Você está na página 1de 38

1

1. ARTE DA PREGAÇÃO

1.1 PREGAÇÃO: Deve ser considerada a mais nobre de todas as tarefas que existe
na terra. Aquele que é chamado para proclamar o evangelho, deve-se destacar como o
homem mais importante do mundo.
” Seu púlpito poderá fazer muito para a eternidade”. A pregação é a comunicação ou a
transmissão oral da divina verdade, com o fim de persuadir para a salvação. A
pregação é aquele processo único pelo qual YHWH, mediante seu mensageiro
escolhido, penetra profundamente na sociedade e coloca pessoas face a face diante
d’Ele. Sem essa confrontação, não pregação verdadeira. A pregação teve origem em
YHWH e pela arte da pregação, Ele chega ao coração do homem com uma mensagem
planejada para a salvação e edificação do ser humano, estabelecendo padrões para um
viver feliz.
PREGAÇÃO: significa a verdade divina através da personalidade humana, para
alcançar o homem. É YHWH usando o homem para alcançar o homem. Verdades
que vêm das Escrituras.

1.2 O PREGADOR deve ter: Piedade – amar a Jesus e as almas perdidas, Dons
Naturais – raciocínio claro e rápido, imaginação fecunda, Cultura – Teologia, História
da Igreja, Psicologia,Filosofia, Sociologia, Pesquisas dento do assunto abordado,
Conhec. Gerais. A ARTE DA PREGAÇÃO vem do passado: Velho e Novo
Testamento

1.3 A ARTE DA PREGARÃO -VEM DO PASSADO:

NO VELHO TESTAMENTO – Os profetas se destacaram dos outros pela Arte da


Pregação. O termo Profeta é derivado Grego prophetesque por sua vez, é tradução livre
do Hebraiconabhi– alguém que é chamado por YHWH, alguém que tem uma vocação
por partede YHWH. Isaías, Amós, Oséias, Miquéias, Jeremias, Ezequiel, estão
interligados e inter-relacionados,pois apesar de serem de épocas diferentes, foram vasos
para transmitirem através da personalidade, o próprio YHWH e sua mensagem.
NO NOVO TESTAMENTO – O pregador é um apóstolo, um enviado de YHWH.
Gr., com João Batista (Jo. 1:6), literalmente uma dádiva de YHWH. Em
nome de suas epístolas, o apóstolo Paulo identifica-se como um “chamado para ser
apóstolo”. Contudo, uma das grandes qualidades para ser um bom pregador, é o de ser
um vaso de barro (IICo. 4:7), por meio do qual YHWH se revela aos outros. O pregador
deve ter um caráter decisivo quanto sua vida de santidade. O Espírito Santo não se
identificará com impuros ou não consagrados.
“ Purificai-vos os que levais os utensílios do Senhor” Isaías 52:11. Precisamos ser
aprovados por YHWH e pela comunidade. Ler I Samuel 3: 19-20.

1
2
2. OBJETIVOS BÁSICOS DOS SERMÕES

2.1 EVANGELÍSTICOS: Temos de ter em mente aqueles que buscam a YHWH, e


levá-los a estar face a face com Cristo
2.2 DOUTRINÁRIO: Este tem como objetivo, conduzir a Igreja à edificação;
livrando o rebanho das falsas doutrinas e falsos líderes.
2.3 ÉTICO: É também doutrinário, mas está relacionado com o dever. Ele aponta
para as regras da vida cristã. Devemos ter o máximo de cuidado com este
sermão.
2.4 PASTORAL/CONFORTADOR: Com este sermão,o Pastor procura confortar
as pessoas aflitas do rebanho. (Isaías 40)
2.5 TEMAS OCASIONAIS: Fúnebre, acadêmicos, congregacionais, nupciais,
crianças, etc.

3. OBJETIVOS NA ARTE DA PREGAÇÃO

3.1 CONSAGRAÇÃO: Com vista a uma vida de profunda devoção, onde


leve o cristão à vida separada, cada vez mais comprometida com o Senhor
Jesus, seguindo a orientação paulina em Romanos 12:1-2.

3.2 DOUTRINAÇÃO: Temos de nos esmerar nos sermões doutrinários para


conduzir o rebanho no caminho verdadeiro. “ Para que não sejamos como
meninos, agitados de um lado para o outro, e levados ao redor por todo
vento de doutrina...” Efésios 4:14

3.3 INSPIRAÇÃO: Para aquecer o coração com a alegria do Senhor. Ne.


8:10: Para dar a alma, uma vida de inspiração, onde apareça o espírito de
louvor e adoração repleto de ação de graça.
3.4 FORTALECIMENTO: Os crentes precisam ser confirmados na fé e
fortalecidos em toda a esperança e longanimidade, e é essa a tarefa da
nossa pregação. Col. 1:11

3.5 CONVICÇÃO: Moles conjecturas e opiniões sustentadas debilmente,


precisam amadurecer, transformando-se em convicções antes de ser
partilhadas proveitosamente. Os apóstolos falavam de convicção profunda
quando diziam “nós não podemos deixar de falar as coisas que vimos e
ouvimos” Atos 4:20

3.6 AÇÃO: Levar cada cristão a ser participante da Palavra de YHWH. Tiago
1:22

3.7 CONSOLAÇÃO: Promover a consolação mediante a pregação da


Palavra, deve ser também um imperativo para cada pregador. Essa é
também nossa função neste mundo tenebroso, onde muitos não sabem
como sair de situações adversas em sua trajetória terrena.

2
3

4. USANDO O TEXTO NA ARTE DA PREGAÇÃO

4.1 O SERMÃO PODE COMEÇAR EM DIVERSAS ÁREAS: No campo da


oração, nos momentos de meditação, fora do gabinete, no ambiente de trabalho, no
contato com a natureza, no calendário cristão; mas devemos sempre ter diante de
nossa consciência, que somos pregadores da Palavra de YHWH, e é no Livro
Sagrado onde encontramos a maior fonte de inspiração para os nossos sermões.
4.2 O VALOR DE USARMOS AS ESCRITURAS COMO BASE PARA A
NOSSA PREGAÇÃO
 No texto encontramos as verdades de YHWH para ir ao encontro das
necessidades humanas
 O SERMÃO só começa verdadeiramente quando temos um texto para
ministrar, pois somos pregadores da palavra de YHWH

Algumas Vantagens no Uso do Texto Sagrado

* Muito garante ao pregador, a mensagem de YHWH. * Estamos repartindo a


verdade de YHWH com os amigos. * Encoraja o ministro a estabelecer um
objetivo para cada sermão. * Leva o pregador a orar, pedindo orientação, pois
está lidando com a Palavra de YHWH. * O ministro que domina o texto,prega e
escreve com conhecimento e poder. * Os crentes vão à igreja esperando ouvir
uma mensagem da Palavra de YHWH. * O texto sempre vai ao encontro das
necessidades humanas e desperta o ouvinte Lucas 24:32 * O texto oferece mais
variedade aos sermões. “Pregar a Palavra é tirar do coração algo quente para
transmitir a um coração necessitado da graça de YHWH”

4.3 COMO ESCOLHER UM BOM TEXTO PARA O SEU SERMÃO

 Escolha o texto para atender a necessidade da sua comunidade


 Escolha o texto observando o calendário cristão
 Escolha o texto que faça sentido e tenha mensagem
 Escolha o texto que apele à imaginação
 Escolha o texto positivo e não negativo

4.4 TRATAMENTO ESPECIAL PARA COM O TEXTO


 Gastetempo com o texto.
 Descubrao significado do texto para quem o escreveu.
 O texto exige exegese (tirar)
 Interprete o texto à luz do contexto.
 Trabalhecom o texto gramaticalmente, procurando as coisas chaves,
significado etimológico da palavra.
 O texto deve ser interpretado historicamente.
 O texto ainda tem seus vários sentidos: “figurativo” “alegórico” “lógico”

A escolha de textos curtos facilita, podem ser decorados facilmente!.

3
4

5. NECESSIDADE DA OBRA EXPOSITIVA NA ARTE DA PREGAÇÃO

5.1 A OBRA EXPOSITIVA USA VÁRIOS VERSÍCULOS OU UM LIVRO


TODO.

5.2 A OBRA EXPOSITIVA TEM MAIS BÍBLIA PARA TRABALHAR

5.3 ESCOLHA TEXTOS QUE NÃO SEJAM DIFÍCEIS DE INTERPRETAÇÃO

5.4 COMECE COM O SALMO 1, 21e ISAÍAS 6:1-8

Ex. Salmo 21 – Neste Salmo Davi falou confiantemente em um YHWH que


se manifesta especialmente em nossa direção.

 O YHWH dos montes em expectativas vv.1-2


 O YHWH que guarda sem tosquenejar vv 3-4
 O YHWH que é sombra amiga vv 5-6
 O YHWH da via tortuosa vv 7-8

Ex. Isaías 6:1-8 – Neste texto vemos Isaías tendo uma visão real do Senhor.
Levando uma vida mais comprometida com o reino de YHWH.

 A visão que um crente tem de YHWH vv 1-4


 A visão que um crente tem do pecado v 5
 A visão que um crente tem da purificação vv 6-7
 A visão que um crente tem do serviço cristão v 8

5.5 ALGUMAS VANTAGENS DA OBRA EXPOSITIVA


 Um método que honra as Escrituras
 Um método usado pelas igrejas
 Um método que alimenta o povo
 Um método que oferece crescimento ao pregador
 Um método que oferece conhecimento bíblico ao povo

Exemplo negativos: Salmo 56:6.

