Você está na página 1de 16

GUIA PARA

MODELAGEM
www.smlbrasil.com.br DE PROCESSOS
NOTAÇÃO BPMN - GATEWAYS
SUMÁRIO
1. O QUE É NOTAÇÃO BPMN? 3

2. O QUE SÃO GATEWAYS? 4

3. QUAIS SÃO OS TIPOS DE GATEWAYS? 5

3.1. Gateway exclusivo 6

3.2. Gateway paralelo 7

3.3. Gateway inclusivo 8

3.4. Gateway complexo 9

3.5. Gateway de início baseado em evento exclusivo 10

3.6. Gateway de início baseado em evento paralelo 11

3.7. Gateway intermediário exclusivo baseado em evento 12

4. COMPARANDO OS GATEWAYS 13

5. MATERIAIS RELACIONADOS 14

6. SOBRE NÓS E A AUTORA 15


1. O QUE É NOTAÇÃO BPMN?

“BPMN é a sigla para Business Process Model and Notation é um padrão criado pela Business Process Management
Initiative (BPMI), incorporado ao Object Management Group (OMG), grupo que estabelece padrões para sistemas de
informação.

A aceitação da notação de BPMN tem crescido sob várias perspectivas com sua inclusão nas principais ferramentas
de modelagem. Essa notação apresenta um conjunto robusto de símbolos para modelagem de diferentes aspectos
de processos de negócio. Como a maioria das notações, os símbolos descrevem relacionamentos claramente defini-
dos, tais como fluxo de atividades e ordem de precedência. “
Fonte: CBOK, 2013 Versão 3.0.

Um fluxograma é um tipo de notação. Um EPC (Event-driven Process Chain) é outro tipo de notação. Value
Stream Mapping também é uma notação. E BPMN (Business Process Model and Notation), é mais um tipo de
notação. Em resumo, podemos dizer que são diferentes formas de representar as ações que acontecem em
um processo. Você é quem escolhe qual irá utilizar.

3
2. O QUE SÃO GATEWAYS?
Na notação de BPMN, Gateways são pontos de decisão. Quando você encontra um Gateway, uma decisão será
tomada. Gateways são elementos que dividem e unem o fluxo do processo.

Os processos não acontecem sempre da mesma forma, ou seja, dependendo da decisão tomada o caminho a
seguir é diferente.

Por exemplo, em um supermercado:


CAIXA RÁPIDO AGUARDE

O cliente tem mais de 10 itens? Se tem menos de 10 itens ele vai para o caixa
rápido, se ele tem mais de 10 itens vai para as filas de atendimento sem priori-
dade. O pagamento será com cartão ou com dinheiro? Se for cartão, será de
débito? Crédito? Se for dinheiro, precisa ou não de troco?

- CARTÃO? - DINHEIRO?
Perceba quantas opções diferentes existem para cada etapa desse processo.
$ TROCO?!
Ou seja, não são todos os clientes que chegam no mercado, compram dez itens
$ e fazem o pagamento com dinheiro. Existe uma infinidade de possibilidades
que devem ser representadas no desenho do processo.

É aí que o gateway nos ajuda! Ele é utilizado para expressar as diversas possibilidades dentro da modelagem
do processo.

4
3. QUAIS SÃO OS TIPOS DE GATEWAYS?
Na notação BPMN, existem sete tipos de gateways, são eles:

De Início De Início Intermediário


Baseado Baseado Baseado
Exclusivo Inclusivo Paralelo Complexo
em Evento em Evento em Evento
Exclusivo Paralelo Exclusivo

São tantos... não é mesmo?

Diferente dos desenhos de fluxograma, o losango de BPMN não serve apenas para o questionamento sim ou
não. Ele serve para representarmos os reais caminhos que o processo possui.

Maria deve rejeitar ou aprovar a compra? Em um processo real não são somente essas duas
opções que existem neste caso. Ela pode aprovar, pode solicitar mais cotações, pode encaminhar
para outra compradora, pode rejeitar ou pode ser uma compra que vai diretamente ao fornece-
dor sem passar por Maria. Resumidamente, em um processo existem muitas possibilidades e os
gateways nos ajudam a representá-los mais facilmente.

A seguir, você encontrará uma breve explicação sobre cada um dos gateways junto a um exemplo de utilização
na modelagem.
5
3.1. Gateway exclusivo (muito utilizado)
Gateways exclusivos são utilizados quando em um momento de decisão um único caminho deve ser seguido,
ou seja, existe uma condição exclusiva. O gateway exclusivo pode ser representado por um losango vazio ou
por um losango preenchido com um “x”.

