Você está na página 1de 2

G. S. F.

M, 33 ANOS
IMC GESTACIONAL: 57/2,56 = 22,26 (EUTRÓFICA)
IMC PRÉ- GESTACIONAL: 50/2,56= 19,53 B.P
TMB = 8,7 X 57 + 829 = 1324,9 X 1.56 = 2066,84 + 450= 2516

Distribuição de Macronutrientes:
55% CH 1383,80/4=345,95
30% LIP 754,80/9=83,86
15% PTN 377,40/4=94,35

Orientações Nutricionais

Seu peso está adequado mas cuide para que não fique elevado para não
ocasionar problemas à gestação. Nessa fase, descuidos na alimentação podem trazer
consequências que perduram por toda a vida das suas crianças.
Nesse momento o corpo necessita de boas fontes nutricionais a fim de
fortalecer o sistema imunológico da gestante e dos bebês. Formas de garantir esses
nutrientes é através da ingestão de frutas e verduras que são fontes de vitaminas
como a C, presentes em frutas como acerola, laranja e manga.
Capriche na ingestão de líquidos. Seu corpo precisa de pelo menos 3 lt/dia
(água, sucos, sopas, caldos), para facilitar os processos metabólicos ocorridos
durante a gestação, eliminar toxinas, melhorar a circulação sanguínea, reduzir
inchaços e manter o corpo hidratado.
Minerais como o cálcio e ferro são essenciais ao desenvolvimento fetal afim
de evitar anemias, baixo peso ao nascer, e aumentar a imunidade.
Alimentos ricos em ômega 3 são fundamentais a formação do sistema
nervoso, previnem alergias, partos prematuros entre outros benefícios.
Carboidratos complexos que são fontes de energia estão presentes na batata
doce, arroz integral e pães.
Prefira manteiga ao invés de margarina pois contem vitamina A,. Priorize
azeite de oliva cru e outras fontes de boas gorduras como o abacate e castanha pois
auxiliam na absorção de vitaminas, tem ação anti-inflamatória, melhoram a memória
e fazem parte da produção hormonal. Evite excessos!
Consuma frutas com cascas. Hortaliças como alface, aveia e couve são ricas
em fibras, Expulsam substancias toxicas, diminuem o colesterol, risco de câncer,
diabetes e auxiliam no bom funcionamento intestinal.
Evite frituras pois podem elevar o colesterol.
Excesso de café altera o ritmo cardíaco e o metabolismo, podendo atrapalhar
no desenvolvimento do bebê.
Refrigerantes e industrializados contem substancias maléficas ao organismo
como conservantes químicos e excesso de sódio que produzem riscos à saúde.
Utilize pouco sal nas preparações dos alimentos. As mamães mais do que
nunca precisam cuidar da pressão arterial.
Evite deita- se após as refeições e comer alimentos ácidos para que não haja
estimulo da acidez estomacal e consequentemente refluxo.
Fazer caminhada ajuda na circulação sanguínea e evita inchaços. (com aval
do seu médico).
A suplementação de ácido fólico é necessária pois não é possível atingir as
necessidades recomendadas através da alimentação.

Você também pode gostar