Você está na página 1de 30

27-11-2012

Manutenção como oportunidade de negócio


e uma aliada na eficiência energética

Manutenção e Eficiência Energética


nos Sistemas de Climatização

José Luis Moura


Mário Reis
Pedro Mimoso

1
27-11-2012

A melhor maneira de prever


o futuro
é criá-lo !
Peter Drucker

United Technologies Corporation

Aircraft engines, gas turbines and Industrial and aerospace systems Helicopters
space propulsion systems

Heating, ventilating, air-conditioning and Fuel cell systems for onsite power
refrigeration systems, controls, services applications and transport
and sustainable solutions

Security and fire safety services

2
27-11-2012

A história da nossa Inovação


Em 1902 Willis Carrier inventou aquilo
a que chamou “clima artificial” – o Ar
Condicionado moderno - e fez disparar
o crescimento de uma indústria que
revolucionou a nossa forma de vida.

Durante mais de um século, a nossa


investigação, experiência e
antecipação permitiram-nos introduzir
as inovações que revolucionaram a
indústria da climatização e da
refrigeração no mundo.

http://www.williscarrier.com/

A nossa Empresa

MISSÃO
Ser a principal opção de
sistemas de climatização e
refrigeração para qualquer
cliente do mundo

OBJECTIVO
Tornar o mundo, num lugar mais agradável, proporcionando um
ambiente mais confortável, productivo e saudável para as pessoas
e industrias em todos os os climas do planeta

3
27-11-2012

A nossa Empresa
VALORES
Para conseguir a nossa missão e objetivos declaramos os
nossos valores de empresa:

Qualidade
Atenção ao cliente
Inovação
Valor aos accionistas
Eficiência e Efectividade
Integridade e Honestidade
Satisfacção dos colaboradores

Segurança e Meio Ambiente

Poupança e
conservaçãode água

Desperdicio industrial

Redução de emissões

Prioridade : segurança dos nossos colaboradores

4
27-11-2012

Carrier, especialista AVAC&R


Carrier em Portugal
Climatização comercial e Serviços Refrigeração
Refrigeração Comercial
industrial (Clima e Refrigeração) Logística/Transporte

Climatização (AVAC) Refrigeração (R) Transicold


Carrier Transicold S.A.

AVAC&R
Lisboa , Porto e Algarve – Cobertura Nacional

www.carrier.pt

5
27-11-2012

Carrier, o especialista AVAC&R


Equipos Comerciales Gama completa de equipamentos e serviços
e Controles (CMS)

ROOF TOP

CHILLER

HVAC
Carrier .

UTAS BOMBAS DE CALOR


FAN COILS

Aluguer de Equip. Estudo Energético Controlo Integral

11

Soluções para grandes desafios

Munich International Centro de Imprensa


Capela Sistina Kremlin
Airport Atenas 2004
Moscow

Federation Tower
Moscow

Aquarium Barcelona Teatro Real Madrid


Estación Atocha Torre Picasso
Madrid Madrid
Sydney Opera House
Sydney

Torre Dusit
Dubai
British Museum Londres

6
27-11-2012

Soluções para grandes desafios

Sede CGD, Lisboa Centro Champalimaud Televisões

Edificios e Data Nokia Siemens , Portugal Telecom Cogerações – Hospitais, Fábricas,


centers de Bancos Centros comerciais

Definição de eficiência energética

É a optimização que realizamos no


consumo de energia

7
27-11-2012

Climatização

Conforto térmico

Controlo de Temperatura e Humidade

Aquecimento global…
Camada do Ozono

Climatização na vida Moderna


• Internet
• Datacenters - Nuvem
• Hospitais– Salas de Operações
• Fábricas de telemóveis, computadores
• TV´s – SIC / RTP / TVI – Internacionais
• Museus ( obras de arte )
• Supermercados - Congelados
• Hotéis, Escritórios

8
27-11-2012

• Eficiência
• Classe
energética
• Níveis de
Ruído
• Qualidade
do ar interior
• Design
• Preço

À procura da máquina ideal

Preço de
Dimensões
mercado

9
27-11-2012

Peter Drucker

• A qualidade num produto ou serviço, não é


o que o fornecedor põe nele, é aquilo que o
cliente tira dele e aquilo que está disposto a
pagar por ele.

