Você está na página 1de 82

S07 – Cap.

Tecnologia de Processo

Todas operações usam algum tipo de


tecnologia de processo, na esperança
de obter alguma vantagem
competitiva
O que é tecnologia de processo?

São as máquinas, equipamentos e dispositivos


 que ajudam a produção a transformar
materiais, informações e consumidores
 de forma a agregar valor e atingir os objetivos
estratégicos da produção
O que é transformado? Objetivos
estratégicos das
operações

Estratégia de O papel e a posição


Ambiente operações competitiva das
operações
Estratégia de
Recursos a serem operações
transformados
 Materiais
 Informações Gestão de
Projeto Melhoramento
 Consumidores operações

Recursos de entrada Saída de Bens


Planejamento
e controle
 Instalações
 Pessoal
TRANSFORMAÇÃO

Recursos de
transformação Ambiente
Princípios gerais de projeto
em produção

Projeto de Projeto de Abordado neste


produtos e serviços processos Cap.6 capítulo
Cap.5 Projeto da rede de
operações
Geração do conceito

Triagem Cap.7
Arranjo físico
Projeto preliminar e fluxo

Avaliação e
melhoria
Tecnologia Projeto do
Prototipagem e
de processo trabalho
projeto final
Cap.8 Cap.9
Os gerentes de operação

Precisam entender o que as tecnologias


emergentes:
• podem fazer;
• que vantagens podem ser dadas; e
• que limitações elas podem impor à operação
produtiva
Qual é o “bem” mais importante para a empresa?

É o conhecimento tecnológico
 Ele pode ser desenvolvido, comprado ou integrado
 Pode vir na forma de: máquinas; equipamentos;
dispositivos de processo e/ou métodos
 Está embutido na produção, no desenvolvimento de produto,
nas vendas, nas compras e em outros
Gerenciamento de operações
Os gerentes de operações estão envolvidos com o gerenciamento
de tecnologias de processo. Para serem efetivos deve ser capazes
de:
 articular como a tecnologia pode melhorar a eficácia da operação;
 estar envolvido na escolha da tecnologia;
 gerenciar a instalação e a adoção da tecnologia;
 integrar a tecnologia com o resto da produção;
 monitorar continuamente seu desempenho; e
 atualizar ou substituir a tecnologia quando necessário.
Gerenciamento de operações
Os gerentes de operações não precisam ser especialistas em
qualquer que seja a ciência da tecnologia principal, mas, precisam
compreender o suficiente para saber elaborar perguntas relevantes
tais como:
 O quê a tecnologia faz que é diferente de outras tecnologias
similares?
 Como ela faz isso? Isto é, quais características particulares da
tecnologia são usadas para desempenhar suas funções?
 Que benefícios a tecnologia usada dá para a operação produtiva?
 Que limitações a tecnologia usada traz para a produção?
A Dimensão da Tecnologia

A tecnologia de processo surge de


várias formas o que traz dificuldade
para qualquer generalização
Dimensões da Tecnologia

Grau de automação da tecnologia


A escala da tecnologia
O grau de integração da tecnologia
Dimensões da Tecnologia

• Grau de automação da tecnologia


– Método antes da tecnologia de automação
• os métodos e processos são bons?
– Os benefícios da automação
• reduz custos de mão de obra direta
– considerar : desempenho; erros; novas atividades
de apoio; efeito sobre custos indiretos; a
flexibilidade continuará?; vale a pena livrar-se do
potencial humano?
• reduz a variabilidade da operação
Dimensões da Tecnologia

• A escala da tecnologia
– O tamanho das máquinas
• Refinarias, Siderúrgicas, Avião Intercontinental, A
prensa Shuler instalada na Ford (Plant River Rouge -
USA)
• O grau de integração da tecnologia
• Integração (ligação com único sistema, de
atividades antes separadas), sincronização e
velocidade
– Throughput (atravessamento de informações ou de
materiais mais rápido)
• FMS
Dimensões da Tecnologia

• O grau de integração da tecnologia (continuação)


• Quanto mais integrada a tecnologia mais altas
podem ser as habilidades necessárias para mantê-la
• Quando ocorrem falhas todo o sistema para
Escolhas de tecnologia

• Entender as tecnologias de processo e ser capaz


de caracterizar suas diferentes dimensões são
habilidades essenciais para todos os gerentes de
operação
• Entretanto, a decisão mais comum que os
gerentes terão que tomar é a escolha entre
tecnologias alternativas ou entre variantes
alternativas da mesma tecnologia
Escolhas de tecnologia

