Você está na página 1de 7

Resumo de Física III – Prova 1 (1)

 As linhas de campo elétrico podem ser linhas fechadas, sem começo ou fim.

 Segundo um dos teoremas das cascas esféricas, uma casca com uma distribuição de carga uniforme
atrai ou repele uma partícula carregada localizada dentro da casca como se toda a carga da casca
estivesse concentrada exatamente no seu centro.

 A carga elétrica é uma propriedade intrínseca das partículas elementares e é quantizada, ou seja,
qualquer carga pode ser expressa como ne, sendo n um número positivo ou negativo qualquer e e uma
constante da natureza chamada de carga elementar.

 Considere três cargas pontuais sendo duas delas envolvida por uma superfície Gaussiana S. Pela lei
de Gauss, a carga externa produz um fluxo do campo elétrico nulo sobre S. Entretanto, essa carga
contribui para o vetor E resultante sobre S.

 O vetor de dipolo elétrico p,assim como o vetor de campo elétrico, é sempre orientado da carga
negativa para a carga positiva.

 Considere os eixos x e y. Duas partículas de carga +q estão dispostas sobre o eixo x,


simetricamente em torno do eixo y, onde está localizado o ponto P . Cada uma das partículas produz
um campo elétrico sobre P , cujas intensidades são iguais, devido a simetria da configuração. O
campo que cada carga produz em P está orientado na direção da carga, de tal forma que a
resultante do campo elétrico em P é vertical e dirigida no sentido negativo do eixo y.

 Ao ser deslocada no sentido contrário ao sentido das linhas de campo elétrico, a energia potencial
elétrica de uma carga positiva aumenta.

 Um balão esférico de borracha tem carga uniformemente distribuída sobre a superfície. Quando o
balão é inflado, a magnitude do campo elétrico próximo a superfície do balão diminui.

 Se o potencial elétrico varia ao longo de uma determinada direção, o campo elétrico não é nulo
naquela direção.

 Não há componentes do vetor de campo elétrico E na direção paralela a uma superfície


equipo-tencial.

Exercícios

1) Qual deve ser a distância entre a carga pontual q1 = 30,0 µC e a carga pontual q2 = -47,0 µC para
que a força eletrostática entre as duas cargas seja de 6,0 N ?

2) Na figura, as três partículas são mantidas fixas no lugar e têm cargas q1= +1e, q2=+2e e q3=3e. A
distância a = 6,00 µm. Determine:
(a) o módulo do campo elétrico em P; (b) a direção do campo elétrico em P.

3) Uma placa metálica quadrada com comprimento de lado de 10,0 cm e espessura desprezível
possui carga total de 8,0 × 10−6 C.
(a) Estime a intensidade do campo elétrico E a uma distância de 1,0 mm fora da placa.
(b) Estime a intensidade do campo elétrico E a uma distância de 30 m fora da placa.

4) Duas partículas de cargas q1 =+6e e q2=-18e são mantidas fixas ao longo do eixo x e separadas
por uma distância d= 24,0 cm. q1 está na origem do sistema de coordenadas. Tomando V = 0 no
infinito, determine:
(a) O valor de x positivo para o qual o potencial elétrico sobre o eixo x é zero.
(b) O valor de x negativo para o qual o potencial elétrico sobre o eixo x é zero.
Resumo de Física III – Prova 1 (2)
 As linhas de campo elétrico sempre possuem começo e fim: elas "nascem" em cargas negativas e
"morrem" em cargas positivas.

 Segundo um dos teoremas das cascas esféricas, uma casca com uma distribuição de carga uniforme
atrai ou repele uma partícula carregada localizada fora da casca como se toda a carga da casca
estivesse concentrada exatamente no seu centro.

 Considere a seguinte situação: num ponto A as linhas de campo elétrico são paralelas e possuem uma
separação que é o dobro da separação das linhas que passam pelo ponto B, que também são
paralelas. Se a intensidade do campo elétrico em A for igual a 10 N/C, então no ponto B o campo
possuirá módulo equivalente a 20 N/C.

