Você está na página 1de 40

Livro Eletrônico

Aula 01

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019

Rosenval Jr.

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01

Sumário
1 – Apresentação .......................................................................... 2
1.1 Considerações Iniciais.......................................................... 2
1.2 Organização administrativa do Distrito Federal ............. 4
1.3 Competências do Distrito Federal ...................................... 7
2 – Questões Comentadas ........................................................ 20
3 – Lista de Questões ................................................................ 26
4 – Gabarito ................................................................................. 29
5 – Memorex ................................................................................
798495 30

6 – Considerações Finais .......................................................... 39

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 1


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

1 – APRESENTAÇÃO

Fala, pessoal! Tudo certo?


Na aula de hoje iremos estudar parte do título II da Lei Orgânica do Distrito
Federal (LODF), o qual dispõe acerca da organização do Distrito Federal.
Serão objeto de estudo os capítulos I, II, III e IV. O capítulo I trata das
disposições gerais da LODF; o capítulo II dispõe a organização administrativa do
Distrito Federal; o capítulo III destaca as competências do Distrito Federal; e por
último, o capítulo IV, o qual dispõe as vedações do Distrito Federal.
Nesta aula, merece atenção especial os capítulos III e IV, os quais versam
sobre as competências e vedações do Distrito Federal, respectivamente.
Bons estudos!
Rosenval Jr.

1.1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS

Dispõe a Constituição Federal de 1988, que todos os entes da República


Federativa são autônomos, sendo Brasília a Capital Federal.
Nesse mesmo sentido, a Lei Orgânica do Distrito Federal (LODF), corrobora com
o que dispõe a CF/88 ao dispor que Brasília, Capital da República Federativa do Brasil,
é a sede do governo do Distrito Federal.
Assim como a República Federativa do Brasil possui seus símbolos, o Distrito
Federal também possui os seus, são os seguintes:
 Bandeira;
 Hino; e
 Brasão.

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 2


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

Importante ressaltar que a lei poderá estabelecer outros símbolos e dispor sobre
seu uso no território do Distrito Federal.
Vejam que a lei poderá estabelecer outros símbolos.
Muito cuidado!!! É comum questões afirmando que é possível estabelecer
outros símbolos mediante decreto, resolução....o que obviamente deverá ser marcado
como errado.

(CESPE – SEDF – 2017)


Acerca do disposto na Lei Orgânica do DF (LODF), julgue o item seguinte.
Brasília, capital da República Federativa do Brasil, tem como símbolos a
bandeira, o hino e o brasão; entretanto, símbolos adicionais poderão ser
estabelecidos mediante decreto do governador do DF.

Gabarito: Errado

Comentários:
De acordo com o art. 6º, LODF, Brasília, Capital da República Federativa do Brasil, é
a sede do governo do Distrito Federal. Acrescenta o art. 7º, da supracitada Lei
Orgânica, que são símbolos do Distrito Federal a bandeira, o hino e o brasão,

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 3


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

podendo a lei estabelecer outros símbolos e dispor sobre seu uso no território do
Distrito Federal.
Portanto, é mediante lei que poderá ser estabelecido outros símbolos e não decreto
do governador do DF, como mencionado no enunciado da questão.

Ainda no tocante a organização do Distrito Federal, é importante destacar que o


território do Distrito Federal compreende o espaço físico-geográfico que se encontra
sob seu domínio e jurisdição.
Por último, vale destacar que o Distrito Federal, na execução de seu programa
de desenvolvimento econômico-social, buscará a integração com a região do
entorno do Distrito Federal.

A Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno


(RIDE/DF) foi criada mediante a Lei Complementar nº 94/1998 e regulamentada pelo
Decreto nº 2.710/1998, alterado pelo Decreto nº 3.445/2000.
A RIDE tem como objetivo precípuo articular e harmonizar as ações
administrativas da União, dos Estados e dos municípios para a promoção de projetos
que visem à dinamização econômica e provisão de infraestruturas necessárias ao
desenvolvimento em escala regional. Na sequência passaremos analisar a organização
administrativa do Distrito Federal.

1.2 ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA DO DISTRITO FEDERAL

O Distrito Federal organiza-se em Regiões Administrativas, com vistas à


descentralização administrativa, à utilização racional de recursos para o
desenvolvimento socioeconômico e à melhoria da qualidade de vida.
Cabe destacar que a lei disporá sobre a participação popular no processo de
escolha do Administrador Regional, sendo que a remuneração dos Administradores

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 4


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

Regionais não poderá ser superior à fixada para os Secretários de Estado do


Distrito Federal.
A proibição de designar para função de confiança ou a nomeação para emprego
ou cargo em comissão, incluídos os de natureza especial, de pessoa que tenha
praticado ato tipificado como causa de inelegibilidade prevista na legislação
eleitoral, aplica-se à nomeação de Administrador Regional.

As Administrações Regionais integram a estrutura administrativa do Distrito


Federal, onde cada Região Administrativa do Distrito Federal terá um Conselho de
Representantes Comunitários, com funções consultivas e fiscalizadoras, na
forma da lei.

