Você está na página 1de 33

Escola Secundária 3EB Dr.

Jorge Correia – Tavira


PORTUGAL

IV CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DO
PADRE ANTÓNIO VIEIRA
Turma: 11.º C1
Professora: Ana Cristina Matias
Ano lectivo: 2008/2009
A Europa no século de Vieira,
o século XVII

* A Fome
* A Guerra
* A Peste

No séc. XVII, a fome, a guerra e a peste, mais uma vez,


associaram-se e assolaram a Europa.

O séc. XVII ficou conhecido como um século de


tempos difíceis e de dificuldades.
Porém, muitos foram os homens notáveis:
Slide 2
Homens notáveis do século XVII:

John Milton (1608 - 1674)

• John Milton, representante do classicismo inglês, é


autor do célebre livro O Paraíso Perdido, um dos
mais importantes poemas épicos da literatura
universal.
• Foi político, dramaturgo e estudioso de Religião.
Slide 3
Homens notáveis do século XVII:

Torricelli

• O estudo de Duas Novas Ciências,


de Galileu (1638) inspirou-lhe muitos
desenvolvimentos dos princípios
mecânicos aí apresentados, que ele
publicou no tratado De motu
(incluído na sua Opera geometrica,
1644).
• O envio desta obra, por Castelli, a
Galileu, em 1641, com uma proposta
para que Torricelli fosse residir com
o sábio florentino, levou a que
Torricelli partisse para Florença,
onde conheceu Galileu.
Slide 4
Homens notáveis do século XVII:

Isaac Newton

• A sua obra, Philosophiae


Naturalis Principia
Mathematica (1687), é
considerada uma das mais
influentes na História da
ciência. Esta obra descreve a
lei da gravitação universal e as
três leis de Newton que
fundamentaram a mecânica
clássica.
Slide 5
Homens notáveis do século XVII:

Pedro I da Rússia

• Pedro (1672-1725), conhecido por o Grande, foi czar


da Rússia, e primeiro Imperador do Império Russo,
tendo regido de 1682 a 1725. Foi importante na
modernização e ocidentalização da Rússia.

Slide 6 Alunos: João Correia e Sérgio Santos


Homens notáveis do século XVII:

António Vieira

Padre jesuíta ( 1608 – 1697), defensor dos direitos


humanos, notável orador e grande escritor português
Slide 7
O SÉCULO DE VIEIRA

1637 – Revolta do Manuelinho,


em Évora

A Revolta do Manuelinho foi um movimento iniciado


em Évora a 21 de Agosto de 1637, que rapidamente se
alastrou a outras partes do reino. A intenção desta
revolta era a de depor a odiada Dinastia Filipina e
entronizar novamente uma Dinastia portuguesa.
Slide 8
1640 – Restauração da Independência

A Restauração da
Independência é a designação
dada à revolta iniciada em 1
de Dezembro de 1640 contra a
tentativa de anulação da
independência do Reino de
Portugal por parte da dinastia
filipina, e que vem a culminar
com a instauração da Dinastia
Portuguesa da casa de
Bragança.
D. João IV é o novo rei.
Slide 9
1657 – Morte de D. João IV
D. Afonso VI
D. João IV morreu em Lisboa a 6 de
Dezembro de 1656, tendo sido sepultado
no Mosteiro de S. Vicente de Fora.
O reino não estava ainda em
segurança absoluta, mas D. João IV
tinha-lhe construído umas bases
suficientemente sólidas para vencer a
crise.
Sucedeu-lhe D. Afonso VI, seu
segundo filho. Porém, devido à sua
instablidade mental, D. Pedro II passa a
exercer as funções de regente do reino
a partir de 1668.
D. Pedro II foi Rei de Portugal de 1683
D. Pedro II
até à sua morte em 1706.
Slide 10
1668 – Pazes entre Portugal e Espanha

Após a
restauração de
1640, seguiu-se
uma guerra com
Espanha que
terminaria
apenas em
1668, com a
assinatura de
um tratado de
paz.

