Você está na página 1de 68

Manual de utilização

EN 50131-1
EN 50131-3
EN 50131-6
EN 50136-1
EN 50136-2
EN 50130-4
EN 50130-5
CEI 79-2
CEB T014

SmartLiving
Painel de controle anti-intrusão e sistemas de segurança
Manual de utilização

1
Painel de controle anti-intrusão

INIM Electronics s.r.l. garante ao comprador original que este produto estará livre Garantia
de defeitos de material e mão de obra para a sua utilização normal durante um
período de 24 meses. Como a INIM Electronics s.r.l. não faz a instalação de este
produto de forma directa e devido à possibilidade de que o produto seja utilizado
com outros equipamentos não aprovados pela INIM Electronics s.r.l., não
podemos garantir o produto contra a perda de qualidade, desempenho,
degradação ou por danos que sejam resultado do uso de produtos, peças ou
outros elementos substituíveis (como os consumiveis) que não tenham sido
fabricados ou recomendados pela INIM Electronics. A obrigação e a
responsabilidade do Vendedor sob esta garantia está expressamente limitada à
reparação ou substitução, conforme o critério do Vendedor, dos produtos que não
cumpram as especificações. Em nenhum caso, a INIM Electronics s.r.l. será
responsável perante o comprador o perante terceiros, por qualquer perda ou
dano, direta ou indiretamente, decorrente do uso ou acidente, incluindo, de
forma ilimitada, qualquer prejuízo por cesse de lucros, bens roubados ou
reclamações de terceiros, ocasionados por produtos defeituosos, pela instalação
ou pela utilização imprópria ou incorrecta deste produto.
Esta garantia é aplicável somente para defeitos nas peças e mão de obra que
correspondam à utilização normal. Não cobre danos causados por:
• utilização imprópria ou negligente
• incendios, cheias, vendavais ou relâmpagos
• actos de vandalismo
• utilização e desgaste
A INIM Electronics s.r.l. poderá optar entre a reparação ou a substituição dos
produtos com defeitos. A utilização indevida ou com fins diferentes aos aqui
mencionados causará a anulação desta garantia. Para obter mais informação
sobre esta garantia, entre em contacto com o distribuidor autorizado ou visite a
nossa página web.

A INIM Electronics s.r.l. não será responsável perante o comprador nem nenhuma Garantia
outra pessoa, pelos danos causados pelo armazenamento inadequado, nem pela
manipulação ou má utilização deste produto. limitada
A instalação deste Produto deve ser feita exclusivamente por pessoas indicadas
pela INIM Electronics. A instalação deve ser feita de acordo com as nossas
instrucões no manual do produto.

A informação contida neste documento é propriedade exclusiva da INIM Copyright


Electronics s.r.l. Nenhuma parte pode ser copiada sem a autorização prévia por
escrito da INIM Electronics s.r.l.
Todos os direitos reservados.

Por meio desta, INIM Electronics s.r.l, declara que as séries SmartLiving de Observação da
painéis de intrusão, serie Air2 de dispositivos e os produtos SmartlinkAdv, estão
em conformidade com os requerimentos essenciais e outras disposições diretiva
aplicáveis da Diretiva 1999/5/CE.
Além disto, INIM Electronics s.r.l, também declara que todos os outros
europeia
dispositivos mencionados neste manual, estão em conformidade com os
requisitos essenciais e outras disposições aplicáveis da Diretiva 2004/108/CE.
A declaração completa de conformidade pode ser encontrada no site:
www.inim.biz/certifications

Os dispositivos descritos neste manual, de acordo com as configurações Instalação


selecionadas durante a fase de instalação e as diretrizes a seguir são ilustrados,
em alternativa, em conformidade com norma italiana CEI 79-2:1998 + Ab: 2000 State-of-the-art
nível de desempenho 2 ou Norma Europeia EN 50131-3:2009 (em referência ao
controle e indicando equipamentos - painéis de controle de intrusão), EN 50131- (DM 37/08)
6:2008 (em referência a fontes de alimentação) grau de segurança 2 ou 3 e EN
50131-2 (em referência aos emissores-receptores nos locais supervisionados).
Em apoio à pesquisa, desenvolvimento, instalação, testes, comissionamento e
manutenção de sistemas de alarme de intrusão instalados em edifícios, por favor
consulte os seguintes documentos normativos:
CEI 79-3 e CEI CLC/TS 50131-7.
Dependendo do Estado em que você instalar os componentes aqui descritos,
pode ser necessária satisfazer documentos regulamentares locais.
Ao instalar sistemas INIM, cabe a empresa instaladora instalar equipamentos
com normativa CEI 79-2 dispositivos compatíveis, em vez de equipamentos
compatíveis com Normativas Europeias série EN50131 e EN50136 dentro e não
ao longo dos baixos resumidos na alteração CEI 79-2; V1: 2010.

2
Manual de utilização

Tabela de
conteúdos

Garantia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2
Garantia limitada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2
Copyright . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2
Observação da diretiva europeia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2
Instalação State-of-the-art (DM 37/08). . . . . . . . . . . . . . . . . . 2
Tabela de conteúdos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3

Capítulo 1 Informações gerais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5


1-1 Dados do Fabricante . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5
1-2 Descrição do produto e vários modelos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5
1-3 Condições ambientais. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6
1-4 Elementos certificados e em conformidade com as diretivas . . . . . . . . 6
1-5 Manuais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7
1-6 Qualificações do operador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7
1-7 Níveis de acesso . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8
1-8 Definições - Glossário. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8

Capítulo 2 O sistema SmartLiving . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9


2-1 Introdução . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9
2-2 As tecnologias . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10
2-3 Teclados . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10
2-4 Leitores nBy . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 18
2-5 Códigos de utilizador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20
2-6 Chaves . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 21
2-7 Sistemas múltiplos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 22
2-8 Funções telefónicas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 23
2-9 Funções web / e-mail . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 23
2-10 Aplicação AlienMobile . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 23
2-11 Cenários de armamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 24
2-12 Videovigilância . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 24

Capítulo 3 Atalhos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 25
3-1 Atalho no teclado. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 25
3-2 Atalho no código . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 26
3-3 Atalhos na chaves e leitores . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 26
3-4 Lista de atalhos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 27
3-5 Atalho sobre o evento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 27

Capítulo 4 Funções voz . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 28


Capítulo 5 Utilização do sistema . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 29
5-1 Gestão dos alarmes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 29
5-2 Armamentos e desarmamentos das partições . . . . . . . . . . . . . . . . . . 30
5-3 Caixa de voz e função intercomunicador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 32
5-4 Ativações . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 33
5-5 Vista . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 35
5-6 Ativação das saídas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 38
5-7 Alteração da data e da hora . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 39
5-8 Ajustes do teclado . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 39

3
Painel de controle anti-intrusão

5-9 Alteração do código PIN . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 41


5-10 Alteração dos números de telefone . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 42
5-11 Pedido de Telesserviço . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 42
5-12 Pedido tempo extra . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 43
5-13 Termóstato . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 43
5-14 Telesserviço através de Nexus . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 45
5-15 Códigos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 45
5-16 Programação dos temporizadores . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 47
5-17 Reproduzir do ambiente . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 47
5-18 Reproduzir do estado das partições . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 48
5-19 Uso do telefone . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 48
5-20 Teclas função Alien . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 49
5-21 Uso da SmartLAN/G . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 52
5-22 Uso da aplicação AlienMobile. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 53
5-23 Photo frame . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 54
5-24 Mapas gráficos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 55
5-25 Despertadores e lembretes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 56
5-26 Acesso às câmaras . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 57

Apêndice A Glossário . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 58
Apêndice B Atalhos de default . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 63
Apêndice C Falhas sinalizadas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 64
Notas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 67

4
Manual de utilização

Capítulo 1

INFORMAÇÕES GERAIS

Dados do Fabricante 1-1


Fabricante: INIM Electronics s.r.l.
Local de produção: Via Fosso Antico - Centobuchi
Município: 63076, Monteprandone (AP) - Italy
Tel.: +39 0735 705007
Fax: +39 0735 704912
e-mail: info@inim.biz
Web: www.inim.biz
O pessoal autorizado pelo fabricante a reparar ou substituir qualquer parte do sistema é
autorizado a intervir apenas em dispositivos comercializados com a marca INIM
Electronics.

Descrição do produto e 1-2


vários modelos
Descrição: central anti-intrusão
Modelos: SmartLiving 505
SmartLiving 515
SmartLiving 1050, SmartLiving 1050/G3,
SmartLiving 1050L, SmartLiving 1050L/G3
SmartLiving 10100L, SmartLiving10100L/G3
Normas aplicadas: EN 50131-1:2006+A1:2009,
EN 50131-3:2009,
EN 50131-6:2008,
EN 50136-1:2012,
EN 50136-2:2013,
EN 50130-4:2011,
EN 50130-5:2011
CEI 79-2:1998+Ab:2000,
CEB T014:2013-04 (ed.3)
Entidade de certificação:IMQ S.p.A.
Grau de segurança: 2 ou 3 (conforme as configurações)
Categorias ATS: até SP6 ou DP4 (conforme as configurações)
Na tabela abaixo são indicadas as características principais dos vários modelos de
central:
Tabela 1-1: Centrais - características gerais
1050 1050/G3 10100L
Modelos de central SmartLiving 505 515 1050L 1050L/G3 10100L/G3
Nº total de terminais 5 15 50 100
totais 5 10
configuráveis como entradas 5 10
Terminais na central
configuráveis como persiana/choque 2
configuráveis como saídas 0 5
Zonas totais 10 30 100 200
totais 3
Saídas em central relé 1
open collector 2
Partições 5 10 15
Teclados 5 10 15
(Joy, nCode/G, Concept/G, Alien, Aria)

Informações gerais 5
Centrali anti-intrusione

Tabela 1-1: Centrais - características gerais


1050 1050/G3 10100L
Modelos de central SmartLiving 505 515 1050L 1050L/G3 10100L/G3
Correios de voz 5 10 15
Expansões FLEX5 5 10 20 40
Leitores nBy 10 20 30
Sirenes (Ivy-B, Hedera) 10
Transcetores Air2-BS200 10 20 30
Chaves eletrónicas e rádio-controlos 50 100 150
Combinações possíveis de chaves 4294967296
Isoladores IB100 15
Comunicador Nexus 1
Códigos 30 50 100
Cenários 30
Temporizador 10 20
Eventos registáveis 500 1000
Eventos programáveis 10 30 50

Condições ambientais 1-3


Os periféricos Joy/GR, Joy/MAX, nCode/G, Concept/G, Alien/S, Alien/G, IB100, FLEX5,
Nexus e nBy/X não devem ser instalados no exterior e operam nas seguintes condições
ambientais:
• Temperatura: de -10° a +40°C
• Humidade máxima: 75% (sem condensação)
• Classe ambiental: II
O leitor nBy/S é adequado para instalação em interiores e exteriores, e funciona melhor
nas condições indicadas abaixo:
• Temperatura: de -25° a +70°C
• Humidade máxima: 93% (sem condensação)
• Grau de Proteção: IP 34
• Classe ambiental: IV

Elementos certificados e em 1-4


conformidade com as diretivas
A central SmartLiving e os dispositivos descritos neste manual são certificados IMQ -
Sistemi di sicurezza (IMQ S.p.A.) já que estão em conformidade com as normas acima
descritas, com uma oportuna programação.
A caixa da central é capaz de alojar os seguintes elementos certificados:
• Fonte de alimentação switching INIM Electronics
• Placa principal (IN082 ou IN088)
• Placa de voz SmartLogos30M (opcional)
• Placa de expansão entradas/saídas FLEX5/U (opcional)
• Placa relé AUXREL32 (opcional)
• Placas de interface LAN SmartLAN/SI e SmartLAN/G (opcionais)
• Comunicadores GSM Nexus e Nexus/G (opcionais)
• Placa isolador BUS IB100/RU (opcional)
• Kit de compensação de temperaturas para tensão de recarga de bateria ProbeTH
(opcional)
• Kit anti-tamper TamperNO (opcional)
• Bateria de reserva, 12V de 7, 9 ou 17Ah (conforme o modelo da central)
• Aparelho de notificação de tipo B integrado nas placa principais IN082 e IN088
A conformidade da central é garantida mesmo quando está conectada aos seguintes
dispositivos certificados:
• Placas de expansão entradas/saídas FLEX5/P
• Teclados Joy/MAX, Joy/GR, Concept/G, nCode/G, Alien/G, Alien/S
• Leitor de proximidade nBy/S para montagem externa
• Leitor de proximidade de montagem universal nBy/X
• Isolador BUS IB100/RP
• Isolador BUS IB100/A autoalimentado
• Cartão para leitores de proximidade nCard

6 Informações gerais
Manual de utilização

• Tag para leitores de proximidade nKey ou nBoss


• Sirenes autoalimentadas para montagem externa Ivy, Ivy-F, Ivy-M, Ivy-FM, Ivy-B,
Ivy-BF, Ivy-BM, Ivy-BFM
• Dispositivos do sistema via rádio AIR2, AIR2-BS200 (transmissor-recetor, Air2-
IR100 (sensor infravermelho), Air2-MC100 (contacto magnético)
• Comunicadores SmartLinkAdv/GP, SmartLinkAdv/G, SmartLinkAdv/P

Manuais 1-5
Manual do instalador 1-5-1
O Manual do Instalador, não incluído na embalagem da central e que pode ser adquirido
no revendedor, deve ser lido com atenção para compreender completamente todas as
partes do sistema SmartLiving.
O instalador tem a responsabilidade de seguir atentamente todas as indicações do
fabricante para certificar-se de que o sistema funcione corretamente e,
simultaneamente, respeitar todas as advertência relativas à segurança ativa e passiva
da instalação.

Guia de instalação e 1-5-2


programação
O guia, fornecido com cada central, é um folheto no qual são descritas e ilustradas
todas as indicações necessárias para que o instalador realize uma imediata e rápida
instalação e programação do sistema SmartLiving. Nesse folheto é fornecido um guia
rápido, passo a passo, para o primeiro acendimento, esquemas de cablagem e
conexões necessárias, uma tabela para endereçamentos dos periféricos, um guia rápido
para a programação do teclado e os valores padrão dos parâmetros de programação.

Manual de utilização 1-5-3


(este manual)

DCMUINP0SLIVINGE CÓDIGO DO MANUAL


6.10 REVISÃO
O manual de utilização, fornecidos com todas as centrais, deve ser lido atentamente
pelo instalador. Terminada a instalação, o manual de utilização deve ser entregue ao
utilizador que deve ter compreendido todas as funcionalidades do próprio sistema e a
configuração definida pelo instalador.
É responsabilidade do instalador verificar que o utilizador possua o manual de utilização
e que tenha compreendido corretamente todas as funcionalidades do sistema.

Qualificações do operador 1-6


Instalador 1-6-1
O instalador é a pessoa (ou grupo de pessoas) que instala e programa todo o sistema
de segurança de acordo com os requisitos do comprador e com as leis de segurança em
vigor. Além disso, o instalador deve instruir adequadamente o usuário (ou usuários)
sobre o correto uso do sistema.
Em condições normais ao instalador não é permitido armar/desarmar o sistema sem
autorização prévia de um utilizador. Todas as partições do sistema devem ser
desarmadas antes de poder aceder à programação dos parâmetros.
O código de acesso do instalador coincide com o código de acesso de nível 3.

Utilizador 1-6-2
O utilizador ou os utilizadores são os ocupantes do local no qual o sistema anti-intrusão
SmartLiving está instalado. Os utilizadores podem armar e desarmar o sistema ou
partes dele depois de terem sido corretamente autenticados.
Considerando a extrema flexibilidade do sistema, as operações mais frequentes podem
ser efetuadas também sem prévia autenticação mas este modo de operar deve ser
expressamente solicitado pelo cliente que deve estar consciente dos riscos que esta
modalidade implica (falsos alarmes, armamentos/desarmamentos não desejados, etc.).
A cada utilizador é associado um código para o acesso ao sistema. Através da
programação do código é possível definir um nível hierárquico:

Informações gerais 7
Centrali anti-intrusione

• Utilizador
• Manager
• Master

Conforme o nível hierárquico (no qual "Utilizador" é o nível mais baixo) cada código
possibilita realizar as seguintes operações nos códigos hierarquicamente inferiores:
•• habilitação/desabilitação
•• alteração do PIN
•• modificação de alguns parâmetros de programação
Caso a programação do sistema esteja em conformidade com a norma EN 50131 de
grau de segurança 3, algumas operações de armamento de partições ou eliminação de
memórias, quando expressamente pedido por teclado, podem ser autorizadas pela
emissão de um código de nível 3 (código instalador) para além de um código de
utilizador.

Níveis de acesso 1-7


A norma define os seguintes níveis de acesso à central, diferentes pelas limitações de
usabilidade do sistema:
• Nível 1 - acesso por parte de qualquer pessoa (ex: de passagem)
• Nível 2 - acesso por parte do utilizador
• Nível 3 - acesso por parte do instalador ou técnico de manutenção (expressamente
autorizado por um nível de acesso 2)
• Nível 4 - acesso por parte do fabricante.

Definições - Glossário 1-8


Para facilitar a leitura e a compreensão do manual, e portanto a instalação e a utilização
do sistema SmartLiving, é indispensável consultar o glossário colocado à disposição no
apêndice deste manual (ver Apêndice A, Glossário).
Este glossário contém as definições dos termos técnicos mais comuns usados no campo
da segurança e das centrais SmartLiving.

8 Informações gerais
Manual de utilização

Capítulo 2

O SISTEMA
SMARTLIVING

Introdução 2-1
INIM Electronics agradece-lhe por ter escolhido uma central e um sistema anti-intrusão
SmartLiving. Este irá garantir-vos um elevado grau de proteção das pessoas e dos bens
usando as tecnologias mais avançadas associadas a uma muito grande simplicidade de
utilização e gestão.
Antes de utilizar o seu sistema SmartLiving, INIM Electronics recomenda a leitura do
presente manual em conjunto com a total compreensão das indicações que o instalador
lhe irá fornecer. Depois de ter ganho experiência com as operações mais elementares,
será imediata a compreensão das funções mais avançadas cuja utilização deverá ser
feita em concordância com o instalador:este irá programar os parâmetros do sistema
para satisfazer as suas exigências e irá explicar como utilizá-lo corretamente.
Um sistema típico é constituído por:
• uma central SmartLiving
• dispositivos de deteção de intrusão (sensores de infravermelhos ou de micro-ondas,
contactos magnéticos, barreiras, etc.)
• periféricos para a gestão do sistema:leitores de proximidade, teclados
• dispositivos de sinalização dos alarmes e, geralmente, dos eventos detetados pelo
sistema (sirenes, sinalizadores luminosos e acústicos, etc.)
O teclado (nos modelos Joy/GR, Joy/MAX, nCode/G, Concept/G, Alien/S e Alien/G) é o
periférico mais completo e versátil para a gestão do sistema:o ecrã exibe todas as
informações necessárias e fornece uma avançada interface de utilizador baseada em
ícones para uma imediata e clara identificação das operações a realizar; cada um dos
utilizadores, possuindo um código PIN que é digitado nos teclados e reconhecido pela
central, pode ser habilitado a operar no sistema ou em partes dele.
A avançada tecnologia de voz guia-lhe através das ações correspondentes, por meio de
concisos avisos de voz que explicam o que deve ser feito.
Juntamente com o teclado, o sistema pode ser completamente gerido também através
dos leitores nBy (nos modelos nBy/S de parede e nBy/X de encastre) que, limitados em
relação ao teclado, representam uma interface extremamente cómoda e rápida para as
operações diárias mais frequentes, ou então armamentos ou desarmamentos. Os
utilizadores em posse de chave eletrónica, podem ativar as funções para eles
habilitadas aproximando simplesmente a chave ao leitor de proximidade.
Todos os modelos de central podem gerir o sistema via rádio “Air2” bidirecional,
produzido pela INIM. Este sistema, que pode integrar uma instalação cablada, permite
a utilização de sensores via rádio e rádio-controlos.
As centrais SmartLiving são capazes de reconhecer um grande número de eventos (não
só alarmes mas também avarias, violações, reconhecimento de chave/código,
operações de armar/desarmar) em relação aos quais é possível ativar sinalizações
visuais/acústicas, chamadas telefónicas, SMS via GSM e, através da placa opcional
SmartLAN/G, e-mail com anexos. As chamadas podem ser de 2 tipos:
1. chamadas de televigilância (para centros de televigilância) para as quais as cen-
trais SmartLiving têm à disposição os protocolos mais comuns.
2. chamadas de voz (para pessoas) para as quais um muito avançado sistema de
composição de mensagens de voz avisa o utilizador, reproduzindo uma mensa-
gem clara e de imediata identificação da ocorrência.
Os eventos também podem ser reproduzidos vocalmente nos teclados JOY/MAX e Alien.
Várias funções de automação estão disponíveis nas centrais SmartLiving:
• armamentos e desarmamentos programados em base horária semanal
• funções simples mas eficazes de controlo de acessos que permitem ao sistema de
distinguir a operatividade dos códigos e chaves em base horária
• ativações programadas para ativar e desativar, por exemplo, luzes noturnas
• etc.

O sistema SmartLiving 9
Centrali anti-intrusione

As tecnologias 2-2
As décadas de experiência da equipa de desenvolvimento permitiu a introdução de
funcionalidades inovadoras cujas bases são suportadas por tecnologias especialmente
estudadas para o setor da segurança.

EASY4U 2-2-1
É um conjunto de características gráficas e funcionais pensadas especialmente para o
utilizador. Todas as centrais SmartLiving gerem teclados com um ecrã 96x32. O ecrã
permite ter até 4 linhas alfanuméricas de 16 caracteres cada uma ou então é possível
ver ícones associados a todas as operações do utilizador. A introdução dos atalhos
(grupos ou sequências de comandos elementares) permite, pressionando uma só tecla,
de realizar muitas operações que, nas centrais presentes no mercado, normalmente
requerem uma complicada navegação no menu do utilizador. A utilização de símbolos
gráficos na sinalização do estado do sistema ajuda o utilizador a compreender
claramente a situação atual e permite, além disso, personalizar os ícones de acordo
com as suas exigências.
Os leitores nBy permitem não só de realizar armamentos e desarmamentos como
normalmente acontece, mas também ativar os atalhos disponíveis nos teclados.
Os teclados JOY/MAX e Alien dispõem também no seu interior um leitor nBy de
proximidade.

VOIB 2-2-2
É o acrónimo de Voice Over Inim-bus. O bus de comunicação foi projetado para
suportar elevadas velocidades com o objetivo de oferecer um suporte para a
transmissão do item em formato digital. Onde quer que chegue o bus é possível obter o
item. Os teclados Joy/MAX e Alien integram microfone e altifalante através dos quais é
possível registar e escutar as mensagens da central. A compressão do sinal de voz e
uma placa capaz de memorizar até 30 minutos de voz permitem associar a cada evento
uma mensagem que pode ser transmitida no bus até chegar ao teclado onde pode ser
reproduzida. A digitalização do item reduz o ruido de fundo enquanto que a transmissão
no bus elimina a necessidade de cabos adicionais onde se tornar necessária a gravação
ou a reprodução vocal das mensagens.

Teclados 2-3
O teclado é a interface mais completa para a gestão do sistema de segurança. Le
centrali SmartLiving possono gestire tastiere, le cui caratteristiche sono riportate nella
tabella che segue:
Tabela 2-1: Teclados - funções
Modelos Joy/MAX Joy/GR nCode/G Aria Concept/G Alien/S Alien/G
Ecrã tátil de 65536 cores
Monocromático
Ecrã 4,3 polegadas 7 polegadas
96x32
480x272 800x480
23 23
Teclas Não
(em borracha) (de toque)
LED de sinalização 4 Não
Sinal acústico Sim
Terminais 2 1 Não 1 Não 2
Microfone Sim Não Sim
Altifalante Sim Não Sim
Leitor de proximidade integrado Sim Não Sim
Sensor de temperatura Sim Não Sim
Iluminação ativada pelo sensor Não Sim Não
de proximidade
Sensor de luminosidade Não Sim Não
Proteção anti sabotagem Não Sim Não
Via rádio Não Sim Não
Bloqueio de teclas Não Sim
Porta USB Não Sim
Interface SD card Não Máx 32 Gbyte

10 O sistema SmartLiving
Manual de utilização

Os modelos de teclados distinguem-se por algumas funções, pela forma externa e TECLAS
acessibilidade das teclas:os teclados Joy dispõem de uma porta para a proteção das
teclas; nCode/G, Aria e Concept/G têm, por seu lado, as teclas à vista. O teclado
Concept/G possui teclas sensíveis ao tato. Os teclados Alien não têm botões mas
possuem um ecrã touch screen a cores e o acesso faz-se tocando com os dedos ou com
uma caneta (fornecida com Alien/G) no ecrã.
A cada teclado o instalador atribui partições de pertença, partes/secções do sistema às
quais os utilizadores com códigos podem aceder através do teclado.

É possível estender também aos utilizadores sem código a possibilidade de gerir o ATALHOS
sistema. As centrais SmartLiving, de facto, adicionam outras modalidades operativas
junto ao tradicional menu de utilizador acessível apenas depois de ter digitado um
código.
Através dos teclados é possível utilizar as atalho-funções (ver "Atalho" no glossário)
associadas às teclas . Geralmente, tratando-se de um sistema
de segurança/anti-intrusão, apenas os utilizadores em posse de um código são
autorizados a operar nos teclados, todavia, utilizando os atalhos associados às teclas
, ..., é possível habilitar qualquer pessoa a realizar todas as operações
normalmente reservadas aos utilizadores credenciados (aqueles em posse de um
código).
Também os teclados Alien dispõem de atalho-funções, como a ativação de cenários e de
aplicações, como as definições do próprio teclado, que podem ser ativados sem a
emissão de um código mas apenas através de algumas das teclas disponíveis no ecrã.
Obviamente cabe ao instalador programar adequadamente os atalhos e informar o
utilizador sobre a sua utilização:por exemplo, se for oportuno colocar à disposição de
qualquer pessoa a possibilidade de armar as partições, a desarmamento deverá ser
reservada apenas a utilizadores com código, seja para que a operação seja feita de um
modo mais consciente como para identificar quem desarmou as partições. Em geral, as
operações que aumentam o grau de segurança do sistema podem ser tornadas
disponíveis a todos enquanto que as operações que reduzem o grau de segurança do
sistema (desarmamentos, eliminação das memórias de alarme/tamper, desativação das
saídas de alarme/tamper) devem ser permitidas apenas aos utilizadores com código.

