Você está na página 1de 15

02| Outubro | 2019

outubro

02
quarta-feira

CLIPPING
02| Outubro | 2019

Duas mil pessoas visitam exposição que retrata a vida da gestante pós parto
02/10/2019 10h06 - Atualizada hoje 11h11
Por Adrielle Sousa (HMIB)
A exposição "Eu, depois de " encerrou turnê em Belém, nesta terça-feira (1º), após ficar em cartaz no Aeroporto
Internacional de Belém/Val-de-Cans por mais de três semanas. A mostra exibiu fotografias que revelam o co diano das
crianças que nasceram no Hospital Materno-Infan l de Barcarena Dra. Anna Turan (HMIB).
Segundo es ma va dos organizadores, a exposição i nerante recebeu mais de dois mil visitantes em suas duas edições -
no Espaço Cultural São José Liberto e no Aeroporto Val-de-Cans. Ainda sem confirmação oficial, a previsão é que a
próxima edição seja realizada em Barcarena.
Para aqueles visitantes que puderam apreciar a mostra, a emoção ao observar as fotos expostas foi o primeiro impacto.
Beatriz Nascimento, que estava com a família no saguão, enquanto aguardava para viajar, descreveu o sen mento.
"Minha irmã teve um bebê prematuro e eu pude acompanhar todo o tratamento até ele ganhar peso e receber alta. Eu
entendo esse sen mento de renascimento, o valor de uma vida e o papel da saúde. É comovente ver essas crianças
junto da família. Fico emocionada porque eu sei todo o caminho que essas mães percorreram", comentou.
O Hospital Materno - Infan l de Barcarena Dra. Anna Turan (HMIB) é especializado no atendimento em partos de média
e alta complexidade na Região do Baixo Tocan ns, e é man do pelo Governo do Estado.
Ainda neste ano, a exposição i nerante "Eu, depois de " estará aberta à visitação no HMIB, para que os colaboradores
e moradores da região possam conhecer um pouco mais das histórias dessas famílias.
"É muito gra ficante evidenciarmos, por meio das fotos, a vivência dessas famílias após o tratamento. Em breve, toda a
equipe poderá enxergar esse resultado - a diferença que fazem na vida das pessoas", reforçou a Diretora Técnica da
unidade, Mary Lucy.
Sobre o Materno Infan l de Barcarena
Inaugurado no dia 21 de setembro de 2018, o Hospital Materno-Infan l de Barcarena Dra. Anna Turan está localizado na
cidade de Barcarena, no Pará, 114 km distante da capital Belém. Man da pelo Governo do Estado do Pará a unidade
hospitalar pública atende casos de média e alta complexidades.
O público - alvo são mulheres gestantes e recém-nascidos. Sua abrangência inclui 11 municípios do Baixo Tocan ns:
Abaetetuba, Barcarena, Igarapé-Miri, Moju, Baião, Cametá, Limoeiro do Ajuru, Mocajuba, Acará, Ponta de Pedras e
Oeiras do Pará.
h p://www.agenciapara.com.br/no cia/15389/

Serviços de saúde devem no ficar imediatamente casos suspeitos de sarampo


01/10/2019 17h47 - Atualizada em 01/10/2019 18h36
Por Roberta Vilanova (SESPA)
Todos os casos suspeitos de sarampo devem ser imediatamente no ficados pelos serviços de saúde públicos e privados à
Secretaria Municipal de Saúde, para que seja garan da a vacinação de bloqueio das pessoas que man veram contato
com o caso suspeito. O alerta é do Departamento de Vigilância Epidemiológica (Depi), da Secretaria de Estado de Saúde
Pública (Sespa).
A diretora do Depi, Ana Lúcia Ferreira, disse que os médicos precisam estar atentos aos sinais e sintomas do sarampo e
fazer a no ficação imediata, para que seja possível bloquear a circulação do vírus e evitar que mais pessoas sejam
contaminadas. “Os profissionais devem fazer a no ficação até 24 horas do atendimento e o bloqueio vacinal sele vo em
até 72 horas após o contato com o caso”, ressaltou a diretora.
Além da no ficação, os profissionais devem coletar amostra para sorologia e biologia molecular no primeiro contato com
o paciente e inves gar imediatamente a ocorrência de outros casos suspeitos. Já as secretarias Municipais de Saúde,
além da no ficação aos Centros Regionais de Saúde da Sespa e à Vigilância Estadual, devem fazer a inves gação
oportuna dos casos no ficados e divulgar à população as medidas preven vas ao sarampo, além de orientar sobre o
atendimento médico em casos de sinais e sintomas.
Contágio extremo - Segundo Ana Lúcia Ferreira, a preocupação existe porque o sarampo é uma doença infecciosa aguda,
viral, transmissível, extremamente contagiosa. Os sintomas iniciais são febre, tosse persistente, irritação ocular e coriza.
“Após esses sintomas, geralmente há o aparecimento de manchas avermelhadas no rosto, que progridem em direção aos
pés. Também pode causar infecção nos ouvidos, pneumonia, convulsões, lesão cerebral e morte”, informou a
1
02| Outubro | 2019

