Você está na página 1de 39

Pintura com Gesso

Malaquite
Nº 2 - Edição Gratuita Janeiro 2009

Reciclagem
Passeios fotograficos
Feiras e Workshops Gastronomia
Poesia
Reflexos D’Arte Reflexos D’Arte Reflexos D’Arte
Indice

Reflexos D’Arte
Carta ao Leitor

Essa tarde foi de certa maneira, especial.

Procuramos um lugar numa esplanada ao sol, e precisavamos de


algo que nos ocupasse o espirito e a nossa vontade de criar, de
uma maneira mais agradável ao que já tinhamos.

Começam as chuvas e o frio e já não podemos fazer as nossas


feiras, e foi então que tivemos uma ideia : " Que tal fazermos
uma revista ? " .
Uma revista onde poderiamos mostrar ao mundo todos os
nossos conhecimentos, ideias, novidades e outros... Levar
ao leitor uma aprendizagem de algo novo e realmente
atraente e onde o leitor participasse activamente.
2
O ser humano é curioso por natureza e a sua forma de
percepcionar e entender o que é ARTE deve ser
transmitida.

Faltava-nos algo que inspirasse verdadeiramente o amor à


arte , e que pudessemos transmitir a motivação para uma
conquista incessante de novos saberes.

Queremos divulgar e dar a entender um pouco do que


acontece no mundo da Arte, e ao mesmo tempo pôr à
disposição o conhecimento de forma acessível aos menos
especializados nas matérias.
Ocorreu-nos fazê-lo de uma forma ecológica e lembrámo-nos
de uma revista on-line.

A arte é cada vez mais surpreendente. Praticamente


todos os dias surgem novas ideas, novos materiais, etc...

Reflexos D’Arte
Quem somos?

A Reflexos D'Arte é uma revista publicada por 3 amigas que


trata de assuntos relacionados com arte desde a pintura, à
poesia, passando pela fotografia e um pouco pela gastronomia.

O objectivo desta revista é tornar mais acessível e


compreensível a todos o mundo da Arte,e principalmente dar
uma nova perspectiva ao leitor.

Está encarregue de mensalmente divulgar e promover ideias,


actividades, eventos, encontros, feiras, exposições,
novidades e outros...

Queremos proporcionar um espaço de intercâmbio de ideias 3


onde todos possam exprimir e expôr à vontade os seus
trabalhos.

Esta revista serve assim não só um meio de troca de


informação sobre ARTE como também um meio de
aproximação entre pessoas que partilham uma mesma paixão
avassaladora.
Nesse sentido é muito importante para nós que todos
participem nos artigos a serem publicados.

Não deixem que a nossa vida se resuma a casa/trabalho.


Ajudem-nos para que possamos fazer desta revista uma
inovação. Quem sabe se esta revista não poderá ser para si o
princípio de uma futura e brilhante carreira no mundo da
ARTE ?

Reflexos D’Arte
Novidades

Podes enviar as tuas novidades


para:

Novidades@reflexosdarte.com

Reflexos D’Arte
Novidades

Revendedor Oficial da SIZZIX


BlueCraft
Centro Comercial Drugs
Av. Chaby Pinheiro, 25 R/C loja 11
2725 - 265 Mem Martins
Bluecraft@mail.telepac.pt
http://bluecraft.blogspot.com

Reflexos D’Arte
Entrevista
Entevista com a artista Ana Rute, administradora e criadora do
fórum Decoupage & Companhia

Http://decoupage.forumeiros.com

Quando é que o fórum foi criado e quais foram as razões que a levaram a
criar o fórum Decoupage & Companhia?

O fórum foi criado à cerca de 1 ano e meio dia 30 de Julho de 2007, fazia à pouco tempo
decoupage e achei interessante criar um espaço para esclarecimento de dúvidas e
troca de ideias já que não conhecia outro fórum sobre artes manuais.

Quais eram as suas expectativas?

Não eram muito elevadas na altura pensei se tivesse 100 membros registados era muito
bom, neste momento já estamos com 1300 membros registados com uma média de 4
membros novos por dia.
6
Como é que o fórum evoluiu?

Com ajuda de todos os membros, que iam contribuindo com as suas ideias, dúvidas e
experiências. E, é com essas contribuições que o fórum continua a evoluir e se mantém
actualizado com novas técnicas e passo a passo.

O que podem as pessoas encontrar no fórum?

Um ambiente familiar onde os membros se entre ajudam, muita informação para quem
se está iniciar em artes decorativas (passo a passos, dicas, sugestões, etc).

Queria deixar um agradecimento muito especial a todos os membros e ás


moderadoras Helena, Paula, Marisa, Vera e Cátia pelo empenho e carinho.

Podes participar nesta


rúbrica enviando um mail para :

Entrevista@reflexosdarte.com

Reflexos D’Arte
Ideias

Decorações de interiores

Utilização das cores


A cor influência o espaço, o ambiente e o estado de espírito dos seres humanos. Existe
mesmo uma terapia alternativa, a Cromoterapia, que tenta curar certas doenças e
combater determinados tipos e dores através da aplicação de raios de luz coloridos.

