Você está na página 1de 13

Centro Universitário Claretiano

Curso de Graduação em Nutrição

Portfólio de Anatomia

Trabalho apresentado a Disciplina


de Anatomia no curso de
Graduação em Nutrição, para
obtenção da nota em participação
de atividades, sob a orientação da
professora Camila Tavares
Valadares da Silva.

2019
1
ATIVIDADE

1 - Definir anatomia, anatomia sistemática ou sistêmica, anatomia segmentar, anatomia


de superfície, anatomia funcional, anatomia aplicada, anatomia radiológica e anatomia
comparada?

Resp. Com base no enunciado acima, podemos definir que: Anatomia é o ramo da
medicina que estuda a forma e a estrutura dos diferentes elementos constituintes do
corpo humano. Na Anatomia Sistêmica os sistemas estudados normalmente são o
tegumentar, esquelético, muscular, nervoso, cardiovascular, respiratório, digestório,
urinário, endócrino e reprodutor. A Anatomia segmentar assim como a Sistêmica tem
sua definição baseada no estudo teórico-prático dos aspectos anatômicos dos seres
humanos referentes aos seus aspectos sistêmico e segmentar. A Anatomia de Superfície
pode ser definida como um ramo da anatomia que trata da descrição visual da estrutura
anatômica sem dissecar o organismo. A Anatomia Funcional estuda 3 tipos diferentes
de músculo: O músculo esquelético, o músculo cardíaco e o músculo liso. A Anatomia
aplicada, pode ser definida como. um estudo que juntamente com o aprendizado da
fisiologia, estuda o funcionamento dos sistemas. A Anatomia Radiológica estuda a
estrutura e funções do corpo utilizando técnicas de imagem. Por fim, podemos
compreender a anatomia comparada como o estudo comparativo da forma e estrutura de
diferentes organismos, de modo a estabelecer relações de parentesco entre eles.

2 - Conceituar nomenclatura anatômica?

Resp. A nomenclatura anatômica deve ser feita da seguinte forma: 1- Lista oficial em
latim; 2- termos com algum valor informativo ou descritivo; 3- um único termo para
designação de cada estrutura, 4- termos que indicam forma, posição, trajeto, função,
inter-relações, relação com o esqueleto e critérios mistos.

3 - Definir a posição anatômica de estudo?


2
Resp. A posição anatômica nada mais é que um referencial para podermos localizar e
descrever as estruturas anatômicas, padronizados a todos anatomistas ou profissionais
de saúde. Para descrever a posição anatômica, o individuo deverá estar em posição
ortostática, ou seja, em pé, face voltada para frente, membros superiores e inferiores
estendidos, palmas das mãos voltadas para frente, assim como os dedos dos pés.

4 - Explicar os planos de delimitação e os planos de secção do corpo humano?

Resp.

✓ Plano mediano: plano vertical que passa longitudinalmente


através do corpo, dividindo-o em metades iguais
direita e esquerda.

✓ Planos sagitais: planos verticais que passam


através do corpo, paralelos ao plano mediano.

✓ Planos frontais (coronal): planos verticais que


atravessam o corpo formando ângulos retos com
o plano mediano, dividindo-o em partes
anterior (frontal) e posterior (dorsal).

3
✓ Planos transversos (axial): planos horizontais que
Dividem o corpo em partes superior e inferior.

5 - Explicar os eixos anatômicos?

Resp. Os eixos são linhas imaginarias que facilitam que nós nos localizamos com mais
facilidade. São eles:
✓ Eixo Antero posterior ou sagital, ele liga a posição anterior e posterior, ou se
preferir, ventral a dorsal. Para relembrar abdome a coluna.
✓ Eixo longitudinal ou crânio caudal ele liga o crânio aos pés.
✓ Eixo látero lateral ou transversal une o centro do plano direito e esquerdo.

6 - Estabelecer as relações entre os eixos e os planos de secção?

Resp. Os planos de secção são como linhas imaginárias que orientam "cortes
imaginários" no corpo humano, sendo os principais:
✓ Plano Transversal: Uma divisão na horizontal, separando parte superior e
inferior.
✓ Plano Mediano: Divide o corpo verticalmente, separando o que chamamos de
direita e esquerda.
✓ Planos Sagitais: São cortes paralelos ao Plano Mediano.
✓ Planos Frontais: Divide verticalmente a parte da frente da de trás do corpo.
Os eixos anatômicos ligam estes planos, são três eixos:
✓ Eixo Vertical: liga o centro do plano superior com o centro do plano inferior.
✓ Eixo sagital antero-posterior: Liga a parte de trás com a parte da frente do
corpo.
✓ Eixo Transversal: Passa do lado direito ao esquerdo (ou vice versa).

7) Definir os termos de posição e direção: superior ou cranial, inferior, caudal ou


podátilo, anterior ou ventral, posterior ou dorsal, lateral, medial, intermédio, mediano,
médio, proximal, distal, palmar ou volar, plantar, interno, externo, superficial, profundo,

4
radial, ulnar, tibial, fibular, ântero-posterior ou dorsoventral, látero-lateral e longitudinal
ou crânio-caudal ou súpero-inferior?
Resp. São linhas também imaginárias traçadas no indivíduo dentro do sólido
geométrico. São sempre perpendiculares ao plano. Os eixos associados com os planos
irão gerar movimentos no indivíduo. Os eixos existentes são eixo sagital ou
ânteroposterior une o centro do plano ventral (anterior) ao centro do plano dorsal
(posterior). O eixo longitudinal ou crânio caudal une o centro do plano cranial ao centro
do plano podálico. O eixo transversal ou láterolateral une o centro do plano lateral
direito ao centro do lateral esquerdo e vice-versa. Veja o modelo.
Termos de posição e direção São termos usados para descrever a relação entre as
partes do corpo ou comparação da posição relativa de duas estruturas. Alguns termos
são específicos para comparações feitas na posição anatômica ou em relação aos planos
anatômicos. Veja os termos mais usados: Antes, lembre-se da posição anatômica do
indivíduo e das estruturas.
Superior refere a uma estrutura mais superior a outra estrutura ou próxima do crânio.
Inferior refere a uma estrutura mais inferior a outra estrutura ou próxima da planta do
pé. Leia o exemplo: Os olhos são mais superiores em relação à boca. A boca é mais
inferior em relação aos olhos.
Cranial significa que esta relacionada ao crânio, em direção a cabeça ou ao crânio e
indica direção.
Caudal significa que esta relacionada aos pés ou cauda, em direção aos pés ou a cauda e
indica também direção. Veja o exemplo: Leve suas mãos em direção à cabeça (cranial).
Leve suas mãos em direção aos pés (caudal).
Posterior ou dorsal significa a superfície posterior do corpo ou mais perto do
dorso. Anterior ou ventral significa a superfície anterior do corpo ou mais perto do
ventre. Veja o exemplo: os dedos dos pés estão mais anteriores que o tornozelo. Já o
tornozelo se encontra mais posterior que os dedos dos pés.
Medial é usado para indicar que uma estrutura esta mais perto do plano mediano do
corpo, sendo que, este plano passa no centro de todo o corpo.
Lateral indica que uma estrutura esta mais longe do plano mediano. Veja o exemplo: O
polegar (10 dedo da mão) é mais lateral em relação aos outros dedos. O 50 dedo é
medial em relação aos outros. Lembre-se da posição anatômica.
Dorso refere à superfície superior de qualquer parte do corpo, como o dorso da língua,
do pé, nariz, pênis e a superfície posterior da mão. Já palma é a superfície anterior da
mão. A planta do pé é a base ou face inferior do pé oposta ao dorso.
Os termos superficial, intermédio e profundo descrevem a posição de uma estrutura em
relação à superfície do corpo e a relação entre uma estrutura e outra subjacente (abaixo)
ou sobrejacente (acima). Exemplo: o coração é intermediário em relação à coluna
vertebral e ao músculo peitoral. O peitoral é mais superficial em relação ao coração. A
coluna vertebral é mais profunda em relação ao coração.

5
Externo significa fora ou distante do centro de um órgão ou cavidade. Interno significa
dentro ou próximo do centro. Exemplo: Os olhos encontram mais externamente que o
cérebro e o cérebro mais internamente que os olhos.
E para terminarmos esse assunto de posição e direção, os termos proximais e distais são
usados respectivamente, ao comparar posições mais próximas ou distantes de um
membro ou parte central de uma estrutura.

8) Conceituar: esqueleto, esqueleto axial e esqueleto apendicular?

Resp. Esqueleto é o conjunto de ossos e cartilagens que se interligam para formar a base
de sustentação do corpo do animal e gerar função.
Ossos são definidos como peças rígidas e esbranquiçadas de números, coloração e
formas variáveis.

Esqueleto Axial: compreende os ossos que formam a cabeça, a coluna vertebral e o


tórax. Esta porção do esqueleto forma o eixo principal de suporte do corpo e protege o
sistema nervoso central (SNC) e os órgãos do tórax. Sendo assim, os ossos do esqueleto
axial são os ossos do crânio e face, as vértebras, o osso sacro, o cóccix, as costelas e o
osso esterno.
Esqueleto Apendicular: inclui os ossos dos membros superiores (MMSS) e inferiores
(MMII) e os ossos pelos quais esses membros se articulam com o esqueleto axial, isto é,
a cintura escapular e a cintura pélvica.