Cada um dos teclados Joy/MAX e Alien pode funcionar como cronotermóstato CRONOTERMÓSTATO
programável. É possível, deste modo, obter a gestão por zonas (uma zona para cada
teclado) de um sistema de aquecimento/condicionamento.
A temperatura de referência é detetada pelo sensor de temperatura presente no próprio
teclado. A histerese é fixada a 0.4°C.

O teclado com teclas sensíveis ao tato Concept/G prevê duas funções adicionais ACESSO CONCEPT/G
relativas ao acesso direto do utilizador.
Uma função permite-as de ativar a retroiluminação do ecrã e a iluminação das teclas
em base à proximidade de um utilizador ao teclado. Isto é possível graças a um sensor
de proximidade que pode ser ativado através da pressão simultânea das teclas e

ou então desativado pressionando e .

Outra função é o bloqueio e o desbloqueio das teclas:o teclado pode ser bloqueado ou
desbloqueado pelo utilizador pressionando a tecla durante 3 segundos. Se o
teclado tem o bloqueio inserido, se se toca uma das teclas, o ecrã mostra o ícone ao
lado.

O Aria é um teclado via rádio que oferece todas as funcionalidades para o controlo e TECLADOS VIA RÁDIO
para a gestão do sistema SmartLiving através do sistema Air2, com o qual se faz
interface por meio do transcetor Air2-BS200. Integra todas as funções dos teclados com
fio e oferece um visor gráfico com ícones.
O acelerómetro com que está equipado funciona tanto como recurso anti sabotagem
como função “despertar” a partir do modo de standby, enquanto o sensor de
luminosidade regula a iluminação do visor e das teclas de uma forma, ideal em relação
ao ambiente circundante. Além disso, tem uma função de desligamento automático em
caso de afastamento do campo de rádio.

Ecrã dos teclados 2-3-1


O ecrã dos teclados LCD retroiluminado (96 x 32 pixéis) do qual é possível regular o
brilho e o contraste através de uma secção do menu de utilizador (ver parágrafo 5-8
Ajustes do teclado).
Está subdividido em quatro linhas que fornecem constantemente informações sobre o
sistema e sobre o estado da central, sem que seja necessário que o utilizado aceda com
o seu código:

O sistema SmartLiving 11
Centrali anti-intrusione

1°linha:
2°linha: 18:23 01/02/2016
3°linha: DASIDASI--
4°linha:
É descrito na tabela abaixo o que é exibido no teclado, que varia de acordo com a
situação ou o estado na qual a central se encontra:
• Standby, isto é, a condição natural de funcionamento da central, sem sinalizações de
alarme, tamper ou avaria em curso
• Alarme ou tamper de zona, isto é, quando a central deteta o tamper ou sinaliza a
ocorrência de tamper de uma zona, seja uma intrusão ou o desaparecimento de um
dispositivo
• Serviço, estado de funcionamento no qual o instalador coloca a central para
operações de manutenção ou programação
Tabela 2-2: Ver no ecrã
Linha Estado da central
do
ecrã Standby Alarme ou tamper Manutenção

Central T03 Serviço K03


18:23 01/02/2016 Se pelo menos uma das partições à qual Se a central está no estado de Ser-
o teclado pertence tem uma memória viço, é mostrada uma sequência de
Na primeira linha no alto do ecrã são exibidas a hora e a
data. de alarme/tamper, são exibidas sequen- caracteres com o endereço do próprio
cialmente e a cada cerca de 3 segun- teclado (na figura trata-se do teclado
dos, as descrições das zonas que no endereço 3).
causaram o alarme e o tamper.
Nota ManutençãoK03P05
18:23 25.4 C Este caso distingue-se pela sinalização Se se trata de um teclado Joy/MAX a
Se o teclado é um Joy/MAX, cada 3 segundos a data é de zonas abertas do piscar do LED sequência de caracteres mostra tam-
1 substituída pela exibição da temperatura ambiente. bém o endereço do leitor integrado
vermelho . no teclado (na figura trata-se do lei-
tor no endereço 5).

Central T03
Se estiver habilitada a opção de central "Vis. Zonas aber- Central T03
tas", são mostradas sequencialmente e cada 3 segundos,
as descrições das zonas não em repouso quando as parti- Manutenção K03
ções do teclado estão desarmadas. P05 de serviço e pelo menos uma das partições às
Se a central está no estado
quais o teclado pertence tem uma memória de alarme/tamper são exibidas em
Central T03 alternância as sequências de caracteres acima indicadas.
As zonas autoexcluíveis são mostradas em negativo.

DASIDASI--
Na segunda linha, na parte esquerda, são exibidos os
caracteres relativos ao estado de armamento das partições
às quais o teclado pertence:
• D = partição desarmada
• A = partição armada em modalidade total
DASIDASI--
• S = partição armada em modalidade parcial
• I = partição armada em modalidade
D SIDASI--
instantânea Quando está presente uma memória A linha permanece inalterada em
• - = a partição não pertence ao teclado de alarme/tamper de partição, o LED relação à condição de repouso.
2 vermelho no teclado pisca e pis-
esquer
da Em caso de SmartLiving 505 e 515, são exibidos 5 caracte- cam também os caracteres correspon-
res que indicam o estado das partições da 1 à 5. dentes às partições com memória de
Em caso de SmartLiving 1050 e 1050L, são exibidos 10 alarme/tamper.
caracteres que indicam o estado das partições da 1 à 10.
Em caso de SmartLiving 10100L, são exibidos em alter-
nância cada 3 segundos 10 caracteres que indicam o
estado das partições da 1 à 10 e depois 5 caracteres que
indicam o estado das partições da 11 à 15.

CENÁRIO 001
Se estiver ativo o parâmetro de central “Visual. cenário" na segunda linha do ecrã dos teclados, à esquerda, será mostrada a descrição do
cenário ativo.

2 DASIDASI--
direita Na segunda linha, na parte direita, podem ser vistos alguns ícones que fornecem várias informações do sistema.
Para a descrição destes ícones consultar a Tabela 2-3: Ícone de informação.

4 As linhas três e quatro do ecrã estão ocupadas pelos ícones correspondentes aos atalhos das teclas função , ..., .
Se no teclado não estiverem programados atalhos em todas as teclas função, os respetivos espaços no ecrã permanecem vazios.

12 O sistema SmartLiving
Manual de utilização

O estado de intermitência dos caracteres relativos ao estado de introdução das áreas que Nota
aparecem no ecrã dos teclados Aria não é mostrada como uma verdadeira intermitência, mas o
aparecimento de um caractere em negativo.

Os ícones que aparecem na segunda linha, na parte direita, fornecem informações do


sistema, por isso o seu aparecimento ou estado (fixas ou a piscar) depende da
sinalização que contém:
Tabela 2-3: Ícone de informação
Ícone Sinalização Joy, nCode, Concept Aria Alien

Linha telefónica ocupada fixa fixa


Linha telefónica
Falha na linha telefónica a piscar a piscar

Pelo menos um periférico (teclado, leitor, expan-


são) resulta desaparecido fixa fixa
Desaparecimento
Todos os periféricos em configuração estão pre-
sentes mas, precedentemente, um deles estava animado fixa a piscar
desaparecido (memória desaparecida).

Atendedor Atendedor habilitado fixa fixa

Telesserviço Telesserviço habilitado fixa fixa

Chave Chave falsa a piscar fixa a piscar

O teclado Alien tem a deteção de sabotagem desa-


Sabotagem excluída bilitada fixa

Pelo menos um periférico (teclado, leitor, expan-


são) foi violado (abertura da tampa ou remoção) fixa fixa
Tamper periféricos
Todos os periféricos estão no seu lugar e as tam-
pas estão fechadas mas, precedentemente, um animado fixa a piscar
deles foi violado (memória de tamper)
A central está em tamper (abertura da tampa ou
remoção da central da parede) fixa fixa
Tamper central
A central está no seu lugar e a tampa está fechada
mas, precedentemente, foi aberta (memória de animado fixa a piscar
tamper central)
Está em curso uma chamada através do comunica-
Chamada no Nexus dor Nexus/G fixa fixa

Envio SMS Está em curso o envio de um SMS através do


comunicador Nexus/G fixa fixa

Está em curso o envio de um evento com proto-


colo SIA-IP através de LAN fixa fixa
LAN
A placa LAN está desaparecida a piscar a piscar

Está em curso o envio de um evento com proto-


SIA-IP no Nexus colo SIA-IP através de Nexus/G ou uma teleassis- fixa fixa
tência no GPRS
Termóstato: Está ativa a função termóstato do teclado em
modalidade de fixa fixa
inverno modalidade de inverno (aquecimento).
Termóstato:
Está ativa a função termóstato do teclado em
modalidade de modalidade de verão (ar condicionado). fixa fixa
verão
Termóstato:
caldeira/ar condi- Caldeira/ar condicionado em funcionamento fixa fixa
cionado

Se previsto pelo instalador, o ícone não é exibido com Telesserviço habilitada. Nota

O sistema SmartLiving 13
Centrali anti-intrusione

Uso das teclas 2-3-2


Em seguida é indicado o uso típico das teclas. Algumas teclas podem ter também
funções especiais, que serão indicadas:
Tabela 2-4: Teclas do teclado
Teclas Nome Aplicação típica

Teclas numéricas Usadas para introduzir os PINs dos códigos do utilizador

OK Utilizado para confirmar uma escolha, uma seleção ou o valor de um parâmetro


PARA CIMA, PARA Usados para percorrer as listas dos menus ou para regular parâmetros de modo gráfico
BAIXO (por exemplo, regulações de teclado ou de volume)
Usadas para percorrer horizontalmente os parâmetros ou os dados exibidos (por exemplo,
ESQUERDA, DIREITA para a exibição das partições no registo de eventos ou a seleção da partição no menu de
armamentos)
Utilizado para regressar atrás em um passo durante a navegação no interior de um menu
de utilizador sem confirmar eventuais parâmetros ou seleções ou, depois de ter digitado
C
um PIN de utilizador e pressionado , para passar através de 3 possíveis exibições do
modo de utilizador (ver parágrafo 2-5 Códigos de utilizador)
Utilizado para sair definitivamente do menu do utilizador sem confirmar eventuais parâ-
ESC metros ou seleções

HABILITAR Utilizado para habilitar um parâmetro ou uma opção (ver parágrafo 5-4 Ativações)

DESABILITAR Utilizado para desabilitar uma parâmetro ou uma opção

F1, F2, F3, F4 Utilizados para ativar os atalhos associados aos ícones e relativas a estes.
ou teclas de função Utilizadas também como Teclas de Emergência (ver parágrafo 2-3-3 Funções emergência)

Funções emergência 2-3-3


A central tem 3 funções especiais que pode ser ativadas pelo teclado:
• Emergência de incêndio
• Emergência Sanitária
• Emergência Pública Segurança
A ativação de cada uma destas emergências implica a geração dos relativos eventos
nos quais são programadas as ativações das saídas e as chamadas.
Para ativar uma das emergências, pressionar simultaneamente e manter pressionadas
durante pelo menos 3 segundos as seguintes combinações de teclas e esperar o sinal
sonoro de confirmação:
Tabela 2-5: Teclas de emergência
Combinação de teclas Joy,
Emergência NCode, Concept teclas Alien

Incêndio +

Sanitária +

Segurança pública +

Caso as teclas função sejam pressionadas em par, não se ativam os atalhos relativos aos ícones Nota
associados às teclas função pressionadas.

14 O sistema SmartLiving
Manual de utilização

Sinalizações nos LED de 2-3-4


teclado
A tabela seguinte descreve as sinalizações dos LEDs dos teclados Joy, nCode, Aria e
Concept ou dos ícones no ecrã Alien que são ali reproduzidos.
Tabela 2-6: LED do teclado
Ativação
LED/ícone Vermelho Amarelo Azul Verde

OFF A tensão de alimentação primá-


Todas as partições do teclado Zonas abertas pertencentes às
Ícone não Não existem avarias em curso. ria (230V a.c.) não está pre-
estão desarmadas. partições do teclado. sente.
presente
ON Todas as zonas que pertencem
Ícone fixo Pelo menos uma das partições Existe pelo menos uma avaria às partições dos teclados estão A tensão de alimentação primá-
do teclado está armada. em curso. em repouso:pronto para a ria (230V a.c.) está presente.
armamento.
Piscar lento Todas as partições do teclado
Todas as zonas que pertencem
(ON: 0,5 seg. estão desarmadas. Não existem avarias em curso. às partições do teclado estão
OFF: 0,5 Está presente uma memória de Existe pelo menos uma zona em repouso.
seg.) alarme/tamper em pelo menos inibida (excluída) ou em teste Está presente uma mensagem
uma partição do teclado ou pertencente às partições do
está presente uma memória de teclado. não ainda ouvida na caixa de
voz.
alarme de sistema.
Piscar Pelo menos uma das partições
rápido do teclado está armada. Existe pelo menos uma avaria Zonas abertas pertencentes às
(ON: 0,15 Está presente uma memória de em curso e existe pelo menos partições do teclado.
alarme/tamper em pelo menos uma zona inibida (excluída) ou Está presente uma mensagem
seg. em teste pertencente às parti-
uma partição do teclado ou não ainda ouvida na caixa de
OFF: 0,15 está presente uma memória de ções do teclado voz.
seg.) alarme de sistema

A lista das falhas indicadas pelo acendimento do LED amarelo de avaria é fornecida
na tabela em Apêndice C, Falhas sinalizadas.
Em seguida é fornecida a lista dos eventos que são indicados pelo acendimento do LED
vermelho por alarmes de sistema:

• Tamper abertura da tampa central


• Tamper remoção da central da parede
• Tamper expansão
• Tamper de teclado
• Tamper do leitor
• Perda de módulo de expansão
• Perda de teclado
• Perda de leitor
• Chave falsa

Se o evento "Chave falsa" foi programado pelo instalador como “EventoSilencioso”, este "CHAVE FALSA"
evento não causa o piscar do LED vermelho.

Se o instalador habilitou a opção “50131estado ocul” o estado das partições não será “50131ESTADO OCUL”
visível; se em um teclado for digitado um código válido, nesse teclado será exibido o
estado real do sistema durante 30 segundos. Além disso:
• Em partições ARMADAS, a um observador não autorizado será escondido o estado
real do sistema:
•• LED vermelho dos teclados desligado
•• LED amarelo dos teclados desligado
•• LED verde dos teclados aceso
•• ícones de estado não presentes
•• memórias de alarme e tamper não visíveis
•• cada evento individual em partições armadas, se ocorrer mais de cinco vezes,
deixa de ser sinalizado pela central (em prática, cada evento tem um contador
que, durante um período de armação, é aumentado em 1 sempre que ocorre;
apenas quando todas as partições estiveram desarmadas é que os contadores
serão colocados a zero).
• Com partições DESARMADAS se terá:
•• os LED funcionam normalmente
•• ícones de estado presentes
•• memórias de alarme e tamper visíveis

O sistema SmartLiving 15
Centrali anti-intrusione

Estado de emergência 2-3-5


Em caso de erro na configuração do teclado ou de erro de comunicação entre os - JOY/MAX -
periféricos do sistema, o ecrã mostrará uma das mensagens que ao lado. FW RELEASE X.YZ
No caso de teclados Alien as informações acima indicadas são exibidas na barra em NO COMMUNICATION
baixo da home page. K01 P14
Neste caso o utilizador deve contactar o instalador para a resolução do problema. - JOY/MAX -
FW RELEASE X.YZ
NOT ENROLLED
K01 P14

Teclados Alien 2-3-6


Alien é uma interface de utilizador touch screen com ecrã a cores de 4,3 polegadas para
o modelo Alien/S ou 7 polegadas para o modelo Alien/G. Estes ecrãs permite
mensagens e ícones a cores para qualquer função e sinalização da central; a cada
ocorrência Alien exibe imediatamente os botões necessários para ativas as funções
associadas à situação específica.
Através de um toque no ecrã o utilizador pode ativar um dos cenários programados na
central, aceder às informações sobre o estado das partes do sistema (zonas, saídas) ou
à memória dos eventos ocorridos.
A gestão gráfica prevê uma ampla possibilidade de personalização, com a escolha do tema
(“skin”) e do fundo (com uma ou mais imagens que serão exibidas em rotação). O
utilizador pode, além disso, gerir o brilho, o contraste e a transparência das imagens.
Alien integra um microfone e um altifalante que colocam à disposição as funções de voz.
O sensor de temperatura à disposição permite ver a temperatura no ecrã e ativar as
funções cronotermóstato.
A presença do sensor de proximidade permite aceder ao sistema sem Digite código mas
simplesmente apresentando o tag ou o cartão.
Alien integra um slot para SD card até 32GB que pode ser utilizado pelo utilizador para
memorizar fotos e imagens e uma interface USB.
O teclado Alien dispõe também de aplicações para o utilizador:
• aplicação photo-frame, que permite a exibição em sequência no ecrã dos ficheiros de
imagem presentes na SD-card
• mapas gráficos para a supervisão de todo o sistema monitorizado pela central SmartLiving
através de uma representação gráfica com imagens, ícones e botões no ecrã
• despertadores e lembretes que geram sinalizações sonoras e popups no ecrã
programáveis diretamente pelo utilizador

Ecrã dos teclados Alien 2-3-7


O acesso aos teclados Alien é baseado nas teclas disponíveis no ecrã e representadas por
ícones que ativam a sua função tocando-lhes no ecrã.
Os ecrãs de cada uma dos modelos da Alien diferem entre si, para além de que nas dimensões
também pela disposição dos ícones e das teclas embora partilhem as mesmas funções.
Fornecemos uma descrição de uma exibição do ecrã Alien/S; a presença de cada um dos
seguintes elementos descritos depende da função ativada e da página à qual se está a aceder:
Tabela 2-7: Alien - ecrã
Data e hora da central SmartLiving.
A Caso a central esteja em estado de Serviço, nesse ponto são indicados
o endereço da Alien e do seu leitor integrado. A H B C D
B Ícones dos LED de teclado (Tabela 2-6: LED do teclado).
C Temperatura detetada pelo termómetro interno da Alien.
Ícone que indica a presença da placa SD inserida na slot específica.
D Depois da inserção de um código de utilizador válido, a este ponto apa-
rece a tecla Sair, que permite fechar a sessão aberta.
Secção para as funções ativas, com as teclas para o acesso à Alien, às E
suas aplicações e ao sistema SmartLiving.
E Na home page da Alien/S (na figura) são fornecidas as teclas função
indicadas na Tabela 5-3: Menu Alien. Na Alien/G estas teclas são indi-
cadas em uma secção à esquerda, sempre visível não obstante a fun-
ção ativada.
Sequência de caracteres que indica o estado de armação da central,
através do cenário em curso ou o estado das partições.
Caso uma partição à qual o teclado pertence mude o seu estado em F G H I
F
relação ao programado para o cenário em curso, ou caso a central entre
em serviço, esta sequência contêm os caracteres relativos ao estado de
armamento das partições, como descrito na Tabela 2-2: Ver no ecrã.

16 O sistema SmartLiving
Manual de utilização

Tabela 2-7: Alien - ecrã

G Tocando esta secção do ecrã ativa-se durante 3 segundos uma janela com os cenários em curso listados. Se previsto pela programação (parágrafo
5-8 Ajustes do teclado), poderá necessitar de um código de utilizador válido.
H Ícone de informação no sistema, assim como indicado em Tabela 2-3: Ícone de informação.
Caso se encontre no interior de uma secção, a este ponto aparecem as seguintes teclas que podem cobrir os ícones de informação:
I • Voltar Tecla que permite retornar ao passo da função ativa anterior àquela em curso.
• Casa Tecla, presente apenas nos modelos Alien/S, que permite regressar diretamente à home page.

Adicionais exibições do ecrã das Alien dependem da secção/página à que se está a


aceder usando os botões. A composição destas páginas depende das funções e dos
botões colocados à disposição e pela utilização por parte do utilizador (parágrafo 5-20
Teclas função Alien).
Existem também as exibições que a central ativa automaticamente e aparecem como
pop-up caso ocorram os seguintes eventos:
• Alarme ou tamper de zona
Se pelo menos uma das partições à qual o teclado pertence tem uma memória de
alarme ou tamper, aparece uma janela pop-up que indica:
•• a mensagem "ALARME" com a descrição da zona que causou a sinalização de
alarme ou tamper
•• o botão Desarm., para a desarmamento de todas as partições armadas,
compatível com as partições às quais têm acesso o código e o teclado
•• o botão Parar alarmes, para a desativação das saídas ativadas pela sinalização
de alarme
•• o botão Elim.fila chamad, para eliminar toda a sequência de chamadas
telefónicas
•• o botão Casa, para o acesso direto à home page
• Ativação do tempo de entrada
• Ativação do tempo de saída
Se for ativado um tempo de entrada ou de saída, aparece uma janela pop-up que
indica:
•• uma sequência de caracteres que indica os segundos que faltam para o fim do
tempo em curso
•• o botão Desarm., para a desarmamento de todas as partições armadas,
compatível com as partições às quais têm acesso o código e o teclado
•• o botão Cenários, para o acesso à secção com a lista dos cenários ativáveis
•• o botão Casa, para o acesso direto à home page

• , ícone que é exibido quando se toca no ecrã e o teclado é bloqueado devido


à inserção de um código errado 5 vezes seguidas.

• , ícone que é exibido quando se aproxima uma chave e o leitor é bloqueado


devido à utilização de chave inválida 5 vezes seguidas.

Tocando na tecla função “Ajustes” da home page durante pelo menos 7 segundos, a LIMPEZA DO ECRÃ
sensibilidade ao toque do ecrã é desabilitada durante 20 segundos. Durante este
período de tempo aparece a mensagem “LIMP. ECRÔ que indica que é então possível
limpar o ecrã.

Tocando em qualquer ponto do ecrã durante 50 segundos, o teclado irá reiniciar. REINICIALIZAÇÃO

Sinalizações do sinal 2-3-8


acústico
Os teclados com sinal acústico permitem sinalizações auditivas ao utilizador a não ser
que o utilizador tenha anulado o volume.
Se o teclado possuir funções de voz, o sinal acústico sinaliza também a chamada
interna em curso de um outro teclado.
O sinal acústico sinaliza os tempos de entrada, tempos de saída e tempos de pré-aviso
(ver Apêndice A, Glossário) das partições habilitadas. A ativação destas sinalizações
pode ser definida através das opções de teclado descritas no parágrafo 5-8 Ajustes do
teclado.
Se prevista pela programação da central, os teclados podem reproduzir em sinais
sonoros também a sinalização de alarme.

O sistema SmartLiving 17
Centrali anti-intrusione

Tabela 2-8: Sinalizações e tipos de sinal


Sinalização Tipo de sinal
Pressão de uma tecla impulso individual (bip)
Tempo de entrada em curso 8 impulsos + pausa de 5 segundos
3 impulsos + pausa de 5 segundos;
Tempo de saída em curso 4 impulsos breves + pausa de 5 segundos durante os últimos 20 segundos do tempo de
saída
Tempo de pré-aviso em curso 1 impulso + pausa de 5 segundos
Ativação da saída ligada ao ter-
minal “T1” de teclado contínuo, para toda a duração da ativação da saída

Chamada interna impulsos bitonais


Alarme impulsos rápidos

Leitores nBy 2-4


As centrais SmartLiving podem gerir leitores nBy/S, nBy/X, e leitores integrados nos
teclados Joy/MAX e Alien.
O leitor (dito também proxy) é a interface de utilizador mais simples para a gestão do
sistema de segurança.
O modelo nBY/S foi desenvolvido para ser aplicada a qualquer suporte plano, através de
dois parafusos e pode ser instalado também no exterior, sendo caracterizado por um
grau de proteção contra os agentes atmosféricos IP34.
Este possui um sinal acústico e 4 LEDs:
• F1: Vermelho
• F2: Azul
• F3: Verde
• F4: Amarelo
O modelo nBy/X (Patente Registada) foi desenvolvido para ser instalado no interior
de caixas de derivação da parede de qualquer marca.
Este possui 4 LEDs (vermelho, azul, verde e amarelo).
Em relação ao teclado o leitor é mais limitado do ponto de vista funcional mas é
extremamente cómodo e simples para realizar as operações mais frequentes que são os
armamentos e desarmamentos das partições.
O leitor (normalmente posicionado junto aos pontos de entrada/saída do local) é
semelhante a uma fechadura mecânica:apenas quem tem a chave adequada pode abrir
e fechar. No entanto, ao contrário da fechadura mecânica, o leitor permite reconhecer
muitas chaves eletrónicas, cada uma das quais caracterizada por parâmetros pessoais.
De facto, o leitor está habilitado a operar em determinadas partições enquanto que
cada chave eletrónica está apenas habilitada a operar nas partições do utilizador ao
qual a chave foi atribuída. Deste modo, aproximando a chave de um leitor, as partições
nas quais será possível operar serão aquelas comuns ao leitor e à chave.
Em cada um dos leitores é possível programar até 4 diferentes atalhos, um para cada
um dos LED.
Em cada uma das chaves é possível programar até 4 atalhos.
Em relação à utilização tradicional do leitor (geralmente preparado apenas para as
operações de armamento e desarmamento), nas centrais SmartLiving é também
possível ativar uma série de comandos. Por exemplo, é possível atribuir aos LEDs
vermelho e azul dois atalhos para realizar armamentos e desarmamentos, depois é
possível associar ao LED verde um atalho para a abertura de um portão e é possível
associar ao LED amarelo um atalho para anular as chamadas.
O sinal acústico sinaliza os tempos de entrada, tempos de saída e tempos de pré-aviso
das partições habilitadas (ver parágrafo 2-3-8 Sinalizações do sinal acústico).