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 5


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

A criação ou extinção de Regiões Administrativas ocorrerá mediante lei


aprovada pela maioria absoluta dos Deputados Distritais.
Cuidado para não confundir! É mediante lei aprovada pela maioria absoluta
dos Deputados Distritais que poderá ocorrer a criação ou extinção de uma Região
Administrativa, e não mediante lei aprovada pela maioria simples.
Por último, a LODF dispõe que com a criação de nova Região Administrativa, fica
criado, automaticamente, Conselho Tutelar para a respectiva região.

(CESPE – SEDF – 2017)


Acerca do disposto na Lei Orgânica do DF (LODF), julgue o item seguinte.
As administrações regionais não integram a estrutura administrativa do DF,
mas sujeitam-se às disposições contidas na LODF.

Gabarito: Errado

Comentários:
De acordo com o art. 10, LODF, o Distrito Federal organiza-se em Regiões
Administrativas, com vistas à descentralização administrativa, à utilização
racional de recursos para o desenvolvimento socioeconômico e à melhoria da
qualidade de vida.

(CESPE – SEDF – 2017)


Com base na Lei Orgânica do DF (LODF), julgue o item a seguir.
Os conselhos de representantes comunitários das regiões administrativas
do DF têm funções consultivas, fiscalizadoras e normativas.

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 6


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

Gabarito: Errado

Comentários:
Dispõe o art. 12, LODF, que cada Região Administrativa do Distrito Federal terá
um Conselho de Representantes comunitários, com funções consultivas e
fiscalizadoras, na forma da lei.
Percebam que os conselhos de representantes comunitários das regiões
administrativas do DF não possuem funções normativas, apenas funções consultivas e
fiscalizadoras, na forma da lei.

A partir de agora atenção redobrada com os próximos artigos, pois os


examinadores costumam misturar competência privativa com competência
concorrente, o que acaba gerando dúvidas na hora da prova. Fiquem atentos!

1.3 COMPETÊNCIAS DO DISTRITO FEDERAL

O Brasil adotou o federalismo cooperativo, em que há coordenação entre a


União e os demais entes.

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 7


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

A repartição da competência está fundamentada no princípio da


predominância do interesse. Dessa forma, competem à União assuntos de interesse
nacional; aos estados, temas de interesse regional; e aos municípios, assuntos de
predominante interesse local. Ao Distrito Federal foram atribuídas as competências de
interesse predominantemente local (municipais) e regional (estaduais).

Interesse
UNIÃO
Nacional

Interesse
Estados
Regional
Princípio da
predominância
do interesse
DF Regional/Local

Interesse
Municípios
Local

Há uma divisão das competências em legislativa (poder de normatizar: elaborar


leis e atos normativos) e material ou administrativa (atuação concreta, exercício do
poder de polícia).

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 8


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

Material ou Poder de
Administrativa Polícia
Competência
Poder de
Legislativa
Normatizar

Ao Distrito Federal são atribuídas as competências legislativas reservadas aos


Estados e Municípios, cabendo a ele exercer, em seu território, todas as competências
que não as sejam vedadas pela Constituição Federal.

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 9


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

Dentre as competências conferidas ao Distrito Federal, muito cuidado com os


artigos 15, 16 e 17 da LODF, os quais tratam das competências privativa; comum;
e concorrente, respectivamente.

Compete PRIVATIVAMENTE ao Distrito Federal (Art. 15):

 organizar seu Governo e administração;

 criar, organizar ou extinguir Regiões Administrativas, de acordo com a legislação


vigente;

 instituir e arrecadar tributos, observada a competência cumulativa do Distrito


Federal;

 fixar, fiscalizar e cobrar tarifas e preços públicos de sua competência;

 dispor sobre a administração, utilização, aquisição e alienação dos bens públicos;

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 10


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

 organizar e prestar, diretamente ou sob regime de concessão ou permissão, os


serviços de interesse local, incluído o de transporte coletivo, que tem caráter
essencial;

 manter, com a cooperação técnica e financeira da União, programas de


educação, prioritariamente de ensino fundamental e pré-escolar;

 celebrar e firmar ajustes, consórcios, convênios, acordos e decisões


administrativas com a União, os Estados e os Municípios, para execução de suas
leis e serviços;

 elaborar e executar o plano plurianual, as diretrizes orçamentárias e o


orçamento anual;

 elaborar e executar o Plano Diretor de Ordenamento Territorial, a Lei de


Uso e Ocupação do Solo e os Planos de Desenvolvimento Local, para
promover adequado ordenamento territorial, integrado aos valores ambientais,
mediante planejamento e controle do uso, parcelamento e ocupação do solo
urbano;

 autorizar, conceder ou permitir, bem como regular, licenciar e fiscalizar os


serviços de veículos de aluguéis;

 dispor sobre criação, transformação e extinção de cargos, empregos e funções


públicas;

 dispor sobre organização do quadro de seus servidores; instituição de planos de


carreira, na administração direta, autarquias e fundações públicas do Distrito
Federal; remuneração e regime jurídico único dos servidores;

 exercer o poder de polícia administrativa;

 licenciar estabelecimento industrial, comercial, prestador de serviços e similar


ou cassar o alvará de licença dos que se tornarem danosos ao meio ambiente, à
saúde, ao bem-estar da população ou que infringirem dispositivos legais;

 regulamentar e fiscalizar o comércio ambulante, inclusive o de papéis e de outros


resíduos recicláveis;

