Você está na página 1de 2

Suzerado é senhor de um vassalo

o rei não cumpria a função de chefe de Estado. Apesar de seu papel simbólico, ele
tinha poderes apenas em seu próprio feudo. Sua vantagem era não dever obrigações
de vassalo, dentro de seu reino, a outro senhor.

comitatus , os senhores da terra, unidos pelos laços de vassalagem, comprometiam-se


a ser fiéis e a honrar uns aos outros

No colonato, o proprietário de terras dava proteção e trabalho aos colonos que, em


troca, entregavam ao senhor parte de sua produção.
Feudos pequenos tinham entre 120 e 150 hectares
“ ser católico era tão natural quanto o ato de respirar.”
Alguns apontam o complexo sistema de cobranças de impostos e de indulgências
como principal origem dos bens da Igreja. Além do dízimo, 10% das rendas de cada
fiel, os padres cobravam pesados tributos dos camponeses que viviam nas terras do
clero e, em períodos excepcionais, promoviam a venda de indulgências nos lugarejos,
nas vilas e nas cidades.

Pensei em uma história: um caçador capturou um vampiro viciado em ópio, o único


jeito do caçador dar sangue com ópio pro vampiro era se ele transformasse outros,
assim o vampiro transformava outros.
Os novos vampiros já nasciam viciados, eles apenas conseguiam saciar seu vício
quando terminavam de transcrever um livro, replicando assim vários livros da igreja
católica

Assim como tudo na sociedade medieval, a primeira Ordem tinha sua própria
hierarquia: o Alto Clero, composto pelo papa, bispos, cardeais e abades; e o Baixo
Clero, formado pelos clérigos, padres e monges. A maioria dos membros da Igreja
provinha de famílias nobres, que impunham a formação religiosa aos seus filhos não-
primogênitos, mesmo que não tivessem vocação ou vontade de servir a Igreja.

Herege é uma palavra de origem grega, que significa “aquele que escolhe”, mas na
Idade Média passou a denominar a pessoa ou o grupo que defendia doutrina contrária
à Igreja ou discordava dos seus dogmas, das suas verdades.

Tribunal do Santo Ofício que perseguia os hereges

Havia também os vilões. Eram geralmente descendentes de pequenos proprietários


romanos que, não podendo defender suas propriedades, entregavam-nas a um senhor
em troca de proteção.
Por essa origem, eles recebiam um tratamento diferenciado, com maiores privilégios e
menos deveres que os servos. Havia, finalmente, os ministeriais, funcionários do
senhor feudal, encarregados de arrecadar os impostos.
Um filho de vampiro ganha parte das terras de seu pai e ele deve ceder parte de seu
rebanho e também trabalhar 3 dias para seu pai
Impostos:

 a talha, imposto pago sobre a produção no manso servil;


 a corveia, trabalho compulsório nas reservas senhoriais;
 as banalidades, imposto pago pelo uso de instalações pertencentes ao
senhor, como forno e moinho.