Você está na página 1de 37

Conteúdo

Do editor-chefe ... ................................................................................................................................................................. 2


China aos 70 anos: uma virada crucial........................................................................................................................... 3
Hong Kong continuará sendo um importante centro financeiro? ........................................................................... 5

Mostra de habitação nos EUA sinais de vida................................................................................................................ 6


Ponto de vista ........................................................................................................................................................................ 7
Paládio atinge outra alta ..................................................................................................................................................... 7
Oferta final de Boris a Bruxelas........................................................................................................................................ 8
A maré virou para os populistas? .................................................................................................................................. 10

Desenterrar sujeira em Trump ........................................................................................................................................ 11


Apostar na política ............................................................................................................................................................. 12
Um regime septuagenário flexiona os músculos ...................................................................................................... 13
O caminho esburacado para um mercado único ....................................................................................................... 14
Estratégia de investimento .............................................................................................................................................. 17
Por que o Patient Capital pode ter dificuldades para ter uma visão de longo prazo ....................................... 18

Relógio Guru ........................................................................................................................................................................ 20


O experimento monetário radical da Europa .............................................................................................................. 20
Dividendos confiáveis do Canadá ................................................................................................................................. 23
Os ciclos no mercado de metais: quando o zinco e o cobre brilharão? ............................................................. 26
As melhores jogadas em cobre e zinco........................................................................................................................ 32

Como investir na atração de artigos de luxo .............................................................................................................. 33


Se você tivesse investido em ... ..................................................................................................................................... 35
Fique feliz que você não comprou ... ............................................................................................................................ 36
Os riscos de corrupção .................................................................................................................................................... 36
Do editor-chefe ...

A maioria dos questões em torno da Brexit são bastante difícil de responder.

É o recuo realmente tão ruim? Por que não podemos simplesmente ficar com a
EFTA? Como você pode tem uma fronteira que não tem da mecânica normal de um
borda (consulte a página 8)? O que Jeremy Corbyn realmente quer?

Se a maioria dos deputados pensa realmente Boris Johnson é inadequado para o


cargo, por que não podemos ter uma eleição?

Será que algum dia seremos realmente autorizados sair da UE? Todas as coisas
complicadas.

Boas notícias, então, que existem são algumas perguntas que podemos dar
respostas bastante definitivas para. Aqui está um para voce. Boris Johnson está
sendo controlado por uma misteriosa cabala internacional financiadores trabalhando
para forçar um Brexit sem acordo para que eles possam fazer grandes lucros com
curto da moeda e patrimônio líquido do Reino Unido mercados? Que a resposta para
isso é "sim" está sendo considerado um dado nas mídias sociais.
Até o ex-chanceler Philip Hammond parece para dar à idéia alguma credibilidade.
Johnson, ele diz, é apoiado por financiadores que “apostam bilhões em um duro
Brexit "e, portanto, são interessado em uma saída que produz o máximo interrupção.
Hummm.

O problema com a teoria, como o O Financial Times ressalta, é que “ não faz nenhum
sentido ". Os estoques sendo curto no momento tem principalmente razões que não
sejam do Brexit para ser curto (eles são super alavancadas ou mal gerenciadas em

o principal). Ao mesmo tempo, as linhas do tempo estão todas erradas (ninguém tem
a menor idéia quando tudo isso acabar). E claro, a coisa toda é muito complicada.
Cerca fundos principalmente gostam de apostar em coisas que ter um intervalo
definido de resultados. Brexit tem dezenas de resultados possíveis. Digamos a
cabala existia. Digamos que de alguma forma forçou Johnson a não negociar. Não é
um dado que a libra cairia então. o que se, em 1º de novembro, assim como em 1º
de janeiro 2000, o mundo não acabou? Talvez a libra iria saltar. É impossível dizer.
E isso torna as apostas grandes estupidamente arriscadas.

É fácil ver onde o impulso de atribuir a culpa dessa maneira.


Vivemos, como na década de 1930, em uma época de raiva contra grandes
corporações, grandes bancos e raiva com a idéia de que gangues de capitalistas
piedosos estão conspirando contra o resto de nós. Há sentido em parte disso - o
financiamento é muito poderoso; globalização criou também muitos perdedores no
desenvolvido mundo; e não precisa ser uma reação contra poder oligopolista.
Mas estendendo o conhecimento que o capitalismo não é tudo o que pôde estar na
ideia de que o Brexit é de alguma forma, sendo conduzido por um grupo de bandidos
amantes de desastres (enquanto reconfortante para os restantes ainda procurando
uma explicação por que alguém jamais discordo deles) é simplesmente bobo.

Os bandidos com dinheiro têm melhor (e mais fácil) para apostar.

A resposta para a pergunta, então, é não. Boris Johnson não está sendo controlado
por uma misteriosa cabala de financiadores internacionais. Se apenas outro
perguntas sobre Brexit eram tão fáceis de responder.

Aqueles de vocês que não conseguem lidar com muito mais desse tipo de coisa deve
pular o páginas de política esta semana e vá para a página 36, onde listamos algumas
das mais remotas propriedades à venda em todo o mundo hoje.

A propriedade no Colorado deve isolar você do Brexit conversa muito bem. Se vocês

não pode chegar a esse nível psicológico proteção, uma agradável caminhada
relaxante madeiras também podem ajudar. Ver viagem, página 35. E se você ainda
não se inscreveu no nossa cúpula de riqueza em novembro, vá para
moneyweekwealthsummit.co.uk para fazê-lo.

China aos 70 anos: uma virada crucial

Após notáveis quatro décadas de “Crescimento acelerado” a China está se


aproximando uma virada crucial, dizem Louis Kuijs e Gary Duncan na manhã do sul
da China Postar. O país esta semana marcou 70 anos desde os comunistas de Mao
Zedong assumiu o poder com um desfile militar em Beijing.

Por toda a confusão sobre a guerra comercial, O índice CSI 300 da China aumentou
28%, então neste ano, com investidores tranqüilizados por promessas oficiais de
“estímulo seletivo”.
No entanto, com a economia registrando sua crescimento mais lento em 27 anos no
segundo trimestre e dívida total superando 300% do PIB, a liderança pode manter o
bom vezes rolando?

Da Revolução Cultural ao Capitalismo

O Partido Comunista da China já realizou por um ano a mais do que o O Partido


Comunista da União Soviética fez, observa Anna Fifield para o Washington Post. Os
últimos 70 anos foram tumultuados.

As três primeiras décadas do povo República foram marcados por “fome massiva,
caos político e a repressão do Revolução Cultural". No entanto, na década de 1980
Deng Xiaoping iniciou um “surpreendente transformação ”, combinando o livre
mercado reformas com forte repressão política que manteve o Partido Comunista no
poder.

A China é agora a segunda maior do mundo economia e parece pronto para superar
EUA em algum momento da próxima década. Está O PIB per capita aumentou de
forma irrisória US $ 200 na fundação da República em 1949 para mais de US $
10.000. China comunista "Agora representa um terço das vendas globais de artigos
de luxo ”. A era pós-reforma proporcionou a “expansão mais rápida e sustentada por
uma grande economia da história ”, afirma Kuijs e Duncan. O crescimento médio foi
de 9,5% por ano e PIB dobrou a cada oito anos, ajudando a tirar “850 milhões de
pessoas da pobreza". Em 1981, 90% da população da China vivia em extrema
pobreza. Até 2013, o número caiu para menos de 2%.

Envelhecer antes de enriquecer?

Grande parte do crescimento da China foi impulsionado por a capacidade do país de


"fornecer mais barato mão-de-obra do que outras nações industrializadas escala
maciça ”, diz Ben Winck for Business Insider. No entanto, com o aumento dos
salários, o país está perdendo essa vantagem competitiva para os vizinhos como o
Vietnã. Isso poderia eventualmente veja o Reino do Meio capturado em um clássico
“Armadilha de renda média” do tipo que possui Estados latino-americanos
atormentados; poderia ficar preso neste nível de riqueza e não conseguir tornar-se
uma economia desenvolvida. No entanto, ao contrário muitos outros mercados
emergentes, a China também tem que lidar com o envelhecimento da população.

A população em idade ativa tem sido encolhendo desde 2015, e a população como
um todo provavelmente começará a cair tão cedo em 2032, de acordo com Richard
Koo de Nomura. Uma prolongada guerra comercial ameaça minar as indústrias de
transformação que uma vez gerou um crescimento espetacular.

Mas a próxima década corre o risco de ser prejudicada diminuindo o crescimento da


renda e ampliando desigualdade, diz Nathaniel Taplin para Jornal de Wall Street.
Pequim pode virar “ainda mais nacionalismo para encobrir o rachaduras ”. Para
investidores na Ásia e além "Esta é uma mistura preocupante e volátil".

Hong Kong continuará sendo um importante centro financeiro?

Os protestos em Hong Kong têm ofuscou as festividades em Pequim, diz Sebastian


McCarthy em City A.M. Sob o "um país, dois sistemas" quadro instituído após a sua
retornar à China em 1997, Hong Kong manteve uma significativa autonomia sobre
seus próprios assuntos.

No entanto, Pequim está cada vez mais minando suas liberdades. Nos últimos quatro
meses, um quarto da população tem marcharam para exigir o demolição de um
projeto de lei que permitiram a extradição para tribunais do continente, Economista.
Foi um "impressionante voto de não confiança Controlado pelos comunistas da China
sistema legal". A conta agora foi retirado, mas quanto mais movimento pró-
democracia que acionado permanece vibrante.

