Você está na página 1de 18

QUESTÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO

INSTITUTO ÓLIVER
Direito Administrativo
(CONAB – Advogado – 2014) Com relação à Administração Pública, de acordo com a Constituição
Federal, assinale a alternativa correta.
a) A proibição de acumular cargos públicos estende- se a empregos e funções e abrange autarquias,
fundações, empresas públicas, sociedades de economia mista, suas subsidiárias, e sociedades
controladas, direta ou indiretamente, pelo Poder Público.
b) A proibição de acumular cargos públicos não se estende a empregos e funções e abrange autarquias,
fundações, empresas públicas, sociedades de economia mista, suas subsidiárias, e sociedades
controladas, direta ou indiretamente, pelo Poder Público.
c) A investidura em cargo ou emprego público depende de aprovação prévia em concurso público de
provas ou de provas e títulos, de acordo com a natureza e a complexidade do cargo ou emprego, na
forma prevista em lei, sem ressalvas.
d) A remuneração e o subsídio dos ocupantes de cargos, funções e empregos públicos da Administração
direta, autárquica e fundacional, dos membros de qualquer dos Poderes da União, dos estados, do
Distrito Federal e dos municípios, dos detentores de mandato eletivo e dos demais agentes políticos e os
proventos, pensões ou outra espécie remuneratória, percebidos cumulativamente ou não, incluídas as
vantagens pessoais ou de qualquer outra natureza, não poderão exceder o subsídio mensal, em espécie,
dos ministros do Superior Tribunal de Justiça.
e) Os vencimentos dos cargos do Poder Legislativo e do Poder Judiciário poderão ser superiores aos
pagos pelo Poder Executivo.

Gabarito: Letra “A”


(TER-PA – Técnico Judiciário – 2014) A administração pública direta e indireta, na
prática de seus atos, deve observância a uma série de princípios e normas. A
respeito do tema, assinale a alternativa correta.
a) Em regra, é vedada a cumulação de cargos públicos, ainda que o servidor tenha
sido aprovado em mais de um concurso.
b) É vedada ao servidor público civil a associação a qualquer sindicato.
c) A impessoalidade não precisará, necessariamente, ser observada na prática de
atos pela Administração pública indireta.
d) O servidor público da Administração direta, que vier a ocupar um cargo eletivo
federal, poderá ocupar as duas funções simultaneamente.
e) O princípio da publicidade não precisará ser observado pela Administração
direta.

Gabarito: Letra “A”


