Você está na página 1de 1

Selva Guimarães Fonseca: Caminhos da História ensinada

 Em 1961, os estudos sociais foram oferecidos como optativo para o ensino


médio, segundo determinava a LDB (61) e sob influência norte-americana.
 Em Minas, os estudos sociais buscavam formar nas crianças a compreensão
e capacidade de ajustamento e integração social.
 A reforma de 1971 e a nova organização curricular definiu uma concepção de
matéria, área de estudo e disciplina, trançando uma doutrina norteadora dos
programas de ensino.
 À uma perda de autonomia da escola, com planejamentos, orientações e
diretrizes pré-estabelecidas pelo conselho Federal e Estadual de Educação
 É uma continuação da centralização iniciada em 1931, com Francisco
Capanema, continuada pela reforma de 1942, com Gustavo Campos (ao
estabelecerem orientações metodológicas para o ensino de história e
reafirmarem o esquema quadripartiti francês de história universal, e história
do brasil dividida em duas etapas.), e teve seu auge em 1971.
 Os conteúdos eram planejados, sistematizados pelos órgãos governamentais
e suas equipes profissionais e cabia ao professor junto ao diretor selecionar
conteúdos já previamente determinados, e ao aluno assimilá-los.
 Minas Gerais e o governador Rondon Pacheco, se coloca disponível á nova
filosofia e adota estudos sociais como atividade de integração social –com a
fusão de conteúdos em um único corpo, entre 1 e 4 series. Entre 5 e 8 os
conteúdos são trabalhados de forma integrada, mas sem fusão.
 A integração não descaracterizou as diversas disciplinas, nem as fragmentou.
Havia uma lista de conteúdos de história e outra de OSPB e outra de EMC
para dada série e cabia ao professor montar o planejamento.
 Em São Paulo o processo ocorreu diferente:
 A integração sociotemporal foi assumida como a somatória de conteúdos em
um único corpo em todo o ensino.
 Logo, houve uma soma de história, geografia e ciências humanas não
resguardando as e4specificidades desses estudos, mas fundindo-os em uma
única disciplina.
 Houve uma integração vertical dos conteúdos de 1 a 8 séries a partir de 3
temas: 1. A criança e a sociedade que vive; 2. Fundamentos da cultura
brasileira; 3. Sociedade atual