Aqui vão alguns exemplos de regras básicas que poderão ajudar a mudar a aparência dos
espaços em que habita.

! Para dar a impressão de que uma divisão é mais alta do que


realmente é, o tecto é pintado com uma cor clara. Para
acentuar mais um pouco basta pintar ou colocar papel de
parede com motivos verticais nas paredes.

! Para reduzir uma divisão quando ela é grande, pinta-se os


7
tectos com uma cor escura. E nas paredes utiliza-se motivos
horizontais.
!

! Se pretender tornar visualmente mais ampla uma divisão


que pareça pequena ou estreita, pinte-a de tons azulados muito
claros. Criará uma ilusão de espaço.

!Se quizer tornar mais aconchegante uma divisão demasiado


escura ou fria, utilize tons de amarelo, tornará a divisão mais
alegre e luminosa.

Se quiseres participar na
revista com os teus trabalhos envia
um mail para :

Participa@reflexosdarte.com

Reflexos D’Arte
Ideias

Decorações de interiores

Utilização das cores


! Um pavimento escuro com paredes e tecto em cores claras
torna a divisão maior.

! O chão, o tecto e a parede de fundo claros tornam o


espaço mais estreito, mais fundo e mais alto.

! Uma parede de fundo escura e paredes laterais claras,


8
bem como o chão, diminuem a profundidade do espaço.

! Um chão claro, parede de fundo clara, paredes laterais


escuras e tecto escuro criam o efeito de túnel.

! Demasiadas cores claras tornam as divisões frias e impessoais.

Quando escolhida uma cor de


um catálogo lembre-se que a
cor será mais acentuada,
escurece.

Reflexos D’Arte
Ideias

Massa para Modelar


Caseira de pó de café
Na edição anterior falamos de um tipo de massa de modelar a - Massa de Pão - hoje
iremos falar de uma outra massa de modelar que podemos utilizar é barata e é uma
maneira de aproveitamento do nosso “lixo” lá de casa - A Massa do Pó de Café.

Após coar o pó de café, seja com máquina expresso (italiana) ou no coador, fica o resíduo
que poderá ser utilizado na compostagem de fertilizantes para se misturar à terra. Mas
podemos dar outro uso ao pó de café usado, deixa-se secar ao sol e transforma-se em
massa de modelar caseira, para se fazer figuras, como as de biscuit.
Este é um bom exemplo para professores, que querem sugestões para trabalhar com os
seus alunos.

Receita da massa de modelar de pó de café


9
Ingredientes:

! 2/3 de chávena de chá de pó de café usado e seco


! 1/3 de chávena de chá de amido de milho
! 1 chávena de chá de cola branca para biscuit
! 1 colher de sopa de vinagre
! 1 colher de vaselina líquida
! Creme para as mãos para bater a massa.

Reflexos D’Arte
Ideias

Massa para Modelar


Caseira de pó de café
Execução:

Coloque a secar ao sol o pó de café usado. Misture todos os ingredientes e leve ao


microondas por 1 minuto, misture novamente e volte ao microondas por mais 1 minuto.
Sove a massa num alguidar untado com amido de milho. Guarde num saco plástico até
esfriar. Acrescente creme das mãos à massa e sove até ficar no ponto de fazer as
peças.
Depois é só colocar a criatividade em funcionamento e bons trabalhos.

Exemplos :
O Saco de café misturou-se um pouco de branco para aclarear a massa. O Brigadeiro
utilizou-se a massa na côr dela. O Pudim misturou-se cor branca num bocado de
massa para ficar mais claro as pintinhas brancas é tinta de relevo branco. A
Borboleta apenas o corpo se fez com a massa, as asas são feitas com pano molhado em 10
terbentina para ficar mais forte e não desfiar ao cortar as asas. Depois pinta-se com
uma tinta dourada e prateada para fazer os veios das asas. A Bolacha foi feita com a
massa sem alteração e o creme branco foi feito com tinta de relevo branco.

Reflexos D’Arte
Ideias

Pintura

Malaquite
Materiais :

!Tabuleiro de Madeira
!Pincel para varrer
!Blending Gel da Folkart
!Verniz com brilho
!Cera incolor
!Verniz mate
!Pincel sintético espatulado nº 20
!Pedaços de cartão rasgado

Tintas :
11
Acrilicas Decoart Americana : Colonial Green, veridian Green, Prussian Blue

(As tintas podem ser de outra marca desde que as cores sejam parecidas
para se conseguir este efeito)

Reflexos D’Arte
Ideias

Pintura

Malaquite
Passo a Passo :

1º - Lixe muito bem a peça e pinte com Colonial Green. Lixe e repita. Depois
de seca, aplique uma leve camada de verniz Mate.

