Você está na página 1de 10

Outros exemplos de crenças limitantes

Se você ainda não entendeu exatamente como se forma uma crença limitante, listamos
abaixo mais alguns exemplos. São casos comuns, que, infelizmente, vemos com certa
frequência por aí. Continue a leitura e confira:
1) Alguém que sempre ouviu dos pais que na vida só quem é rico consegue prosperar,
trará essa visão de mundo gravada em sua personalidade. Sendo assim, mesmo que
tente mudar a sua história, essa crença limitante irá sabotá-lo, fazendo com que
sempre fracasse e alimente ainda mais esse pensamento.
2) Um relacionamento amoroso que fracassa, no qual, a pessoa se sente mal e
desconfortável por todo o tempo em que os dois estão juntos, pode causar um trauma
que ela levará por toda a vida. Com isso, sempre haverá uma crença limitante sobre o
amor e esse indivíduo nunca conseguirá ter um relacionamento feliz e duradouro.
Tipos de Crenças
Existem alguns tipos crenças com as quais podemos nos deparar ao longo de nossa
existência. Veja quais são elas, a seguir:
Hereditárias: são aquelas que representam tudo o que a pessoa escuta dos pais e
observa em seu sistema familiar. Falas como “você não faz nada direito”, “você deixa
tudo pela metade”, “você nunca vai conseguir ninguém”, “seu irmão é muito melhor”,
permanecem registradas ao longo de toda a vida. A mesma coisa acontece quando uma
pessoa experiencia situações de traição, brigas por dinheiro, excesso ou ausência de
regras, relação com comida e injustiças.
Pessoais: essas crenças são criadas com base nas experiências individuais de cada
pessoa. Apesar de terem origem hereditária, só se tornam verdade porque foram
vividas. Por exemplo, em casos nos quais uma pessoa é mandada embora do emprego
ou não passou no vestibular, podem desenvolver a crença de incapacidade. Ou quando
uma pessoa tem seu relacionamento interrompido pelo companheiro, é fácil acreditar
que nunca alguém irá gostar de você de verdade.
Sociais: são aquelas impostas pela mídia ou pela sociedade. Existem algumas crenças
sociais que são muito comuns a todos nós ou, pelo menos, a pessoas próximas a nós,
como: “o mundo é muito perigoso”, “só as pessoas ricas são felizes”, “a sociedade só
vai te aceitar se você for magro”, entre tantas outras coisas.
Exemplos de frases que são crenças limitantes e você nem fazia ideia
Como as crenças são verdades absolutas, sem espaço para questionamentos, na
maioria dos casos, as pessoas sequer pensam sobre a própria fala. Porém, a ideia para
“quebrar” esses padrões é muito simples: se você acredita em possibilidades, isso é o
que vai encontrar pelo caminho. Se você acredita em limitações, isso é o que você vai
encontrar pelo caminho. Sendo assim, a escolha é só sua.
É comum ver pessoas deixando de fazer coisas que tanto querem ou desejam porque
acreditam que nunca vão conseguir alcançar os resultados almejados. E, por conta da
necessidade emocional de certeza, muitas vezes, é preferível acreditar que as nossas
crenças são as corretas. Observe bem, a maioria das crenças estão relacionadas a:
dinheiro, pessoas, oportunidades, aprendizado, capacidades, identidade, situações,
tempo, vida, passado, presente, futuro.

Por isso, como primeiro passo para começar a eliminar as crenças limitantes da sua
vida, evite, ou pare em definitivo de falar as seguintes frases ou quaisquer que estejam
relacionadas:
– Não é possível viver do que se ama;
– Não levo jeito pra fazer isso;
– Sou muito velho pra isso;
– As coisas precisam ser perfeitas para darem certo;
– Não sei tudo o que preciso;
– Não tenho tempo;
– Não consigo fazer isso;
– Não consigo aprender tal coisa;
– É impossível ganhar dinheiro fazendo o que se ama;
– Vou ser pobre para sempre;
– Nunca vou conseguir dinheiro suficiente;
– Não tenho dinheiro pra nada;
– Não sou bom o suficiente;
– É impossível me organizar;
– A culpa não é minha que as coisas só deem errado;
– Eu não mereço sucesso;
– Eu não mereço coisas boas;
– Meus sonhos são impossíveis de serem alcançados;
– Nunca vou conseguir alcançar meus objetivos;
– Não consigo resolver esse problema.
