Você está na página 1de 89

BALANÇO SUCESSIVO

HIDRÁULICO
MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO
MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO
BALANÇO SUCESSIVO HIDRÁULICO
ESTE MANUAL FOI PRODUZIDO NA TÍTULO
ENGENHARIA NACIONAL Manual de Montagem e Utilização | BALANÇO SUCESSIVO
Mills Estruturas e Serviços de Engenharia S.A. HIDRÁULICO
Estrada do Guerenguê, 1381 - Curicica
EDIÇÃO 1
22713-001 - Rio de Janeiro | RJ
Tel: (21) 2132-4338 Novembro - 2015 | 06.30.11.2015
www.mills.com.br TEXTO TÉCNICO
Jorge Nunes da Silva
Mário Luiz Sartorio Valiati
Miguel Henrique de Oliveira Costa

PROJETO GRÁFICO E ARTE


Supervisionado por
Evandro Rodrigues de Almeida
Avelino Pinto da Silva Garzoni João Gabriel Coelho de Salles Victor
Diretor de engenharia Priscilla dos Santos Oliveira
Roberta da Costa Melo
Vinicius Monteiro
Gerente técnico
PROJETOS, MONTAGENS E ILUSTRAÇÕES
Miguel Henrique de Oliveira Costa
Coordenador técnico
Evandro Rodrigues de Almeida
Matheus de Bem Verdan Lopes
Mário Luiz Sartorio Valiati Gustavo Accorsi Sassi
Coordenador de projetos
Priscilla dos Santos Oliveira
Renato Bento Malafaia
Roberta da Costa Melo

REDAÇÃO
Evandro Rodrigues de Almeida
João Gabriel Coelho de Salles Victor
Marcelo Firmino da Silva
Mário Luiz Sartorio Valiati
Miguel Henrique de Oliveira Costa
Priscilla dos Santos Oliveira
Roberta da Costa Melo

REVISÃO
Jorge Nunes da Silva
Mário Luiz Sartorio Valiati
Miguel Henrique de Oliveira Costa

COLABORADORES
Francolino Miranda Neto
Jorge Nunes da Silva
Odival de Almeida Lima

© Copyright 2015 Mills Estruturas e Serviços de Engenharia S.A.


É proibida a reprodução desta publicação, por qualquer meio ou processo,
mesmo que parcial, sem autorização prévia e por escrito tanto dos proprietários
como dos autores intelectuais.
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

SUMÁRIO
7 DESCRIÇÃO
9 BINÁRIO DIVIDIDO EM MÓDULOS DE 4 E 9 METROS
10 GRAMPO DO BINÁRIO
10 VIGA DE CONTRAVENTAMENTO DO BINÁRIO
11 APOIO ARTICULADO
12 TRAVESSA DE APOIO DO CILINDRO DE AVANÇO HORIZONTAL 50 TON
12 ATUADOR HIDRÁULICO DIANTEIRO - 50 TON
13 CONJUNTO DO SUPORTE DE CONTRAVENTAMENTO TRASEIRO
15 GUIA DO SUPORTE TRASEIRO
15 BRAÇO LATERAL DO SUPORTE TRASEIRO
16 ALÇA DE SEGURANÇA DO BRAÇO
16 TROLLEY
17 CILINDRO VERTICAL TRASEIRO - 100 TON
17 TRELIÇA M340
18 RODÍZIO DIANTEIRO M340
18 CONSOLE INTERMEDIÁRIO M340
19 MACACO DE ESCORAMENTO 200 TON
20 UNIDADE HIDRÁULICA
22 PERFIS METÁLICOS
22 PERFIL W530x109 mm COM FLANGE 6000 mm E 12000 mm
23 PERFIL DUPLO W310x52x7 000 mm
23 PERFIS DE INTERLIGAÇÃO W250x32,50 mm 7 000 mm E 12000 mm
24 CANGALHA PARA CORREÇÃO DE NÍVEL DO PERFIL
24 ALÇAS
25 ALÇA MÓVEL COM TRAVA
25 ALÇA MÓVEL PARA PERFIL DA LAJE
26 ALÇA FIXA PARA O PERFIL DA LAJE
26 ALÇA DUPLA INFERIOR
27 GARRA MÓVEL DA TALHA
28 CHAPA DAS MÍSULAS
29 PLACAS DE ANCORAGEM FC E FR

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 5


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO | BALANÇO HIDRÁULICO

30 MONTAGEM
30 BASE
31 ESQUEMA DE FURAÇÃO
34 BALANÇO HIDRÁULICO
76 REGRA DE UTILIZAÇÃO
76 AÇÃO DO VENTO SOBRE A ESTRUTURA
76 INTERRUPÇÃO DAS OPERAÇÕES DE AVANÇO
77 RECOMENDAÇÕES DE SEGURANÇA
77 SEGURANÇA, EPI´S E FERRAMENTAS
78 DESCRIÇÃO DE COMPONENTES DO BALANÇO HIDRÁULICO

6 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

1. DESCRIÇÃO
Execução dos trechos da superestruturas em plena seção transversal (aduelas – comprimentos entre
2,0 a 6,0 m) que avançam em balanço, a partir dos pilares, até completar realização do vão.

PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DO SISTEMA


►► Alta rigidez das treliças metálicas para limitar deformações;
►► Com poucos componentes para serem montados, agiliza a construção e reduz prazos;
►► Fácil acesso para circulação dos operários nas atividades de armação, fôrma e concretagem;
►► Facilidade de montagem e desmontagem da estrutura do sistema;
►► Facilidade de movimentação do carro;
►► Ciclo de execução: de 05 a 08 dias;
►► Execução de aduelas de 150 toneladas por par de balanço.

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 7


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO | BALANÇO HIDRÁULICO

COMPONENTES DO BALANÇO

CONJUNTO DO
CARRO
Página 09

CONJUNTO DO TABULEIRO
Página 22

8 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

1.1. BINÁRIO DIVIDIDO EM MÓDULOS DE 4 E 9 METROS

Binário

MATERIAL
Aço ASTM A36

PLACA DE EMENDA
Faz a união dos dois binarios.

VISTA LATERAL

Modulações (mm) Peso (kg)

4000 858,60
A
9000 2268,40

DIMENSÕES EM MILÍMETROS
433

921 A

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 9


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO | BALANÇO HIDRÁULICO

1.2. GRAMPO DO BINÁRIO


Tem como principal função realizar o travamento e fixação do binário à estrutura. O seu posicionamento
acompanha o conjunto do suporte de contraventamento traseiro, (item 1.7,página 13).

