Você está na página 1de 41
Simone Helen Drumond Ischkanian PLANNER SHDI
Simone Helen Drumond Ischkanian PLANNER SHDI

Simone Helen Drumond Ischkanian

PLANNER SHDI
PLANNER SHDI
OS DEZ SENTIDOS DO SER HUMANO 1 a 5 Os cinco sentidos popularmente conhecidos –

OS DEZ SENTIDOS DO SER HUMANO

1 a 5

Os

cinco

sentidos

popularmente

conhecidos

visão,

audição, tato, olfato e paladar.

 

6

O

vestibular equilíbrio (cuja origem está na audição)

7

O da propriocepção (a postura; a contração muscular, fazer

atividades sem olhar para o que se faz; sentir o peso dos

objetos; ter sensação de “controle” sobre o próprio corpo

8

O da interocepção (sensações interiores de fome, sede, sono, bexiga cheia, batimentos cardíacos e cansaço)

9

O

da nocicepção (sensação de dor)

 

10

O de termo-cepção (registro das temperaturas frio, quente, gelado, morno, etc.)

ÓRGÃOS DOS SENTIDOS EU TENHO NOME

ÓRGÃOS DOS SENTIDOS

ÓRGÃOS DOS SENTIDOS EU TENHO NOME

EU TENHO

ÓRGÃOS DOS SENTIDOS EU TENHO NOME
ÓRGÃOS DOS SENTIDOS EU TENHO NOME

NOME

NOME
ÓRGÃOS DOS SENTIDOS EU TENHO NOME

ÓRGÃOS DOS SENTIDOS

ÓRGÃOS DOS SENTIDOS EU TENHO NOME

EU TENHO

ÓRGÃOS DOS SENTIDOS EU TENHO NOME
ÓRGÃOS DOS SENTIDOS EU TENHO NOME
ÓRGÃOS DOS SENTIDOS EU TENHO NOME

NOME

NOME
ÓRGÃOS DOS SENTIDOS EU TENHO NOME

ÓRGÃOS DOS SENTIDOS

ÓRGÃOS DOS SENTIDOS EU TENHO NOME

EU TENHO

ÓRGÃOS DOS SENTIDOS EU TENHO NOME
ÓRGÃOS DOS SENTIDOS EU TENHO NOME

NOME

NOME
ÓRGÃOS DOS SENTIDOS EU TENHO NOME

ÓRGÃOS DOS SENTIDOS

ÓRGÃOS DOS SENTIDOS EU TENHO NOME

EU TENHO

ÓRGÃOS DOS SENTIDOS EU TENHO NOME
ÓRGÃOS DOS SENTIDOS EU TENHO NOME
ÓRGÃOS DOS SENTIDOS EU TENHO NOME

NOME

NOME
ÓRGÃOS DOS SENTIDOS
ÓRGÃOS DOS
SENTIDOS

NOME

NOME
ÓRGÃOS DOS SENTIDOS NOME

ÓRGÃOS DOS

SENTIDOS
SENTIDOS
ÓRGÃOS DOS SENTIDOS NOME
ÓRGÃOS DOS SENTIDOS NOME

NOME

NOME
ÓRGÃOS DOS SENTIDOS NOME

ÓRGÃOS DOS

SENTIDOS
SENTIDOS
ÓRGÃOS DOS SENTIDOS NOME

NOME

NOME
ÓRGÃOS DOS SENTIDOS - TATO NOME

ÓRGÃOS DOS SENTIDOS - TATO

ÓRGÃOS DOS SENTIDOS - TATO NOME

NOME

NOME
ÓRGÃOS DOS SENTIDOS NOME
ÓRGÃOS DOS SENTIDOS NOME

ÓRGÃOS DOS

SENTIDOS

ÓRGÃOS DOS SENTIDOS NOME

NOME

NOME
ÓRGÃOS DOS SENTIDOS NOME

ÓRGÃOS DOS

SENTIDOS

ÓRGÃOS DOS SENTIDOS NOME
ÓRGÃOS DOS SENTIDOS NOME

NOME

NOME
ÓRGÃOS DOS SENTIDOS NOME
ÓRGÃOS DOS SENTIDOS NOME

ÓRGÃOS DOS

SENTIDOS

ÓRGÃOS DOS SENTIDOS NOME

NOME

NOME
ÓRGÃOS DOS SENTIDOS NOME
ÓRGÃOS DOS SENTIDOS NOME

ÓRGÃOS DOS

