Você está na página 1de 22

Educação para

cabeleireiros

Leo C. Wichrowski
Educador
Educacabelos | Todos os direitos reservados. | Leonardo Wichrowski (Educador)
FOR-
MAS
Por toda a parte é possível
observar diversas formas originais;
na arquitetura, engenharia ou na
alta costura os fundamentos
geométricos são utilizados como
elementos base na
construção/criação de cortes de
cabelos.
Artistas em geral utilizam formas e
bases estruturadas para a
desenvolver seus trabalhos e suas
obras de arte.
A arte do cabeleireiro se
diferencia também quando este
sabe aplicar essa técnica de
construção.
Sabemos que dentro da
coloriometria a partir das três
cores primarias derivam milhares
de outras cores.
Assim ocorre também com criação
dos cortes de cabelo, partindo de
algumas formas e estruturas E n t u s i a smad o pel a s
poss i b i l i d ad es d e
básicas t ra nsfor mação q ue o
torna-se possível criarmos uma ca bel o oferece . E xper t

grande variação de estilos. em va l or i za r a bel eza


na t u ra l d a s sua s
c l i en tes . H a i r St yl ist
i n ter nac i ona l .

Educacabelos | Todos os direitos reservados. | Leonardo Wichrowski (Educador)


Trico- É o ramo da medicina

logia que estuda os pelos


e cabelos.
Thricos=cabelo
Logos=estudo

Couro
Cabeludo
P.2
ē MUSCULO ERETOR DO PELO
Ĕ GLÂNDULA SEBÂCEA
ĕ FOLICULO PILOSO
Ė RAIZ DO CABELO
ė VASO SANGUINEO DA DERME
Ę EIXO DO PELO
ę EPDERME
Ě DERME
ě TELA SUB-CUTANEA

Educacabelos | Todos os direitos reservados. | Leonardo Wichrowski (Educador)


Estrutura • CUTÍCULA
• CÓTEX

Capilar • MEDULA

PH
do Cabelo
PH- potencial de hidrogênio
Shampoos- PH5.0 - 5.5 é um índice que indica o grau
são os indicados de acidez.
neutralidade ou alcalinidade P.3
de um meio qualquer . Os
Máscara de tratamentos
PH3.5 -4.5
valores de PH varia de 0 até
14 e essa medida é feita
por um aparelho
Shampoos Antirresíduos potenciômetro. Uma solução
PH7.0 -7.5 que tem ph de 0 até 6.9 é
acida. Uma solução com ph7
é neutra e uma solução de
Condicionador
PH3.5 - 4.5
ph de 7.1 até 14 é alcalina
básica.

Educacabelos | Todos os direitos reservados. | Leonardo Wichrowski (Educador)


Tipos de
Cabelos

Normais Mistos

Possuem características de
Raros, não tem excesso de cabelos oleosos e secos:
ociosidade na rariz, nem o couro cabeludo é oleoso
pontas reveladas. Dispensam e as pontas são ressecadas
P.4 grandes cuidados para exibir e as pontas são ressecadas
um aspecto brilhante e e as vezes duplas.
saudável. É o tipo de cabelo mais
comum e também o mais difícil
de tratar.

Secos Oleosos
Basta um dia sem lavar para o
cabelo exibir um aspecto sujo,
Raiz, comprimento e pontas oleoso e pesado. Isso ocorre
secas. Como o couro cabeludo quando as glândulas
tem pouco oleosidade, os fios sebáceas tem atividade
acabam ficando ressecados, excessiva. Passar as mãos
quebradiços e sem brilho. muito frequente e usar água
muito quente durante a
lavagem dos fios potencializa
a oleosidade.

Educacabelos | Todos os direitos reservados. | Leonardo Wichrowski (Educador)


Formas e Esses desenhos geométricos,
são usados por nós

Estruturas cabeleireiros, nas técnicas


de divisões, elaboração das

Técnicas
camadas, graduações,
franjas e nucas.

Reto
Todas as seções são cortadas na mesma direção e plano para
criar uma linha reta que respeite o caimento natural dos fios

Concavo
Linha convoca pode estar presente nas camadas, perímetros,
graduações e franjas.

P.5
Convexo
Linha convoca pode estar presente nas camadas,
perímetros, graduações e franjas.

Quadrado
Linha convoca pode estar presente nas
camadas, perímetros, graduações e franjas.