18 O sistema SmartLiving
Manual de utilização

Sinalizações nos LED 2-4-1


dos leitores
Os LEDs têm 2 modos de funcionamento:
1. Quando não está presente nenhuma chave (ver Tabela 2-9: LED do leitor de chave
ausente), os LEDs mostram o estado atual do atalho a eles associada.
2. Quando está presente uma chave (ver Tabela 2-10: LEDs do leitor com presença
de chave), os LEDs mostram ao utilizador, sequencialmente, os atalhos disponí-
veis para permitir a escolha daquela desejada.

Tabela 2-9: LED do leitor de chave ausente


LED Vermelho Azul Verde Amarelo
OFF Todas as partições do leitor estão desarmadas.
(todos os LEDs
desligados) Não existe memória de alarme/tamper nestas partições ou memórias de tamper do sistema

ON / OFF Está ativo/desativo o cenário Está ativo/desativo o cenário Está ativo/desativo o cenário Está ativo/desativo o cenário
associado ao atalho de arma- associado ao atalho de arma- associado ao atalho de arma-
(em função do mento no LED vermelho. associado ao atalho de arma- mento no LED verde. mento no LED amarelo.
mento no LED azul.
atalho asso- Está ativada/desativada a Está ativada/desativada a Está ativada/desativada a
ciado) saída associada ao atalho de Está ativada/desativada a saída associada ao atalho de saída associada ao atalho de
saída associada ao atalho de
ativação de saída no LED ver- ativação de saída no LED azul. ativação de saída no LED ativação de saída no LED
melho. verde. amarelo.
Estão presentes/ausentes
Estão presentes/ausentes falhas. Estão presentes/ausentes Estão presentes/ausentes
falhas. falhas. falhas.
Piscar assimé-
trico Pelo menos uma das partições
(ON: 2,3 seg. do leitor está armada.
OFF: 0,1 seg.)
Piscar lento As partições do leitor estão
(ON: 0,5 seg. desarmadas.
OFF: 0,5 seg.) Está presente uma memória Está ativo o cenário asso-
de alarme/tamper em pelo ciado ao atalho da última
menos uma partição do leitor chave lida.
ou memória de tamper do sis-
tema.
Piscar rápido Pelo menos uma das partições
(ON: 0,15 seg. do leitor está armada.
OFF: 0,15 Está presente uma memória
seg.) de alarme/tamper em pelo
menos uma partição do leitor
ou memória de tamper do sis-
tema.

Tabela 2-10: LEDs do leitor com presença de chave


LED Vermelho Azul Verde Amarelo
OFF Pedido para armar todas as partições comuns à chave e ao leitor.
(Desligado)
ON Pedido de ativação do atalho Pedido de ativação do atalho Pedido de ativação do atalho Pedido de ativação do atalho
(Aceso um só associado ao LED vermelho do associado ao LED azul do lei- associado ao LED verde do lei- associado ao LED amarelo do
LED) leitor ou do primeiro atalho da tor ou do segundo atalho da tor ou do terceiro atalho da leitor ou do quarto atalho da
chave chave chave chave
ON
(Acesos todos Pedido da ativação do atalho associado à chave.
os LEDs)
Piscar rápido Se o atalho associado ao LED Se o atalho associado ao LED Se o atalho associado ao LED Se o atalho associado ao LED
(ON: 0,15 seg. vermelho é um armamento, azul for um armamento, uma verde for um armamento, verde for um armamento,
OFF: 0,15 seg. uma partição não está pronta partição não está pronta para uma partição não está pronta uma partição não está pronta
um só LED) para o armamento devido a o armamento devido a zonas para o armamento devido a para o armamento devido a
zonas não em repouso não em repouso zonas não em repouso zonas não em repouso
Piscar rápido
(ON: 0,15 seg. Se o atalho associado à chave está no processo de armar, uma das partições afetadas não está pronta para armar porque as
OFF: 0,15 seg. zonas não estão em repouso
todos os LEDs)

Quando uma chave está presente, todas as operações (armamento, desarmamento, etc.) serão Nota
aplicadas às partições comuns ao leitor e à chave.

Se o instalador habilitou a opção “50131LedOFFLett.”, os LEDs dos leitores serão “50131 LED OFF LEIT.”
sempre desligados com chave ausente (por exemplo para não mostrar o estado de
armamento das partições).

O sistema SmartLiving 19
Centrali anti-intrusione

Códigos de utilizador 2-5


O código de utilizador é constituído por um PIN para a identificação e por um conjunto
de parâmetros que determinam a hierarquia e as competências operativas do utilizado
titular do código.
O PIN é constituído por 4, 5 ou 6 dígitos que o utilizador deve introduzir no teclado para
ser identificado.
O PIN do único código de utilizador habilitado por padrão é 0001. Os PINs padrão dos
códigos de utilizador seguintes são 0002, 0003, etc.
Os PINs dos códigos de utilizador podem ser modificados pelo instalador ou por um utilizador de Nota
um nível hierárquico superior.
O instalador deve fornecer o PIN padrão de cada um dos códigos para permitir depois aos
utilizadores de definir um novo PIN de sua escolha.

Cada código de utilizador caracteriza-se pelos seguintes parâmetros que são


programados pelo instalador ou por um utilizador com nível hierárquico superior:
• As partições na qual se está habilitado a operar.
Quando é digitado em um teclado, o conjunto das partições nas quais o código
poderá operar será dado pelas partições comuns ao código e ao teclado no qual foi Digite código
digitado. Por exemplo, um código habilitado nas partições 1, 2, 3, 4 e 5 digitado em
um teclado habilitado nas partições 4, 5, 6 e 7, poderá no final operar nas partições ***---
4 e 5.
• O tipo de utilizador.
A cada código pode ser atribuído um nível hierárquico:
•• Utilizador
•• Manager
•• Master
Conforme o nível hierárquico (no qual "Utilizador" é o nível mais baixo) cada código
possibilita realizar as seguintes operações nos códigos hierarquicamente inferiores:
- habilitação/desabilitação
- alteração do PIN Código util.
- modificação de alguns parâmetros de programação Gestão alarmes
• A modalidade de acesso ao menu de utilizador.
Op.Arm/Desarm.
O código pode aceder ao próprio menu em 3 modalidades diferentes (ver parágrafo 2-5- Funções voz
1 Modalidade de acesso ao menu do utilizador).
• Os comandos de telefone.
Habilitação para emitir comandos de telefone. Um código com esta habilitação pode
interconectar-se com a central através do telefone. O utilizador, depois de ter
telefonado para a central ou ter recebido uma chamada desta, pode digitar o seu PIN
e utilizar as teclas numéricas de chamadas (ver Capítulo 3 - Atalhos) para ativar as
respetivos atalhos. Nesse caso os atalhos irão operar nas partições do código.
• A limitação da operatividade do código em base horária.
Se a um código for associado a um dos temporizadores, esse código será habilitado
para operar apenas quando esse temporizador está ativo.
• O conjunto das saídas que pode ativar/desativar manualmente.
Entrando na secção de menu de utilizador - Saídas ON/OFF, o utilizador pode ativar/
desativar as saídas programadas deste modo.
• As secções do menu que o utilizador pode alcançar (ver parágrafo 2-5-1
Modalidade de acesso ao menu do utilizador, ponto 1.)
• Os atalhos pessoais.
Para cada um dos códigos é possível programar:
•• até 12 atalhos pessoais associados às teclas , ...,
•• até 10 atalhos pessoais associados às teclas , ...,

Estos atalhos estão disponíveis para o código depois do acesso ao menu de


utilizador.

Modalidade de acesso 2-5-1


ao menu do utilizador
Para ter acesso ao seu menu, o utilizador deve validar o seu código.

Para fazer isto é necessário digitar o PIN e pressionar a tecla .

Se o código de utilizador ativou pelo instalador a opção “Comprimento fixo", o utilizador “COMPRIMENTO FIXO"
deve em primeiro lugar pressionar e depois digitar o seu PIN.
Existem, a este ponto, 3 diferentes modos de primeiro acesso, em base ao programado
pelo instalador, descritos em seguida:

20 O sistema SmartLiving
Manual de utilização

1. O utilizador acede diretamente ao menu apresentado como ao lado (1.); o utiliza-


dor selecionará com as teclas e a secção de menu desejada e pressio-
nará para aceder. Em seguida é fornecida a lista das secções do menu de
utilizador disponíveis:
• Gestão alarmes
• Op.Arm/Desarm.
• Funções voz
• Ativações
• Vista
(1.)
• Saídas ON/OFF Código util.
• Ajust.data/hora Gestão alarmes
• Ajustes teclado Op.Arm/Desarm.
• Alterar PIN Funções voz
• NúmerosDeTelefon
• Solic.Telessrv
• Tempo extra
• Termóstato
(2.)
• Teleserv. Nexus
• Códigos Código util.
• Temporizadores
2. O teclado elimina os ícones dos atalhos nas teclas , ..., e substitui-os
com os ícones relativos aos atalhos pessoais do código como ao lado (2.); o utili-
zador irá pressionar, de todas as teclas , ..., e , ..., , aquele
relativo ao ícone desejado.
3. O utilizador acede a um menu descritivo dos atalhos pessoais programados nas
teclas , ..., como ao lado (3.). Para ativar o atalho o utilizador selecio- (3.)
nará com as teclas e la descrição do atalho desejado e irá ativá-las
Código util.
pressionando . Parar alarmes
No entanto, estes modos representam como o utilizador acede ao menu depois de ter Elim. memória
validade o próprio código ou ao primeiro acesso. A este momento, a cada pressão da Estado Nexus
tecla , são mostradas 3 diferentes exibições; o utilizador escolhe aquelas mais
adequada à operação a realizar e continua.

Chaves 2-6
O sistema SmartLiving está preparado para a utilização de chaves eletrónicas, sem
contactos, que INIM Electronics fornece em vários tipos:
• nKey, nBoss - tag para leitores de proximidade
• nCard - cartão para leitores de proximidade
• Air2-KF100 - rádio-controlo
Cada chave eletrónica é única e é caracterizada por um número casual que pode
assumir mais de 4 mil milhões de valores diferentes. O instalador, em fase de
programação do sistema, memoriza este número em central para reconhecer as chaves
quando serão usadas.
Cada uma das chaves é caracterizada dos seguintes parâmetros que são programados
apenas pelo instalador, em função das exigências do utilizador:
• As partições na qual se está habilitado a operar. Quando uma chave é aproximada a
um leitor, o conjunto das partições nas quais o utilizador poderá operar será dado
das partições comuns à chave e ao leitor ao qual foi aproximada. Quando for
pressionada uma tecla no rádio-controlo, o utilizador poderá operar nas partições
associadas ao rádio-controlo.
• Até 4 atalhos.
• Um temporizador, para limitar a operatividade da chave em base horária; uma
chave à qual está associado um temporizador não será aceitada fora dos períodos
temporais programados no temporizador.
• A opção “ronda”; uma chave com opção ronda é destinada ao pessoal de institutos
de vigilância para o serviço de ronda. Este tipo de chave não permite,
evidentemente, de escolher qualquer "Tipo de armamento". Quando uma chave com
este atributo for reconhecida, a central realiza as seguintes operações:
1. Desarma as partições comuns à chave e ao leitor.
2. Ativa, para essas partições, os relativos tempos de ronda.
3. Quando nas partições termina o tempo de ronda, rearma as partições nas moda-
lidades nas quais estavam no momento de desarmamento da ronda.

O sistema SmartLiving 21
Centrali anti-intrusione

Se, durante o tempo de ronda, a chave for ativada junto ao leitor (pois pode
acontecer que o percurso de ronda termine antecipadamente), os tempos de ronda
terminarão imediatamente e as partições irão rearmar-se consequentemente.
• A opção Serviço; uma chave com a opção serviço reconhecida pela central desativa
imediatamente as saídas associadas a eventos de alarme e tamper de zona e
partição (nas partições comuns a leitores e chave). Esta chave pode, de qualquer
modo, seleccionar os atalhos disponíveis no leitor e na chave.

Rádio-controlo Air2-KF100 2-6-1


O rádio-controlo KF100 gere 4 teclas, em cada uma delas o instalador pode programar
um atalho. É possível escolher entre duas gráficas diferentes para a simbologia das
teclas.
Além disso o rádio-controlo dispõe de 5 LEDs, dos quais 4 estão associados às teclas e
um LED de confirmação. Através destes LED e um sinal acústico o rádio-controlo é
capaz de avisar o utilizador do resultado da operação pedida, graças à comunicação
bidirecional com o transmissor-recetor BS200:
Tabela 2-11: Sinalizações do rádio-controlo KF100

Tecla Ícone LED 1 LED 2 LED 3 LED 4 Sinalização Operação


de buzzer

1 piscar bip Ativação atalho 1

1 piscar bip Ativação atalho 2

1 piscar bip Ativação atalho 3

1 piscar bip Ativação atalho 4

Bloqueio/Desbloqueio rádio-con-
+ + 1 piscar 1 piscar bip
trolo
Qualquer 4 piscar 4 piscar Rádio-controlo bloqueado

A falta de acendimento do LED correspondente à tecla pressionada, com uma regular realização Nota
da operação pedida, indica uma sinalização por parte do rádio-controlo de bateria em fase de
descarregamento.
Recomenda-se que a bateria seja substituída antes de ficar totalmente descarregada.

Tabela 2-12: Sinalizações da central no rádio-controlo


Confirmação da cen- LED de confirmação - LED de confirmação -
tral verde vermelho Sinal acústico

Comando não rece- 1 piscar


bido
Operação não execu-
4 piscar bop
tada
Operação realizada 3 piscar bip longo

Sistemas múltiplos 2-7


Um utilizador em posse de uma chave ou de um PIN (de um código) ou de um rádio-
controlo, pode gerir um ou mais sistemas utilizando a mesma chave ou o mesmo PIN.
De facto, basta que a sua chave ou o PIN estejam programados em todos os sistemas
que deve gerir, para cada um dos sistemas, a chave ou o código associado ao PIN
podem ser programados com habilitações e funcionalidades diferentes.
A chave e o código, de facto, para serem autenticados pelas centrais devem apenas
fornecer o número casual (para a chave) e o PIN (para o código); são em seguida as
centrais individuais que associam àquela chave e àquele PIN os parâmetros que o
instalador programou para eles. Por exemplo, o utilizador pode ter a chave habilitada
nas partições 1 e 2 do sistema A, pode ter a mesma chave habilitada nas partições 7, 8
e 9 no sistema B e pode ter sempre a mesma chave habilitada nas partições 4 e 5 no
sistema C.
De modo semelhante para todos os parâmetros do códigos.

22 O sistema SmartLiving
Manual de utilização

Funções telefónicas 2-8


Para cada um dos eventos reconhecidos pelas centrais SmartLiving, é possível ativar
chamadas destinadas a centrais de televigilância (discador telefónico digital) e
chamadas ou mesmo SMS para números pessoais.
Telefonando para uma central SmartLiving ou recebendo desta uma chamada do
discador de voz, é possível digitar no telefone o PIN de um código de utilizador e ativar
os comandos através dos atalhos.
Os atalhos estão disponíveis nas teclas de “0” a “9” do telefone depois que o PIN do
código foi reconhecido. Para cada um dos códigos é possível programar as próprios
atalhos personalizados, por isso é possível realizar armamentos ou desarmamentos,
ativar ou desativar saídas, eliminar as memórias de alarme, etc.
Se estiver presente a placa de voz SmartLogos30M, os atalhos programados nas teclas
de “0” a “9” para o código, são reproduzidas vocalmente ao telefone; deste modo o
utilizador identifica facilmente a ação a realizar.
É além disso possível ativar a reprodução ambiental através da qual o utilizador pode
ouvir no telefone os ruídos provenientes do microfone dos teclados colocados no local
protegido.
Sempre que o utilizador o pedir, através do envio de um SMS de comando
adequadamente formatado ou de uma chamada para o número de telefone da SIM
inserida no Nexus, a central pode executar atalhos, forçar a ativação de um evento e
sinalizar a confirmação da execução do comando.

Funções web / e-mail 2-9


A placa SmartLAN/G, por fim, garante o acesso completo às funções do sistema
SmartLiving seja com os códigos de utilizador e com os do instalador. As centrais estão
sempre disponíveis e configuráveis também sem que o computador tenha instalado
qualquer software INIM. É necessária uma conexão à internet através de um PC ou
através da app AlienMobile para smartphone e tablet.
Todas as centrais SmartLiving, se equipadas com a placa opcional SmartLAN/G, são
capazes de enviar e-mails associados cada um dos eventos de central.
O corpo do texto dos e-mails, o assunto, os destinatários e os anexos são programados
pelo instalador. Ao utilizador não é permitido modificar a programação dos e-mails
realizada pelo instalador. A cada um dos e-mails é além disso possível associar o
assunto, corpo da mensagem (em formato textual que pode conter também um link
direto a um website ou a um dispositivo que pode ser endereçado como IP, como por
exemplo uma câmara) e um documento/ficheiro como anexo.
Para a descrição de um e-mail ver parágrafo 5-21-1 e-mail.
Além dos e-mails, a placa SmartLAN/G permite ao utilizador de conectar-se com a
central a partir de qualquer computador ou então através de qualquer dispositivo móvel
(PDAs, telemóveis, etc.) conectado à internet utilizando apenas um browser. A
SmartLAN/G, de facto, integra um web server que permite ao utilizador a gestão da sua
central remotamente, com autenticação prévia.
Para a utilização e acesso ao web server consultar parágrafo 5-21-2 Acesso e uso da
interface web.

Aplicação AlienMobile 2-10


INIM Electronics coloca à disposição dos utilizador de centrais SmartLiving a aplicação
AlienMobile para smartphone e tablet Android ou Apple em duas versões diferentes:
• AlienMobile - apl. gratuita com funções básicas
• AlienMobile+ - app a pagamento com funções avançadas
A aplicação pode ser descarregada em lojas online de aplicações Play store e Apple app
store.
O utilizador, através de smartphone e tablet pode monitorizar até 5 centrais
SmartLiving através de uma interface semelhante à descrita neste manual para os
teclados Alien ou para a interface ao web browser da placa SmartLAN/G.
A função do instalador é aquela de preparar a central para uma ligação direta com os
dispositivos que usam a aplicação AlienMobile, de configurar essa aplicação ao sistema
a monitorizar e, finalmente, fornecer ao utilizador todos os dados de acesso.
Para a utilização e acesso ao sistema AlienMobile consultar parágrafo 5-22 Uso da
aplicação AlienMobile.

O sistema SmartLiving 23
Centrali anti-intrusione

Cenários de armamento 2-11


Um cenário é uma configuração do sistema SmartLiving (programada pelo instalador de
acordo com o utilizador) através da qual é possível armar/desarmar as partições do
sistema de segurança e ativar uma ou mais saídas no momento no qual é utilizado.
Por exemplo, quando todos os ocupantes deixam uma habitação, utilizarão um cenário
que armará todas as partições e ativará as saídas que fecham os estores e apagam as
luzes; quando alguém regressa a casa utilizará um cenário que desarmará algumas
partições e ativará uma saída que acende as luzes do jardim.
Após a ativação de um cenário é também possível modificar o estado de várias saídas
simultaneamente ou então modificar a tensão fornecida às saídas e modificar deste
modo, por exemplo, a intensidade do brilho das lâmpadas predispostas para este uso.
O instalador programa o sistema e escolhe, de acordo com o utilizador, quais e quantos
cenários tornar disponíveis. Estes serão ativáveis pelos utilizadores através dos
teclados, leitores, rádio-controlos, telefone com os atalhos de ativação (ver Capítulo 3 -
Atalhos) ou então através de web server com interface web para dispositivos móveis ou
PC, ou com aplicação AlienMobile acedendo à secção “Cenários” (parágrafo 5-2
Armamentos e desarmamentos das partições).

Se estiver ativo o parâmetro de central “Visual. cenário" na segunda linha do ecrã dos “MOSTRAR CENÁRIO”
teclados, à esquerda, será mostrada a descrição do cenário ativo.

No caso de teclados Alien está disponível o parâmetro de teclado “Ver estado part.” (ver “VER ESTADO PART.”
parágrafo 3-3-3 Atalhos do rádio-controlos) que permite de escolher a modalidade de
exibição do estado de armamento na barra inferior do ecrã:
• Partições individuais - são exibidos os caracteres relativos ao estado de armamento
das partições, como descrito na Tabela 2-2: Ver no ecrã
• Cen. individual - exibe a descrição do cenário ativo
Além disso tocando a barra inferior da home page abre-se por 3 segundos uma janela
onde estão listados os cenários em curso. Se previsto pela programação (parágrafo 5-8
Ajustes do teclado), poderá necessitar de um código de utilizador válido.

Videovigilância 2-12
A placa SmartLAN/G oferece suporte para o streaming JPEG e MJPEG para câmaras
dedicadas para a videovigilância, de modo a ver em vídeo uma filmagem ou imagens
instantâneas.
A central SmartLiving é capaz de gerir dois tipos de câmaras IP (ou “webcam”), que
utilizam um endereço URL para a visão em vídeo:
• câmaras com visão estática
• câmaras com protocolo Onvif, que permitem uma interação com o utilizador graças a
controlos remotos e perfis áudio/vídeo pré-configurados por programação.
A visualização das recolhas de imagens (imagens ou vídeo) é feita através do acesso ao
endereço URL da câmara. É possível realizar através do web browser ou aplicação
AlienMobile, através da secção “Câmaras”, ou através de câmaras configuradas no
interior dos mapas gráficos.
O utilizador pode ver o fluxo de imagens ou vídeo em tempo real e, exclusivamente
através da interfae web Alien, pode ver também gravações de imagens que precedem e
seguem temporalmente a ocorrência de um evento.

24 O sistema SmartLiving
Manual de utilização

Capítulo 3

ATALHOS

Atalho no teclado 3-1


Para cada um dos teclados Joy, nCode e Concept o instalador pode programar até 12
atalhos em 4 teclas função . Os atalhos são representadas pelos
18:23 01/02/2016
ícones visíveis na parte baixa do ecrã. A presença das setas na extremidade direita e
DASIDASI--
extremidade esquerda dos ícones indica que, pressionando as teclas , , é possível
aceder às outros atalhos quando no teclado existem mais de 4.
Os 12 atalhos de teclados podem ser ativados de 4 formas diferentes:

1. Por todos. Pressionando a respetiva tecla entre , ..., , o atalho é ime-


diatamente ativado sem emissão de códigos. O atalho irá operar nas partições do
teclado.
2. Por todos com a adição de um pedido de confirmação. Pressionando a res- 18:23 01/02/2016
petiva tecla entre , ..., , é perguntado ao utilizador se deseja continuar DASIDASI--
ou não. Pressionando o atalho é imediatamente ativado, pressionando
ou o atalho não é ativado. Serve para tornar mais consciente a ativação do
atalho sem a obrigação de um código. O atalho irá operar nas partições do
teclado.
3. Pelos utilizadores com código. Pressionando a respetiva tecla entre , ...,
, é pedido um código e, apenas depois da sua validação, é que o atalho será
ativado. O atalho irá operar nas partições comuns ao teclado e ao código. CONTINUAR?OK=SIM
4. Pelos utilizadores com código apenas quando a ativação do atalho
implica uma diminuição do nível de segurança. Se um atalho do tipo “Arm/
desarmar” aplicar um cenário que contém o desarmamento de uma partição
armada ou então o armamento parcial de uma partição armada em modalidade
total, então é evidente a diminuição do nível de segurança e, por conseguinte,
Ativação de
para ser ativada é necessário um código. O atalho irá operar nas partições atalho
comuns ao teclado e ao código.
(1.) Ativação de
Para ativar o atalho desejado, pressionar uma das teclas , ..., relativa ao atalho
ícone que identifica o atalho. O atalho será imediatamente ativado (caso 1) ou então (2.)
será pedida uma confirmação explicita (caso 2) ou será pedido um código (casos 3 e 4)
e depois será ativada.
No entanto, os teclados Alien não dispõem das teclas função , 18:23 01/02/2016
nem do acesso a determinadas funções através dos atalhos, mas dispõe de botões DASIDASI--
exibidos no ecrã que através do toque ativam as funções e as aplicações. Para mais
detalhes consultar parágrafo 5-20 Teclas função Alien.

Digite código
******

Ativação de atalho
(3./4.)

Atalhos 25
Centrali anti-intrusione

Atalho no código 3-2


Para além dos atalhos no teclado visíveis a todos nas teclas ,a
cada código de utilizador é possível atribuir até 22 atalhos pessoais.
Os atalhos no código estão disponíveis apenas ao utilizador depois que este tenha
validado o seu PIN (ver parágrafo 2-5-1 Modalidade de acesso ao menu do utilizador).
Para cada códigos é possível programar:
• até 12 atalhos ativáveis nas teclas , ..., e identificadas pelos respetivos
ícones
• até 10 atalhos ativáveis nas teclas , ..., . Se o código estiver habilitado aos
comandos de telefone, estos atalhos estão disponíveis nas correspondentes teclas
numéricas do telefone

Se ao código estiver associado o atalho nº 9: à ativação desto atalho no teclado


Joy/MAX, o teclado reproduz uma mensagem áudio na qual estão listados todos os
atalhos que podem ser ativadas nas teclas numéricas.