• Um produto não tem qualidade, só


porque é difícil de fazer e pelo seu custo
elevado.

Segmentação do consumo de energia

100%

28%

Transportes

32%

Industria

40%
Edificios

10
27-11-2012

Enquadramento regulamentar

2006 • 2010 2012/3 2020

Directiva Novos EU2020 EPBD – Edifícios


SCE
EPBD
RSECE SCE <até 20 % com necessidades
Novas
RCCTE orientações RSECE Emissões quase nulas de
energia
EE RCCTE

EPBD Custo da Energia


Meio Ambiente SCE Soluções e
Equipamentos
Redução de . RSECE mais eficientes
emissões
RCCTE Energias
Renováveis

11
27-11-2012

Projecto novo ou num processo de


modernização

DESENVOLVIMENTO
SUSTENTÁVEL

GESTÃO
GESTÃO DA
DA
ÁGUA
ENERGIA

Análise do custo de exploração

Funcionamento Projecto

Manutenção
e Fiscalização
Exploração Consultoria
Ocupação Construção

Instalação

12
27-11-2012

Tendências vs Eficiência Energética

• Chillers Condensação por Água com compressores


tipo parafuso / centrífugo com controlo Inverter
• Recuperação de calor parcial – 60ºC
• Chiller de condensação por água , com produção
simultânea de água fria e quente ( até 60 ºC )
• Kit
Kit´´s com Bombas de água com velocidade variável
• Bombas de calor com controlo inverter para
produção de frio + calor + produção de água quente
sanitária + integração de painéis solares.
• Substituição de ventilo convectores com controlo
tipo velocidade variável – LEC
• Medir sempre os prós e contras em termos ambientais
(quantidade de HFC em jogo)- implicam mais
inspecções

13
27-11-2012

Comparar soluções
Perfil Climático y curvas de cargas de refrigeración
1400 hrs/a. 1200 kW

1200 hrs/a. 1000 kW

1000 hrs/a.
800 kW
800 hrs/a.
600 kW
600 hrs/a.
400 kW
400 hrs/a.

200 hrs/a. 200 kW

0 hrs/a. 0 kW

-5,3 ºC
-2,5 ºC
0,3 ºC
3,1 ºC
5,8 ºC
8,6 ºC
11,4 ºC
14,2 ºC
16,9 ºC
19,7 ºC
22,5 ºC
25,3 ºC
28,1 ºC
30,8 ºC
33,6 ºC
36,4 ºC
Horas-Año según Temperatura exteri or Perfil de cargas frigoríficas

70.762 € Coste energético anual [€]


63.601 € Coste energético
35.000 € 40.000 € 45.000 € 50.000 € 55.000 € 60.000 € 65.000 € 70.000 € 75.000 €
2,5
49.915 €
3,0 Sistema 1
448 Ton
Sistema 2
3,5 403 Ton

4,0
S P LV

Sistema 3
4,5 315 To n

5,0

5,5

Sistema 1 EER:3
SPLV:3,1
Sistema 2 EER:2,7
SPLV:3,4
Sistema 3 EER:2,7
SPLV:4,4
6,0 Emisiones anuales de CO2 [Ton] - X Km/ Ano

Plano de acção de eficiência energética

1- Projecto Novo ou após Auditoria energética.


2- Identificar maiores custos, criar planos de acção para diminuir
consumo energético.
3- Elaborar planos de eficiência energética com empresas de serviços
de energia, associadas a reduções de consumo energético.
4- Aplicar sistemas solares térmicos com retornos de investimento
aceitáveis.
5- Introdução de sistemas e equipamentos GPAF e GPAQ mais
eficientes, com melhores ESEER.
6- Aplicação de sistemas de bombagem com velocidade variável no
primário.
7- Aplicação de ventilo-convectores e UTAS com motores tipo EC,
baixo consumo energético, vav.
8 -Aplicação generalizada da Bomba de Calor para aquecimento de
águas sanitárias.
9- Aplicação de Geotermia com períodos de retorno aceitáveis.