epidemiologista.
A transmissão ocorre diretamente, de pessoa a pessoa, geralmente por tosse, espirros, fala ou respiração, e ainda por
meio de go culas de secreções respiratórias (tosse, espirro etc.) com par culas virais no ar, que podem perdurar por
tempo rela vamente longo no ambiente, especialmente em locais fechados, como escolas e clínicas. “A susce bilidade
ao vírus do sarampo é geral, e a única forma de prevenção é a vacinação”, enfa zou Ana Lúcia Ferreira.
No que se refere às ações por parte da população, a orientação é que todas as pessoas com sinais e sintomas de
sarampo devem procurar atendimento médico e manter atualizado o calendário vacinal.
Campanha – Como medida preven va diante da proximidade do Círio de Nazaré, que reúne em Belém cerca de 2
milhões de pessoas, prossegue em todo o Pará a Campanha Nacional de Vacinação contra o sarampo, antecipada no Pará
com o obje vo de imunizar crianças de seis meses a 5 anos incompletos (4 anos, 11 meses e 29 dias), que não
comprovarem as duas doses da vacina triviral, e jovens de 20 a 29 anos, que não comprovarem, também, as duas doses
da vacina triviral. A meta é vacinar 1.068.731 crianças e jovens paraenses. Os postos de vacinação estão com doses
suficientes para atender à demanda.
O obje vo é resgatar a cobertura vacinal contra o sarampo e aumentar a proteção da população paraense durante a
intensa movimentação de pessoas vindas de outros estados e países, onde a circulação do vírus está a va. A antecipação
foi necessária para garan r o tempo mínimo de dez dias para o desenvolvimento dos an corpos.
É importante ressaltar que, de 30 de junho a 21 de setembro de 2019, foram no ficados 32.036 casos suspeitos de
sarampo no Brasil, dos quais 4.507 foram confirmados em 19 estados. Só em São Paulo houve a confirmação de 4.374
(97,05%) casos.
h p://www.agenciapara.com.br/no cia/15382/

Hospital Regional realiza corrida para es mular doação de órgãos


01/10/2019 16h43 - Atualizada em 01/10/2019 17h35
Por Leonardo Nunes (HMUE)
Para incen var a doação de órgãos no Oeste do Pará, o Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), em Santarém (PA),
lança oficialmente nesta terça-feira (1º) a primeira edição da Corrida Doando Pela Vida. As inscrições podem ser
realizadas até o dia 10 de outubro, na loja Lupo, do Paraíso Shopping.
A corrida de rua é uma das prá cas espor vas que mais têm se destacado no cenário nacional. Na prá ca, essa a vidade
sica – se realizada de maneira regular – traz inúmeros bene cios para as pessoas que buscam a prevenção e a
promoção da saúde. Em Santarém, a modalidade tem evoluído em número de adeptos e eventos realizados.
A I Corrida Doando Pela Vida será realizada no domingo (13/10), às 7h, e terá percurso de 5 km, com largada no Centro
Cultural João Fona, passagem rápida pela avenida Nazaré, seguindo pela avenida Rui Barbosa, travessa 2 de Junho,
avenida Tapajós, retornando ao Centro Cultural, na Orla da cidade.
Um dos idealizadores da corrida e responsável técnico pelo serviço de transplantes do HRBA, o médico nefrologista
Emanuel Esposito, explica como surgiu a ideia do evento. “Queremos chamar atenção da população para essa causa dos
transplantes e reforçar que a a vidade sica é uma maneira de controlar e prevenir doenças. Nós observamos na
população esse gosto pela a vidade, principalmente, a corrida de rua”, disse
Ainda de acordo com Emanuel, o obje vo é, também, promover a saúde e melhorar o controle de enfermidades como a
diabetes e a hipertensão, que levam à insuficiência renal. Durante a corrida, haverá a par cipação de pessoas
transplantadas que puderam ter a chance de uma nova vida a par r de um ato de amor de um doador.
Prazo de inscrições – A taxa de inscrição é de R$ 40. Os inscritos terão direto a um kit de corrida contendo: chip, número,
camisa, medalha de par cipação, além de água e frutas ao final da prova. A entrega será feita no dia 11 de outubro, das
11h às 18h, na loja Lupo. Todo alimento arrecadado será doado à en dade Irmã Dulce dos Pobres.
O diretor Hospitalar do HRBA, Hebert Moreschi, destaca as contribuições que o evento trará para a sociedade. “O
Hospital Regional de Santarém é protagonista quando o assunto é transplantes no Pará. Temos muitos resultados para
comemorar, no entanto, sabemos que sem doador, não há transplante. Por isso, vencer o tabu que ainda ronda o tema, é
fundamental para salvarmos mais vidas”, ressaltou.
Segundo Moreschi, a corrida vai disseminar informações sobre doação de órgãos para alcançar mais famílias que ainda
não discutem o assunto em casa. “Doar órgão é doar vida! E é isso que buscamos todos os dias dentro do HRBA”, finaliza.
Serviços gratuitos – Durante a corrida, o HRBA realizará mais uma edição do projeto “Ação do Bem”, em comemoração
ao Dia da Filantropia. Na ocasião, corredores e população em geral poderão ser agentes do bem, doando alimentos que
2
serão des nados a uma en dade. Serão disponibilizados atendimentos de saúde com aferição de pressão arterial, teste
de glicemia e distribuição de material educa vo.
02| Outubro | 2019