Pelo teclado
1. Validar o PIN.
2. Aceder ao menu de utilizador na modalidade descrita no parágrafo 2-5-1 Modali-
dade de acesso ao menu do utilizador ao ponto 2.
3. Pressionar uma das teclas , ..., relativa ao ícone que identifica o atalho
ou então pressionar uma das teclas , ..., relativa ao atalho.

Se o código de utilizador ativou pelo instalador a opção “Comprimento fixo”, o atalho “COMPRIMENTO FIXO"
associado à tecla F12 ativa-se assim que o utilizador inserir o PIN sem pressionar
qualquer outra tecla.

Pelo telefone
1. Entrar em comunicação com a central (através de uma chamada telefónica para
ou da central).
2. Inserir o PIN e pressionar “#”.
3. Ouvir a reprodução de voz dos atalhos disponíveis.
4. Pressionar a tecla numérica que corresponde ao atalho desejado.

Atalhos na chaves e leitores 3-3


Atalhos nos leitores 3-3-1
nBy/S e nBy/X
O utilizador deve aproximar a chave eletrónica ao leitor o qual, assim que reconhecer a
chave, começa a acender sequencialmente os LED aos quais foi associada um atalho.
Quando o utilizador identifica o atalho desejado deve afastar a chave do leitor o qual irá
ativar o atalho escolhido.
A sequência de acendimento dos LED é a seguinte (ver também Tabela 2-10: LEDs do
leitor com presença de chave):

1. LED vermelho aceso durante 3 segundos - atalho associado ao LED vermelho


do leitor ou primeiro atalho da chave
2. LED azul aceso durante 3 segundos - atalho associado ao LED azul do leitor
ou segundo atalho da chave
3. LED verde aceso durante 3 segundos - atalho associado ao LED verde do lei-
tor ou terceiro atalho da chave
4. LED amarelo aceso durante 3 segundos - atalho associado ao LED amarelo
do leitor ou quarto atalho da chave
5. Todos os LEDs acesos durante 3 segundos - primeiro atalho associado à
chave
6. Todos os LEDs desligados durante 3 segundos - desarmamento de todas as
partições
7. Do início com o LED vermelho e continua toda a sequência até que o utilizador
afastar a chave, selecionando deste modo o atalho associado ao LED aceso no
momento em que a chave foi afastada.
Caso haja partições armadas, a sequência dos LEDs inicia a partir do item 6.

26 Atalhos
Manual de utilização

Se o instalador habilitou a opção “50131 LED OFF Leit.”, os LEDs dos leitores serão “50131 LED OFF LEIT.”
desligados; para escolher e ativar um atalho o utilizador deve:
1. Aproximar a afastar a chave ao leitor:os LEDs irão mostrar o respetivo estado
durante 30 segundos.
2. Durante estes 30 segundos o utilizador deve novamente aproximar a chave ao
leitor e realizar a escolha do atalho como indicado acima.

Atalhos nos leitores integrados em 3-3-2


teclados Joy/MAX e Alien
Chave utiliz.
O utilizador deve aproximar a chave eletrónica ao leitor integrado no interior do teclado
(no Joy/MAX a posição do leitor é indicada pelo símbolo Arm/desarmar
, nos Alien, por seu lado,
corresponde ao ângulo em baixo à direita do painel frontal). Cenário 003
O leitor, assim que reconhecer a chave, começa a mostrar no ecrã do teclado, Part. prontas
sequencialmente e cada 3 segundos, os atalhos disponíveis no leitor e na chave.
Quando o utilizador identifica o atalho desejado deve afastar a chave do teclado o qual
irá ativar o atalho escolhido.
3
A sequência de exibição dos atalhos é a seguinte:

1. Descrição do primeiro atalho no leitor durante 3 segundos


2. Descrição do segundo atalho no leitor durante 3 segundos
Chave utiliz.
3. Descrição do terceiro atalho no leitor durante 3 segundos Arm/desarmar
4. Descrição do quarto atalho no leitor durante 3 segundos Cenário 004
5. Descrição do atalho na chave durante 3 segundos Part. não pron-
6. Sequência de caracteres "Desarmado" para realizar o desarmamento de todas as tas
partições 3
7. Do início a partir do ponto 1 e continua toda a sequência até que o utilizador
afastar a chave, seleccionando deste modo o atalho descrito no momento de
afastamento da chave.
Caso haja partições armadas, a sequência dos LEDs inicia a partir do item 6.
Chave utiliz.
Ativ. saída
Portão

Atalhos do rádio- 3-3-3


controlos
Para ativar os atalhos programados pelo instalador nas 4 teclas , ..., dos rádio-
controlos, o utilizador deve simplesmente pressionar a tecla correspondente ao atalho
desejada e verificar a ocorrência da execução da operação através das sinalizações
luminosas e acústicas disponíveis no próprio rádio-controlo (ver Tabela 2-11:
Sinalizações do rádio-controlo KF100).

Lista de atalhos 3-4


Para uma lista completa dos atalhos disponíveis, consultar a tabela em Apêndice B,
Atalhos de default.
Os atalhos, listados na tabela do número 0 ao número 8 executam imediatamente a
ação especificada.

O atalho número 9 só pode ser ativada como atalho no telefone.

O atalho número 17 pode ser ativada por telefone e por teclado.


Todos os outros atalhos (da 10 à 16 e da 18 à 37) proporcionam acesso directo à secção
especificada do menu do utilizador e portanto só podem ser utilizadas por teclado.

Atalho sobre o evento 3-5


Os atalhos sobre o evento são funções da central que se ativam à ocorrência (ativação)
de um evento.
A definição de tais funções e as suas ativações são possíveis apenas através de uma
adequada programação da central SmartLiving e não podem ser realizadas pelo
utilizador.

Atalhos 27
Centrali anti-intrusione

Capítulo 4

FUNÇÕES VOZ

Se no sistema SmartLiving for utilizada uma placa de voz SmartLogos30M estão


disponíveis várias funções de voz que pode ser utilizadas através dos teclados Joy/MAX,
Alien e por telefone.
O instalador pode programar a reprodução das mensagens de voz:
• para chamadas associadas a eventos
• no teclado com endereço 1 em relação a eventos
Qualquer teclado com funções vocais, além disso, tem uma sua caixa de mensagens de
voz na qual uma mensagem pode ser gravada e ouvida pelos utilizadores. Trata-se de
uma função cómoda para deixar comunicações entre os utilizadores que podem aceder
ao teclado (ver parágrafo 5-3 Caixa de voz e função intercomunicador). Os utilizadores
podem gravar, ouvir, eliminar esta mensagem conforme desejarem e quantas vezes
quiserem.
A presença de uma mensagem de caixa de voz registada mais ainda não ouvida é
indicada pelo piscar do LED azul de teclado, como descrito na Tabela 2-6: LED do
teclado.
A placa de voz SmartLogos30M disponibiliza para as caixas de mensagens de voz, um
total de 60 segundos a dividir pelo número de teclados com funções de voz instaladas.

O número máximo de caixas de voz é 15. Nota

28 Funções voz
Manual de utilização

Capítulo 5

UTILIZAÇÃO DO
SISTEMA

Neste capítulo são descritas todas as operações que o utilizador pode realizar com ou
sem autorização (inserção de PIN). Para cada operação são descritos os meios e as
modalidades a partir das quais o utilizador pode fazer o acesso.
Os meios com os quais o utilizador pode aceder às operações são:
• a partir do Teclado Joy/GR, Joy/MAX, nCode/G, Concept/G, Aria
nesse caso o utilizador ativa a operação com duas modalidades alternativas:
1. Através do uso de atalhos (ver parágrafo 3-1 Atalho no teclado).
2. Através do acesso com o seu código/menu de utilizador (ver parágrafo 2-5 Códi-
gos de utilizador e parágrafo 3-2 Atalho no código). Recorda-se que o utilizador
tem várias alternativas de exibição do seu menu (ver parágrafo 2-5-1 Modalidade
de acesso ao menu do utilizador), mas neste capítulo limitamo-nos a mostrar os
procedimentos a partir do menu com exibição descritiva das secções descritas no
ponto 1 do parágrafo 2-5-1 Modalidade de acesso ao menu do utilizador.
• a partir do Teclado Alien/S, Alien/G
nesse caso o utilizador dispõe de teclas exibidas no ecrã que através de um toque
ativam as funções e aplicações. Para mais detalhes consultar parágrafo 5-20 Teclas
função Alien.
• a partir do Leitor (nBy/X, nBy/S, leitor integrado na Joy/MAX e nas Alien)
neste caso é necessária a utilização de uma chave válida e a modalidade é única e é
aquela descrita no parágrafo 3-3 Atalhos na chaves e leitores.
• por Telefone
através de uma chamada para (ou de) uma central e introdução do próprio PIN.
• a partir da Zonas de comando
Depois do tamper duma zona corretamente programada, que envia um comando à
central.
• por Rádio-controlo
pressionando as teclas , ..., como descrito no parágrafo 2-6-1 Rádio-controlo
Air2-KF100.
• a partir da Web
através do acesso ao web server integrado na placa SmartLAN/G, se instalada,
usando um browser qualquer (ver parágrafo 5-21-2 Acesso e uso da interface web).
• pela Aplicação AlienMobile
nesse caso o utilizador dispõe de teclas exibidas no ecrã do smartphone que ativam
as funções e aplicações remotamente (ver parágrafo 5-22 Uso da aplicação
AlienMobile).

Gestão dos alarmes 5-1


Este parágrafo descreve os procedimentos que o utente deve seguir para realizar as
operações típicas em caso de alarmes e violações:
• Parar alarmes - desativa imediatamente as saídas relativas aos eventos de alarme e
tamper de zona e partição e aos eventos de tamper de sistema.
Os eventos de tamper de sistema são:
•• Abertura da tampa da central
•• Remoção da central
•• Tamper dos periféricos (expansão, teclado, leitor)
•• Desaparecimento dos periféricos (expansão, teclado, leitor)
• Elim. chamadas - elimina completamente a sequência de chamadas e interrompe a
eventual chamada em curso.
• Elim.mem.alarme - executa uma “Parar alarmes” e, simultaneamente, elimina as
memórias de alarme e tamper de partição e sistema.

Utilização do sistema 29
Centrali anti-intrusione

Através do Teclado
Método 1
Ativando os atalhos associados às teclas , ..., exibidos no ecrã, com ou sem
código:
18:23 01/02/2016 Método 2
• O atalho de tipo “Menu alarme” (atalho nº13: ), leva o utilizador para a secção
DDDDDDD
do menu de utilizador “Gestão alarmes”; nesta secção é possível selecionar um dos
itens seguintes através das teclas e e ativá-la através da tecla :
•• Parar alarmes
•• Elim.fila cham
•• Elim.mem.alarme
• As seguintes atalhos que ativarão o relativo comando:
Alarme
•• O atalho nº2: de tipo "Parar alarmes" parado
Chamadas
•• O atalho nº3: de tipo "Elim.fila chamad" eliminadas
Memória
•• O atalho nº4: de tipo "Elim.mem.alarme" eliminada

Método 2 Digite código


Acedendo ao menu de utilizador na secção "Gestão alarmes" inserindo o PIN do seu ******
código.
Consultar o que foi descrito acima, Método 1.
Método 2
A partir do teclado Alien

Aceder à secção "Menu" pressionando o botão , inserir o código de utilizador e Código util.
depois aceder à secção "Ações". Gestão alarmes
Aqui estão listados os comandos de central que podem ser ativados pressionando a Op.Arm/Desarm.
tecla ON, entre os quais: Funções voz
• Parar alarmes
• Elim.fila cham
• Elim. memórias alarme
Método 2
A partir do Leitor
Método 1
Aproximar uma uma chave válida ao leitor e selecionar o LED ou a descrição relativos a
um atalho de tipo "Parar alarmes" (atalho nº2), "Elim.fila chamad" (atalho nº3), Gestão alarmes
"Elim.mem.alarme" (atalho nº4). Parar alarmes
Elim.fila cham
Pelo telefone Elim.mem.alarme
Introduzir o o PIN de um código habilitado no telefone seguido por “#” e pressionar a
tecla (de “0” a “9”) que o instalador programou para ativar o atalho tipo "Parar alarmes"
(atalho nº2), "Elim.fila chamad" (atalho nº3), "Elim.mem.alarme" (atalho nº4).

Por Rádio-controlo
Pressionar no rádio-controlo o botão respetivo e verificar o resultado da operação, como
descrito no parágrafo 2-6-1 Rádio-controlo Air2-KF100.

A partir da Web e AlienMobile


Aceder primeiro à secção "Intrusão" e depois à "Partições".
Nessa secção são listadas as partições à disposição para o utilizador e pressionada a
tecla CONFIGURAR aparece uma janela com uma lista de comandos para a partição. O
botão RESET elimina as memórias de alarme e, se permitido, das violações.

Armamentos e desarmamentos 5-2


das partições
O armamento/desarmamento das partições pode ser realizado através dos teclados, Zon. não prontas
leitores, telefone, zonas de comandos, rádio-controlos e web, tal como descrito em seguida. Central T01
Quando se pede um armamento através do teclado de uma ou mais partições e estão Central T02
presentes uma ou mais zonas não em repouso (que, portanto, causariam um alarme Central T03
imediato), o teclado irá mostrar ao utilizador a lista das zonas não em repouso.
O utilizador pode percorrer a lista para ver quais são as zonas não em repouso. Se se
deseja de qualquer modo realizar o armamento, será dado um alarme imediata das
zonas exibidas.

30 Utilização do sistema
Manual de utilização

Quando se pede um armamento através do teclado de uma ou mais partições e estão


presentes uma ou mais causas (programadas pelo instalador) de segurança reduzida do Falhas em curso
sistema, o teclado irá mostrar ao utilizador a lista das causas tal como na figura ao lado. Bateria baixa
O utilizador pode percorrer a lista para ver a lista das causas de segurança reduzida. Queda lin.telef.
Se se deseja de qualquer modo fazer o armamento é necessário utilizar um teclado Joy,
nCode ou Concept e pressionar a tecla . Em caso de armamento irá ser gerado o
evento de "Armado forçado" para sublinhar o facto que as partições foram armadas não
obstante estivessem presentes condições de segurança reduzida (como por exemplo
"Bateria baixa" ou "Falha de rede"). Se, no entanto, entre as causas de segurança
reduzida o instalador programou também "Tamper/perda" e esta causa estiver
presente, pressionando o armamento não será realizado.

Através do Teclado
Método 1
Ativando os atalhos associados às teclas , ..., exibidos no ecrã, com ou sem
código:

• O atalho de tipo "Arm/desarmar" (atalho nº1: ) que irá aplicar o cenário por ela
programado.
Se o atalho for ativado com a introdução do PIN de um código que tem ativa a opção
"Comprimento fixo" e se todas as partições às quais o utilizador tem acesso
estiverem desarmadas então as partições serão armadas, de outro modo serão
desarmadas.

• O atalho de tipo "Menu arm/desarm" (atalho nº12: ), leva o utilizador para a


secção do menu de utilizador "Op.Arm/Desarm."; nesta secção é possível selecionar
para cada uma das partições individualmente o modo de armamento ou
desarmamento:

1. Selecionar a partição desejada com as teclas e .


2. Escolher para a partição selecionada o modo de armamento com as teclas e .
3. Uma vez configurados os armamentos em todas as partições de interesse, pressionar . 18:23 01/02/2016
DDDDDDD
Método 2
Acedendo ao menu de utilizador na secção “Op.Arm/Desarm.” inserindo o PIN do
código. Consultar o que foi descrito acima, Método 1.
Método 3
Se, durante um tempo de entrada (ver "Tempo de entrada" em Apêndice A, Glossário)
for validado um código e se aquele código estiver habilitado para aceder à secção Método 2
Armamento
"Op.Arm/Desarm." do menu de utilizador, as partições comuns a código e teclado são executado
imediatamente desarmadas. pelo Método
1
A partir do teclado Alien
A partir do teclado Alien é possível tanto ativar os armamentos programados em Digite código
cenários como configurar o tipo de armamento das partições às quais o utilizador tem ******
acesso:

• Aceder à secção "Cenários" pressionando o botão . Aqui estão listados os


cenários que podem ser ativados pressionando a respetiva tecla ATIVAR. Método 2

• Aceder à secção "Intrusão" pressionando o botão , inserir o código de utilizador


e depois aceder à secção "Partições". Código util.
Nesta secção o ecrã mostra uma partição de cada vez:é possível mudar a partição Gestão alarmes
utilizando as teclas de movimento direita/esquerda e mudar o tipo de armamento
com as teclas de movimento para cima/baixo; para aplicar o tipo de armamento Op.Arm/Desarm.
selecionado pressionar a tecla OK. Funções voz

A partir do Leitor
Aproximar uma chave válida ao leitor e selecionar o LED ou a descrição relativos a um Método 2
atalho de tipo "Arm/desarmar." (atalho n.1) que aplicará o cenário para ela Método 1
programado.
Op.Arm/Desarm.
Pelo telefone PARTIÇÃO 001
Inserir o PIN de um código habilitado no telefone e pressionar a tecla “#”. Pressionar a Total
tecla numérica (de “0” a “9”) que foi programada para ativar um atalho de tipo "Arm/ ADS-------
desarmar." (atalho n.1) que aplicará o cenário para ela programado.

Utilização do sistema 31
Centrali anti-intrusione

A partir da Zona de Comando


Normalmente uma zona de comando é constituída por uma fechadura à chave mecânica
ou por um botão que aciona um contacto elétrico cablado na zona de comando. Em
função da programação da zona de comando é possível:
• armar as partições às quais a zona pertence
• desarmar as partições às quais a zona pertence
• inverter o estado de armamento das partições (armar as partições desarmadas e
desarmar as partições armadas, ver "Zona comutar" em Apêndice A, Glossário)
• armar as partições às quais a zona pertence quando a zona-comando é violada e
desarmar as partições às quais a zona pertence quando a zona-comando regressa
ao estado de repouso

Por Rádio-controlo
Pressionar no rádio-controlo o botão respetivo e verificar o resultado da operação, como
descrito no parágrafo 2-6-1 Rádio-controlo Air2-KF100.

A partir de Autoarmamentos
Se uma partição tem associado um temporizador para autoarmamento, quando este
temporizador chega ao horário de ON a partição será armada e quando o temporizador
chega ao horário de OFF a partição será desarmada. O utilizador habilitado a controlar
os autoarmamentos deve (ver parágrafo 5-4 Ativações):
• ativar o temporizador associado à partição para autoarmamento
• ativar o autoarmamento para as partições desejadas

A partir da Web e AlienMobile


A partir de web browser e telemóvel é possível tanto ativar os armamentos
programados em cenários como configurar o tipo de armamento das áreas às quais o
utilizador tem acesso:
• Aceder à secção "Cenários". Aqui estão listados os cenários que podem ser ativados
pressionando a respetiva tecla ATIVAR.
A descrição do cenário atual pode ser vista na barra em baixo à esquerda.
• Aceder primeiro à secção "Intrusão" e depois à "Partições".
Nessa secção são listadas as partições à disposição para o utilizador e pressionada a
tecla CONFIGURAR aparece uma janela com uma lista de botões para a
configuração do estado de armamento:

•• TOTAL arma a partição em modalidade total e o ícone torna-se

•• PARCIAL arma a partição em modalidade parcial e o ícone torna-se

•• INSTANTÂNEO arma a partição em modalidade instantânea e o ícone torna-se

•• DESARMADO desarma a partição e o ícone torna-se


O botão com o estado de armamento ativo mostra um cabeçalho de cor diferente em
relação aos outros botões.

Caixa de voz e função 5-3


intercomunicador 18:23 01/02/2016
DDDDDDD
A intercomunicação entre dois teclados com funções de voz é monodirecional:fala-se a
partir de um teclado e do outro ouve-se. Para alternar a comunicação, o utilizador que
deseja falar deve ativar a comunicação no seu teclado.
As funções de voz são:
• Gravar - inicia a gravação da mensagem de caixa de voz do teclado no qual se está
a operar.
• Reproduzir - aciona a reprodução da mensagem de caixa de voz do teclado no qual Teclado de chamada “TEC.001”
se está a operar.
• Eliminar - elimina a mensagem de caixa de voz do teclado no qual se está a operar.
Intercom
TECL. 002
• Intercom - permite ativar uma comunicação de voz com um outro teclado.
TECL. 003
Através do Teclado TECL. 004

Método 1 Teclado de chamada “TEC.002”


Ativando os atalhos associados às teclas , ..., exibidos no ecrã, com ou sem Cham.entrada
código: TECL. 001
OK = FALAR
Esc = FIM.
32 Utilização do sistema
Manual de utilização

• O atalho de tipo "Menu funç.voz" (atalho nº14: ) leva o utilizador para a secção 18:23 01/02/2016
"Funções voz". Selecionar a função desejada com as teclas e e pressionar DDDDDDD
.
•• Gravar/Reproduzir - o ecrã mostra uma barra de progresso e um contador que
indica o tempo de gravação/reprodução que existe até ao fim em segundos. Para
interromper manualmente a gravação/reprodução pressionar , de outro modo
a gravação/reprodução irá terminar quando acabar o tempo disponível. Durante a
reprodução é possível regular o volume com as teclas e . Método 1 Método 2
•• Eliminar - o ecrã mostra um pedido de confirmação para validar pressionado
. Digite código
•• Cham.intercom - O ecrã exibe uma lista de possíveis teclados com os quais
******
comunicar; selecionar o teclado desejado com e e pressionar para
iniciar a chamada; no teclado selecionado o sinal acústico avisa da chamada em
chegada e exibe o que é mostrado na figura. Pressionar para aceitar ou Método 2
para recusar. Uma vez iniciada a comunicação, tanto o teclado que chama como
aquele que recebe a chamada podem terminá-la pressionando a tecla .
Ambos os teclados, durante a fase de reprodução, podem utilizar as teclas e Código util.
para regular o volume.
Gestão alarmes
• O atalho de tipo "Cham.intercom" (atalho nº11: ) leva o utilizador para a
Op.Arm/Desarm.
secção "Chamada Intercom" descrita acima. Funções voz
Método 2
Acedendo ao menu de utilizador na secção "Funções voz" inserindo o código PIN.
Método 2
Consultar o que foi descrito acima, Método 1.

A partir do teclado Alien Funções voz


A partir do teclado Alien é possível ativar as funções de voz acedendo à secção "Apps" Gravar
Reproduzir
pressionando o botão e depois à secção "Funções voz". Aqui estão listadas as
Eliminar
secções relativas a cada uma das funções às quais se pode aceder pressionando a
respetiva tecla ON:
• Gravar
• Reproduzir
• Eliminar
• Intercom
Estas secções reproduzem funcionalmente as análogas funções vocais acima descritas
para os teclados com botões.

Ativações 5-4
A ativação (e desativação) dos elementos do sistema SmartLiving abaixo descritos
permite aos próprios elementos de operar normalmente de acordo com a sua
programação (= ativação) ou então de serem completamente inibidos (= desativação).
Tanto a ativação como a desativação são realizadas ao critério do utilizador.
Nesta secção é possível ativar/desativar os seguintes elemento:
• Zonas - uma zona desativada não gera alarmes (zona excluída).
• Autoarmamentos - podem ser ativados/desativados numa partição individual. Se
ativado um autoarmamento na partição, esta será armada e desarmada conforme o
horário seguindo o temporizador.
• Códigos - um código desativado não é aceitado.
A ativação/desativação é possível apenas em códigos de nível hierárquico inferior
(ver parágrafo 2-5 Códigos de utilizador).
• Chaves - uma chave desativada não é aceitada.
• Teclados - una m teclado desativado não permite a introdução de códigos (e, por
conseguinte, o acesso aos menus) e a execução dos atalhos. As sinalizações dos
LEDs e do ecrã são atualizadas.
• Leitores - um leitor desativado não permite o reconhecimento das chaves. As
sinalizações dos LEDs são atualizadas.
• Temporizadores - um temporizador ativado segue a sua programação e permite a
gestão dos elementos a ele associados (partições, códigos, chaves). Quando um
temporizador for desativado, todos os elementos a ele associados irão comportar-se
como se o temporizador estivesse OFF-
À saída da programação, todos os temporizadores são ativados. É obrigação do utilizador Nota
desativar os temporizadores já desativados antes da programação e que devem permanecer
dessa forma.

Utilização do sistema 33
Centrali anti-intrusione

• Comunicador - se o comunicador estiver desativado não será realizada qualquer


chamada, nem vocal nem digital. Se habilitadas, são geridas da mesma forma as
chamadas em chegada.
• Atendedor - se ativado a central irá responder às chamadas telefónicas recebidas e irá
reproduzir a mensagem de voz gravada para a função "Atendedor".
• Teleserv.internet - se ativada, e estiver habilitado também o atendedor, a central
irá responder imediatamente com a mensagem de voz.
• Telesserviço - se ativada a central irá responder a uma chamada proveniente do
instalador e realizada através de modem. Esta chamada permite ao instalador de
intervir nos parâmetros da central. É por este motivo que a teleassistência deve
estar normalmente desativada; em caso de ativação esta deverá ser concordada
entre o utilizador e o instalador.
Se as funções "Atendedor" e "Telesserviço" estiverem ambas ativadas a central irá responder a Nota
uma chamada em entrada dando prioridade à chamada de teleassistência:irá esperar durante 30
segundos a comunicação com o modem do instalador e se esta não for restaurada será
reproduzida a mensagem de voz gravada para a função "Atendedor".

