Você está na página 1de 387

Curso SAP PM_Academia /Manutenção Industrial

PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

SAP PM
“Maintenance Planning”
Administração da
Manutenção
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Curso SAP – PM
Parte I
Introdução
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Curso SAP PM Academia

Módulo Planejamento da Manutenção

Objetivo do Curso SAP PM:

Capacitar o aluno a utilizar o sistema SAP para gerenciar os


processos de Gestão de Materiais dentro de uma empresa, apresentando
suas principais funcionalidades e demonstrando na prática como configurar
o sistema para operar em qualquer tipo de organização.

Ao final do curso o aluno deverá estar apto a conseguir dar suporte


nas principais funcionalidades do sistema bem como efetuar as principais
parametrizações para que o módulo PM passe a gerenciar os processos que
envolvam Planejamento de Manutenção de uma empresa e sua integração
com os outros módulos.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Conteúdo Programático:

1. Estrutura Organizacional

1.1 Centro de Localização


1.2 Centro de Planejamento
1.3 Grupo de Planejamento

2. Dados Mestres – Objetos Técnicos

2.1 Cadastro dos Centros de Trabalho


2.2 Cadastro dos Locais de Instalações
2.3 Cadastro dos Equipamentos
2.4 Lista Técnica de Equipamentos
2.5 Cadastro de Catálogos
2.6 Sistema de Classificação (Classe e Característica)
2.7 Ponto de Medição (Contadores)
2.8 Documento de Medição

Manutenção Preventiva

2.7 Criação das Lista de Tarefas


2.8 Criação dos Planos de Manutenção
2.9 Estratégia de Manutenção
2.10 Criação dos Ciclos de Manutenção (Periodicidade - Pacotes)

3. Processos Empresariais

3.1 Criação e Processamento das Solicitações de Serviço (Notas PM)


3.2 Liberação das Ordens de Manutenção
3.3 Processo de Registro de Peças nas Ordens de Manutenção
3.4 Apontamentos
3.5 Encerramento Técnico das Ordens de Manutenção
3.6 Encerramento Final das Ordens de Manutenção
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Curso SAP PM

O que é SAP?

Em 1972, cinco engenheiros de sistemas decidiram abandonar seus


empregos e, apostando numa idéia bastante extravagante para a época, abrir
uma nova empresa. Surgia a SAP . A idéia por trás dessa iniciativa era a
criação de uma solução única, totalmente integrada, capaz de automatizar
todos os processos inerentes a uma empresa.

Os softwares SAP rodam em mais de 36 mil instalações, espalhadas por


120 países, e são atualmente utilizados por empresas de todos os tamanhos.

A SAP emprega um total de 6.655 desenvolvedores de software ao redor do


globo. Como complemento ao maior centro de desenvolvimento na matriz
da SAP, em Walldorf, Alemanha, a rede de laboratórios de
desenvolvimento da empresa tem escritórios em Palo Alto (EUA), Tokyo
(Japão), Bangalore (Índia) e Sophia Antipolis (França), assim como nas
cidades alemãs de Berlim, Karlsruhe e Saarbruecken.

A subsidiária brasileira, no país desde 1995, compartilha do sucesso do


grupo. A SAP Brasil encerrou o ano de 2000 com faturamento de R$ 250,2
milhões, e uma base de mais de 380 clientes.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

O que é ERP?

ERP é uma arquitetura de software que facilita o fluxo de informações


entre todos os departamentos de uma empresa e suas atividades, tais como
fabricação, logistica, finanças e recursos humanos.

É um sistema amplo de soluções e informações. Um banco de dados unico,


operando em uma plataforma comum que interage com um conjunto
integrado de aplicações, consolidando todas as operações do negócio em
apenas um ambiente computacional.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

O que é R/3?

R = Real time

3 = conceito de aplicação em 3 camadas

O R/3 é um sistema on-line onde é possível inserir, visualizar e utilizar os


seus recursos de forma praticamente instantânea.

As 3 camadas compreendem:

1. Sistema Operacinal, que servirá de interface do sistema com o usuário.


Por exemplo Windows, Linux, etc.

2. Aplicação, onde estão os programas, estruturas e visões

3. Banco de Dados, onde são gravados efetivamente os registros.


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Modelo de Integração do R/3

O sistema R/3 estabelece novos padrões para software standard com


aplicação universal.

Com base em técnicas de desenvolvimento avançadas, o sistema R/3


possibilita uma integração abrangente de processos empresariais,
totalmente integradas.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

O que é mandante (Client)?

No R/3 é possível definir ambientes de trabalho (mandantes), cada qual


com a sua funcionalidade, não sendo necessário cada ambiente ter seu
próprio servidor.

É comum existir no mínimo três ambientes: Desenvolvimento, Qualidade e


Produção, sendo que pode em existir mais ambientes e não necessariamente
com estes nomes.

Desenvolvimento: é o ambiente utilizado para desenvolvimento


(programação ABAP), parametrizações (funcional), toda e qualquer
alteração no sistema deve ser iniciada neste ambiente.

Qualidade: é onde são realizados testes e validações para posteriormente


ser transportada para o ambiente produtivo. É o ambiente onde os usuário
efetuam as validações solicitadas em sistema.

Produção: ambiente ativo da empresa, ou seja, o ambiente de Produção.


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Metodologia ASAP

É a metodologia utilizada para implementação de projetos segundo um


roteiro pré-definido

GASAP Roll-

Onde temos:

1) Preparação do Projeto

2) Business Blueprint

3) Realização

4) Preparação Final

5) Go live & Suporte


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

O que é Business Blueprint?

A função deste documento é descrever os processos de negócia da empresa


que está em Projeto.

Em um Business Blueprint para Projetos você cria uma estrutura de


projetos em que os cenários de negocios, processos de negócio e as etapas
do processo são organizados em uma estrutura organizada.

Este documento é uma descrição detalhada de seus processos de negocio


chamado de AS-IS e as melhorias que serão implementadas TO-DO.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

O que são Change Requests?

São utilizados para efetuar o transporte de alterações, sejam elas de


desenvolvimento ou parametrização de um ambiente para o outro. Existem
dois tipos de Change Request:

Workbench: são registradas as modificações efetuadas em objetos do


ABAP

Customizing: são registradas modificações nas configurações do


Customizing

Elas são criadas no momento em que se salva a alteração.

Possuem uma estrutura de numeração sequencial.

Havendo necessidade de transporte de uma Change Request existem dois


modos possiveis:

1. entre clientes em diferentes servidores: é necessário efetuar a liberação


da request e efetuar o transporte

2. entre clients de mesmo servidor: é necessário apenas efetuar o transporte

Vamos exemplificar:

Vamos gerar uma nova request através do ícone “Criar ordem”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Para salvar uma nova request, o sistema enviará uma tela com informações
da mesma.

Estrutura Técnica do SAP


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Para consultar, modificar ou liberar a request você pode utilizar as


transações: SE09 e SE10

SAP Easy Access > Ferramentas > ABAP Workbench > Síntese >
Workbench Organizer (SE09)

SAP Easy Access > Ferramentas > Customizin > IMG > Transporte
Organizer (SE10)

Uma request somente pode ser transportada após liberada.

O transporte de uma request pode ser feito através de algumas transações,


como por exemplo a SCC1 e STMS.

SAP Easy Access > Ferramentas > Administração > Administração >
Administração de mandantes > Funções especiais > Copiar ordem
transporte (SCC1)

SAP Easy Access > Ferramentas > Administração > Transporte >
Transport Management System (STMS)
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

O que são SAP Notes?

O R/3 vem como standard com suporte as condições legais de cada país e
com as funcionalidades necessárias porém quando existem alterações legais
ou é necessário a implementação de novas funcionalidades se faz
necessároa a utilização de SAP Notes.

SAP Notes nada mais é do que notas de correção. Essas correções são
geralmente alterações em objetos Standards (ABAP), pequenos
desenvolvimentos que corrigem falhas no standard (ABAP), explicações de
como um processo é tratado no R/3 e parametrizações.

Para verificá-las acesse o site https://service.sap.com

Selecione a opção SAP Support Portal e informe seu usuário e senha.


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

SAP Gui e SAP Logon

É através do LOGON que o SAP R/3 identifica, habilita e registra todas as


operações do Sistema. E permite o acesso as transações;

O SAP mantém um log (arquivo) de quem efetuou as transações. Logo


pode se rastrear quem executou ou alterou um documento;

É através do logon que o R/3 identifica o perfil do usuário, ou seja, quais


são as transações permitidas.

Através do ícone SAP Logon é possível acessar o ambiente SAP:

Acesse o ambiente dando um duplo clique no ícone. A seguinte tela será


apresentada conforme abaixo.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Selecionar um servidor disponível para acessar o ambiente.


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Navegando com o Sistema SAP R/3


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Logon

SAP Easy Access


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Ícones
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Códigos de Transação
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Ajuda do Sistema ( Para Cada Campo da Tela )


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Ajuda do Sistema ( Para a Transação )


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Múltiplas Janelas

Matchcode
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Navegando no IMG ( Guia de Implementação )


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Transações SE16 e SE16N

Você usará estas transações para acessar as entradas da tabela sem o uso de
um programa ABAP.

Se a tabela possui permissão para manutenção, isto é um atributo de


definição da tabela então você também poderá criar, modificar ou eliminar
dados da mesma.

A transação SE16 está no menu SAP Easy Access > Ferramentas > ABAP
Wrokbench > Síntese.

A transação SE16N é a versão mais atual da SE16. As funcionalidades são


as mesmas, porém as telas são diferentes.

Não existe menu de acesso para a transação SE16N.


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

SM30 – Atualização de Visão de Tabelas

Você usa esta transação para atualizar e consultar dados das tabelas e
também para poder encontrar o caminho no Customizing da referida tabela,
caso a mesma realmente possua esta entrada.

É comum utilizarmos as transações SE16 e SE16N para consultar tabelas


de dados funcionais e a transação SM30 para as tabelas de Customizing.

 Exemplo 1)

A tabela T024 contém informações de Customizing dos grupos de


compradores.

Este exemplo ira demonstrar como chegar no Customizing do grupo de


compradores através da transação SM30.

Acesse a transação SM30e informe a tabela T024 e depois clique em


Customizing. Depois clique em continuar sem indiciações de projeto.

A tela do customizing será exibida.

 Exemplo 2)

A visão V_024 contém informações de Customizing dos grupos de


compraadores.

Este exemplo irá demonstrar como atualizar os dados dos grupos de


compradores sem entrar no Customizing, ou seja, através da transação
SM30.

Acesse a transação SM30e informe a tabela T024 e depois clique em


Customizing. Depois clique em continuar sem indiciações de projeto.

A tela do customizing será exibida para a manutenção.

Neste caso ao salvar será necessário criar uma change request ou utilizar
uma já existente.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Visão Geral dos Processos

Manutenção e Demais Módulos


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Tipos de Manutenção

Estrutura da Manutenção
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Conceito da Manutenção

Visão do Processo
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Conceitos e Terminologia

Dados Mestres
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Dados Mestres – Vantagens

Mestre de Manutenção
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Materiais no SAP
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Curso SAP PM
MODULO II
Estrutura
Organizacional
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

1. Estrutura Organizacional
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Estrutura Organizacional da Manutenção

Com a implantação do Sistema SAP, a estrutura organizacional de


Manutenção estará baseada nos seguintes conceitos:

 Empresa

 Centro de Localização

 Centro de Planejamento

 Grupos de Planejamento

 Depósitos
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Empresa

• Unidade organizacional de contabilidade para a qual é criado um


conjunto de contas contábeis (Plano de Contas). Isto inclui a entrada
de todas as transações que devem ser lançadas e a criação de todos os
itens para demonstrações financeiras individuais, tais como o
balanço patrimonial e demonstração de lucros e perdas.

Centro de Localização

• Unidade organizacional que serve para subdividir um


empreendimento de acordo com os aspectos de produção,
distribuição, aquisição, manutenção e planejamento de materiais. É a
unidade operacional dentro de uma empresa.

Centro de Planejamento

• É o Centro onde são programadas e planejadas as tarefas de


manutenção para os objetos técnicos.

• É possível subdividir os centros de planejamento de manutenção em


Grupos de Manutenção.

Grupo de Planejamento PM

• Os grupos de planejamento devem ser definidos separadamente para


cada centro de planejamento de manutenção.

