Você está na página 1de 7

Soc.

Semana 1

Lara Rocha
(Leidiane Silva)

Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a


cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por
escrito. Todos os direitos reservados.
16
Surgimento mai
da sociologia

01. Resumo
02. Exercícios de Aula
03. Exercícios de Casa
04. Questão Contexto
RESUMO
A sociologia surgiu na Europa no século XIX, a partir reinante. Pela primeira vez na história, a produção
de uma intensa busca do homem em interpretar a econômica deixava de ser manual, artesanal, pas-
sociedade contemporânea que passava por intensas sando a ser baseada no uso de máquinas. Assim, na-
mudanças sociais. Todas as transformações ocorri- turalmente, não apenas a produção se tornou mui-
das no século XIX, foram herdeiras de importantes to maior e mais rápida, como a própria tecnologia
revoluções ocorridas no século anterior, a saber: o passou a ter uma evolução muito mais intensa, que
Iluminismo, a Revolução Francesa e a Revolução In- acompanhamos até hoje. A própria organização so-
dustrial. Cada um desses fatores históricos repre- cial se modificou em função da indústria. Afinal, as
senta a mudança de um campo da experiência hu- fábricas funcionavam nas cidades e para lá se diri-
mana. giram em massa os trabalhadores, ocasionando um
grande inchaço populacional.
O Iluminismo, por exemplo, foi um movimento fi- Em poucas décadas, a Europa mudou radicalmen-
losófico e representou a mudança no campo das te suas ideias, seu modo de fazer política e sua vida
ideias, da mentalidade. Como seu próprio nome nos econômica. Era uma sociedade completamente di-
indica, o propósito do pensamento iluminista era ilu- ferente daquela que existia anteriormente. Diante
minar a realidade, trazer a luz. No entanto, que luz de um aparente caos tão generalizado, era natural
era essa? A luz da razão. O projeto comum dos ilu- que alguns homens procurassem construir uma ci-
ministas era racionalizar todos os aspectos da exis- ência da sociedade. Sua pergunta era: “Afinal, o que
tência humana, do conhecimento à vida social, da está acontecendo aqui? O que houve com nossa so-

24
política às práticas religiosas. ciedade?”. A sociologia surgiu no século XIX porque
nunca antes uma sociedade havia passado por mu-
Já a revolução francesa está mais relacionada com danças tão intensas. Essas mudanças exigiam uma
transformações políticas, certamente. Com efeito, explicação. Não à toa, alguns autores dizem que a

Fil.
o que os revolucionários promoveram não foi ape- sociologia é a “ciência da crise”. De fato, ela é filha
nas uma mudança de governo, a passagem de um da crise da sociedade europeia.
rei para outro. O que mudou foi a própria maneira
como se enxergava o poder. Mais do que o ocupan- Vale lembrar da importância que teve para o surgi-
te de um cargo, foi o próprio modo de fazer política mento da Sociologia, já no século XIX, a corrente de
que se transformou. Para o bem ou para o mal, o fim pensamento criada por Augusto Comte (1798 - 1857)
do absolutismo representou o início de uma nova era denominada de positivismo. Em linhas gerais, essa
na história da política, na qual esta passou a se ver corrente de pensamento defendia que a ciência era
cada vez mais separada da religião e na qual se tor- o único conhecimento útil a ser buscado pela hu-
nou predominante acreditar que o fundamento da manidade, ou seja, que o caminho do progresso de-
autoridade do Estado está na vontade do povo. pendia necessariamente da aplicação da metodolo-
gia científica. Nesse sentido, os fenômenos sociais
A revolução industrial foi o evento histórico mais im- também deveriam ser analisados, segundo Comte,
portante do século XVIII europeu, a industrialização a partir dos métodos rigorosos da ciência. Assim,
mudou radicalmente a economia e consolidou defi- teve surgimento a Sociologia com estudo científico
nitivamente o capitalismo como sistema econômico acerca das sociedades.
EXERCÍCIOS DE AULA
1.
(UFU 2010) Sobre o surgimento da Sociologia e suas proposições acerca da ex-
plicação do mundo social, pode-se afirmar:

a) a Sociologia é uma manifestação do pensamento moderno e uma forma de


conhecimento do mundo social, cujas explicações são fundadas nas descober-
tas das ciências naturais e físicas, por pressupor uma unidade entre sociedade e
natureza e rejeitar o uso de leis gerais no conhecimento.
b) os pensadores fundadores da Sociologia concentraram seus esforços em in-
teresses políticos e, portanto, práticos, face aos objetivos de contribuir para as
transformações sociais e para a consolidação de uma nova ordem social
diversa das sociedades feudal e capitalista.
c) a desagregação da sociedade feudal e a consolidação da sociedade capitalis-
ta, com o consequente processo de industrialização e urbanização em países da
Europa, contribuíram para o surgimento da Sociologia como forma de conheci-
mento das sociedades em extinção.
d) a Sociologia surgiu no século XIX, vinculada à sociedade moderna, no contex-
to das transformações econômicas e sociais e no bojo das mudanças nas formas
de pensamento, influenciadas pelas revoluções burguesas do século, bem como
pelos ideais iluministas.

25
2.
Uma série de mudanças políticas e econômicas ocorreu na Europa, a partir do

Fil.
fim da Idade Média. O quadro “A liberdade guiando o povo” (1830), de Eugène
Delacroix, alude a um dos mais importantes acontecimentos decorrentes desse
período na história europeia, a Revolução Francesa.

