Você está na página 1de 4

QUESTÕES – ECA II

1- Analise as assertivas abaixo e assinale a alternativa CORRETA.


I – A conduta de emissora de televisão que exibe quadro que, potencialmente, poderia criar
situações discriminatórias, vexatórias, humilhantes às crianças e aos adolescentes configura
lesão ao direito transindividual da coletividade e dá ensejo à indenização por dano moral
coletivo.
II – Ao menor sob guarda deve ser assegurado o direito ao benefício da pensão por morte
devendo deve prevalecer o ECA sobre a lei geral da Previdência Social, em homenagem ao
princípio da proteção integral e preferência da criança e do adolescente.
III – É constitucional a determinação do ECA de que os programas de televisão somente possam
ser exibidos em determinados horários, podendo o Poder Público impor os horários adequados
de acordo com a classificação dos programas que é obrigatória.
a) Todas estão corretas.
b) Apenas I e II estão corretas.
c) Apenas I e III estão corretas.
d) Apenas II e III estão corretas.
e) Todas estão incorretas

2- Analise as assertivas abaixo e assinale a alternativa CORRETA.


I – Residindo a criança com um dos genitores, eventual guarda formulada pelos avós com fins
previdenciários não representa desvirtuamento do instituto da guarda objeto do art. 33 do ECA.
II – Não cabe habeas corpus para impugnar decisão judicial liminar que determinou a busca e
apreensão de criança para acolhimento em família devidamente cadastrada junto a programa
municipal de adoção.
III – Conforme autoriza o ECA, o juiz pode disciplinar, por portaria, a entrada e permanência de
criança ou adolescente desacompanhado dos pais ou responsáveis em estádios, bailes, boates,
teatros etc., devendo essa portaria ser fundamentada, caso a caso, sendo vedada que ela tenha
determinações de caráter geral.
a) Todas estão corretas.
b) Apenas I e II estão corretas.

Facebook: CP IURIS Instagram: @cpiuris


Email: contato@cpiuris.com.br
www.cpiuris.com.br
c) Apenas I e III estão corretas.
d) Apenas II e III estão corretas.
e) Todas estão incorretas

3- Assinale a alternativa INCORRETA as respeito da adoção.


a) O adotando deve contar com, no máximo, dezoito anos à data do pedido, salvo se já estiver sob
a guarda ou tutela dos adotantes.
b) O adotante há de ser, pelo menos, dezesseis anos mais velho do que o adotando.
c) A adoção é medida excepcional e revogável, à qual se deve recorrer apenas quando esgotados
os recursos de manutenção da criança ou adolescente na família natural ou extensa.
d) A adoção depende do consentimento dos pais ou do representante legal do adotando.
e) A adoção atribui a condição de filho ao adotado, com os mesmos direitos e deveres, inclusive
sucessórios, desligando-o de qualquer vínculo com pais e parentes, salvo os impedimentos
matrimoniais.

4- Analise as assertivas abaixo e assinale a alternativa CORRETA.


I – É ilegal portaria do Juizado da Infância e Juventude que estabeleça toque de recolher por
conter normas de caráter geral e abstrato, a vigorar por prazo indeterminado.
II – Para que haja a decretação da perda do poder familiar da mãe biológica em razão da suposta
entrega da filha para adoção irregular (“adoção à brasileira”), é dispensável a realização do
estudo social e avaliação psicológica das partes litigantes.
III – A Vara Especializada da Violência Doméstica ou Familiar Contra a Mulher possui
competência para o julgamento de pedido incidental de natureza civil, relacionado à autorização
para viagem ao exterior e guarda unilateral do infante, na hipótese em que a causa de pedir de
tal pretensão consistir na prática de violência doméstica e familiar contra a genitora.
a) Todas estão corretas.
b) Apenas I e II estão corretas.
c) Apenas I e III estão corretas.
d) Apenas II e III estão corretas.
e) Todas estão incorretas

5- Analise as assertivas abaixo e assinale a alternativa CORRETA.