• Acesso Internet - se ativada e caso esteja instalada e ligada à central uma placa
SmartLAN/G, o utilizador torna possível o acesso aos dados da central da rede LAN/
internet. Se desativada o acesso pode apenas ser feito através de teleassistência (se
esta estiver habilitada).
• Instal.admitido - se ativada, o PIN do instalador será aceitado e o instalados terá
acesso ao seu menu; se não estiver habilitada, o PIN do instalador irá gerar um
evento de "Código errado" e o instalador não terá acesso ao respetivo menu.
• Sincroniz. IP2RX - se ativada, a central envia ao software IP2RX uma sequência de 18:23 01/02/2016
caracteres especial com a qual o software o pode identificar. DDDDDDD
• Registr. cloud - nesta secção onde é possível fazer aceder a central SmartLiving ao
serviço cloud da INIM Electronics (uso futuro).

Através do Teclado
Método 1 Método 1 Método 2
Ativando os atalhos associados às teclas , ..., exibidos no ecrã, com ou sem
código: Digite código
******
• O atalho de tipo "Menu ativações" (atalho nº15: ), leva o utilizador para a
secção do menu de utilizador "Ativações", dentro do qual é possível:

1. Selecionar com as teclas e e depois a categoria de elementos a Método 2


ativar/desativar (zonas, códigos, etc.).
2. Selecionar com as teclas e e depois , antes do elemento individual
Código util.
ativar / desativar..
Op.Arm/Desarm.
3. Ativar o elemento individual selecionado com a tecla , para desativar pres-
Funções voz
sionar . Ativações

• Estão disponíveis outros atalhos para o acesso direto às secções abaixo da secção
"Ativações".
Método 2
•• O atalho nº19 ( ) para o acesso a “Ativações/Zonas”

•• O atalho nº22 ( ) para o acesso a “Ativações/Atendedor”


ATIVAÇÕES
•• O atalho nº23 ( ) para o acesso a “Ativações/Telesserviço” Zonas
Códigos
•• O atalho nº24 ( ) para o acesso a “Ativações/Códigos” Chaves
•• O atalho nº25 ( ) para o acesso a “Ativações/Chaves”

•• O atalho nº26 ( ) para o acesso a “Ativações/Temporizadores”

•• O atalho nº27 ( ) para o acesso a “Ativações/Autoarmamentos”


ATIVAÇÃO ZONAS
Método 2
Central T01
Acedendo ao menu de utilizador na secção "Ativações" introduzindo o código PIN. Central T02
Consultar o que foi descrito acima, Método 1. Central T03
A partir do teclado Alien

Aceder à secção "Menu" pressionando o botão , inserir o código de utilizador e


depois aceder à secção "Ativações".

34 Utilização do sistema
Manual de utilização

Aqui estão listadas as secções relativas aos elementos aos quais se pode aceder
pressionando a tecla ATIVAR:
Cada secção apresenta os próprios elementos dispostos em uma lista e a cada
elementos são associados dois botões, ON para a ativação e OFF para a desativação, e
um ícone que muda conforme a ativação:
• - ativado/habilitado
• - desativado/inibido

A partir da Web e AlienMobile


Aceder primeiro à secção "Intrusão" e depois à "Zonas".
Nessa secção são listadas as zonas disponíveis aos utilizadores e para cada uma delas
estão disponíveis as teclas:
• ON habilita a zona e o respetivo ícone torna-se

• OFF desativa a zona e o respetivo ícone torna-se

Vista 5-5
Esta secção permite ao utilizador de ver o registo dos eventos e o estado atual de
alguns elementos do sistema.
18:23 01/02/2016
As secções "Registo de Eventos", "Registo de Alarmes", "Registo de Falhas" e "Registo DDDDDDDD--
de Armamentos/Desarmamentos" permitem ao utilizador ver a cronologia dos eventos
verificados e restabelecidos.
A secção "Estado Nexus" permite ver na ecrã alguns parâmetros do comunicador via
GSM Nexus.
A secção "Tensão de sistema" mostra a tensão de alimentação da central.
Método 2
A secção “Estado de Zonas” exibe o estado da zona (Standby, Alarme, Curto,
Tamper) e o seu estado de desativação (Des-anul, podem ser gerados alarmes, ou
Anular, se não puderem ser gerados). Digite código
******
A secção "Falhas" permite ao utilizador de ver apenas as falhas em curso (ver Apêndice
C, Falhas sinalizadas).
Na secção "Versão de Central" é possível ver a versão do firmware e o modelo da
central SmartLiving.
Quando for exibidas as zonas via rádio, a última linha do ecrã mostra o nível do sinal
rádio com valores compreendidos entre 0 e 7; a valores mais elevados corresponde um
maior nível do sinal e, por isso, uma melhor qualidade da ligação de rádio. Código util.
Funções voz
Ao aceder ao controlo através do browser, poderá ver o estado de:
Ativações
• partições Vista
• zonas Zona nº 77 Versão da central
• saídas Standby Des-anul
• temporizador 6.10 01050
• registo de eventos

Através do Teclado VISUALIZAÇÕES


Método 1 Regist.eventos
Registo alarmes
Ativando os atalhos associados às teclas , ..., exibidos no ecrã, com ou sem
código:
Registo falhas

• O atalho nº 28 ( ) para acesso a “Ver/Registo de Eventos”

• O atalho nº 29 ( ) para acesso a “Ver/Registo de Alarmes” Método 1


Código válido
• O atalho nº 30 ( ) para acesso a “Ver/Registo de Falhas” 18:23 01/02/2016
Código util.
• O atalho nº 31 ( ) para acesso a “Ver/Registo de Arm./Desarm.”
TECL. 001

A exibição das secções "Registo" é filtrada pelo utilizador em base na partição:por


exemplo são exibidos os alarmes de zona das zonas que tenham pelo menos uma
partição em comum ao código com o qual o utilizador entrou e às partições do
teclado com o qual o utilizador está a operar.
Pressionar as teclas e para percorrer a lista dos eventos, dispostos em Código Válido
ordem cronológica. 18:23 01/02/2016
PARTIÇÃO 001

Utilização do sistema 35
Centrali anti-intrusione

Para certos eventos, a pressão da tecla permite ver os detalhes da partição, por
exemplo um evento "Solic.Arm.Away" irá mostrar o código que requisitou a inserção,
o teclado no qual foi realizado o pedido e, pressionando a tecla , a lista das
partições nas quais a inserção foi requisitada.

• O atalho nº16 ( ) para o acesso a “Ver/Estado Nexus”:


1° linha:gestor de rede GSM (Wind, Tim, Vodafone, etc.) no lado esquerdo e conexão
ao BUS no lado direito da sequência de caracteres:
- se não aparece nada significa que o Nexus/G está conectado ao BUS
- se aparecer a letra “G”, significa que Nexus/G está conectado ao BUS e que
está disponível o serviço GPRS
- se aparecer a letra “C”, significa que o Nexus/G está conectado ao BUS e uma
teleassistência (conexão TCP) ou o envio de uma mensagem SIA-IP está em
curso
- se aparecerem os caracteres “--”, significa que o Nexus está conectado ao BUS
2° linha:intensidade do campo GSM (valor entre 1 e 100)
3° linha:crédito residual, relativo à última leitura realizada (expressado na moeda lo-
cal)
4° linha:presença de falhas; se presentes é necessário aceder à secção "Vista-Falhas"
para ver o detalhe

• O atalho nº 32 ( ) para acesso a “Ver/Tensão de sistema”

• O atalho nº33 ( ) para o acesso a “Ver/Estado Zonas”:


Pressionar as teclas e para percorrer a lista das zonas à disposição. São
exibidos no ecrã os seguintes parâmetros da zona:
1° linha:descrição da zona
2° linha:estado da zona (“Repouso”, “Alarme”, “Curto”, “Tamper”), o seu estado de ati-
vação("Incluída" é possível gerar alarmes, ou "Excluída" se não se podem ge-
rar alarmes)
3° linha:indicação que varia de acordo com o tipo de dispositivo:
- zona via rádio; nível do sinal via rádio
- detetor de fumo Air2-FD100; nível de fumo presente na câmara do sensor,
expresso em mdB/m
4° linha:nível de contaminação da câmara do sensor de um detetor de fumo Air2-
FD100 (%)
Recomenda-se de limpar o sensor se este valor superar 90%. Nota

• O atalho nº 36 ( ) para acesso a “Ver/Falhas”

Método 2
Acedendo ao menu de utilizador na secção "Vista" introduzindo o código PIN. Consultar
o que foi descrito acima, Método 1.

A partir do teclado Alien


A partir do teclado Alien é possível ver o estado dos elementos do sistema através das
várias zonas às quais o utilizador tem acesso:

• Aceder à secção "Intrusão" pressionando o botão , inserir o código de


utilizador. Estão disponíveis as seguintes secções:
•• "Zonas"; aqui estão listadas as zonas e mostram o seu estado com um ícone
situado à esquerda da descrição de cada uma das zonas:
• - ponto verde - estado de repouso
• - ponto vermelho - estado de alarme
• - triângulo amarelo - falha/tamper
A cada zona estão, além disso, associados dois botões, ON para a ativação e OFF
para a desativação e um ícone que muda conforme a ativação:
• - ativado/habilitado
• - desativado/inibido
•• “Reg. Eventos"; aqui são visíveis os eventos memorizados no registo que o ecrã
mostra um de cada vez:é possível percorrer a lista utilizando as teclas de
movimento para cima/baixo.
Para cada evento são mostrados os respetivos detalhes; quando disponível é
possível ver as partições envolvidas pressionando a tecla PARTIÇÕES.

36 Utilização do sistema
Manual de utilização

• Aceder à secção "Sistema" pressionando o botão , inserir o código de utilizador.


Estão disponíveis as seguintes secções:
•• "Falhas"; aqui estão listadas as falhas em curso e para cada falha, onde possível,
está disponível a tecla DETALHES para ver mais informações a seu respeito.
•• "Tensão"; secção que exibe no ecrã a tensão de alimentação da central.
•• “Info GSM”; secção que exibe os parâmetros do comunicador através do GSM
Nexus.

A partir da Web e AlienMobile


A partir de web browser e dispositivo móvel é possível ver outros parâmetros do
sistema através das respetivas secções:
• Partições
• Zonas
• Comandos
Fornecemos uma tabela com o significado dos ícones exibidos ao lado da descrição do
elemento exibido:
Tabela 5-1: Ver de web e dispositivos móveis
Secção Ícone Secção Ícone

Desarmada Ativada
Estado da saída
Armada em
modalidade total Desativada

Armada em Estado de arma-


modalidade par- mento da parti-
cial ção/zona
Armada em
modalidade ins-
tantânea
Parti-
ções / Desarmada
Zonas

Standby

Alarme

Tamper ou falha Estado de alarme


da partição/zona
Foi registado um
alarme ou um
tamper

Zona em curto-
circuito

Zonas Zona ativa


Estado de ativa-
ção da zona
Zona desativada

Ativado
Tempo- Estado do tempo-
rizador rizador
Desativado

• Registo dos eventos- aceder antes da secção “Intrusão” e depois à secção


“Registo eventos”.
Aparece uma janela onde estão disponíveis botões para indicar o número de eventos
a ver, a partir do último.
Uma vez dentro, na secção podem ser encontrados listados os eventos com as
respetivas informações e o respetivo botão PARTIÇÕES que, se pressionado, abre
uma janela com a lista das partições envolvidas no evento.
• Informações sobre o sistema - acedendo à secção “Sistema” tem-se à disposição
as seguintes secções:
•• “Lista de falhas”; janela com a lista das falhas em curso.
•• "Tensão"; janela que exibe no ecrã a tensão de alimentação da central.
•• “Info GSM”; janela que exibe os parâmetros do comunicador através do GSM
Nexus.

Utilização do sistema 37
Centrali anti-intrusione

A partir da Mapas gráficos


A visualização do estado e a supervisão dos elementos do sistema SmartLiving é
possível também através de mapas gráficos, função acessível através de um teclado
Alien ou interface web.
Consultar o parágrafo 5-24 Mapas gráficos.

Ativação das saídas 5-6


Nesta secção é possível ativar/desativar manualmente as saídas que o código permite
controlar.
Para saídas de tipo open collector ou relé a baixa potência é possível ativar ou desativar
a saída e ver o estado através dos ícones.
Para saídas de tipo relé de alta potência é possível ativar ou desativar a saída e ver a
tensão fornecida e o respetivo fator de potência (cosij).
Para as saídas tipo dimmer é possível ver a potência fornecida e configurá-la através da
barra de deslizamento.

Através do Teclado
Método 1
Ativando os atalhos associados às teclas , ..., exibidos no ecrã, com ou sem
código:

• O atalho de tipo "Controlo saída" (atalho nº21: ), leva o utilizador para a secção
do menu de utilizador "Saídas ON/OFF", dentro do qual é possível:

1. Selecionar usando as teclas e a saída a ativar /desativar.


2. Ativar a saída selecionada usando a tecla , para desativar pressionar .
Se se trata de uma saída de tipo dimmer é possível aumentar e diminuir a potên-
cia fornecida à saída através das teclas e .
18:23 01/02/2016
• O atalho de tipo "Ativ. saída" (atalho nº5: ) ativa a saída programada assim que DDDDDDD
se pressionar o botão.

• O atalho de tipo "Desat. saída" (atalho nº6: ) desativa a saída programada


assim que se pressionar o botão.
Método 2
Saída Método 2
Acedendo ao menu de utilizador na secção "Saídas ON/OFF" inserindo o código PIN. ativada
Consultar o que foi descrito acima, Método 1. Saída
desativada
A partir do teclado Alien Digite código
******
Aceder à secção "Comandos" pressionando o botão onde estão disponíveis as
seguintes secções:
• “Domótica”, para o acesso às saídas do sistema domótico, sem pedido do código de Método 2
utilizador.
• “Intrusão”, para o acesso às saídas do sistema anti-intrusão, depois de inserido o
código de utilizador.
Em ambas as secções estão listadas as saídas disponíveis. Código util.
Ativações
Às saídas que pode ser ativadas estão associados dois botões, ON para a ativação e
OFF para a desativação e um ícone que muda conforme a ativação:
Vista
Saídas ON/OFF
• - saída ativada
• - saída desativada
As saídas de tipo relé de alta potência e de tipo dimmer dispõem de uma barra para a
exibição da potência/tensão fornecida, em conjunto com o valor numérico e o fator de Método 2
potência (cosij). Este valor pode ser modificado através das teclas + e -. Método 1

A partir do Leitor Saídas ON/OFF


Aproximar uma chave válida ao leitor e selecionar o LED ou a descrição relativas a um RELÉ 001
atalho de tipo “Ativ. saída” (atalho nº5) ou “Desativ.saída” (atalho nº6). SAÍDA 001
SAÍDA 002
Pelo telefone
Inserir o PIN de um código habilitado no telefone seguido de “#” e pressionar a tecla
(de “0” a “9”) que o instalador programou para ativar o atalho tipo “Ativ. saída” (atalho
nº5) ou “Desativ.saída” (atalho nº6).

38 Utilização do sistema
Manual de utilização

Por Rádio-controlo
Pressionar no rádio-controlo o botão respetivo e verificar o resultado da operação, como
descrito no parágrafo 2-6-1 Rádio-controlo Air2-KF100.

A partir da Web e AlienMobile


Aceder à secção "Comandos".
Nesta secção estão listadas as saídas de central e estão disponíveis as teclas:

• ON ativa a saída e o respetivo ícone torna-se

• OFF desativa a saída e o respetivo ícone torna-se


• barra de deslizamento para regular a potência/tensão fornecida para as saídas de
tipo relé a alta potência e de tipo dimmer (visto apenas a partir da interface web)

Alteração da data e da hora 5-7


Esta opção permite definir a data e a hora de acordo com o formato selecionado.
18:23 01/02/2016
Através do Teclado DDDDDDD
Método 1

Ativando o atalho de tipo "Hora/data" (atalho nº35: ), associada a uma das teclas Método 2
, ..., exibida no ecrã, com ou sem código, para o acesso à secção do menu de
utilizador “Data / Hora”:
Digite código
******
1. Usar as teclas e para selecionar o campo a modificar (horas, minutos, etc.).
2. Usar as teclas e para modificar o campo selecionado.
Método 2
3. Pressionar a tecla para salvar.

Método 2 Código util.


Acedendo ao menu de utilizador na secção "Data / Hora" inserindo o código PIN. Vista
Consultar o que foi descrito acima, Método 1. Saídas ON/OFF
Ajust.data/hora
A partir do teclado Alien

A partir do teclado Alien, aceder à secção "Ajustes" pressionando o botão , Método 2


inserir o código de utilizador e depois aceder à secção “Data/hora - Mudar PIN - Tel. Método 1
números”.
18:23 01/02/2016
Nesta secção é possível aceder à secção específica para a alteração da data e hora da dd/mm/yyyy
central. A modificação deve ser feita utilizando as teclas de movimentação para a
direita/esquerda e confirmando com a tecla OK.

Ajustes do teclado 5-8


Permite programar as características do ecrã e do sinal acústico dos teclados para o
acesso ao sistema SmartLiving.
Os parâmetros à disposição variam conforme o modelo do teclado.
• Brilho - intensidade da retroiluminação do ecrã e dos LED das teclas, quando for
pressionada uma tecla e pelos 20 segundos seguintes.
• Brilho em repouso - intensidade da retroiluminação do ecrã e dos LED das teclas,
quando o teclado está em standby.
• Contraste - regulação preto/branco.
• Volume - intensidade do sinal acústico, em três níveis:
•• desligado
•• volume baixo
•• volume alto
• Opções de teclado:
•• Temperatura off - se habilitada, não é exibida a temperatura detetada pelo
sensor de temperatura (apenas em teclados com sensor de temperatura)

Utilização do sistema 39
Centrali anti-intrusione

•• Sem Som T.Saída - se habilitada o sinal acústico não soa durante o tempo de
saída de partição 18:23 01/02/2016
•• Sem Som T. Entr - se habilitada o sinal acústico não soa durante o tempo de DDDDDDD
entrada de partição
•• Som na saída - se habilitada, o sinal acústico soa durante a ativação do
terminale T1 do teclado, quando este está programado como saída
•• Excl. campainha - se habilitada, o sinal acústico não soa quando é violada uma Método 2
zona de campainha
Estas regulações são válidas apenas para o teclado sobre o qual se está a realizar a
operação e permanecem memorizadas também em caso de desligamento da central. Digite código
******
Através do Teclado
Método 1
Método 2
Ativando o atalho de tipo “Menu ajust.tecla” (atalho nº18: ), associada a uma das
teclas , ..., exibida no ecrã, com ou sem código, que leva o utilizador para a Código util.
secção do menu de utilizador “Ajustes teclado”, dentro da qual é possível: Saídas ON/OFF
Ajust.data/hora
1. Selecionar com as teclas e e depois os parâmetros a programar. Ajustes teclado
2. Utillizar as teclas e para aumentar ou diminuir o valor do parâmetro
selecionado, ou ativar a opção selecionada com a tecla , para desativar pres-
sionar . Método 2
3. Pressionar para salvar. Método 1
Ajustes teclado
Método 2 Brilho
Acedendo ao menu de utilizador na secção “Ajustes teclado” inserindo o código PIN. BrilhoStandby
Consultar o que foi descrito acima, Método 1. Contraste

A partir do teclado Alien

A partir do teclado Alien, aceder à secção "Ajustes" pressionando o botão ,


inserir o código de utilizador e depois aceder à secção “Alien”.
Nesta secção é possível ver a versão do firmware do teclado que se está a utilizar, da
central ligada e alterar as configurações dos parâmetros do teclado Alien.
Tais configurações permanecem memorizadas mesmo em caso de desligamento da
central.
• Transparência - intensidade do efeito de transparência
• Brilho - intensidade de iluminação do ecrã quando é tocado e pelos 45 segundos
seguintes
• Brilho em standby - intensidade da iluminação do ecrã quando o teclado está em
standby
• Volume sinal acústico - intensidade do sinal acústico
• Volume de voz - intensidade do volume do altifalante
• Tema - seleção de um dos temas disponíveis para a aparência gráfica da Alien
• Espera foto - tempo de espera antes da inicialização automática da aplicação
photoframe quando o teclado está em stand-by
• Intervalo foto - intervalo de tempo entre a exibição de duas imagens seguintes na
aplicação photoframe
• Idioma - seleção do idioma do teclado Alien
• Regulação da temperatura - correção da temperatura exibida no ecrã
• Exibe o estado das partições - modalidade de exibição do estado de armamento
na barra inferior do ecrã
• Tempo de saída - habilita/desabilita o sinal acústico durante o tempo de saída
• Tempo de entrada - habilita/desabilita o sinal acústico durante o tempo de entrada
• Chime - habilita/desabilita o sinal acústico para a função de campainha
• Temperatura - habilita/desabilita a exibição da temperatura no ecrã
• Tamper - habilita/desabilita o tamper do dispositivo (apenas para Alien/G)
• Mapas - habilita/desabilita a inicialização automática da aplicação dos mapas
gráficos quando o teclado está em stand-by
• Mostra cenário com código - habilita/desabilita o pedido do código de utilizador
no caso de toque da barra inferior da home page para a exibição dos cenários ativos
• Luz de emergência - se habilitada, o teclado em caso de falta de alimentação da
rede primária ativa o brilho ao valor maximo até que seja restabelecida a
alimentação
Se a central SmartLiving está em estado de serviço, aparecem no topo da lista os
seguintes parâmetros:
• Endereço teclado

40 Utilização do sistema
Manual de utilização

• Endereço leitor - endereços da Alien que se está a utilizar e do seu leitor integrado
• Tamper - habilita/desabilita a deteção de sabotagem do dispositivo (para Alien/G
esta opção aparece quando a central não está em serviço); se a sabotagem estiver
desabilitada, na barra superior da home page aparece o ícone:

Selecionar o parâmetro utilizando as teclas de movimentação para cima/baixo e


modificá-lo com as teclas + e -. Para confirmar as alterações feitas sair da secção
pressionando a tecla SALVAR.
O idioma padrão dos teclados Alien é o inglês. Nota

Alteração do código PIN 5-9


Esta secção permite alterar o PIN do código do utilizador com o qual se tem acesso
assim como também os PIN de todos os códigos de nível hierárquico inferior (ver
parágrafo 2-5 Códigos de utilizador). 18:23 01/02/2016
Para manter a compatibilidade com as normas EN50131 é necessário que todos os PIN DDDDDDD
dos códigos sejam de 6 cifras.

Através do Teclado Método 2

Método 1
Digite código
Ativando o atalho de tipo "Alterar PIN" (atalho nº34: ), associada a uma das teclas ******
, ..., exibida no ecrã, com ou sem código, que leva o utilizador à secção do
menu de utilizador “Mudar PIN”, dentro do qual é possível:
Método 2
1. Selecionar com as teclas e e depois o código a programar.
2. Inserir o novo PIN de 4, 5 ou 6 cifras usando as teclas , ..., e pressio- Código util.
nar . Data / Hora
3. Inserir novamente o PIN já inserido usando as teclas , ..., e pressionar Ajustes teclado
Alterar PIN
para salvar.

Método 2
Método 2
Acedendo ao menu de utilizador na secção "Alterar PIN" inserindo o código PIN.
Método 1
Consultar o que foi descrito acima, Método 1.
Alterar PIN
CÓDIGO 001
CÓDIGO 002
CÓDIGO 003
A partir do teclado Alien

A partir do teclado Alien, aceder à secção "Ajustes" pressionando o botão ,


inserir o código de utilizador e depois aceder à secção “Data/hora - Mudar PIN - Tel.
números”, e em seguida à secção “Mudar PIN”.
Nesta secção é necessário primeiro selecionar o código entre aqueles disponíveis na
lista. No passo seguinte é possível modificar o código utilizando a botoeira exibida e
confirmar a alteração com a tecla OK.

Utilização do sistema 41
Centrali anti-intrusione

Alteração dos números de 5-10


telefone 18:23 01/02/2016
DDDDDDDD--
Um utilizador pode modificar os números de telefone utilizados pelo discador da central
SmartLiving.
Serão mostrados apenas os números de telefone que tenham pelo menos uma partição
em comum com o código de utilizador inserido e com o teclado no qual o código foi
usado.
Digite código
Através do Teclado ******
Acede-se a uma rubrica na qual é possível:

1. Selecionar com as teclas e um dos números de telefone e pressionar


; para cada deles é possível definir o número telefónico de 20 cifras.

2. Usar as teclas e para selecionar o campo a alterar e usando as teclas numé-


Código util.
Ajustes teclado
ricas ( , etc.) editar o número. São aceitos os caracteres "," (= pausa de 2
Alterar PIN
segundos), "*" e "#".
NúmerosDeTelefon
3. Pressionar para sair e salvar.

A partir do teclado Alien

A partir do teclado Alien, aceder à secção "Ajustes" pressionando o botão , NúmerosDeTelefon


inserir o código de utilizador e depois aceder à secção “Data/hora - Mudar PIN - Tel. NÚMERO 001
números”, e em seguida à secção “Tel. números”. NÚMERO 00 2
Nesta secção é necessário primeiro selecionar o número de telefone entre aqueles NÚMERO 00 3
disponíveis na lista. No passo seguinte é possível modificar o número utilizando a
botoeira exibida e confirmar a alteração com a tecla OK.

Pedido de Telesserviço 5-11


O pedido de teleassistência ativa imediatamente um telefonema da central para o 18:23 01/02/2016
número de teleassistência do instalador. DDDDDDD
Para que a operação seja corretamente realizada é necessário que o instalador tenha
habilitado a opção de central "Num15paraTelessv".
Método 2
Através do Teclado
Método 1 Digite código
******
Ativando o atalho de tipo “Pedid.Telesservç” (atalho nº8: ).

Método 2
Método 2
Acedendo ao menu de utilizador na secção "Pedid.Telesservç" inserindo o código PIN.

A partir do teclado Alien Código util.