12

2º - Com um lápis estruture a “pedra” para que haja uma certa harmonia nos
arcos que irá pintar e não ficarem todos para o mesmo lado.
Coloque numa palete um pouco de Veridian Green, Prussian Blue e Blending
Gel. Molhe o pincel em água, retire o excesso e coloque o Veridian Green no
pincel, evitando carregá-lo demasiado. De seguida levante um pouco de
Blending Gel e esbata. A tinta não deve ficar nem muito aguada nem muito
grossa. Se quizer, num dos cantos coloque um pouco de Prussian Blue.

3º Faça um semi-círculo com o píncel sobre a peça de madeira. De seguida


pegue no pedaço de cartão rasgado, na vertical, e seguindo a mesma direcção
da pincelada raspe levemente por cima fazendo pequenas ondas. Evite passar
mais do que uma vez, no mesmo sitío. Amacie com um pincel farfalhudo e
macio. Volte a repetir, até a sua peça ficar completamente coberta.

Reflexos D’Arte
Ideias

Pintura

Malaquite
4º - Depois de bem seca faça as barras pretas e douradas. A barra preta tem leves
laivos brancos esbatidos. Para obter este efeito aplique um pouco de Blending gel, com a
mão, sobre a área já pintada de preto e limpe o excesso.
Coloque num pincel de traço, um pouco de branco e faça os veios. Esbata com o pincel
farfalhudo e macio.

5º - Passe uma camada de verniz com brilho e deixe secar. Termine com uma camada de
cera, puxe o lustro.

13

Reflexos D’Arte
Ideias

Pintura

Com gesso
Materiais usados :

!Lixa fina
! Tinta latex branca (1 chávena de chá de tinta para ½ do frasco de
gesso)
! ½ frasco de gesso acrílico
! Trincha
!Cera Incolor ( 3 colheres de sopa)
! Corantes nas cores: azul, verde, marrom e vermelho
! Pano macio sem pêlos
! Uma peça em Madeira

Passo a Passo : 14
1º - Lixe o objecto e retire o pó.
2º - Misture a tinta latex branca com a metade do frasco de gesso. Aplique duas
demãos em toda a peça, intercalando secagem e lixagem. A última vez que passa
a lixa deve deixar transparecer os veios da madeira.

Reflexos D’Arte
Ideias

Pintura

Com gesso

3º - Aplique uma camada fina de cera


incolor por toda a peça.

4º - Depois tinja as colheradas de


cera da seguinte maneira: para cada
colher de sopa de cera adicione uma 15
gota de corante e misture. Prepare
uma cor azul, outra de verde e a
terceira com a mistura de marron e
vermelho. Esfregue as ceras tingidas
em diferentes áreas da peça, de modo
que elas penetrem na madeira. Deixe
secar até ao dia seguinte.

5º - Lixe, aplique uma demão de cera


incolor e puxe o lustre.

Reflexos D’Arte
Ideias

Arranjos Florais

16
Os arranjos de flores secas estão a entrar cada vez mais no mundo da decoração.
Não só podemos comprar as flores secas como também a Natureza nos fornece uma
variedade de flores e plantas que podemos apanhar e secar.
Colhendo-as poupamos algum dinheiro mas, acima de tudo, aproveitamos mais os nossos
passeios pelo campo. Em cada estação a colheita é diferente, o que torna esta actividade
variada e interessante.
Quando se colhe para secar, tem de se ter em conta alguns aspectos para que o resultado
seja bom. Um deles é que nunca se devem apanhar as plantas depois de ter chovido ou
nevado, porque a humidade é prejudicial. Um dia soalheiro a partir do meio dia, quando já
não há orvalho, é o momento mais adequado.
Não devemos arrancar as flores ou plantas mas sim cortar com uma tesoura de jardinagem
ou uma navalha bem afiada. Devemos também ter umas luvas para as plantas que tem cardo
ou alguma flôr espinhosa. Não devemos também apanhar plantas isoladas pois estas assim
não poderão se reproduzir se não tiverem mais da sua espécie.

Reflexos D’Arte
Ideias

Arranjos Florais
Colheita e Transporte

As flores partidas ou pétalas soltas servem para dar côr a um pot-pourri, enquanto que uma flôr muito delicada e
pouco espessa como a papoila, que não pode ser seca para fazer um centro, fica linda se a prensarmos para fazer um
quadro.

As plantas apanhadas para fazerem centros devem ter o caule o mais compridos possível, pois se tiverem
compridos podemos cortá-los ao contrário é que já não o podemos fazer e teriamos de colocar um caule falso.
Quando são flores devemos tirar as folhas, porque elas retem muita humidade e dificultam a secagem; além disso
tornam-se quebradiças e partem-se com mais facilidade. As flores que tem espinhos convém tirá-los todos o mais
rápido possível.
A humidade é o maior inimigo das flores secas, por isso á medida que vamos juntando material devemos colocá-lo em
cestos ou sacos de papel.

As flores a serem prensadas devem ser postas entre folhas de papel mata-borrão ou no meio de livros com folhas
absorventes.