Além destas, com certeza existe um arsenal de muitas outras frases que você repete,
que são crenças que acabam por limitar completamente o seu crescimento e você nem
percebe. Assim, a partir de agora, todas as vezes em que pensamentos como estes, ou
ao menos parecidos, surgirem em sua mente, você, de imediato, deve fazer o exercício
de pensar o contrário, procurando sempre algo positivo para focar, para que, dessa
maneira, você consiga vencer e superar todas estas crenças limitantes da sua vida.
2º PARTE
Você adora música e sempre sonhou saber tocar violão. Mas quando era criança
achava que não sabia desenhar tão bem quanto os colegas de aula.
Então você cresce achando que não têm talento artístico.
Aí quando você pensa em aprender violão vêm aquela voz interior e diz “Não tenho
talento artístico. Melhor nem tentar.”.
Então você desiste de tentar aprender porque acha que não vai conseguir.
Essa é uma crença limitante.
Crença limitante é algo em que você acredita e que limita você de alguma forma.
Alguns exemplos:
• Não sou bom em matemática por isso não posso fazer faculdade de engenharia.
• Nunca vou emagrecer porque não tenho disciplina para manter a dieta e praticar
exercícios.
• Tenho que casar com alguém da mesma religião pois minha família não aceitaria uma
pessoa de outra.
• Não sou um técnico de eletrônica bom o suficiente para ganhar dinheiro com isso.
• Posso me dar mal se mudar de emprego.
• Não posso ser advogado pois minha família quer que eu seja um médico.
• Mulheres só têm interesse em homens com muito dinheiro.
• Devo trabalhar aqui pois não conseguiria emprego em outro lugar.
• Não sou tão bom quanto eles para entrar nessa disputa.
• Devo continuar no casamento para manter as aparências.
• Não posso viajar de avião pois é muito perigoso.
Algumas clássicas:
• Não tenho as qualificações necessárias.
• É tarde demais.
• Não sei por onde começar.
• Já tenho responsabilidades demais.
• Nunca funcionou antes.
• Sempre chego tarde demais.
• Não tenho conhecimento suficiente.
• Estou muito fora de forma.
• A vida é muito complicada.
As crenças limitantes são uma espécie de desculpa para não fazer o que você
realmente gostaria de fazer. Elas nos mantém na nossa zona de conforto e
segurança. Isso pode limitar muito o seu desenvolvimento pessoal e conquista dos seus
objetivos.
Uma coisa importante de perceber é que muitas vezes essas crenças limitantes são
coisas da nossa cabeça que não condizem de fato com a realidade. Existem apenas
pois você está dizendo a si mesmo que aquilo é uma realidade.
Mudando o pensamento, você pode mudar também.
Alimentar a crença de que mulheres só têm interesse em homens com muito dinheiro é
apenas uma forma de você arrumar uma desculpa a si mesmo para não procurar uma
mulher. Obviamente existem muitas mulheres com homens com pouco dinheiro por aí.
Agora tente lembrar da última vez que você queria alguma coisa e não conseguiu. Muito
possivelmente foi uma crença limitante que parou você.
Se você parar para pensar, perceberá que muitas das dificuldades e frustrações da vida
são derivadas das nossas crenças limitantes.
Por isso, se você quer atingir seus objetivos, livre-se das crenças limitantes que não
fazem sentido. Libertando-se delas abrimos espaço para seguir adiante no caminho da
vida.
