Você está na página 1de 2

O aluno da educação a distância deve ser uma pessoa tem procure

desenvolver características que facilitem e viabilizem o trabalho virtual, tais como


organização, determinação e autonomia. O educando deve ser capaz de
organizar o próprio tempo para realizar as atividades propostas no ambiente
virtual de aprendizagem; ter persistência e manter o foco para o desenvolvimento
dessas, pois ás vezes o aluno começa a estudar os temas sugeridos nas tarefas
mas se distrai na internet e não finaliza as atividades e por último ter autonomia
para estudar sozinho , ser curioso e determinado para encontrar soluções para
questionamentos e dúvidas .Segundo o currículo em movimento : É preciso ter
tempo para fazer o curso, disciplina para seguir o planejamento e autonomia
para ser proativo.
Uma dificuldade dos alunos é a falta de interação presencial entre o aluno
e seus professores, assim como com outros alunos (de sua área ou não); essa
interação seria essencial para a formação de um profissional com habilidade
para se relacionar com o público e colegas de trabalho no futuro, porém essa
dificuldade pode ser amenizada com a participação nos fóruns do ambiente
virtual. Outra dificuldade está no local de estudo do educando o qual deve ser
propício ao estudo, com uma estrutura física que favoreça a concentração do
estudante, e que disponibilize meios tecnológicos acessíveis e de fácil utilização.
O professor na educação a distância, deixa de ser um transmissor de
conteúdo e passa a ser um mediador do aprendizado e desta maneira o
educando deve assumir o papel de construtor do próprio conhecimento com uma
atitude de busca pelas soluções dos problemas apresentados nos módulos do
ambiente virtual de aprendizagem. Aprender a estudar sozinho é quase que um
pré-requisito para se obter sucesso neste tipo de educação e em consequência
adquirir e/ou aprimorar a aquisição da criticidade, da iniciativa, da participação e
dos questionamentos sobre a realidade que circunscrevem o ser humano.
Com o advento da tecnologia e a globalização o ensino a distância tornou-
se uma ferramenta de grande utilidade para a sociedade, com um tempo cada
vez mais escasso, os estudantes veem no ensino a distância a grande
oportunidade de se atualizarem e ao mesmo tempo entrarem no mercado
competitivo. Um dos argumentos mais interessantes para sustentar essa tese é
a falta de tempo, com o ensino a distância o aluno pode entre outras coisas fazer
seu próprio tempo, estudar a hora que mais lhe convier ou mesmo encurtar a
distância estudando em uma instituição muitos quilômetros da sua residência.
O ensino a distância veio romper fronteiras, estar além dos limites das
salas de aula e provar que a longa distância pode ser apenas de um teclado para
o outro. Há alguns anos atrás seria impensável esta nova e moderna modalidade
de estudos, liga o pais de norte a sul e países diferentes, fazendo com que o
ensino se perpetue para todos os cantos, bastando apenas o querer. “O desejo,
a vontade de aplicar algo é de fundamental importância para que se obtenha
sucesso. Esse componente diz respeito à questão de o aluno estar convencido
da utilidade e vantagens dos procedimentos de aprendizagem autônoma e
querer aplicá-los” (Silva, O aluno como sujeito da sua própria aprendizagem"). A
essa nova forma de apreender os conhecimentos, os professores agradecem a
uma importante lição do magistério: que o conhecimento seja repassado aos
mais longínquos lugares do universo em evolução, evolução essa que se
mostrou presente no vídeo-Gerações: Baby Boomers, X, Y, Z.
O vídeo - Gerações: Baby Boomers, X, Y, Z apresenta uma questão atual,
sobre as pessoas (jovens ) e as mudanças ocorridas com o passar dos anos com
relação as novas tecnologias .Essas estão presentes no cotidiano dos jovens e
nos dias atuais são de extrema importância até mesmo para realizar tarefas
simples como por exemplo sacar dinheiro no caixa eletrônico , porém apesar da
disponibilidade de novas tecnologias, e acesso relativamente facilitado por meio
de celulares , tablets e outros aparelhos , faz-se necessário uma reflexão sobre
como estas interferem na realidade dos indivíduos como um meio capaz de
possibilitar a transformação das pessoas em serem cada vez mais
comprometidos com a transformação pessoal e social .

Você também pode gostar