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 11


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

 dispor sobre a limpeza de logradouros públicos, remoção e destino do lixo


domiciliar e de outros resíduos;

 dispor sobre serviços funerários e administração dos cemitérios;

 dispor sobre apreensão, depósito e destino de animais e mercadorias


apreendidas em decorrência de transgressão da legislação local;

 disciplinar e fiscalizar, no âmbito de sua competência, competições esportivas,


espetáculos, diversões públicas e eventos de natureza semelhante, realizados
em locais de acesso público;

 dispor sobre a utilização de vias e logradouros públicos;

 disciplinar o trânsito local, sinalizando as vias urbanas e estradas do Distrito


Federal;

 exercer inspeção e fiscalização sanitária, de postura ambiental, tributária, de


segurança pública e do trabalho, relativamente ao funcionamento de
estabelecimento comercial, industrial, prestador de serviços e similar, no âmbito
de sua competência, respeitada a legislação federal;

 adquirir bens, inclusive por meio de desapropriação, por necessidade,


utilidade pública ou interesse social, nos termos da legislação em vigor;

 licenciar a construção de qualquer obra;

 interditar edificações em ruína, em condições de insalubridade e as que


apresentem as irregularidades previstas na legislação específica, bem como fazer
demolir construções que ameacem a segurança individual ou coletiva; e

 dispor sobre publicidade externa, em especial sobre exibição de cartazes,


anúncios e quaisquer outros meios de publicidade ou propaganda, em
logradouros públicos, em locais de acesso público ou destes visíveis.

Perceberam como é um pouco extenso o art. 15, LODF? Recomendo que seja
feita uma leitura criteriosa e com bastante atenção para uma melhor fixação.

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 12


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

(QUADRIX – SEDF – 2017)


Julgue o item a seguir acerca da Lei Orgânica do Distrito Federal (LODF).
A prestação do serviço de transporte coletivo, que tem caráter essencial,
compete, privativamente, ao DF.

Gabarito: Certo

Comentários:
De acordo com o art. 15, VI, LODF, compete privativamente ao Distrito Federal
organizar e prestar, diretamente ou sob regime de concessão ou permissão, os serviços
de interesse local, incluído o de transporte coletivo, que tem caráter essencial.

Continuando com a parte teórica desta aula, analisaremos quais são as


competências comuns entre o Distrito Federal e a União.

É competência COMUM entre o Distrito Federal e a União (Art. 16):

 zelar pela guarda da Constituição Federal, desta Lei Orgânica, das leis e das
instituições democráticas;

 conservar o patrimônio público;

 proteger documentos e outros bens de valor histórico e cultural, monumentos,


paisagens naturais notáveis e sítios arqueológicos, bem como impedir sua evasão,
destruição e descaracterização;

 proteger o meio ambiente e combater a poluição em qualquer de suas formas;

 preservar a fauna, a flora e o cerrado;

 proporcionar os meios de acesso à cultura, à educação e à ciência;

 prestar serviços de assistência à saúde da população e de proteção e garantia a


pessoas portadoras de deficiência com a cooperação técnica e financeira da União;

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 13


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

 combater as causas da pobreza, a subnutrição e os fatores de marginalização,


promovendo a integração social dos segmentos desfavorecidos;

 fomentar a produção agropecuária e organizar o abastecimento alimentar;

 promover programas de construção de moradias e a melhoria das condições


habitacionais e de saneamento básico;

 registrar, acompanhar e fiscalizar as concessões de direitos de pesquisa e


exploração de recursos hídricos e minerais em seu território;

 estabelecer e implantar política de educação para a segurança do trânsito.

É importante mencionar que Lei Complementar deve fixar norma para a


cooperação entre a União e o Distrito Federal, tendo em vista o equilíbrio do
desenvolvimento e o bem-estar no âmbito do território do Distrito Federal.

É competência privativa do Distrito Federal disciplinar o trânsito local,


sinalizando as vias urbanas e estradas do Distrito Federal.
É competência comum do Distrito Federal com a União estabelecer e implantar
política de educação para a segurança do trânsito.

Compete privativamente à União legislar sobre seguridade social.


Compete ao Distrito Federal, concorrentemente com a União, legislar sobre
previdência social, proteção e defesa da saúde.

(CESPE – SEDF – 2017)


Com base na Lei Orgânica do DF (LODF), julgue o item a seguir.
A proteção do meio ambiente é competência comum da União e do DF.

