Você está na página 1de 3

SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA- SESI – DR PERNAMBUCO

CENTRO/ESCOLA _______________________________________________________________________________________________________
NOME DO ESTUDANTE: ________________________________________________________________________________________________
DATA __________/___________/20______
DISCIPLINA: _____________________________________ TURMA: 3° _______
PROFESSOR (A): ITALLO COSTA

PROVA DE FÍSICA – III UNIDADE (0-10,0 pontos)


Conteúdo vivenciado para esta avaliação: • Eletrostática

RECOMENDAÇÕES: METODOLOGIA APLICADA: DESEMPENHO


1. Preencha os dados do cabeçalho à caneta; POR NOTA
2. As questões devem ser preenchidas com respostas à caneta; AULAS EXPOSITIVAS,
3. Interpretar e decidir sobre cada questão cabe única e exclusivamente ao
aluno; RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS
4. Não serão aceitas questões rasuradas ou com mais de uma alternativa
marcada.
a) Carregada negativamente, neutra e carregada
01(UFLA) – O diagrama potencial elétrico versus distância de uma positivamente.
carga elétrica puntiforme Q no vácuo é mostrado a seguir. Considere
a constante eletrostática do vácuo 𝑘0 = 9 × 109 𝑁𝑚2 ⁄𝐶 2 Nm2/C2. b) Neutra, carregada positivamente e carregada
Pode-se afirmar que o valor de Q é negativamente.

c) Carregada positivamente, neutra e carregada


negativamente.

d) Carregada positivamente, carregada negativamente


e neutra.

03(UNIMONTES/MG) – O gráfico abaixo representa a maneira


como varia a intensidade do campo elétrico, que é gerado por
uma carga pontual Q positiva, em função da distância.
Determine a intensidade do campo a uma distância de 4,0 cm
da carga fonte. (𝑘0 = 9,0 × 109 unidades SI)

a) +3,0 × 10−12 𝐶. b) +0,1 × 10−12 𝐶. c) +3,0 × 10−9 𝐶. d)


+0,1 × 10−9 𝐶. e) −3,0 × 10−12 𝐶.

02(UFRN) – Uma das aplicações tecnológicas modernas da


eletrostática foi a invenção da impressora a jato de tinta. Esse
tipo de impressora utiliza pequenas gotas de tinta, que podem
ser eletricamente neutras ou eletrizadas positiva ou
negativamente. Essas gotas são jogadas entre as placas
defletoras da impressora, região onde existe um campo
elétrico uniforme, atingindo, então, o papel para formar as
letras. A figura a seguir mostra três gotas de tinta, que são
lançadas para baixo, a partir do emissor. Após atravessar a
região entre as placas, essas gotas vão impregnar o papel. (O a) 6,0 × 103 𝑁/𝐶.
campo elétrico uniforme está representado por apenas uma
linha de força.) b) 9,0 × 103 𝑁/𝐶.

c) 1,2 × 104 𝑁/𝐶.

d) 1,5 × 104 𝑁/𝐶.

04(Covest) – Um bloco A de massa igual a 𝟏 𝒌𝒈 é mantido em


repouso, em contato com o teto de um apartamento, sob efeito
de uma força |𝑭⃗ | = 𝟐𝟎 𝑵 como ilustrado na figura a seguir.
Sabendo-se que ⃗𝑵 ⃗ é a força de reação normal à superfície do
teto, 𝑷 é o peso do bloco, e ⃗𝒇 é a força de atrito, qual o


diagrama das forças que atuam sobre o bloco A?
Pelos desvios sofridos, pode-se dizer que a gota 1, a 2 e a 3
estão, respectivamente,
05(VUNESP) – Duas cargas puntiformes de mesmo módulo,
+Q e – Q, estão fixas numa região do espaço, longe de
qualquer outra influência elétrica. As linhas contínuas da figura
representam linhas de força do campo elétrico geradas por
elas, e as tracejadas representam linhas equipotenciais desse
campo.

a)

b)
Sabendo-se que B é o ponto médio do segmento que une as
cargas, pode-se afirmar corretamente que

a) Uma carga elétrica positiva abandonada em B


permanece em repouso.

b) O potencial elétrico do ponto A tem sinal negativo.

c) A diferença de potencial entre os pontos B e C tem


c) valor positivo.

d) O campo elétrico resultante criado pelas cargas no


ponto D tem módulo nulo.

e) Uma carga positiva abandonada em D dirige-se a B


em movimento uniforme.

06(UFRN/2008/modificada) – Uma célula de fibra nervosa


exibe uma diferença de potencial entre o líquido de seu interior
d)
e o fluido extracelular. Essa diferença de potencial,
denominada potencial de repouso, pode ser medida por meio
de microelétrodos localizados no líquido interior e no fluido
extracelular, ligados aos terminais de um milivoltimetro,
conforme a Figura 1.

e)

Num experimento de medida do potencial de repouso de uma


célula de fibra nervosa, obteve-se o gráfico desse potencial em
função da posição dos eletrodos, conforme a Figura 2.
08(FMCA/SP/2011) – Devido a uma pane mecânica, Sr.
Fortaleza teve de empurrar seu carro por um estrada reta,
fazendo com que ele se deslocasse, a partir do repouso, por
25m em 20s, em movimento uniformemente acelerado.

Sabendo-se que a massa do carro e de 800kg e que nesse


trajeto ele ficou sujeito a uma forca resistiva total constante de
A partir dessas informações, pode-se afirmar que o vetor intensidade 100N, a intensidade da forca constante aplicada
pelo Sr. Fortaleza sobre seu carro, em N, foi de
campo elétrico, no interior da membrana celular, tem módulo
igual a
a) 100. b) 150. c) 200. d) 250. e) 300.
a) 8,0 × 10−2 𝑉/𝑚 e sentido de dentro para fora.
b) 1,0 × 107 𝑉/𝑚 e sentido de dentro para fora.
c) 1,0 × 107 𝑉/𝑚 e sentido de fora para dentro.
d) 8,0 × 10−2 𝑉/𝑚 e sentido de fora para dentro.
e) 8,0 × 10−3 𝑉/𝑚 e sentido de dentro para fora.
07(FUVEST/SP/2013) – A energia potencial elétrica U de duas
partículas em função da distância r que as separa está
representada no gráfico da figura abaixo.

Uma das partículas está fixa em uma posição, enquanto a


outra se move apenas devido à força elétrica de interação
entre elas. Quando a distância entre as partículas varia de 𝑟𝑖 =
3 × 10−10 𝑚 a 𝑟𝑓 = 9 × 10−10 𝑚, a energia cinética da partícula
em movimento

a) Diminui 1 × 10−18 J.

b) Aumenta 1 × 10−18 J.
“Eduquem as crianças, para que não seja necessário
punir os adultos”
c) Diminui 2 × 10−18 J.
(Pitágoras)
d) Aumenta 2 × 10−18 J.

e) Não se altera.

Você também pode gostar