No meu caso, uma crença limitante que tenho é que não me acho bom em design
gráfico. Como então posso ter um website? É simples. Encontro uma alternativa e dou
um jeito.
Por isso, quando preciso de um trabalho de design (por exemplo, criação de um
logotipo) terceirizo o serviço. Mas de uns tempos pra cá tenho arriscado um pouco mais
e quando são coisas mais simples, por exemplo, editar uma imagem, colocar texto
numa foto ou algo assim, já tenho tomado mais coragem e vou em frente e eu mesmo
faço.
As próprias fotos do meu site sou eu que pesquiso, escolho e faço edições simples
quando necessário. Ainda tenho a crença de que não sou muito bom nessa questão de
design, mas não deixei que isso fosse empecilho para eu criar meu site e fazer o que
preciso fazer.
Observe também se você utiliza de afirmações permanentes. Dizer algo como “Eu não
sou bom o suficiente” não deixa espaço para você melhorar. Você está dizendo a si
mesmo que não é agora e não será no futuro.
Ou seja, você está desistindo ali mesmo. Em vez disso dizer algo como “Ainda não
cheguei lá mas estou aprendendo” levará você muito mais longe.
Por quê temos crenças limitantes?
Existem diferentes fontes de crenças limitantes. Alguns exemplos:
Experiências
Vamos supor que você tenha criado um negócio que não deu certo. Talvez dessa
experiência surja uma crença limitante dizendo que você não conseguirá criar um novo
negócio que dê certo pois já tentou uma vez e deu errado.
Lógica equivocada
Muitas vezes é uma questão de lógica equivocada. No próprio exemplo acima, não quer
dizer que o fato do primeiro negócio que você tentou deu errado que os outros também
vão dar.
Como diria Thomas Edison, “Eu não falhei. Apenas tentei 10.000 maneiras que não
funcionam”.
Desculpa
Pode ser que no fundo você não queira realmente ir em frente. Então fica arrumando
desculpas a si mesmo. Por exemplo, você pode dizer que não têm disciplina para fazer
uma dieta e emagrecer. No fundo pode ser que você realmente não queira ficar longe
do que gosta de comer.
Medo
O medo é sem dúvida bastante limitante. Vamos dizer que você tenha medo de avião
adotando a crença de que andar de avião é perigoso. Na verdade é sabido que avião é
o meio de transporte mais seguro que existe. Mas isso acaba não sendo o mais
importante na decisão.
Círculo social
Família, amigos, colegas e as pessoas que de forma geral fazem parte do seu dia a dia
podem ser uma fonte de crenças limitantes para você.
Digamos que um colega seu relate uma experiência em que passou mal após comer
sushi e que isso aconteceu pois é feito com carne crua.
Você pode desenvolver uma crença limitante de que comer sushi faz mal pra saúde
impedindo você de desfrutar dessa culinária.

3º PARTE

Aqui estão algumas crenças limitantes comuns que muitas mulheres têm compartilhado
comigo durante as sessões de coaching. Verifique quaisquer declarações que ressoam
com você. Você está disposta a fazer-se algumas perguntas para mudar suas crenças e
mudar a sua vida?
1. Eu não sou o suficiente (por exemplo, boa, educada, magra, jovem, inteligente, rica o
suficiente).
2. Eu preciso fazer os outros felizes, então eu não serei rejeitada.
4. Eu tenho que ganhar a aprovação de outras pessoas para me sentir bem comigo
mesmo.
5. Se eu deixar as pessoas realmente me conhecerem, elas não vão gostar de mim.
6. Eu tenho que ficar no relacionamento, porque eu não consigo me virar sozinha.
7. Se eu estou feliz, mesmo quando os outros estão sofrendo, isso significa que eu não
me importo.
8. Eu não posso ser feliz até que a relação / carreira seja diferente.
9. Se eles realmente me amassem, eles iriam _________________.
10. Eu preciso fazer mais e mais para ser digna.
11. Eu não sei o que eu quero.
12. Eu não devo colocar minhas necessidades antes dos outros.
13. Eu nunca vou realmente mudar.
14. Eu sou responsável pela felicidade de outras pessoas, e elas são responsáveis por
minha.
