Você está na página 1de 3

ADVÉRBIO

Profa. Geovana
1. UNESP 2015 não faz mal, insultem a mãe de Luísa,
virem a página:
Deus terá compaixão
da abandonada e da ausente,
erguerá a enferma, e os membros perclusos
já se desatam em forma de busca.
Deus lhe dirá: Vai,
procura tua filha, beija-a
e fecha-a para sempre em teu coração.
Ou talvez não seja preciso esse favor divino.
A mãe de Luísa (somos pecadores)
sabe-se indigna de tamanha graça.
E resta a espera, que sempre é um dom.
Sim, os extraviados um dia regressam,
ou nunca, ou pode ser, ou ontem.
2. UFRGS 2011 E de pensar realizamos.
Pede-se a quem souber
do paradeiro de Luísa Porto 2. Considere as seguintes afirmações sobre a equivalência entre
avise sua residência à Rua Santos Óleos, 48. expressões pertencentes a classes gramaticais diferentes.
Previna urgente
solitária mãe enferma I - Embora tenha forma de adjetivo, urgente (l. 04) é usado como
entrevada há longos anos advérbio e poderia ser substituído por urgentemente, sem mudança
erma de seus cuidados. significativa no sentido da frase.
Pede-se a quem avistar Luísa Porto, 37 anos,
que apareça, que escreva, que mande dizer II - A substituição do adjetivo espontânea (l. 34) pelo advérbio
onde está. espontaneamente mudaria o sentido da frase.
Suplica-se ao repórter-amador,
ao caixeiro, ao mata-mosquitos, III - Embora seja locução verbal, pode ser (l. 58) é usado em paralelo
ao transeunte, aos advérbios nunca (l.58) e ontem (l. 58) porque expressa sentido
a qualquer do povo e da classe média, semelhante ao do advérbio talvez.
até mesmo aos senhores ricos,
que tenham pena de mãe aflita Quais estão corretas?
e lhe restituam a filha volatilizada
ou pelo menos dêem informações. (A) Apenas I.
É alta, magra, morena; (B) Apenas II.
rosto penugento, dentes alvos, (C) Apenas I e III.
sinal de nascença junto ao olho esquerdo, (D) Apenas II e III.
levemente estrábica. (E) I, II e III.
Vestidinho simples. Óculos.
Sumida há três meses.
Mãe entrevada chamando. UERJ 2009
Foi fazer compras na feira da praça.
Não voltou. “No meio-dia branco de luz uma voz que aprendeu
a ninar nos longes da senzala – e nunca se esqueceu”
Nada de insinuações quanto à moça casta
que não tinha, não tinha namorado.
Algo de extraordinário terá acontecido, “Lá longe meu pai campeava
terremoto, chegada de rei. no mato sem fim da fazenda.”
As ruas mudaram de rumo,
para que demore tanto, é noite. 3. Classifique gramaticalmente as palavras sublinhadas e aponte a
Mas há de voltar, espontânea diferença de sentido entre elas.
ou trazida por mão benigna,
o olhar desviado e terno, 4. AFA 2012
canção. No contexto do seguinte trecho, analise a classe gramatical a que
pertencem os termos grifados: “... para saber quem grita gol mais alto e
Mas se acharem prolongado.”
que a sorte dos povos é mais importante Assinale a alternativa em que o termo sublinhado pertence àquela
e que não devemos atentar mesma classe.
nas dores individuais, a) “Não suporto mais ver tantas tragédias, crimes, violências ...”
se fecharem ouvidos b) “Fala-se muito, mesmo com a bola rolando.”
a este apelo de campainha, c) “Outra discussão chata, durante e após as partidas...”
d) “Muitas parecem iguais, mas não são.”
1
5. (UNICAMP 2017) Leia a seguir a crônica adaptada “O crítico teatral 6. (AFA 2017) Elementos de modalização são responsáveis por
vai ao casamento”, de Millôr Fernandes. expressar intenções e pontos de vista do enunciador. Por intermédio
Como espetáculo, o casamento da Senhorita Lídia Teles de deles, o enunciador inscreve no texto seus julgamentos e opiniões sobre
Souza com o Sr. Herval Nogueira foi realmente um dos mais irregulares o conteúdo, fornecendo ao interlocutor “pistas” de reconhecimento do
a que temos assistido nos últimos tempos. A noiva parecia muito efeito de sentido que pretende produzir.
nervosa, nervosismo justificado por estar estreando em casamentos (o Observe os elementos de modalização destacados nos excertos e as
que não se podia dizer do noivo, que tem muita experiência de altar) de respectivas análises.
modo que até sua dicção foi prejudicada. O noivo representou o seu I. “...e agravar ainda mais os desequilíbrios sociais.” (l.22 e 23) – O
papel com firmeza, embora um tanto frio. Disse “sim” ou “aceito” (não advérbio destacado ratifica a ideia de que a situação que já é
ouvimos bem porque a acústica da abadia é péssima). Fora os caótica vai piorar.
pequenos senões notados, teremos que chamar a atenção, II. “...terão de passar fome.” (l.24) – O verbo auxiliar utilizado
naturalmente, para o coroinha, que a todo momento coçava a cabeça, ressalta a total falta de saída para os jovens.
completamente indiferente à representação, como se não participasse III. “Será que, realmente, queremos viver muito...” (l.08) – O
dela. A música também foi mal escolhida, numa prova de terrível mau-
advérbio utilizado reforça o questionamento sobre o desejo de
gosto. O fato de a noiva chegar atrasada também deixou altamente
viver muito, presente no senso comum.
impacientes os espectadores, que mostraram evidentes sinais de
nervosismo. A sua entrada, porém, foi espetacular, e rendeu-lhe os IV. “...queremos viver muito e, de preferência, para sempre jovens?”
melhores parabéns ao fim do espetáculo. Lamentamos apenas – e (l.08 e 09) – A locução adverbial sugere que a vida longa será
tomamos como um deplorável sinal dos tempos – a qualidade do arroz também de qualidade.
jogado sobre os noivos.
(Adaptado de Millôr Fernandes, Trinta anos de mim Apresentam afirmações corretas as alternativas
mesmo. São Paulo: Círculo do livro, 1972, p. 78.) a) I e II apenas.
b) III e IV apenas.
a) O cronista recorre à analogia para construir uma aproximação c) I, II e III apenas.
entre o casamento e uma peça teatral. Mostre, com trechos do texto, d) I, II, III e IV.
dois usos desse recurso: um com referência à noiva e outro com
referência ao noivo. 7. (Uem 2016) Assinale o que for correto quanto ao emprego dos
b) Identifique duas expressões adverbiais que foram usadas pelo elementos linguísticos no texto.
cronista para acentuar sua crítica humorística ao casamento como
espetáculo. 01) Nas expressões “brasileiros adultos” e “atestado médico”, os
vocábulos “adultos” e “médico” são apresentados como adjetivos. No
entanto, segundo a Nomenclatura Gramatical Brasileira (NGB), tanto o
vocábulo “adultos” quanto o vocábulo “médico” podem ser apresentados
como substantivos, em contexto específico, caso, nesse contexto,
possam vir acompanhados por um artigo.