• Dependendo do tamanho e da forma de organização da empresa pode


se tratar de um departamento próprio ( central do trabalho) ou de
áreas da supervisão ou oficina.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Conceito da Manutenção no SAP

Manutenção

Nesta seção, o usuário poderá definir as unidades organizacionais de


manutenção.

Na manutenção diferencia-se entre duas unidades organizacionais: centro


de planejamento de manutenção e centro de localização.

 Centro de localização

O usuário poderá administrar os objetos técnicos e os centros de


trabalho principais.

 Centro de planejamento PM

No centro de planejamento PM serão definidos roteiros PM para os


respectivos centros de localização, será executado um planejamento
de material com base nas listas técnicas nos roteiros e ordens; planos
de manutenção serão administrados e programados, bem como as
notas PM poderão ser entradas e as ordens PM processadas.

No centro de planejamento PM poderão ser criados objetos técnicos e


centros de trabalho principais como no centro de localização.

Recomendação

O usuário deverá utilizar os centros de planejamento PM sempre que o


planejamento PM for executado de forma central para vários centros em
um centro. Se da visão PM cada centro for autônomo, o mesmo também
será um centro de planejamento PM.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Nota para a implementação da manutenção

Ao definir o sistema para a manutenção existem vários pontos em comum


com a implementação do módulo "AM"(Administração de material) e do
módulo "PP"(Planejamento de produção).

Caso o usuário definir opções que não sejam relevantes à manutenção, as


mesmas deverão ser somente modificadas e eliminadas após consultar os
correspondentes grupos de projeto.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

1.1.1 Centro de Localização

Definir, copiar, eliminar, verificar centro

O centro é um local de trabalho ou uma filial de uma empresa.

O centro está incorporado da seguinte maneira na estrutura de organização:

 O centro é atribuído a exatamente uma empresa. Uma empresa pode


ter vários centros.

 A um centro podem pertencer vários depósitos onde os estoques de


material são administrados.

 A um centro e a um setor de atividade está atribuído exatamente uma


divisão.

 Um centro pode ser atribuído a várias combinações de organização


de vendas/canais de distribuição.

 Um centro pode ter vários locais de expedição. Um local de


expedição pode ser atribuído a vários centros.

 Um centro pode ser definido como centro de planejamento de


manutenção.

Um centro tem as seguintes características:

 Um centro tem uma morada.

 Um centro tem um idioma.

 Um centro pertence a um país.

 Um centro tem dados mestre de material próprios. Para as seguintes


visões do registro mestre de material, podem ser atualizados dados
ao nível do centro: MRP, compras, armazenagem, preparação de
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

trabalho, meio auxiliar de produção, previsão, administração de


qualidade, vendas e distribuição, cálculo.

O centro tem uma função importante nas seguintes áreas:

 Avaliação de material

Se o nível de avaliação for o centro, são avaliados os estoques de


material ao nível do centro. Se o nível de avaliação for o centro, os
preços de material podem ser definidos por centro. Cada centro pode
ter uma determinação de conta própria.

 Administração de estoques

Os estoques de material são administrados em um centro.

 MRP

O MRP tem lugar por centro. Cada centro tem dados MRP próprios.
As análises para o MRP podem ser executadas para todos os centros.

 Produção

 Cálculo

No cálculo, a determinação dos preços de avaliação só é efetuada em


um centro.

 Manutenção

Se um centro executar tarefas de planejamento de manutenção, é


definido como centro de planejamento de manutenção. Um centro de
planejamento de manutenção também pode processar tarefas de
planejamento para outros centros (centros de manutenção).
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Outras observações

Para processar o centro, as funções ampliadas estão disponíveis que são


chamadas com a chamada da função "administer" ou "Copiar, eliminar,
verificar centro". Nestas funções, são processados a entrada na tabela de
centro, bem como todas as tabelas dependentes de customizing e sistema
nas quais o centro consta como chave.

Aqui encontram-se mais informações sobre as funções ampliadas Copiar /


Eliminar / Verificar / Processar IMG de projeto.

Recomendação

O centro 0001 já está predefinido em todas as tabelas dependentes. A SAP


recomenda manter este número e apenas modificar os atributos. Assim, é
possível acessar às entradas modelo em outras opções o que reduz o
dispêndio de atualização consideravelmente. Utilizar o centro 0001 como
modelo para criar novos centros com a ajuda da função de cópia ampliada.

Atividades

1. Criar os centros e os respetivos dados locais.


Orientação pelo modelo (centro 0001) entregue pela SAP.
2. Utilizar as funções ampliadas para copiar, eliminar ou verificar os
dados de ambiente sobre um centro.
3. Utilizar a visão IMG do projeto para efetuar um processamento
posterior dos dados modificados automaticamente. Uma vez que a
visão de projeto gerada se mantém, o processamento posterior
também pode ser efetuado mais tarde.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Exercícios

1. Definição do Centro de Localização


2. Definição do Centro de Planejamento
3. Atribuir o Centro de Localização ao Centro de Planejamento
4. Definição do Grupo de Planejamento
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

1. Criar Estrutura Organizacional

Para criar um Centro de Localização seguir o seguinte caminho conforme


abaixo:

Clicar no ícone relógio.


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

A seguinte tela será apresentada:

Escolher a opção “Copiar / Eliminar / Verificar / Centro.


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Para criar um novo centro, seguir sempre a recomendação da SAP criando

com cópia para que não se perca nenhum parâmetro e/ou tabela.

No exemplo abaixo, estaremos gerando um novo centro “CE00” com cópia

do centro “1000”.

O sistema neste instante iniciará a cópia do novo centro. Estaremos

copiando os mesmos intervalos de numeração do centro “1000” para o

novo centro “CE00”.


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Confirme a cópia dos intervalos de numeração clicando em “Avançar”.


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Neste momento, o sistema ira gerar um pop-up para salvar as configurações


em uma request.

No nosso exemplo, estaremos gerando uma request nova para aprendizado.

Clique na folha de sulfite em branco para criar uma nova request.

Em seguida, entrar com uma descrição breve para nova request.


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

No nosso exemplo, a descrição breve da request é “Request PM –

Manutenção Industrial”.

Em seguida clique no botão “Salvar”.

Clicar em “Avançar”.

Feito isso, o sistema apresentará a seguinte tela conforma abaixo:

Na tela abaixo, podemos verificar a criação do novo centro “CE00” com

cópia do centro “1000” com sucesso.


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Em seguida será necessário atualizar os dados do novo centro conforme

abaixo:

Clicar em “Definir Centro”.


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Marcar o novo centro gerado e clicar na lupa. Em seguida é necessário

atualizar o “Endereço” do novo centro clicando no ícone parecido com uma

carta.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Ao concluir as atualizações, clicar em “ Salvar”.


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

1.1.2 Atualizar centro de planejamento de manutenção

Nesta etapa, o usuário poderá definir os centros de planejamento PM.

O usuário obterá maiores informações sobre as unidades organizacionais na


manutenção na seção Manutenção.

Nota

Os centros de planejamento PM deverão ser criados primeiramente como


centros normais.

Se todos os centros forem centros de planejamento PM ao mesmo tempo,


na estrutura organizacional do usuário, o usuário deverá incluir cada um
destes centros como centro de planejamento PM.

Recomendação

Os centros de planejamento PM deverão ser sempre utilizados, caso o


planejamento PM for executado de forma central para vários centros em
um centro. Se cada centro for autônomo do ponto de vista de manutenção,
cada centro terá ao mesmo tempo um centro de planejamento PM próprio.

Atividades

Atribuir diferentes centros de planejamento de manutenção aos centros de


localização.

Manutenção

Na etapa de trabalho "Atribuição manutenção", o usuário determina a


relação entre as seguintes unidades organizacionais: centros de localização
e centros de planejamento de manutenção.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

2. Criar Centro de Planejamento de Manutenção

Para criar um Centro de Planejamento de Manutenção seguir o seguinte

caminho conforme abaixo:

Clicar no ícone “Relógio”.

A seguinte tela será apresentação conforme abaixo:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Fazer a pesquisa do novo centro através do botão “Posicionar”.


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Clicar em “Avançar”.

Uma vez que criamos o centro de localização na etapa anterior o


mesmo se apresenta como centro de planejamento da manutenção.

Manutenção

Na etapa de trabalho "Atribuição manutenção", o usuário determina a


relação entre as seguintes unidades organizacionais: centros de localização
e centros de planejamento de manutenção.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

1.1..2 Atribuir centro de manutenção - centro planej.manutenção

Na etapa "Atribuição centros de localização - centros de planejamento de


manutenção", o usuário poderá atribuir centros de planejamento de
manutenção aos centros de localização. O usuário deverá atribuir um centro
de planejamento de manutenção a cada centro de localização.

Nota

Caso um centro de localização estiver atribuído a um centro de


planejamento de manutenção, este mesmo não deverá ser um centro de
planejamento de manutenção.

Atividades

Atribuir diferentes centros de planejamento de manutenção aos centros de


localização.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Atribuir Centro de Localização ao Centro de Planejamento

Para atribuir o centro de localização ao centro de planejamento seguir o

seguinte caminho conforme abaixo:

Clicar no ícone “Relógio”.


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

A seguinte tela será apresentada conforme abaixo:

Fazer a pesquisa do novo centro através do botão “Posicionar”.


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Clicar em “Avançar”.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Como criamos com cópia, o sistema trará atribuído o centro “1000”.

Substituir pelo novo centro “CE00” conforme abaixo:

Clicar em “ Salvar”.

Salvar na nova request que geramos conforme abaixo:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Uma vez salvo, o sistema apresenta a seguinte mensagem:

Resultado

.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

1.1.2 Determinar grupos de planejamento

Utilização

Nesta atividade IMG serão determinados os grupos de planejamento de


manutenção. Os grupos de planejamento devem ser definidos
separadamente para cada centro de planejamento de manutenção.

Dependendo do tamanho e da forma de organização da empresa pode se


tratar de um departamento próprio (esquematização central do trabalho) ou
de áreas do chefe de oficina ou chão de fábrica.

Cada equipamento e cada local de instalação podem ser atribuído a um


grupo de planejamento de manutenção.

O grupo de planejamento de manutenção pode ser utilizado para fins de


análise.

Notas

Um grupo de planejamento também tem de ser indicado no processamento


das medidas de manutenção.

Atividades

Definir seus grupos de planejador.


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Grupo de Planejamento da Manutenção

Para atribuir o centro de localização ao centro de planejamento seguir o

seguinte caminho conforme abaixo:

Clicar no ícone “Relógio”.

A seguinte tela será apresentada conforme abaixo:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

OBS.: “Lembrando que toda nova configuração que fizermos será com

cópia”.

Marcar a linha com a configuração que deseja copiar e clicar no ícone .

1. Entrar com o novo centro criado


2. Gerar um novo grupo de planejadores
3. Entrar com um descrição para o mesmo
4. Entrar telefone (opcional)

Clicar em “Continuar” – ícone .

Clicar em “Salvar” – ícone .

Salvar na nova request que geramos conforme abaixo:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

O sistema apresentará a seguinte mensagem:

Resultado

.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Curso SAP – PM
Módulo III
Dados Mestes
“Objetos Técnicos”
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Programa

Centro de Trabalho de Manutenção


Local de Instalação
Equipamento
Lista Técnica
Catálogos
Sistema de Classificação (Classe e Característica)
Ponto de Medição (Contadores)
Documento de Medição
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

1. Centro de Trabalho

• Um centro de trabalho é um grupo de recursos (pessoas, grupo de


pessoas, máquinas, grupo de máquinas) que executam o trabalho de
manutenção planejada nas operações de uma ordem de serviço.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

2.1 Funcionalidades

• Planejamento e programação de mão-de-obra.

• Determinação de custos.

2.2 Principais Elementos

• Dados Básicos

• Valores Propostos

• Capacidade

• Programação

• Atribuição (centro de Custo)


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

2.3 Centro de Trabalho – Conteúdo


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

2.4 Centro de Trabalho – Funções


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

2.5 Consultas e Relatórios

IR01 – Criar Centros de Trabalho de Manutenção

IR02 – Modificar Centros de Trabalho de Manutenção

IR03 – Exibir Centros de Trabalho de Manutenção

CR05 – Relatório de Centros de Trabalho de Manutenção


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Exercício

1. Criar um Novo Centro de Trabalho de Manutenção

Criar Registro Centro de Trabalho


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Procedimento

 Como acessar a transação para criar um registro mestre de

Via Menu SAP


Via Código de Transação IR01 - Criar Centros de Trabalho de Manutenção

Na tela inicial preencher dados básicos a serem criados:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Centro Chave que identifica R CE00
univocamente um
centro.