9) Conceituar o tecido ósseo compacto e esponjoso?

Resp. Tecido ósseo esponjoso é assim denominado por apresentar um conjunto de


pequenas e finas traves ósseas, formando um emaranhado que em muitos lembram uma
esponja. No interior dos espaços encontramos a medula óssea vermelha – tecido
hemocitopoético, esse tecido localiza-se no interior dos ossos chatos e nas extremidades
dos ossos longos, “cabeça” as epífise.
Tecido ósseo compacto consiste em toda estrutura que visualizamos ao
observarmos um osso, sua “casca” ou parede. Aparentemente ele não apresenta poros ou
canais, dai a justificativa para a expressão compacto, quando no entanto, analisamos sua
estrutura ao microscópio, constatamos a presença de uma vasta rede de canalículos.

10) Citar as funções do esqueleto?

Resp. Fazem parte das funções do esqueleto, proteção de órgãos como o coração,
pulmão e sistema nervos central através da caixa torácica, crânio e coluna vertebral,
respectivamente.
6
Sustentação e forma ao corpo. Local de armazenamento de íons (Ca, P), pois em grande
parte será usado durante a gravidez como forma de calcificação fetal, pela reabsorção
destes íons armazenados no organismo materno.
Além disso, também tem como função funcionar como um sistema de alavancas que em
associação com os músculos causam um deslocamento de todo o corpo ou parte do
mesmo.

11) Classificar e definir os ossos segundo suas dimensões: longo, curto e laminar (ou
chato ou plano)?

Resp.
✓ Longos: tem o comprimento considerável maior que a largura e a espessura,
como o úmero e o fêmur.
✓ Laminares ou planos: são finos e achatados, isto é, o comprimento e a largura
são equivalentes, predominando sobre a espessura, como a maioria dos ossos do
crânio e as costelas.
✓ Curto: tem as três dimensões aproximadamente iguais, como os do carpo (nas
mãos) e o tarso (nos pés).

12) Definir no osso longo: diáfise (ou corpo), epífise (ou extremidade) e canal medular?

Resp.
✓ Diáfise: é a haste longa do osso. Ela é constituída principalmente de tecido
ósseo composto, proporcionando grande resistência ao osso longo.
✓ Epífise: as extremidades alargadas de um osso longo. A epífise de um osso o
articula, ou une, a um segundo osso, em uma articulação. Cada epífise consiste
de uma fina camada de osso compacto que reveste o osso esponjoso e recobertas
por cartilagens.

13) Classificar e definir: osso irregular, osso pneumático, osso sesamóide e osso
supranumerário (acessório ou extranumerário)?

Resp.
✓ Osso Irregular: é aquele em que as dimensões não apresentam relação entre si,
são diferentes dos ossos longos e curtos, a exemplo das vértebras.
✓ Osso Pneumático: São ossos que contêm cavidades cheias de ar. São
encontrados apenas no Crânio e na face, exemplo maxilar.
✓ Osso Sesamóide: são ossos que se desenvolvem na substância de certos tendões
ou da cápsula fibrosa de certas articulações, exemplo: patela.

7
✓ Osso Supranumerário acessório: são variações anatômicas no número de
ossos, ossos que aparecem a mais no esqueleto. Exemplo: Fabela (Osso
sesamóide supranumerário, localizado no tendão do músculo gastrocnêmico,
cabeça lateral.

14) Descreva o que é uma juntura sinovial e cite os elementos básicos desta juntura?

Resp. Juntura sinovial, é um tipo de articulação, com total mobilidade, onde as


características dos ossos que ela liga, irão ditar a forma de movimento que ela permite.
Esta articulação possui esta característica móvel, pois possui uma cavidade, um espaço
entre os ossos, denominado: cavidade articular.
As junturas sinoviais são formadas por:
✓ Capsula articular;
✓ Cartilagem articular;
✓ Cavidade articular;
✓ Membrana sinovial;
✓ Líquido sinovial.

15) Dê a classificação morfológica das articulações do ombro, punho e joelho. Qual é a


importância para sua atuação profissional?

Resp. O ombro, assim como o quadril, possui articulações triaxiais, ou esferoides, que é
o tipo de articulação que fornece maior grau de mobilidade. O nome da principal
articulação do ombro, é glenoumeral. As demais articulações proximais são articulações
da cintura escapular e não do ombro. A articulação do punho, é biaxial do tipo condilar.
Esta articulação permite movimentos de: flexão, extensão, adução, abdução e
circundução. Articulação conhecida como rádio-cárpica. O joelho possui uma
articulação monoaxial do tipo gínglimo, que trabalha como uma dobradiça, fornecendo
movimentos de: flexão e extensão.

