Você está na página 1de 28

SQL

SQL (Structured Query Language)

 Linguagem de Consulta Estruturada


 Foi desenvolvida no início dos anos 1970, no departamento de
pesquisas da IBM
 Essa linguagem acabou se tornando padrão de banco de dados
relacional
 Usado em inúmeros BD, como MySQL, SQLServer, Oracle, Sybase,
Access, PostgreSQL, etc
 O SQL embora padronizado, possui muitas variações e extensões
produzidos pelos diferentes fabricantes de sistemas gerenciadores de
bases de dados
 Cada BD pode usar um “dialeto” do SQL com T_SQL(SQLServer),
PL/SQL(Oracle), JetSQL(Access), etc.
Funções do SQL

 Permite acesso a dados em SGBD;


 Permite definir os dados no BD e manipulá-los;
 Pode ser embutido em outras linguagens usando módulos SQL,
bibliotecas, etc;
 Permite criar e excluir BD e tabelas;
 Permite a criação de visões (exibições), Stored Procedures e Funções
em um BD;
 Permite configurar permissões de acesso em tabelas, procedimentos e
visões.
Categorias da SQL

⚫ Os comandos SQL podem ser divididos em 3 grupos principais:


1. DDL (Data Definition Language) - Linguagem de Definição de
Dados
⚫ Permite a criação e alteração de objetos do banco de dados. Apesar
de baseado na SQL padrão, geralmente existem extensões para cada
SGDB utilizado. Os comandos clássicos são:
CREATE - cria um objeto (uma tabela, por exemplo) dentro do banco de
dados (ou o próprio);
DROP - apaga um objeto do banco de dados;
ALTER - modifica um objeto existente no BD, como uma tabela.
Categorias da SQL

2. DML (Data Manipulation Language) - Linguagem de


Manipulação de Dados
⚫ Permite a alteração dos dados dentro das tabelas. Os mais comuns
são:
SELECT (SELECIONAR) - para seleção de dados em um ou mais
registros
INSERT (INSERIR) – cria um registro (linha)
UPDATE (ATUALIZAR) – modifica valores de um registro
DELETE (EXCLUIR) - exclui de um registro
Categorias da SQL

3. DCL (Data Control Language) – Linguagem de Controle


de Dados
 parte da linguagem para definir usuários e controlar
seus acessos aos dados.
GRANT – dá privilégios (permissões) a um usuário
REVOKE – retira privilégios fornecidos a um usuário.
Comandos DDL
Comando CREATE
Comando CREATE
Comando DROP
Comando CREATE TABLE
Tipos de Dados do MySQL
Exemplo
Exemplo
Exemplo
Comando DROP TABLE
Comando ALTER TABLE
Exemplo
Definição da Tabela com uso de
Restrições
Exemplo
Restrições (Chave Primária - PK)
Restrições (Chave Estrangeira - FK)
Exemplo
Campos Autonumeração
Exemplo
Exercício 1

 Crie um banco de dados empresa_seuNome com as seguintes tabelas:


 empregado (matricula int, nome varchar(35), cargo varchar(25), datanasc date,
salario numeric(10,2), comissao numeric(10,2), chefe int, depto int).
depto referencia departamento(depto)
 departamento (depto int, nome varchar(25), local varchar(25), orcamento
numeric(10,2)).
 gradeSalarios (grade int, menorSalario numeric(10,2), maiorSalario numeric(10,2)).
Exercício 2

 Construa o banco de dados Escola_SeuNome. Usando o SQL, construa as


tabelas abaixo. Analisar as chaves primárias e estrangeiras. Os códigos serão
autoincremento.

Você também pode gostar