15. Eu não mereço o amor, sucesso, dinheiro, fama, etc.
16. Se eu seguir meus próprios interesses, os meus relacionamentos irão sofrer.
17. Eu não tenho tempo para me alimentar.
18. É muito tarde para mim encontrar a felicidade e sucesso.
19. Se eu falar o que penso, eu vou ser rejeitada.
20. Eu deveria estar mais a frente do que estou.
21. É melhor eu não ser muito feliz, ou a queda será maior.
22. As coisas nunca dão certo para mim.
23. Eu não deveria ter que pedir ao meu parceiro o que eu quero.
24. Eu sou uma pessoa ruim.
25. Eu preciso do medo para me motivar e me manter na linha.
26. Eu nunca vou fazer dinheiro suficiente.
27. Eu sempre vou ter que lutar, enquanto outros têm tudo mais fácil.
28. Eu deveria estar fazendo outra coisa.
29. Os problemas de saúde sempre irão me manter longa da felicidade e sucesso.
30. Eu não posso fazê-lo.
4º PARTE
CRENÇAS NO AMOR – LIMITAM SUA VIDA E SUA AUTOESTIMA
– Eu não sou suficientemente … (por exemplo: boa, educada, magra, jovem, inteligente,
rica).
– É muito tarde para encontrar a felicidade e o sucesso.
– É melhor eu não ser muito feliz, ou a queda será maior.
– As coisas nunca dão certo para mim.
– Eu não mereço …
– Eu sou muito medrosa.
– Eu sou cabeça dura mesmo.
– Estou velha demais para isso.
– Eu não mereço sucesso ou coisas boas.
– Se eu falar o que penso, eu vou ser rejeitada.
– Se eu sou feliz, mesmo quando os outros estão sofrendo, isso significa que eu não
me importo com eles.
– Nunca vou conseguir alcançar meus objetivos ou realizar meus sonhos
– Tudo precisa ser perfeito.
– Eu não devo colocar minhas necessidades antes dos outros.
– Eu sou responsável pela felicidade de outras pessoas, e elas são responsáveis pela
minha.
– Não nasci para ser feliz.
– É muito difícil encontrar alguém que me mereça. (falsa autoestima)
– Ninguém vai me querer!
– Homem nenhum presta!
– Eu sou mesmo uma fracassada.
– Eu tenho muito medo de ficar sozinha.
– Eu não sou uma pessoa interessante.
– Uma mulher na minha idade já era para ter casado.
– Todo mundo consegue, menos eu.
– Se um de nós tem de se sentir desconfortável, esse papel sempre cabe a mim.
– Não tenho disposição para andar com minhas próprias pernas.
– Meus pais sempre tiveram vergonha de mim.
– Eu sempre fui um fardo para meus pais.
– Eu tenho o que mereço.
– Eu sempre sou rejeitada.
– Os homens são todos infiéis.
– Sou assim mesmo, não vou mudar nunca.
– Isso não é para mim, só para os outros.
– Eu não mereço amor, sucesso, dinheiro, fama, etc.
– Se eu seguir meus próprios interesses, os meus relacionamentos irão sofrer.
– Se eu deixar que as pessoas, realmente, me conheçam, elas não vão gostar de mim.
– É muito tarde para mim.
– Não sou capaz de cuidar de mim mesmo.
– Estou velha para recomeçar, agora é tarde.
– Se melhorar, estraga.
– Felicidade dura pouco.
– Eu sou displicente/negligente comigo mesmo.
– Com três filhos, eu não consigo nem namorado.
– Eu me sinto todo impotente.
– Eu me sinto desconectada do meu poder pessoal.
– Eu me sinto desconectada de Deus/Poder Superior.
– Ninguém me aprecia.
– Eu preciso fazer mais e mais para ser digna.