• As duas perspectivas abordadas no Cap.3,


“exigências do mercado”, recursos de
produção e mais a financeira, juntas oferecem
questões importantes que podem basear a
avaliação da tecnologia:
– Qual o efeito que a tecnologia proposta terá para a
habilidade da operação de servir a seus mercados?
– Como a tecnologia proposta ajudará a construir as
capacitações de recursos da operação?
– Quais são as consequências financeiras de se investir na
tecnologia?
Escolhas de tecnologia

• Avaliação das exigências do mercado


– Avaliar como a nova tecnologia afetará a qualidade,
a rapidez, a confiabilidade, a flexibilidade e o
desempenho de custos da operação
– Avaliação quanto aos recursos da operação
• Restrições e capacitações intrínsecas da operação
produtiva
– Avaliação financeira
Tecnologia de processamento de materiais
A tecnologia de processamento de metais, plásticos,
têxteis e outros materiais tem evoluído

Novas técnicas de conformação, corte, dobramento, eletro-


erosão, corte a laser e novas tecnologias de ferramentas, tem
dado novo impulso aos processamentos de materiais
Tecnologias de manufatura
Projeto Controle Manuseio Gerenciamento

Projeto Manufatura Veículos guiados Carregamento


auxiliado por auxiliada por (AGVs) e Robótica Programação
computador computador Monitoração

CAD CAM MRP/ERP

Integrados Integrados

CAD/CAM FMS
Sistemas baseados em computador para
outras funções, fornecedores e
consumidores
Integrados

CIM Integrados

CIE
Projeto auxiliado por
S07
computador

Computer Aided Design (CAD)

Desenho técnico

Desenho auxiliado por computador

Desenho artístico
Tecnologia CAD
Princípios gerais de projeto
em produção

Tecnologia CAD
Projeto de Projeto de
produtos e serviços processos
Projeto da rede
Geração do conceito

Triagem
Arranjo físico
Projeto preliminar e fluxo
Avaliação e
melhoramento
Tecnologia Projeto do
Prototipagem e de trabalho
projeto final processos
O que é a tecnologia CAD

É um sistema composto por computador,


softwares e periféricos, que auxiliam no
desenvolvimento de projeto de produtos
e na sua gestão
Porque estudar a tecnologia CAD

Os gerentes precisam entender o que as


tecnologias emergentes:
 podem fazer;
 que vantagens podem ser dadas; e
 que limitações elas podem impor à operação produtiva
Porque estudar a tecnologia CAD

O gerente de operações deve ser capaz de:


 articular como a tecnologia pode melhorar a eficácia das

operações;
 estar envolvido na escolha da tecnologia;
 gerenciar a instalação e a adoção da tecnologia;
 integrar a tecnologia com o resto da operação;
 monitorar continuamente seu desempenho; e
 atualizar ou substituir a tecnologia quando necessário.
Porque estudar a tecnologia CAD
Os gerentes de operações não precisam ser especialistas em
qualquer que seja a ciência da tecnologia principal, mas, precisam
saber o suficiente para saber elaborar perguntas relevantes tais
como:
 O quê a tecnologia faz que é diferente de outras tecnologias
similares?
 Como ela faz isso? Isto é, quais características particulares da
tecnologia são usadas para desempenhar suas funções?
 Que benefícios a tecnologia usada dá para a operação produtiva?
 Que limitações a tecnologia usada traz para a produção?
Computer Aided Design (CAD)

Evolução histórica
Computer Aided Design (CAD)

Evolução histórica - Desenho


Computer Aided Design (CAD)
Evolução histórica – Ferramentas escrita
http://www.oprojetista.com.br/
Laboratório de CAD

EQUIPAMENTOS
20 Computadores Pentium 4, 2.8 Ghz HT, 1Gb
Ram, Monitor 17'‘, Marca Dell

CABEAMENTO
Estruturado. Cabo Par Trançado Categoria 5.
Estrutura por canaletas galvanizadas duplas.