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 14


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

Gabarito: Certo

Comentários:
Perfeito! Literalidade do art. 16, IV, LODF. É competência comum do Distrito
Federal, com a União proteger o meio ambiente e combater a poluição em qualquer
de suas formas. Uma dica! Falou em proteção do meio ambiente, combater a
poluição, isso é competência comum entre o DF e a União, pois o meio ambiente é
indivisível, de interesse de todos.

Por último, analisaremos a competência concorrente entre o Distrito Federal


e a União.

O art. 14, LODF, dispõe que ao Distrito Federal são atribuídas as competências
legislativas reservadas aos Estados e Municípios, cabendo-lhe exercer, em seu
território, todas as competências que não lhe sejam vedadas pela Constituição Federal.
Chamo a atenção para um detalhe! Os municípios não possuem
competências para legislar concorrentemente. Portanto, qualquer questão que
vier fazendo referência à competência concorrentemente dos municípios estará errada.
Aqui só entra União e DF.

É competência CONCORRENTEMENTE do Distrito Federal com a União legislar sobre


(Art. 17):

 direito tributário, financeiro, penitenciário, econômico e urbanístico;

 orçamento;

 junta comercial;

 custas de serviços forenses;

 produção e consumo;

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 15


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

 cerrado, caça, pesca, fauna, conservação da natureza, defesa do solo e dos


recursos naturais, proteção do meio ambiente e controle da poluição;

 proteção do patrimônio histórico, cultural, artístico, paisagístico e turístico;

 responsabilidade por danos ao meio ambiente, ao consumidor e a bens e direitos


de valor artístico, estético, histórico, espeleológico, turístico e paisagístico;

 educação, cultura, ensino e desporto;

 previdência social, proteção e defesa da saúde;

 defensoria pública e assistência jurídica nos termos da legislação em vigor;

 proteção e integração social das pessoas com deficiência;

 proteção à infância e à juventude;

 manutenção da ordem e segurança internas;

 procedimentos em matéria processual; e

 organização, garantias, direitos e deveres da Polícia Civil.

É válido mencionar que o Distrito Federal, no exercício de sua competência


suplementar, observará as normas gerais estabelecidas pela União. Inexistindo lei
federal sobre normas gerais, o Distrito Federal exercerá competência legislativa
plena, para atender suas peculiaridades.
A superveniência de lei federal sobre normas gerais suspende a eficácia de
lei local no que lhe for contrário.
Muito cuidado! O examinador afirmar que a superveniência de lei federal sobre
normas gerais revoga lei local no que lhe for contrário. Caso venha alguma questão
com essa redação estará incorreta.

ATENÇÃO! Cuidado, pois revogar é diferente de suspender a eficácia.

Se for editada uma lei federal sobre normas gerais, ela suspenderá a eficácia das
normas editadas pelo DF, apenas naquilo que contrariar as normas gerais elaboradas
pela União.

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 16


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

Observem que não se trata de revogação, mas de suspensão de eficácia! Significa dizer
que se a lei federal vier a ser revogada, automaticamente, a norma distrital que estava
suspensa volta a vigorar.

(CESPE – SEDF – 2017)


Com base na Lei Orgânica do DF (LODF), julgue o item a seguir.
É vedado ao DF legislar sobre o cerrado, pois essa matéria é de competência
legislativa privativa da União.

Gabarito: Errado

Comentários:
De acordo com o art. 17, VI, LODF, legislar sobre cerrado, caça, pesca, fauna,
conservação da natureza, defesa do solo e dos recursos naturais, proteção do meio
ambiente e controle da poluição, é uma competência concorrentemente entre o
Distrito Federal e a União.

Para finalizarmos a parte teórica dessa aula, passaremos analisar as vedações


que são impostas ao Distrito Federal.

É VEDADO ao Distrito Federal (Art. 18):

 estabelecer cultos religiosos ou igrejas, subvencioná-los, embaraçar-lhes o


funcionamento ou manter com eles ou seus representantes relações de
dependência ou aliança, ressalvada, na forma da lei, a colaboração de
interesse público;

 recusar fé aos documentos públicos;

 subvencionar ou auxiliar, de qualquer modo, com recursos públicos, quer pela


imprensa, rádio, televisão, serviço de alto-falante ou qualquer outro meio de

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 17


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

comunicação, propaganda político-partidária ou com fins estranhos à


administração pública;

 doar bens imóveis de seu patrimônio ou constituir sobre eles ônus real, bem como
conceder isenções fiscais ou remissões de dívidas, sem expressa autorização
da Câmara Legislativa, sob pena de nulidade do ato.

No tocante ao estabelecimento de cultos religiosos ou igrejas, sabe-se que o


Brasil é uma república laica, ou seja, não adota uma religião oficial. Nesse sentido, cabe
ao Distrito Federal realizar, somente, a colaboração de interesse público com
instituições religiosas, na forma da lei.

E o que seria essa colaboração de interesse público?