 Considere três cargas pontuais sendo uma delas envolvida por uma superfície Gaussiana S. Pela lei
de Gauss, as cargas externas não contribuem para o campo elétrico E sobre S.

 A carga em excesso em um condutor se distribui sobre sua superfície, mesmo quando o condutor
apresenta uma cavidade interna oca.

 Considere os eixos x e y. Duas partículas de carga − q estão dispostas sobre o eixo x,


simetricamente em torno do eixo y, onde está localizado o ponto P . Cada uma das partículas produz
um campo elétrico sobre P , cujas intensidades são iguais, devido a simetria da configuração. O
campo que cada carga produz em P está orientado na direção da carga, de tal forma que a
resultante do campo elétrico em P é vertical e dirigida no sentido negativo do eixo y.

 Ao ser deslocada na direção das linhas de campo elétrico, a energia potencial elétrica de uma carga
negativa aumenta.

 Um balão esférico de borracha tem carga uniformemente distribuída sobre a superfície. Enquanto
o balão é inflado, o campo elétrico não varia na sua superfície.

 Se o potencial elétrico não varia ao longo de uma determinada direção, o campo elétrico não é nulo
naquela direção

 O vetor de campo elétrico E é sempre paralelo a uma superfície equipotencial.

Exercícios

1) Duas partículas fixas de cargas q1 = +2,0 µC e q2 = - 6,0 µC estão a uma distância de 10 cm. A
que distância de cada uma das cargas deveria estar localizada uma terceira carga de modo que a
força eletrostática atuando sobre ela seja nula?

2) A figura abaixo mostra um dipolo elétrico. Determine (a) o módulo ( em relação ao semi-eixo x
positivo) do campo elétrico produzido pelo dipolo em um ponto P situado a uma distância r >> d.
3) Uma carga está distribuída uniformemente através do volume de um cilindro infinitamente longo
de raio R. Sendo ρ a densidade volumétrica de carga, determine:
(a) qual a expressão do campo elétrico quando r < R ?
(b) qual a expressão do campo elétrico quando r > R ?

4) No retângulo da figura abaixo, os lados possuem comprimentos de 4 cm e 20 cm, q1= - 5,0 µC e


q2= +2 µC. Com V = 0 no infinito, determine:
(a) Qual o potencial elétrico no vértice A?
(b) Qual o potencial elétrico no vértice B?

Resumo de Física III – Prova 2 (1)


 Quando a diferença de potencial entre as placas de um capacitor é mantida constante, o efeito da
colocação de um dielétrico é o de aumentar a carga elétrica sobre as placas do capacitor.

 A corrente de um circuito é medida por um amperímetro ligado em série nesse circuito. Por
conseguinte, o amperímetro deve possuir baixa resistência elétrica.

 Num certo ponto, a energia eletrostática por unidade de volume é proporcional ao quadrado do
campo elétrico no ponto.

 Dois fios de cobre, de seção circular, têm a mesma massa. O fia A tem o dobro do comprimento do
fio B. Portanto a resistência do fio A é quatro vezes maior que a resistência do fio B.

 Um calefator é constituído por uma resistência variável ligada a uma fonte de voltagem constante.
Para aumentar a quantidade de calor dissipada é preciso diminuir a resistência do calefator.

 A voltagem numa bateria é sempre menor do que a fem da bateria.

 No peixe elétrico conhecido como poraquê, as células chamadas de eletroplacas são fontes de
tensão biológicas. Nesse peixe as eletroplacas estão dispostas em 140 filas que se estendem
horizontalmente ao longo do corpo do animal, sendo que cada fila possui 5000 eletroplacas. Se cada
eletroplaca possui uma fem de 0,15 V e uma resistência interna de 0,25 Ω, então o corpo do peixe
pode ser modelado eletricamente como sendo uma fonte ideal de tensão de 750 V em série com uma
resistência de aproximadamente 9,00 Ω.

 Um capacitor, um resistor e uma bateria estão ligados em série. Se a capacitância C do capacitor


for duplicada, o tempo necessário para a carga do capacitor possuir uma fração 1/e de sua carga
total cai pela metade.