I – No caso de adoção unilateral, a irrevogabilidade no Estatuto da Criança e do Adolescente
pode ser flexibilizada no melhor interesse do adotando.
II – Se, no curso da ação de adoção conjunta, um dos cônjuges desistir do pedido e outro vier a
falecer sem ter manifestado inequívoca intenção de adotar unilateralmente, não poderá ser
deferido ao interessado falecido o pedido de adoção unilateral post mortem.
III – É possível a inscrição de pessoa homoafetiva no registro de pessoas interessadas na adoção,
independentemente da idade da criança a ser adotada.
a) Todas estão corretas.
b) Apenas I e II estão corretas.
c) Apenas I e III estão corretas.
d) Apenas II e III estão corretas.
e) Todas estão incorretas

6-Assinale a alternativa INCORRETA de acordo com as disposições do ECA.


a) Em caso de conflito entre direitos e interesses do adotando e de outras pessoas, inclusive seus
pais biológicos, devem prevalecer os direitos e os interesses do adotando.
b) Podem adotar os maiores de dezoito anos, independentemente do estado civil, mas não podem
adotar os ascendentes e os irmãos do adotando.
c) O vínculo da adoção constitui-se por sentença judicial, que será inscrita no registro civil
mediante mandado do qual não se fornecerá certidão.
d) A adoção será precedida de estágio de convivência com a criança ou adolescente, pelo prazo
máximo de noventa dias, observadas a idade da criança ou adolescente e as peculiaridades do
caso.
e) Os divorciados, os judicialmente separados e os ex-companheiros não podem adotar
conjuntamente.

7- Analise as assertivas abaixo e assinale a alternativa CORRETA.


I – A observância do cadastro de adotantes, ou seja, a preferência das pessoas cronologicamente
cadastradas para adotar determinada criança é absoluta, não comportando exceções em razão
do princípio do melhor interesse da criança, base de todo o sistema de proteção.
II – Se o adotante, ainda em vida, manifestou inequivocamente a vontade de adotar o menor,
poderá ocorrer a adoção post mortem mesmo que não tenha iniciado o procedimento de
adoção quando vivo.
III – O pai que questiona a paternidade de seu filho registral (não biológico), que ele próprio
registrou conscientemente, está violando a boa-fé objetiva, mais especificamente a regra da
"venire contra factum proprium". Para que seja possível a anulação do registro, é indispensável
que fique provado que o pai registrou o filho enganado, ou seja, é imprescindível que tenha
havido vício de consentimento.
a) Todas estão corretas.
b) Apenas I e II estão corretas.
c) Apenas I e III estão corretas.
d) Apenas II e III estão corretas.
e) Todas estão incorretas
8- Compete à autoridade judiciária disciplinar, através de portaria, EXCETO:
a) A entrada e permanência de criança ou adolescente, desacompanhado dos pais ou responsável,
em casa que explore comercialmente diversões eletrônicas.
b) A participação de criança e adolescente em espetáculos públicos, seus ensaios e certames de
beleza.
c) Quando desacompanhado dos pais, a entrada e permanência de criança ou adolescente em
estádio, ginásio e campo desportivo.
d) A entrada e permanência de criança ou adolescente, desacompanhado dos pais ou responsável,
estúdios cinematográficos, de teatro, rádio e televisão.

9- Analise as assertivas abaixo e assinale a alternativa CORRETA.


I – Os responsáveis por estabelecimentos que explorem comercialmente bilhar, sinuca ou
congênere ou por casas de jogos, assim entendidas as que realizem apostas, ainda que
eventualmente, cuidarão para que não seja permitida a entrada e a permanência de crianças e
adolescentes, desacompanhados dos pais no local, afixando aviso para orientação do público.
II – É proibida a hospedagem de criança ou adolescente em hotel, motel, pensão ou
estabelecimento congênere, salvo se autorizado ou acompanhado pelos pais ou responsável.
III – Sem prévia e expressa autorização judicial, nenhuma criança ou adolescente nascido em
território nacional poderá sair do País em companhia de estrangeiro residente ou domiciliado no
exterior.
a) Todas estão corretas.
b) Apenas I e II estão corretas.
c) Apenas I e III estão corretas.
d) Apenas II e III estão corretas.
e) Todas estão incorretas

10- Assinale a alternativa CORRETA com relação à autorização para viajar de crianças e
adolescentes de acordo com o disposto no ECA.
a) A autoridade judiciária não poderá, ainda que a pedido dos pais ou responsável, conceder
autorização válida por mais de um ano.
b) Quando se tratar de viagem ao exterior, a autorização é dispensável, se a criança ou
adolescente estiver acompanhada de ascendente ou colateral maior, até o terceiro grau,
comprovado documentalmente o parentesco.
c) A autorização não será exigida quando a criança ou o adolescente menor de dezesseis anos
estiver acompanhado de pessoa maior, expressamente autorizada pelo pai, mãe ou responsável.
d) Nenhuma criança ou adolescente poderá viajar para fora da comarca onde reside
desacompanhado dos pais ou dos responsáveis sem expressa autorização judicial.

Você também pode gostar