Você está na página 1de 2

Propriedades * Gases Nobres não apresentam valores para essas

propriedades.
Aperiódicas Tabela Periódica
IMPORTANTE:

 Tanto a eletroafinidade (X(g) +ē → X (g) -1 +


energia)quanto a Energia de Ionização (X(g)+
energia→ X (g) +1 +ē) deve apresentar os átomos
e os íons no estado gasoso, caso contrario será
um engano denominá-las assim.
Periódicas  Tem-se: 1ª E.I. < 2ªE.I. < 3ªE.I. < etc.
 Os elementos de maior densidade estão
localizados no centro da tabela, sendo o Ósmio
REVISÃO QUÍMICA
o elemento de maior densidade (22,5 g / cm3 ).
 Entre os metais, o Tungstênio (W) é o que
apresenta maior PF: 3410ºC.
 O carbono, por formar estruturas com grande
número de átomos, apresenta PF (3550ºC) e PE
(4800ºC) elevados.
 Elementos Cisurânicos são elementos artificiais
que apresentam Z< 92 (Tecnécio, Astato,
Frâncio e Promécio).
 Elementos Transurânicos são Z > 92 (são 20).

Professora: Marlinne Lins

Conteúdo:
Tabela Periódica Aluno(a): _
Propriedades Periódicas e Aperiódicas
Turma: Data: ___/ / .
Histórico Elemento Representativos - Família A Elemento de Transição - Família B
São 8 famílias. O algarismo romano da família indica Uma parte de seus elementos ocupa o bloco central da
 1817: J. W. Dobereiner organizou os
o número de elétrons em sua camada de valência. tabela periódica, de IIB até IIIB (10 colunas), e apresen-
elementos conhecidos, essa classifica-
ta seu elétron mais energético em subnível d.
ção ficou conhecida como Lei das

Metais Alcalinos Terro-


Tríades;

Família do Nitrogênio
Família do Carbono
Família Distribuição Família Distribuição

Metais Alcalinos

Família do Boro

Gases Nobres
 1862: Chancortois estabeleceu uma

Calcogênios
Halogênios
Nome
classificação, para os elementos, que VII B

sos
ficou conhecida como Parafuso Te- III B d¹ d5
lúrico; VIII B
IV B d² d6, d7, d8
 1864: Newlands introduziu a Lei das
oitavas; VB IB
d³ d9
 1869: Dimitri Mendeleev organizou

Distribuição eletrôni-
ca na camada de va-
II B
os 63 elementos conhecidos a partir VI B d4 d10
do crescimento dos seus pesos atô-

ns2 np2
Os elementos do grupo B não apresentam muita regula-

ns2 np1

ns2 np3
ns2 np4
ns2 np5
ns2 np6
lência
micos, de forma que algumas propri-

ns1
ns2
edades se repetiam periodicamente. ridade nas propriedades, são designados de elementos
Apesar de falha, sua idéia foi revolu- de transição externa, transição interna e pós – transição.
cionária, pois demonstrava a existên- Esses elementos têm suas distribuições eletrônicas ter-
cia de elementos que até então não minadas com os subníveis d ou f.
haviam sido descobertos; Os elementos de transição externa (ns²(n - 1)d 1até 10),
ocupam o centro da tabela;
Nº. de elétrons na ca-
 1913: Moseley verificou que as pro-
mada de valência
priedades dos elementos estavam Os elementos de transição interna(ns²(n - 2)f 1 até 14), são
relacionadas a seus números atômi- as séries dos Lantanídeos e dos Actinídeos;
cos (Z).
1 Os elementos de transição interna mais importante é o

3
4
5
6
7
8
Assim a Lei Periódica Atual (Mozeley) Urânio, usado nos reatores atômicos para produção de
diz que quando os elementos químicos são energia elétrica, o qual substitui quantidades fantásticas
agrupados em ordem crescente de número de petróleo.
atômico (Z), observa-se a repetição periódi-
ca de várias de suas propriedades.
Famílias ou Grupo

Na tabela atual, os elementos estão organi-

VIIIA ou 18 ou 0
zados em Períodos (ou séries) – cada uma

VIIA ou 17
IIIA ou 13

VIA ou 16
IVA ou 14
VA ou 15
IIA ou 2
IA ou 1

das linhas horizontais - e em Famílias (ou


Grupos) – cada uma das colunas.
Elementos de uma mesma família apresen-
tam propriedades químicas iguais, enquanto
que elementos químicos de um mesmo perí-
odo apresentam propriedades físicas seme-
lhantes.