 A velocidade de migração dos elétrons em um condutor, bem como a densidade desses elétrons,
pode ser determinada pelo efeito Hall

 Uma partícula com carga positiva move-se para o norte num campo magnético dirigido para cima.
Essa partícula sofre, portanto, a ação de uma a força magnética dirigida no rumo nordeste.
Exercícios

1) Uma certa bateria de automóvel com uma força eletromotriz de 12,0 V tem uma carga inicial de
150 A.h. Supondo que a diferença de potencial entre os terminais permaneça constante até a
bateria se descarregar totalmente, durante quantas horas a bateria é capaz de fornecer uma
potência de 60 W?

2) Um capacitor de placas paralelas, cujas as placas têm uma área de 9,00 cm2 e estão separadas
por uma distância de 3,00 mm, é carregado por uma bateria de 6,00 V. A bateria é desligada e a
distância entre as placas do capacitor é aumentada (sem descarregá-lo) para 9,00 mm. Determine:
(a) A energia do capacitor no estado final;
(b) O trabalho necessário para separar as placas.

3) Seja o circuito da Figura 1 com E = 6,0 V (fonte ideal),


R1 = 2,0 Ω, R2= 4,0 Ω e R3 = 5,0 Ω. Determine:
(a) Qual a leitura do amperímetro?
(b) Se a fonte for colocada no lugar do amperímetro e vice-versa, qual a nova leitura do
amperímetro? Calcule.

4) Uma fonte de íons está produzindo íons de 6Li, que possuem carga +e e massa 10 × 10− 27 kg. Os
íons são acelerados por uma diferença de potencial de 20 kV e passam horizontalmente em uma
região aonde existe um campo magnético uniforme vertical de módulo B = 2,0 T. Calcule a
intensidade do menor campo elétrico que, aplicado na mesma região, permite que os íons de Lítio
atravessem a região sem sofrer nenhum desvio. (Dica: a diferença de potencial determina a energia
cinética dos íons ao final do acelerador).

Resumo de Física III – Prova 2 (2)


 Quando a carga sobre as placas de um capacitor é mantida constante, o efeito da colocação de um
dielétrico é o de reduzir a diferença de potencial entre as placas do capacitor.

 A diferença de potencial em um resistor é medida por um voltímetro ligado em paralelo, de modo


que a queda de potencial num seja igual à queda de potencial no outro.

 Se a carga elétrica num condutor esférico isolado for duplicada, a capacitância permanece
inalterada.

 A resistência elétrica do resistor de um chuveiro elétrico comum é maior quando o chuveiro está
funcionando na posição verão, pois isso diminui a potência dissipada na forma de energia térmica.

 Em um circuito aberto, a diferença de potencial entre os terminais de uma fonte real é menor que
sua fem.

 A lei dos nós de Kirchhoff é consequência do princípio de conservação da energia.

 As leis de Kirchhoff não se aplicam a circuitos contendo capacitores.

 O trabalho realizado sobre as cargas elétricas que percorrem um resistor, em um determinado


intervalo de tempo, o qual representa a parcela de energia potencial elétrica das cargas que é
transformada em energia térmica, é diretamente proporcional à intensidade da corrente elétrica
resultante desse movimento das cargas.

 Um elétron, com velocidade v orientada da esquerda para a direita, entra numa região de campo
magnético uniforme orientado do verso para a frente do plano da página. Dessa forma, ao entrar
nessa região o elétron sofre um desvio para baixo.
 A força magnética é capaz de alterar o módulo da velocidade de uma partícula carregada em
movimento.
Exercícios

1) Um capacitor de placas paralelas possui placas circulares com um raio de 8,00 cm, separadas por
uma distância de 2,00 mm. Calcule:
(a) Qual é a capacitância do capacitor?
(b) Qual a carga nas placas do capacitor se uma diferença de potencial de 120 V é aplicada ao
capacitor?