Peso: 57,00 kg
Grampo do Binário

MATERIAL
Aço ASTM A36

LOCALIZAÇÃO DA PEÇA NO EQUIPAMENTO DIMENSÕES EM MILÍMETROS

337

207
266 694

1.3. VIGA DE CONTRAVENTAMENTO DO BINÁRIO


Assim como o grampo do binário, este também possui a função de travamento. O posicionamento é
nos furos imediatamente atrás do contraventamentamento traseiro.

Viga de contraventamento
do Binário Peso: 80,39 kg

MATERIAL
Aço ASTM A36

LOCALIZAÇÃO DA PEÇA NO EQUIPAMENTO DIMENSÕES EM MILÍMETROS


254

164 1500
1625

10 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

1.4. APOIO ARTICULADO


O apoio articulado funciona como dispositivo de segurança do macaco de escoramento 200 TON,
oferecendo estabilidade ao equipamento que pousa sobre o binário. Utiliza-se de duas peças, uma em
cada viga do binário.

Peso: 45,12 kg

▲ MATERIAL
Apoio articulado Aço ASTM A572

LOCALIZAÇÃO DA PEÇA NO EQUIPAMENTO DIMENSÕES EM MILÍMETROS

226
280 180
396

É utilizado somente durante a concretagem.

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 11


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO | BALANÇO HIDRÁULICO

1.5. TRAVESSA DE APOIO DO CILINDRO DE AVANÇO HORIZONTAL 50 TON


A travessa é o local onde o cilindro horizontal é fixado para promover a movimentação do carro. A cada
500 mm de avanço, deve-se pinar o mesmo em um novo furo do binário.
Travessa de apoio
do cilindro de avanço Peso: 70,70 kg

MATERIAL
LOCALIZAÇÃO DA PEÇA NO EQUIPAMENTO Aço ASTM A572

DIMENSÕES EM MILÍMETROS

240
849 550

Para visualizar a montagem da travessa Sempre deixar um conjunto do Balanço


de apoio, ir na página 38 deste manual. travado ao fazer a movimentação.

1.6. ATUADOR HIDRÁULICO DIANTEIRO - 50 TON


Cilindro de dupla ação. Reponsável pela movimentação horizontal de todos os sistemas, binário e treliça.

Peso: 90,00 kg
Atuador hidráulico
dianteiro 50 TON ABERTURAS DO ATUADOR

MÁXIMA
1540 mm

LOCALIZAÇÃO DA PEÇA NO EQUIPAMENTO


MÍNIMA
940 mm

12 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

1.7. CONJUNTO DO SUPORTE DE CONTRAVENTAMENTO TRASEIRO


Tem por função manter as treliças de avanço fixadas às aduelas já concretadas enquanto a nova etapa
está sendo executada.

Peso: 1.700,00 kg
ALÇA PARA IÇAMENTO
Auxilia o içamento da peça.

MATERIAL
Aço ASTM A36

Base do suporte de
contraventamento traseiro

DIMENSÕES EM MILÍMETROS

2514
3025 618

VISTA POSTERIOR

FURO Ø 40 mm PARA
TIRANTES DYWIDAG
Fixa a base na aduela.

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 13


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO | BALANÇO HIDRÁULICO

COMPONENTES DO CONJUNTO SUPORTE DE CONTRAVENTAMENTO

CILINDRO VERTICAL
TRASEIRO
BRAÇO LATERAL Página 17
Página 15

TROLLEY
Página 16

ALÇA DE SEGURANÇA
DO BRAÇO
Página 16

GUIA DO SUPORTE
TRASEIRO
Página 15

14 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

1.7.1. GUIA DO SUPORTE TRASEIRO


Serve de guia para que durante o avanço do carro, a treliça se mantenha alinhada ao binário.

Peso: 28,99 kg
Guia do suporte traseiro

MATERIAL
LOCALIZAÇÃO DA PEÇA
NO EQUIPAMENTO Aço ASTM A36

DIMENSÕES EM MILÍMETROS

456
570 280

1.7.2. BRAÇO LATERAL DO SUPORTE TRASEIRO


Tem a função de sustentar o carro no avanço e também nivelar a altura da treliça. Conta com rodizios
duplos que são direcionados para resistir aos esforços de movimentação do binário de forças de reação.

Peso: 49,24 kg

MATERIAL
Aço ASTM A36

▲ LOCALIZAÇÃO DA PEÇA DIMENSÕES EM MILÍMETROS


Braço lateral NO EQUIPAMENTO
957

Movimentação do balanço acontece


até o limite dos enrijecedores do
binário, assim como o avanço
de concretagem.

151

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 15


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO | BALANÇO HIDRÁULICO

1.7.3. ALÇA DE SEGURANÇA DO BRAÇO Peso: 15,80 kg


Acessório para manter os braços laterais alinhados
com as vigas do binário durante a movimentação
do carro de balanço sucessivo.

Alça de segurança do braço ►

DIMENSÕES EM MILÍMETROS LOCALIZAÇÃO DA PEÇA


NO EQUIPAMENTO
440

MATERIAL
147 200
Aço ASTM A36
300

1.7.4. TROLLEY
O trolley atua em conjunto com cilincro vertical traseiro. Com suas articulações, auxilia no seu
funcionamento, fixando ou nivelando o Balanço Hidráulico.

Articulação do Trolley
▼ Peso: 125,87 kg

DIMENSÕES EM MILÍMETROS
LOCALIZAÇÃO DA PEÇA
NO EQUIPAMENTO
1234

1062

Não deve ser acionado quando a estrutura estiver sobrecarga de concretagem. Os binários
devem estar fixados à base através dos grampos e a viga de contraventamento.

16 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

1.7.5. CILINDRO VERTICAL TRASEIRO - 100 TON


Cilindro de dupla ação responsável pelo acionamento do trolley. Sua função é empurrar o carro para
cima quando puxar e para baixo para facilitar a fixação dos carros na aduela.

Peso: 95,00 kg

ABERTURAS DO CILINDRO


Cilindro vertical

MÁXIMA
traseiro 100 TON

840 mm
MÍNIMA
540 mm
MOVIMENTAÇÃO DO CILINDRO

Seu funcionamento auxila a manter o


Balanço Hidráulico nivelado.

1.8. TRELIÇA M340


A treliça M340 é responsável pela sustentação do balanço e sempre é montada em pares com duas
peças por linha, unidas pelo console intermediário.

Peso: 1943,00 kg

DIMENSÕES EM MILÍMETROS


2383

Treliça M340

LOCALIZAÇÃO DA PEÇA NO EQUIPAMENTO 905 6000

Momento máximo de 300 tf.


Cortante máximo 150 tf.

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 17


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO | BALANÇO HIDRÁULICO

1.9. RODÍZIO DIANTEIRO M340


A treliça M340 é responsável pela sustentação do balanço e sempre é montada em pares com duas
peças por linha, unidas pelo console intermediário.

