Você está na página 1de 6

EXERCÍCIOS DE COEFICIENTE DE SOLUBILIDADE E CONCENTRAÇÃO COMUM.

COEFICIENTE DE SOLUBILIDADE:

01) (Covest-2006) Uma solução composta por duas colheres de sopa de açúcar (34,2g) e uma colher de sopa de água (18,0 g) foi preparada.
Sabendo que: MMsacarose = 342,0g mol-1,
MMágua = 18,0 g mol-1, Pfsacarose = 184 °C e Pfágua = 0 °C, podemos dize r que:
1) A água é o solvente, e o açúcar o soluto.
2) O açúcar é o solvente, uma vez que sua massa é maior que a da água.
3) À temperatura ambiente o açúcar não pode ser considerado solvente por ser um composto
sólido. Está(ão) correta(s):
a) 1 apenas
b) 2 apenas
c) 3 apenas
d) 1 e 3 apenas
e) 1, 2 e 3

02)Um determinado sal tem coeficiente de solubilidade igual a 34g/100g de água, a 20ºC. Tendo-se 450g de água a 20 ºC, a quantidade, em gramas,
desse sal, que permite preparar uma solução saturada, é de:
a) 484g.
b) 450g.
c) 340g.
d) 216g.
e) 153g.

03)A solubilidade do K2Cr2O7, a 20ºC, é de 12g/100g de água. Sabendo que uma solução foi preparada dissolvendo-se 20g do sal em 100g de água
a 60ºC e que depois, sem manter em repouso, ela foi resfriada a 20ºC, podemos afirmar que:
a) todo sal continuou na solução.
b) todo sal passou a formar um corpo de chão.
c) 8g de sal foi depositado no fundo do recipiente.
d) 12g do sal foi depositado no fundo do recipiente.
e) 31g do sal passou a formar um corpo de chão.

04)Após a evaporação de toda a água de 25g de uma solução saturada (sem corpo de fundo) da substância X, pesou-se o resíduo sólido, obtendo-
se 5g. Se, na mesma temperatura do experimento anterior, adicionarmos 80g da substância X em 300g de água, teremos uma solução:
a) insaturada.
b) saturada sem corpo de fundo.
c) saturada com 5g de corpo de fundo.
d) saturada com 20g de corpo de fundo.
e) supersaturada.

05)Quatro tubos contêm 20 mL de água cada um. Coloca-se nesses tubos dicromato de potássio nas seguintes quantidades:
Tubo A, Tubo B, Tubo C, Tubo D
Massa de K2Cr2O7 1,0g; 2,5g; 5,0g; 7,0g respectivamente.
A solubilidade do sal, a 20ºC, é igual a 12,5g por 100 mL de água. Após agitação, em quais dos tubos coexistem, nessa temperatura, solução
saturada e fase sólida?
a) em nenhum.
b) apenas em D.
c) apenas em C e D.
d) apenas em B, C e D.
e) em todos.

06)O coeficiente de solubilidade de um sal é de 60 g por 100 g de água a 80°C. A massa em gramas desse sal, nessa temperatura, necessária para
saturar 80 g de H2O é:
a) 20.
b) 48.
c) 60.
d) 80.
e) 140.

07)Considere uma solução aquosa saturada de KCl, com corpo de fundo, a 20ºC e os seguintes valores: 10ºC, 20ºC, 30ºC. Solubilidade do KCl em
g de KCl / kg de água 310, 340, 370 respectivamente. De acordo com os dados acima, para diminuir a massa do corpo de fundo basta:
I. Aquecer o sistema.
II. Adicionar água e agitar.
III. Agitar a solução.
IV. Decantar a solução.
Dessas afirmações, são corretas apenas:
a) I e II.
b) I e III.
c) II e III.
d) II e IV.
e) III e IV.

08) Observe os sistemas


Agora analise estas afirmações:
I. No sistema I, a solução está insaturada.
II. No sistema II, a solução está saturada.
III. Não existe solução saturada sem precipitado.
Está(ao) correta(s) somente a(s) afirmativa(s):
a) I.
b) II.
c) III.
d) I e II.
e) I e III.

09) Colocando-se 400g de cloreto de sódio (NaCl) em 1 litro de água pura, à temperatura de 25°C, podemos afirmar que:
Dado: CS = 360g de NaCl / L de água, a 25°C.
a) O sal se dissolve totalmente.
b) O sal não se dissolve.
c) Parte do sal se dissolve e o excesso se deposita, formando uma solução saturada.
d) O cloreto de sódio, a 25°C, é insolúvel.
e) Precisaríamos de 200g de cloreto de sódio a mais para que ele se dissolvesse totalmente.

