Você está na página 1de 5

Os fundamentos da Física • Volume 3 1

Exercícios propostos
Capítulo
Física Quântica
19
P.409 a) Equação fotoelétrica de Einstein:
Ec(máx.) ⫽ h 䡠 f ⫺ φ ⇒ 2 ⫽ h 䡠 f ⫺ 1,8 ⇒ h 䡠 f ⫽ 3,8 eV
Sendo h ⫽ 6,63 䡠 10⫺34 J 䡠 s ⫽ 4,14 䡠 10⫺15 eV 䡠 s, temos:

4,14 䡠 10⫺15 䡠 f ⫽ 3,8 ⇒ f ⯝ 9,2 䡠 1014 Hz

c 3,0 䡠 108
b) c ⫽ λ 䡠 f ⇒ λ ⫽ ⇒λ⫽ ⇒ λ ⯝ 3,3 䡠 10⫺7 m
f 9, 2 䡠 1014

P.410 A freqüência mínima, ou freqüência de corte f0, ocorre quando Ec(máx.) ⫽ 0. Logo:

φ 4, 3
φ ⫽ h 䡠 f0 ⇒ f 0 ⫽ ⇒ f0 ⫽ ⫺15
⇒ f0 ⯝ 1,04 䡠 1015 Hz
h 4,14 䡠 10

P.411 a) Vamos calcular a freqüência mínima f0 para que ocorra emissão fotoelétrica:
φ 2, 5
φ ⫽ h 䡠 f0 ⇒ f 0 ⫽ ⇒ f0 ⫽ ⇒ f0 ⫽ 6,0 䡠 1014 Hz
h 4,2 䡠 10⫺15
A freqüência da luz incidente no metal é dada por:

c 3, 0 䡠 108
f⫽ ⇒f⫽ ⇒ f ⫽ 5,0 䡠 1014 Hz
λ 6,0 䡠 10⫺7
Sendo f ⬍ f0, concluímos que não ocorrerá emissão fotoelétrica.

b) É a freqüência f0 calculada no item anterior: f0 ⫽ 6,0 䡠 1014 Hz


Os fundamentos da Física • Volume 3 • Capítulo 19 2
Exercícios propostos

c 3 䡠 108
P.412 a) E fóton ⫽ h 䡠 f ⇒ E fóton ⫽ h 䡠 ⫽ E fóton ⫽ 4 䡠 10⫺15 䡠 ⇒
λ 5 䡠 10⫺7
⇒ Efóton ⫽ 2,4 eV

b) A luz de comprimento de onda 5 䡠 10⫺7 m é capaz de arrancar elétrons do césio


e do potássio, pois suas funções trabalho W são menores do que 2,4 eV.
c) Ec ⫽ h 䡠 f ⫺ W
c
Ec ⫽ h 䡠 ⫺W
λ
3 䡠 10⫺8
E c ⫽ 4 䡠 10⫺15 䡠 ⫺ 2,3
3 䡠 10⫺7

Ec ⫽ 1,7 eV

P.413 Energia de um fóton:


c 3, 0 䡠 108
E ⫽ h 䡠 f ⇒E ⫽ h 䡠 ⇒ E ⫽ 6,6 䡠 10⫺34 䡠 ⇒ E ⯝ 3,3 䡠 10⫺19 J
λ 6.000 䡠 10⫺10
A energia E ’ ⫽ 10⫺18 J representa um número n de fótons dado por:

E’ 10⫺18 10
n⫽ ⇒n⫽ ⇒n⫽ ⇒ n⫽3
E 3,3 䡠 10⫺19 3,3

P.414 a) Temos as seguintes formas de energia:


• energia luminosa emitida pela lâmpada;
• energia térmica devido ao efeito Joule na lâmpada, nos fios de ligação e na bateria;
• energia química na bateria;
• energia potencial elástica na mola;
• energia mecânica no martelo da campainha;
• energia eletromagnética na bobina e nos fios de ligação;
• energia sonora emitida pela campainha.
b) Na placa metálica ocorre o efeito fotoelétrico explicado por Einstein, levando
em consideração a quantização da energia. Einstein propôs que um fóton da
radiação incidente, ao atingir o metal, é completamente absorvido por um úni-
co elétron, cedendo-lhe sua energia h 䡠 f. Com isso, elétrons são emitidos pela
placa com energia cinética máxima Ec(máx.) ⫽ h 䡠 f ⫺ φ, sendo h a constante de
Planck, f a freqüência dos fótons e φ a função trabalho, isto é, a energia mínima
necessária para que o elétron seja liberado da placa.
Outra parte do sistema é a lâmpada. A emissão de luz é devida aos saltos
quânticos.
Os fundamentos da Física • Volume 3 • Capítulo 19 3
Exercícios propostos

c) Esquema de forças no braço metálico:


FP
P
FP: força magnética
FM: força da mola
FO: força do pino
d
M
d FM
3
O
FO

Equilíbrio:
d
Σ MO ⫽ 0 ⇒ FM 䡠 ⫽ FP 䡠 d ⇒ FM ⫽ 3FP
3

Σ F ⫽ 0 ⇒ FP ⫹ FO ⫽ FM ⇒ FP ⫹ FO ⫽ 3FP ⇒ FO ⫽ 2FP

P.415 a) No nível 1, temos E1 ⫽ ⫺13,6 eV e no nível 3, E3 ⫽ ⫺1,51 eV.