4
5

6. APRENDENDO A LIDAR COM O TEXTO NA ARTE DA PREGAÇÃO

I.C.T.
6.1 Ideia central do texto – É exatamente o texto narrado como foi escrito aos seus
destinatários– É um dever sagrado de todo pregador interpretar e aplicar o texto de
acordo com seu significado real.
O pregador está diante do povo para pregar a Palavra de YHWH. E quando usamos um texto
entende-se que se vai desenvolver o texto para um verdadeiro ensino das Escrituras, logo o
pregador está solenemente obrigado a usar o texto preciosamente no seu significado exato.
Quando um texto no seu contexto concluir mais de um significado, bem fazemos deixando-o de
lado como algo ambíguo para nosso propósito. Se quisermos mudar o sentido original, temos
que ser muito sinceros em nossas palavras quanto ao texto e dizer o objetivo do escritor
inspirado; e honestamente neste sermão vou empregar o seguinte significado... mesmo assim o
caso ainda é muito sério porque você está mudando o curso das Escrituras para cumprir um
mero propósito.
“Portanto se você toma uma passagem num sentido inteiramente estranho àquele dado
pelo escritor inspirado, já tal sentença frase deixa de ser uma passagem bíblica”. São
meras palavras escriturísticas usadas sem a devida autoridade, para um sentido diverso;
“Justamente como se você apanhasse algumas palavras de um dicionário”. Não podemos
interpretar a nosso bel prazer mesmo com toda a amplitude do texto temos de ser coerente
na interpretação. Um verdadeiro pregador luta pela real interpretação do texto, caso
contrario ele será um grande culpado diante de YHWH, se não buscar sinceramente
compreender que aquilo que ele interpreta e afirma é verdadeiramente o que o texto sagrado
afirma. Filipe Brooks diz: “Nunca dê a um texto o sentido que você sabe que ele não tem.
Se o texto escolhido não contem a verdade de que você quer tratar, procure na Bíblia um texto
para o seu sermão, não pregue sobre outra coisa”. Phelps diz: “É só mesmo um ministro
capenga que trata de assuntos que não estão logicamente apresentados na Escritura. Será ele um
ministério nada Bíblico”.
O perigo de dá ao texto aquilo que o texto não tem torna-se conhecido pelo nome de “lisegese”.
Neste caso o sermão borrou a pintura e transformou a poesia em prosa. (1)
1. HENRICHSEN, Walter A. - MÉTODOS DE ESTUDO BÍBLICOS

“Quem me dera” – Humildade cristã


“Asas” – Velocidade prudente
“Como pombas” – Simplicidade inocente
“Voaria” – Sublimidade devota
! “Quemme dera” – Humildade cristã
“Asas” – Velocidade prudente
“Como pombas” – Simplicidade inocente
“Voaria” – Sublimidade devota
Até o grande Spurgeon deu uma mera interpretação a um texto falhando
!
frontalmente em Marco 10:45

“ O Filho do homem” – Humanidade


“Veio” – Existência anterior?
“Não para ser servido” – Vida vicária?
“Mas... para dar sua vida em resgate” – morte vicária? 5
“De muitos” – Amplitude?
6

Nos dois exemplos temos uma “Lisegese” uma interpretação fruto da mente sem a
integridade das escrituras. Com I.C.T. podemos pregar seguros.

A própria palavra ideia veio para a língua portuguesa a partir da palavra grega “Ver” e,
portanto “saber”. Uma ideia as vezes nos capacita a ver aquilo que anteriormente não
era claro.
Quando uma explicação fornece nova compreensão, exclamamos “Oh, vejo o que você
quer dizer!” Ainda outro sinônimo para ideia é conceito, que vem do verbo “conceber”
assim como o esperma e o óvulo se juntam no útero para produzir vida nova, assim
também uma ideia começa na mente quando as coisas que normalmente estão
separadas juntam-se para formar uma unidade que ou não existia ou não era
reconhecida anteriormente.
Definir a Ideia Central do Texto com “exatidão escrupulosa” significa que devemos
saber como são formadas as ideias. Uma ideia, quando é reduzida à sua estrutura
básica, consiste em apenas dois elementos essenciais: Um sujeito e um complemento.
Os dois são necessários para que uma ideia seja completa.
Quando falamos acerca do sujeito de uma ideia, queremos a resposta completa e
definida a pergunta: “acerca de que estou falando?”
O sujeito de uma ideia do sermão nunca pode ser uma só palavra visto que exige
resposta exata e completa à pergunta ”Acerca de que estou falando?”.

Em Amós 4:12 “Prepara-te... para encontrares com o teu YHWH” – I.C.T. o Profeta
falou do iminente julgamento temporal da Nação, e alerta Israel para o encontro com
YHWH. (2)

Tese

6
7
6.2 A parte central do sermão parte basicamente de sua estrutura, e para tal é
mister uma tese ou propósito bem delineado. Esta constitui o cerne do sermão. Para
isso, todas as partes do sermão devem ser pertinentes e estruturalmente a justadas. O
cerne do sermão está claramente no plano geral do sermão onde a tese deve
aparecer definindo a linha central do discurso. Muitas vezes a tese está tão
claramente incluída da introdução que se torna dispensável a sua declaração formal;
porem o pregador deve tê-la em mente de modo bem definido. Outra parte importante,
a tese deve estar bem clara para os ouvintes, eu prefiro sempre citá-la na introdução
ou como introdução deixando os ouvintes informados de tudo que tenho em mente, e
o que desejo transmitir ao meu auditório.

Tese

A tesedeve indicar o curso que se há de seguir. É uma promessa que o discurso deve
cumprir fielmente; deve ser formulado com escrupulosa exatidão. Não deve ser
muito ampla, o pregador pode falhar no cumprimento de sua promessa. Não pode
ser muito restrita o auditório fica sem muitas expectativas, principalmente se ele
sabe apreciar.
Ela deve ser com efeito uma generalização que transmita uma verdade universal e
intemporal, dita moderadamente, sem enfeites e exageros. Deve ser uma sentença
simples, mas com um apto objetivo.
Ela deve ser perfeitamente clara. Estruturalmente é a sentença mais importante do
sermão, e deve estar isenta do mais ligeiro toque de ambiguidade. J.H. Jowett
expressou a convicção de que “nenhum sermão está, pronto para ser pregado, nem
pronto para ser publicado, enquanto não nos faz possível expressar o seu tema uma
profunda sentença, tão clara como o cristal”. Ele achava a obtenção da sentença “o
mais difícil, exigente e frutuoso trabalho no seu gabinete”.
Ela deve abranger todo pensamento do sermão. Ela é “a substancia do sermão numa
sentença” a parte restante do sermão, denominada corpo do sermão, é o
desenvolvimento de acordo com princípios, daquela verdade ou ideia crista
particular” “o discurso é a preposição desenvolvida, a tese e o discurso resumido”.
Ela deve ser suficientemente importante para garantir o desenvolvimento a seguir o
corpo do sermão. Ela deve ter natureza própria do sermão, expressando ou incluindo
alguma reação, da parte dos ouvintes rumo aquilo o que o pregador está se movendo.
Nas regras de interpretação o Tema vem da Tese, isso indica da seriedade com
que devemos formular a tese de nosso sermão. No plano geral do sermão temos
basicamente as três partes que comandam o sermão. A tese que é a espinha dorsal do
sermão. Ela é a mesma idéia do I.C.T contemporizada. A palavra chave é sempre no
plural. (3)
3. HENRICHSEN, Walter A. - MÉTODOS DE ESTUDO BÍBLICO

7
8

ESCREVA A IDÉIA CENTRAL DO TEXTO NUMA TESE ESCRITA COM O VERBO


PRINCIPAL NO TEMPO PRESENTE:
. A TESE é a I.C.T. contemporizada, é a mesmíssima idéia do texto, mas agora na forma
duma aplicação para os dias atuais. A tese então será a verdade bíblica que o pregador
defenderá perante os ouvintes
OBS:. A TESE resumida em algumas palavras pertinentes, servirá de título ou tema.

Assunto para o sermão.

_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________

6.3 Objetivo Específico

Quando estamos produzindo o plano geral de um sermão, temos a obrigação de


produzir o O.E. Este diz tudo que temos a produzir em relação a Ideia Central do
Texto de forma ampla abrangente, com aplicações ao auditório. Temos de saber
porque estamos pregando o sermão e para que estou fazendo este trabalho. Quando
determinamos o nosso propósito, e lutamos para atingi-los, o sermão atinge o alvo
desejado. É o propósito que estabelece o que esperamos que aconteça com o
ouvinte. O propósito difere da ideia central do sermão assim, como um alvo é
diferente da flecha; A ideia central é o mapa de certa região, é a linha geográfica. O
Objetivo especifico é a própria viagem ao local. Poderíamos dizer que a ideia
central é a receita de uma torta, e o O.E. define o fato para ser experimentado
pelo auditório. Para o nosso objetivo ter autoridade, temos que estudar muito o
texto e determinar seu campo de ação para o auditório que tem necessidades iguais
as pessoas que ouviram o texto, e o propósito em que o texto foi dirigido aquele
grupo., nos dará subsídio para levarmos o grupo a saborear da mesma experiência
que as outras tiveram, vivendo um fim proveitoso. Nos nossos objetivos devemos
ter em vista o que as Escrituras deseja que nós sejamos “efeitos e perfeitamente
habilitados para toda a boa obra” (II Tm. 3:16-17). Temos muita responsabilidade
como pregadores ao definirmos nossos objetivos. Paulo formulou seus objetivos,
para Timóteo nas Escrituras nos seguintes termos: (1) Ensinar uma doutrina (2)
Refutar algum erro na crença ou na ação (3) Corrigir aquilo que está errado (4)
Instruir as pessoas a enfrentarem corretamente a vida.Todos sabemos que o
objetivo especifico vai muito além do proceder, e descreve muitas observações
que devem adir com o resultado do ensinamento. (4)
2. HENRICHSEN, Walter A. - MÉTODOS DE ESTUDO BÍBLICOS

8
9

OBJETIVO ESPECÍFICO – O.E. – O pregador responderá a seguinte pergunta: Que


pretendo eu fazer com a mensagem nesta ocasião?.A resposta deve ser sucinta,
expressando o desejo do orador, o que ele gostaria de conseguir nos seus vinte ou
trinta minutos.