A agitação lançou dúvidas se o território pode manter seu status como um dos
preeminente financeira do mundo hubs, diz Jacky Wong em Jornal de Wall Street.

Hong Kong deve seu sucesso à sua posição como porta de entrada no vasto mercado
chinês.
As empresas do continente fazem cerca de 70% da população local mercado de
ações. Se as empresas mudar para outros hubs, como Xangai ou Cingapura então a
cidade enfrenta um "Ameaça existencial".

Na época de Hong Kong transferência do Reino Unido para China, representou 16%
do PIB total da China, comparado com 3% hoje, diz Alexander Chipman Koty na
China Briefing. Ainda a território permanece vital como fonte de fluxos de capital para
o continente. Aproximadamente 64% dos investimento direto estrangeiro em China
passa por Hong Kong. A herança A Fundação classificou o economia da cidade como
a do mundo mais livre por 25 anos seguidos; China continental é o número 100.

Conversa sobre a “morte de Hong Kong ”é exagerado. Ainda a dias em que os


investidores poderiam considerar o território como "Bastião da estabilidade" acabou.

Está se transformando em um “politicamente imprevisível ”barril de pólvora

Mostra de habitação nos EUA sinais de vida

"Habitação lenta da América mercado ”parece estar“ recuperando o seu pé ”, diz


Lucia Mutikani para a Reuters. A habitação começa e licenças de construção subiram
para um 12 anos de alta em agosto. Novo lar as vendas aumentaram 7,1% em
relação a no mês anterior. Taxa de juro cortes pelo Federal Reserva, que se
alimentam através hipotecas mais baixas, são aumento da demanda.
Uma bolha especulativa nos EUA habitação estava no coração do Hipoteca subprime
de 2007 fiasco que precedeu o mundial crise financeira. Zack Guzman em O Yahoo
Finance observa que entre 1997 e 2005, a preço médio da casa nos EUA disparou
75% em termos reais, medido pelo S&P Índice CoreLogic Case-Shiller.

Os preços das casas caíram 33% e atingiu um nadir no início de 2010.


No entanto, como economista Robert Shiller observa, entre 2012 e 2018 O preço da
habitação nos EUA recuperou 35%. Os EUA “estão lentamente voltando a olhar para
a habitação como investimento especulativo ”.

Isso não é bolha, diz Justin Lahart para a Wall Street Diário. A recuperação da
habitação parece "nada assombroso" dado a saúde mais ampla do economia. O setor
também enfrenta ventos de longo prazo: “muitos a geração do milênio é confrontada
com altos níveis de dívida estudantil "e são, portanto, cautelosos com as hipotecas.
“Combinado novo e existente vendas de imóveis ”estão no mesmo nível em que
estavam em 2000, quando a população estava longe mais baixo. Um país marcado
pela busto de habitação ainda não recuperou seu amor pela propriedade.
Ponto de vista

Os banqueiros centrais parecem ... confusos.

Muito parecido com um gato persa de cabelos compridos de pé para trás ao vento ...
[é remanescente] de 1927 quando financeira pressões em que a montagem segue a
final de 1925, no setor imobiliário da Flórida boom, que foi então devastado pelo
furacão horrendo que chegou em 18 de setembro de 1926. Com ventos tão altos 150
mph, a devastação da propriedade se hoje atingido seria da ordem de US $ 250
bilhões.

Isso, com a breve recessão que ocorreu de outubro de 1926 a novembro de 1927,
levou o Fed ... a ser excepcionalmente fácil. De fato, em julho de 1927, Ben Strong,
presidente do Fed, brincou com um francês banqueiro central que ele estava indo
para fornecer “um golpe de uísque ao mercado de ações. ”… Foi um exemplo do
Facilidade do Fed pelas razões erradas durante mais uma bolha financeira clássica.
E tudo acabou sendo um golpe de Estado. O quanto maior o boom, maior o busto. "

Paládio atinge outra alta

Avante e para cima.

Palladium bateu outro recorde alto nesta semana, com o ponto preço atingindo US $
1.700 a onça.

Ganhou um terço em 2019 sozinho. O metal é usado principalmente em conversores


catalíticos para gasolina motores. As vendas globais de automóveis afundou, mas a
demanda está subindo firmemente devido a mais difícil padrões de emissões na
China, enquanto uma mudança de diesel para carros a gasolina na Europa após o
furor sobre as emissões de diesel também é otimista. Enquanto isso, suprimentos,
que resultam em grande parte da África do Sul e Rússia, não se espera que
aumentem este ano, observa Henry Sanderson na área financeira Times. O rally
parece definido como perseverar, embora a preocupação sobre o crescimento global
e intensificar a tensão comercial é susceptível de causar contratempos.
Oferta final de Boris a Bruxelas

O primeiro-ministro delineou seu plano para um acordo com a UE. Será que vai
passar por reunião? Relatórios de Emily Hohler

Boris Johnson fez formalmente à UE o que Downing Street chamou sua "oferta final"
no Brexit na quarta-feira, que inclui um “compromisso justo e razoável” sobre na
fronteira com a Irlanda, diz Lisa O 'Carroll em O guardião. A proposta é semelhante
a O acordo de Theresa May, mas o apoio irlandês elemento foi substituído por um
radical Plano “duas fronteiras para quatro anos”, que aceita a necessidade de um
temporário fronteira regulamentar no mar da Irlanda e controlos aduaneiros entre o
norte e sul. Significa efetivamente que, embora A Irlanda do Norte deixará a
alfândega união com o resto do Reino Unido em final do período de transição em 21
de Dezembro de 2020, permanecerá em “grande partes do mercado único da UE ”até
pelo menos 2025, diz Peter Foster no The Daily Telégrafo. Nesse ponto, o norte A
Assembléia da Irlanda poderá escolher se deve permanecer alinhado com a UE ou
volte a seguir as regras britânicas.

A oferta de Johnson para virar a mesa

Embora o plano de Johnson tenha o apoio do Partido Sindicalista Democrático, tem


já foi atacado por Leo Varadkar governo em Dublin e provavelmente será
“Sumariamente rejeitado” pela UE, que insistiu repetidamente que qualquer proposta
substituir o backstop irlandês deve alcançar três coisas: “uma fronteira totalmente
aberta, não impedimento à cooperação norte-sul e nenhuma porta dos fundos no
mercado único da UE ".
As propostas claramente não cumprem esses critérios, mas para cumpri-los seria
significa aprisionar o Reino Unido no “comercial órbita da UE "ou, se o Reino Unido
seguir sozinho como querem os Brexiters, deixando a Irlanda do Norte atrás. Johnson
rejeita essa escolha e é tentando “virar a mesa” propondo uma acordo que leva a
uma “imagem espelhada do controles fronteiriços que a Irlanda já concedido será
necessário sem acordo ”, mas com todos os benefícios da retirada Acordo incluindo
a conta do Brexit de £ 39 bilhões.
Claro, Johnson não precisa apenas garantir a aprovação da UE, ele deve comandar
apoio maioritário ao seu acordo no Parlamento,

dizem Anand Menon e Alan Wager em O guardião. A UE sabe que ele vai luta para
fazer isso e conhece uma eleição está "a caminho. Daí o seu incentivo para
compromisso é agora, bem, comprometido. "

Como ficou evidente em sua conferência do partido discurso, Johnson está fazendo
o máximo para parece "forte" e "consistente", diz Daniel Finkelstein no The Times.
Ele tem estratégia eleitoral (apelo aos Leavers), um objetivo (realizar o Brexit) e ele
“fez uma prometo que ele será julgado por ”(morra em uma vala em vez de procurar
uma extensão). O O problema é que ele não está, de fato, no controle.

Ele não tem maioria parlamentar, ele não pode forçar a UE a aprovar seu acordo, e
ele está sujeito a uma lei exigindo que ele estender o artigo 50. Na realidade, ele
pode retornar com um acordo que “fica aquém de tudo ele queria "e tentar fazer o
Parlamento Volte; ele pode se recusar a procurar uma extensão e provavelmente
perderá a batalha legal que se seguiu; ele pode procurar a extensão que prometeu
não para; ou ele pode renunciar. Se ele se demitir, poderia ser visto como íntegro e
corajoso; "Igualmente poderia pousar como derrota caótica, permitindo o escritório e
o prestígio da Corbyn ”.

Rumo a um segundo referendo?

Muito depende das ações daqueles conservadores Deputados que tiveram o chicote
retirado e os ex-ministros que renunciaram em protesto contra a estratégia Brexit de
Johnson, diz Rachel Sylvester no The Times. Esse bloco de 22 “mantêm o equilíbrio
de poder no Commons ”. Muitos estão convencidos de que esta crise é causada pelo
“choque entre democracia representativa e direta ” e que, sendo o Brexit uma questão
binária, um o referendo é preferível a uma eleição. Para pela primeira vez, pode haver
um Commons maioria a favor de uma votação confirmatória.
A maré virou para os populistas?

Sebastian, 33 anos, na Áustria Kurz “consolidou seu status como a maravilha da


Europa política conservadora "em Domingo com um retumbante vitória eleitoral, diz
o Financial Times. O povo austríaco dele Parte (OVP) assumiu 38,3% da voto, dando-
lhe a maior liderança sobre qualquer outra parte desde 1945.

Kurz também infligiu um “esmagamento derrota "na extrema direita Partido da


Liberdade (FPO), com quem ele compartilhou o poder até a coalizão "implodiu" em
Maio seguintes revelações que seu líder, Heinz-Christian Strache, ofereceu lucros
contratos governamentais em troca para apoio eleitoral. O caso chamado Ibiza
solicitado esta eleição instantânea.