14
27-11-2012

Plano de acção de eficiência energética

10- Aplicar sistemas de gestão técnica centralizada que visem a


racionalização energética
11- Garantir uma temperatura mínima e máxima de conforto durante
períodos de não ocupação.
12- Ajustar temperatura de água fria e quente de acordo com
temperatura exterior.
13– Ajustar set point de água quente sanitária com temperatura
exterior.
14– Ajustar caudal de ar novo zonas comuns de acordo com sondas de
CO2
15- Criar condições para que a Manutenção, seja um dos pilares da
Eficiência energética.

Manutenção – um novo papel


• RSECE – artigo 19 º -Todos os sistemas energéticos
dos edifícios, ou fracções autónomas, devem ser
mantidos em condições adequadas de operação
para garantir o respectivo funcionamento optimizado
e permitir alcançar os objectivos pretendidos de
conforto ambiental, de QAI e de eficiência
energética.
• Podemos ter o melhor projecto, a melhor instalação,
com os melhores equipamentos, mas sem a melhor
manutenção, os equipamentos nunca se vão manter
dentro do esperado, e as melhores eficiências deixam
de o ser.
• Para além do melhor projecto e da melhor instalação, a
manutenção terá de passar a ter um papel mais activo,
de forma a se ter uma Eficiência Energética sempre
de topo.

15
27-11-2012

‘‘ A imaginação é mais importante


que o conhecimento’’
conhecimento’’

Albert Einstein

MANUTENÇÃO SISTEMAS DE CLIMATIZAÇÃO

Novembro 2012

16
27-11-2012

MANUTENÇÃO SISTEMAS CLIMATIZAÇÃO


Objectivos

1. Conhecer a Unidade de Negócio do Serviço Após Venda


e Peças da Carrier Portugal

2. Conhecer o modelo de negócio do Serviço Após Venda


da Carrier Portugal

3. Conhecer os Produtos/Serviços do Serviço Após Venda


da Carrier Portugal

4. Conhecer o Sistema de Manutenção do Serviço Após


Venda Carrier Portugal

33

MANUTENÇÃO SISTEMAS CLIMATIZAÇÃO


Objectivos

1. Conhecer a Unidade de Negócio do Serviço Após Venda


e Peças da Carrier Portugal

34

17
27-11-2012

MANUTENÇÃO SISTEMAS CLIMATIZAÇÃO


Unidade de Negócio

Serviço (AVAC & Refrigeração) Peças e Acessórios

SERVIÇO APÓS VENDA E PEÇAS

35

MANUTENÇÃO SISTEMAS CLIMATIZAÇÃO


Unidade de Negócio

Operações Comercial

SERVIÇO APÓS VENDA

36

18
27-11-2012

MANUTENÇÃO SISTEMAS CLIMATIZAÇÃO


Objectivos

2. Conhecer o modelo de negócio do Serviço Após Venda


da Carrier Portugal

37

MANUTENÇÃO SISTEMAS CLIMATIZAÇÃO


Modelo de Negócio

Equipa de Manutenção Própria


Elevado know-how técnico
Formação contínua
Ferramentas e EPI’s para trabalhar bem e em
segurança

Informação Técnica e apoio directo da fábrica

Cobertura Geográfica Integral


Capacidade de cobrir todo o território nacional

38

19
27-11-2012

MANUTENÇÃO SISTEMAS CLIMATIZAÇÃO


Modelo de Negócio

Sistema de Segurança
Saúde e Ambiente no
Trabalho
Avaliação de riscos em obra

Identificar e implementar
todas as medidas necessárias
em obra

Formação contínua a todos os


colaboradores

Auditorias periódicas por parte


da Equipa de Gestão da
empresa

39

MANUTENÇÃO SISTEMAS CLIMATIZAÇÃO


Modelo de Negócio

Ética
Código de Ética
Apoio Legal Interno e Externo

Formação contínua a todos os colaboradores

Produtividade
Tempo dedicado a trabalho produtivo vs
trabalho não produtivo

Resultado Operacional Positivo


Relação entre custos e proveitos positiva

40

20
27-11-2012

MANUTENÇÃO SISTEMAS CLIMATIZAÇÃO


Objectivos

3. Conhecer os Produtos/Serviços do Serviço Após Venda


da Carrier Portugal

41

MANUTENÇÃO SISTEMAS CLIMATIZAÇÃO


Produtos/Serviços

Contratos de Manutenção
Contrato de Manutenção de Inspecção
Contrato de Manutenção de Conservação