Imagine a seguinte situação hipotética. Taguatinga é atingida por uma


catástrofe e várias pessoas ficam desabrigadas. Diante dessa situação, o Governador
do DF não tem como abrigar todas as pessoas. Nesse caso pode o Governador solicitar
a uma igreja que abrigue a população desabrigada. Portanto, nessa situação, isso seria
um exemplo de colaboração de interesse público.
Com relação a não recusar fé aos documentos públicos, essa proibição veio
para impedir que, por exemplo, a Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento
Básico do Distrito Federal – ADASA recuse fé a uma certidão emitida pelo Instituto
Brasília Ambiental – IBRAM.

(CESPE – Analista de TI - BRB)


Julgue os itens que se seguem, a respeito da organização administrativa e das
competências do DF.

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 18


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

O DF pode doar bens imóveis de seu patrimônio ou constituir sobre eles


ônus real, desde que mediante autorização expressa da Câmara Legislativa.

Gabarito: Certo

Comentários:
De acordo com o art. 18, IV, LODF, é vedado ao Distrito Federal doar bens imóveis de
seu patrimônio ou constituir sobre eles ônus real, bem como conceder isenções fiscais
ou remissões de dívidas, sem expressa autorização da Câmara Legislativa, sob pena de
nulidade do ato. Como a questão afirma que o DF pode doar bens imóveis de seu
patrimônio ou constituir sobre eles ônus real, desde que mediante autorização expressa
da Câmara Legislativa, considera-se o item correto.

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 19


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

2 – QUESTÕES COMENTADAS

01. (CESPE – SEDF – 2017)


Acerca do disposto na Lei Orgânica do DF (LODF), julgue o item seguinte.
Brasília, capital da República Federativa do Brasil, tem como símbolos a
bandeira, o hino e o brasão; entretanto, símbolos adicionais poderão ser
estabelecidos mediante decreto do governador do DF.

Gabarito: Errado

Comentários:
De acordo com o art. 6º, LODF, Brasília, Capital da República Federativa do Brasil,
é a sede do governo do Distrito Federal. Acrescenta o art. 7º, da supracitada Lei
Orgânica, que são símbolos do Distrito Federal a bandeira, o hino e o brasão,
podendo a lei estabelecer outros símbolos e dispor sobre seu uso no território do Distrito
Federal.
Portanto, é mediante lei que poderá ser estabelecido outros símbolos, e não decreto do
governador do DF, como mencionado no enunciado da questão.

02. (CESPE – SEDF – 2017)


Acerca do disposto na Lei Orgânica do DF (LODF), julgue o item seguinte.
As administrações regionais não integram a estrutura administrativa do DF,
mas sujeitam-se às disposições contidas na LODF.

Gabarito: Errado

Comentários:
De acordo com o art. 10, LODF, o Distrito Federal organiza-se em Regiões
Administrativas, com vistas à descentralização administrativa, à utilização racional
de recursos para o desenvolvimento socioeconômico e à melhoria da qualidade de vida.

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 20


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

03. (CESPE – SEDF – 2017)


Com base na Lei Orgânica do DF (LODF), julgue o item a seguir.
Os conselhos de representantes comunitários das regiões administrativas do
DF têm funções consultivas, fiscalizadoras e normativas.

Gabarito: Errado

Comentários:
Dispõe o art. 12, LODF, que cada Região Administrativa do Distrito Federal terá um
Conselho de Representantes Comunitários, com funções consultivas e
fiscalizadoras, na forma da lei.
Percebam que os conselhos de representantes comunitários das regiões
administrativas do DF não possuem funções normativas, apenas funções
consultivas e fiscalizadoras, na forma da lei.

04. (CESPE – SEDF – 2017)


Tendo como referência as disposições da Lei Orgânica do DF, julgue o item
seguinte.
Para a extinção de uma região administrativa é necessária a edição de lei
específica, ficando condicionada a sua vigência à aprovação da população
diretamente interessada, por meio de plebiscito, e à decisão, por maioria
absoluta, do respectivo conselho de representantes comunitários.

Gabarito: Errado

Comentários:
Dispõe o art. 13, LODF, que a criação ou extinção de Regiões Administrativas ocorrerá
mediante lei aprovada pela maioria absoluta dos Deputados Distritais.

05. (CESPE – SEDF – 2017)

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 21


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

Com base no que dispõe a Lei Orgânica do DF (LODF), julgue o item a seguir.
No caso de criação de região administrativa, a criação do respectivo conselho
tutelar dependerá de edição de lei distrital.

Gabarito: Errado

Comentários:
Dispõe o art. 13, LODF, parágrafo único, que com a criação de nova Região
Administrativa, fica criado, automaticamente, Conselho Tutelar para a respectiva
região.

06. (CESPE – SEDF – 2017)


Com base na Lei Orgânica do DF (LODF), julgue o item a seguir.
No DF, uma região administrativa pode ser criada por decreto do governador,
mas só poderá ser extinta por lei distrital.