Centro de Chave que identifica R MEC_0001


o centro de trabalho.
Trabalho

Tipo de Chave que diferencia R 0005


os centros de
Centro de
trabalho segundo o
Trabalho seu tio. (p.ex. centro
de trabalho da
produção, centro de
trabalho da
manutenção).

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar”
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Centro de Trabalho”: Dados Básicos, preencher os


seguintes campos:
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Descrição Este campo contém R Mecânico
uma descrição breve
de um objeto (por
exemplo, uma unidade
organizacional).

Responsá Chave da pessoa ou R Z01


do grupo de pessoas
vel
responsável pela
atualização dos dados
mestre deste centro de
trabalho.

Localizaç Chave da localização R Z001


física na qual o centro
ão
de trabalho se
encontra.

Utilização Chave com a qual o R 004


usuário determina em
da Lista
qual tipo de lista de
de Tarefa tarefas o recurso
operacional (p.ex. o
centro de trabalho ou
o meio auxiliar de
produção) pode ser
utilizada.

Chave de Chave, que atribui um R SAP0


significado e uma
Valor
dimensão (p.ex. tempo
Standard ou área) aos, no
máximo, seis valores
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
standard.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Centro de Trabalho:” Valores Propostos , preencher os


seguintes campos:
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Chave de Determina quais as R PM01
operações econômicas
Controle
a ser executadas, para
o objeto
correspondente de um
roteiro ou ordem
(p.ex. programação ou
cálculo de custos).

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Centro de Trabalho:” Capacidade, preencher os


seguintes campos:
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Tipo de Chave que descreve a R 001
capacidade com maior
Capacida
precisão. Através do
de tipo de capacidade, o
usuário pode
determinar se se trata
de uma capacidade de
máquina ou de
pessoal.

Fórm. Fórmula para a R SAP008


determinação da
Neces.
necessidade de
Proces. capacidade no
processamento interno
Interno
(p.ex. no diagrama de
rede ou na ordem de
manutenção).

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Modificar Capacidade Centro de Trabalho: Cabeçalho”,


preencher os seguintes campos:
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Descrição Texto que descreve a R André Camilo de Araujo
capacidade de modo
mais detalhado.

Grupo de Grupo de R A
planejamento
Planejame
responsável pelo
nto planejamento da
capacidade.

ID Sigla de dois R BR
caracteres para a
Calendári
identificação do
o Fábrica calendário de fábrica.

Versão Número com o qual o R 1


usuário identifica a
Ativa
versão da capacidade
útil que estiver
ativada.

É sempre a versão da
tela de atributos da
capacidade que está
ativada.

Unidade Unidade na qual a R H


capacidade útil é
de
atualizada. Uma
Medida unidade típica é, por
exemplo, a unidade de
Base
tempo 'horas'.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os

Início Início do turno. R 07:00:00

Fim Fim do turno. R 17:00:00

Duração Duração total da pausa R 01:00:00


em um turno.
do
Intervalo Na indicação de um
programa de turno, a
duração da pausa é
determinada a partir
dos intervalos de
pausa atribuídas
através do programa
de turnos.

Grau de Relação percentual R 100


entre a capacidade real
Utilização
de uma máquina e a
capacidade teórica
disponível.

Indicar o grau de
utilização médio de
todas as máquinas da
capacidade durante o
turno.

Nº Número de R 1
capacidades
Capacida
individuais
de constituintes de um
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Individual grupo de capacidade.

Relevante Código com o qual o R Fleg


usuário determina que
para
a oferta e a carga desta
programa capacidade na
programação de
ção
capacidade deve ser
Capacida considerada.
de
Planejame Código com o qual o R Fleg
usuário determina que
nto a
esta capacidade será
Longo considerada em um
planejamento a longo
Prazo
prazo. Objetivo do
planejamento a longo
prazo é a
determinação
simulativa de
necessidades e
capacidades para
conjuntos e matérias-
primas com base em
um programa de
produção simulado.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Centro de Trabalho:” Programação, preencher os


seguintes campos:
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Tipo de Chave que descreve a R 001
capacidade com maior
Capacida
precisão. Através do
de tipo de capacidade, o
usuário pode
determinar se se trata
de uma capacidade de
máquina ou de
pessoal.

Duração Fórmula para a R SAP004


determinação da
Processa
duração durante o
mento processamento interno
no âmbito da
Interno
programação (p.ex. no
diagrama de rede ou
na ordem de
manutenção)

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Centro de Trabalho:” Cálculo de Custos, preencher os


seguintes campos:
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Data do Contém uma data que R 06.04.2017
determina o início do
Início
período de validade.

O período de validade
determina a duração
atribuída a um registro
de objeto ou de
infotipo -- ou o
intervalo de tempo no
qual um registro
"existe". Os períodos
de validade consistem
de uma data de início
e de uma data de fim.

Data Fim Contém uma data, que R 31.12.9999


determina o fim do
período de validade.

O período de validade
determina a duração
atribuída a um objeto
ou a um registro de
infotipo -- ou o
intervalo de tempo no
qual um registro
"existe". Os períodos
de validade consistem
de uma data de início
e uma data de fim.

Centro de Chave que identifica R 4300


univocamente um
Custo
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
centro de custo.

Tipo de Chave que identifica o R 1410


tipo de atividade
Atividade
utilizada no
Processa processamento interno
(p.ex. no diagrama de
mento
rede ou na ordem de
Interno manutenção), no
âmbito do cálculo de
custos.

Fórm. Chave que se refere a R SAP008


uma fórmula que
Neces.
determina como os
Proces. custos de um tipo de
atividade são
Interno
determinados.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”

Clicar em salvar.

Resultado

O sistema apresentará a seguinte mensagem:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

2. Local de Instalação

• Os locais de instalação são elementos de uma estrutura técnica (por


exemplo, unidades funcionais dentro de um sistema). Os locais de
instalação são criados hierarquicamente, além de ser possível
estruturá-los com base nos critérios: funcional, relacionado a pessoa
ou espacial.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

2.1 Funcionalidades

• Execução de tarefas de manutenção

• Registro de tarefas de manutenção

• Monitorização de custos por área

2.2 Principais Elementos

• Área Operacional

• Centro de Custo

• Centro de Trabalho Responsável


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

2.3 Código da estrutura do loc.instalação

O código de estrutura de um local de instalação determina a estruturação da


identificação do local de instalação. Este código determina os seguintes
fatores:

 Número dos níveis de hierarquia de uma instalação técnica

 Comprimento da chave dos níveis

 Separadores

2.4 Procedimento

Proceder da seguinte forma ao criar um novo local de instalação:

1. Entrar um dos códigos de estrutura propostos neste campo.

2. Pressionar ENTER.

O sistema exibe a estrutura, na qual deverá constar o número do novo local


de instalação no campo Estrutura de edição, assim como os níveis de
hierarquia da estrutura no campo NívHierarquia.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

2.5 Categoria do loc.instalação

Chave que exibe a categoria de local de instalação.


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

2.6 Principais Categorias Utilizadas:

M – Sistema Técnico – Standard (Padrão d0 SAP)

V – Veículos (Manutenção Frota)

I – Instrumentos de Calibração (QM)

2.7 Critérios para local de Instalação


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

2.8 Registro mestre para local de local de instalação


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

2.9 Exemplo: Estrutura de local de Instalação


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

2.10 Consultas e Relatórios


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

• IL01 – Criar Local de Instalação

• IL02 – Modificar Local de Instalação

• IL 03 – Exibir Local de Instalação

• IH01 – Representação Estrutural Local de Instalação

• IL06 – Relatório de Locais de Instalação


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Exercício

1. Criar Registro Local de Instalação


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Procedimento

 Como acessar a transação para criar um registro mestre de

Via Menu SAP


Via Código de Transação

Na tela inicial preencher dados básicos a serem criados:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Local de A identificação serve R 0000-000-AA-00
para identificar um
Instalação
local de instalação
do ponto de vista do
usuário.

A identificação de
um local de
instalação poderá ser
modificada, se
necessário. O
sistema estrutura
automaticamente um
histórico de
identificação,
impedindo uma
reutilização
incontrolada de
identificações
históricas. O
histórico de
identificação
também possibilita a
interpretação de
identificações do
local de instalação
em documentos que
não podem ser
modificados fora do
sistema SAP.

É possível atribuir
uma identificação
primária e várias
identificações
alternativas a um
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

local de instalação.

Cód. O código de R A
estrutura de um local
Estrutura
de instalação
determina a
estruturação da
identificação do local
de instalação. Este
código determina os
seguintes fatores:

 Número dos
níveis de
hierarquia de
uma instalação
técnica

 Comprimento
da chave dos
níveis

 Separadores

Categoria Chave que exibe a R M


categoria de local de
do Local
instalação.
de
Instalação
(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =
Condicional).

Pressionar Enter “Avançar”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Loc. Instalação: Dados Mestres” – Aba: Geral,


preencher os seguintes campos:
.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Denomina Denominação do local R Local de Instalação
de instalação em
ção Teste
forma de um texto
breve.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Loc. Instalação: Dados Mestres” – Aba: Localização,


preencher os seguintes campos:
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Centro de Número que identifica R CE00
um centro de
Localizaç
manutenção
ão univocamente.

Localizaç A chave neste campo R Z001


marca uma
ão
localização dentro de
um centro.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Loc. Instalação: Dados Mestres” – Aba: Organização,


preencher os seguintes campos:
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Empresa Chave que identifica R 1000
claramente uma
empresa.

Centro de Chave que identifica R 4300


univocamente um
Custo
centro de custo.

Centro de Chave que identifica o R CE00


centro de
Planejame
planejamento de
nto PM manutenção
univocamente.

Grupo de Chave que identifica o R Z01


grupo de
Planejame
planejamento de
nto manutenção de modo
unívoco em serviços
do cliente e na
manutenção.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Loc. Instalação: Dados Mestres” – Aba: Estrutura,


preencher os seguintes campos:
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Loc. Instalação: Dados Mestres” – Aba: Parceiro,


preencher os seguintes campos:

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Loc. Instalação: Dados Mestres” – Aba: Documentos,


preencher os seguintes campos:

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Clicar em Salvar.

Resultado

O sistema apresentará a seguinte mensagem:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

3. Equipamento

• Equipamento é um objeto individual cuja manutenção deve ser feita


independente.

• Podem ser montados e desmontados nos locais de instalação.


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

3.1 Funcionalidade

• Administração de dados individuais

• Registro de tarefas de manutenção

• Registros de custos baseados no objeto

• Análise de dados técnicos

• Registro de tempos de utilização

3.2 Principais Elementos

• Area Operacional

• Código do Inventário

• Código TAG
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

3.3 Desmontagem de Equipamento

3.4 Montagem/Desmontagem de Equipamento

Sendo o aparelho um objeto individual , é possível realizar montagem e


desmontagem deste, em uma estrutura de Local de Instalação ou de
Equipamento.

• Montagem – Ao montar um aparelho, o sistema cria uma no va


entrada na lista de utilização do equipamento.

• Desmontagem – Ao desmontar um aparelho, o sistema fecha


automaticamente a entrada atual na lista de utilizações do
Equipamento e entra a data e hora da desmontagem.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

3.5 Instalação de Equipamento


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

3.6 Lista de utilizações do equipamento


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

3.7 Critérios para o registro mestre de equipamento


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

3.8 Registro Mestre de Equipamento


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

3.9 Consultas e Relatório

• IE01 – Criar Equipamento

• IE02 – Modificar Equipamento

• IE03 – Exibir Equipamento

• IH03 – Representação Estrutural de Equipamentos

• IH08 – Representação de Equipamentos


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Exercício

1. Criar Registro Mestre de Equipamento


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Procedimento

 Como acessar a transação para criar um registro mestre de


Equipamento

Via Menu SAP


Via Código de Transação

Na tela inicial preencher dados básicos a serem criados:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Equipamen Número através do R O sistema atribuirá um
qual um
to intervalo de numeração
equipamento será
identificado automaticamente.
univocamente.