Regional do Baixo Amazonas – O Hospital Regional do Baixo Amazonas é credenciado para a captação múl pla de órgãos
e transplantes de rins. O primeiro transplante de rim proveniente de doador vivo foi realizado pela unidade em
novembro de 2016. Até o momento, o HRBA alcançou a marca de 53 transplantes.
h p://www.agenciapara.com.br/no cia/15378/

Pará 2000 promove palestra gratuita em alusão ao Outubro Rosa


01/10/2019 16h21 - Atualizada em 01/10/2019 16h37
Por Fernanda Scaramuzini (Pará 2000)
A Organização Social Pará 2000 promove, na próxima quinta-feira (3), uma palestra de conscien zação do câncer de
mama para colaboradoras, familiares e o público em geral. O evento gratuito terá início às 17h, no Salão B do Hangar
Convenções & Feiras da Amazônia.
A ação faz parte da campanha Outubro Rosa de prevenção ao câncer de mama. A palestrante convidada é Eliana
Rodrigues, que falará sobre o tema “As sobreviventes de uma luta em busca da vida”. Em alusão ao mês, a Samaumeira
localizada ao lado da entrada do estacionamento do Hangar e que é um símbolo do projeto arquitetônico do espaço,
ficará iluminada em tons de rosa, para lembrar a população da campanha.
A palestrante – Eliana Maria da Costa Rodrigues, 54 anos, há três anos foi diagnos cada com câncer de mama. A no cia
não foi fácil de aceitar. “Nessa longa trajetória de vida, é bem di cil, uma vez que não nos ensinam como lidar com o
câncer. As dificuldades são muitas, desde o diagnós co até o início do tratamento. Mas foi isso que me fez criar, em
parceria com outras amigas pacientes de câncer, a ONG 'Amigas do Peito Pará', lembra.
Eliana conta que o obje vo era levar informações sobre como prevenir a doença ao povo do Pará e ainda destacar os
direitos dos pacientes oncológicos. “Amo a vida e luto por ela. O amor contagia, o câncer não. Sabemos a importância da
prevenção e da conscien zação de todos. Por isso, neste ano, além da iluminação da Samaumeira, programamos esta
palestra, para ser um momento de alerta”, destaca o diretor presidente da OS Pará 2000, José Dantas Junior.
A ação é uma realização do Governo do Pará, por meio da Organização Social Pará 2000, responsável pela administração
da Estação das Docas, Parque Zoobotânico Mangal das Garças, Hangar Convenções & Feiras da Amazônia, Arena
Guilherme Paraense – Mangueirinho, Carajás Centro de Convenções e o Parque Estadual do U nga.
Para par cipar da palestra basta fazer a inscrição pelo email: eventoshangar@para2000.com, informando nome, idade e
telefone.
Serviço:
Palestra “Outubro Rosa” com Eliana Rodrigues
Data: 3 de outubro de 2019 (quinta-feira)
Horário: 17h
Local: Salão B – Hangar (Av. Dr. Freitas S/N)
Programação Gratuita - Para par cipar da palestra basta fazer a inscrição pelo email: eventoshangar@para2000.com,
informando: Nome, idade e telefone.
h p://www.agenciapara.com.br/no cia/15377/

