Você está na página 1de 7

Projeto Ser - UNIFESP

O projeto Ser, vinculado ao departamento de Psicobiologia da UNIFESP, tem como


objetivo a implementação de práticas integrativas à saúde, como as práticas de mindfulness e a
yoga, no cotidiano da comunidade UNIFESP e extra-UNIFESP (Universidade Federal de São
Paulo), na busca da promoção do bem-estar e saúde física e mental dessa população. Desse
modo, o projeto possui uma visão ampliada do processo saúde-doença e acredita na promoção
global do cuidado humano, especialmente do autocuidado.
Mindfulness pode ser compreendida como uma atividade metacognitiva de atenção
momento-a-momento de certa experiência sem julgamentos [1]. O desenvolvimento do traço de
Mindfulness busca ampliar o nível de consciência das percepções dos sentidos, pensamentos
e sentimentos [2], sendo de natureza multidimensional e composto por cinco facetas: (1) ​a
observação​ (capacidade de se notar experiências internas e externas); (2) ​a descrição
(caracterização das experiências internas e externas a partir de palavras); (3) a ​atenção plena
(nas atividades do momento); (4) o ​não-julgamento​ (postura não-avaliadora diante dos
pensamentos e sentimentos) e, por fim, (5) a ​não-reação​ (sendo essa a capacidade de se
deixar que os pensamentos e sentimentos emergentes venham e vão, sem se sentir preso a
tais) [3]. As intervenções baseadas em Mindfulness (MBIs) são voltadas para a prática clínica a
fim de que sintomas físicos ou psíquicos possam ser amenizados por meio do desenvolvimento
dos traços de Mindfulness [4].
Y​oga é um sistema filosófico-prático que conta com metodologias para a unificação dos
diferentes elementos do psiquismo humano [5]. Em todas as técnicas deste sistema o
praticante busca eliminar sua agitação e ter um domínio harmônico de si mesmo. Para dominar
o corpo, são praticadas as posturas (asanas) nas quais se deve manter a estabilidade e o
conforto [6]. Para dominar a respiração, são praticados exercícios de controle respiratório
(pranayamas), que induzem à tranquilização respiratória até que se possa atingir pausas
conscientes, confortáveis e prolongadas (6). Nestas condições, torna-se possível buscar de
modo eficaz o controle da mente através de técnicas meditativas, que visam absorver a
atenção do praticante num único foco (6) [7].
Segundo Siegel e Barros [8], entre os principais benefícios do yoga para o campo da
saúde observa-se: a) contribuições físicas: o encorajamento de dietas mais saudáveis e a
consciência corporal, especialmente para o envelhecimento e as doenças crônicas; b)
contribuições filosóficas: desenvolvimento da capacidade contemplativa e expansão da
percepção da totalidade, que constituem a base do movimento holístico ou a noção do cuidado
integral (dimensões biológica, psicológica, sociológica e espiritual); e c) contribuições sociais:
associadas à construção de uma nova sociabilidade: i) desenvolvimento de cultura de paz
(prática da não violência) e estilos de vida e valores que promovem uma maior tolerância entre
grupos étnicos, gêneros e classes sociais; ii) reeducação de hábitos associados com as
dependências. Dessa maneira, é clara a relação da filosofia do yoga com a Promoção da
Saúde, sendo sua grande contribuição a oferta de formas de cuidado para condições crônicas
relacionadas a fatores físicos e psíquicos, para as quais os recursos do modelo de cuidado
biomédico têm alcançado pequenos resultados [9].

