Você está na página 1de 5

PLANO DE ENSINO

Data de Emissão: 26/09/2019

Faculdade de Ciências Econômicas


Departamento de Ciências Contábeis e Atuariais

Dados de identificação
Disciplina: CONTABILIDADE GOVERNAMENTAL I
Período Letivo: 2019/2 Período de Início de Validade: 2019/2
Professor Responsável pelo Plano de Ensino: Diego de Oliveira Carlin
Sigla: ECO03009 Créditos: 4

Carga Horária: 60h CH Autônoma: 8h CH Coletiva: 52h CH Individual: 0h

Súmula
Organização das entidades públicas. O patrimônio público. Aplicações da LRF à gestão do patrimônio público. Receita e despesa
públicas. A gestão das atividades públicas. Gestão pública e responsabilidade fiscal. Transparência, controle e fiscalização.
Introdução às NBCASP.

Currículos
Currículos Etapa Aconselhada Natureza
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - (116.00) 6 Obrigatória
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - NOTURNO 4 Obrigatória
ADMINISTRAÇÃO - DIURNO Eletiva
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E SOCIAL - NOTURNO Eletiva
ADMINISTRAÇÃO - NOTURNO Eletiva
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E SOCIAL - NOTURNO Eletiva

Objetivos
O objetivo geral da disciplina ECO03012 - Contabilidade Governamental I é estudar o campo de aplicação da Contabilidade
Governamental: patrimônio do Estado, identificando as bases legais e teóricas de suas finalidades e da organização dos serviços
públicos, o controle interno e o controle externo, suas competências e demais finalidades, o patrimônio público e operações típicas
da gestão (conceitos, estágios e classificações da receita pública e da despesa pública) e responsabilidade fiscal.

A Disciplina ECO-03012 - Contabilidade Governamental II tem como objetivos proporcionar ao aluno:

a) compreender os aspectos principais da Contabilidade Governamental, tais como objetivo, objeto, instrumentos, suas relações com
outras disciplinas e campo de aplicação;

b) entender as características da administração pública enquanto campo de aplicação da Contabilidade Governamental,


considerando seus objetivos, forma de organização e controle

c) apresentar os diferentes aspectos do objeto da Contabilidade Governamental no estudo da composição do patrimônio público,
qualitativa e quantitativa, nas versões do mundo orçamentário (da Lei 4.320/64) e do por competência (das NBCASP)

d) estudar a Gestão pública, suas receitas e despesas públicas (conceitos, fases e classificações) e quanto à gestão e
responsabilidade fiscal

Conteúdo Programático
Semana: 1 a 6
Título: 1. A CONTABILIDADE GOVERNAMENTAL E A ORGANIZAÇÃO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS
Conteúdo: 1.1 Contabilidade Aplicada ao Setor Público
Introdução: momentos, organização, gestão e contabilidade.
Objetivos, Objeto, Instrumentos, relação com outras disciplinas
Campo de Atuação

Página 1
PLANO DE ENSINO
Data de Emissão: 26/09/2019

1.2 Entidade Estatal


Origem do Estado, conceito, suas características
Elementos Jurídicos (povo, território e soberania)
Elementos administrativos (organização, patrimônio, gestão e objetivos)

1.3 Objetivos do Estado


Necessidades individuais, coletivas e públicas
Serviços públicos e de utilidade pública
As finalidades conforme os serviços prestados
Funções de Estado e Governo
Competências Federativas
Estrutura centralizada e descentralizada
Execução de serviços públicos direta e indireta

1.4 Organização de Serviços Públicos


Visão preliminar: Decreto Lei 200/67
Serviços Públicos, de utilidade pública e de interesse público

1.5.1 Administração Direta


Entidade pública x órgão públicos
Características: independentes, autônomos, superiores e subalternos.
Sistema político, organismo administrativo e financeiro

1.6 Administração Indireta


Características, conceitos e aspectos legais
Entidades: Autarquias, consórcios públicos, as fundações públicas de Direito Publico, agências de regulação e agências executivas,
as fundações públicas de Direito Privado, as empresas públicas e as sociedades de economia mista
Demais entidades paraestatais

1.7 Controle na Administração Pública


Controle, planejamento, coordenação, descentralização e delegação de competência.
Controle: conceito, objeto e executores;
Enfoques sobre controle
O controle interno: normas constitucionais e legais. A organização do sistema de controle interno: centralizado, descentralizado e
integrado.
O controle externo: conceito, executores; o Legislativo e o Tribunal de Contas: origem, competências, normas, composição etc.
Semana: 7 a 11
Título: 2. O PATRIMÔNIO PÚBLICO
Conteúdo: 2.1 Patrimônio Público
Introdução:
Aspectos qualitativo e quantitativo
Patrimônio Financeiro e Permanente (Lei 4.320/64)
Diferenças com a NBC T 16.1 CFC

2.2 Bens Públicos


Conceito e características.
Classificações: de uso comum, de uso especial e os dominicais;
Concessão, permissão e autorização de uso, a concessão de direito real de uso, a enfiteuse e a cessão de uso.