Redondo
Linha convoca pode estar presente nas
camadas, perímetros, graduações e franjas.

Educacabelos | Todos os direitos reservados. | Leonardo Wichrowski (Educador)


Meto- Precisão

dologia
Cortes baseados em formas
geométricas, simétricas e
assimétricas, seguindo um mapa de
divisões respeitando distribuição e
elevações para alcançar o efeito da
linha de corte a ser criada.

Personalização
P.6
As técnicas de personalização
são usadas como assinatura
Fundamentos do profissional, que define seu
particular acabamento nas
linhas que foram cortadas,
dando às formas sólidas
As técnicas fundamentais acabamento de maior leveza.
servem como base para A personalização acrescenta
todos os tipos de cabelo, efeitos no caimento dos fios,
bem como de diferentes trazendo textura diferenciada
cumprimentos e texturas, aos cabelos.
compreendem: Fio reto, Finalidades da personalização;
linhas visuais, formas de Texturas de diferentes efeitos,
graduação e formas de fluidez na forma, reforço no
camadas. direcionamento do fio e
acabamento personalizado.

Video explicativo na área de


membros.

Educacabelos | Todos os direitos reservados. | Leonardo Wichrowski (Educador)


Meto-
dologia
de Ensino
Terminologia e vocabulário
das técnicas
Quando não temos um endereço
precisamos de um mapa para
achar a direção de onde
gostaríamos de chegar, o mesmo
acontece quando desejamos criar
uma forma de corte de cabelo,
precisamos de algo como um
mapa/guia que consiste no P.7
desenho das divisões que é feito
na cabeça do cliente.
Depois de imaginar um corte para
o cliente, é necessário vislumbrar
todo contexto que implica na
elaboração da forma e ainda a
maneira que vamos distribuir esse
desenho na cabeça do cliente.
É muito importante que as divisões
e seções sejam bem distribuídas
de acordo com o corte
vislumbrado, as divisões das
formas devem se adequar
proporcionalmente ao tamanho da
cabeça do cliente, bem como as
seções devem respeitar o
caimento, elevação e distribuição
dos fios de acordo com a técnica
que vai ser aplicada para criação
da linha de corte.

Educacabelos | Todos os direitos reservados. | Leonardo Wichrowski (Educador)


Divisões São as divisões no cabelo
que servem como mapa/guia

e Seções;
para o corte. Esta é a primeira
atividade a ser realizada antes
de dar início ao corte.
Depois da divisão feita, temos
que saber como vai ser feita
a distribuição e a elevação do cabelo,
então pode-se começar a cortar.

A seguir os tipos de divisões:

Perfil central; é a divisão central da


cabeça que começa na recessão
P.8
frontal do meio da testa e vai até o
final do centro da nuca.

Ferradura; é uma divisão em forma


de ferradura que vai de uma
recessão frontal a outra.
(**recessão é a linha de cabelo na
volta da cabeça**)

Horizontal; divisão paralela ao


horizonte.
Diagonal para frente; divisão com
o ângulo inclinado para
frente em direção a face.

Diagonal para trás; divisão com o


angulo inclinado para trás em
direção a nuca.

Radial; divisão que varia entre o


ponto mais alto da cabeça até o P.9
osso occipital. (orelha a orelha)

Aureola; divisão circular em volta


da coroa do crânio.

Ponto pivô; sessões que giram


deslocando-se em torno de um
ponto fixo da cabeça.
Distribuição
e tensão

É como o cabelo deve ser penteado


em relação as divisões e seções.

Direcionado

Quando penteamos o cabelo a


qualquer direção, que não seja o
caimento natural.

Elevação
P.10

É o nível de elevação do cabelo em


relação a cabeça; que define a
técnica a ser usada.

45º

O cabelo é elevado a 45º da


sessão da cabeça usando o pente
como apoio; utiliza-se este método
para não haver elevação.

Educacabelos | Todos os direitos reservados. | Leonardo Wichrowski (Educador)


Caimento
natural

Quando o cabelo é penteado


deixando-o com caimento natural
ou seja, cai naturalmente pela
força da gravidade sem ser
direcionado. A tensão na
distribuição tem um importante
papel que determina as formas das
linhas criadas.

Seção
em T

Quando penteamos o cabelo em


direção perpendicular a divisão ou
seção que esta sendo cortada.

