Você está na página 1de 90

Sumário

INTRODUÇÃO
A TELA DO EXCEL
Linhas e colunas
Área de transferência
Copiar
Colar
Cortar
Pincel de formatação
Fonte
Temas de fontes
Tamanho de fonte
Negrito, Itálico e Sublinhado
Bordas
Preenchimento
Cor do texto
Alinhamento
Alinhamento Vertical
Alinhamento Horizontal
Quebra de Texto
Mesclar Células
Número
Estilo
Formatar como tabela
Estilo da célula
Células
Inserir
Excluir
FÓRMULAS E FUNÇÕES BÁSICAS
Função SOMA
Função MÉDIA
Função MÍNIMO e MENOR
Função MÁXIMO e MAIOR
FÓRMULAS E FUNÇÕES INTERMEDIÁRIAS
Função Lógicas
Função SE
Função SOMASE e SOMASES
Função E e OU
Função SEERRO
Função MÁXIMOSES
Função MÍNIMOSES
Funções texto
Função ARRUMAR
Função PRI.MAIÚSCULA, MAIÚSCULA e MINÚSCULA
Função ESQUERDA e DIREITA
Funções Estatísticas
Função MÉDIASE e MÉDIASES
Função CONT.VALORES, CONTAR.VAZIO, CONTAR.NÚM, CONT.SE, CONT.SES
FORMATAÇÃO CONDICIONAL
Criando regras
Editando e excluindo regras
Realçar Regras das Cédulas
Regras de Primeiro/Último
Barras de Dados
Escalas de cor
Conjunto de ícones
Validação de dados
Trabalhando com base de dados
Tabela dinâmica
Gráfico dinâmico
Dashboard
Usando tabelas dentro do Excel
Funções de pesquisa e referência
Função PROCV
Proteção de dados
Conclusões
INTRODUÇÃO
O Excel é uma ferramenta que pode ser usada para controle de empresas, planejamentos de obras,
acompanhamento de resultados ou simplesmente uma calculadora. Acredito que hoje é a ferramenta de
baixo custo mais poderosa do mercado.
Este manual será bastante ilustrado com exemplos práticos e bem amplos.
Neste livro serão abordados alguns conceitos e exemplos desta ferramenta, para usuários com pouco ou
nenhum conhecimento do Excel. Não serão abordados assuntos fora do escopo do software, como
noções do sistema operacional. Será utilizado para este livro o Office 365, versão 16.0.7070.2033.
No final do livro há um link para fazer o download do arquivo de Excel para que se possa acompanhar
os exemplos além das imagens.

A TELA DO EXCEL
A tela do Excel como de todo o pacote office trabalha com uma barra de ferramentas conforme Figura 1.

Figura 1 - Cabeçalho Excel


Na barra de ferramentas estão as funções de formatação e configurações mais utilizadas.
Linhas e colunas
O Excel trabalha com o conceito de linhas e colunas. Colunas são distribuídas na horizontal e são
denominadas por letras. Linhas são distribuídas na vertical e são denominadas por números, conforme
Figura 2.
As células são indicadas por um plano cartesiano onde primeiro se fala a coluna que a célula pertence e
após a linha, portanto uma célula na 7ª coluna e na 1ª linha será a célula G1.
Figura 2 - Linhas e Colunas

Área de transferência

Figura 3 - Cabeçalho destacado área de transferência


A área demarcada mostra as funções de transferência podemos copiar textos de outras fontes, colar no
Excel, recortar.
Copiar

Esta função possui o atalho “CTRL + V”, é utilizada quando se deseja copiar textos, fórmulas, células.
Quando se usa esta função transferimos o que desejamos copiar para a área de transferência, o Windows
permite que copiamos de praticamente de qualquer programa para qualquer programa.
Colar

Esta função é a inversa da função copiar. Aqui você “cola” a última cópia que você fez. O atalho para
esta função é “CTRL + V”. Esta função também é possível colar de virtualmente qualquer fonte externa
ao Excel, desde que a fonte permita copiar.
Aqui há também a opção colar especial de acordo com Figura 4:
Figura 4 - Botão Colar
Quando se clica na seta abaixo de colar, o menu rápido aparece, caso queira abrir o menu completo basta
clicar em “Colar Especial...”, aparecerá o menu de acordo com Figura 5:

Figura 5 - Colar Especial


Com esta ferramenta temos muitas possibilidades, para o objeto deste livro nos atentaremos as primeiras
quatro opções:
Tudo: Funciona exatamente com o colar normal.
Fórmulas: Esta opção apenas se cola as fórmulas (fórmulas serão explicadas mais adiantes do livro),
nesta opção não é copiado o formato da célula.
Valores: Esta opção colamos apenas os valores, caso se tenha copiado uma formula ela é substituída pelo
resultado que aparece na célula de origem.
Formatos: Esta opção se cola apenas o formato da célula de origem. Muito interessante quando
utilizamos formatação condicional (será explicado mais à frente no livro).
Cortar

A função CORTAR é parecida com a função COPIAR. A diferença é que quando se corta a origem do
objeto a ser cortado é excluído. É interessante utilizar esta função quando se deseja trocar uma célula de
lugar ou mover algum trecho de outro arquivo do pacote Office.
Pincel de formatação

A função desse botão é colar e colar a formatação da célula. Esta função é especialmente útil quando
usamos formatação condicional (será explicado mais a diante no livro).
Fonte

Figura 6 - Barra de ferramentas destacado fonte


O uso de fonte serve para formatação de tamanho de letra, temas de fontes, utilizar negrito, itálico,
sublinhado, margens das células, cor do texto e cor de preenchimento.
Temas de fontes

Os temas de fontes são o design da letra que aparecerá. Para alterar a fonte basta clicar na fonte e
escolher qual formato a Figura 7 indica a seta em qual clicar e a Figura 8 mostra os temas disponíveis
para seleção.

Figura 7 - Fonte tema destacado


Figura 8 - fonte temas
Quando selecionamos um tema a letra que aparecerá na célula se altera conforme exemplo da Figura 9.
Figura 9 - exemplo temas
Tamanho de fonte

É possível alterar o tamanho da letra de duas maneiras. A primeira é clicar na seta ao lado do número e
escolher o tamanho que se deseja. Caso você não saiba o tamanho da letra que se deseja usar, você pode
clicar no “A” maior e com a seta para cima para aumentar a letra, ou no “A” menor e com a senta para
baixo para diminuir a letra. Conforme destacado na Figura 10

Figura 10 - Fonte tamanho destacado


O tamanho após formatação fica conforme Figura 11.

Figura 11 - Tamanho de letras


Negrito, Itálico e Sublinhado

É possível destacar um texto através de mudança no modo como texto é escrito. Conforme indicado na
Figura 12.
Figura 12 - Fonte Negrito, Itálico e sublinhado destacado
Negrito a letra fica mais grossa, pode ser usado com o atalho “CTRL+N”.
Itálico a letra fica “torta”, pode ser usado com o atalho “CTRL+I”.
Sublinhado sublinha-se o texto da célula, pode ser usado com o atalho “CTRL+S”.
Na Figura 13 estão os exemplos.

Figura 13 - Negrito, Itálico, Sublinhado e Sublinhado duplo


Bordas

Este comando serve para formatar as linhas ao redor das células. Clicando na seta ao lado da formatação
de borda podemos escolher como desejamos formatar a borda, conforme indicado na Figura 14.

Figura 14 - Fonte com borda destacada


Na Figura 15 temos o menu de formatação de bordas.
Figura 15 - Menu de Bordas
Podemos ver alguns exemplos de bordas na Figura 16.
Figura 16 - Exemplo de bordas
Preenchimento

Case deseje preencher uma célula com alguma cor para destaque ou qualquer outro motivo utilizamos o
botão de preenchimento, mostrado na Figura 17.

Figura 17 - Menu fonte preenchimento destacado


Quando clicamos na seta ao lado da lata de tinta o menu de escolha de cores aparece conforme Figura
18.

Figura 18 - Menu preenchimento


A Figura 19 demonstra como ficam as células após preenchidas.

Figura 19 - Exemplo preenchimento


Cor do texto

Case deseje alterar a cor do texto para outra cor utilizamos o botão de cor do texto, mostrado na Figura
20.

Figura 20 - Menu fonte cor do texto destacado


Quando clicamos na seta ao lado da letra com a barra de cor abaixo o menu de escolha de cores aparece
conforme figura 20.