2) Um cabo subterrâneo de 12 km de comprimento está orientado na direção leste-oeste e é


formado por dois fios paralelos, ambos com uma resistência efetiva de 13 Ω/km. Um defeito no
cabo faz com que surja uma resistência efetiva R entre os fios a uma distância x da extremidade
oeste (ver figura). Com isso, a resistência total entre os fios passa a ser 110 Ω quando a medida é
realizada na extremidade leste e 220 Ω quando a medida é realizada na extremidade oeste. Dica:
considere o defeito como uma resistência R colocada entre os fios no ponto x. Determine:
(a) O valor de x; (b) 0 valor de R.

3) Em um circuito RC série, E = 12,0 V, R = 1,40 MΩ e C =1,80 µF. Determine:


(a) A carga máxima que o capacitor pode receber ao ser carregado;
(b) O tempo necessário para que a carga do capacitor atinja o valor de 16 µC.

4) Na figura abaixo, uma partícula descreve uma trajetória circular em uma região onde existe um
campo magnético uniforme de módulo B = 4,00 mT e está sujeita a uma força magnética de módulo
4,0 × 10− 15. Determine:
(a) A carga da partícula é positiva ou negativa? Justifique.
(b) Qual o raio da trajetória?
(c) Qual o período de movimento?

Resumo de Física III – Prova 3 (1)

 Explique com suas palavras por que podemos dizer que uma espira de corrente se comporta como um
dipolo magnético.

 Deixa-se cair um imã do teto de uma sala, ao longo do eixo de um anel de cobre que repousa no
chão. O pólo norte do imã está orientado para o chão da sala. Assumindo que o observador está no
teto olhando para o chão, responda: (a) Qual o sentido da corrente induzida no anel quando o imã
está caindo? Explique. (b) Qual o sentido da corrente induzida no anel quando o imã atinge o chão?
Explique.

Exercícios

1) A figura 1 (no verso) mostra, em seção reta, dois fios longos paralelos separados por uma
distância d. A corrente no fio 1 é i1 para fora do papel e a corrente no fio 2 é i também mas
orientada para dentro do papel.
(a) Qual o módulo do campo magnético no ponto P na direção x como função de i, R e d ?
(b) Qual o módulo do campo magnético no ponto P na direção y como função de i, R e d?
2) Considere um cilindro condutor oco cujo o raio interno é b e o raio externo é a. O cilindro é
percorrido pela corrente i. Determine o módulo do campo magnético em função de i para :
a) r < b; b) b < r < a;
Dica: considere na Lei de Ampère assumindo ienvol = j.A = j.(πr2 − πb2), onde j é a densidade de
corrente. Para resolver o problema, basta então escrever j em função de i.

3) Na figura 2 (no verso) o módulo do campo magnético aumenta com B(t) = 6, 0t3 + 2, 0t , onde B é
dado em militesla. O raio da espira circular é de 2,00 m.
(a) Qual o módulo da força eletromotriz induzida na espira para t = 2 s?
(b) Qual o sentido da corrente induzida na espira?

Resumo de Física III – Prova 3 (2)

 Uma corrente elétrica percorre um longo tubo oco de cobre. Existe campo magnético (a) dentro e
(b) fora do tubo? Por quê?

 Explique com suas palavras o que é a Lei de Lenz.

Exercícios

1) A figura 1 (abaixo) mostra um próton que se move com velocidade v = (-200 m/s) ˆj em direção a
um fio retilíneo longo que conduz uma corrente i= 350 mA. No instante mostrado, a distância entre
o próton e o fio é d = 3,00 cm. (a) Qual é o módulo da força magnética ao qual o próton está
submetido? (b) Qual é a direção e o sentido dessa força ?

2) Um solenóide com 1,30 m de comprimento e 3,00 cm de diâmetro conduz uma corrente de 18,0 A.
O módulo do campo magnético no interior do solenóide é 23,0 mT.
(a) Qual o número de espiras do solenóide ?
(b) Qual o comprimento do fio de que é feito o solenóide?

3) Na figura 2 (no verso) o módulo do campo magnético cai com B(t) = 6, 0/t2 , onde B é dado em
militesla. O raio da espira circular é de 2,00 m.
(a) Qual o módulo da força eletromotriz induzida na espira para t = 2s?
(b) Qual o sentido da corrente induzida na espira?
Formulários
Para Prova 1 e 2:

Para Prova 3: