Você está na página 1de 80

O BANCO DO DESENVOLVIMENTO DO BRASIL

Entenda como o BNDES trabalha e


RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO

2017
os resultados que entrega para a sociedade.

DESEMPENHO
Foram R$ 70,8 bilhões de desembolsos em
383.839 operações com 87.399 clientes.
Saiba mais sobre as principais ações em
indústria, infraestrutura, mercado de capitais,
socioambiental, exportação e para MPMEs.

REFLEXÃO ESTRATÉGICA
Conheça nossa estratégia 2018-2030
e nossa identidade institucional.
RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO

2017
INDICADOR GRI:
102-14

O ano de 2017 marca o início da projetos de combate a doenças • Educação, saúde e segurança:
recuperação econômica após dois anos associadas à pobreza, como aumentar o nível de qualificação
de forte contração. O investimento, dengue e zica, e à promoção da e os padrões de produtividade do
que foi a variável macroeconômica conservação e do uso sustentável trabalho e melhorar as condições
mais afetada pela crise, começou da floresta e da biodiversidade com atuais de saúde e segurança pública.
a mostrar sinais de reação. recursos do Fundo Amazônia; e
Como espaços transversais de atuação,
O BNDES, como principal instrumento do • a estruturação de novos fundos de destacam-se o desenvolvimento do
Governo Federal para o financiamento de investimento em renda variável para mercado de capitais; a promoção da
longo prazo e o investimento em todos os desenvolver e atuar em conjunto com inovação e do empreendedorismo; o
segmentos da economia, exerce papel de o mercado de capitais nacional. apoio à migração para a economia verde,
extrema relevância nessa retomada. Ao tornando o Brasil protagonista nesse
Essa atuação se dá em um cenário de
longo de 2017, o Banco concentrou-se segmento; e o desenvolvimento regional.
novos desafios. Com a queda da Selic e
em criar as bases de um desenvolvimento A identidade institucional do Banco
a criação da Taxa de Longo Prazo (TLP),
sustentado. Entre os exemplos citados também passou por transformações.
estamos entrando em uma nova fase no
neste relatório, podemos destacar: Além da redefinição da visão de
Brasil: a era do juro baixo. Com isso, o
• o apoio a 87,4 mil empresas, com BNDES precisará prospectar e impulsionar futuro da instituição – Ser reconhecido
destaque para micro, pequenas projetos e investimentos, além de propor como o banco de desenvolvimento
e médias empresas (MPME), que novos produtos e soluções financeiras. do Brasil pela sua relevância e
receberam 42% dos recursos efetividade –, foi estabelecida uma
As transformações em curso no setor
desembolsados pelo Banco; visão para o país: Tornar o Brasil
bancário, os avanços tecnológicos e os
um país desenvolvido até 2035.
• a duplicação dos recursos para projetos desafios socioeconômicos conjunturais
de geração eólica (R$ 7 bilhões), que e estruturais impõem e impulsionam Após a crise recente e a piora de
desde 2016 é o segmento de energia o reposicionamento do Banco. tantos indicadores econômicos e
que mais recebeu recursos do BNDES; sociais, uma proposta ousada de
Entre 2017 e o início de 2018,
desenvolvimento para o país pode soar
• o apoio à estruturação e ao o BNDES passou por um amplo
ilusória. Não podemos nos esquecer,
financiamento de projetos processo de planejamento estratégico,
no entanto, de que, a despeito das
em saneamento, iluminação redefinindo as diretrizes que irão
duras dificuldades que vivenciamos nos
pública e distribuição de gás, orientar sua atuação no horizonte
últimos anos, o Brasil pode e precisa
logística e transporte; 2018-2030. Foram estabelecidos
retomar uma agenda transformadora
três grandes espaços de atuação:
• a elaboração de estudos e planos de desenvolvimento que seja capaz
de ação para preparar a indústria • Infraestrutura: desenvolver e apoiar de viabilizar todo o seu potencial.
para os avanços tecnológicos em projetos que permitam aumentar a E o BNDES tem o dever de ajudar
curso, como a internet das coisas produtividade e a conexão entre os o país nessa jornada. Juntos – com
e a manufatura avançada; mercados, viabilizando novos negócios. outras instituições nacionais e o
auxílio de cada brasileiro – podemos
• o fortalecimento do “S” do BNDES • Estrutura produtiva: apoiar a
tornar essa visão realidade.
por meio do apoio não reembolsável transformação de modelos de negócio
à instalação de cisternas de segunda tradicionais e a inserção do Brasil na Nos seus mais de sessenta anos de
água no semiárido nordestino, a economia global e do conhecimento. existência, o Banco atravessou diversos
momentos desafiadores e soube adaptar- SOBRE ESTE RELATÓRIO 4
se às novas realidades. Com uma sólida
governança e um corpo funcional
ético e capacitado, o BNDES dispõe de
todos os instrumentos necessários para
O BRASIL E O MUNDO EM 2017 5
cumprir o propósito de transformar
a vida de gerações de brasileiros,
promovendo o desenvolvimento O BANCO DO DESENVOLVIMENTO DO BRASIL 6
sustentável. Tudo isso com
transparência, diálogo e cooperação.
Este relatório é mais um dos meios
ONDE ATUAMOS 16
que temos de mostrar a atuação e os

20
processos do Banco, demonstrando
a eficácia e a efetividade de nossas NOSSA ESTRATÉGIA
ações. Ele segue o modelo do relato
integrado e tem o objetivo de
apresentar, por meio de informações NOSSA EQUIPE 26
financeiras e não financeiras, como o
Banco gera valor para seus públicos.
Em 2016, a adoção do modelo do relato NOSSOS RELACIONAMENTOS 32
integrado tornou-se obrigatória pela Lei
13.303/2016 (nova Lei das Estatais). O
BNDES já vem, desde 2012, buscando se
adaptar a esse modelo. Consideramos
GOVERNANÇA, ÉTICA E TRANSPARÊNCIA 37
que, ao envolver todas as áreas do Banco
em um pensamento coletivo sobre nossa
atuação, o relato integrado permite a
GESTÃO DE RISCOS 43
reflexão sobre os êxitos da instituição

46
e suas oportunidades de melhoria.
SUSTENTABILIDADE FINANCEIRA
Convidamos todos para a leitura
deste relatório. Estamos sempre
abertos a sugestões e críticas, na
busca por uma melhoria contínua NOSSO DESEMPENHO 48
de nossa atuação e transparência.

Dyogo Henrique de Oliveira


Presidente do BNDES
DESAFIOS E VISÃO DE FUTURO 74
Walter Baere
Presidente do Conselho de Administração
INDICADORES GRI:
102-46 | 102-47 | 102-50 | 102-51
102-52 | 102-53 | 102-54

Este relatório segue o Foram consultadas as solicitações feitas compõem o relato, definidos em
por meio do Serviço de Informação conjunto com nosso Comitê Gerencial,
modelo de relato integrado
ao Cidadão (SIC); os comentários em fórum que reúne todos os nossos
do International Integrated nossas contas nas mídias sociais; as superintendentes. Para introduzir o
Report Council (IIRC), que busca principais perguntas feitas em palestras assunto em nossa mais alta instância de
institucionais e no atendimento presencial governança, apresentamos ao Conselho
unificar informações financeiras de Administração o histórico de adoção
realizado em nossos escritórios; as
e não financeiras, de maneira perguntas recebidas em nossa Central do relato integrado no BNDES e os
concisa, mostrando como a de Atendimento e em nosso canal de principais temas selecionados para 2017.
Relacionamento com Investidores; as O período reportado vai de 1º de janeiro
estratégia, a governança, o manifestações recebidas pela Ouvidoria; e a 31 de dezembro de 2017 e diz
desempenho e a visão de futuro as informações solicitadas pela imprensa. respeito a todo o Sistema BNDES. De
de uma empresa, no contexto Nossas unidades internas que mantêm periodicidade anual, o relatório conta
algum tipo de relacionamento com nossos também com uma versão em inglês e
de seu ambiente externo,
públicos também foram consultadas. com um hotsite contendo os principais
levam à criação de valor em Dessa forma, elencamos as principais destaques e link para o PDF completo.
curto, médio e longo prazos. demandas de nossos clientes, de nosso Optamos por manter um formato híbrido
público interno, dos órgãos de controle, neste relatório, dando continuidade ao
Formalizamos nossa adesão voluntária ao
do poder público, de investidores, da uso dos indicadores de sustentabilidade
projeto piloto do Relato Integrado ainda
sociedade em geral, entre outros. do Global Reporting Initiative (GRI). Os
em 2011, ano de criação do IIRC, e desde
2012 aprimoramos anualmente nosso Por último, realizamos um levantamento indicadores podem ser identificados
relatório visando o atendimento pleno ao das notícias que saíram na mídia no início de cada capítulo.
paradigma proposto. A partir de 2016, sobre o BNDES, de todos os releases Para mais informações sobre este
com a vigência da nova Lei 13.303/2016 enviados para a imprensa e das matérias relatório e seu conteúdo, envie um e-mail
(Lei das Estatais), a elaboração de relatório produzidas para nossos canais internos. para relatorioanual@bndes.gov.br.
anual integrado tornou-se obrigatória.
Os principais temas levantados
Nesta edição, destacamos o novo modelo foram: informações sobre nossa
de negócios que reflete nosso planejamento atuação em mercado de capitais e em
estratégico 2018-2030 e mostra como exportação; financiamento às micro,
transformamos nossos capitais e geramos pequenas e médias empresas (MPME);
valor para a empresa e nossos principais transparência e governança corporativa;
públicos. Para os próximos anos, credenciamento de fornecedores;
planejamos nos concentrar em ampliar agentes financeiros e intermediação
o engajamento da alta administração de terceiros; atuação socioambiental;
no processo. Um primeiro passo foi a efetividade das operações; devolução
aprovação desta edição pela Diretoria de recursos ao Tesouro Nacional;
e pelo Conselho de Administração. e adaptação para implantação da
Taxa de Longo Prazo (TLP).
Para determinar os temas de 2017, Em consequência de arredondamentos, a soma
dos números nos gráficos pode não ser exata, assim como
fizemos uma ampla pesquisa em Esses assuntos serviram de base para a soma dos percentuais dos gráficos pode não totalizar
100. Pelo mesmo motivo, pode haver pequena variação
nossos canais de relacionamento. a seleção dos temas materiais que entre valores apresentados ao longo do relatório.

4 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


Saiba mais na seção Sustentabilidade financeira

O ano de 2017 foi marcado uma nova taxa para contratos firmados e cresceu 1,3%. Contudo, grande parte
com o BNDES: a Taxa de Longo Prazo (TLP), desse crescimento foi propiciada pelo
por reformas relevantes e
substituindo a Taxa de Juros de Longo Prazo setor externo (pelo lado da demanda) e
pelo início da recuperação (TJLP). A TLP, que é atrelada à inflação e ao pela agropecuária (pelo lado da oferta).
econômica no Brasil. No mundo, custo de captação do Tesouro Nacional, passou Foi somente a partir do segundo trimestre
a vigorar em janeiro de 2018 com o objetivo que componentes importantes da demanda
conflitos políticos, retrocesso
de aumentar a previsibilidade da taxa de juros, doméstica começaram a reagir. No caso do
em questões climáticas e permitindo a securitização dos créditos. investimento, por exemplo, a inversão da
crescimento econômico A antecipação da devolução de R$ 50 bilhões trajetória de queda (que durou 15 trimestres)
elevado foram os destaques. do BNDES ao Tesouro Nacional em 2017 foi só foi interrompida no terceiro trimestre.
fundamentada em posicionamento Parte da recuperação ao longo do ano
No plano internacional, Donald Trump de 2016 do Tribunal de Contas da União pode ser creditada aos efeitos da política
assumiu a presidência dos Estados Unidos (TCU), o qual definiu que os recursos pagos monetária. Beneficiada por uma safra agrícola
da América (EUA), em meio a polêmicas antecipadamente deveriam ser utilizados extraordinária, a inflação permaneceu baixa
sobre imigração e disputas com a Coreia exclusivamente para abatimento de dívida. e cadente, possibilitando uma atuação
do Norte. Em junho, o presidente norte- Esse pagamento possibilitou que o Governo expansionista da política monetária. A
americano anunciou a saída dos EUA do Federal cumprisse os limites fiscais aos quais taxa de juros saiu de 14,25%, ao fim de
Acordo de Paris sobre mudanças climáticas. ele está submetido. 2016, para 7,0%, ao fim de 2017.
Na Europa, discussões sobre separatismo Operações da Polícia Federal (PF) e Outra importante colaboração para o início
acirraram-se na Catalunha, e o Brexit do Ministério Público Federal (MPF) da recuperação veio do setor externo. O
avançou no Reino Unido. Novos ataques tiveram continuidade, com repercussões mundo mostrou crescimento mais elevado
terroristas e perseguições étnicas chocaram no cenário político nacional. e sincronizado entre as principais economias
o mundo. A crise na Venezuela agravou-se globais. As políticas monetárias continuaram
Uma Comissão Parlamentar Mista de
com a convocação de uma nova Assembleia no terreno expansionista, o que manteve o
Inquérito (CPMI) foi aberta para investigar
Constituinte e a repressão violenta aos alto grau de liquidez no mundo. Efeitos dessa
operações realizadas pelo BNDES com o
protestos contra o governo. Já na China, as conjuntura incluem manutenção do fluxo
grupo JBS. Também foi instaurada uma
perspectivas são de continuidade com o reforço de capitais para países emergentes, redução
Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI)
da atual liderança após o 29º Congresso do de prêmios de risco e aumento de preço de
no Senado, com o objetivo de investigar os
Partido Comunista chinês e ajustes do modelo commodities, todos eles benéficos para o Brasil.
financiamentos concedidos pelo BNDES no
de crescimento, com ênfase em inovação,
âmbito do programa de internacionalização Em 2017, foi também possível observar
políticas pelo lado da oferta e ampliação da
das companhias nacionais, bem como as a recuperação do consumo, baseada
oferta de serviços públicos à população.
operações voltadas ao apoio à administração principalmente na melhora marginal
No cenário doméstico, a reforma trabalhista pública. Ambas foram concluídas sem do mercado de trabalho. À queda do
foi aprovada, alterando mais de cem pontos encontrar qualquer indício de fraude desemprego, observada mensalmente
da Consolidação das Leis de Trabalho (CLT); ou ilicitude relacionadas ao Banco. desde seu pico em março de 2017, juntou-
a reforma do ensino médio flexibilizou o se a elevação do salário real, propiciando
Na economia, 2017 foi marcado pelo início
conteúdo que será ensinado aos alunos; e a aumentos constantes na massa salarial.
da recuperação econômica, ainda de forma
reforma da previdência foi muito discutida,
lenta e gradual, após dois anos de forte A economia aos poucos inicia sua recuperação,
mas acabou não sendo votada no ano.
contração. No primeiro trimestre do ano, mas ainda com bastante ociosidade, tanto
Nesse contexto de ajustes e reformas, o o produto interno bruto (PIB) interrompeu na utilização de capacidade instalada
Congresso aprovou, em setembro de 2017, a sequência de oito trimestres de queda quanto no mercado de trabalho.
Saiba mais na seção Governança, ética e transparência

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 5


INDICADORES GRI:
102-1 | 102-2 | 102-3 | 102-4 | 102-5
102-6 | 102-7 | 102-15 | 102-45 | 201-4

Saiba mais na seção


Nossos relacionamentos

O QUE É UM BANCO DE contribuem para que os setores privado Fiscalização e Controladoria-Geral da União
DESENVOLVIMENTO (BD)? e público assumam riscos e desafios (CGU) e Tribunal de Contas da União (TCU).
em investimentos estratégicos de longo
São muitos os públicos com os quais nos
Os primeiros BDs surgiram em meados prazo. Destaca-se, nas últimas décadas,
relacionamos, de órgãos de governo,
do século XIX, na Europa. Desde então, a crescente atenção desses entes à
como os citados anteriormente, a cidadãos
eles vêm cumprindo papel relevante integração das dimensões econômica,
brasileiros, passando por fornecedores
para o desenvolvimento socioeconômico social e ambiental do desenvolvimento.
de bens, serviços e itens financiáveis,
dos países e regiões onde atuam,
clientes, agentes financeiros, formadores
conforme os diferentes estágios em QUEM SOMOS? de opinião, parceiros institucionais,
que se encontram, em cenários tanto
comunidade acadêmica, entre outros.
de estabilidade quanto de crise. Somos o Banco Nacional de
Desenvolvimento Econômico e Social
Não existe definição única para BD.
(BNDES), uma empresa pública federal
QUAIS SÃO NOSSAS
Eles podem diferir quanto a: estrutura
vinculada ao Ministério do Planejamento, FONTES DE RECURSOS
de capital (integral ou parcialmente
Desenvolvimento e Gestão, sendo o FINANCEIROS?
controlado pelo governo); funding (fiscais
principal instrumento do Governo Federal
e parafiscais, captações com clientes Contamos com diversas fontes de
para financiamento de longo prazo e
ou em mercado, retorno dos ativos); recursos para conceder apoio financeiro a
investimento nos segmentos da economia
variedade de setores apoiados; porte investimentos de longo prazo na economia
brasileira. Com sede oficial em Brasília
dos clientes (há instituições que atuam brasileira. O retorno de nossas próprias
e concentração de atividades no Rio de
apenas com micro e pequenas empresas operações, em conjunto com os recursos
Janeiro, atuamos em todo o território
e outras com portes diferenciados); do Fundo de Amparo ao Trabalhador
nacional, com escritórios também em São
modelos de financiamento (operações (FAT), do Fundo PIS-Pasep e do Tesouro
Paulo e no Recife. Operamos desde 1952 e
diretas e/ou indiretas); condições de Nacional, representa parcela significativa de
somos hoje um dos maiores BDs do mundo.
crédito; regulação e supervisão (regime nossa estrutura de financiamento. Outros
especial ou autoridade monetária); e O Sistema BNDES é formado por três fundos governamentais, captações no
governança corporativa (independente ou empresas: o BNDES e suas subsidiárias, exterior (via organismos multilaterais ou
controlada pelo Estado). Há igualmente a BNDES Participações S.A. (BNDESPAR), emissão de bonds), emissões públicas de
diversos instrumentos de apoio creditício: que atua no mercado de capitais, e debêntures da BNDESPAR e instrumentos
oferta de financiamento, garantias, a Agência Especial de Financiamento bancários complementam essa estrutura.
seguros, resseguro, participação Industrial (FINAME), dedicada ao
TESOURO NACIONAL
acionária, equalização de juros, fomento da produção e comercialização
fundos não reembolsáveis, apoio à de máquinas e equipamentos. Entre 2008 e 2014, recebemos expressivos
elaboração de projetos, entre outros. empréstimos do Tesouro Nacional
Nossas ações são orientadas pelo
para realizar nossas operações.
Além do Brasil, vários países Conselho de Administração – nosso mais
(desenvolvidos e em desenvolvimento) alto órgão de governança –, pelo Comitê A partir de 2015, não houve mais captação
mantêm BDs fortes, como Alemanha, de Auditoria e pelo Conselho Fiscal. de recursos dessa fonte. Em dezembro de
China, Coreia, Espanha, Japão, México, Prestamos contas para diversas instâncias 2016, concluímos o pagamento antecipado
França e Rússia. Cada instituição tem sua de governo: Ministério da Fazenda, de R$ 100 bilhões de nossa dívida. Em 2017,
forma de operar, mas, em comum, todas Banco Central do Brasil (BCB), Congresso foram antecipados mais R$ 50 bilhões. No
auxiliam a implementação de políticas Nacional, Ministério da Transparência, total, já foram antecipados R$ 180 bilhões ao
públicas, complementam as ofertas de
Saiba mais na seção Saiba mais na seção
crédito do sistema financeiro privado e Governança, ética e transparência Sustentabilidade financeira

6 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


Tesouro, 43% do valor recebido Diferentemente das emissões de OUTRAS FONTES
entre 2008 e 2014. bonds, os recursos captados com essas GOVERNAMENTAIS
FUNDO DE AMPARO AO instituições têm, geralmente, destinação
Os valores mais representativos
TRABALHADOR E FUNDO PIS-PASEP específica a setores ou segmentos referem-se ao Fundo da Marinha
empresariais e devem atender às Mercante (FMM), cujos recursos se
A Constituição Federal de 1988 destinou 40%
condições da instituição credora. destinam ao financiamento a empresas
da arrecadação do PIS-Pasep ao financiamento
As principais vantagens dessas nacionais de navegação, construtores
de programas de desenvolvimento econômico
fontes são custo estável e prazo de navais brasileiros e à Marinha do
por meio do BNDES, para, além de proteger
financiamento mais longo em relação Brasil; e ao Fundo de Investimentos
o trabalhador desempregado, também
do Fundo de Garantia por Tempo de
gerar oportunidades de emprego. Em 1990, às demais captações de mercado,
Serviço (FI-FGTS), cujos recursos foram
com a extinção do PIS-Pasep e a criação além de seu caráter anticíclico.
captados em 2008 para aplicação
do FAT, este passou a constituir uma de
A captação de recursos de diversos em projetos de infraestrutura.
nossas principais fontes de recursos.
organismos financeiros internacionais
Esses recursos são chamados FAT DEBÊNTURES BNDESPAR
tem por objetivo principal compor um
Constitucional, cabendo ao BNDES a orçamento apropriado para nossas Por meio de emissões públicas
decisão sobre sua aplicação desde que operações, com vistas a manter um de debêntures da BNDESPAR,
sejam empregados em programas de contribuímos para o desenvolvimento
endividamento externo balanceado, em
desenvolvimento econômico. Também do mercado brasileiro de renda
termos de moedas, prazos e taxas de
captamos recursos do FAT na forma fixa e buscamos a diversificação
juros, uma vez que tais empréstimos,
denominada FAT Depósitos Especiais, para de fontes de recursos.
tradicionalmente, apresentam custos em
serem aplicados em programas e setores
moeda forte equivalente mais atrativos LETRAS DE CRÉDITO DO
específicos, previamente determinados
e prazos mais longos do que aqueles AGRONEGÓCIO (LCA)
e aprovados pela Secretaria Executiva
do Conselho Deliberativo do fundo. praticados no mercado internacional. Realizamos leilões de LCA perante
Em um cenário de menor disponibilidade instituições habilitadas em plataformas
EMISSÃO DE TÍTULOS
de recursos de fonte institucional eletrônicas de negociação. Em
EXTERNOS (BONDS)
doméstica e considerando a presença 2017, não houve leilão de LCA, em
Desde 1953, captamos recursos no mercado virtude de alterações na legislação
de empresas estrangeiras e seu
internacional por meio de operações de referente ao direcionamento
interesse por investimentos no Brasil,
emissão de bonds. Os bonds emitidos têm dos recursos captados.
há potencial para ampliar a cooperação
juros prefixados, determinados em processo
com parceiros tradicionais, bem como
de bookbuilding, e amortização de principal
para estabelecer novas parcerias
em parcela única. Nesse caso, a destinação
dos recursos não é determinada, permitindo com organismos internacionais.
ampliar nosso escopo de atuação. OUTROS EMPRÉSTIMOS
O BNDES não recebe ajuda
OPERAÇÕES COM INSTITUIÇÕES NO EXTERIOR
financeira emergencial do
MULTILATERAIS E AGÊNCIAS São operações realizadas com outras governo, pois é uma empresa
GOVERNAMENTAIS instituições no exterior que não organismos estatal não dependente com
controle direto da União,
As captações com organismos multilaterais e agências governamentais, conforme legislação vigente.
multilaterais e agências governamentais geralmente bancos comerciais ou grupo de
são realizadas com instituições parceiras. bancos comerciais e/ou outras instituições.

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 7


Conheça nosso modelo de negócios, à luz da estratégia 2018-2030, que mostra como vamos
transformar, por meio de nossas atividades e produtos, os insumos de que dispomos em
resultados para nossas principais partes interessadas, em prol do desenvolvimento do país.

Dada a natureza de nossa atuação, agregamos nossas partes interessadas em quatro


»»Sociedade
grandes blocos: sociedade, Governo Federal, ecossistema de negócios e BNDES.
»»Governo Federal
»»Ecossistema de negócios

CAPTURA DE INSUMOS »»BNDES

FINANCEIRO MANUFATURADO
»»Recursos privados para fundos geridos pelo BNDES »»Escritórios de parceiros regionais
»»Garantias e seguros »»Rede de postos e agências dos agentes
»»Recursos públicos financeiros repassadores de recursos

»»Garantias e seguros »»Escritórios regionais


»»Captações no mercado de capitais
(nacionais ou internacionais)
NATURAL
»»Patrimônio líquido
»»Recursos naturais
»»Ecossistemas e biodiversidade
HUMANO
»»Executivos para a alta gestão do BNDES
SOCIAL E RELACIONAL
»»Equipes dos agentes repassadores de recursos
»»Necessidades e demandas sociais
»»Corpo funcional altamente especializado »»Relacionamento com públicos de interesse
»»Fiscalização e controle de entes públicos
INTELECTUAL
»»Parceria com órgãos do governo
»»Estudos e publicações diversas
»»Empresas com potencial de investimento
»»Serviços terceirizados especializados
»»Parcerias com associações de classe
»»Políticas públicas »»Parcerias com sistema de fomento
»»Plataformas de distribuição digital »»Acordos internacionais
»»Projetos com impactos para o desenvolvimento »»Confiança na atuação do BNDES
»»Processo de decisão colegiado »»Reputação
»»Plataforma de acesso digital »»Capacidade de influência e articulação
»»Metodologias de avaliação de projeto e empresas »»Tradição em pensar e propor temas e agendas
»»Conhecimento setorial e regional de desenvolvimento

NOSSAS ATIVIDADES
Oferecemos um portfólio Atuamos com títulos de Apoiamos com recursos não
de produtos de crédito dívida transacionáveis reembolsáveis projetos
voltado às necessidades de vários para complementar o sociais, culturais, de
segmentos de clientes, de todos financiamento de projetos inovação e voltados
os setores da economia para o meio ambiente
Participamos e gerimos
Participamos como sócios fundos de terceiros Produzimos conhecimento
de empresas de todos os sobre temas do desenvolvimento
portes com grande potencial Estruturamos projetos e
inovador e de promoção do prestamos serviços de Apoiamos tecnicamente a
desenvolvimento assessoria para formulação e execução
entes públicos de políticas públicas

8 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


APOIO A:

Infraestrutura Indústria, agropecuária e


Exportação de bens e Mercado de capitais
comércio e serviços serviços brasileiros

Educação,
Socioambiental Cultura e esporte saúde e segurança

COMPARTILHAMENTO DE VALOR
FINANCEIRO MANUFATURADO
»»Crescimento da renda per capita nacional »»Infraestruturas
»»Geração de emprego e renda »»Instalações fabris financiadas
»»Juros sobre funding público »»Equipamentos e máquinas financiados
»»Dividendos
»»Impostos pagos pelo BNDES NATURAL
»»Impostos gerados pelas atividades apoiadas
pelo BNDES »»Preservação e conservação da natureza
»»Pegada de carbono
»»Resultados financeiros para empresas (retornos,
redução de custos, ampliação de prazos, redução »»Contribuição para o cumprimento dos objetivos
de exposição a risco cambial) da COP21
»»Juros sobre capital »»Inserção na economia verde
»»Aumento da produtividade e da competitividade »»Melhorias no entorno de projetos apoiados
»»Ampliação das exportações brasileiras
»»Instalações ecoeficientes
»»Desenvolvimento do mercado de capitais
»»Incentivo à formalização (pequenos negócios)
SOCIAL E RELACIONAL
»»Resultados financeiros para o BNDES
»»Ampliação do acesso e melhoria da qualidade
dos serviços de saneamento ambiental, saúde,
HUMANO educação e segurança
»»Conexão territorial e redução de distâncias
»»Mais e melhores empregos
»»Serviços de infraestrutura
»»Aumento do respeito aos direitos humanos
»»Inclusão social e produtiva
»»Empregados mais qualificados e mais produtivos »»Apoio ao fortalecimento da cidadania
»»Desenvolvimento profissional »»Políticas públicas coordenadas e articuladas
»»Realização em contribuir para o desenvolvimento »»Ampliação do ecossistema de negócios e inovação
do país
»»Oportunidades de internacionalização
»»Adoção de boas práticas de responsabilidade social
INTELECTUAL
»»Melhora da governança das empresas
»»Conhecimento compartilhado »»Apoio à modernização da gestão pública
»»Publicações, relatórios e bases de dados setoriais
»»Reconhecimento institucional
»»Contribuições para formulação de políticas »»Negócios articulados com demandas e
públicas necessidades da sociedade
»»Agendas e estratégias de desenvolvimento
sustentável
»»Modernização da capacidade produtiva
»»Inovações »»Sociedade
»»Processos produtivos »»Governo Federal
»»Melhor e maior inserção na economia »»Ecossistema de negócios
do conhecimento
»»BNDES
»»Conhecimento adquirido

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 9


O QUE FAZEMOS? Saiba mais na seção que o detentor – o debenturista – passa a
Nosso desempenho > Mercado de capitais
ser credor da empresa. Podem ser simples,
Com o planejamento estratégico quando o resgate ou a amortização se
corporativo 2018-2030, reestruturamos Ao complementar as garantias oferecidas aos dá exclusivamente em moeda corrente,
nosso modelo de negócios e agentes financeiros, sem isentar as empresas ou conversíveis, quando o valor de
reorganizamos nossas atividades, de suas obrigações financeiras, o BNDES resgate pode ser trocado por ações.
conforme descrito a seguir: FGI aumenta as chances de aprovação dos
Um destaque são as debêntures incentivadas
pedidos de crédito das empresas. A garantia
1. Oferecemos um portfólio ou debêntures de projetos, títulos de dívidas
do BNDES FGI, por ser bem avaliada pelas
de produtos de crédito voltado emitidos por empresas no intuito de financiar
instituições financeiras, também permite que
às necessidades dos vários seus projetos de infraestrutura ou de outra
elas aprovem o financiamento em melhores
natureza. Essas debêntures são emitidas com
segmentos de clientes de todos condições, por exemplo: com prazos mais
o benefício tributário da Lei 12.431/2011,
os setores da economia longos, menos exigências de entrada e
que as torna isentas de Imposto de Renda.
até mesmo com menores taxas de juros.
Nossos financiamentos podem ser
Por meio das debêntures de infraestrutura,
O BANCO DO DESENVOLVIMENTO DO BRASIL

concedidos diretamente a clientes ou Os desembolsos desse fundo não


por exemplo, o financiamento de longo
por intermédio de instituições financeiras são destinados às operações de
prazo do BNDES e o funding do mercado
credenciadas, tais como bancos comerciais. financiamento, mas a pagamentos ao
de capitais se complementam.
São oferecidos a empresas de todos os portes, agente financeiro que assumiu o risco
de acordo com a finalidade do investimento, de crédito no caso de inadimplência. 3. Participamos como sócios de
como a aquisição de máquinas ou um projeto Apoiamos a exportação de bens e serviços empresas de todos os portes com
de modernização ou expansão de negócios. brasileiros, com prioridade para aqueles grande potencial inovador e de
Oferecemos também, na forma do de maior valor agregado. No mercado promoção do desenvolvimento
Cartão BNDES, crédito rotativo, pré- internacional, o financiamento em condições
O mercado de capitais exerce um papel
aprovado, para aquisição de bens, insumos equânimes às dos concorrentes é uma
de grande importância no desenvolvimento
e serviços credenciados, pré-cadastrados, parte tão essencial quanto a qualidade do
econômico de um país, canalizando recursos
fabricados total ou parcialmente no bem embarcado ou do serviço prestado,
dos investidores para as oportunidades de
país, necessários às atividades das micro, na decisão de compra pelo importador.
investimento, ampliando as alternativas de
pequenas e médias empresas (MPME). O Oferecemos dois tipos de apoio à exportação:
capitalização das empresas e o portfólio
cartão é emitido por agentes financeiros o pré-embarque (destinado à produção para
de investimentos para os poupadores.
credenciados por nós com uma das exportação) e o pós-embarque (destinado
bandeiras de cartão de crédito parceiras. à comercialização de bens e serviços). Saiba Por intermédio da BNDESPAR, nosso braço
mais no infográfico na página ao lado. de atuação em renda variável, investimos em
Adicionalmente, com a criação do Cartão
empresas brasileiras. Realizamos subscrição
BNDES Agro, no fim de 2017, passamos 2. Atuamos com títulos de ações de empresas de capital aberto
a oferecer aos pequenos produtores de dívida transacionáveis ou fechado, constituídas como sociedades
rurais as mesmas vantagens oferecidas para complementar o anônimas, em ofertas públicas ou privadas.
pelo Cartão BNDES aos empresários e
financiamento de projetos Um dos objetivos é complementar
empreendedores de menor porte.
Em nossa atuação para desenvolver o a atividade financiadora do BNDES,
Também atuamos para complementar
mercado de capitais nacional e como forma especialmente o apoio a projetos mais
garantias de operações de financiamento,
de complementar as opções de financiamento desafiadores – isto é, que envolvam riscos
por meio do Fundo Garantidor
para as empresas brasileiras, operamos, desde mais altos –, mas também com maior
para Investimentos (BNDES FGI).
2005, como investidor em ofertas públicas potencial de retorno financeiro e social.
Nosso objetivo principal é facilitar
no mercado de títulos corporativos de renda
a obtenção de crédito por MPMEs, As operações de renda variável, por sua
fixa, especialmente debêntures simples.
além de empreendedores individuais e natureza e propósito, estão sujeitas a diversos
caminhoneiros autônomos, incentivando- Debêntures são títulos de dívida de médio fatores de riscos derivados das características
os a crescer e a se modernizar. e longo prazo emitidos por empresas em dos negócios apoiados e das flutuações
de mercado, que são compensados pela
expectativa de retorno desses investimentos.
Saiba mais nesta seção, em
Saiba mais em Nosso desempenho > MPMEs
Como funciona nosso apoio financeiro

10 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


O SISTEMA BRASILEIRO DE APOIO À EXPORTAÇÃO E O BNDES
BNDES
Inúmeros países dispõem de estrutura para apoiar seus exportadores, por Viabiliza condições de financiamento compatíveis com o
meio de instituições oficiais de crédito à exportação, cuja atuação se insere mercado internacional para que as empresas brasileiras
nas próprias políticas públicas de seus respectivos governos. Os sistemas possam exportar sem desvantagem em relação a seus
públicos de apoio às exportações estão presentes em mais de noventa competidores internacionais.
países e, no caso do Brasil, o BNDES é apenas um de seus componentes.

BENEFÍCIOS

Criação de empregos no Brasil de Contribuição para o ingresso de Retorno financeiro positivo


forma direta e indireta divisas no país para o BNDES

O BANCO DO DESENVOLVIMENTO DO BRASIL


O fluxo de análise das operações de exportações pelo BNDES somente tem início após estas passarem por:
Proex Equalização:
Câmara de Comércio Exterior (Camex) Comitê de Financiamento e mecanismo operado pelo Banco
Garantia das Exportações (Cofig) do Brasil, por meio do qual o
Responsável pela formulação, adoção,
governo brasileiro equaliza os
implementação e coordenação de Comitê interministerial que aprova a concessão de equalização de
encargos financeiros incidentes
políticas e atividades relacionadas taxas de juros aos financiamentos à exportação e a cobertura da
no financiamento à exportação,
ao comércio exterior no Brasil. União por meio do Seguro de Crédito à Exportação.
a fim de tornar as taxas de
APROVA MÉRITO E CONDIÇÕES DE APOIO APROVA COBERTURA DO SCE E CONDIÇÕES DE EQUALIZAÇÃO juros compatíveis com as
praticadas internacionalmente.

SCE E FGE Seguro de Crédito


à Exportação (SCE):
protege as exportações brasileiras de
O SCE foi criado em 1965 para constituir-se como uma garantia da União ao financiamento das exportações.
bens e serviços de alto valor agregado
Como todo seguro, cobra prêmios relacionados ao risco assumido e paga indenizações ao financiador quando
contra os riscos comerciais, políticos
há atrasos ou inadimplementos. Os prêmios refletem os riscos e a existência de contragarantias.
e extraordinários, arrecadando
O SCE é lastreado pelo Fundo de Garantia à Exportação (FGE), um fundo público, orçamentário e contábil,
prêmios em função do risco e
vinculado ao Ministério da Fazenda. Até 2017, o FGE arrecadou US$ 1,3 bilhão em prêmios e pagou em
pagando indenizações quando
indenizações US$ 51 milhões, tendo recuperado US$ 18,9 milhões.
há atraso ou inadimplemento.