A “queda no apoio” para o FPO reflete um padrão em toda a Europa, diz Jon Henley
no The Guardian. Matteo da Itália Salvini está "no frio", Vox da Espanha não
conseguiu viver às expectativas nas pesquisas, e a alternativa para O avanço do
partido da Alemanha (AfD) parou. A maré contra populistas de extrema direita podem
não mudaram, mas por enquanto tem "Parou de subir".
Talvez, mas não escreva o FPO desligado ainda, diz Justin Huggler no The Daily
Telegraph. O partido pode optar por “ficar de fora nos próximos meses em oposição
”na esperança de que A próxima coalizão de Kurz provará frágil, mas não foi embora.

Dado que seria "estranho" convidar o FPO de volta ao poder de qualquer forma, Kurz
tem poucos alternativas, diz o FT. UMA coalizão com o centro-esquerda parece
improvável, dado que Kurz criou sua identidade política em oposição à longa era de
“Política acolhedora da grande coalizão”.
Isso deixa um “empate com o Verdes ”, cujo apoio subiu de 4% para 12%. Lá "Haverá
grandes diferenças de política", mas um ambiente compartilhado agenda poderia
apelar para ambos conjuntos de eleitores e Kurz tem o "Agilidade ideológica para
puxá-lo fora". Nos últimos anos, a Áustria tornou-se "uma espécie de campo de testes
políticos para Europa". Se ele conseguir, ele pode estabelecer um precedente para
Alemanha da era Merkel.
Desenterrar sujeira em Trump

O público por trás da investigação do presidente é? Relatórios de Matthew Partridge

Na sequência do Alegações "explosivas" que o presidente Donald Trump


indevidamente pressionou a Ucrânia a ajudando-o a "desenterrar sujeira "em um rival
político, os democratas parecem estar ganhando o primeiro rodada da batalha por
opinião pública, diz Times. Várias pesquisas mostre que o sentimento é
"Deslocamento", com um "fino maioria "dos eleitores apoiando o impeachment
inquérito anunciado por Alto-falante Nancy Pelosi na semana passada. A maioria Os
republicanos ficaram calados, mas há sinais mudança de atitudes - dois
governadores republicanos e um congressista aparentemente endossou
impeachment. O ex-senador republicano Jeff Flake acha que até 35 de seus colegas
votaria nela "se recebesse uma votação secreta".

Fazendo a coisa certa

Sonhe, diz Freddy Gray em The Spectator.

Será impossível para os democratas obter o dois terços necessários do Senado para
impeachment Trump e sua tentativa de "humilhar" o presidente "no tribunal da opinião
pública" e, portanto, "Prejudicar ele e os republicanos antes de 2020" estão
condenados. Os democratas esquecem que Trump "não tem vergonha" e que o
público já considera todos os políticos como "desprezíveis". Impeachment o processo
não vai mudar isso. A menos que Pelosi "tenha visto algo que não temos ", a única
coisa que Democratas vão fazer é validar o argumento de Trump que eles têm medo
de "uma luta democrática justa".

É verdade que o impeachment de Trump na véspera de um ciclo eleitoral presidencial


pode acabar sendo “muito inconveniente ”para os democratas, diz Thomas Friedman
no The New York Times. Mas fazer o coisa certa quando é inconveniente indica que
é o a coisa certa a fazer". Em qualquer caso, “ainda existe um problema cívico pulso
neste país ", e enquanto muitas pessoas estão preparados para esquecer Pessoal
de Trump falhas ", muito, muito mais estão exaustos e enojado por ele ".

O fato de o original reclamação veio de Uma CIA “não política” analista também torna

mais difícil para Trump alegam que este é apenas um vingança partidária.
Os contatos de Trump com a Ucrânia não são os únicos coisas que podem acabar
sob os holofotes, como a investigação “poderia rapidamente arrastar alguns dos
Relacionamentos mais sensíveis da América ", diz O economista. Os democratas
disseram que eles "pressionam pela divulgação de detalhes das declarações de
Trump" conversas com outros líderes, incluindo Vladimir Putin, presidente da Rússia
”, por exemplo.

Há também perguntas sobre por que a Casa Branca passou a "comprimentos


incomuns" para limitar o acesso interno a as transcrições das ligações de Trump com
as da Arábia Saudita príncipe herdeiro, Mohammed bin Salman.

Qualquer que seja o resultado final do investigação, já existe preocupação sobre


como isso afetará as políticas econômicas de Trump, diz James Politi no Financial
Times. Uma visão é que poderia moderar o protecionismo de Trump como um
presidente dos EUA “politicamente vulnerável” poderia ser “Mais desesperado” para
fechar acordos sobre comércio e evitar novos impactos para as economias dos EUA
e do mundo, a fim de preservar seu “firewall político” de Legisladores republicanos e
eleitores conservadores.
No entanto, também há receios de que as pressões impeachment poderia torná-lo
“ainda mais imprevisível do que ele tem sido ”.

Apostar na política

Os apostadores acharam que tiro no escuro, mas agora apostadores balançaram


firmemente por trás da idéia de Donald Trump sendo impeachment de pelo menos
uma casa do congresso.

Com £ 578.000 correspondidos na Betfair, as chances de Trump sendo impugnado


encolheram para 1,53 (65,3%). Casa de apostas Paddy Power está oferecendo
chances semelhantes de 1/2 (66%),

No entanto, os apostadores ainda acho que Trump vai cumprir seu mandato completo
em escritório - você pode obter chances de 4,4 (22,7%) nele saindo antes do final de
o primeiro termo.

Impeachment completo ainda parece improvável porque requer apoio de dois terços
do Senado, o que significa obter Senadores republicanos para apoie isso. Muitos
deles pode ser feliz em particular para ver a parte de trás de Trump, mas poucos
arriscam o ira do republicano eleitores, a menos que haja algum novo chocante
revelação. É mais fácil para os democratas ganharem uma voto na Câmara dos
Deputados Representantes como eles precisa de uma maioria simples.

Claro, apenas porque eles poderiam ganhar isso não significa que eles vão realmente
consegue fazer tão. Alto-falante Nancy Pelosi (foto) é claramente preocupado com o
público potencial folga, especialmente com o presidencial eleição pouco mais de um
ano longe. Ainda assim, no geral, eu levaria da Betfair probabilidades de
impeachment pela Casa (mas não a aposta nele saindo escritório mais cedo). Mesmo
se não há adicional revelações, o Os democratas chegaram longe demais para parar.
De fato, se eles não acabam impeachment de Trump, ele usará isso como evidência
por sua afirmação de que o alegações foram nada mais do que "falso notícias ”o
tempo todo.

Um regime septuagenário flexiona os músculos

Faz 70 anos desde a atual regime assumido na China - comemorou esta semana
com uma enorme desfile militar em Pequim – e está claro que o país está agora
"Muito diferente" do "Naufrágio empobrecido" que surgiu da guerra civil em 1949, diz
Pete Sweeney para Breakingviews. Mas esse sucesso é basicamente o fato de que
ao longo dos anos o regime substituiu comunistas dedicados com "tecnocratas pró-
crescimento" quem construiu infraestrutura, escolas mercados financeiros e
“Aquecido ao comércio exterior e propriedade privada". O afastar-se de comunismo
desde 1979 em favor de um sistema que conceda uma grande papel para o setor
privado convenceu estrangeiros a arar um $ 1.6trn acumulado na República Popular,
“Ajudando a impulsionar empresas na cadeia de valor ”.

Infelizmente, essa economia revolução não foi espelhado na esfera política, diz o
Times. Pró-democracia protestos em Hong Kong “alcançaram novas alturas de
violência ” semana em que um manifestante foi baleado, e a China continua sendo
uma “Autocrático e repressivo país". E o desejo de Pequim para controle se estende
além de sua fronteiras, diz The Wall Street Diário. Está tentando "Dominar" a região
Ásia-Pacífico região “intimidando os mais fracos vizinhos ”, ocupando ilegalmente
ilhas no mar da China Meridional e assediar navios estrangeiros em águas
internacionais. É global Infraestrutura “Belt and Road” iniciativa colocou a China no
controle de portos estrangeiros. Mas o regime não deve subestimar o crescente
"reação global" contra suas políticas agressivas.
A insistência do Partido em "total controle político "ainda pode" ser a semente de sua
ruína ”.

O caminho esburacado para um mercado único

O objetivo de converter as nações européias em uma zona econômica unificada


permanece um ideal para alcançar
para a UE. Concluir a tarefa deve ser um objetivo principal, diz Simon Wilson

O que é o mercado único?

É o mercado interno, ou econômico único zona, abrangendo todos os 28 membros


atuais estados da UE e cobrindo 500 milhões de consumidores. É um mercado
"único" no sentir que procura garantir a livre circulação de bens, serviços, capital e
trabalho (“as quatro liberdades”) em todo através de regulamentos, normas comuns
e leis. Além disso, os quatro membros da Associação Europeia de Comércio Livre
(Noruega, Islândia, Suíça e Liechtenstein) participam no único mercado, em
diferentes graus. A criação de um mercado comum foi um dos forças motivadoras
por trás do estabelecimento da Comunidade Económica Europeia (CEE) pelas seis
nações signatárias para Tratado de Roma em 1957. De fato, o A CEE foi amplamente
conhecida por muitos anos, em inglês, como simplesmente “o Common Mercado".
Mas, como com tanto a ver com projecto europeu, o caminho para uma única
mercado era longo e esburacado. Mesmo agora é um trabalho em andamento ou um
ideal a ser aspirado, ao invés de uma missão cumprida.

Como isso aconteceu?

