Você está na página 1de 933

II

MANUAL DE DIAGNÓSTICO

2012 MaxxForce® 4.8H e 7.2H Manual de Diagnóstico do Motor

Motor Familia: MaxxForce 4.8H

Motor Familia: MaxxForce 7.2H

972H00601201

10/2012
I

Indice Geral

Prefácio .......................................................................................................................................... 1
Diagnose de Serviços ..................................................................................................................... 2
Introdução ....................................................................................................................................... 3
Informações de Segurança ............................................................................................................. 4
Instruções Gerais ............................................................................................................................ 7
Identificação e Localização do Número de Série do Motor.............................................................. 8
Numeração dos Cilindros ................................................................................................................ 9
Acessórios do Motor ..................................................................................................................... 10
Especificação Técnica .................................................................................................................. 14
Descrição do Motor ....................................................................................................................... 16
Recursos de Acessórios ............................................................................................................... 21
Localização de Componentes do Motor ........................................................................................ 22
Sistemas do Motor ........................................................................................................................ 34
Diagrama do Sistema do Motor..................................................................................................... 35
Sistema de Gerenciamento de Ar ................................................................................................. 36
Sistema Turboalimentador ............................................................................................................ 38
Sistema de Escapamento ............................................................................................................. 41
Sistema de Gerenciamento de Combustível ................................................................................. 42
Sistema de Controle Eletrônico ..................................................................................................... 45
Sensores do Motor e Veículo ........................................................................................................ 47
Resistor e Termistor...................................................................................................................... 48
Sensor Capacitivo ......................................................................................................................... 49
Sensor de Velocidade do Veículo (VSS) ....................................................................................... 50
Potenciômetro............................................................................................................................... 51
Interruptores ................................................................................................................................. 52
Introdução aos gráficos de diagnóstico ......................................................................................... 53
II

SPN 029-2: Erro de sinal no potenciômetro 2 do sensor de posição do pedal do acelerador