APOIO À EXPORTAÇÃO NO BNDES LINHA PRÉ-EMBARQUE

US$ 58,3 bilhões + de 1.500


em desembolsos para exportadores atendidos
financiamento de produção (60% MPMEs) principalmente
de bens para exportação no setor de bens de capital

1991 2017
+ de US$ 96 bilhões desembolsados LINHA PÓS-EMBARQUE: US$ 38,5 BILHÕES

US$ 22 bilhões US$ 10,6 bilhões US$ 5,9 bilhões


Exportações apoiadas desembolsados para desembolsados para desembolsados para
destinaram-se a 46 países comercialização no comercialização comercialização de outros
setor aeronáutico de bens e serviços bens de capital, como
de engenharia máquinas, equipamentos,
ônibus e caminhões

Saiba mais na seção Nosso US$ 37 bilhões retornaram em principal e juros, restando mais
desempenho > Exportação de US$ 10,3 bilhões de principal para ingressar no país

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 11


4. Participamos e gerimos empreendedorismo e a adoção das 5. Estruturamos projetos
fundos de terceiros melhores práticas de gestão e governança e prestamos serviços de
corporativa, assim como difundir a assessoria para entes públicos
Selecionamos periodicamente, por meio
cultura de capital de risco no país.
de chamadas públicas, gestores para Apoiamos projetos de desestatização, sob
fundos de investimento com foco em A BNDESPAR tem uma notável diversas formas, como concessões públicas,
regiões, setores ou portes de empresa atuação histórica como investidora parcerias público-privadas ou privatizações,
específicos que desejamos estimular. em todos os estágios desse mercado, de qualquer esfera de governo.
Após a seleção, nos tornamos quotistas realizando desde investimentos
Participamos das várias etapas do processo,
do fundo, com outros investidores que em startups até ofertas públicas
desde o planejamento até a assinatura do
deverão ser atraídos pelo gestor. de ações de empresas maduras.
contrato do ente público com o parceiro
A atuação da BNDESPAR por meio dos Também gerimos recursos de fundos privado (veja infográfico na página ao lado).
fundos de investimento tem por com destinações específicas, como O Governo Federal tem atuado para
objetivo desenvolver empresas inovadoras é o caso do Fundo Amazônia, do fomentar parcerias de longo prazo entre
e cadeias produtivas que consideramos Fundo da Marinha Mercante ou o setor público e a iniciativa privada,
O BANCO DO DESENVOLVIMENTO DO BRASIL

prioritárias, bem como estimular o ainda do BNDES FGI, entre outros. com o objetivo de desenvolver projetos
Saiba mais na seção Saiba mais na seção
Nosso desempenho > Mercado de capitais Nosso desempenho > Infraestrutura

ATUAÇÃO DO BNDES EM FUNDOS DE INVESTIMENTOS

FUNDOS DE PRIVATE EQUITY MERCADO


DE CAPITAIS

FUNDOS DE VENTURE CAPITAL


CAPITALIZAÇÃO VIA FUNDOS

• Ofertas
públicas
primárias e
secundárias
FUNDOS DE CAPITAL SEMENTE EMPRESAS
MADURAS

EMPRESAS
EMERGENTES
IPOs
EMPRESAS
DE RÁPIDO
CRESCIMENTO
EMPRESAS
(GROWTH
CAPITAL INICIANTES • Listagem e
STAGE)
SEMENTE (EARLY-STAGE) abertura mercado
(SEED) de acesso

12 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


DESESTATIZAÇÃO
É a venda de ativos públicos (privatização) ou a transferência da prestação de serviço público à iniciativa privada por prazo determinado (concessão).

O QUE PODE S ER DESESTATIZADO?


Serviços relacionados aos setores de energia elétrica, saneamento, gás, portos, aeroportos, rodovias, saúde e educação são alguns
exemplos de serviços públicos que podem ser concedidos, enquanto empresas estatais são exemplos de ativos que podem ser privatizados.

COMO SÃO REALIZADAS AS D


 ESESTATIZAÇÕES?
Há quatro etapas principais, comuns às modalidades de privatização e de concessão:

1 2 3 4
PLANEJAMENTO ESTRUTURAÇÃO LEILÃO CONTRATAÇÃO
DO PROJETO
• A
 nálise da capacidade  ealização de road show
• R • Assinatura do contrato entre
fiscal do ente público • S eleção da alternativa de com potenciais investidores o setor público e o parceiro
estruturação mais adequada privado vencedor do leilão
• A
 nálise do quadro jurídico, • P articipação em

O BANCO DO DESENVOLVIMENTO DO BRASIL


regulatório e institucional • E laboração de editais audiência pública
do ente público de chamamento e
termos de referência • R ealização de
• E struturação dos mecanismos consulta pública
de garantia para o projeto • C elebração de parcerias
com estruturadores • R
 esposta aos
• L evantamento da base de questionamentos dos
ativos do ente público • A
 companhamento dos órgãos de controle
estudos técnicos
• Priorização de projetos • Realização do leilão

destinados à prestação de serviços apoio financeiro reembolsável para projetos continuamente para a preservação da
públicos e de disponibilizar infraestrutura de investimento. Os recursos têm origem em memória institucional e compartilhamos
adequada aos usuários dos serviços. parte de nosso lucro, como é o caso do Fundo com a sociedade as informações e o
Nesse contexto, foi criado o Programa Social, ou em doações externas, a exemplo do conhecimento produzidos internamente.
de Parcerias de Investimentos (PPI), para Fundo Amazônia, do qual somos gestores.
o qual contribuímos por meio da análise 8. Apoiamos tecnicamente
7. Produzimos conhecimento
da financiabilidade e estruturação dos a formulação e execução
projetos qualificados no programa e da sobre temas do desenvolvimento
de políticas públicas
disponibilização, após a licitação do projeto, Produzimos regularmente análises da
de eventuais linhas de financiamento. economia e dos setores econômicos, Como banco de desenvolvimento

Fazem parte do PPI os empreendimentos seminários e publicações que contribuem para federal, buscamos o constante
públicos de infraestrutura executados por o debate sobre o desenvolvimento nacional. aprimoramento de nossas políticas
meio de contratos de parceria celebrados Difundimos nossos estudos em publicações operacionais a fim de melhor contribuir
pela administração pública e o setor privado. impressas e digitais, em edições próprias. para as políticas públicas brasileiras.
Também entram nessa lista os projetos do Também apoiamos, com recursos não Por meio de nossa atuação, induzimos a
Programa Nacional de Desestatização. reembolsáveis, estudos técnicos ou implantação de projetos com benefícios
pesquisas de terceiros sobre temas
6. Apoiamos com recursos não sociais relevantes, oferecendo-lhes condições
específicos relacionados ao desenvolvimento
reembolsáveis projetos sociais, de financiamento mais favoráveis.
econômico e social do Brasil e de outros
culturais, de inovação e voltados territórios que ofereçam oportunidades Em razão de nossa atuação e de nosso
para o meio ambiente para empresas brasileiras. conhecimento setorial, somos convocados
Aplicamos recursos não reembolsáveis em Cientes ainda de que nossa história está com frequência a apoiar tecnicamente
projetos de caráter social, cultural, ambiental, diretamente relacionada à do desenvolvimento a elaboração e o aperfeiçoamento de
científico e tecnológico, complementando o do Brasil desde nossa criação, trabalhamos políticas públicas em diversos setores.

Saiba mais na seção Nosso desempenho Saiba mais na seção Nossos relacionamentos

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 13


COMO FUNCIONA OPERAÇÕES DIRETAS

NOSSO APOIO Pedido de financiamento a partir de R$ 20 milhões

FINANCEIRO?
BNDES
Ao chegar ao BNDES, um pedido
de apoio financeiro passa por
diversas fases de avaliação, da
solicitação à liberação dos recursos. RECEBE CONTRATA,
ANALISA
CONSULTA E DESEMBOLSA E
Cada uma dessas etapas envolve ENQUADRA
E APROVA
ACOMPANHA
diferentes equipes, com decisões
tomadas de forma colegiada.
As etapas do processo de concessão do O pedido, com informações Acolhido o pedido, Os pedidos aprovados
da empresa e do projeto a equipes técnicas são contratados. Os
apoio financeiro variam de acordo com
O BANCO DO DESENVOLVIMENTO DO BRASIL

ser financiado, é enviado multidisciplinares recursos são liberados


o valor do crédito pretendido e com ao BNDES para consulta. especializadas no setor do em etapas, conforme a
No Banco, a consulta é projeto fazem uma análise realização do projeto.
a participação ou não de um agente
avaliada a partir de do mercado e avaliam O BNDES analisa
financeiro credenciado na operação. parâmetros previamente mais profundamente as os documentos de
estabelecidos. As avaliações garantias oferecidas, sua comprovação financeira
Em geral, o cliente pode solicitar o são encaminhadas ao viabilidade econômico- do uso do financiamento
financiamento diretamente ao BNDES Comitê de Enquadramento, financeira, os aspectos e faz visitas ao
Crédito e Mercado sociais e ambientais do projeto apoiado.
(apoio direto), quando o valor pleiteado de Capitais (CEC), projeto e a estratégia e  
for superior a R$ 20 milhões. Todas as que delibera sobre o governança da empresa.
acolhimento do pedido. A análise técnica é
operações de financiamento à compra
submetida à aprovação
isolada de máquinas e equipamentos, de nossa Diretoria. Cada
bem como de financiamentos inferiores projeto é avaliado por
mais de cinquenta pessoas
a R$ 20 milhões destinados a projetos antes de sua aprovação.
de implantação, modernização e
expansão de empreendimentos, são
realizados na forma de apoio indireto.
Nesse caso, nossas instituições parceiras OPERAÇÕES INDIRETAS AUTOMÁTICAS
(como bancos comerciais, bancos Pedido de financiamento até R$ 20 milhões

de desenvolvimento e agências de
fomento) atuam como intermediárias AGENTE FINANCEIRO BNDES
na concessão do financiamento,
assumindo total ou parcialmente o
risco de não pagamento pelo cliente
e permitindo que nossos recursos RECEBE, HOMOLOGA,
cheguem a todos os municípios do ENQUADRA APROVA CONTRATA E
E ANALISA DESEMBOLSA
Brasil, já que não temos agências.
Mas atenção: não credenciamos
consultores (pessoas físicas ou A análise do Aprovando a Caso a proposta
jurídicas) como intermediários financiamento é solicitação, o agente esteja adequada às
feita pela instituição negocia com o cliente condições do BNDES,
para facilitar, agilizar ou aprovar
financeira credenciada, as condições do o financiamento é
operações de crédito. que assume o risco financiamento, como contratado. Os recursos
de não pagamento prazo de pagamento são liberados em
Conheça melhor como funciona da operação. Por isso, e garantias exigidas, etapas, conforme a
esse processo e nossas formas de ela pode incluir taxas respeitando algumas realização do projeto.
próprias e aceitar ou regras e limites
apoio nos infográficos a seguir. não o pedido impostos pelo BNDES.
de crédito.

14 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


Saiba mais na seção
Nossa estratégia COMO SÃO SELECIONADOS
OS PROJETOS?
Ao chegar ao BNDES, o pedido de
solicitação de apoio financeiro é
avaliado com base em parâmetros de
enquadramento regulados por nossas
políticas operacionais (PO) e de crédito,
que reúnem as condições necessárias para
cada cliente assumir um financiamento.
OPERAÇÕES INDIRETAS OPERAÇÕES DIRETAS
Além disso, é verificado o impacto
NÃO AUTOMÁTICAS ABAIXO DE R$ 20 MILHÕES
esperado de cada projeto, por meio da
São operações com financiamento Em alguns casos específicos, como
de mais de R$ 20 milhões em que no apoio a alguns projetos de Tese de Impacto de Investimento

O BANCO DO DESENVOLVIMENTO DO BRASIL


o cliente prefere solicitar o apoio
pelo banco com o qual já tem
inovação, eficiência energética, em Projetos (Tiip), metodologia
reflorestamento, recuperação e
relacionamento ou por outro agente
uso sustentável das florestas, entre
desenvolvida internamente que, além
financeiro. Nesse caso, o processo
de concessão segue o mesmo fluxo outros, é possível solicitar o apoio de permitir uma análise dos efeitos
das operações diretas. Como a direto, ou seja, sem intermediação esperados do projeto nas dimensões
análise do financiamento também de agente financeiro, para
é feita pela instituição financeira financiamentos abaixo de R$ 20 econômica, social, ambiental, regional
credenciada, que assume o risco de milhões. Nesse caso, o processo e do cliente, contribui para a definição
não pagamento da operação, ela de concessão segue o fluxo das
pode incluir taxas próprias e aceitar operações diretas.
dos indicadores de acompanhamento
ou não o pedido de crédito, antes do projeto ao longo de sua execução.
de encaminhar ao BNDES.
No enquadramento, também são
averiguados os instrumentos mais
adequados para atender à solicitação e ao
perfil de risco ambiental das operações.
Todas essas informações são então
encaminhadas para deliberação do Comitê
de Enquadramento, Crédito e Mercado de
Capitais (CEC), colegiado formado
por superintendentes do BNDES.
BNDES E
AGENTE FINANCEIRO Os pedidos de financiamento diretos e
indiretos não automáticos podem ser
encaminhados via nosso site, por
meio da consulta prévia eletrônica.
CANAL DO O sistema contribui para melhorar a
ACOMPANHAM DESENVOLVEDOR MPME
comunicação com o cliente, reduzir
trâmites operacionais em papel,
aumentar a transparência do processo
de enquadramento e possibilitar o
O agente financeiro Desde julho de 2017, empresas com
faturamento anual de até R$ 300 milhões acompanhamento dos prazos pelo
desempenha
a atividade de podem simular financiamentos e encaminhar cliente. Adicionalmente, em 2017
acompanhamento diretamente a manifestação de interesse para
passamos a disponibilizar a opção
detalhado (análise os agentes financeiros repassadores por meio
dos documentos do Canal do desenvolvedor MPME. de assinatura digital das fichas
de comprovação cadastrais – documento integrante
financeira) e o BNDES
Saiba mais na seção
de uma solicitação de financiamento
monitora as operações
por amostragem.
Nosso desempenho > MPMEs direto – por meio de e-CPF.

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 15


INDICADORES GRI:
102-3 | 102-4 | 102-6 | 301-1 | 302-1
302-4 | 303-1 | 303-3 | 306-2 | 308-1

O BNDES está presente em todo o território nacional DESEMBOLSO POR SETOR (2017)

e atua nos mais diversos setores da economia. INDÚSTRIA


41,2% dos municípios
Veja a distribuição de nossos desembolsos em 2017. brasileiros contemplados
Projetos intermunicipais:
DESEMBOLSO TOTAL R$ 1,1 bilhão
POR MUNICÍPIO (2017)
85,7% dos municípios brasileiros
(4.744 municípios) contemplados.
Projetos intermunicipais:
R$ 17,7 bilhões

R$ mil
R$
0,7 - 441,1
441,2 - 8.272,3 297,98 - 76.888,68
8.272,4 - 147.533,4 76.888,69 - 321.861,00
147.533,5 - 2.623.985,9 321.861,01 - 1.769.592,68
1.769.592,69 - 1.893.639.092,07

INFRAESTRUTURA AGROPECUÁRIA COMÉRCIO E SERVIÇOS


39,6% dos municípios 63% dos municípios 71,3% dos municípios
brasileiros contemplados. brasileiros contemplados. brasileiros contemplados.
Projetos intermunicipais: Projetos intermunicipais: Projetos intermunicipais:
R$ 13,2 bilhões R$ 365 milhões R$ 3,0 bilhões

R$ R$ R$
244,46 - 131.184,41 3.200,00 - 398.560,00 169,05 - 53.000,00
131.184,42 - 480.000,00 398.560,01 - 1.417.291,40 53.000,01 - 215.473,72
480.000,01 - 2.194.800,00 1.417.291,41 - 4.125.055,26 215.473,73 - 897.726,26
2.194.800,01 - 790.879.506,08 4.125.055,27 - 172.885.005,36 897.726,27 - 1.558.356.264,90

16 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


Veja mais em
O Banco do desenvolvimento do Brasil

DESEMBOLSOS EM
ECONOMIA VERDE (2012-2017)
CAPILARIDADE MODIFICAÇÕES E
ADAPTAÇÕES DOS
57,3% dos municípios brasileiros Para estar presente em todo o território
contemplados (3.192 municípios)
nacional e facilitar o acesso a nossas ESCRITÓRIOS
linhas de financiamento, atuamos
Com base em estudos para
também de forma indireta, ou seja,
modificações e adaptações de nossos
por meio de agentes financeiros
escritórios, a fim de viabilizar a
credenciados. O segmento de micro,
pequenas e médias empresas é o diminuição da área ocupada e,
principal demandante dessa modalidade consequentemente, reduzir despesas,
de operação. Atualmente há mais de desocupamos, em 2017, mais cinco
cinquenta agentes financeiros operando andares do Edifício Ventura Corporate
nossas linhas de financiamento: bancos Towers, no Rio de Janeiro. Para os
comerciais privados, bancos comerciais próximos dois anos está prevista a
públicos, bancos de cooperativa, devolução de mais seis andares.
bancos de montadora, bancos de
Ainda não houve nova avaliação sobre
desenvolvimento e agências de
R$ mil a retomada do projeto de construção
1,1 - 670,6 fomento. A lista completa dos agentes
de um prédio anexo ao Edserj. Está
670,7 - 19.905,5 financeiros credenciados no BNDES
19.905,6 - 572.521,4 sendo estudado novo modelo para
572.521,5 - 16.449.093
pode ser acessada em nosso site.
construção do empreendimento,
NOSSA ESTRUTURA FÍSICA com parceria da iniciativa privada.

Em São Paulo, o andar do escritório


DESEMBOLSOS EM Nossa sede oficial é em Brasília
próprio passou por reformas
DESENVOLVIMENTO SOCIAL (2012-2017) (DF), no entanto mais de 95% de
45,5% dos municípios brasileiros em 2017, visando a devolução
nossos empregados estão lotados
contemplados (2.535 municípios)
no Rio de Janeiro (RJ), em edifício do andar locado e uma redução
próprio – o Edifício de Serviços projetada de R$ 2,48 milhões/ano.
Juvenal Osório Gomes (Edserj), e em Em Brasília, duas salas locadas
andares alugados no edifício Ventura foram devolvidas em 2017,
Corporate Towers. Também temos representando uma redução de
representações em São Paulo (SP) e 31,76% do custo contratual, valor
no Recife (PE). Em 2017, o escritório
equivalente a R$ 978 mil/ano.
de Belém (PA) foi fechado por decisão
da Diretoria. Atualmente, em virtude Quanto à subsidiária de Londres,
do encerramento das atividades nas a BNDES PLC foi transformada em
unidades internacionais, o BNDES tem BNDES Limited em junho de 2017
empregados lotados apenas no Brasil. e está em processo de dissolução.

R$ mil
0,9 - 202,3
www.bndes.gov.br/rede-credenciada-brasil
202,4 - 8.492,4
8.492,5 - 349.796,3
349.796,4 - 14.401.360,6

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 17


DESENVOLVIMENTO
REGIONAL
O Sistema GeoBNDES é uma iniciativa que envolve a utilização de um
Nossa preocupação com as
sistema de informações geográficas (SIG) direcionado para a compreensão,
diferenças regionais está
planejamento e atuação com foco no território. Destina-se à produção e ao
representada também em um
gerenciamento de informações georreferenciadas e dados socioeconômicos e
conjunto de instrumentos de
demográficos, relacionados direta ou indiretamente aos projetos financiados
apoio à temática territorial, que
pelo BNDES, assim como à difusão do conhecimento gerado a partir dessas
podem ser utilizados em diferentes
informações. O GeoBNDES é ferramenta básica para os instrumentos a seguir.
etapas de um projeto, como
o enquadramento, a análise
ou o acompanhamento.

Saiba mais na seção


O Banco do desenvolvimento do Brasil
ONDE ATUAMOS

A Avaliação Territorial Preliminar (ATP)


é uma metodologia de suporte à análise
de projetos que apresenta as características
Os Mapas Temáticos auxiliam
geográficas, demográficas e socioeconômicas
nos processos de planejamento,
dos territórios envolvidos, assim como a
fomento, enquadramento,
presença de outros projetos financiados ou
análise e acompanhamento
apoiados pelo BNDES nas proximidades.
das operações financiadas pelo
Em 2017, elaboramos 11 estudos territoriais
Banco. Exemplos deles podem ser
com base nessa metodologia.
vistos no início deste capítulo.

O Acompanhamento de Projetos por


Imagem de Satélite (Apis) é uma das
ferramentas utilizadas no acompanhamento
de projetos que consiste na elaboração de
relatórios a partir de imagens de satélite, com
a finalidade de registrar e analisar o avanço
físico da execução de determinados tipos
de intervenções em períodos predefinidos.
Em 2017, foram elaborados 38 relatórios
para o acompanhamento de 72 projetos
de financiamento à agricultura, silvicultura,
restauração ambiental e infraestrutura.

Acompanhamento por satélite de pequena central hidrelétrica localizada no município de Campos Novos,
em Santa Catarina

18 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


SEDE ECOEFICIENTE: CONDOMÍNIO SUSTENTÁVEL

O Edserj, prédio no centro do Rio de Janeiro em que realizamos a maior iluminação fluorescente por LED em um pavimento inteiro), com redução de
parte de nossas atividades, vem se modernizando a cada ano, com aproximadamente 56% no consumo de energia da iluminação do pavimento
impacto positivo na gestão e na eficiência no uso de recursos. em relação àqueles com o sistema convencional (fluorescente).

Em janeiro de 2017, o condomínio recebeu a certificação LEED EB&OM Consumo de óleo diesel
(Edifícios Existentes – Operação e Manutenção) categoria Prata. A O consumo de fontes não renováveis pelo Edserj consiste basicamente
etiqueta PBE Edifica do Inmetro, obtida em 2016, permanece válida. em óleo diesel para alimentação dos geradores de emergência, recurso
Consumo de energia que é utilizado, na maior parte, em testes ao longo do ano. Em 2017,
A energia consumida no Edserj é adquirida no mercado livre e parte consumimos 11.150 litros de óleo diesel, uma redução de 19,83% em
é gerada a partir de fontes incentivadas, tais como solar, eólica, relação a 2016.

ONDE ATUAMOS
biomassa e pequenas centrais hidrelétricas (PCH). Consumo de água potável
A água potável do condomínio é proveniente de distribuidora e é
utilizada para os sistemas de condicionamento de ar, irrigação, instalações
15.831 15.632 15.231
MWH MWH MWH hidrossanitárias e purificadores. Também consumimos água mineral
em recipientes plásticos. O Edserj ainda não dispõe de nenhum tipo de
2015 2016 2017
tratamento de água para reúso ou captação de água de chuva.
Redução de 2,56% em
relação ao consumo de 2016.

62.860.000 litros 50.966 litros


A redução do consumo de energia em relação a 2016 foi resultado da
água proveniente de água potável adquirida
continuidade da implantação de melhorias (substituição gradual de sistema de distribuição em recipientes plásticos
iluminação fluorescente por LED, instalação de sensores de presença (- 2,06% que 2016) (- 15,46% que 2016)

e modernização do sistema de automação). Também foi concluído


em março de 2017 o projeto piloto iniciado em 2016 (substituição da

Peso total de resíduos (em toneladas) discriminados Novos fornecedores selecionados considerando
por tipo e método de disposição (2017) critérios ambientais*

Descarte realizado por


Orgânico 168,77
empresa contratada
Aterro 75
Descarte realizado por 69
Entulho 253,50
empresa contratada

Descarte por cooperativas e/ou


Geral 162,74 empresas especializadas de acordo com
as características dos materiais/produtos
Reciclagem 18
13
Descarte por empresa especializada
Lâmpadas 0,48 para recuperação do mercúrio e 3 2 3 3
reciclagem do material restante
Concorrência Concurso Pregão Total
Basicamente lixo eletrônico: descarte eletrônico
Reutilização   1,21 por empresa especializada para
triagem e posterior reutilização Total Sustentáveis

Basicamente resíduos do ambulatório:


Outros: descarte por empresa especializada que
  0,17 * Licitações que adotam algum tipo de critério sustentável
infectante faz a autoclavagem (descontaminação)
em seus editais, como certificações, práticas e orientações
e posterior encaminhamento a aterro
relacionadas a questões socioambientais.

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 19


INDICADORES GRI:
102-16 | 102-26

Saiba mais na seção Sustentabilidade financeira

Iniciamos em 2017 um REFLEXÃO ESTRATÉGICA Essa lei veio ao encontro de nossas


intenções de promover um amplo
amplo processo de reflexão
Com o intuito de fortalecer o processo de reflexão e planejamento
e planejamento estratégico, planejamento estratégico em organizações estratégico, do qual temos um longo
abrangendo a formulação públicas, a Lei das Estatais (Lei 13.303, histórico no Banco e que se fez
de 30 de junho de 2016) estabeleceu premente com acontecimentos recentes
de um plano de negócios como o fim da TJLP e as devoluções
para as empresas estatais a obrigação
e de diretrizes estratégicas de aprovação pelo Conselho de antecipadas ao Tesouro Nacional.
de curto, médio e longo Administração de um plano de negócios Com o apoio da consultoria Roland
para o exercício anual seguinte e de Berger Strategy Consultants, iniciamos em
prazos, que devem orientar
estratégia de longo prazo atualizada com agosto de 2017 o projeto “Desenvolvendo
nossa atuação no horizonte análise de riscos e oportunidades para, futuros”, que foi dividido em três
de 2018 a 2030. no mínimo, os próximos cinco anos. etapas, conforme imagem abaixo.

DESAFIOS IDENTIDADE

CAMINHO

DESAFIOS IDENTIDADE CAMINHO

Quais são as aspirações estratégicas? Qual o posicionamento institucional? Como atuar?


Hipóteses de posicionamento institucional Missão, visão e diretivas institucionais Produtos e modelos de negócio

Onde atuar? Com que recursos?


O que esperar no longo prazo?
Mercados, negócios, setores e regiões Capacitações e tecnologias
Cenários e impactos para a economia
real e mercado financeiro Com que mecanismos/sistemas?
Modelo de gestão

> Consulta on-line a clientes (mais de 5.000 participações) > Consolidação das reflexões e implicações > Detalhamento da narrativa que será
e a empregados (mais de 1.800 respostas) estratégicas do cenário de futuro comunicada interna e externamente
> Análise do ambiente externo e interno, construção > Declaração de propósito, missão, visão, > Construção de um roteiro corporativo que
de cenários e identificação de implicações estratégicas princípios e valores, além de diretivas reforce capacitações críticas à execução da
> Entendimento das visões e desafios do institucionais e métricas a perseguir estratégia (por exemplo, governança e parcerias)
desenvolvimento e reflexão sobre hipóteses > Definição das diretrizes estratégicas de > Modelagem financeira no horizonte 2023
de posicionamento institucional curto/médio/longo prazo, com seleção com projeção de demonstrações financeiras
> Construção de redes de conhecimento dos espaços de atuação

20 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


DIRETRIZES ESTRATÉGICAS

INFRAESTRUTURA
Desenvolver e apoiar
DESENVOLVIMENTO REGIONAL projetos que permitam
Desenvolver as diversas regiões do país, aumentar a produtividade e a
com apoio às empresas e órgãos públicos. conexão entre os mercados,
viabilizando novos negócios.
INOVAÇÃO
Estimular a inovação e
ESTRUTURA o empreendedorismo
PRODUTIVA como alavanca de
Apoiar a transformação desenvolvimento.
de modelos de negócio
tradicionais e a inserção
do Brasil na economia
global e do conhecimento. MERCADO
DE CAPITAIS
Desenvolver o mercado,
EDUCAÇÃO, SAÚDE
promovendo o crowding in
e a indução de boas práticas. E SEGURANÇA
SUSTENTABILIDADE Aumentar o nível de
Apoiar a migração para qualificação e os padrões de
a economia verde dando produtividade do trabalho e
protagonismo ao Brasil. melhorar as condições atuais
de saúde e segurança pública.

Como resultado do projeto, revisamos visão do BNDES, mas sim um sonho


nossa identidade institucional; definimos compartilhado, o qual se pretende IDENTIDADE INSTITUCIONAL
diretrizes estratégicas de curto, médio e alcançar com o apoio de diversas
longo prazos; mapeamos e analisamos outras organizações e da sociedade.
os riscos da estratégia; e formulamos PROPÓSITO
A fim de materializar o que constitui Transformar a vida de gerações de brasileiros,
um plano de negócios. O trabalho
essa visão e o tamanho do desafio, promovendo desenvolvimento sustentável.
também envolveu a definição de objetivos
consideramos um cenário em que VALORES
estratégicos, um roteiro com os principais
se atinge uma renda per capita de Ética, espírito público e compromisso
caminhos e marcos que devemos seguir
cerca de US$ 25.200 e um Índice de com o desenvolvimento.
para alcançar nossa visão de futuro, bem
Desenvolvimento Humano (IDH) de 0,864. PRINCÍPIOS
como a sistemática de monitoramento
Isso levaria o Brasil a níveis de renda e IDH Transparência, efetividade, diálogo, cooperação
do ambiente externo e dos indicadores
semelhantes aos de países como Portugal e busca pela excelência.
correspondentes aos objetivos definidos.
e Grécia hoje e envolveria um crescimento MISSÃO
Em março de 2018, a nova identidade médio da renda per capita de 2,7% ao Viabilizar soluções financeiras que adicionem
institucional e as diretrizes estratégicas ano entre 2018-2035 (o que implicaria investimentos para o desenvolvimento
foram apreciadas e aprovadas pelo crescimento do PIB de 3,2% em média), sustentável da nação brasileira.

Conselho de Administração. melhorias na educação e na saúde. VISÃO DE FUTURO


Perspectiva para o país: Tornar o Brasil
Orientados por essa visão, redefinimos
BRASIL, PAÍS DESENVOLVIDO um país desenvolvido até 2035.
nossas diretrizes estratégicas em
Perspectiva estratégica institucional:
O planejamento estratégico estabeleceu três grandes verticais e quatro Ser reconhecido como o banco de desenvolvimento
como visão “tornar o Brasil um país espaços transversais de atuação, do Brasil pela sua relevância e efetividade.
desenvolvido até 2035”. Essa não é uma conforme a figura acima.

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 21


Leia mais em
Desafios e visão do futuro

REDES DE CONHECIMENTO credenciamento de máquinas e equipamentos, PROJETOS


incorporando elementos intangíveis CORPORATIVOS 2018
A fim de fornecer informações para entre os requisitos de elegibilidade,
o processo de reflexão estratégica e bem como na reformulação do produto No âmbito da nova reflexão estratégica,
estimular o compartilhamento contínuo BNDES Fianças e Avais e na estruturação estruturamos 12 macroprojetos de
de conhecimentos, foram mapeadas de fundos de dívida corporativa. implementação do planejamento, com
e estruturadas redes de conhecimento
o objetivo de dar conta de nossos
divididas em 12 temáticas: inteligência Outros temas que estiveram no foco de
maiores e mais imediatos desafios.
de mercado, socioambiental, nossos esforços ao longo do ano foram um
fintechs, inovação, educação, novo desenho de processo de concessão de
apoio financeiro mais rápido e com controles INICIATIVAS
efetividade, cultura e competências,
infraestrutura, relacionamento mais eficientes; a elaboração de um INOVADORAS INTERNAS
externo, saúde, desenvolvimento planejamento estratégico de comunicação;
A fim de estimular a inovação internamente,
regional e cidades inteligentes. e a melhoria da governança e dos processos
lançamos em 2017 o programa ideiaLab,
que garantem o acesso da sociedade
Cada uma das redes, composta por que contou com a participação voluntária
NOSSA ESTRATÉGIA

a informações sobre nossa atuação.


especialistas de diversas áreas do Banco, de representantes de todas as nossas áreas,
ficou responsável por alimentar as No projeto Educação, foi feita ampla escuta mobilizando mais de quatrocentos funcionários
diferentes frentes de trabalho e prestar a instituições e especialistas externos e em sua etapa de formulação de ideias.
suporte ao desenvolvimento de entregas definimos princípios e diretrizes para orientar
Das mais de trezentas ideias cadastradas
do planejamento. Essas redes continuarão nosso apoio a projetos relacionados à
na plataforma digital do programa – nas
atuando após o fim do planejamento, com educação e ao desenvolvimento de capital
categorias de produtos e serviços, formas
o objetivo de alimentar periodicamente humano, orientando ações de curto
de diálogo com a sociedade e eficiência de
a reflexão institucional. O intuito é e médio prazo e dando contribuições
construir uma ponte entre a geração para o processo de planejamento Saiba mais em

de conhecimento e o pensamento estratégico de longo prazo do BNDES. Nosso desempenho > Educação

estratégico. As redes inicialmente foram


compostas por empregados do Banco,
mas entre seus objetivos está o de agregar CREDENCIAMENTO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS
participantes externos, contribuindo para
o nosso diálogo com outras organizações
e representantes da sociedade. Para que possamos financiar a comercialização de máquinas, equipamentos, sistemas e componentes de
forma automática, trabalhamos com a habilitação dos fornecedores desses produtos no Credenciamento
PROJETOS de Fornecedores Informatizado (CFI) do BNDES. Para se habilitar, o fornecedor deve exercer no país
atividade industrial compatível com seus concorrentes no setor e comprovar o índice de nacionalização
CORPORATIVOS 2017
exigido para o produto. A qualidade ou o desempenho técnico-operacional do produto não é avaliado.

Ao longo do ano, envolvemos nosso Em 2017, foi aprovada pela Diretoria do BNDES uma revisão da metodologia de credenciamento, que
corpo funcional também em diferentes entrará em vigor em 3 de dezembro de 2018, substituindo os atuais critérios de índice de nacionalização
projetos corporativos, em sintonia com baseados no preço de venda e no peso.

direcionamentos estratégicos já mapeados A nova metodologia estabelece o chamado Índice de Credenciamento (IC), que, além de considerar a
anteriormente. Em 2017, essas iniciativas participação dos custos de fabricação, da mão de obra e dos serviços nacionais na produção do bem,
incluíram a estruturação de novos canais de incorpora elementos qualitativos relativos aos investimentos em inovação, inserção externa, mão de obra
distribuição para nossas linhas e produtos, qualificada, valor adicionado e conteúdo tecnológico do produto, modernos vetores de uma política de
adensamento produtivo.
como um aplicativo para MPMEs e uma
interface eletrônica para uso do Cartão Outra vantagem reside no fato de que a nova metodologia reconhece a heterogeneidade do setor de
BNDES em outros sites, e a implementação máquinas e equipamentos industriais, conferindo flexibilidade para o fabricante e sendo adaptável aos
do BNDES Online. Trabalhamos diferentes setores passíveis de receberem apoio.

também na revisão da metodologia de A nova medida contribuirá para incentivar ainda mais os investimentos em capacidade produtiva e
pesquisa, incentivando a ampliação da produtividade, da competitividade e da inserção da indústria
Saiba mais na seção
nacional em cadeias globais de produção e em mercados internacionais de bens de capital, além da
Nosso desempenho > MPMEs geração de empregos qualificados e renda.

22 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


processos –, as dez mais votadas pelo Além da previsão da adoção da nova O alongamento dos limites para
corpo funcional seguiram para avaliação taxa, a atualização das POs realizada em estabelecimento de prazos, tanto de
dos superintendentes, que escolheram 2017 trouxe outros ajustes importantes: carência quanto de amortização, irá
aquelas de maior impacto e viabilidade beneficiar, sobretudo, os financiamentos a
• Participação máxima em TLP:
para implantação ao longo de 2018. projetos de infraestrutura. Investimentos
alteramos os níveis máximos de
O primeiro lugar ficou com a criação de uma em ferrovias, rodovias, hidrovias e
participação em TLP em nossos
Área de Comunicação e Relacionamento mobilidade urbana poderão ter prazos
financiamentos. Projetos relacionados
Institucional para melhor interação com de até 34 anos. Há outras três faixas
a temas que consideramos prioritários,
nossos públicos; e o segundo com a de prazo: até 24 anos, para projetos de
por seu alto impacto na promoção
criação de um “cryptotítulo” baseado na energias alternativas, portos, aeroportos,
do desenvolvimento sustentável,
tecnologia blockchain. As demais ideias exportação e desenvolvimento regional;
passam a contar com até 80% de
foram encaminhadas às áreas responsáveis até vinte anos para financiamentos
participação em TLP. Já para nossas
para avaliação de interesse, viabilidade a educação, saúde, segurança e
linhas denominadas padrão, esse
e cronograma de implementação. telecomunicações e outros; e até
limite fica em no máximo 60%.

