Você está na página 1de 9

Práticas Pedagógicas Supervisionadas I

CURSO TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO EM REGISTROS E INFORMAÇÕES EM SAÚDE

O presente Curso Técnico permite as saídas intermediárias, entre os


semestres, com certificados de qualificação profissional – FIC: Formação Inicial e
Continuada, sendo que essas saídas são:

 Ao final do Semestre I – Recepcionista em Serviços de Saúde


O Recepcionista em Serviços de Saúde é o profissional que desempenha as
seguintes funções:

• Recepcionar e atende, de forma humanizada, clientes, pacientes,


usuários e visitantes nos serviços de saúde;

• Organizar informações a serem prestadas e observa normas de


segurança gerais e específicas da área de saúde;

• Presta serviços de apoio administrativo;

• Responde chamadas telefônicas;

• Organiza a documentação do paciente nas situações de consultas,


exames e admissão e alta hospitalar;

• Organiza o ambiente de recepção, favorecendo o acolhimento da


clientela e o cuidado com o meio ambiente.

Esse profissional pode atuar em equipe ou não, em hospitais, clínicas,


ambulatórios, consultórios e laboratórios de análises clínicas, farmacêutico ou de
radiologia.

No Curso TRIS do CEP-ETSP o estudante que conclui o primeiro semestre


recebe a certificação de Recepcionista em Serviços de Saúde, conforme matriz
abaixo:
Práticas Pedagógicas Supervisionadas I

CURSO TRIS – SEMESTRE I

Carga
Horária
Componente Curricular
Presencial
(h/a)
Ambientação em Educação a Distância 40
Método de Pesquisa Científica I 40
Ética e Legislação em Saúde 40
SEMESTRE I Língua Portuguesa: Comunicação Oral e Escrita na Saúde 40
Atendimento ao Público e Gestão de Pessoas 40
Inclusão e Letramento Digital 50
Aspectos Históricos e Organizacionais dos Registros de Saúde 40
Higiene, Profilaxia e Biossegurança 30
Psicologia e Relações Humanas 40
Saúde e Segurança do Trabalho 40
Práticas Pedagógicas Supervisionadas I 50

SAÍDA INTERMEDIÁRIA – CERTIFICAÇÃO: RECEPCIONISTA EM SERVIÇOS


450
DE SAÚDE

Para que isso ocorra, o Curso desenvolve os seguintes componentes


curriculares, com as respectivas ementas e objetivos:
Componente Curricular Ambientação em Educação a Distância

Carga Horária 40 horas

Objetivos
Ambientar o estudante ao curso apresentando-o aos métodos de estudo e à plataforma
em EaD. Estimular a interação amigável com as tecnologias.

Ementa
O papel das tecnologias da informação e da comunicação nos processos de ensino e
aprendizagem. Os principais aspectos e elementos constitutivos da educação a distância enquanto
sistema de ensino. A educação a distância no contexto da sociedade contemporânea e o seu papel
na ampliação das oportunidades de acesso à educação continuada. A dinâmica de estudo para
alcançar a formação pretendida.

Componente Curricular Língua Portuguesa: Comunicação Oral e Escrita na Saúde

Carga Horária 40 horas

2
Práticas Pedagógicas Supervisionadas I

Objetivos
Promover a compreensão de diversos gêneros textuais proporcionando a utilização das
linguagens oral e escrita como meios de comunicação efetivos no ambiente de trabalho.

Ementa
A componente curricular abordará temas pertinentes ao desenvolvimento do Técnico de

Nível Médio em Registros e Informações em Saúde, a fim de possibilitar a eficácia na expressão


oral e escrita, a partir de tópicos como: conceitos de língua, linguagem e gramática; língua,
variação e uso; oralidade e escrita; gêneros textuais, agência e interação social; leitura e produção
de gêneros do domínio acadêmico e administrativo; noções linguístico-gramaticais aplicadas ao
texto. Produção de texto técnico. Apresentação e análise de instrumentos gramaticais pertinentes
à atividade profissional. Fomentar o uso da norma culta no âmbito laboral.

Componente Curricular Método de Pesquisa Científica I

Carga Horária 40 horas

Objetivos
Definir ciência e conhecimento científico, bem como os tipos de conhecimento.
Compreender a classificação e a divisão da ciência. Entender os métodos científicos, seus conceito
e críticas. Compreender a pesquisa: conceito, tipos e finalidade. Apreender tipos, características e
diretrizes para elaboração de trabalhos acadêmicos.

Ementa
Ciência e conhecimento científico: tipos de conhecimento. Conceito de ciência.
Classificação e divisão da ciência. Métodos científicos: conceito e críticas. Pesquisa: conceito, tipos
e finalidade. Trabalhos acadêmicos: tipos, características e diretrizes para elaboração.

Componente Curricular Ética e Legislação em Saúde

Carga Horária 40 horas

Objetivos
Explicitar a importância da ética no ambiente laboral. Preparar o estudante para dar e
receber ordens com respeito e profissionalismo. Instruir o estudante a gerenciar pessoas e conflitos.

3
Práticas Pedagógicas Supervisionadas I

Ementa
Ética, moral e política. Ética e seus objetivos. Ética nas empresas e ética profissional.
Relações interpessoais na perspectiva da construção coletiva da sociedade. A evolução do
conceito de ética em saúde. O Estado e a ética na saúde pública e privada. Estudo da Bioética
como ciência. Princípios da Bioética. Reflexão sobre o conhecimento científico e a aplicação nas
pesquisas na área da saúde. Sigilo profissional. As Vigilâncias em Saúde. Aspectos Éticos e
Legais dos Prontuários Individuais, Familiares ou Coletivos e Institucionais. Concepção da ética e
da cidadania suas interpelações e uso no cotidiano.

Componente Curricular Psicologia e Relações Humanas

Carga Horária 40 horas

4
Práticas Pedagógicas Supervisionadas I

Objetivos
Conhecer as teorias e práticas hegemônicas inerentes às relações humanas e à
mediação de conflitos.

Ementa
A importância da comunicação nos relacionamentos de trabalho. Teoria, prática e análise
crítica da atuação do profissional voltada para as relações de trabalho.

Componente Curricular Inclusão e Letramento Digital (informática básica)

Carga Horária 50 horas

Objetivos
Preparar os estudantes para manipular o computador em suas funções básicas.
Apresentar instruções de operação, segurança e limpeza das máquinas. Capacitar os estudantes
para navegar na internet.

Ementa
Descobertas e criações do homem na sua relação com a natureza e o trabalho. O que é
tecnologia. Tecnologia da informação. Conceitos básicos de informática. O computador: origem,
funcionamento, componentes básicos. Sistemas Operacionais. Manipulação de área de trabalho,
gerenciamento de arquivos e pastas. Internet, navegadores e segurança na rede. Sites de busca e
e-mail. Aplicação de ferramentas eletrônicas para busca de informação na Internet, navegação na
web e envio e e-mails com arquivos em anexo. O sistema Windows e o conjunto Microsoft Office:
manejo dos programas e determinação de suas utilidades. O sistema Linux e o conjunto de seus
aplicativos: manejo dos programas e determinação de suas utilidades. Construção de gráficos.
Utilização de softwares específicos da área de Registros e Informações em Saúde. Gerenciamento
de pastas e arquivos, painel de controle e impressão, edição de texto, planilha eletrônica,
apresentação eletrônica e Internet.

Componente Curricular Aspectos Históricos e Organizacionais dos Registros de Saúde

Carga Horária 40 horas

5
Práticas Pedagógicas Supervisionadas I

Objetivos
Capacitar o futuro profissional a compreender os aspectos históricos e organizacionais
dos registros em saúde de modo a saber utilizá-los em sua atuação profissional.

Ementa
Processo saúde-doença numa perspectiva histórica. O cotidiano do Sistema de Saúde.
Aspectos Históricos e Organizacionais dos Registros de Saúde. Conceitos e aspectos ligados ao

cartão nacional de saúde e ao registro único.

Componente Curricular Higiene, Profilaxia e Biossegurança

Carga Horária 30 horas

Objetivos
Capacitar o futuro profissional a compreender os conceitos e aspectos relacionados a
saneamento básico, saúde pública e meio ambiente. Compreender os conceitos relacionados às
questões de biossegurança, doenças infectocontagiosas e profilaxia. Entender a importância e
aprender a utilizar Equipamentos de Proteção Coletiva – EPC e Equipamentos de Proteção
Individual - EPI em sua atuação profissional.

Ementa
Estudos fundamentais sobre saneamento básico, saúde pública e meio ambiente.
Resíduos de serviços de saúde e lixo hospitalar. Conceitos fundamentais de higiene e profilaxia e
suas aplicabilidades. O estudo do processo saúde doença nos diversos ambientes. Compreensão
das principais doenças adquiridas seus vetores e agentes etiológicos. Estudos fundamentais dos
princípios da prevenção de danos ambientais. Conceitos básicos de risco: biológico, químico,
físico, ergonômico e de acidentes. Riscos no exercício da enfermagem e como preveni-los.
Confecção e análise de mapas de riscos. Biossegurança na pesquisa e desenvolvimento das áreas
de ciências biológicas e da saúde. Biossegurança e doenças infectocontagiosas. Biossegurança e
organismos transgênicos. Políticas de biossegurança no Brasil e outros países. Comissões de
biossegurança. Ética em pesquisas biológicas: no trato com o meio ambiente, a animais e em
processos envolvendo tecnologias de manipulação genética. Equipamentos de Proteção Coletiva –
EPC e Equipamentos de Proteção Individual - EPI e a sua correta utilização.

Componente Curricular Saúde e Segurança do Trabalho

Carga Horária 40 horas

6
Práticas Pedagógicas Supervisionadas I

Objetivos
Compreender os aspectos essenciais da relação de saúde e segurança no trabalho, bem
como os meios e métodos de prevenir acidentes, doenças infectocontagiosas, ocupacionais e do
trabalho.

Ementa
Histórico, atos e condições inseguras, estudo do ambiente do trabalho, noção de
proteção e combates a incêndios, serviço de segurança, esboço de mapas de riscos ambientais,
equipamentos de proteção individual e coletiva, sinalização de segurança, produtos perigosos.
Bases históricas da saúde do trabalhador. Política Nacional de Saúde e Segurança do Trabalho.
Doenças ocupacionais causadas por agentes físicos, químicos e ergonômicos. Prevenção de

acidentes de trabalho e doenças ocupacionais. Aspectos epidemiológicos das doenças do trabalho.


Conceitos: Acidentes e doenças do trabalho. Análise de riscos: abordagem qualitativa e
quantitativa. Política e programa de segurança: CIPA. Equipamentos de proteção. Causas das
doenças do trabalho. Condições ambientais: padrões, medição e avaliação. Métodos de proteção,
individual e coletiva.

Componente Curricular Atendimento ao Público e Gestão de Pessoas

Carga Horária 40 horas

Objetivos
Formar o profissional para atuar tanto na área de Registros e Informações em Saúde,
bem como em recepções de consultórios e em empresas ligadas à área da saúde. Capacitá-lo
para realizar o primeiro contato com os clientes, pacientes, visitantes e comunidade em geral,
recepcionar e atender ao público, enviar e receber correspondências e produtos, quando for o
caso. Atender a telefonemas, transferir ligações.

Ementa
Perfil do profissional que recepciona. Funções do recepcionista na estrutura
organizacional das empresas. Estruturas organizacionais. Qualidade no atendimento. Diferentes
técnicas de atendimento. Noções de organização espacial. Atendimento geral e telefônico, agenda.
Administração do tempo. Fundamentos da gestão de pessoas. Políticas de recursos humanos.
Abordagem das relações interpessoais nas organizações, abrangendo as relações humanas como
teoria, no trabalho e entre grupos. Comunicação: o segredo do sucesso. Comunicações, liderança
e dinâmicas interpessoais.

7
Práticas Pedagógicas Supervisionadas I

Componente Curricular Práticas Pedagógicas Supervisionadas I

Carga Horária 50 horas

Objetivos
Possibilitar ao estudante a prática das atividades próprias ao seu campo de atuação.
Apresentá-lo às atividades de sua prática profissional, como forma de adquirir uma visão crítica do
ambiente administrativo organizacional de sua empresa.

Ementa
A atividade de observação supervisionada/orientada, no primeiro Semestre do curso
Técnico de Nível Médio em Registros e Informações em Saúde, habilitação em Recepcionista em
Serviços de Saúde, é um período de exercício pré-profissional em que o estudante entra em
contato direto com o ambiente de trabalho. A PPS é prática pedagógica realizada sob a orientação
de um professor o qual acompanha o desenvolvimento das atividades do estudante. Salienta-se
que o professor orientador deverá acompanhar e visitar o local da prática. É o professor orientador

8
Práticas Pedagógicas Supervisionadas I

que realiza a avaliação da prática baseado no acompanhamento contínuo do estudante através de


documentos de avaliação definidos pela Coordenação do Curso.

REFERÊNCIAS:

Brasília, 2016. Plano de Curso do Curso Técnico em Registros e Informações em


Saúde. CEP-ETSP: 2016, 82p.