Elemento
de gateway
exclusivo

Exemplo:

T16 - Emitir
certificado
Aprovado
Perceba que neste caso o gateway exclusivo exige que
uma decisão seja tomada: O aluno está aprovado ou
T14 - Aplicar
reprovado?
T15 - Avalia
trabalho
aluno
prático

Avaliação
do aluno

Somente uma linha do fluxo será seguida.


Reprovado

T16 - Aplicar
prova de
DICA: Não utilize perguntas em gateways.
recuperação

6
3.2. Gateway paralelo (muito utilizado)
O gateway paralelo é utilizado quando você deseja que tarefas sejam executadas ao mesmo tempo, paralela-
mente. O uso de gateway paralelo diminui o tempo de execução de um processo, pois sua utilização evidencia
que ao invés de aguardar alguma finalização a atividade pode acontecer junto a alguma outra. O elemento do
gateway paralelo é representado pelo losango e um símbolo de “+” no seu interior.

Elemento
de gateway
paralelo

Exemplo:

T02 - Preparar
malha

Neste exemplo, todas as atividades de


T01 - Definir T03 - Separar
preparação para uma viagem serão exe-
cutadas paralelamente. O segundo
destino da documentação T06 - Embarcar
viagem nescessária

gateway é necessário, pois ele evidencia


T04 - Comprar
tickets para a convergência das tarefas. Isto é,
passeio

somente após a execução de todas elas o


T14 - Comprar
fluxo continuará.
moeda local

7
3.3. Gateway inclusivo (pouco utilizado)
Gateways inclusivos dividem o processo em um ou mais fluxos. No exclusivo apenas um sentido é permitido,
no paralelo todos os sentidos são seguidos ao mesmo tempo e no inclusivo o fluxo pode seguir para apenas
uma linha ou para mais de uma linha. Neste caso, uma regra deve ser inserida. O processo avalia a condição
estipulada e uma ou mais saídas do gateway são iniciadas, ou seja, podemos traduzir como “e/ou”.

Elemento
de gateway
inclusivo

Exemplo:

T02 - Preparar
mala
Neste caso, não necessariamente todas
as atividades de preparação serão execu-
T01 - Definir T03 - Separar
destino da
viagem
documentação
necessária
T06 - Embarcar tadas paralelamente. Uma regra deve
ser estabelecida para questionar se real-
T04 - Comprar
tickets para
mente é necessário a compra de moeda
local, por exemplo. Caso não for, as três
passeios

outras tarefas iniciarão, exceto a T05 cor-


T05 - Comprar
moeda local respondente a compra de moeda.

8
3.4. Gateway complexo (raramente utilizado)
O gateway complexo é um elemento da notação de BPMN considerado avançado. Ele pode ser usado para
simplificar e modelar um processo eliminando complicadas combinações de outros gateways, pois é o
gateway que representa o maior número de opções. Porém, deve-se ter muito cuidado ao utilizá-lo para não
dificultar o entendimento do fluxo do processo. De fato, este é um elemento pouco utilizado por modeladores
de processos.

Elemento
de gateway
complexo

Exemplo:

T02 - Preparar
a mala Neste exemplo, dissemos que as atividades serão realizadas em
paralelo. O que diferencia este gateway do inclusivo é que ele
T03 - Separar
documentação
indica que nem todas as combinações serão aceitas. Por exemplo,
necessária
T01 - Definir
destino da posso colocar neste processo a regra de que são válidas as combi-
viagem
nações T02, T03 e T04 ou ainda T02, T03 e T05. Porém, as tarefas
T04 - Fazer
lista de
compras T04 e T05 não podem acontecer juntas. Ou uma ou outra. Ou com-
pras ou passeios, por exemplo.
T05 - Fazer
lista de
passeios

9
3.5. Gateway de início baseado em evento exclusivo (pouco utilizado)
Este gateway é utilizado no início do processo, neste caso você não utilizará o evento de início (bolinha verde).
O gateway de início baseado em evento exclusivo evidencia que o processo será iniciado por meio de um
evento. Este evento pode ser uma ligação, um e-mail, uma alteração de documento, um sms, um vencimento
de contrato, um timer, etc.

Elemento de gateway
de início baseado
em evento exclusivo

Exemplo:

Neste caso, o gateway exclusivo baseado em


Gateway exclusivo
baseado em
evento
Vencimento
do contrato
evento fará o início do processo. Isso significa que o
Analisar novo Analisar
(1 ano)
contrato contrato
processo só será iniciado caso o contrato atinja o
prazo de vencimento ou caso seja necessário uma
alteração no contrato. Se nenhum desses dois

Alteração do
eventos acontecer, o processo não será iniciado.
contrato

OBS: Depois de um gateway baseado em evento é necessário que você faça a ligação neste elemento com elemento
de eventos, se você utilizar um elemento de tarefa, o fluxo não estará correto.