NOSSA ESTRATÉGIA
cinco anos para capital de giro.
Realizamos também nossa primeira • Aquisição de máquinas para MPMEs:
maratona de programação Com a nova PO, passamos a calcular
por meio da linha BNDES Finame,
(Hackathon BNDES), que reuniu mais o percentual máximo de participação
passamos a financiar até 100% do valor
de cem empregados e resultou no de nossos financiamentos com base
de máquinas e equipamentos adquiridos
desenvolvimento de trinta protótipos no investimento total do projeto, e
por micro, pequenas e médias empresas.
de aplicativos móveis para atender a não apenas sobre os itens financiáveis.
nossas necessidades de negócio. • Classificação de porte: ampliamos A mudança está em linha com a
o limite máximo de faturamento, de prática usual de mercado.
Ao longo do ano, promovemos ainda R$ 3,6 milhões para R$ 4,8 milhões,
eventos internos e visitas a outras Além disso, há redução no spread
para enquadramento no segmento de
organizações para explorar casos de básico (taxa por meio da qual o BNDES
pequena empresa, em adequação à Lei
referência em inovação e transformação é remunerado), com foco nos setores
Geral da Micro e Pequena Empresa.
digital. Um resultado disso será o prioritários definidos pelo planejamento
acordo de cooperação com o banco de • BNDES Giro: Buscando suprir a estratégico. Assim, as taxas cobradas caem
desenvolvimento alemão KfW, para o necessidade de capital de giro das de 1,7% ao ano (a.a.) para 0,9% a.a. em
desenvolvimento de aplicações da tecnologia empresas em um momento de projetos nas áreas de segurança pública,
blockchain no aumento da transparência e recuperação da economia, prorrogamos inovação, meio ambiente, energia solar,
a vigência do BNDES Giro saneamento, tratamento de resíduos
da eficiência no uso de fundos públicos.
até 31 de dezembro de 2018, sólidos e qualificação profissional.
estabelecendo uma dotação
POLÍTICAS OPERACIONAIS (PO) Nos demais casos, os spreads podem
orçamentária de R$ 32 bilhões para chegar a até 2,1% a.a., com faixas
Nossas POs especificam os critérios o programa – R$ 27 bilhões intermediárias de 1,3% a.a. e 1,7% a.a.
adotados para a aprovação de para operações indiretas e R$ 5
bilhões para operações diretas. OBJETIVOS DO
financiamentos e determinam as
condições para futuros empréstimos.
DESENVOLVIMENTO
No início de 2018, em continuidade às SUSTENTÁVEL (ODS)
Elas refletem nossa missão, visão e
adequações necessárias pela entrada
valores, princípios e diretrizes. em vigor da TLP e pela finalização do A Agenda 2030 para o Desenvolvimento
Após uma revisão ampla das POs, processo do planejamento estratégico, Sustentável, adotada em 2015 pelo Brasil
que entraram em vigor em janeiro de novos ajustes foram realizados. e pelos demais estados-membros da
2017, fizemos uma nova atualização As principais mudanças foram: Organização das Nações Unidas (ONU),
no fim do ano com o objetivo de alongamento dos prazos máximos de está intrinsecamente ligada a nossa
incorporar a mudança no custo financiamento, cálculo dos limites de atuação. Os temas presentes nos 17
financeiro dos financiamentos do participação atrelados ao investimento objetivos e nas 169 metas constantes da
BNDES decorrente da TLP. total e redução do spread básico. agenda são contemplados com condições

Saiba mais na seção


O Banco do desenvolvimento do Brasil

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 23


financeiras incentivadas em várias de
TESE DE IMPACTO DE INVESTIMENTO EM PROJETOS (TIIP)
nossas linhas de financiamento, como
também em nosso apoio a projetos
com recursos não reembolsáveis.
A Tiip é uma metodologia de análise ex ante – viabilização de atividades produtivas
São exemplos disso os investimentos
ou seja, realizada antes da execução de um e contribuição para o dinamismo das
realizados em saúde (ODS 3), educação
investimento – aplicada durante a etapa de localidades; manutenção da população
(ODS 4), saneamento (ODS 6), energias enquadramento de uma operação, com o na região, evitando êxodo para grandes
limpas (ODS 7), inovação (ODS 9) e objetivo de identificar e explicitar o retorno centros urbanos.
mobilidade (ODS 11). Também os apoios social e os benefícios esperados de um projeto, III. Econômico: provisão de infraestrutura
não reembolsáveis realizados por meio fornecendo elementos de efetividade para a básica de água.
análise de méritos da operação.
do Fundo Amazônia, pela linha de IV. Ambiental: diminuição da pressão sobre os
restauração ecológica e pelo Fundo Clima, Inspirada em práticas de outras instituições parcos recursos hídricos e sobre o solo do
que contribuem para o enfrentamento financeiras e de desenvolvimento, a semiárido; contribuição para a reintrodução
metodologia contempla cinco dimensões – de vegetação.
do aquecimento global (ODS 13) e para a
economia nacional, ambiental, social, regional V. Cliente: incorporação de serviços de
NOSSA ESTRATÉGIA

proteção e recuperação de ecossistemas


e cliente. A nota final de uma dimensão acompanhamento familiar para inclusão
terrestres e da biodiversidade (ODS 15). reflete a composição das notas atribuídas aos social e produtiva a uma parte das
diferentes critérios que a compõem e dos tecnologias sociais implantadas, em nova
Da mesma forma, a destinação de recursos
pesos a eles associados. parceria da instituição com o Ministério do
do Fundo Social a projetos de inclusão
Cisternas – Impacto Desenvolvimento Social, passando a prover
produtiva, com foco na agricultura familiar,
socioambiental das operações melhores serviços à população.
está alinhada a objetivos como o combate
à pobreza (ODS 1) e à fome (ODS 2), a O apoio à implantação de mais de 6,8 mil
promoção da igualdade de gênero (ODS 5), cisternas de segunda água destinadas à
produção, para famílias rurais de baixa renda
a disponibilidade de água (ODS 6), o
atingidas pela seca no semiárido brasileiro,
trabalho decente (ODS 8), a redução das exemplifica como a Tiip pode ser usada na
desigualdades (ODS 10), a promoção de avaliação inicial de um projeto. TIIP PROJETO CISTERNAS NO SEMIÁRIDO
produção e consumo sustentáveis (ODS 12)
O projeto foi classificado como destaque,
e o fortalecimento de parcerias (ODS 17). em função das notas obtidas nas diferentes
Economia Nacional
2,6
Em maio de 2017, realizamos, em dimensões de avaliação.

conjunto com o Programa das Nações I. Social: benefício à população em situação


de alta vulnerabilidade social; geração Ambiental
Unidas para o Desenvolvimento (Pnud),
significativa de trabalho e renda. 3 Social
o IV Seminário sobre a Localização dos 4,6
II. Regional: apoio a municípios de
ODSs no Brasil: Parcerias para Integrar,
baixo desenvolvimento, com precária
Inovar e Incluir, a fim de mobilizar infraestrutura de serviços básicos;
atores-chave e promover a reflexão
sobre o fomento de parcerias e o Cliente Regional
financiamento ao desenvolvimento. 2,8 4,8
Saiba mais em www.bndes.gov.br/tiip

COMO MEDIMOS
E AVALIAMOS
NOSSA ATUAÇÃO?
Ao longo de 2017, 247 operações foram e mobilidade sob trilhos ou BRT, e 18 compõem o Quadro de Resultados (QR),
analisadas com base na metodologia envolvem recursos não reembolsáveis. instrumento que também passamos
da Tese de Impacto de Investimento a utilizar desde o início do ano para
Utilizando-se o diagnóstico gerado
em Projetos (veja box). Dos 32 nossas operações não automáticas de
pela Tiip, são definidos os objetivos e
projetos classificados como de destaque
indicadores de eficácia e efetividade investimento nas áreas de infraestrutura
em 2017, 11 são de infraestrutura,
que farão parte do monitoramento de e indústria. O QR consiste em uma tabela
incluindo saneamento, energia solar
resultados do projeto. Esses indicadores que apresenta os objetivos do apoio
Leia mais na seção
O Banco do desenvolvimento do Brasil

24 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


à determinada intervenção, formulados Veja abaixo exemplo de QR realizado para • avaliações de impacto – que
de acordo com os resultados esperados; o projeto de modernização e expansão buscam capturar o efeito causal
o valor do financiamento alocado a cada dos sistemas de abastecimento de da atuação do BNDES – de cunho
objetivo; e os indicadores de eficácia e água e de esgotamento sanitário do estratégico ou temático; e
efetividade escolhidos para verificar o município de Pará de Minas (MG). • uso direcionado da informação
atingimento dos resultados. Em 2017, produzida pelas camadas anteriores
Tanto a Tiip quanto o QR são ferramentas
99% dos projetos aprovados contaram (por exemplo, no Relatório de
adotadas no macroprocesso de promoção da
com essa ferramenta para elaboração de Efetividade, no Relatório de
efetividade do BNDES, aprovado em janeiro
objetivos e indicadores comprováveis. Recomendações de Efetividade e na
de 2018 pela Diretoria. O macroprocesso
Espera-se, com a adoção do QR, massificar a Identificação de Potenciais Clientes).
detalha o sistema de monitoramento e
definição de objetivos de projetos quanto a Assim, instituímos um ciclo regular
avaliação (M&A) do Banco, estabelecendo
seus resultados; estruturar a base sobre a qual de monitoramento e autoavaliação
três camadas de funcionamento:
será realizado o monitoramento e a avaliação (avaliação realizada pela própria equipe
subsequentes dos resultados alcançados • monitoramento e autoavaliação operacional) do apoio concedido,

NOSSA ESTRATÉGIA
com os projetos; e gerar informações mais de resultados de operações não que tem como objetivos principais
ricas para a prestação de contas a todas as automáticas (avaliações sistemáticas gerar aprendizado organizacional
partes interessadas na atuação do BNDES. associadas ao fluxo operacional); e aprimorar nossa atuação.

QUADRO DE RESULTADOS: EXPANSÃO DOS SISTEMAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO DO MUNICÍPIO DE PARÁ DE MINAS (MG)

OBJETIVOS
AMPLIAR O AMPLIAR A COLETA E O PROMOVER
(RESULTADOS
FORNECIMENTO DE ÁGUA TRATAMENTO DE ESGOTO SANITÁRIO MELHORIAS OPERACIONAIS
ESPERADOS)

VALOR DO
R$ 62 milhões R$ 17 milhões R$ 25 milhões
INVESTIMENTO

Capacidade de tratamento de
Capacidade de tratamento de esgoto: 80 l/s (de Hidrômetros instalados: 3.069 hidrômetros (de
água: 100 l/s (de 240 l/s em 5/2015
180 l/s em 5/2015 para 260 l/s em 6/2020) 31.158 em 5/2015 para 34.227 em 6/2020)
para 340 l/s em 6/2020)

Ligações de água realizadas: 3.069 Substituição de hidrômetros


Ligações de esgoto realizadas: 3.008 ligações
ligações (de 31.543 em 5/2015 antigos e obsoletos: 20.573 hidrômetros
(de 28.762 em 5/2015 para 31.770 em 6/2020)
para 34.612 em 6/2020) (de 0 em 5/2015 para 20.573 em 6/2020)
ENTREGAS
(EFICÁCIA)
Extensão de rede e adutora de água: Extensão de rede, interceptores, coletores
Substituição de rede de água: 8,75 km
51,5 km (de 369,0 km em 5/2015 de esgoto e linhas de recalque: 10 km (de
(de 0 em 5/2015 a 8,75 km em 6/2020)
para 420,5 km em 6/2020) 251,5 km em 5/2015 para 261,5 km em 6/2020)

Capacidade de reservação de água: Substituição de rede, interceptores, coletores


2.000 m3 (de 7.123 m3 em 5/2015 de esgoto e linhas de recalque: 5,452 km
para 9.123 m3 em 6/2020) (de 0 em 5/2015 a 5,452 km em 6/2020)

Grau de cobertura do serviço: Grau de cobertura do serviço: Perdas – água tratada e não faturada:
100% da população (de 95% em 90% da população (de 88% em 33,6% do total de água (de 37,9%
5/2015 para 100% em 6/2020) 5/2015 para 90% em 6/2020) em 5/2015 para 33,6% em 6/2020)
EFEITOS
ESPERADOS
(EFETIVIDADE) Perdas – minimizar risco de contaminação
População que passará a ter acesso à rede População que passará a ter acesso à rede
por vazamento na rede de esgoto:
de água: 8.499 habitantes (de 84.972 de esgoto: 5.413 habitantes (de 78.711
R$ 0 em multas ambientais (de R$ 0
em 5/2015 a 93.471 em 6/2020) em 5/2015 a 84.124 em 6/2020)
em 5/2015 mantendo R$ 0 em 6/2020)

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 25


INDICADORES GRI:
102-8 | 102-35 | 102-36 | 102-37 | 102-38 | 102-39
102-41 | 201-3 | 202-1 | 401-1 | 401-2 | 401-3 | 403-1
403-2 | 403-3 | 403-4 | 404-1 | 405-1 | 405-2

Contamos com uma equipe


comprometida, admitida por
GÊNERO
2.760
EMPREGADOS
concurso público, que está
sempre em busca da excelência,
um de nossos princípios, 35% 65% Feminino Masculino

e do aperfeiçoamento
necessário ao trabalho de CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO ALTA ADMINISTRAÇÃO
9 conselheiros (presidente, diretores e superintendentes)
promoção do desenvolvimento
sustentável do Brasil. 11%
PERFIL DO CORPO FUNCIONAL 20%
89% 80%
Nossa equipe encerrou 2017 com 2.760
empregados, sendo 2.744 contratados por
tempo indeterminado, por meio de concurso
público (1.778 do sexo masculino e 966 do MÉDIA GERÊNCIA OUTRAS FUNÇÕES SEM FUNÇÃO
sexo feminino), e 16 contratados de forma (chefes de departamento (coordenadores, encarregados,
transitória, para exercícios de cargos em
e gerentes) secretários e outros)
34%
comissão vinculados à alta administração (13 59%
do sexo masculino e três do sexo feminino).
32%
Em ambos os casos, o contrato de trabalho 68% 66%
é baseado na Consolidação das Leis de
Trabalho (CLT). A última seleção pública 41%
ocorreu em 2012 e seu cadastro de reserva
expirou em junho de 2015. Desde então,
em consonância com as diretrizes
do Governo Federal, não têm
UNIDADE OPERACIONAL RAÇA
ocorrido novas seleções públicas para 2.237
cadastro de reserva de pessoal.
Além do quadro de pessoal próprio, 1,3%
mantemos alguns contratos de terceirização,
96,1%
RECIFE
apenas para serviços não relacionados
a nossas atividades-fim, tais como RIO DE JANEIRO 1,2%
limpeza, suporte técnico, segurança e BRASÍLIA
362
mensageria, celebrados com base nos
normativos pertinentes. Para mitigar os
1,4% 27 46 82 6
SÃO PAULO
riscos trabalhistas e previdenciários dos
terceirizados, realizamos acompanhamento
Amarela Branca Não informada
com as empresas contratadas para verificar
Preta Parda Indígena
o cumprimento da legislação associada.

26 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


Abaixo de 30 anos

de 30 a 50 anos

mais de 50 anos
FAIXA ETÁRIA
TOTAL CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO ALTA ADMINISTRAÇÃO
(presidente, diretores e superintendentes)

79%
33%
64%
67%
18%
3% 36%

MÉDIA GERÊNCIA OUTRAS FUNÇÕES SEM FUNÇÕES


(chefes de departamento e gerentes) (coordenadores, encarregados, secretários e outros)

8,3%
4% 75% 22%
0,4%
15%
91,4% 6%
79%

FORMAÇÃO NÍVEL UNIVERSITÁRIO

OUTROS
18,4%
2% (arquiteto, arquivista, bibliotecário,
geólogo, psicólogo, técnico de
comunicação e cargo em comissão)
ADVOGADO
NÍVEL FUNDAMENTAL
4,9% 17,2%
ENGENHEIRO
17% ANALISTA DE
NÍVEL MÉDIO SISTEMAS 13,3%
15,6%
82% 15,2% ADMINISTRADOR
NÍVEL UNIVERSITÁRIO ECONOMISTA
15,5%
CONTADOR

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 27


37 84 3%
analisados e aprovados pela Secretaria
de Coordenação e Governança
das Empresas Estatais (Sest).
DESLIGAMENTOS
ADMISSÕES TAXA DE ROTATIVIDADE
Todos os nossos empregados são assistidos
por acordo coletivo de trabalho, com
TAXA DE direito ao mesmo índice de reajuste
ADMISSÃO DESLIGAMENTO
ROTATIVIDADE
salarial, assim como a benefícios de
FAIXA ETÁRIA assistência médica e odontológica,
Abaixo de 30 anos 1 0 0% seguro de vida, programa de assistência
De 30 a 50 anos 14 20 1% educacional (modalidades auxílio-
Mais de 50 anos 22 64 13% babá, auxílio-creche, e auxílio ensino
GÊNERO fundamental e ensino médio), auxílio-
Feminino 14 42 4% refeição e auxílio-alimentação, além de
Masculino 23 42 2% participação nos lucros ou resultados e
NOSSA EQUIPE

UNIDADE OPERACIONAL remuneração compatível com o mercado.


Brasília 5 6 18% Oferecemos ainda, em acordo com o
Rio de Janeiro 30 77 3% Programa Empresa Cidadã, licença-
São Paulo 2 1 3% paternidade de vinte dias corridos
Recife 0 0 0% e opção pela extensão da licença-
maternidade até 180 dias. Em 2017,
houve 82 licenças-maternidade, 106
REMUNERAÇÃO E BENEFÍCIOS total anual do indivíduo mais bem pago da licenças-paternidade e nove licenças
organização e o aumento percentual médio concedidas em razão de aborto. Todos os
Na contratação por tempo indeterminado, da remuneração anual total dos demais empregados e empregadas retornaram
não há diferenciação na admissão de empregados (excluindo o mais bem pago) ao trabalho após o término da licença.
homens e mulheres – todos participam de é de 99%. Os percentuais apurados acima
Também proporcionamos salas de apoio
concurso público e são selecionados em não contemplam os conselheiros do Sistema
à amamentação e abono diário de uma
função de seu desempenho. Ao serem BNDES e os empregados afastados, que
hora para a mãe até que o filho complete
contratados, ingressam obrigatoriamente retornaram de afastamento, desligados ou
um ano de idade. No Acordo Coletivo de
no primeiro nível do plano de cargos e contratados no decorrer do ano de 2017.
Trabalho (ACT 2016-2018), foi incluída
salários, independentemente de experiência A variação da proporção do salário- a concessão de afastamento especial
prévia, gênero ou posição na seleção, base mais baixo comparado ao salário para mães ou pais de bebês prematuros
recebendo a mesma remuneração. mínimo local é de 217%. Para fins de que necessitem de hospitalização.
A progressão salarial ocorre pelos reajustes apuração da proporção desse indicador,
no dissídio, pela evolução nível a nível no foram considerados: (i) o menor salário REMUNERAÇÃO DE DIRIGENTES
plano de cargos e salários (composto por do Sistema BNDES, por gênero, em E CONSELHEIROS
23 níveis) de acordo com processo dezembro de 2017; e (ii) o salário mínimo
A política global de remuneração dos
de promoção anual, ou pela ocupação de nacional vigente em dezembro de 2017.
dirigentes e conselheiros – composta por
cargo executivo. Não há distinção de valores O Plano Estratégico de Cargos e Salários remuneração fixa, remuneração variável,
percebidos por empregados do mesmo (PECS), que regulamenta as relações benefícios, direitos e obrigações – é
nível salarial ou por funções executivas de trabalho entre o BNDES e seus elaborada e analisada anualmente pelo
exercidas, em função de gênero. empregados, pode ser consultado em Comitê de Remuneração do BNDES com
A proporção entre a remuneração anual nosso site. Nossos pleitos referentes apoio das áreas de Recursos Humanos
total* do indivíduo mais bem pago da à previdência complementar, política e de Planejamento e do Gabinete da
organização e a remuneração média anual de pessoal, salários e benefícios são Presidência, seguindo as diretrizes
total de todos os empregados (excluindo o
*A remuneração total anual é composta por salário-base, gratificação mensal, gratificação natalina, adicional de férias, abono pecuniário, gratificação
mais bem pago) é de 260%. Já a proporção por exercício de função executiva, adicional por tempo de serviço, sobreaviso, horas extras, adicional noturno, ajuda de custo, adicional de transferência,
auxílio-moradia e benefícios como vale-refeição, auxílio-alimentação, vale-transporte, programa de assistência educacional (modalidades auxílio-babá,
entre o aumento percentual da remuneração auxílio-creche, e auxílio ensino fundamental e ensino médio) e participação nos lucros e resultados (PLR).

28 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


da Sest. Posteriormente, é enviada É importante salientar que aos
MÉDIA DE HORAS DE
para deliberação do Conselho de membros dos conselhos de TREINAMENTO POR
Administração e da Assembleia Geral do Administração e Fiscal e do Comitê FUNÇÃO E GÊNERO:
BNDES. A remuneração e os benefícios de Auditoria é vedado o recebimento
ALTA ADMINISTRAÇÃO
concedidos a nossos dirigentes podem de participação nos resultados.
ser encontrados em nosso site.
eSOCIAL 67h 45h
Dirigentes
O Sistema de Escrituração Digital FEMININO MASCULINO
Os membros de nossa Diretoria estatutária
fazem jus a honorários fixos mensais, além das Obrigações Fiscais, Previdenciárias
MÉDIA GERÊNCIA
de direitos e benefícios como férias de trinta e Trabalhistas (eSocial) foi instituído pelo
dias, auxílio-moradia, auxílio-alimentação e Decreto 8.373, de 11 de dezembro de
auxílio-refeição, plano de saúde (o mesmo 2014, para que o Governo Federal possa 45h 58h
dos empregados), previdência complementar ser comunicado de forma unificada sobre
informações trabalhistas, previdenciárias FEMININO MASCULINO

NOSSA EQUIPE
(o mesmo plano de benefícios dos demais
empregados) e remuneração compensatória e fiscais relativas à contratação e
durante o período de quarentena. utilização de mão de obra onerosa, OUTRAS FUNÇÕES
com ou sem vínculo empregatício.
Não concedemos bônus, gratificações
e remuneração baseada em ações aos Iniciado ainda em 2014 no BNDES, o 37h 47h
membros da Diretoria, assim como também projeto sofreu duas interrupções por parte
do Governo Federal e foi retomado, de FEMININO MASCULINO
não são concedidos outros benefícios de
longo prazo para os executivos, inclusive forma definitiva, em maio de 2017. Sua
concessão de empréstimos (prática proibida implantação demandou uma série de SEM FUNÇÃO

a todas as instituições financeiras sob mudanças nos processos relacionados


regulamentação do Banco Central). a nossa administração de recursos 51h 62h
humanos. Entre elas, destacamos as
A política de Remuneração Variável Anual adequações no calendário de pagamentos, FEMININO MASCULINO
(RVA) inclui os membros da Diretoria, como no processo de promoção e nos
forma de participação nos resultados. procedimentos de solicitação, gozo e
A remuneração é prevista em programa remuneração de férias dos empregados.
próprio e está condicionada à existência PÓS-GRADUAÇÃO:

57 cursos
de lucro contábil. O valor máximo a ser No dia 8 de janeiro de 2018, o Governo
distribuído, por dirigente, na forma de Federal abriu oficialmente o eSocial para 36 lato sensu
início da transmissão de dados, que iniciados
remuneração variável, limita-se a 4,5 vezes o
será faseada de acordo com calendário
em 2017 21 stricto sensu
valor-base da remuneração vigente na data
do efetivo pagamento, respeitando a mesma determinado pelo Comitê Gestor do
eSocial. Entregamos 100% dos eventos
regra atribuída aos demais empregados.
programados para o período.
Conselheiros TREINAMENTOS INTERNOS
CUSTOMIZADOS:
Pela Lei 9.292/1996 e pelo Estatuto
DESENVOLVIMENTO
PROFISSIONAL
do BNDES, o teto remuneratório dos
membros dos conselhos de Administração E PESSOAL 129 2.259
TURMAS
PRESENCIAIS INSCRIÇÕES

e Fiscal é limitado a 10% da remuneração


mensal média dos diretores do Banco.
Além disso, a remuneração dos membros
Em 2017, investimos aproximadamente
R$ 11,3 milhões em treinamentos, 43 23.350
CURSOS HORAS DE TREINAMENTO
programas de certificação e de idiomas,
do Comitê de Auditoria do BNDES não além de cursos de pós-graduação,
pode ser inferior a 10% da remuneração
média mensal dos diretores, nem inferior à
totalizando 150.151 horas, em
uma média de 54,4 horas de
10,3 MÉDIA DE HORAS
de treinamento por empregado
remuneração do Conselho Fiscal do BNDES. treinamento por empregado.

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 29


Saiba mais na seção Nossa estratégia

Destaca-se a ampliação dos treinamentos DIVERSIDADE


especial no Espaço Cultural BNDES
com instrutores internos e a oferta E INCLUSÃO prestigiando artistas negros no mês;
de novos cursos com metodologias
alternativas de aprendizagem, como Temos o compromisso permanente com • campanha de sensibilização com
o curso Formação de Instrutores no a eliminação de todas as formas de depoimentos de empregados
Método do Caso e o curso Práticas desigualdade e discriminação em nosso com deficiência destacando
de Gestão, ambos baseados em ambiente de trabalho e nas instituições as atitudes e comportamentos
que podem contribuir para o
NOSSA EQUIPE

discussão de casos de Harvard. de nossa cadeia de relacionamento.


aprimoramento contínuo do
Em 2017, realizamos diversas
ENSINO A DISTÂNCIA (EAD) ambiente inclusivo no BNDES.
ações nesse sentido, como:
Em 2017, foi lançado o programa interno • c ampanha interna sobre COMUNICAÇÃO INTERNA
de EAD, produzindo em caráter piloto equidade de gênero no mês de
seis cursos e 13 tutoriais em videoaulas, março e programação especial Foram realizadas diversas ações de
todos com instrutores internos. Esse no Espaço Cultural BNDES comunicação interna sobre assuntos e
material foi hospedado em uma prestigiando artistas mulheres; temas variados, como recursos humanos,
plataforma de aprendizagem open tecnologia da informação (TI), inovação e
• s ensibilização de gestores de
source e disponibilizado para o corpo planejamento estratégico. Todas tinham o
empregadas em retorno de objetivo de informar e obter engajamento
funcional a partir de setembro de 2017.
licença-maternidade sobre ações do corpo funcional em iniciativas, projetos
em prol da construção de um e programas ligados a nossa atuação.
TREINAMENTOS DE EXECUTIVOS
ambiente corporativo pautado
na equidade de gênero; Destaque para o evento “Conversas com
O Programa de Desenvolvimento
a Presidência”, que teve como objetivo
Gerencial (PDG) concluiu em 2017 • r ealização do primeiro Grupo de abrir um canal de comunicação direto
sua oitava turma, totalizando a Gestantes do BNDES, oferecendo entre chefes de departamento e a alta
participação de 276 gerentes. O curso, oportunidade para troca de administração para ouvir dúvidas, críticas
com duração de 100 horas, oferece experiências e reflexões a e sugestões e para informá-los sobre as
uma abordagem prática, incluindo respeito de questões de trabalho principais iniciativas, reforçando a importância
temas como cultura organizacional, relacionadas à maternidade; do papel do gestor na transmissão da
sustentabilidade, gestão pública, ética, comunicação para suas equipes.
• implantação de um projeto piloto
estratégia e gestão de pessoas.
de teletrabalho parcial, que Em setembro, foi lançado o programa
Também realizamos no ano o treinamento permitirá adesões por um ano, de inovação ideiaLab, com ampla
Comunicação Face a Face, dividido em voltado para empregados em campanha de comunicação interna, que
duas turmas para superintendentes e sete retorno de licença-maternidade mobilizou todo o Banco no planejamento,
turmas para chefes de departamento, e paternidade, possibilitando-os compartilhamento e votação de soluções
das quais participaram ao todo 113 trabalharem a distância por dois inovadoras que transformem positivamente
gestores. Foram encontros de um meses, duas vezes na semana; a atuação do BNDES. Foi realizada uma feira
dia, em que os executivos tiveram • p
 alestra de sensibilização, na para apresentação das soluções, além de
a oportunidade de contribuir com produzida uma página especial na intranet
semana do Dia da Consciência
ideias para a construção de uma para publicação e votação das ideias.
Negra, sobre o valor da diversidade
comunicação interna de excelência, racial e o combate ao preconceito O ano foi marcado também pelo
alinhada com as diretrizes do Banco. e à discriminação, e programação lançamento do projeto “Desenvolvendo

30 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


Leia mais na seção Nossa estratégia

Futuros: Reflexão Estratégica do regulares de evacuação do prédio de absenteísmo (veja tabela a seguir),
BNDES”, que contou com suporte de principal do Banco no Rio de Janeiro; o bem como ausência de atividades que
campanhas internas de comunicação. repasse de informações sobre acidentes representem aos empregados alta
Enquetes e uma pesquisa interna com e doenças profissionais ao sindicato; e a incidência ou alto risco de doenças
1.800 empregados foram realizadas, constituição do Serviço Especializado de relacionadas a sua ocupação.
além de um evento para a discussão de Engenharia de Segurança e Medicina do
Considerando que a saúde mental
cenários, tendências e incertezas do Brasil Trabalho (SESMT) comum com a Fapes.
vem se tornando uma das principais

NOSSA EQUIPE
e do mundo. O projeto de planejamento Cumprimos todos os requisitos das causas de afastamento do trabalho e
estratégico teve ainda uma ação de normas regulamentadoras do Ministério redução de produtividade no mundo,
comunicação face a face entre os líderes do Trabalho no que diz respeito a SST, em 2017, foram realizadas oficinas
e suas equipes que mobilizou todos como manter atualizado o Programa de gerenciamento de estresse,
os empregados do Banco, no mesmo de Prevenção de Riscos Ambientais abertas a todos os empregados. Essa
dia e horário, em busca de respostas (PPRA) e realizar o Programa de Controle ação está alinhada com a vertente
para a pergunta: “O que nos une?”. Médico e Saúde Ocupacional (PCMSO) “Fortalecimento de ações socialmente
e demais programas preventivos de responsáveis no ambiente interno”
APOSENTADORIA saúde. Todas essas iniciativas colaboram da Política de Responsabilidade Social
para que registremos taxas reduzidas e Ambiental (PRSA) do BNDES.
Oferecemos a nossos empregados um
plano de previdência complementar
estruturado na modalidade de benefício
TAXAS DE SST (1) 2017
definido administrado pela Fundação
6,78 (região Sudeste – RJ e SP)
de Assistência e Previdência Social do
Taxa de lesões (TL) (2)
zero (região Centro-Oeste – DF)
BNDES (Fapes). Seu principal objetivo é
zero (região Nordeste – PE)
complementar os benefícios previdenciários
Taxa de doenças ocupacionais (TDO) zero
concedidos pelo Instituto Nacional de
10,90 (região Sudeste – RJ e SP)
Seguridade Social (INSS). O custeio do
Taxa de dias perdidos (TDP) (3)
zero (região Centro-Oeste – DF)
plano, definido atuarialmente, é paritário
zero (região Nordeste – PE)
entre patrocinadores e participantes.
2,73 (região Sudeste – RJ e SP)
Taxa de absenteísmo (TA) (4) 1,54 (região Centro-Oeste – DF)
SAÚDE E SEGURANÇA
2,52 (região Nordeste – PE)
NO TRABALHO
Óbitos decorrentes de acidente de
zero
trabalho ou doença ocupacional
Mantemos três comitês formais voltados
a saúde e segurança no trabalho (SST),
que representam 100% dos empregados
em suas ações. São eles: a Comissão (1) Os dados são referentes ao período entre 1.1.2017 e 31.12.2017.
Interna de Prevenção de Acidentes (2) Frequência de acidentes com lesão. Consideram-se 2.000 horas de exposição anual por trabalhador (NBR 14.280), ou seja,
2.000 horas x nº empregados por região, com a base de empregados de 31.12.2017. Houve um total de 37 acidentes (10
(Cipa), as equipes auxiliares de escape típicos e 27 de trajeto).
(3) Dias civis, considerados do dia seguinte da lesão até o dia anterior ao retorno. Total de dias perdidos em decorrência de
(EAE) e as equipes de socorristas. acidentes de trabalho (típico e de trajeto). O total de dias programados é 5 dias/semana x 44 semanas/ano (considerando
férias) para cada empregado envolvido. TDP = dias perdidos/dias programados x 100.
Além disso, os acordos coletivos de trabalho (4) Ausências médicas. Excluem-se domingos e feriados, licenças para estudo, licença-maternidade/paternidade, prorrogação
e antecipação, luto, gala e abono acompanhamento. O total de dias programados é 5 dias/semana x 44 semanas/ano
têm englobado questões dessa natureza, (considerando férias) x nº de empregados por região, com a base de empregados de 31.12.2017. TA = dias ausentes/dias
programados x 100.
tais como a realização de simulações

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 31


INDICADOR GRI:
102-17

Saiba mais em:


www.bndes.gov.br/ouvidoria

Temos como princípios o seguido por orientação empresarial, OUVIDORIA


com 28%. Em 2017, foram realizados
diálogo e a cooperação e
aproximadamente 324.400 atendimentos, A Ouvidoria é o canal do BNDES
trabalhamos continuamente sendo 87% por meio telefônico. Em designado a receber denúncias
para melhorar nossos canais pesquisa de satisfação realizada no pós- de descumprimento das normas
atendimento, 95% dos respondentes internas ou da legislação do país.
e veículos de interação com
consideraram o serviço excelente ou bom. Ao longo do ano, foram acolhidas
nossos diversos públicos, e tratadas 1.440 ocorrências (4,7%
de modo a compreender e a mais do que em 2016), das quais
PORTAL RECLAME AQUI
71,5% foram registradas por pessoas
responder a suas demandas. jurídicas e 28,5%, por pessoas físicas,
Durante o ano, foram registradas 27
manifestações sobre o BNDES no portal distribuídas da seguinte forma:
ATENDIMENTO PRESENCIAL
Reclame Aqui, todas respondidas.
Em 2017, fizemos 916 atendimentos Ao fim de 2017, nosso nível de
presenciais a empreendedores em nossos
escritórios, oferecendo orientações sobre
reputação foi avaliado como “regular”.
A maior parte das reclamações diz
52,9%
RECLAMAÇÕES
as linhas de financiamento mais adequadas respeito a questões relativas aos
a suas necessidades. No Rio de Janeiro, agentes financeiros, intermediários
registramos 346 atendimentos, dos quais
50% foram avaliados espontaneamente
de nossas operações indiretas.
Mantivemos a prática de telefonar
13,6%
DENÚNCIAS
pelo público, que lhes conferiu uma média para o reclamante para entender o
de 4,97 pontos em uma escala de 0 a 5.
15,7%
motivo da reclamação e apresentar
Em São Paulo, foram realizados 248 caminhos que mitiguem a questão.
atendimentos; em Brasília, 146; no Recife,
DÚVIDAS
171; e em Belém, cinco. A maioria dos
SERVIÇO DE INFORMAÇÃO
atendimentos foi realizada para MPMEs,
cujo interesse esteve concentrado em
capital de giro isolado para atravessar o
AO CIDADÃO (SIC)
10,2%
Nosso SIC funciona de acordo com SOLICITAÇÕES
período de ajuste da economia brasileira.
as determinações da Lei de Acesso à
Outro segmento relevante foi o de
microempreendedores individuais (MEI) e
pessoas físicas interessadas em conhecer
Informação. As demandas são recebidas
pelo sistema e-SIC, presencialmente (no 4,0%
Rio de Janeiro), por correspondência, COMPLEMENTARES
as linhas do BNDES para abertura de
pequenos negócios e franquias. ou por e-mail. Em 2017, recebemos

CENTRAL DE ATENDIMENTO
673 pedidos de informação, todos
respondidos dentro dos prazos legais.
2,1%
AGRADECIMENTOS/
Alguns dos temas mais solicitados no
ELOGIOS
Nossa central oferece ao público externo ano foram operações de renda variável,
atendimento telefônico, por formulário exportação de serviços e plano de
eletrônico e também por correspondência.
O Cartão BNDES é o tema mais tratado,
cargos e salários, além de informações 1,5%
sobre operações, com recortes setoriais, SUGESTÕES
correspondendo a 45% do atendimento, regionais e por porte de empresas.