Gabarito: Errado

Comentários:
Está expresso no art. 13, LODF, que a criação ou extinção de Regiões
Administrativas ocorrerá mediante lei aprovada pela maioria absoluta dos
Deputados Distritais.

07. (SEDF – 2017)


Julgue o item a seguir acerca da Lei Orgânica do Distrito Federal (LODF).
A prestação do serviço de transporte coletivo, que tem caráter essencial,
compete, privativamente, ao DF.

Gabarito: Certo

Comentários:

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 22


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

De acordo com o art. 15, VI, LODF, compete privativamente ao Distrito Federal
organizar e prestar, diretamente ou sob regime de concessão ou permissão, os serviços
de interesse local, incluído o de transporte coletivo, que tem caráter essencial.

08. (CESPE - Auditor de Controle Externo – TCDF)


Considerando o que dispõe a LODF a respeito de competências, julgue o
próximo item.
O DF possui a competência privativa de adquirir bens por interesse social,
necessidade ou utilidade pública, até mesmo mediante desapropriação,
observada a legislação em vigor.

Gabarito: Certo

Comentários:
Exatamente isso mesmo! Dispõe o art. 15, XXIV, LODF, que compete privativamente
ao Distrito Federal adquirir bens, inclusive por meio de desapropriação, por
necessidade, utilidade pública ou interesse social, nos termos da legislação em vigor.

09. (CESPE – SEDF – 2017)


Com base na Lei Orgânica do DF (LODF), julgue o item a seguir.
A proteção do meio ambiente é competência comum da União e do DF.

Gabarito: Certo

Comentários:
Perfeito! Literalidade do art. 16, IV, LODF. É competência do Distrito Federal, em
comum com a União proteger o meio ambiente e combater a poluição em qualquer
de suas formas. Uma dica! Falou em proteção do meio ambiente, combater a poluição,
isso é competência comum entre o DF e a União, pois o meio ambiente é indivisível, de
interesse de todos.

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 23


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

10. (CESPE – SEDF – 2017)


Com base no que dispõe a Lei Orgânica do DF (LODF), julgue o item a seguir.
Ao DF e à União compete, concorrentemente, legislar sobre educação, cultura,
ensino e desporto.

Gabarito: Certo

Comentários:
Exatamente isso mesmo! Dispõe o art. 17, IX, LODF, que compete ao Distrito Federal,
concorrentemente com a União, legislar sobre educação, cultura, ensino e desporto.

11. (CESPE – SEDF – 2017)


Com base na Lei Orgânica do DF (LODF), julgue o item a seguir.
É vedado ao DF legislar sobre o cerrado, pois essa matéria é de competência
legislativa privativa da União.

Gabarito: Errado

Comentários:
De acordo com o art. 17, VI, LODF, legislar sobre cerrado, caça, pesca, fauna,
conservação da natureza, defesa do solo e dos recursos naturais, proteção do meio
ambiente e controle da poluição, é uma competência concorrentemente entre o
Distrito Federal e a União.

12. (CESPE – Analista de TI - BRB)


Julgue os itens que se seguem, a respeito da organização administrativa e das
competências do DF.
O DF pode doar bens imóveis de seu patrimônio ou constituir sobre eles ônus
real, desde que mediante autorização expressa da Câmara Legislativa.

Gabarito: Certo

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 24


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

Comentários:
De acordo com o art. 18, IV, LODF, é vedado ao Distrito Federal doar bens imóveis
de seu patrimônio ou constituir sobre eles ônus real, bem como conceder isenções
fiscais ou remissões de dívidas, sem expressa autorização da Câmara Legislativa, sob
pena de nulidade do ato.
Como a questão afirma que o DF pode doar bens imóveis de seu patrimônio ou constituir
sobre eles ônus real, desde que mediante autorização expressa da Câmara Legislativa,
considera-se o item correto.

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 25


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

3 – LISTA DE QUESTÕES

01. (CESPE – SEDF – 2017)


Acerca do disposto na Lei Orgânica do DF (LODF), julgue o item seguinte.
Brasília, capital da República Federativa do Brasil, tem como símbolos a
bandeira, o hino e o brasão; entretanto, símbolos adicionais poderão ser
estabelecidos mediante decreto do governador do DF.

02. (CESPE – SEDF – 2017)


==c2f1f==

Acerca do disposto na Lei Orgânica do DF (LODF), julgue o item seguinte.


As administrações regionais não integram a estrutura administrativa do DF,
mas sujeitam-se às disposições contidas na LODF.

03. (CESPE – SEDF – 2017)


Com base na Lei Orgânica do DF (LODF), julgue o item a seguir.
Os conselhos de representantes comunitários das regiões administrativas do
DF têm funções consultivas, fiscalizadoras e normativas.

04. (CESPE – SEDF – 2017)


Tendo como referência as disposições da Lei Orgânica do DF, julgue o item
seguinte.
Para a extinção de uma região administrativa é necessária a edição de lei
específica, ficando condicionada a sua vigência à aprovação da população
diretamente interessada, por meio de plebiscito, e à decisão, por maioria
absoluta, do respectivo conselho de representantes comunitários.