A livre circulação de mercadorias foi estabelecida como uma aspiração em princípio


sob os costumes união acordada pelos seis membros fundadores.
Inevitavelmente, porém, a nascente CEE esforçou-se para criar um verdadeiro
mercado único - e remover as barreiras intangíveis lançadas por diferentes conjuntos
de regulamentos e padrões - devido ao protecionismo duradouro atitudes e a falta de
uma forte política dimensão ao projeto. No entanto, uma grande marco jurídico no
estabelecimento da mercado único foi o caso Cassis de Dijon 1979. Este delicioso
licor de groselha, muito amado na França, foi banido de venda na Alemanha devido
a um regulamento útil - útil para produtores alemães, isto é - que estipulava todas as
bebidas vendidas como frutas licores na Alemanha deve ter um álcool conteúdo de
pelo menos 25%. O francês cassis era de apenas 15% - 20%, daí a proibição.

O que aconteceu?

Os alemães tentaram justificar isso no razões de saúde pública, argumentando


estranhamente que os consumidores alemães arriscavam bêbado porque eles não
saberiam como potente o licor francês era. Mas o A corte européia descartou a
proibição.
No jargão da UE, esse processo é conhecido como “integração negativa” - isto é,
obter livrar-se de toda e qualquer barreira regulatória à livre circulação, como o fato
protecionismo das regras do licor alemão.

Alguns anos depois, o próximo grande empurrão para a integração veio dos
britânicos. Em meados de Década de 1980, Margaret Thatcher enviou um O caminho
esburacado para um mercado único O objetivo de converter as nações européias em
uma zona econômica unificada permanece um ideal para alcançar para a UE.
Concluir a tarefa deve ser um objetivo principal, diz Simon Wilson ministro do
Comércio, Lord Arthur Cockfield, para Bruxelas, com a missão de revisar o mercado
único. Ele expôs 300 medidas necessário para completar um mercado único, que
constituiu a base do Ato Europeu Único 1986. Esta foi a primeira grande revisão do
Tratado de Roma e estabeleceu um prazo 31 de Dezembro de 1992, para a
conclusão do mercado único que facilitaria o comércio, ajudaria as empresas
alcançam economias de escala, estimulam inovação e aumentar a produtividade.

Isso provou ser um sucesso?

De um modo geral, sim. Colocando um número é difícil ter confiança, já que é


impossível saber como a economia da Europa teria desenvolvido nas últimas
décadas sem o mercado único. Mas a maioria dos estudos sugerem que teve um
impacto positivo sobre resultado. Uma análise de 2016 do Institute for Estudos
Fiscais (IFS) concluídos que “um número na região de um aumento de 5% ao PIB da
UE, relativo para uma situação em que um mercado único não foi perseguido, não
pareceria implausível ”. O IFS observou que o único mercado beneficiou diferentes
países para extensões variadas e estimou que, para o A adesão do Reino Unido ao
mercado único foi provavelmente vale cerca de 4% do PIB.

Mas ainda está incompleto?

“Em partes é incompleto e em outros retrocedendo ativamente ”, avalia O


Economista. Com a Grã-Bretanha saindo do bloco (ou tentando) e guerras comerciais
iminentes, isso é uma grande preocupação; a “saúde do solteiro mercado é vital para
a economia da Europa " e os sinais são de que o progresso está parado.

O principal obstáculo são os serviços, como abolir as barreiras ao comércio de


serviços é muito mais difícil - foi apenas em 2006 que um um esforço sério foi iniciado.
Implementação tem sido irregular e, pela estimativa da UE, ainda existem 5.000
regulamentos nacionais proteger a entrega de diferentes tipos de serviços nos
estados membros. Isso é um grande problema porque serviços - tudo, desde serviços
bancários e computação em nuvem para cuidar de crianças e cabeleireiro - agora
compõem quase três quartos do PIB da UE. Como resultado, o a importância do
mercado único está a diminuir, e sua capacidade de impulsionar a economia da
Europa está diminuindo. Não obstante a grande conversa de um “mercado único
digital”, por exemplo, cerca de 40% dos sites europeus não vendem para clientes em
outros estados membros e 77% das vendas online são domésticas.

O que poderia mudar as coisas?

Nas últimas duas décadas, a Europa consumido demais pelas dores de parto de o
euro - e depois abalado pela zona do euro crise da dívida - concentrar-se no mercado
único.

Os bancos recuaram para seus mercados domésticos e as empresas se


concentraram mais na expansão fora da UE. Em termos de progresso futuro, há uma
suspeita de que a Alemanha – então dominante na fabricação - é o conteúdo com o
status quo. Como a França, favorece uma política industrial mais dirigista para
proteger favorecidos do que um único fortalecido mercado. Mas o mercado único vale
a pena revitalizante e existem três maneiras principais de faça isso, diz The
Economist. Primeiro, verifique se todos os seus estatutos são totalmente
implementados, e intensificar as medidas de execução contra governos que
desrespeitam as regras. Segundo, fazer o euro, que é de certa forma um extensão
do mercado único, mais robusta - por exemplo, criando um fundo central seguro de
depósitos bancários. Terceiro, continue o processo de harmonização, por exemplo,
IVA, leis de falências e mercados de capitais.

A Europa tem poucas “alavancas óbvias para usar impulsionar sua economia. Hora
de puxar esse aqui ”.

Estratégia de investimento

Não seja paciente com essa confiança

A confiança de investimento de Neil Woodford continua a permanecer no limbo. Não


apostar em uma reviravolta em breve

Os problemas de Neil Woodford continuaram semana, com os últimos resultados


sombrios do semestre a confiança de investimento que ele gerencia, Woodford
Patient Capital Trust. Para uma atualização completa, consulte o caixa abaixo, mas
existem três lições principais os investidores devem aprender com esse desastre.

Observe o que os gerentes fazem, não o que eles dizem: no relatório de meio ano,
Woodford diz que ainda acredita no confiança "acabará por recompensar o paciente
investidor ”. No entanto, ele vendeu £ 1 milhão - aproximadamente 60% da sua
exploração – de ações no Patient Capital em julho.

Aparentemente, era para pagar uma nota fiscal, mas dado que Woodford não é curto
de um bob ou dois, parece estranho que ele não conseguiu encontrar outra maneira
de aumentar os fundos. Qualquer um com uma onça de ceticismo tem que questionar
se ele tem algum real fé na confiança. Quanto menos liquidar o ativo, o menos
confiável a avaliação:

Porque investimento relações de confiança estão listadas empresas, a participação


preço não tem direto link para o valor do carteira subjacente (o valor do ativo líquido
ou NAV). Às vezes, a confiança é negociada com desconto para o NAV, permitindo
que você obtenha R $ 1,00 em ativos por, digamos, 90p. Mas você pode confiar no
NAV? Se o possui um portfólio de ações do FTSE 100, o a resposta é "sim" - você
pode obter um avaliação rapidamente atualizada quase instantaneamente. Mas se o
portfólio for constituído por empresas privadas, a avaliação não é apenas estática por
meses a tempo, é também apenas a opinião de um punhado de indivíduos, que
nunca podem corresponder à “sabedoria de multidões ”. O fato de o NAV da Patient
Capital foi revisado abaixo de 97p no início de este ano para 65p hoje - apenas nove
meses depois! - mostra que o amplo desconto não indica uma barganha - indica um
NAV que simplesmente não pode As rotações não começam até o Momento “pia da
cozinha”:

se Paciente Capital é ter alguma esperança de reabilitação, então Woodford precisa


ir, e um novo gerente precisa entrar e sem piedade avaliar o portfólio. Isso seria muito
doloroso, mas daria ao mercado uma senso de confiança em qualquer valor que seja
considerado permanecer na relação de confiança. O fato que Woodford ainda está
no lugar como gerente aponta para dois cenários, nenhum dos quais é tranquilizador
para os investidores.
O quadro ainda pode estar excessivamente influenciado por Woodford - é difícil
demitir um gerente na melhor das hipóteses vezes, e muito menos quando o nome
dele está na confiança.
Mas ainda mais preocupante, o conselho pode ser simplesmente lutando para
encontrar outro gerente para assumir a confiança.
Dada a bagunça que eles herdariam, isso talvez não seja surpresa. Em suma, não
iríamos perto dele e provavelmente não reavaliar essa visão até Woodford se foi
(assumindo isso acontece). Evite se você não é o proprietário - venda se o fizer.

Por que o Patient Capital pode ter dificuldades para ter uma visão de longo
prazo

Em junho, Neil Woodford teve que suspender seu Woodford Equity Fundo de renda.
O aberto fundo realizou muitos ilíquidos ativos que ele não conseguiu vender rápido
o suficiente para financiar uma inundação de pessoas pedindo sua dinheiro de volta.
O fundo permanece fechado para saques.

Tecnicamente, como investimento confiança, Woodford Patient Capital não tem esse
problema - para sair, você acabou de vender o seu ações no mercado de ações.
Mas a liquidez ainda está provando uma dor de cabeça de outras maneiras.
Em primeiro lugar, o fato de que o fundo de renda e a parte fiduciária muitas
participações sobrepostas - aqueles que o fundo de renda é sob pressão para vender
– significa a avaliação de cada um desses empresas (a maioria das quais são difícil
de avaliar no melhor de vezes) está sob pressão real.

Este foi um dos drivers do enorme escrever no trust valor patrimonial líquido (NAV)
desde o início do ano (veja acima).