(APS2). ....................................................................................................................... 54
SPN 029-3: Voltagem alta no potenciômetro 2 do Sensor de posição do pedal do acelerador
(APS2). ....................................................................................................................... 61
SPN 029-4: Voltagem baixa no potenciômetro 2 do Sensor de posição do pedal do acelerador
(APS2). ....................................................................................................................... 68
SPN 051-2: Desempenho do Circuito controlador do eletroinjetor de combustível 1 ..................... 75
SPN 051-3: Desempenho do Circuito controlador do eletroinjetor de combustível 1 ..................... 80
SPN 051-4: Desempenho do Circuito controlador do eletroinjetor de combustível 1 ..................... 85
SPN 052-2: Sistema de gestão de torque, desligamento do motor Forçado ................................ 90
SPN 052-2: Falha no sistema de injeção de combustível, desligamento do motor Forçado ......... 95
SPN 084-0: Sensor de Velocidade - Condição de velocidade excessiva do veículo. .................. 100
SPN 084-2: Velocidade do veículo não plausível com o volume de injeção e rotação do motor . 105
SPN 084-5: Sinal CAN para a velocidade do veículo não é válido .............................................. 110
SPN 091-2: Incompatibilidade entre o sensor de posição do pedal do acelerador com o interruptor
de freio (APS1). ........................................................................................................ 115
SPN 091-2: Faixa de desempenho do circuito “A” do sensor de posição do pedal do acelerador
(APS1). ..................................................................................................................... 122
SPN 091-3: Voltagem acima do limite superior no potenciômetro 1 do sensor de posição do pedal
do acelerador (APS1). ............................................................................................. 129
SPN 091-4: Voltagem abaixo do limite inferior no potenciômetro 1 do sensor de posição do pedal
do acelerador (APS1). ............................................................................................. 136
SPN 097-3: Voltagem acima do limite superior no sensor de presença de água no combustível
(WIF). ....................................................................................................................... 143
SPN 097-4: Voltagem abaixo do limite inferior no sensor de presença de água no combustível
(WIF). ....................................................................................................................... 148
SPN 097-15: Detecção de água ativo no sensor de presença de água no combustível (WIF). ... 153
SPN 100-2: Verificação de plausibilidade, pressão de óleo muito alta no sensor de pressão de
óleo do motor............................................................................................................ 158
SPN 100-2: Verificação de plausibilidade, pressão de óleo muito baixa no sensor de pressão de
óleo do motor. ........................................................................................................... 163
SPN 100-4: Voltagem acima do limite inferior no sensor de pressão de óleo do motor. .............. 168
SPN 102-2: Erro de plausibilidade no sensor de pressão do turbo (T-MAP) ............................... 173
SPN 102-3: Voltagem acima do limite superior no sensor de pressão do turbo (T-MAP) ............ 178
SPN 102-4: Voltagem abaixo do limite inferior no sensor de pressão do turbo (T-MAP) ............. 183
SPN 105-0: Correlação entre a Temperatura ambiente e a temperatura do ar admitido no sensor
de temperatura do ar no coletor de admissão (TMAP). ............................................. 188
SPN 105-1: Correlação de sensores multiplos, Sistema de medição do sensor de temperatura do
ar no coletor de admissão (TMAP)............................................................................ 193
SPN 105-3: Voltagem acima do limite superior no sensor de temperatura do ar no coletor de
admissão (TMAP). .................................................................................................... 198
SPN 105-4: Voltagem abaixo do limite inferior no sensor de temperatura do ar no coletor de
admissão (TMAP). .................................................................................................... 203
SPN 108-2: Correlação A/B no Sensor de Pressão Barometrica BAP. ...................................... 208
SPN 108-3: Voltagem acima do limite superior no Sensor de Pressão Barometrica BAP. ........ 214
SPN 108-4: Voltagem acima do limite superior no Sensor de Pressão Barometrica BAP ......... 220
SPN 110-0: Temperatura do liquido de arrefecimento acima do limite superior (ECT) ................ 226
SPN 110-3: Voltagem acima do limite superior no sensor de temperatura do liquido de
arrefecimento (ECT) ................................................................................................. 231
III

SPN 110-4: Voltagem acima do limite superior no sensor de temperatura do liquido de