05. (CESPE – SEDF – 2017)


Com base no que dispõe a Lei Orgânica do DF (LODF), julgue o item a seguir.
No caso de criação de região administrativa, a criação do respectivo conselho
tutelar dependerá de edição de lei distrital.

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 26


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

06. (CESPE – SEDF – 2017)


Com base na Lei Orgânica do DF (LODF), julgue o item a seguir.
No DF, uma região administrativa pode ser criada por decreto do governador,
mas só poderá ser extinta por lei distrital.

07. (SEDF – 2017)


Julgue o item a seguir acerca da Lei Orgânica do Distrito Federal (LODF).
A prestação do serviço de transporte coletivo, que tem caráter essencial,
compete, privativamente, ao DF.

08. (CESPE - Auditor de Controle Externo – TCDF)


Considerando o que dispõe a LODF a respeito de competências, julgue o
próximo item.
O DF possui a competência privativa de adquirir bens por interesse social,
necessidade ou utilidade pública, até mesmo mediante desapropriação,
observada a legislação em vigor.

09. (CESPE – SEDF – 2017)


Com base na Lei Orgânica do DF (LODF), julgue o item a seguir.
A proteção do meio ambiente é competência comum da União e do DF.

10. (CESPE – SEDF – 2017)


Com base no que dispõe a Lei Orgânica do DF (LODF), julgue o item a seguir.
Ao DF e à União compete, concorrentemente, legislar sobre educação, cultura,
ensino e desporto.

11. (CESPE – SEDF – 2017)


Com base na Lei Orgânica do DF (LODF), julgue o item a seguir.
É vedado ao DF legislar sobre o cerrado, pois essa matéria é de competência
legislativa privativa da União.

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 27


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

12. (CESPE – Analista de TI - BRB)


Julgue os itens que se seguem, a respeito da organização administrativa e das
competências do DF.
O DF pode doar bens imóveis de seu patrimônio ou constituir sobre eles ônus
real, desde que mediante autorização expressa da Câmara Legislativa.

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 28


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

4 – GABARITO

Questão Gabarito
01 Errado
02 Errado
03 Errado
04 Errado
05 Errado
06 Errado
07 Certo
08 Certo
09 Certo
10 Certo
11 Errado
12 Certo

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 29


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

5 – MEMOREX

Compete PRIVATIVAMENTE ao Distrito Federal (Art. 15):

 organizar seu Governo e administração;

 criar, organizar ou extinguir Regiões Administrativas, de acordo com a legislação


vigente;

 instituir e arrecadar tributos, observada a competência cumulativa do Distrito


Federal;

 fixar, fiscalizar e cobrar tarifas e preços públicos de sua competência;

 dispor sobre a administração, utilização, aquisição e alienação dos bens públicos;

 organizar e prestar, diretamente ou sob regime de concessão ou permissão, os


serviços de interesse local, incluído o de transporte coletivo, que tem caráter
essencial;

 manter, com a cooperação técnica e financeira da União, programas de educação,


prioritariamente de ensino fundamental e pré-escolar;

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 30


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

 celebrar e firmar ajustes, consórcios, convênios, acordos e decisões administrativas


com a União, os Estados e os Municípios, para execução de suas leis e serviços;

 elaborar e executar o plano plurianual, as diretrizes orçamentárias e o


orçamento anual;

 elaborar e executar o Plano Diretor de Ordenamento Territorial, a Lei de Uso


e Ocupação do Solo e os Planos de Desenvolvimento Local, para promover
adequado ordenamento territorial, integrado aos valores ambientais, mediante
planejamento e controle do uso, parcelamento e ocupação do solo urbano;

 autorizar, conceder ou permitir, bem como regular, licenciar e fiscalizar os serviços


de veículos de aluguéis;

 dispor sobre criação, transformação e extinção de cargos, empregos e funções


públicas;

 dispor sobre organização do quadro de seus servidores; instituição de planos de


carreira, na administração direta, autarquias e fundações públicas do Distrito
Federal; remuneração e regime jurídico único dos servidores;

 exercer o poder de polícia administrativa;

 licenciar estabelecimento industrial, comercial, prestador de serviços e similar ou


cassar o alvará de licença dos que se tornarem danosos ao meio ambiente, à saúde,
ao bem-estar da população ou que infringirem dispositivos legais;

 regulamentar e fiscalizar o comércio ambulante, inclusive o de papéis e de outros


resíduos recicláveis;

 dispor sobre a limpeza de logradouros públicos, remoção e destino do lixo


domiciliar e de outros resíduos;

 dispor sobre serviços funerários e administração dos cemitérios;

 dispor sobre apreensão, depósito e destino de animais e mercadorias apreendidas


em decorrência de transgressão da legislação local;

 disciplinar e fiscalizar, no âmbito de sua competência, competições esportivas,


espetáculos, diversões públicas e eventos de natureza semelhante, realizados em
locais de acesso público;