10) (MACK SP/2008) As curvas de solubilidade têm grande importância no estudo das soluções, já que a temperatura influi decisivamente na
solubilidade das substâncias. Considerando as curvas de solubilidade dadas pelo gráfico, é correto afirmar que

a) há um aumento da solubilidade do sulfato de cério com o aumento da temperatura.


b) a 0ºC o nitrato de sódio é menos solúvel que o cloreto de potássio.
c) o nitrato de sódio é a substância que apresenta a maior solubilidade a 20ºC.
d) resfriando-se uma solução saturada de KClO3, preparada com 100 g de água, de 90ºC para 20ºC, observa-se a precipitação de 30 g desse sal.
e) dissolvendo-se 15 g de cloreto de potássio em 50 g de água a 40ºC, obtém-se uma solução
insaturada.

11)(CESGRANRIO) A curva de solubilidade de um sal hipotético está representada abaixo.

A quantidade de água necessária para dissolver 30g de sal a 30°C é:


a) 45g.
b) 60g.
c) 75g.
d) 90g.
e) 105g.

12)(PUC/CAMPINAS-SP) Adicionando-se separadamente, 40g de cada um dos sais em 100g de água. À


temperatura de 40°C, quais sais estão totalmente dissolvidos em água?

a) KNO3 e NaNO3.
b) NaCl e NaNO3.
c) KCl e KNO3.
d) Ce2(SO4)3 e KCl.
e) NaCl e Ce2(SO4)3.

13)Evapora-se completamente a água de 40g de solução de nitrato de prata, saturada, sem corpo de fundo, e obtém-se 15g de resíduo sólido. O
coeficiente de solubilidade do nitrato de prata para 100g de água na temperatura da solução inicial é:
a) 25g.
b) 30g.
c) 60g.
d) 15g.

14) Considere a tabela de coeficientes de solubilidade, a 20°C, em gramas de soluto por 100g de água.

Ao adicionarmos, em recipientes distintos, 200g de soluto em 1 kg de água, formar-se-á precipitado nos recipientes:
a) I, II e V.
b) I e III.
c) II, IV e V.
d) II e IV.
e) todos.

15)(UCSal-BA) Considere o gráfico:

Com base nesse gráfico, pode-se concluir que, acrescentando-se 20g de cloreto de potássio em 50g de água, a 20°C, obtém-se solução aquosa:
a) saturada com corpo de fundo, que pode torna-se insaturada pelo aquecimento.
b) saturada com corpo de fundo, que pode torna-se insaturada pelo resfriamento.
c) saturada sem corpo de fundo, que pode torna-se insaturada pelo resfriamento.
d) insaturada, que pode torna-se saturada por aquecimento.
e) insaturada, que pode torna-se saturada por resfriamento.

16) Um recipiente continha 500g de solução aquosa de KClO3 a quente, com 30% em peso de KClO3. No entanto, essa solução foi resfriada até a
temperatura de 20°C, ocorrendo a cristalização de KClO3. Sabendo que o coeficiente de solubilidade a 20°C do KClO3 é igual a 10g/100g de água,
a massa de cristais obtidos de KClO3 será igual a:
a) 115g de KClO3
b) 150g de KClO3.
c) 35g de KClO3.
d) 350g de KClO3.
e) 45g de KClO3
17)Uma solução aquosa salina foi cuidadosamente aquecida de forma que evaporasse parte do solvente. A solução obtida, comparada com a inicial,
apresenta-se mais:
a) diluída com maior volume.
b) diluída com menor volume.
c) diluída com igual volume.
d) concentrada com maior volume.
e) concentrada com menor volume.

18)(UNIFOR-CE) O gráfico seguinte dá a solubilidade em água do açúcar da cana em função da temperatura.

Adicionou-se açúcar a 100g de água a 50°C até não mais o açúcar se dissolver. Filtrou-se a solução. O filtrado foi deixado esfriar até 20°C. qual a
massa aproximada de açúcar que precipitou (restou insolúvel)?
a) 20g.
b) 30g.
c) 50g.
d) 80g.
e) 90g.

