Você está na página 1de 2

ATIVIDADE DISCURSIVA

A qualidade de energia elétrica pode ser definida como "um conjunto de limites
elétricos que permite que o equipamento funcione da maneira pretendida sem
perda significativa de desempenho ou expectativa de vida". As condições que
proporcionam um desempenho satisfatório à custa da expectativa de vida ou
vice-versa não são aceitáveis.
A qualidade de energia deve ser uma preocupação para os projetistas de
instalações, operadores e ocupantes porque, quando a qualidade da energia
elétrica fornecida ao equipamento é deficiente, há degradação no desempenho
da operação de uma instalação elétrica. Isto é verdade, não importa se o
equipamento é um computador em um ambiente de negócios, uma máquina de
imagem ultrassônica em um hospital, ou um controlador de processo em uma
fábrica. Além disso, uma boa qualidade de energia para uma peça de
equipamento pode ser inaceitável para outra, operando, por exemplo, na mesma
instalação. Logo, dois equipamentos teoricamente idênticos podem reagir de
forma diferente à mesma qualidade de energia, sendo que algumas máquinas
até criam seus próprios problemas de qualidade de energia. Dadas essas
condições hostis, é importante para um engenheiro encarregado do projeto ou
operação de um prédio de escritórios, hospital ou uma fábrica de ser conhecedor
sobre os conceitos básicos de qualidade de energia.
Fonte: SANKARAN, C. Power Quality, Boca Raton: CRC Press LLC, 2002.
Considerando a diversidade de distúrbios de energia elétrica, identifique e
descreva quatro falhas/distúrbios de qualidade da energia existentes,
destacando, pelo menos, a definição do distúrbio, as principais causas e formas
de mitigar.

Resposta: As falhas/distúrbios de energia elétrica são a subtensão, a


sobretensão, o ruído e o blackouts.
Suas principais causas e formas de mitigar são:
*Subtensão é quando a energia fornecida está abaixo do padrão estabelecido,
como por exemplo sua rede elétrica tem um fornecimento de 127V, porém o
valor que chega a sua residência (valor medido) é de 100V. Neste caso a
solução depende mais da concessionária fornecedora de energia que tem
como melhorar os condicionadores de energia e o redimensionamento de rede
e circuitos. Já os consumidores podem solucionar evitando ligar muitos
equipamentos na mesma tomada no caso e separar os circuitos.
*Sobretensão é um caso contrário ao da subtensão, no caso ela se dá quando
o fornecimento da energia está acima do padrão estabelecido, como por
exemplo se a rede de fornecimento for de 127V, porém o fornecimento está
sendo de 140V. Neste caso a solução também depende da concessionária
fornecedora. O que o consumidor pode ser feita é sempre que acabar a energia
desligar todos os aparelhos domésticos, pois essa falha se dá geralmente na
queda de energia.
*Ruído é quando existe uma interferência na rede elétrica causado pela
emissão eletromagnética (EMI – Eletromagnetic Interference) ou por
transmissão de rádio frequência (RFI – Rádio-Frequency Interference).
Geralmente essas interferências se juntam e acabam alterando as
características do sinal elétrico. Esses ruídos podem ser causados por
transmissores de estações de rádio e TV, eletrodomésticos, torres de alta
tensão e lâmpadas fluorescente. Neste caso a solução pode ser tomada é o
uso de filtros, um aterramento correto e a equalização de potenciais.
*Blackout é quando surge a falta de fornecimento de energia vindo da
concessionária ou quando há um problema na parte elétrica da residência.
Pode ser causado por descarga atmosférica, curto no fase-terra, acionamento
de religadores e quedas de galhos de árvore. Esses problemas podem ser
evitados com geradores e nobreak.