Você está na página 1de 16

GUIA DE ANÁLISE ERGONÔMICA DO TRABALHO

Dados da Empresa:
CNPJ: CNAE:6311-9
END.: ar TRABALHADORES ENVOLVIDOS 1
GRAU DE RISCO: 2 GRUPO DE RISCO: não aplicável

Setor/Gerência
Atividades

CALLC
4 horas 6 horas 8 horas Observações
Jornada de Trabalho

Sim Não Excepcional Nunca Observações


Horas Extras

Pausas

1.FOTO OU CROQUI DO LOCAL DE TRABALHO

GUIDELINE/GRADUAÇÃO

Posto de trabalho reúne todas as recomendações e possibilidades de regulagens para diferentes usuários. 1
Posto reúne os principais requisitos que estão compatíveis com as exigências do trabalho e as necessidades
biomecânicas básicas. 2
Posto de trabalho tem algum ponto ou aspecto que claramente pode ser melhorado e que é conveniente corrigir. 3
Posto de trabalho tem vários pontos que podem ser melhorados e que são precisos corrigir. 4
O posto de trabalho tem vários pontos claramente deficientes e seria conveniente um redesenho. 5
2.ASPECTOS DESCRITIVOS DO LOCAL DE TRABALHO
1 Pé direito: 2,30 m
2 Paredes: alvenaria/divisória
3 Cobertura: concreto
4 Ventilação Natural: janelas
5 Ventilação Artificial: ar condicionado
6 Piso: paviflex
7 Outros:
EQUIPAMENTOS
5e4
contraste e
luminancia

3
Tela

1
5 5
4 4
Equipamentos

3 3
Teclado

2 2
1 1
NA

5 5
4 4
3 3
Mouse

2 2
1 1
NA

3.AMBIENTE TÉRMICO
T° Bulbo Úmido T° Bulbo seco T° Globo Observações
NA 23,7 °C NA
Calor Radiante IBUTG Umidade Relativa do Ar Janelas abertas
NA NA 60% e ar
Velocidade do ar (m/s) Temperatura Efetiva Outro (s) condiconado
desligado.
0,09 m/s NA
TIPO DE ATIVIDADE Kcal
Sentado em repouso 100.00
1
sentado, movimentos moderados com braços e tronco (ex.:datilografia) 125.00
Trabalho leve
sentado, movimentos moderados com braços e tronco (ex.:dirigir) 150.00
2
de pé, trabalho leve, em máquina ou bancada, com alguma movimentação 150.00
sentado, movimentos vigorosos com braços e pernas 180.00
3
de pé, trabalho leve, em máquina ou bancada, principalmente com os braços 175.00
Trabalho Moderado
de pé, trabalho moderado em máquina ou bancada, com alguma movimentação 220.00
4
em movimento, trabalho moderado de levantar ou empurrar 300.00
trabalho intermitente de levantar, empurrar/arrastar pesos (ex.:remoção com pás) 440.00
Trabalho Pesado 5
trabalho fatigante 550.00
GUIDELINE/GRADUAÇÃO
TEMPERATURA °C
valores medidos menor que 18°C e maior que 26°C 5
Variação

valores medidos entre 18,1 a 19,9 ºC e entre 23°C a 24,9°C 4


valores medidos até 20°C e até 25,0 ºC 3
valores medidos até 19,9 °C e até 24,9°C 2
entre 20ºC e 23°C 1
4.AMBIENTE SONORO
Intensidade Tempo de Exposição Limite Exposição Habitual/Permanente
Posto Trabalho 8 horas 65,0 conforto acustico Habitual/Permanente

GUIDELINE/GRADUAÇÃO PARA CUMPRIMENTO NR-15- Anexo


Exposição ou doses diárias inferior a 10% (Leq 80 < db(A), do limite de exposição permitido.
1
Não existem perturbações extrauditivas para este tipo de trabalho realizado.

Exposição ou doses diárias compreendidas entre 10 e 50% (Leq 80 – 87 db(A), do limite do


valor permitido. Não existem perturbações extrauditivas importantes, mas o conforto acústico 2
é praticamente inexistente

Exposição ou doses diárias compreendidas entre 10 e 50% (Leq 80 – 87 db(A), do limite do


valor permitido. Não existem perturbações extrauditivas importantes, mas o conforto acústico 3
é praticamente inexistente

Exposição ou dose média diária superior a 100% (Leq > e = 90 db(A). Os ruídos de impacto
4
são inferiores a 140 db “pico”. Existem normalmente perturbações extraauditivas

Exposição ou doses média diária superior a 100% (Leq > e = 90 db(A). Os ruídos de impacto
5
são superiores a 140 db “pico”. Existem importantes perturbações extraauditivas.

Observações:

5.INSTALAÇÕES ELÉTRICAS
1
Cabos e fios

2
As instalações elétricas estão de acordo com as normas de segurança. 3
4
5

6.ILUMINAÇÃO GERAL
Geral ou Posto de Trabalho? Tempo de Exposição Limite Exposição Habitual/Permanente
posto de trabalho 8 horas Não Aplicável (NA) Habitual/Permanente
4.1.NIVEL DE ILUMINAÇÃO POSTO DE TRABALHO
Posto 1 Posto 7
Posto 2 Posto 8
Posto 3 Posto 9
Posto 4 Posto 10
Posto 5 Posto 11
Posto 6 Posto 12
GUIDELINE/GRADUAÇÃO
Os níveis de iluminância são superiores aos níveis recomendados em todas as áreas. Existe iluminação
natural, mas normalmente não existe luminosidade excessiva ou reflexos
1

Os níveis de iluminância são suficientes em relação aos níveis recomendados, mas é necessário o
emprego de iluminação artificial durante a maior parte da jornada de trabalho, não existindo elementos 2
perturbadores muito destacados, salvo em ocasiões muito esporádica e evitável.

Os níveis de iluminancia são suficientes, respeitando-se os níveis recomendados, porém se trabalha


continuamente com iluminação artificial ou a utilização de auxiliar no mínimo em 3 áreas. Podem existir 3
alguns desequilíbrios e reflexos, porém sem perturbar o desenvolvimento do trabalho.

Os níveis de iluminancia estão compreendidos entre 50 - 100% dos limites estabelecidos,


existem no mínimo 4 áreas com reflexos diretos ou penumbras que estão interferindo na 4
maior parte da jornada e obrigam a adotar medidas corretivas (refazer lay-out do local)

Os níveis de iluminancia são inferiores a 50% dos limites estabelecidos, existem no mínimo 5
5
áreas com reflexos, interferindo diretamente durante a maior jornada de trabalho
7.AGENTES QUÍMICOS
Produto Intensidade Tempo Exposição Limite exposição Hab/Permanente Interm/Ocas. Observações

Não há exposição a agentes quimicos


GUIDELINE/GRADUAÇÃO
Quando a concentração média de um agente ou o seu efeito combinado com vários
1
contaminantes é inferior a 20% do limite de exposição
Quando a concentração média ou seu efeito combinado está compreendido entre 20 e 50%
do limite de exposição 2
Quando a concentração média ou seu efeito combinado é inferior ao limite admissível de
3
exposição e superior a 50% do limite de exposição
Quando a concentração média ou seu efeito combinado supera o limite admissível de
4
exposição
Quando a concentração média ou o seu efeito combinado supera o limite admissível de
exposição e para o controle é necessário o uso de proteção respiratória de modo 5
permanente
8.ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO

Carga Sensorial (responda as questões com sim ou não)


Atividade exerce alta exigência visual? Sim
Atividade exerce alta exigência auditiva? Não
Atividade exerce alta exigência de tato? Não
Atividade exerce alta exigência do paladar? Não
Atividade exerce alta exigência do olfato? Não
GUIDELINE/GRADUAÇÃO
De 1 resposta "sim" 1
De 2 respostas "sim" 2
De 3 a 4 respostas "sim" 3 ou 4
De 5 respostas "sim" 5
Coordenação senso-motora ((responda as questões com sim ou não)
1 Atividade exerce alta destreza tato? Sim
2 Atividade exerce alta destreze visual/manual? Sim
3 Atividade exerce alta destreza com pé e/ou mão? Não
4 Atividade exerce alta destreza com audição/manual? Não
5 Atividade exerce alta destreza do olfato/manual? Não
Carga Mental (responda as questões com sim ou não)
1 A execução da atividade está acima das possibilidades do trabalhador? Não
2 A execução da atividade está abaixo das possibilidades do trabalhador? Não
A atividade não implica em nenhum compromisso mental, podendo resultar insuficiente e repugnante,
Não
3 provocando "subcarga mental", implicando nos resultados?
A atividade absorve mentalmente, "excedendo" os limites toleráveis do indivíduo, provocando "sobrecarga
Não
4 mental", implicando nos resultados?
5 A atividade exercida demanda constrangimento de tempo? Não

6 A atividade exercida tem demanda de complexidade e rapidez? Não

A atividade demanda dificuldades perceptivas devido a incerteza da compreensão e tomada de decisão? Não
7
8 A quantidade de informações está ordenada de maneira que o trabalhador apreende? Sim
9 A qualidade de informações está desordenada de maneira que o trabalhador não apreende? Não

O tempo para o estímulo resposta (sistema entrada/saída) no exercício da atividade pode saturar o
10 trabalhador, devido o projeto do sistema de trabalho (máquinas, equipamentos, softwares, organização do Não
trabalho, etc.), dificultando para recuperar a sua capacidade de análise?

GUIDELINE/GRADUAÇÃO
De 0 a 2 respostas "sim" 1
De 3 a 5respostas "sim" 2
De 6 a 7 respostas "sim" 3 ou 4
De 8 a 10 respostas "sim" 5
Complexidade

Trabalhos com complexidade muito baixa, como por exemplo, classificar peças com poucas variedades, transportar
materiais, etc 1

Trabalhos que requeiram a leitura ou escrita de códigos, como por exemplo, ordenar e classificar diversos materiais
ou informações, com memorização de algumas referências (denominação de códigos, quantidades, etc.). 2

Trabalhos que requeiram a leitura ou escrita freqüente de textos, registros de parâmetros físicos ou resoluções de
um repertório extenso de incidências todas elas previstas. Cálculos repetitivos com operações matemáticas 3
elementares (raciocínio simples), por exemplo, a realização de somas, multiplicações, divisões de quantidades, etc

Tarefas sobre procedimentos não padronizados, que apresentam incidências imprevisíveis para aqueles que só
conhecem os procedimentos gerais, e frequentemente com uma elevada pressão de tempos, como por exemplo,
aquelas em que os cálculos da operação para resolução exigem distintas estratégias de análises que precisam de 4
conhecimentos prévios muito amplos em uma determinada área (eletricidade, mecânica, química, contabilidade,
etc.).

Trabalhos em processos complexos onde se devem conhecer as relações entre diversas partes envolvidas. As
estratégias devem ser elaboradas e aplicadas com alta precisão e com elevada pressão de tempo, como por 5
exemplo, trabalhos em painéis de controle de empresas de processo contínuo

Autonomia e decisão

Trabalhos que praticamente não precisam ser planificados. As formas de atuação e de apoios dos superiores se
podem obter em qualquer momento, como por exemplo, trabalhos onde exista total autonomia na ordem das 1
operações e no ritmo de trabalho e onde as conseqüências de possíveis erros são omitidas.
Trabalhos planificados com instruções detalhadas onde ocasionalmente é preciso decidir sobre pequenos detalhes
relacionados com as tarefas ou o controle do processo produtivo. O ritmo de trabalho pode ser determinado, as
incidências são muito ocasionais e existe autonomia na ordem das operações e variações do ritmo de trabalho, 2
cujas alterações são solucionáveis no próprio posto e a conseqüência de possíveis erros são escassas ou
solucionadas na própria seção.

Trabalhos onde é preciso definir a ordem mais adequada das operações a realizar e onde unicamente se conhecem
previamente o procedimento geral. Normalmente, diante das incidências importantes tem-se possibilidade de
consulta, mas as derivadas das tarefas específicas têm que ser definidas (necessidade de retoques, ajuste ou 3
reparação da máquina, etc.).

Trabalhos onde para muitas operações não estão definidos os processos de trabalho. Em ocasiões diante de certas
eventualidades e incidências não é possível a consulta hierárquica superior e onde os erros podem ter 4
conseqüências importantes repercutindo a nível de seção.

Trabalhos variados onde não existem procedimentos definidos de trabalho. Na maioria das situações não é possível
a consulta hierárquica superior para resolução de problemas técnicos. Os erros podem ter conseqüências graves 5
repercutindo-as a nível de toda a divisão.

Comunicações/Relações Sociais
Existe a possibilidade de comunicação verbal fluída e freqüente, sem nenhuma restrição por parte da empresa, com
conversações periódicas com as chefias, subordinados e companheiros e um elevado nível de privacidade se for 1
necessário.

Existe possibilidade de comunicação verbal freqüente com algumas restrições impostas pelas implicações do nível
de ruído, layout ou características das tarefas que impedem um alto nível de privacidade sobre os temas falados. 2

Existe possibilidade de comunicação verbal periódica, mas em momentos ou fases de determinados trabalhos, ou
por motivo de layout inadequado e barreiras de limitações físicas (distâncias, nível de ruído, tipo de tarefas, etc.) que 3
perturbam ou restringem a comunicação.

A comunicação verbal está muito limitada aos períodos de reuniões, nos descansos ou para tratar de incidências
severas do trabalho, e onde a comunicação particular e privada durante o trabalho é praticamente inexistente ou 4
impossível

A comunicação verbal é praticamente inexistente durante o trabalho, salvo em caso de incidências graves, sem
contato visual com outros companheiros. 5

Atenção
Trabalhos que requeiram muito pouca atenção “mantida”, e onde as inadvertências de sinais podem ser corrigidas
por outros meios, inexistência de pressão de velocidade (ritmo de trabalho) e de elevada redundância de sinais
(luminosos, sonoros, etc.). Ex.: trabalhos de acionamento/parada, produção semi-automática em operações de 1
baixa velocidade e/ou de forma intermitente

Trabalham que requeiram uma atenção específica e permanente com momentos críticos de atenção “mantida”,
previsíveis ou facilmente percebidas, como os controles ou revisões periódicas em determinados momentos do ciclo 2
de trabalho. Ex.: trabalhos de montagens manuais em série, classificação de materiais, etc

Trabalhos que impliquem a atenção periódica e intermitente de várias variáveis, coincidindo simultaneamente várias
delas, de modo que a atenção concentrada sobre algum aspecto de trabalho é permanente. Ex.: trabalhos de
montagens manuais com controles e regulagens ou variáveis físicas em telas de computadores, diais, sinais 3
acústicos, etc. Trabalhos administrativos repetitivos, escrever a máquina/microcomputador, recepção freqüente de
sinais de chamadas telefônicas por uma só linha.

Trabalhos que impliquem em uma atenção “mantida” praticamente permanente, com pouca previsibilidade sobre a
aparição de sinais críticos, sobre o que tem de atuar com rapidez e cujas conseqüências podem ser importantes.
Ex.: condução de veículos em áreas de intenso tráfego, controles permanentes de variáveis ou fatores críticos, erros 4
e defeitos sobre processos contínuos, etc.

Trabalho de solicitação de atenção “mantida” permanente e onde se pode produzir conflito com várias solicitações
simultâneas e críticas de uma única vez. Controle de várias variáveis em processos contínuos e rápidos ou de alta
velocidade onde podem descontrolar-se várias partes do processo que requeiram uma intervenção simultânea, com 5
alguma emergência. Ex.: quadro de vigilância e controle de centrais elétricas, telefônicas com índice de chamadas
superiores a 200 chamadas/dia, etc.
Trabalho de solicitação de atenção “mantida” permanente e onde se pode produzir conflito com várias solicitações
simultâneas e críticas de uma única vez. Controle de várias variáveis em processos contínuos e rápidos ou de alta
velocidade onde podem descontrolar-se várias partes do processo que requeiram uma intervenção simultânea, com 5
alguma emergência. Ex.: quadro de vigilância e controle de centrais elétricas, telefônicas com índice de chamadas
superiores a 200 chamadas/dia, etc.

AVALIAÇÃO CARGA COGNITIVA


As exigências da atividade implicam em um esforço de memorização, com um alto nº de ações a efetuar,
relacionado com a velocidade com que o trabalhador deve emitir a resposta? Sim
Existe fragmentação das tarefas na realização de sua atividade? Não
As exigências da atividade provoca uma destruição cognitiva (esquecimentos, desordem, falta de atenção) ou uma
desagregação operativa (falta de coordenação, erros, imprecisões? Não
O trabalhador tem conhecimento sobre a sua atividade e nota que ela agrega valor ao produto da empresa? Sim
GUIDELINE/GRADUAÇÃO
De 1 resposta "sim" 1
De 2 respostas "sim" 2
De 3 respostas "sim" 3
De 4 respostas "sim" 4
De 5 respostas "sim" 5
9.TURNOS/HORÁRIOS/PAUSAS
Turno de Manhã? Sim
Pausas Turno

Turno da tarde? Sim


Turno da Noite? Não
Fixadas pelo empregador? Sim
Auto Administradas? Não
Informais? Não
GUIDELINE/GRADUAÇÃO
Horario de Trabalho normal, flexível e opcional 1
Horário Fixo diurno 2
Jornada

Horário diário rotativo (2 x 8) 3


Horário em turnos rotativos com descanso em finais de semana (3 x 8) 4
Horário em turno rotativo e processo "non stop" 5
Ritmo de Trabalho
Tempo Ciclo N° ações por Nº ações por minuto =
nº ações do ciclo x 60 / tempo
Membro Operação em segundos ciclo ciclo
E
NA
D
E
D
Tempo de Ciclo Real
Duração da tarefa Nº peças pessoa/turno
TCR= T real x 60 / nº peças
1
2
3
4
5
NA
6
7
8
9
10
UTILIZAÇÃO DE FORÇA (ESCALA DE BORG)
0 Nenhum esforço

1-3 Fraco

4-6 Forte
7-9 Muito Forte

10 Máximo
Posturas Inadequadas - sentado
Tempo de permanência na postura
Item postura 0 - 60 61 - 120 121 - 240 241 - 360 361 - 480
1 1 1 3 3
1
sentado normal
2 2 2 3 3
2
sentado inclinado para frente

3 3 4 4 5
3
sentado com braços acima dos ombros
Posturas Inadequadas - em pé
2 2 2 3 3
1
De pé normal
3 3 4 4 5
2
De pé com braços elevados

3 4 5 5 5
3
De pé com braços elevados acima dos ombros

3 3 4 4 5
4
De pé inclinado

3 3 4 5 5
5
De pé muito inclinado

3 4 4 5 5
6
ajoelhado

3 3 4 4 5
7
deitado

3 4 4 5 5
8
agachado
Colocar a pontuação da avaliação RULA - Rappid Upp Lumber Assessment, nos segmentos corporais
de BRAÇOS

9
9

ALCANCE DOS ANTEBRAÇOS

10

DESVIOS DE PUNHOS

11

DESVIOS DE PESCOÇO

12

DESVIO DE TRONCO

13

VALORES ADEQUADOS DE DISTÂNCIAS PARA OS SEGMENTOS CORPORAIS NO POSTO DE


TRABALHO SENTADO COM MICROCOMPUTADOR (ANTROPOMETRIA)
14 Trabalhador com altura de 1,60 m

Observações:
Observações:

17 (assinatura Responsavel) Técnico - Pedro Luiz Saldanha Ergonomista/USP 2/21/2010

QUADRO DOS RESULTADOS DA AVALIAÇÃO ERGONÔMICA

POSTO DE TRABALHO

TELA DO MICROCOMPUTADOR

TECLADO

MOUSE

TIPO DE ATIVIDADE (CARGA FÍSICA)

TEMPERATURA

AMBIENTE SONORO

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

ILUMINAÇÃO GERAL

AGENTES QUIMICOS

CARGA SENSORIAL

CARGA SENSORIO-MOTORA

CARGA MENTAL

COMPLEXIDADE

AUTONOMIA E DECISÃO

COMUNICAÇÕES/RELAÇÕES SOCIAIS

ATENÇÃO

CARGA COGNITIVA
CARGA COGNITIVA

JORNADA DE TRABALHO

POSTURAS (SENTADO NORMAL)

POSTURAS EM PÉ (NORMAL)

DESVIO DE PUNHOS

DESVIO DE PESCOÇO

DESVIO DE TRONCO

Legenda: (1) -insignificante, (2) Moderado, (3) Importante, (4) Significante e 5 Correção Imediata
Tecnico Responsavel Data

Pedro Luiz Saldanha 2/28/2012

HISTOGRAMA - RESULTADOS
QUADRO DOS RESULTADOS DA AVALIAÇÃO ERGONÔMICA
SITUAÇÃO AVALIADA ESCALA
POSTO DE TRABALHO 2
TELA DO MICROCOMPUTADOR 2 3
TECLADO 2
MOUSE 2
2.5
TIPO DE ATIVIDADE (CARGA FÍSICA) 1
TEMPERATURA 2
AMBIENTE SONORO 1 2
INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1
ILUMINAÇÃO GERAL 1 1.5
AGENTES QUIMICOS 0
CARGA SENSORIAL 1 1 2 2 2
CARGA MENTAL 1
COMPLEXIDADE 2 0.5
AUTONOMIA E DECISÃO 1
COMUNICAÇÕES/RELAÇÕES SOCIAIS 1
0
ATENÇÃO 3
CARGA COGNITIVA 1
JORNADA DE TRABALHO 1
POSTURA (SENTADO NORMAL) 3
POSTURA EM PÉ (NORMAL) 3
DESVIO DE PUNHOS 2
DESVIO DE PESCOÇO 2
DESVIO DE TRONCO 2
3

2.5

1.5 3 3 3

1 2 2 2 2 2 2 2 2 2

0.5 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1

0 0
3 3

2 2 2
POSTO DE TRABALHO 2

TELA DO MICROCOMPUTADOR 2

TECLADO 2

MOUSE 2
TIPO DE ATIVIDADE (CARGA
1
FÍSICA)
3
TEMPERATURA 2

AMBIENTE SONORO 1

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1
2.5
ILUMINAÇÃO GERAL 1

AGENTES QUIMICOS 0

CARGA SENSORIAL 1
2
CARGA MENTAL 1

COMPLEXIDADE 2

AUTONOMIA E DECISÃO 1 1.5

COMUNICAÇÕES/RELAÇÕES
1
SOCIAIS

ATENÇÃO 3
1
CARGA COGNITIVA 1

JORNADA DE TRABALHO 1

POSTURAS (SENTADO NORMAL) 3


0.5

POSTURAS EM PÉ (NORMAL) 3

DESVIO DE PUNHOS 2

DESVIO DE PESCOÇO 2 0
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21
DESVIO DE TRONCO 2
Column A Colu
Column L
8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47

Column A Column B Column C Column D


Column L

Você também pode gostar