16 - Descreva o que é uma articulação fibroso e cartilaginosa. Dê os seus tipos?

Resp. Articulação Sinartrose ou fibrosa, é formada por um tecido fibroso, que une dois
ou mais ossos. Pelo fato de ser uma união feita por tecido fibroso, ela não permite
movimento pelas peças ósseas. É dividido em: suturas (no crânio), sindesmoses (rádio e
ulna, tíbia e fíbula). Articulação Anfiartrose ou Cartilaginosa, é formada por um tecido
cartilaginoso como também, pode ser formada por um tecido fibrocartilaginoso, unindo
dois ou mais ossos. Permite pouco movimento. As articulações esternocostais, possuem
articulação anfiartrose do tipo cartilaginosa, pois precisam de boa mobilidade para se
moldar ao movimento de respiração pulmonar. Já as articulações fibrocartilaginosas, são
8
encontradas nos discos intervertebrais, pois precisam de bastante resistência contra
impactos.

17 - Quais são os tipos de tecido muscular que formam o corpo humano? Qual é a
importância destes tecidos?

Resp. Possuímos 3 tipos de tecidos musculares:


1. Tecido muscular estriado cardíaco – Como o nome diz, encontrado somente no
coração.
2. Tecido muscular liso – Forma a musculatura dos órgãos internos, como a bexiga,
estômago.
3. Tecido muscular estriado esquelético – Tracionam os ossos nos movimentos
voluntários. Com sua capacidade de contrair e alongar, estes tecidos são muito
importantes pois dão movimento ao corpo como um todo (órgão e sistema locomotor).

18 - Quais são os componentes anatômicos do músculo esquelético? Classifique estes


músculos quanto à forma, sua origem, sua inserção e quanto ao ventre muscular.

Resp. Os componentes anatômicos dos músculos estriados esqueléticos são: os tendões,


as aponeuroses e os ventres musculares. A porção média e carnosa do músculo,
chamada de ventre muscular, é formada predominantemente por fibras musculares e
possui a propriedade de contração. As extremidades do músculo podem ser formadas
por tendões ou aponeuroses. Quando a extremidade é cilindroide ou então, possui uma
forma de fita, recebe o nome de tendão; quando é laminar, recebe o nome de
aponeurose. Os tendões e as aponeuroses são compostos de tecido conjuntivo denso,
modelado e servem, principalmente, para fixar os músculos aos ossos. Entretanto, os
tendões e as aponeuroses também podem fixar os ossos a cartilagens, cápsulas
articulares, septos intermusculares, derme, tendão de outro músculo etc.

19 - Explicar a localização do coração na caixa torácica. Explicar os aspectos anátomo-


funcionais do miocárdio e endocárdio. Explicar a posição anatômica e o tamanho do
coração?

Resp. O coração se localiza no meio do peito, sob o osso esterno, ligeiramente


deslocado para a esquerda. Ocupa no tórax, a região conhecida como mediastino, que é
o espaço entre os dois pulmões. O coração é do tamanho aproximado de um punho
fechado e com peso em média de 400 g, tem cerca de 12 cm de comprimento por 8 a 9
cm de largura. O miocárdio é um conjunto muscular intermediário, logo após a segunda
camada do pericárdio. Possui funcionamento autônomo e involuntário, responsável pelo
bombeamento sanguíneo. Já o endocárdio, reveste o interior do miocárdio e limita as

9
cavidades cardíacas. É nesta cama que fazem parte as válvulas cardíacas bicúspide
(ventrículo esquerdo para o átrio esquerdo) e tricúspide (átrio direito e ventrículo
direito).

20 - Descreva a grande e pequena circulação do corpo humano?


Resp. A pequena circulação, liga o coração aos pulmões. É por onde é levado o sangue
cheio de CO2 e retorna o sangue com O2. Já a grande circulação, é a que liga o coração
as demais partes do corpo.

21 - Explicar a anatomia interna do coração e suas estruturas. Descreva o automatismo


cardíaco?