32 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


Saiba mais na seção
Nosso desempenho > MPMEs

COMISSÃO DE ÉTICA com a participação de cerca de 120 com recursos do Banco, por meio do
representantes de mais de cinquenta BNDES Finame, do Cartão BNDES e
Denúncias e orientações a respeito de instituições, entre agentes financeiros pelo sistema de Credenciamento de
condutas éticas podem ser enviadas, e associações, os executivos e as Fornecedores Informatizado (CFI).
conforme o caso, por meio do Sistema equipes dos bancos credenciados têm a
Eletrônico de Prevenção de Conflito de oportunidade de interagir com as equipes EVENTOS
Interesses do Governo Federal ou da operacionais do BNDES. Os destaques da
DIRECIONADOS A MPMES
Comissão de Ética do Sistema BNDES agenda foram: andamento dos projetos
(por e-mail, atendimento presencial, corporativos BNDES Online e Canal do Desde 2005, mais de 34 mil pessoas
contato telefônico ou correspondência). Desenvolvedor MPME, desempenho dos participaram das palestras O BNDES
programas agropecuários do Governo Mais Perto de Você, cujo objetivo é
Em 2017, foram abertos 93
Federal e a implementação da TLP.
procedimentos preliminares, entre informar e orientar micro, pequenos
os quais se destacam os seguintes e médios empresários sobre as linhas
temas: pedidos de autorização para PARCERIAS PARA de financiamento do BNDES. Em
o exercício de atividades paralelas, DIVULGAÇÃO DE 2017, foram realizadas 17 palestras
inclusive atividades durante o período NOSSA ATUAÇÃO em todas as regiões do país, com a
de Licença por Interesse Particular; presença de 2.116 pessoas. Desse total,
apurações de condutas; consultas Estabelecemos parcerias com diversas
48% avaliaram espontaneamente as
sobre presentes e brindes; casos sobre instituições de classe empresarial para
palestras, atribuindo uma média de
relacionamento interno; e averiguações a criação de postos de informações,
com o objetivo de divulgar nossas 8,8 pontos (numa escala de 0 a 10).
sobre transação com valores mobiliários.
formas de financiamento. Os postos Outra iniciativa voltada a esse público são
são instalados nas dependências das os Seminários de Crédito, realizados em
AGENTES
entidades parceiras e o atendimento aos parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às
FINANCEIROS
empresários é realizado por funcionários Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Esses
Realizamos capacitações dos agentes dessas entidades, treinados pelo BNDES. seminários também divulgam nossas formas
financeiros credenciados por meio do Em agosto, firmamos também um acordo de apoio e possibilitam o contato entre
Trein@ BNDES. Nesses treinamentos, de cooperação com a Federação das empresários e agentes financeiros. Em 2017,
os funcionários dos bancos aprendem Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) a foram realizadas 139 palestras em cidades
as regras dos principais produtos e fim de promover a divulgação das políticas de vinte estados e do Distrito Federal,
programas indiretos, além de detalhes e formas de atuação do BNDES para as reunindo mais de sete mil participantes.
operacionais para contratação e micro, pequenas e médias indústrias
liberação de operações. Na modalidade paulistas e manter o intercâmbio de PARTICIPAÇÃO EM FEIRAS
presencial, foram realizadas 17 turmas, informações entre as instituições.
totalizando 634 funcionários de dezenas Estivemos presentes em 16 feiras de
Em 2017, por meio do Trein@
de agentes financeiros e demais negócios no Brasil. Em nossos estandes,
Fornecedores, capacitamos 744
parceiros do BNDES. Na modalidade realizamos aproximadamente cinco mil
representantes de empresas fabricantes
on-line houve 1.273 participantes. atendimentos, principalmente para
de máquinas e equipamentos em
Adicionalmente, foram realizadas, em diversas federações das indústrias do orientação e esclarecimento de dúvidas
agosto e novembro de 2017, duas edições país sobre como credenciar máquinas, sobre linhas de financiamento. Os micro,
do Fórum de Produtos Automáticos do equipamentos, sistemas, componentes, pequenos e médios empreendedores
BNDES. Nesses encontros, que contaram insumos e serviços para serem financiáveis foram a maioria do público atendido.

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 33


Acesse www.bndes.gov.br/bibliotecadigital

EVENTOS TÉCNICO- Desenvolvimento no Futuro: Experiências, CONHECIMENTO


CIENTÍFICOS Oportunidades e Desafios”, que trouxe COMPARTILHADO
ao BNDES representantes de bancos de
Com o objetivo de fomentar negócios, desenvolvimento de vários países; o “VI Editamos e publicamos periódicos e livros
difundir conhecimentos sobre nossa Seminário de Gestão da Informação e do especiais com o objetivo de compartilhar
atuação e nos relacionar com diferentes Conhecimento da Rialide-Br”, que reuniu com a sociedade o conhecimento
setores da economia, patrocinamos especialistas da América Latina em dois produzido por nosso corpo técnico. Todos
36 eventos de caráter técnico em eles têm distribuição gratuita e podem ser
NOSSOS RELACIONAMENTOS

dias de discussões; a apresentação de


2017, como congressos, conferências, estudos “Bancos de Desenvolvimento: acessados em nossa biblioteca digital.
encontros e feiras. Foi investido nessas Versão impressa ou assinatura digital ou
Experiências Comparadas” e “Bancos
ações um total de R$ 4,2 milhões. impressa podem ser solicitadas por meio
de Desenvolvimento: Benchmark
do formulário “Pedido de publicações” da
Aprofundado”, realizados pela
PALESTRAS INSTITUCIONAIS consultoria Roland Berger; e o
própria biblioteca. Em 2017, a biblioteca
digital recebeu mais de 800 mil acessos, e
Realizamos 21 palestras institucionais seminário “Prevenção à Lavagem de
foram incluídos 674 novos documentos.
(sete em português e 14 em inglês) Dinheiro e Combate ao Financiamento
ao Terrorismo”, que recebeu órgãos As publicações também podem ser
durante o ano, para um público de 445
reguladores e representantes de encontradas na seção Conhecimento de
pessoas. Tais eventos são dirigidos a
empresas nacionais e internacionais. nosso site, onde são divulgados materiais
grupos de professores e estudantes do
Brasil e do exterior, representantes de Acesse www.bndes.gov.br/conhecimento
instituições financeiras, diplomatas e
representantes de governos estrangeiros.

SEMINÁRIOS
Em 2017, promovemos uma série
de seminários e palestras sobre
assuntos relacionados à atuação
do Banco, alguns em parceria com
instituições como Banco Mundial,
Programa das Nações Unidas para o
Desenvolvimento (Pnud), Associação
Latino-Americana de Instituições
Financeiras para o Desenvolvimento
(Alide), Instituto Brasileiro de
Governança Corporativa (IBGC),
Associação Brasileira de Comunicação
Empresarial (Aberje), Associação
Brasileira de Desenvolvimento (ABDE),
Endeavor Brasil, entre outras.
Destacam-se o seminário Os tradicionais periódicos BNDES Setorial e Revista do BNDES destacam-se entre nossas publicações

internacional “O Papel dos Bancos de

34 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


como resumos, resenhas, infográficos,
vídeos e artigos inéditos. Interessados no
conteúdo podem assinar uma newsletter
que traz as novidades da seção, além de
lançamentos de publicações em primeira
mão. Em dezembro de 2017, após um
pouco mais de um ano de funcionamento,
a newsletter contava com uma base

NOSSOS RELACIONAMENTOS
de aproximadamente mil assinantes.
Também promovemos, desde 1977,
o Prêmio BNDES de Economia, com o
objetivo de estimular a pesquisa relativa Nossa página no LinkedIn foi lançada em 2017

a questões econômicas nacionais,


regionais e setoriais, nos campos da vem sendo realizado um esforço contínuo de YouTube, chegamos a 3.283 inscritos,
ciência econômica pura e aplicada. melhorias em conteúdo, forma e arquitetura uma alta de 50% no número de
Os primeiros lugares nas categorias da informação, de maneira a aumentar inscritos no nosso canal e de 74%
mestrado e doutorado, além de receber a atração e a retenção de usuários. nos compartilhamentos de vídeos
o prêmio em dinheiro, têm seus em comparação com 2016.
Em junho, o site passou a abrigar o
trabalhos publicados pelo Banco. Canal do Desenvolvedor MPME, Investimos ainda mais em conteúdo
plataforma on-line voltada a MPMEs, audiovisual para engajar nosso público.
IMPRENSA por meio da qual é possível identificar Demos continuidade às transmissões ao
as linhas de crédito mais adequadas vivo e divulgamos diferentes vídeos, desde
Ao longo de 2017, foram atendidas 1.057 ao empreendimento, simular entrevistas com nossos empregados até
demandas dos veículos de comunicação financiamentos, apontar os agentes peças publicitárias sobre a importância de
e contabilizadas 86.591 matérias na financeiros intermediários de sua nossa atuação para o desenvolvimento
imprensa com menção ao BNDES, preferência e encaminhar on-line de projetos que transformam a vida
um crescimento de aproximadamente manifestação de interesse de crédito. dos brasileiros. Também estabelecemos
50,5% em relação a 2016. Parte desse parcerias com outras entidades para
número é resultado da proposição
REDES SOCIAIS produção e disseminação de conteúdo.
de pautas e temas pela assessoria de Participamos, por exemplo, de conversas
imprensa do Banco, que produziu e Ampliamos nossa presença digital com o com perfis da administração pública em
distribuiu, no período, 231 releases, início da atuação no LinkedIn, em junho. ações de comunicação do Governo Federal.
notas, comunicados e avisos de pauta. Até o fim de 2017, nosso perfil já contava
com mais de 20 mil seguidores nessa rede. PUBLICIDADE
SITE Na fan page no Facebook, foram 70 mil
curtidas, um aumento de 30% em relação Nossa ação publicitária teve como
No ano de 2017, o site teve cinco milhões de ao ano anterior. A base de seguidores temas principais o novo portal do
visualizações de páginas contra 4,3 milhões cresceu 33%, de 53 mil para 71 mil. Banco, o lançamento do aplicativo
no ano anterior, com um tempo médio de mobile BNDES MPME, o apoio à
permanência 15% maior (1min41s) e uma No Twitter, o número de seguidores deu
preservação do patrimônio cultural
taxa de rejeição 28% menor (31,9%). Após um salto de 116 mil para 124 mil. Já no
brasileiro e os benefícios de nossa
o lançamento do novo site no fim de 2016, atuação para a sociedade.
Saiba mais na seção
Nosso desempenho > MPMEs

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 35


Essa última campanha buscou estreitar
a relação da sociedade com o BNDES,
demonstrando como a atuação do Banco
se traduz em benefícios para a vida das
pessoas, ainda que muitas vezes isso não
seja percebido. Com o slogan “Onde
tem BNDES, tem desenvolvimento”, teve
veiculação em TV aberta, TV fechada,
NOSSOS RELACIONAMENTOS

rádio, internet e mídia exterior.


No total, as ações publicitárias Campanha publicitária buscou demonstrar que o BNDES está presente na vida de todos os brasileiros

representaram investimento de cerca


de R$ 42 milhões em 2017.
e ministérios setoriais; organização do em audiências públicas e da prestação
evento “Fórum de Investimentos Brasil”, de informações aos parlamentares
RELAÇÃO COM INVESTIDORES liderado pelo Ministério do Planejamento, das duas casas do Congresso.
Desenvolvimento e Gestão; e ações
Disponibilizamos em nosso site uma página
da Estratégia Nacional de Combate JUDICIÁRIO E ÓRGÃOS
específica para a divulgação de informações
financeiras, gerenciais, de risco, rating, entre
à Corrupção e Lavagem de Dinheiro DE CONTROLE
(Enccla), com o Ministério da Justiça.
outras. Também é possível se cadastrar para Interagimos com órgãos de controle
receber, por e-mail, informações do Sistema Destacam-se ainda ações de e supervisão, como TCU, CGU, BCB e
BNDES, como demonstrações financeiras, representações técnicas em conselhos, Comissão de Valores Mobiliários (CVM),
informes econômico-financeiros e como o Conselho de Administração prestando rotineiramente informações
apresentações institucionais. Ao fim de 2017, da Superintendência da Zona e esclarecimentos, desenvolvendo
o cadastro contava com 1.140 inscritos. Franca de Manaus (Suframa), o parcerias e acordos de cooperação,
Foram realizados no ano um deal-roadshow Comitê das Atividades de Pesquisa e com o objetivo de aperfeiçoar nossa
nos EUA e na Europa relacionado a Desenvolvimento na Amazônia (Capda), atuação em aspectos relacionados
operações de green bonds e três e o Comitê Nacional de Desenvolvimento à gestão dos riscos e controles, à
non-deal roadshows nos EUA, na Europa Tecnológico da Habitação (Ctech). conformidade a normativos internos e
e na Ásia, para apresentar os números do externos e à transparência do BNDES.
Banco e esclarecer dúvidas de investidores LEGISLATIVO Mantemos interface com o Ministério
em relação aos nossos títulos. Ao todo, Público, Polícia Federal e Judiciário
foram realizadas reuniões com mais de No Congresso Nacional, acompanhamos no atendimento a requisições de
150 investidores internacionais e setenta mais de 250 proposições legislativas informações, de documentos e de ordens
bancos, com participação em reuniões relacionadas ao BNDES, contribuindo judiciais (ordens de bloqueio de crédito,
individuais, pequenos grupos e congressos. para nosso aprimoramento em proibições de contratar, por exemplo),
temas como uso do FAT, relatórios de além de promover o encaminhamento
EXECUTIVO efetividade, taxa de juros, legislação ao Ministério Público Federal de notícias
relativa às MPMEs, exportações, além das de desvio de finalidade na aplicação dos
Participamos de diversas ações com o medidas provisórias do Governo Federal. recursos financeiros obtidos por meio de
Poder Executivo Federal, como reuniões Contribuímos, também, para a maior financiamento com o BNDES (art. 20 da
de grupos de trabalho, em que se conexão entre o Banco e a sociedade Lei 7.492/86) e outras situações, quando
destacam ações com a Secretaria do PPI por meio do apoio e da participação apuradas pelas áreas competentes.

36 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


INDICADORES GRI:
102-16 | 102-17 | 102-18 | 102-19 | 102-20 | 102-22
102-23 | 102-24 | 102-26 | 102-27 | 102-28 | 102-30
102-31 | 102-33 | 202-2 | 205-2 | 205-3

GOVERNANÇA Em 2018, foi conduzida readequação do Banco sobre as linhas gerais orientadoras
da estrutura com base na nova de suas ações; aprovar as políticas gerais do
MUDANÇA DE GESTÃO estratégia da instituição. Banco, inclusive de governança corporativa;
e manifestar-se sobre as demonstrações
Em 1º de junho de 2017, o economista Paulo MODELO DE GOVERNANÇA financeiras da instituição. O presidente do
Rabello de Castro assumiu a Presidência do Conselho de Administração do BNDES não
BNDES, após a saída de Maria Silvia Bastos Nossa estrutura de governança tem como
acumula outra função executiva no Banco.
Marques, que esteve à frente da instituição princípio o tratamento dos assuntos de
até 26 de maio de 2017. forma colegiada, privilegiando a tomada A Diretoria Executiva tem poder deliberativo
de decisão de maneira transparente e conta com uma ampla estrutura de
Rabello de Castro é formado em Economia e coletiva. Ela é composta por: comitês de assessoramento específicos
pela Universidade Federal do Rio de Janeiro Conselho de Administração, Conselho que atuam como instrumento de
(UFRJ) e em Direito pela Universidade do Fiscal, Comitê de Auditoria, Diretoria alinhamento estratégico, congregando
Estado do Rio de Janeiro (Uerj), além de Executiva e comitês específicos. diversas instâncias hierárquicas, como
doutor em economia pela Universidade de diretores, superintendentes e chefes de
Chicago. Com atuação nos setores público O Conselho de Administração (CA) é nosso
departamento, de acordo com a finalidade.
e privado, é também autor de livros nessas mais alto grau de governança. Entre suas
áreas de conhecimento. atribuições estão opinar sobre questões Todos esses comitês analisam a eficácia
relevantes do desenvolvimento econômico e dos processos pertinentes a sua esfera
Após 11 meses, deixou o cargo, dando lugar
social do país mais diretamente relacionadas de atuação e se reportam, direta ou
a Dyogo Oliveira, que assumiu a Presidência
às ações do BNDES; aconselhar a Presidência indiretamente (em alguns casos a matéria
do Banco no dia 9 de abril de 2018.
Formado em Economia pela Universidade
de Brasília (UnB), Dyogo é especialista em COMO SÃO SELECIONADOS OS MEMBROS DO CA?
Políticas Públicas e Gestão Governamental
pela Escola Nacional de Administração
Pública (Enap); em Comércio Exterior, O CA é composto por 11 membros, sendo uma indicação do Ministério do Trabalho, uma do Ministério da
Negociações Internacionais e Câmbio Fazenda, uma do Ministério das Relações Exteriores, uma do Ministério do Comércio Exterior, três do Ministério
pela FGV Brasília; e mestre em Ciências do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, um representante dos empregados do BNDES eleito por voto
Econômicas pela UnB. É servidor público direto e três membros independentes, indicados pelo Ministério do Planejamento.
desde 1998 e foi ministro do Planejamento, A Lei 13.303/16 e o Decreto 8.945/16 indicaram requisitos específicos para o preenchimento da função, como
Desenvolvimento e Gestão antes de assumir ter notório conhecimento e formação acadêmica compatíveis com o cargo, e determinaram que o processo de
a Presidência do BNDES. indicação deve ser avaliado por um comitê estatutário da empresa pública, o Comitê de Elegibilidade.

A Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Sest) faz uma análise prévia dos
NOSSA ESTRUTURA documentos comprobatórios do indicado e consulta a Casa Civil da Presidência da República para confirmar a
indicação. Cumprida essa fase sem objeções, o Ministério do Planejamento envia a documentação para análise
Estamos organizados em diretorias, do Comitê de Elegibilidade do BNDES.
cada uma responsável por áreas, que são
Tendo o Comitê, por maioria absoluta, verificado a presença de todos os requisitos e ausência de vedações
comandadas pelos superintendentes.
para que o indicado integre o Conselho de Administração do BNDES, o ministério responsável pela indicação
Em 2017, entre as alterações em nossa do conselheiro deverá encaminhar sua decisão final para a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN). A
organização interna, merece destaque o indicação deve ser, então, submetida à Assembleia Geral do BNDES, a quem compete privativamente deliberar
redesenho da área de Mercado de Capitais, sobre a eleição e destituição dos membros do Conselho de Administração.
desmembrada em duas para possibilitar uma Os trabalhos da assembleia serão liderados pelo presidente do BNDES, que, em caso de ausência, deve
melhor dedicação das equipes aos processos indicar um diretor para tal. Deverão comparecer à assembleia ao menos um membro do Conselho Fiscal e um
e ao acompanhamento da carteira. procurador da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, representante da União, acionista único do BNDES.

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 37


é previamente abordada no Comitê GOVERNANÇA NAS estabelecido pela referida lei, com base nas
Gerencial), à Diretoria, que se reúne EMPRESAS ESTATAIS seguintes dimensões: (i) gestão, controle e
semanalmente. Dessa forma, os aspectos auditoria; (ii) conselhos, comitês e diretoria;
Obtivemos nota 9,5, alcançando o
econômicos, sociais e ambientais são e (iii) transparência das informações.
nível 1 de governança no primeiro
abordados em todas as esferas de nossa ciclo de avaliação do IG-Sest, índice de ADEQUAÇÃO À NORMA IFRS9
governança. A figura a seguir ilustra governança das empresas estatais federais,
a organização e a composição dos Iniciamos um plano de adequação aos
elaborado pela Sest. Esse resultado
principais elementos da estrutura de requerimentos da nova norma internacional
representa o melhor grau entre os quatro
de instrumentos financeiros (International
colegiados que vigorou em 2017, com níveis de classificação existentes.
Financial Reporting Standards – IFRS9). Todas as
um resumo de suas principais atribuições.
O objetivo do indicador é avaliar o etapas do plano de trabalho e seus resultados
A autoridade para tratamento cumprimento dos requisitos exigidos pela parciais foram apresentados aos órgãos de
de questões relacionadas ao Lei 13.303/16 (Lei das Estatais) e das governança do Sistema BNDES (Conselho de
desenvolvimento econômico, diretrizes estabelecidas nas resoluções da Administração, Conselho Fiscal, Comitê de
GOVERNANÇA, ÉTICA E TRANSPARÊNCIA

social e ambiental é delegada Comissão Interministerial de Governança Auditoria e demais comitês internos).
para superintendentes e chefes Corporativa e de Administração de Estão sendo analisados os modelos de
de departamento, conforme Participações Societárias da União (CGPAR). negócios do Banco e as características
atribuições definidas na Organização O IG-Sest será apurado trimestralmente de seus ativos financeiros quanto a
Interna Básica do BNDES. até 30 de junho de 2018, conforme seus fluxos de caixa contratuais.

Conselho Fiscal
Conselho de Administração

Comitê de Elegibilidade • Comitê de Remuneração • Comitê de Auditoria

• Diretoria
• Comitês de diretores e superintendentes • Comitês de diretores

Gestão da Planejamento Executivo de Tecnologia Gestão de Riscos


Estratégia de Operações da Informação

• Comitês de superintendentes

Enquadramento, Gestor de Assuntos Gestão Sustentabilidade Gerencial Subcomitês:


Crédito e Mercado Tecnologia Financeiros de Pessoas Socioambiental e Gestão de Risco de Crédito
de Capitais da Informação Desenvolvimento Gestão de Risco de Mercado
Territorial Gestão de Risco Operacional
Controles Internos
• Comitês de superintendentes e/ou chefes de departamento e gerentes

Análise Relacionamento Apoio à Padronização de Gestor do Processo


Setorial Externo Inovação Procedimentos Jurídicos de Concessão de
Apoio Financeiro

38 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


Com base em análise preliminar, não de cooperação com a International Finance MERCADO DE CAPITAIS –
são esperadas alterações relevantes Corporation (IFC), visando aprimoramentos STEWARDSHIP
na classificação de nossos ativos no sistema de gestão socioambiental do
Aderimos, por meio da BNDESPAR, ao
financeiros. Entretanto, poderemos BNDES; o benchmarking sobre a atuação
Código Amec de Princípios e Deveres dos
ter o resultado financeiro em IFRS socioambiental de instituições financeiras
Investidores Institucionais – Stewardship,
impactado em função da aplicação dos de desenvolvimento internacionais; e a
desenvolvido pela Associação dos Investidores
requisitos que tratam da constituição construção de uma política socioambiental
do Mercado de Capitais (Amec).
de provisão para perdas esperadas. para atuação em mercado de capitais, em
fase de aprovação pelas instâncias decisórias Por meio da adesão, esperamos demonstrar o
A norma passou a ser aplicável desde
do Banco. O novo plano plurianual, contendo compromisso da BNDESPAR em adotar boas
1º de janeiro de 2018 para a elaboração das as atividades a serem executadas no triênio
práticas de gestão de recursos; nos alinhar a
demonstrações financeiras consolidadas, 2018-2020, foi aprovado em 2018. importantes gestores de recursos, assumindo
mas a expectativa é de que o Banco Central
Outra ação importante no ano foi a adesão papel relevante na defesa da sustentabilidade
do Brasil adote o IFRS9 apenas em 2019.
à iniciativa Mainstreaming Climate Action dos mercados financeiros e de capitais;
atender à demanda de informações sobre a

GOVERNANÇA, ÉTICA E TRANSPARÊNCIA


RESPONSABILIDADE SOCIAL E AMBIENTAL in Financial Institutions, cujo objetivo
é promover a integração da dimensão forma de atuação da BNDESPAR por parte
Em 2017, avançamos no escopo do Plano climática no centro da atuação de da sociedade e dos órgãos de controle; e
Plurianual de Implantação da Política de instituições financeiras, para identificação contar com o apoio qualificado da Amec
Responsabilidade Social e Ambiental (PRSA) de oportunidades, fortalecimento da gestão e dos demais signatários na elaboração
2015-2017. Merecem destaque o acordo de riscos e melhor alocação de capital. de nosso programa de Stewardship.

Conselho Fiscal: composto por três membros, dois Comitê de Planejamento de Operações (CPO): Comitê de Gestão de Pessoas: apoia e orienta as
designados pelo Ministério do Planejamento e um pelo acompanha assuntos operacionais, o desempenho atividades desempenhadas pela área de Recursos
Ministério da Fazenda. Tem a atribuição de fiscalizar dos indicadores de gestão interna e as principais Humanos, zelando pela adequação e otimização:
os atos dos administradores e verificar o cumprimento variáveis do ambiente externo que afetam direta das políticas de gestão de pessoas; do processo de
de seus deveres legais e estatutários; analisar as ou indiretamente a gestão do Banco. movimentação interna de pessoal; dos processos de
demonstrações contábeis trimestrais do Banco; treinamento dos empregados; e do processo
Comitê Executivo de Tecnologia da Informação
examinar e emitir parecer sobre as demonstrações
(Ceti): delibera sobre prioridades e alocação de recursos de adequação organizacional.
financeiras semestrais do BNDES; entre outras.
de TI; assegura a adoção de práticas de governança de TI; Comitê de Sustentabilidade Socioambiental e
Comitê de Auditoria: composto por três membros, assegura a adoção das práticas de governança de Desenvolvimento Territorial (CSS): lidera processos
designados pelo CA, tem a atribuição de opinar sobre TI estabelecidas, entre outras responsabilidades. de revisão, acompanhamento, avaliação e disseminação
a contratação e destituição de auditor independente;
Comitê de Gestão de Riscos (CGR): acompanha da PRSA e das políticas de desenvolvimento regional;
revisar as demonstrações contábeis semestrais, inclusive
o ambiente regulatório relativo à gestão de riscos zela pela incorporação das dimensões social, ambiental
notas explicativas, relatório de administração e parecer
e controles internos do Banco e conta com quatro e territorial na estratégia corporativa; coordena a
do auditor independente; avaliar a efetividade das
subcomitês específicos: o de Risco de Crédito, elaboração do Plano Plurianual de Ações destinado
auditorias independente e interna; entre outras.
o de Risco de Mercado, o de Risco Operacional à implementação da PRSA; e fortalece e dissemina
Comitê de Elegibilidade: composto pelos mesmos
e o de Controles Internos. a cultura relativa aos dois temas internamente.
membros que integram o Comitê de Auditoria, tem
a atribuição de auxiliar o acionista controlador na Comitê de Enquadramento, Crédito e Mercado de Comitê Gerencial (CG): atua na uniformização do
indicação dos membros da Diretoria e dos Conselhos de Capitais (CEC): discute e delibera sobre os assuntos padrão de gestão, promove o fortalecimento das
Administração e Fiscal e verificar a conformidade operacionais de enquadramento, crédito relações entre nossas unidades fundamentais e zela pela
do processo de avaliação desses membros. e mercado de capitais.
implementação das orientações estratégicas definidas
Comitê de Remuneração: integrado por três membros Comitê Gestor de Tecnologia da Informação (CGTI): pela Diretoria e pelo Comitê de Gestão da Estratégia,
nomeados pelo CA, é responsável por elaborar e acompanha a carteira de projetos de TI e delibera sobre expressas em nosso plano corporativo e aprovadas pelo
supervisionar a implementação e a operacionalização suas alterações; estabelece temas prioritários de TI; Conselho de Administração e pela Diretoria. O CG conta
da política de remuneração de administradores do monitora os níveis de serviço de TI e propõe melhorias, com oito subcomitês para aprofundar as discussões
BNDES e de suas subsidiárias. quando necessário, entre outras responsabilidades. e apoiar a tomada de decisões. Representa também
Comitê de Gestão da Estratégia (CGE): direciona Comitê de Assuntos Financeiros (CAF): aprecia questões o primeiro nível de debates de temas relevantes para
a estratégia corporativa e monitora o desempenho financeiras, contábeis e patrimoniais e zela pela consistência posterior encaminhamento à Diretoria e às demais esferas
dos principais indicadores de gestão estratégica. entre as dimensões operacionais, financeiras e de crédito. de nossa governança.

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 39


ÉTICA E INTEGRIDADE Leia em:
recomendações ao Banco, as quais estão
www.bndes.gov.br/codigodeetica em fase de acompanhamento interno para
A ética é um dever de nossos tomada de providências. O documento ainda
administradores, empregados e prestadores relatório final foi aprovado em dezembro e propõe a elaboração de um projeto de lei
de serviço. Nosso compromisso com a não contém qualquer indício ou evidência com novas regras para financiamentos.
ética está expresso em nossa declaração de das suposições relacionadas a fraudes ou
As investigações de ambas as comissões
valores e em nosso código de ética, que ilicitudes, nem faz recomendações ao Banco.
nos proporcionaram oportunidades de
também é aplicável a todos que interagem
Recentemente foi autorizada a assinatura de demonstrar a lisura de nossas práticas e o
com o BNDES, inclusive clientes e instituições
um termo de adesão ao acordo de leniência efetivo compromisso com o desenvolvimento
financeiras credenciadas para repasse de
celebrado entre o Ministério Público Federal do país. Internamente, constituímos
recursos. Em 2017, não há registro de perdas
e a J&F Investimentos S.A., com o intuito de comissões de apuração para verificar a
decorrentes de fraudes internas ou externas.
permitir o acesso a informações de interesse ocorrência de irregularidades nos processos de
do BNDES em relação a suas operações. determinados financiamentos e participações
GESTÃO DE ÉTICA
societárias. Das comissões abertas nos
A CPI foi instalada em agosto para
GOVERNANÇA, ÉTICA E TRANSPARÊNCIA

A gestão de ética é conduzida pela últimos dois anos, três já foram concluídas
investigar a existência de irregularidades nos
Comissão de Ética do BNDES (CET/ e outras duas estão em andamento. Nas
financiamentos concedidos pelo BNDES no
BNDES) e por sua secretaria executiva, comissões finalizadas foram apontadas
âmbito do programa de globalização das
vinculadas a nossa presidência. Em 2017, oportunidades de melhorias em processos
companhias nacionais, bem como eventuais
abrimos 93 procedimentos preliminares e controles, bem como foram elencadas
irregularidades nas operações de apoio à
e concentramos esforços em ações sugestões de providências específicas em
administração pública. Concluída em março
preventivas internas de disseminação relação a alguns dos seus achados.
de 2018, seu relatório final reconhece a
dos valores éticos, como a realização de
importância do BNDES para o Brasil e não
campanhas de comunicação e a organização
apresenta nenhum elemento que desabone Saiba mais em
de cursos e eventos sobre o tema. https://legis.senado.leg.br/comissoes/comissao?1&codcol=2110
nossas operações. O parecer traz cinco
Em 2017, assumimos, por meio do
presidente da CET/BNDES, a coordenação
RECOMENDAÇÕES DA CPI
do Fórum Nacional de Gestão da Ética
nas Empresas Estatais, em conjunto com a
Petrobras Distribuidora S.A. Dessa forma, 1. Criar comissão interna para apurar eventuais irregularidades na aplicação por parte dos estados
federados de recursos concedidos por meio de financiamentos do BNDES, sobretudo no tocante à
será possível indicar temas que consideramos
fiscalização direta da aplicação desses recursos e da qualidade dos investimentos realizados, bem
relevantes para serem inseridos na agenda como estabelecer mecanismos para que mudanças na finalidade ou uso pretendido para cada obra
das discussões perante a Comissão de Ética seja previamente acordado com o BNDES.
Pública da Presidência da República (CEP),
2. Regulamentar a possibilidade de os estados e municípios oferecerem como garantia dos empréstimos
fortalecendo a gestão da ética no Banco e os direitos referentes aos fundos de participações.
a segurança na atuação da CET/BNDES.
3. Definir, nos casos dos empréstimos a estados e municípios, que o Tesouro Nacional avalize as
operações de crédito.
CPMI, CPI E COMISSÕES
INTERNAS DE APURAÇÃO 4. Adotar como padrão de conduta a análise e divulgação, em cada financiamento, de quais os objetivos
a serem atingidos, bem como se esses objetivos foram atingidos após a execução do projeto.
Em 2017, foram constituídas uma 5. Para efeito da concessão de participação no lucro a diretores e empregados do BNDES, por ocasião
comissão parlamentar mista de inquérito da celebração do acordo coletivo (Lei 10.101, de 19 de dezembro de 2000), levar em conta não
(CPMI) e uma comissão parlamentar de apenas o lucro contábil, mas também o cumprimento das metas (externalidades positivas) dos
inquérito (CPI) no Senado Federal a fim financiamentos concedidos.
de investigar possíveis irregularidades O documento também propõe a elaboração de um projeto de lei com novas regras para empréstimos do
em operações do BNDES. Banco, com três objetivos:
I. disciplinar o financiamento por bancos de desenvolvimento criados ou mantidos pela União para
A CPMI iniciou suas atividades em maio
aquisição de ativos no exterior ou de participação em empresa estrangeira;
com o objetivo de investigar a existência de
II. criar a Letra de Crédito do Desenvolvimento (LCD);
irregularidades envolvendo a empresa JBS
III. estabelecer regras de transparência e delimitar a atuação de agentes de relações governamentais
em operações realizadas com o BNDES. Seu
ou de grupos de pressão em face dos bancos de desenvolvimento mantidos pela União.