arrefecimento (ECT) ................................................................................................. 236
SPN 110-10: Teste de plausibilidade dinâmica da temperatura do líquido de arrefecimento
(ECT)...................................................................................................................... 241
SPN 110-17: A temperatura mínima não chegou dentro do tempo limite no sensor de temperatura
do liquido de arrefecimento (ECT) .......................................................................... 246
SPN 164-0: Valor bruto acima do deslocamento máximo no Sensor de Pressão do Rail
(RPS). .................................................................................................................... 251
SPN 164-1: Voltagem abaixo do limite inferior no Sensor de Pressão do Rail (RPS)................. 256
SPN 164-3: Voltagem acima do limite superior no Sensor de Pressão do Rail (RPS). ............... 261
SPN 164-4: Voltagem abaixo do limite inferior no Sensor de Pressão do Rail (RPS)................. 266
SPN 168-3: Voltagem na bateria acima do limite superior .......................................................... 271
SPN 168-4: Voltagem na bateria abaixo do limite inferior ........................................................... 276
SPN 171-4: Voltagem abaixo do limite inferior no sensor de temperatura do ar (TMAP)............ 281
SPN 190-0: Detectado condição de sobrerotação no motor........................................................ 286
SPN 190-2: Erro de sinal correspondente ao sensor de rotação do motor. ................................ 291
SPN 190-5: Ausencia de sinal de rotação no sensor de rotação do motor. ................................. 296
SPN 190-14: Ativado o modo de segurança de rotação do motor. .............................................. 301
SPN 527-2: Combinações de opções inválidas no dispositivo de controle de acionamento de
velocidade de cruzeiro - Cruise control. .................................................................... 306
SPN 597-2: Erro de plausibilidade no interruptor do pedal de freio ............................................ 312
SPN 597-2: Indicação de erro no interruptor do pedal de freio .................................................... 317
PN 598-2: Sinal de embreagem não plausível no interruptor de embreagem............................. 322
SPN 629-2: Controle Interno do Módulo de Monitoramento de desempenho do processador..... 327
SPN 629-31: Controle de desempenho interno do módulo do processador principal ................. 332
SPN 630-2: Estado de erro de EEPROM - erro durante a ultima operação de leitura ................. 337
SPN 630-2: Estado de erro de EEPROM - erro durante a ultima operação de escrita. ............... 342
SPN 630-2: Estado de erro de EEPROM – valor padrão utilizado. ............................................. 347
SPN 630-2: Erro de recuperação está bloqueado - ocorreu uma recuperação .......................... 352
SPN 630-2: Erro de recuperação está suprimido - ocorreu uma recuperação............................. 357
SPN 630-2: Erro de recuperação é visível - ocorreu uma recuperação ...................................... 362
SPN 630-3: Erro de voltagem CJ940 – Voltagem de alimentação interna no limite superior ...... 367
SPN 630-4: Erro de voltagem CJ940 – Voltagem de alimentação interna no limite inferior ........ 372
SPN 639-19: Desempenho do barramento de comunicação CAN de alta ................................... 377
SPN 650-5: Tensão de alimentação ou circuito aberto no banco 1 de injetores .......................... 382
SPN 650-6: Curto-circuito ao terra no banco 1 de injetores ....................................................... 387
SPN 650-12: Curto-circuito ao positivo no banco 1 de injetores ................................................. 392
SPN 650-14: Número de injeções limitadas por equilíbrio de carga ............................................ 397
SPN 650-14: Número de injeções limitada pela quantidade e equilíbrio ..................................... 402
SPN 650-14: Número de injeções limitados por software............................................................ 407
SPN 650-14: Número de injeções limitados por tempo de execução. ......................................... 412
SPN 650-31: Erro específico de parada do motor por limite de tempo,
banco de injetores 1 ............................................................................................... 417
SPN 650-31: Erro não classificavel no chicote elétrico dos injetores do banco 1,
parada do motor ..................................................................................................... 422
SPN 650-31: Erro de advertência - Parada do motor não utilizado - banco 1 dos injetores ........ 427
SPN 650-31: Erro de advertência - Parada do motor não utilizado - banco 1 dos injetores ........ 432
SPN 650-31: Erro de advertência - Parada do motor não utilizado - banco 1 dos injetores ........ 437
SPN 650-5: Tensão de alimentação ou circuito aberto no banco 2 de injetores .......................... 442
SPN 650-6: Curto-circuito ao terra no banco 2 de injetores ....................................................... 447
IV

SPN 650-12: Curto-circuito ao positivo no banco 2 de injetores ................................................. 452