E3 ⫺ E1 ⫽ h 䡠 f ⇒ ⫺1,51 ⫺ (⫺13,6) ⫽ h 䡠 f ⇒ h 䡠 f ⫽ 12,09 eV
Como 1 eV ⫽ 1,6 䡠 10⫺19 J, vem:
h 䡠 f ⫽ 12,09 䡠 1,6 䡠 10⫺19 ⇒ 6,6 䡠 10⫺34 䡠 f ⫽ 12,09 䡠 1,6 䡠 10⫺19 ⇒

⇒ f ⯝ 2,9 䡠 1015 Hz

c 3,0 䡠 108
b) c ⫽ λ 䡠 f ⇒ λ ⫽ ⇒λ⫽ ⇒ λ ⯝ 1,0 䡠 10⫺7 m
f 2,9 䡠 1015

c) De E 2 ⫽ Q 2 䡠 c 2 ⫹ (m0 䡠 c 2 )2, sendo m0 ⫽ 0, temos:


h䡠f 6,6 䡠 10⫺34 䡠 2,9 䡠 1015
E2 ⫽ Q2 䡠 c2 ⇒ h 䡠 f ⫽ Q 䡠 c ⇒Q ⫽ ⇒Q⫽ ⇒
c 3,0 䡠 108

⇒ Q ⯝ 6,4 䡠 10⫺27 kg 䡠 m/s

P.416 a) Sendo ⫺13,6 eV a energia correspondente ao estado fundamental, temos os


acréscimos de energia:
⫺13,6 eV ⫹ 9,25 eV ⫽ ⫺4,35 eV
⫺13,6 eV ⫹ 12,75 eV ⫽ ⫺0,85 eV
Logo, só o fóton com 12,75 eV pode ser absorvido, ocorrendo a transição do
nível 1 para o nível 4.
O primeiro fóton é reemitido com sua respectiva energia (9,25 eV).
Os fundamentos da Física • Volume 3 • Capítulo 19 4
Exercícios propostos

b) O átomo irá para o 3o estado excitado (nível 4).

c) O átomo excitado poderá decair, até voltar ao estado fundamental, de uma


entre as quatro maneiras a seguir.
1a) 3o estado → estado fundamental
2a) 3o estado → 2o estado → estado fundamental
3a) 3o estado → 1o estado → estado fundamental
4a) 3o estado → 2o estado → 1o estado → estado fundamental

d) Considere o caso:
3o estado → estado fundamental
Do 3o estado excitado (inicial) para o estado fundamental (final), a energia do
fóton emitido é dada por:
⫺0,85 eV ⫺ (⫺13,6 eV) ⫽ 12,75 eV
Outros decaimentos possíveis:
3o estado → 2o estado: ⫺0,85 eV ⫺ (⫺1,51 eV) ⫽ 0,66 eV
2o estado → 1o estado: ⫺1,51 eV ⫺ (⫺3,40 eV) ⫽ 1,89 eV
1o estado → estado fundamental: ⫺3,40 eV ⫺ (⫺13,6 eV) ⫽ 10,20 eV

P.417 a) Aspectos da Física Clássica mantidos no modelo de Bohr:


• O elétron se movimenta em torno do núcleo sob ação da força elétrica de
atração dada pela lei de Coulomb.
• O movimento do elétron obedece à 2a lei de Newton.
Aspectos inovadores introduzidos por Bohr:
• A passagem do elétron de uma órbita para outra é possível mediante a absor-
ção ou liberação de energia pelo átomo. A energia do fóton absorvida ou
liberada no processo corresponde à diferença entre as energias E’ e E dos
níveis envolvidos.
Sendo E’ ⬎ E, temos E’ ⫺ E ⫽ h 䡠 f, em que h é a constante de Planck e f é a
freqüência do fóton.
• As órbitas permitidas ao elétron são aquelas em que o momento angular é
h
um múltiplo inteiro de h ⫽ .

b) Conservação do momento linear Q:
Qátomo MH Qfóton
Qátomo ⫽ Qfóton ⇒ MH 䡠 Vrec. ⫽ Qfóton 쩸
hf E ⫺ E0 Átomo Fóton
Mas: Q fóton ⫽ ⇒ Q fóton ⫽ 1 쩹
c c
E1 ⫺ E 0 E ⫺ E0
Substituindo 쩹 em 쩸, temos: MH 䡠 Vrec. ⫽ ⇒ Vrec. ⫽ 1
c cMH
Os fundamentos da Física • Volume 3 • Capítulo 19 5
Exercícios propostos

h h 6,63 䡠 10⫺34
P.418 a) λ ⫽ ⇒λ⫽ ⇒λ⫽ ⇒ λ ⯝ 5,5 䡠 10⫺35 m
Q mv 400 䡠 10⫺3 䡠 (108 : 3,6)
h
b) ∆x 䡠 ∆Q ⭓

2 6,63 䡠 10⫺34
∆x 䡠 0,400 䡠 䡠 (108 : 3,6) ⭓
100 4π
⫺34
∆x ⭓ 2,2 䡠 10 m

(∆x)mín. ⫽ 2,2 䡠 10⫺34 m

h h 6,63 䡠 10⫺34
P.419 a) λ ⫽ ⇒λ⫽ ⇒λ⫽ ⇒ λ ⯝ 7,3 䡠 10⫺10 m
Q mv 9,1 䡠 10⫺31 䡠 1,0 䡠 106
h
b) ∆x 䡠 ∆Q ⭓

2 6,63 䡠 10⫺34
∆x 䡠 9,1 䡠 10⫺31 䡠 䡠 1,0 䡠 106 ⭓
100 4π
⫺9
∆x ⭓ 2,9 䡠 10 m

(∆x)mín. ⫽ 2,9 䡠 10⫺9 m