Outro problema é que o a confiança empregou "engrenagem" - ou seja, investiu


usando dinheiro emprestado. Este empréstimo é limitado a 20% do NAV. O problema
é que significa que, se o NAV cair, o a engrenagem deve ser cortada. Que em por
sua vez, pressiona a confiança para vender ativos - exatamente o cenário em que
um investimento a confiança é projetada para evitar.

Tanto para capital de longo prazo.


A confiança está tentando enfrentar isso de duas maneiras. Em primeiro lugar, é
propenso a mudar sua política de investimento para permitir empresas não cotadas
para exceder 80% do portfólio (Alan Brierley de A Investec diz ao Times que, salvar
para a listagem de um grande segurando o obscuro Nex troca, ilíquido da confiança
explorações já atingem 90%).
Isso significa que quanto mais ações líquidas podem ser vendidas para pagar
empréstimos.

Em segundo lugar, a confiança precisa renovar sua linha de financiamento até 16 de


janeiro do próximo ano.

Como Matthew Vincent aponta no Financial Times Coluna Lombard, este curto prazo
prazo, em vez de investimento de longo prazo, agora é a principal prioridade do
conselho.
Relógio Guru

Gervais Williams, gerente de fundos, Miton

Fundo Miton Gerente Gervais Williams é preocupado com recessão. O recente


inversão da curva de juros nos EUA (onde a longo prazo taxas de juros são inferiores
a de curto prazo) tem historicamente previu uma desaceleração e o problema é que
os bancos centrais hoje não tem muito espaçopara cortar as taxas de juros. Como
Williams diz a Jennifer Hill de Trust de Investimento da Citywire Insider: “Temos
recessões de tempos em tempos, mas como desta vez sairemos disso?

Como resultado, ele foi retirar a “proteção de baixo” na forma de opções, que serão
pagas se os slides do FTSE 100. "Eles custam dinheiro, mas se as coisas ficarem
realmente desagradável é bom ter um ativo que sobe ".
Williams é, no entanto, mais relaxado sobre o Brexit. "Um Brexit caótico não é muito
provável. Pode haver curto prazo filas nas auto-estradas ou dificuldade em obter
alimentos além da fronteira ... mas vimos esse tipo de coisa antes. ”De fato, com seu
foco em pequenas e micro-cap ações, ele vê como uma oportunidade potencial.

Por um lado, as ações do Reino Unido são muito mais baratos que os EUA
homólogos. Como um resultado, "Há uma surpreendente potencial atraente para o
Mercado do Reino Unido para desfrutar de um período desempenho superior a outros
mercados ”. Ele também espera ver bastante aquisições após o Brexit foi resolvido,
particularmente entre pequenas empresas com ganhos no exterior, como cautela
sobre o Reino Unido economia deixou pequena ações olhando particularmente
barato. "Eu nunca lembre-se de ver um disparidade entre os majors e micro caps. "

O experimento monetário radical da Europa

Enquanto a economia afunda, o banco central da zona do euro está pensando


grande. Isso é preocupante

Há sinais de que a pressão está aumentando para um experimento monetário radical


no zona do euro. Nos últimos quatro anos, o banco central imprimiu mais de € 2 trn
euros, inundou o sistema bancário com dinheiro, comprou títulos do governo e
reduziu as taxas de juros abaixo de zero em um esforço para impulsionar sua
economia decadente.

Em 2017 e 2018, todo esse dinheiro impresso brevemente deu vida à economia
européia.

Mas agora está sinalizando novamente. Alemanha é perto de uma recessão total, o
crescimento é morno na França, e a Itália não está mais perto de recuperação
sustentada do que tem sido desde ingressou no euro há 20 anos. Isto é o problema
enfrentado por Christine Lagarde quando ela assume o próximo mês como
presidente da Banco Central Europeu (BCE). Parece certo de que ela terá que fazer
mais. Mas o que?

O MMT se tornará popular?

O BCE não pode mais cortar as taxas de juros e já comprou quase tudo os laços que
é permitido. Se quer ir mais longe, então ele precisa chegar com algo diferente. O
presidente cessante Mario Draghi, na semana passada, falou aprovando a "moderna
teoria monetária", a teoria econômica de que o governo pode assumir dívidas quase
ilimitadas financiadas pelo banco central, desde que a inflação não esteja um
problema, use esse dinheiro para financiar seus gastos. Houve uma abundância de
outras dicas o banco está olhando de alguma forma de "QE das pessoas" - colocar
dinheiro impresso diretamente nos bolsos das pessoas. Resta ser visto se isso
realmente acontece ou não. Mas não há dúvida de que está em discussão.

Há um problema, no entanto - e não apenas o óbvio que pode não funcionar. Isso
criará divisões políticas ainda piores dentro a zona euro do que já existe. Por quê?

Porque é a Alemanha que se beneficiará.

De todos os países dentro da zona, o aquele que mais precisa de um impulso fiscal
certo agora é a alemanha É a grande economia em mais problemas - seu modelo
orientado para a exportação está ficando sem vapor, e sua enorme indústria
automobilística depende excessivamente de grandes, altamente poluentes a diesel
exatamente no momento em que o mundo se voltou contra eles. Ele precisa
encontrar uma maneira de iniciar o kickstart demanda doméstica e a mais óbvia
maneira de fazer isso é com o governo mais alto gastos. A chanceler Angela Merkel
tem já anunciou planos para gastar € 50 bilhões em iniciativas ambientais e é
provável que mais gastos com infraestrutura sejam desencadeado em breve. Existe
até um debate em andamento sobre o relaxamento da constituição requisito para
equilibrar o orçamento.

De fato, a Alemanha poderia facilmente pagar a todos disso com mais empréstimos.
Sua dívida O rácio do PIB é de apenas 60% e os seus títulos estão em rendimentos
negativos. Empréstimos dificilmente poderiam mais barato. E, no entanto, parece que
o BCE simplesmente virá e imprimirá o dinheiro para isso. O que isso significa é que
toda a zona irá efetivamente financiar uma explosão gastos em infraestrutura na
Alemanha.

O vencedor fica com tudo

Desde o lançamento do euro dois décadas atrás, ficou claro que houve um grande
vencedor do projeto: a Alemanha.

Desde o início, ele travou uma baixa troca taxa que impulsionou massivamente suas
exportações. Sempre desde que o euro foi lançado, a Alemanha consistentemente
mais rápido que a França (o dois países costumavam ser mais ou menos iguais) e
muito, muito mais rápido do que qualquer um dos seus Rivais europeus. Com efeito,
o euro tem demanda sugada e empregos do resto do zona e transferiu-os para a
Alemanha.

Agora parece que será o principal beneficiário da próxima rodada de impressos


dinheiro também. A demanda será impulsionada em naquele país, com dinheiro que
nunca tem que pagar de volta. Seus salários continuarão crescer, renovará suas
estradas, ferrovias, aeroportos e sistemas de energia, e fará à custa de seus vizinhos.
Isso é ótimo para a Alemanha. Mas dificilmente é justo outros países - especialmente
aqueles que não receberam forma de incentivo fiscal quando estavam em apuros.
Os outros países já começaram a perceber que estão preso em um sistema
monetário que só funciona para a Alemanha. Dinheiro helicóptero será apenas
confirme tudo de novo - e crie um reação inevitável.
Dividendos confiáveis do Canadá

O vizinho do norte da América é frequentemente considerado insípido, mas parece


interessante para quem busca renda

Eu sempre gostei investigando aventureiros idéias de investimento. Então, quando


eu dizem que orientada para a renda investidores que procuram construir um carteira
diversificada de fundos deve estar pesquisando em todo o mundo para novas idéias
e fontes de dividendos, tenho certeza você espera que eu destaque locais adequados
exótico. Não no Canadá.

Como no Canadá chato. Frio Canadá. A colônia que ficou afastado com todo esse
mineral riqueza e terras avulsas. Minhas pai passou muitos prósperos anos na
década de 1950, mas nunca mostrou nenhum grande desejo voltar - “frio sangrento”
foi o único comentário que me lembro ele fazendo.

Teeming Toronto

Mas na minha última visita a centro de Toronto acho que eu pode dizer com
segurança que ele não remotamente o reconheceram.
Toronto está agora na corrida ultrapassar Londres como cidade de o mundo: uma
metrópole cheia cheio de pessoas de todos os cantos do globo. Teeming Toronto
aparte, o Canadá merece mais reconhecimento por investidores e não apenas pelos
motivos usuais, como seu setor bancário seguro ou seu mercado imobiliário
galopante.
O Canadá possui uma robustez e confiabilidade que eu acho que é extremamente
atraente, embora caçadores de emoção também vai encontrar muito para admirar:
estoque local trocas oferecem uma variedade de small caps com investimento
atrevido temas (principalmente na energia e cannabis).
Uma confiança canadense esquecida

Isso me leva a uma lista listada em Londres fundo que eu acho bem resume o apelo
principal do Canadá - é chato ainda confiável. O Middlefield Canadian Income Trust
(LSE: MCT) esteve no London Bolsa de Valores por mais de uma década, mas seu
mercado cap ainda é apenas uma fração mais de £ 100 milhões.

Claramente seus gerentes tiveram dificuldade em conseguir Investidores britânicos


entusiasmados com a sua mandato. A confiança é cautelosa foco em pagamentos
de dividendos e franquias de negócios de qualidade pode apelar para alguns, mas
para a maioria dos investidores do Canadá irmão maior para o sul tende a pegar
todos os holofotes.
Os EUA tipificam a atração estoques de crescimento, enquanto As ações
canadenses parecem um um pouco paroquial.