90º

Quando o cabelo é penteado a 90º


da 7ª divisão ou seção.

1 dedo
de elevação

É quando utiliza-se o
dedo para obter a elevação mínima
sendo na nuca ou em qualquer
parte da cabeça.

Educacabelos | Todos os direitos reservados. | Leonardo Wichrowski (Educador)


Formas É importante entender
a forma que está sendo cortada
Técnincas a linha do cabelo, cada técnica
tem um resultado que deve ser

de Corte entendido para que possamos


criar as formas de cabelos e estilos
na criação de cada visual.

Corte Corte
quadrado; visual;

é a forma reta. Uma linha do curto para


Pode ser aplicada o comprido, que é variável
P.12 no caimento natural, e pode ser aplicada
nas camadas em caimento natural,
e graduações. graduações e camadas.

Corte paralelo;
Linha que mantém
a distancia igual a divisão e seção.
Normalmente é aplicada
em graduações e camadas.

Corte horizontal;
Dedos paralelos a linha do horizonte em relação a cabeça, aplicado
Corte vertical;

em graduações e camadas, com os dedos paralelos as divisões.

Linha de corte que segue Linha de corte perpendicular


Corte o formato da cabeça ao horizonte, normalmente
e pode ser aplicado é aplicada em graduações.
redondo; em graduações
e camadas.

Educacabelos | Todos os direitos reservados. | Leonardo Wichrowski (Educador)


Forma Retira volume quando é feita
a 90 graus de dentro para

para as fora da cabeça e a 45 graus


cria volume, estas técnicas

Camadas controlam movimento e


texturas.

Camadas retas Camadas


ou camadas simétricas
quadradas; ve assimétricas;
Essa técnica é muito usada para As camadas simétricas respeitam
valorizar o movimento natural dos igualdade o caimento do cabelo em
cabelos. Consiste em uma mecha ambos os lados quando o cabelo
guia que partir dela todas as outras cai naturalmente, já no caso das
mechas seguem no mesmo assimétricas é visível a diferença no
desenho, criando caimento simétrico caimento e na forma da linha de
em volta da cabeça. corte. P.13

Camadas Camadas
visuais; redondas;
As camadas visuais normalmente As camadas arredondadas são
são feitas a partir de um ponto pivô. feitas seguindo a forma da cabeça,
São feitas em uma forma de linha normalmente uniformes em
crescente ou decrescente. cumprimento.

Camadas Camadas
de inversão desconectadas;
natural; Nestas camadas não existem
conexões entre as linhas, são muito
Essas camadas revelam o
usadas em cortes modernos.
caimento natural dos fios em
relação ao formato da cabeça.

Educacabelos | Todos os direitos reservados. | Leonardo Wichrowski (Educador)


Persona- As técnicas de personalização

lização
são usadas como assinatura
do profissional, quando coloca
seu “feeling”, (sentimento aliado
a prática) nas formas sólidas
dos cortes de cabelo, deixando
as formas arrojadas e
com acabamento polido.

Picotar;
o corte é feito com a ponta da tesoura para
criar textura na linha geométrica criada e
transformar a linha reta em linha picotada.

Picotado profundo;
P.14 o corte é feito usando toda a lâmina da
tesoura para reduzir o peso da linha sem
tirar o cumprimento, acabando por não
alterar a linha.

Grafilado;
o corte é feito com a lâmina aberta para
criar graduação e direção a mecha do
cabelo, dando força e direcionamento no
movimento do corte.

Twister;
A tesoura corta levemente em volta da
mecha torcida, é muito usada em cabelos
cacheados.

Canalizar;
o corte é feito na superfície do cabelo
para criar e definir uma divisão na textura
dos fios, é bastante usado em cortes
masculinos e cabelos mais curtos.
Os materiais
do profissional
cabeleireiro.

Nada adiante ter um bom


conhecimento técnico e não ter
bons materiais de trabalho;

A tesoura, os pentes, escovas e


secadores são as ferramentas que nos
auxiliam na execução do nosso ofício.
No momento de investir no material é
necessário certificar-se de que é
realmente adequado para o trabalho a
que estamos propostos a realizar.
É extremamente importante saber
conservar o material higienizado e
organizado no ambiente de trabalho,
pois desta forma você profissional
cabeleireiro, irá passar ainda mais
credibilidade para s sua clientela.
Lista do
material
do cabeleireiro.

