Você está na página 1de 13

PEB II - ARTES – CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS/PEDAGÓGIGOS/LEGISLAÇÃO — PM/CARAPICUÍBA/SP Loja: www.VCSIMULADOS.com.

br 1
Reservados todos os direitos. É proibida a publicação ou reprodução
total ou parcial sob quaisquer formas ou sob quaisquer meios, sem
permissão expressa por escrito do auto r, sob pena de aplicação de
penalidades legais.

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE CARAPICUÍBA/SP

PEB II - ARTES – CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS/PEDAGÓGIGOS/LEGISLAÇÃO — PM/CARAPICUÍBA/SP Loja: www.VCSIMULADOS.com.br 2


QUESTÕES BASEADAS EM CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS, PEDAGÓGICOS E LEGISLAÇÃO
PARA O CARGO DE PEB II ‒ ARTES CONFORME CONCURSO PÚBLICO — EDITAL Nº 06/2018

Parte 1 – Conhecimentos Pedagógicos


Sugestão Bibliográfica:

ALARCÃO, Isabel. Professores Reflexivos em uma escola Reflexiva. 6ª ed. São Paulo: Cortez. 2008.
AQUINO, Júlio Groppa. Indisciplina: o contraponto das escolas democráticas. São Paulo: Moderna. 2003.
CARVALHO, Rosita Edler. Educação Inclusiva - com os pingos nos is. 6ª ed. Porto Alegre: Editora Mediação. 2008.
COLL, César e outros. O construtivismo na sala de aula. 6ª ed. São Paulo: Ática. 2006.
COLL, César; MARTÍN, Elena [et al.]. Aprender conteúdos e desenvolver capacidades. Porto Alegre: ArtMed. 2004.
CORTELLA, Mário Sérgio. A Escola e o Conhecimento. 12ª ed. São Paulo: Cortez. 2008.
DELORS, Jacques. Educação: Um tesouro a descobrir - Relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre
Educação para o século XXI. 10ª ed. São Paulo: Cortez. 2006.
GADOTTI, Moacir e ROMÃO, José Eustáquio. Autonomia da Escola: princípios e propostas. 6ª ed. São Paulo,
Cortez, 2004.
GHANEM, Elie. Democracia: uma grande escola. Alternativa de apoio à democratização da gestão e à melhoria
da educação pública. Guia para equipe técnicas. São Paulo: Ação educativa/UNICEF/Fundação Ford, 1998.
HOFFMANN, Jussara. Avaliação Mediadora - Uma prática em construção da pré-escola à universidade. 26ª ed.
Porto Alegre: Editora Mediação. 2008.
LIMA, Elvira Souza. Neurociência e Aprendizagem - Editora: INTERALIA.
LUCKESI, Cipriano Carlos. Avaliação da Aprendizagem Escolar. 19ª ed. São Paulo: Cortez. 2008.
MANTOAN, Maria Teresa Égler. Inclusão Escolar. O que é? Por quê? Como fazer? 2ª ed. São Paulo: Editora
Moderna. 2006.
MANTOAN, Maria Tereza Égler. Caminhos Pedagógicos da Inclusão. São Paulo: Memnon. 2002.
MATUI, Jiron. Construtivismo - Teoria Construtivista sócio-histórica aplicada ao ensino. São Paulo: Moderna.
1995.
MELLO, Guiomar Namo de. Cidadania e Competitividade - desafios educacionais para o 3º milênio. 10ª ed. São
Paulo: Cortez. 2005.
PERRENOUD, Philippe. A Prática Reflexiva no ofício de professor: Profissionalização e razão pedagógica. Porto
Alegre: ArtMed. 2002.
PERRENOUD, Philippe. Avaliação: da excelência à regulação das aprendizagens - entre duas lógicas. Porto
Alegre: ArtMed. 1999.
PERRENOUD, Phillippe. A escola de A a Z: 26 maneiras de repensar a educação. Porto Alegre: ArtMed. 2005.
PERRENOUD, P. Construir as competências desde a escola. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 1999.
RIOS, Terezinha Azeredo. Ética e Competência. Questões da nossa época Vol. 16. 18ª ed. São Paulo: Cortez. 2008.
SACRISTAN, Gimeno. O currículo: uma reflexão sobre a prática. Porto Alegre: ArtMed. 2000.
SANTOMÉ, Jurjo Torres. Globalização e Interdisciplinaridade. Porto Alegre: ArtMed. 1998.
VASCONCELOS, Celso dos Santos. Avaliação da Aprendizagem: Práticas de mudança - por uma práxis
transformadora. 5ª ed.(revista e ampliada). São Paulo: Libertad, 2003.
VASCONCELOS, C. S. Planejamento: projeto de ensino-aprendizagem e projeto político-pedagógico. 14ª ed. São
Paulo: Libertad Editora, 2005.
ZABALA, Antoni. A Prática Educativa: Como Ensinar. Porto Alegre: ArtMed. 1998.
MEC - Brasília. Parâmetros Curriculares Nacionais, Vol. 1 e Vol. 10 (10.1,10.2,10.3,10.4,10.5)
Indagações sobre currículo: currículo e avaliação / [Cláudia de Oliveira Fernandes, Luiz Carlos de Freitas];
organização do documento Jeanete Beauchamp, Sandra Denise Pagel, Aricélia Ribeiro do Nascimento. – Brasília:
Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2007.44 p.: il.- Publicação do MEC