SISTEMA OPERACIONAL
Windows XP Professional - Estações
Linux Red Hat 8 - SAMBA - Servidor

SOFTWARES INSTALADOS
- MSOffice 2000 Standart
- Mechanical
- AutoCad R14
- SolidWorks
- AVG Free
- Brazip
O que é Computer Aided Design (CAD)

 O CAD é um sistema composto por: computador (CPU),


softwares; periféricos (teclado, mouse, scanner, impressora,
ploters, monitor, e outros)
 “é aplicação da informática ao processo de projeto“ (SALMON,
1987)
O que é Computer Aided Design (CAD)

 O CAD se considerado de forma bastante ampla é uma


tecnologia multidisciplinar, um conjunto de ferramentas
utilizadas por todas as áreas em que existe uma forma
desenvolvida de interação do computador digital à atividade de
projeto, bem como ao controle e gestão deste processo
(ROMEIRO FILHO)
O que é Computer Aided Design (CAD)

 Os sistemas CAD proporcionam a capacidade,


auxiliada por computador, para:
criar;
modificar; e
armazenar projetos de produtos.
Compete aos sistemas CAD

 Principalmente a modelagem geométrica em três

dimensões (3D) de peças

 Também são de competência dos sistemas CAD

atividades tais como:


 detalhamento do desenho técnico

 análise de montagem do produto

 análise de interferência, e outras


Alguns benefícios do CAD

 Aumento da produtividade no modelamento e

desenho do produto
 Análise de projeto
 cálculo de volume; massa; momento de inércia; análise de
montagem; análise de interferência; e outras
Alguns benefícios do CAD
 Menores erros de projeto
 Decorre do fato de que a compilação manual dos dados é
virtualmente eliminada, pois, a peça está modelada e o
desenho técnico gerado

 Maior precisão nos cálculos de projeto


 dimensões inconsistentes no modelo geométrico não são
aceitas durante o modelamento

 Padronização do projeto
 devido a se trabalhar com um único banco de dados
Alguns benefícios do CAD

 Maior clareza nos desenhos técnicos


 possibilidade de inserção de vistas isométricas e em
perspectivas
 recurso como uso de cores e shading (sombreamento)

 Facilidade de alterações de engenharia


 corrigindo-se o modelo geométrico da peça, os desenhos
técnicos serão automaticamente atualizados
Alguns benefícios do CAD

 Benefícios à manufatura
 pode ser usado o mesmo banco de dados durante o
processo de desenvolvimento de produto
O CAD como ferramenta de modelamento geométrico

 O modelamento de um produto pode ser feito em 2D ou em 3D


 Os sistemas CAD se baseiam em modeladores geométricos

 Basicamente três tipos de modeladores são os mais

conhecidos:

 o modelador wireframe;

 o modelador de superfície; e

 o modelador de sólidos.
O CAD como ferramenta de modelamento geométrico

 Há alguns sistemas CAD no mercado que denominam-se


híbridos, permitindo modelar a geometria mesclando os
diferentes tipos de modeladores
Características dos sistemas CAD
 Muitos símbolos especiais e convenções de desenho são usados,

mas todos eles são baseados nos princípios fundamentais dos

métodos de projeções ortográficas

 Muitos desenhistas migraram a preparação dos desenhos para os

computadores, devido as suas características de rapidez e

versatilidade

 O hardware básico para este sistema consiste do computador, o

monitor(de raios catódicos (CRT) ou LCD), o teclado e o mouse


Características dos sistemas CAD
 Os programas instalados no computador para produzir os
projetos são os softwares
 Para produzir um desenho em um sistema CAD, o desenhista ou
projetista seleciona a partir de um conjunto de primitivas
geométricas (features), tais como círculos, linhas, elipses e
polígonos
 Os desenhos computadorizados levam uma empresa à produzir
desenhos mais precisos, os quais podem ser modificados
rapidamente
 Os computadores têm, também, a vantagem de armazenarem
grandes quantidades de dados e informações em um pequeno
espaço
Vantagens dos sistemas CAD

 Redução do trabalho de desenho

 Redução no tempo de revisão e alteração

 Economia direta de custo

 Alta precisão

 Melhoria do fluxo geral de informações dentro da empresa

 Avaliação de desenhos alternativos

 Uso de partes comuns em múltiplos produtos

 Uso de bibliotecas padrões para rápida repetição de cópias


Algumas desvantagens dos sistemas CAD

 Tempo perdido devido à falha em algum equipamento

 Alto custo tanto do equipamento, como dos softwares, e do

treinamento adicional

 Fadiga óptica
Razões para instalar sistemas CAD

Segundo Rocha (2000) existem algumas razões para se

instalar um sistema computacional para auxílio de

projeto:
 Para aumentar a capacidade do projetista

 Para melhorar a qualidade do projeto

 Para melhorar a qualidade de comunicação

 Para criar banco de dados para a manufatura


Definição e seleção de sistemas CAD

Segundo Groover e Zimmers (1984):