Joyfulness, ou Laughter Yoga, se baseia no fato científico de que o corpo não pode
diferenciar entre um riso genuíno e um riso exercitado se é feito de boa vontade [10]. Obtêm-se
os mesmos benefícios físicos e psicológicos [11]. São combinados os exercícios de riso com
respiração yogue, trazendo mais oxigênio ao corpo e ao cérebro, o qual nos faz sentir mais
saudáveis e vigorosos. Essa prática foi iniciado por um médico, dr. Madan Kataria na Índia com
apenas 5 pessoas em 1995. Hoje há mais de 6 mil clubes do riso em mais de 100 países com a
finalidade de proporcionar os benefícios do riso e contribuir para a paz mundial. Alguns
Benefícios Físicos:​ ​Aumenta os níveis de oxigênio no corpo; Melhora o sistema respiratório
(tórax e diafragma); Melhora o sistema cardiovascular; Melhora o sistema imunológico,
aumenta a resistência física através da estimulação do próprio sistema; Relaxamento total e
sensação de bem estar; Favorece a segregação de endorfinas, através da estimulação do
hipotálamo. Alguns Benefícios Psicológicos e Emocionais [12]: Aumenta auto-estima,
imaginação, criatividade, motivação, autoconfiança, memória, auto-segurança; Prevenção e
transformação de estados depressivos; Aumento da resistência ao Stress; Aumento de Energia
no geral; Diminuição de estados de ansiedade; Transformação das emoções desgastantes.
Alguns Benefícios Sociais: Melhora a comunicação em Geral; Auxilia na superação de
inibições e timidez; Faz novas amizades e reforça as antigas; Melhora as relações
inter-pessoais (familiares, profissionais e sociais); Maior desempenho a nível profissional e
pessoal; Enriquecimento da qualidade e equilíbrio entre Vida Pessoal e Vida Profissional;
Desenvolvimento do poder de foco, tornando a análise mais objetiva, prática e mais produtiva ;
Poder de transformação das emoções desgastantes.

O Projeto Ser busca promover a integração entre estudantes, professores, técnicos


administrativos e a comunidade a partir da implementação dessas práticas integrativas por
professores voluntários associados ao departamento de Psicobiologia e ao IEPY (Instituto de
Ensino e Pesquisa em Yoga) e habilitados para a condução dessas atividades. A pluralidade do
público alvo tem como objetivo uma maior conexão, por meio da promoção da saúde e
bem-estar, entre esses diversos setores da sociedade, os quais, muitas vezes, não possuem
espaços de convivência e aproximação.

Objetivos do projeto:

Oferecer grupos de mindfulness e aulas de yoga voluntários para toda a comunidade


UNIFESP, intra e extra-campi, de modo a auxiliar na promoção da saúde física e mental dessa
população.
Metodologia:

I. Grupos de mindfulness: serão realizados dois tipos de grupos de mindfulness, sendo um de


caráter introdutório e o outro direcionado àqueles que já o realizaram e que desejam continuar
as práticas em grupo.

a) Grupo de introdução

O primeiro grupo, de “introdução”, contemplará oito encontros semanais de 1h30 a 2 horas de


duração e será integrado por 15 a 20 participantes, a depender da demanda apresentada pela
comunidade. Nesse grupo, as práticas de mindfulness serão abordadas de maneira
generalizada e com caráter introdutório, de modo que seu público alvo são as pessoas que
possuem curiosidade em conhecer as práticas de mindfulness e meditação e que ainda não
tiveram um contato formal com tais. O grupo de introdução ocorrerá no início do semestre
sendo, então, ofertados dois grupos ao ano.

b) Grupo de manutenção

O segundo grupo, “de manutenção”, por sua vez, será semanal, com duração de 1 hora e
direcionado àqueles que já tiveram um contato formal com as práticas de mindfulness e que
desejam continuar a praticá-las não somente individualmente, mas, também, coletivamente.
Esse grupo não terá caráter de “começo, meio e fim” e não será composto por um número fixo
de integrantes, sendo as práticas ofertadas de acordo com a demanda apresentada no dia a
ser realizado. Os grupos de manutenção acontecerão de maneira contínua durante o semestre.

II. Yoga:

a) Aulas de Yoga

As práticas serão oferecidas e conduzidas por duplas de professores voluntários sob


orientação do Prof Marcos Rojo. Serão oferecidas 40 vagas para cada turma, entre discentes,
docentes e funcionários da Unifesp, segundo demanda do público alvo. As vagas serão
oferecidas a toda à comunidade Unifespiana, independente de ter tido ou não o participante
contato prévio com a Yoga.
As aulas terão frequência semanal, com duração uma hora. A cada semestre serão abertas
inscrições para formação das turmas, com chamadas para listas de espera a cada dois meses.
Os alunos podem optar continuar de um semestre para o outro.

b) Grupo de introdução à Yoga


A depender do envolvimento e continuidade do grupo, será então posteriormente estruturado e
oferecido um curso introdutório ao Yoga, de caráter teórico-prático, com duração de 8
semanas, sendo composto por encontros semanais com duração de 1 hora. As atividades
serão direcionadas aos alunos que já participaram das aulas previamente oferecidas e desejam
aprofundar seu conhecimento sobre Yoga, com intento de uma maior aplicabilidade pessoal e
quotidiana.