OITO CARACTERÍSTICAS DO CRENTE EM JESUS – MATEUS 5:3-10

TEXTO MATEUS 5:3-10


Exercício 1

I.C.T. Na primeira bem-aventurança, Jesus iniciou dizendo que, só existe uma única porta de entrada no
Reino de YHWH, pela virtude da humildade espiritual e não por mérito.
TESE: Ainda hoje, o caminho da humildade tem sido de fato a porta de entrada do Reino de YHWH.
O.E. Desejo levar os ouvintes a entenderem, que no Reino de YHWH, jamais será conquistado por
méritos humanos, mas sim pelo reconhecimento da nossa fraqueza espiritual, espero que todos nós,
sejamos conduzidos pelo Espírito do Senhor a esta condição essencial, para sermos abundantemente
inundados pelo amor do nosso Pai.
Tema do 1 Ponto: A humildade é a única porta de entrada no Reino de YHWH

TEXTO MATEUS 5:4

I.C.T.:

TESE:

O.E. :

TEMA: 2 Ponto

TEXTO MATEUS 5:5

I.C.T.:

TESE:

O.E. :

TEMA: 3 Ponto

TEXTO MATEUS 5:10

I.C.T.:

TESE:

O.E. :

9
10

TEMA 4 Ponto:

TEXTO MATEUS 5:6

I.C.T.:

TESE:

O.E. :

TEMA 5 Ponto:

TEXTO MATEUS 5:7

I.C.T.:

TESE:

O.E. :

TEMA 6 Ponto:

TEXTO MATEUS 5:8

I.C.T.:

TESE:

O.E. :

TEMA 7 Ponto:

TEXTO MATEUS 5:9

I.C.T.:

TESE:

O.E. :

TEMA 8 Ponto:

10
11

CONDIÇÕES PARA SE RESISTIR VITORIOSAMENTE A TENTAÇÃO

MATEUS 4:1-11

I.C.T.: No texto em apreço, o evangelista Mateus narrou no exemplo de Jesus, como se pode resistir a
tentação através de condições cumpridas por Cristo, glorificando a YHWH e deixando o inimigo mais do
que envergonhado.

TESE 1: Pode-se resistir vitoriosamente à tentação com base em três condições cumpridas por Cristo

TESE 2: Cristo aqui preenche três condições para resistir vitoriosamente à tentação.

O.E.: Espero que este seleto auditório consiga a exemplo de Cristo, reunir tais condições e possa sempre
sair vitorioso nas horas de tentação

Texto para um bom exercício


Só eu conheço os planos que tenho para vocês: prosperidade e não desgraça e um futuro cheio de
esperança. Sou eu, o Senhor, quem está falando. : Jeremias 29:11
I.C.T.

Tese:

O.E.

Tema:

OICA

6.4 Observação,Interpretação, Correlação e Aplicação


são as quatro partes essenciais que compõem o fundamento de todo estudo da Bíblia

VAMOS TRABALHAR COM I TESSALONICENSES


PONDO EM PRÁTICA
1. Observação(papel de detetive) é a observação do registro do que se pode ver
num texto adotado de estudo da Bíblia. Significa estar mentalmente ciente do que
se vê. O propósito da observação no estudo da Bíblia é saturar-se do conteúdo da
passagem da escritura, ficar tão familiarizado quanto possível com tudo o que o
escritor bíblico está dizendo, explicita ou implicitamente. A exatidão é importante na
observação, por tanto há a necessidade de discernir o que é e o que não é
importante.(6)

11
12

OICA

6.4 Adote a atitude mental certa:


Ela exige um ato de vontade. Se precisa estar determinado a conhecer e aprender.
Ela exige persistência em saber. Um dos segredos da persistência no estudo pessoal
da Bíblia está em ver que os resultados realmente valem o esforço e o labor nele
empenhados.

Ela exige paciência. Não se pode tomar atalhos no processo de aprendizagem. A


verdadeira aprendizagem toma muitíssimo tempo. O processo é tão importante
como o produto.

Ela exige registro diligente. É bom registrar diligentemente todas as observações


que se faz durante o estudo pessoal da Bíblia.
Ela exige cautela. Não se perder nas minúcias, não parar com as observações, não
dá valor a tudo.

6. HENRICHSEN, Walter A. Métodos de Estudo Bíblico 7ª Ed. – São Paulo;


Mundo Critão 1997

Existem seis (6) questões básicas para a observação:


Quem? O que? Onde? Quando? Por que? Como?
Descobrir a forma ou estrutura da passagem em estudo.

Há algum exemplo que devo seguir? * Há alguma ordem que devo
obedecer?
 Há algum erro que devo evitar?* Há algum pecada para abandonar?
OBSERVAÇÃO - Observe bastante o texto: I Tessalonicenses 5: 16-18

 Observe suas lições e possíveis aplicações


 Observe: No texto em apreço, temos três lições (ou comportamentos):
- Regozijai-vos
- Orai
- Dai graças
 Observe: todas as ordens têm modificadores (contemplações) sempre, sem
cessar, em tudo.
2. Interpretação (Papel promotor de decisão) ³
A observação procura responder à pergunta: “Que diz?”. A
interpretação procura responder à pergunta: “Que significa?”.
Interpretação é o ato ou processo de explicar; esclarecer o sentido
de; dar uma explicação. No estudo da Bíblia se procura explicar o
sentido da passagem e compreender o sentido que essas palavras
tinham para o escritor quando ele as comunicou às pessoas do seu
tempo.
A interpretação segue-se à observação.
As três partes do processo interpretativo são: propósito, pensamento-
chave e fluxo.

12
13
Propósito:Aqui seu objetivo é determinar porque o escritor levanta o
assunto. Determinar o propósito do livro, passagem, poema, narrativa,
ou o que mais houver; é o primeiro passo da interpretação. Às vezes, o
propósito é bem fácil de descobrir, como no caso do evangelho de João
20:31 “Estes, porém, foram escritos para crerdes que Jesus é o
Cristo, o filho de YHWH, e para que, crendo tenhais a vida eterna
em seu nome”.
Pensamento chave: É a “ideia grande” que o texto apresenta

Fluxo: É procurar entender como o escritor abordou o seu trabalho

OICA

“O propósito primário da Bíblia é mudar as nossas vidas, não aumentar o


nosso conhecimento”.
Ao fazer aplicação pessoal, é importante distinguir entre emoção e volição. Muitas
vezes, aplicar a palavra de YHWH é uma experiência emocional. Todavia, o que
YHWH quer é ação, e não apenas sentimento. Idealmente, o Senhor quer ambas as
coisas, as suas emoções e a sua volição, mas é quando você faz o que YHWH quer,
que você faz aplicação.
Sete passos úteis no processo mecânico de fazer aplicação:

1. Use o princípio da observação


2. Siga as regras da interpretação
3. Seja seletivo
4. Seja pessoal e aplique para a sua vida
5. Escreva por extenso sua aplicação
6. Seja específico
7. Formule um processo de verificação

APLICAÇÃOo texto em apreço: I Tessalonicenses 5: 16-18

 APLIQUE, começando o trabalho em sua própria vida


 REGOZIJAI-VOS SEMPRE. * Eu tenho me regozijado, mas não é sempre. Às vezes,
as preocupações materiais tiram-me o brilho da alegria espiritual.
 ORAI SEM CESSAR. * Tenho orado, mas não é sempre. Perco muito tempo com
coisas fúteis, quando deveria ter mais comunhão com YHWH.
 DAI GRAÇAS EM TUDO. * Dar graças não é o meu forte. Tenho tendência de
murmurar acerca de muitas coisas

 Reconheço que tenho muita ingratidão


 Como fico zangado, as vezes, com bobagens! Tenho que melhorar. Tenho mil
motivos para agradecer e estar sempre alegre
 Reconheço que não tenho orado constantemente. Perco muito tempo sem estar
em comunhão com YHWH.
 Proponho diante de YHWH, começar uma mudança em minha vida, para que
eu possa ver estas ordens sendo uma realidade em meu viver. Muitos esperam
isso de nós. (8)

13
14
8. HENRICHSEN, Walter A. (A p. 15-16, 108 – Métodos de Estudo Bíblico - Mundo Critão 1997)

TEMA: A VONTADE DE YHWH PARA MIM

TEMA: REGRAS PARA UM VIVER PROFUNDO

1. Uma vida de regozijo constante 1. Nunca parar de regozijar-se


2. Uma vida de oração permanente 2. Nunca parar de orar
3. Uma vida de ação de graças sempre 3. Nunca parar de agradecer

7. RECURSOS VITAIS NA ARTE DA PREGAÇÃO

7.1 PALAVRA-CHAVE

 A palavra-chave é um dos recursos homiléticos mais úteis. Se houver unidade no sermão,


haverá uma palavra-chave

 Uma palavra-chave é sempre um substantivo, um substantivo verbal ou um adjetivo.


Exemplos:

 SUBSTANTIVO: atributos, obstáculos, causas, meios


 SUBSTANTIVO VERBAL: princípios, recusas, inferências, compromissos,
expectativas

 ADJETIVO SUBSTANTIVADO: atualidades, fraquezas. Indica qualidade

 Uma palavra-chave deve ser usada sempre com precisão


 Uma palavra-chave é sempre noPLURAL

UMA BREVE LISTA DE PALAVRAS-CHAVES


A
ABORDAGENS,ABUSOS, ACORDOS, ACUSAÇÕES, ADMOESTAÇÕES, ADVERTÊNCIAS,
AFIRMAÇÕES, ALEGRIAS, ALVOS, ALTERNATIVAS, AMEAÇAS
C
COSTUMES, CREDENCIAIS, CRENÇAS, CRITÉRIOS, CRÍTICAS, CULPAS, CONCLUSÕES, CONVITES
D
DÁDIVAS, DÉBITOS, DECISÕES, DECLARAÇÕES, DEFESAS, DESTINOS, DETALHES, DONS
E
ELEMENTOS, ENGANOS, ERROS, ESPERANÇAS, EVIDÊNCIAS, ESTÍMULOS, EVENTOS
F
FACETAS, FALHAS, FARDOS, FASES, FATORES, FINANÇAS, FORMAS, FRAQUEZAS, FRASES, FATOS
G
GANHOS, GENERALIZAÇÕES, GRAÇAS, GRAUS, GRUPOS, GABARITOS, GRITOS
HI
HABILIDADES, HÁBITOS, IDÉIAS, IMPERATIVOS, IMPULSOS, INCENTIVOS, INCIDENTES, INDÍCIOS
JL

14
15
JULGAMENTOS, JUSTIFICAÇÕES, LIÇÕES, LEALDADES, LEMBRANÇAS, LEIS, LITÍGIOS,
LIVRAMENTOS
MN
MALES, MANIFESTAÇÕES, MARCAS, MEIOS, MODELOS, NECESSIDADES, NOÇÕES, NÍVEIS, NOTAS
OP
OBJEÇÕES, OBRIGAÇÕES, OBSTÁCULOS, OFERTAS,PASSOS, PECADOS, PENALIDADES, PREJUÍZOS
QR
QUALIDADES, QUALIFICAÇÕES, QUESTÕES, REALIDADES, RECOMPENSAS, RECURSOS,
REALIDADES
ST
SOLICITAÇÕES, SUCESSO, SURPRESAS, SINTOMAS, TEMAS, TÓPICOS, TRAÇOS, TESTES, TÓPICOS,
TRAÇOS, TESTES, TEMORES
UV
URGÊNCIAS, USOS, VANTAGENS, VALORES, VERDADES, VIRTUDES, VOZES, VIOLAÇÕES
Z
ZELOS (7 )

7. KOLLER, Charles W. - PREGAÇÃO EXPOSITIVA SEM ANOTAÇÕES 5ª ed .- Sã0 Paulo Mundo


cristão 1997

OBS:. A Palavra-Chave, geralmente envolve o uso de um verbo transicional, que é

sempre um verbo transitivo que requer um objeto. Muitas vezes, o Objeto é a

palavra-chave.

Este Texto levanta...Questões - O Senhor faz...Promessas


O Apóstolo comunica... Débitos - A situação clama por ... Respostas
A Fidelidade leva a ... Satisfações - O Profeta Fala de...Razões

7.2 A Palavra-Chave

 Este singelo recurso tem sido iluminador e um fator na experiência homilética de muitos
jovens ministros e dos mais velhos
 Pregadores que, após um sermão sobre uma passagem, achavam que tinham quase esgotado as
suas possibilidades homiléticas, puderam com relativa facilidade, encontrar vários outros
esboços na mesma passagem, pela abordagem.

 EXEMPLO: OBSERVE O TEXTO ABAIXO DE VÁRIOS ÂNGULOS:


Texto : Atos 8:26-40

 Do ponto de vista de Felipe:

TEMA: CONDIÇÕES PARA O TESTEMUNHO EFICIENTE

1. Deve ajustar-se à direção do Espírito vv. 26,27,29,30


2. Deve proceder com tato v. 30
3. Deve usar as Escrituras vv. 32-35
4. Deve apresentar Jesus v. 35
5. Deve completar o trabalho vv. 37-38

 Do ponto de vista do Espírito Santo:

TEMA: DIREÇÕES DO ESPÍRITO SANTO

15
16

1. Levou Felipe ao local vv. 26,29


2. Levou Felipe ao homem vv. 29,30
3. Levou Felipe a uma passagem bíblica v. 33
4. Levou Felipe a um feliz resultado v. 39

 Do ponto de vista do etíope

TEMA: PASSOS PARA A SALVAÇÃO

1. Deve estar aberto a verdade vv. 28-31


2. Deve entender v. 30
3. Deve Crer v.37
4. Deve obedecer v.38

 Do ponto de vista de qualquer pessoa que busca a salvação

TEMA: AUXÍLIOS NO TRAJETO PARA A SALVAÇÃO

1. O Espírito Santo v. 29
2. As Escrituras vv. 28-33
3. O conquistador de almas vv. 30,35,37,38 (8)

EXERCÍCIO: Faça uma abordagem múltipla em João 15: 1-16, do ponto de


vista:
1. Do agricultor eterno.
2. Da videira verdadeira.
3. Dos discípulos.
4. De qualquer pessoa dentro do Reino.

7.3 COMO FAZER O SERMÃO CORRETAMENTE

 O assunto deve partir da TESE


 A TESE deve proceder do I.C.T.
 O I.C.T. deve estar corretamente harmonizado com o texto
 As divisões devem vir do assunto (título ou tópico)
 Cada subponto, explicando corretamente o ponto de sua divisão (9)

EXERCÍCIO: Faça um belo esboço usando João 3:16

8 KOLLER, Charles W. – Pregação Expositiva sem Anotações p.


9. KOLLER, Charles W. – Pregação Expositiva sem Anotações

8. OS DIVERSOS TIPOS DE SERMÕES

 É aquele em que as divisões principais, procedem na íntegra do próprio texto.

16
17

SERMÃO TEXTUAL PURO

EXEMPLO: TEXTO JOÃO 5:24

I.C.T. No testo em apreço, Jesus falou sobre a necessidade de se ouvir a sua palavra, tendo uma crença real
em YHWH para se obter a vida eterna.

TESE Ainda hoje, o evangelho apresenta as verdades sobre a dinâmica da salvação baseada no ouvir a
Palavra, crer e receber imediatamente a vida eterna

O.E. Espero que meu seleto auditório, ao ouvir a palavra de Cristo, nesta noite, o Espírito do Senhor,
conduza-os à crença real em YHWH, e que todos possamos sair deste recinto, agraciados com a bênção da
vida eterna

TEMA: VERDADES SOBRE A DINÂMICA DA SALVAÇÃO


1. “Quem ouve a minha Palavra”
2. “Crer naquele que me enviou”
3. “Tenha a vida eterna”
4. “Passou da morte para a vida”

EXERCÍCIO: 3 Faça um sermão textual puro em Atos 16:31


I.C.T.

TESE

O.E

TEMA:

1. _____________________________________
2. _____________________________________
3. _____________________________________
4. _____________________________________
SERMÃO TEXTUAL ANALÍTICO
8.2

 O sermão indutivo, é aquele que seus pontos principais exigem a resposta dada pelo texto
que está sendo trabalhado.

EXEMPLO: TEXTO DE JOÃO 5:24


I.C.T. No testo em apreço, Jesus falou sobre a necessidade de se ouvir a sua palavra,
tendo uma crença real em YHWH para se obter a vida eterna.

TESE Ainda hoje, o evangelho apresenta as verdades sobre a dinâmica da salvação


baseada no ouvir a Palavra, crer e receber imediatamente a vida eterna

O.E. Espero que meu seleto auditório, ao ouvir a palavra de Cristo, nesta noite, o
Espírito do Senhor, conduza-os à crença real em YHWH, e que todos possamos sair
deste recinto, agraciados com a bênção da vida eterna

TEMA: VERDADES SOBRE A DINÂMICA DA SALVAÇÃO

1. O que devemos ouvir? “A minha Palavra”


2. Em quem devemos crer? “Naquele que me enviou”
3. Que bênção obtemos desta graça? “a vida eterna”
4. Qual a grande mudança adquirida? “Passou da morte para
a vida
17
18

8.3 SERMÃO TEXTUAL POR INFERÊNCIA

 É aquele em que pontos principais correspondem com a verdade do texto em que se está
trabalhando, por intermédio de uma inferência
.
EXEMPLO: Você estará parafraseando o texto. - TEXTO JOÃO 5:24

.C.T. / TESE / O.E. os mesmos acima

TEMA: VERDADES SOBRE A DINÂMICA DA SALVAÇÃO

1. Ela começa ao ouvir “Quem ouve a minha Palavra e as


pratica
2. Ela aponta para a crença em YHWH - Crer naquele que me
enviou
3. Ela proporciona uma alta recompensa - Ela estabelece uma
transformação
4. Ela estabelece uma transformação “Passou da morte para a
vida”

SERMÃO TEMÁTICO

8.4 .É aquele em que o tema domina totalmente o sermão


I.C.T. No testo em apreço, Jesus falou sobre a necessidade de se ouvir a sua palavra,
tendo uma crença real em YHWH para se obter a vida eterna.

TESE Ainda hoje, o evangelho apresenta as verdades sobre a dinâmica da salvação


baseada no ouvir a Palavra, crer e receber imediatamente a vida eterna

O.E. Espero que meu seleto auditório, ao ouvir a palavra de Cristo, nesta noite, o
Espírito do Senhor, conduza-os à crença real em YHWH, e que todos possamos sair
deste recinto, agraciados com a bênção da vida eterna

TEMA: VERDADES SOBRE A DINÂMICA DA SALVAÇÃO


1. A dinâmica da salvação começa ao ouvir a Palavra
2. O alvo na crença, na dinâmica da salvação é YHWH
3. O premio na dinâmica da salvação é vida eterna
4. A transformação na dinâmica da salvação é da morte para a
vida.

18
19
8.5
A OBRA EXPOSITIVA

TEXTO COLOSSENSES 1: 24-29


I.C.T. No texto em apreço, o apóstolo Paulo falou claramente aos
irmãos de Colossos, como ele se enquadrou dentro da verdade
divina para elucidar a mais alta revelação de YHWH aos homens,
Jesus Cristo
TESE Precisamos aceitar o desfio divino hoje, tornando-nos
autênticos servos do Pai celestial, para manifestar a riqueza da sua
graça aos homens, incluindo a Igreja.
O.E. Espero que esta amada Igreja, nesta hora tão séria, e todos os
chamados por YHWH, não só conheçamos profundamente o
Senhor Jesus, mas nos empenhemos em manifestá-lo, custe o que
custar

TEMA:ATITUDES DE UM VERDADEIRO SERVO DE YHWH

A OBRA EXPOSITIVA

TEXTO COLOSSENSES 1: 24-29

A
1. ENFRENTAR ALEGRIMENTE QUALQUER OBSTÁCULO V.24

1.1 Enfrentar dificuldades com regozijo v.24


 A vida dirigida pelo Espírito Santo reage desta forma
1.2 Enfrentar dando sequência ao evangelho
 O resto do sofrimento de Cristo, não quer dizer falta de sacrifício da parte de Cristo, refere-
se ao custo de proclamar o evangelho ao mundo
1. É aquele em que pontos principais correspondem com a verdade do texto em que
se está trabalhando, por intermédio de uma inferência
 de Cristo, não quer dizer falta de sacrifício da parte de Cristo, refere-se ao custo de
2. TER PLENA CONSCIÊNCIA
proclamar DA CHAMADA DIVINA 25
o evangelho ao mundo
1.1 YHWH é o maior interessado pelo Reino
 O servo é movido pela orientação divina
1.2 YHWH espera muitos servos abnegados

3. ESTAR ADESTRADO PARA REVELAR A PALAVRA 25b


3.1 A revelação da Palavra é indispensável
 A Palavra manifesta Jesus. Ele é a própria Palavra
3.2 A revelação da Palavra é possível por bons instrumentos
 Instrumentos conscientes – Ai daqueles que têm dons e não procuram cumprir a Palavra de
YHWH

4. ELUCIDAR O GRANDE MISTÉRIO DE YHWH 29 26

19
20

4.1 Cristo, o grande mistério de YHWH o próprio YHWH estava oculto em


Cristo, o mistério já revelado
 Agora temos um segredo aberto
4.2 Cristo, um mistério que não pode sr ignorado
 Os cristãos precisam estar mais relacionados com Cristo (Jo. 15:5,8)
4.3 Cristo, mistério que revela esperança da glória
 Verdade salvadora, libertadora. O homem tem direito a participar das
manifestações ricas de YHWH

5. EDIFICAR NA ÍNTEGRA, O HOMEM ESPIRITUAL 28


5.1 Edificação através da anunciação
5.2 Edificação através da sabedoria
5.3 Edificação com frutos perfeitos
 Tendo toda plenitude de Cristo e YHWH (Col, 1:23 ; Ef. 3:19)
 Sendo santo como YHWH (Mt. 5:48)

8.6 MAIS EXEMPLOS DOS DIVERSOS TIPOS DE SERMÕES

EXEMPLO DO TEXTO PURO:

TEMA: PRIVILÉGIOS DIVINOS DOS CRENTES

TEXTO: I PEDRO 2:9-10

1. “GERAÇÃO ELEITA”
1.1 Eleitos, não segundo nossas obras (II Tm. 1:9)
1.2 Eleitos segundo a presciência de YHWH (I Pe. 1:2)
1.3 Eleitos para testemunhar as grandezas de YHWH (Rm. 8:9)

2. “O SACERDÓCIO REAL”
2.1 Podendo aproximar-se por meio de Jesus Cristo (Hb. 4:15-16)
2.2 Os crentes são parte do grande Sacerdote (Hb. 4:14-15)
2.3 Cristo elegeu um reino sacerdotal para governar a terra

3. “A NAÇÃO SANTA”
3.1Santos pela misericórdia de Jesus Cristo (I Pe. 2:10)
3.2 Santos porque somos separados para a glória de YHWH (Tito 2:4)
3.3 Santos porque participamos da natureza de YHWH (I Pe. 1:15-16)

4. “POVO ADQUIRIDO”
4.1 Adquirido por alto preço (At. 20:28)
4.2 Adquirido para ser sua herança (Ef. 1:18) ( 10 )

10. SOBRINHO, Munguba – Esboço de Homilética

20
21

MAIS EXEMPLOS DOS DIVERSOS TIPOS DE SERMÕES

EXEMPLO DO TEXTUAL POR INFERÊNCIA

TEMA: SEGREDOS DO BEM VIVER

TEXTO: I PEDRO 3:10-11

1. EM TRAZER A LÍNGUA SEMPRE REFREADA


“ Refreie a língua do mal”

1.1 A língua deve estar sempre refreada (Tg. 3:3-5)


1.2 A língua refreada é sinal de sabedoria (Prov 15:2,28)

2. EM REPUDIAR SEMPRE A MENTIRA


“ E os lábios não falem engano”

2.1 Porque o justo aborrece a mentira (Prov. 13:5 ; 12:19)


2.2 Porque a mentira é do diabo (Jo. 8:44 ; Ef. 4:25)
2.3 Porque o mentiroso não entra no reino do céu (Ap. 22:11)

3. EM SER INIMIGO DO MAL


“Aparte-se do mal e faça o bem” 11

3.1 O caminho do mal e o caminho do ímpio perecem (Pv. 4:19)


3.2 O crente não tem mal como pagamento (Rm. 12:19-20)

4. EM SER AMIGO DA PAZ


“ Busque a paz e siga-a”

4.1Ele tem paz com YHWH porJesus Cristo (Rm. 5:1)


4.2 Cristo é o príncipe da paz e o crente é seu discípulo (Is:9:6)

11. SOBRINHO, Munguba – Esboço de Homilética p. 81,82 1995 Casa Publicadora


Batista

Vivências profundas para vida em Cristo


Colossenses 2: 6-7

1. Uma vivência experimental v.6a “Como recebestes”

1.1 Paulo está se referindo à experiência transmitida através da Palavra


1.2 Epafras ministrou Cristo com fidelidade à Palavra revelada
1.3 O mero conhecimento de YHWH não leva à experiência - Teologia
O evangelho na íntegra, é a mensagem da cruz – loucura, escândalo
Nicodemos conhecia muito. Era mestre em Israel, mas estava distante da nova
revelação, Cristo, através do ‘novo nascimento
Constantino, em 313 DC determinou a aparente vitória do cristianismo, onde

21
22
milhares se tornaram cristãos, sem contudo experimentarem uma verdadeira
conversão.
O Brasil católico é o retrato do cristianismo sem o novo nascimento, é apenas mera
religião, que se assemelha a um carrossel, que não leva a lugar algum.
1.4 Nossa experiência com Cristo não pode ser meramente circunstancial, emocional.
Circunstancial busca: alimentos, curas... Emocional: “Seguirei para onde quer..”

2. Uma vivência contínua v. 6b “Andai Nele”


2.1 Paulo usa esta metáfora 29 vezes em suas epístolas
Dia-a-dia temos de estar em Cristo verdadeiramente. Jo. 15.2
2.2 Andai Nele, deve ser o nosso viver constante
Andar Nele é estar em harmonia com sua doutrina: “Necessário vos é nascer de
novo” ·“Um novo mandamento vos dou, que vos ameis uns aos outros...” “Ide, fazei
discípulos de todas as nações”
Andar Nele é viver em comunhão mística com Cristo. Ex. Ramo frutífero.Jo. 15.4
Andar Nele é seguir a orientação do Espírito Santo, que deseja a glória de Cristo.
Andar Nele é permitir que Ele viva em nós. “Estou crucificado com Cristo
...Cristo vive em mim...”
Andar Nele é viver em comunhão constante com Cristo. Cristianismo verdadeiro não é
uma religião, é vida de Cristo habitando em nós, pelo seu Espírito. I Co. 3.16
Andar Nele é oferecer aos homens oportunidade de salvação, como Ele mesmofez.

3. Uma vivência profunda v.7a “Nele radicados”


3.1 Esta vivência requer ação contínua do cristão
3.2 O vocábulo grego (Ridzo) “lançar raízes” Dia-a-dia identifico-me com a obra da cruz
Dia-a-dia vivo sua gloriosa vitória
3.3 É imprescindível estar enraizado em Cristo. Jo. 15.5
Tenho que ser um ramo enraizado, preciso dar muito fruto
Tenho que estar em Cristo e ele estar em mim.
Ele não pode estar em um ramo que está Nele superficialmente
3.4 A moda do século é crentes superficiais
Crentes que não querem compromisso com o reino “sem Mim, nada podeis fazer”

4. Uma vivência construtora v.7b “Nele edificados”


4.1 Temos aí a figura do edifício.
A ideia é mesmo de reconstrução (gr. Eipokodomeo) “Edificados sobre”
4.2 Ele é a pedra angular, pedra de esquina Nós, pedras que vivem edificadas Nele
Nele formamos o mais belo edifício, o mais lindo de todos os séculos
O mundo antigo tinha sete maravilhas: Os jardins suspensos da Babilônia
As pirâmides do Egito, A estátua de Júpiter, O colosso de Rodes
O mausoléu de Helicarnos, O Templo de Éfeso, O farol de Alexandria
4.3 Permita a construção de sua vida Nele, pela obra da cruz.
O mundo moderno está marcado com diversas maravilhas que superam todas as
maravilhas do mundo antigo. Aviação, informática, arquitetura das mais ousadas,
viagens espaciais, onde a lua tornou-se a rota do século XXI, etc.
Mas a obra redentora da cruz é a mais alta e sublime construção. Vidas
condenadas, amaldiçoadas, ao serem atraídas pelo de Pai em Cristo, tornam-se filhos
verdadeiros do YHWH eterno, servos do Senhor Jesus o Messias,

5. Uma vivência de firmeza na fé v.7c “Confirmados na fé”


5.1 O secularismo tem tido muita influência sobre a vida da Igreja
Nossa tendência é seguir os nossos cinco sentidos
5.2 O Evangelho não aceita interferências naturais ou materialistas
5.3 O Evangelho manifesta-se de fé em fé
Fé, não crendices em coisas materiais, mas no dom que procede do eterno.
Nossa mente material acha isso um absurdo, loucura, escândalo da cruz! Para
os crentes é o poder de YHWH, que nos leva ao novo nascimento e vida

22
23
espiritual em Cristo.Cuidado com o ‘sagrado’ que não corresponde à fé
evangélica
5.4Temos que estar confirmados (gr. Bebaico) Estabelecer, firmar, fortificar
Fé nos leva à fidelidade para com o nosso Senhor. (Vida sem compromisso é
crendice absurda, fuga, medo)

6. Uma vivência cheia de gratidão v.7d “Abundando em ação de graças”


6.1 Todos nós gostamos de favores.
6.2 Fomos altamente enriquecidos Ef. 2.8
6.3 A gratidão muitas vezes não é o nosso ponto forte.
O que é gratidão? O profundo reconhecimento da ação de YHWH em Cristo,
mediante a obra da cruz – Nos chamou, predestinou, justificou, glorificou.
Rm. 8.29-30
“ gratidão é como licor do Oriente, só se encontra em vasos de ouro, estiola e
morre nas almas pobres, mas desabrocha nas almas nobres”
6.4 Precisamos ser agradecidos.
A orientação e agradecer abundantemente Gr.(Perisseo) Extravasar, exceder, ser
mais do que suficiente.(12)

12 ( SILVA, - 2005p. 35,36)

Paulo confrontou a heresia que ameaçava os colossenses, apresentando a verdadeira vida cristã autêntica- 2: 6-
7
* Apelou para os crentes andarem em Cristo – 6.
* Devem sempre ficar alicerçados e edificados em Cristo v 7.
* Devem cuidar do perdido e lutar contra “seqüestradores” que anulam a vida autêntica em Cristo v 8. (13)

13. SHEDD, Dr. Russell P. Conferência Teológica Em Busca Da Vida Cristã Autêntica Recife julho de 2005

23
24

EXEMPLO DE SERMÃO TEXTUAL ANALÍTICO

TEMA: A Missão Específica de Jesus

TEXTO: Lucas 19:10

1. QUEM VEIO DO CÉU AO MUNDO?


“ O Filho do Homem”

1.1 Negativamente
 Não foi Abraão, Elias, João Batista ou Maria

1.2 Positivamente
 Jesus Cristo, o “Filho do Homem”
 YHWH enviou Seu próprio filho

2. PARA QUE JESUS CRISTO VEIO AO MUNDO?


“ Veio buscar e salvar”

2.1 Negativamente
 Não veio apenas para curar e pregar moral religiosa
 Não veio apenas ser um exemplo para os homens

2.2 Positivamente
 Veio buscar as ovelhas desgarradas
 Veio salvar os pecadores

3. QUE QUALIDADE DE PECADOR VEIO ELE SALVAR NO MUNDO


“O perdido”

3.1 Negativamente
 Não os justos
 Não os que confiam no Senhor
 Não os que confiam em obras

3.2 Positivamente
 Veio salvar o pecador perdido (Mt. 9:13)
 Veio salvas os doentes (Mt. 9:12) (14 )

14 SOBRINHO, Munguba – Esboço de Homilética

24
25

Exemplo de Sermão Temático

TEMA: * (15) REALIDADES SOBRE - A DÁDIVA SUPREMA DE YHWH

TEXTO: JOÃO 3:16

1. EM QUE CONSISTE ESTA DÁDIVA.


1. Não consiste apenas em valores materiais
1.2 Consiste,sim,numa pessoa: Jesus Cristo

2. O VALOR DESTA DÁDIVA.


2.1 Não há maior do que Ele, visto que se trata do Filho de YHWH
2.2 Não há mais precioso do que Ele, visto que YHWH deu o melhor
2.3 Não há melhor do que Ele, visto que Nele está toda plenitude Divina

3. FINALIDADE DESTA DÁDIVA.


3.1 Toda dádiva tem um fim em vista: Agradar, Honrar, Beneficiar, 3.2
Demonstrar Gratidão...
3.3 A dádiva de YHWH aos homens tem finalidade suprema:
 Visa demonstrar seu grande amor...
 Visa revelar sua misericórdia...
 Visa, finalmente, enriquecer com a posse do tesouro...

4. A QUEM É OFERECIDA ESTA DÁDIVA


4.1 A quem os homens costumam oferecer seus presentes
4.2 YHWH porém, oferece sua dádiva suprema:
 Não aos melhores homens do mundo...
 Não aos justos (Mt. 9:13)
 Mas aos pecadores perdidos... (Lc. 19:10) ( 16)

25
26

Obra Expositiva:

As mais altas vitórias conseguidas em Cristo, Colossenses 2: 8-15

Tudo que YHWH deseja da humanidade, é que cada homem reconheça, que sua vitória esta
sacramentada em Jesus o seu filho amado. Paulo doutrinando a Igreja, afirmou
categoricamente, que a nossa suficiência vem única e exclusivamente de Cristo, apresentando a
importância de estarmos Nele, para ter uma vida altamente vitoriosa. Nosso desejo é que todos
possamos conhecê-lo melhor, participando efetivamente da obra redentora, procurando viver a
vida vitoriosa que foi planejada para todos nós mediante a morte e ressurreição de Cristo, e
assim atingirmos o grande objetivo de YHWH: gerar filhos conforme a imagem do seu Filho

1. Nele temos poder para


nossas vidas 9,
qualificar
1.1 Conhecê-lo profundamente gera vida
poderosa
1.2 Nele habita toda plenitude divina (gr. Pleroma inteiro).
1.3 Lembre-se Cristo é o grande mistério de YHWH, agora revelado!
1.4 Tudo que precisamos é crer nesta dimensão. João 7: 38 15: 4-5
1.5 Toda força e poder que precisamos, é estar Nele - e não nas pessoas.

2. Nele fomos aperfeiçoados verdadeiramente


para glória do Pai 10 - 13
“Nele estais aperfeiçoados..”
* Tendes a vossa plenitude Nele *tendo sido sepultados com ele no batismo.
* No qual também fostes ressuscitados pela fé no poder de YHWH.
* Vos vivificou juntamente com Ele, perdoando-nos todos os delitos.
2.1 Tal perfeição não é por mérito próprio, mas por Cristo.
2.2 Participar Dele significa ser elevado acima dos seres angelicais
2.3 Jamais podemos viver as coisas vergonhosas do passado. Ler Ef. 5: 2-12
Mas a prostituição, e toda sorte de impureza ou cobiça, nem sequer se nomeie
entre.vós, como convém a santos, nem baixeza, nem conversa tola, nem gracejos
indecentes, coisas essas que não convêm; mas antes ações de graças. Porque bem sabeis
isto: que nenhum devasso, ou impuro, ou avarento, o qual é. Idólatra, tem
herança no reino de Cristo e de YHWH.
Ninguém vos engane com palavras vãs; porque por estas coisas vem a ira de YHWH. Sobre os filhos
da desobediência. Portanto não sejais participantes com eles; Pois outrora éreis trevas, mas agora sois
luz no Senhor; andai como filhos da luz. (pois o fruto da luz está em toda a bondade, e justiça e
verdade), provando o que é agradável ao Senhor; ·.e não vos associeis às obras infrutuosas das
trevas, antes, porém, condenai-as; porque as coisas feitas por eles em oculto, até o dizê-las é
vergonhoso. Mas todas estas coisas, sendo condenadas, se manifestam pela luz, pois tudo o que
se manifesta é luz.
2.4 Muito cuidado com o padrão do mundo.- (Valeu mãe) respondeu a filha recebendo
uma camisinha da mãe.
2.5 Nele estaremos cheios da sua divindade. Cuidado com o ser igual a YHWH e maior do que
Ele *Podemos estar cheios do Seu Espírito. *Com a obra da cruz, fomos gerados filhos de
YHWH, logo temos sua natureza. * Em Cristo YHWH nos justificou, isto é um decreto do
supremo Juiz Rom 8:30
2.6 Nele fomos eleitos para sermos conforme a imagem do seu Filho Rom; 8:29 *Eleição que se
alicerça na vontade divina, não nos nossos méritos *Eleição que se é estabelecida pelo decreto
divino * Eleição em harmonia com a obra da cruz * Eleição que ocorre pela presciência divina,
FACULDADE DE TEOLOGIA INTEGRADA Página 26 26/09/2019Ele está
chamando o que já previu

26
27

3. foi cancelada a grande e


Nele v 14
Vergonhosa dívida
“E havendo riscado o escrito de dívida que havia contra nós nas suas ordenanças,
Qual nos era contrário, removeu-o do meio de nós, cravando-o na cruz”.

3.1 A lei exigia o cumprimento da revelação – “A alma que pecar, essa morrerá”
3.2 Jesus foi feito maldição para nós sermos vitoriosos. Gal. 3:13 “Cristo nos resgatou
da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito
todo aquele que for Na cruz YHWH cancelou (gr. Eksaleiro), apagou, riscou,
isentou-nos de qualquer dívida – Aleluia

4. Nele temos a Derrota total de todos os


nossos inimigos 15

“E, tendo despojado os principados e potestades, os exibiu publicamente e deles triunfou na


mesma cruz”.

4.1 Nele os poderes satânicos foram destruídos


4.2 Nele os demônios foram vencidos e despojados (gr. Apekdoumai) eles foram desarmados,
derrotados – Eles não têm mais como agir para os que estão em Cristo Jesus. Aleluia
4.3 A total derrota de satanás se deu com o sacrifício da cruz, previsto antes da fundação do
mundo. Apoc. 13:8 “E o adorarão todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes
não estão escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto, desde a fundação do mundo”.

4.4 Sua vitória é espetacular com a ressurreição – Ele triunfou, venceu toda batalha.
4.5 O verbo (gr. Triambéo ) assegura total vitória sobre todos os seus inimigos, e é comparada a
vitória do general romano que trazia consigo em cadeias seus inimigos e os expunha
publicamente na praça principal da cidade.

17 (SILVA, 2005p. 39-40)

27
28

A OBRA EXPOSITIVA

Em busca da vida cristã autêntica pelo Reino de Cristo


Colossenses 2: 8-15

Introdução: Paulo confrontou a heresia que ameaçava os


Colossenses 2: 8-15

1. Devem cuidar do perdido e dos “seqüestradores” que anulam a vida


autêntica em Cristo v 8.

2. O Senhorio de Cristo é a resposta a heresia: v 9-12


2.1 Em Cristo habita toda plenitude de YHWH v 9.
2.2 Nessa plenitude há tudo de que o cristão precisa v 10.
2.3 A circuncisão de Cristo significa o despojamento do corpo v 11.
2.4 O significado do batismo para a vida em Cristo v 12.
2.5 A ressurreição de Cristo é a nossa ressurreição v 12

3. A morte no pecado foi substituída por uma vida nova em Cristo v 13ª

4. Nossos delitos foram perdoados v 13b.

5. A obrigação e condenação da lei foram ab-rogados v 14.

6. Jesus venceu todas as forças satânicas na cruz v 15

Conclusão: A união com Cristo, por meio da morte e ressurreição, torna o


sofrimento aceitável, esforço natural é heresia desprezível.

18. SHEDD, Dr. Russell P. Conferência Teológica - Em Busca Da Vida Cristã AutênticaRecife 26-31 julho de 2005

28
29

9. TRABALHO PRÁTICO NA ARTE DA PREGAÇÃO

Verdades imprescindíveis sobre a grandeza da vocação ministerial

Objetivos: TEXTO: ATOS 9:15-17


 CONSCIENTIZAR OS OBREIROS SOBRE UMA MAIOR VALORIZAÇÃO DO
MINISTÉRIO
 DESPERTAR UMA MAIOR GRATIDÃO PELA SUBLIME ESCOLHA
 ENVOLVER CADA MINISTRO COM A ALTA RESPONSABILIDADE DO
MINISTÉRIO
 MOSTRAR QUE A ÚNICA CONDIÇÃO PARA SER VITORIOSO, É SER CHEIO DO
ESPÍRITO SANTO

1. GRANDE POR CAUSA DO ALTO PRIVILÉGIO OFERECIDO - V. 15A


“Este é para mim um instrumento escolhido”

1.1 A verdadeira vocação é fruto de uma chamada especial - Lc. 5:27


1.2 Nada é mais gratificante do que ser escolhido por Jesus
 Paulo foi agradecido – I Tm. 1
 Billy Grahan, ao ser convidado para ser embaixador dos Estados Unidos disse:
“Não posso baixar de cargo, pois sou embaixador do Rei Jesus o Messias.
2. GRANDE PELO CARÁTER DA MENSAGEM - V. 15B
“Para que leve o meu nome”

2.1 O caráter da nossa pregação não é uso e costumes - Col. 2:20-21


2,2 Não é legalismo – Gl. 2:11-14
2.3 É exaltar o nome de Jesus – Fl. 2:9

3. GRANDE PELO OBJETIVO MISSIONÁRIO - V. 15C


“Entre os gentios,reis, filhos de Israel”

3.1 A verdadeira vocação não se limita a trabalho local


3.2 Não se limita à construção de templos
3.3 Nela está inclusa a evangelização do mundo- Mt. 28:20

4. GRANDE PELO SACRIFÍCIO IMPOSTO À OBRA - V. 16


“Quanto lhe importasofrer pelo meunome”
4.1 Não fomos chamados à moleza – Lc. 14: 26,27,33
4.2 Fomos chamados ao sacrifício – v.16, II Tm. 3:12

5. GRANDE ENFIM, PELA CAPACITAÇÃO PARA ESTA SUBLIME TAREFA - V.


“Fiquescheios doEspírito Santo”

5.1 O sucesso não depende de capacitação intelectual


5.2 Não depende de capacidade de organização e métodos
5.3 Depende, finalmente, do revestimento de poder – At. 1:8

CONCLUSÃO: Vale a pena seguirmos a vocação celestial,pois ela é alta (Fl. 1:14); santa (II Tm. 1:9); celestial
(Hb 3:1).
Como tem sido a nossa dedicação para com a vocação celestial? Somos cheios do Espírito Santo? Nosso
ministério apresenta frutos verdadeiros?

29
30
Algumas dicas para um viver vitorioso
Colossenses 2: 16-23

Conteúdo básico: Cristianismo verdadeiro é galgar uma posição de destaque no reino do Pai
celestial, compreendendo deveras a obra redentora, vivendo acima dos rudimentos do mundo,
com embasamento na Palavra do Eterno, e reconhecer que existe um caminho correto de vitória
no Messias, onde nossa vida será altamente vitoriosa.

1. Estar acima do julgamento humano v 16


1.1 Sempre teremos juízes dentro da Igreja.
1.2 É necessário nosso esclarecimento espiritual.
1.3 Comida, festas, lua nova, uso e costumeis, sábados, jejuns etc. Não são normas para o
cristianismo.

2. Procurar encontrar o caminho certo v 17


2.1 Toda revelação dada no Antigo Testamento é sombra do que havia de vir
17a (grego Skia sombra) e não esboço.
2.2 Surge um novo caminho com uma nova estrutura: Cabeça, corpo – O
orientador agora é o Messias
2.3 Só estaremos bem se seguirmos Cristo o cabeça do corpo que segue
todas as suas determinações reveladas no N.T.

3. Evitar ser juiz dentro do Reino de Pai celestial v 18


3,1 Temos mais juízes dentro das Igrejas, do que nos campos de futebol.
3.2 As Santas Escrituras fala de posições de destaques para a vida do
cristão: Ex. Sal da terra, luz do mundo, rama frutífero, sacerdócio real,
pescadores de homens, ordenados para evangelização do mundo etc.
João 17: 18, 20-21.
3.3 Não podemos ser juízes dos irmãos.

4. Viver acima dos rudimentos do mundo v 20-23


4.1 Não podendo estar vinculado ao pedado. “fazer conscientemente o que é
errado” Nunca!!!
4.2 A morte e ressurreição do Messias são suficientes para nos tirar deste
mundo tenebroso. Não podemos seguir dogmas, temas fora da Palavra.
Não toques,Não é solução, precisamos de mudança interior.
4.3 Precisamos conscientemente saber o que devemos fazer guiadospelo
Espírito Santo.
4.4 Viver como criança é um sinal negativo para a vida cristã, tudo que o Pai
deseja é o nosso amadurecimento. Crescimento espiritual verdadeiro.
4.5 Temos que viver acima dos rudimentos:
 Já morremos com Cristo.
 Já ressuscitamos com Cristo.
 Temos que viver para aquele que nos amou e se entregou por nós.

30
31
Sermão Temático

TEMA: DEDUÇÕES LÓGICAS DE UMA SOLENE PROMESSA DE JESUS


TEXTO LUCAS 23:43

1. DEDUZ-SE DESTA PROMESSA,PRIMEIRO, QUE QUALQUER PECADOR, PODE SER


SALVO

1.1 De qualquer posição social


1.2 De qualquer cor religiosa
1.3 De qualquer nacionalidade
1.4 De qualquer situação moral

2. DEDUZ-SE AINDA, DA PROMESSA DE JESUS, QUE A SALVAÇÃO INDEPENDE DE


MÉRITOS

2.1 O homem não se salva pelo seu valor moral


2.2 O homem não se salva pelo crédito de obras

3. DEDUZ-SE OUTROSSIM, DESTA PROMESSA DE JESUS, QUE NÃO HÁ LUGAR


INTERMEDIIÁRIO

3.1 Se existisse, Ele não teria ido direto ao paraíso


3.2 Se houvesse, o sacrifício de Jesus teria sido insuficiente

4. DEDUZ-SE FINALMENTE, DESTA PROMESSA DE JESUS, QUE A SALVAÇÃO É


IMEDIATA

4.1 Jesus e os apóstolos sempre afirmaram que a salvação é imediata – Jo. 5:24 Atos 16:31

4.2 Se a salvação não fosse imediata, Jesus teria dito outra coisa ao malfeitor (19)

Pilares fundamentais para redenção da


humanidade
João 3:16

I.C.T - No texto em apreço o Senhor Jesus Cristo, revelou ao Dr. Nicodemos, o YHWH do amor
indescritível, sua doação máxima, e revela uma exigência, com alvo definido, para redenção da
humanidade.
TESE – O homem moderno, precisa conhecer, quais são os pilares da redenção, para participar
verdadeiramente da mais sublime revelação divina, a vida eterna
O. E. – Espero que todos nós, que fazemos a Igreja do nosso Senhor Jesus Cristo, conheçamos
profundamente os pilares da redenção, e vivamos plenamente a mais sublime realidade do amor
divino, a vida eterna.

31
32
1 2 3

O O A
Deus Cristo Fé
Que se manifesta com o
amor indescritível Na máxima revelação
 YHWH é Espírito A doação máxima de divina, Cristo
pessoal, que em YHWH ao mundo  A fé, dom divino
santo amor dirige e  Doação, que foi um tem um alvo
governa tudo segredo oculto das determinado
 YHWH resolve em gerações “Crê nEle”
sua soberania,  Cristo, é um  A fé, dom divino
aproximar-se da segredo aberto para tem uma
humanidade em nós exigência: “Crer
rebelião, com  Cristo, oferecido nEle segundo as
profundo amor pra valer em escrituras
 Em seu ser, YHWH sacrifício por nos ” João 7:30
resolveu manifestar Rom. 5:8  A fé, dom divino
quem Ele realmente  Cristo, não pôde aponta
é “YHWH é amor” ser poupado de definitivamente
acordo com os para toda obra da
propósitos divinos cruz Rom. 6: 1-2,
Fil. 2:5-11 6:6 6:11
 Cristo, se entregou
profundamente por
nós, pelo gozo que
lhe estava proposto.

A vida eterna – A mais espetacular recompensa


* Vida eterna é ter efetivamente nossa vida em YHWH
* Vida eterna, é ser de fato filho de YHWH João 1:12 I João 5:19
* Vida eterna, é participara de toda ação gloriosa na cruz pelo sacrifício do
4 Cristo, o Filho
do YHWH vivo.

32
33

Verdades enriquecedoras sobre o amor do nosso Senhor Jesus Cristo II


Coríntios 8:9

1. Um conhecimento muito necessário na vida


cristã
“Porque já sabeis a graça de nosso Senhor Jesus Cristo”

1.1Ninguém pode ser cristão sem conhecer a graça de nosso Senhor Jesus
Cristo.
1.2 Nada é mais gratificante do que conhecer a graça do nosso Senhor Jesus
1.3 Cristo – São mais de seis bilhões de pessoas , e YHWH em Cristo nos
escolheu
1.4 Qual tem sido o nosso conhecimento sobre a graça o nosso Senhor Jesus
Cristo!
2. Uma revelação nítida sobre a graça do nosso
Senhor Jesus Cristo.
“Sendo rico se fez pobre”
3.1 Ele é revelado como o Logos eterno João 1: 1-4
2.2 Ele é o Cristo, o Filho do YHWH vivo – Mateus 16:16
2.3 Ele é o máximo na divindade:
 Nele reside toda plenitude da divindade Col. 1:19 * Plenitude (gr
Pleroma) é um termo para indicar plena deidade, Jesus é realmente
YHWH, toda manifestação de YHWH ao homem.
2.4Ele se fez pobre – Filipenses 2: 6-8

3. Uma única fonte de enriquecimento espiritual e


material
“Para que, por sua pobreza enriquecêsseis”
3.1 Pela sua pobreza - De pecador perdido para filho de YHWH João 1:12
3.2 Pela sua pobreza – Nascemos de novo João 3:14
3.3 Pela sua pobreza – Fomos liberto do império das trevas para o reino do
Filho do seu amor Col. 1:13
3.4 Pela sua pobreza – Em obediência a vontade do nosso YHWH e Pai,
Cristo se entregou para ser morto a fim de tirar nossos pecados e assim nos
livrar deste mundo mau” Gal. 1:4
3.5 Pela sua pobreza – “Ele despojou os principados e potestades, triunfando
deles na cruz” Col. 2:15 I João 4: 19 Hebreus 2:14
3.6 Pela sua pobreza – Ele nos concede plena ousadia para entrarmos no lugar
santíssimo pelo sangue, pelo novo e vivo caminho que é o seu corpo.
Hebreus 10:19-21
3.7 Pela sua pobreza – Nos fez um reino de sacerdotes para servir a YHWH
Pai. Apoc. 1: 5b e 6 5: 9-10 e governar as nações.