SPN 650-31: Erros especificos no banco 2 de injetores, parada do motor –
dependendo de aplicação....................................................................................... 457
SPN 650-31: Erros especificos no banco 2 de injetores, parada do motor –
erro não classificado............................................................................................... 462
SPN 650-31: Tensão de alimentação ou circuito aberto no banco 2 de injetores ........................ 467
SPN 650-31: Advertências especificas no banco 2 dos injetores, parada do motor –
dependendo de aplicação....................................................................................... 472
SPN 650-31: Advertências especificas no banco 2 de injetores, parada do motor –
dependendo de aplicação....................................................................................... 477
SPN 650-31: Erro de advertências no banco 2 de injetores, parada do motor -
dependendo de aplicação....................................................................................... 482
SPN 650-31: Erro de advertências no banco 2 de injetores, parada do motor -
dependendo de aplicação....................................................................................... 487
SPN 650-31: Erros especificos no Chip CY33X reset perdido,
voltagem baixa no relógio interno ........................................................................... 492
SPN 650-31: Erros especificos no Chip CY33X parada do motor,
Chip desbloqueado - CY33X com erro de inicialização .......................................... 497
SPN 650-31: Erros especificos no Chip CY33X parada do motor,
CY33X está em modo teste ................................................................................... 502
SPN 650-31: Erros especificos no Chip CY33X parada do motor,
CY33X SPI com erro de comunicação, soma de erros de retorno de leitura .......... 507
SPN 650-31: Erros especificos no Chip CY33X parada do motor,
CY33X SPI com erro interno de paridade ............................................................... 512
SPN 650-31: Erros especificos no Chip CY33X parada do motor,
CY33X programa com fluxo de erro interno ............................................................ 517
SPN 650-31: Erros especificos no Chip CY33X parada do motor,
CY33X com seleção de inveersão YSEL durante ligado falhou .............................. 522
SPN 650-31: Erros especificos no Chip CY33X parada do motor,
CY33X com limite de tempo Ligado para pelo menos 1 cilindro ............................. 527
SPN 651-3: Voltagem alta no injetor do cilindro número 1 .......................................................... 532
SPN 651-4: Curto-circuito entre o positivo e o negativo no injetor do cilindro número 1 .............. 537
SPN 651-5: Circuito aberto no injetor do cilindro número 1 ......................................................... 542
SPN 651-31: Erro não classificável com parada do motor no injetor do cilindro 1 ....................... 547
SPN 652-3: Voltagem alta no injetor do cilindro número 2 .......................................................... 552
SPN 652-4: Curto-circuito entre o positivo e o negativo no injetor do cilindro número 2 .............. 557
SPN 652-5: Circuito aberto no injetor do cilindro número 2 ......................................................... 562
SPN 652-31: Erro não classificável com parada do motor no injetor do cilindro 2 ....................... 567
SPN 653-3: Voltagem alta no injetor do cilindro número 3 .......................................................... 572
SPN 653-4: Curto-circuito entre o positivo e o negativo no injetor do cilindro número 3 .............. 577
SPN 653-5: Circuito aberto no injetor do cilindro número 3 ......................................................... 582
SPN 653-31: Erro não classificável com parada do motor no injetor do cilindro 3 ....................... 587
SPN 654-3: Voltagem alta no injetor do cilindro número 4 .......................................................... 592
SPN 654-4: Curto-circuito entre o positivo e o negativo no injetor do cilindro número 4 .............. 597
SPN 654-5: Circuito aberto no injetor do cilindro número 4 ......................................................... 602
SPN 654-31: Erro não classificável com parada do motor no injetor do cilindro 4 ....................... 607
SPN 655-3: Voltagem alta no injetor do cilindro número 5 .......................................................... 612
SPN 655-4: Curto-circuito entre o positivo e o negativo no injetor do cilindro número 5 .............. 617
SPN 655-5: Circuito aberto no injetor do cilindro número 5 ......................................................... 622
V