 Desenvolver critérios de seleção do sistema a partir das
necessidades específicas da empresa
 Visitar e estudar empresas usuárias de sistemas CAD em
situação e com aplicações similares, buscando experiências
 Pesquisar fornecedores inclusive com visitas e apresentações
 A partir desta pesquisa selecionar três ou quatro fornecedores
mais interessantes
Definição e seleção de sistemas CAD

 Determinar a correta relação custo/benefício de cada sistema


ofertado
 Apresentar aos fornecedores problemas práticos enfrentados e
aplicações típicas da empresa, verificando as soluções de cada
sistema ofertado
 A partir das soluções apresentadas e da relação custo/benefício
escolher o sistema
Sistemas CAD

Mercado brasileiro
 Hardware: Hewlett Packard; Dell; IBM; SUM; Silicon Graphics; e
outros
 Software: EDS (Unigraphics NX, Solid Edge, Parasolid); IBM
(Catia, Solid Works); PTC (Pro/Engineer); Delcam (PowerShape,
PowerMill); Spacial Technology (Acis); AutoStudio (Alias
Wavefront); Bentley Systems (Microstation), SolidDesigner
(coCreate); AutoDesk (AutoCad, Mechanical Desktop, Inventor);
Top Solid; e outras
Programas CAD mais utilizados no mundo

 UG NX
 I-Deas
 Catia V4 e V5
 Pro/Engineer
 Solid Edge
 SolidWorks e
 AutoCAD
Computador
 Criado com o objetivo básico e imediato de resolver problemas
complexos de cálculo
 Permaneceu por muito tempo utilizado apenas como uma
máquina de calcular sofisticada e cara
 Sua criação segundo (ROMEU, 1998), é atribuída ao matemático
francês Blaise Pascal (XVII)
- Em 1667 Pascal realiza operações de adição e subtração em uma
máquina que armazenava os cálculos efetuados
 Na década de 30, nos EUA, Howard Aiken começa o projeto de
uma calculadora automática controlada por programa,
construída com relês
- Essa calculadora foi finalizada em 1944, recebendo o nome
de Mark I
Mark I

Relés
Computador

 Entre 1943 e 1946, entra em funcionamento o primeiro


computador eletrônico, o Eletronic Numeric Integrator and
Calculator (ENIAC)
 Construído nos EUA, possuía uma arquitetura baseada no uso de
válvulas ao invés de relés
ENIAC

Válvulas
ENIAC
O ENIAC – Algumas características
 Alguns componentes: 17.468 tubos de vácuo; 70.000 resistências;
10.000 condensadores; 1.500 relés; e 6.000 interruptores
 Pesava 30 toneladas, consumia 200 kW de potência e ocupava
várias salas
 Quando em operação produzia calor que necessitava de um
sistema de ar forçado para arrefecimento
 Era tão grande que tinha de ser disposto em U, com três painéis
sobre rodas, para que os operadores pudessem se mover em
torno dele
Computador

 A partir de 1951, o uso extensivo de computadores já era


realidade com o UNIVAC I, começando o que foi chamado de
primeira geração de computadores
UNIVAC I
ENIAC
Computador

 Com a criação e aplicação do transistor ainda na década de 50,


os computadores tem um menor custo e tamanho que a válvula,
substituindo-a com vantagens, caracterizando assim a segunda
geração de computadores
 Com o surgimento da tecnologia de estado sólido (silício), que
propiciou o desenvolvimento de microcircuitos, iniciou-se a
terceira geração de computadores
Computador

 A partir de 1964, surgem os minicomputadores e os


microcomputadores
 Por volta de 1970 a tecnologia de produção de chip (circuito
integrado) com um alto grau de integração tem como
consequência uma maior compactação e miniaturização dos
equipamentos, possibilitando também uma maior capacidade de
processamento de informação. Inicia-se a quarta geração de
computadores
Computador

AMD Athlon ™ XP 2600 – 2.13 Ghz


1.61Ghz, 480 M Ram
Computador

 Em 1987 Bill Gates lança no mercado o Windows, com um


ambiente operacional gráfico que tem por objetivo facilitar a
utilização do microcomputador
 Em 1993 a Intel lança o microprocessador Pentium, a última
geração dos computadores
 Em agosto de 1995, a Microsoft lança o seu sistema operacional,
o Windows 95
Computador

