Você está na página 1de 3

Bruna Borges – PLÁSTICA

RETALHOS  RETALHOS COMPOSTOS: ex – retalhos fasciocutâneos. Quando você leva além da pele e
PROFESSOR: ROBERTO TCS, outro tecido, como: fáscia, musculo, cartilagem.

INTRODUÇÃO VASCULARIZAÇÃO
 Enxerto de pele é sempre a primeira opção, e os retalhos são a segunda opção;  RETALHO AO ACASO: não defino como dominante um pedículo vascular, ou seja, não
 Retalhos: segmentos de tecido transferidos de uma região para outra, mantendo com a pensa de acordo com o vaso.
primeira uma conexão vascular temporária ou definitiva;  RETALHOS ARTERIAIS OU AXIAIS: quando definimos qual o vaso dominante do retalho, ou
seja, faz o retalho de acordo com o vaso que está irrigando ele.Ex: TRAM Flap – a.
INDICAÇÕES epigástrica superior.
 Quando se cria uma ferida cirúrgica, pela retirada de um tumor cutâneo, o primeiro passo é
tentar removê-la com fechamento primário das bordas. Se o defeito criado pela ferida MOBILIZAÇÃO
cirúrgica for muito grande, não se consegue aproximar as bordas e há necessidade de fazer 1) RETALHOS DE VIZINHANÇA
um retalho ou enxerto de pele. A reconstrução pode ser realizada ao mesmo tempo cirúrgico  RETALHOS DE ROTAÇÃO (descreve um arco de rotação):
ou deixada para um segundo plano quando as condições clínicas do paciente não forem  Retalhos de rotação propriamente dito: roda exatamente em cima da região.
favoráveis. Admite-se, em média, até sete dias para a realização de um retalho, entretanto o Usado principalmente na escara trocantérica. Pode ser fasciocutâneo ou só cutâneo.
leito receptor deverá ser preparado reavivando-se as bordas da ferida e diminuindo-se o Vascularização ao acaso. Faço um triangulo de tecido com o bisturi para facilitar a
tecido de granulação. rotação – Triangulo de Burow.
 Algumas condições são necessárias para realização de um retalho: O tipo de pele e a região  Retalhos de interpolação: não é a
doadora devem dispor de sobras e mobilidade, para que o retalho atinja a área receptora mesma coisa que transposição. O
sem tração ou sofrimento vascular no seu pedículo e, também, a nova área ulcerada criada retalho roda em cima de uma pele sã,
pela doação de pele, deverá permitir um fechamento primário sem dificuldades. interpolando. Pedículo vascular
provisório – 21 dias no mínimo, para
CLASSIFICAÇÃO posterior secção do pedículo.
COMPOSIÇÃO
 RETALHOS SIMPLES: quando você leva apenas a pele e tecido celular subcutâneo (TCS) –
pois a trama vascular está entre o TCS e a derme;
Bruna Borges – PLÁSTICA
 Retalhos de transposição: arco de rotação, mas não interpola.
 Avanço VY: mesma coisa
que o avanço simples, mas
não tem triangulo de Burow.
Faço um V com o bisturi,
empurro o retalho e suturo,
ficando em forma de Y.
Usado para fazer
alongamento de columela –
queimaduras, columela
baixa, lábio leporino.

 RETALHOS DE AVANÇAMENTO
 Avanço simples: principalmente utilizado em dedos. Exemplo – amputação de  Avanço bipediculados: principalmente couro cabeludo. Eu secciono áreas que
falange distal. Faço dois triângulos de Burow e não solto o retalho -> após isso, eu possuem musculo embaixo, faço o deslizamento em direção a área lesionada, e vai
faço um deslizamento/empurro o retalho para o local. ficar um defeito nas áreas que tiramos a pele  mas essas áreas tem musculo,
então podemos fazer enxerto.
Bruna Borges – PLÁSTICA
2) RETALHOS À DISTÂNCIA
 DIRETOS: leva o pedículo vascular junto com o retalho;

 INDIRETOS: É um retalho de migração/microcirúrgico. Tem que fazer anastomose dos


vasos. Tira o pedículo vascular e anastomosa no local, a partir de microcirurgia. Exemplo –
retalho de grande glúteo para reconstrução de mama.

COMPLICAÇÕES
 Perdas parciais: pequena necrose do retalho;
 Perdas totais: perda do total do retalho, principalmente retalho a distância indireto;
 Hematomas: uma das principais complicações, o paciente pode não fazer uma boa
hemostasia;
 Seromas: sofrimento linfático;
 Infecção;
 Erro de técnica: fazer muita tensão (esticando muito) ou muita compressão no retalho;

CONCLUSÃO
 Na reconstrução de um defeito, o cirurgião plástico deve fornecer cobertura confiável e
resistente, de qualidade estética semelhante à condição pré-doença, e causar o menor dano
possível à área doadora, com esses objetivos diversas variações dos retalhos foram
descritas.