SPN 655-31: Erro não classificável com parada do motor no injetor do cilindro 5 ....................... 627
SPN 656-3: Voltagem alta no injetor do cilindro número 6 .......................................................... 632
SPN 656-4: Curto-circuito entre o positivo e o negativo no injetor do cilindro número 6 .............. 637
SPN 656-5: Circuito aberto no injetor do cilindro número 6 ......................................................... 642
SPN 656-31: Erro não classificável com parada do motor no injetor do cilindro 6 ....................... 647
SPN 677-2: Erro de plausibilidade no circuito elétrico do comutador de ignição,
posição acessório - linha 15...................................................................................... 652
SPN 677-12: Erro no circuito elétrico do comutador de ignição,
posição acessório - linha 50 acionada .................................................................... 657
SPN 679-0: Erro de verificação de erro na unidade de medição A/D do ECM - erro alto .......... 662
SPN 679-1: Erro de verificação de erro na unidade de medição A/D do ECM - erro baixo........ 667
SPN 679-2: Excesso de temperatura na unidade de dosagem PWM......................................... 672
SPN 679-3: Erro na unidade de medição PWM – curto-circuito ao positivo ............................... 677
SPN 679-4: Erro na unidade de medição PWM – curto-circuito ao negativo .............................. 682
SPN 679-5: Circuito aberto na unidade de medição PWM ........................................................ 687
SPN 679-5: Válvula de pressão do rail reconhecido como aberta pelo ECM ............................. 692
SPN 679-7: A Válvula de alivio de pressão do rail foi aberta com uma freqüência maior que a
especificação técnica permite................................................................................. 697
SPN 679-7: A Válvula de alivio de pressão do rail foi aberta por mais tempo do que a
especificação técnica permite................................................................................. 702
SPN 679-7: A Válvula de alivio de pressão do rail foi aberta por foi aberto mais frequentemente e
durante um tempo mais longo que a especificação técnica permite.......................... 707
SPN 679-13: A Válvula de alivio de pressão do rail - choque de pressão solicitado................... 712
SPN 679-14: A Válvula de alivio de pressão do rail – não abriu após choque de pressão ......... 717
SPN 723-2: Erro no sinal do sensor de posição do comando de válvulas. (CMP) ...................... 722
PN 723-5: Ausencia de sinal do sensor de posição do comando de válvulas. (CMP) ................ 727
SPN 723-7: Erro de sincronismo entre o sensor de posição do comando de válvulas e o sensor de
rotação do motor....................................................................................................... 732
SPN 1072-2: Circuito aberto e excesso de temeperatura no atuador (flap) do freio motor -
excesso de temperatura ......................................................................................... 737
SPN 1072-3: Curto ao terra no estágio de potência do atuador do flap,
Curto-circuito para terra .......................................................................................... 742
SPN 1072-4: Curto ao positivo no estágio de potência do atuador do flap - excesso de
temperatura ............................................................................................................ 747
SPN 1072-5: Circuito aberto e excesso de temperatura no estágio de potência do atuador
do flap - sem carga ................................................................................................ 752
SPN 1079-3: Voltagem acima do limite superior no circuito de alimentação do sensor 1 ........... 757
SPN 1079-4: Voltagem abaixo do limite inferior no circuito de alimentação do sensor 1 ............ 762
SPN 1080-3: Voltagem acima do limite superior no circuito de alimentação do sensor 2 ........... 767
SPN 1080-4: Voltagem abaixo do limite inferior no circuito de alimentação do sensor 2 ............ 772
SPN 1188-0: Motor de acionamento da válvula de descarga do turbocompressor - atuador 1
posição ................................................................................................................. 777
SPN 1188-1: Motor de acionamento da válvula de descarga do turbocompressor - atuador 1
posição .................................................................................................................. 783
SPN 1239-0: Falha de verificação na unidade de medição, modo controlado - desvio positivo
máximo de pressão no rail ultrapassado ................................................................ 789
SPN 1239-1: Falha de verificação na unidade de medição, modo controlado - desvio negativo de
pressão miníma no rail ultrapassado ..................................................................... 794
SPN 1239-1: Baixa pressão no rail - pressão de combustível muito baixa no rail. ..................... 799
VI

SPN 1239-1: Falha de verificação na unidade de medição, modo controlado - reconhecimento de


erro através da unidade de medida variável de correção em marcha lenta ............ 804
SPN 1239-2: Falha de verificação na unidade de medição, modo controlado - valor nominal da
unidade de medição não é plausível ..................................................................... 809
SPN 1239-5: Falha de verificação na unidade de medição, modo controlado - corrente filtrada pela
unidade de medição, é menor do que o mínimo tolerado atual............................... 814
SPN 1485-3: Curto-circuito ao positivo da bateria no relé principal ............................................. 819
SPN 1485-4: Curto-circuito ao negativo da bateria no relé principal ........................................... 824
SPN 1551-3: Curto ao positivo da bateria no compressor do ar condicionado ............................ 829
SPN 1551-4: Curto ao negativo da bateria no compressor do ar condicionado ........................... 834
SPN 1551-5: Falha no estágio de potência do compressor do ar condicionado – Sem carga .... 839
SPN 1551-13: Falha no estágio de potência do compressor do ar condicionado,
excesso de temperatura ....................................................................................... 844
SPN 1624-19: Falha de mensagem CAN TCO1 - Tempo de mensagem CAN TCO1 temperatura,
referente ao tacógrafo .......................................................................................... 849
SPN 2802-31: Monitoramento TPU - Desvio entre TPU e hora do sistema ................................. 854
SPN 3349-19: Falhas de mensagem CAN ETC1 - Tempo limite da mensagem CAN ETC1 ....... 859
SPN 3509-3: Tensão de alimentação dos sensores – tensão acima do limite superior ............... 864
SPN 3509-4: Tensão de alimentação dos sensores – tensão abaixo do limite inferior ................ 869
SPN 3510-3: Tensão de alimentação do sensor 3 – tensão acima do limite superior ................. 874
SPN 3510-4: Tensão de alimentação do sensor 3 – tensão abaixo do limite inferior .................. 879
SPN 4349-14: Módulo de Controle de redução catalítica,
Requerida iluminação da lâmpada MIL ................................................................ 884
SPN 4349-19: Módulo de Controle de redução catalítica,
Requerida iluminação da lâmpada MIL ................................................................ 889
SPN 5006-3: Status de erro de monitoramento ADC,
SRC erro de alta tensão de referência do ADC ...................................................... 894
SPN 5006-4: Status de erro de monitoramento ADC,
SRC-Baixa erro de ADC tensão de referência ........................................................ 899
SPN 5006-10: Status de erro de monitoramento ADC - erro de impulso – Teste ........................ 904
SPN 5006-12: Status de erro de monitoramento ADC - ADC erro de fila ................................... 909
SPN 5442-14: O número mínimo de injeções não foi alcançado - parada do motor.................... 914
SPN 5762-7: Plausibilidade física TSC - implausibilidade física de demanda TSC .................... 919
1

Prefácio Literatura Técnica de Serviços

A INTERNATIONAL Indústria Automotiva da 972H00604101 Manual de Operação e


América do Sul Ltda está comprometida com Manutenção do Motor
a contínua pesquisa e desenvolvimento para MaxxForce® 4.8 H / 7.2H.
a melhoria de seus produtos e introduzir
avanços tecnológicos. 972H00601201 Manual de Diagnóstico do
Procedimentos, especificações técnicas e Motor MaxxForce® 4.8 H /
peças publicadas nesta literatura técnica de 7.2H.
serviço poderão ser alterados.
972H00601503 Esquema Elétrico do Motor
Este manual de serviço fornece uma MaxxForce® 4.8 H / 7.2H.
sequência de procedimentos gerais para
revisão do motor (remoção, inspeção e 972H00601203 Manual de Diagnóstico
instalação). SCR MaxxForce® 4.8 H /
No chassi a sequência dos serviços de 7.2H.
montagens das peças pode variar.
A Literatura Técnica de Serviços é revisada
Nota: As fotos e ilustrações nesta publicação periodicamente e enviada automaticamente
identificam determinados conjuntos que pelo correio aos assinantes do “Serviço de
suportam o texto e os procedimentos; Revisão”.
algumas fotos ou ilustrações técnicas podem
não ser exatas. Caso uma publicação técnica seja solicitada,
Veja o manual de serviço do veículo e será fornecido a versão mais recente da
boletins Técnicos de Serviço para revisão.
informações adicionais.
NOTA: Para solicitar literatura técnica de
serviços, entre em contato com sua
concessionária MaxxForce®.

Todos os nomes e marcas comerciais


mencionados são de propriedade de seus
respectivos proprietários.
2

Diagnóstico de Serviço Literatura Técnica de Serviços requerida


para Um Diagnóstico Eficaz
O diagnóstico de serviço é um procedimento
investigativo que deve ser seguido para • Manual de Serviço do Motor.
localizar e corrigir um problema de aplicação
do motor ou um problema do próprio motor. • Manual de Diagnóstico do Motor.

Caso o problema esteja na aplicação do • Formulários de Diagnóstico.


motor, veja o manual específicos do veículo
para informações de diagnóstico adicionais. • Formulários de Diagnóstico de Sistemas
de Controle Eletrônico.
Se o problema estiver no motor, veja o Manual
de Diagnóstico específico do Motor para • Boletins de Serviços.
informações de diagnóstico adicionais.

Pré-requisitos para um Diagnóstico Eficaz

• Disponibilidade de instrumentos e
calibradores, equipamento de teste para
diagnóstico e software de diagnóstico.

• Disponibilidade de informações
atualizadas para a aplicação do motor e
sistemas do motor.

• Conhecimento dos princípios de operação


para a aplicação do motor e sistemas do
motor.

• Conhecimento para o entendimento e


execução dos procedimentos de
diagnóstico e das publicações de serviços.
3

Introdução

Este manual fornece informações e especificações completas para a desmontagem e montagem


dos motores MaxxForce 4.8H / 7.2H - Conama P7 – Euro V, assim como todos os componentes
fabricados por MWM INTERNATIONAL Motores.
Leia e siga todas as Instruções de Segurança. Consulte o item “ATENÇÃO” nas Instruções
Gerais. Os procedimentos de reparo descritos neste manual se baseiam na premissa de que o
motor esteja apoiado corretamente. Alguns dos procedimentos de montagem e desmontagem
requerem ferramentas especiais. Assegure-se que somente as ferramentas adequadas sejam
utilizadas de acordo com os procedimentos.

Os procedimentos de montagem e desmontagem apresentados neste manual são corretos no


momento da impressão.

Os procedimentos de montagem e desmontagem apresentados neste manual estão atualizados


até a data da impressão. A INTERNATIONAL Indústria Automotiva da América do Sul Ltda.
reserva-se o direito de fazer alterações neste manual a qualquer momento, sem isto incorrer em
nenhuma obrigação.

Caso sejam constatadas diferenças entre seu motor e as informações deste manual, contate um
revendedor autorizado MWM INTERNATIONAL ou a própria fábrica.

Os componentes utilizados na fabricação dos motores MWM INTERNATIONAL são de tecnologia


de última geração, e com elevados padrões de qualidade.
Quando necessitar de peças de reposição, recomendamos utilizar apenas peças genuínas MWM
INTERNATIONAL.

Como Usar este Manual

O desenvolvimento deste manual foi baseado nos motores MaxxForce 4.8H / 7.2H genérico, que
tem as mesmas caracteristicas de operação e procedimentos de manutenção de todos os
modelos da série. As ilustrações, não obstante podem diferir de aplicação para aplicação.
Todas as referências sobre os componentes do motor estão divididos em seções específicas
deste manual. para sua conveniência, a organização do Manual é compatível com os Boletins de
Serviço MWM.

Índice do Manual

O Manual contém um índice que pode ser utilizado como uma referência rápida para o acesso a
cada seção.

Informações sobre o Sistema Métrico

Todas as dimensões estão de acordo com o Sistema Métrico Internacional (S.I.).


4

Informações de Segurança

Este manual fornece procedimentos de manutenção gerais e específico essenciais para a


operação confiável do motor e sua segurança. Como muitas variações em procedimentos,
ferramentas e peças de serviço estão envolvidas, é impossível mencionar recomendações para
todas as condições de segurança e perigos possíveis.
Leia as instruções de segurança antes de realizar quaisquer procedimentos de serviço e teste no
motor ou veículo. Veja os manuais de aplicação relacionados
para mais informações.
Desconsiderar as Instruções de Segurança, Cuidados,Precauções e Notas neste manual pode
levar a ferimentos, morte, dano ao motor ou veículo.

Terminologia de Segurança

Quatro termos são utilizados para expressar sua segurança e a operação segura do motor:
“Cuidado”, “Precaução”, “Atenção” e “Nota”.

Cuidado: Um cuidado descreve ações necessárias para prevenir ou eliminar condições,


perigos e práticas inseguras que podem causar ferimentos pessoais ou morte.