As caixas podem ser transportadas empilhadas mas deve-se colocar os botões das flores contrapostos.
Para que o material chegue em bom estado ao destino deveremos ter em atenção o seguinte: as flores tem de ser 17
dispostas sem que se machuquem, bem soltas ou em ramos dispostos a alturas diferentes, atá-las com um elástico
se tiverem pés fortes e com lã ou ráfia se forem delicados, envolver numa folha de papel de jornal os botões mais
frágeis e nunca expô-las ao sol enquanto estão no carro. Uma medida para que não murchem durante o transporte é
envolver os talos num pano previamente molhado com 50% água e 50% de vinagre.
Se temos pouco espaço no carro podemos guardá-las em caixas de cartão ou madeira em molhos contrapostos e
depois apilhá-las no porta-bagagem. Se quando chegar a casa não conseguir logo colocá-las para secar, elas
aguentam mais tempo sem murchar se forem envolvidas num jornal e guardadas na parte inferior do frigorífico.

Boa colheita!!! E não perca o próximo número com mais umas dicas para os arranjos florais.

Reflexos D’Arte
Ideias

A planta medicinal
Acidez no Estômago

Sintoma também conhecido como pirose . É uma sensação de queimadura ou de ardor,


que normalmente se localiza na “ boca do estômago”, que corresponde à união entre o
esófago e o estômago. No estômago existe sempre um certo grau de acidez, necessário
para a digestão.
Existem algumas plantas e legumes que são capazes de proteger as mucosas digestivas
e de absorver ou neutralizar o excesso de ácido.

Vamos aqui apresentar algumas plantas e legumes dos quais pode usar para tratamento:

Cenoura - Normaliza a produção de suco gástrico, neutraliza o execsso de acidez. Usa-


se crua ou em sumo.

Limoeiro - Regula a acidez do estômago, neutraliza o excesso de ácido. Usa-se em 18


sumo de fruto.

Mandioca - suavizante, anti-inflamatória, digestiva. Usa-se a farinha em preparações


culinárias.

Zaragatoa - Protege as mucosas digestivas. Usa-se em maceração de sementes.

Abóbora - Suavizante, anti-inflamatória. Usa-se em polpa do fruto.

Bodelha - Absorve o suco gástrico e diminui a acidez. Usa-se a alga fresca em decoação
ou infusão e em pó.

Na próxima edição iremos falar de mais umas utilizações de plantas e legumes para fins
medicinais. Não perca!!!!

Reflexos D’Arte
Ideias

Ponto Cruz
Tecido

Os tecidos que você poderá utilizar para bordar o ponto cruz são os seguintes:

! Etamine
! Cânhamo (fino ou grosso)
! Linho
!Quadrillé

Linhas

Poderá usar fios de algodão mouliné Anchor, DMC, ou semelhantes com 6 (seis) fios.
Ela pode ser dividida em 2 (dois) ou mais fios se quiser um efeito de relevo.

Como puxar a linha

Após cortar um pedaço de aproximadamente 50 (cinquenta) cm de meada, com os dedos polegar e indicador
aperte a ponta da meada que cortou e com a outra mão puxe apenas um fio. Este procedimento facilitará o
seu trabalho. Assim os fios não prendem uns nos outros e não fazem nós.
19
Agulhas

Você pode usar agulhas sem ponta tais como: números 22, 24 e 26.
Quanto maior o número, mais grossa será a agulha. Não utilize agulhas grossas para tecidos de quadriculas
pequenas.

Ponto Cruz básico

Arremate a linha no tecido pelo lado da frente, comece com movimentos de cima para baixo, fazendo uma
carreira de ida até o espaço indicado pelo gráfico a ser bordado continuando sempre até ao final do desenho
nessa côr. Depois volte fechando com a agulha debaixo para cima, concluindo assim o ponto cruz. Deve
manter sempre a linha que vem por cima sempre para o mesmo lado, se isso não acontece passa-se a agulha
por baixo da linha já existente.

Arremate

O arremate do ponto cruz básico é feito da seguinte forma: na frente do tecido, coloque o fim da linha em
cima do tecido depois comece a enfiar a agulha nos quadrados debaixo para cima e o fim da linha mantem-se
virado para o lado em que se está a fazer o ponto cruz para que esta fica de baixo. Pode também apenas
retirar uma linha um pouco mais comprida do que os 50 cm e dobra-la ao meio, fazendo um laço, coloca na
agulha e depois inicia o bordar da mesma maneira mas o primeiro ponto é efectuado com uma laçada para que
a linha fique presa no tecido.

Reflexos D’Arte
Ideias
Ponto Cruz
Capricórnio

20

Para quem estiver interessado pode-nos


enviar fotografias ou imagens que nós as
transformamos para Ponto Cruz.

Reflexos D’Arte
Velho Vira Novo
GARRAFAS DE PLÁSTICO

Ainda na onda das ideias para reciclar o que temos à nossa volta, lembrámo-nos das garrafas
de plástico que crescem nas nossas casas, mais rápido que qualquer cultura de cogumelos.

Pois é, são os refrescos, são os sumos, as águas, etc, etc.

E então, porque não aproveitar algumas?

Podemos fazer pequenos recipientes para colocar canetas, lápis, bombons, rebuçados,
algodão, elásticos, brincos, colares, e sabe-se lá que mais.
Deixamos aqui algumas ideias. Cálices feitos com a parte superior das garrafas, para
colocarmos as canetas lá no escritório, ou mesmo uns bombons para os colegas e clientes.

21

Com a base das garrafas podemos fazer uma pequena caixa para os clips e elásticos.

Reflexos D’Arte
Velho Vira Novo
Para os garrafões lembrámo-nos de fazer uns “porta-saco plástico”! Outra praga!
Nunca sabemos onde arrumá-los! Assim, com um garrafão de água, fazemos uma pequena
abertura a meio do garrafão e depois colocamos os sacos, dobrados em chamuça, dentro do
garrafão. E prontos, temos um belo sitio para arrumar os sacos de plástico.

Esperamos que gostem das sugestões.


Quem sabe na próxima edição é você a dar uma ideia brilhante, de algo para se fazer em casa,
junto com os filhotes, numa tarde chuvosa de inverno.

22

Trabalhos realizados por :

Alexandra Rodrigues e Alda Nunes

Para participares nesta


rúbrica basta enviares um mail para :

Reciclagem@reflexosdarte.com

Para contactar:
Tralhitas

Http://tralhitas.blogspot.com
Http://armadaemartista.blogspot.com
Http://www.flickr.com/photos/alexis7218/

Reflexos D’Arte
Divagações
Este poema encontrámos num folheto para alertar as pessoas para os problemas de intoxicações em
crianças.Todos os dias, dezenas de Crianças intoxicam-se com comprimidos, xaropes, detergentes,
etc..., São uma tentação. E temos de estar preparados, sermos vigilantes, as crianças podem escapar em
segundos à nossa atenção. Devemos reduzir o risco de terem acesso a todos estes produtos que por vezes
são potencialmente tóxicos.
HISTÓRIAS DE ACORDAR
- O Princepezinho e o Xarope -

Num mundo longe do nosso


Onde a imaginação é o tecto
Vivia um pequeno menino
Que nunca parava quieto

Que encontrou, enquanto brincava


Um frasco que parecia brilhar
Cheio de formas e cores
- era só pegar e levar.

Altura em que este mundo 23


Nos vai deixar encantar
Porque o menino encontrou um xarope
E infelizmente, decidiu provar.

Às vezes é preciso ouvir uma história de acordar.


As intoxicações podem matar.
Não deixe produtos tóxicos ou medicamentos ao alcance das crianças.
Em caso de intoxicação ligue - CIAV - 808 250 143 .
Uma mensagem da APSI e do INEM.

Em 2007, o Ciav(Centro de Informação Antivenenos) registou 10.673 casos de intoxicações em crianças


das quais + de 65% eram entre os 1 aos 4 anos.

Para participares nesta


rúbrica basta enviares um mail para :

Poemas@reflexosdarte.com

Reflexos D’Arte
Passeios Fotográficos
Nesta rubrica damos algumas sugestões
para belos passeios onde se conjuga o gosto
pela natureza, arquitectura, etc com o gosto
pela fotografia. Não é preciso ser um grande
fotógrafo ou ter uma grande máquina
fotográfica, basta a ideia de querer passar
um dia diferente dos outros, apreciar o que
há de bonito e brincar com a máquina
fotográfica!

Aqueduto das Águas Livres

Este monumento que observamos em pleno Vale de Alcântara, tem uma história
peculiar, cheia de peripécias, a começar pela sua solidez. É que foi das poucas
obras de vulto que não sofreu nenhuma derrocada durante o terramoto de 1755.

24

O Aqueduto das Águas Livres, hoje desactivado, foi mandado construir pelo Rei
D. João V, a fim de fornecer água a Lisboa, de acordo com o projecto de Manuel
da Maia, tendo abastecido a cidade a partir de 1748. Com 14 Km de extensão
desde a nascente principal e diversos aquedutos subsidiários e de distribuição,
com um total de 58 Km, abastecia uma rede de chafarizes na cidade. O Aqueduto
possui, na sua parte mais monumental, um conjunto de 35 arcos, de autoria de
Custódio Vieira, sobre o Vale de Alcântara, onde se destaca o maior arco em
pedra de vão do mundo, com 65 m de altura e 32 m de abertura.

Reflexos D’Arte
Passeios Fotográficos

As águas chegavam a Lisboa ao Reservatório da Mãe de Água das Amoreiras, construído


entre 1746 e 1834, segundo planos de Carlos Mardel, a quem se deve, entre outras
obras, também o arco triunfal que celebra a obra de D. João V. Integram actualmente o
Museu da Água da EPAL.

25
Para visitar apenas o Aqueduto sobre o Vale de Alcântara, poderá fazê-lo de Segunda a
Sábado entre as 10:00h e as 18:00h, pelo preço de individual 2,5€ por adulto, 1,5€ para
reformados e crianças até aos 12 anos têm entrada grátis.

Reflexos D’Arte
Passeios Fotográficos

26
Fotografias por :

Alexandra Rodrigues

Este espaço
pode ser seu!!!!
Contacte-nos
publi@reflexosdarte.com

Reflexos D’Arte
Gastronomia

No Natal e no Ano Novo comem-se as


filhoses, as rabanadas, o Bolo rei, os doces, 27
as sobremesas saborosas e as comidas com
muita gordura, não poupando na quantidade
ingerida. Depois destes estragos todos é que
se pensa em fazer uma dieta. Por isso,
pensamos em colocar aqui algumas receitas
de deliciosas refeições ligeiras.

Reflexos D’Arte
Gastronomia

Curiosidades:

O pequeno almoço a principal refeição do dia, que os portugueses deixaram de lhe dar
importância. E vamos aqui dar-vos algumas curiosidades sobre como se deve compôr um
pequeno almoço “ ideal”.
Devem preferir os alimentos salgados, visto que os doces podem tornar-se menos
digeríveis e pesar no estômago; são excepção os sumos de fruta que em jejum exercem
mais facilmente os seus benéficos efeitos, uma vez que nessas condições é mais rápida e
fácil a assimilação das vitaminas que contém, razão pela qual deveria ser indispensável a
presença de batidos e sumos de fruta num pequeno almoço.
Os ovos trazem ao organismo, numa percentagem equilibrada, as mais importantes
substâncias nutritivas de que necessita ( proteínas de alto valor biológico, gorduras, sais
minerais e vitaminas ).
Para uma refeição supernutritiva mas leve temos os flocos de cereais. Em substituição
de pão fresco que se deve evitar, sobretudo quando acabado de cozer porque incha o
estômago e é dificilmente digerível, convirá optar por fatias de pão de forma torradas
ou por crackers ou tostas. Quem quizer evitar os ovos de manhã cedo poderá
substitui-los por tostas barradas, ou por um folhado recheado com queijo e presunto; 28
7
também podem usar os biscoitos salgados preparados em casa do tipo muffins e
scones.
E falemos agora do verdadeiro protagonista do pequeno almoço: o LEITE, o alimento
natural mais completo. Proteínas, glúcidos, lípidos, sais minerais e vitaminas são os
elementos que se encontram no leite em medida suficiente.

Este espaço
pode ser seu!!!!
Contacte-nos
publi@reflexosdarte.com

Reflexos D’Arte
Gastronomia
Batido de Maçã
Ingredientes para 4 pessoas:

! 4 maçãs
! 4 copos de leite
! 4 colheres de açucar
! Raspa de limão
! Sumo de limão

Tempo necessário :

Cerca de meia hora, mais o tempo para o frigorífico

***************
Descascar as maçãs e cortar aos bocadinhos. Meter juntamente com o leite e o
açucar numa caçarola e deixar cozer durante 10 minutos em lume brando, tendo o cuidado
de mexer de vez em quando. Juntar a raspa de limão, tirar do lume e deixar arrefecer.
Seguidamente, deitar este preparado no liquidificador juntar-lhe o sumo de limão e bater
durante uns dois minutos até se obter um creme homogéneo e bastante denso. Deitar nos
copos e meter no frigorífico para ficar bem fresco antes de servir.
29

Café com Natas

Ingredientes para 4 pessoas:

! 4 chávenas de café expresso a ferver


! 2 dl de natas batidas
! 30 g de cacau doce em pó
! 4 colheres de açúcar

Tempo necessário :

Cerca de um uarto de hora

***************
Deitar o café a ferver nas chávenas, juntar o açúcar, distribuir um pouco de natas
batidas pelas chávenas e polvilhar muito bem com o cacau.

Reflexos D’Arte
Gastronomia

Muffins

Ingredientes para 4 pessoas:

! 250 g de farinha
! 100 g de manteiga
! 50 g açucar
! 2 colheres de sobremesa de fermento em pó
! Um pouco de leite
! Sal

Tempo necessário :

Cerca de 45 minutos mais o tempo para a massa levedar

***************
Peneirar a farinha para a masseira e juntar-lhe o fermento, o açucar e uma pitada de sal; amassar os
ingredientes, juntar-lhes setenta gramas de manteiga derretida e o leite necessário para obter uma massa
mole que se trabalha até ficar bem homogénea; nesse momento meter numa tigela grande polvilhada com
farinha e deixar levedar num lugar morno, tapada com um guardanapo. Quando a massa estiver levedada,
30
trabalhar ainda durante alguns minutos e dividir em bocadinhos do tamanho de alperces; com as mãos, dar
a cada um a forma de uma bola e meter em forminhas previamente untadas de manteiga. Cobrir com uma
toalha, deixar levedar um pouco mais e vão a cozer em forno quente.