Página 2
PLANO DE ENSINO
Data de Emissão: 26/09/2019

2.3 Ativo e Passivo


Financeiro e Permanente Lei 4.320/64
Crédito público: conceito e classificações.
Endividamento público.
Limites de endividamento (LRF)
Contas de Ativo e Passivo Compensado

2.4 Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público


Semana: 12 a 18
Título: 3. A GESTÃO PÚBLICA
Conteúdo: 3.1 Gestão Pública
Conceito
Gestão financeira, orçamentária, patrimonial, econômica e fiscal.
Os processos fundamentais e acessórios da gestão. Período administrativo e exercício financeiro. Regimes contábeis.

3.2 Receita Pública:


Conceito e características
Classificações da receita pública: quanto à natureza (orçamentária e extra-orçamentária), repercussão patrimonial (efetiva e de
mutação patrimonial), econômica (correntes e de capital), fontes, etc.
Estágios da receita: previsão, lançamento, arrecadação e recolhimento.
Portaria SOF/STN 163/2001

3.3 Despesa Pública:


Conceito.
Classificações da despesa: quanto à natureza, repercussão patrimonial, econômica , institucional, funcional, e fontes de recursos.
Estágios da despesa: fixação, empenho, liquidação e pagamento.
Execuções especiais da despesa: o regime de adiantamento e fundos especiais.
Portaria SOF/STN 163/2001 e Portaria MPOG 42/2001

3.4 Aspectos Especiais sobre a Despesa:


Noções sobre licitação e o contrato administrativo.
Programação Financeira

3.5 Gestão e Responsabilidade Fiscal


Lei de Responsabilidade Fiscal
Planejamento: PPA, LDO e LOA
Receita e despesa pública: limites, RCL, despesa com pessoal, endividamento
Gestão Patrimonial
Transparência, Controle e Fiscalização
Semana: 19
Título: ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO
Conteúdo: Semana prevista para as atividades de Recuperação.

Metodologia
A metodologia a ser utilizada terá aulas teóricas e teórico-práticas, utilização de meios didático-pedagógicos e áudios visuais
considerando a disponibilidade destes recursos.
Em relação a cada conteúdo (momento) da disciplina será utilizada a seguinte metodologia:
1.º) Exposição teórica dos conteúdos, acompanhada de sistematização de leitura pelos alunos;
2.º) Resolução de exercícios e atividades pelo professor;

Página 3
PLANO DE ENSINO
Data de Emissão: 26/09/2019

3.º) Resolução de exercícios e atividades pelos alunos.


Será utilizada como plataforma de ensino virtual o Moodle.

Carga Horária
Teórica: 60
Prática: 0

Experiências de Aprendizagem
1. Aulas expositivas e Realização de trabalhos em sala de aula
2.Apresentação de trabalhos realizados individualmente ou em grupos
3. Resolução de exercícios em aula e atividades complementares em período extra-classe, particularmente resolução de exercícios e
estudo de textos complementando discussões de aula.

Critérios de avaliação
1. Deverão ser realizadas 03 (três) avaliações compostas de, pelo menos, 02 (duas) provas individuais. A terceira avaliação será
composta por trabalho e exercícios aplicados no decorrer do semestre e da avaliação da assiduidade, pontualidade e participação
em aula dos alunos.

2.As avaliações (item 1) terão pesos para a obtenção de uma média ponderada com a finalidade de atribuir o conceito final (item 4).
O peso de cada avaliação será:

1ª Avaliação (prova): peso 3,0


2ª Avaliação (prova): peso 5,0
3ª Avaliação (exercícios e assiduidade, pontualidade e participação): peso 2,0

3. Assiduidade, pontualidade, participação em aula e/ou outros também serão objetos de avaliação no decorrer do semestre.

4. Os conceitos finais, adaptados às exigências de processamento de dados, serão aplicados da seguinte forma:
a) Ao aluno com média ponderada entre 9,0 e 10,0 será atribuído conceito A.
b) Ao aluno com média ponderada entre 7,5 e 8,9 será atribuído conceito B.
c) Ao aluno com média ponderada entre 6,0 e 7,4 será atribuído conceito C.
d) Ao aluno com média ponderada inferior de 6,0 será atribuído conceito D.

5. Em atendimento a disposições Regimentais e Estatutárias da Universidade, ao aluno com índice de frequência inferior a 75% será
atribuído o Conceito FF.