SENTIDOS

ÓRGÃOS DOS SENTIDOS NOME

NOME

NOME
ÓRGÃOS DOS SENTIDOS NOME
ÓRGÃOS DOS SENTIDOS NOME

ÓRGÃOS DOS

SENTIDOS

ÓRGÃOS DOS SENTIDOS NOME

NOME

NOME
Nome: Capítulo I - De olho no mundo, através dos sentidos. Jogos, brinquedos, brincadeiras e

Nome:

Capítulo I - De olho no mundo, através dos sentidos. Jogos, brinquedos, brincadeiras e experiências lúdicas, para descobrir o mundo através do sentido da visão.

sentidos. Jogos, brinquedos, brincadeiras e experiências lúdicas, para descobrir o mundo através do sentido da visão.
sentidos. Jogos, brinquedos, brincadeiras e experiências lúdicas, para descobrir o mundo através do sentido da visão.
Nome: Capítulo II - De ouvido aberto, através dos sentidos. Jogos, brinquedos, brincadeiras e experiências

Nome:

Capítulo II - De ouvido aberto, através dos sentidos. Jogos, brinquedos, brincadeiras e experiências lúdicas, para descobrir o mundo através do sentido da audição.

Jogos, brinquedos, brincadeiras e experiências lúdicas, para descobrir o mundo através do sentido da audição.
Jogos, brinquedos, brincadeiras e experiências lúdicas, para descobrir o mundo através do sentido da audição.
Nome: Capítulo III - Sinta na pele, através dos sentidos. Jogos, brinquedos, brincadeiras e experiências

Nome:

Capítulo III - Sinta na pele, através dos sentidos. Jogos, brinquedos, brincadeiras e experiências lúdicas, para descobrir o mundo através do sentido do tato.

sentidos. Jogos, brinquedos, brincadeiras e experiências lúdicas, para descobrir o mundo através do sentido do tato.
sentidos. Jogos, brinquedos, brincadeiras e experiências lúdicas, para descobrir o mundo através do sentido do tato.
Nome: Capítulo IV - Tem gosto de quê? (Os sentidos). Jogos, brinquedos, brincadeiras e experiências

Nome:

Capítulo IV - Tem gosto de quê? (Os sentidos). Jogos, brinquedos, brincadeiras e experiências lúdicas, para descobrir o mundo através do sentido do paladar.

Jogos, brinquedos, brincadeiras e experiências lúdicas, para descobrir o mundo através do sentido do paladar.
Jogos, brinquedos, brincadeiras e experiências lúdicas, para descobrir o mundo através do sentido do paladar.
Nome: Capítulo V - Tem cheiro de quê? (Os sentidos). Jogos, brinquedos, brincadeiras e experiências

Nome:

Capítulo V - Tem cheiro de quê? (Os sentidos). Jogos, brinquedos, brincadeiras e experiências lúdicas, para descobrir o mundo através do sentido do olfato.