Peso: 75,00 kg


MATERIAL
Rodízio dianteiro Aço ASTM A36

LOCALIZAÇÃO DA PEÇA NO EQUIPAMENTO DIMENSÕES EM MILÍMETROS

500
280 300

1.10. CONSOLE INTERMEDIÁRIO M340


O console intermediário M340 é dimensionado para resistir aos esforços do binário de forças decorrente
da concretagem, transmitindo esses esforços para o macaco de escoramento.

DIMENSÕES EM MILÍMETROS
Peso: 314,00 kg
2400


Console Intermeriário
905 378
M340

LOCALIZAÇÃO DA PEÇA NO EQUIPAMENTO

O console transmite o esfoço


da concretagem ao macaco
de escoramento.

18 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

1.11. MACACO DE ESCORAMENTO 200 TON


O macaco hidráulico de escoramento possui uma rosca mecânica no furo de atuação. A sua
movimentação vertical é controlada pela unidade hidráulica e após o ajuste, uma rosca se posiciona
até o esbarro do tubo externo mecânico para evitar que 100% da carga de concretagem fique
condicionado ao funcionamento da unidade hidráulica, conferindo segurança ao sistema.

Peso: 225,00 kg

ABERTURAS DO MACACO

MÁXIMA
800 mm
MÍNIMA
550 mm

Macaco de escoramento 200 TON

Recomenda-se que o sistema


Durante a movimentação dos carros,
hidráulico não fique com mais de
os macacos são recolhidos.
10 mm sem a porca Mecâcina.

LOCALIZAÇÃO DA PEÇA NO EQUIPAMENTO

DETALHE
LOCALIZAÇÃO
O detalhe mostra a posição correta do bico do
macaco na montagem.

Manter a base do macaco apoiada


em uma superfície lisa e nivelada.

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 19


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO | BALANÇO HIDRÁULICO

1.12. UNIDADE HIDRÁULICA


Equipamento responsável pela movimentação dos cilindros e o macaco de escoramento. Sua função é
liberar e recolher o fluxo de óleo, acionando o avanço do conjunto. Sua capacidade de armazenamento
é de 40 litros e recomenda-se a utilização do óleo hidráulico 68.

Peso: 125,00 kg

Unidade hidráulica DETALHE


CHAVE DA UNIDADE HIDRÁULICA


O detalhe indica a posição A
neutra da chave da unidade (A).

A posição das mangueiras determinará


o acionamento da chave da unidade
(esquerda ou direita).

SITUAÇÃO 1
Utilização da unidade hidráulica no atuador hidráulico dianteiro 10 TON

20 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

SITUAÇÃO 2
Utilização da unidade hidráulica no cilindro vertical traseiro

SITUAÇÃO 3
Utilização da unidade hidráulica no macaco de escoramento 200 TON

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 21


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO | BALANÇO HIDRÁULICO

1.13. PERFIS METÁLICOS


Os perfis com flange permitem a configuração e modulação necessária para atender aos projetos
Mills.Os flanges de alta performance garantem a união dos perfis sem comprometer a resistência
mecânica do conjunto.
W 530x109 mm
COM FLANGE
Página 22

MATERIAL
Aço ASTM A36

W 310x52 mm
Página 23 W 250x32,5 mm
DE LIGAÇÃO
Página 23

1.13.1. PERFIL W530x109 mm COM FLANGE 6000 mm E 12000 mm


O perfil W530x109 com flange simples é utlizado no banzo superior da treliça, permitindo a conjugação
com as cangalhas, alças e garras da talha.

PRISIONEIRO PR 240
VISTA FRONTAL

Modulações (mm) Peso (kg)

6000 744,86
A
12000 1403,09

DIMENSÕES EM MILÍMETROS
539

A
211

22 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

1.13.2. PERFIL DUPLO W310x52x7 000 mm


O perfil duplo W310x52x7000 mm é utlizado na montagem da plataforma inferior do carro.

Peso: 364,00 kg

VISTA FRONTAL

DIMENSÕES EM MILÍMETROS
310

7000
150

1.14. PERFIS DE INTERLIGAÇÃO W250x32,50 mm 7 000 mm E 12000 mm


São utilizados na montagem da estrutura das lajes internas superior e abas.

VISTA FRONTAL

Modulações (mm) Peso (kg)

7000 228,95
A
12000 392,60

DIMENSÕES EM MILÍMETROS
250

A
150

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 23


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO | BALANÇO HIDRÁULICO

1.15. CANGALHA PARA CORREÇÃO DE NÍVEL DO PERFIL


Este componente tem a finalidade de manter a perpendicularidade dos tirantes do tabuleiro
independente do ângulo de inclinação dos carros.

Peso: 722,00 kg

DIMENSÕES EM MILÍMETROS

3388

2500
Cangalha 550

VISTA FRONTAL

Seu posicionamento é definido por


projeto. Em função dos carregamentos
a eles transmitido pela cortante do
perfil superior.

1.16. ALÇAS
São utilizadas na montagem e movimentação das formas da laje interna superior e abas.

ALÇA DUPLA ALÇA MÓVEL PARA


INFERIOR PERFIL DA LAJE
Página 26 Página 25

ALÇA FIXA PARA


PERFIL DA LAJE ALÇA MÓVEL COM TRAVA
Página 26 Página 25

24 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

1.16.1. ALÇA MÓVEL COM TRAVA


Equipamento que sustenta e trava os perfis de encaminhamento interno durante a movimentação dos carros.

Alça móvel com trava


▼ Peso: 59,39 kg

DIMENSÕES EM MILÍMETROS

661
150 300

VISTA POSTERIOR

1.16.2. ALÇA MÓVEL PARA PERFIL DA LAJE


Proporciona apoio dos perfis que sustentam as formas laterais.

Alça móvel para


perfil da laje Peso: 23,06 kg

DIMENSÕES EM MILÍMETROS
581

240
100
LOCALIZAÇÃO DA PEÇA NO EQUIPAMENTO

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 25


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO | BALANÇO HIDRÁULICO

1.16.3. ALÇA FIXA PARA O PERFIL DA LAJE


Proporciona apoio dos perfis que sustentam as formas laterais.

Peso: 18,32 kg
Alça fixa para o
perfil da laje
DIMENSÕES EM MILÍMETROS

500
100 240

VISTA FRONTAL

1.16.4. ALÇA DUPLA INFERIOR


Acessório destinado a servir de suporte às vigas W510 do tabulerio.

Alça dupla inferior


▼ Peso: 16,23 kg

DIMENSÕES EM MILÍMETROS
173

200 306
470

VISTA FRONTAL

26 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

1.17. GARRA MÓVEL DA TALHA


Suporte de ancoragem das talhas que se fixa nos perfis W530x109 do tabuleiro.

Peso: 58,85 kg
ALÇA PARA IÇAMENTO

Auxilia o içamento da peça.