P.15

Tesouras: Fio lazer, fio navalha, semi lazer (um lado navalha o outro lazer) -
Todas as tesouras cortam, alguns pequenos detalhes é o que as diferencia
umas das outras, e claro, o gosto do profissional influencia muito na escolha.

Tesouras dentadas: existem muitas tesouras, umas com os dentes mais


juntos e outras com dentes mais separados, o que, com certeza acaba
mudando os efeitos no corte dos fios.

Navalhas: lisas e com dentes.

Escovas de diferentes diâmetros: existe escovas de cerâmica e fio de


náilon, escovas com cerdas naturais e cerdas mistas.

Pentes de diferentes formas: Pente de cabo para mechas e penteados.


Pentes de dentes mais largos que dão menos tensão aos fios, pentes de
dentes mais próximos acabam por tencionar mais os fios dos cabelos.
Secadores, chapas e babyliss, máquinas de corte e maquinas de
acabamento.

Educacabelos | Todos os direitos reservados. | Leonardo Wichrowski (Educador)


História

1930
da moda
do cabelo
Na década de 1930, os astros e as
estrelas do cinema americano eram

1920
imitados em todo mundo. Por isso os
cabelos femininos começaram a ser
pintados de um loiro bem platinado a
estilo Greta Garbo.

A década de 1920 foi uma


época considerada

1940
revolucionária para os cortes e
penteados femininos. As
mulheres começaram a usar
cabelos curtíssimos, que antes
eram considerados
masculinizados. Os cortes eram
feitos na altura da nuca e Durante a década de 1940, com o auge da
vinham acompanhados por Segunda Guerra Mundial a moda se torna P.16
franjas retas. As atrizes de mais simples. Os cabelos masculinos
cinema mudo expressam adotam um estilo militar, as mulheres
bastante a geração desse passam a encaracolá-los e a usar
tempo. Além dos cabelos, os chapéus, turbantes e lenços para variar
chapéus largos eram nos penteados.
valorizados.

1950 A década de 1950 foi um período de


inovação nos produtos de cosméticos: o
gel era muito usado por ambos os sexos e
com a melhoria das tinturas as mulheres
começaram a fazer reflexos.

Educacabelos | Todos os direitos reservados. | Leonardo Wichrowski (Educador)


História
da moda
do cabelo
1960
Na moda os cabelos e os penteados de 1960 foram
muito marcantes. Eles eram mais exagerados e
volumosos com penteados famosos como o Banana
(combinação entre franja e volume), o Black Power
(trazendo a influência da beleza negra). Os

1970
acessórios eram variados e aceitavam exageros. Há
uma revolução nos penteados e cortes masculinos,
pois eles também passam a adotar cabelos mais
cumpridos. Estrelas como Beatles, Jimmy Hendrix e
Elvis Presley fazem sucesso pelos seus penteados
exóticos.
A década de 1970
foi um tempo de

1980
revoluções em
diversos setores
sociais, inclusive
na moda. Surgiu o
movimento hippie
(com os A década de 1980 valorizou os cabelos mais
P.17 penteados que cacheados e bem armados, por isso foi a época dos
adotavam o uso permanentes de cabelos. No Brasil atrizes como
de flores, faixas Regina Duarte e Irene Ravache representam bem o
ou até mesmo os penteado da época.
cabelos mais
soltos, com cachos

1990
valorizados) e o
punk (onde
apareceu o estilo
moicano) que
inovaram a moda
dessa época.
O período da década de 1990 foi bastante variado
em seus tipos de penteados e no tamanho dos
cabelos. Começam a ser valorizados as mechas e o
liso, caindo o volume armado da década anterior.

Educacabelos | Todos os direitos reservados. | Leonardo Wichrowski (Educador)


Atual-
mente,

as tendências são
retornadas como a
valorização do corte
Chanel e a franja
das décadas de
1920 e 1930. Cabelos
mais longos ao estilo
de 1970, com o
retorno das faixas
de cabelos. O
retorno de cachos ao P.18
estilo de 1940 com a
valorização do
Pin-ups, ou mais
rebeldes aos tempos
de 1980.
A moda
contemporânea é
renovar as
tendências anteriores
criando assim um
novo estilo. +55 (51) 99817.0604
cursoscomleo@gmail.com
youtube.com/MrLeowsks

Educacabelos | Todos os direitos reservados. | Leonardo Wichrowski (Educador)