Mas acho que Middlefield merece uma segunda audiência para tipos aventureiros
que desejam construir um portfólio diversificado ações produtoras de renda através
de fundos. Em termos de valor patrimonial líquido (NAV) que possui bastante
consistente derrotou sua referência, o S & P / TSX Dividendo alto composto índice,
embora no preço das ações termos que tem atrasado recentemente.

Os fundos desconto para NAV é agora um bastante toppy 15%, o que me parece um
pouco duro dado seu desempenho. Então novamente, O portfólio do Middlefield não
é empilhados alto com os EUA de ponta estoques de tecnologia.

Par sob o capô

No entanto, uma contrária investidor bisbilhotando o portfólio do trust pode encontrar


algum motivo de preocupação.

O primeiro ponto é que o fundo é na verdade 25% investido em Ações norte-


americanas, mas nenhuma velha ações - grandes, conhecidas, ações de
abrangência mundial, como JP Morgan Chase, que é o seu maior participação. Então
ai é a gigante das telecomunicações AT&T, a muito definição de chato.

Em seguida, o fundo também tem um investimento bastante robusto em fundos e


ativos imobiliários.
Isso acende todos aqueles velhos se preocupa com muito caro Preços dos imóveis
no Canadá.

Além disso, existe um grande alocação para empresas de oleodutos como a Pembina
e Gibson. Para aqueles de nós preocupados com o longa marcha em direção a
descarbonização, que eleva todos tipos de bandeiras vermelhas.

Então você pode ver porque tem houve algumas preocupações e por que
comercialização deste pequeno fundo tem foi um pouco difícil.

Uma perspectiva diferente

Mas cada uma dessas preocupações também pode ser visto como um potencial
força. Os ativos dos EUA está comprando são de alta qualidade grandes tampas
sensivelmente valorizado. Aqueles imóveis canadenses ativos também são
provavelmente uma aposta segura e defensiva, especialmente em um país
experimentando enorme ondas de imigração que são elevando os preços dos
imóveis.

O Canadá tem muita terra, mas ninguém parece querer construir nos 99,99% fora os
limites da cidade de Toronto, Montreal e Vancouver.

Enquanto isso, as empresas de oleodutos são os mais focados em dinheiro, parte


não volátil do complexo hidrocarboneto e pode ter algum longo prazo valor, mesmo
se extensivamente descarbonizar (embora eu tenha minhas dúvidas sobre esta
pontuação em prazo de 20 a 30 anos).

Um rendimento suculento

Ações orientadas para o rendimento investidores precisam de algum diversificação


de dividendos pagamentos e acho que o Canadá se encaixa a conta perfeitamente.
Comprando Middlefield você recebe ativamente portfólio gerenciado de empresas
chatas e ricas em dinheiro produzindo dividend yield cerca de 5%, enquanto o fundo
também está negociando bem abaixoseu NAV.
Mesmo se estamos no final fase do ciclo da equidade,A coleção de Middlefield de
ativos defensivos devem fornecer alguma proteção negativa juntamente com esse
dividendo. E lembre-se que o Canadá é amplamente considerado um porto seguro
um mundo volátil. Governos do centro esquerdo e direito são sensatos e tendem para
cuidar de seus próprios negócios.

Eles respeitam o estado de direito e abster-se de ceder tempestades monomaníacas


no twitter.

O Canadá será um porto no tempestade que vem.

Os ciclos no mercado de metais: quando o zinco e o cobre brilharão?

Os preços de duas das mercadorias industriais mais importantes do mundo caíram


nos últimos anos.

Dominic Frisby avalia as perspectivas e explica como lucrar com a próxima


recuperação

O objeto artificial mais antigo do mundo é feito de cobre. Um pequeno furador


encontrado em uma cova no que é agora Israel, remonta cerca de 7.000 anos. O
cobre tornar-se um componente-chave da idade do bronze. Preço os registros não
vão tão longe, mas nos tempos modernos tendia a se mover em ciclos muito longos:
30 anos de festa seguida de 30 anos de fome.
Entre 1885 e 1945, o preço foi bastante consistente em torno da marca de 15
centavos por libra (lb).
Haveria um período ímpar em que ele deslizaria abaixo desse - notavelmente em
1929 (quando ficou abaixo de cinco centavos / lb) - e o período ímpar em que subiu
para 20 centavos e acima - principalmente durante a Primeira Guerra Mundial,
quando chegou a 30 centavos. Caso contrário, 14-15 centavos era a norma. Depois
de Segunda Guerra Mundial começou um mercado em alta que durou alguns 30 anos
ou mais.
Em 1974, o cobre atingiu uma alta em torno de US $ 1,50. Teve aumentou 1.000%.
Mas levaria mais 30 anos antes essa alta foi superada. Somente em 2005 o cobre
ficou até a marca de US $ 1,50 / lb. Uma vez que chegou a US $ 1,50 em 2005, o
cobre decolou como um foguete. Este foi o mercado de alta de commodities dos anos
2000.
O mercado altista de commodities dos anos 2000 As demandas da nova classe
média asiática, especialmente Da China, eram inesgotáveis. As economias foram em
expansão: onde quer que haja construção, especialmente infraestrutura, há demanda
de cobre. Depois de décadas subinvestimento em exploração e desenvolvimento, o
novo suprimento de cobre não poderia atender a essa demanda.
Novas descobertas foram poucas e distantes. Melhor ainda assim, o dólar estava
preso em um mercado de baixa plurianual.
As condições para o cobre não poderiam ter sido melhores. A primeira alta chegou a
pouco mais de US $ 4 / lb em 2006.

Cinco anos de incrível volatilidade se seguiram. Em 2008 o cobre perdeu 75% de seu
valor, antes que acabasse subiu rapidamente para o seu nível mais alto de todos os
tempos, no início de 2011, de $ 4,65 / lb. De 61 centavos a US $ 4,65 / lb: não
exatamente 1.000% ganho, como no mercado altista anterior, mas não muito
distante.
Desde então, além de um comício de alívio de dois anos (solicitado por Donald Trump
prometendo um enorme aumento na gastos em infraestrutura), o preço caiu
lentamente.
No século 21, o ciclo tem sido bem menos bíblico. Dez anos de mercado em alta e
aqui estamos nós agora no oitavo ano do urso. Estamos mais perto do inferior ao
topo? O preço atual é de US $ 2,60 / lb. Então, estamos em algum lugar no meio de
um intervalo que trechos de, digamos, US $ 1,50 / lb no lado negativo e US $ 4,60 no
topo. Na página 26, você encontrará um gráfico de cobre nos últimos 15 anos. Eu
desenhei uma linha de tendência acima da faixa superior. É bem claro o que o atual
direção da viagem é.

O que sobe...

Esses longos ciclos de preços não são comuns apenas ao cobre.


Eles também são típicos dos metais em geral, sejam eles precioso ou baixo. Há uma
razão para eles: a natureza de mineração. Demora muito tempo e muito dinheiro para
construir uma mina produtora. Começa com a exploração.

Primeiro, alguns garimpeiros precisam encontrar um depósito.

Isso por si só pode levar anos. Depois que uma descoberta feito, o depósito precisa
ser avaliado com cuidado para avaliar quanto dele pode ser recuperado: qual o
tamanho as "reservas provadas" são. Isso novamente requer muitos milhões de
dólares em perfuração. Recursos comprovados estabelecidos, o capital pode ser
aumentado para cobrir o custo das licenças e construir a mina.

Mais alguns anos são gastos nisso.

É normal a jornada da descoberta ao produção durar uma década e, muitas vezes,


dependendo da o tamanho do projeto, centenas de milhões de dólares.
Mas isso pode levar mais tempo. No contexto econômico mais amplo contexto, isso
leva ao boom e à quebra na mineração.

Há uma escassez de um metal. Seu preço, portanto, vai acima. Os investidores veem
o preço subindo e pensam eles podem ganhar dinheiro neste metal. Milhões são
explorado para explorar ou desenvolver projetos antigos que, a preços mais baixos,
não eram econômicos. Mas é preciso muitos anos antes desse metal chegar ao
mercado. Então o O preço do metal continua subindo.

... deve descer


Isso pode levar a um frenesi. Mais e mais dinheiro é jogado na mineração desse
metal, mas ainda a oferta não está aumentando para atender à demanda. Em muitos
casos as pessoas estão estocando o metal na expectativa de preços mais altos. As
decisões de investimento ficam cada vez menos informado e dinheiro é levantado
para projetos suspeitos que provavelmente nunca sairá da prancheta. Finalmente,
essas primeiras minas começam a entrar em produção e Existem outras maneiras
de aumentar a produção (como reciclagem e aumento da mineração em
propriedades existentes, processamento de minério de baixo teor e assim por diante).
O aumento a oferta chega ao mercado e o preço começa a cair.
Todas aquelas minas em desenvolvimento não são mais econômico a esses preços
mais baixos. Os investidores não veem mais um retorno potencial e o capital secam.
Projetos encerrados baixa. As pessoas perdem o emprego. E assim busto chega a
mineração. Tantos perdem as camisas que são muitos anos antes dos investidores
tocarem novamente na mineração.

O aumento da produção resultante do período anterior O boom mantém o mercado


em equilíbrio por um tempo, mas às vezes, muitos anos depois, a produção começa
a cair, assim como a demanda começa a subir novamente.

"De onde virá o dinheiro para atender esta demanda crescente? ”muitos começam a
perguntar. "Espere, há uma escassez estrutural de metal aqui. " A pergunta que você
deve se fazer é: até que ponto ciclo de urso somos?
Oferta e demanda no mercado de cobre Os metais mais consumidos no mundo, de
acordo com Geological Survey dos EUA, são de alumínio e ferro. Então vem o cobre.
É barato, versátil e condutor; fiação elétrica, cabos de telecomunicações e os
eletrônicos representam 75% de seu consumo.
O cobre também encontra uso em propósitos tão diversos quanto controle de
natalidade e matar bactérias e leveduras (graças às suas propriedades microbianas).
Nós até precisamos comer pequenos doses de cobre, embora isso não afete a
demanda.