19) (UFV MG/2007) A solubilidade do nitrato de potássio (KNO3), em função da temperatura, é representada no gráfico abaixo:

De acordo com o gráfico, assinale a alternativa que indica CORRETAMENTE a massa de KNO3, em gramas, presente em 750 g de solução, na
temperatura de 30 °C:
a) 250
b) 375
c) 150
d) 100
e) 500

20) (UFC CE) O gráfico mostra a curva de solubilidade de um sal em água.


Considerando que em uma determinada temperatura 40g deste sal foram dissolvidos em 100g de água. Indique:

a) a característica desta solução, quanto à concentração, nos pontos A, B e C do gráfico;


b) a quantidade de sal que será possível cristalizar, resfriando a solução até 30oC;
c) a quantidade de sal que será cristalizada quando se evapora 20g de água a 40oC.

21) (UCBA) O gráfico a seguir apresenta os coeficientes de solubilidade, em gramas/100mL de água, de algumas substâncias A, B, C, D em função
da temperatura.
a) D é a substância mais solúvel, em gramas, a 20 °C.
b) B é mais solúvel a quente
c) a 40 °C a substância A é mais solúvel em gramas, que a substância D
d) a concentração de C duplica a cada 20 °C.
e) todas as substâncias têm o mesmo coeficiente de solubilidade a 45 °C.

22) O processo de recristalização, usado na purificação de sólidos, consiste no seguinte:


I. Dissolve-se o sólido em água quente, até a saturação.
II. Esfria-se a solução até que o sólido se cristalize.
O gráfico mostra as variações, com a temperatura, da solubilidade de alguns compostos em água.

O método de purificação descrito é mais eficiente e menos eficiente, respectivamente, para:


a) NaCl e KNO3.
b) KBr e NaCl.
c KNO3 e KBr.
d) NaCl e KBr.
e) KNO3 e NaCl.

CONCENTRAÇÃO COMUM

23)(FUVEST-SP) Considere duas latas do mesmo refrigerante, uma versão “diet” e outra versão comum. Ambas contêm o mesmo volume de líquido
(300 mL) e têm a mesma massa quando vazias. A composição do refrigerante é a mesma em ambas, exceto por uma diferença: a versão comum,
contém certa quantidade de açúcar, enquanto a versão “diet” não contém açúcar (apenas massa desprezível de um adoçante artificial). Pesando-se
duas latas fechadas do refrigerante, foram obtidos os seguintes resultados:

Por esses dados, pode-se concluir que a concentração, em g/L, de açúcar no refrigerante comum é de, aproximadamente:
a) 0,020g/L.
b) 0,050g/L.
c) 1,1g/L.
d) 20g/L.
e) 50g/L.

24)Um frasco de laboratório contém 2,0 litros de uma solução aquosa de NaCl. A massa do sal dissolvida na solução é de 120g. Que volume deve
ser retirado da solução inicial para que se obtenham 30g de sal dissolvido?
a) 1,0 litro.
b) 0,5 litro.
c) 0,25 litro.
d) 1,5 litros.
e) 0,75 litro.

25)Um certo remédio contém 30g de um componente ativo X dissolvido num determinado volume de solvente, constituindo 150 mL de solução. Ao
analisar o resultado do exame de laboratório de um paciente, o médico concluiu que o doente precisa de 3g do componente ativo X por dia, dividido
em 3 doses, ou seja, de 8 em 8 horas. Que volume do medicamento deve ser ingerido pelo paciente a cada 8 horas para cumprir a determinação do
médico?
a) 50 mL.
b) 100 mL.
c) 5 mL.
d) 10 mL.
e) 12 mL.

26)Uma solução aquosa com concentração de 20g/litro apresenta:


a) 20 g de soluto dissolvidos em 1 litro de água.
b) 40 g de soluto dissolvidos em 0,5 litro de solução.
c) 10 g de soluto dissolvidos em 0,5 litro de solução.
d) 40 g de soluto dissolvidos em 4,0 litros de solução.
e) 10 g de soluto dissolvidos em 2,0 litros de solução.

27)A concentração de uma solução é 5,0 g/litro. Dessa solução 0,5 litro contém:
a) 10g de soluto.
b) 0,25g de soluto.
c) 2,5g de solvente.
d) 2,5g de soluto.
e) 1,0g de soluto.

28)Num balão volumétrico de 250 mL adicionam-se 2,0g de sulfato de amônio sólido; o volume é completado com água. A concentração da solução
obtida, em g/litro, é:
a) 1,00g/L.
b) 2,00g/L.
c) 3,50g/L.
d) 4,00g/L.
e) 8,00g/L.