40 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


ou situações suspeitas ao Conselho de Leia mais em: www.bndes.gov.br/condutaeintegridade
Leia mais em: www.bndes.gov.br/pld-cft
Controle de Atividades Financeiras (Coaf).
Incluímos na análise dos pedidos de
AUDITORIA INTERNA financiamento a aplicação de um questionário
Brasileiro de Direito e Ética Empresarial,
dedicada a micro, pequenas e médias
Nossa unidade de auditoria interna, vinculada sobre o programa de integridade do cliente,
empresas. Foram debatidos, entre outros
diretamente ao Conselho de Administração, para que possamos conhecer o perfil
assuntos, o papel das MPMEs no combate à
tem como missão fortalecer a governança de cada empresa e avaliar os controles
corrupção e a implementação de programas
corporativa, a gestão de riscos e o sistema para prevenção à lavagem de dinheiro e
de integridade nessas empresas.
de controle interno, por meio de avaliações e combate a fraudes adotados por ela.
consultorias objetivas e da interlocução com os Materiais sobre integridade para MPMEs
Colocamos em prática uma série de
órgãos externos de controle: TCU, CGU e BCB. foram divulgados em nossas redes sociais,
iniciativas para reforçar a importância do
reforçando nosso papel de indutor de boas
Em 2017, recebemos diligências e passamos tema e fortalecer a cultura de integridade no
práticas no tema.
por auditorias dos órgãos de controle que, Banco, como a participação de empregados
juntas, totalizaram 2.228 itens de demandas, do BNDES em treinamento do Coaf; RESPEITO AOS DIREITOS HUMANOS

GOVERNANÇA, ÉTICA E TRANSPARÊNCIA


todos devidamente tratados. Ao longo do organização de seminário para debater a
ano, foram monitorados 177 processos ou visão dos órgãos reguladores sobre PLD/CFT Dedicamos especial atenção ao tema dos
auditorias em curso nos órgãos de controle. e os procedimentos de prevenção adotados direitos humanos. Em 2017, realizamos a
por bancos de desenvolvimento nacionais adequação de normativos e procedimentos
Em resposta aos apontamentos decorrentes
e internacionais; produção de um guia e internos à Lei Brasileira de Inclusão e, no
dos trabalhos realizados pela Auditoria
treinamento de todos os empregados e contexto externo, participamos de iniciativa
Interna em 2017, foram apresentados
membros da alta administração sobre PLD/ do Ministério dos Direitos Humanos relativa
128 planos de ação, dos quais 85 foram
CFT; e elaboração do Guia de Conduta e ao Protocolo de Ações para Proteção dos
implementados ainda no exercício. Os
Integridade do BNDES, que consolida as Direitos de Crianças e Adolescentes no
demais têm prazos para implementação
principais regras e diretrizes para uma tomada Contexto de Obras e Empreendimentos.
posteriores a 2017 e continuarão a ser
monitorados e reportados pela Auditoria de decisão alinhada aos preceitos éticos que Participamos desde 2007 do Programa
Interna aos órgãos de governança. regem o Banco e a visão prática das condutas Pró-Equidade de Gênero e Raça. Neste ano,
esperadas no cotidiano da instituição. avançamos no 1º Plano de Trabalho (2016-
COMBATE À CORRUPÇÃO E
No âmbito da Estratégia Nacional de Combate 2018) da Política de Equidade de Gênero e
PREVENÇÃO À LAVAGEM DE DINHEIRO
à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (Enccla), Valorização da Diversidade do Sistema BNDES.
Em 2017, revisamos nossa política corporativa
assumimos compromisso com as seguintes Introduzimos a equidade de gênero como
de prevenção à lavagem de dinheiro e
iniciativas do plano de ação a ser executado critério de seleção em chamadas públicas
combate ao financiamento do terrorismo
pela rede em 2018: elaborar e aprovar o Plano do Fundo Amazônia para projetos do
(PPLD), visando aprimorar os procedimentos
Nacional de Combate à Corrupção; elaborar terceiro setor. Nas chamadas públicas voltadas
e controles internos relativos ao tema, de
propostas de medidas voltadas ao combate à à promoção das “Atividades produtivas
forma compatível com o porte e o volume
corrupção privada; consolidar a estratégia para sustentáveis” e ao “Fortalecimento da gestão
das operações empreendidas pelo Banco.
fortalecer a prevenção primária à corrupção; territorial e ambiental das terras indígenas”, os
Constituem diretrizes da política questões
implementar medidas de restrição e controle projetos propostos tinham de apontar em que
como: compromisso da alta administração
do uso de dinheiro em espécie; e aprofundar medida considerariam os diferentes interesses
com o tema; adoção de regras, procedimentos
os estudos sobre a utilização de moedas de homens e mulheres e integrariam ações
e controles internos para a PPLD consistentes
virtuais para fins de lavagem de dinheiro e de promoção da equidade de gênero em
com os riscos associados ao Sistema
eventualmente apresentar propostas para suas intervenções. Para os projetos aprovados
BNDES, com base na abordagem baseada
regulamentação ou adequações legislativas. foram estabelecidos indicadores de resultados
em risco; procedimentos de Conheça seu
e de impacto com o objetivo de medir, por
Cliente, Conheça seu Parceiro, Conheça Como parte da programação da Semana
exemplo, a participação ativa das mulheres nas
seu Fornecedor e Conheça seu Empregado; de Integridade e Ética, realizada na
tomadas de decisão. Nas avaliações ex post
fortalecimento da cultura de prevenção semana do dia 9 de dezembro – Dia
de efetividade de projetos, consideramos
à lavagem de dinheiro e combate ao Internacional contra a Corrupção –,
financiamento do terrorismo (PLD/CFT) e organizamos uma ação, em parceria com
Saiba mais na seção Nosso desempenho > Socioambiental
monitoramento e comunicação de operações a CGU, a Alliance for Integrity e o Instituto

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 41


desde 2015 como o projeto contribuiu Divulgação de Informações, os contratos
Saiba mais na seção Nossos relacionamentos
para a promoção da equidade de gênero. de financiamento à exportação de bens e
serviços de engenharia e um documento
O Comitê Orientador do Fundo Amazônia
com perguntas e respostas visando o dever de não revelar, fora das
(COFA) estabeleceu como foco de
esclarecer questões sobre as operações hipóteses legais, os dados obtidos
atuação para o biênio 2017-2018 o
do BNDES com a empresa JBS. Dispomos de seus clientes e de terceiros no
apoio a terras indígenas. As diretrizes e
ainda do Serviço de Informação ao exercício de sua atividade bancária.
os critérios para aplicação dos recursos
Cidadão para recebimento de solicitações A observância do sigilo bancário é
do fundo estabelecem regras de tutela e
amparadas pela Lei de Acesso à Informação. uma garantia de interesse público, em
promoção de direitos dos povos indígenas
favor da credibilidade, estabilidade
e comunidades tradicionais, como a
LIVRO VERDE e solidez do sistema financeiro.
obrigação de apresentação de documento
que comprove o consentimento prévio Em comemoração a nossos 65 anos, Sigilo empresarial
dessas comunidades ou de suas instituições lançamos em 2017 o Livro verde:
representativas para apoio ao projeto. nossa história tal como ela é, com o É uma garantia de proteção dos dados
e documentos produzidos por uma
GOVERNANÇA, ÉTICA E TRANSPARÊNCIA

objetivo de prestar contas à sociedade


TRANSPARÊNCIA brasileira de nossa atuação ao longo empresa no exercício de sua atividade
do atual século, entre 2001 e 2016. econômica. A finalidade do sigilo
empresarial é proteger as informações
PROJETO CORPORATIVO O livro atende a um duplo propósito: que propiciam ao empresário ou
TRANSPARÊNCIA expor o conjunto de temas controversos à sociedade empresária vantagens
que cercaram nossa atuação no competitivas fundamentais para o
O projeto corporativo Transparência
período; e apresentar uma espécie de êxito da atividade, tais como marcas,
concentra iniciativas para ampliar a
relatório, na forma de um balanço, de patentes, know-how e segredos
visibilidade e a compreensão, por parte de
maneira integrada e abrangente, de industriais, cuja divulgação pode
nossos públicos de interesse, de diversos
nossas atividades em diversos campos acarretar danos materiais ou morais.
aspectos relacionados a nossa atuação. As
nesses 16 anos. A publicação apresenta
principais iniciativas referentes ao projeto
também dois apêndices que incluem ACORDO DE COOPERAÇÃO
entregues em 2017 foram a elaboração da
uma abordagem histórica do papel BNDES-CGU
Política de Divulgação das Informações,
do Banco, que remonta às origens do
da Política de Transações com Partes Celebramos com a CGU um acordo de
BNDES em 1952, e um levantamento
Relacionadas e da norma de governança cooperação com o intuito de ampliar
dos principais financiamentos.
de nosso site; a revisão da estrutura de os mecanismos de participação social
notas explicativas das demonstrações A versão digital do Livro verde está
e acesso à informação, por meio de
financeiras do Banco e de suas subsidiárias; disponível em nosso site, no qual também
ações integradas e do intercâmbio de
e a divulgação trimestral dos dados das é possível solicitar um exemplar impresso.
experiências entre as duas instituições.
séries históricas de dados financeiros.
TIPOS DE SIGILO Entre as ações do plano de trabalho
ACESSO À INFORMAÇÃO esteve a execução de atividades para
Todas as informações do BNDES viabilizar o financiamento do Hackfest
Nosso site é o principal instrumento de não enquadradas como sigilosas 2017 – a terceira edição da maratona
transparência ativa do Banco, com uma seção são disponibilizadas à sociedade, de programação organizada pela CGU
específica dedicada a esse fim. É possível conforme dispõe a Lei de Acesso à em parceria com o Ministério Público do
consultar, por exemplo, informações sobre Informação. Os principais tipos de sigilo estado da Paraíba, o Tribunal de Contas
fontes de recursos, relatórios de prestação de que temos dever de manter são: do estado da Paraíba e outros parceiros
contas, informações sobre compras e contratos locais. O Hackfest tem como finalidade
Sigilo bancário
e estatísticas de desembolso de recursos. envolver a sociedade no combate à
Deve ser entendido como o direito corrupção, por meio do desenvolvimento
Em 2017, foram incluídos na seção
individual de clientes e de terceiros à de soluções tecnológicas.
Transparência nossa nova Política de
manutenção da confidencialidade de
Saiba mais em:
seus dados econômicos e financeiros. Acesse em:
www.bndes.gov.br/transparencia
Assim, as instituições financeiras têm www.bndes.gov.br/livroverde

42 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


INDICADORES GRI:
102-15 | 102-30

Mensuramos e monitoramos
PRINCIPAIS RISCOS AÇÕES DE MITIGAÇÃO
os riscos aos quais estamos
expostos e avaliamos • Acompanhamento periódico do

MACROECONÔMICOS
Mudanças na conjuntura macroeconômica
desempenho da economia e análise de
O retorno financeiro de nossas operações
nossos controles internos depende do desempenho da economia brasileira,
seu impacto em nossas operações.
dado que a capacidade de pagamento dos • Estabelecimento de limites de risco,
periodicamente. clientes é afetada por fatores macroeconômicos, monitorados de forma periódica, para subsidiar
como inflação, queda do PIB, queda do o processo decisório da alta administração.
Realizamos alguns avanços importantes nível de renda, aumento do desemprego, • Diversificação da carteira de apoio financeiro.
na gestão de risco de mercado no ano, flutuações nas taxas de câmbio e juros etc. • Atuação do Comitê de Assuntos Financeiros.
como a implantação de rotinas de
monitoramento de operações de day Volatilidade do mercado de ações
trade, o início do acompanhamento Tendo em vista o volume de nossa carteira
Implantação do módulo de riscos de mercado
DE MERCADO

de ações, composta inclusive por alguns


do risco de mercado de debêntures dos principais ativos listados na B3 (antiga
de um sistema que irá integrar as atividades da
gestão da carteira de renda variável e a análise
com opcionalidade embutida de BM&FBovespa), estamos sujeitos à alta
de risco e retorno correspondente, desde a
características exóticas e a introdução de volatilidade do mercado acionário brasileiro,
etapa de negociação de ações e debêntures
o que se reflete no comportamento de nosso
testes de estresse mais abrangentes. até a contabilização e análise de risco.
capital ao longo do tempo, oferecendo riscos
também ao cumprimento de limites regulatórios.
A concentração da carteira de crédito
é um dos riscos que monitoramos • Desenvolvimento de metodologia de quantificação
Concentração da carteira de crédito do risco de concentração individual.
atentamente. Observamos a
A carteira reflete a característica de concentração • Aplicação da metodologia de monitoramento
DE CRÉDITO

exposição ao risco de concentração observada no mercado empresarial brasileiro. das maiores exposições visando antecipar
da carteira de crédito, seguindo uma possíveis estados de alerta.
Deterioração do crédito • Realização de provisionamento adicional
metodologia própria que visa prever
Redução da qualidade da carteira de crédito em para créditos de liquidação duvidosa,
possíveis situações de alerta e ensejar momentos de conjuntura econômica desfavorável. visando atuar de forma preventiva, em
medidas mitigadoras. Além disso, função das incertezas do mercado.
desenvolvemos uma metodologia de
OPERACIONAIS

quantificação do risco de concentração Perdas resultantes de eventos externos ou


Identificação e análise sistemática dos principais
riscos operacionais e seus controles internos, com
individual e estamos desenvolvendo de falha, deficiência ou inadequação de
o objetivo de implementar ações de tratamento
outra para quantificação do risco de processos internos, pessoas ou sistemas,
e aprimorar as metodologias utilizadas para
inerentes a qualquer negócio.
concentração setorial. Essas métricas o gerenciamento do risco operacional.

serão acompanhadas e periodicamente


informadas ao Banco Central. Não observância de ordenamento jurídico e Tratamento no âmbito das metodologias de gestão
normas internas por causa da complexidade do risco operacional, enfatizando a conformidade
LEGAIS

Em 2017, foram aprovadas a revisão da estrutura legal e normativa, além de a leis e normas aplicáveis a nossa atuação
e atualização de diversas normas que alterações nas leis ou regulamentação e especial atenção às determinações das
aplicáveis a nossa atuação. cortes administrativas e judiciais.
compõem nossa política de crédito,
com o objetivo de alinhá-la à estratégia
do Banco, aprimorando as formas de • Verificação da conformidade legal e da observância
SOCIOAMBIENTAIS

de critérios estabelecidos em nossas políticas e


apoio, as metodologias e a precificação
processos de análise e acompanhamento, de
do risco de crédito. Entre as normas Possibilidade de perdas decorrentes de acordo com as especificidades de cada operação.
danos socioambientais associadas à
propostas, destaca-se a definição deterioração da imagem da instituição. • Avanços na execução do Plano Plurianual
de Implementação e Monitoramento da
nossa Política de Responsabilidade Social
Saiba mais na próxima página e Ambiental sob a gestão do CSS.

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 43


da Política de Crédito de Operações Leia em: www.bndes.gov.br/gestao-de-riscos
Saiba mais na seção
Governança, ética e transparência
Incentivadas com MPMEs, que simplifica e
padroniza a diferenciação de tratamento por meio da atribuição de responsabilidades
que é dada ao segmento; a revisão da As principais atividades e os destaques aos gestores e da atribuição de uma
precificação de risco, a qual passou a do exercício relacionados aos temas estrutura de monitoramento e reporte
diferenciar, pelo prazo da operação, a de risco operacional, controle interno às unidades operacionais do Banco.
cobrança do spread de risco; a revisão e compliance são apresentados no
e simplificação das regras de concessão relatório anual de gestão de riscos,
TESTES DE ESTRESSE
de limites de crédito para intermediários que é aprovado pela Diretoria e
INTEGRADOS
financeiros; e o aprimoramento das pelo Conselho de Administração.
metodologias de classificação de Em linhas gerais, os testes de estresse
Além disso, ao longo do exercício
risco de entidades no exterior. integrados consistem em simular o balanço,
foram submetidos à aprovação
No ano, o Banco passou por um novo ciclo da alta administração normas e o resultado, o capital e os riscos (crédito,
de identificação de riscos operacionais, com documentos relevantes para a gestão do mercado, liquidez e operacional) do BNDES a
GESTÃO DE RISCOS

mapeamento daqueles mais relevantes e dos compliance no BNDES, como a norma partir de modelo de simulação desenvolvido
controles já existentes. Foram mensurados a sobre procedimentos de apuração internamente, o ALM@Risk, com o objetivo
probabilidade de ocorrência desses riscos e o interna, a política de prevenção à de avaliar de forma dinâmica e prospectiva
impacto financeiro decorrente dela, e foram lavagem de dinheiro e combate a capacidade de capital do BNDES ante
estabelecidos planos, quando necessário. ao financiamento do terrorismo uma série de restrições de negócios, de
e o programa de conformidade. mercado e regulatórias. Os resultados
GESTÃO INTEGRADA dos testes são reportados periodicamente
Com o objetivo de sinalizar a necessidade à alta administração do Banco.
DE RISCOS das instituições financeiras de gerir capital
e riscos relevantes de forma integrada Executamos dois testes de estresse
O Conselho de Administração é integrados ao longo de 2017. O primeiro
e contínua, o Banco Central do Brasil
responsável pela aprovação das políticas foi realizado no início do ano no contexto
publicou a Resolução CMN 4.557/2017.
corporativas de gestão de riscos e do processo interno de avaliação da
Ao longo do ano, incorporamos a nossa
controles internos, que formalizam o adequação de capital (Icaap). O segundo
gestão de riscos importantes conceitos
processo de gestão dos riscos de crédito, foi o projeto piloto do Teste de Estresse
trazidos por essa resolução, como:
de mercado, de liquidez e operacional, Bottom-Up (Tebu), coordenado pelo BCB,
bem como o processo de gestão de • risco de concentração, incorporado que avalia o impacto nos indicadores
controles internos no BNDES. Cabe na definição de risco de crédito; financeiros dos bancos resultante de
também ao CA a definição do nível cenários econômicos adversos fornecidos
• contrapartes conectadas e
global de apetite ao risco e a aprovação pelo BCB para os três anos seguintes.
critérios de identificação;
do programa de testes de estresse.
• instrumentos financeiros reestruturados Além de atender às demandas regulatórias
Compete ainda ao CA determinar associadas ao Icaap e ao BCB, os resultados
e critérios de identificação;
a implementação e supervisionar dos testes também podem ser utilizados
os sistemas de gestão de riscos e • ativos problemáticos e
gerencialmente como insumo para outras
de controle interno estabelecidos critérios de identificação.
análises, por exemplo, na alteração do
para a prevenção e a mitigação dos A mais recente iniciativa do BNDES perfil das operações e das estratégias de
principais riscos aos quais o Banco para a gestão integrada de riscos foi a rolagem, das políticas de hedge etc.
está exposto, inclusive aqueles criação de limites integrados de riscos,
relacionados à integridade das baseados em indicadores regulatórios de AUMENTO DOS
informações contábeis e financeiras e
capital. Esses limites estão formalizados INDICADORES DE CAPITAL
à ocorrência de corrupção e fraude.
na Política de Monitoramento de Riscos
O conselho é continuamente informado Integrados (PMRI), aprovada em fevereiro Os principais indicadores prudenciais (índice
sobre a gestão de riscos praticada no de 2018 pelo Conselho de Administração de Basileia, índice de Capital Nível I
BNDES por meio de boletins periódicos do BNDES. Essa política reforça nosso e índice de Capital Principal) subiram em
e apresentações de temas específicos. comprometimento com o controle dos riscos função do aumento de 7,9% do capital

44 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


principal (de R$ 90.413 milhões para do Banco. Ela é destinada ao nosso INDISPONIBILIDADE DE
R$ 97.579 milhões) e, principalmente, público interno, com o intuito de ACESSO E RECUPERAÇÃO
da queda de 14,8% do valor total orientar a atuação de todos os DE ATIVOS DE TECNOLOGIA
dos ativos ponderados ao risco empregados, e aborda os diferentes
DA INFORMAÇÃO
(RWA) (de R$ 624.850 milhões riscos da instituição, em especial os de
para R$ 532.011 milhões). crédito, de mercado e operacional. Desenvolvemos duas estratégias
complementares para mitigação
APETITE A RISCO AVALIAÇÃO DO SISTEMA dos riscos de interrupção no acesso
DE CONTROLE INTERNO físico aos prédios onde atuamos no
Em 2017, realizamos um piloto do
Rio de Janeiro. A primeira trata da
framework de apetite a riscos, que Com base nos princípios do Committee
implementação do teletrabalho para
culminou com o encaminhamento de uma of Sponsoring Organizations of the
uso em contingência, permitindo
proposta para apreciação dos colegiados Treadway Commission (Coso), o BNDES
que nossos processos mais críticos
do BNDES para efetiva implantação em considera que seu Sistema de Controle
possam ser retomados remotamente
2018. Essa iniciativa foi ao encontro da Interno (SCI) é aderente às boas práticas

GESTÃO DE RISCOS
pelas equipes que não necessitam
exigência do Banco Central (Resolução da estrutura de controle interno,
de interação direta. A segunda
CMN 4.557/2017) de definição do apetite internacionalmente aceita. O resultado
trata da elaboração de um plano de
a risco pelas instituições financeiras. satisfatório da avaliação resultou na
contingência para movimentação das
A declaração de apetite a risco do BNDES identificação de oportunidades de
equipes entre localidades de operação
contempla aspectos quantitativos e melhoria que se converteram em planos
do Banco, permitindo a redução do
qualitativos, bem como a relação do de ação para o contínuo aprimoramento
tempo para retomada das atividades
risco com o planejamento estratégico da eficácia do SCI do Banco.
que necessitam de interação presencial.

Leia mais na seção Nossa estratégia


SEGURANÇA DA
INFORMAÇÃO
Em maio de 2017, o Comitê de
RECURSOS PRÓPRIOS E ATIVOS
DEZ. 2015 DEZ. 2016 DEZ. 2017
Gestão de Riscos aprovou o Plano
PONDERADOS PELO RISCO (R$ milhões)
Estratégico de Segurança da
Patrimônio de Referência (PR) 94.997 135.620 146.368
Informação. Além de buscar maior
alinhamento das ações de segurança
(+) Capital Nível I 63.331 90.413 97.579
da informação (SI) com a estratégia
Capital principal (CP) 63.331 90.413 97.579 do Banco, o documento apresenta
Capital complementar (CC) - - - um diagnóstico da situação da SI no
BNDES e enumera oito necessidades,
(+) Capital Nível II 31.666 45.207 48.789
priorizadas pela alta administração.
(-) Deduções do PR - - - O plano prevê a execução de 35
Ativos ponderados pelo risco (RWA) 644.332 624.850 532.011 ações entre 2017 e 2018, entre elas
iniciativas para fortalecimento da
(+) de crédito 601.621 534.199 478.161
cultura e da governança de SI.
(+) de mercado 16.981 58.312 18.465
Também em 2017 foi aprovada pela
(+) operacional 25.730 32.339 35.385 Diretoria do Banco a nova versão da
Índice de Basileia + ACP (PR/RWA) Política Corporativa de Segurança da
(mínimo regulatório – 10,5%) 14,74% 21,70% 27,51%
Informação. Trata-se da quarta versão
Índice de Capital de Nível I + ACP (NI/RWA) da política, que agora inclui normas
9,83% 14,47% 18,34%
(mínimo regulatório – 7,25%) para disciplinar questões como o uso
Índice de Capital Principal + ACP (CP/RWA) de serviços de computação em nuvem
9,83% 14,47% 18,34%
(mínimo regulatório – 5,75%) e a utilização de dispositivos pessoais
no ambiente de tecnologia do BNDES.

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 45


DEVOLUÇÃO DE RECURSOS Ministério da Fazenda e instituída pela Lei em dezembro, no valor de US$ 141,72
13.483/2017, em 21 de setembro de 2017. milhões, para apoio a projetos de energias
Atendendo à solicitação da Secretaria renováveis e eficiência energética.
Em 2017, foram empreendidos esforços para
do Tesouro Nacional para o pagamento
adequar processos internos e sistemas de O ingresso de recursos, relativos a captações
antecipado de R$ 180 bilhões da dívida do
TI, alterar as políticas operacionais, elaborar já contratadas, totalizaram US$ 613 milhões
Banco com a União, com a finalidade de
os normativos internos e principalmente no ano, sendo uma parcela de US$ 13 milhões
utilização de tais recursos para abatimento
comunicar de forma transparente as do contrato de apoio à eficiência energética e
da dívida pública, no segundo semestre de
alterações para os públicos externo e interno. energia renovável com a Agência Francesa de
2017 realizamos liquidações antecipadas
em três contratos, no valor total de Com a promulgação da nova lei, os Desenvolvimento (AFD), celebrado em 2014;
R$ 50 bilhões. Nos primeiros meses recursos do FAT, do PIS-Pasep, do FMM uma parcela de US$ 100 milhões referente
de 2018, foi analisada a possibilidade de e os recursos repassados pelo Tesouro ao contrato Green IV, celebrado com o
devolução antecipada dos restantes Nacional após a renegociação dos contratos, Japan Bank for International Cooperation
R$ 130 bilhões solicitados, preservados passarão a ser remunerados pela TLP, no (JBIC) em 2015; e uma parcela de
os limites prudenciais bancários, entre os caso dos valores aplicados em operações US$ 500 milhões relativa ao contrato assinado
quais, os de liquidez, e tendo em vista de financiamento contratadas a partir de com o BID em novembro de 2017 para
outras duas demandas de saída de 1º de janeiro de 2018, e pela Selic, no caso apoio a projetos de energia sustentável.
recursos envolvendo recursos do FAT e do dos valores não aplicados. As operações de
PIS/Pasep e a perspectiva de retomada financiamentos às exportações, incluídas GREEN BONDS
do crescimento econômico com impacto na modalidade FAT Cambial, continuam
Em maio de 2017, emitimos US$ 1 bilhão
sobre a demanda por financiamentos de sendo remuneradas pela Libor mais variação
em green bonds no mercado
longo prazo – especialmente projetos do dólar norte-americano ou euro.
internacional. Os green bonds têm
de infraestrutura, compra de máquinas e Os valores já contratados até dezembro de características similares aos bonds
equipamentos industriais – e por capital 2017 continuarão a ser remunerados pela convencionais, porém os recursos captados
de giro. A expectativa é que tal devolução TJLP. Em relação à remuneração dos recursos devem ser destinados a financiar projetos
ocorra entre junho e agosto de 2018. registrados no passivo do BNDES, os cálculos ambientalmente sustentáveis, atestados por
A devolução de R$ 9,1 bilhões ao PIS-Pasep, serão realizados pelo novo sistema da dívida
uma empresa verificadora, especializada
em outubro de 2017, foi determinada que está em processo de implementação.
na área ambiental. No caso do BNDES, os
pela Resolução 6, de 11 de setembro de recursos captados são investidos em projetos
2017, do Conselho Diretor do fundo. Essa CAPTAÇÃO COM ORGANISMOS de geração eólica ou solar. Foi o primeiro
norma visou atender à necessidade de caixa INTERNACIONAIS green bond de uma instituição financeira
estimada para pagamento aos cotistas, brasileira e eleito entre as três melhores
decorrente da Medida Provisória 797/2017, Em 2017, foram contratadas três novas
emissões de green bonds da América
que reduziu a idade para saque, sendo 65 operações com organismos internacionais:
Latina em 2017 pela Global Capital.
anos para os homens e 62 para mulheres. com o New Development Bank (NDB) em
abril, no valor de US$ 300 milhões, para A operação resultou em uma taxa de retorno
TLP apoio a projetos de energias renováveis; com ao investidor de 4,80% a.a., o que representa
o Banco Interamericano de Desenvolvimento prêmio de 269,3 pontos-base sobre as taxas
A Taxa de Longo Prazo substituiu a Taxa (BID) em novembro, no valor de dos títulos do Tesouro dos Estados Unidos e
de Juros de Longo Prazo nos contratos do US$ 750 milhões, para apoio a projetos cerca de sessenta pontos-base sobre os títulos
BNDES firmados a partir de 1º de janeiro de de energia sustentável; e com o KfW externos da República Federativa do Brasil.
2018. A nova taxa foi anunciada em 31 de
março de 2017 pelo Banco Central e pelo Saiba mais na seção Saiba mais em: www.bndes.gov.br/relatorio-green-bonds
O Banco do desenvolvimento do Brasil

46 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


ATUAÇÃO DO BNDES COMO pagamentos de obrigações financeiras. mantém-se a observância dos princípios e das
DEALER DO BANCO CENTRAL Também analisamos periodicamente a normas editadas pelos órgãos reguladores,
necessidade de constituição de provisão visando a alienação dos bens oferecidos
Em 2017, fomos credenciados pela primeira complementar em função de outros pelos devedores, nos meios previstos em lei.
vez pelo BCB para atuar como dealer fatores, por exemplo, o risco setorial. Dessa
O índice de renegociações atingiu 3,62%
do Departamento de Mercado Aberto maneira, mantemos capital suficiente
(Demab). Os dealers são instituições que, da carteira de crédito e repasses em 2017,
para absorver eventuais perdas.
ao apoiarem o BCB na execução de sua inferior aos 6,34% registrados em 2016.
O cenário econômico desfavorável e o
função de administrador da liquidez do
sistema financeiro, contribuem para que
aumento do risco de crédito em 2017 GARANTIAS
implicaram a constituição de provisões
ele cumpra seu mandato de responsável
da ordem de R$ 7,175 bilhões, com A constituição de garantias, de natureza real
pela política monetária no Brasil.
recuperação de créditos de R$ 473 ou fidejussória, é um importante instrumento
milhões, resultando em uma despesa de mitigador de risco de crédito amplamente
INADIMPLÊNCIA
R$ 6,702 bilhões no fim do exercício. adotado por instituições financeiras,
A inadimplência da carteira de crédito do visando reforçar e dar maior segurança às
BNDES atingiu 2,08% (90 dias) em 31 de RENEGOCIAÇÃO DE CRÉDITOS operações de crédito. Além de proporcionar
dezembro de 2017. Embora essa taxa seja maior alinhamento de interesses entre
inferior à observada no fim de 2016 Muito embora as operações financiadas o garantidor e o devedor, a constituição
(2,43% – 90 dias) e abaixo também da pelo BNDES sejam submetidas a análises de garantias permite mitigar perdas no
taxa do Sistema Financeiro Nacional, que criteriosas, como em qualquer instituição âmbito da recuperação de créditos.
alcançou 3,25% no período, ainda se financeira, ainda assim estamos sujeitos ao
Temos como prática a exigência de
encontra acima dos patamares históricos risco de os devedores enfrentarem dificuldade
garantias de crédito em nossas operações,
observados, em função do prolongamento de honrar suas dívidas e outras obrigações.
sendo estas consideradas para fins
do ciclo recessivo e do agravamento Ocorrido o inadimplemento, é comum que regulatórios e para precificação do risco da
de risco em setores específicos. se parta primeiramente para a tentativa operação. Nesse sentido, no decorrer de
Buscando sempre mitigar risco e minimizar de renegociação da dívida, de maneira 2017, as normas relativas a garantias de
perdas e constantemente estudando extrajudicial, buscando-se um acordo operações de financiamento ao comércio
como aperfeiçoar nossa política de crédito, entre as partes. Esse esforço é essencial, exterior foram aprimoradas para refletir
adotamos em nossas operações, como tendo em vista os objetivos de recuperar as atuais condições de mercado.
padrão, mecanismos mitigadores, tais como o crédito e manter o compromisso com
a constituição de garantias nos créditos o desenvolvimento. Dessa maneira, PESQUISA PATRIMONIAL
concedidos, bem como atenção à adequada sempre que possível, são perseguidas as
remuneração do risco de crédito incorrido, por alternativas que busquem preservar não O serviço de investigação de ativos de
meio da cobrança da taxa de spread de risco. somente o crédito detido pelo BNDES, devedores inadimplentes, conhecido como
como também a viabilidade econômica e pesquisa patrimonial ou busca patrimonial,
Fazemos um monitoramento contínuo do
a continuidade do projeto em questão. contratado pelo BNDES por meio de licitação
risco de crédito de nossos devedores.
em 2016, já foi utilizado para pesquisar
Conforme exigência do Banco Central Se, no entanto, a negociação não alcançar
mais de 140 pessoas físicas e jurídicas.
do Brasil, constituímos provisões de bom termo, são tomados os procedimentos
acordo com a classificação de risco das de cobrança mediante ação judicial, com A utilização do serviço de busca patrimonial
operações e com o período de atraso de execução das garantias constituídas a é mais uma ferramenta para nos auxiliar
favor do Banco (imóveis, máquinas, na recuperação de créditos, seja por via
Saiba mais na seção Gestão de riscos equipamentos etc.). Nesses casos, administrativa, seja por via judicial.

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 47


INDICADORES GRI:
102-2 | 201-1

O BNDES EM NÚMEROS

DESEMPENHO OPERACIONAL
Em 2017, desembolsamos R$ 70,8 bilhões. necessidades de financiamento da economia participação das micro, pequenas e médias
Na comparação com o ano anterior, houve brasileira, sobretudo nos segmentos em empresas em nosso desembolso total,
recuo de 20% nos desembolsos. Esse que há maior restrição de acesso ao crédito. que atingiu 42% em 2017. Além disso,
desempenho acompanhou a desaceleração Merecem destaque os desembolsos do ressaltamos o aumento nos desembolsos
da demanda por novos investimentos. BNDES Giro, destinado ao financiamento para infraestrutura, setor agropecuário e
para capital de giro das empresas, no aquisição de máquinas e equipamentos
Mesmo diante desse cenário de retração,
valor de R$ 7,1 bilhões, e a ampliação da por meio do produto BNDES Finame.
continuamos atuando para suprir as

DESEMBOLSO E NÚMERO DE OPERAÇÕES


TOTAIS, POR FINALIDADE COMPOSIÇÃO DOS DESEMBOLSOS
44,3 PARA ECONOMIA VERDE EM 2017

191.859 Transporte público


de passageiros
12%

Transporte
119.601 de carga
19,7
11%

71.895 Energias
Melhorias renováveis
2,7 agrícolas e eficiência
3 0,5 0,07 energética
0,6 8%
8 56%
49 267 160 Hidrelétricas
Mercado Exportação Máquinas e Projetos de Cartão Apoio não Microcrédito (acima de
30 MW)
de capitais equipamentos investimento BNDES reembolsável
3%
Florestas
Desembolso (R$ bilhão) Número de operações Outros 5%
1% Gestão da
água e esgoto
MERCADO DE CAPITAIS PROJETOS DE INVESTIMENTO 4%
Subscrição de valores mobiliários, títulos Financiamento a empreendimentos
corporativos em ofertas públicas e para empresas de todos os portes,
fundos de investimento (pela BNDESPAR) em diversos setores da economia
COMPOSIÇÃO DOS DESEMBOLSOS PARA
EXPORTAÇÃO CARTÃO BNDES
DESENVOLVIMENTO SOCIAL EM 2017
Financiamento à produção ou Crédito rotativo, pré-aprovado, para aquisição
à comercialização de máquinas, de produtos, insumos e serviços cadastrados
equipamentos e serviços
brasileiros para exportação MICROCRÉDITO Outros
Repasses a operadores de microcrédito 6%
Saúde
MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS para que realizem empréstimos de 20%
Apoio à aquisição, à produção ou pequeno valor a microempreendedores
à comercialização de máquinas, formais e informais, normalmente sem
equipamentos, bens de informática acesso ao sistema financeiro tradicional Educação
e automação nacionais, inclusive 7%
destinados a operações de APOIO NÃO REEMBOLSÁVEL Desenvolvimento
arrendamento mercantil e Apoio a fundo perdido para iniciativas urbano e regional
incluindo máquinas, equipamentos de caráter social, cultural, ambiental, 67%
e implementos agrícolas científico ou tecnológico

48 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


R$ R$ 14,7 BILHÕES
BILHÕES ECONOMIA VERDE

DESEMBOLSADOS EM
OPERAÇÕES COM R$ 2,3 BILHÕES
INOVAÇÃO

CLIENTES R$ 6,5 BILHÕES


DESENVOLVIMENTO SOCIAL

DESTAQUES DO ANO

Aumento da participação de: Aumento da participação na: Aumento nos desembolsos para:

MPMEs Região Nordeste Infraestrutura Energia Aquisição de máquinas BNDES Giro


elétrica e equipamentos (BNDES Finame) (antigo Progeren)
30,8% 42% 12,9% 20,0%
2016 2017 2016 2017 4% (R$ 26,9 bilhões) 44% (R$ 13,8 bilhões) 11% (R$ 19,7 bilhões) 164% (R$ 7,1 bilhões)

SÉRIE DE DESEMBOLSOS DISTRIBUIÇÃO DOS DISTRIBUIÇÃO DOS DESEMBOLSOS POR REGIÃO


TOTAIS (R$ bilhões) DESEMBOLSOS POR SETOR (% valor de desembolso)

20%
190,4 187,8

21% 5,4%
135,9 NORTE

88,3
38% 20,0%
70,8 NORDESTE
21%
11,9%
CENTRO-OESTE
Agropecuária Infraestrutura
2013 2014 2015 2016 2017 Indústria Comércio e serviços 37,7%
SUDESTE

DISTRIBUIÇÃO POR PORTE DE CLIENTE


25,0%
% número de operações % valor de desembolsos SUL
5%
Grande 12%
17% 58% Micro
Média Grande
11% MICRO: receita operacional bruta anual menor
48% Pequena ou igual a R$ 360 mil.
Micro PEQUENA: receita operacional bruta anual entre
R$ 360 mil e R$ 3,6 milhões.
MÉDIA: receita operacional bruta anual entre
19% R$ 3,6 milhões e R$ 300 milhões.
30% Média GRANDE: receita operacional bruta anual acima
Pequena de R$ 300 milhões.

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 49


Saiba mais no nosso Relatório da Administração:
DESEMPENHO FINANCEIRO www.bndes.gov.br/relatorio-administracao-2017

RESULTADO ATIVOS

Nosso lucro líquido alcançou R$ 6,183 bilhões em 2017, uma queda de 3,3% em ATIVOS TOTAIS
relação ao lucro líquido de R$ 6,392 bilhões registrado em 2016. Essa redução R$ bilhões

decorreu principalmente da queda de 42,1% do produto de intermediação financeira,


parcialmente atenuada pelo crescimento de 249,5% do resultado com participações
930,6
societárias e pela queda de 26,8% da despesa com provisão para risco de crédito. 877,2 876,1 867,5
782,0

R$ bilhões
5,130 2013 2014 2015 2016 2017
2,865 25,847
2,452 20,159 14,969
8,150 8,594
6,392
NOSSO DESEMPENHO

6,199 6,183
11,691 13,449
0,769 CARTEIRA DE CRÉDITO E REPASSES
-0,065 -1,468
-4,751 -5,359 Compreende os financiamentos concedidos pelo
-5,407 -9,156 -6,702
-2,011 BNDES de forma direta, designadas operações de
-2,296
-4,190 crédito, ou de forma indireta, por meio de instituição
-4,438
-3,431 financeira credenciada, designadas operações de
-2,647 -3,024
-3,639 repasses, líquidos de provisão para risco de crédito.
-3,229 A redução de 10,3% da carteira líquida em 2017 foi
influenciada pelas liquidações das operações, que
2013 2014 2015 2016 2017 superaram em R$ 99,387 bilhões os desembolsos no
ano em razão da redução da demanda por crédito.
Produto da intermediação financeira Provisão para risco de crédito
Resultado de participações societárias Despesas tributárias
Outras receitas e (despesas) Lucro líquido
651,2 695,4
565,2 610,9
548,0

R$ bilhões
PRODUTO DE
INTERMEDIAÇÃO FINANCEIRA 2013 2014 2015 2016 2017

Resultado da aplicação de recursos nas carteiras de crédito e repasses e de títulos e valores


mobiliários, e em disponibilidades.
A redução de 42,1% do produto de intermediação financeira em 2017 decorre das reduções da
rentabilidade média da carteira de títulos e valores mobiliários e do resultado com operações de
crédito e repasses, provocada pela redução do volume da carteira média de operações de crédito, CARTEIRA POR TIPO DE OPERAÇÃO (2017)
reflexo da redução da demanda por desembolsos.