Obtemos o que precisamos de nossos vegetais. A aumento da demanda de cobre


geralmente sugere que as pessoas estão investir, principalmente na construção, por
isso é indicativo de atividade econômica. Assim, temos o apelido de Dr. Copper, o
metal com doutorado em economia. É um barômetro da economia. Sem querer ser
muito muito grinch, esse apelido remonta a um tempo quando não tínhamos as
informações prontamente disponíveis o que fazemos agora; hoje provavelmente
existem melhores medidas. Mas a noção ainda faz sentido.

O maior consumidor de cobre do mundo é, por alguns margem, China. É responsável


por quase 50% da população mundial.

exigem. O resto da Ásia ocupa 21%; Europa 18%; e as Américas 12%. África e
Oceania entre eles representam apenas 1% da demanda global.

Já houve uma estatística mais reveladora sobre o estado relativo de expansão


econômica em torno do mundo? O maior produtor do mundo, também por alguns
margem, é o Chile. Globalmente, cerca de 21 milhões de toneladas foram produzidos
no ano passado, dos quais 28% foram extraídos em Chile. O próximo maior produtor
é o Peru, com 11%; então China (7%); então os EUA e a República Democrática do
Congo, ambos com cerca de 5,7% cada.

Dados preliminares de 2019 da International O Grupo de Estudo de Cobre (ICSG)


mostra um mercado que é praticamente em equilíbrio. Houve uma pequena queda
no mundo produção de minas (1%) e um declínio ligeiramente menor no uso mundial.
Produção mundial total (de ambos mineração e produção secundária, como
reciclagem) cerca de 11.740.000 toneladas, enquanto o uso é de 11.960.000. Há um
pequeno déficit, mas não o suficiente para desencadear um mercado em alta
plurianual.
O ciclo do zinco
Vamos voltar a atenção para o quarto mais consumido metal no mundo, depois de
ferro, alumínio e cobre. Os principais usos do zinco também estão no indústria da
construção: as estruturas dos edifícios, pontes, telhados, escadas, vigas e
tubulações contêm zinco. Um revestimento de zinco sobre ferro ou aço protege a
metal abaixo de ferrugem.

É também utilizado em ligas (latão e bronze), em compostos com uma gama de


aplicações, particularmente em pilhas - dos AAs e AAAs comuns ao zinco-prata
baterias aeroespaciais - e, cada vez mais, em fertilizante. O mercado de zinco vale
cerca de US $ 35 bilhões um ano. Para colocar isso em perspectiva, isso é cerca de
um quinto do tamanho do mercado de cobre, mas cerca de duas vezes o tamanho
dos mercados de chumbo e prata. O preço é atualmente em US $ 2.377 a tonelada,
ou US $ 1,07 / lb, menos que metade do preço do cobre em outras palavras. Pouco
mais de US $ 2 / lb (US $ 4.500 / tn) foi a maior alta de todos os tempos em 2007.

O desconcertante sobre o zinco é o extraordinário baixos estoques na London Metals


Exchange. No final Em 2015, esses números ultrapassaram 1,2 milhão de toneladas.
Eles têm esteve em declínio desde então e agora sente-se no acidente de 2008
baixos de apenas 60.000 toneladas. Isso deve significar uma oferta escassez e
aumento de preço correspondente, mas nunca parece se materializar.

Como o cobre, o mercado de zinco é um pouco, mas não déficit significativo.


Produção total no primeiro semestre de 2019, de acordo com o International Lead
and O Grupo de Estudo de Zinco (IZLSG) foi de 6.513.000 toneladas.

O uso total foi de 6.647.000 toneladas. Então existe um Déficit de 134.000 toneladas.
A China é a maior do mundo produtor. É responsável por pouco mais de 35% da
oferta global, com o Peru em segundo. Houve redução da oferta este ano não apenas
de China, mas também do Peru, Finlândia, Índia, Irlanda, México, Turquia e EUA,
mas isso tem sido compensado por aumentos na produção da Austrália, Namíbia,
África do Sul e Suécia, para que produção global de zinco deve aumentar em cerca
de 2% este ano.

A China também é o maior consumidor de zinco do mundo, surpresa surpresa. É um


importador líquido, apesar de estar o maior produtor do mundo. De acordo com o
ILZSG, o uso de zinco na China permanece constante. A demanda tem, no entanto,
caiu na Europa, Turquia e Japão, enquanto crescente na Coréia do Sul, África do Sul
e no EUA, com o resultado líquido sendo um aumento modesto em uso.
Em suma, vemos um mercado que não parece preparado para uma corrida de touro
ou urso, apenas o rotações anuais típicas que você tende a ver - ou seja, além da
situação incomum com os inventários da LME.

O preço reflete isso também. Após uma pechincha em nos anos 2000, caiu em 2008.
Depois, houve um recuperação anêmica que iniciou um período de seis anos de ir
praticamente a lugar nenhum. Como cobre, tinha uma espécie de comício em 2016-
2017, antes de escorregar de volta a uma tendência de baixa.

Os catalisadores para o próximo mercado em alta

Sendo um escritor financeiro, você acha que ter forte opiniões, sejam de alta ou de
baixa, contribuem muito melhor cópia. Mas às vezes você tem que aceitar isso nem
sempre há um forte caso de alta ou alta.
Minha opinião forte hoje é amplamente neutra!
Cobre e zinco estão em tendência de baixa, mas eu não pense que ambos estão
necessariamente definidos para um desastre total.
O cenário de baixa é que temos um rugido mercado em alta no dólar americano ou
que guerra comercial entre China e EUA, que eu duvido que realmente querem,
aumenta para algo mais significativo.
Existem alguns cenários de alta a serem considerados também.

A adoção generalizada de veículos elétricos, por exemplo, exigirá um enorme gasto


em infraestrutura elétrica.

A vontade política, na maior parte, está lá. Naquela significa muito consumo de cobre.
Um elétrico veículo usa cerca de três vezes mais cobre que um convencional.

Enquanto isso, fique de olho na política monetária.

teoria monetária moderna e quantitativa das pessoas easing (QE) estão ganhando
muita tração. O último implicaria a criação de moeda pelo banco central não para
comprar ativos financeiros, mas para melhorar a infraestrutura. Sabemos o primeiro
estabelecimento instinto diante da contração econômica é expansão monetária. QE
para socorrer bancos não ser politicamente aceitável. Mas gastar em infra-estrutura
não seria uma venda tão difícil. De fato, Eu posso ver políticos desesperados para
comprar popularidade abraçando-o positivamente. Isso deve ser otimista para o zinco
e cobre. Especialmente em alguns anos estrada que virá em um momento em que
tão pouco tenha sido gasto em exploração e desenvolvimento que não haverá ser o
suprimento de metal para satisfazer a demanda. E assim o o ciclo de mineração
mudará mais uma vez.

As melhores jogadas em cobre e zinco

Um portfólio bem equilibrado deve sempre conter alguns exposição a metais


industriais.

Minha jogada favorita em ambos metais e energia em geral é BHP Billiton (LSE:
BHP). Está como uma energia tudo em um e fundo negociado em bolsa de metal
(ETF). Este valor de mercado de £ 95 bilhões empresa paga um rendimento,
atualmente na faixa de 5% a 6%.
Você pode tocar metais diretamente via ETFs que rastreiam o preço: ETFS Copper
(LSE: COPA) ou zinco ETFS (LSE: ZINCO). O mundo maior produtora de cobre
empresas são Codelco, de propriedade do chileno governo, seguido por Freeport
McMoran (NYSE: FCX) e Glencore (LSE: GLEN). Outro notável produtores são
Antofagasta (LSE: ANTO) e Rio Tinto (LSE: RIO). Ambos fazem o topo dez. O maior
zinco do mundo produtores incluem Glencore, BHP Billiton, Anglo-Americana (LSE:
AAL) e KAZ Minerals (LSE: KAZ).

Se você quiser um pouco picante, situações de menor capitalização que eu estou


otimista sobre mesmo em o evento de apartamento ou até mais baixo preços do
metal, considere o Segue. Todos estão listados em Canadá. Vamos começar com o
peças de cobre.

Primeiro, há uma empresa Eu mencionei sobre estes páginas anteriores, Regulus


Recursos (Toronto Venture Troca: REG). Regulus tem um valor de mercado em torno
de C $ 130 milhões e está desenvolvendo um projeto em norte do Peru conhecido
como Antakori. Seu preço, como o de cobre, não foi a lugar nenhum por mais de dois
anos agora. Isto é atualmente executando um enorme programa de perfuração, que
está entregando fantástico resultados. Vai ter que arrecadar mais dinheiro,
provavelmente no final deste ano ou no início do próximo, e que pode fornecer o
oportunidade de compra. Mas eu não posso ajudar a pensar nesta empresa deve ser
um estoque de C $ 5 sobre o que está encontrando. eu sou esperando pacientemente
pelo mercado para ver o que faço.

Segundo, possuo Amerigo Recursos (Toronto: ARG).

Este é um produtor no Chile que opera processando fresco e rejeitos históricos


(material sobraram depois que o metal foi extraído do minério) de Mina El Teniente
de Codelco. Está a produção está aumentando enquanto seus custos estão caindo,
e meu a esperança é que os mercados dê a este valor de mercado de C $ 122
milhões empresa uma rerating quando fica mais alguns bons bairros debaixo do cinto.

