Você está na página 1de 3

1

Biologia e Geologia
Translação – Movimento
13 de Outubro de 2010 – Planeta Terra – Contributos para o
seu conhecimento efectuado por um corpo
em torno de outro corpo
__________________________________________________
Rotação – Movimento
efectuado por um corpo
Objectivos em torno do seu próprio
eixo.
Compreender a importância da aplicação de métodos
indirectos no estudo da estrutura interna da Terra.
Conhecer algumas características de diferentes
corpos do Sistema Solar.
Relacionar o planeta Terra com outros astros do
Universo, nomeadamente com os do Sistema Solar.

CARACTERÍSTICAS DOS PLANETAS

Os planetas principais conhecidos pertencentes ao


Sistema Solar, são: Mercúrio, Vénus, Terra, Marte, Júpiter,
Saturno, Urano e Neptuno. Plutão, outrora conhecido como
sendo um planta principal, hoje em ia é considerado um
planeta anão. Em torno de algum dos planetas mencionados,
outros planetas descrevem movimentos de translação,
chamam-se planetas secundários ou satélites.

Algumas generalidades acerca dos planetas do Sistema Solar:

Fontes: Amparo Dias da Silva, Fernanda Gramaxo, Maria Ermelinda Santos, Almira Mesquita
Planetas Telúricos – São
designados desta forma
A Lua, Mercúrio e Marte podem ser considerados devido às semelhanças
planetas geologicamente mortos pois as suas camadas que apresentam com a
geológicas não se têm modificado nem evoluído. Terra.

Planetas Longínquos ou
Os planetas telúricos são Mercúrio, Vénus, Terra e Gigantes – São
Marte e têm muitas características em comum: designados desta forma
porque não apresentam
 São essencialmente constituídos por materiais
características
sólidos;
semelhantes à Terra,
 Apresentam-se estruturados em camadas;
 Parecem ter um núcleo metálico; localizam-se a grandes
 A densidade é elevada; distâncias e têm grandes
 Têm um diâmetro inferior ou sensivelmente próximo dimensões.
do diâmetro da Terra;
Cratera - Depressão
 Foram modificados por impactos que geraram
crateras; existente no solo da
 As atmosferas, quando existentes, são pouco terra ou de qualquer
extensas relativamente às dimensões dos respectivos outro corpo celeste.
planetas;
 Os movimentos de rotação que descrevem são
lentos; Asteróide – Corpo
 Possuem poucos satélites e, em alguns casos, não
celeste de pequenas
possuem mesmo nenhum.
dimensões, com órbita
própria e de pequenas
Os planetas gigantes são Júpiter, Saturno, Úrano e
Neptuno e apresentam as seguintes características em dmensões.
comum:
 Possuem diâmetros bastante superiores aos dos
planetas telúricos;
 Têm baixa densidade;
 São essencialmente formados por gases;
 Possuem um pequeno núcleo;
 Movem-se com maior velocidade;
 Têm, na generalidade, inúmeros satélites.

OUTROS CORPOS DO SISTEMA SOLAR


Existem, no Sistema Solar, inúmeros outros corpos que podem ser classificados como:
asteróides, cometas e meteoróides.

Figura 1 – Asteróide Figura 2 – Cintura de Asteróides

Os asteróides, geralmente, têm apenas 1 km de diâmetro. Os mais pequenos são


maiores do que grãos de areia. Estes corpos celestes movem-se entre a órbita de Marte e a de
Júpiter, constituindo a chamada cintura de asteróides. Contudo, existem alguns cujas órbitas
são muitos excêntricas, intersectando a órbita de outros planetas e podendo atingir a sua
superfície.
Grande parte das crateras de impacto da Lua e da Terra, foram, provavelmente,
causadas por colisões com asteróides.
O número de astróides estima-se ser de dezenas de milhar.

Figura 3 - A Cratera de Barringer,


também conhecida como a Cratera do Meteoro, está localizada perto de Winslow, no Arizona. A cratera tem pouco
mais de um quilômetro de diâmetro e 200 metros de profundidade. Os cientistas acreditam que fora formada por
um meteorito, há aproximadamente 50 mil anos por um meteorito (ou bólito) de aproximadamente 50 m a 40mil km/h
com a força de uma bomba dehidrogênio, deixando uma cratera de pouco mais de um quilômetro de diâmetro e 200
metros de profundidade.