Alunos: José Ramos, Mariana Morais e Rui Vale


Slide 11
BIOGRAFIA DO PADRE ANTÓNIO VIEIRA

Slide 12
Padre António Vieira

1608: Nasce a 6 de Fevereiro, em Lisboa.

Lisboa, século XVII

Slide 13
1614: Aos 6 anos parte para o Brasil, com a família.
O seu pai é nomeado escrivão da Relação na
Baía.

Slide 14
Baía, no século XVII

1623: É aluno do Colégio dos Jesuítas na Baía,


onde sente vocação religiosa
Slide 15
Igreja, em Olinda,
Slide 16 Pernambuco, Brasil
1633: Prega pela primeira vez na
Baía.

1635: É ordenado sacerdote, é


Mestre em Artes e exerce
a função de pregador.

1638: Pronuncia, nos anos


seguintes, alguns dos
seus mais notáveis
Sermões :
• Sermão da Sexagésima;
• Sermão dos Escravos;
• Sermão de Santo António
aos Peixes.
Slide 17
Alunos: André Caetano e Clayton Soares
Padre António Vieira –
A primeira estadia na
Europa (1641-1651)

Após a Restauração da Independência


(1640), Vieira regressou a Lisboa
iniciando uma carreira diplomática,
pois integrava a missão que ia ao
Reino prestar obediência ao novo
monarca.

Sobressaindo-se pela vivência de espírito e de orador,


conquistou a amizade e a confiança de D. João IV, sendo
por este, mais tarde, nomeado pregador régio.
Slide 18
Em 1646, Vieira foi para a Holanda,
e, no ano seguinte, para a França, a
fim de exercer cargos diplomáticos.

Era embaixador para negociar com os


Países Baixos a devolução do
Nordeste do Brasil.

Desejoso de obter, para a Coroa, a ajuda financeira dos


cristãos-novos, entrou em conflito com a Inquisição
mas viu fundada a Companhia de Comércio do Brasil.

Slide 19
Sermões (1641-1651)
• Sermão de São José (1642)
• Sermão dos Bons Anos, pregado na Capela Real, em Lisboa (1642)
• Sermão do Mandato (1643)
• Sermão de São Pedro, pregado em S. Julião, em Lisboa.(1644)
• Sermão da Glória de Maria, Mãe de Deus, pregado na Igreja de Nossa
Senhora da Glória, em Lisboa (1644)
• Sermão da Primeira Sexta-Feira da Quaresma(1644)
• Sermão nas exéquias de D. Maria de Ataíde, filha dos condes de Afougia,
dama de palácio, no Convento de S. Francisco de Enxobregas ( 1649)
• Sermão da Primeira Dominga do Advento, pregado na Capela Real (1650)
• Sermão da Primeira Sexta-Feira da Quaresma (1651)
• Sermão da Segunda Dominga da Quaresma (1651)
http://pt.wikipedia.org/wiki/Ant%C3%B3nio_Vieira
Alunos: Fábio Vitória
w.w.w.Domíniopublico.gov.br e Tiago Silva
Slide 20
Padre António Vieira

Portugal não dava o devido valor ao


Padre António Vieira e não gostava das
suas pregações a favor dos Judeus.

Por isso, o Padre António Vieira acabou


por voltar para o Brasil onde ficou
desde 1652 até 1661.

Slide 21
A vida no Brasil

• Em 1652, parte para o Brasil como


missionário no Maranhão;

• Em 1654, prega o Sermão de Santo


António aos Peixes;

• Nessa altura embarca para Lisboa a fim


de obter novas leis a favor dos Índios.

Slide 22
• Em 1665, prega na capital, entre
outros, o “Sermão da Sexagésima” e
regressa ao Maranhão com as novas
leis;

• Em 1659, escreve “Esperanças de


Portugal – V Império do Mundo”, onde
defende teses proféticas;

• Em 1661, é expulso, com os outros


jesuítas, do Maranhão, pelos colonos.

Slide 23

Alunas: Bárbara
Bárbara Ferreira
Ferreira e Marta
e Marta Gonçalves
Gonçalves, 11º C1
Padre António Vieira
a segunda estadia na Europa
Em 1661, Vieira foi expulso do
Brasil e veio para Portugal.

Deteve uma situação


favorável na Corte, mas
depois esta reverteu-
reverteu-se
inteiramente ao contrário.

Inicialmente, a rainha regente,


D. Luiza de Gusmão
Gusmão,, procurou
apoio no Padre António
Vieira.
Slide 24
Porém, em 1662, Vieira foi obrigado
a procurar abrigo no Porto, devido a
problemas na corte e na escolha do
sucessor ao trono

Aí, retoma o seu trabalho intelectual.


Faz a revisão de dezasseis volumes de
Sermões para dar ao prelo e continua a
rascunhar o Clavis prophetarum.
prophetarum.

Vieira foi também aprisionado pela Inquisição pelo


seu exagerado interesse em favor dos judeus e
cristãos novos.
Ficou aprisionado 26 meses até a véspera do Natal
de 1667.
Slide 25
Já em Roma, ficou com o encargo de tratar assuntos da
Companhia de Jesus e pregou especialmente para a
Rainha Cristina da Suécia. Por insistência dela,
tornou--se pregador de sua corte. Estreou com uma série
tornou
de sermões intitulados "As cinco pedras de David".

Incluído no seu círculo, a que chamava Academia da


Arcádia para filosofia e literatura, Vieira travou um
debate filosófico que lhe valeu aplausos.
Slide 26
Uma delegação portuguesa,
chegada a Roma para tratar
assuntos da Igreja e particularmente
da Inquisição, deu a conhecer a
Vieira que o rei D. Pedro (Regente de
1668--1683, Rei 1683
1668 1683--1706) desejava
que retornasse a Portugal.

Em 1675, Vieira foi isento da jurisdição dos Inquisidores


de Portugal e absolvido de quaisquer censuras pelo Santo
Ofício de Roma.
Slide 27
Em Agosto de 1675, Vieira desembarcou em Lisboa
onde viveu por mais cinco anos. Em 1680 volta para o
Brasil.

Alunos: Adelina Patraus e Bernardo Faria


Slide 28
O regresso de
Padre António
Vieira ao Brasil

No Brasil pela última vez Slide 29


O regresso
• O padre António Vieira decidiu
voltar outra vez para o Brasil,
então partiu de Lisboa, numa
embarcação, em 1681.

• Dedicou-se à tarefa de
continuar a redigir os seus
escritos, visando a edição
completa em 16 volumes dos
seus Sermões, iniciada em
1679, e a conclusão da Clavis
Prophetarum, livro de
profecias que nunca concluiu.
Slide 30
• Possuía cerca de 500 Cartas,
que foram publicadas em três
volumes. As suas obras
começaram a ser publicadas
na Europa, onde foram
elogiadas até pela Inquisição.

• Já idoso e doente, teve que


espalhar circulares sobre a
sua saúde para poder manter
em dia a sua vasta
correspondência.

Slide 31
• Em 1694, já não conseguia
escrever pelo seu próprio
punho.

• Em 10 de Junho começou a
agonia, perdeu a voz,
silenciaram-se os seus
discursos.

• Morre a 18 de Julho de 1697,


com 89 anos, na cidade de
Salvador, Baía.
Slide 32
Alunos: Daniela e Rui Encarnação
Escola Secundária 3EB Dr. Jorge Correia – Tavira
PORTUGAL

IV CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DO
PADRE ANTÓNIO VIEIRA

Música: “Sarabande”, de Haendel


Ano lectivo: 2008/2009