Parte 3 – Legislação

LDB - Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional – nº 9.394/20/12/1996.


PNE - Plano Nacional de Educação – Lei nº 13.005 de 2014.
Constituição Federal - Da Educação, Capítulo III, Seção I.
ECA - Estatuto da Criança e do Adolescente – Lei nº 8.069 de 1990.

Parte 2 – Conhecimentos Específicos

PEB II - ARTES – CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS/PEDAGÓGIGOS/LEGISLAÇÃO — PM/CARAPICUÍBA/SP Loja: www.VCSIMULADOS.com.br 3


Sugestão Bibliográfica:
ALAMBERT, Francisco. A semana de 22: modernismo no Brasil. São Paulo: Scipione, 1994.
ARGAN, Giulio Carlo. Arte e crítica de arte. Lisboa: Estampa, 1988.
BARBOSA, Ana Mae (org). Inquietações e mudanças no ensino de arte. 3ª ed. São Paulo: Cortez, 2007.
BARBOSA, Ana Mae (org); Rejane Galvão Coutinho - Arte educação como mediação cultural e social
HALL, Stuart. A Identidade Cultural na Pós-Modernidade. DP&A, 1999.
KOUDELA, Ingrid Dormien. Jogos Teatrais. São Paulo: Perspectiva, 1984.
LABAN, Rudolf. Dança educativa moderna. São Paulo: Ícone, 1990.
MARTINS, Mirian Celeste Ferreira Dias. Didática do ensino de arte: a língua do mundo: poetizar, fruir e conhecer
a arte. São Paulo: FTD, 1998.
NAPOLITANDO, Marcos. Como usar o Cinema na Sala de Aula. São Paulo: Contexto, 2003.
NUNES, Benedito. Introdução à filosofia da arte. São Paulo: Ática, 2000.
Parâmetros Curriculares Nacionais – Terceiro e Quarto Ciclos do Ensino Fundamental: Arte
PIMENTEL, Lucia Gouvêa (org.). Som, gesto, forma e cor: dimensões da Arte e seu ensino. Belo Horizonte: C/ARTE,
1995.
PROSSER, Elisabeth Seraphim – Ensino de Artes. IESDE Brasil, 2012.
STRICKLAND, Carol. Arte comentada: da pré-história ao pós-moderno. Tradução Angela Lobo de Andrade. Rio de
Janeiro: Ediouro, 1999.
TIRAPELI, Percival. Arte Brasileira: arte moderna e contemporânea figuração, abstração e novos meios. São
Paulo: Companhia Editora Nacional, 2006.

CONHECIMENTOS PEDAGÓGICOS

01. Segundo Cortella, a percepção que o educador tem de seu trabalho pedagógico depende da
concepção que adota sobre a relação entre a sociedade e a escola. Dessa forma, quando acredita
que a função da escola é a reprodução das desigualdades sociais, o educador sabe que ela
assume o papel de
(A) transformar a realidade social em que está inserida.
(B) promover o desenvolvimento e o progresso da nação.
(C) adequar as pessoas ao modelo institucional vigente.
(D) rejeitar a interferência de grupos sociais, políticos ou partidários.