IIl. ​Joyfulness​:

Aulas práticas serão oferecidas e conduzidas por um professor voluntário a um grupo de 30


alunos, entre discentes, docentes e funcionários da Unifesp, segundo demanda do público alvo.
As vagas serão oferecidas a toda à comunidade Unifespiana, independente de ter tido ou não o
participante contato prévio com o ​Joyfulness​.
As aulas terão frequência semanal, com duração média de 1 hora.
A priori, será este um projeto piloto, com caráter contínuo e cíclico, sendo ofertadas as aulas a
cada grupo por um período semestral.

Inclusão social: Indicação do público-alvo e do número estimado de pessoas


beneficiadas.

I. Mindfulness: Serão ofertadas 40 vagas para o grupo de introdução às práticas de


mindfulness, que serão distribuídas em dois grupos a serem realizados no início de cada
semestre. O fluxo de participantes será livre no grupo de manutenção, tendo somente o limite
de participantes determinado pelo espaço físico disponível.

II. Yoga:

As aulas de yoga serão ofertadas a um grupo de 40 pessoas, sendo sua conformação aberta e
livre para toda a comunidade da Unifesp.
Os benefícios da prática estendem-se do sujeito que a prática para toda a sua rede de
correlacionados e conviventes, visto que o Yoga proporciona um benefício global na formação
pessoal do indivíduo e no seu modo de Ser e Estar na sociedade.

IIl. ​Joyfulness​:

Aulas práticas serão oferecidas a um grupo de 30 alunos, sendo sua conformação aberta e
livre para toda a comunidade da Unifesp.
Joyfulness se baseia no fato científico de que o corpo não pode diferenciar entre um
riso genuíno e um riso exercitado, obtendo-se os mesmos benefícios físicos e psicológicos.
São combinados os exercícios de riso com respiração yogue, trazendo mais oxigênio ao corpo
e ao cérebro, o qual nos faz sentir mais saudáveis e vigorosos.

Cronograma de execução

Suceder-se-á o início do projeto após uma palestra introdutória aberta à toda a comunidade
intra e extra-UNIFESP, abordando os temas de mindfulness, yoga e ​joyfulness,​ ministrada pela
professora Ana Regina Noto, do departamento de Psicobiologia, pelo professor Marcos Rojo,
coordenador do IEPY e parceiro do projeto, e pelo professor Ricardo Meves, da Escola da
Gargalhada, e também parceiro do projeto.
Data: 20 de fevereiro de 2019, 18h
Local: Anfiteatro Brasil Tufik - Rua Napoleão de Barros, 925, Vila Clementino

I. Mindfulness: Os grupos de introdução às práticas de mindfulness será iniciado no dia 26 de


fevereiro de 2019, às 14h, nas dependências da UDED (​Unidade de Dependência de Drogas -
Endereço: Rua Napoleão de Barros, 1038 – Vila Clementino)​, tendo duração de 8 encontros
semanais. Os grupos de manutenção acontecerão as…

II. Yoga:

O primeiro ciclo semestral das aulas de yoga terá início no ​mês de agosto​, com aulas semanais
até​ dezembro​, e acontecerão às segundas-feiras, das 12h às 13h , na Sala de Espelhos da
Atlética - AAAPB, Rua Pedro de Toledo, 844, Vila Clementino.
Após o primeiro ciclo, outros suceder-se-ão, de caráter também semestral, e em mesmo dia da
semana, horário e local.

IIl. ​Joyfulness​:

O primeiro ciclo semestral das aulas de ​Joyfulness​ terá início no mês de fevereiro e
delongar-se-á até o mês de junho, e acontecerão às segundas-feiras, das 12h às 13h, nas
dependências da AAAPB (​Associação Atlética Acadêmica Pereira Barretto, Sala dos Espelhos.
Endereço: Rua Pedro de Toledo, 844 – Vila Clementino).
Após o primeiro ciclo, outros suceder-se-ão, de caráter também semestral, e em mesmo dia da
semana, horário e local.