– Se eu não me sentir mal em relação aos erros passados e cautelosos em relação ao
futuro, eu cometerei os mesmos erros novamente.
– Eu não posso ser feliz até que ele mude.
– Eu preciso fazer os outros felizes para não ser rejeitada.
– Sempre fui muito esquecida.
– Ah … Isso eu não consigo fazer de jeito nenhum.
– Não sei tudo o que preciso. – Não consigo aprender isso
– Ah … Se eu tivesse uma chance.
– Eu não posso ser feliz até que… – Não consigo me organizar.
– Eu não posso/não consigo/não sei fazer isso.
– Melhor dar do que receber. – Errar é humano.
– Homem ou mulher é tudo igual.
– Não posso confiar em ninguém.
– Sou incapaz de fazer amigos.
– Não tenho sorte.
– Estou destinada a essa vida e a ser desse jeito porque essa é a situação da minha
família e por isso, é a minha também.
– Vivo batendo a cabeça na parede.
– Não tenho jeito para isso
– Não é possível viver do que se ama.
– Eu nunca consigo atender a expectativas de meus pais.
– Tenho falhado em prestar atenção às minhas próprias necessidades e satisfazê-las.
– Continuo esperando que as outras pessoas cuidem de mim.
– Continuo esperando que vai aparecer alguém para me salvar.
– Não me sinto capaz de me conectar a outras pessoas e não me sentir tão sozinha.
– Não tenho ânimo para ser mais autêntica sobre os meus sentimentos.
– Não é para mim.
– Não dou conta.
– Eu tenho que ganhar a aprovação de outras pessoas para me sentir bem comigo
mesmo.
– Ah … Depois, agora não… Mas o ano que vem …
– Eu tenho que ficar no relacionamento, porque eu não consigo me virar sozinha.
– Eu não posso ser feliz até que a relação seja diferente.
– Se eles realmente me amassem, eles iriam …
– Eu não sei o que eu quero.
– Eu não tenho tempo para me alimentar.
– Eu deveria estar mais à frente do que estou.
– Eu não deveria ter que pedir ao meu parceiro o que eu quero.
– Eu não tenho tempo suficiente para nada.
– Agora é tarde … Agora é cedo demais.
– O problema é dos outros.
– Não tenho tempo para nada.
– Não sei como resolver esse problema.
– Os outros precisam mudar para minha vida melhorar.
– Eu sou muito inexperiente
– Estou muito ocupada sempre.
– Se alguém me salva, isso significa que eles me amam.
E aí, reconheceu alguma dessas crenças limitantes? Continue verificando, nesta série
de crenças, aquelas que se identificam com você. Nos exercícios, você poderá, então,
escrever suas crenças empoderadoras opostas a elas.
CRENÇAS FINANCEIRAS – LIMITAM SEU SUCESSO FINANCEIRO
– O dinheiro é a raiz de todo o mal.
– Se eu for uma pessoa bem-sucedida, as outras vão me odiar.
– Não há dinheiro suficiente.
– Eu sou inteligente e talentosa, eu deveria ter mais!
– É muito difícil ter dinheiro.
– Tenho que trabalhar duro para ter dinheiro.
– Para economizar dinheiro, eu tenho que me privar das coisas.
– Tempo é dinheiro.
– O dinheiro não é espiritual.
– Eu tenho que fazer muitas coisas que não gosto, a fim de ter dinheiro.
– Eu não tenho o suficiente para compartilhar ou doar.
– Em relação às outras pessoas, para ser alguém valorosa, eu tenho que trabalhar mais
por menos dinheiro.
– Nunca vou conseguir dinheiro suficiente.
– Se eu ganhar muito dinheiro, vou estar traindo meu pai, que nunca ganhou muito
dinheiro.
– Se eu gastar, eu não vou ter nenhum dinheiro depois.
– Eu posso trabalhar duro, mas nunca vou ser rica de qualquer maneira.
– Receio que eu nunca vá ganhar dinheiro.