Data de Data de validade do R 06.04.2017


objeto técnico.
Validade

Categoria Chave para a R M


diferenciação de
do
cada objeto técnico
Equipamen segundo a utilização
dos mesmos.
to
As possíveis
utilizações poderão
ser por exemplo:

 Utilização
como
máquinas

 Utilização
como
dispositivo

 Utilização
como meio
auxiliar de
produção

 Utilização
como
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

equipamento
do cliente

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Pressionar Enter “Avançar”

Clicar em “Avançar” ou enter


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Equipamento”: Dados Gerais, preencher os seguintes


campos:
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Denomina Denominação de um R Equipamento Teste
objeto técnico em
ção
forma de um texto
breve.

Classe Nome que identifica R MOTOR_TESTE


uma classe de forma
unívoca em um tipo
de classe.

Tipo de Chave, que descreve o R Z01


tipo do objeto técnico.
objeto

Ponto de O Ponto de medição R 11897;


será atribuído ao
Medição / 11899.
Equipamento no
Contador momento da sua
criação.
(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =
Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”

Para atribuir uma classe ao Equipamento, clicar no ícone


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Equipamento”: Classificação, preencher os seguintes


campos:
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Classe Nome que identifica R MOTOR_TESTE
uma classe de forma
unívoca em um tipo
de classe.

Valor p/ Chave, que descreve a R horse-power


característica.
Caracterís
tica
Valor p/ Chave, que descreve a R Volts
característica.
Caracterís
tica
(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =
Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”

Para atribuir um Ponto de Medição ao Equipamento, clicar no ícone


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Equipamento”: Localização, preencher os seguintes


campos:
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Centro de Número que identifica R CE00
um centro de
Localizaç
manutenção
ão univocamente.

Localizaç A chave neste campo R Z001


marca uma
ão
localização dentro de
um centro.

Área Número que identifica R Z01


uma área operacional
Operacion
univocamente.
al

Centro de Chave que identifica o R CT_0003


centro de trabalho.
Trabalho

Campo Campo para uso R TAG EQUIPAMENTO


específico da empresa,
Ordenaçã E/OU Nº SÉRIE
que não será
o verificado pelo
sistema SAP.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Equipamento”: Organização, preencher os seguintes


campos:
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Empresa Chave que identifica R 1000
claramente uma
empresa.

Centro de Chave que identifica R 4300


univocamente um
Custo
centro de custo.

Centro de Chave que identifica o R CE00


centro de
Planejame
planejamento de
nto manutenção
univocamente.

Grupo de Chave que identifica o R Z01


grupo de
Planejame
planejamento de
nto manutenção de modo
unívoco em serviços
do cliente e na
manutenção.

Centro de Chave que identifica o R CT_0003


centro de trabalho
Trabalho
responsável de forma
Responsá unívoca para este
objeto técnico.
vel

Centro Centro, no qual o R CE00


centro de trabalho
responsável entrado
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
está localizado.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Equipamento”: Estrutura, preencher os seguintes


campos:
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Local de Identificação que R 0000-000-AA-00
serve para identificar
Instalação
um local de
instalação.

Caso existam
identificações
alternativas para um
local de instalação,
pode-se determinar
qual identificação
deve ser exibida neste
campo, mediante o
perfil do usuário.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Equipamento”: Class and Docs, preencher os seguintes


campos:
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
O
(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =
Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Equipamento”: Warranty and Partner, preencher os


seguintes campos:
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
O
(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =
Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Equipamento”: Outros Dados, preencher os seguintes


campos:

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
O
(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =
Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”

Resultado

O sistema apresentará a seguinte mensagem:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

4. Lista Técnica

• Lista Técnica de manutenção (local de instalação, equipamento e


material).

• A lista técnica de manutenção é uma lista completa e estruturada de


maneira formal que contém os componentes de um objeto técnico. A
lista técnica contém os códigos dos componentes individuais com as
respectivas quantidades e unidades de medida.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

4.1 Funcionalidades

• Administração de objetos técnicos

• Planejamento de materiais nas ordens de serviço

4.2 Principais Elementos

• Código do objeto técnico

• Código do componente

• Quantidade necessária do componente


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

4.3 Tipos de Listas Técnicas no SAP


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

4.4 Data de Validade das BOM


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

4.5 Lista Técnica e suas Utilizações


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

4.6 Listas técnicas em Manutenção


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

4.4 Listas técnicas: exemplo de lista técnica material


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

4.5 Consultas e Relatórios

• IB11 – Criar lista técnica de local de instalação

• IB12 – Modificar lista técnica de local de instalação

• IB13 – Exibir lista técnica de local de instalação

• CS15 – Utilização de materiais em listas técnicas

• IH12 – Representação estrutural listas técnicas de locais de


instalação

• IB01 – Crias lista técnica de Equipamento

• IB02 – Modificar lista técnica de Equipamento

• IB03 – Exibir lista técnica de Equipamento

• IH04 – Representação estrutural listas técnicas de Equipamentos

• CS01 – Criar lista técnica de material

• CS02 – Modificar lista técnica de material

• CS03 – Exibir lista técnica de material


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Exercício

1. Criar Registro Lista Técnica para Equipamento


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Procedimento

 Como acessar a transação para criar um registro mestre de Lista


Técnica para Equipamento

Via Menu SAP


Via Código de Transação

Na tela inicial preencher dados básicos a serem criados:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Equipamen Número através do R 10006797
qual um
to
equipamento será
identificado
univocamente.

Centro Chave que identifica R CE00


univocamente um
centro.

Utilização Chave que determina R 4


em que área (p.ex.
da Lista
produção) pode ser
Técnica utilizada a lista
técnica.

Validade Indica o início da R 06.04.2017


validade temporal de
desde
um objeto (p.ex.
material, lista
técnica, roteiro).

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Pressionar Enter “Avançar”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Lista Técnica Equipamento:” Síntese de itens Gerais,


preencher os seguintes campos:

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Categoria Subdivisão dos itens R L
de uma lista técnica
do Item
segundo critérios
determinados, por
exemplo a referência a
objeto (como registro
mestre de material,
registro info de
documento) ou a
administração de
estoques.

Compone Número de material R 2857


do componente que é
nte
entrado, modificado
ou exibido como
componente da lista
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
técnica.

Para o componente é
atualizado,
geralmente, um
registro de dados no
sistema.

Quantidad Quantidade do R 1
componente que é
e
entrada relativamente
à quantidade básica do
produto.

Unidade Indica a unidade da R UN


quantidade de
de
componentes.
Medida

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Modificar Lista Técnica Equipamento:” Síntese de itens


Gerais, preencher os seguintes campos:

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Modificar Lista Técnica Equipamento:” Síntese de itens


Gerais, preencher os seguintes campos:

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Modificar Lista Técnica Equipamento:” Item: Todos dds,


preencher os seguintes campos:
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Modificar Lista Técnica Equipamento:” Item: Todos dds,


preencher os seguintes campos
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Linha 1 Texto até 40 O Exemplo: Rolamento
caracteres que explica
Dianteiro.
o item como primeira
de duas linhas de
texto.

Linha 2 Texto até 40 O Exemplo: Rolamento


caracteres que
Traseiro.
descreve o item como
sendo a segunda linha
de duas linhas de
texto.

Relevante Controla se um item R X


da lista técnica ou
para
uma operação ou
Cálculo suboperação na lista
de tarefas é relevante
de Custos
para o cálculo de
custos e em que
medida.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Modificar Lista Técnica Equipamento:” Item: Todos dds,


preencher os seguintes campos:
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Modificar Lista Técnica Equipamento:” Item: Todos dds,


preencher os seguintes campos
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”

Clicar em Salvar

Resultado

O sistema apresentará a seguinte mensagem:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

5. Catálogos

• A utilização de catálogos tem por objetivo a uniformização das


informações utilizadas na nota PM, facilitando a abertura de
uma solicitação de manutenção. Os catálogos disponíveis são:

Temos 5 tipos de catálogos disponíveis:

 Sintomas de Danos

 Causa de Danos

 Partes de Objeto

 Ações

 Motivo
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

5.1 Funcionalidades

• Uniformização das Informações

• Facilidade na Entrada de Dados

5.2 Principais Elementos

• Código do Catálogo

• Tipo do Catálogo

• Itens do Catálogo
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

5.3 Consultas e Relatórios

• QS41 – Criar Catálogos

• QS41 – Modificar Catálogo

• QS42 – Exibir Catálogo

• QS49 – Relatórios de Catálogos


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Exercício

1. Criar Registro Mestre Catálogo


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Procedimento

 Como acessar a transação para criar um registro mestre de


Catálogo

Via Menu SAP


Via Código de Transação

Na tela inicial preencher dados básicos a serem criados


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Catálogo Categoria principal R A
segundo a qual os
grupos de codes e os
respectivos codes são
agrupados de acordo
com o seu conteúdo
(p.ex. valores de
características, tipos
de defeitos, decisões
de utilização).

Grupo de Chave do grupo de R *


codes.
Codes (Todos)

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Pressionar Enter “Avançar”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Modificar Visão “Grupo de Codes”: Síntese, preencher os


seguintes campos:

Selecionar entradas novas


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Grupo de Chave do grupo de R Grupo-A
codes.
Codes

Texto Descrição breve do R Catálogo Teste


Breve grupo de codes

Status Este status indica o R 2 Liberado


estado de
Grupo de
processamento do
Codes catálogo de controle.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”.


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Marque a linha recém criada e clique na pasta “Codes” no lada esquerdo da


tela.

Selecionar entradas novas


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Modificar Visão “Grupo de Codes”: Síntese de Entradas


Inseridas, preencher os seguintes campos:

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Código Representa o nível R 0001
inferior na hierarquia
0002
tipo de catálogo -
grupo de codes - code. 0003
Um code refere-se a
um atributo e
representa a
codificação atual. Por
exemplo, no grupo de
codes 'Cores' o code
AZ pode representar a
cor azul, o code VE a
cor verde, etc.
O code só pode ser
identificado de
maneira unívoca
juntamente com a
indicação do tipo de
catálogo e do grupo de
codes.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os

Texto Texto de no máximo R Lubrificar


40 caracteres que
Breve Limpar
denomina mais
detalhadamente o
objeto. A Inspecionar
denominação também
é chamada de texto
breve.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”.

Resultado

O sistema apresentará a seguinte mensagem:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

6. Sistema de Classificação

Permite o uso de características para descrever todos os tipos de objetos


técnicos e agrupar objetos técnicos similares em classes.

• Item que serve para localizar um objeto técnico (local de instalação


ou equipamento) a partir de características especiais.

Exemplo de classe: "A"

AC Ar-condicionado central

AD Adensador de café

AE Aerador

AG Agitador

AL Alimentador de plástico

ANL Analisador

AP Ar-condicionado de parede

AQ Aquecedor

AS Aspirador de pó

AV Alimentador vibratório
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

6.1 Funcionalidade

• Especificações técnicas do objeto técnico

• Agrupamentos de objetos técnicos similares

6.2 Principais Elementos

• Classes e Características

• Atribuição ao objetos técnicos

• Atribuição de valores as características


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

6.3 Características

• Itens que são associados às classes para detalhar o trabalho de


classificação.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

6.4 Consultas e Relatórios

• CL02 – Criar classe

• CL02 – Modificar classe

• CL02 – Exibir classe

• CL6A – Relatório de Classes

• CT04 – Criar característica

• CT04 – Modificar característica

• CT04 – Exibir característica

• CT10 – Relatório de Características

• CT11 – Relatório Indice de Valor Característica


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Exercícios

1. Criar Registro Mestre de Característica


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Procedimento

 Como acessar a transação para criar um registro mestre de


Característica

Via Menu SAP


Via Código de Transação

Na tela inicial preencher dados básicos a serem criados:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Característi Nome unívoco que R Potencia_Teste
identifica uma
ca
característica.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Pressionar Enter “Avançar”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Característica”:, preencher os seguintes campos:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Denomina Denominação R POTENCIA_TESTE
dependente do idioma
ção
da característica.

Status O status da R 1 Liberado


característica dá
informação sobre o
status de
processamento da
característica e decide
sobre a sua futura
utilidade.