6. De acordo com as normas da Universidade, para os casos em que não foi possível atribuir conceito A, B, C, D ou FF será
atribuído NI.

7. O aluno que faltar em qualquer avaliação não terá direito de fazê-la em outra data.

8. Avaliações do Semestre:
1ª Avaliação: Itens 1 a 2 do conteúdo programático;
2ª Avaliação: Itens 2 a 3 do conteúdo programático;
3ª Avaliação: Todos os itens do conteúdo programático;
Prova de Recuperação: Todos os itens do conteúdo programático.

10. É assegurado ao discente vistas aos documentos referentes às suas avaliações.

11. O abono de ausências, na forma e casos previstos nas normas da Universidade, não desobriga o discente da realização das
atividades previstas no Plano de Ensino visando ao aproveitamento das Atividades de Ensino.

Página 4
PLANO DE ENSINO
Data de Emissão: 26/09/2019

Atividades de Recuperação Previstas


O aluno com média ponderada inferior a 6,0 e que não tenha conceito FF deverá realizar a prova de recuperação. Na hipótese de
realização de prova de recuperação, esta incluirá todo o conteúdo ministrado no decorrer do semestre. O conceito atribuível ao aluno
aprovado em avaliação única de recuperação é C, desde que obtenha nota igual ou superior a 6,0 (seis).

Prazo para Divulgação dos Resultados das Avaliações


Os resultados das avaliações serão divulgados em até 15 dias após a realização das mesmas, exceto o conceito final que será
divulgado em até 3 dias antes da data prevista para atividade de recuperação.

Bibliografia
Básica Essencial
PESAVENTO, Roberto. Cadernão de Contabilidade Governamental I. Porto Alegre: Apostila,

Básica
BRASIL.. Constituição Federal.. Brasília,
BRASIL.. Lei Complementar nº 101/2000 - Lei da Responsabilidade Fiscal. Brasília, 2000.
BRASIL.. Lei nº 4.320/1964 - Normas Gerais de Direito Financeiro para Elaboração de Orçamentos e Balanços.. Brasília, 1964.
BRASIL.. Lei nº 8.666/1993 - Lei de Licitações e Contratos Administrativos. Brasília, 1993.
BRASIL.. Portaria STN n 700/2014 Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor Público. Brasília, 2014. Disponível em:
https://wwwtesourofazendagovbr/contabilidade
BRASIL. Ministério da Fazenda e Ministério do Planejamento. Portaria Conjunta STN/SOF nº 3/2008 - Manuais voltados à Adm. Pública (cinco
volumes). Brasília, 2008.
BRASIL. Ministério da Fazenda e Ministério do Planejamento.. Portaria Conjunta STN/SOF nº 163/2001 - Classificação da Natureza da Despesa -
NAD. Brasília, 2001.

Complementar
BRASIL. Senado Federal.. Resolução nº 43/2001 - Limites de Endividamento. Brasília,
DA SILVA, Lino Martins. Contabilidade Governamental. São Paulo: Atlas, ISBN 85-224-0375-9.
DI PIETRO, Maria Sylvia Zanella. Parcerias na Administração Pública. São Paulo: Atlas, ISBN 85-224-1700-8.
MEIRELLES, Hely Lopes. Direito Administrativo Brasileiro. Malheiros, 1994. ISBN 9788574207926.
PISCITELLI, R. B., TIMBÓ, M. Z. F. et ROSA, M. B.. Contabilidade Pública. São Plaulo: Atlas, ISBN 85-224-1752-0.

Outras Referências
Não existem outras referências para este plano de ensino.

Observações
1. Não será permitido que o aluno matriculado em uma turma assista aulas, ainda que eventualmente, em outra turma. Tal fato
acarreta dificuldades aos controles didáticos, desajuste em face das características próprias de cada turma e prejuízos ao aluno (a
sequência de abordagem dos conteúdos não é idêntica para turmas diferentes).

2. Os alunos no transcorrer das atividades de ensino devem observar as disposições do Código Disciplinar Discente da Universidade
(Resolução CEPE 07/2004), em especial, o disposto nos arts. 7.º a 10.

3. Os endereços eletrônicos úteis e alguns de seus conteúdos, como a legislação atualizada:


http://www.planalto.gov.br Legislação: Base Referencial da Legislação Federal, códigos, constituição, medidas provisórias, leis
complementares, leis ordinárias, decretos-leis, decretos, etc.
http://www.planejamento.gov.br
http://www.stn.fazenda.gov.br/Legislação/Contabilidade Governamental: CTN, LRF, Leis 4.230/64, 8.666/93 e 6.404/76, portarias de
classificações da receita e da despesa.

Página 5