– Fico bloqueada quando se trata de dinheiro.
– Eu vou à falência com certeza.
– Eu sou limitada quando se trata de dinheiro.
– Eu não estou destinada a ter dinheiro.
– Eu não sou boa o suficiente para ter dinheiro.
– Eu não sou digna de ter dinheiro.
– Dinheiro é sujo.
– Se Deus realmente se importasse comigo, eu não estaria falida assim.
– Eu sou pobre.
– Eu sou impotente sobre dinheiro – Nunca tenho dinheiro para nada.
– Ser rica é pecado! – Eu odeio dinheiro
– Eu odeio pensar em dinheiro
– Tenho medo de ter que ficar na rua sem ter para onde ir.
– Eu não consigo me sustentar.
– A maior vergonha é não ser capaz de sustentar meus entes queridos.
– Tenho medo de perder tudo que tenho.
– Eu tenho o que mereço.
– Eu devo ser imprestável, porque não consigo emprego que me pague bem.
– Ter dinheiro impede você de ser feliz.
– Outras pessoas sempre parecem ter mais do que eu.
– Outras pessoas têm mais facilidade de ganhar dinheiro que eu.
– Eu nunca vou ganhar dinheiro.
– Só ganho para pagar as contas.
– Se eu fizesse um milhão de dólares, eu poderia perdê-lo e, daí me sentiria estúpida e
me odiaria para sempre.
– Se eu tiver um pouco mais do que preciso para sobreviver, alguém terá que ficar sem.
– É melhor ter menos do que ser responsável pelas dificuldades dos outros.
– Os ricos ficam mais ricos; os pobres ficam mais pobres.
– Eu nunca uso bem o dinheiro.
– Eu nunca terei o suficiente.
– É melhor eu querer apenas o suficiente para sobreviver.
– Ser consciente sobre cada centavo é a coisa mais acertada a fazer.
– Se eu fosse uma mulher esperta, já seria independente em termos financeiros.
– Se eu fosse uma mulher esperta e inteligente, estaria casada com alguém com
dinheiro.
– Eu sempre alugo; ter uma casa própria é muito assustador.
– Eu nunca me sinto segura sendo responsável por mais pessoas.
– Preocupar-se com dinheiro é coisa de gente estressada.
– Eu quero ter um monte de dinheiro quando ficar velha, aí as pessoas me tratarão
melhor.
– Eu nunca quero que as pessoas saibam que tenho muito dinheiro, pois as pessoas
costumam ser realmente más com quem é rica.
– Todo mundo quer mais; quando tem a ver com dinheiro, menos é melhor.
– Há alguém dentro de mim que gasta todo meu dinheiro.
– Só é possível ganhar dinheiro com esquemas e fazendo coisas erradas.
– Estar atento sobre cada centavo é coisa certa a fazer.
– Meus pais vão gostar mais de mim se eu não gastar muito.
– Ter dinheiro é ser ganancioso.
– Ter dinheiro faz mal.
– Eu não posso ter dinheiro e tempo livre ao mesmo tempo.
– Eu não sei lidar com dinheiro.
– Eu não consigo ter dinheiro.
– Eu não consigo economizar dinheiro.
– Eu não tenho suficiente para compartilhar ou doar.
– Eu não mereço dinheiro.
– Eu não tenho dinheiro suficiente.
– Eu não sei como fazer dinheiro.
– Eu não sei o que eu faria, se tivesse mais dinheiro.
– Eu fico nervosa quando penso no dinheiro.
– Eu sempre desisto quando se trata de dinheiro.
– Para ganhar dinheiro eu tenho que fazer algo que não gosto.
– Eu tenho que me sentir culpada por ter dinheiro.
– Eu tenho que suar a camisa para ganhar dinheiro.
– Eu tenho casa própria para me sentir seguro.
– Se eu tiver dinheiro, vou perdê-lo de qualquer maneira.
– Se eu tiver dinheiro, eu vou perder todos meus amigos.