Figura 21 - Menu de cor do texto


A figura 21 demonstra como fica o texto após mudança de cor.
Figura 22 - Exemplo cor de texto

Alinhamento

Figura 23 - Menu Excel, alinhamento destacado


Alinhamento Vertical

Esta função determina como o texto será alinhado verticalmente na célula conforme o nome já diz, é
possível 3 alinhamentos rápidos conforme imagem 23.

Figura 24 - Alinhamento, alinhamento vertical destacado


O padrão do Excel é alinhamento embaixo. Isto significa que o texto vai preenchendo as células de
baixo para cima. A figura 24 mostra os três tipos básicos de alinhamento vertical.

Figura 25 - Exemplo alinhamento de texto


Alinhamento Horizontal

Esta função determina como o texto será alinhado horizontal na célula conforme o nome já diz, é
possível 3 alinhamentos rápidos conforme imagem 25.
Figura 26 - Alinhamento, Alinhamento horizontal destacado
O padrão do Excel é alinhamento à esquerda. Isto significa que o texto vai preenchendo as células da
esquerda para direita. A figura 24 mostra os três tipos básicos de alinhamento horizontal.

Figura 27 - Exemplo Alinhamento horizontal


Quebra de Texto

A quebra texto tem função de deixar o conteúdo da célula em mais de uma linha, caso se deseje escrever
algum texto mais longo. A figura 27 ilustra o botão “Quebrar Texto Automaticamente”.

Figura 28 - Alinhamento, Quebrar texto automaticamente destacado

No exemplo da figura 28 é possível notar que o na célula de cima o texto ficou cortado pois não havia
sido selecionado quebra de texto automática

Figura 29 - Exemplo quebra de texto


Mesclar Células

Esta função uni duas células e forma uma, é útil quando se deseja apresentar a planilha, fazer um
cabeçalho, porem case se deseje trabalhar com banco de dados ou tabelas e gráficos dinâmicos (os três
serão abordados mais a frente), não é possível mesclar células.
Figura 30 - Menu alinhamento, Mesclar e centralizar destacado
A Figura 31 mostra como as células ficam após mesclada.

Figura 31 - Exemplo célula mesclada

Número
O menu número (Figura 32) é para formatação rápida de células, neste menu é possível definir a célula
como número, texto, moeda, porcentagem.

Figura 32 - Menu número


Para formatação rápida basta clicar nas três opções disponíveis, moeda, percentil e separador de
milhares. Caso deseje outro formato, deve-se clicar na seta ao lado do texto e formatação conforme
Figura 33 - Menu formatação
A Figura 34 demonstra os três exemplos de formatação rápida.

Figura 34 - Exemplo formatação rápida


Case deseje alguma formatação mais especifica, como colocar unidade de medida, ou configurar para
mostrar CPF, CNPJ deve-se abrir o menu completo clicando na seta na parte inferior direito do menu,
conforme Figura 35

Figura 35 - Botão menu completo formatação


Após clicar na seta o menu completo de formatação aparecerá. Conforme Figura 36.
Figura 36 - Menu completo de formatação
Neste menu é possível formatar a célula por inteiro, todas os tipos de formatação mostrados
anteriormente no menu rápido, e o tipo de conteúdo da célula.
Para fazer um formato que não seja padrão para o Excel deve-se usar a categoria personalizado dentro
do menu completo de formatação. Conforme

Figura 37 - Categoria personalizada


A figura 38 mostra as possibilidades de formatação personalizadas, apenas digitando os números
automaticamente ela condiciona como o número aparecerá na célula.
Figura 38 - Exemplo formatação personalizada

Estilo

Figura 39 - Menu Estilo


A formatação condicional será abordada mais à frente no livro pois demanda um conhecimento de
fórmulas um pouco mais avançado.
Formatar como tabela

Formatação como tabela permite que formate uma tabela com cabeçalho, linhas, e colunas de forma
rápida. Também há uma diferenciação no modo com as fórmulas são apresentadas, será abordado essa
apresentação mais á frendo no livro.
Para exemplo faremos uma tabela de vendas com desconto por vendedor. Primeiro digitamos os dados
como a Figura 40.

Figura 40 - Exemplo formatação como Tabela parte 1

Com os dados já digitados selecionamos as células que desejamos formatar e clicamos em “Formatar
como Tabela”. O menu de formatação aparecerá (Figura 41).
Figura 41 - Menu Formatação como Tabela
Após escolher um estilo a tabela fica com essa formatação (Figura 42).

Figura 42 - Exemplo Formatação como Tabela parte 2


Estilo da célula
A função estilo da célula é uma ferramenta de formatação rápida, é um resumo das formatações como
alinhamento, fonte e número.
Células
O menu células tem a função de modificar as células da planilha, inserindo células, linhas e colunas ou
excluindo células, linhas e colunas.

Figura 43 - Menu Células


É possível inserir e excluir através dos botões inserir ou excluir do menu célula ou clicando com o botão
direito do mouse na célula que se deseja modificar. Após clicar com o botão direito do mouse em
qualquer célula o menu (Figura 44) aparecerá.
Figura 44 - Clique botão direito mouse
Inserir

Clicando em “Inserir...” o menu (Figura 45) aparecerá.


Figura 45 - Menu Inserir
Selecionando uma das opções e o Excel fará o resto.
Excluir

Clicando no item “Excluir...” o menu (Figura 46) aparecerá.

Figura 46 - Menu Excluir


Selecionando uma das opções e o Excel fará o resto.

FÓRMULAS E FUNÇÕES BÁSICAS


Toda vez que se deseja escrever uma fórmula no Excel deve-se começar com o caractere “=”, após o
caractere igual pode se escrever qualquer fórmula aritmética que se deseje. Na célula aparecerá o
resultado da operação que foi digitada. Na barra de fórmulas aparecerá a operação digitada.
Lembrando que o Excel segue a ordem de operação matemáticas, primeiro potencias e raízes, depois
multiplicações e divisões, e por últimos somas e subtrações.
O Excel entende parênteses, chaves e colchetes, porém não há necessidade de utilizarmos os três.
Usando apenas parênteses já indicamos a ordem que as operações devem ser feitas.

Figura 47 - Exemplo de operações matemáticas


Com conhecimento básico de matemática é possível usar o Excel como calculadora básica.
Também é possível utiliza-lo para fazer equações usando dados inseridos em cada célula. Utilizando o
exemplo da figura 40. Utilizaremos a função de multiplicação para calcular o valor final do desconto.
Figura 48 - Exemplo de multiplicação

Figura 49 - Resultado Exemplo 40

Função SOMA
Caso se deseja ao final da tabela saber qual foi o valor total de desconto podemos fazer de duas
maneiras. A primeira é digitar a soma de cada célula que se deseja o total.

Figura 50 - Exemplo de soma


Neste exemplo é consideravelmente fácil pois estamos somando apenas 3 células. Imagine que você
trabalhe em uma empresa que faz 1.000, ou 10.000 vendas, esse método seria um tanto difícil de ser
aplicado. Dentro do banco de dados do Excel há várias funções pré-gravadas, uma delas é a função
soma, que soma as células desejadas sem que se necessite digitar todas as operações.
Vale destacar que para facilitar o entendimento das fórmulas que estão sendo digitada Excel destaca as
células e o texto da função da mesma cor conforme Figura 50.

Há três maneiras de se inserir a função soma. A primeira e mais fácil é selecionar a célula logo abaixo
da coluna que se deseja somar e clicar no botão soma no menu de edição (Figura 51).
Figura 51 - Botão soma
A segunda maneira é ir na aba Fórmulas e clicar em “Auto Soma” (Figura 51).

A terceira é digitar a formula direto na célula, particularmente acredito que seja a melhor maneira, desde
de que se saiba o texto para a função.

Figura 52 - Digitar função diretamente na célula


Após digitar “=” e começar a digitar a fórmula desejada o Excel dará sugestões de funções para se
inserir, caso se deseje usa-la deve-se ou terminar de digitar a função exatamente como aparece, ou basta
seleciona-la e clicar a tecla “TAB” do teclado.
Após selecionada a função deve-se indicar quais células serão somadas, esta função por padrão
seleciona todas as células acima que tenham formato de número até que atinja uma célula vazia ou uma
célula com texto.
A função soma ficaria de acordo com Figura 53, lembrando que o Excel entende “: ” como continuidade
e “; ” como separação, desta forma a função ele soma da célula D13 até a célula D15.
Figura 53 - Função soma

Figura 54 - Resultado função soma

Função MÉDIA
A função média é utilizada para tirar a média de uma série de números. Podemos tirar a média a partir
de números digitados ou a partir de células.