Alterar PIN
Aceder à secção "Menu" pressionando o botão , inserir o código de utilizador e
NúmerosDeTelefon
depois aceder à secção "Ações".
Solic.Telessrv
Aqui estão listados os comandos de central que podem ser ativados pressionando a
tecla ON, entre os quais o “Pedido teleass.”.
Método 1
Ativada a
A partir do Leitor chamada de
Aproximar uma chave válida ao leitor e selecionar o LED ou a descrição relativos a um
atalho de tipo "Pedid.Telesservç" (atalho nº8).

42 Utilização do sistema
Manual de utilização

Pedido tempo extra 5-12


Trata-se de uma operação realizada nas partições nas seguintes condições:
• a partição deve ter um temporizador associado para o autoarmamento
18:23 01/02/2016
• o autoarmamento de partição deve estar ativo (ver parágrafo 5-4 Ativações) DDDDDDD
Quando se realiza um pedido de tempo extra, a hora de autoarmamento é adiada em
30 minutos.

Método 2
Através do Teclado
Método 1 Digite código
Ativando o atalho de tipo “Tempo extra” (atalho nº7: ). ******

Método 2
Acedendo ao menu de utilizador na secção "Pedido t.extra" inserindo o código PIN. Método 2

A partir do teclado Alien


Código util.
NúmerosDeTelefon
Aceder à secção "Menu" pressionando o botão , inserir o código de utilizador e Solic.Telessrv
depois aceder à secção "Ações". Tempo extra
Aqui estão listados os comandos de central que podem ser ativados pressionando a
tecla ON, entre os quais o “Ped. T.extra”.

A partir do Leitor Método 1


Aproximar uma chave válida ao leitor e selecionar o LED ou a descrição relativas a um Autoarmamento
atalho de tipo "Tempo extra" (atalho nº7) adiado

Pelo telefone
Inserir o PIN de um código habilitado no telefone seguido de “#” e pressionar a tecla
(de “0” a “9”) que o instalador programou para ativar o atalho tipo “Tempo extra”
(atalho nº7).

Por Rádio-controlo
Pressionar no rádio-controlo o botão respetivo e verificar o resultado da operação, como
descrito no parágrafo 2-6-1 Rádio-controlo Air2-KF100.

Termóstato 5-13
A função "termóstato" dos teclados Joy/MAX e Alien permite gerir caldeiras ou ares
condicionados conforme a modalidade configurada:
• Verão/Refrigeração; quando a temperatura detetada pelo teclado sobe
acima do valor definido pelo utilizador, a saída ligada ao ar condicionado é ativada
(no ecrã aparece o ícone )

• Inverno/Aquecimento; quando a temperatura detetada pelo teclado sobe


desce abaixo do valor definido pelo utilizador, a saída ligada à caldeira é ativada (no
ecrã aparece o ícone )
A configuração da temperatura é realizada pelo utilizador e prevê a escolha entre 5
funções do termóstato:
• Desligado - o termóstato está desligado; a saída associada à caldeira ou ao ar
condicionado está desativada.
• Manual - a temperatura definida pelo utilizador é válida para cada uma das horas do
dia e para todos os dias da semana.
• Diário - o utilizador define a temperatura para cada uma das horas do dia; a
configuração é válida para todos os dias da semana.
• Semanal - o utilizador define a temperatura para cada uma das horas do dia e para
cada um dos dias da semana.
• Antigelo - o funcionamento é forçado de inverno; se a temperatura descer abaixo
dos 5°C, a saída ligada à caldeira é ativada.

Utilização do sistema 43
Centrali anti-intrusione

Através do Teclado 18:23 01/02/2016


DDDDDDD
Método 1

Ativando o atalho de tipo “Termóstato” (atalho nº37: ), associada a uma das teclas
Método 2
, ... exibida no ecrã, com ou sem código, que leva o utilizador para a secção
do menu de utilizador “Termóstato”.

1. Selecionar a função do termóstato usando as teclas numéricas: Digite código


• - termóstato desligado
******
• - “Manual”
• - “Diário”
Método 2
• - “Semanal”
• - “Antigelo”
Código util.
O ecrã exibe:
Solic.Telessrv
1° linha:funcionalidade do termóstato e dia da semana Tempo extra
2° linha:barra do nível da temperatura definida e ícone da modalidade "verão/inverno” Termóstato
3° linha:temperatura definida e faixa horária
4° linha:temperatura detetada e estado da caldeira/ar condicionado (ON/OFF)
2. Selecionar a modalidade (verão/inverno”) do termóstato usando a tecla .
Método 1
3. Selecionar a temperatura usando as teclas e .
Desligado
4. Selecionar a faixa horária usando as teclas e .
5. Selecionar o dia da semana usando as teclas e .
6. Pressionar para sair e salvar.

Método 2
Acedendo ao menu de utilizador na secção “Termóstato" inserindo o código PIN.
Consultar o que foi descrito acima, Método 1.
Sem. Sexta-feira
A partir do teclado Alien
25,0 c H18-19
18,5 c - OFF -
Aceder à secção "Clima" pressionando o botão .
Acede-se à secção relativa à modalidade de funcionamento do termóstato em curso.
Pressionando na tecla Voltar Prec. acede-se à página onde estão presentes os botões
para a seleção de uma das 5 modalidades a configurar.
Pressionado um destes botões, acede-se à secção de configuração dos parâmetros da
modalidade escolhida. É possível modificar a temperatura usando as teclas + e - e a
faixa horária e o dia (onde disponível) usando as teclas de seta.
Está disponível também a tecla Verao/Inverno para a seleção da modalidade de inverno
ou de verão.
Os ícones relativos ao funcionamento do termóstato são visíveis na barra superior da
home page.

A partir de AlienMobile
Acede-se a secção “Clima” onde estão listados todos os teclados configurados com a
função termóstato. Se houver apenas um teclado, acede-se diretamente à página de
configuração da modalidade termóstato.
Para cada teclado listado é mostrado:
• a descrição do teclado
• as modalidade de funcionamento do termóstato
• a temperatura lida pelo termómetro do próprio teclado
• A tecla Ver para o acesso à configuração termóstato, tal como descrito para os
teclado Alien

44 Utilização do sistema
Manual de utilização

Telesserviço através de Nexus 5-14


O pedido de teleassistência pode ser feita através de GSM pelo item do menu "Teleserv. Nexus”.
Com este item é possível aceder às funções necessárias ao instalador para que este
realize as operações de programação de central remotamente através de GPRS.
Utilizar este item apenas em concordância com o instalador. Nota

Através do Teclado Código util.


Tempo extra
Acedendo ao menu de utilizador na secção "Teleserv. Nexus” inserindo o código PIN. Termóstato
Teleserv. Nexus
A partir do teclado Alien

Aceder à secção "Menu" pressionando o botão , inserir o código de utilizador e


depois aceder à secção "Ações".
Aqui estão listados os comandos de central que podem ser ativados pressionando a
tecla ON, entre os quais “Ped. Teleserv. NEXUS”.

Códigos 5-15
No interior do menu de utilizador está disponível uma secção para a programação dos
parâmetros dos códigos de utilizador de nível hierárquico inferior (ver parágrafo 2-5
Códigos de utilizador).
Os parâmetros que podem ser modicados nesta secção estão disponíveis em
subsecções adicionais.

Através do Teclado Código util.


Termóstato
Acedendo ao menu de utilizador na secção "Códigos" inserindo o código PIN. Teleserv. Nexus
Códigos
1. Selecionar com as teclas e e depois o código a programar.
2. Selecionar com as teclas e e depois o parâmetro a programar.

3. Modificar o parâmetro e pressionar para salvar.


• Descrição - a sequência de caracteres descritiva do código.
• Partições - seleção das partições às quais está associado o código. Para habilitar a
partição usar as teclas e para desabilitá-la.
• Opções - através das teclas e é possível habilitar as opções para cada
um dos códigos:
•• Filtro nas partições - se esta opção estiver habilitada, o código pode modificar (A)
os parâmetros apenas de um código de nível hierárquico inferior cujas partições
são um subconjunto das partições do código em programação. Código util.
Por exemplo, um código "Master" com "Filtro nas partições" e habilitado nas Gestão alarmes
partições 1, 3, 5 e 7 pode habilitar/desabilitar ou modificar o PIN de um código de
"Utilizador" pertencente às partições 1 e 5 mas não de um código de "Utilizador" Op.Arm/Desarm.
habilitados nas partições 1, 2 e 3. Funções voz
•• Menu texto e Menu de utilizador - a combinação destas opções determina a
exibição nos teclados imediatamente depois que foi validade o acesso ao código
de utilizador. Consultar as descrições seguintes:

Tabela 5-2: Combinações “menu texto” e “menu utilizador” (B)


Menu de utili-
Caso Menu texto
zador
Descrição Código util.
Acesso ao menu de usuário tradicional como lista das operações
A Desabilitada Habilitada habilitadas para o utilizador; a seguir, o usuário pode percorrer a
lista com as teclas e para escolher o que fazer.

Exibição dos ícones do código em relação às teclas , ...,


B Desabilitada Desabilitada ; a este ponto o utilizador pode pressionar as teclas função
e ativar o atalho respetivo.
Exibição das descrições relativas aos atalhos do utilizador associa-
dos às teclas função. Em vez dos ícones relativos aos atalhos, são (C)
exibidos as descrições de próprios atalhos; a seguir, o usuário
C Habilitada Desabilitada Código util.
pode percorrer a lista das descrições dos atalhos usando as teclas
e , escolher o atalho e pressionar para ativá-lo.
Parar alarmes
Elim. memória
D Habilitada Habilitada Como no caso “C” Estado Nexus
Utilização do sistema 45
Centrali anti-intrusione

Qualquer que seja o caso de entrada (A, B ou C), a pressão da tecla permite aceder/ver Nota
ciclicamente os casos seguintes, ver a figura ao lado.
•• AnunciarAtalho - se habilitada e se o teclado no qual o utilizador está a operar
tem funções de voz, depois da validação do PIN são reproduzidas vocalmente as
descrições dos atalhos, relativos ao código, configuradas nas teclas numéricas.
•• Acesso remoto - se habilitada, o PIN do código pode ser inserido e autorizado a
operar por telefone.
Utilizando um código de telefone, serão executadas os atalhos associados às
teclas numéricas de 0 a 9 do telefone e poderão ser utilizadas apenas os atalhos:
- Arm/desarmar
- Parar alarmes
- Elim.fila cham
- Elim. memória
- Activar saídas
- Desactiv.saídas
- Escuta
- Estado armado
Qualquer outra programação não irá produzir qualquer efeito.
•• Ronda - se habilitada o código é do tipo “Ronda”.
•• Comprimento fixo - se habilitada, através da introdução do PIN sem pressionar
a tecla , o utilizador pode acionar o atalho associado à tecla “F12”,
programada através do item “Atalho TeclF1/4”, descrita depois.
Se esto atalho é a número 1 ("Arm/desarmar"), quando for ativada, se todas as
partições às quais o utilizador tem acesso estão desarmadas então será gerado o
armamento das partições, de outro modo será gerado o seu desarmamento.
O código de utilizador com esta opção habilitada tem acesso ao seu menu apenas
se antes pressionar a tecla e depois inserir o seu PIN.
• Atalho TeclF1/4 - nesta secção é possível programar até 12 atalhos associados às
teclas , ..., . Depois de autenticado o PIN o teclado irá exibir os ícones
relativos às teclas , ..., às quais estão associadas os atalhos.
Pressionando a tecla função escolhida, o utilizador irá ativar o atalho respetivo.
• Atalho Tecl.0/9 - nesta secção é possível programar até 10 atalhos associados às
teclas , ..., . Depois de autenticado o PIN, o código pode ativar essos
atalhos pressionando a respetiva tecla numérica.
A seleção dos atalhos a associar tanto às teclas função como às teclas numéricas é
feita da seguinte forma:

1. Selecionar usando as teclas e a tecla à qual associar o atalho e pres-


sionar .
2. Pressionar e selecionar da lista “Tipo” usando as teclas e o atalho
a associar à tecla.
3. Pressionar para sair e salvar.
4. Se o atalho associado for "Arm/desarmar" é pedido que seja também selecionado
o cenário. Se o atalho associado for "Activar saídas" ou "Desactiv.saídas" é pedido
que seja também selecionada a saída.
• Saídas associ. - nesta secção é possível habilitar/desabilitar cada uma das saídas
disponíveis para serem ativadas ou desativadas manualmente pelo código no interior
da secção:
Menu utilizador, Saídas ON/OFF .
1. Usar as teclas e para selecionar a saída desejada.
2. Pressionar as teclas e para habilitar/desabilitar o controlo manual da
saída por parte do código.
3. Pressionar para sair e salvar.
• Temporizadores - configuração do temporizador associado para filtrar a
operacionalidade do código em base horária.
• Tipo - secção na qual é possível atribuir o nível hierárquico ao código de utilizador
selecionado.
• Habilitações - nesta secção é possível habilitar/desabilitar o acesso a cada uma das
secções do menu de utilizador.
O procedimento a seguir é idêntico ao que é utilizado para "Saídas associ."

46 Utilização do sistema
Manual de utilização

Programação dos 5-16


temporizadores
Secção na qual é possível programar todos os temporizadores aos quais o utilizador tem Código util.
acesso Teleserv. Nexus
Para cada temporizador o utilizador pode configurar dois horários de acendimento Códigos
(“ON”) e dois de desligamento (“OFF”) para cada dia da semana. Temporizadores
Um temporizador pode ser associado a:
• uma Partição - se o temporizador estiver habilitado para a ativação automática
(consultar parágrafo 5-4 Ativações), a área ativada referente ao horário de ativação do
temporizador e será desconectada na hora do restabelecimento.
• um Código - se o temporizador estiver habilitado, o código digitado será autorizado Temporizadores
a operar somente no intervalo de ativação do temporizador. TEMPORIZADOR 001
• uma Chave - se o temporizador estiver habilitado, a chave estará autorizada a TEMPORIZADOR 002
operar somente no período de tempo de ativação do temporizador. TEMPORIZADOR 003
Para associar um temporizador a uma área ou a um código, é necessário entrar na
respetiva secção do menu utilizador. A associação a uma chave é possível apenas a um
instalador em fase de programação.

Através do Teclado
TEMPORIZADOR 001
Aceder ao menu de utilizador na secção "Temporizadores" inserindo o código PIN. Domingo
Segunda-feira
1. Selecionar com as teclas e o temporizador e pressionar . Terça-feira
2. Com as mesmas teclas, escolher o dia da semana.
3. Escolher uma ativação ou um restabelecimento do temporizador.

4. Configurar o horário selecionado (expresso em horas e minutos) através das teclas


TEMPORIZADOR 001
e para escolher as cifras e e para escolher o número. Ativação 1
5. Pressionar para sair e salvar. Ativação 2
Restauração 1

É possível também programar somente a ativação ou somente o restabelecimento do Nota


temporizador.
O campo que não desejar programar deve ser configurado como: “--:
TEMPORIZADOR 001
--:--

Reproduzir do ambiente 5-17


Trata-se de uma função que pode ser ativada apenas por telefone.
O utilizador, em comunicação telefónica com a central, pode ativar a reprodução de
ambiente para ouvir sons e ruídos provenientes do local onde se encontram os teclados
com funções de voz que tenham, pelo menos, uma partição em comum com o código
utilizado por telefone.
O instalador deve programar o atalho nº 10 em uma das teclas numéricas relativas ao
código que deve realizar esta operação.

Pelo telefone
Inserir o PIN de um código habilitado no telefone seguido de “#” e pressionar a tecla
(de “0” a “9”) que o instalador programou para ativar o atalho tipo “Escuta” (atalho
nº10). A central irá abrir o canal de reprodução de ambiente entre o utilizador ao
telefone e o primeiro teclado com funções de voz que tenha, pelo menos, uma partição
em comum com as partições do código. Durante a reprodução o utilizador pode ativar o
canal de voz em um outro teclado de voz pressionando a tecla numérica
correspondente ao endereço do teclado escolhido desde que esta tenha pelo menos
uma partição em comum com o código.
Pressionando, por sua vez, a tecla “*”, a reprodução de ambiente é interrompida e a
central irá reproduzir novamente a gua de voz dos atalhos programados nas teclas
numéricas.

Utilização do sistema 47
Centrali anti-intrusione

Reproduzir do estado das 5-18


partições
Trata-se de uma função que pode ser ativada por telefone e por teclado.
O utilizador, ativando o respetivo atalho durante uma comunicação telefónica com a
central ou ativando o atalho a partir de um teclado com funções de voz, pode ouvir o
estado de armamento/desarmamento das partições. A central irá reproduzir as
mensagens de voz relativas ao estado de todas as partições que pertencem ao código
inserido.
Se o atalho for ativado num teclado, a central irá reproduzir o estado das partições que Nota
pertencem ao código sem considerar as partições às quais o teclado pertence.

O instalador deve programar o atalho nº 17 no código que deve realizar esta operação
em uma das teclas , ..., ou numéricos relativos ao código.

Pelo telefone
Inserir o PIN de um código habilitado no telefone seguido de “#” e pressionar a tecla
(de “0” a “9”) que o instalador programou para ativar o atalho tipo “Estado partições”
(atalho nº 17). A central irá reproduzir sequencialmente a descrição da partição e o
relativo estado de inserção; isto para cada uma das partições às quais pertence o
código.
Pressionando a tecla “*” regressa-se ao menu principal no qual serão reproduzidas
todas as mensagens relativas aos atalhos disponíveis para o código autenticado.

Através do Teclado
Depois de ter inserido o código de utilizador, pressionar a tecla correspondente ao
atalho "Estado de partições" (atalho nº17). O teclado irá reproduzir sequencialmente a
descrição da partição e o relativo estado de armamento; isto para cada uma das
partições às quais pertence o código.

Uso do telefone 5-19


Telefonemas da central 5-19-1
ao utilizador
O instalador concorda com os utilizadores os eventos em relação aos quais a central
deve realizar chamadas de voz. Quando se verifica um destes eventos a central realiza
as chamadas vocais para os números programados através dos quais os utilizadores
ouvem a sequência das mensagens programadas.
Enquanto ouve o utilizador pode:
• pressionando a tecla “*” do teclado do telefone pode passar à mensagem seguinte
eventualmente em espera, ou, se não houverem mais mensagens, terminar a
chamada com resultado positivo.
• inserindo o PIN no teclado do telefone seguido pela tecla “#”, aceder aos atalhos
programados para o código; a central reproduz uma guia de voz que associa as
teclas telefónicas aos atalhos disponíveis. Ativa-se o atalho desejado pressionando a
tecla indicada pela guia de voz.

Telefonemas do utilizador para 5-19-2


a central
Se na central estiver ativada a função "Atendedor" (ver parágrafo 5-4 Ativações) o
utilizador pode chamar a central utilizando qualquer telefone para emitir comandos (ver
parágrafo 3-2 Atalho no código) e fazer a reprodução do ambiente (ver parágrafo 5-17
Reproduzir do ambiente).
1. Telefonar para a central.
2. A central responde depois de ter reconhecido o número de toques predefinido e
reproduz a mensagem nº 216 - “Inserir o código de utilizador seguido por #”.
3. Inserir o PIN e pressionar “#”.
4. A central reproduz um guia de voz que associa as teclas telefónicas aos atalhos
disponíveis.
5. Ativar o atalho desejado pressionando a tecla indicada pela guia de voz.
Se a central estiver equipada com comunicador GSM Nexus é também possível emitir
comandos para a central telefonando para o número do cartão SIM inserido no

48 Utilização do sistema
Manual de utilização

dispositivo. Se previsto pela programação, o utilizador recebe um SMS ou um toque do


comunicador Nexus como confirmação da execução do comando.

SMS da central ao 5-19-3


utilizador
Se a central SmartLiving estiver equipada com comunicador GSM Nexus, o utilizador
pode receber SMS com os quais sinaliza um evento.
Quando um evento para o qual o instalador tenha programado uma adequada
programação se verificar ou restabelecer, a central envia um SMS de notificação aos
números programados.

SMS do utilizador para 5-19-4


a central
Se a central SmartLiving estiver equipada com comunicador GSM Nexus, o utilizador
pode emitir comandos para a central telefonando para o número do cartão SIM inserido
no dispositivo.
O SMS de comando deve ser composto com a seguinte formatação:
<xxxxxx> <Texto SMS>
onde:
• <xxxxxx> é o PIN de um código de utilizador da central
• Depois do PIN é necessário adicionar um espaço vazio
• <Texto SMS> é a identificação do comando; este parâmetro deve ser fornecido pelo
instalador ao utilizador.
Se previsto pela programação, o utilizador recebe um SMS ou um toque do
comunicador Nexus como confirmação da execução do comando.

A central SmartLiving é programada de default com cinco comandos: SMS DE DEFAULT


• Pedido do crédito residual do cartão SIM inserido no Nexus
Se o utilizador enviar a seguinte SMS:
<xxxxxx> CREDIT
onde <xxxxxx> é o código do utilizador, será recebido como resposta um SMS que
indica o saldo restante.
• Pedido do estado do comunicador Nexus
Se o utilizador enviar a seguinte SMS:
<xxxxxx> STATUS
onde <xxxxxx> é o código do utilizador, será recebido como resposta um SMS que
contém:
•• o nome do dispositivo com a revisão do firmware
•• o nome do gestor de rede GSM
•• o nível do sinal GSM
•• o estado de tamper do dispositivo
•• o estado do BUS
•• o saldo restante
• Desativação (com os comandos “ESC” ou “EXC”) ou ativação (com o comando “INC”)
das zonas da central
Se o utilizador enviar a seguinte SMS:
<xxxxxx> EXC <descrição da zona>
onde:
•• <xxxxxx> é o PIN de um código de utilizador da central, seguido por um espaço
vazio
•• “EXC” (ou “ESC” ou “INC”) é o comando a realizar na zona, seguido por um
espaço
•• <descrição da zona> é o nome da zona que se deseja desativar ou ativar

Teclas função Alien 5-20


O interface de utilizador dos teclados Alien, assim como aquele do web server da placa
de rede SmartLAN/G e aquela da aplicação AlienMobile apresenta-se como um menu de
teclas função. As teclas são exibidas através de ícones que ativam a respetiva função
com um toque do utilizador sobre elas no caso dos teclados Alien e da aplicação
AlienMobile, ou com um clique do mouse no caso da interface web.
na tabela abaixo fornecemos uma descrição das teclas-função do menu presentes na
home page. No caso do teclado Alien/S, a home page coincide com a página que é
exibida quando o utilizador não ativou nenhuma função ou aplicação ou não tocou no

Utilização do sistema 49
Centrali anti-intrusione

ecrã, pelo menos, nos últimos 45 segundos. Estas teclas coincidem com aquelas
sempre presentes na secção à direita do ecrã do Alien/G.
Algumas destas teclas ativam a sua função depois da emissão de um código de
utilizador que abre uma sessão que se fecha pressionando a tecla "Sair" no alto à
direita da home page ou depois de 45 segundos de inutilização do teclado.
No caso de interface web e da aplicação AlienMobile, esta página é exibida depois do
acesso do utilizador inserindo os dados necessários para o login.

Tabela 5-3: Menu Alien


Função
ícone / tecla
Teclados Alien Interface web AlienMobile
Acede-se a uma secção onde estão listados os cenários programados a ativar.
Nenhum código pedido para o acesso.
Consultar parágrafo 5-2 Armamentos e desarmamentos das partições.
Cenários
A ativação dos cenários pode pedir o código depen- O código é pedido se não for salvo no
/ interior da aplicação na seção “Confi-
dendo da programação. gurações - Central”.
Acede-se a uma secção onde estão listadas as saídas a ativar.
Consultar parágrafo 5-6 Ativação das saídas.
As saídas são divididas em duas secções:
COMAN- • “Domótica”, saídas para a gestão da habitação O código é pedido se não for salvo no
DOS interior da aplicação na seção “Confi-
Nenhum código pedido. /
• "Intrusão", saídas programadas pelo sistema gurações - Central”.
anti-intrusão. Disponível apenas para AlienMobile+
Código do utilizador pedido.
Acede-se a uma secção na qual é possível ver e modificar o estado das partes do sistema anti-intrusão:
• "Partições", onde é possível ativar e ver o estado das partições e alterar o seu estado de armamento.
• "Zonas", onde é possível ver o estado das zonas e modificar a sua ativação.
• “Registo eventos”, onde é possível ver o registo eventos.
Consultar nos parágrafos 5-1, 5-2 e 5-5.
• Na secção "Partições" é possível fazer um reset da memória de alarme
INTRUSÃO da partição.
• Depois do acesso à secção “Registo eventos” é necessário indicar o
número de eventos a ver.
Pedido de código do utilizador.
Disponível também a secção "Tem-
porizador" na qual são mostrados o O código é pedido se não for salvo no
temporizador e o seu estado. interior da aplicação na seção “Confi-
gurações - Central”.
Consultar parágrafo 5-5 Vista.
Acede-se a duas secções:
• "Ações", onde estão listados os comandos de
central em caso de alarmes e sabotagens ou
pedidos de teleassistência e tempo extra.
MENU Consultar os parágrafos 5-1, 5-11, 5-12 e 5-14. Não presente. Não presente.
• "Ativações", onde é possível ver e habilitar as
ativações descritas em parágrafo 5-4 Ativações.
Pedido de código do utilizador.
Acede-se a duas secções:
• “Tempo real”, onde são listadas Acede-se a uma secção na qual são lis-
as câmaras configuradas tadas as câmaras configuradas na sec-
• “Registos”, onde é possível ver ção “Configurações” de AlienMobile.
CÂMARAS Não presente. as sequências de imagens Consultar parágrafo 5-26 Acesso às
gravadas depois da ocorrência câmaras.
de eventos
Disponível apenas para AlienMobile+
Consultar parágrafo 5-26 Acesso às
câmaras.