Contrato de Manutenção Total

Reparações
Técnicos com experiência, qualificações e formação
Peças originais Carrier

Garantia da reparação

Modernização de Equipamentos
Actualização de software e componentes
Melhoria do desempenho dos equipamentos

42

21
27-11-2012

MANUTENÇÃO SISTEMAS CLIMATIZAÇÃO


Produtos/Serviços

Monitorização Remota
Serviço por Telegestão e/ou por IP
Controlo do funcionamento do equipamento
através de uma Central

Aluguer de Equipamentos
Aluguer de equipamentos e acessórios para
Climatização

43

MANUTENÇÃO SISTEMAS CLIMATIZAÇÃO


Produtos/Serviços

Análise de rendimento e eficiência energética


dos equipamentos

44

22
27-11-2012

MANUTENÇÃO SISTEMAS CLIMATIZAÇÃO


Objectivos

4. Conhecer o Sistema de Manutenção do Serviço Após


Venda Carrier Portugal

45

MANUTENÇÃO SISTEMAS CLIMATIZAÇÃO


Tipos de Manutenção

Manutenção Correctiva
• Realiza-se quando o equipamento ou componente falha. O objectivo é corrigir e
restituir o funcionamento do equipamento de acordo com os padrões requeridos
pelo fabricante.
• Exemplos típicos são: Reparação ou substituição de compressores, substituição de
correias partidas, etc.

Manutenção Preventiva
• Efectuada regularmente de acordo com critérios pré-estabelecidos pelo fabricante
para reduzir a probabilidade de falha de um equipamento ou componente.
• Exemplos típicos são: Substituição de óleo e filtro de compressores, verificação e
limpeza de quadros eléctricos, etc.

23
27-11-2012

MANUTENÇÃO SISTEMAS CLIMATIZAÇÃO


Manutenção Correctiva

A Manutenção correctiva é realizada em 3 acções:

• Inspecção ao equipamento por parte da nossa equipa


técnica para diagnosticar a avaria e levantamento de
todo o material necessário para a reparação.

• Elaboração de Relatório Técnico com toda a


informação recolhida e explicação do serviço a
efectuar.

• Execução do serviço de reparação.

Tipos de Manutenção
Manutenção Preventiva

A Manutenção Preventiva está centrada em 5 pontos:

• Equipa de Manutenção

• Planeamento da Manutenção

• Programa da Manutenção (Protocolos Técnicos)

• Monitorização Remota

• Carrier Performance Analyser

24
27-11-2012

MANUTENÇÃO SISTEMAS CLIMATIZAÇÃO


Equipa de Manutenção

A nossa equipa de técnicos está formada com base nas seguintes


premissas:
• Plano de treino especifico - para cada técnico de forma a estar devidamente informado e
preparado para trabalhar com certos tipos de equipamento.
• Responsabilidades na equipa - cada técnico deve saber exactamente quais são as suas
atribuições, de forma a poder executar com eficiência e eficácia a sua função.

• Ferramentas especificas CARRIER - A equipa de


manutenção deve estar munida de para o equipamento.
• Stock de peças de reserva – peças necessárias para
realização das manutenções.
• Certificação - de acordo com a legislação em vigor.

MANUTENÇÃO SISTEMAS CLIMATIZAÇÃO


Planeamento

O planeamento consiste em definição de datas


para execução de Manutenção Preventiva, de
acordo com as recomendações do fabricante.

A Carrier define como base de trabalho três


níveis de manutenção para definir a
periodicidade de execução das Manutenções
Preventivas.