Figura 55 - Função média digitada


A Figura 55 mostra a fórmula MÉDIA digitando os números que desejamos tirar a média.

Figura 56 - Média a partir de células


A Figura 56 mostra a fórmula MÉDIA a partir de uma sequência de células.
Função MÍNIMO e MENOR
A função MÍNIMO retorna o menor valor de uma sequência de dados, porem caso não se deseje o
menor, mas sim o segundo ou terceiro menor valor é possível usar a função MENOR.

Figura 57 - Exemplo função MÍNIMO


É possível escrever os números dentro dos parênteses para que o Excel indique o menor, porém não vejo
função prática para esta funcionalidade.
No caso da função MENOR devemos indicar a matriz e qual fator – 1º menor, 2º menor- quando a
função exige mais de uma variável usamos “; “ para digitar a segunda variável.

Figura 58 - Exemplo função MENOR 1

Figura 59 - Exemplo função MENOR 2


Na Figura 58 e Figura 59 demonstramos o uso da função menor, utilizando a função para obtermos o
menor e segundo menor valores da base de dados.
Função MÁXIMO e MAIOR
A função MÁXIMO retorna o maior valor de uma sequência de dados, porem caso não se deseje o
maior, mas sim o segundo ou terceiro maior valor é possível usar a função MAIOR.

Figura 60 - Exemplo função MÁXIMO


É possível escrever os números dentro dos parênteses para que o Excel indique o maior, porém não vejo
função prática para esta funcionalidade.
No caso da função MAIOR devemos indicar a matriz e qual fator – 1º menor, 2º menor- quando a função
exige mais de uma variável usamos “; “ para digitar a segunda variável.

Figura 61 - Exemplo função MAIOR 1


Figura 62 - Exemplo função MAIOR 2
Na Figura 61 e Figura 62Figura 59 demonstramos o uso da função maior, utilizando a função para
obtermos o maior e segundo maior valor da base de dados.

FÓRMULAS E FUNÇÕES INTERMEDIÁRIAS


Após a introdução básica das funções do Excel podemos adentrar em funções um pouco mais complexas
e com maior utilidade prática. Além de uma poderosíssima calculadora o Excel também pode fazer
funções lógicas, trabalhar com textos e serve como banco de dados.
Função Lógicas
Funções lógicas são funções as quais indicamos alguma verificação para que ele faça de maneira
automática.
Função SE

A função SE indica para o Excel uma condição, devemos indicar a verificação a ser feita e qual a
resposta dependendo da resposta a verificação. Para exemplo vamos supor que você tenha um
orçamento, e esta categorizado entre compra e venda, porém os valores estão todos como positivos e se
deseja coloca-los como positivos e negativos.
Figura 63 - Início exemplo fórmula SE
A função SE é constituída de 3 partes. Primeiro digita-se a verificação lógica; caso for verdadeira; caso
for fácil. No exemplo da Figura 63 colocaremos “=SE (Coluna operação = “Compra”; - Coluna Valor;
Coluna Valor) ”. A Figura 64 demonstra.

Figura 64 - Exemplo formatação SE

Função SOMASE e SOMASES


A função SOMASE e SOMASES tem o mesmo objetivo da função soma, porem aqui temos a opção de
somar apenas algumas linhas de acordo com parâmetros que definimos.
Para um exemplo vamos imaginar que temos vários vendedores e gostaríamos de saber o total de vendas
por vendedor. Para o exemplo vamos usar a base de dados da Figura 65.

Figura 65 - Exemplo SOMASE


Para utilizar a função SOMASE utilizamos três parâmetros, o primeiro indica a coluna que
compararemos o parâmetro, a segunda indica o parâmetro que utilizamos e a terceira a coluna que
desejamos somar. Caso o parâmetro seja a própria coluna de soma não é necessário utilizar o terceiro
argumento.
Para descobrirmos quantas vendas Marta fez o primeiro parâmetro será a coluna “vendedor”, o segundo
parâmetro será “Marta” (utilizamos “” para que o Excel entenda que estamos buscando um texto, caso
não utilizarmos ele tentar usar a função Marta, que não existe) e o terceiro parâmetro será a coluna Valor
de venda. De acordo com a Figura 66.

Figura 66 - Exemplo função SOMASE


Caso desejemos ver o total de cada vendedor podemos ao invés de digitar o nome do vendedor podemos
buscar a célula ao lado com o nome digitado. Isso facilita pois precisaremos digitar a fórmula somente
uma vez e então preencher as células a baixo com as formulas.

Figura 67 - Exemplo SOMASE 2


Você deve ter notado o uso de “$” antes do número das células. Isso serve para travar o número de
referência da célula quando se “arrasta” a fórmula. O segundo parâmetro “E23” não utilizamos “$” pois
desejamos que a referência mude, porém não queremos que a base de dados se arraste. Para “arrastar”
uma fórmula devemos clicar com o mouse no pequeno quadrado no lado direito inferior da célula
(Figura 68) e “carrega-lo” até onde desejamos (Figura 69).

Figura 68 - Exemplo função SOMASE, arrastar fórmula


Figura 69 - Exemplo função SOMASE, fórmula arrastada
Após arrastada a fórmula a última célula ficará com a base de soma (primeiro e terceiro parâmetros)
mantidas porem a comparação (segundo parâmetro) alterado (Figura 70). Caso não tivéssemos utilizado
o “$” para manter a base de soma a fórmula ficaria com a base equivocada e possivelmente acarretaria
erros. Dependendo do interesse da soma isso pode ser interessante, quando se deseja fazer “somas
móveis”.

Figura 70 - Exemplo função SOMASE, Resultado Arraste.


Figura 71 - Exemplo função SOMASE, sem trava
Caso se deseja utilizar mais de dois parâmetros para soma devemos utilizar SOMASES, esta função nos
permite utilizar quantos parâmetros de comparação desejarmos. A ordem da função se altera. Primeiro
digitamos a coluna que desejamos somar e em seguida a base de dados e o parâmetro.
Para o exemplo vamos imaginar que se deseje saber o total de venda acumulada do mês de agosto por
vendedor e por semana.
Utilizaremos a função SOMASES, onde o primeiro parâmetro (coluna_soma) será a coluna valor de
venda, o segundo (intervalo_critério1) será a coluna vendedor e o parâmetro de comparação (critério1)
será a célula do vendedor que queremos, o segundo (intervalo_critério2) será a coluna data e o
parâmetro de comparação (critério2) data menor que a data desejada.
Para que o Excel entenda “data menor que a desejada” devemos utilizar “<”&Célula data. A função “&”
serve para o Excel juntar duas células ou funções.

Figura 72 - Exemplo função SOMASES


Nesta função utilizamos o “$” para travar tanto as colunas como as linhas de arrasto, pois iremos
“arrastar” tanto na vertical quando na horizontal.
Função E e OU
Quando se deseja fazer uma fórmula que atenda um ou outro parâmetro ou que entenda todos os
parâmetros utiliza-se a função OU e a função E respectivamente.
Exemplificando, supondo que no exemplo que demos da venda existam vendedores internos e externos.
Supondo que Marta e João Sejam vendedores internos e Augusto e Felipe vendedores externos.

Figura 73 - Exemplo Função OU


Na função utilizamos a função SE para que caso o vendedor fosse Marta ou fosse João nos daria a
resposta interno, caso contrário seria externo.
Agora vamos imaginar que consideramos que uma venda feita por um vendedor Interno e antes do dia
15/08 seja uma venda “Boa” e uma venda que não atenda as duas características seja uma venda
“Ruim”. Nesse caso devemos utilizar a função E, pois, desejamos que os dois parâmetros sejam
atendidos.

Figura 74 - Exemplo função E


Nesse caso só seria considerado verdadeiro se os dois parâmetros fossem verdadeiros, na linha 110
vemos que como a venda foi após o dia 15/08 então não atendeu os dois parâmetros por isso foi
considerada uma venda ruim.
Função SEERRO

Algumas vezes a fórmula que se deseja aplicar não atende todas as linhas de uma base de dados, então
pode-se utilizar a função SEERRO para que se utilize outra fórmula ou número.
Na Figura 94 temos um exemplo.