Resp. O coração é divido em 4 cavidades:


✓ Superiores:
✓ Átrio esquerdo;
✓ Átrio direito.
✓ Inferiores:
✓ Ventrículo esquerdo;
✓ Ventrículo direito.
O lado esquerdo e lado direito do coração é separado por um septo. A parte superior
pelo septo atrial, e a parte inferior pelo septo interventricular, que é uma parede
muscular que impede a comunicação entre os lados. Entre o átrio direito e o ventrículo
esquerdo, temos a valva tricúspide, que impede que o sangue que passa do átrio para o
ventrículo, acaba voltando do ventrículo para o átrio. Entre o átrio esquerdo e o
ventrículo esquerdo, temos a valva bicúspide, que impede que o sangue bombeado para
o ventrículo, volte para o átrio. Também possuímos as valvas semilunares, que
controlam o fluxo sanguíneo dos ventrículos para as artérias. O nervo simpático instiga
as batidas do coração, o nervo parassimpático reduz o ritmo cardíaco, estes dois nervos
formam o sistema nervoso autônomo, e fiscalizam os batimentos cardíacos humanos. O
nervo vago iniciado no crânio é responsável pela distribuição dos nervos com a função
parassimpática, como ele tem a função de reduzir o ritmo cardíaco se houver uma
intensidade ocorrerá a parada dos batimentos do coração (parada cardíaca). O nervo
simpático tem como função instigar os batimentos do coração, caso haja uma
intensidade maior do que a considerada normal ocorre à taquicardia a (aceleração do
coração).

22 - Quais são as artérias do membro superior e inferior e qual é a sua importância para
as estruturas que formam o membro superior e inferior?

Resp.
10
✓ Artérias dos membros superiores:
1. Subclávia;
2. Axilar;
3. Braquial;
4. Radial;
5. Ulnar;
6. Arco superficial palmar;
7. Arco profundo palmar.

✓ Artérias dos membros inferiores:


1. Ilíaca Comum;
2. Ilíaca Interna;
3. Ilíaca Externa;
4. Femoral;
5. Poplítea;
6. Tibial Anterior;
7. Tibial Posterior;
8. Fibular;
9. Dorsal do Pé;
10. Plantar Lateral;
11. Plantar Medial.

Todas estas artérias, como a sua artéria comum de origem (aorta), são de suma
importância para o sistema circulatório pois são as responsáveis por levar o sangue até
as estruturas corporais.

23 - Quais seriam as veias superficiais e profundas do membro superior e inferior e qual


é a sua importância para as estruturas que formam este membro?

Resp.
✓ Membro inferior:
1. Superficiais:
1.1. Veias parva;
1.2. Veias magnas.
2. Profundas:
2.1. Veia tibial posterior;
2.2. Veia tibial anterior;
2.3. Veia poplítea;
2.4. Veia femoral;
11
2.5. Veia ilíaca externa;
2.6. Veia ilíaca interna;
2.7. Veia ilíaca comum;
2.8. Veia cava inferior.

✓ Membro superior
3. Superficiais:
3.1. Veias cefálica;
3.2. Veias basílica;
3.3. Veias medianas
4. Profundas:
4.1. Veia braquial;
4.2. Veia axilar;
4.3. Veia Subclávia.

As veias têm um papel muito importante na transmissão do sangue venoso para o


coração, salvo as veias pulmonares que levam sangue oxigenado para o coração.

12
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

1 – Disponível em:
https://www.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/medicina-alternativa/posicao-
anatomica-do-corpo-humano/38045 - Acesso em 08 de Setembro de 2019.

2 – Disponível em:
https://brainly.com.br/tarefa/11252533 - Acesso em 08 de Setembro de 2019.

3 – Disponível em:
https://sites.google.com/site/laboratoriomorfofuncional/lmf-1/descrever-os-planos-de-
delimitacao-e-seccao-do-corpo-humano - Acesso em 08 de Setembro de 2019.

4 – Disponível em:
https://www.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/medicina-alternativa/eixos-
anatomicos/38024 - Acesso em 09 de Setembro de 2019.

5 – Disponível em:
https://www.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/medicina/eixos-do-corpo-humano-
e-seus-termos-de-posicao-e-direcao/37320 - Acesso em 09 de Setembro de 2019.

6 – Disponível em:
https://www.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/medicina/sistema-esqueletico-
conceito-e-funcoes-do-esqueleto/38241 - Acesso em 09 de Setembro de 2019.

7 – Disponível em:
https://anatomiafacil.com.br/01-osteologia-esqueleto-axial-e-esqueleto-apendicular/
Acesso em 10 de Setembro de 2019.

8 – Disponível em:
https://histologianerd.blogspot.com/2013/04/tecidos-osseos-esponjoso-e-
compacto.html - Acesso em 10 de Setembro de 2019.

9 – Disponível em:
https://sga.claretiano.edu.br/sav/disciplina/material - CRC - Anatomia Humana Geral -
Acesso em 10 de Setembro de 2019.

13