02. Cortella (1998) aponta três concepções básicas da relação entre escola e sociedade, uma dessas
concepções gestada nos anos oitenta, o otimismo crítico, entende que a educação teria uma
função conservadora e uma função inovadora ao mesmo tempo. Segundo o autor, nessa
concepção, o educador é alguém que
(A) detém uma vocação e um dom.
(B) desenvolve uma atividade marcada pela neutralidade.
(C) é um agente da ideologia dominante.
(D) tem um papel político/pedagógico.

[...]

PEB II - ARTES – CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS/PEDAGÓGIGOS/LEGISLAÇÃO — PM/CARAPICUÍBA/SP Loja: www.VCSIMULADOS.com.br 4


10. Acerca da indisciplina escolar, Julio Groppa Aquino afirma que “só se ensina democracia fazendo
democracia”. Nesse sentido, o autor propõe que as escolas utilizem como estratégia do trabalho
educativo a:
(A) construção coletiva de contratos pedagógicos.
(B) construção coletiva de regimentos escolares.
(C) construção pela direção da escola de contratos pedagógicos.
(D) construção pela direção da escola de regimentos escolares.

[...]

20. Para uma atividade de aprendizagem ter sentido, isto é, ser significativa, segundo Coll, em O Construtivismo
na sala de aula, é necessário que
(A) os alunos conheçam os propósitos da atividade e que as tarefas sejam divididas pelo professor.
(B) o professor prepare o roteiro da atividade e distribua as tarefas pelos alunos para que eles as
executem.
(C) o professor organize as tarefas previamente, distribua o material e avalie o resultado executado pelos
alunos.
(D) os alunos participem ativamente do planejamento da atividade, de sua realização e de seus resultados.

[...]
30. Conforme Zabala (in Coll, 2006), o conteúdo que está sendo trabalhado nessa atividade,
prioritariamente, é de natureza
(A) factual.
(B) atitudinal.
(C) conceitual.
(D) procedimental.

[...]
40. De acordo com Rosita Edler Carvalho, o diagnóstico, como prática que ainda é exercida com a
finalidade de triagem do alunado,
(A) tem sido uma das mais sérias barreiras que temos enfrentado para a implementação da
educação inclusiva.
(B) mostra a conveniência de patologizar as deficiências e as dificuldades de aprendizagem.
(C) é uma das alternativas mais evidentes para facilitar a implementação da educação inclusiva.
(D) é o instrumento de identificação que permite remover as barreiras atitudinais e pedagógicas.

[...]

PEB II - ARTES – CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS/PEDAGÓGIGOS/LEGISLAÇÃO — PM/CARAPICUÍBA/SP Loja: www.VCSIMULADOS.com.br 5


50. O direito à educação, entendido como um direito inalienável do ser humano, constitui o fundamento
maior das Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental de 9 (nove) anos. A
educação, ao proporcionar o desenvolvimento do potencial humano, permite o exercício dos
direitos civis, políticos, sociais e do direito à diferença, sendo ela mesma também um direito social,
e possibilita
(A) a formação cidadã e o usufruto dos bens sociais e culturais.
(B) o desenvolvimento pessoal e para a vida em sociedade contemporânea.
(C) assegurar a cada um e a todos o acesso ao conhecimento e aos elementos da história.
(D) uma educação com qualidade moral, igualmente entendida como direito humano.

[...]

60. Com relação ao entendimento de Philippe Perrenoud acerca do conceito de competência,


assinale a alternativa incorreta.
(A) Faculdade de mobilizar um conjunto de recursos cognitivos, tais como saberes, capacidades
e informações, para solucionar, com pertinência e eficácia, uma série de situações.
(B) As competências profissionais desenvolvem-se exclusivamente na escola.
(C) As competências estão ligadas a contextos culturais, profissionais e condições sociais.
(D) Quando um profissional de saúde consegue identificar patologias e sintomas, terapias,
riscos, remédios, serviços médicos e farmacêuticos e aplicá-los para curar uma pessoa
doente, ele mobiliza as capacidades de observar sinais fisiológicos, medir a temperatura,
administrar um medicamento; por isso, pode ser considerado um profissional competente.

[...]