50 Utilização do sistema
Manual de utilização

Tabela 5-3: Menu Alien


Função
ícone / tecla
Teclados Alien Interface web AlienMobile
Acede-se às secções para as configurações do
teclado e da central SmartLiving:
• “Alien”, onde estão disponíveis as informações e
as definições do teclado Alien que se está a usar.
São mostrados o modelo, a revisão do firmware, É possível aceder às seguintes sec-
o endereço do teclado e do leitor integrado. Acede-se a uma secção na qual é ções:
Além disso o utilizador pode modificar a possível: • “Gerais” onde é possível modificar
modalidade de exibição do ecrã modificando o • definir o idioma da interface as configurações da aplicação
valor dos parâmetros disponíveis pressionando web AlienMobile
nas respetivas teclas + e -. • selecionar a home page da • “Centrais” onde é possível
Consultar parágrafo 5-8 Ajustes do teclado. interface web, entre a página configurar a central SmartLiving a
• “Data/Hora”, “Mudar PIN”, “Telefone números”, do menu e a primeira página acoplar à página da home page em
CONFIGU- secções para a gestão da data e da hora da gráfica curso
RAÇÕES central, do PIN dos utilizadores e dos números • fazer um teste de envio de • “Câmaras” para configurar as
de telefone em memória. email da SmartLAN para um câmaras exibidas na secção
Consultar os parágrafos 5-7, 5-9 e 5-10. destinatário a indicar “Câmaras”
• "Instalador", secção onde o instalador pode • atualizar a interface web • “Ajuda” para a visualização da guia
aceder ao seu menu, fazendo entrar a central parra o utilizador.
em modalidade de programação. • abrir uma legenda que mostra
o significado dos ícones Consultar parágrafo 5-22 Uso da apli-
• “Ver. Joy”, secção na qual é possível operar o utilizados pela interface web cação AlienMobile e parágrafo 5-26
teclado Alien como se fosse um teclado Joy. Acesso às câmaras.
Pressionar o botão ALIEN para regressar à
modalidade padrão.
Pedido de código do utilizador.
Código de instalador pedido para "Instalador".
Acede-se a uma secção na qual é possível ver partes do sistema:
• Lista das falhas em curso
• Tensão de alimentação da central
SISTEMA • Informações sobre a placa de comunicação GSM
Consultar parágrafo 5-5 Vista.
Pedido de código do utilizador. /
Acede-se às aplicações do teclado Alien:
• “Photo frame”, aplicação que aciona a exibição
em sequência dos ficheiros de imagens
presentes na SD-card inserida (ver parágrafo 5-
23 Photo frame).
• "Funções de voz", acede-se a uma secção onde
é possível ativar as funções da placa de voz da
central a função "intercomunicador". Consultar
parágrafo 5-3 Caixa de voz e função
APPS intercomunicador. Não presente. Não presente.
• “Mapas”, para o acesso aos sistemas graças à
utilização de mapas gráficos (ver parágrafo 5-24
Mapas gráficos).
• “Despertadores”,
• “Lembrete”, aplicações para a programação e a
ativação de sinalizações acústicas e popup a
partir do teclado Alien (ver parágrafo 5-25
Despertadores e lembretes).
Nenhum código pedido.
Secção para o acesso remoto a um
teclado.
TECLADO Não presente. Não presente.
Consultar parágrafo 5-21-2 Acesso
e uso da interface web.
Acede-se à seção que permite o envio
e a configuração dos comados por
SMS.
O código do utilizador será pedido se
não tiver sido salvado no interior da
aplicação na seção “Configurações -
Central”.
SMS Não presente. Per poter usufruire di questa sezione è
necessario avere la scheda di comuni-
cazione GSM Nexus installata in cen-
trale, ma non è necessario che questa
sia collegata alla rete internet.
Disponível apenas para AlienMobile+
Consultar parágrafo 5-22-1 Comandos
de mensagem SMS.
Acede-se a uma lista de teclados confi-
Acede-se às secções para a função termóstato. gurados com função termóstato.
Não presente.
CLIMA Nenhum código pedido.
Disponível apenas para AlienMobile+
Consultar parágrafo 5-13 Termóstato.
Acede-se ao sistema graças ao uso
Secção presente no interior de “Apps”. de mapas gráficos.
MAPAS Não presente.
Consultar parágrafo 5-24 Mapas gráficos.

Utilização do sistema 51
Centrali anti-intrusione

Uso da SmartLAN/G 5-21


e-mail 5-21-1
O e-mail que um utilizador recebe da SmartLAN/G perante um evento pode ser
completamente programado pelo instalador em todas as suas partes.
Em baixo é dado um exemplo de um e-mail associado ao evento "Código válido".

Tabela 5-4: Parâmetros e-mail


Parâmetro Exemplo
É composto por uma frase, definida pelo insta-
Central SmartLiving
Assunto [Código válido ] lador, à qual é acrescentado, entre parêntesis
retos, o evento associado ao e-mail.
Remetente SmartLAN@inim.biz
Destinatá- user1@inim.biz, Parâmetros configuráveis pelo instalador
rios user2@inim.biz
---------------------
01/04/2016 18:23:00
Código válido A primeira parte do corpo do e-mail indica a
CÓDIGO 001 data e a hora na qual foi registado o evento e o
registo do evento com todas as indicações
TECL. 005 anexadas.
[PARTIÇÃO 001]
Corpo ---------------------
Foi registado um
acesso com um
código de utilizador Texto opcional. A este podem ser acrescenta-
válido. dos os links para o websites ou endereços IP.
http://www.inim.biz
Anexo piantina.pdf Documento/ficheiro enviado com o e-mail.

Acesso e uso da 5-21-2


interface web
A segurança da conexão por computador é garantida pela criptografia integrada. Para
dispositivos móveis a conexão segura é garantida pelo protocolo SSl utilizado para
conexões HTTPS.

Em seguida é descrito o procedimento de acesso à interface para a administração LOGIN


remota da central.

1. Escrever o endereço IP da central na barra de navegação do browser.


Se se deseja utilizar o protocolo HTTPS basta adicionar a letra “s” ao prefixo
“http” (por exemplo “http://192.168.1.92” torna-se “https://192.168.1.92”).
2. A este ponto a central mostra a página de acesso na qual inserir os seguintes
parâmetros (fornecidos pelo instalador):
- Username
- Password
- Code (código de utilizador válido para a central)
Se se Digite código do instalador, este será aceitado apenas se estiver
ativada a teleassistência (parágrafo 5-4 Ativações).
3. Pressionar o botão “Login” para realizar a conexão.
O acesso não é autorizado nos seguintes casos:
• o PIN inserido não é reconhecido
• o código inserido não pertence a nenhuma partição
• o código inserido não está ativo
• o código está submetido a um temporizador e o temporizador está em OFF
• a opção "Acesso Internet" da secção do menu de utilizador "Ativações" não está
habilitada

Se a conexão tiver sucesso o browser irá mostrar a página inicial da interface web onde MENU
está disponível o menu principal. Este menu apresenta as teclas função listadas em
Tabela 5-3: Menu Alien.

Para a navegação entre as várias secções indicadas acima, além das teclas da página NAVEGAÇÃO
inicial estão disponíveis as seguintes teclas:
• HOME, tecla presente na barra inferior à direita que faz com que seja exibida a
página inicial

52 Utilização do sistema
Manual de utilização

• MENU, tecla presente na barra inferior à direita que faz aparecer no canto em cima
à esquerda do monitor uma lista de teclas/ligações às secções da interface web e a
tecla de logout
• LOGOUT, tecla presente na lista "MENU" que executa o logout do utilizador e leva
para a pagina com os campos necessários para o login
No final da consulta da interface web recomenda-se de fechar a sessão aberta ao login ATTENZIONE!
com a operação de "logout" para evitar eventuais acessos ao sistema não autorizados a
partir do mesmo browser.

No interior de cada secção é sempre visível na barra inferior a revisão do firmware e o INFORMAÇÕES
tipo de central SmartLiving juntamente com o cenário de insersão em curso.

No interior da secção “Teclados” é reproduzido um dos teclados associados à central TECLADOS


SmartLiving. Através desta secção é possível utilizar este teclado remotamente com a
reprodução dos botões, do ecrã e dos LEDs, tendo deste modo acesso ao sistema.
Aos botões do teclado (descritos no parágrafo 2-3-2 Uso das teclas) adicionam-se:

• , para aceder à página principal da interface web

• , tecla que abre uma janela para selecionar o teclado a reproduzir entre
aqueles ligados à central

Uso da aplicação 5-22


AlienMobile
A aplicação AlienMobile pode ser utilizada pelos utilizadores das centrais SmartLiving LIGAÇÃO INTERNET
que têm disponível uma ligação à internet.
Uma vez descarregado e instalado no tablet ou smartphone, o utilizador pode inserir os
parâmetros de ligação, fornecidos pelo instalador, na secção "Ajustes - Centrais" da
aplicação (ver Tabela 5-3: Menu Alien).
• Endereço IP e porta de conexão da central
• Dados do utilizador (nome de usuário, senha e código de utilizador)
• Tipo de placa SmartLAN usada para o acesso à web

Se pedido pelo utilizador, na secção "Ajustes - Gerais" da aplicação (ver Tabela 5-3: PASSWORD
Menu Alien) é possível inserir uma password que será pedida pela aplicação a cada
inicialização se estiver habilitada a opção "Pedir password".

Uma vez inicializada a aplicação e inserida a password, a página inicial mostra o menu MENU
com as teclas função listadas em Tabela 5-3: Menu Alien referida à primeira central
configurada.

Tabela 5-5: AlienMobile - home page


A Revisão do firmware, tipo e descrição da central SmartLiving.
Ícone do tipo de conexão móvel: A B

B • conexão de dados

• wifi
Secção para as funções ativas, com as teclas para o acesso à aplicação
e ao sistema SmartLiving.
C
Na home page da (na figura) são fornecidas as teclas função indicadas
na Tabela 5-3: Menu Alien.
D C D
D Botões para o deslizamento das páginas.
Botão para reinicializar uma leitura do estado de inserção da central
E (apenas AlienMobile+) e sequência de caracteres que indica o cenário
em curso.
Indicadores da página (apenas AlienMobile+).
Caso se encontre dentro de uma secção, neste ponto aparecem apare-
F cem as seguintes teclas:
• Voltar Tecla que permite retornar ao passo anterior àquele em E F
curso da função ativa.
• Casa Tecla que permite regressar diretamente à home page.

Tocando nos botões de deslizamento, ou então utilizando o gesto swipe para a direita
ou para a esquerda, é possível navegar entre as várias páginas, cada uma delas
dedicada a uma diferente central SmartLiving configurada.

Utilização do sistema 53
Centrali anti-intrusione

É possível inserir uma nova página para configurar uma nova central pressionando na ADICIONAR E ELIMINAR
tecla de deslizamento direito além da última central configurada e confirmar o pedido. UMA CENTRAL
É possível configurar até um máximo de 5 centrais (para AlienMobile+, para AlienMobile
é permitida uma só central).
Para eliminar uma página tocar o ecrã de baixo para cima (utilizar o gesto swipe para
cima) e em seguida confirmar o pedido.
De outro modo é possível ir à respectiva secção “Configurações - Central” e pressionar o
botão Eliminar.

Comandos de 5-22-1
mensagem SMS
A placa Nexus permite à central de efetuar aões após um comando enviado pelo
utilizador via GSM, em modo especial através de SMS.
Sempre que o utilizador o pedir, através do envio de um SMS de comando
adequadamente formatado para o número de telefone da SIM inserida no Nexus, a
central pode executar atalhos, forçar a ativação de um evento e sinalizar a confirmação
da execução do comando.
A aplicação AlienMobile+ dispõe da seção “SMS” cque permite o envio de comandos
através de SMS programados na central.
Esta seção da aplicação é utilizada pelo utilizador também com centrais que não estão
ligadas à rede internet.
Acedendo a esta seção, visualiza-se a lista dos comandos por SMS programados, que
foram inseridos no smartphone em uso.
Sao disponíveis os seguintes botões:
• ENVIAR, botão para o envio da relativa mensagem SMS à central, e portanto à
ativação do comando relacionado.
• Acrescentar, botão para acrescentar à lista um SMS de comando.
Uma vez pressionado, aparece uma janela com as seguintes linhas que devem ser
inseridas:
•• “Descrição”, linha que pode ser modificada a gosto pelo utilizador.
•• “Texto comando”, linha que deve ser coerente com quanto programado na
central.
• Sincronizar, botão que permite salvar automaticamente no smartphone em uso
todos os comandos por SMS programados na central.
• Número Nexus, botão para a introdução do número de telefone da placa GSM na
central.

Photo frame 5-23


“Photo frame” é uma aplicação dos teclados Alien que inicia a exibição sequencial dos
ficheiros de imagens.
Estes ficheiros devem estar colocados na pasta "images" que deve estar presente na
raiz do micro SD card inserido na especifica ranhura do teclado Alien. Além disso os
formatos de ficheiros exibidos são: JPG, GIF e BMP.
Para uma exibição ideal recomenda-se de manter as dimensões de cada um dos ficheiros dentro Nota
de 500 kbytes.

Existem dois modos para inicializar o photo frame:

• A partir do teclado Alien aceder à secção "Apps" pressionando o botão e em


seguida pressionar o botão “Photo frame”.
• Automaticamente, se o valor definido para o parâmetro "Espera foto" for diferente
de "Não ativo".
Para modificar este parâmetro, juntamente com os outros do teclado Alien e da
aplicação, aceder à secção “Ajustes” pressionando o botão , inserir o código de
utilizador e depois aceder à secção “Alien” (ver parágrafo 5-8 Ajustes do teclado).
Uma vez inicializada, a exibição interrompe-se tocando no ecrã, regressando à home
page.

54 Utilização do sistema
Manual de utilização

Mapas gráficos 5-24


SmartLiving oferece funções de supervisão baseadas em mapas gráficos aos quais o
utilizador tem acesso através de um teclado Alien ou interface web.
Os mapas gráficos estão ligados entre si através de uma estrutura em árvore que
permite ver o estado do sistema de segurança em todas as suas partes e pode interagir
com este através dos ícones indicados.
O teclado Alien pode gerir até 10 mapas (se tem uma revisão inferior à 2.00 pode gerir
até um máximo de 5 mapas) e a interface web até 20 mapas. Em cada mapa é possível
inserir um máximo de 20 objetos/botões representados por ícones.
O tipo de ícone utilizado e a sua função como botão padrão é descrita na tabela em
baixo. É de qualquer modo possível em fase de programação mudar estas funções,
assim como é possível acoplar a cada ícone a uma sequência de caracteres descritiva e
utilizar também ícones personalizados.
O funcionamento dos mapas gráficos é condicionado pela inserção da placa micro-SD. Nota
Se esta não estiver presente, a tecla MAPAS mostra também a escrita “no SD-card” e a aplicação
não se inicializa.

Tabela 5-6: Ícones padrão dos mapas gráficos


Assunto Ícone Botão Assunto Ícone Botão

Ligação à home page Cenário ativo /


da Alien
Conexão Cenário
Ligação a um outro Cenário desati- Após o pedido de um código
mapa vado válido, ativa o cenário

Área inserida em Cenário ativo


modalidade total
Avarias Acede-se à secção para a exibi-
em curso ção das avarias
Área inserida em
Cenário desati-
modalidade par- vado
cial

Após o pedido de um
Área inserida em código válido, apa- Termóstato desa-
Partição modalidade ins- rece uma janela para tivado
tântanea escolher o estado de
inserção a ativar.
Termóstato confi-
Área desinserida gurado em moda-
lidade manual

Memória de Termóstato confi-


alarme/sabota- Termós- gurado em moda- Acede-se à secção para a gestão
gem da área tato lidade diária do termóstato de um teclado

Zona em curto-
circuito / sabota-
Termóstato confi-
gem gurado em moda-
Memória de
alarme/sabota- lidade semanal
gem da zona

Zona em estado Termóstato confi-


gurado em moda-
de repouso lidade antigelo
Após um pedido de
Zona um código válido, a
zona muda o estado Após o pedido de um código
de ativação Restabe- válido, desativa imediatamente
Zona em estado leci- as saídas relativas aos eventos
de alarme mento de alarme e sabotagem e elimina
áreas a memória dos alarmes e sabo-
tagem
Após o pedido de um código
Zona desativada / Elimina válido, elimina completamente a
sequência de chamadas e inter-
excluída chamadas rompe a eventual chamada em
curso

Utilização do sistema 55
Centrali anti-intrusione

Tabela 5-6: Ícones padrão dos mapas gráficos


Assunto Ícone Botão Assunto Ícone Botão
Após o pedido de um código
válido, desativa imediatamente
Parar as saídas relativas aos eventos
Saída ativada
alarmes de alarme e violação de zona e
área e aos eventos de violação
Saída A saída muda o de sistema.
estado de ativação
Ver Após o pedido de um código
Saída desativada registo de válido, acede-se ao registo de
eventos eventos

Despertadores e lembretes 5-25


Os teclados Alien dispõem de aplicações que permitem ao utilizador a gestão de
eventos que à ocorrência ativam uma sinalização tanto acústica como visual, em forma
de pop-ups no ecrã.
Os eventos de despertar e lembrete, a sua programação ou ativação, não implicam alguma Nota
consequência na programação ou no regular funcionamento da central SmartLiving e dos seus
periféricos.

As secções “Despertadores” e “Lembrete” da secção “Apps” permitem aceder a listas


onde estão acessíveis todos os eventos e para cada um estão disponíveis os botões de
ativação (ON, OFF) e a programação (SET).
Para cada evento é possível configurar:
• descrição
• dia da semana, tocando no respetivo botão na parte superior da secção “Quando”
• horário, modificando o campo selecionado com as setas
Para os eventos de tipo “lembrete” é possível programar também:
• texto adicional
• dia da semana ou em alternativa uma data específica, na parte inferior da secção
“Quando”
• um segundo horário, na secção “Quando”, tocando a tecla Horário 1
• se programada uma data específica é possível configurar uma periodicidade, na
parte inferior da secção "Quando" e os intervalos tocando na tecla OFF até obter o
valor desejado
• som e imagem combinados à ocorrência do lembrete
Tocando na tecla “Despertadores” ou “Lembrete” durante pelo menos 5 segundos,
eliminam-se todas as programações da respetiva secção.
À ocorrência do evento adequadamente programado e ativado, aparece uma janela
semelhante aquela aqui representada. A tecla OFF desativa a sinalização, enquanto que
a tecla SNOOZE remete-a para dali a 5 minutos.

56 Utilização do sistema
Manual de utilização

Acesso às câmaras 5-26


O utilizador tem acesso à exibição das recolhas de imagens das câmaras IP através de
uma interface Alien, assim como através de um web browser, aplicação AlienMobile
(versão “AlienMobile+”) ou teclado.

A partir da Mapas gráficos


O acesso aos mapas gráficas permite ver diretamente no ecrã ou no vídeo do objeto
"câmara".
Em relação a este objeto aparece uma janela (com tamanho previsto pelo
programador) que reproduz a recolhas de imagens das câmaras em tempo real.
O tipo de recolhas de imagens reproduzidas (imagens em sequência ou vídeo) depende
do tipo e da marca da câmara.

A partir do teclado Alien aceder à secção "Apps" pressionando o botão e depois o


botão "Mapas".
Do web browser, aceder à secção “Mapas gráficos”.
Uma vez lá dentro, navegar através da estrutura em árvore até chegar ao mapa no qual
é reproduzida a câmara.

A partir da Web
Aceder à secção "Câmaras".
Estão disponíveis duas secções:
• “Tempo real”, onde são exibidas as câmaras configuradas e as respetivas recolhas de
imagens em tempo real.
A cada câmara corresponde um quadro que reproduz:
•• informações sobre a câmara (descrição, marca, hora, data, etc.)
•• imagem recolhida em tempo real
•• botão Imagens, que permite ver exclusivamente as recolhas de imagens através
de uma sequência de imagens individuais
•• botão Vídeo, que permite ver exclusivamente as recolhas de imagens em
formato vídeo
• “Gravações”, onde é possível ver os quadros com as imagens gravadas após a
ocorrência de eventos (adequadamente programados).
Cada quadro reproduz:
•• informações sobre o evento que ativou a gravação (descrição, hora, data)
•• imagem inicial da sequência de imagens gravada
•• botão Visualizar, que permite ver exclusivamente a recolha de imagens da
câmara (sequência de imagens que precedem ou seguem o momento da
ocorrência do evento)
Conforme o tipo e a marca da câmara é possível ver e utilizar os comandos de controlo
da objetiva (PTZ) ou selecionar uma das pré.configurações para a exibição ou utilização
da câmara.

A partir de AlienMobile
Através da aplicação AlienMobile+ o utilizador pode não só ter acesso às recolhas de
imagens das câmaras como pode também adicionar ou configurar câmaras às quais ter
acesso.
Cada câmara pode ser configurada ou adicionada às já disponíveis através da secção
"Configurações, Câmaras".
Aqui é possível escolher a câmara movendo-se entre as páginas correspondentes
através das teclas seta direita/esquerda ou adicionar uma nova câmara pressionando a
seta direita depois da última câmara configurada.
No interior da página exibida é possível escolher o tipo de câmara e modificar uma série
de parâmetros que varia conforme o tipo e a marca da câmara.
É necessário pressionar o botão Salvar para que as modificações sejam validadas.
A secção “Câmaras” da home page mostra a lista das câmaras inseridas.
É possível aceder diretamente a uma das câmaras configuradas ou tocando a respetiva
tecla Ver, ou tocando primeiro a tecla (que permite uma visão simultânea das
recolhas de imagens de todas as câmaras configuradas) e depois tocando no quadro
correspondente.
Uma vez acedido à câmara é possível ver as recolhas de imagens efetuadas em tempo
real e interagir com as funções da câmara permitidas pelo tipo e marca da câmara.

Utilização do sistema 57
Centrali anti-intrusione

Apêndice A

GLOSSÁRIO

É o conjunto de chamadas em fila para a ativação ou restabelecimento de um evento. AÇÃO TELEFÓNICA


Reconhecimento de um evento de intrusão não autorizado. Mais em geral é uma condição de ALARME
ativação de um sensor.
Espaço a proteger. ÁREA
Geralmente identificar o espaço total da instalação do sistema anti-intrusão. Por exemplo um
apartamento ou um edifício.
Operação realizada pelo utilizador em uma ou mais partições. Mais em geral, indica também o ARMAMENTO/
estado das partições. Quando uma partição está inserida, geralmente as zonas pertencente a ela
estão habilitadas para gerar alarmes. Quando uma partição está desarmada, as zonas DESARMAMENTO
pertencente a ela estão habilitadas para gerar alarmes. Tamper são geradas também em
partições desarmadas.
Função que pode ser habilitada ou desabilitada pelo utilizador de cada uma das partições. ARMAMENTOS
Se em uma partição o autoarmamento está habilitado e se a essa partição está associado um AUTOMÁTICOS
temporizador, então a partição será armada/desarmada automaticamente em conformidade com
os horários de ON/OFF configurados no temporizador.
Os atalhos são funções da central que, com uma única ativação efetuam determinadas operações ATALHOS
que, de outro modo, necessitariam de uma série de ativações.
Podem ser ativados pelo utilizador (nos teclados, nos códigos digitados no teclado ou
remotamente via telefone, nos leitores, nas chaves) ou pela ocorrência (ativação) de um evento.
A função "atendedor", se habilitada pelo utilizador, permite à central de atender uma chamada ATENDEDOR
em chegada:depois de um número de toques predefinido, a central ocupa a linha telefónica e
reproduz uma mensagem de voz.
Durante a reprodução da mensagem quem estiver a telefonar pode inserir o PIN de um código de
utilizador e aceder às funções às quais está habilitado.
Condição de mau funcionamento de algumas partes do sistema. AVARIA
Algumas falhas podem causar uma grave deterioração do desempenho do sistema. Falhas típicas
são a falta de tensão de rede (230V a.c.), a falta da linha telefónica, a bateria descarregada.
É a fonte de alimentação elétrica de reserva do sistema que intervém em caso de falta da fonte BATERIA DE RESERVA
de alimentação principal.
Se estiver instalada a placa SmartLogos30M, para cada teclado com funções vocais presente na CAIXA DE VOZ
configuração do sistema será possível gravar uma mensagem de voz através do teclado. O
utilizador pode gravar, ouvir, eliminar esta mensagem conforme desejarem e quantas vezes
quiserem.
Uma câmara é um dispositivo eletrónico para a aquisição de imagens bidimensionais em sequência. É CÂMARA IP
parte de um sistema de televigilância supervisionado por uma central anti-intrusão.
A câmara IP (ou “webcam”) envia as imagens recolhidas para um endereço URL, para a visão direta
ou a gravação de imagens ou vídeo.
Configuração das modalidades de armamento pedidas para cada uma das partições do sistema. CENÁRIO
Dispositivo portátil (cartão ou tag) fornecido ao utilizador para a gestão do sistema de alarme. CHAVE
A chave deve ser aproximada aos leitores para ser identificada e, em seguida, dar ao utilizador a
possibilidade de escolher a operação desejada.
Cada chave é caracterizada por:
• Um código numérico único de 4 mil milhões de combinações.
• Uma descrição para a identificação (normalmente com um nome, por exemplo "chave do
Carlos") do titular da chave.
• O conjunto das partições de pertença para autorizar a chave a operar apenas nas partições a
ela atribuídas (por exemplo para armar e desarmar).
• Um conjunto de parâmetros adicionais para habilitar seletivamente a chave apenas para as
funções a ela atribuídas (por exemplo, uma chave pode ativar ou desativar uma saída mas
pode ser usada apenas em um determinado período do dia).
Identificação pessoal constituído por um PIN de 4, 5 ou 6 cifras numéricas associado a uma CÓDIGO
pessoa para a gestão, por várias razões, do sistema de segurança.
A cada um dos códigos é possível associar autorizações e/ou habilitações para o acesso às várias
funções do sistema.
Os principais tipos de código são:
• Código do instalador:associado ao instalador do sistema de segurança
• Código de utilizador:associado ao utilizador final do sistema de segurança