(PC-DF – Perito Criminal – 2016) Em relação às entidades que integram a
administração indireta, assinale a alternativa correta.
a) A empresa pública se submete à regra do concurso público, e o respectivo
pessoal se sujeita ao regime estatutário.
b) Autarquia é pessoa jurídica de direito público, que pode ser criada tanto para a
execução de atividade típica de Estado quanto para participação estatal na
atividade econômica.
c) A sociedade de economia mista poderá adotar qualquer forma em direito
admitida.
d) Somente por lei específica poderá ser criada empresa pública.
e) Somente por lei específica poderá ser autorizada a instituição de sociedade de
economia mista.
Gabarito: Letra “E”
(CRF-DF – Assistente Administrativo – 2018) A Administração Pública pode anular
e revogar os seus próprios atos, sem precisar recorrer ao Poder Judiciário. O
princípio que subsidia o controle da Administração Pública sobre seus próprios
atos quanto ao mérito e quanto à legalidade é denominado princípio da a)
razoabilidade.
b) moralidade.
c) autotutela.
d) publicidade.
e) impessoalidade.
Gabarito: Letra “C”
(CEITEC – Jornalista – 2016) O lançamento do instrumento denominado de chamada pública, no
qual a Administração Pública ultimamente tem convocado interessados em participar, por
exemplo, de credenciamento ou de apresentação de projetos, sem prejuízo de quaisquer outras
ações administrativas, na medida em que torna transparente a expressão de seus objetivos,
propicia a possibilidade de controlar a legitimidade da conduta dos agentes administrativos e,
ainda, permite a quaisquer interessados privados, dadas as condições divulgadas, atender ao
referido chamamento espelha, pela motivação apresentada, a aplicação de determinado
princípio da Administração Pública. Esse princípio é o da a) legalidade.
b) moralidade.
c) publicidade.
d) eficiência.
e) impessoalidade.
Gabarito: Letra “C”
(PC-DF – Perito Criminal – 2016) Considere hipoteticamente que a Secretaria de
Segurança Pública do Distrito Federal celebrou contrato administrativo
com determinada empresa de terceirização, cujo objeto é a prestação de serviços
de limpeza e conservação. Após a constatação de falhas na execução do objeto
contratado, a autoridade administrativa competente, observado o devido processo
legal, aplicou sanção de multa à empresa.
Com base nesse caso, é correto afirmar que a aplicação de tal sanção por parte do
administrador público decorre do poder a) disciplinar.
b) hierárquico.
c) discricionário.
d) de polícia.
e) regulamentar.
Gabarito: Letra “A”
(CAU-RJ – Agente de fiscalização – 2016) A respeito da análise dos poderes
administrativos, assinale a alternativa correta.
a) O agente que pratica atos fora de sua competência comete desvio de finalidade.
b) O agente que, por ação ou omissão, pratica ato visando a interesses pessoais, e não
ao bem comum, estará agindo com estrito e direto excesso de poder, o que é vedado
por lei.
c) O exercício do poder discricionário está excepcionalmente desvinculado do princípio
da legalidade.
d) Para a doutrina majoritária, o poder vinculado é aquele que a lei confere à
Administração para a prática de ato de sua competência, determinando os elementos
e os requisitos necessários para a sua formação.
e) As normas do direito brasileiro são editadas pelo poder regulamentar.
Gabarito: Letra “D”
(TRE-PA – Analista Judiciário/Adm. – 2014) Com relação ao exercício do controle interno
e externo da Administração Pública, assinale a alternativa correta.
a) O controle externo não poderá ser exercido por um órgão independente.
b) O controle exercido pelo Congresso Nacional, quanto aos atos normativos praticados
pelo Poder Executivo que exorbitem o poder regulamentar, consubstancia-se em
controle externo.
c) O Poder Judiciário, de ofício ou a requerimento da parte, poderá anular um ato
praticado pelo Poder Executivo, desde que eivado com manifesto vício de legalidade.
d) Os servidores responsáveis pelo controle interno, ao tomarem conhecimento de
qualquer irregularidade ou ilegalidade, procederão com a respectiva apuração, sendo
prescindível a comunicação do fato ao Tribunal de Contas da União.
e) Constitui-se em obrigação constitucional a mantença, pelos Poderes Legislativo,
Executivo e Judiciário, de um sistema de controle externo.
Gabarito: Letra “B”
(TRE-PA – Técnico Judiciário – 2014) Quanto aos atos de improbidade administrativa,
assinale a alternativa correta.
a) Na hipótese em que o agente público aufere vantagem patrimonial indevida, em
razão de seu cargo, estará praticando um ato de improbidade administrativa que importa
enriquecimento ilícito.
b) Em hipótese alguma, poderá ser decretada a indisponibilidade dos bens do indiciado
pelo crime de improbidade.
c) O ato praticado, pelo servidor público, que venha a violar os deveres de
imparcialidade, consubstanciará em um ato que causa prejuízo ao erário público.
d) Uma vez julgado e punido, na esfera penal, o servidor indiciado não poderá sofrer as
cominações da Lei de Improbidade Administrativa.
e) A iniciativa para a instauração de processo tendente a apurar um ato de improbidade
administrativa somente poderá advir de um servidor público.
Gabarito: Letra “A”
(CONAB – Advogado – 2014) A respeito da ação de improbidade administrativa, assinale
a alternativa correta.
a) A ação principal, que terá o rito ordinário, será proposta exclusivamente pelo
Ministério Público, dentro de 30 dias da efetivação da medida cautelar.
b) É possível transação, acordo ou conciliação nas ações de improbidade.
c) Qualquer pessoa poderá representar à autoridade administrativa competente para
que seja instaurada investigação destinada a apurar a prática de ato de improbidade.
A representação, que será escrita ou reduzida a termo e assinada, conterá a
qualificação do representante, as informações sobre o fato e sua autoria e a indicação
das provas de que tenha conhecimento.
d) Não cabe recurso da decisão que recebe a petição da ação de improbidade.
e) Em qualquer fase do processo, reconhecida a inadequação da ação de improbidade, o
juiz extinguirá o processo com julgamento do mérito.
Gabarito: Letra “C”
(TRE-PA – Técnico Judiciário – 2014) Em relação à responsabilidade civil do Estado,
assinale a alternativa correta.
a) Os atos jurisdicionais são isentos de responsabilidade civil.
b) A responsabilidade objetiva do Estado, por danos causados a terceiros, tem por
fundamento a teoria da culpa administrativa.
c) Com a edição da CF/1988, o ordenamento jurídico brasileiro passou a adotar a teoria
da irresponsabilidade do Estado.
d) Assim como ocorre no direito privado, para que se configure a responsabilidade civil
do Estado, faz-se necessária a existência de um dano, moral ou material, de uma ação
ou omissão antijurídica por parte do Estado, e de um nexo causal entre o dano e a
ação ou omissão estatal.
e) Caso fortuito ou força maior não são causas excludentes da responsabilidade do
Estado.

Gabarito: Letra “D”

Você também pode gostar