– Se eu tiver dinheiro, os outros não vão ter dinheiro.
– Se eu tiver dinheiro, as pessoas virão atrás de mim por interesse.
– Se eu tiver dinheiro, as pessoas vão ficar com ciúmes.
– É melhor levar menos do que o combinado e estar livre de situações…
– Eu não vou ter dinheiro suficiente para as coisas que eu ̃ preciso.
– Se você me emprestar dinheiro, isso significa que você me ama e confia em mim.
– Eu tenho vergonha de não conseguir pagar minhas contas em dia. ̃
– Fico vergonhado quando meu cheque é devolvido.
– Estou contando com prêmio da loteria para resolver meus problemas financeiros.
– Eu tenho medo de cobrar. – Eu tenho medo de pedir dinheiro, mesmo sabendo que
eu faço um bom trabalho.
– Eu peço dinheiro emprestado e já sei que não vou conseguir devolver.
– Eu me sinto culpada e envergonhada porque eu peço dinheiro emprestado e não
devolvo.
– Se minha mãe/meu pai/meus irmã os me amassem, eles teriam me ajudado ̃
financeiramente.
– Eu não cuido bem do meu dinheiro.
As suas crenças definem quem você é, quem você é define como você atua, o que por
consequência traz os resultados para sua vida e você pode decidir mudar tudo hoje!
Fantástico não acha?
CRENÇAS PROFISSIONAIS/DE CARREIRA – LIMITAM SEU SUCESSO
PROFISSIONAL
– Eu não sou capaz.
– Eu me sinto desvalorizada.
– Nunca vou conseguir um aumento.
– Quanto maior a altura, maior o tombo.
– Após o sucesso vem sempre o fracasso.
– Eu gostaria que alguém reconhecesse o meu trabalho.
– O sucesso atrai gente falsa.
– O mundo está em crise, e por isso tudo está muito difícil para mim.
– Sem trabalho duro não se consegue nada.
– Eu nunca consigo progredir – jamais vou ser promovida.
– Eu não posso ser feliz até que a carreira seja diferente.
– Trabalho demais não deixa viver.
– Quanto maior o sucesso maior é a responsabilidade.
CRENÇAS RELACIONADA À SAÚDE – LIMITAM SUA SAÚDE
FÍSICA/MENTAL/EMOCIONAL
– Eu sou incapaz de parar de fumar.
– Eu sou muito infeliz porque o cigarro me domina.
– Eu acredito que paro de fumar quando quiser.
– Eu sei o que é melhor para mim em relação ao vício do fumo.
– Eu só fico bem, ao fumar um cigarro logo após acordar.
– Se eu parar de fumar, com certeza vou engordar.
– Eu sou sempre rejeitada pelos meus familiares por causa do cigarro.
– Eu vou ficar sem amigos se eu parar de fumar.
– Eu sou incapaz de emagrecer.
– Eu acredito que posso emagrecer quando quiser.
– Eu não consigo deixar de comer o que eu gosto.
– Eu sempre fico gripada quando saio a noite.
– Se eu der a mão a alguma pessoa, vou logo lavá-la.
– Eu sou incapaz de ficar sem remédios em casa.
– Eu sofro porque já sei que vou ficar doente.
– Eu acredito que vou morrer de câncer porque meu pai morreu desta doença.
– Sou daquelas pessoas que lê tudo sobre doenças. – Manga com leite faz mal.
– Sou sempre a primeira a ficar doente lá em casa.
– A cada dia fico mais velha e limitada.
Ok! Agora que você identificou suas crenças, vamos aos exercícios sobre Crenças.
Comece listando 10 crenças negativas que você se identificou, na frente dela, coloque a
crença contrária ou seja, positiva que a subistitue melhor. Isso o ajudará à praticar a
substituição das crenças negativas por uma positiva, isto lhe ajudará a ter uma visão
diferente da situação. Se você tem alguma outra crença não incluída nesta lista,
acrescente agora.