Garra móvel da talha



MATERIAL
Aço ASTM A36

DIMENSÕES EM MILÍMETROS

363

325
300 120

LOCALIZAÇÃO DAS PEÇAS NO EQUIPAMENTO

TALHA MÓVEL 8 TON

Auxilia o içamento do tabuleiro inferior.

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 27


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO | BALANÇO HIDRÁULICO

1.18. CHAPA DAS MÍSULAS


Como solução para os cantos das misulas de concreto, a utilização de chapas metálicas são um diferencial
técnico e comercial. A sua utilização é recomendada através da geometria particular do caixão.

MATERIAL
Aço Galvanizado

LOCALIZAÇÃO DAS PEÇAS NO EQUIPAMENTO

A utilização da chapa de canto para misulas deverá ser por intermédio da solicitação
comercial. Verificar a disponibilidade e contrato comercial.

28 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

1.19. PLACAS DE ANCORAGEM FC E FR

A B

MATERIAL
Aço ASTM A36

Descrição Peso (kg)

A Furo Reto
5,82
B Furo Cônico

PLACA DE PLACA DE
ANCORAGEM FR ANCORAGEM FC

É destinada para É destinada para


uso com a porca uso com a porca
reta (Sextavada). cônica (Hexagonal).

◄ ◄
Alça móvel com trava Alça dupla inferior

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 29


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO| BALANÇO HIDRÁULICO

2. MONTAGEM
2.1. BASE
Antes de iniciar a montagem dos equipamentos do balanço hidráulico, execute o preparo do apoio.
Este preparo é necessário para garantir o perfeito prumo vertical e horizontal do equipamento. Este
nivelamento é necessário devido as rampas verticais do graide longitudinal e superelevações horizontais.

PASSO 1
Regularização dos apoios

PASSO 2
Furação e preparo da base
Todos os furos devem ser de Ø = 3" para a passagem dos tirantes.

Obedecer furação descrita em projeto.

30 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

2.1.1. ESQUEMA DE FURAÇÃO REPRESENTADO EM PROJETO CAD

Imagem ilustrativa. As distâncias entre os furos variam conforme a obra.

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 31


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO| BALANÇO HIDRÁULICO

32 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

Legenda de furos e equipamento

Simbologia Representação Furo Equipamento

Grampo do Binário

Ancoragem e Movimentação

Viga de Contraventamento

Tirante do suporte de
Reação
contraventamento traseiro

Caminhamento do perfil inferior Cangalhas

Passantes Cangalhas

Ancorados a laje
Suporte de contraventamento
(Utilizado quando o furo não pode
traseiro
ser passante, exemplo: Pilar da
aduela de arranque)

Reação laje superior Cangalhas

Reação da treliça em balanço

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 33


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO| BALANÇO HIDRÁULICO

2.2. BALANÇO HIDRÁULICO


As etapas que seguem, descrevem a ordem de montagem do Balanço Sucessivo Hidráulico. Alguns
elementos são previamente fixados em subgrupos para facilitar a montagem geral, que deverá ser feita
no local da obra através de guindaste.

A montagem deverá ser realizada em PASSOS alternados entre as duas linhas do equipamento (1) e
(2) a fim de que uma não atrapalhe o processo de montagem da outra. Os passos descritos devem ser
seguidos criteriosamente na ordem em que são apresentados.

34 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

ETAPA 1
Içamento dos binários

PASSO 1
Içar o primeiro binário de 9 m

PASSO 2
Posicionamento da prancha de madeira

Obedecer o posicionamento da pracha de


madeira, como em projeto, para evitar
problemas na movimentação do binário.

Legenda:
A Prancha de madeira

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 35


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO| BALANÇO HIDRÁULICO

ETAPA 2
Posicionamento dos binários
Deve-se concluir o posicionamento do primeiro binário, juntamente com a fixação de seus grampos e
somente depois, proceder o posicionamento do segundo.

O posicionamento e espaçamento deve obedecer rigorosamente o


projeto para permitir o perfeito deslocamento do carro.

PASSO 1
Posicionar o primeiro Binário

Legenda:
A Binário

PASSO 2

Checar o posicionamento do 1º binário conforme projeto.

PASSO 3
Fixação dos grampos no primeiro binário

Legenda: DETALHE
A Tirante Dywidag Ø 32 mm C
B Porca Sextavada Dywidag Ø 32 mm
A C Grampo do binário
D
B

FIXAÇÃO
C
O detalhe mostra a
fixação do grampo (C)
na aduela (D).

36 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

PASSO 4
Fixação da viga de contraventamento
I. Fixar a porca sextavada dywidag Ø 32 mm (A) com tirantes dywidag Ø 32 mm (B) na viga de contraventamento (C).

DETALHE
C

A FIXAÇÃO D
B O detalhe mostra a
fixação da viga (C)
na aduela (D).

PASSO 5
Posicionar o segundo binário
I. Para posicionar e fixar o segundo binário, repetir todos os passos anteriores.

Legenda:
A Segundo binário já fixado e nivelado

Checar o posicionamento e o espaçamento entre os binários conforme projeto, bem como o


nivelamento entre ambos.

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 37


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO| BALANÇO HIDRÁULICO

PASSO 6
Posicionar travessa de apoio do cilindro de avanço horizontal 50 TON

O mancal do cilindro deve ficar


voltado para a frente do binário.
A

B
C

Legenda:
A Travessa de apoio
B Pino de apoio 1.1/4"
C Mancal
D
D Frente do binário

PASSO 7
Verificação dos grupos do binário
I. Antes das montagens dos módulos de treliça no console intermediário e suporte de contraventamento, verificar
as marcações de solda da posição correta de montagem.

ESQUEMA DE MONTAGEM DO PRIMEIRO MÓDULO DE TRELIÇA COM O CONSOLE INTERMEDIÁRIO

Verificar a montagem na
página 40 deste manual.

MARCAÇÃO

Para a fixação correta do console intermediário,


seguir a marcação correspondente à treliça.

38 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

ESQUEMA DE MONTAGEM DO SEGUNDO MÓDULO DE TRELIÇA COM O CONSOLE INTERMEDIÁRIO

Verificar a montagem na
página 45 deste manual.

MARCAÇÃO

Para a fixação correta do console intermediário,


seguir a marcação correspondente à treliça.

ESQUEMA DE MONTAGEM DO MÓDULO DE TRELIÇA COM O SUPORTE DE CONTRAVENTAMENTO

Verificar a montagem na
página 40 deste manual.

MARCAÇÃO

Para a fixação correta do suporte de contraventamento,


seguir a marcação correspondente à treliça.