Jogos, brinquedos, brincadeiras e experiências lúdicas, para descobrir o mundo através do sentido do olfato.
Jogos, brinquedos, brincadeiras e experiências lúdicas, para descobrir o mundo através do sentido do olfato.
O Transtorno do Processamento Sensorial faz parte no manual psiquiátrico DSM-5 como um distúrbio neurológico

O Transtorno do Processamento Sensorial faz parte no

manual psiquiátrico DSM-5 como um distúrbio neurológico

independente. Freqüentemente é identificado nas pessoas com um diagnóstico dentro do Espectro do Autismo.

pessoas com um diagnóstico dentro do Espectro do Autismo . A CAUSA DO DISTÚRBIO É DE
pessoas com um diagnóstico dentro do Espectro do Autismo . A CAUSA DO DISTÚRBIO É DE

A CAUSA DO DISTÚRBIO

É DE ORDEM GENÉTICA

Os estímulos do meio ambiente

são rápida e intensamente

captados pelo cérebro da pessoa

sensível a essa invasão sensorial.

O estresse é fator agravante a tolerância do input dos estímulos sensoriais ao mesmo tempo.
O estresse é
fator agravante
a tolerância do
input dos
estímulos
sensoriais ao
mesmo tempo.
MONO FUNCIONAMENTO É A EXPERIÊNCIA DE UM SENTIDO DE CADA VEZ. PAIS, PROFESSORES E TERAPEUTAS:

MONO FUNCIONAMENTO É A EXPERIÊNCIA DE

UM SENTIDO DE CADA VEZ.

PAIS, PROFESSORES E TERAPEUTAS: EVITEM

OFERECER MUITOS ESTÍMULOS À PESSOA

AUTISTA SENSORIALMENTE SENSÍVEL

.Apresente o estímulo visual antes da verbalização de uma ação.

Os pictogramas são excelentes para compreensão das atividades que serão trabalhadas no dia.

Passo 1 Mostre a figura Passo 2 - Aguardar alguns segundos Passo 3 - Falar em voz alta que a criança deve fazer.

HIPERSENSIBILIDADE SENSORIAL Fight, Flight or Freeze Os norte americanos usam o termo Fight, Flight e

HIPERSENSIBILIDADE SENSORIAL

Fight, Flight or Freeze

Os norte americanos usam o termo Fight, Flight e Freeze para designar as

ações típicas de uma pessoa desorientada.

Ele luta (fight)

Ele reage gritando, jogando coisas ao chão, (se) agredindo etc (fight)

Ele foge (flight)

Ele sai do local que o perturba intensamente (flight)

Ele se esconde (flight) Ele se recusa a ir à escola ou qualquer outro lugar (flight)

Ele congela (freeze). Ele se perturba, fica calmo em um ambiente e agitado em outro (apresentando um comportamento inapropriado) - (freeze).

HIPERSENSIBILIDADE SENSORIAL Fight, Flight or Freeze Os norte americanos usam o termo (fight), quando uma

HIPERSENSIBILIDADE SENSORIAL

Fight, Flight or Freeze

Os norte americanos usam o termo (fight), quando uma pessoa reage gritando, jogando coisas ao chão, (se) agredindo, etc.

Nome:

Reação apresentada:

Quanto?

Onde?

HIPERSENSIBILIDADE SENSORIAL Fight, Flight or Freeze Os norte americanos usam o (flight) quando a pessoa

HIPERSENSIBILIDADE SENSORIAL

Fight, Flight or Freeze

Os norte americanos usam o (flight) quando a pessoa foge sai do local que o perturba intensamente, se esconde, se recusa a ir à escola ou qualquer outro lugar, etc.

Nome:

Reação apresentada:

Quanto?

Onde?

HIPERSENSIBILIDADE SENSORIAL Fight, Flight or Freeze Os norte americanos usam o termo (freeze) quando a

HIPERSENSIBILIDADE SENSORIAL

Fight, Flight or Freeze

Os norte americanos usam o termo (freeze) quando a pessoa congela, se perturba, fica calmo em um ambiente e agitado em outro (apresentando um comportamento

Nome:

Reação apresentada:

Quanto?

Onde?

PEI - PLANO EDUCACIONAL INDIVIDUALIZADO Educação Infantil Profissional:
PEI - PLANO
EDUCACIONAL
INDIVIDUALIZADO
Educação Infantil
Profissional:
Planejamento Diário Profissional: Eixos norteadores: As interações e as brincadeiras Direitos de aprendizagem: ( )

Planejamento Diário

Profissional:

Planejamento Diário Profissional: Eixos norteadores: As interações e as brincadeiras Direitos de aprendizagem: ( )

Eixos norteadores: As

interações e as brincadeiras

Direitos de aprendizagem:

(

) Conviver (

) Brincar

(

) Participar

(

) Explorar

(

) Expressar

(

) Conhecer-se

Objetivos de aprendizagem e desenvolvimento

Campos de Experiências

Vivências

Recursos

Pedagógicos

PEI - PLANO EDUCACIONAL INDIVIDUALIZADO O PEI do Método de Portfólios Inclusão – Autismo e

PEI - PLANO EDUCACIONAL INDIVIDUALIZADO

PEI - PLANO EDUCACIONAL INDIVIDUALIZADO O PEI do Método de Portfólios Inclusão – Autismo e Educação

O PEI do Método de Portfólios Inclusão Autismo e Educação de Simone Helen Drumond Ischkanian procura assegurar, que a criança no contexto da inclusão, na Educação Infantil, tenha as condições necessárias para aprender em situações

nas quais possam desempenhar um papel

ativo em ambientes que as convidem a vivenciar desafios e desenvolvimento de

habilidades, por meio do lúdico, das

interações e brincadeiras

Profissional:

Eixos norteadores:

As interações e as

brincadeiras

Direitos de aprendizagem

Conviver

Brincar

Participar

Explorar

Expressar

Conhecer-se

PEI - PLANO EDUCACIONAL INDIVIDUALIZADO

PEI - PLANO EDUCACIONAL INDIVIDUALIZADO Eixos norteadores: As interações e as brincadeiras. Profissional: Objetivos de

Eixos norteadores:

As interações e as brincadeiras.

Profissional:

Objetivos de aprendizagem e

Campos de

Vivências

Recursos

desenvolvimento

Experiências

Pedagógicos

Eixos norteadores: As interações e as brincadeiras. Profissional:   Atividades Permanentes Atividades

Eixos norteadores: As interações e as brincadeiras.

Profissional:

As interações e as brincadeiras. Profissional:   Atividades Permanentes Atividades Diversificadas
 

Atividades Permanentes

Atividades Diversificadas Oficinas de desenho

Atividades transitórias

Roda de história

(Casa-Creche-Pré-escola-

Roda de conversa

Pintura

Ensino Fundamental)

Faz-de-Conta

Modelagem

Integração e continuidade dos

Música

Hora da Leitura

Construções

Ateliês

Teatro

processos de aprendizagens das crianças.

Cuidados com o Corpo

Danças

Exploração dos espaços de

aprendizagens

Outras.

Outras:

Eixos norteadores: As interações e as brincadeiras. Profissional:

Eixos norteadores: As interações e as brincadeiras.

Profissional:
Profissional:

Eixos norteadores: As interações e as brincadeiras.

Profissional:

As interações e as brincadeiras. Profissional: PROJETOS: AÇÕES: AVALIAÇÃO: Assinatura

PROJETOS:

AÇÕES:

AVALIAÇÃO:

Assinatura pedagogo (a)

Assinatura gestor (a)

PEI - PLANO EDUCACIONAL INDIVIDUALIZADO Ensino Fundamental Profissional:
PEI - PLANO
EDUCACIONAL
INDIVIDUALIZADO
Ensino
Fundamental
Profissional:
PROJETOS: AÇÕES: AVALIAÇÃO: Assinatura pedagogo (a) Assinatura gestor (a)

PROJETOS:

AÇÕES:

AVALIAÇÃO:

Assinatura pedagogo (a)

Assinatura gestor (a)