Equipe executora
I. Coordenadoria Docente

Professora Ana Regina Noto Faria - Departamento de Psicobiologia

II. Coordenadoria Discente

Giovanna Melanie Zavadzki Albuquerque, graduanda em Medicina pela UNIFESP


Marco Antônio Durães Macedo, graduando em Enfermagem pela UNIFESP
Nicolle Ramponi, graduanda em Medicina pela UNIFESP
Rafael Ferrer, graduando em Tecnologia em Informática em Saúde pela UNIFESP
Renata Tsuji, graduanda em Medicina pela UNIFESP

III. Membros parceiros

Professor Marcos Rojo, coordenador do IEPY - Instituto de Estudos e Pesquisa em Yoga.

IV. Professores e funcionários envolvidos nas atividades voluntárias

Daniela Leite Kisil Miskalo,​professora de Yoga​ pós-graduada pelo IEPY.


Tatiana de Castro Amato, professora de Yoga formada pelo IEPY.
Eveli (?????)

Ricardo Resende Meves, formado como Professor de Laughter Yoga pela Laughter Yoga
University de Dr. Madan Kataria, Mumbai, Índia.

Infraestrutura

Os cursos de mindfulness acontecerão nas dependências físicas da UDED (​Unidade de


Dependência de Drogas. Endereço: Rua Napoleão de Barros, 1038 – Vila Clementino); aulas
de Yoga e joyfulness ​nas dependências da A.A.A.P.B. (​Associação Atlética Acadêmica Pereira
Barretto, Sala dos Espelhos. Endereço: Rua Pedro de Toledo, 844 – Vila Clementino).
Nos locais estão disponíveis as almofadas a serem utilizadas nas práticas de Mindfulness,
assim como os colchonetes necessários para as aulas de Yoga e Joyfulness.

Referencias

1. DAVIS, D. M.; HAYES, J. A. What are the benefits of mindfulness? A practice review of
psychotherapy-related research. Psychotherapy, v. 48, n. 2, p. 198, 2011. ISSN 1939-1536.
2. KENG, S.-L.; SMOSKI, M. J.; ROBINS, C. J. Effects of mindfulness on psychological
health: A review of empirical studies. Clinical psychology review, v. 31, n. 6, p. 1041-1056,
2011. ISSN 0272-7358.

3. KARYADI, K. A.; VANDERVEEN, J. D.; CYDERS, M. A. A meta-analysis of the relationship


between trait mindfulness and substance use behaviors. Drug Alcohol Depend, v. 143, p. 1-10,
2014. ISSN 0376-8716

4. CHIESA, A.; MALINOWSKI, P. Mindfulness-based approaches: are they all the same?
Journal of clinical psychology, v. 67, n. 4, p. 404-424, 2011. ISSN 1097-4679.

5. Michäel T: O Yoga. Zahar, Rio de Janeiro: 19-20, 1976.

6. Taimni IK: A Ciência do Yoga, Brasília. Editora Teosófica: 200-21, 1996.

7.​Silva, Gerson D'Addio da, & Lage, Lais V.. (2006). Ioga e fibromialgia. ​Revista Brasileira de
Reumatologia,​ ​46​(1), 37-39.

8. Siegel P, Barros NF. Yoga e Saúde: o desafio da introdução de uma prática


não-convencional no SUS [tese]. Campinas: Universidade Estadual de Campinas; 2010.

9. BARROS, Nelson Filice de et al. Yoga e promoção da saúde.​ Ciênc. saúde coletiva[​ online].
2014, vol.19, n.4 [cited 2018-12-11], pp.1305-1314. Available from:
<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232014000401305&lng=en&n
rm=iso>. ISSN 1413-8123.

10. Kataria M. Laugh for no Reason. Mumbai: Madhuri International; 2005.

11. Ramon Mora-Ripoll. Potential health benefits of simulated laughter. Laughter Research
Network, Barcelona, Spain, May 2011.

12. Miles: Laughter Yoga and Psychological Well-being ADVANCES, WINTER 2016, VOL. 30.
NO. 1.