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 39


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO| BALANÇO HIDRÁULICO

ETAPA 3
Montagem do primeiro módulo de treliça M 340
PASSO 1
Fixar console intermediário
I. A montagem dos componentes que são fixados no primeiro módulo de treliça deve ocorrer ainda no solo,
antes do equipamento ser içado para o local da montagem geral do Balanço Sucessivo Hidráulico;
II. Apoiar a treliça sobre um suporte com mais de 40 cm de altura.

DETALHE A

2 A
3

CONJUNTO DE FIXAÇÃO D

Composto por um C
prisioneiro (1), uma arruela
(2) e uma porca (3). A

Legenda:
A Conjunto de fixação C Lado de engate do cilindro hidráulico
B Console intermediário D Treliça M340

PASSO 2
Fixar suporte contraventamento traseiro
I. Verificar se o suporte traseiro está com a guia do suporte e os braços (página 42). Se estiver, remover.

Legenda:
A Conjunto de fixação
A
B Suporte de contraventamento traseiro

40 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

PASSO 3
Fixar rodízios
I. Montagem dos rodízios dianteiros.

DETALHE 1
AMARRAÇÃO DO IÇAMENTO MERAMENTE ILUSTRATIVA.

POSICIONAMENTO

O detalhe mostra
B
o rodízio (B)
sobre o binário.

DETALHE 2
A

B
Legenda: C LOCALIZAÇÃO
A Parafuso Ø 1" x 3/4"
O detalhe mostra a
B Rodízio dianteiro
distância entre o rodízio
95 cm
C Porca Ø 1" e o fim da treliça.

A montagem deve ocorrer no solo antes do içamento do conjunto.

PASSO 4
Posicionar o primeiro módulo da treliça sobre o binário
I. Içar o primeiro módulo da treliça até o local da montagem do Balanço Sucessivo Hidráulico;
II. Inserir um calço com as dimensões descritas na parte posterior da treliça para manter a treliça nivelada;
III. Posicionar a treliça M340 sobre o binário e colocar um calço na traseira.

calço
Verificar a excentricidade da peça
antes do içamento.
MANTER A TRELIÇA NIVELADA

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 41


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO| BALANÇO HIDRÁULICO

PASSO 5
Guia do suporte traseiro

GUIA DO SUPORTE TRASEIRO


AMARRAÇÃO DO IÇAMENTO MERAMENTE ILUSTRATIVA.

Legenda:
A Parafuso Ø 3/4" x 3"
B
B Porca Ø 3/4"

PASSO 6
Braços laterais do suporte traseiro
BRAÇOS MONTADOS

D E

A
B

Legenda:
A Braço lateral B Parafuso Ø 1/2" C Porca Ø 1/2"
D Grampo de segurança E Pino chanfrado Ø 49 F Pino redondo Ø 49

PASSO 7
Montagem das Alças de segurança do braço
ALÇAS MONTADAS

Legenda:
A Parafuso M20 classe 8-8 B Alça de segurança

42 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

PASSO 8
Cilindro vertical traseiro 100 TON
I. A partir deste ponto da montagem, não é mais necessária a utilização do guindaste para estabilização do conjunto.
ILUSTRATIVA.
MERAMENTEILUSTRATIVA.

A
IÇAMENTOMERAMENTE

C
DOIÇAMENTO
AMARRAÇÃODO
AMARRAÇÃO

Legenda:
A Grampo do pino B Pino do cilindro Ø 32 mm C Cilindro vertical traseiro

PASSO 9
Montagem do trolley
TROLLEY MONTADO

C B

Legenda:
A Pino do trolley B Pino do cilindro Ø 49 mm C Pino do trolley Ø 49 mm

PASSO 10
Montagem das garras do trolley
GARRAS MONTADAS

B C

Legenda:
A Grampo B Garra do trolley C Pino da garra Ø 49 mm

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 43


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO| BALANÇO HIDRÁULICO

ETAPA 4
Montagem das unidades hidráulicas

PASSO 1
Cilindro de avanço horizontal 50 TON

B
D

C
Legenda:
A Apoio da treliça M340
A
B Cilindro de avanço
C Grampos de segurança
D Pino Ø 29 mm
E Travessa de apoio do cilindro E

A travessa deve ficar solta durante a fixação do cilindro e posicionar o cilindro de avanço com os
engates hidráulicos para cima.

PASSO 2
Macaco de escoramento 200 TON

MACACO MONTADO

Legenda:
A Pino Ø 25"
B Grampo

44 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

ETAPA 5
Fixação do segundo módulo da treliça

Para uma correta montagem, verificar


a marcação de solda da treliça com o
console intermediário.
AMARRAÇÃO DO IÇAMENTO MERAMENTE ILUSTRATIVA.

Prender por cima primeiro.

PASSO 1
Instalação do segundo módulo da treliça

B A Legenda:
A Prisioneiro
B Porca

A B A

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 45


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO| BALANÇO HIDRÁULICO

PASSO 2
Instalação conjunto de freio
I. Posicionar o suporte superior da escora (A) sobre a estrutura da treliça (B);
II. Fixar parafusos Ø1"x3" classe 8-8, arruelas e porcas (C);
III. Apoiar o conjunto do freio (D) na base do binário (E);
IV. Encaixar a luva do eixo Ø 1.1/4" (F) entre as chapas da base inferior (G);
V. Após o encaixe do pino, prender com a trava (H);
VI. Aparafusar o conjunto Ø 3/4"x2.1/4" classe 8-8 (I) no suporte superior da escora (J).

I II III

A C D

B
E

IV V VI
J

I
F H

DETALHE

K E D
POSICIONAMENTO

O freio (D) deverá ser montado


no segundo furo do binário (E),
após o cilindro hidráulico (K).
1 2

46 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

ETAPA 6
Elevação do conjunto do binário

PASSO 1
Rodízio
I. Elevar o macaco de escoramento 200 TON (A) até que os rodízios (B) se soltem do binário (C).

VISTA POSTERIOR

A
5 cm
B

POSICIONAMENTO

O rodízio deve estar


distante do binário
em cerca de 5 cm.

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 47


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO| BALANÇO HIDRÁULICO

ETAPA 7
Conjunto superior

Após a montagem dos conjuntos


das treliças, inicar a montagem
do conjunto superior.

PASSO 1
Montagem das cangalhas
I. Posicionar o braço da cangalha (A) no perfil W530 (B);
II. Fixar o braço com a chapa suporte (C) do tirante Ø 32 mm (D), porcas e arruelas (E);
III. Montar a viga infeiror (F) da cangalha fixando-a com um pino e grampo (G).

I II III
E

B C G
D
F
A
G

PASSO 2
Montagem da garra e da talha
I. Encaixar a garra da talha (A) no perfil w530x109 (B);
II. Inserir a talha 8 TON (C) na garra.

I II

C
A

A montagem das cangalhas e das talhas deverá ocorrer no solo.