Bom apetite

Reflexos D’Arte
Reflexos D’Arte
Gastronomia
Pêras Recheadas

Ingredientes para 4 pessoas:

! 4 pêras
! 8 ameixas secas
! 4 colheres de açúcar
! Um copo de vinho tinto
! Sumo de limão

Tempo necessário :

Cerca de ½ hora mais o tempo para o frigorífico

***************
Meter as ameixas previamente amolecidas numa caçarola com o vinho e duas colheres de açúcar.
Vão ao lume a cozer e deixam-se arrefecer. Descascar as pêras, cortar ao meio retirar-lhes os caroços
e colocar duas metades em cada pratinho. Polvilhar com o resto do açúcar, regar com o sumo de limão e
colocar em cada metade, no lugar do caroço uma ameixa. Regar com o xarope da cozedura das ameixas e
meter no frigorífico até ficarem bem frescas. Estão prontas a servir.

Bom apetite 31

Para participares nesta


rúbrica tens de enviar um email para:

Gastronomia@reflexosdarte.com

Reflexos D’Arte
Feiras e Workshops

WORKSHOPS

Todos os sábados, há um workshop, é só inscrever e aparecer!

Centro Comercial Drugs


Av. Chaby Pinheiro, 25 R/C loja 11
2725 - 265 Mem Martins

!Estrada de Mem Martins, 276


32
!Estrada de Mem Martins
C.C. Galáxia, lj 8 B
2725 Mem Martins
Retrosaria.maio@sapo.pt
219 203 479

Aulas de Bordados

!Castelo Branco
!Ponto Cruz
!Ponto Grilhão
!Bainhas abertas
!Tricôt
!Macramé
!Arraiolos
!Trapilho, etc...

Reflexos D’Arte
Feiras e Workshops

Feira de Artesanato em Azeitão


De 01-01-2009 até 31-12-2009 em Azeitão, Rossio, Portugal 2º Domindos de cada mês
Para mais informações: saolourencodel@sapo.pt

Feira de Velharias e Artesanato Urbano em Vila


Franca de Xira
De 01-01-2009 até 31-12-2009 em Vila Franca de Xira, Rua do Chave D'ouro, Portugal
1ºs sábados de cada mês na Rua Almirante Cândido dos Reis, mais conhecida por cá como a Rua do Chave
D'ouro.
O horário é das 9h às 18h.
Para mais informações: mailto:freguesia@jf-vfxira.pt

A 32ª Feira Nacional de Artesanato de Vila do


Conde

Realiza-se de 25 de Julho a 9 de Agosto de 2009


Av. Júlio Graça, Vila do Conde, Portugal 33
Para mais informações : http://fna.vconde.org/index.php

Site de Feiras de Artesanato Internacionais


Https://www.querofeiras.com/viagens%5Ffeiras/

Se souberes de algum
workshop ou feira e quizeres expôr
aqui envia um email para :

feirasw@reflexosdarte.com

Reflexos D’Arte
Feiras e Workshops

Casa Animada - Massamá


O GAVE (Grupo de Artistas Vale de Eureka) inaugurou um espaço de exposição de Artesanato e Artes
Plásticas no dia 02 de Novembro de 2008 - no espaço " Casa Animada " em Massamá.

Este espaço terá o nome de Oficina de Artesanato e Artes Plásticas.

A Direcção da GAVE espera com o apoio de todos na divulgação do espaço , bem como espera também
estar a conseguir dar mais um passo em frente na divulgação do Artesanato e dos trabalhos dos seus
associados.

Http://gave2004.blogspot.com

Visitem-nos !!!!

Feira de Artesanato Na Galiza - Moa 2009

Durante tres dias, Galiza converte-se nmn ponto de encontro de expressões culturais e técnicas
artesanais, presenteadas pelos própios artesãos galegos inscritos no Rexistro Xeral de Artesanía e
mais artesãos representantes de todo o mundo.

Entrada gratuita para professionais acreditados com invitación, antes do 15 de Janeiro do 2009.
34
Programa :

27 de Fevereiro:

10:00h: Apertura da Mostra aos visitantes.


12:00h: Inauguración oficial da Mostra.
20:00h: Peche dos stands.
20:00h a 22.00h: Tempo de actuacións da axenda cultural.

28 de Fevereiro:

10:00h: Apertura da Mostra aos visitantes.


A partir das 12:00h: Proxeccións divulgativas sobre a elaboración de pezas artesanais.
20:00h: Peche dos stands.
20:00h a 22.00h: Tempo de actuacións da axenda cultural.

1 de Março:

10:00h: Apertura da Mostra aos visitantes.


A partir das 12:00h: Proxeccións divulgativas sobre a elaboración de pezas artesanais.
20:00h: Clausura da Mostra

Para mais informações aceder ao site : http://www.moagaliza.org/gl/default.asp

Reflexos D’Arte
Feiras e Workshops
Feiras de Artesanato de Aveiro

De 01-01-2009 até 31-12-2009 em Aveiro, Portugal 2º Domingo de cada mês.


Organização: Barrica (Ass. de Artesãos de Aveiro) Contacto: 234 424 014.

Crafts & Design


Até 31-12-2009 em Lisboa, Jardim da Estrela, Portugal
Uma mostra de artesanato e design que já conquistou um espaço muito seu. Ao primeiro domingo de
cada mês no Jardim da Estrela.