Função MÁXIMOSES

A função MÁXIMOSES permite que identifiquemos o maior valor para determinadas condicionais. Por
exemplo: Qual foi a maior venda de Marta? Ou qual foi a maior venda de Augusto após o dia 12/08?
Para responder estas perguntas utilizamos a função MÁXIMOSES.
A função MÁXIMOSES é composta por no mínimo três parâmetros, o primeiro será qual a coluna onde
desejamos buscar o maior valor (Intervalo_máximos). O segundo (intervalo_critério1) é onde
buscaremos o primeiro parâmetro. O terceiro (critério1) será qual parâmetro deseja-se utilizar. A partir
daí pode-se adicionar quantos intervalos e parâmetros quanto forem necessários. Lembrando que o
número de linhas dos intervalos dos parâmetros devem ser os mesmos do intervalo dos máximos

Figura 75 - Exemplo função MÁXIMOSES 1

Figura 76 - Exemplo função MÁXIMOSES 2


Função MÍNIMOSES

A função MÍNIMOSES permite que identifiquemos o menor valor para determinadas condicionais. Por
exemplo: Qual foi a menor venda de João? Ou qual foi a menor venda de Felipe antes do dia 12/08?
Para responder estas perguntas utilizamos a função MÍNIMOSES.
A função MÍNIMOSES é composta por no mínimo três parâmetros, o primeiro será qual a coluna onde
desejamos buscar o menor valor (Intervalo_mínimos). O segundo (intervalo_critério1) é onde
buscaremos o primeiro parâmetro. O terceiro (critério1) será qual parâmetro deseja-se utilizar. A partir
daí pode-se adicionar quantos intervalos e parâmetros quanto forem necessários. Lembrando que o
número de linhas dos intervalos dos parâmetros devem ser os mesmos do intervalo dos mínimos.

Figura 77 - Exemplo Função MÍNIMOSES 1

Figura 78 - Exemplo função MÍNIMOSES 2

Funções texto
O Excel também pode trabalhar com textos, ele não é o melhor software para se trabalhar com textos,
mas também permite. O Excel possui algumas funções especificas para isto. As principais são:
AMARRUMAR, ESQUERDA, DIREITA, MAIÚSCULA E MINÚSCULA.
Função ARRUMAR

A função ARRUMAR tem por objetivo retirar espaços extras do texto, é muito útil quando se importa o
texto de outro programa ou se utiliza um conversor. A Figura 79 e Figura 80 demonstram a função
arrumar. A Figura 79 mostra como a fórmula é digitada e a Figura 80 mostra o resultado.
Figura 79 - Exemplo função ARRUMAR

Figura 80 – Exemplo resultado função ARRUMAR


Função PRI.MAIÚSCULA, MAIÚSCULA e MINÚSCULA

Para ajustes de texto onde se deseja que a primeira letra de cada palavra seja maiúscula ou todas as letras
sejam maiúsculas ou minúsculas utiliza-se as fórmulas PRI.MAIÚSCULA, MAIÚSCULA E
MINÚSCULA respectivamente.

Figura 81 - Exemplo função PRI.MAIÚSCULA

Figura 82 - Exemplo resultado função PRI.MAIÚSCULA


Figura 83 - Exemplo função MAIÚSCULA

Figura 84 - Exemplo resultado função MAIÚSCULA

Figura 85 - Exemplo função MINÚSCULA

Figura 86 - Exemplo resultado função MINÚSCULA

Função ESQUERDA e DIREITA

É possível que seja interessante retirar apenas alguns caracteres do texto. Para isso podemos utilizar a
função ESQUERDA e DIREITA. Esta função retira um número desejado de caracteres a contando da
esquerda para direita ou da direita para esquerda, respectivamente.
Esta função possui dois parâmetros, primeiro é o texto que se deseja retirar os caracteres e o segundo é o
número de caracteres que se deseja retirar.

Figura 87 - Exemplo função ESQUERDA


A Figura 87 mostra a função sendo usada para que se retire do texto contido na célula b2 os três
primeiros caracteres da esquerda para direita. O resultado pode ser observado na Figura 88.

Figura 88 - Exemplo resultado função ESQUERDA


A função DIREITA funciona da mesma maneira com a única diferença sendo a referência utilizada, esta
função conta os caracteres a serem retirados da direita para a esquerda.
A Figura 89 demonstra a função DIREITA sendo utilizada para se retirar os 4 primeiros caracteres da
direita para esquerda da cédula B2 como mostra a Figura 90.
Figura 89 - Exemplo função DIREITA

Figura 90 - Exemplo resultado função DIREITA

Funções Estatísticas
Função MÉDIASE e MÉDIASES

As funções MÉDIASE e MÉDIASES tem as mesmas características das funções SOMASE e


SOMASES porem o resultado é a média dos dados e não a soma.
Vamos utilizar a mesma base de dados que utilizamos na função SOMASE.
Figura 91 - Base de dados para MÉDIASE e MÉDIASES
Para esse exemplo vamos imaginar que desejamos saber a média de vendas por vendedor. Nesse caso
podemos utilizar a função MÉDIASE já que estamos utilizando somente uma condição para a média o
vendedor.
Começamos digitando qual coluna buscaremos a condição para a média, depois indicamos qual a
condição que desejamos que seja atendida e por fim colocamos a coluna de onde se tirará a média.
Lembrando que todas as colunas devem conter o mesmo número de linhas. Conforme Figura 92.

Figura 92 - Exemplo função MÉDIASE


Após aplicarmos a função para todos os vendedores notamos, na Figura 93, que o vendedor com o maior
valor médio de venda é João.
Figura 93 - Exemplo função MÉDIASE resultado
No caso da função MÉDIASES a ordem de entrada de variáveis se altera. Primeiro digitamos a coluna
de onde se deseja a média, e após se alterna entre coluna de onde deseja-se buscar a condição e a
condição a ser atendida.
Por exemplo caso desejássemos buscar a média por semana do mês de agosto.
A função ficaria da seguinte forma, primeiro indicaremos a coluna “Valor de venda” para buscarmos a
média, após indicaremos a coluna ”Vendedor” com o critério vendedor, depois indicaremos a coluna de
data e colocaremos como sendo menor ou igual (<=) ao valor de data que desejamos conforme Figura
94.

Figura 94 - Exemplo função MÉDIASES


Após a primeira a semana do dia 14/08 para que se tenha a média da semana devemos colocar mais uma
variável, a média deve ser menor ou igual a semana porem maior que a semana anterior conforme
Figura 95 - Exemplo SOMASES com três variáveis
Utilizamos aqui a função SEERRO pois caso não haja lançamentos na semana o Excel retornará “=DIV/
0”, para que apareça “0” utilizamos a função para solucionar o problema.
Função CONT.VALORES, CONTAR.VAZIO, CONTAR.NÚM, CONT.SE, CONT.SES

A função contar e suas variantes conta quantas cédulas possuem as condições especificadas. A função
CONT.VALORES conta quantas cédulas não vazias existem no intervalo (Figura 96), a função
CONTAR.VAZIO faz o oposto, conta quantas cédulas vazias (Figura 97), e a função CONTAR.NÚM
conta somente cédulas que contenham números (Figura 98).