48 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

PASSO 3
Içamento do conjunto superior
I. Elevar com guindaste o conjunto perfil com as cangalhas já montadas até o equipamento.

A quantidade de perfis W530,


assim como a de cangalhas,
irá depender do projeto.

PASSO 4
Fixação do conjunto nas treliças
I. Posicionar o perfil W530 (A) sobre as treliças (B) e prenda-os com a garra especial (C), parafuso Ø 7/8",
porca e arruela (D);
II. Apoiar a suporte tirante cangalha Ø 32 mm (E) sobre a viga inferior (F);
III. Fixar o tirante com porcas e aduelas;
IV. Fixe todos os perfis superiores como demonstrado em projeto.

I II

C H

B D
F

III IV

J I

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 49


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO| BALANÇO HIDRÁULICO

PASSO 5
Montagem dos perfis interligação
I. Posicionar o perfil de interligação (A) sobre os perfil W530 (B) e prenda-os com a garra especial (C),
parafuso Ø 7/8", porca e arruela (D);
II. Prender a garra em todos os lados do perfil superior em contato com o perfil W530;
III. Fixe todos os perfis superiores como demonstrado em projeto.

I II

D B

50 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

ETAPA 8
Tabuleiro

PASSO 1
Montagem do tabuleiro
I. Posicionar os perfis W530 (A) conforme o projeto;
II. Posicionar os perfis seguintes (B) sobre o perfil W530;
III. Fixa-los com as garras especiais (C);
IV. Posicionar os perfirs transversais (D);
V. Fixa-los com as garras especiais (C).

I II

III IV V

C C

PASSO 2
Montagem das garras e da talhas
I. Instalar as garras (A) no perfil W530x109 (B).

A
C
D
B

Legenda:
C Pranchão para área de trabalho de 1 1/2" 30 cm D Compensado da fôrma

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 51


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO| BALANÇO HIDRÁULICO

PASSO 3
Montagem dos guardas corpos
I. Instalar os guarda corpos em toda a volta.

MEDIDAS DO GUARDA CORPO (mm)


120
70

A montagem dos guarda corpos podem mudar de acordo com o projeto.

PASSO 4
Montagem da alça inferior

Legenda:
A Tirante Dywidag Ø 32 mm B Alça superior C Perfil W530x109 D Alça inferior

PASSO 5
Posicionamento das fôrmas externas no tabuleio

O projeto de fôrma vai


Legenda: mudar a cada obra.
A Fôrmas SM

52 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

ETAPA 9
Içamento do tabuleiro e fixação das fôrmas

IÇAMENTO COM GUINDASTE

IÇAMENTO COM TALHA


10 m

IÇAMENTO COM TALHA

Somente poderá ser utilizada


essa modalidade caso o tabuleiro
estiver a 10 m de distância.

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 53


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO| BALANÇO HIDRÁULICO

PASSO 1
Fixação do tabuleiro

FIXAÇÃO

Tirante Ø 32 mm (A), base


móvel do tirante (B), Porca
e arruela Ø 32 mm (C).

PASSO 2
Fixação da fôrma externa

C
B
A DETALHE

F
Legenda:
A Perfil lateral E
CALÇO DE MADEIRA
B Alça fixa para perfil de laje
Usa-se um calço de B
C Tirante Ø 32 mm
madeira (E) entre a alça fixa (B)
D Base móvel do tirante e a fôrma externa (F).

54 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

PASSO 3
Içamento das fôrmas laterais internas

PASSO 4
Montagem das fôrmas laterais internas

BB A

FIXAÇÃO

Prender as fôrmas
laterais internas (A) com
tirante passante (B).

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 55


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO| BALANÇO HIDRÁULICO

PASSO 5
Painéis de fôrma
I. Montar perfis que compoem o assoalho do vão central da fôrma.

B A

D E

Legen da:
A Viga SM D Compensado DETALHE
B Ligação Ângular E Aprumador SM
C VA 165 F Pino Ø 20

G
FIXAÇÃO

O detalhe mostra a fixação do


suporte de rolete (G) a viga SM.

56 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

PASSO 6
Montagem dos tirantes
I. Montagem dos tirantes e vigas de contraventamento do vão central.

DETALHE

Legenda:
A Tirante Ø32 mm
B Suporte de rolete
C Perfil W250x38,5
D Viga de contraventamento

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 57


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO| BALANÇO HIDRÁULICO

PASSO 7
Montagem dos tirantes
I. Montagem dos tirantes e vigas de contraventamento do vão central.

A
Legenda:
B A Alça móvel com trava
B Perfil de encaminhamento 12 metros

58 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

PASSO 8
Montagem dos tirantes
I. Montagem dos 4 tirantes internos do tabuleiro.

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 59


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO| BALANÇO HIDRÁULICO

ETAPA 10
Concretagem

PASSO 1
Concretagem da aduela
I. Inserir o concreto nas fôrmas.

Para o fluxo de concreto chegar a forma,


usa-se mangueira de concretagem.

60 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

ETAPA 11
Avanço do binário
Esta operação acontece antes do início da desforma, com a treliça travada com os 8 tirantes de reação.

PASSO 1
Apoio articulado
I. Retirar os apoios articulados.

APOIO DO BINÁRIO

PASSO 2
Viga de contraventamento e grampo
I. Afrouxar e remover os tirantes (A) da viga de travamento (B) e dos grampos de fixação dos binários (C);
II. Remover grampos (C).

A
A

A C
C

B
II
C

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 61


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO| BALANÇO HIDRÁULICO

PASSO 3
Mangueira da unidade hidráulica
I. Conectar as mangueiras da unidade hidráulica (A) nos cilindros horizontais (B).

PASSO 4
Cilindros horizontais e travessa
I. Acoplar os cilindros horizontais de caminhamento (A) a travessa de apoio do cilindro horizontal (B).

I DETALHE

PASSO 5
Freio das treliças
I. Remover pinos (A) dos 4 freios da treliça (B) no binário (C) e deixa-lo solto.

C A

62 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

PASSO 6
Cilindro horizontal
I. Acionar e recolher cilindros horizontais (A), para avançar o binário (B) em 500 mm;
II. Soltar o pino de travamento (C) da travessa de apoio (D) do cilindro horizontal.

I
A

500 mm

II
C
D

PASSO 7
Esquema de movimentação do binário
I. Acionar e estender o cilindro horizontal (A) até que o furo da travessa de apoio (B) se alinhe com os próximos
furos do binário;
II. Fixar a travessa de apoio (B) nos novos furos com os pinos.

II

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 63


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO| BALANÇO HIDRÁULICO

PASSO 8
Esquema de movimentação do binário
I. Reiniciar o processo até que o binário caminhe até sua posição final.