 Em agosto de 1998, a Microsoft lança o seu sistema operacional,


o Windows 98, evolução do Windows 95 .
 Em fevereiro de 2000, a Microsoft lança o seu sistema
operacional, o Windows 2000, evolução do Windows NT
 Em outubro de 2001, a Microsoft lança o Windows XP
 Em janeiro de 2007, a Microsoft lança o Windows Vista
 Ver http://pt.wikipedia.org/wiki/Cronologia_da_evolu%C3%A7%C3%A3o_dos_computadores
Microcomputadores
Evolução do Computador
2011
67anos
Mark I - 1944
Computação Gráfica

 Em 1950, se utilizou pela primeira vez um display (CRT – Tubo

de Raios Catódicos) controlado pelo computador Whirlwind no

Massachusetts Institute of Technology (MIT), para a geração de

imagens gráficas simples

 Surgia um novo ramo tanto da ciência da computação, que teria

a partir desta data importância crescente no mundo: a

Computação Gráfica (CG)


Datas de início de alguns periféricos

 Terminais gráficos, em 1951

 Plotters (traçadores gráficos), em 1953

 Light pens (canetas óticas), em 1958

 Mouse, em 1960 http://video.google.com/videoplay?docid=-8734787622017763097&q=Engelbart

 Terminais (monitores) coloridos, em 1962

 Tablets (mesas digitalizadoras), em 1964


Hardwares utilizado nos sistemas CAD
Joystick, caneta luminosa, mesa digitalizadora, tela sensível ao
toque, scanner, mouse, teclado e digitalizadores tridimensionais,
entre outros.
Empresas

 AutoDesk http://www.autodesk.com.br/adsk/servlet/home?siteID=1003425&id=7952020

 IBM http://www.ibm.com/br/

 Partnervision http://www.partnervision.com.br/

 CadCamCae http://www.cadcamcae.org/xugsplm ug.html


Alguns Softwares
DataCAD http://www.gcg.com.br/

AutoCAD Mechanical http://www.micrograf.pt/mcad/mechanical/

SilidWorks http://www.micrograf.pt/mcad/mechanical/

Silid Edge http://www.raihsa.com.br/solucoes_produto.asp?fCodProduto=25

Nx CAD http://www.raihsa.com.br/solucoes_produto.asp?fCodProduto=27

Rinoceros http://www.raihsa.com.br/solucoes_produto.asp?fCodProduto=42

Catia http://www.youtube.com/watch?v=nqBLYj1sql0&feature=related
Empresas Softwares / Soluções
Autodesk http://www.autodesk.com.br/adsk/servlet/home?siteID=1003425&id=7952020

SolidWorks Latin América http://www.solidworksbrasil.com.br/site/autocad/3d.html

Pro/ENGINEER http://www.plmbrasil.com.br/home.php; http://www.ptc.com/

Windchill ProjectLink http://www.plmbrasil.com.br/materias.php?cd_secao=57&codant=

Windchill PDMLink http://www.plmbrasil.com.br/materias.php?cd_secao=56&codant=

GE Fanuc http://www.gefanuc.com.br/

Ascongraph http://www.ascongraph.com.br/
Exemplos CAD
Catia
http://www.youtube.com/watch?v=a29G7QKhonw&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=nqBLYj1sql0&feature=related

Inventor 11
http://www.youtube.com/watch?v=XjdWDUcAmW0&NR=1

VW Design - CAD modeling and Virtual Reality presentation


http://www.youtube.com/watch?v=ckuh1ZfIYrw

http://br.youtube.com/watch?v=rp09iqkxfSs
Frases famosas
“ Penso que há talvez no mundo um mercado para 5
computadores”
Thomas Watson, presidente da IBM, 1943

“No futuro, os computadores não pesarão mais do que 1,5


tonelada”
Popular Mechanics, prevendo a evolução da ciência, 1949

"Viajei por todos os lados neste país e posso assegurar-lhes


que processamento de dados é uma ilusão que não perdura até
o fim do ano“
O editor encarregado de livros técnicos da Prentice Hall, 1957
Frases famosas

“Não há nenhuma razão para que alguém queira ter um


computador em casa”
Ken Olson, presidente e fundador da Digital Equipment
Corp.,1977

“640 K é mais do que suficiente para qualquer um”


Bill Gates, 1981