02) O trecho “O título acima é meio enganoso” apresenta o advérbio


“meio”. Se tivéssemos o trecho “A informação acima é meia enganosa”,
ocorreria a variação do advérbio “meio” para “meia”, pois este vocábulo
deveria concordar com o núcleo do sujeito “informação” que é
apresentado em variação de gênero feminino.

04) Na expressão “num programa de tevê”, temos a expressão “de


tevê”, formada de uma preposição mais um substantivo, tem valor de
adjetivo, por isso a expressão é uma locução adjetiva e, no contexto em
que se encontra, pode ser substituída pelo vocábulo “televisivo” para
concordar em gênero e número com o vocábulo “programa” que, no
texto, a antecede.

08) O vocábulo “Mas” no trecho “Pelo que eu sei, se o pai der umas
palmadas no filho, pode ser denunciado à polícia e até preso. Mas,
antes disso, é intimado a fazer uma consulta ou tratamento psicológico”
é classificado como advérbio de intensidade, por isso pode ser
substituído por “mais”, sem que haja prejuízo semântico ao trecho no
qual está inserido.

16) Na frase “Mas é seu resultado lógico e faz parte do espírito


desmiolado, arrogante, pretensioso, inconsequente, desrespeitoso,
irresponsável e ignorante com que esse tipo de coisa vem prosperando
entre nós”, os vocábulos “desmiolado, arrogante, pretensioso,
inconsequente, desrespeitoso, irresponsável e ignorante” pertencem à
classe de palavras denominada advérbio (ou adverbial) e são
classificados como de negação porque possuem sentido negativo e
atribuem tal sentido ao vocábulo ao qual se referem, qual seja:
“resultado”.

2
Gabarito

1. C
2. C
3. Na primeira ocorrência, o termo pertence à classe dos
substantivos e refere-se, semanticamente, aos tempos
antigos. Na segunda ocorrência, ele passa a funcionar como
advérbio de lugar, sugerindo a ideia de algo espacialmente
distante, afastado.
4. B
5.

6. C
7. 01+04= 05

Os itens [02], [08] e [16] são incorretos, pois:

[02] se houvesse a substituição indicada, não ocorreria nenhuma


alteração do advérbio “meio” para “meia”, já que se trata de classe
morfológica cujos termos são invariáveis;

[08] o vocábulo “Mas” é classificado como conjunção coordenativa


adversativa, podendo ser substituído por “porém”, “ todavia”, contudo”;

[16] os vocábulos “desmiolado, arrogante, pretensioso, inconsequente,


desrespeitoso, irresponsável e ignorante” pertencem à classe dos
adjetivos, atribuindo qualidade ao vocábulo a que se refere: “espírito”.