58 Glossário
Manual de utilização

O código do instalador é, geralmente, caracterizado pelo PIN (de 4, 5 ou 6 cifras numéricas) e CÓDIGO DO
através dele o instalador, digitando-o em um teclado ou configurando-o no software e com todas
as partições desarmadas, tem acesso ao menu de programação para controlar e modificar todos INSTALADOR
os parâmetros do sistema.
O código do utilizador é caracterizado por: CÓDIGO UTIL.
• Um PIN (de 4, 5 ou 6 cifras) necessário para ser reconhecido pelo sistema.
• Uma descrição para a identificação (normalmente com um nome, por exemplo "Utilizador
Carlos") do titular da chave.
• O conjunto das partições de pertença para autorizar o código a operar apenas nas partições a
ele atribuídas (por exemplo para armar e desarmar).
• Um conjunto de parâmetros adicionais para habilitar seletivamente o código apenas para as
funções a ele atribuídas (por exemplo um código pode estar habilitado para permitir consultar
o registo dos eventos mas não para permitir alterar a data e a hora).
• Um nível hierárquico para a modificação dos parâmetros de códigos de nível hierárquico inferior:
- Utilizador (mais baixo)
- Manager
- Master

Dispositivo que permite a uma central telefónica de realizar chamadas telefónicas na rede GSM e COMUNICADOR GSM
permite ao utilizador de interagir com a central através de SMS e chamadas telefónicas.
O contacto magnético genérico é um detetor/sensor baseado em um íman que, colocado junto ao CONTACTO MAGNÉTICO
próprio detetor, causa o fechamento mecânico de um contacto elétrico.
Um detetor ótico de fumo é um dispositivo com uma câmara de amostragem baseada no efeito DETETOR DE FUMO
da difusão da luz (efeito Tyndall) capaz de detetar a presença de alguns produtos da combustão
e portanto o aparecimento de fontes de incêndio.
O detetor, que em condições de stand-by tem um baixo consumo, em caso de alarme aumenta a
corrente absorvida sinalizando deste modo o perigo à central de controlo.
Dispositivo opcional que permite à central de enviar mensagens de voz através de chamadas DISCADOR TELEFÓNICO
telefónicas.
DE VOZ
Nas centrais SmartLiving o discador telefónico é constituído pela placa SmartLogos30M a instalar
na central.
Dispositivo que permite à central de enviar, através de chamadas telefónicas, dados codificados DISCADOR TELEFÓNICO
de acordo com adequados protocolos às centrais de televigilância equipadas com adequados
recetores. DIGITAL
Nas centrais SmartLiving está integrado o comunicador digital.
Ação explicita pedida pelo utilizador para terminar a sinalização nos LEDs vermelhos dos teclados ELIMINAR MEMÓRIAS
e leitores dos eventos seguintes:
DE ALARME/TAMPER
• alarme de zona
• tamper do terminal
• abertura ou remoção da central
• tamper dos periféricos (teclados, expansões, leitores)
• perda dos periféricos (teclados, expansões, leitores)
• chave falsa
Quando um utilizador executa a eliminação das memórias de alarme/tamper, as exibições nos
LEDs vermelhos dos teclados e dos leitores é terminada.
Estado operativo reconhecido pela central. EVENTO
Por exemplo:o alarme de um sensor, a falta de tensão da rede a.c., a falha de um fusível, o
reconhecimento de um código de utilizador, etc, são eventos reconhecidos pela central.
Cada evento (por exemplo o black-out da tensão de rede) é caracterizado por uma ativação
(quando o evento se verifica) e por um restabelecimento (quando o evento termina).
Para cada um dos eventos é possível programar, tanto na ativação do evento como no seu
restabelecimento, as seguintes ações:
• ativação de uma ou mais saídas
• envio de um ou mais e-mails
• envio de um ou mais SMS
• ativação de uma ou mais chamadas de voz
• ativação de uma ou mais chamadas digitais
Dispositivo utilizado para aumentar o número de terminais (zonas e saídas) e/ou para alcançar as EXPANSÃO
partes fisicamente mais distantes da central. As expansões estão ligadas à central através do IBUS.
É o conjunto de chamadas que a central deve realizar após as ações telefónicas. FILA DE CHAMADAS
A fila de chamadas pode ser eliminada por um utilizador habilitado.
É a fonte de alimentação elétrica principal do sistema e, tipicamente, é constituída pela tensão de FONTE DE
rede a 230V a.c. 50 Hz (110V a.c. 60Hz em alguns estados).
ALIMENTAÇÃO
É ligada ao transformador ou à fonte de alimentação switchintg (em função do modelo de
central) que fazem a redução e a regulação da tensão de alimentação do sistema e mantêm PRIMÁRIA.
carregada a bateria de reserva.
Linha de comunicação digital de alta velocidade proprietária bidirecional de 4 condutores utilizada IBUS
para ligar à central os seus periféricos (teclados, leitores, expansões, etc.).
O 4 condutores, claramente identificáveis nas suas placas das centrais e das suas expansões são:
• “+” alimentação 12 Volt
• “D” dados
• “S” dados
• “-” referência de massa

Glossário 59
Centrali anti-intrusione

Uma zona, se desativada (excluída), não gera alarmes. A ativação/desativação de uma zona INIBIÇÃO -
pode ser realizada manualmente por um utilizador ou automaticamente pela central em
condições especiais. DESATIVAÇÃO DE ZONA

Dispositivo de comando para a gestão do sistema de anti-intrusão por parte dos utilizadores. Os LEITOR
leitores estão ligados à central através do IBUS.
Através dos leitores, cada um dos utilizadores pode armar/desarmar as partições comuns ao
leitor e à chave e pode ativar o atalho (ver Atalho). Os utilizadores são identificáveis pela chave
que deve ser aproximada ao leitor para que este possa ler o seu conteúdo e autorizar as
operações. O leitor está mais limitado em relação aos teclados, mas é muito rápido e cómodo
para as operações diárias mais comuns (armamentos e desarmamentos).
Um mapa é uma representação gráfica de uma porção do espaço supervisionado pelo sistema de MAPA GRÁFICO
segurança, identificado por um ficheiro de imagem. Todo o sistema pode, portante, ser
representado por um conjunto de mapas que podem ser ligados entre si.
Em cada mapa podem ser inseridos objetos representados por ícones. Tais ícones podem mudar
de estado conforme a mudança de estado do objeto que representam e podem servir de botões
para a ativação de determinadas funções.
Um utilizador, através de um mapa gráfico, tem uma visualização da área supervisionada e a
capacidade de aceder a funções do sistema de segurança.
Um objeto pode ser:
• Partição
• Zona
• Saída
• Ligação a um mapa
• Botão
Quando se verifica um evento de: MEMÓRIA DE ALARME/
• alarme de zona TAMPER
• tamper do terminal
• abertura ou remoção da central
• tamper dos periféricos (teclados, expansões, leitores)
• perda dos periféricos (teclados, expansões, leitores)
• chave falsa
a central irá exibir nos LEDs vermelhos de teclados e leitores que um destes eventos foi
verificado e a exibição irá continuar mesmo quando todos os eventos citados estejam terminados
(memórias de alarme) com a função de colocar evidência ao utilizador que um ou mais destes
eventos ocorreu durante a sua ausência. O final da exibição deve, portanto, ser explicitamente
pedido pelo utilizador (ver eliminação de memórias).
Lista das funções disponíveis ao utilizador depois da autenticação do acesso do código em um MENU DE UTILIZADOR
teclado.
Lista dos assuntos e dos respetivos parâmetros de funcionamento da central acessíveis pelo MENU INSTALADOR
teclado.
Navegando no interior deste menu, o instalador pode modificar, controlar e verificar quase todos
os parâmetros. O acesso ao menu do instalador pode ser realizado através de um teclado, desde
que todas as partições da central estejam desarmadas, inserindo o PIN do instalador ou através
do PC utilizando o software SmartLeague.
São os estados das partições pedidas pelo utilizador. MODO DE ARMAMENTO/
Os pedidos realizados pelo utilizador podem ser: DESARMAMENTO DE
• Desarmamento, pedido à partição que esta assuma o estado de "desarmada". Neste estado
nenhuma zona pertencente à partição pode gerar alarmes. PARTIÇÃO
• Modo de armamento total, pedido à partição que esta assuma o estado de "armada em
modalidade total". Neste estado todas as zonas que pertencem à partição são habilitadas a
gerar alarmes.
• Modo de armamento parcial, pedido à partição que esta assuma o estado de "armada em
modalidade parcial". Neste estado todas as zonas que pertencem à partição, com exceção das
zonas internas, são habilitadas a gerar alarmes.
• Modo de armamento instantâneo, pedido à partição que esta assuma o estado de
"armada em modalidade instantânea". Neste estado todas as zonas que pertencem à
partição, com exceção das zonas internas, são habilitadas a gerar alarmes e é anulado o
tempo de entrada.
• Nulo, pedido à partição de alterar o seu estado.
Sinalização que pode ser associada a um estado de emergência percebido pelo utilizador e PÂNICO
sinalizado à central anti-intrusão pressionando um botão ou a ativação de um atalho.
Tal sinalização gera um evento que ativa as saídas e as chamadas programadas, mais tais
sinalizações não ativam os LEDs vermelhos nos teclados e leitores nem são exibidas nos ecrãs
dos teclados.
Conjunto, agrupamento de uma ou mais zonas. PARTIÇÃO
Uma partição identifica um conjunto de zonas que pertencem à mesma porção espacial e/ou
lógica. Por exemplo, uma partição pode conter todas as zonas que protegem o primeiro piso de
uma habitação (agrupamento espacial) ou então conter todas as zonas que protegem os portões
de acesso a um edifício (agrupamento lógico).

60 Glossário
Manual de utilização

Dispositivo que pode ser ligado à central através do IBUS. PERIFÉRICO


As centrais SmartLiving gerem os seguintes periféricos:
• Teclados (Joy, nCode/G, Concept, Alien)
• Leitores de proximidade (nBy)
• Expansões (Flex5)
• Transcetores (Air2-BS200)
• Sirenes (Ivy-B)
• Isoladores (IB100)
• Comunicador GSM (Nexus)
Porção de memória não volátil na qual a central regista, em ordem cronológica, todos os eventos REGISTO DE EVENTOS
reconhecidos, indicando:
(OU MEMÓRIA DE
• a descrição do evento e se se trata de um novo evento ou uma repetição.
• identificação sobre quem/o que causou o evento EVENTOS OU LOG)
• identificação sobre onde se verificou o evento
• data e hora do evento
O registo pode ser consultado pelo utilizador e pelo instalador.
Os eventos relacionados com as partições (alarmes de zona, alarmes de partição, armamentos,
reconhecimento de códigos e chaves, etc.) são visíveis para os utilizadores cujo o código tenha
pelo menos uma partição em comum com o assunto do evento.
Por exemplo, se um utilizador pedir de inserir algumas partições de um teclado, o registo de
eventos indicará:
• descrição do evento "Pedido de armamento"
• descrição do código e descrição das partições nas quais foi pedido o armamento
• descrição do teclado no qual o código foi instalado
• data e hora do pedido
Vigilância periódica realizada por pessoal autorizado através da inspeção das partições do local. RONDA
Ponto de saída elétrico para a ativação/desativação (por parte da Central) de um dispositivo de SAÍDA
sinalização ou acionamento consequente do reconhecimento de eventos.
Em um sistema via rádio o tempo de supervisão é o intervalo de tempo dentro do qual na central SUPERVISÃO
deve ser recebido pelo menos uma vez um sinal de sobrevivência de todos os dispositivos via rádio
(tipicamente apenas os sensores via rádio que têm posições fixas). Passado este tempo, os
dispositivos que não foram detetados são declarados desaparecidos e é gerado um evento de falha.
Reconhecimento de uma condição de grave deficiência das características funcionais do TAMPER
dispositivo violado.
(OU ALTERAÇÃO)
O reconhecimento do tamper pode ser detetado pelos sensores ligados às zonas, nos teclados,
nos leitores, na expansão, na central. Geralmente trata-se de eventos de acesso não autorizado
aos dispositivos descritos como, por exemplo, a abertura da tampa de um teclado.
Dispositivo de comando para a gestão do sistema de anti-intrusão por parte dos utilizadores. Os TECLADO
teclados estão ligados à central através do IBUS.
Através do teclado, cada um dos utilizadores pode gerir a parte do sistema constituída pelas
partições do teclado comuns às partições do código do utilizador. É possível portanto realizar
armamentos/desarmamentos de partições, controlar o estado das zonas, interromper as
sinalizações acústicas/luminosas, etc.
Serviço fornecido pelo instalador e concordado com o utilizador através do qual o instalador pode TELESSERVIÇO
ligar-se à central através de uma chamada telefónica, uma conexão GPRS ou internet para
controlar e modificar os dados de programação da central.
Serviço oferecido por empresas privadas para a vigilância de locais protegidos com sistemas TELEVIGILÂNCIA
equipados com comunicador digital ou discador telefónico.
As centrais de televigilância recebem os sinais dos sistemas de segurança através de chamadas
telefónicas e realizando as ações concordadas com o proprietário do sistema de segurança.
Expressado em minutos ou segundos, é o intervalo de tempo permitido para desarmar uma TEMPO DE ENTRADA
partição armada, depois de ter tido acesso à p´própria partição, antes que seja gerado um
alarme. (OU ATRASO DE
Cada uma das partição tem o seu tempo de entrada. ENTRADA)
Expressado em minutos, é o intervalo que antecede um autoarmamento de partição. TEMPO DE PRÉ-AVISO
Por exemplo, configurando para uma partição um tempo de pré-aviso de 5 minutos e supondo
que para aquela partição esteja programado um autoarmamento às 10:40, os teclados e os
leitores pertencentes àquela partição irão começar a soar o tempo de pré-aviso das 10:25 até às
10:30, o momento do armamento.
Cada uma das partição tem o seu tempo de pré-aviso.
Expressado em minutos ou segundos, é o intervalo de tempo permitido para sair de uma partição TEMPO DE SAÍDA
que foi armada antes que seja gerado o alarme.
(OU ATRASO DE SAÍDA)
Cada uma das partição tem o seu tempo de saída.
Função de temporização para gerir eventos e procedimentos em base horária ou diária. TEMPORIZADOR
As centrais SmartLiving gerem 10 temporizadores.
Dispositivo com módulo transmissor e recetor. TRANSMISSOR-
Em um sistema via rádio bidirecional todos os dispositivos do sistema são transmissores- RECETOR
recetores. Nos sistemas via rádio monodirecionais, por seu lado, a central está equipada com um
só módulo recetor enquanto que os dispositivos estão equipados de um só transmissor.

Glossário 61
Centrali anti-intrusione

Sistema anti-intrusão cujos dispositivos de controlo (sensores, teclados, chaves eletrónicas) não VIA RÁDIO
estão conectados à central através de cabos mas através de ondas eletromagnéticas.
Geralmente, nos sistemas via rádio, apenas a central é alimentada por uma fonte permanente
(220Va.c.) enquanto os dispositivos funcionam com baterias. A duração das baterias é um
parâmetro fundamental para o projeto e o funcionamento destes sistemas.
Aplicação software que permite ver os conteúdos web através da internet WEB BROWSER
Aplicação software que é capaz de gerir pedidos de páginas web através de um web browser WEB SERVER
A placa de rede SmartLAN/G tem um web server integrado que fornece ao browser o interface
web para a gestão e a supervisão do sistema SmartLiving.
Ponto de entrada elétrico para a deteção/controlo do sinal proveniente de um dispositivo ZONA
preparado para a deteção de intrusão.
É uma zona que, se violada, não gera imediatamente um alarme mas ativa e espera por um ZONA DE ENTRADA
período de tempo predefinido (tempo de entrada) dentro do qual a/as partições às quais a zona
pertence devem ser desarmadas. Se o tempo de entrada termina sem que seja feito o RETARDATA
desarmamento da/das partições, a zona irá gerar um alarme.
Por exemplo, a zona que controla a porta de entrada de um apartamento é geralmente uma zona
retardata de entrada, ou seja, assim que foi violada ativa o tempo de entrada dentro do qual a
partição deve ser desarmada.
Zona que protege um ponto de acesso ao local, a partir do exterior do próprio local. ZONA DE PERÍMETRO
Geralmente as zonas de perímetro são as janelas e portas de acesso direto. Por exemplo, as
janelas e o portão de entrada de um apartamento são zonas de perímetro.
É uma zona que, se violada durante o tempo de saída, não gera um alarme. (Ver tempo de saída). ZONA DE SAÍDA
Por exemplo, a zona que controla a porta de entrada de um apartamento é geralmente uma zona RETARDATA
de saída retardata; o armamento da partição à qual a zona pertence determina a ativação do
tempo de saída dentro do qual a partição deve ser evacuada. Se durante este tempo forem
violadas as zonas de saída atrasa, estas não irão gerar alarmes para permitir aos seus ocupantes
de sair da partição armada.
Zona que protege o interior do local. ZONA INTERNA
Por exemplo, as zonas internas de um escritório são as zonas que protegem as várias salas e/ou
as portas de acesso a elas.
Se uma das partições à qual pertence uma zona interna estiver armada em modalidade parcial
ou instantânea, a zona não gera alarmes se violada.
É uma zona que, mesmo estando nas condições de gerar um alarme, não ativa as sinalizações ZONA TESTE
luminosas nem as saídas programadas, mas apenas faz a gravação do evento na memória.
A opção "Teste" é definida pelo instalador para controlar uma zona que não garante um
comportamento correto.

62 Glossário
Manual de utilização

Apêndice B

ATALHOS DE DEFAULT

nº ícone descrição função parâmetro nº ícone descrição função

Aplica um dos cenários pro- Aceder à secção do menu


1 Arm/desarmar gramados qual cenário 20 Memo.VOZ de usuário: Funções voz

Desativa imediatamente as
saídas relativas aos eventos Aceder à secção do menu
2 Parar alarmes de alarme e o tamper de 21 Controlo saída
de usuário: Saídas ON/OFF
zona e partição e aos even-
tos de o tamper de sistema.
elimina completamente a
Aceder à secção do menu
3 Elim.fila cham sequência de chamadas e 22 Hab.cont.auto- de usuário: Ativações /
interrompe a eventual cha- mat
mada em curso. Atendedor
Executa uma “Parar alar-
mes” e, simultaneamente, Aceder à secção do menu
4 Elim. memória elimina as memórias de 23 Hab.Telesserviço de usuário: Ativações /
alarme e o tamper de parti- Telesserviço
ção e sistema.
Aceder à secção do menu
Ativa umas das saídas pro-
5 Activar saídas gramadas qual saída 24 Habil. códigos de usuário: Ativações /
Códigos

Desativa umas das saídas Aceder à secção do menu


6 Desactiv.saídas qual saída 25 Habil. chaves de usuário: Ativações / Cha-
programadas ves
Adia em 30 minutos a hora Aceder à secção do menu
7 Tempo extra de autoarmamento das par- 26 Hab. temporiza- de usuário: Ativações /
dor
tições Temporizadores
Aceder à secção do menu
Executa uma chamada para
8 Pedid.Telesservç o número de teleassistência 27 Hab.autoarmar de usuário: Ativações /
Autoarmamentos
Executa a reprodução de
qual código Aceder à secção do menu
9 Guia de voz uma mensagem áudio que de utiliza- 28 Ver reg.eventos de usuário: Vista / Registo
lista os atalhos associados
às teclas numéricas dor Eventos
Permite, a partir do tele-
fone, ouvir o ambiente a Aceder à secção do menu
10 Escuta qual teclado 29 Ver reg. alarmes de usuário: Vista / Registo
partir do microfone de um Alarmes
dos teclados disponíveis
Aceder à secção do menu Aceder à secção do menu
11 Cham.intercom. de usuário: Funções de voz 30 Ver reg.falhas de usuário: Vista / Registo
/ Cham.intercom. falhas
Aceder à secção do menu Aceder à secção do menu
12 Menu arm/ de usuário: Op.Arm/ 31 Ver reg.op.arma. de usuário: Vista /
desarm
Desarm. Ops.Arm./Desarm.
Aceder à secção do menu
13 Menu alarme Aceder à secção do menu 32 Ver estadsistem. de usuário: Vista / Estado
de usuário: Gestão alarmes
Sistema
Aceder à secção do menu
Aceder à secção do menu
14 Menu funç. voz de usuário: Funções voz 33 Ver estado zona de usuário: Vista / Estado
de Zonas

Aceder à secção do menu Alteração código Aceder à secção do menu


15 Menu ativações 34
de usuário: Ativações PIN de usuário: Alterar PIN

Menu estado Aceder à secção do menu Aceder à secção do menu


16 de usuário: Vista / Estado 35 Hora/data
Nexus Nexus de usuário: Data / Hora
Reproduz vocalmente o
17 Estado armado estado de armamento/ 36 Ver falhas Aceder à secção do menu
desarmamento das parti- de usuário: Vista / Falhas
ções

18 Menu ajust.tecla Aceder à secção do menu 37 Menu termóstato Aceder à secção do menu
de usuário: Ajustes teclado de usuário: Termóstato

Aceder à secção do menu


Ativa um evento de tipo
19 Menu zo.anulada de usuário: Ativações / 19 38 Pânico "Pânico"
Zonas

Atalhos de default 63
Centrali anti-intrusione

Apêndice C

FALHAS SINALIZADAS

Na tabela seguinte são indicadas as falhas do sistema sinalizadas pelo teclado no LED
amarelo :

AVARIA Mensagem no menu de utili- Causa provável Notas


zador "Vista/Falhas"
Interrupção do fusível Consumo excessivo de corrente dos terminais
de proteção das zonas Fusível de zona “+AUX” da central
Interrupção do fusível Consumo excessivo de corrente do terminal “+” da
de proteção do BUS Fusível IBUS central
Bateria de reserva defi- A bateria de reserva da central está quase sem
ciente ou ausente Bateria baixa carga ou não foi ligada
Alimentação primária A tensão de alimentação primária (230 Vac) está
em falta Falha de rede ausente ou foi desligada
Linha telefónica em
falta Queda lin.telef. A linha telefónica PSTN está ausente
Interferências de rádio Interferência A transmissão rádio está muito disturbada
Para as sinalizações “ViaRadioBa-
Bateria dos sensores A carga da bateria de um ou mais sensores via terBx ” e “PerdaZonaWLS”, uma
via rádio descarregada ViaRad. Bater.Bx rádio está quase a terminar. vez dentro do menu de utilizador,
“Vista/Falhas”, pressionando a
Desaparecimento dos tecla acede-se à lista dos dis-
sensores via rádio Perda Zona WLS Um ou mais sensores via rádio estão ausentes
positivos relacionados com a falha
Falha Nexus / Campo A intensidade do campo GSM não é suficiente
insufic.
Falha Nexus / Avaria O módulo GSM do comunicador Nexus não fun-
Módulo GSM ciona corretamente. Contactar o instalador.
Falha Nexus / Falha O cartão SIM não responde ou não está presente.
Falhas ao comunicador comun.SIM O PIN do cartão SIM não foi desabilitado. Pressionando a tecla na “Falha
GSM Nexus Falha Nexus / Saldo Nexus” acede-se à lista das falhas
O saldo residual no cartão SIM é inferior ao limite em curso.
baixo mínimo configurado.
Avaria Nexus/Opera- O fornecedor do serviço GSM do cartão SIM utili-
dor Ausente zado não pode ser encontrado
Falha Nexus / Con. NEXUS/G deteta problemas de conexão à rede
GPRS perdida GPRS
Perda de conexão IP Con. IP perdida A verificação da conectividade IP falha.
Está em curso um ou mais dos seguinte eventos:
• Abertura do painel
• Remoção do painel
• Tamper exp.
• Tamper tecl.
Perdas ou tamper em
curso Tamper/perda • Tamper do leitor
• Tamper da Sirene
• Perda expansão
• Perda teclado
• Perda leitor
• Perda sirene
Falhas nas sirenes / Foi detetada a quebra do altifalante da sirene
Falha altifalante
Foi detetada uma tensão baixa na bateria da Pressionando a tecla em
sirene. "Falhas na sirene" acede-se à lista
Falhas na sirene / Se esta tensão descer abaixo de 10V será possível das sirenes que têm pelo menos
Falhas nas sirenes IVY-
BUS Bat. Baixa Sirene ativar o pisca-pisca e será impedida a ativação do uma falha em curso. Pressionando
altifalante; se a tensão descer abaixo de 8V será
impedida também a ativação do pisca-pisca. a tecla na sirene selecionada
Foi detetada uma excessiva resistência interna da acede-se à lista das falhas em
Falhas na sirene / bateria da sirene. Esta falha indica um deficiência curso na sirene.
Resist. bateria na bateria pelo que se aconselha a sua substitui-
ção.
Tamper de zonas de Foi violada uma ou mais zonas com ativa a opção
falha Falhas nas zonas "zona falha" Pressionando a tecla acede-se
Um ou mais sensores de fumo Air2-FD100 sinali- à lista das respetivas zonas.
Sensor de fumo sujo Sensor de fumo sujo zam a presença de sujidade na câmara de deteção.

64 Falhas sinalizadas
Manual de utilização

Falhas sinalizadas 65
Centrali anti-intrusione

DCMUINP0SLIVINGE-R610-20160427

66 Falhas sinalizadas
Manual de utilização

Notas

67
Painel de controle anti-intrusão

ISO 9001 Quality Management


certified by BSI with certificate number FM530352

via Fosso Antico Loc. Centobuchi


63076 Monteprandone (AP) ITALY
Tel. +39 0735 705007 _ Fax +39 0735 704912

info@inim.biz _ www.inim.biz

68