desde a fase preliminar até
o projeto executivo. O que não podemos esquecer é que existem alguns
documentos que precisam ser entregues junto com os detalhamentos de projeto,
entre eles o Memorial Descritivo.
O Memorial Descritivo é um documento que descreve detalhadamente todas as
fases e materiais utilizados no projeto. Este documento serve de base para a
compra de materiais e para a execução da obra.

Mas que itens são necessários dentro de um Memorial? Elaboramos aqui uma
pequena listagem com os tópicos que não podem faltar dentro de um Memorial
Descritivo de Projeto Arquitetônico:

1. DADOS DA OBRA

1.1. CLIENTE
1.2. OBRA
1.3. ENDEREÇO
1.4. INSCRIÇÃO IMOBILIÁRIA
1.5. ZONA DE USO
1.6. USO
1.7. TESTADA DO TERRENO
1.8. ÁREA DO TERRENO
1.9. TAXA DE OCUPAÇÃO
1.10.A - ÁREA EXISTENTE
1.11.B - ÁREA A REGULARIZAR
1.12.C - ÁREA A CONSTRUIR
1.13.D - ÁREA TOTAL (A+B+C)

2. EQUIPE TÉCNICA

2.1. Responsável pelo Projeto de Arquitetura


2.2. Responsável pelo Projeto Estrutural
2.3. Responsável pelo Projeto Hidrossanitário
2.4. Responsável pelo Projeto Elétrico, Telefônico
2.5. Responsável Técnico Execução

3. CONSIDERAÇÕES GERAIS

Neste item colocamos dados sobre a obra e sobre quem é o responsável em caso
de dúvidas. Se usarmos como exemplo nosso projeto desenvolvido no curso
Projeto Arquitetônico com AutoCAD teremos algo mais ou menos nestes moldes:
"O memorial descritivo refere-se à obra de ampliação de residência
unifamiliar, localizado na rua X, nº X, cidade X.

Toda e qualquer dúvida que ocorrer durante a execução da obra, ou conflitos


entre os projetos, ou intenções de alterações, deverá ser verificada junto
aos autores dos projetos de Arquitetura e Engenharia.

O Mestre de Obra, Empreiteiro, Pedreiro ou qualquer outro profissional que atuar


na obra em qualquer fase que seja deverá obedecer aos projetos, ao Memorial
Descritivo e as informações fornecidas pelos autores dos projetos ou os
responsáveis técnicos, respeitando as suas áreas de atuação."

4. PRELIMINARES

4.1. PROJETOS (listagem dos projetos contidos no pacote)


4.2. APROVAÇÕES E LIBERAÇÃO (quem são os órgãos responsáveis)
4.3. PREPARO DO TERRENO
4.4. CONSTRUÇÕES PROVISÓRIAS
4.5. DEMOLIÇÕES

5. FUNDAÇÕES

6. ESTRUTURA

6.1. ESTRUTURA DE CONCRETO


6.2. ESTRUTURA DE MADEIRA
6.3. ESTRUTURA METÁLICA
7. PAREDES

8. ESQUADRIAS

9. VIDROS

10. COBERTURA

11. TRATAMENTO E IMPERMEABILIZAÇÕES

12. REVESTIMENTOS (internos e externos)

13. SOLEIRAS E PEITORIS

14. FORRO

15. PINTURA

16. PAVIMENTAÇÃO

17. LOUÇAS E METAIS

18. INSTALAÇÕES HIDROSSANITÁRIAS E PLUVIAIS

19. INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

20. MOBILIÁRIO

21. LIMPEZA DA OBRA

Em cada um desses itens listados no memorial podemos ter subitens de acordo


com o tipo de projeto e de materiais escolhidos para a obra. O memorial pode variar
com mais ou menos itens dependendo do tamanho da edificação a ser construída.

Para finalizar este artigo, sem que nos estendamos muito, podemos
exemplificar uma descrição do item Pintura para a planta do nosso projeto do Curso
Projeto Arquitetônico com AutoCAD.
Créditos do projeto: Concepção: Arq. Maria Aparecida de Bonna Projeto Executivo: Arq. Roberta Vendramini

15. PINTURA

15.1 GERAL

- As paredes terão inicialmente removidas todas as irregularidades e


salpicaduras, devendo ser lixadas e retocadas onde apresentarem imperfeições,
para depois de removido todo pó solto, receberem o processo de pintura.

15.2 OBRA

- As paredes e tetos internos e externos terão aplicação de massa corrida acrílica


sobre o reboco limpo, depois selador acrílico e por fim acabamento em tinta acrílica
semi-brilho.

- As esquadrias de madeira serão lixadas e limpas para receber o fundo e pintura


com tinta esmalte com acabamento.

- As cores e demais acabamentos serão definidos pelo PROPRIETÁRIO.

É válido lembrar que o memorial não é, e nem planeja ser, o projeto em si. O
memorial tem o objetivo de contar detalhadamente todo o processo de
desenvolvimento do projeto e garantir que sua execução seja feita de forma
correta, com informações que nem sempre conseguimos colocar esmiuçadamente
nos desenhos.

Clique aqui para fazer download de um modelo de Memorial Descritivo de


Arquitetura.

Quer saber mais sobre projetos de edificações? Clique aqui.

Por Ana Carolina Moura Cardoso – Arquiteta e Urbanista, conteúdo exclusivo


da EW7.

Interesses relacionados