70. Rios faz uma análise crítica sobre a importância dos conteúdos socioculturais no processo
avaliativo, do ponto de vista da Filosofia, que leva sempre em conta uma perspectiva de
abrangência, clareza e profundidade, na busca do sentido dos fenômenos que se analisam. Com
esse propósito, a autora apresenta uma série de características de uma análise filosófica, que
podem ser identificadas a seguir:
I. falar sob o ângulo da Filosofia é colocar-se em busca da compreensão da realidade;
II. no momento em que se sistematiza e se tenta estabelecer definição para sua abordagem,
a Filosofia se distancia do seu amor à sabedoria;
III. a sabedoria é o saber total, o conhecimento inteiro, orientado no caminho da verdade, do
bem e da felicidade;
IV. ser sábio não significa apenas conhecer a verdade, saber bem, mas é também agir bem, e
se pode buscar aí uma fundamentação para a articulação estreita entre teoria e prática;
V. os conteúdos socioculturais no processo avaliativo pressupõem um caráter processual,
dinâmico da avaliação e devem estar continuamente presentes no trabalho do educador.

Está de acordo com as ideias de Rios apenas o contido em


(A) I, II e III.
(B) I, III e IV.
(C) II, III e IV.
(D) I, III, IV e V.

[...]

PEB II - ARTES – CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS/PEDAGÓGIGOS/LEGISLAÇÃO — PM/CARAPICUÍBA/SP Loja: www.VCSIMULADOS.com.br 6


80 “Uma vez que admitimos que o currículo é uma construção onde se encontram diferentes
respostas a opções possíveis, onde é preciso decidir sobre as possibilidades que nos são
apresentadas, esse currículo real é uma possibilidade entre outras alternativas.”
(Gimeno Sacristán, 2013, p. 23).
Dessa constatação, decorre outra, a saber, o currículo
(A) é campo neutro, objetivo, uma questão que depende de decisões técnicas a serem tomadas
e postas em prática.
(B) impõe objetivos educacionais que são delimitados pelos conteúdos universais a serem
transmitidos aos alunos.
(C) é resultado de certas tradições que se estabeleceram ao longo do tempo e, sendo assim,
não podem ser revistas ou modificadas.
(D) não é neutro e universal, mas território controverso e conflituoso a respeito do qual decisões
são tomadas e opções são feitas.

[...]

90. “A diversidade faz parte do acontecer humano. [...] é norma da espécie humana: seres humanos
são diversos em suas experiências culturais, são únicos em suas personalidades e são também
diversos em suas formas de perceber o mundo. Seres humanos apresentam, ainda, diversidade
biológica. Algumas dessas diversidades provocam impedimentos de natureza distinta no processo
de desenvolvimento das pessoas (as comumente chamadas de “portadoras de necessidades
especiais”). Do ponto de vista cultural, a diversidade pode ser entendida como a construção
histórica, cultural e social das diferenças. A construção das diferenças ultrapassa as
características biológicas, observáveis a olho nu. As diferenças são também construídas pelos
sujeitos sociais ao longo do processo histórico e cultural, nos processos de adaptação do homem
e da mulher ao meio social e no contexto das relações de poder.”
(GOMES, Nilma Lino. Diversidade e currículo. In: MEC. Indagações sobre currículo. Disponível em:
http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/Ensfund/indag4.pdf.)
Considerando o texto apresentado, classifique como V (Verdadeira) ou F (Falsa) as afirmações.
( ) A educação escolar pode se manter distante da diversidade, sendo que ela se faz presente
no cotidiano escolar por meio da presença de professores/as e alunos/as dos mais
diferentes pertencimentos étnico-raciais, idades e culturas.
( ) Como primeira constatação, percebe-se que é tarefa fácil para os educadores e
educadoras trabalharem pedagogicamente com a diversidade.
( ) A diversidade é apenas uma preocupação de um grupo de professores(as), de alguns
profissionais no interior das escolas e das secretarias de educação e não alcançou um
lugar de destaque nas preocupações pedagógicas e nos currículos.
( ) Tanto o desenvolvimento biológico quanto o domínio das práticas culturais existentes no
nosso meio são imprescindíveis para a realização do acontecer humano. Este último,
enquanto uma experiência que atravessa toda sociedade e toda cultura, caracteriza-se
somente pela unidade do gênero humano, mas, sobretudo, pela riqueza da diversidade.
( ) A diversidade é um componente do desenvolvimento biológico e cultural da humanidade,
que se faz presente na produção de práticas, saberes, valores, linguagens, técnicas
artísticas, científicas, representações do mundo, experiências de sociabilidade e de
aprendizagem.
Considerando a ordem em que as afirmações são apresentadas, são classificadas como
(A) F, F, V, V, V.
(B) F, V, V, F, F.
(C) V, F, V, F, V.
(D) V, V, F, V, F.