Então há dois zinco exploração e desenvolvimento tocam. Um é o zinco Solitario


(NYSE: XPL; Toronto: SLR). Isto tem bons projetos de alta qualidade no Peru e no
Alasca, ambos em parceria com grandes empresas e uma 10% de participação no
zinc explorer, Vingança, operando em Austrália. A posição de caixa é de cerca de
US $ 9,5 milhões e foi bem preservado. Tem um pequeno montante da receita de
alguns acordos de royalties. Em US $ 0,29, ele tem um capitalização de mercado de
US $ 16 milhões, mente, é uma extraordinária proposição de valor no momento. Você
está recebendo ativos por cerca de US $ 6 milhões.

Mas cuidado: Solitario tem foi uma armadilha de valor comprovada.


Uma falta crônica de fluxo de notícias e mercados de zinco podre fizeram pelo
Solitario, mas tem potencial para ser muito mais alto.
Meu outro junior de zinco é Recursos Tinka (Toronto: TK), que parece ter fez uma
grande descoberta no Peru. Custa 0,16 dólares.

Este foi um último estoque de C $ 0,80 ano e poderia ser facilmente tão novamente
se o zinco se levantar o chão e o bom os resultados da broca continuam chegando.

Eu possuo ações em todas as acima dos juniores.

Como investir na atração de artigos de luxo

Um investidor profissional nos diz onde ele colocou seu dinheiro. Esta semana: Sam
Morse, da Fidelity European Values Fund PLC seleciona três favoritos
Enquanto a equidade da Europa continental mercados tiveram bom desempenho no
primeiro semestre de 2019, a volatilidade durante o verão mostrou que alguns dos
problemas anteriormente mercados preocupantes foram resolvidos.

Ameaças comerciais surgem e políticas incerteza permanece alta com o Brexit


negociações em um impasse. Os investidores têm congratulou-se com a mudança
dos bancos centrais flexibilização monetária, mas existe o risco de poderia falhar em
impulsionar a economia global e crescimento dos ganhos corporativos.
Contra esse cenário incerto, Fidelity European Values PLC permanece focado em
investir em valores atrativos empresas capazes de sustentar consistentes
crescimento de dividendos e um bom desempenho independentemente do cenário
econômico.

A longo prazo, esses tipos de empresas tendem superar o desempenho mercado


mais amplo.

Meu portfolio contém três bens de luxo globais empresas com qualidades defensivas
graças para suas franquias de alta qualidade e crescente vendas em mercados
emergentes.

L'Oréal: porque vale a pena

L'Oréal (Paris: OR) é o maior cosmético empresa no mundo com um mercado de


13% compartilhar. Paga um dividendo de 2% e é crescendo a uma taxa de quase
dois dígitos. O retorno total das ações nos próximos anos deve exceder o mercado.
Seu crescimento foi impulsionado pelo envelhecimento de populações em mercados
desenvolvidos e através de uma classe média em expansão em mercados
emergentes. A L'Oréal é frequentemente considerado caro em cerca de 25 vezes
ganhos do próximo ano. Mas o mercado de beleza é muito resistente, então essa
empresa poder continuar a aumentar seus ganhos se há uma crise econômica.

Um portfólio incomparável de marcas

LVMH (Paris: MC) é o número um do mundo empresa de artigos de luxo. A empresa


possui um portfólio incomparável de marcas moda e artigos de couro (como como
Louis Vuitton e Christian Dior), vinhos e bebidas espirituosas (Hennessy, Moet &
Chandon), perfumes e cosméticos (Givenchy) e relógios e jóias (TAG Heuer, Bulgari).
Ele sempre forneceu uma boa retorno do fluxo de caixa do investimento associado
com forte crescimento e continua bem colocado para se beneficiar do crescimento
contínuo em bens de luxo impulsionados pela classe média em mercados
emergentes, principalmente na China.
O valor da sua marca, escala e diversificação torná-lo relativamente defensivo dentro
de seus pares grupo se a demanda diminuir.

Um nome com cachet raro Hermes (Paris: RMS) cria alguns dos mais procurado
bolsas, lenços e gravatas no mundo. Em alguns casos, os clientes podem ter que
esperar vários anos antes que eles possam realmente adquirir um item. Isso ocorre
porque Hermes restringe a quantidade de bens que produz para que pode garantir
que ele mantenha o mais alto possível qualidade em todos os aspectos de seu
trabalho.
Esse valor de escassez cria fortes poder de precificação e também fornece um buffer
em períodos de demanda mais fraca, quando Hermes pode simplesmente trabalhar
lista de espera. Como resultado, Hermes tem entregou um extremamente consistente
e desempenho financeiro defensivo e isso se reflete em seu forte desempenho
através da crise financeira em 2008/2009.

Hermes negocia em múltiplos altos, mas isso reflete o desempenho excepcional


desde sua flutuação em 1993 e a extrema encorajando as perspectivas de
crescimento a partir daqui.

Se você tivesse investido em ...

O Firstgroup (LSE: FGP) opera ônibus e serviços ferroviários no Reino Unido e nos
EUA. Nos E.U.A possui o interurbano do galgo serviços, opera contratos de ônibus
públicos e possui uma frota de mais de 47.000 amarelos ônibus escolares, é o mais
rentável divisão. É também o maior ônibus da Grã-Bretanha operador e administra
três franquias ferroviárias.

Tem lutado com o seu maior acionista sobre o futuro do grupo.

Como resultado, o Firstgroup deve reestruturar e se concentrar em seus negócios de


ônibus nos EUA, vendendo a operação de ônibus do Reino Unido e Treinadores de
galgos. Acionistas parecem aprovar os planos.
Fique feliz que você não comprou ...

Nos últimos anos, a Imperial Brands (LSE: BMI), anteriormente Imperial Tobacco,
diversificado de cigarros em cigarros eletrônicos e produtos “vaping”. Isto também
investiu na maconha legal mercado. No entanto, a “próxima geração mercado ”atingiu
um obstáculo após uma repressão aos cigarros eletrônicos aromatizados os EUA.
Além disso, relatos de aparentes doenças pulmonares relacionadas ao vaping
demanda amassada. Um consequente lucro aviso no mês passado viu as ações
mergulhar em 10%. Condições comerciais mais difíceis em mercados como a África
e a Ásia têm também deprimiu o estoque.

Os riscos de corrupção

Quando se trata de política moderna, você faria bem em encher seu tanque de
cinismo

A grande questão que questiona as mentes quer responder é ... quem é mais
corrupto? Os Bidens ou os Presidente? Donald Trump quer o ex-vice-presidente Joe
Biden e seu filho Hunter investigaram por corrupção na Ucrânia. Para obter o que ele
quer, Trump de forma corrupta procurou abusar do poder de sua escritório para forçar
o problema. Isto é o que está em jogo no impeachment procedimentos. Quem é mais
corrupto?
Certamente "todos os itens acima".

Os Bidens parecem ter tomado vantagem de uma oportunidade para ganho


financeiro gerado por um império degenerado e de espectro total.

(O vice-presidente apoiou-se O presidente da Ucrânia demitir o promotor em um


anticorrupção dirigir. Isso foi amplamente apoiado em os EUA e a Europa, mas Biden

não mencionou que seria também uísque corrupção investigações envolvendo seu
filho, um advogado que foi empregado por um gás ucraniano empresa sob
investigação.)
manobras podem custar aos contribuintes trilhão de dólares por ano, mas pelo menos
alguns Os americanos lucram com isso.

Trump viu sua oportunidade de outro ângulo. Se ele pudesse um país estrangeiro
para bisbilhotar Bidens, isso pode aumentar suas próprias chances de segurar o
poder. (Joe Biden é um candidato a presidente na Eleições de 2020.) Aqui na parte
de trás página, não condenamos nenhum homem.

Presidentes, como encanadores, raramente são imaculado. E se estivéssemos na


sua posições, podemos fazer o mesmo.

Então, nos afastamos indignação e veja como suas posições vieram a ser. Homem
é facilmente corrompido; isso não vai venha como novidade para ninguém. Ele está
sempre pronto por um pouco esquisito, se ele pensa ele pode se safar disso. Mas
em um período mais honesto, um ucraniano empresa de gás teria pouca necessidade
para um advogado americano que sabe pouco sobre gás natural e não pode fala a
língua nacional.
Mas vem um grande, grande império com um estado profundo, profundo ... e o as
portas estão destrancadas e o licor trouxe para fora. E nada fornece alvos mais ricos
de oportunidades, com tão pouco risco pessoal, como excessivamente estendido e
imprudente no exterior intromissão. Contratos são permitidos.

Especialistas são contratados. Think tanks estão envolvidos. Aviões de guerra são
comissionado. E a mídia trota atrás como um seguidor de acampamento.

O que realmente está em jogo é dinheiro.

O dinheiro é gasto para destruir um nação ... e depois se gasta mais para construí-lo
de volta, praticamente como foi antes. E o comum as pessoas não têm idéia do que
está acontecendo em. Mas para os insiders, todos os intervenção tem cifrões.

O poder corrompe, diz o ditado.

E como o poder de um império amadurece, a corrupção se espalha.

"O poder é o derradeiro afrodisíaco" disse Henry Kissinger. É alguma pergunto os


Bidens e os Trunfos sentir um pouco com tesão? Você não pode ser muito cínico
sobre política. O desafio é ser cínico o suficiente. Você é vai precisar de um tanque
cheio para obter pelos próximos anos.