Figura 96 - Exemplo função CONT.VALORES

Figura 97 - Exemplo função CONTAR.VAZIO

Figura 98 - Exemplo função CONTAR.NÚM


A função CONT.SE e CONT.SES são utilizadas para contar dentro de um parâmetro que nós
estipulamos, como por exemplo números acima de “5” (Figura 99), ou letras “A”. A função CONT.SES
permite que coloquemos duas ou mais condições como maior que “3” e menor que “9” (Figura 100).
Figura 99 - Exemplo função CONT.SE

Figura 100 - Exemplo função CONT.SES

FORMATAÇÃO CONDICIONAL
Formatação condicional é uma maneira muito interessante de formatar sua planilha de maneira
automática. Criando regras especificas para formatar cédulas da maneira que se deseja. É muito
interessante quando queremos criar indicadores ou destacar certos valores específicos.
Criando regras
Para criar regras utilizamos o menu rápido “Estilo” “Formatação condicional” (Figura 101).
Figura 101 - Menu formatação Condicional
Existem regras pré-estabelecidas para formatações usuais. Irei explicar cada um deles, porém recomendo
que se crie a partir do menu Nova Regra.
Editando e excluindo regras
Caso se deseje verificar, editar ou excluir as regras aplicadas a tabela devemos acessar o menu
“Gerenciar regras” (Figura 102). Após clicarmos nesta opção o menu aparecerá contendo todas as regras
aplicadas a todas as células selecionadas (Figura 103).
Figura 102 - Exemplo "Gerenciar Regras"

Figura 103 - Menu "Gerenciar Regras"


Caso queira visualizar todas as regras da planilha basta alterar a opção “Mostrar regras de formatação
para:”
Neste exemplo as regras não se sobrepõe. Caso elas se soprepusessem deveriamos escolher quais seriam
prioritáiras através da ordem que elas estão colocadas no menu, para alterar utilizamos as setas no
cabeçalho. E devemos selecionaro box, parar se verdadeiro para que o Excel não tente utilizar as
próximas regras.

Realçar Regras das Cédulas

Esta regra é utilizada quando se deseja realçar um valor maior ou menor que um valor desejado, um
valor que esteja entre dois valores, algum valor ou texto especifico, algum texto que contenha algum
caractere especifico, uma data ou quando houver valores duplicados (Figura 104).

Figura 104 - Menu Realçar Regras das Células

Para esse exemplo irei introduzir um banco de dados, imagine que você esteja gerenciando vários
contratos, com várias medições.
Para se constituir um banco de dados não pode haver nenhuma linha com todas as colunas em branco.
As informações devem ser detalhadas em colunas (cada informação deve estar em uma coluna
separada). Não podemos mesclar cédulas. Mais características de banco de dados serão abordadas em
um capitulo especifico.
Para o nosso exemplo criamos um banco de dados com 3 informações básicas, sendo o número do
contrato, o número da medição e o valor da medição (Figura 105).

Figura 105 - Exemplo Banco de Dados


Vamos formatar as cédulas do valor da medição que possuam valores menores que R$ 1.000.000,00 com
preenchimento vermelho com letra branca, medições maiores que R$ 2.000.000,00 com preenchimento
verde com letra amarela e o restante em amarelo.
Primeiro selecionamos a coluna onde desejamos aplicar a formatação condicional. Para selecionar a
coluna inteira basta clicar na coluna nos títulos.

Figura 106 - Coluna Valor Medição selecionada


Após selecionado clicamos em “Formatação Condicional”, “Realçar Regras das Células”, “Maior do
que...” conforme Figura 107

Figura 107 - Exemplo Maior do que...


O menu da Figura 108 irá aparecer, nele indicaremos a regra, no primeiro campo indicamos o valor da
regra, nele podemos digitar o valor ou indicar uma célula para indicar qual o valor. No segundo campo
indicaremos como o Excel formatará as cédulas que atendem a regra.

Figura 108 - Menu É Maior do que

No nosso exemplo estamos trabalhando com um valor fixo portando colocaremos o valor desejado
2.000.000,00 e depois iremos abrir a aba de formatação.

Figura 109 - Exemplo formatação condicional valor


Clicando na seta ao lado da descrição da formatação as formatações rápidas aparecerão e a opção
“Formato Personalizado...”, para o exemplo é o que utilizaremos (Figura 110).
Figura 110 - Aba de formatação
Neste caso o menu de formatar cédula aparecerá, ele é parecido com o que mostramos no começo do
livro, porem não possuí as opções de preenchimento e alinhamento.

Figura 111 - Menu formatar célula, formatação condicional


Neste menu alteraremos a cor do texto e a cor do preenchimento, após confirmar o banco de dados
deverá ficar igual a Figura 112.
Figura 112 - Exemplo formatação condicional
Para segunda regra faremos da mesma maneira, utilizando a opção “É Menor do que...” de acordo com
Figura 113.

Figura 113 - Exemplo "É Menor do que..."


A planilha deverá ficar de acordo com a Figura 114.

Figura 114 - Exemplo com duas formatações condicionais.


Para a terceira condição usaremos a regra “Está entre...” de acordo com a Figura 115.

Figura 115 - Exemplo "Está entre..."


Este menu possui uma diferença pois considera duas variaveis, o valor superior e o valor inferior do
intervalo, conforme Figura 116.

Figura 116 - Menu "Esta entre"


A tabela após estas configurações deverá ficar de acordo com Figura 117.

Figura 117 - Resultado formatação condicional


Regras de Primeiro/Último

Esta regra é interessante quando desejamos destacar um percentil superior ou inferior da base de dados.
Para este exemplo utilizaremos outro banco de dado, construiremos um com contratos e datas de
assinatura e termino previsto e três tipos diferentes de obras (Figura 118).
Iremos destacar os 25% da data de assinatura mais antiga e os 40% términos mais tardios. Para isso
utilizaremos o a opção “Formatação Condicional ”Últimos 10%” e “Primeiros 10%” respectivamente.

Figura 118 - Banco de dados contratos


Primeiro selecionaremos a coluna “Data de assinatura” e clicaremos na opção “Últimos 10%” para
indicar os mais antigos (Figura 119). Após o menu de configuração “Últimos 10%” aparecerá (Figura
120). Neste menu colocaremos a porcentagem desejada, 25% para o nosso exemplo, e utilizaremos
“Preenchimento Verde e Texto Verde Escuro” (Figura 121), caso se deseja outra formatação pode se
utilizar o mesmo método ensinado no exemplo “Realçar Regras das Células”.
Na coluna “Previsão de término” utilizaremos a função inversa, “Primeiros 10%” para indicar os mais
recentes (Figura 122). Após o menu de configuração “Primeiros 10%” aparecerá(Figura 123). Neste
menu colocaremos a porcentagem desejada, 40% para o nosso exemplo, e utilizaremos “Preenchimento
Amarelo e Texto Amarelo Escuro”( Figura 124), caso se deseja outra formatação pode se utilizar o
mesmo método ensinado no exemplo “Realçar Regras das Células”.
As outras opções deste menu seguem o mesmo principio. Destacando os primeiros ou ultimos de cada
série de dados.
Figura 119 - Exemplo Úlitmos 10%

Figura 120 - Menu Últimos 10%


Figura 121 - Realçar célula 25% mais antigas

Figura 122 - Exemplo "Primeiros 10%"


Figura 123 - Menu "Primeiros 10%"

Figura 124 - Realçar céluas primeiros 40%


Barras de Dados

A formatação barra de dados é interessante quando trabalhamos com porcentuais. Com esta formatação
a célula do excel será preenchida de acordo com o montante me relação ao todo.
Para exemplificar iremos inserir uma nova coluna na nossa planilha de contratos. Chamaremos de valor
do contrato (Figura 125).
Figura 125 - Base de dados contratos
Utilizaremos a formatação condicional para demonstrar a porcentagem que cada contrato representa no
nosso portfólio. Par aisso devemos selecionar a coluna “Valor do contrato” e clicar em “Formatação
condicional” e “Barra de dados” (Figura 126).
Após clicarmos as barras serão indicadas como sendo o maior 100% preenchida e o menor 0%
preenchida de acordo com a Figura 126, porém não é essa formatação que queremos, para alterar a regra
e colocar da maneira correta iremos alterar a regra da formatação, mantendo selecionada a coluna do
valor de contratos, clicaremos em “Formatação condicional”, “Gerenciar regras” o menu da Figura 128
deverá aparecer.
Figura 126 - Menu Formatação Condicional, Barras de Dados

Figura 127 - Formatação Barra de Dados 1


Figura 128 - Menu Gerenciar regras % de portifólio
Após selecionar a regra clicamos em editar regra e o menu de edição de regra aparecerá (Figura 129).
Neste menu alteraremos o tipo e o valor do mínimo e máximo. No minimo escolheremos número e
digitermos “0” no campo valor. No valor máximo selecionaremos Fórmula e digitaremos a fórmula para
a soma do valor dos contratos de acordo com a Figura 130.
Figura 129 - Menu editar regra formatação

Figura 130 - Menu Editar regra de Formatação configurado


A base de dados deverá ficar da seguinte forma.
Figura 131 - Base de dados contratos
Escalas de cor

Outra função semelhando a Barra de Dados é a escala de cor, nesta formatação a cor do preenchimento
da célula escurece de acordo com o valor contido, ou muda de cor de acordo com o valor contido.
Para exemplificar vamos utilizar um banco de dados que contenham as medições e o avanço percentual
do contrato ao longo das medições (Figura 132).

Figura 132 - Base de dados medição


Na coluna % concluída iremos inserir a “Formatação condicional”, “Escala de cor” e selecionaremos
qual desejamos, para o exemplo utilizaremos a escala de cor branco e verde (Figura 133).
Figura 133 - Menu Escala de cor
Após clicarmoo a formatação deverá ficar de acordo com a Figura 134.

Figura 134 - Formatação escala de cor


Conjunto de ícones

Na opção conjunto de ícones podemos inserir ícones para um conjunto de regras. Esta opção é
especialmente interessante quando queremos mostrar indicadores.
Para inserirmos os ícones devemos clicar em “formatação condicional”, “Conjunto de ícones” e
selecionarl qual conjunto desejamos inserir.
Para nosso exemplo iremos supor que os contratos irão se desenvolver de forma linear, então iremos
dividir o valor do contrato pelo tempo em meses que o contrato irá durar e obter assim quanto deveria
ser feito em cada mês (Figura 135).

Figura 135 - Banco de dados Conjuto de ícones


Na coluna previsão iremos inserir a formatação condicional para ícones.

Figura 136 - Menu Conjunto de ícones


Utilizaremos o semafaro para indicar se a medição do mês foi maior ou menor que a prevista. Após
selecionarmos semaforo a tabela ficará de acordo com a Figura 137.

Figura 137 - Exemplo conjunto de ícones


Porém os sinais não estão na proporção que desejamos, gostariamos que estivesse verde acima de 100%
amarelo entre 85% e 100% e vermelho abaixo de 85%.
Para isso iremos no menu gerenciar regras e editar a regra (Figura 138).

Figura 138 - Menu editar regra Conjunto de Ícones


Após configurar para que o sinal verde fique para o numero maior que 1 (1 = 100%) e amaralelo assim
de 0,85 e vermelho qualquer coisa abaixo de 0,85 (Figura 139).
Figura 139 - Formatação condicional ícones
Para que essa coluna fique mais visual podemos retirar os valores nela inseridos e deixar apenas os
ícones. Para isso iremos editar a regra e selecionar o check box “Mostrar somente ícones”.

Figura 140 - Check box "Mostrar somente ícones"

Figura 141 - Coluna somente com ícones


Validação de dados
A função validação de dados é muito util quando desejamos que os valore imputados nas células sejam
verificados e sigam alguma, ou algumas regras, podem ser textos especificos, pode ser um formato de
número, pode ser um intervalo de números, enfim, uma vasta gama de opções.
Para nosso exemplo iremos trabalhar na tabela de banco de dados do dashboard. Nela iremos inserir a
validação de dados no tipo de obra, para isso devemos selecionar a aba dados e clicar em validação de
dados (Figura 142).

Figura 142 - Botão validação de dados


Após clicarmos em validação de dados o menu de escolha do tipo de validação aparecerá. Ao clicarmos
na seta do menu “Permitir”, as opções de entrada de dados aparecerá como mostra a Figura 143.

Figura 143 - Menu validação de dados


Neste menu podemos escolher qual tipo de verificação desejamos fazer, para o nosso exemplo
utilizaremos lista.
Figura 144 - Menu validação de dados LIsta
Nesta opção podemos escrever quais valores permitiremos que seja imputado na célula ou podemos
buscar de um conjunto de células em outra tabela do excel.
Caso desejamos escrever tevemos utilizar o separador “;”.

Figura 145 - Menu Validação de dados Lista digitada


Nesse após confirmarmos essa validação aparecerá uma lista suspensa na célula que a validação é
utilizada para que possamos escolher qual valor iremos inserir, podemos tambem digitar, porem não é
permitido que se use nenhum caractere diferente da validação (erros de portugues por exemplo).

Figura 146 - Lista suspensa Célula com validação de dados


Quando temos poucas opções digitar é mais rápido, porem caso se tenha muitas opções, ou se queira
editar posteriormente de maneira mais rápida é melhor indicar as células que contenham os valores
desejados, desta forma basta editar o texto da célula para que a validação se altere.
Vamos mostrar o exemplo para o número de contratos. Para isso iremos utilizar o intervalo a aba “BD
Contratos” a coluna onde temos os números dos contratos (Figura 147).

Figura 147 - Menu validação de dados referencia em outra tabela


Desta forma caso tivermos algum contrato novo, ou quisermos alterar algum contrato na validação basta
adicionar ao intervalo que a validação busca. A lista ficará exatamente como se tivessemos digitado
(Figura 148).
Figura 148 - Lista suspensa célula contratos

Trabalhando com base de dados


Para se trabalhar com base de dados devemos seguir algumas regras
1) Devemos dispor os dados como cabeçalho nas colunas, não pode haver colunas sem
nomeclatura, e os dados nas linhas, da mesma forma que nosso exemplo de base de dados de
medições e dados dos contratos.
2) Não podemos pular linhas, todas as linhas devem ter pelo menos uma informção.
3) Não podemos mesclar células, quando mesclamos células não poderemos usar as funções
de base de dados.
A base de dados é muito interessante para registrar grandes quantidades de informação. E normalmente
quando utilizamos sistemas para gerenciar lojas, fabricas ou qualquer coisa quando extraimos
informações normalmente as informções saem em formato de base de dados.
A partir de uma base de dados podemos organizar diveros relatórios, os mais comuns são tabela e
gráficos dinâmicos.
Tabela dinâmica
As tabelas dinâmicas servem para consolidar as informações da base de dados. A tabela dinâmica é
interessante pois permite que se organize os dados de várias maneiras de forma rápida e sem risco de
alteração de dados.
Para iniciarmos selecionaremos os dados que desejamos que seja feito o relatório, utilizaremos a base de
dados de medição.
Após selecionado a base iremos na aba “Inserir”, “Tabela Dinâmica”
Figura 149 - Menu Tabela dinâmica
Após clicar no icone Tabela Dinâmica, o menu aparecerá

Figura 150 - Menu Criar Tabela Dinâmica


Neste menu indicamos de onde a Tabela Dinâmica buscará os dados e onde apresentara os resultados.
No primeiro campo de seleção indicaremos onde buscará os dados, no nosso exemplo estamos buscando
na nossa tabela de medições.
No segundo campo indicaremos onde criaremos a planilha dinâmica, o padrão vem como uma nova aba.
Caso se deseje utilizar algum local especifico já criado devemos selecionar o marcador “Planilha
Existe”, e no espaço inidicar a célula onde a tabela dinâmica se ancorará. A tabela irá se distribuir para
baixo e para a direita de acordo com os dados que selecionarmos para apresentar.
No nosso exemplo criaremos uma nova aba. Após clicarmos “ok” a nova aba se criará e aparecerá de
acordo com a Figura 151.
Figura 151 - Tabela dinâmica inicio
Neste menu não aparecerá nenhum dado ainda. Devemos indicar como disponibilizaremos os dados. No
canto esquerdo no quadro superior estão os dados que possuímos. Nesse caso nº do contrato, nº da
medição e Valor da medição.
Vamos organizar para que os dados apareçam indicandoo contrato nas linhas, e nº da medição nas
colunas e nos valores a soma do valor da medição do contrato daquele nº de medição (Figura 152).
Figura 152 - Campos da tabela dinâmica
Após termos organizado desta forma a tabela dinâmica ficará disposta de acordo com a Figura 153. É
possivel perceber que os valores estão sem formatação. Para corrigir isso e colocar os valores no
formato de número devemos no menu de Campos da Tablea dinâmica, na seta ao lado opção “Soma de
Valor Medição” e clicar no menu “Configurações do campo de Valor..” (Figura 154)
Figura 153 - Tabela dinâmica

Figura 154 - Configurações do Campo de Valor


Após clicarmos em “Configurações do Campo de Valor...” o menu da Figura 155 deverá aparecer. Neste
menu podemos alterar que valor o relatório buscará, podendo ser a média dos valores do banco de
dados, a soma, contagem de itens, máximo, mínimo e vários outros. Para o nosso exemplo utilizamos a
soma. Para alterar o formato do número para utilizar financeiro devemos clicar no botão “Formato do
Número”.

Figura 155 - Menu Configurações do Campo de Valor..


No menu “Formatar célula” (Figura 156)iremos selecionar moeda para que os valores da tabela fiquem
nesse formato.
Figura 156 - Menu formato de número tabela dinâmica
A tabela deverá ficar de acordo com a Figura 157.

Figura 157 - Tabela dinâmica formatada

Gráfico dinâmico
Gráficos dinâmicos servem tambem para fazermos relatórios. Os graficos dinâmicos são elementos
visuais para que se analise informações e forma visivel.
A forma de criar os gráficos é muito semelhante à das tabelas dinâmicas. Primeiro selecionamos a base
de dados. E após clicamos em “Inserir” no cabeçalho superiro e então no botão “Gráficos Dinâmico”,
como mostrado na Figura 158.

Figura 158 - Botão Gráfico Dinâmico


Após clicarmos o mesmo menu da tabela dinâmica aparecerá. E faremos as mesmas configurações.
Após clicarmos em OK a nova aba aparecerá mostrando agora uma tabela e um gráfico dinâmico. De
acordo com a Figura 159.

Figura 159 - Gráfico dinâmico


No grafico dinâmico utilizaremos a base de dados de contratos para fazermos um gráfico de pizza para
indicar quais contratos representam a maior parte do nosso portfólio.
Iniciaremos arrastando o nº do contrato para o campo (categoria). E em seguida Valor do contrato para
Valores.
O gráfico deverá ficar de acordo com a Figura 160.
Figura 160 - Gráfico dinâmico 2
Este formato, apesar de interessante, não é o que desejamos. Para alterar o formato do gráfico
clicaremos em “Design” no cabeçalho superior e “Alterar Tipo de Grafico”, de acordo com Figura 161.

Figura 161 - Alterar tipo de gráfico


Após clicarmos no botão o menu de alteração deverá aparecer (Figura 162), neste menu poderemos
deixar o gráfico da maneira que quisermos. Para o nosso exemplo utilizaremos o gráfico de pizza.

Figura 162 - Menu Alterar tipo de Gráfico


Após selecionarmos a opção pizza e clicarmos OK o gráfico deverá ficar igual a Figura 163.

Figura 163 - Gráfico dinâmico Pizza


Para finalizar, acredito que os valores da tabela dinâmica vinculada ao gráfico deveriam ser em
porcentagem. Para realizarmos isos clicaremos no botão “Soma do Valor de contrato” e clicaremos em
“Configurações do Campo Valor”.
Se simplesmente alterassemos o formato do número os valores não estariamo corretos pois apenas
mudaria o formado de número para porcentagem porem os valores não seriam o peso de cada contrato
para o portfólio.
Para fazermos isso da maneira correta, sem precisarmos criar uma nova coluna na base de dados,
clicaremso em “Mostrar valores como”, e alteraremos a opção “mostrar valores como” de “Sem
Cálculo” para “% do total Geral” (Figura 164).
Figura 164- Menu Configuração do campo de valor grafico dinâmico
Desta forma a tabela ficará igual a Figura 165.

Figura 165 - Tabela % dos contratos no portfólio


Dashboard
A função de Dashboard serve para criar painel interativo de indicadores, para que isso seja possivel
devemos criar alguns gráficos com a mesma base de dados e então inserir a função segmentação de
dados.
Para que possamos fazer isso iremos criar um novo banco de dados a partir do BD de medições e
chamalo de BD dashboard, então criaremos alguns indicadores
Criamos três graficos, um de pizza indicando a porcentagem que cada tipo de contrato representa do
total, o valor medido de cada contrato e o valor acumulado medido de cada contrato.
A nossa base de dados ficou de acordo com a Figura 166 e os gráficos de acordo com a Figura 167.

Figura 166 - BD Dashboard

Figura 167 - Graficos de dashboard


Com as duas planilhas criadas e formatadas dessa forma iremos inserir a segmentação de dados. Após
inserirmos a seguimentação de dados um quadro com os botões aparecerãoFigura 169
Figura 168 - Inserir segmentação de dados

Figura 169 - Botões segmentação


Inicialmente esta segmentação de dados esta vinculada apenas ao grafico que selecionamos, para
vincularmos esta segmentação de dados aos outros gráficos devemos clicar com o botão direito sobre o
titulo e selecionar “Conexões com o relatório”. Assim q clicarmos os relatórios disponíveis para se
conectar apareceram (Figura 171).

Figura 170 - Conexões com o relatório


Figura 171 - Menu conexão com o relatório
Neste menu devemos clicar em todas as tabelas que desejamos vincular, lembrando que para que seja
possível vincular deve-se utilizar a mesma base de dados para todas as tabelas.
No fim o dashboard deverá ficar igual a Figura 172, Figura 173 e Figura 174.

Figura 172 - Dashboard pronto

Figura 173 - Dashboard pronto filtro Ampliação


Figura 174 - Dashboard pronto com filtro incorporação e alguns contratos selecionados

Usando tabelas dentro do Excel

Funções de pesquisa e referência


As funções de pesquisa e referência funcionam a partir de um banco de dados. Caso o formato da tabela
de origem não esteja no formato de uma base de dados as funções não iram funcionar de maneira
correta.
Função PROCV
A função PROCV busca na primeira coluna de uma tabela/banco de dados e retorna o valor
correspondente a esta linha da coluna desejada. Iremos trabalhar no banco de dados do dashboard. No
exemplo desejamos que se procure o valor do contrato na tabela de contratos. Para iniciamos a formula
com o valor que é deseja buscar, no caso A2, e onde desejamos buscar o valor, no caso a tabela BD
Contratos, o valor do contrato esta na 5ª coluna do BD portanto o utilizamos o número 5, e por fim
temos a opção de buscar referencia exata ou aproximada. Referencia exata ele retorna apenas os valores
que são exatamente iguais, aproximada pode haver diferença de caracteres, maiusculas e minusculas. No
caso nossa função ficará: “=PROCV($A2;'BD Contratos'!$A$1:$F$16;5;FALSO)”.

Figura 175 - Exemplo Procv


Lembrando que esta função retorna o primeiro valor correspondente, caso haja duas entradas para o
mesmo valor ele retornará somente o primeiro.

Proteção de dados
Proteção de dados serve para impedirmos que alguem altere dados ou formulas da planilha inteira ou de
alguma células especificas.
Para fazermos isso devemos ir na aba “Revisão” e “Proteger planilha”.

Figura 176 - Proteção de dados


Após clicar no icone proteger planilha o menu de proteção apareceraá, solicitando uma senha para
desbloqueio e o que se deseja permitir que outros usuários sem senha possam fazer.

Figura 177 - Menu Proteger Planilhas


O formatação básica do Excel trás todas as células condicionadas a proteção de planilha, para alterar
isso e proteger somente células especificas devemos ir no menu formatação de célula e desmarcar a
opção bloqueada na aba proteção no menu de formatação de célula das células que não desejamos
bloquear.
Figura 178 - Menu formatar célula Proteção
Caso se tente editar uma célula protegida aparecerá a seguinde mensagem de erro

Figura 179 - Mensagem célula bloqueada

Conclusões
Acredito que cumpri o objetivo do livro mostrando as funções mais usuais e mostrando quão poderoso é
o MS Excel. Para fazer o download da planilha acesse o link:
Caso haja dúvidas ou sujestões sobre as planilha, fórmulas ou qualquer assunto relacionado basta entrar
em contato através do email: livrorecursosexcel@gmail.com
Para fazer o download dos exemplos utilizar o link abaixo:
https://drive.google.com/open?id=0BwK1bBFF4f52LTVNUDFfS2N3bUU
Figura 1 - Cabeçalho Excel
Figura 2 - Linhas e Colunas
Figura 3 - Cabeçalho destacado área de transferência
Figura 4 - Botão Colar
Figura 5 - Colar Especial
Figura 6 - Barra de ferramentas destacado fonte
Figura 7 - Fonte tema destacado
Figura 8 - fonte temas
Figura 9 - exemplo temas
Figura 10 - Fonte tamanho destacado
Figura 11 - Tamanho de letras
Figura 12 - Fonte Negrito, Itálico e sublinhado destacado
Figura 13 - Negrito, Itálico, Sublinhado e Sublinhado duplo
Figura 14 - Fonte com borda destacada
Figura 15 - Menu de Bordas
Figura 16 - Exemplo de bordas
Figura 17 - Menu fonte preenchimento destacado
Figura 18 - Menu preenchimento
Figura 19 - Exemplo preenchimento
Figura 20 - Menu fonte cor do texto destacado
Figura 21 - Menu de cor do texto
Figura 22 - Exemplo cor de texto
Figura 23 - Menu Excel, alinhamento destacado
Figura 24 - Alinhamento, alinhamento vertical destacado
Figura 25 - Exemplo alinhamento de texto
Figura 26 - Alinhamento, Alinhamento horizontal destacado
Figura 27 - Exemplo Alinhamento horizontal
Figura 28 - Alinhamento, Quebrar texto automaticamente destacado
Figura 29 - Exemplo quebra de texto
Figura 30 - Menu alinhamento, Mesclar e centralizar destacado
Figura 31 - Exemplo célula mesclada
Figura 32 - Menu número
Figura 33 - Menu formatação
Figura 34 - Exemplo formatação rápida
Figura 35 - Botão menu completo formatação
Figura 36 - Menu completo de formatação
Figura 37 - Categoria personalizada
Figura 38 - Exemplo formatação personalizada
Figura 39 - Menu Estilo
Figura 40 - Exemplo formatação como Tabela parte 1
Figura 41 - Menu Formatação como Tabela
Figura 42 - Exemplo Formatação como Tabela parte 2
Figura 43 - Menu Células
Figura 44 - Clique botão direito mouse
Figura 45 - Menu Inserir
Figura 46 - Menu Excluir
Figura 47 - Exemplo de operações matemáticas
Figura 48 - Exemplo de multiplicação
Figura 49 - Resultado Exemplo 40
Figura 50 - Exemplo de soma
Figura 51 - Botão soma
Figura 52 - Digitar função diretamente na célula
Figura 53 - Função soma
Figura 54 - Resultado função soma
Figura 55 - Função média digitada
Figura 56 - Média a partir de células
Figura 57 - Exemplo função MÍNIMO
Figura 58 - Exemplo função MENOR 1
Figura 59 - Exemplo função MENOR 2
Figura 60 - Exemplo função MÁXIMO
Figura 61 - Exemplo função MAIOR 1
Figura 62 - Exemplo função MAIOR 2
Figura 63 - Início exemplo fórmula SE
Figura 64 - Exemplo formatação SE
Figura 65 - Exemplo SOMASE
Figura 66 - Exemplo função SOMASE
Figura 67 - Exemplo SOMASE 2
Figura 68 - Exemplo função SOMASE, arrastar fórmula
Figura 69 - Exemplo função SOMASE, fórmula arrastada
Figura 70 - Exemplo função SOMASE, Resultado Arraste.
Figura 71 - Exemplo função SOMASE, sem trava
Figura 72 - Exemplo função SOMASES
Figura 73 - Exemplo Função OU
Figura 74 - Exemplo função E
Figura 75 - Exemplo função MÁXIMOSES 1
Figura 76 - Exemplo função MÁXIMOSES 2
Figura 77 - Exemplo Função MÍNIMOSES 1
Figura 78 - Exemplo função MÍNIMOSES 2
Figura 79 - Exemplo função ARRUMAR
Figura 80 – Exemplo resultado função ARRUMAR
Figura 81 - Exemplo função PRI.MAIÚSCULA
Figura 82 - Exemplo resultado função PRI.MAIÚSCULA
Figura 83 - Exemplo função MAIÚSCULA
Figura 84 - Exemplo resultado função MAIÚSCULA
Figura 85 - Exemplo função MINÚSCULA
Figura 86 - Exemplo resultado função MINÚSCULA
Figura 87 - Exemplo função ESQUERDA
Figura 88 - Exemplo resultado função ESQUERDA
Figura 89 - Exemplo função DIREITA
Figura 90 - Exemplo resultado função DIREITA
Figura 91 - Base de dados para MÉDIASE e MÉDIASES
Figura 92 - Exemplo função MÉDIASE
Figura 93 - Exemplo função MÉDIASE resultado
Figura 94 - Exemplo função MÉDIASES
Figura 95 - Exemplo SOMASES com três variáveis
Figura 96 - Exemplo função CONT.VALORES
Figura 97 - Exemplo função CONTAR.VAZIO
Figura 98 - Exemplo função CONTAR.NÚM
Figura 99 - Exemplo função CONT.SE
Figura 100 - Exemplo função CONT.SES
Figura 101 - Menu formatação Condicional
Figura 102 - Exemplo "Gerenciar Regras"
Figura 103 - Menu "Gerenciar Regras"
Figura 104 - Menu Realçar Regras das Células
Figura 105 - Exemplo Banco de Dados
Figura 106 - Coluna Valor Medição selecionada
Figura 107 - Exemplo Maior do que...
Figura 108 - Menu É Maior do que
Figura 109 - Exemplo formatação condicional valor
Figura 110 - Aba de formatação
Figura 111 - Menu formatar célula, formatação condicional
Figura 112 - Exemplo formatação condicional
Figura 113 - Exemplo "É Menor do que..."
Figura 114 - Exemplo com duas formatações condicionais.
Figura 115 - Exemplo "Está entre..."
Figura 116 - Menu "Esta entre"
Figura 117 - Resultado formatação condicional
Figura 118 - Banco de dados contratos
Figura 119 - Exemplo Úlitmos 10%
Figura 120 - Menu Últimos 10%
Figura 121 - Realçar célula 25% mais antigas
Figura 122 - Exemplo "Primeiros 10%"
Figura 123 - Menu "Primeiros 10%"
Figura 124 - Realçar céluas primeiros 40%
Figura 125 - Base de dados contratos
Figura 126 - Menu Formatação Condicional, Barras de Dados
Figura 127 - Formatação Barra de Dados 1
Figura 128 - Menu Gerenciar regras % de portifólio
Figura 129 - Menu editar regra formatação
Figura 130 - Menu Editar regra de Formatação configurado
Figura 131 - Base de dados contratos
Figura 132 - Base de dados medição
Figura 133 - Menu Escala de cor
Figura 134 - Formatação escala de cor
Figura 135 - Banco de dados Conjuto de ícones
Figura 136 - Menu Conjunto de ícones
Figura 137 - Exemplo conjunto de ícones
Figura 138 - Menu editar regra Conjunto de Ícones
Figura 139 - Formatação condicional ícones
Figura 140 - Check box "Mostrar somente ícones"
Figura 141 - Coluna somente com ícones
Figura 142 - Botão validação de dados
Figura 143 - Menu validação de dados
Figura 144 - Menu validação de dados LIsta
Figura 145 - Menu Validação de dados Lista digitada
Figura 146 - Lista suspensa Célula com validação de dados
Figura 147 - Menu validação de dados referencia em outra tabela
Figura 148 - Lista suspensa célula contratos
Figura 149 - Menu Tabela dinâmica
Figura 150 - Menu Criar Tabela Dinâmica
Figura 151 - Tabela dinâmica inicio
Figura 152 - Campos da tabela dinâmica
Figura 153 - Tabela dinâmica
Figura 154 - Configurações do Campo de Valor
Figura 155 - Menu Configurações do Campo de Valor..
Figura 156 - Menu formato de número tabela dinâmica
Figura 157 - Tabela dinâmica formatada
Figura 158 - Botão Gráfico Dinâmico
Figura 159 - Gráfico dinâmico
Figura 160 - Gráfico dinâmico 2
Figura 161 - Alterar tipo de gráfico
Figura 162 - Menu Alterar tipo de Gráfico
Figura 163 - Gráfico dinâmico Pizza
Figura 164- Menu Configuração do campo de valor grafico dinâmico
Figura 165 - Tabela % dos contratos no portfólio
Figura 166 - BD Dashboard
Figura 167 - Graficos de dashboard
Figura 168 - Inserir segmentação de dados
Figura 169 - Botões segmentação
Figura 170 - Conexões com o relatório
Figura 171 - Menu conexão com o relatório
Figura 172 - Dashboard pronto
Figura 173 - Dashboard pronto filtro Ampliação
Figura 174 - Dashboard pronto com filtro incorporação e alguns contratos selecionados
Figura 175 - Exemplo Procv
Figura 176 - Proteção de dados
Figura 177 - Menu Proteger Planilhas
Figura 178 - Menu formatar célula Proteção
Figura 179 - Mensagem célula bloqueada