PEB II - ARTES – CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS/PEDAGÓGIGOS/LEGISLAÇÃO — PM/CARAPICUÍBA/SP Loja: www.VCSIMULADOS.com.br 7


[...]
100. Alice, uma professora de educação básica adjunta, auxilia Cleide, professora titular da classe de
2º. ano do ensino fundamental, no acompanhamento dos alunos durante a produção de textos em
duplas, atenta aos tipos de erros que os estudantes cometem, aplicando a concepção mediadora
de avaliação de Hoffmann (2000), segundo a qual o momento de correção passa a existir como
um momento de
(A) reflexão sobre as hipóteses que vêm sendo construídas pelo aluno.
(B) apuração das hipóteses como definitivamente certas ou erradas.
(C) percepção dos erros reais do aluno.
(D) coleta de informações para avaliar o aluno e selecioná-lo.

[...]

120. Sobre a concepção de avaliação na Introdução aos Parâmetros Curriculares Nacionais, podemos
afirmar que:
(A) Diz respeito a um conjunto de atuações que tem a função de alimentar, sustentar e orientar
a intervenção pedagógica.
(B) Fundamenta-se na visão tradicional de avaliação.
(C) Desprende-se das oportunidades oferecidas ao aluno.
(D) Restringe-se ao julgamento sobre os sucessos ou os fracassos do aluno.

[...]

LEGISLAÇÃO

128. A Constituição Federal em seu artigo 205 diz que “A educação, direito de todos e dever
...................................................., será promovida e incentivada com a colaboração da
sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da
cidadania e sua qualificação para o trabalho”. Assinale a alternativa que completa corretamente
e respectivamente os pontilhados acima.
(A) da família e do Estado.
(B) dos familiares do aluno.
(C) do Estado e da família.
(D) dos pais e dos Municípios brasileiros.

[...]

PEB II - ARTES – CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS/PEDAGÓGIGOS/LEGISLAÇÃO — PM/CARAPICUÍBA/SP Loja: www.VCSIMULADOS.com.br 8


140. Considere o texto do caput do Artigo 227 da Constituição Federal de 1988: “É dever da família,
da sociedade e do Estado assegurar à criança e ao adolescente, com absoluta prioridade, o
direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à
dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária, além de colocá-los a
salvo de toda forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão.”
Para dar cumprimento ao disposto neste Artigo, foi elaborada a
(A) Lei Federal n.º 9.424, de 1996, que institui o Fundo de Manutenção do Ensino Fundamental
e Valorização do Magistério (FUNDEF), hoje ampliado para a Educação Básica, FUNDEB.
(B) Lei Federal n.º 9.394, de 1996 – Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional – LDBEN,
que organiza a educação escolar Básica e Superior, em todas as modalidades.
(C) Lei Federal n.º 8.069, de 1990 – Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA, que trata da
proteção integral à criança e ao adolescente.
(D) Lei Federal n.º 8.742/93 – Lei Orgânica da Assistência Social – LOAS, que organiza a
Assistência Social em todo o país.

[...]
160. As afirmações que se seguem dizem respeito à Lei nº. 9.394/96, quanto aos educandos com
necessidades especiais.
I. Os sistemas de ensino deverão assegurar currículos, métodos, técnicas, recursos
educativos e organização específica para atender às suas necessidades.
II. Aqueles que não puderem atingir o nível exigido para a conclusão do ensino fundamental,
em virtude de suas deficiências, terão direito à aceleração para concluir em menor tempo o
programa escolar, sem prejuízo da qualidade de ensino.
III. Terão direito ao atendimento de professores com especialização adequada em nível médio
ou superior, bem como professores do ensino regular capacitados para a inserção em
classes comuns.

É (São) corretas(s) a(s) afirmação(ões)


(A) I, apenas.
(B) II, apenas.
(C) I e III, apenas.
(D) I, II e III.

[...]

180. Depois de ser advertido várias vezes por suas atitudes inadequadas em sala de aula, teve como
sanção disciplinar a aplicação da suspensão de participar das atividades esportivas oferecidas
pela escola e de brincar e se divertir no horário de recreio. De acordo com o art. 16 do Estatuto
da Criança e do Adolescente, nesse caso, o aluno está sendo privado de seu direito
(A) à liberdade.
(B) ao respeito.
(C) à dignidade.
(D) à cidadania.