Treliça ancorada ►

Aduela de arranque ▲

500 mm

Início da movimentação ►

Estágio final do binário ►

PASSO 9
Cilindro horizontal
I. Fixar o binário, prendendo a viga de travamento (A) e os grampos (B) com os tirantes (C), pelos furos
préviamennte deixados na concretagem.

I C

C
B

A B

64 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

ETAPA 12
Remoção das fôrmas e baixar o tabuleiro

PASSO 1
Fôrmas externas
I. Soltar as porcas (A), afrouxar os 8 tirantes (B) (4 dianteiros e 4 traseiros) nos quais sustetam as vigas de
sustentação das fôrmas externas e baixar cerca de 10 cm.

10 cm

PASSO 2
Fôrmas internas
I. Afrouxar as porcas dos 4 tirantes (A) e baixar os perfis internos de caminhamento (B).

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 65


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO| BALANÇO HIDRÁULICO

PASSO 3
Desformar a fôrmas internas
I. Desformar as fôrmas internas da aduela.

PASSO 4
Talha
I. Acionar as 4 talhas nos perfis W530 inferiores e tracionar até que as correntes fiquem tensionadas.

TENSIONAR AS CORRENTES

Tracionar para içar o tabuleiro.

66 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

PASSO 5
Cilindro vertical
I. Conectar as mangueiras da unidade hidráulica (A) nos cilindros verticais (B) do suporte de contraventamento traseiro;
II. Posicionar os ganchos do trolley traseiro (C) na parte interna da mesa das vigas do binário (D).

I II

A C D

PASSO 6
Reação
I. Conectar as mangueiras da unidade hidráulica (A) nos macacos de 200 TON (B);
II. Acionar o cilindro de forma a aliviar a tensão, retirando o peso da porca de segurança;
III. Girar até que a porca (C) encoste na chapa de topo, fechando os macacos de 200 TON;
IV. Fechar os macacos de reação (B), até que os roletes (D) encostarem no trilho do binário.

A B

II III IV

C B D
x

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 67


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO| BALANÇO HIDRÁULICO

PASSO 7
Fôrma de fundo da laje
I. Aliviar as roscas nas porcas dos tirantes que sustentam a fôrma de fundo da laje (A);
II. Acionar as 4 talhas de forma a baixar o tabuleiro 20 cm

II

A 20 cm

Esta operação só acontece após o conjunto todo ser


baixado no macaco de reação.

68 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

ETAPA 13
Processo de caminhamento dos carros
PASSO 1
Cilindro horizontal
I. Conectar as mangueiras da unidade hidráulica (A) nos cilindros horizontais (B).
II. Travar ambos os lados com os freios (C).

I II
B

PASSO 2
Cilindro horizontal
I. Acionar o cilindro traseiro (A) para que os ganchos (B) agarrem a mesa do binário (C) e puxem até que as
treliças baixem, aliviando pressão na porca dos tirantes;
II. Afrouxar as porcas (D) e soltar os tirantes (E) que fixam o suporte de contraventamento traseiro (F).

A B
C

III D

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 69


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO| BALANÇO HIDRÁULICO

PASSO 3
Caminhamento dos carros
I. Fazer o deslocamento simultâneo dos carros até completar o curso do pistão.

Binário
ancorado ►

Início da
movimentação ►

Estágio final
da treliça ►

70 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

PASSO 4
Travamento dos freios
I. Alternar o travamento dos freios, travando os cilindros horizontais em ambos os lados.Fazer o deslocamento;
II. Após fixar o freio, repetir o processo com o outro carro.
REPRESENTAÇÃO DO CONJUNTO EM VISTA SUPERIOR

▲ Soltar o freio de um dos carros ▲ Acionar o cilindro horizontal

500 mm

▲ A cada 500 mm... ▲ ... fixar o freio.

Somente após concluir a movimentação de um binário, iniciar o outro.

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 71


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO| BALANÇO HIDRÁULICO

PASSO 5
Travamento dos freios
I. Recolher e reposicionar no próximo furo, o pistão de caminhamento, sendo um de cada vez.

PASSO 6
Caminhamento
I. Repetir o processo até que o ciclo de caminhamento esteja completo.

72 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

ETAPA 14
Remontagem do conjunto para posicção de concretagem.
PASSO 1
Freio
I. Montar os freios (A) em ambos os lados dos dois carros (B) e ajustar a tensão da escora (C).

PASSO 2
Suporte de contraventamento traseiro
I. Instalar os tirantes (A) no suporte de contraventamento traseiro (B).

PASSO 3
Nivelamento dos carros
I. Conectar as mangueiras dos macacos de reação, nivelar transversalmente os carros para a posição
de concretagem.

I
B

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 73


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO| BALANÇO HIDRÁULICO

PASSO 4
Nivelamento das treliças
I. Conectar as mangueiras nos cilindros traseiros,e nivelar horizontalmente as treliças.

22 cm

2,5°

O detalhe indica como deverá ser o nivelamento da treliça na máxima inclinação ▲

11 cm

1,3°

O detalhe indica como deverá ser o nivelamento da treliça na média inclinação ▲

O detalhe indica como deverá ser o nivelamento da treliça na mínima inclinação ▲

PASSO 5
Alivio da tensão no binário
I. Ajustar os tirantes (A) do suporte de contraventamento traseiro (B);
II. Aliviar a tensão nos cilindros traseiros até que os ganchos (C) abaixem e soltem o binário (D).

I II

A
C
D

74 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

PASSO 6
Tabuleiro
I. Ajustar com as talhas (A) o tabuleiro.

PASSO 7
Tirantes internos e externos
I. Resposicionar os tirantes internos e externos.

PASSO 8
Reinicio da montagem das fôrmas

Após o todo processo, reinicar a montagem das fôrmas página 52 deste manual.

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 75


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO| BALANÇO HIDRÁULICO

3. REGRAS DE UTILIZAÇÃO
3.1. AÇÃO DO VENTO SOBRE A ESTRUTURA
O avanço do carro de balanço sucessivo deve ser feito apenas quando a velocidade máxima do
vento for infeiror a 12,5 m/s.

A concretagem do segmento de apenas se realizado quando a velocidade máxima do vento é


inferior 20 m/s.

3.2. INTERRUPÇÃO DAS OPERAÇÕES DE AVANÇO


No caso da operação de avanço ser interrompida por qualquer período de tempo, o carro de balanço
deve ser completamente fixado contra a ocorrência de qualquer movimento incontrolado.

Cunhas de madeira devem ser colocadas de cada lado dos rodízios principais.

As mangueiras hidráulicas devem ser removidas então os pinos da travessa de apoio devem ser
colocados, aliviando a messão do cilindro.

76 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

4. RECOMENDAÇÕES DE SEGURANÇA
Este procedimento tem por objetivo estabelecer e formalizar critérios para o desenvolvimento das
atividades e tarefas de montagem e desmontagem nas unidades de produção.