Zimbr'ARTE - Feira das Artes e do Artesanato


De 01-01-2009 até 31-12-2009 em Sesimbra, Portugal 4.º Domingo do mês.
Para mais informações: gdae_ggfm@cm-sesimbra.pt

Feira de Velharias e Artesanato Urbano em


Sintra
De 01-01-2009 até 31-12-2009 em Sintra,no Jardim do Soldado Desconhecido,perto da estação de
comboios de Sintra, Portugal. 1ºs e 3ºs sábados de cada mês 35
O horário é das 9h às 19h.
Para mais informações: 219236101

Feira de Artesanato de Cascais


De 01-01-2009 até 31-12-2009 em Cascais, Portugal, 2º Sábado de cada mê, no largo Visconde da
Luz
Horário: das 9:00 até ás 19 horas
Organização: Grupo Ecológico de Cascais
Contacto: 214 847 136 email: gec@sapo.pt

Se souberes de algum
workshop ou feira e quizeres expôr
aqui envia um email para :

feirasw@reflexosdarte.com

Reflexos D’Arte
Penso logo Digo
A utilização dos enfeites de natal
Hoje em dia decora-se as árvores de Natal de todas as maneiras possíveis e imaginárias.
Mas sabe que as primeiras decorações natalícias tinham como base frutos da época, doces, bolos e velas?
Os alemães, mais propriamente vidreiros alemães é que inventaram os primeiros objectos em vidro leve, para
enfeitar a árvore.
Proponho que este ano de 2009 decore a sua árvore de maneira diferente e original.
Recorte figuras tipicamente natalícias (procure desenhos na Internet) tais como sinos, anjos, etc , em
feltro, ou mesmo esferovite (placas finas).
Encontre decorações alternativas, como conchas e búzios apanhados nas férias de verão.
Gosta de animais? Porque não tirar umas fotos deles e colá-las em espuma ou em esferovite?
Já alguma vez pensou em fazer decorações comestíveis?
É tão simples como fazer uma simples receita de biscoitos de manteiga e cortar a massa com aquelas figuras
que todos conhecemos, cozer e depois enfeitar a sua árvore à maneira mais antiga.
Aventure-se.... Tire fotografias e depois envie-nos para colocarmos na revista.

A lenda do Bolo Rei

Tudo começou com os três Reis Magos. Caminhando pelo deserto, Baltasar, Belchior e Gaspar levavam
consigo ouro, incenso e mirra para oferecer ao Messias.
Orientados por uma estrela, sete quilómetros antes de chegarem ao seu destino, começaram a discutir qual
seria o primeiro a entregar as suas oferendas a Jesus. Para resolver a contenda aceitaram a sugestão de um
artífice que propunha fazer um bolo com uma fava. Depois de cozido, o artífice partiu o bolo em três e o Rei
que ficou com a fava foi o primeiro a entregar os presentes. E assim surge o bolo-rei, cozido uma vez por ano
na altura do Natal. A côr do bolo está associada ao ouro, o miolo e frutas secas à mirra e o aroma ao incenso.
36
Outra explicação associada ao bolo-rei está relacionada com os Romanos que nas festas dedicadas a Saturno
usavam as favas para eleger o Rei da Festa. Este jogo, muito popular entre as crianças, assumiu tal
importância que chegou a ser usado nas assembleias.
Mais tarde, quando o Cristianismo passou a ser a religião oficial do Império Romano a Igreja Católica
apropriou-se das Festas de Saturno que decorriam em Dezembro, passando a celebrar o Natal.
O dia 6 de Janeiro passou a ser o Dia de Reis, altura em que as crianças recebem presentes.
Existe ainda uma outra tradição associada ao Bolo-rei.
Em França, no reinado de Luís XIV havia a hábito de comer 12 bolos-rei entre o Natal e o Dia de Reis. Veio
depois a ser proibida a sua produção logo após a revolução francesa.
Em Portugal com a República a confecção do bolo diminuiu.E apesar de actualmente o calendário de jejum
não ser cumprido com tanto rigor a tradição do bacalhau manteve-se, principalmente na época do Natal.

Esperamos ouvir notícias e saber as tuas


opiniões, dúvidas e sugestões.

Reflexos D’Arte
Participa
Como devem calcular uma revista não é uma coisa
fácil de se organizar e isso requer trabalho e
empenho da nossa parte e agradecemos a vossa
participação.
Neste momento somos poucos a ter esta
responsabilidade, e como tal, pedimos-te que te
juntes a nós participando com ideias, pensamentos e
trabalhos enviando-nos até ao final de cada mês para
sair no próximo.
Se quiseres participar na
revista com os teus trabalhos envia um
mail com fotografias e descrição do passo a
passo para :

Participa@reflexosdarte.com

37

Este espaço
pode ser seu!!!!
Contacte-nos
publi@reflexosdarte.com

Reflexos D’Arte
Reflexos D’Arte

Reflexos D’Arte