3
02| Outubro | 2019

4
02| Outubro | 2019

5
02| Outubro | 2019

6
02| Outubro | 2019

7
02| Outubro | 2019

8
02| Outubro | 2019

indígenas. De acordo com o estudo, estas desempenham um papel de proteção contra queimadas e desmatamento na
região amazônica.
“As queimadas na Amazônia representam um grande risco à saúde da população”, ressalta o estudo. “Os poluentes
emi dos por estas queimadas podem ser transportados a grande distância, alcançando cidades distantes dos focos de
queimadas."
Os pesquisadores explicam que estes dados são preliminares, e que ainda pode aumentar quando todas as internações
do período sejam adicionadas ao sistema.
Fumaça vai além
O chamado “material par culado”, resíduo tóxico gerado por queima, pode alcançar grandes cidades a centenas de
quilômetros dos focos de queimadas, devido ao transporte de poluentes pelos ventos, diz a pesquisa.
É o caso de quando o dia virou noite em São Paulo em agosto desse ano, o fenômeno estava relacionado à chegada de
uma frente fria e também de par culas oriundas da fumaça produzida em incêndios florestais.
O estudo alerta que os poluentes liberados pelas queimadas podem causar o agravamento doenças cardíacas,
inflamação das vias aéreas, alterações no sistema circulatório, no sistema nervoso e até mesmo danos ao DNA, com
potencial cancerígeno.
h ps://g1.globo.com/ciencia-e-saude/no cia/2019/10/02/queimadas-na-amazonia-levam-mais-de-30-mil-criancas-a-
hospitais-por-problemas-respiratorios-diz-fiocruz.ghtml

9
02| Outubro | 2019

PREVENÇÃO
Serviços de saúde devem no ficar imediatamente casos suspeitos de sarampo
02 OUT 2019 - 12H20ATUALIZADO 02 OUT 2019 - 12H22
Serviços de saúde devem no ficar imediatamente casos suspeitos de sarampo - Crédito: Divulgação
Crédito: Divulgação
O Departamento de Vigilância Epidemiológica (Depi), da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) fez um alerta
para os casos suspeitos de sarampo. De acordo com a Depi, a no ficação deve ser enviada imediatamente pelos serviços
de saúde públicos e privados à Secretaria Municipal de Saúde, para que seja garan da a vacinação de bloqueio das
pessoas que man veram contato com o caso suspeito.
Segundo a diretoria do Depi, os médicos precisam estar atentos aos sinais e sintomas do sarampo e fazer a no ficação
imediata, para que seja possível bloquear a circulação do vírus e evitar que mais pessoas sejam contaminadas.
Além da no ficação, os profissionais devem coletar amostra para sorologia e biologia molecular no primeiro contato com
o paciente e inves gar imediatamente a ocorrência de outros casos suspeitos. Já as secretarias Municipais de Saúde,
além da no ficação aos Centros Regionais de Saúde da Sespa e à Vigilância Estadual, devem fazer a inves gação
oportuna dos casos no ficados e divulgar à população as medidas preven vas ao sarampo, além de orientar sobre o
atendimento médico em casos de sinais e sintomas.
A preocupação existe porque o sarampo é uma doença infecciosa aguda, viral, transmissível, extremamente contagiosa.
Os sintomas iniciais são febre, tosse persistente, irritação ocular e coriza. A transmissão ocorre diretamente, de pessoa a
pessoa, geralmente por tosse, espirros, fala ou respiração, e ainda por meio de go culas de secreções respiratórias
(tosse, espirro etc.) com par culas virais no ar, que podem perdurar por tempo rela vamente longo no ambiente,
especialmente em locais fechados, como escolas e clínicas.
h ps://www.romanews.com.br/cidade/servicos-de-saude-devem-no ficar-imediatamente-casos-suspeitos-de/55632/
]

10
02| Outubro | 2019

11
02| Outubro | 2019

12
02| Outubro | 2019

13
02| Outubro | 2019
GUIA DE PESQUISA

http://www.agenciapara.com.br/
http://www.diarioonline.com.br/
https://www.oliberal.com/
https://www.oliberal.com/amazonia
https://www.romanews.com.br/noticias/
https://g1.globo.com/pa/para/
http://www.portalparanews.com.br/
http://uruatapera.blogspot.com/
http://www.jesocarneiro.com.br/
http://pererecadavizinha.blogspot.com/
http://www.ver-o-fato.com.br/

Clipping CONASS

14