Todas as atividades e tarefas do processo de montagem/desmontagem são considerados trabalhos


de alto risco, por se tratar também de tarefas em locais elevados, sendo assim, este procedimento
está direcionado a todos os profissionais que exercem atividade de montagem ou são usuários de
andaime de acesso.

A preocupação, com o processo de montagem/desmontagem está em assegurar, para o montador


e seus usuários, segurança e a qualidade da estrutura a ser montada, utilizada e desmontada. Com
essa preocupação a Mills divide o processo de montagem/desmontagem em uma sequencia de
atividades subdivididas em tarefas.

4.1. SEGURANÇA, EPI'S* E FERRAMENTAS


No processo de montagem/desmontagem e utilização é obrigatório o uso dos Epi's básicos e
ferramentas, tais como: Capacete de segurança com jugular, botas de segurança com biqueira de
aço, luvas, óculos de segurança, protetor auricular de inserção ou abafador, cinto de segurança .
Vide os itens a seguir.

EPI'S BÁSICOS
ATENÇÃO
USO OBRIGATÓRIO!

Luvas Óculos de segurança Protetor auricular de


inserção ou abafador

Capacete de segurança Botas de segurança com Cinto de segurança E.P.I.


com jugular biqueira de aço

O usuário deve certificar-se e as outras ferramentas, que deve ser


transportada em porta-chaves (caçapa) e estar amarrada com
cordas de polipropileno.

*
EPI's -Equipamento de Proteção Individual

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 77


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO| BALANÇO HIDRÁULICO

5. DESCRIÇÃO DE COMPONENTES DO BALANÇO HIDRÁULICO


Código
Item Peso (kg)
MM ETM

Binário módulo hidráulico 9 000 mm 2005936 122562 2268,40

Binário módulo hidráulico 4 000 mm 2005940 122565 858,60

Grampo do binário 2005474 121270 57,00

Apoio articulado 2005886 121276 45,12

Treliça M340 de 6 000 mm 2002876 110056 1943,00

Console intermediário M340 2005462 121067 314,00

Suporte de contraventamento traseiro Completo


Trolley+cilindro 2005401 121066 1700,00

78 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

Código
Item Peso (kg)
MM ETM

Prisioneiro Aspen 121 ARR. CHF. completo 2005422 120400 4,38

Conjunto rodízio dianteiro M340 2005406 121060 75,00

Travessa de apoio do cilindro hidráulico dianteiro 2005408 121068 70,70

Talha móvel 8 toneladas com


corrente de 10 m (gancho a gancho) 2005825 120765 155,00

Alça de segurança do braço 2006051 121683 15,80

Atuador hidráulico traseiro 2005715 121355 95,00

Trolley Suporte de contraventamento traseiro 2005405 121071 125,87

Atuador hidráulico dianteiro 2005714 121354 90,00

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 79


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO| BALANÇO HIDRÁULICO

Código
Item Peso (kg)
MM ETM

Macaco de escoramento M340 2005410 121353 225,00

Perfil W530 X 109 X 6 000 mm


com flange 2005751 122533 744,86

Perfil W530 X 109 X 12 000 mm


com flange 2005752 122534 1403,09

Perfil W310 X 52 X 7 000 mm 2005742 121271 364,00

Perfis de interligação
Perfil W250 X 32,50 X 700 mm 2005743 121272 228,95
Perfil W250 X 32,50 X 12 000 mm 2005744 121362 392,60

Cangalha para correção de nivel do perfil 2005745 121128 722,00

Viga de contraventamento do binário 2005465 121269 80,39

Tirante Dywidag Ø 32 mm bicromatizado


6 000 mm 2002854 110090 40,00
7 000 mm 2002855 110099 45,50

80 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

Código
Item Peso (kg)
MM ETM

Porca Dywidag Ø 32 mm cônica 2005766 121075 1,00

Porca Dywidag Ø 32 mm reta 2005767 121365 0,80

Luva Dywidag Ø 32 mm 2005730 121366 3,00

Placa de ancoragem FC 2002828 110062 5,82

Placa de ancoragem FR 2002829 110076 5,82

Ligação angular 2005800 120729 7,30

Pino cabeça redonda braço bl hidráulico 2006920 122566 4,23

Pino cab chanfrada braço bl hidráulico 2006921 122567 4,10

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 81


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO| BALANÇO HIDRÁULICO

Código
Item Peso (kg)
MM ETM

Pino trava da travessa de apoio do cilindro hidráulico 2005414 121359 3,79

Pino macaco montado 2005829 120788 0,84

Pino atuador traseiro 2005718 121358 1,91

Pino atuador de avanço 2005840 120789 1,10

Pino cangalha 2005937 122563 3,98

Pino do trolley 2005938 122564 3,48

Pino de ajuste do braço rodízio 2005717 121357 4,24

Unidade hidráulica 2005712 121356 125,00

82 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

Código
Item Peso (kg)
MM ETM

Parafuso sextavado Ø 1" x 3" RP 2005719 121360 0,48

Parafuso sextavado Ø 3/4" x 3 1/2" RP classe 8.8 2005722 121361 0,36

Parafuso sextavado Ø 3/4" x 3" RP classe 8.8 2005802 120731 0,05

Alça móvel com trava 2005820 121367 59,39

Alça fixa para o perfil da laje 2005746 121273 18,32

Alça móvel para o perfil da laje 2005747 121274 23,06

Alça dupla inferior 2005748 121275 16,23

Garra especial 2005801 120730 0,87

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 83


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO| BALANÇO HIDRÁULICO

Código
Item Peso (kg)
MM ETM

Garra móvel da talha 2005823 120863 58,85

Suporte tirante cangalha BLH 2006950 122578 30,09

Novo código à definir em função da arquitetura de


cada obra

Novo código à definir em função da arquitetura de


cada obra

Novo código à definir em função da arquitetura de


cada obra

Novo código à definir em função da arquitetura de


cada obra

84 WWW.MILLS.COM.BR
UNIDADE DE NEGÓCIOS INFRAESTRUTURA

ANOTAÇÕES

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 85


MANUAL DE MONTAGEM E UTILIZAÇÃO| BALANÇO HIDRÁULICO

ANOTAÇÕES

86 WWW.MILLS.COM.BR
ENGENHARIA
NACIONAL

MILLS ESTRUTURAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA S.A. 87


BALANÇO SUCESSIVO HIDRÁULICO

A Mills Infraestrutura
mantém equipes
A Mills Infraestrutura conta com
capacitadas a auxiliar no
planejamento da obra,
uma equipe de engenheiros e
detalhamento de projeto, técnicos especializados que
supervisão de montagem e
fornecer orientação técnica. exercem papel consultivo e de apoio
ao cumprimento dos cronogramas,
otimização de custos e segurança.

mills.com.br