Categoria A categoria de dados R CHAR Formato de


caracteriza uma
de Dados Caracteres
característica e indica
o formato, no qual
devem ser entrados os
valores de
característica.

Estão disponíveis as
seguintes categorias
de dados predefinidas,
que podem ser
selecionadas através
das entradas possíveis
(Entre parênteses
constam as
abreviaturas utilizadas
no customizing):

 Formato de
caracteres
(CHAR): para
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
valores de
característica,
compostos por
uma seqüência
de caracteres

 Formato
numérico
(NUM): para
valores de
característica
numéricos

 Formato de data
(DATE): para
valores de
característica,
que indicam
uma data

 Formato de
hora (TIME):
para valores de
característica,
que indicam
uma hora

 Formato de
moeda
(CURR): para
valores de
característica,
que são
indicados em
uma moeda.

 Além disso, é
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
possível criar
categorias de
dados definidas
pelo usuário.
Selecionar na
administração
de
características
Suplementos -
> Outras
funções ->
Categorias de
dados
definidas pelo
usuário.

Nº de Número total das R 10


posições que podem
Posições
ser entradas na
avaliação da
característica. Este
número inclui o
número de casas
decimais.

Sinal
positivo/negativo e
símbolos decimais não
estão incluídos.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional)

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Característica”:, preencher os seguintes campos:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Idioma O código de idioma R PT
indica

- em que idioma os
textos são exibidos,
- em que idioma os
textos são entrados,
- em que idioma o
sistema cria saídas de
impressão.

Denomina Denominação R POTENCIA_TESTE


dependente do idioma
ção
da característica.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Característica”:, preencher os seguintes campos:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Valor da Valor de uma R 2HP
característica
Caracterís
tica  No caso de
características
no formato
(CHAR), este
campo contém
uma única
cadeia de
caracteres

 Os valores do
formato (TIME)
têm de
corresponder ao
padrão
seguinte:
HH:MM:SS. Os
separadores
são definidos
automaticament
e.

Exemplo:
132855 -->
13:28:55

 Os valores do
formato de data
(DATE) têm de
corresponder ao
padrão
seguinte:
TT.MM.JJJJ.
Os separadores
são definidos
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
automaticament
e.

Exemplo:
110100 -->
11.01.2000

Denomina Denominação R horse-power


dependente do valor
ção
de característica
admitido.

Com esta
denominação facilita-
se a avaliação de
características em
outros idiomas.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional)

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Característica”:, preencher os seguintes campos:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
O
(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =
Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Característica”:, preencher os seguintes campos:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Tipo de Identificação unívoca R 002
do tipo de classe.
Classe
Os tipos de classes são
atualizados no guia de
configuração Sistema
de classificação.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”

Resultado

O sistema apresentará a seguinte mensagem:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Exercício

Classe

1. Criar Registro Classe


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Procedimento

 Como acessar a transação para criar um registro mestre Classe

Via Menu SAP


Via Código de Transação

Na tela inicial preencher dados básicos a serem criados:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Classe Nome que identifica R MOTOR_TESTE
uma classe de forma
unívoca em um tipo
de classe.

Tipo de Identificação R 002


unívoca do tipo de
Classe
classe.

Os tipos de classes
são atualizados no
guia de configuração
Sistema de
classificação.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Pressionar Enter “Avançar”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Classe Criar”, preencher os seguintes campos:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Denomina Denominação R MOTOR_TESTE
dependente do idioma
ção
para uma classe.

Status Código que determina R 1 Liberado

 se uma classe
pode ser
administrada,

 se podem ser
atribuídos
objetos a uma
classe e

 se a classe pode
ser utilizada na
seleção de
objetos.

Válido Data a partir da qual R 06.04.2017


podem ser atribuídos
desde
objetos a uma classe.

Válido Data, até à qual é R 31.12.9999


possível atribuir
Até
objetos a uma classe.

Não Quando este campo R Fleg


está marcado, é
Verificar
realizada uma
verificação quanto à
eqüivalência dos
valores. Neste caso, é
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
possível atribuir à
classe vários objetos,
que tenham
eventualmente os
mesmos valores para
todas as
características.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Classe Criar” , preencher os seguintes campos:

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Palavra- Termo de pesquisa R MOTOR_TESTE
para identificar uma
Chave
classe através do
matchcode

Como primeira
palavra-chave, é
válida a denominação
entrada na tela de
dados básicos.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Classe Criar” , preencher os seguintes campos:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Caracterís Nome unívoco que R POTENCIA_TESTE
identifica uma
tica
característica.

Caracterís Nome unívoco que R TENSAO_TESTE


identifica uma
tica
característica.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Classe Criar” , preencher os seguintes campos:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
O
(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =
Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”

Resultado

O sistema apresentará a seguinte mensagem:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

7. Pontos de Medição

• São utilizados para entrar leituras de medição e posições de contador


de objetos técnicos, registrando a condição de operação em um
determinado momento.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

7.1 Funcionalidade

• Utilização nos planos de manutenção

• Análises das medições e posições do contador

7.2 Principais Elementos

• Contador ou Marcador

• Característica

• Atividade Anual
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

7.3 Consultas e Relatórios

• IK01 – Criar Ponto de Medição

• IK02 – Modificar Ponto de Medição

• IK03 – Exibir Ponto de Medição

• IK07 – Relatório Ponto de Medição


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

7.4 Contadores
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

7.5 Pontos de Medição e Contadores


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

7.6 Consultas e Relatórios

• IK01 – Criar Ponto de Medição

• IK02 – Modificar Ponto de Medição

• IK03 – Exibir Ponto de Medição

• IK07 – Relatório Ponto de Medição


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Exercício

1. Criar Registro Mestre Ponto de Medição


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Procedimento

 Como acessar a transação para criar um registro mestre de Ponto


de Medição

Via Menu SAP


Via Código de Transação

Na tela inicial preencher dados básicos a serem criados:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Obj. Pto. Chave para a R IEQ
categoria do objeto,
Medição
no qual estão
localizados os pontos
de medição.

Equipamen Número através do R 10006797


qual um
to
equipamento será
identificado
univocamente.

Ctg. Pto. Chave com a qual R M


uma categoria de
Medição
ponto de medição é
identificada
univocamente.

Pto. Código que se refere R Fleg


a um contador neste
Medição é
ponto de medição.
Contador

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Pressionar Enter “Avançar”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Ponto de Medição”: Dados Gerais , preencher os


seguintes campos:
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Item de Número ou R HORÍMETRO
denominação
Medição
desejada, com a qual o
usuário descreve o
item do ponto de
medição no objeto.

Denomina Denominação do R Horímetro Teste


ponto de medição em
ção
forma de um texto
breve.

Caracterís Nome unívoco que R HORAS_TRABALHA


identifica uma
tica DAS
característica.

Casas Número de casas R 3


decimais com as quais
Decimais
os valores numéricos
serão representados
para a característica.

Marc. Primeira posição do R 1000,000


contador que não pode
Salto
ser mais representada.
Cont.

Atividade Atividade anual R 500,000


Anual estipulada do objeto
para a qual o contador
é válido.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Ponto de Medição”: Dados Gerais , preencher os


seguintes campos:
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Limite Nos pontos de R 1100 Clicar em:
medição:
Superior
Intervalo Valor medido
mais elevado,
Medição que poderá ser
entrado em um
documento de
medição para
este ponto de
medição.

Nos contadores:

Posição
máxima total do
contador que
pode ser
atingida

Não se trata de um
valor limite que
aciona
automaticamente uma
medida de seqüência,
no caso do valor ser
ultrapassado, mas
somente de um
controle de
plausibilidade.

Limite Nos pontos de R 900


medição:
Inferior
Intervalo Valor medido
mais baixo, que
poderá ser
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Medição entrado em um
documento de
medição para
este ponto de
medição.

Em contadores
decrescentes:

Posição mínima
total do
contador que
pode ser
atingida.

Não se trata de um
valor limite, que
aciona uma seqüência
de medida
automaticamente no
caso do valor não ser
atingido, mas somente
de um controle de
plausibilidade.

Unidade Unidade de medida do R h


instrumento de
área
medição utilizado no
Medição ponto de medição ou
da área de medição
utilizada.

Transf. Indicador: R Fleg


Gera transf.posição
contador gera
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Docs. docs.indiv.
Individual
(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =
Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”

Resultado

O sistema apresentará a seguinte mensagem:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

8. Documentos de Medição
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

8.1 Consultas e Relatórios

• IK11 – Criar Documento de Medição

• IK12 – Modificar Documento de Medição

• IK13 – Exibir Documento de Medição

• IK17 – Relatório Documento de Medição


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Exercício

1. Criar Registro Documento de Medição


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Procedimento

 Como acessar a transação para criar um registro mestre de


Documento de Medição

Via Menu SAP


Via Código de Transação

Na tela inicial preencher dados básicos a serem criados:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Ponto de Chave através da R 11897
qual um ponto de
Medição
medição é
identificado
univocamente.

Data Data proposta pelo R 06.04.2017


sistema como data da
Medição
medição.

Hora Hora a ser proposta R 23:02:00


pelo sistema como
Medição
hora de medição.

Lido por Nome do empregado R INSTRUTOR


que efetua a leitura
do valor medido /
posição do contador
proposto pelo
sistema.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Pressionar Enter “Avançar”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Documento de Medição”: Dados Gerais, preencher os


seguintes campos:
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Posição Nova posição do R 10,000
contador.
Contador

Diferença Diferença entre a R 10,000


posição do contador
precedente e a nova
posição do contador.

Texto Texto que poderá ser R Documento de Medição


livremente definido
Teste
para o documento de
medição.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”

Resultado

O sistema apresentará a seguinte mensagem:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Curso SAP – PM
Módulo IV
Manutenção
Preventiva
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Manutenção Preventiva

3.1 Lista de Tarefa

• Lista de Tarefa de Manutenção (local de instalação, Equipamento ou


Instrução Geral).

• A lista de tarefas é utilizada para descrever as sequencias de


atividades que devem ser executadas pela manutenção de forma
contínua. As listas são usadas para padronizar as sequencias de
trabalho periódicos e para planejá-las de forma mais eficaz.

As listas de tarefas ou roteiros descrevem uma sequência de operações de


manutenção individuais, que irão se realizar repetidamente dentro de
uma empresa.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

3.2 Funcionalidade

• Padronização de trabalhos periódicos

• Planejamento eficaz

3.3 Principais Elementos

• Operações

• Componentes

• Pacotes de manutenção
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

3.4 Relação entre C.Trabalho e Listas de Tarefas


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

3.5 Consultas e Relatórios

• IA11 – Criar lista de tarefa de local de instalação

• IA12 – Modificar lista de tarefa de local de instalação

• IA03 – Exibir lista de tarefa de local de instalação

• IA09 – Relatório lista de tarefa de local de instalação

• IA01 – Criar lista tarefa para Equipamentos

• IA02 – Modificar lista tarefa para Equipamentos

• IA03 – Exibir lista tarefa para Equipamentos

• IA09 - Relatório lista de tarefa de Equipamentos

• IA05 – Criar lista de tarefa instrução geral

• IA06 – Modificar lista de tarefa instrução geral

• IA07 – Exibir lista de tarefa instrução geral

• IA09 - Relatório lista de tarefa para Instrução Geral


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Exercício

1. Criar Registro Mestre Lista de Tarefa


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Procedimento

 Como acessar a transação para criar um registro mestre de Lista de


Tarefa

Via Menu SAP


Via Código de Transação

Na tela inicial preencher dados básicos a serem criados:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Equipamen Número através do R 10006797
qual um
to
equipamento será
identificado
univocamente.

Data Data, na qual o R 06.04.2017


roteiro é processado
Fixada
ou exibido. São
exibidos todos os
objetos do roteiro
(p.ex. cabeçalho ou
operação) válidos
nesta data fixada.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Pressionar Enter “Avançar”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Lista de Tarefa p/ Equipamento”: Cabeçalho – Visão


Geral, preencher os seguintes campos:
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Numerad Chave que identifica R 1
um roteiro
o de
univocamente,
Grupos juntamente com o
grupo de de roteiros.

Descrição Descreve o roteiro. R Equipamento Teste

Centro de Chave que identifica o R CT_0003


centro de trabalho.
Trabalho

Utilização Chave que indica em R 4


que área pode ser
utilizado o roteiro
(p.ex. produção ou
manutenção).