10
3.6. Gateway de início baseado em evento paralelo (pouco utilizado)
Este gateway é similar ao anterior (gateway de início baseado em evento exclusivo) a única diferença é que o
processo iniciará após todos os eventos serem iniciados e não mais um ou outro.

Elemento de gateway
de início baseado
em evento paralelo

Exemplo:
Este exemplo é típico do processo de compra e venda do Mer-
cado livre. Ele indica que a liberação do pagamento só aconte-
Gateway paralelo
baseado em
Recebimento cerá quando o cliente, além de registrar o recebimento do
de mercadoria
evento

Liberar
produto, identificar que o produto está conforme as especifi-
pagamento
cações e qualidade esperada. Logo, o pagamento só será libe-
rado se os dois eventos acontecerem.

Qualificação Se registrar o recebimento e não qualificar o produto, o fluxo


do produto
não seguirá para a liberação do pagamento.

11
3.7. Gateway intermediário exclusivo baseado em evento (pouco utilizado)
Este gateway é utilizado no meio do fluxo para identificar que um evento deve acontecer para que o fluxo do
processo continue. Por exemplo (de maneira simples e fictícia) um processo de aluguel de salão para eventos.
O fluxo passa pelo executivo de vendas e só continuará o processo caso exista um aceite do cliente ou quando
a orçamento atingir o prazo de validade (expirar).

Elemento gateway
intermediário exclusivo
baseado em evento

Exemplo:

Elaborar
contrato
Confirmar
pagamento
Neste exemplo, o gateway de evento
Receber aceite está relacionado com o evento de rece-
do cliente

Enviar ber o aceite do cliente ou evento de


proposta
ao cliente
timer. O fluxo só continuará se um
Iniciar
processo
desses eventos iniciar. Ou seja, caso o
cliente aceite a proposta ou caso a pro-
Aguardar
7 dias
Encerrar
processo
posta expire em 7 dias.

12
4. COMPARANDO OS GATEWAYS

De início De início Intermediário


Baseado Baseado Baseado
Exclusivo Inclusivo Paralelo Complexo
em Evento em Evento em Evento
Exclusivo Paralelo Exclusivo

Um único Tarefas serão O fluxo pode As tarefas serão Utilizado no Utilizado no Utilizado no
caminho executadas ao seguir para realizadas em início do fluxo, início do fluxo, meio do fluxo,
deve ser mesmo tempo, apenas uma paralelo. O que ele evidencia ele evidencia ele evidencia
seguido. paralelamente. linha ou para diferencia este que o processo que o processo que o processo
mais de uma gateway é que será iniciado por será iniciado será iniciado por
linha. Neste ele indica que meio de um quando todos os meio de um
caso, uma regra nem todas as evento ou outro. eventos forem evento.
deve ser combinações realizados.
inserida. serão aceitas.

Muito utilizado Muito utilizado Pouco utilizado Raramente Pouco utilizado Pouco utilizado Pouco utilizado
utilizado

13
5. MATERIAIS RELACIONADOS

De acordo com o GARTNER, onde utilizar um BPMS? Fique por dentro.

10 Etapas para melhorar a eficiência de processos [Infográfico + Checklist]

Quais os benefícios de um BPMS para a Gestão de Processos?

5 passos para a criação de um Fluxograma

Você sabe (mesmo) o que é um Fluxograma?

Você sabe o que é ECM?

Melhorias em processos: como evitar falhar?

14
6. SOBRE NÓS 6. SOBRE A AUTORA

Com o uso das tecnologias de BPMS (Gestão por Sou a Bruna, Engenheira de Produção com oito
Processos) e ECM (Gestão de Documentos e Infor- anos de experiência atuando em melhorias de
mações), ajudamos sua organização a transfor- processos de negócios. Sou Auditora de Proces-
mar modelos de negócios e padrões organizacio- sos formada pelo Instituto de Qualidade Automo-
nais e a quebrar barreiras tecnológicas. tiva (IQA) e apaixonada por BPM.

www.smlbrasil.com.br

15
“Espero que este
conteúdo tenha
lhe ajudado.”

Quer saber mais sobre Mapeamentos e Modelagem de processos?

Fique atento ao nosso blog http://blog.smlbrasil.com.br/

www.smlbrasil.com.br