RESULTADO COM PROVISÃO PARA Operações indiretas


PARTICIPAÇÕES SOCIETÁRIAS RISCO DE CRÉDITO 57,0% 43,0%
Operações diretas
Receita com dividendos e juros sobre capital Constituição de provisão para risco de crédito
próprio, resultados com equivalência patrimonial, conforme critérios estabelecidos pela Resolução
alienações, derivativos e fundos de investimento em CVM 2.682/99 e, quando identificada a
participações societárias, despesa com impairment necessidade de cobertura de riscos adicionais, é
e outras receitas oriundas, majoritariamente, da constituída provisão complementar ao mínimo CARTEIRA POR SETOR (2017)
carteira da BNDESPAR. requerido pela resolução.
O resultado com participações societárias em A queda de 26,8% da despesa com provisão 10,7%
2017 foi um lucro de R$ 5,130 bilhões, revelando para risco de crédito em 2017 decorre, Agropecuária
recuperação diante do prejuízo de R$ 3,431 principalmente, da redução da provisão 45,6% 20,2% Comércio e serviços
bilhões em 2016 decorrente principalmente da complementar, que passou de uma despesa Indústria
redução de 88,2% das perdas por impairment de R$ 1,306 bilhão em 2016 para uma Infraestrutura
e do crescimento de 310,2% do resultado com 23,5%
reversão de R$ 85 milhões em 2017.
alienação de investimentos.

50 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


INADIMPLÊNCIA BNDES VS. SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL

Nossa inadimplência atingiu 2,08% (90 dias) em 31.12.2017,


uma redução em relação a 2016 (2,43%), mantendo-se em 3,71%
3,38% 3,25%
patamar inferior à inadimplência de 3,25% registrada pelo 3,00% 2,80%
Sistema Financeiro Nacional (SFN). O índice de renegociações 2,43%
atingiu 3,62% da carteira de crédito e repasses em 2017, 2,08% SFN (90d)
inferior aos 6,34% registrados em 2016.
BNDES (90d)
Nossos indicadores refletem a gestão e a qualidade de nossa 0,01% 0,01% 0,02%
carteira, a consistência das políticas operacionais, o criterioso
processo de concessão de crédito e o nosso papel como banco
2013 2014 2015 2016 2017
de desenvolvimento.

NOSSO DESEMPENHO
CARTEIRA DE PARTICIPAÇÕES SOCIETÁRIAS TÍTULOS E DISPONIBILIDADES
A carteira de participações societárias compreende VALORES MOBILIÁRIOS Aplicações financeiras realizadas para preservar
investimentos em sociedades coligadas e não Composto, basicamente, por títulos públicos o valor dos recursos ainda não desembolsados.
coligadas, realizados por meio de investimento direto federais e debêntures, que representavam As aplicações em operações compromissadas,
no âmbito de oferta pública ou emissão privada ou 97,4% do saldo em 31.12.2017. lastreadas em títulos públicos federais,
pela integralização de capital do BNDES pelo Tesouro A redução de 7,9% em 2017 decorreu responderam por 99,4% do saldo em 31.12.2017.
Nacional (TN) no início dos anos 1980 e em 2009, e principalmente da utilização de R$ 15,0 bilhões O crescimento de 105,5% em 2017 refletiu
fundos de investimento em participações societárias em títulos públicos federais para pagamento principalmente a entrada de recursos oriundos das
administrados por gestores de mercado escolhidos por antecipado de dívida com o Tesouro Nacional liquidações de operações de crédito e repasses,
meio de rigoroso processo de seleção. e da conversão de debêntures da Marfrig em que ultrapassaram os desembolsos em R$ 99,387
O aumento de 4,4% em 2017 reflete a valorização da ações da companhia. bilhões em 2017, e das alienações de participações
carteira de participações em sociedades não coligadas, societárias no valor de R$ 3,67 bilhões.
com destaque para as ações da Petrobras e da Vale.

112,5
87,7 81,7 105,0 105,1
78,2 89,0 93,4 86,0
63,2
52,2 54,8
35,4
R$ bilhões

R$ bilhões

R$ bilhões

0,1 7,9

2013 2014
2014
2015 2016 2017 2013 2014 2015 2016 2017 2013 2014 2015 2016 2017

CARTEIRA TOTAL (%)


(Participações em coligadas + não coligadas) OUTROS ATIVOS
Compreendem, basicamente, créditos tributários,
1,5 direitos vinculados ao Tesouro Nacional e direitos de
1,8 Eletrobras/Itaipu, que representavam, em 31.12.2017,
12,0
1,8 87,2% do saldo.
Petrobras Copel
2,4 O aumento de 6,0% no ano decorreu do crescimento
Vale AES Tietê
3,1 de R$ 2,025 bilhões nos créditos tributários
44,1 JBS Suzano reconhecidos, basicamente, sobre a despesa com
6,1
Eletrobras Marfrig provisão para risco de crédito.
7,1 Fibria Celulose Outras

20,1 49,9
40,0 42,5 38,8 39,3
R$ bilhões

2013 2014 2015 2016 2017

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 51


PASSIVO E CAPTAÇÕES NO EXTERIOR OUTROS PASSIVOS

PATRIMÔNIO LÍQUIDO Inclui emissões de bonds, green bonds, repasses Os recursos do FMM, do FGTS e do FI-FGTS
de instituições multilaterais e outros empréstimos. representavam 37,6% do saldo de outros
Em 2017, destaca-se a captação de passivos em 31.12.2017.
ÍNDICE DE CAPITAL PRÓPRIO
(%) (Patrimônio líquido/passivo exigível) R$ 3,185 bilhões (US$ 1 bilhão) por meio da A queda de 4,1% em 2017 resulta,
emissão de green bonds no mercado externo principalmente, da queda no volume de captações
e de R$ 2,027 bilhões perante instituições por meio de LCAs, que passou de R$ 7,511
7,8 multilaterais como o BID, o JBIC e a AFD. bilhões em 2016 para R$ 2,278 bilhões em 2017.
6,7
6,2
3,6 3,4

56,5
73,8
2013 2014 2015 2016 2017 41,3 39,6 39,9 70,8
31,2 69,9
67,2
65,0

R$ bilhões
R$ bilhões
NOSSO DESEMPENHO

2013 2014 2015 2016 2017 2013 2014 2015 2016 2017

TESOURO NACIONAL PATRIMÔNIO LÍQUIDO FLUXO DE CAIXA POR FONTES DE RECURSOS


Inclui operações de repasses e instrumentos O crescimento de 13,9% em 2017 reflete
1,0%
elegíveis a capital principal. os efeitos do ajuste de avaliação patrimonial
Desde 2010, com o crescimento dos repasses de positivo, líquido de tributos, dos títulos
recursos, o Tesouro Nacional tornou-se a principal disponíveis para venda, que alcançou 13,6%
fonte de recursos do BNDES, responsável por R$ 5,071 bilhões no ano, e do lucro líquido
48,0% do passivo total em 31.12.2017. de R$ 6,183 bilhões no exercício.

A redução de 5,4% em 2017 decorre do pagamento Em 2017, houve aumento de R$ 6,008


antecipado de dívida de R$ 50,0 bilhões, bilhões do capital social por meio da reversão
parcialmente atenuado pela apropriação de juros e das reservas para futuro aumento de capital e
85,4%
correção monetária a pagar. Desde 2015, não houve de equalização de dividendos.
captação de recursos com o TN.

506,2 523,7 62,8


428,2 439,8 55,2
416,0
45,6 Retorno de operações de crédito
30,7 31,0
R$ bilhões

Monetização de ativos
R$ bilhões

FAT
2013 2014 2015 2016 2017 2013 2014 2015 2016 2017

FAT E PIS/PASEP REMUNERAÇÃO AO TESOURO NACIONAL


(DIVIDENDOS E JUROS SOBRE CAPITAL PRÓPRIO)
Desde 1988, o Fundo PIS-Pasep não recebe mais
recursos, que passaram a ser alocados ao FAT. Do 99%
total da arrecadação do FAT, 40% são assegurados ao 81%
BNDES pela Constituição Federal. Custo atrelado à TJLP,
majoritariamente, ou pela Libor mais variação do dólar. 60% 60% De acordo com a Política de Dividendos
Em 2017, ingressaram R$ 16,326 bilhões de recursos aprovada em 2017, o pagamento de
novos oriundos do FAT, um volume 4,8% superior 25% dividendos e juros sobre capital próprio
ao de 2016, sendo a totalidade desses recursos ao Tesouro Nacional está limitado a 60%
de fonte constitucional. do lucro líquido passível de distribuição.
2013 2014 2015 2016 2017

254,4 267,7 278,0


229,1 % Distribuído
209,8
(percentual em relação ao lucro passível de
distribuição, que equivale a 95% do lucro líquido)
R$ bilhões

2013 2014 2015 2016 2017

52 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


INDICADORES 2013 2014 2015 2016 2017 RIQUEZA GERADA E DISTRIBUÍDA (2017)

Retorno sobre ativo total (ROA) 1,10% 1,03% 0,67% 0,71% 0,72% Importante indicador do papel social, a
Demonstração do Valor Adicionado (DVA) apresenta,
Retorno sobre patrimônio (ROE) 19,99% 21,18% 15,37% 14,78% 12,97%
segundo uma visão global de desempenho, a
Índice de cobertura contribuição da empresa na geração de riqueza
46,41 36,11 10,87 0,74 1,07 para a economia na qual está inserida e sua efetiva
(Provisão/créditos inadimplentes)*
distribuição entre os empregados, o governo, os
Provisão/Carteira de crédito e repasses 0,56% 0,49% 0,67% 2,08% 2,27% agentes financiadores e seus acionistas.
Índice créditos AA-C 99,71% 99,73% 99,36% 96,40% 95,80% A riqueza gerada e distribuída pelo BNDES em
2017 foi de R$ 12,558 bilhões, desempenho 4,3%
* Inadimplência: a partir de 30 dias de atraso. superior ao de 2016, provocado pela redução nas
despesas com perdas em investimentos e com
provisão para risco de crédito.

CAPITAL REGULATÓRIO
Tributos*
R$ bilhões 146,4
135,6 35,3% Pessoal
27,5%

NOSSO DESEMPENHO
108,7 15,1%
21,7%
97,9 95,0
18,7% 18,3% Remuneração
15,9% 14,7%
14,5% ao acionista
10,4% 10,6% 9,8% 11,7%

63,8 67,7 70,9 65,6 55,9 Aluguéis


0,4%
2013 2014 2015 2016 2017
Lucros retidos
Patrimônio de referência (PR) Requerimento mínimo de capital (RWA x 10,5%)* 37,5%

Índice de Basileia Índice de Capital Principal (Basileia III)


*Inclui tributos federais, estaduais e municipais.
*11% até 2015.

INFORMAÇÃO POR SEGMENTO

2016 2017
ATIVO MÉDIO
R$ bilhões
2016 2017
684,5 65,9 168,7 604,3 79,6 166,2

RENDA FIXA
RESULTADO Majoritariamente carteiras de crédito
R$ milhões e repasses e de debêntures,
Resultado alocado líquidas de provisão.
13.966 RENDA VARIÁVEL
Resultado alocado
14.033 Participações societárias e derivativos
embutidos em debêntures.
9.344 8.593
6.392 5.655 6.183 TESOURARIA
4.417 3.961
Majoritariamente títulos públicos
e aplicações em DI.

(3.971) NÃO ALOCADO


(7.574) Inclui basicamente despesas
(7.850)
administrativas e tributárias.

LUCRO LÍQUIDO
RETORNO MÉDIO
(%)

1,37% -6,02% 5,09% 0,94% 5,55% 2,38%

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 53


MPMES MPMEs
366.891
trabalhamos em 2017 no desenvolvimento
de ferramentas tecnológicas capazes
Nossos financiamentos para micro, OPERAÇÕES de simplificar e agilizar os processos de

29,7 BILHÕES
pequenas e médias empresas cresceram nossas operações indiretas automáticas,
9% em 2017 e fecharam o ano em R$ aumentando as opções de nossos clientes.
R$ 29,7 bilhões. O valor representa EM DESEMBOLSOS
Com o lançamento do Canal do
42%
42% do total que desembolsamos no ano e
Desenvolvedor MPME, em julho, facilitamos
marca um recorde em relação à participação
o primeiro contato com os agentes
do segmento em nossas operações. DESEMBOLSO TOTAL
financeiros repassadores de nossas linhas.
DISTRIBUIÇÃO REGIONAL DOS Esse canal digital permite que nossos
DESEMBOLSOS PARA MPMES
liberados pelo programa até o fim do clientes com faturamento de até R$ 300
ano chegou a R$ 7,1 bilhões, valor 164% milhões/ano pesquisem a modalidade de
36% 16%
superior ao desembolsado em 2016 no financiamento que melhor atende a suas
Centro-Oeste BNDES Progeren, seu antecessor.
7% Nordeste
necessidades, escolham os agentes que a
NOSSO DESEMPENHO

Norte Na agropecuária, pequenos produtores oferecem em sua região e encaminhem


5% Sudeste e agricultores familiares representaram seu interesse em obter crédito a um ou
Sul
70% de nossos repasses de programas mais agentes financeiros selecionados. O
agrícolas do Governo Federal, contribuindo sistema, disponível on-line, verifica ainda se a
36% para a pulverização do crédito. empresa dispõe dos requisitos mínimos (como
certidões negativas) para receber o crédito.
A participação das MPMEs em nossas linhas
Produtores rurais, microempreendedores
O crescimento da fatia de nossos desembolsos de exportação também vem crescendo. A
individuais (MEI) e transportadores
destinada às MPMEs é fruto de um conjunto linha pré-embarque, que financia a produção
autônomos de cargas (caminhoneiros)
de esforços para aumentar o alcance de de bens para exportação, atendeu a mais de
também podem utilizar a ferramenta.
nosso financiamento a investimento e a 1.500 exportadores em 2017, dos quais 60%
capital de giro, que inclui ações como o eram de micro, pequeno e médio porte. Já na Até dezembro de 2017, o canal intermediou
lançamento de soluções tecnológicas e a linha BNDES Exim Automático, direcionada mais de 24 mil contatos, facilitando o
criação e ampliação de linhas e produtos à comercialização externa de máquinas e acesso do cliente a possíveis repassadores e
destinados especificamente a esse público. equipamentos, o segmento representou possibilitando ao BNDES acompanhar mais
40% do total de empresas apoiadas. de perto o fluxo de solicitações indiretas.
Em 2017, as MPMEs receberam 86% dos
recursos desembolsados pelo Programa Outro avanço tecnológico significativo foi o
BNDES DIGITAL
BNDES Giro. Lançado em agosto de 2017 BNDES Online, sistema que inaugura uma
em um esforço para acelerar o crescimento Para ampliar ainda mais o acesso das nova fase em relação a velocidade e nível de
econômico no país, o total de recursos MPMEs a nossos financiamentos, segurança de nossas operações indiretas.

EXPANSÃO DA BANDA LARGA


No Brasil, os pequenos provedores representam cerca de 20% do mercado de
banda larga, atendendo a aproximadamente 70% dos novos assinantes
de conexão por fibra ótica no país. Um dos destaques nesse mercado é a
Brisanet, empresa localizada no município de Pereiro (CE), que recebeu apoio
do BNDES em 2015 para expandir sua presença no interior do Nordeste.
Mais de dez mil quilômetros de fibra ótica foram instalados, cobrindo 14
cidades até o fim de 2017, e chegando a noventa mil assinantes. O número
de empregos diretos aumentou 214%, de 597 no início do projeto para
1.876 empregados formais. O faturamento da empresa cresceu 210%,
atingindo R$ 140 milhões em 2017. Para sustentar esse crescimento, a Loja da Brisanet em shopping de Sobral, no Ceará | Foto: Acervo Brisanet
Brisanet contou com o apoio do BNDES Giro em 2017.

54 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


Também lançado em julho, inicialmente para representou um recuo de 52,4% alcance do produto e estimular o
as operações agrícolas do Governo Federal em relação ao ano anterior. interesse de potenciais clientes.
e, em seguida, para o programa BNDES
Segundo os principais bancos emissores, a Alteramos a estrutura de preços do cartão
Giro, o sistema tem a meta de integrar
retração ocorreu principalmente em função para incorporar indicadores de inadimplência
todas nossas linhas indiretas automáticas e
do aumento do risco de inadimplência das e de desempenho dos bancos emissores à
de reduzir os prazos médios dos processos
empresas de menor porte. A inadimplência taxa de juros. A mudança buscou garantir
internos de avaliação das operações indiretas
para pessoas jurídicas de pequeno e médio a adequada remuneração do risco aos
de trinta para até dois dias úteis até o fim
porte chegou a um pico de 7,3% em maio bancos emissores e, ao mesmo tempo,
de 2018. Assim, nossos clientes passarão
de 2017, de acordo com dados do BCB. estimular a ampliação da base de clientes
a contar com uma tramitação muito
A queda foi mais acentuada no caso atendidos, sem prejuízo da base já existente.
mais rápida das operações, e os agentes
financeiros credenciados, com processos dos bancos públicos repassadores do Concluímos, além disso, uma iniciativa
simplificados, uniformes e menos custosos. produto, que registraram uma redução importante para estimular o uso do
de mais de 70% no total desembolsado. Cartão BNDES pelas empresas de menor
Por último, lançamos em fevereiro de 2017 um
Por outro lado, os bancos cooperativos porte, que são responsáveis pela maior

NOSSO DESEMPENHO
aplicativo para celular voltado para MPMEs que
apresentaram um crescimento de 34%. parte das vagas de emprego geradas no
possibilita checar com agilidade o andamento
das operações já protocoladas no BNDES. Diante desse cenário, implementamos país, mas têm dificuldade de acessar o
algumas mudanças para ampliar o crédito bancário. Seguindo o conceito
Para 2018, uma das iniciativas já em
andamento é a realização de um
acordo de cooperação com o Sebrae,
com ações de orientação empresarial
e acesso a financiamento. Prevemos
também uma parceria para conhecer DARLING CONFECÇÕES
soluções tecnológicas desenvolvidas por
Empresa de médio porte fundada em 1949, a Darling Confecções atua no segmento de
fintechs, com o intuito de agregar novas
lingerie no mercado nacional e emprega aproximadamente trezentas pessoas. A empresa já
funcionalidades a nosso canal digital. havia acessado o produto BNDES Finame no passado, para aquisição de máquinas e
equipamentos, mas foi em 2017 que a Darling contratou sua primeira operação de capital
CARTÃO BNDES de giro, por meio do Canal do Desenvolvedor MPME. O financiamento do BNDES Giro
permitiu a compra de matéria-prima e pagamento do 13º salário da folha de pagamento.
O Cartão BNDES funciona como um cartão
de crédito, com taxa de juros prefixada (em
31.12.2017 era de 1,35% ao mês), prazo
de parcelamento para pagamento de três 3BE
a 48 meses, e limite de crédito de até A empreendedora Cristiane Magdalon,
R$ 2 milhões para cada cliente, por banco sócia da 3be, empresa que comercializa
emissor (condições vigentes em 31.12.2017). impressoras e serviços de impressão em
Ele permite, de forma simples e ágil, o 3D, observou queda nas vendas em 2017.
financiamento de bens e serviços necessários Ela precisava de recursos para cobrir as
às atividades das MPMEs, contribuindo para a despesas correntes da empresa, uma vez
geração de empregos e, sobretudo, para que os custos continuavam constantes.
a pulverização de nossos recursos, estando Em visita a uma feira de negócios, seu
marido obteve informações sobre
presente em 97% dos municípios brasileiros.
nossas linhas de financiamento, além
É do banco emissor (escolhido pelo cliente) a de conhecer o Canal do Desenvolvedor Cristiane Magdalon, sócia da 3be, mostra objetos produzidos nas
impressoras 3D | Foto: Acervo 3be
responsabilidade pela análise e aprovação do MPME. Logo após o evento, Cristiane
crédito, cobrança de prestações, aplicação de decidiu submeter uma proposta de financiamento de BNDES Giro por meio do novo canal
tarifas, solicitação de garantias, fornecimento de comunicação do Banco. Na ocasião, escolheu um agente financeiro com quem não
de extratos, entre outras atividades. Os tinha relacionamento. Para sua surpresa, o financiamento foi aprovado de forma prática e
desembolsos do Cartão BNDES totalizaram ágil. Justamente quando precisava, deixou de utilizar o cheque especial de seu antigo
R$ 2,68 bilhões em 2017, o que agente financeiro, evitando as condições financeiras menos favoráveis.

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 55


de open banking, lançamos um módulo CARTÃO BNDES AGRO
de pagamentos (Application Programming
Interface – API) para o Cartão BNDES,
transformando o portal do produto em um Em novembro, lançamos o Cartão BNDES Agro, uma versão do produto destinada exclusivamente
provedor de serviços financeiros. A solução a produtores rurais pessoas físicas. Com ele, pequenos produtores passaram a contar com um
instrumento simples e ágil para financiar a aquisição de bens, insumos e serviços necessários às
nos conecta aos sistemas de fornecedores
atividades agropecuárias, com possibilidade de pagar em até 48 parcelas mensais fixas.
credenciados e garante que os clientes possam
Toda a parte operacional do produto, como a solicitação de cartões, a busca de fornecedores e
comprar com o cartão diretamente dos sites
as transações, já está sendo realizada pelo portal do Cartão BNDES.
das principais empresas de comércio eletrônico.
O Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (Sicoob) é o primeiro agente financeiro habilitado
Em 2017, estabelecemos parcerias com a a receber as solicitações do produto.
B2W (que reúne as marcas Americanas.com,
Submarino e Shoptime), a Fast Shop e o
ShopFácil, que passaram a aceitar o BNDES FGI E MPMES MICROCRÉDITO
Cartão BNDES para vendas corporativas A dificuldade de empresas e empreendedores
NOSSO DESEMPENHO

Em 2017, nossos desembolsos para


de produtos credenciados. Com isso, os de menor porte em atender às garantias o BNDES Microcrédito chegaram a
clientes passam a ter uma experiência exigidas pelas instituições financeiras ao R$ 77,6 milhões e atingiram mais de
de compra idêntica à de uso de um solicitar crédito muitas vezes inviabiliza a 204 mil microempreendedores por
cartão de crédito convencional, com a contratação de um financiamento ou leva sua meio das instituições do microcrédito
vantagem de poder financiar a compra aprovação em condições menos favoráveis, produtivo orientado (Impo).
de equipamentos com as condições do considerando os prazos de carência e
Em junho, concluímos um estudo
Cartão BNDES. Para 2018, já estamos amortização, taxa de juros e valor de entrada.
realizado em parceria com a
trabalhando em novas parcerias com
Atuamos desde 1997 na administração Fundação Getulio Vargas (FGV)
outros atores relevantes desse mercado.
de fundos garantidores voltados à para avaliar o impacto do BNDES
Atuamos também para ampliar o número de ampliação do acesso a crédito a MPMEs, Microcrédito sobre seus beneficiários
itens financiáveis no portal do Cartão BNDES, como é o caso do BNDES FGI. finais (microempreendedores).
incluindo novos produtos e serviços que A garantia do BNDES FGI pode contemplar A pesquisa de campo contemplou
atendem a diferentes tipos de negócio. crédito para capital de giro, aquisição entrevistas com gestores de 63
Em 2017, foram incluídos: de máquinas e equipamentos nacionais, Impos financiadas pelo BNDES e
• roupas produzidas no país; projetos de inovação, projetos de expansão mais de 2,4 mil beneficiários finais
de unidades produtivas, aquisição de do produto, distribuídos por 64
• papéis especiais,
softwares nacionais e produção voltada à municípios nas regiões Nordeste,
papéis tissue e celulose;
exportação. Além disso, pode ser destinada Centro-Oeste, Sudeste e Sul do país.
• insumos agropecuários; tanto a linhas de repasse do próprio Os resultados indicaram que o produto
BNDES como a linhas próprias dos agentes teve efeitos positivos nos municípios
• serviço de editoração de livros,
financeiros habilitados. Atualmente, o de mais baixo IDH da região Nordeste,
nos formatos impresso e digital;
fundo conta com 27 agentes financeiros como o aumento das vendas em 37%,
• serviços de pós-produção parceiros, que são também seus cotistas. a redução do número de meses em
de conteúdos audiovisuais. que os negócios tiveram prejuízos e a
Cerca de R$ 1 bilhão em financiamentos
Números do Cartão foram garantidos pelo fundo em 2017 evidência de aumento dos lucros em
em mais de quatro mil operações, um 22%. Na região Sul, as organizações
O portal do Cartão BNDES reúne hoje 11 crescimento expressivo em relação a da sociedade civil de interesse público
bancos emissores, mais de 650 mil beneficiárias 2016, quando o valor havia sido de (Oscip) tiveram papel importante para
cadastradas, sendo 83% delas microempresas e aproximadamente R$ 600 milhões, em levar o microcrédito a beneficiários de
14% pequenas empresas, 73 mil fornecedores 2.650 operações. Desde a criação do BNDES menor porte, com maior restrição de
com mais de 277 mil itens disponíveis para FGI até o fim de 2017, mais de 60% dos acesso a crédito e maior risco de
compra, incluindo bens, serviços e insumos, clientes em operações de repasse garantidas crédito, se comparado com os
e representou, em 2017, cerca de 70% do tiveram acesso ao crédito do BNDES pela beneficiários finais atendidos pelas
número de clientes atendidos pelo BNDES. primeira vez, com a garantia do fundo. cooperativas de crédito da região.

56 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


INFRAESTRUTURA DEBÊNTURES DE INFRAESTRUTURA

DESESTATIZAÇÃO Cada operação analisada é formatada levando-se em consideração suas especificidades, entre elas, o alinhamento
de interesses dos credores, podendo o uso de debêntures ou o compartilhamento de garantias ser analisado caso
O Decreto 9.036, de 20 de abril de 2017, a caso, o que, nas operações de infraestrutura, frequentemente envolve compartilhamentos com outros credores
elencou como políticas públicas prioritárias de recebíveis e de garantias reais do projeto, bem como de garantias pessoais dos acionistas.
aquelas relativas aos setores de saneamento Com o objetivo de fortalecer o mercado de capitais, vem-se utilizando debêntures no financiamento a
básico, iluminação pública e distribuição projetos de infraestrutura. Dos 38 projetos de energia aprovados no ano de 2017, 16 apresentam a previsão
de emissão de debêntures com compartilhamento de garantias entre o BNDES e os debenturistas. Essa
de gás canalizado nos estados, municípios
emissão possibilita uma alavancagem adicional para os projetos de 10% em média. Forma-se, assim, uma
e no Distrito Federal. Estabeleceu também complementaridade ao financiamento de longo prazo do BNDES e ao funding do mercado de capitais por
a possibilidade de o BNDES apoiar a meio das debêntures de infraestrutura.
estruturação e o desenvolvimento de Em operações no setor de saneamento, entre operações contratadas ou em análise em 2017, é prevista a emissão
projetos ligados a esses setores. de debêntures pelas empresas beneficiárias no valor total de cerca de R$ 900 milhões.
No âmbito estadual, o setor de saneamento Destaca-se também que, na operação do Metrô da Bahia, está prevista emissão de até R$ 400 milhões em

NOSSO DESEMPENHO
foi considerado prioritário, dada a necessidade debêntures de infraestrutura, esperada para ocorrer ao longo de 2018.
de sua universalização e seus efeitos Com o objetivo de estimular um maior investimento de recursos privados em debêntures e reduzir a percepção
positivos sobre a qualidade de vida, o meio dos investidores acerca do risco de crédito nesses papéis, lançamos uma linha de crédito contingente, a Linha de
Suporte à Liquidez, para apoiar debêntures de projetos com deficiência temporária de liquidez. A linha pode ser
ambiente e as atividades econômicas.
contratada por emissores de debêntures associadas a projetos de infraestrutura, que também sejam financiadas
Atualmente, estamos apoiando oito estados por BNDES Finem ou BNDES Project Finance, nos setores de logística e transporte, mobilidade urbana, energia e
com projetos de desestatização nesse saneamento básico. Durante sua vigência, caso o emissor tenha problemas de liquidez e não tenha recursos para
setor, todos eles (Acre, Alagoas, Amapá, pagamento de principal ou de juros da debênture, os recursos são liberados em conta exclusiva do projeto para
Ceará, Pará, Pernambuco, Rio de Janeiro e pagamento ao debenturista.
Sergipe) na fase de elaboração de estudos.
Já no âmbito municipal, são três os projetos
firmado com a Associação Brasileira de FINANCIAMENTOS A PROJETOS DE ENERGIA VÃO
de desestatização no setor de iluminação
Desenvolvimento (ABDE) para promover a GERAR 2.530 MW DE ENERGIA ELÉTRICA RENOVÁVEL
pública apoiados pelo Banco, dos quais
troca de experiências e a capacitação de
dois (Porto Alegre e Teresina) estão na fase
equipes das entidades associadas à ABDE 2.303 MW 150 MW 77 MW
de elaboração de estudos e um (Macapá)
para apoiar municípios interessados em
na fase de contratação de consultores.
estruturar projetos de concessão e PPPs; e
Em 2017, concluímos também estudos (ii) a renovação da participação do BNDES
técnicos para suporte à desestatização da no Brazil Private Sector Participation
Em energia Em energia Em
Loteria Instantânea Exclusiva (Lotex) e de Development Program, iniciativa conjunta eólica solar PCHs
seis distribuidoras de energia (Amazonas com a International Finance Corporation
Distribuidora de Energia S.A., Boa Vista (IFC), vinculada ao Banco Mundial, e com
o que permitirá atender à demanda
Energia S.A., Companhia de Eletricidade do o BID, com o objetivo de prover recursos de 6,1 MILHÕES DE DOMICÍLIOS
Acre, Companhia Energética de Alagoas, financeiros e técnicos para o desenvolvimento
Companhia de Energia do Piauí e Centrais de projetos de infraestrutura em A energia eólica é, desde 2016, o segmento que
Elétricas de Rondônia S.A.) e das concessões parceria com o setor privado. mais tem recebido financiamentos do BNDES,
dos serviços públicos de distribuição de seja em número de projetos apoiados, seja em
energia elétrica das quais eram titulares. ENERGIA valor. Em 2017, nossos desembolsos para o
Ao longo do ano cumprimos uma agenda de segmento atingiram R$ 7 bilhões, um crescimento
Nossa atuação tem contribuído para
parcerias buscando ampliar nossa capacidade de 100% comparado ao ano anterior. No
a diversificação da matriz energética
de apoio e contribuir para o desenvolvimento período de 2010-2017, a taxa de crescimento
brasileira, colaborando com a meta
do mercado de concessões e de parcerias média do apoio ao segmento foi de 36%.
nacional de redução de emissões de
público-privadas (PPP). Merecem destaque:
gases do efeito estufa. Em 2017, projetos Em 2017, também foram aprovados
(i) o acordo de cooperação técnica
de energias alternativas representaram financiamentos para linhas de transmissão,
61% do total de projetos aprovados pelo que permitirão agregar mais de 1.750 km ao
Leia mais em Logística e transporte
Banco, ligados ao setor de energia. sistema nacional de distribuição de energia.

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 57


No caso da geração de energia elétrica, 2/2017, as 11 concessões licitadas foram SANEAMENTO
o período também foi marcado pela arrematadas, com deságio médio de 40,46%
e investimentos associados de R$ 8,7 bilhões. Além de evitar a poluição e a contaminação
retomada das licitações, após quase dois
de corpos hídricos, o tratamento de esgotos
anos sem leilões de energia para atender Divulgamos novas condições de e a destinação e o tratamento de resíduos
ao mercado das distribuidoras. Os dois financiamento para os empreendimentos sólidos também ajudam a evitar diarreia,
certames realizados em dezembro de de geração e de transmissão de energia cólera e hepatite – responsáveis por grande
2017 representam, conjuntamente, um elétrica vencedores dos leilões públicos número de mortes, principalmente entre
total de 4,47 GW contratados, com realizados em dezembro de 2017 pelo
crianças – e a combater a proliferação
investimentos associados de R$ 18,22 Governo Federal. As novas regras
de vetores de outras doenças. Segundo
bilhões e deságio médio de 41%. Os trouxeram mudanças que ofereceram
a Organização Mundial da Saúde (OMS),
principais destaques foram os projetos mais flexibilidade aos empreendedores
cada R$ 1 investido no setor gera uma
de energia eólica e solar, seguidos na estruturação do financiamento.
economia de R$ 4 na área de saúde.
por hidrelétricas abaixo de 30 MW e
Participamos de diversos fóruns do setor
biomassa. Colaboramos com análises Por influenciar diretamente a qualidade
elétrico, como discussões de fomento
NOSSO DESEMPENHO

e sugestões para os editais dos leilões de vida dos brasileiros, o saneamento


à eficiência energética em workshops
públicos de geração A-4 e A-6. é um setor prioritário para o BNDES,
organizados pela Empresa de Pesquisa
que financia projetos de expansão de
O ano de 2017 também foi um período Energética (EPE) e debates do Fórum
redes e de implantação de ligações de
de licitações exitosas de concessões de Brasileiro de Mudança do Clima (FBMC)
água e de esgotamento sanitário.
transmissão de energia elétrica. No leilão sobre as formas de cumprimento da
5/2016, de abril de 2017, 31 das 35 Contribuição Nacionalmente Determinada Desembolsamos R$ 568 milhões para
concessões oferecidas foram arrematadas, (NDC, na sigla em inglês) – documento projetos do setor em 2017. Desse
totalizando novos investimentos de R$ 12,7 que registra os principais compromissos montante, 6% foram aplicados em
bilhões e deságio médio de 36,43%. e contribuições do Brasil para a iniciativas de tratamento e destinação
Em dezembro de 2017, para o leilão redução de emissões de carbono. de resíduos sólidos e 94%, para

COMPLEXO SOLAR PIRAPORA


No fim de 2017, entrou em operação a primeira fase do Complexo
Solar Pirapora, primeiro projeto de geração de energia solar
financiado pelo BNDES, cuja capacidade de geração pode abastecer
cerca de 190 mil domicílios.
Com potência total instalada de 150 MW, o parque solar na
cidade de Pirapora (MG) representa a concretização de
investimentos significativos no setor – da ordem de R$ 940
milhões, sendo R$ 529 milhões financiados pelo Banco.
Dividido em três fases, o projeto será, após sua conclusão, a maior
planta solar na América Latina. Apenas na primeira fase, que teve
sua construção iniciada em outubro de 2016, são 500 hectares de
área ocupada e mais de 594 mil painéis fotovoltaicos instalados.
A etapa de construção da usina impulsionou a economia local,
com a contratação de cerca de mil trabalhadores no ápice das
obras, sendo que mais da metade eram da região, o que resultou
em qualificação da mão de obra local.
As fases dois e três, em análise pelo Banco, ampliarão, ao fim
das obras, para cerca de 400 MW a capacidade total de geração O Complexo Solar Pirapora é o primeiro projeto de geração de energia solar
do parque, e para um total de 800 hectares a área ocupada. financiado pelo BNDES | Foto: Shutterstock

58 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


LOGÍSTICA E TRANSPORTE
SANEAMENTO E Em 2017, foram entregues, com
GERAÇÃO DE EMPREGOS financiamento do BNDES:
Em 2017, desembolsamos R$ 1,7 bilhão
para os segmentos de ferrovias, rodovias 47 LOCOMOTIVAS
federais, portos e terminais, e hidrovias e
navegação. A maior parte desses recursos
Outra externalidade positiva de 445 VAGÕES
investimentos em saneamento é a geração (75%) coube ao modal ferroviário, com
de empregos. Estimativas do BNDES destaque para o apoio a projetos de aquisição 12 EMBARCAÇÕES
apontam que, para cada R$ 1 milhão
de material rodante, duplicação da malha
destinado anualmente para o setor de
saneamento, são gerados vinte novos
destinada à exportação de commodities de fabricação nacional
empregos durante a fase de implantação minerais e melhorias da via permanente da
RODOVIAS
dos investimentos. Desses, nove são rede concedida. Já o segmento de rodovias
MODERNIZADAS/
empregos diretos e 11, indiretos – federais contou com apoio a projetos de 128 KM AMPLIADAS
principalmente nos setores de construção,
expansão, recuperação e modernização de
comércio, máquinas e equipamentos e
estradas concedidas nas regiões Nordeste,

NOSSO DESEMPENHO
metalurgia. Metade desses empregos é 101 KM FERROVIAS
gerada em pequenas e médias empresas. Sudeste e Centro-Oeste. Nossos desembolsos CONSTRUÍDAS
beneficiaram ainda os projetos das hidrovias
Aprovamos financiamentos para:
do Tietê (construção de nova eclusa) e do
Tapajós-Amazonas (construção de terminal duplicação, modernização
para granéis agrícolas e aquisição de e recuperação de cerca de
saneamento. No mesmo período, outros
R$ 491 milhões foram aprovados para seis embarcações) e os terminais que movimentam 400 KM ESTRADAS
NOVOS
novos projetos, que beneficiarão cerca granéis agrícolas e minerais e contêineres VAGÕES
de cem mil pessoas, que passarão a ter nos portos de Itaqui, Pecém, Rio de Janeiro, aquisição de 650 NACIONAIS

acesso às redes de água e de esgoto. Santos, Paranaguá e São Francisco do Sul.