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 31


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

 dispor sobre a utilização de vias e logradouros públicos;

 disciplinar o trânsito local, sinalizando as vias urbanas e estradas do Distrito


Federal;

 exercer inspeção e fiscalização sanitária, de postura ambiental, tributária, de


segurança pública e do trabalho, relativamente ao funcionamento de
estabelecimento comercial, industrial, prestador de serviços e similar, no âmbito
de sua competência, respeitada a legislação federal;

 adquirir bens, inclusive por meio de desapropriação, por necessidade, utilidade


pública ou interesse social, nos termos da legislação em vigor;

 licenciar a construção de qualquer obra;

 interditar edificações em ruína, em condições de insalubridade e as que apresentem


as irregularidades previstas na legislação específica, bem como fazer demolir
construções que ameacem a segurança individual ou coletiva; e

 dispor sobre publicidade externa, em especial sobre exibição de cartazes, anúncios


e quaisquer outros meios de publicidade ou propaganda, em logradouros públicos,
em locais de acesso público ou destes visíveis.

É competência COMUM entre o Distrito Federal e a União (Art. 16):

 zelar pela guarda da Constituição Federal, desta Lei Orgânica, das leis e das
instituições democráticas;

 conservar o patrimônio público;

 proteger documentos e outros bens de valor histórico e cultural, monumentos,


paisagens naturais notáveis e sítios arqueológicos, bem como impedir sua evasão,
destruição e descaracterização;

 proteger o meio ambiente e combater a poluição em qualquer de suas formas;

 preservar a fauna, a flora e o cerrado;

 proporcionar os meios de acesso à cultura, à educação e à ciência;

 prestar serviços de assistência à saúde da população e de proteção e garantia a


pessoas portadoras de deficiência com a cooperação técnica e financeira da União;

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 32


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

 combater as causas da pobreza, a subnutrição e os fatores de marginalização,


promovendo a integração social dos segmentos desfavorecidos;

 fomentar a produção agropecuária e organizar o abastecimento alimentar;

 promover programas de construção de moradias e a melhoria das condições


habitacionais e de saneamento básico;

 registrar, acompanhar e fiscalizar as concessões de direitos de pesquisa e


exploração de recursos hídricos e minerais em seu território;

 estabelecer e implantar política de educação para a segurança do trânsito.

É competência CONCORRENTEMENTE do Distrito Federal com a União legislar sobre


(Art. 17):

 direito tributário, financeiro, penitenciário, econômico e urbanístico;

 orçamento;

 junta comercial;

 custas de serviços forenses;

 produção e consumo;

 cerrado, caça, pesca, fauna, conservação da natureza, defesa do solo e dos


recursos naturais, proteção do meio ambiente e controle da poluição;

 proteção do patrimônio histórico, cultural, artístico, paisagístico e turístico;

 responsabilidade por danos ao meio ambiente, ao consumidor e a bens e direitos


de valor artístico, estético, histórico, espeleológico, turístico e paisagístico;

 educação, cultura, ensino e desporto;

 previdência social, proteção e defesa da saúde;

 defensoria pública e assistência jurídica nos termos da legislação em vigor;

 proteção e integração social das pessoas com deficiência;

 proteção à infância e à juventude;

 manutenção da ordem e segurança internas;

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 33


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

 procedimentos em matéria processual; e

 organização, garantias, direitos e deveres da Polícia Civil.

É VEDADO ao Distrito Federal (Art. 18):

 estabelecer cultos religiosos ou igrejas, subvencioná-los, embaraçar-lhes o


funcionamento ou manter com eles ou seus representantes relações de
dependência ou aliança, ressalvada, na forma da lei, a colaboração de
interesse público;

 recusar fé aos documentos públicos;

 subvencionar ou auxiliar, de qualquer modo, com recursos públicos, quer pela


imprensa, rádio, televisão, serviço de alto-falante ou qualquer outro meio de
comunicação, propaganda político-partidária ou com fins estranhos à
administração pública;

 doar bens imóveis de seu patrimônio ou constituir sobre eles ônus real, bem como
conceder isenções fiscais ou remissões de dívidas, sem expressa autorização da
Câmara Legislativa, sob pena de nulidade do ato.

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 34


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 35


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 36


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 37


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 38


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos


Rosenval Jr.
Aula 01
798495

6 – CONSIDERAÇÕES FINAIS

Bem, alunos!
Fechamos aqui mais uma aula! Mais um degrau rumo à sua aprovação!
Espero que vocês tenham acertado acima de 80% das questões.
Façam revisões periódicas para manter o conteúdo na memória de longo prazo!
Até próxima!
Fiquem com Deus!
Prof. Rosenval Júnior
Sigam-me no instagram @profrosenval

Lei Orgânica do DF p/ PC-DF (Agente) Com Videoaulas - 2019 39


www.estrategiaconcursos.com.br

11066221707 - Felipe Passos

Você também pode gostar