33
34

Experiências imprescindíveis para vida cristã


Colossenses 3 1-10

 Introdução: Paulo exortou os cristãos a participarem verdadeiramente da


obra redentora, e terem um conhecimento mais amplo sobre o Senhor
Jesus Cristo. Hoje temos que profundamente viver experiências para
glória de YHWH, e manifesta-las ao mundo onde vivemos

1. Experimentar um profundo envolvimento com a morte de Cristo v3


Porque morrestes, e a vossa vida está escondida com Cristo em YHWH.
1.1 Esta experiência deve vivida por todos Col 2 19b Col 2 20a
1.2 Temos que dia a dia procurar viver a realidade da Palavra.
1.3 Com a nossa natureza morta verdadeiramente no calvário
teremos uma vida altamente vitoriosa.
1.4 Nossa vida deve está oculta em Cristo, isto è espetacular.
1.5 Como vivermos ainda no pecado, nós que para ele morremos?

2. Participar da verdadeira Victória da ressurreiçãode Cristo v


‘Se, pois, fostes ressuscitados juntamente com Cristo, buscai as coisas
que
são de cima, onde Cristo está assentado à destra de YHWH.”
2.1 Nossa vida ressuscitada em Cristo tem novos objetivos.
2.2 Nosso desejo agora è explorai as riquezas celestiais.
2.3 Estamos em Cristo vivendo nova dimensão.
2.4 Nossos desejos devem ser pelas coisas celestiais.

3. Viver aguardando a manifestação da gloriosa vinda de Cristov 4


Quando Cristo, que é a nossa vida, se manifestar, então também vós
vos manifestareis com ele em glória.`
3.1 Nossa maior esperança está na vinda de Cristo.
3.2 Sua manifestação gloriosa será também nossa maior vitória.
3.3 Estou profundamente interessado em sua volta.
4. Colocar em prática a vida cristã deixando os vícios 5-10
4.1 Façammorreraquiloque em vocêspertence à terra v 5
* Vos revistam do novo homem que se refaz para o pleno
conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou. V 10
4.2 Abandonem todos os vícios:
a) Prostituição, lascívia, desejo maligno, avareza. 5
b) Despojai-vos: ira, indignação, linguagem obscena, mentira,
e da velha vida. 8,9

34
35

Tema: Três verdades maravilhosas espiritualmente

João 5:24

1. A quem devemos ouvir espiritualmente ?


“A minha Palavra”
 Negativamente
1.1 Não é, a qualquer líder espiritual que devemos ouvir
1.2 Não é, a qualquer fonte religiosa que devemos ouvir
1.3Jamais devemos ouvir o nosso adversário.
 Positivamente
1.4 Devemos ouvir _______________________________________..
[ 1.5 Sua Palavra é Espírito e vida – Ele é a Palavra que se fez homem. João
1:1
1.6 Sua Palavra é decisiva quanto a vida eterna – Necessário vos é nascer de
novo.
1.7 Só seremos gerados espiritualmente pela divina semente. I Pedro 1:23
2. Em quem devemos crer espiritualmente ?
“Crê naquele que me enviou”
2.1 Muitos hoje creem em tudo – Animais, e em qualquer religião.
2.2 Jesus aponta onde deve estar firmada a nossa fé.
2.3 Nossa fé deve ser em quem ?___________________________.
3. Qual o resultado de se ouvir a sua Palavra e
crer em YHWH?“Tem a vida eterna”
 Negativamente
3.1Não é receber meramente favores materiais
3.2 Não é ter uma vida religiosa aparentemente.
 Positivamente
3.3 O que é Vida eterna ? ______________________ João 3:3
3.4 O que é vida eterna ? ________________________Romanos 6.6
3.5 Vida eterna é ter nossa vida imortalizada, nossa vida em YHWH.
3.6 Vida eterna e participar da vida vitoriosa de Cristo. – Morte e
ressurreiçãoCol. 2:12.
 Acreditar, Que pela obra da cruz “Ele nos tirou do poder das trevas, e nos
transportou para o reino do Filho do seu amor” 1:13
 Acreditar, que “Nele habita corporalmente toda plenitude da divindade.. E
recebemos a plenitude em Cristo Col. 2: 9, 10ª
 Acreditar, que na cruz, “Ele riscou todo escrito de dívida que havia contra
nós...Tirou do meio de nós, cravando-o na cruz Col. 2:14
 Acreditar, que Ele na cruz, “Despojou os principados ....... Col. 2:15
 Acreditar, em nosso ministério oferecido pela obra da cruz, “Nos fez um
reino de sacerdotes para YHWH...Apoc. 1:5b, 6 e reino de sacerdotes para
governar as nações da terra Apoc. 5:10

35
36
Tema: Ocorrências importantes na cidade de Genezaré
Texto: Mateus 14:34-36

1. Ocorreu, o______________________________________v. 35a


“Quando os homens daquela cidade o reconheceram” “Mandaram mensageiros
por toda cidade.”
1.1 Eles reconheceram-no como o Messias
1.2 Eles reconheceram-no como uma grande oportunidade
1.3 Eles acreditaram que sua visita era mui especial para a cidade.
1.4 Eles não perderam tempo e anunciaram a toda cidade de Genesaré

2. Ocorreu, uma__________________________ ____________35de


“E lhe trouxeram todos os que estavam enfermos”.
2.1 A presença de Jesus é uma oportunidade para todos os necessitados.
2.2 A presença de Jesus é uma oportunidade para todos os pecadores Luc. 19:10
todos os necessitados.

3. Ocorreu outrossim_________________________________-36a
“ E lhe rogaram que ao menos eles pudessem tocar a orla de sua veste”.
3.1 O que fazer em frente do grande Salvador?
 O que eles fizeram: Zaqueu, Leprosos, Mulher Siro-Fenícia, O Centurião
etc.
3.2 Eles pediram apenas para tocar na orla de sua veste.
3.3 Jesus cedeu o simples pedido dos Genezarianos.

4. Ocorreu enfim, um________________________________7 36b


“E todos os que a tocaram ficavam sãos”
4.1 Um toque apenas na orla da veste mas com muita fé
4.2 Um simples toque na orla da veste tem resposta imediata. Aleluia

Obs: Complemente os pontos principais do sermão.

Mas o Espírito de YHWH produz o amor, a alegria, a paz, a


paciência, a delicadeza, a bondade, a fidelidade, a humildade e o
domínio próprio... Gálatas 5: 22,23

Nosso grande referencial quanto a fidelidade


1.1 Ó Senhor YHWH, eu sei que nunca deixarás de ser bom para
mim.O teu amor e a tua fidelidade sempre me guardarão
seguro.Sl. 40:11
1.2 Então anunciarei a tua fidelidadee te louvarei o dia inteiro.
Sl. 35:28
1.3 amor por nós é firme, e sua fidelidadeé para sempre!Aleluia!
Sl. 117:2
1.4 A presença do nosso Pai é acompanhadapelo amor,
fidelidade, justiça e paz, que produzem
prosperidade para todo o povo.

36
37
1.5 Sei que a bondade e a fidelidademe acompanharão todos
os dias da minha... Sl. 23:6 a NVI
Os dois aspectos são: plenitude - a provisão para as suas
necessidades e usufruto é completo em todo sentido, e não é
obstaculizado por quaisquer antagonistas humanos; e o finalismo
a rica relação com oDEDI (SENHOR) é ilimitada, e o
privilégio é totalmente pessoal. Contraste-se o uso de tu com o
uso de ele na primeira parte. Novo Comentário Bíblico.- BIBLOS CD
PESQUISA
BÍBLICA. Edições vida Nova 2992

a perseverançaproduz a fidelidadecomprovada, e a
fidelidade comprovada, produz a esperança. Rm. 5:4
Bíblia edição Pastoral
2.1 Fidelidade está alicerçada sobre o conhecimento espiritual
revelado no Messias, ele foi fiel a tudo que o Pai planejou para
sua vida.
2.2 A mais negra infidelidade é não realizar o que ele determinou
para nossa vida espiritual. João 13: 35
Eu lhes dou este novo mandamento: amemuns aos outros.Assim

Se tiverem amor uns pelos outros, todos saberão que vocês são meus discípulos.
João 13;35

3.1 “A fidelidadebrotará da terra, e a justiça descerá dos


céus” Sl. 85 11a

Todas as coisas excelentes, quer ligadas às condições


econômicas da terra, quer ligadas ao bem-estar espiritual do
povo, estariam à disposição deles por intermédio do SENHOR.
A prosperidade acompanharia o melhoramento da moralidade
Nacional. – Novo Comentário Bíblico.- BIBLOS CD PESQUISA
BÍBLICA. Edição
Vida Nova 2002
3.2 Fidelidade é o ponto de equilíbrio em todos os aspectos da
nossa vida espiritual e social; nós temos recebido a fé
salvadora pelo dom celestial com provas sacrificais.
3.2.1 OAmor do Pai celestial foi derramadopelo Espírito
Santo para uma vida de fidelidade para com ele e seu
Reino.
3.2.1 A fidelidade enobrece nosa vida social:
1. Matrimônio. 2. Família. 3.Trabalho 4. O próximo

37
38

João 15: 5Eu sou a videira, e vocês são os ramos. Quem está unido
comigo e eu com ele, esse dá muito fruto porquesem mim vocês
não podem fazer nada.
4.1 Sem comunhão (fidelidade) não tem como ser cristão verdadeiro e
produzir muito fruto.
4.2 Em comunhão com O Mestre cumpriremos o seu grande sonho: a
redenção da humanidade. Mateus 28: 18-20
4.3 Com uma vida perseverante, atingiremos a fidelidade esperada pelo nosso
Pai celestial.
4.4 Fidelidade é uma virtude que enobrece nosso serviço em todos os ângulos
da vida social e espiritual.
4.5 Nossa comunhão com Ele nos fará produzir a Fidelidade.
FIDELIDADEs.f. * Exatidão em cumprir suas obrigações, em executar suas
promessas: jurar fidelidade. / * Afeição e lealdade constante: / * Obrigação
recíproca dos esposos de não cometer adultério. / * Exatidão, semelhança:
fidelidade de uma narração. /
* Lealdade; * probidade.

38