[...]

PEB II - ARTES – CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS/PEDAGÓGIGOS/LEGISLAÇÃO — PM/CARAPICUÍBA/SP Loja: www.VCSIMULADOS.com.br 9


200. “As manifestações artísticas são exemplos vivos da diversidade cultural dos povos”. Segundo os
Parâmetros Curriculares Nacionais, em contato com essas produções o aluno do ensino
fundamental pode exercitar suas capacidades:
(A) cognitivas, afetivas, sensitivas e imaginativas;
(B) somente cognitivas;
(C) somente cognitivas e sensitivas;
(D) representativas, afetivas e imaginativas.

[...]

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

204. Fizeram parte da Semana de Arte Moderna em São Paulo, organizada em 1922:
(A) Diego Rivera, Dorothea Lange, Anselm Kiefer, Jacob Riis, Romare Bearden, Le Corbusier.
(B) Gil Vicente, Felix Lope de Veja, Juan Ruiz de Alarcón, Luigi Pirandelo e Henrik Johan Ibsen.
(C) Galvão, Victor Vasarely, Andy Warhol, Betty Bettiol, Calder, Honoré Daumier, Francisco
Goya.
(D) Anita Malfatti, Di Cavalcanti, Victor Brecheret, Antônio Garcia Moya Graça Aranha e Manuel
Bandeira.

[...]
220. Para Stuart Hall (2001), é possível tentar entender a identidade a partir de três formas de
compreender o sujeito e o mundo. Para o autor, o sujeito cuja essência interior (“eu real”) é formada
e modificada num diálogo contínuo com mundos culturais “exteriores” e identidades que esses
mundos oferecem é o sujeito:
(A) contemporâneo.
(B) sociológico.
(C) pós-moderno.
(D) do Iluminismo.

[...]
230. Na sua receita de “Como usar o cinema na sala de aula”, Marcos Napolitano o usa como:
(A) Um recurso que pode ser administrado didaticamente.
(B) Uma nova linguagem na educação.
(C) Uma ideia a ser aperfeiçoada.
(D) Uma das ramificações das linguagens da Arte.

[...]

PEB II - ARTES – CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS/PEDAGÓGIGOS/LEGISLAÇÃO — PM/CARAPICUÍBA/SP Loja: www.VCSIMULADOS.com.br 10


250. “O nosso olhar não é ingênuo”. Segundo Pillar (2001), isso significa que
(A) não somos ingênuos, sabemos quando uma obra de arte é boa, bem executada, e quando o
que vemos é sem técnica e vazio de sentido.
(B) nosso olhar está comprometido com nosso passado, com nossas experiências, com nossa
época e lugar, com nossos referenciais.
(C) infelizmente, em nossa época, as cenas de violência e sexo invadiram a TV, a propaganda e
a internet.
(D) quando crianças, perdemos nossas referências, assim como a espontaneidade e
ingenuidade na procura de agradar aos pais e professores.

Confira suas respostas no gabarito!

PEB II – ARTES
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS/PEDAGÓGICOS E LEGISLAÇÃO
PREFEITURA MUNICIPAL DE CARAPICUÍBA DO ESTADO DE SÃO PAULO

01 C 26 B 51 D 76 C 101 A
02 ? 27 D 52 C 77 D 102 C
03 C 28 A 53 B 78 B 103 A
04 B 29 B 54 C 79 C 104 A
05 B 30 ? 55 C 80 ? 105 C
06 A 31 C 56 A 81 A 106 D
07 D 32 D 57 D 82 D 107 D
08 D 33 C 58 D 83 A 108 B
09 B 34 D 59 A 84 D 109 D
10 A 35 B 60 ? 85 B 110 C
11 D 36 A 61 D 86 C 111 C
12 A 37 B 62 A 87 C 112 B
13 C 38 C 63 B 88 B 113 A
14 B 39 C 64 B 89 B 114 D
15 D 40 A 65 C 90 ? 115 B
16 B 41 B 66 C 91 D 116 D
17 C 42 C 67 D 92 D 117 D
18 A 43 A 68 C 93 D 118 D
19 C 44 A 69 A 94 C 119 C
20 ? 45 B 70 D 95 B 120 ?
21 D 46 D 71 A 96 C 121 B
22 C 47 B 72 B 97 D 122 D
23 A 48 B 73 B 98 A 123 A
24 A 49 C 74 D 99 D 124 B
25 B 50 ? 75 D 100 A 125 A