INTERLIGAÇÃO SEGURANÇA HÍDRICA NO


JAGUARI-ATIBAINHA RIO GRANDE DO NORTE
Em 2017, um dos destaques Com a utilização de recursos de subcrédito social, também foi
de nosso apoio foi o projeto da implantado em 2017 o projeto de segurança hídrica no semiárido
Companhia de Saneamento do Rio Grande do Norte, cujo objetivo é ampliar o acesso à água
Básico do Estado de São Paulo segura para consumo humano e para produção em nove
(Sabesp) para interligação das comunidades dos municípios de João Câmara e São Miguel do
represas Jaguari (bacia do rio Gostoso. Cerca de 807 famílias, moradoras de assentamentos
Paraíba do Sul) e Atibainha rurais e de pequenas propriedades de subsistência, serão
(sistema Cantareira). O objetivo beneficiadas pelo tratamento de águas salobras.
do projeto é garantir a
disponibilidade de água no
A interligação das represas Jaguari e Atibainha ajudará ATERRO SANIT RIO EM SALVADOR
Sistema Integrado da Região a evitar a crise de abastecimento de água no estado de
São Paulo | Foto: Acervo BNDES/Gustavo Zampronio
Metropolitana de São Paulo No mesmo período, foi concluído o projeto da empresa Bahia
com a captação de água na represa Jaguari e a transferência de Transferência e Tratamento de Resíduos Ltda. (Battre) de ampliação da
vazão para a represa Atibainha, e vice-versa. O empreendimento – capacidade de recebimento, tratamento e disposição final de resíduos
concluído em março de 2018 – vai beneficiar cerca de dez milhões do aterro sanitário de Salvador, Bahia. Esse aterro é o atual destino dos
de pessoas e ajudar a evitar a crise de abastecimento enfrentada resíduos sólidos urbanos da capital e dos municípios de Lauro de
pela população de São Paulo entre 2014 e 2016. Realizado Freitas e Simões Filho, recebendo cerca de 2.900 toneladas de resíduos/
integralmente com R$ 555 milhões, cerca de 33% abaixo do valor dia e atendendo a aproximadamente três milhões de habitantes.
inicial orçado, o empreendimento possibilitou grande economia de O investimento total do projeto somou R$ 14 milhões, dos quais R$ 9
recursos. Contribuímos com 90% do valor total. milhões foram financiados pelo BNDES.

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 59


Também merecem menção nosso apoio Estradas e rodovias INDÚSTRIA
ao projeto inovador de desenvolvimento
A participação do BNDES é relevante
de um dirigível para o transporte de cargas PLANO INDÚSTRIA
no apoio aos programas de concessões
especiais em regiões de difícil acesso e à
rodoviárias do estado de São Paulo, Durante o ano, envolvemos todas nossas
realização de estudos técnicos independentes
tendo apoiado a segunda etapa do gerências setoriais de indústria em um projeto
no âmbito do Fundo de Estruturação de
programa com financiamentos que com o intuito de mapear visões de futuro
Projetos (BNDES FEP) para avaliação do
somaram, nos últimos anos, para os principais setores industriais brasileiros
atual Programa de Concessões de Rodovias
R$ 4,2 bilhões. Em 2017, foram e de identificar as principais tecnologias
Federais e proposição de melhorias.
lançados editais referentes à terceira que serão requeridas ou desenvolvidas nos
Aeroportos etapa do mesmo programa, com próximos anos. A iniciativa, que chamamos
possível financiamento de cerca de de “Plano Indústria”, gerou como resultados
Já para o setor aeroportuário, vale mencionar o R$ 3,5 bilhões a investimentos no setor. uma “matriz tecnológica” com as bases de
apoio aos aeroportos de Guarulhos e Confins
Cabe destacar também a liberação de conhecimento a serem demandadas pelos
e o financiamento ao Aeroporto do Galeão.
recursos para obras de pavimentação e setores no futuro, além de diagnóstico
NOSSO DESEMPENHO

Este último colaborou para a reforma de melhorias nas estradas dos estados do sobre a estrutura industrial, as principais
13,9 km de pistas de táxi e pouso/ Piauí e do Paraná. questões regulatórias e os instrumentos
decolagem, reforma de 301 mil m2 de pátios de financiamento às empresas, definindo
No âmbito do Brazil PSP Development
de aeronaves, instalação e reforma de assim, as oportunidades e as restrições
Program, uma parceria entre IFC, BID e
58 pontes de embarque, 1.850 novas vagas para o desenvolvimento tecnológico
BNDES, o destaque foi a conclusão, com
de estacionamento de veículos, 95 posições e desafios setoriais. Essas informações
sucesso, das atividades de apoio à Agência
de check-in construídas/modernizadas, nos permitirão construir propostas para
de Transporte do Estado de São Paulo
9.565 m2 de salas de embarque ampliadas melhorar as condições de inovação no
(Artesp) na estruturação da concessão
e 35 mil m2 de área comercial ampliada. Brasil e direcionar nossa atuação em
de três importantes trechos rodoviários
conjunto com outras instituições públicas.
A operação do Galeão faz parte de um do estado: rodovias do centro-oeste
conjunto de iniciativas – alteração na estrutura paulista, rodovia dos Calçados e INOVAÇÃO E TECNOLOGIA
societária, novo cronograma de pagamentos trecho norte do rodoanel Mario Covas.
de outorga e conversão de empréstimo-ponte Cabe mencionar também a entrada, Internet das coisas
em financiamento de longo prazo, contratado na carteira do programa, do projeto
Diante do forte componente de inovação
no valor de R$ 1,6 bilhão – que visam dar de estruturação de uma PPP para
associado ao tema e de seus inúmeros
mais solidez financeira à concessionária e modernização do sistema de iluminação
impactos tecnológicos e sociais, a internet
assegurar a qualidade de seus serviços. pública no município do Rio de Janeiro.
das coisas (IoT – do inglês Internet
of Things) esteve no centro de nossas
atenções em 2017. Em parceria com o
Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações
MOBILIDADE URBANA e Comunicações (MCTIC), avançamos
Em 2017, houve avanços e entregas nas no estudo contratado em 2016 para o
obras do Metrô da Bahia – com a diagnóstico e a proposição de um plano
inauguração do trecho final prevista para de ação estratégico para o Brasil em IoT.
2018 –, do VLT Carioca – com Conduzido pelo consórcio formado pela
a inauguração da estação Central em consultoria McKinsey, a Fundação Centro
outubro de 2017 –, da Linha 5 (Lilás) do de Pesquisa e Desenvolvimento em
Metrô de São Paulo – cujo trecho Adolfo Telecomunicações (CPqD) e o escritório
Pinheiro-Brooklin entrou em operação
em novembro – e da Ponte Rio-Niterói –
Internet das coisas – A IoT é resultado de um
com conclusão do mergulhão, obra de
conjunto de soluções inovadoras que permitem
175 metros de extensão sob a Praça a comunicação e a interação entre objetos,
Previsto para ser o terceiro mais movimentado do Brasil,
Renascença em Niterói –, todas o Metrô da Bahia deverá transportar mais de 500 mil inclusive com tomada de decisões, sem a
financiadas pelo Banco. passageiros por dia | Foto: Acervo BNDES/André Telles
intervenção humana.

60 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


de advocacia Pereira Neto Macedo, esse contratação do projeto de apoio aos estudos
Manufatura avançada – Os conceitos de
estudo mobilizou mais de duas mil pessoas pré-clínicos e estudos clínicos de fase 1
manufatura avançada ou indústria 4.0 abrangem
durante sua fase de pesquisa, em uma o conjunto de mudanças tecnológicas que vêm para desenvolvimento de um medicamento
ampla interlocução com universidades, transformando o modo como a produção está inovador no âmbito global para doença de
representantes de governo, empresas organizada e, consequentemente, os tipos de bens Parkinson baseado no canabidiol sintético.
(que ofertam e demandam soluções em que serão produzidos no futuro. Caracterizado O projeto será desenvolvido pela Faculdade
IoT) e sociedade civil (consulta pública). pela convergência e integração de tecnologias, de Medicina da USP-RP em parceria com a
esse movimento tornará a produção mais
empresa Prati-Donaduzzi, e o BNDES aportará
A primeira fase do estudo, concluída em complexa, customizada, digital, inteligente e
sustentável, combinando produtos e serviços. R$ 4 milhões em recursos não reembolsáveis.
março de 2017, apresentou um diagnóstico
do tema no mundo e definiu as aspirações Em 2017, foi contratado também o projeto
iniciais para a IoT no Brasil. Na segunda temos apoiado a estruturação de uma de construção da planta farmacêutica do
etapa, foram selecionadas temáticas estratégia nacional para a elaboração de Aché em Pernambuco. O financiamento
verticais e horizontais a serem priorizadas no políticas para o desenvolvimento e difusão do BNDES é de R$ 250 milhões para a
desenvolvimento das aplicações, com base de novas tecnologias, como é o caso do primeira fase do empreendimento, que

NOSSO DESEMPENHO
em seu potencial de elevar a competitividade Plano de Ciência, Tecnologia e Inovação pode chegar a um investimento total
da economia brasileira e fortalecer as cadeias (C,T&I) para Manufatura Avançada. de R$ 500 milhões. A unidade fabril é
produtivas. A terceira fase dos trabalhos projetada de acordo com os conceitos mais
Nesse contexto, participamos de um estudo
foi concluída em setembro e resultou na modernos de sustentabilidade e, em plena
que identificou cinco desafios para o
elaboração da visão e do plano de ação para operação, deve gerar três mil empregos.
desenvolvimento da manufatura avançada no
o período de 2018 a 2022. Já a quarta e
país: convergência e integração tecnológica Participamos ao longo do ano de diferentes
última etapa prevê o suporte à implementação
em manufatura avançada para aumento da ações para o avanço das políticas
do plano e deve ser concluída em 2018.
competitividade; recursos humanos; cadeias públicas na área de saúde, incluindo
Entre as conclusões do estudo, vale destacar produtivas; promoção das infraestruturas iniciativas direcionadas ao fortalecimento
a definição de quatro ambientes prioritários de suporte ao desenvolvimento e absorção do complexo industrial do setor.
para o desenvolvimento da IoT no país – da manufatura avançada no país; e Durante o processo legislativo de
rural, indústria, cidades e saúde –; a regulação. Para cada um desses desafios aprovação da Lei 13.479/2017, que criou
apresentação de mais de setenta propostas foram definidas metas e iniciativas a serem o Programa de Financiamento Preferencial
de iniciativas no âmbito do plano de ação; implementadas no decorrer de 2018. às Instituições Filantrópicas e Sem Fins
e a definição de projetos mobilizadores
Publicamos também dois artigos sobre o Lucrativos (Pró-Santas Casas), enviamos
que congregam diferentes iniciativas com o
tema, consolidando as discussões realizadas
objetivo de facilitar sua implementação.
durante o Seminário BNDES de Manufatura
Durante o ano, apoiamos ainda dois Avançada, realizado ao fim de 2016, e
investimentos importantes nessa área. analisando a experiência de outros países. NOVAS UNIDADES
O primeiro para o desenvolvimento da HOSPITALARES
plataforma de “IoT Konker”, da empresa SAÚDE
Inmetrics, que interligará empresas, pessoas, Assinamos, em 2017, contrato no valor de
Em 2017, contratamos quatro novos R$ 476 milhões com o estado de São Paulo
cidades e desenvolvedores, facilitando
projetos de inovação em saúde, que somam para o financiamento de uma parceria
também que outros provedores de soluções
um investimento de R$ 115 milhões. público-privada de implantação e gestão
independentes criem soluções de IoT. O
Entre eles, o plano de investimento em dos serviços não clínicos de três hospitais
outro, para a empresa Odata, destinado à
inovação da empresa farmacêutica EMS, estaduais, que juntos oferecerão 626 leitos.
implantação de um data center em Santana
que prevê a aplicação de R$ 76 milhões Com valor total de cerca de R$ 1 bilhão, o
do Parnaíba (SP), instalado em um local seguro
no desenvolvimento de medicamentos projeto prevê a inauguração de novas
e projetado para oferecer infraestrutura
genéricos e inovações incrementais. unidades hospitalares em Sorocaba e São
de alta disponibilidade, incluindo energia,
Além do apoio às estratégias de inovação José dos Campos, assim como de um
refrigeração, conectividade e segurança física.
de empresas, outro destaque do ano é a
centro de referência em saúde da mulher,
Manufatura avançada na capital paulista. Este último representa
Acesse os artigos em: uma iniciativa âncora para a revitalização
Com o intuito de preparar o Brasil para as https://web.bndes.gov.br/bib/jspui/handle/1408/9936
e https://web.bndes.gov.br/bib/jspui/handle/1408/14017
da região conhecida como “Cracolândia”.
mudanças tecnológicas da indústria 4.0,

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 61


manifestação escrita ao Senado Federal TECNOLOGIA CANAVIEIRA
e realizamos uma apresentação Nosso financiamento a um projeto de melhoramento genético
presencial na Câmara dos Deputados. da cana, desenvolvido pelo Centro de Tecnologia Canavieira
Com isso, contribuímos para que (CTC), resultou na aprovação para comercialização pela
a lei fosse aprovada em setembro, Comissão Nacional Técnica de Biossegurança (CTNBio) da
estabelecendo mecanismos de primeira variedade transgênica do insumo no mundo (CTC 20
financiamento público que garantem Bt). Testes de campo comprovaram uma redução de pelo
menos 90% na infestação dessa variedade por broca-da-cana,
o funcionamento das instituições
com diminuição substancial de custo com manejo da praga e
filantrópicas e sem fins lucrativos que
sem perda de produtividade agrícola. Apoiamos avanços tecnológicos para o
atendem de forma complementar mercado de etanol de cana-de-açúcar
ao Sistema Único de Saúde (SUS).
E2G
Foto: Shutterstock

BIOCOMBUSTÍVEIS A implantação de uma unidade de produção de etanol de segunda geração (E2G) da Raízen,
que contou com nosso apoio, alcançou uma produção de 11 milhões de litros desse
Nossa agenda para o setor de biocombustível na safra 2017-2018. A expectativa é de que a planta atinja sua capacidade
NOSSO DESEMPENHO

biocombustíveis teve como foco, em plena na safra 2019-2020 (40 milhões de litros), tornando-se candidata a ser a primeira
2017, a identificação de oportunidades unidade produtora de E2G do mundo a alcançar viabilidade econômica.
no desenvolvimento da cadeia Como o E2G é obtido a partir de resíduos da produção agrícola, como bagaço e palha de
produtiva do biogás de resíduos cana, o projeto tem potencial para mudar o paradigma tecnológico do setor de biocombustíveis,
agroindustriais, cujo potencial ainda afastando preocupações de alguns países relativas ao eventual dilema “biocombustíveis ou
permanece pouco explorado, sobretudo alimentos” e, assim, ampliando a demanda internacional pelo etanol brasileiro.
na produção em larga escala.
A fim de contribuir para a construção
ECONOMIA DA CULTURA Atheneu permitirá, por exemplo, que ela
de políticas públicas que estimulem a
Nosso apoio à economia da cultura vem invista na produção de 170 livros inéditos
produção e a formação de mercado
para o produto, organizamos um possibilitando que empresas brasileiras de autores nacionais da área de saúde,
workshop com mais de cem especialistas invistam na produção de conteúdo próprio assim como em uma plataforma de ensino
no desenvolvimento de projetos e e no desenvolvimento de suas estratégias de a distância de educação continuada,
tecnologias relacionadas à produção e distribuição e comercialização, conquistando com criação e distribuição on-line de
ao uso do biogás. Além disso, estamos novos espaços nos mercados brasileiro conteúdo exclusivo. A plataforma digital
desenvolvendo estudo setorial sobre e mundial. O fortalecimento das cadeias desenvolvida pela empresa oferecerá 14
o potencial do biogás agroindustrial produtivas de diferentes segmentos culturais, cursos de atualização voltados a estudantes
no Brasil, a ser publicado em 2018. como editorial e audiovisual, cria também ou profissionais da saúde, contendo
oportunidades para a ampliação de empregos simulações de atendimento ao paciente e
Em outra frente de atuação, temos
na área e para a estruturação do setor. testes de conhecimento dos participantes.
contribuído também para a concretização
de avanços tecnológicos importantes para A aprovação, em 2017, de um financiamento Com grande potencial de crescimento,
o mercado de etanol de cana-de-açúcar. no valor de R$ 6,3 milhões para a Editora as empresas independentes da indústria

JOGOS DIGITAIS
No segmento de jogos digitais, aprovamos em 2017 o segundo financiamento para
uma empresa brasileira de games, com recursos do Programa BNDES para o
Desenvolvimento da Economia da Cultura (BNDES Procult). O apoio financeiro, no
valor de R$ 2,6 milhões, será destinado ao plano de investimentos 2016-2018 da
Sioux Serviços de Informática Ltda., contribuindo para a ampliação de seus postos
de trabalho em áreas como planejamento, design de jogos, projeção gráfica 3D, Plataforma gamificada para treinamentos desenvolvida pela Sioux
Imagem: Divulgação Sioux
programação, suporte, gerenciamento de projetos e assessoria de imprensa.

62 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


brasileira de jogos digitais foram tema também
COOPERATIVAS AGROINDUSTRIAIS
de um mapeamento que realizamos nos
meses de junho e julho de 2017, em parceria Nossos desembolsos para cooperativas agroindustriais
com o Ministério da Cultura, a Associação totalizaram mais de R$ 2,5 bilhões em 2017, propiciando
Brasileira dos Desenvolvedores de Jogos investimentos na implantação e modernização de
Digitais (Abragames) e o Brazil’s Independent unidades de beneficiamento de grãos, armazéns,
Games Festival (BIG Festival). O levantamento matrizeiros, unidades produtoras de leitões, fábricas de
contou com a participação de mais de 150 rações e frigoríficos de aves e suínos.
empresas e mostrou que mais de 75% delas A ampliação da capacidade de produção e
já obtêm receitas com propriedade intelectual armazenamento das cooperativas foi objeto
própria, atuando principalmente com jogos também de novas operações aprovadas no ano, Frigorífico em Erechim (RS) adquirido pela
de entretenimento e educacionais. Os games como o financiamento no valor de R$ 85 milhões Cooperativa Aurora com financiamento do BNDES
Foto: Acervo Cooperativa Aurora
que envolvem realidade aumentada ou virtual para a Cotrijal, para aquisição de 14 unidades de
também apareceram como uma tendência, recebimento e armazenamento de grãos; e as operações com a Cooperativa Aurora,
contribuindo com o faturamento de mais para aquisição de um frigorífico de aves e um de suínos, em Erechim (RS), e ampliação

NOSSO DESEMPENHO
de 20% das empresas respondentes. de unidades de processamento de suínos, em Chapecó (SC).

AGROPECUÁRIA

O ano de 2017 foi marcado por mais um Empreendemos esforços ainda para INDÚSTRIA DE BASE
recorde na safra de grãos brasileira, o que trouxe o desenvolvimento do segmento de
bons resultados para a agricultura, mesmo com fertilizantes organominerais, que Mineração e metalurgia
a persistência do déficit de armazenagem do tem como um de seus principais A partir de ações de fomento e linhas
país. O modelo de organização em cooperativas insumos os resíduos provenientes do incentivadas de financiamento, reforçamos
ganhou força, beneficiando pequenos e médios agronegócio. Além da publicação em 2017 nosso apoio a dois importantes eixos
produtores rurais. de um artigo sobre o tema, de desenvolvimento do setor de mineração
participamos de encontros com os e metais: novos produtos e materiais de alto
Ao longo do ano, participamos das
atores do setor, abordando os potenciais desempenho; e tecnologias mais eficientes
discussões públicas, com o Governo Federal,
econômicos e benefícios ambientais e mitigadoras de impactos ambientais.
sobre oportunidades de investimento no
que podem ser gerados para o país.
segmento de defensivos agrícolas e dos Em 2017, passamos a adotar a Política
entraves regulatórios que dificultam a atração Acesse o estudo em: Socioambiental de Mineração, publicada
https://web.bndes.gov.br/bib/jspui/handle/1408/11814
de projetos nesse segmento para o país.

INOVA MINERAL
Divulgamos durante o ano o resultado de duas etapas de seleção do Plano de
Desenvolvimento, Sustentabilidade e Inovação no Setor de Mineração (Inova
Mineral), realizado em parceria com a Financiadora de Estudos e Projetos
(Finep) e o Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI). A primeira delas
contemplou 24 planos de investimento para o setor, incluindo projetos como um
sistema integrado de monitoramento e gestão da integridade e conformidade
de barragens de rejeitos; e uma plataforma tecnológica de grafeno – forma
super-resistente do carbono considerada uma das principais matérias-primas de
tecnologias do futuro. Os investimentos somam recursos da ordem de R$ 737
milhões, com participação de R$ 500 milhões do BNDES e da Finep.
Na segunda etapa, cujo resultado preliminar comunicamos no fim do ano,
foram selecionados mais 19 planos de investimento, com valor total de
R$ 1,4 bilhão e foco no desenvolvimento de materiais, equipamentos e
processos mais eficientes de transformação mineral. Trabalhamos ainda em Com o plano Inova Mineral, apoiamos tecnologias voltadas à redução e à mitigação
de riscos e impactos socioambientais no setor de mineração | Foto: Shutterstock
conjunto com outras entidades em projetos de estímulo ao setor.

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 63


em 2016, que explicita questões Indústria química como foco o desenvolvimento de uma
socioambientais que podem ser consideradas solução de controle biológico da praga
Com o intuito de desenvolver novas
na análise e acompanhamento de um conhecida como lagarta-do-cartucho do
rotas produtivas para fabricação de
projeto de mineração no BNDES, para além milho, que causa prejuízos aos produtores
produtos químicos ambientalmente
da obrigatoriedade legal, tais como aspectos agrícolas em todo o território nacional.
mais sustentáveis, apoiamos nos últimos
relativos a direitos humanos, saúde e
anos diferentes projetos de pesquisa Os defensivos biológicos, como o que foi objeto
segurança do trabalhador e da comunidade,
aplicada, chegando ao fim do ano com dessa pesquisa, além de serem biodegradáveis
meio ambiente e impactos socioeconômicos
seis projetos ativos e um orçamento de e atóxicos, têm maior precisão no combate às
na área de influência do projeto.
desembolso estimado em R$ 50 milhões. pragas em comparação aos defensivos químicos.
Em parceria com a B3, a Agência Brasileira
Em 2017, foram concluídos dois projetos Óleo e gás
de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e a
importantes com esse direcionamento. O
Companhia Brasileira de Recursos e Reservas
primeiro, desenvolvido pelo Centro Nacional Na área de óleo e gás, aprovamos em
(CBRR), promovemos rodadas de prospecção
de Tecnologia do Bioetanol (CTBE) e pela 2017 financiamentos para a construção
de empresas e sensibilização de investidores
empresa Rhodia, buscou avaliar a viabilidade de 18 rebocadores, em estaleiros dos
NOSSO DESEMPENHO

com o objetivo de difundir os mecanismos


técnica e econômica de rotas de produção municípios do Guarujá (SP) e Itajaí (SC),
de captação de recursos via mercado de
capitais para o setor mineral brasileiro. de químicos selecionados a partir de e para a implantação de um estaleiro de
componentes do bagaço da cana-de-açúcar reparos e manutenção de embarcações de
Com o Sindicato Nacional da Indústria do médio porte, em São João da Barra (RJ). As
e contribuiu para ampliar o conhecimento
Cimento (Snic), realizamos em outubro
acerca de novas possibilidades técnicas para operações somaram R$ 658,1 milhões.
um encontro com representantes das
a confecção de produtos de forma renovável.
empresas do setor de cimento, a fim de Participamos também dos comitês Diretivo
fomentar investimento em coprocessamento, O outro foi a pesquisa concluída pela e Técnico Operativo do Programa de
eficiência energética e redução de CP2, uma empresa de soluções de base Estímulo à Competitividade da Cadeia
emissões na indústria cimenteira. biológica para o agronegócio, que teve Produtiva, ao Desenvolvimento e ao

NOVA UNIDADE DE PRODUÇÃO DE PAPEL E CELULOSE


Apoiamos, com um investimento de R$ 2,4 bilhões (de um total de R$ 7,5 bi), a
implantação de uma nova unidade de produção da Fibria, em Três Lagoas (MG), que
tornará o complexo industrial da empresa um dos maiores sistemas de produção de
celulose do mundo. A nova linha, que entrou em operação em agosto de 2017,
deverá produzir até 1,95 milhão de toneladas por ano de celulose de fibra curta,
gerando receitas de cerca de US$ 1,2 bilhão em exportações.
Além da unidade produtiva, a iniciativa contemplou a criação de um viveiro de mudas
de eucalipto totalmente automatizado, com controle de sistema de irrigação,
monitoramento climático e transporte automático de mudas com rastreamento.
A nova planta é também ambientalmente sustentável, sendo capaz de devolver ao
meio ambiente água mais limpa do que a captada, bem como de recuperar químicos
utilizados no processo de produção para gerar energia elétrica excedente,
disponibilizada ao sistema interligado.
O projeto terá impacto importante na geração de empregos e renda na região, criando
988 empregos diretos na operação da nova linha. Segundo levantamento da Fibria, a
construção empregou ainda quarenta mil trabalhadores temporários, diretos e indiretos.
Dos recursos que disponibilizamos para o projeto, R$ 12 milhões foram destinados
ainda a projetos sociais que beneficiam a comunidade local, tais como ações de
treinamento e aproveitamento da mão de obra, aparelhamento de hospitais locais e Fábrica da Fibria em atividade, emitindo vapor limpo
Foto: Banco de imagens Fibria
fomento à agricultura familiar na região.

64 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


Aprimoramento de Fornecedores do
Setor de Petróleo e Gás Natural (Pedefor),
contribuindo para o acompanhamento,
avaliação e revisão das políticas de
estímulo ao setor de óleo e gás no país.

Setor automotivo

Trabalhamos ao longo do ano para atrair


projetos de engenharia para o Brasil e consolidar
a competência técnica local na indústria.
Sob a liderança do Ministério da Indústria,
Comércio Exterior e Serviços (MDIC), demos
apoio técnico também para a elaboração do
novo regime automotivo – Rota 2030, que
tem previsão de lançamento em 2018. O centro de simulação dinâmica veicular da Fiat Chrysler contou com apoio do BNDES | Foto: Acervo Fiat Chrysler/Leo Lara

NOSSO DESEMPENHO
Apoiamos ainda diferentes projetos
relacionados à indústria automotiva com foco
em inovação e sustentabilidade, como:
EXPORTAÇÃO os seguintes critérios para sua continuidade:
nível de execução do avanço físico do projeto;
• Inauguração de um centro de simulação Destaca-se, em 2017, a exportação de existência de equacionamento das fontes
dinâmica veicular da Fiat Chrysler máquinas e equipamentos por meio de recursos financeiros de cada projeto;
Automobiles (FCA), em parceria com a da linha BNDES Exim Automático, que nível de risco adicional do país devedor
Pontifícia Universidade Católica de Minas manteve o crescimento observado nos para cada operação; inexistência de fatos
Gerais (PUC Minas), que busca gerar últimos anos, tendo atingido um recorde conhecidos que vinculem o projeto a atos
inovações com foco na segurança de de aprovações, com 121 operações de ilícitos. Além disso, passamos a firmar termos
veículos, pessoas e sistemas viários. crédito para um total de 62 empresas. de compromisso entre o país devedor, a
Essa quantidade de aprovações empresa exportadora e o BNDES a fim de
• Projeto global de desenvolvimento de corresponde a praticamente o dobro do
um novo veículo utilitário esportivo, pela instituir novos mecanismos de controle e
observado em 2016. A explicação para
Ford Motors, com ganhos em eficiência de punição no caso de irregularidades.
esse desempenho reside nas ações de
energética e redução de emissões, aumento fomento realizadas no Brasil e no exterior APERFEIÇOAMENTO DOS
do conteúdo tecnológico e melhorias na e nas melhorias feitas nessa linha, as INSTRUMENTOS DE APOIO
segurança e conforto dos passageiros. quais viabilizaram mais operações com
• Desenvolvimento de uma nova linha de micro, pequenas e médias empresas. Avançamos em 2017 no aperfeiçoamento de
caminhões leves, pela MAN Latin America, nossos instrumentos de apoio às exportações
Atualmente, a linha BNDES Exim
que a partir do uso de novos materiais de serviços. Novos processos e ferramentas
Automático apoia mais de cem
reduziu o peso dos veículos e aumentou de acompanhamento das operações, como a
empresas brasileiras de bens de
sua capacidade de carga, resultando em adoção de sensoriamento remoto, estão sendo
capital, das quais 40% são MPMEs.
maior produtividade para o transportador. avaliados. Também há iniciativas em curso para
Em outra frente de apoio à exportação, simplificação e agilidade das operações da
a linha BNDES Exim Pós-Embarque linha BNDES Exim Automático, com o objetivo
Bens e Aeronaves financiou, ao longo de ampliar ainda mais a base de exportadores
de 2017, US$ 662 milhões para a atendidos, principalmente as MPMEs. Uma
exportação de 25 aeronaves. das iniciativas é o desenvolvimento de um
ambiente web no qual todos os participantes
EXPORTAÇÃO DE BENS E
(exportador, importador e BNDES) possam
SERVIÇOS DE ENGENHARIA interagir na estruturação do financiamento e
As operações de apoio à exportação de acompanhar todo o processo de tramitação.
Apoiamos, ao longo de 2017, a exportação de 25 aeronaves serviços de engenharia brasileiros passaram Uma importante novidade introduzida
Foto: Divulgação Embraer
por uma reavaliação. Foram estabelecidos em 2017 foi a ampliação das diretrizes

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 65


instituídas pela Política de Responsabilidade PARTICIPAÇÕES INTERNACIONAIS relativas a créditos oficiais à exportação.
Socioambiental no que diz respeito ao apoio Em 2017, foi apresentada para discussão
Participamos de reuniões e grupos de trabalho a Nova Recomendação Anticorrupção da
à exportação. Embora já realizássemos
internacionais sobre créditos à exportação, OCDE, tendo como principais elementos
procedimentos de análise dos aspectos
compondo a delegação brasileira chefiada de revisão as exigências em transações de
socioambientais, promovemos avanços
pelo Ministério das Relações Exteriores. pequeno valor; o limite para comissão de
alinhados às orientações da Organização para
Merece destaque a participação no Grupo agente; a corrupção privada e doméstica;
Cooperação e Desenvolvimento Econômico
de Trabalho Internacional sobre Créditos à e a extensão para medidas contra crimes
(OCDE) e às práticas das principais agências
Exportação (International Working Group on de fraude, lavagem de dinheiro, evasão
de crédito à exportação, resguardando a
Export Credits – IWG), que tem o objetivo fiscal e financiamento do terrorismo.
competitividade das exportações brasileiras.
de negociar novas diretrizes globais para
A política estabelece procedimentos de
análise e acompanhamento para as diferentes
os financiamentos públicos às exportações, MERCADO DE CAPITAIS
com representantes dos países da OCDE e de
categorias de risco socioambiental. Nas Ao fim de 2017, nossa carteira de fundos
demais economias emergentes, tendo como
operações mais sensíveis a esse risco, além era composta de quarenta fundos ativos,
principais temas as formas de apoio oficial, o
NOSSO DESEMPENHO

da realização de estudos de impactos com um patrimônio comprometido (PC) da


perfil de amortização, o compartilhamento de
socioambientais e da proposta de medidas BNDESPAR de aproximadamente R$ 3 bilhões
informações, a taxa de juros, entre outros.
preventivas mitigadoras e compensatórias e um comprometimento agregado total de
de impactos adversos, existe a previsão de Participamos também, desde 2004, das
R$ 15,7 bilhões – o que significa que, para
contratação de empresa específica para reuniões da OCDE relativas ao Acordo
cada R$ 1,00 investido pelo Banco, R$ 4,30
prestar serviços de consultoria socioambiental. sobre Créditos e Garantias à Exportação. O eram aportados por outros investidores.
Brasil é convocado como país participante
Para 2018, está prevista a adequação de O maior volume de investimentos da carteira
nas reuniões dos instrumentos aos quais
procedimentos e sistemas ao novo processo de fundos da BNDESPAR estava direcionado
adere, como o acordo sobre financiamento
do Portal Único de Comércio Exterior do de exportação de aeronaves, e como para infraestrutura (R$ 9,4 bilhões), e o
Sistema Integrado de Comércio Exterior observador nos demais temas. Estamos maior número de fundos estava voltado para
(Siscomex), que resultará em melhorias e inovação (15 fundos). Somente em 2017,
presentes como parte da delegação oficial
simplificações para os exportadores, em esses fundos de inovação aprovaram
do Brasil, com o objetivo de acompanhar a
uma plataforma moderna e mais acessível R$ 233 milhões – dos quais R$ 108 milhões
implantação de normativas internacionais
que integrará os diversos atores do da BNDESPAR – para quarenta empresas
processo de apoio oficial às exportações Saiba mais na seção
inovadoras. Veja a seguir a carteira
brasileiras, entre os quais, o BNDES.
O Banco do desenvolvimento do Brasil ativa por setor.