Não confundir a
utilização do roteiro
com a utilização de
um meio auxiliar de
produção de um
centro de trabalho. A
utilização do roteiro
designa os tipos de
roteiro, nos quais pode
ser utilizado o meio
auxiliar de produção
ou o centro de
trabalho.

Grupo de Chave que identifica o R Z01


grupo de roteiros
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Planejame responsável pela
atualização do roteiro.
nto

Status do Com o status, o R 4


Plano usuário identifica o
estado de
processamento de um
roteiro, p.ex. se o
roteiro ainda se
encontra na fase de
criação ou se o
usuário já o liberou.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Lista de Tarefa p/ Equipamento”: Síntese de


Operações, preencher os seguintes campos:

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Centro de Chave que identifica o R CT_0003
centro de trabalho.
Trabalho

Centro Chave que identifica R CE00


univocamente um
centro.

Chave de Determina quais as R PM01


operações econômicas
Controle
a ser executadas, para
o objeto
correspondente de um
roteiro ou ordem
(p.ex. programação ou
cálculo de custos).

Descrição Descreve a operação R Demontar Equipamento;


ou a suboperação.
da
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Operação
Trabalho Esforço de trabalho R 5
da relativo à execução da
operação operação.

Unidade Unidade de tempo R H


de para o trabalho.
trabalho

Núm.cap Número de R 2
acidade capacidades
necessári necessárias para o
cálculo da duração ou
a
do trabalho.

Duração Valor da duração R 2,5


normal normal necessária
da para a execução da
operação.
operação

Unidade Unidade de tempo R H


de para o trabalho.
trabalho

Fator de número de execuções R 1


execução repetidas de uma
operação ou
suboperação no
processamento da
ordem.
Tipo de Chave que identifica R 1410
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
atividade um tipo de atividade
univocamente.

Tipos de atividade
representam o serviço
prestado por um
centro de custo e são
medidos em unidades
de tempo ou de
medida.

Dentro do
planejamento de tipo
de atividade, dados de
controle podem
determinar se a tarifa
para a avaliação dos
tipos de atividade são
definidos
manualmente ou se
são calculados
interativamente
através da
determinação de tarifa

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Lista de Tarefa p/ Equipamento”: Cabeçalho – Visão


Geral, preencher os seguintes campos:

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Material Chave alfanumérica R 2857
que identifica o
material
univocamente.

Quantidad Quantidade do R 1,000


componente que é
e
entrada relativamente
à quantidade básica do
produto.

Unidade Indica a unidade da R UN


quantidade de
de
componentes.
Medida

Categoria Subdivisão dos itens R L


de uma lista técnica
do Item
segundo critérios
determinados, por
exemplo a referência a
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
objeto (como registro
mestre de material,
registro info de
documento) ou a
administração de
estoques.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Para exibir a lista técnica do equipamento, clicar no botão “Seleção de


Componentes”.

Após selecionar o componente, clique em “Savar”.

Resultado

O sistema apresentará a seguinte mensagem:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

3.2 Planos de Manutenção

• Possui a funcionalidade de administração da manutenção preventiva


visando garantir elevada disponibilidade de objetos a longo prazo. A
manutenção preventiva é usada para evitar paradas do sistema ou a
parada de outros objetos que, além dos custos de repação, geralmente
resultam em custos muito maiores posteriormente devido a parada da
produção.

3.3 Tipos de Planos de Manutenção

Temos disponíveis 3 tipos de planos de manutenção:

• Plano Individual

• Plano com Estratégia

• Plano de Manutenção Múltiplo


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

3.4 Plano Individual

• Este tipo de plano é destinado para as tarefas que devem ser


executadas na mesma periodicidade, baseada em tempo calendário,
horas trabalhadas ou quilometros rodados. Um plano de ciclo
individual é a forma mais simples de plano de manutenção.

3.5 Plano com Estratégia

• Este tipo de plano é destinado para tarefas que devem ser executadas
nas periodicidades baseadas nas estratégias de manutenção com os
pacotes em tempo calendário, horas trabalhadas ou quilometros
rodados. Os planos com estratégia são usados para mostrar ciclos de
manutenção complexos.

3.6 Plano de Manutenção Múltiplo

• Este tipo de plano é destinado para as tarefas que devem ser


executadas periodicamente, baseada nos ciclos de manutenção onde
várias unidades de medidas podem compor os ciclos de intervenção.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

3.7 Manutenção Preventiva


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

3.8 Plano de Manutenção

3.9 Lista de Tarefas


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

3.10 Plano de Manutenção: Lista de Tarefa


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

3.11 Plano de Ciclo individual

3.12 Plano de Ciclo individual: Estrutura


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

3.13 Plano Ciclo Individual: Dados de Programação

3.14 Plano Individual: Inclusão lista de operações na lista de tarefas


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

3.15 Plano Estratégico


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

3.16 Estratégia de Manutenção

3.17 Pacote de Manutenção


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

3.18 Lista de Tarefas e Estratégia de Manutenção

3.19 Planejamento Estratégico Baseado em Tempo


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

3.20 Programação do Plano de Manutenção

3.21 Programação de Manutenção


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Consultas e Relatórios

• IP41 – Criar Plano de Manutenção – Ciclo Individual

• IP42 - Criar Plano de Manutenção – Estratégico

• IP02 – Modificar Plano de Manutenção

• IP03 – Exibir Plano de Manutenção

• IP10 – Programar Plano de Manutenção

• IP30 – Monitorar Plano de Manutenção

• IP16 – Relatório de Plano de Manutenção

• IP31 – Relatório de Custos por Plano de Manutenção

• IP24 – Relatório de Síntese de Datas por Plano de Manutenção


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Exercício

1. Criar Registro Estratégia de Manutenção


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Procedimento

 Como acessar a transação para criar um registro mestre de


Estratégia de Manutenção

Via Menu SAP


Via Código de Transação

Na tela inicial preencher dados básicos a serem criados:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Nome Chave para a R T
identificação unívoca
da estratégia de
manutenção ou do
grupo de ciclos.

Denominaç Denominação da R Program. por Calendário


estratégia de
ão Teste
manutenção ou do
grupo de ciclos.

Código de Dentro da estratégia R 2 Hora – Calendário


de manutenção será
Programa Fabrica
possível a utilização
de diferentes códigos
de programação de
prazos, a fim de
determinar o tipo de
programação para os
planos de
manutenção ou a fim
de definir um grupo
de ciclos.

Os seguintes códigos
de programação de
prazos são possíveis:

 plano de
manutenção
em função do
tempo

 plano de
manutenção
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

em função da
atividade

 grupo de
ciclos para
plano de
manutenção
múltiplo

Unidade Unidade que R MES


determina a base
Estratégia
para o cálculo de
datas.

Horizonte O horizonte de R 100


abertura determina
de
quando um objeto de
Abertura solicitação, por
exemplo uma ordem
PM, deverá ser
gerado para uma
solicitação de
manutenção de
espera.

Fator O fator de R 100


deslocamento em
Deslocame
uma confirmação
nto na atrasada de uma
medida de
Confirmaç
manutenção define a
ão porcentagem de
deslocamento a ser
Atrasada
calculada na data
subseqüente.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Este fator será


aplicado quando a
divergência entre a
data teórica e a data
real estiver fora da
tolerância.

Fator O fator de R 100


deslocamento em
Deslocame
uma confirmação
nto na adiantada de uma
medida de
Confirmaç
manutenção define a
ão porcentagem do
deslocamento a ser
Antecipada
calculada na data
subseqüente.

Este fator será


somente aplicado
quando a divergência
entre a data teórica e
data real estiver fora
da tolerância.

Calendário Chave que identifica R BR


de forma unívoca o
de Fábrica
calendário de fábrica
válido para o centro.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Pressionar Enter “Avançar”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Modificar Pacotes de Manutenção”, preencher os seguintes


campos:

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Nº de um Número seqüencial do R 1
pacote de pacote de manutenção
manutenç de uma estratégia de
manutenção.
ão

Duração O ciclo de R 1
manutenção determina
do Ciclo
o intervalo conforme
o qual uma medida
vence.

Em um plano de
estratégia em função
do tempo ou do
rendimento, os
intervalos de
manutenção serão
derivados dos pacotes
de manutenção
indicados na estratégia
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
de manutenção.

Em um plano de ciclo
único será possível
indicar o intervalo de
manutenção
diretamente.

Em um plano de
manutenção múltiplo,
os ciclos de
manutenção também
serão definidos no
plano de manutenção.

Unidade Unidade que R MES


para a determina a base para
execução o cálculo de datas.
de
medidas
de
manutenç
ão

Texto p/o Com ajuda deste texto R Mensalmente


pacote ou será possível
ciclo de descrever um ciclo de
manutenção.
manutenç
ão Em uma estratégia de
(tempo/re manutenção, o usuário
ndimento poderá gravar a
) denominação para um
pacote de manutenção.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os

Texto Denominação breve R 1M


breve do pacote de
para o manutenção de uma
estratégia de
ciclo de
manutenção.
manutenç
ão
(tempo/re
ndimento
)

Relevânci A hierarquia de um R 1
a dos pacote de manutenção
pacotes determina a relevância
do mesmo.
manutenç
ão Mediante a hierarquia
(adição/s será possível
ubstituiçã determinar, qual
o) pacote de manutenção
terá prioridade, caso
vários pacotes de
manutenção vençam
ao mesmo tempo.

Texto Texto breve que R


breve explica a Hierarquia
para a de um pacote de
manutenção.
hierarqui
a de um
pacote de
manutenç
ão
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os

Margem O número de dias R 2


anterior entrados para a
em dias margem anterior (de
tempo) influencia a
data-base de início na
ordem e deste modo
causará a modificação
da data.

Margem O número de dias R 2


tempo entrados para a
posterior margem de tempo
posterior, influenciará
em dias
a data-base do fim na
ordem. Deste modo a
data será
adiada/modificada.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”

Resultado

O sistema apresentará a seguinte mensagem:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Exercício

1. Criar Registro Plano de Manutenção


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Procedimento

 Como acessar a transação para criar um registro mestre de Plano


de Manutenção
Via Menu SAP
Via Código de Transação

Na tela inicial preencher dados básicos a serem criados:

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Plano de Número que R Atribuição de intervalo
identifica um plano
Manutençã de numeração
de manutenção
o univocamente. automática.

Durante o modo de
criação, o usuário
pode selecionar um
número ou deixar
que o sistema atribua
um nº sequencial,
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

dependendo do
método preferido
pela firma do
usuário.

 Se o campo
for mantido
vazio, o
sistema atribui
automaticame
nte um
número.

 Se o usuário
entrar um
número, este
deve
encontrar-se
dentro do
respectivo
intervalo de
numeração.

Ctg. Plano Código que R PM Manutenção


determina qual
de
objeto de solicitação
Manutençã de manutenção será
gerado pelo sistema
o
em uma solicitação
de manutenção
vencida. Além disso,
o usuário poderá
determinar os
intervalos de
numeração, a visão
do objeto de
referência (por ex.:
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

equipamento), etc.

Para uma categoria


do plano de
manutenção será
possível determinar
os seguintes objetos
de solicitação de
manutenção:

 Ordem PM ou
ordem de
serviços

 Nota PM ou
nota de
serviços

 Ordem PM e
nota PM ou
ordem e nota
de serviços
simultaneamen
te.

 Nota ou ordem
de serviços
com referência
a um contrato
básico

 Folha de
registros de
serviços

 Lote de
controle para o
estudo de
estabilidade
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Estratégia Chave para a R T


identificação unívoca
da estratégia de
manutenção ou do
grupo de ciclos.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Pressionar Enter “Avançar”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Plano de Manutenção”: Plano Estratégico de


Manutenção, preencher os seguintes campos:

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Plano de Manutenção”: Plano Estratégico de


Manutenção, preencher os seguintes campos:

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Tolerânci O fator de R 100
deslocamento em uma
a (+)
confirmação atrasada
de uma medida de
manutenção define a
porcentagem de
deslocamento a ser
calculada na data
subseqüente.

Este fator será


aplicado quando a
divergência entre a
data teórica e a data
real estiver fora da
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
tolerância.

Tolerânci O fator de R 100


deslocamento em uma
a (-)
confirmação adiantada
de uma medida de
manutenção define a
porcentagem do
deslocamento a ser
calculada na data
subseqüente.

Este fator será


somente aplicado
quando a divergência
entre a data teórica e
data real estiver fora
da tolerância.

Fator de Mediante o fator de 1,00


modificação o tempo
Modificaç
de ciclo de uma
ão Ciclo estratégia de
manutenção será
modificado
individualmente por
cada plano de
manutenção.

Um fator de
modificação maior
que 1 prolonga; um
fator de modificação
menor que 1 reduz o
tempo do ciclo válido
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
conforme a estratégia.

Exemplo:

 Tempo do ciclo
segundo uma
estratégia: 150
dias

 Fator de
modificação do
ciclo: 1.2

 Resultado: 150
* 1.2 ----> 180
dias tempo de
ciclo no plano
de manutenção

Com ajuda do fator de


modificação o usuário
poderá ajustar as
estratégias de
manutenção válidas às
necessidades
individuais da
instalação, do
processo ou da
localização.

Intervalo Com o intervalo de O


solicitação será
Solicts.
possível determinar o
período para o qual o
sistema gera
solicitações de
manutenção durante a
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
programação do plano
de manutenção.

Se um intervalo de
solicitação for
indicado, serão
geradas para este
período solicitações
de manutenção em
espera. Por este
motivo, o usuário
deve definir o
intervalo de
solicitação somente
em caso de
planejamento a longo
prazo.

Em caso de
reinicialização ou
execução no ciclo,
independente do
intervalo de
solicitação, será
verificado se pelo
menos uma data será
gerada (ou no status
"em espera" ou
"solicitado"). Mesmo
se o intervalo de
solicitação for menor
que o ciclo utilizado.

Se nenhum intervalo
de solicitação for
indicado, o sistema
verifica se há pelo
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
menos uma solicitação
de manutenção em
espera.

Confirma Ao definir este O


código, o sistema gera
ção
o próximo objeto de
Obrigatóri chamada somente no
caso de o anterior
a
objeto de chamada ter
sido confirmado.

Em relação aos
objetos de chamada
existentes, isto
significa o seguinte:

 A próxima
ordem só será
criada quando a
ordem anterior
já tiver sido
concluída
técnicamente.

 A próxima nota
só será criada
quando a nota
precedente já
tiver sido
concluída.

 A próxima
folha de registro
de serviços só
será criada
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
quando a folha
de registro de
serviços tiver
sido aceita.

A seguinte alternativa
é válida para todos
objetos de chamada:

O próximo objeto de
chamada só será
criado quando o
usuário tiver
confirmado a última
solicitação de
manutenção mediante
a função Confirmar,
na programação no
plano de manutenção.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Plano de Manutenção”: Plano Estratégico de


Manutenção, preencher os seguintes campos:
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Campo O campo de seleção R 1000
pode ser utilizado para
Ordenaçã
a seleção no
o processamento de lista
dos planos de
manutenção, síntese
da datas de
manutenção e a
monitorização de
prazos.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Plano de Manutenção”: Plano Estratégico de


Manutenção, preencher os seguintes campos:

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Item de Número que identifica R 931
um item de
Manutenç
manutenção
ão univocamente.

Descrição Texto breve do item R Plano de Manutenção


Teste

Local de Identificação que R 0000-000-AA-00


serve para identificar
Instalação
um local de
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
instalação.

Caso existam
identificações
alternativas para um
local de instalação,
pode-se determinar
qual identificação
deve ser exibida neste
campo, mediante o
perfil do usuário.

Equipame Número através do R 10006797


qual um equipamento
nto
será identificado
univocamente.

Centro Chave que identifica o R CE00


centro de
Planejame
planejamento de
nto manutenção
univocamente.

Grupo de Chave que identifica o R Z01


grupo de
Planejame
planejamento de
nto manutenção de modo
unívoco em serviços
do cliente e na
manutenção.

Tipo de Chave que distingue R PM01


as ordens no que
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Ordem respeita à sua
utilização.

Tipo de Chave que identifica R 103


univocamente o tipo
Atividade
de atividade de
de manutenção.
Manutenç
ão
Centro de Chave que identifica o R CT_0003
centro de trabalho
Trabalho
responsável de forma
Responsá unívoca para este
objeto técnico.
vel

Centro Centro, no qual o R CE00


centro de trabalho
responsável entrado
está localizado.

Lista de Chave que identifica R Se houver


univocamente um
Tarefa uma lista de
grupo de roteiros.
tarefa criada
no sistema,
utilizar o

ícone
para buscar
no sistema a
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
lista de
tarefa. Caso
não haja, é
possível
criar uma
lista de
tarefa
utilizando o

ícone .
(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =
Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Plano de Manutenção”: Plano Estratégico de


Manutenção, preencher os seguintes campos:

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
O Opcional
(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =
Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Plano de Manutenção”: Plano Estratégico de


Manutenção, preencher os seguintes campos:

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Preenchime
nto
Automático
(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =
Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Plano de Manutenção”: Plano Estratégico de


Manutenção, preencher os seguintes campos:

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Preenchime
nto
Automático
(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =
Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Conformar entrada “Sim”.

Resultado

O sistema apresentará a seguinte mensagem:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Curso SAP – PM
Módulo IV
Processos
Empresariais
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Processo de Manutenção
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Processos Empresariais

 Nota de Manutenção
 Ordem de Manutenção

1. Identificar o Problema
2. Abrir Nota de Manutenção
3. Abrir Ordem de Serviço
4. Solicitar a Peça de Reposição (Requisição de Compra/Pedido de
Compra)
5. Compra da Peça de Reposição (Fornecedor)
6. Entrada da Peça de Reposição (Entrada de
Mercadoria/Almoxarifado)
7. Conserto da Máquina (Manutenção)
8. Liberação da Máquina (Encerramento da Ordem de Serviço)
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

4. Nota de Manutenção

• As notas de manutenção são utilizadas para registro de todas as


solicitações de manutenção e disponibilizando-as para análises ao
longo do tempo. As análises estatísticas disponibilizadas pelo SAP
R/3 são baseadas em dados informados na abertura e no
encerramento das notas PM, através dos catálogos.

• A Nota reporta todo o histórico técnico do reparo da falha ocorrida.


Ela não só registra a necessidade de uma ação corretiva , como
relata as causas que a originaram , as ações e medidas tomadas e os
dados relativos à disponibilidade do sistema antes e depois da
intervenção.
Apresentam-se no sistema SAP sob 03 tipos: Nota de Avaria, Ação e
Solicitação de Manutenção.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

4.1 Status da Nota de Manutenção


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

4.2 Tipos de Notas PM

• M1 – Solicitação de Manutenção
• M2 – Nota de Avaria
• M3 – Nota de Ação

4.3 Nota de Solicitação de Manutenção

• É o ponto de partida para ao solicitação de serviço de manutenção,


em todas as áreas da empresa.

4.4 Nota de Parada

• É utilizada para registros de paradas no processo produtivo, a partir


desta Nota iremos gerar relatórios e índices na manutenção (MTTR-
MTBF) e produção relatório de paradas de máquinas.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

4.5 Nota PM: Estrutura


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

4.6 Definição de Nota PM


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

4.7 Objetos na Nota PM


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

4.8 Nota PM: informações do objeto


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

4.9 Objeto de Referência Flexível


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

4.10 Impressão de Notas PM


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

4.11 Consultas e Relatórios

• IW21 – Criar Nota PM


• IW22 – Modificar Nota PM
• IW23 – Exibir Notas PM
• IW29 – Relatório de Processamento de Listas de Notas
• IW69 – Relatório de Listas de Itens da Nota
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Exercício
1. Criar Registro Nota de Manutenção
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Procedimento

 Como acessar a transação para criar um registro mestre de Nota de


Manutenção

Via Menu SAP


Via Código de Transação

Na tela inicial preencher dados básicos a serem criados:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Tipo de Chave que possibilita R M1
a diferenciação e
Nota
agrupamento de
notas de acordo com
o tipo ou origem da
nota, ou outros
critérios.

As carecterísticas da
nota serão
determinadas no
customizing para
cada tipo de nota.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Pressionar Enter “Avançar”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Nota PM”: Solicitação PM, preencher os seguintes


campos:
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Descrição Descrição breve do R Nota de Manutenção
conteúdo da nota.
Teste

Local de Identificação que R 0000-000-AA-00


serve para identificar
Instalação
um local de
instalação.

Caso existam
identificações
alternativas para um
local de instalação,
pode-se determinar
qual identificação
deve ser exibida neste
campo, mediante o
perfil do usuário.

Equipame Número através do R 10006797


qual um equipamento
nto
será identificado
univocamente.

Grupo de Chave que identifica o R


grupo de
Planejame
planejamento de
nto manutenção de modo
unívoco em serviços
do cliente e na
manutenção.

Centro Chave que identifica o R CE00


centro de
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Localizaç planejamento de
manutenção
ão
univocamente.

Centro de Chave que identifica o R CT_0003


Trabalho centro de trabalho
responsável de forma
unívoca para este
objeto técnico.

Centro Chave que identifica R CE00


univocamente um
Localizaç
centro.
ão

Notificad Nome da pessoa que R INSTRUTOR


emitiu a nota.
or

Descrição Descrição breve do R Nota de Manutenção


conteúdo da nota.
Teste

Texto Descrição breve do R 07.04.2017 00:30:25


conteúdo da nota. INSTRUTOR
para
(INSTRUTOR)
Descrição Descrever a
da Ocorrencia...
Ocorrenci
a
(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =
Condicional).
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Nota PM”: Solicitação PM, preencher os seguintes


campos:

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Início Data na qual o R 06.04.2017
processamento da nota
Desejado
deverá ser iniciado.

Hora Hora na qual o R 20:58:14


processamento da nota
deverá ser iniciado.

Prioridade Chave que exibe a R 3 Média


importância do
processamento da nota
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
ou da ordem.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Nota PM”: Solicitação PM, preencher os seguintes


campos:

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Início da Data do dia do início R 06.04.2017
da avaria ou do
Avaria
surgimento do
problema.

Hora de Horário do início da R 21:04:32


avaria ou do
Início da
surgimento do
Avaria problema.

Fim da Data do dia, no qual o R Indicar a data do fim da


problema foi resolvido
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Avaria ou a avaria tenha sido Avaria.
concluída.

Hora do Horário do término da R Indicar a hora do fim da


avaria ou da solução
Fim da Avaria.
do problema.
Avaria

Parada Código que indica a R Se houver parada da


parada de um
máquina, marcar esse
máquina.
campo com fleg.

Duração Duração da parada da O


máquina na unidade
da Parada
indicada.

Unidade Unidade de tempo, O


que documenta a
de
duração da parada da
Medida máquina.

Se o usuário preferir
efetuar a indicação em
uma outra unidade de
tempo, será necessário
sobregravar a unidade
de tempo exibida com
a nova unidade e
pressionar ENTER. O
sistema converterá
deste modo a duração
da parada.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Nota PM”: Solicitação PM, preencher os seguintes


campos:

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Centro Número que identifica R CE00
um centro de
Localizaç
manutenção
ão univocamente.

Localizaç A chave neste campo R Z001


marca uma
ão
localização dentro de
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
um centro.

Área Número que identifica R Z01


uma área operacional
Operacion
univocamente.
al

Centro de Chave que identifica o R CT_0003


centro de trabalho.
Trabalho

Campo Campo para uso R TAG EQUIPAMENTO


específico da empresa, E/OU Nº SÉRIE
Ordenaçã
que não será
o verificado pelo
sistema SAP.

Empresa Chave que identifica R 1000


claramente uma
empresa.

Centro de Chave que identifica R 4300


univocamente um
Custo
centro de custo.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Nota PM”: Solicitação PM, preencher os seguintes


campos:

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
O Opcional
(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =
Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Nota PM”: Solicitação PM, preencher os seguintes


campos:

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
O Opcional
(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =
Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Nota PM”: Solicitação PM, preencher os seguintes


campos:

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
O Opcional
(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =
Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Nota PM”: Solicitação PM, preencher os seguintes


campos:

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
O Opcional
(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =
Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”

Resultado

O sistema apresentará a seguinte mensagem:


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

5. Ordem de Manutenção

• As ordens de serviço de manutenção constituem uma parte


importante do planejamento de tarefas detalhadas e da sua
documentação associada a manutenção. Através desse processo é
possível controlar todos os chamados de solicitação de serviço, bem
como direcioná-los a área responsável pela execução e efetuar o
acompanhamento do serviço, monitorar a capacidade da mão-de-
obra, determinar os custos e apropriá-los aos centros de custos
produtivos. A criação de uma ordem PM poderá ser com ou sem
referencia a nota PM.

A ordem registra e contabiliza todos os elementos de custos envolvidos


em um reparo, como : materiais utilizados, mão-de-obra interna e externa,
rateios de transporte, rateios administrativos , ou seja, focaliza a
intervenção sob o aspecto financeiro.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

5.1 Tipos de Ordens

• Temos disponíveis 4 tipos de ordens PM:


• Corretiva
• Preventiva
• Confecção Ativos
• Limpeza

5.2 Corretiva

• Este tipo de ordem é destinado para apontamento de horas


trabalhadas em serviços emergenciais, onde requer execução
imediata e que não necessita de planejamento e programação prévia,
exigindo por parte da área de manutenção uma tratativa de prioridade
máxima, pois expõe os equipamentos e a área produtiva a uma
situação de parada e interrupção da produção, expondo risco de
segurança e impacto ambiental, com ou sem parada de máquina.

5.3 Preventiva

• Este tipo de ordem é destinado para serviços onde não requer


execução imediata (manual ou gerada pelos planos de manutenção –
Inspeção, Lubrificação e preventiva) e que exista a necessidade de
planejamento e programação dos serviços a serem realizados,
exigindo por parte da área de manutenção uma tratativa conforme a
prioridade e a criticidade do objeto técnico.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

5.4 Confecção Ativos

• Este tipo de ordem é destinado para serviços originados na


construção de equipamentos produtivos, ou para serviços onde esteja
caracterizado uma melhoria de um ativo imobilizado, a característica
principal deste tipo de ordem em relação as demais, é que no
momento da abertura da ordem os custos de mão-de-obra e materiais
serão liquidados para um ativo em andamento, e no encerramento da
ordem será necessário criar o cadastro de um equipamento (PM) e o
cadastro definitivo do ativo imobilizado (AA).

5.5 Limpeza

• Este tipo de ordem é destinado para serviços onde seja necessário o


registro de tempos gastos com limpeza e demais serviços não
indicados em ordens de manutenção.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

5.6 Proceso : Manutenção Corretiva


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

5.7 Instrumentos do processamento de produção


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

5.8 Manutenção: Corretiva Planejada (Nota)


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

5.9 Manutenção: Corretiva Planejada (Ordem)


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

5.10 Criação Ordem de Manutenção


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

5.11 Elementos da Ordem de Manutenção


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

5.12 Lista de Operações


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

5.13 Utilização Material Estocável


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

5.14 Utilização Material não Estocável


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

5.15 Manutenção: Corretiva Planejada (Programação)


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

5.16 Liberação da Ordem


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

5.17 Manutenção: Corretiva Planejada (Execução)


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

5.18 Retirada de Material


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

5.19 Manutenção: Corretiva Planejada (Conclusão)


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

5.20 Confirmação das Horas


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

5.21 Fluxo de Documentos


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

5.22 Criar Ordem de Manutenção c/ Nota


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

5.23Funções de Ordem de Manutenção

 Descreve as operações de manutenção a serem realizadas;


 Descreve os objetos técnicos e materiais que serão consumidos;
 Atribui custos planejados e realizados a ordem;
 Administra dados históricos
 Verifica cargas de capacidade e programação;

5.24 Tipos de Ordem de Manutenção


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

5.25 Funções de Ordem de Manutenção


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

5.26 Carga e Planejamento de Capacidades


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

5.27 Consultas e Relatórios

• IW31 – Criar Ordem de Serviço de Manutenção


• IW32 – Modificar de Serviço de Manutenção
• IW33 – Exibir de Serviço de Manutenção
• IW39 – Relatório de Serviço de Manutenção
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Exercíco

1. Criar Registro Mestre Ordem de Manutenção


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Procedimento

 Como acessar a transação para criar um registro mestre Ordem de


Manutenção

Via Menu SAP


Via Código de Transação

Na tela inicial preencher dados básicos a serem criados


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Tipo de Tipo de ordem da R PM01
ordem ordem de
manutenção. Esta
classifica as ordens
PM de acordo com a
utilidade das
mesmas.

Prioridade Chave que exibe a R 3 Média


importância do
processamento da
nota ou da ordem.

Nº Número através do R 10006797


equipamen qual um
to equipamento será
identificado
univocamente.

Centro de Chave que identifica R CE00


planejame o centro de
nto de planejamento de
manutenção
manutençã
univocamente.
o

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Pressionar Enter “Avançar”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Ordem de Manutenção”: Cabeçalho Central, preencher


os seguintes campos:
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Texto Este campo contém a Ordem de Manutenção
breve descrição breve
Teste
(independente do
idioma) da ordem.

Podem ser criados


textos mais longos,
dependentes do
idioma, através de
função "Texto
descritivo".

Grupo de Chave que identifica Z01


planejame o grupo de
nto para planejamento de
manutenção de modo
serviços
unívoco em serviços
cliente e do cliente e na
manutençã manutenção.
o

Centro de Chave que identifica CT_0003


o centro de trabalho
trabalho
responsável de forma
responsáve unívoca para este
objeto técnico.
l

Centro Centro, no qual o CE00


centro de trabalho
responsável entrado
está localizado.

Tipo de Chave que identifica 103


univocamente o tipo
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

atividade de atividade de
de manutenção.
manutençã
o

Início Base Data-base do início 06.04.2017

Prioridade Chave que exibe a 3 Médio


importância do
processamento da
nota ou da ordem.

Fim Base Data-base do fim

Local de Identificação que 0000-000-AA-00


instalação serve para identificar
um local de
instalação.

Caso existam
identificações
alternativas para um
local de instalação,
pode-se determinar
qual identificação
deve ser exibida
neste campo,
mediante o perfil do
usuário.

Nº Número através do 10006797


equipamen qual um
to equipamento será
identificado
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

univocamente.

Txt.breve Descreve a operação Ordem de Manutenção


operação ou a suboperação.
Teste

Chave de Chave de cálculo 1 Calcular Duração


cálculo para duração,
trabalho ou
quantidade de
capacidade
necessária na
operação.

A base de cálculo
consiste em:

 Total da
capacidade do
tipo da
capacidade

 Porcentagem
para o tempo
de emprego do
tipo de
capacidade
indicado

 Duração da
operação

 Trabalho

Centro de Chave que identifica CT_0003


trabalho o centro de trabalho.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Centro Chave que identifica CE00


univocamente um
centro.

Chave de Determina quais as PM01


controle operações
econômicas a ser
executadas, para o
objeto
correspondente de
um roteiro ou ordem
(p.ex. programação
ou cálculo de
custos).

Tipo de Chave que identifica 1410


atividade um tipo de atividade
univocamente.

Tipos de atividade
representam o
serviço prestado por
um centro de custo e
são medidos em
unidades de tempo
ou de medida.

Dentro do
planejamento de tipo
de atividade, dados
de controle podem
determinar se a tarifa
para a avaliação dos
tipos de atividade
são definidos
manualmente ou se
são calculados
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

interativamente
através da
determinação de
tarifa.

Trabalho Esforço de trabalho 5,0


da relativo à execução
operação da operação.

Unidade Unidade de tempo HOR


de trabalho para o trabalho.

Duração Valor da duração


normal da normal necessária
operação para a execução da
operação.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Pressionar Enter “Avançar”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Ordem de Manutenção”: Síntese de Operações,


preencher os seguintes campos:
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Centro de Chave que identifica o CT_0003
trabalho centro de trabalho.

Centro Chave que identifica CE00


univocamente um
centro.

Chave de Determina quais as PM01


controle operações econômicas
a ser executadas, para
o objeto
correspondente de um
roteiro ou ordem
(p.ex. programação ou
cálculo de custos).

Txt.breve Descreve a operação Ordem de Manutenção


operação ou a suboperação. Teste

Trabalho Esforço de trabalho 5,0


da relativo à execução da
operação operação.

Unidade Unidade de tempo HOR


de para o trabalho.
trabalho

Núm.cap Número de 1
acidade capacidades
necessári necessárias para o
cálculo da duração ou
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
a do trabalho.

Duração Valor da duração 5,0


normal normal necessária
da para a execução da
operação.
operação

Tipo de Chave que identifica 1410


atividade um tipo de atividade
univocamente.

Tipos de atividade
representam o serviço
prestado por um
centro de custo e são
medidos em unidades
de tempo ou de
medida.

Dentro do
planejamento de tipo
de atividade, dados de
controle podem
determinar se a tarifa
para a avaliação dos
tipos de atividade são
definidos
manualmente ou se
são calculados
interativamente
através da
determinação de
tarifa.
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Ordem de Manutenção”: Síntese de Componentes ,


preencher os seguintes campos:

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Nº do Chave alfanumérica 2857
material que identifica o
material
univocamente.

Quantida Quantidade do 1
de componente
necessári necessária para
produzir a quantidade
a do
da ordem de acordo
compone com a unidade de
nte medida do registro.

Unidade Unidade de medida, UN


de na qual os estoques do
medida material são listados.
Na unidade de medida
básica
básica, o sistema
converte todas as
quantidades que são
entradas em outras
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
unidades de medida
(unidades de medida
alternativas).

Centro Chave que identifica CE00


univocamente um
centro.

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Ordem de Manutenção”: Síntese de Custos, preencher


os seguintes campos:
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Clicar no

ícone
para
calcular os
custos.
(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =
Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Ordem de Manutenção”: Síntese de Parceiros,


preencher os seguintes campos:

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
O Opcional
(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =
Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Ordem de Manutenção”: Lista de Objetos, preencher os


seguintes campos:

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os

(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =


Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Ordem de Manutenção”: Dados Adicionais do


Cabeçalho, preencher os seguintes campos:
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
O Opcional
(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =
Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Ordem de Manutenção”: Dados de Localização,


preencher os seguintes campos:
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
Preenchime
nto
automático.
(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =
Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Ordem de Manutenção”: Dados de Manutenção


Planejada, preencher os seguintes campos:
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
O Opcional
(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =
Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”


PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Na tela “Criar Ordem de Manutenção”: Dados Administrativos,


preencher os seguintes campos:
PM – ADMINISTRAÇÂO DA MANUTENÇÂO

Manutenção Industrial

Campos Descrição R/O/ Ações e Valores Comentári


C os
O Preenchime
nto
automático.
(Nota: na coluna “R/O/C”; “R” = Requerido, “O” = Opcional, “C” =
Condicional).

Clicar em “Avançar ou Enter”

Resultado

O sistema apresentará a seguinte mensagem:


AVALIAÇÃO FINAL DE TREINAMENTO
---- DESTACAR ESTA FOLHA E ENTREGAR AO INSTRUTOR ----

Data:

NOME:
CURSO:

INSTRUTOR:

AVALIAÇÃO FINAL DE TREINAMENTO

Marque com um X na lacuna ao lado da figura na opção desejada.


Conteúdo Programático do Curso   ☺
Tempo de Realização do Curso   ☺
Referência Final ao Treinamento   ☺
Material Didático   ☺
Didática Instrutor   ☺
Conhecimento Técnico do Instrutor   ☺
Instalações Físicas (Mesa, Cadeira, Quadro, Projetor, Computador)   ☺
Atendimento Comercial e Administrativo   ☺
Conteúdo, Material Adicional e Informações no site da Trainning   ☺

COMENTÁRIOS
Espaço livre para comentários, críticas e sugestões sobre o treinamento realizado.

INDICAÇÕES
Indique 1 amigo e Ganhe Desconto no próximo treinamento.

 REGULAR

 SATISFATÓRIO

☺ ÓTIMO

Trainning Education Services ® - Sede: Av. Paulista, 777, 15° andar – SP


São Paulo (11) 3323-1676 - Rio de Janeiro (21) 4063-6518 - Brasília (61) 4063-7766 - Belo Horizonte (31) 4063-8187
Vitória (27) 4062-9192 - Curitiba (41) 4063-8083 - Porto Alegre (51) 4063-9474 - Recife (81) 3301-1600 - Salvador (71) 4062-9323
www.trainning.com.br - comercial@trainning.com.br