25
27-11-2012

MANUTENÇÃO SISTEMAS CLIMATIZAÇÃO


Planeamento

Manutenção de Nível 1

• Inspecção visual da existência de vestígios de óleo (sinal de uma fuga de refrigerante);


• Verificação da remoção de dispositivos de protecção e de portas/tampas mal fechadas;
• Verificação dos relatórios dos alarmes da unidade;
• Inspecção visual geral de sinais de degradação.

MANUTENÇÃO SISTEMAS CLIMATIZAÇÃO


Planeamento

Manutenção de Nível 2
• Verificação e aperto todas as ligações de controlo, comando e ligações eléctricas;
• Verificação do funcionamento correcto dos interruptores diferenciais;
• Verificação do estado dos dispositivos de protecção eléctrica;
• Substituição de fusíveis a cada 3 anos ou a cada 15 000 horas (endurecimento por
envelhecimento);
• O filtro de óleo deve ser verificado após as primeiras 500 horas de funcionamento e,
posteriormente, a cada 2000 horas. O filtro deve ser substituído a qualquer altura, quando a
pressão diferencial através do filtro exceder 2 bar.
• Purgar o circuito de água e limpar o filtro;
• Verificação dos parâmetros de funcionamento da unidade e compará-los com os valores
anteriores.

26
27-11-2012

Manutenção Preventiva
Planeamento

Manutenção de Nível 3
A manutenção deste nível exige
competências/ferramentas e conhecimentos
específicos do fabricante:

 Substituição ou limpeza de um componente


essencial (compressor, evaporador);
 Qualquer intervenção no circuito do refrigerante
(recolha, manuseamento e trasfega do
refrigerante);
 Alteração dos parâmetros definidos na fábrica
(alteração da aplicação).

MANUTENÇÃO SISTEMAS CLIMATIZAÇÃO


Protocolos Técnicos

Os Protocolos Técnicos Carrier foram definidos segundo duas


premissas:

 Protocolos adequados ao equipamento - assegurando que os dados a recolher


correspondem com cada tipo de unidade.

 Fácil leitura e preenchimento - garantindo que a manutenção preventiva e os protocolos


adjacentes à mesma são realizados sempre da mesma forma, mesmo quando os técnicos
que efectuam a manutenção alternem entre si.

27
27-11-2012

MANUTENÇÃO SISTEMAS CLIMATIZAÇÃO


Protocolos Técnicos

PCDCT
Corpo Principal

MANUTENÇÃO SISTEMAS CLIMATIZAÇÃO


Protocolos Técnicos

Recomendações Histórico de Alarmes

28
27-11-2012

MANUTENÇÃO SISTEMAS CLIMATIZAÇÃO


Monitorização Remota

 Monitorização remota através da nossa central das condições de funcionamento do


equipamento, identificando possíveis falhas ou perda de rendimento;

 Alarmes em Tempo
Real;
 Relatório Técnico

MANUTENÇÃO SISTEMAS CLIMATIZAÇÃO


Carrier Performance Analyser

 Verificação de Capacidade e COP da unidade;


 Registo de dados de funcionamento ao longo do tempo;
 Identificação de pequenos problemas que possam estar a prejudicar o
rendimento da unidade.
 Verificação do resultado de reparações/conversões de gás

29
27-11-2012

MANUTENÇÃO SISTEMAS CLIMATIZAÇÃO


Vantagens

 Equipa técnica altamente especializada com formação continua da mesma.

 Utilização de ferramentas especificas da CARRIER para identificar e corrigir


pequenas falhas atempadamente antes que se tornem mais complexas e
dispendiosas de reparar.

 Prolongar o tempo de vida útil do equipamento e seus componentes, através


do acompanhamento das condições de funcionamento pela Monitorização
Remota.

 Através de um correcto planeamento das datas de execução de manutenção


preventiva evitar tempos excessivos de paragem do equipamento.

 Utilização unicamente de peças originais e materiais recomendados pela


Carrier.

 Gama de Serviços ao dispor do cliente.

Obrigado pela vossa atenção

30