PEB II - ARTES – CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS/PEDAGÓGIGOS/LEGISLAÇÃO — PM/CARAPICUÍBA/SP Loja: www.VCSIMULADOS.com.br 11


126 B 151 B 176 D 201 C 226 A
127 A 152 C 177 A 202 A 227 C
128 C 153 C 178 D 203 A 228 B
129 C 154 D 179 B 204 D 229 C
130 D 155 A 180 A 205 C 230 ?
131 B 156 D 181 C 206 D 231 D
132 D 157 D 182 B 207 D 232 B
133 C 158 A 183 A 208 A 233 A
134 D 159 D 184 B 209 B 234 B
135 B 160 ? 185 C 210 D 235 C
136 A 161 C 186 D 211 B 236 D
137 D 162 A 187 C 212 A 237 A
138 B 163 D 188 D 213 B 238 D
139 B 164 A 189 A 214 C 239 C
140 ? 165 A 190 B 215 A 240 C
141 D 166 B 191 D 216 D 241 A
142 C 167 D 192 B 217 C 242 A
143 A 168 C 193 C 218 A 243 D
144 A 169 B 194 B 219 C 244 C
145 A 170 B 195 D 220 ? 245 D
146 B 171 C 196 B 221 A 246 C
147 C 172 C 197 D 222 B 247 C
148 A 173 A 198 C 223 D 248 A
149 B 174 B 199 A 224 C 249 D
150 D 175 D 200 ? 225 D 250 B

Re s e rv a d os t od o s os d i re i to s . É p ro i b id a a p ub l i ca ç ã o o u re p rod uç ã o t ot a l ou
p a rc i a l so b q ua i s qu e r fo rma s o u s ob qu a i sq u e r me i os , se m p e rmi s s ã o e x p re s s a p o r
e s c ri t o d o au to r, s o b p en a de a pl i ca ç ã o d e pe n a l id ad e s l eg a i s .

PEB II - ARTES – CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS/PEDAGÓGIGOS/LEGISLAÇÃO — PM/CARAPICUÍBA/SP Loja: www.VCSIMULADOS.com.br 12


VMSIMULADOS.COM.BR
VEJA OS VÍDEOS NO YOUTUBE!

50 QUESTÕES 50 QUESTÕES 50 QUESTÕES 50 QUESTÕES


R$: 7,99 R$: 7,99 R$: 7,99 R$: 7,99
VÍDEO AMOSTRA GRÁTIS VÍDEO AMOSTRA GRÁTIS VÍDEO AMOSTRA GRÁTIS VÍDEO AMOSTRA GRÁTIS

COMPRAR COMPRAR COMPRAR COMPRAR

50 QUESTÕES 50 QUESTÕES 50 QUESTÕES 50 QUESTÕES


R$: 7,99 R$: 7,99 R$: 7,99 R$: 7,99
VÍDEO AMOSTRA GRÁTIS VÍDEO AMOSTRA GRÁTIS VÍDEO AMOSTRA GRÁTIS VÍDEO AMOSTRA GRÁTIS

COMPRAR COMPRAR COMPRAR COMPRAR

50 QUESTÕES 50 QUESTÕES 50 QUESTÕES 50 QUESTÕES


R$: 7,99 R$: 7,99 R$: 7,99 R$: 7,99
VÍDEO AMOSTRA GRÁTIS VÍDEO AMOSTRA GRÁTIS VÍDEO AMOSTRA GRÁTIS VÍDEO AMOSTRA GRÁTIS

COMPRAR COMPRAR COMPRAR COMPRAR


Compre no site: WWW.VMSIMULADOS.COM.BR
ATENÇÃO: IMAGENS MERAMENTE ILUSTRATIVAS. AS APOSTILAS SÃO DIGITAIS.
NÃO COMERCIALIZAMOS MATERIAL IMPRESSO. PORÉM AS MESMAS PODEM SER IMPRESSAS PELO CLIENTE.
O ENVIO É ATRAVÉS DO E-MAIL DO CLIENTE

PEB II - ARTES – CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS/PEDAGÓGIGOS/LEGISLAÇÃO — PM/CARAPICUÍBA/SP Loja: www.VCSIMULADOS.com.br 13