Você está na página 1de 2

Prof. Esp. Tiago S.

de Oliveira
Psicopedagogo Clínico e Institucional

Terminologia técnica

01 – Dislexia = perturbação patológica do mecanismo de leitura e escrita


feita com deformação, erros, lacunas.

02 – Dislalia = perturbação de articulações de origem periférica.

03 - Disfasia = perturbação de linguagem que se manifestam na dicção.


Trocas.

04 - Disgrafia de evolução = Dificuldade especial apresentado por crianças


de inteligência “normal”, na aprendizagem escrita.

05 – Disortografia de evolução = Dificuldade de aprendizagem de ortografia


de que às vezes aparece como perturbação isolada, parecendo ser
hereditário.

06 – Alexia = Perda patológica de capacidade de ler.

07 – Afasia = Perda de linguagem articulada na ausência de lesões dos


nervos, ou de órgãos de execução, que concorrem nessa articulação.

08 – Agnosia = Perda patológica de capacidade de reconhecimento


perceptivo, de identificação, apesar da integridade mais ou menos completar
das impressões sensórias em jogos.

09 – Sinestésico = Sensações correspondentes a certos sentidos que se


associam às de outro sentido e aparecem regulamente quando essas
últimas se produzem. Exemplo: audição e interpretações.

10 - Apraxia = Executar movimentos apropriados a um determinado fim, se


bem que não exista paralisia.

11 – Dislexia especifica de evolução = Em sentido amplo, qualquer


dificuldade que se verificar no aprendizado da leitura e da escrita, não
decorrente de uma causa específica a uma causa geral, cujos sintomas
tendem a desaparecer com o tempo, espontaneamente.

12 – Dislexia linear = Forma de dislexia que apresenta dificuldade na


passagem do final de uma linha com a seguinte.

13 – Neografismo = Nome que se dá ao traçado de símbolos estranhos,


usadas pelos disléxicos, para representar as letras.
14 – Dislexia para =Verifica-s quando a dislexia não é acompanhada de
distúrbios associados, tais como: da fala, da noção de espaço, do esquema
corporal, do sentido de direção, da noção de tempo e do ritmo, e de outros
sinais neurológicos menores.

15 – Leituras = Capacidade de compreensão dos símbolos escritos que se


dá num curto espaço – temporal e que se relaciona com a linguagem
(vocabulário e gramática).

16 – Funções especificam necessários a preparação a alfabetização = A


linguagem, a percepção, o esquema corporal, a orientação especial e
temporal e a lateralidade.

17 – Percepção = É um processo psíquico. São as sensações recebidas


através dos sentidos e que tornam forma pessoal, isto é, dependente das
experiências, pessoas o que implica em conhecimento individual.

18 – Linguagem = É o meio pelo qual se manifesta os processos


intelectuais.

19 – Esquema corporal = é a consciência do próprio corpo, de suas partes,


dos movimentos corporais, das posturas e das atitudes.

20 – Orientação especial = É ver –se e ver as coisas no espaço em relação


a si mesmo, a si próprio, é avaliar o movimento e adaptá-los no espaço.

21 – Orientação temporal = É situar o presente em relação a um “antes” e


um ‘’depois”, e avaliar o movimento o tempo, distinguir o rápido do lento, o
sucessivo.

22 – Lateralidade = É o uso freqüente que as pessoas fazem de uma da


partes de seu corpo

23 – Prontidão para a alfabetização = É o movimento em que a criança


completa a aquisição dos instrumentos básicos indispensáveis para
aprender a leitura, e escrita; a percepção, a linguagem, a orientação espacial
e temporal, o esquema corporal.

24 – destro= Pessoa que tem dominância e preferência pelo uso da mão


direita.

25 – Sinistro = o mesmo que canhoto. Pessoa que tem dominância ou


preferência pelo uso da mão esquerda.

26 – Motricidades = É o movimento considerado do ponto de vista anátomo


– fisiológico e neurológico.

27- Psicomotricidade = É o movimento ao nível fisiológico, mas considerado


também nos seus aspectos subjetivos e psicológicos

Você também pode gostar