CARTEIRA ATIVA POR SETOR EM 31.12.2017 (EM R$ MILHÕES NOMINAIS)

EMPRESAS VALOR APROVADO VALOR APROVADO


FOCO DO FUNDO PC BNDES PC FUNDOS Nº DE FUNDOS APROV. / PC
APROVADAS (BNDES) (FUNDOS)

Infraestrutura 1.046 9.397 7 52 936 8.059 89%

Inovação 901 1.772 15 182 449 969 50%

Meio ambiente 348 921 3 13 263 745 76%

Agronegócio 227 1.136 2 15 167 834 73%

Governança 192 1.231 5 24 147 909 77%

Educação 120 800 1 6 22 149 19%

Regional 108 372 2 8 33 150 31%

Cinema 38 63 5 6 13 21 35%

Alimentos 20 93 1 6 16 72 78%

Total 3.000 15.784 41 312 2.047 11.908 68%

66 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


As alienações da carteira da BNDESPAR o acesso ao crédito pelas MPMEs, alongando Paulo, para a seleção de empresas com
totalizaram R$ 6,6 bilhões em 2017. Apesar prazos de financiamento, reduzindo potencial de investimento e aceleração.
do alto volume de desinvestimentos no taxas de juros e flexibilizando garantias, Por fim, cabe destacar o recebimento por
ano, o valor de mercado da carteira de por meio do investimento em fundos de empregados da Área de Investimento em
ações do Sistema BNDES fechou 2017 em crédito corporativo privados, em parceria Mercado de Capitais (AIMC) da Medalha
R$ 85,9 bilhões, 6,5% superior ao valor com outros investidores institucionais. do Exército Brasileiro em reconhecimento às
de fechamento do ano anterior, em razão, Também em 2017, estruturamos uma ações de fomento à inovação em institutos
principalmente, da valorização dos títulos chamada pública do Fundo de Coinvestimento militares, como a formatação de cadeira
no mercado acionário. Os desinvestimentos Anjo para seleção de startups que atuassem opcional de empreendedorismo no último
visam reciclar a carteira de renda variável do prioritariamente nos setores de agronegócios, ano de formação do Instituto Militar de
Banco e contribuir para o desenvolvimento do biotecnologia, cidades inteligentes, economia Engenharia (IME), oferecida em conjunto
mercado de capitais brasileiro, por meio do criativa, nanotecnologia, novos materiais, aos alunos da graduação de Administração
aumento de liquidez dos papéis e da ampliação saúde e tecnologias da informação e da FGV; o apoio para integração do IME
e diversificação da base de investidores. comunicação. Com duração de dez anos, à indústria da defesa nacional, visando

NOSSO DESEMPENHO
As principais alienações realizadas em 2017 esse fundo terá patrimônio estimado em novas patentes e empresas; além do
foram CPFL Energia (R$ 1.899 milhões), na R$ 100 milhões, dos quais R$ 40 milhões estímulo à participação da Agência de
qual a BNDESPAR aderiu à oferta pública de participação da BNDESPAR, e apoiará Inovação e Tecnologia do Exército (Agitec)
para aquisição de ações (OPA) de empresas com receita operacional líquida no Sistema Nacional de Inovação, com
fechamento de capital da companhia, anual de, no máximo, R$ 1 milhão. gestores de fundos, incubadoras de empresa
além da Vale (R$ 1.637 milhões), Petrobras e da Associação Brasileira de Private
No primeiro semestre do ano, a Vinci Partners
(R$ 1.240 milhões), Rumo (R$ 948 milhões), Equity e Venture Capital (ABVCAP).
foi selecionada para estruturar e gerir o
Iochpe-Maxion (R$ 244 milhões), Lojas Fundo de Energia Sustentável, um fundo Participamos de discussões importantes
Americanas (R$ 195 milhões), Equatorial de investimentos do setor de energia, com do setor, como as do comitê do MDIC
Energia (R$ 185 milhões) e Braskem foco em projetos sustentáveis. Anunciado que elaborou a Estratégia Nacional de
(R$ 154 milhões), alienadas em pregão em 2016, o fundo foi registrado em agosto Investimentos e Negócios de Impacto, e do
na bolsa de valores, que, juntas, totalizaram de 2017 e encontra-se em fase de captação Comitê da Secretaria Nacional da Juventude,
R$ 6,5 bilhões. com investidores. Seu patrimônio será que está elaborando o Plano Nacional de
No primeiro semestre de 2017, ocorreu de até R$ 500 milhões, com participação Desenvolvimento de Empreendedorismo
a conversão mandatória em ações das máxima de 50% da BNDESPAR. e Startups para a Juventude.
debêntures da quinta emissão da Marfrig No segundo semestre, algumas das Ampliando nossa agenda de efetividade,
detidas pela BNDESPAR, o que resultou no empresas em que temos participação, implementamos um modelo para
aumento da participação da BNDESPAR como Senior Solution, Eletropaulo e Suzano o monitoramento da eficácia e da
no capital votante da empresa de 19,6% Papel e Celulose, concluíram com sucesso efetividade de nossa atuação em renda
em dezembro de 2016 para 33,7% em os processos de listagem de suas ações variável em novos investimentos, baseado
dezembro de 2017 e no direito de indicação no Novo Mercado, segmento com o mais na definição de indicadores relativos
de um segundo membro para o Conselho de elevado padrão de governança corporativa ao desenvolvimento competitivo da
Administração da companhia. Essas mudanças da B3. Cumprimos assim, mais uma vez, economia, desenvolvimento do mercado
levaram à caracterização da influência o objetivo de promover melhores práticas de capitais, benefícios diretos para a
significativa da BNDESPAR na companhia, o de gestão, governança e sustentabilidade população e desenvolvimento sustentável.
que determinou a reclassificação contábil do nas empresas em que somos acionistas.
investimento para “sociedades coligadas”. REESTRUTURAÇÃO DA IGUÁ
Em 2017, também promovemos o evento
SANEAMENTO (EX-CAB AMBIENTAL)
Outro destaque de 2017 foi a seleção, por Criatec 10 anos, que relembrou a trajetória,
meio de chamada pública, de gestor do apresentou casos de sucesso e avaliou A Iguá Saneamento é a empresa resultante
primeiro fundo de venture debt para apoio impactos dos fundos Criatec I, II e III, da reestruturação financeira e societária
a pequenas e médias empresas inovadoras. pioneiros no apoio a micro e pequenas da antiga Companhia de Águas do Brasil
A iniciativa faz parte de nosso esforço para empresas brasileiras de base tecnológica. (CAB Ambiental), que conta com um
apoiar o desenvolvimento do mercado de Participamos ainda do 2º Criatec Day, total de 14 concessões e quatro parcerias
crédito corporativo de longo prazo, facilitando evento realizado pelo Criatec II em São público-privadas para a operação dos

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 67


serviços de água e esgotamento sanitário 2017, o exercício de bônus de subscrição de
nos estados de Alagoas, Mato Grosso, emissão da Sunew, elevando sua participação
Paraná, São Paulo e Santa Catarina. acionária de 25,45% para 25,74% do capital
da empresa. Na mesma data, foi aprovada
Sua acionista controladora, Galvão
a celebração de instrumento particular de
Participações, entrou em recuperação judicial,
compromisso de investimento, por meio do
após ser citada nas investigações da Operação
qual a BNDESPAR assumiu o compromisso de
Lava-jato. A falta de crédito para as empresas
subscrever e integralizar novas ações ordinárias
do grupo Galvão prejudicou a capacidade
no valor de R$ 2,57 milhões, equivalente
de investimento da CAB, que teve como
à parcela correspondente ao exercício de
resultado até mesmo o não atingimento
seu direito de preferência no aumento de
por sua principal concessionária, a CAB
capital total de R$ 10 milhões. Após essa
Cuiabá, de indicadores operacionais previstos,
capitalização, investidores voltaram a negociar
levando à intervenção da prefeitura local.
com a Sunew e já se comprometeram a
A BNDESPAR, que tem uma participação fazer novos aportes na companhia.
NOSSO DESEMPENHO

de 33,42% no capital da companhia,


Em outubro de 2017, a Diretoria da O agricultor Antonio Evaldo retira água de uma cisterna de produção
fruto de um investimento de R$ 120 milhões Foto: Acervo BNDES/André Telles Fotografia – Fabio Chieppe
BNDESPAR aprovou novo aumento
realizado em 2012, teve de buscar
de capital no montante de R$ 13 instaladas em 68 municípios da região,
soluções para evitar a perda financeira.
milhões, cabendo a BNDESPAR aportar distribuídos por nove estados.
A solução encontrada foi negociar uma R$ 3,3 milhões para manter sua atual
reestruturação que envolveu a conversão de participação no capital da Sunew. Além da tecnologia social de acesso à água
dívidas em equity dos principais credores da (cisterna), a operação inclui recursos para
companhia, bem como o reescalonamento de SOCIOAMBIENTAL a compra de insumos, como sementes,
todas as dívidas bancárias, incluindo aquelas mudas e pequenos animais, e infraestrutura
contratadas com o BNDES, e a captação para a formação de hortas, pomares,
CISTERNAS DE SEGUNDA ÁGUA
de R$ 70 milhões de um novo investidor. apriscos ou galinheiros, de acordo com a
A empresa RK Partners foi contratada para Em 2017, aprovamos nova operação não preferência e vocação da família apoiada.
liderar as negociações com credores, novos reembolsável, com recursos do Fundo Nessa nova fase, o projeto prevê a oferta de
investidores e representantes dos poderes Social, no valor de R$ 100 milhões, para serviços de acompanhamento familiar para
concedentes das concessionárias, e assumiu o apoio à implantação de cisternas inclusão social e produtiva para as famílias
o controle acionário da CAB Ambiental de segunda água – utilizadas para que estão em situação de pobreza e extrema
por meio do Fundo de Investimento em produção de alimentos e criação de pobreza (renda mensal per capita de até
Participações Multiestratégia (FIP Iguá), que animais – no semiárido brasileiro. R$ 170 e R$ 85, respectivamente). Com isso,
passou a deter 84,18% das ações da nova elas passam a receber acompanhamento
O projeto dá continuidade a nossos
empresa, denominada Iguá Saneamento. técnico em práticas de manejo produtivo
investimentos na região, que até então
Os 15,82% remanescentes pertencem a por até 24 meses. Isso permitirá que os
somavam R$ 275 milhões, destinados à
BNDESPAR. Com a solução, o prefeito de beneficiários sejam elegíveis ao Programa
instalação de 25 mil cisternas produtivas,
Cuiabá extinguiu a intervenção da concessão. de Fomento às Atividades Produtivas Rurais,
contribuindo para a superação da extrema
pobreza e para a segurança alimentar um programa do Governo Federal cujo
SUNEW
de famílias de baixa renda atingidas pela apoio consiste no repasse, pelo Ministério do
A Sunew foi criada em outubro de 2015 para seca ou pela falta regular de água. Desenvolvimento Social (MDS), de recursos
comercializar painéis solares de geração de financeiros não reembolsáveis destinados
Com a renovação do apoio, que tem
energia, que utilizam a tecnologia Organic à implantação de projeto produtivo.
como executora a Associação Programa
PhotoVoltaics (OPV), desenvolvida pelo instituto
Um Milhão de Cisternas para o Semiárido RESTAURAÇÃO ECOLÓGICA
de pesquisa CSEM Brasil com apoio do BNDES
(AP1MC), mais 6.821 cisternas serão
Funtec. Com o cenário político e econômico Foram contemplados em 2017, também
desfavorável, a empresa não conseguiu atingir com recursos não reembolsáveis do Fundo
sua meta de faturamento para 2016, o que Social, em um total de R$ 26 milhões, oito
Leia mais em: www.bndes.gov.br/projeto-cisternas
levou a BNDESPAR a aprovar, em maio de projetos selecionados no âmbito do edital de

68 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


apoio a projetos de restauração ecológica no No âmbito de nosso apoio ao plano de da economia local, financiamos
bioma Mata Atlântica, que contribuirão para combate à zica, da Fundação Oswaldo Cruz, investimentos sociais para as comunidades
a restauração de cerca de 2,3 mil hectares. avançaram também os projetos dedicados localizadas no entorno dos projetos,
ao desenvolvimento de diagnósticos por meio da Linha de Investimentos
DOENÇAS DA POBREZA diferenciais para a doença, que contaram com Sociais de Empresas (Linha ISE).
desembolso de R$ 6,5 milhões em 2017.
Apoiamos também com recursos Criada em 2006, a linha financia projetos e
não reembolsáveis projetos para o programas sociais realizados por empresas,
LINHA ISE
combate de doenças associadas à associações e fundações de todos os
pobreza, como dengue e zica. Muitas vezes o elevado fluxo portes, em todos os estados brasileiros.
migratório durante a construção de Os investimentos podem ser destinados
O projeto contratado em 2016 com a tanto à própria empresa, em benefício de
empreendimentos sobrecarrega os
Fundação Butantan, para o desenvolvimento seus funcionários ou fornecedores, quanto
equipamentos públicos da área de
de uma vacina tetravalente contra a influência de projetos apoiados pelo à comunidade em que está inserida.
dengue, encontra-se na fase de ensaios BNDES. Além disso, em diversas ocasiões, Na segunda hipótese, que representa

NOSSO DESEMPENHO
clínicos, com mais da metade dos 17 mil as regiões em que estão localizados mais de 90% dos casos, os investimentos
voluntários já vacinados. Os resultados esses investimentos são remotas e pouco costumam ser aplicados em atividades como
preliminares para os estratos de adultos e desenvolvidas. Assim, como forma de formação de mão de obra especializada,
adolescentes têm confirmado o perfil de potencializar os impactos positivos investimentos na infraestrutura local e
segurança da vacina, embora a confirmação desses projetos, como o aumento estímulo a novas atividades econômicas na
de eficácia ainda esteja sob análise. da renda gerada e a dinamização comunidade do entorno do projeto.

FUNDO AMAZÔNIA
Criado em 2008, o Fundo Amazônia tem por finalidade captar
doações para investimentos não reembolsáveis em ações de prevenção,
monitoramento e combate ao desmatamento, e de promoção da
conservação e do uso sustentável da floresta e da biodiversidade na
Amazônia Legal. Considerada uma iniciativa pioneira de REDD+
(Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação Florestal), o
fundo é gerido pelo BNDES, que capta recursos, contrata e monitora
projetos apoiados. Sua estrutura de governança envolve um comitê
orientador do qual participam entidades representativas da sociedade As populações ribeirinhas são um dos públicos prioritários do Fundo Amazônia | Foto: Acervo BNDES
civil, de diversos ministérios e órgãos do Governo Federal e de todos
os estados da região amazônica.
O fundo recebeu ainda três novas doações – de R$ 132,0 milhões, da
O ano de 2017 foi marcado por um desembolso recorde do fundo, no Alemanha, por meio do KfW, de R$ 139,3 milhões, da Noruega, e de
valor total de R$ 223,7 milhões, representando um crescimento de R$ 1,8 milhão da Petrobras –, que levaram o total de recursos captados
67% em relação ao ano anterior. O valor total dos projetos aprovados ao longo de sua existência à quantia de R$ 3,12 bilhões. O governo
no ano também apresentou um aumento de 45% na comparação norueguês manteve-se como maior doador, com um volume total de
com 2016, chegando a R$ 235 milhões. R$ 2,91 bilhões, ou 93,3% do total recebido; seguido pela Alemanha,
Duas chamadas públicas foram lançadas durante o ano, visando o com doações que somam R$ 192,69 milhões, ou 6,2% do total dos
apoio a novos projetos. A primeira, no valor de até R$ 150 milhões, recursos; e ainda pela Petrobras, com um aporte de R$ 16,1 milhões
destinada à seleção de dez projetos capazes de promover a (0,5% do total).
consolidação ou o fortalecimento de empreendimentos comunitários Com o intuito de ampliar a divulgação do Fundo Amazônia,
que preservem a floresta. A outra, com valor de R$ 200 milhões, participamos em 2017 da 23ª Conferência das Partes da Convenção
voltada para a escolha de até cinco projetos de recuperação da do Clima (UNFCCC), em Bonn, na Alemanha. A equipe do fundo
cobertura vegetal que possam contribuir para a estruturação técnica e apresentou o painel “Impactos e Desafios do Fundo Amazônia”, no
gerencial da cadeia produtiva do setor de reflorestamento e para a evento Amazon Bonn, e promoveu, no Espaço Brasil, o painel “Fundo
regularização ambiental de propriedades rurais. Amazônia: Contribuindo para o Alcance das Metas Brasileiras”.

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 69


Há muitas vezes o apoio a construção de Saiba mais em:
A aproximação com o Ministério
http://www.copersucar.com.br/sustentabilidade/
escolas, infraestrutura para saneamento da Educação (MEC) também nos
básico, postos de saúde e capacitação permitiu avançar ao longo de
profissional para as comunidades locais, entre 2017 nos entendimentos para
outros, promovendo a melhoria da condição
EDUCAÇÃO a construção de um Acordo de
de vida da população e desencadeando o Cooperação Técnica com o órgão.
Avançamos na reflexão sobre nossa
surgimento de novos negócios no entorno. atuação em educação e priorizamos Ampliamos ainda nossas ações de
Nos municípios de Paulínia e Santos (SP), de imediato os focos em inovação patrocínio a esse campo essencial para
os recursos da linha foram usados, por e gestão. Determinamos concentrar o desenvolvimento do país. Com um
exemplo, para a qualificação profissional esforços no uso de tecnologias digitais apoio de R$ 3,4 milhões, patrocinamos
e conectividade. Demos um passo nessa parte do calendário de eventos e
de mais de 120 jovens de baixa renda. O
direção nos envolvendo na criação ações do Biênio da Matemática Brasil
projeto, associado ao financiamento de
do Programa de Inovação Educação (2017-2018), que trouxe para o país a
investimentos da Copersucar na região, foi
Conectada (Decreto Federal 9.204/2017) Olimpíada Internacional da Matemática
NOSSO DESEMPENHO

desenvolvido em parceira com o Instituto


e nos comprometendo a participar e estimulou estudantes de todo o
Crescer e ofereceu aos alunos formação
de seu comitê consultivo, além de mundo a expandir seus conhecimentos
voltada para o empreendedorismo.
contribuir com competências como apoio na disciplina e na área científica.
Somente no entorno dos projetos de
técnico e financeiro, estruturação de
energia apoiados pelo Banco, foram
ações de monitoramento e avaliação, CULTURA
aprovados, em 2017, 14 projetos sociais
e coordenação da colaboração Em 2017, chegamos à marca de vinte anos
no valor total de R$ 31 milhões.
econômica de entidades privadas. ininterruptos de atuação na preservação
Em 2017, desembolsamos R$ 88 milhões na Para 2018, já estamos prevendo o do patrimônio cultural brasileiro. Ao longo
Linha ISE, e as novas contratações somaram desenvolvimento de projeto-piloto desses anos, destinamos R$ 600 milhões, não
R$ 97 milhões – um aumento de 4% em voltado a dinamizar o programa e testar reembolsáveis, a um total de 233 projetos,
relação ao valor contratado no ano anterior. modelos de atuação mais efetivos. espalhados pelas cinco regiões do país.

O Festival da Matemática foi patrocinado pelo BNDES em 2017 Abertura do Festival da Matemática, no Rio de Janeiro | Foto: Christian Rodrigues
Foto: Christian Rodrigues

70 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


PROGRAMA NEOJIBA
Um dos projetos que aprovamos em 2017 foi a reforma
e a revitalização de quatro edifícios históricos localizados
no Parque do Queimado, em Salvador (BA), para a
instalação da futura sede do Programa Neojiba (Núcleos
Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis).
O Neojiba é um programa do governo da Bahia que
promove a inclusão social por meio do ensino da música a
crianças e jovens em situação de risco. O programa tem
conseguido resultados positivos desde sua criação,
formando redes de ensino e oferecendo capacitação de
excelência a seus alunos, resultando em alguns casos no
acesso deles a orquestras sinfônicas profissionais.

NOSSO DESEMPENHO
Indiretamente, a iniciativa tem contribuído ainda para a
revitalização de bairros antes degradados e com altos
índices de violência.
Sob responsabilidade do Instituto de Ação Social pela
Música (IASPM), o projeto apoiado pelo BNDES é
exemplo de uma ação integrada, que associa o restauro
de um patrimônio histórico a iniciativas de caráter social
e cultural. Dessa forma, reflete nossa visão de que o
patrimônio cultural deve ser um vetor de desenvolvimento,
Orquestra Juvenil da Bahia, um dos principais grupos orquestrais do Programa Neojiba, que receberá apoio do BNDES
capaz também de gerar empregos qualificados e de para revitalização de sua futura sede | Foto: Acervo IASPM/Karol Azevedo
reduzir as desigualdades regionais.

ENDOWMENTS Saiba mais em: www.bndes.gov.br/endowments


Em grande parte das iniciativas que
apoiamos ao longo desses anos, A experiência acumulada a partir dessa
contamos com a parceria do Instituto atuação nos levou a pensar também e foi concluído com o lançamento dos
do Patrimônio Histórico e Artístico sobre a sustentabilidade das instituições Guias de Endowments Culturais.
Nacional (Iphan), que completou oitenta culturais, expandindo a discussão para
As publicações consolidaram as discussões
anos em 2017. Para celebrar a data, além da Lei Rouanet (Lei 8.313/91)
ocorridas no fórum, abordando os
a instituição promoveu o seminário e de outros mecanismos fiscais e
seguintes aspectos: diretrizes para o
internacional “O Futuro do Patrimônio”, considerando a importância de trazer
aprimoramento da legislação; melhores
que contou com nosso patrocínio e novos recursos, não incentivados,
práticas de gestão e governança; e passo
participação nas discussões sobre os para o mercado cultural e artístico.
a passo para a criação de endowments.
modelos de uma gestão patrimonial
Para incentivar esse debate,
sustentável. Recebemos, além disso, a
patrocinamos e sediamos o I Fórum
medalha Mario de Andrade, concedida Endowments – Ainda raros no Brasil, os
Internacional de Endowments Culturais,
a principais parceiros do Iphan. endowments são fundos patrimoniais cujos
que contou com a participação de
rendimentos são utilizados na manutenção de
No ano de 2017, aprovamos mais representantes do mercado financeiro,
uma instituição cultural e no desenvolvimento de
nove projetos de apoio ao patrimônio governos, gestores de equipamentos projetos. O instrumento garante a previsibilidade e
cultural brasileiro, que representam públicos e estudiosos. Dividido continuidade dos recursos para a instituição cultural,
um investimento adicional de em três etapas, o evento teve seu conferindo estabilidade operacional à entidade e
R$ 55,3 milhões na área. último encontro realizado em 2017 permitindo que ela se concentre em sua missão.

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 71


AUDIOVISUAL mais de 5,3 milhões de pessoas. Essas Música na Estrada, além de eventos locais
ações representaram um total investido como o Festival Internacional de Música
Na área do audiovisual, divulgamos do Pará, o Festival Internacional de Música
de R$ 15,4 milhões e contribuíram para
os resultados do Edital BNDES de Clássica de João Pessoa e o Festival de
a realização de projetos nos segmentos
Cinema, que teve como novidade Música Erudita do Espírito Santo.
de audiovisual, música e literatura.
uma categoria dedicada ao curta-
metragem de animação. Contaram com nosso apoio alguns O estímulo à leitura motivou nosso
dos maiores festivais de cinema do patrocínio a eventos de grande público,
De um total de 359 projetos habilitados como a Festa Literária Internacional
país, como Festival do Rio, Mostra
no processo seletivo, 52 pertenciam de Paraty (Flip), e a projetos de caráter
Internacional de Cinema em São
à nova categoria (15%). Além disso, inclusivo, a exemplo da Festa Literária
Paulo, Festival de Gramado e Festival
a grande participação de diretores Internacional das Periferias (Flupp) e da
de Brasília, além de eventos que
estreantes nos projetos do grupo (85% Flink Sampa – Festa do Conhecimento,
levam a produção audiovisual para
dos habilitados) confirmou uma de Literatura e Cultura Negra.
fora dos grandes centros urbanos,
nossas motivações para sua criação:
caso da Mostra de Cinema de Pela primeira vez, patrocinamos também o
NOSSO DESEMPENHO

a descoberta de novos talentos,


Gostoso (RN) e do Cineamazônia, Réveillon de Copacabana, um dos maiores
estimulando a formação técnica
que passa por diferentes cidades e eventos da cidade do Rio de Janeiro, em
do autor de animação no Brasil.
povoados da região amazônica. uma ação que buscou contribuir para o
PATROCÍNIO CULTURAL resgate da autoestima do carioca e para
Na área musical, continuamos investindo a retomada do turismo na cidade. Com
Em 2017, patrocinamos ainda 26 eventos em eventos de música instrumental público total de 2,8 milhões de pessoas, o
culturais nas diferentes regiões do país, e erudita, como os itinerantes MIMO patrocínio estimulou a ocupação hoteleira
que, juntos, mobilizaram um público de Festival, Circuito Música Brasilis e Festival e o aquecimento da economia local.

O apoio do BNDES ao Réveillon de Copacabana buscou contribuir para a retomada do turismo no Rio de Janeiro | Foto: Aune Filmes

72 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


ESPAÇO CULTURAL BNDES

Além do patrocínio a eventos externos,


continuamos a oferecer também uma
diversificada programação cultural no
Espaço Cultural BNDES, que abriga
um teatro e uma galeria localizados
em nosso edifício no centro do Rio
de Janeiro.
Pedro Luís se apresentou no Quintas no BNDES em junho | Foto: Acervo BNDES/André Telles Fotografia – Chico Sales
Ao longo do ano, realizamos mais
de oitenta projetos, entre espetáculos
musicais e exposições, todos inteiramente
gratuitos e selecionados por editais públicos
abertos a produtoras de todo o país. Dessa

NOSSO DESEMPENHO
forma, contribuímos para a democratização
do acesso à cultura e estimulamos a
produção artística brasileira.
Ao fim de 2017, o Espaço Cultural BNDES
registrou o número de 30.409 visitantes.
A exposição “Assis Horta – Retratos”, que ocupou nossa galeria no início de 2017, foi considerada pela crítica especializada uma das melhores
em cartaz na cidade à época | Foto: Acervo BNDES/André Telles Fotografia – Sandra Moraes
ESPORTE
No esporte, o ano de 2017 marcou Campeonato Sul-Americano, realizado
a continuidade de nosso patrocínio à em Paipa (Colômbia), no qual o Brasil
canoagem brasileira, modalidade em ficou com o maior número de medalhas
que foram conquistadas as primeiras (50), foram conquistadas premiações
medalhas olímpicas para o país em 2016. no Mundial Júnior Sub-23, na Copa do
Mundo de Canoagem Velocidade e no
Investimos, ao longo de 2017, um total
Mundial de Slalom (veja tabela abaixo).
de R$ 8,75 milhões na manutenção de
centros de treinamento e na realização A paracanoagem também trouxe
de competições. Assim, ajudamos resultados importantes para o país,
nossos atletas a obter importantes como os títulos no Sul-Americano
resultados nos principais campeonatos e no Pan-Americano, além do
Ana Sátila conquistou medalha de bronze no Mundial de Slalom
da modalidade. Além do título no quinto lugar no Mundial. Foto: Fabio Canhete

COMPETIÇÃO CATEGORIA RESULTADO ATLETA

Mundial Júnior Sub-23 C1 1.000 m Ouro Isaquias Queiroz

Mundial Júnior Sub-23 C2 200 m Prata Isaquias Queiroz

Copa do Mundo de Angela Oliveira e


C2 200 m Ouro
Canoagem Velocidade Andrea Aparecida

Mundial de Slalom C1 Bronze Ana Sátila

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 73


Desde sua criação, em 1952, o BNDES tem e exigem um reposicionamento do pretendendo, nesse processo (visão –
sido um verdadeiro agente de transformação, BNDES em diversos campos. perspectiva institucional), “ser reconhecido
financiando projetos e viabilizando como o banco de desenvolvimento do
Olhando à frente, o futuro nos impõe
empreendimentos para o desenvolvimento Brasil pela sua relevância e efetividade”.
mudanças e desafios. Caminha-se para uma
do Brasil. Ao longo de mais de seis décadas,
economia mais voltada para o conhecimento, A implementação de nossa nova estratégia
o Banco desempenhou papel relevante
gestão de intangíveis, contribuições inovadoras pressupõe a consolidação de um novo
para o desenvolvimento econômico, social
e desenvolvimento com sustentabilidade. modelo de gestão, que passa pela avaliação
e ambiental do país, em vários segmentos
O avanço das tecnologias de comunicação da atual estrutura, alocação de recursos
de atuação: infraestrutura, estrutura
e a aproximação entre o mundo real humanos e formas de governança, por
produtiva, desenvolvimento social e regional,
e a realidade virtual – impulsionada exemplo, para definição de novos modelos
sustentabilidade, inovação, desenvolvimento
pelo progresso da internet das coisas e iniciativas, mudanças nos processos e
do mercado de capitais, entre outros. Durante e do conhecimento de big data – está construção de novas capacitações.
esse período, o Brasil enfrentou muitos transformando os processos industriais
desafios e avançou em múltiplos aspectos. As mudanças de funding e de disponibilidades
tradicionais. Para atuar nesse novo cenário,
de recursos recentes, somadas às perspectivas
Nos últimos anos, nossa economia enfrentou precisamos de novas estratégias e modelos.
de retomada da economia brasileira,
uma longa e profunda recessão e o patamar Ademais, torna-se fundamental conseguirmos apontam, no futuro próximo, para uma
do PIB brasileiro voltou ao nível observado não só nos posicionar para realizar as ações necessidade maior de captações em mercado
em 2010. Esse contexto levou a uma queda efetivas e benéficas para o país, como registrar e de um plano de securitização de exposições.
conjuntural da demanda por recursos do tais ações, com transparência e prestação Será também necessário o desenvolvimento
BNDES, refletindo, em grande medida, de contas, construindo novas métricas para de novos instrumentos financeiros que
a própria redução dos investimentos na aferição da efetividade de nossa atuação e tenham maior capacidade de alavancagem
economia. Paralelamente, profundas uma nova abordagem para a comunicação de recursos, como a oferta de garantias,
mudanças estão ocorrendo no ambiente e o relacionamento institucionais. e uma abordagem de pricing renovada.
em que o BNDES se insere. Essas mudanças Será fundamental também a revisão de
englobam desde as condições financeiras Nesse contexto, iniciamos em 2017,
processos internos que permitam elevar nossa
até questões mais estruturais. Entre elas um amplo processo de planejamento
agilidade na concessão de financiamentos,
destacamos: (i) a convergência entre as e reflexão estratégica que incluiu a
em um esforço de simplificação.
taxas oferecidas pelo BNDES e as taxas de realização de um vasto conjunto de
mercado; (ii) a redução da disponibilidade diagnósticos (internos e externos), a revisão O crescimento da participação das MPMEs
de funding público; (iii) transformações de nossa identidade e a construção de na carteira, a consolidação de canais digitais
em curso no setor bancário, a partir de um plano de médio prazo (2018-2023) como um eixo da evolução de nosso
e diretrizes de longo prazo (2030). negócio e uma atuação mais intensiva no
novas tecnologias; (iv) novos desafios da
mercado de capitais (por exemplo, por
economia brasileira, como o envelhecimento No amplo processo de revisão da identidade,
meio da ampliação da participação em
populacional, que agrava a necessidade (re)afirmamos ser o nosso propósito:
fundos para financiamento de inovação)
de aumento da produtividade; (v) a “transformar a vida de gerações de brasileiros,
são algumas das diretrizes apontadas no
agenda da sustentabilidade; (vi) avanços promovendo o desenvolvimento sustentável”.
âmbito do planejamento estratégico.
tecnológicos disruptivos com amplas Reconhecemos nossa missão como “viabilizar
consequências, inclusive sobre emprego, soluções financeiras que adicionem Precisamos da ascensão dos investimentos
e que demandam agendas de educação e investimentos para o desenvolvimento e da inovação para reduzir as desigualdades
de qualificação profissional. Todas essas sustentável da nação brasileira”. Nossa regionais e sociais, desenvolver a
questões trazem desafios relevantes, ao visão de futuro para o país é: “tornar o infraestrutura social e urbana e sustentar
mesmo tempo que criam oportunidades Brasil um país desenvolvido até 2035”, consistentes incrementos de produtividade

74 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


para assegurar a competitividade da projetos que permitam reduzir a pobreza no Para auxiliar no alcance desses
economia brasileira. Precisamos viabilizar Brasil e as desigualdades sob todas as suas objetivos, estruturamos 12 projetos
o aumento das exportações brasileiras, formas. Entre outras iniciativas, destacamos corporativos para 2018.
sobretudo de bens e serviços de alto a construção de uma nova abordagem para
A definição de nossa nova estratégia é, no
valor agregado, apostando na integração a inserção regional, elaborando planos de
entanto, apenas o ponto de partida. Mais
internacional da economia brasileira e ação que considerem as oportunidades
promovendo ainda a sustentabilidade do que nunca, será imperioso contar com
e vulnerabilidades de cada região e
socioambiental. Precisamos dedicar mais o engajamento de todos os brasileiros e
consolidando visões regionais de negócio.
atenção às micro, pequenas e médias de diversas instituições, para que juntos
empresas e garantir maior acesso ao Nada disso poderá ser feito sem o sejamos capazes de moldar não apenas
crédito, para que possamos escalar fortalecimento de nosso modelo de gestão o futuro do BNDES, mas o futuro do país,
negócios e renovar o tecido empresarial financeira e de riscos, buscando maior mantendo vivo o sonho alcançável de
brasileiro. Precisamos contribuir para eficiência, modernidade e redução de custos. tornar o Brasil uma nação desenvolvida.

12 PROJETOS CORPORATIVOS

1 Organização
2
Produtos
3
Digitalização
e Gestão e Pricing

4 5 6 Mercado
Comunicação Originação
de Capitais

7 Inserção 8 Normas e 9
Estruturação
Internacional Processos de Projetos

10Resultado 11 12
Efetividade Funding
Gerencial

RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017 75


Composição dos cargos em 31 de dezembro de 2017.

Presidente da República
Michel Temer

Ministro do Planejamento,
Desenvolvimento e Gestão
Dyogo Oliveira

BNDES BNDESPAR FINAME


Conselho de Administração Conselho de Administração Conselho de Administração
Esteves Pedro Colnago Junior Fernando Antônio Ribeiro Soares Ricardo Luiz de Souza Ramos
Daniel Sigelmann Cleiton dos Santos Araújo Arnaldo Barbosa de Lima Junior
Natália Marcassa de Souza George Alberto de Aguiar Soares Marcos Adolfo Ribeiro Ferrari
Mansueto Facundo de Almeida Junior Márcio Leão Coelho
Antônio Carlos Paiva Futuro
Jorge Saba Arbache Filho Gleisson Cardoso Rubin
Hailton Madureira de Almeida
Walter Baere de Araújo Filho Carlos Buch Pastoriza
Carlos Márcio Bicalho Cozendey Conselho Fiscal
Conselho Fiscal
William George Lopes Saab José Franco Medeiros de Morais
Marcos Jorge de Lima
Juan Pedro Jensen Perdomo membro efetivo
membro efetivo
Luis Eduardo Salem
Conselho fiscal Julio Cesar de Araújo Nogueira
membro efetivo
membro efetivo
Christianne Dias Ferreira Mariângela Fialek
membro efetivo Paula Bicudo de Castro Magalhães
membro efetivo
membro efetivo
Marcos Jorge de Lima Adriano Pereira de Paula
membro efetivo Aline Ribeiro Dantas de Teixeira Soares
suplente
suplente
Vinícius Mendonça Neiva Antônio Sávio Lins Mendes
membro efetivo Joelma Medeiros Henriques
suplente
suplente
Francisco Arruda Vieira de Melo Filho
suplente Diretoria Roberta Moreira da Costa Bernardi Pereira
suplente
André Proite Diretor-presidente
suplente Diretoria-Executiva
Paulo Rabello de Castro
Comitê de auditoria Diretores Diretor
Eustáquio Coelho Lott Claudia Pimentel Trindade Prates Paulo Rabello de Castro
Attilio Guaspari Ricardo Luiz de Souza Ramos Diretores
Paulo Roberto Vales de Souza Carlos Thadeu de Freitas Gomes Claudia Pimentel Trindade Prates
Eliane Aleixo Lustosa de Andrade Ricardo Luiz de Souza Ramos
Diretoria
Marilene de O. Ramos M. dos Santos Carlos Thadeu de Freitas Gomes
Presidente Carlos Alexandre Jorge Da Costa Eliane Aleixo Lustosa de Andrade
Paulo Rabello de Castro
Marcelo de Siqueira Freitas Marilene de O. Ramos M. dos Santos
Diretores Carlos Alexandre Jorge Da Costa
Claudia Pimentel Trindade Prates Marcelo de Siqueira Freitas
Ricardo Luiz de Souza Ramos
Carlos Thadeu de Freitas Gomes
Eliane Aleixo Lustosa de Andrade
Marilene de O. Ramos M. dos Santos
Carlos Alexandre Jorge Da Costa
Marcelo de Siqueira Freitas

76 RELATÓRIO ANUAL INTEGRADO 2017


BNDES – Banco Nacional de Escritórios Coordenação
Desenvolvimento Econômico e Social Área de Comunicação e
Brasília Relacionamento Institucional
Edifício de Serviços Juvenal Centro Empresarial Parque Cidade Área de Integridade, Controladoria
Osório Gomes – Edserj Setor Comercial Sul – SCS e Gestão de Riscos
Av. República do Chile, 100 | Centro Quadra 9 | Torre C | 12° andar
Edição
20031-917 | Rio de Janeiro | RJ 70308-200 | Brasília | DF
Área de Comunicação e
Tel.: 61 3204 5600 Relacionamento Institucional
Edifício Ventura Corporate Towers
Av. República do Chile, 330 | Centro São Paulo Departamento de Comunicação
20031-170 | Rio de Janeiro | RJ Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 510 Gerência de Editoração e Memória
5º andar | Vila Nova Conceição Coordenação editorial
Central de Atendimento Fernanda Costa e Silva
04543-906 | São Paulo | SP
0800 702 6337 Luisa de Carvalho e Silva
Tel.: 11 3512 5100
www.bndes.gov.br/faleconosco
Redação
Recife
Ouvidoria Flávia Castellan Braga
Rua Padre Carapuceiro, 858 | 18º e 19º andares Gabriel Canedo
0800 702 6307
Centro Empresarial Queiroz Galvão Luisa de Carvalho e Silva
Caixa postal: 15054 Renata Memere Risky
Torre Cícero Dias | Boa Viagem
20031-120 | Rio de Janeiro | RJ Rodrigo Feyth de Negreiros
51020-280 | Recife | PE
www.bndes.gov.br/ouvidoria
Tel.: 81 2127 5800 Projeto gráfico e diagramação
Refinaria Design

Copidesque e revisão
Expressão Editorial

Impressão
Zit Gráfica
EDITADO PELO DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO DA ÁREA
DE COMUNICAÇÃO E RELACIONAMENTO INSTITUCIONAL
JUNHO DE 2018