Sobre a ligação entre as mudanças referidas no texto e o surgimento da Socio-


logia, é correto afirmar:

a) O desenvolvimento da indústria se opunha à formação do processo de instala-


ção da sociedade moderna.
b) A credibilidade da vida social, nas cidades, passa a ser buscada na coerência
dos textos sagrados e na adoração religiosa.
c) A vida religiosa foi adquirindo cada vez mais importância, o que fez com que a
história do cotidiano fosse concebida por um olhar sagrado.
d) A arte renascentista, ao apresentar a forte ligação entre Deus e os homens,
expressou as transformações sociais de forma contundente.
e) O desenvolvimento tecnológico e a nova postura do homem ocidental decor-
rentes das transformações desse período histórico propiciaram o interesse pelo
entendimento da vida social.
3.
Marque a alternativa que corresponde a um dos antecedentes intelectuais da
Sociologia.

a) A crença na capacidade de a razão apreender a dinâmica do mundo material.


b) A valorização crescente dos princípios de autoridade, notadamente da Igreja
Católica.
c) A descrença nas forças da modernidade, principalmente na ideia de progres-
so.
d) O fortalecimento da especulação metafísica como procedimento científico.

EXERCÍCIOS DE CASA
1.
A sociologia surgiu para suprir a necessidade de se entender os fenômenos so-
ciais e as regras fundamentais pelas quais se baseiam nossas relações. Entretan-
to, a sociologia contemporânea difere-se da ideia original, na medida em que:

a) entende-se que as sociedades são como organismos vivos, com leis de funcio-
namento estabelecidas e imutáveis.

26
b) é amplamente aceito que as diferenças raciais determinam características
do convívio do sujeito, uma vez que é a raça que estabelece o comportamento
social.
c) entende-se que as sociedades e as relações sociais possuem infinitas varia-

Fil.
ções, não sendo possível traçar leis gerais que justifiquem ou expliquem, em ter-
mos absolutos, todas as formas de interação humana no mundo social.
d) deixou de ser uma área do conhecimento válida, uma vez que não é possível
estudar uma sociedade em razão da enorme quantidade de diferenças entre os
sujeitos que a compõem.

2.
O autor considerado “pai” da sociologia, Augusto Comte, acreditava que a nova
ciência das sociedades deveria igualar-se às demais ciências da natureza que
se pautavam pelos fenômenos observáveis e mensuráveis para que assim fos-
se possível apreender as regras gerais que regem o mundo social do indivíduo.
Essa perspectiva ideológica é chamada de:

a) Iluminismo.
b) Darwinismo.
c) Dadaísmo.
d) Positivismo.
3.
(UEM - 2011) Sobre a relação entre a revolução industrial e o surgimento da so-
ciologia como ciência, assinale o que for correto.

a) A consolidação do modelo econômico baseado na indústria conduziu a uma


grande concentração da população no ambiente urbano, o qual acabou se cons-
tituindo em laboratório para o trabalho de intelectuais interessados no estudo
dos problemas que essa nova realidade social gerava.
b) A migração de grandes contingentes populacionais do campo para as cidades
gerou uma série de problemas modernos, que passaram a demandar investiga-
ções visando à sua resolução ou minimização.
c) Os primeiros intelectuais interessados no estudo dos fenômenos provoca-
dos pela revolução industrial compartilhavam uma perspectiva positiva sobre os
efeitos do desenvolvimento econômico baseado no modelo capitalista.
d) Os conflitos entre capital e trabalho, potencializados pela concentração dos
operários nas fábricas, foram tema de pesquisa dos precursores da sociologia e
continuam inspirando debates científicos relevantes na atualidade.
e) A necessidade de controle da força de trabalho fez com que as fábricas e in-
dústrias do século XIX inserissem sociólogos em seus quadros profissionais, para
atuarem no desenvolvimento de modelos de gestão mais eficientes e produtivos.

27
QUESTÃO CONTEXTO
Vamos refletir um pouco sobre a importância da sociologia para analisarmos os

Fil.
acontecimentos, as transformações na sociedade?

Texto I

Texto II
Texto III

“O tempo em que a Amélia cantada por Mário Lago era a “mulher de verdade”
ficou para trás desde que, nos anos 70, filhas e esposas das famílias brasileiras
trocaram o fogão por “trabalhar fora”. A dona de casa tradicional, se mantida a
tendência identificada pelo IBGE no Censo 2010, é um modo de vida em extinção
no Brasil. O capítulo Trabalho e Rendimento do estudo, divulgado nesta quarta-fei-
ra, mostra que o período entre 2000 e 2010 foi decisivo para a transformação do
mercado de trabalho em favor do sexo feminino. O crescimento da participação
das mulheres na população ocupada – ou seja, que trabalha e produz renda – é
quase sete vezes maior que o dos homens.”

A sociologia surgiu a partir da busca de uma ciência que conseguisse interpretar


a realidade social. Com base em seus conhecimentos sociológicos do tema e nos
textos apresentados, faça uma análise das transformações do papel da mulher
na sociedade.

28
GABARITO

Fil.
01. 03.
Exercício de aula Exercício de casa
1. d As mulheres iniciaram seu ingresso no mercado de
2. e trabalho durante a revolução industrial, mas com o
3. a passar do tempo, foram se retirando do mercado e
voltando a assumir as atividades doméstica. Já no
século vinte, recomeçaram sua jornada no mercado

02.
de trabalho e progressivamente se tornaram tão nu-
merosas quanto os homens em atividades profissio-
Exercício de casa nais.
1. c
2. d
3. a