Precaução: Uma precaução descreve ações necessárias para prevenir ou eliminar


condições que podem causar dano ao motor ou veículo.

Atenção: Uma atenção descreve ações que requerem um procedimento cuidadoso


necessário para a operação correta e eficiente do motor.

NOTA: Uma nota contém informação útil para determinados procedimentos ou especificações.

Instruções de Segurança Área de Trabalho


• Mantenha a área de trabalho limpa, seca e organizada.
• Mantenha o piso livre de ferramentas e peças.
• Assegure-se que a área de trabalho seja ventilada e bem iluminada.
• Assegure-se que um Kit de Primeiros Socorros esteja disponível.

Equipamento de Segurança
• Use dispositivos de içamento corretos.
• Use calços e cavaletes de segurança.

Medidas de Proteção
• Use óculos de segurança e sapatos de proteção.
• Use proteção auditiva correta.
• Use roupas de trabalho de algodão.
• Use luvas protetoras térmicas com mangas.
• Não use anéis, relógios de pulso ou outras bijuterias.
• Prenda os cabelos longos.
5

Veículo
• Assegure-se que o veículo esteja em neutro, o freio de estacionamento esteja aplicado e a
rodas estejam calçadas antes de realizar serviços no motor.
• Verifique se a área está livre antes de dar partida no motor.

Motor
• O motor deverá ser operado ou receber serviços somente por pessoas qualificadas.
• Providencie ventilação necessária quando operar o motor em uma área fechada.
• Mantenha materiais combustíveis longe do sistema de exaustão e coletor de escapamento
do motor.
• Instale todas as proteções e tampas de acesso antes de operar o motor.
• Não coloque o motor em funcionamento com as aberturas de entrada de ar ou
escapamento desprotegido. Se isso for inevitável por motivos do serviço, coloque telas de
proteção sobre todas as aberturas antes de realizar serviços no motor.
• Desligue o motor e alivie toda a pressão no sistema antes de remover painéis de proteção.
• Caso o motor não esteja em condições seguras de operação, instale avisos no motor e
remova a chave de ignição.

Prevenção de Incêndios
• Assegure-se que extintores de incêndio carregados estejam na área de trabalho.

NOTA: Verifique a classificação de cada extintor de incêndio para assegurar-se de que os


seguintes tipos de incêndio possam ser combatidos.

1. Tipo A – Madeira, papel, tecidos e lixo.


2. Tipo B – Líquidos inflamáveis.
3. Tipo C – Equipamento elétrico.

Baterias
• Sempre desconecte o cabo negativo principal da bateria primeiro.
• Sempre conecte o cabo negativo principal da bateria primeiro.
• Evite inclinar-se sobre baterias.
• Proteja os olhos.
• Não exponha baterias à chamas expostas ou faíscas.
• Não fume no local de trabalho.

Ferramentas
• Certifique -se de que todas as ferramentas estejam em condições de uso.
• Certifique-se de que as ferramentas elétricas estejam conectadas ao padrão terra da rede
elétrica.
• Certifique -se de que cabos de alimentação elétrica estejam em bom estado antes de
utilizar ferramentas elétricas.

Fluidos Sob Pressão


• Tenha atenção quando trabalhar em sistemas sob pressão.
• Seguir somente procedimentos aprovados.
6

Combustível
• Não encher excessivamente o tanque de combustível.
• Nunca encher demais o tanque, excessos pode criar riscos de incêndio.
• Não fumar na área de trabalho.
• Não abastecer o tanque de combustível com o motor funcionando.

Remoção de Ferramentas, Peças e Equipamentos


• Reinstalar todas as proteções de segurança após realizar o serviços no motor.
• Certifique-se de que todas as ferramentas, peças e equipamentos de serviço sejam
retirados do motor e do veiculo após o término dos trabalhos.
7

Instruções Gerais

Este motor foi fabricado com a tecnologia mais recente e projetado para ser reparado utilizando
técnicas padrão junto com normas de qualidade.

• Use combustível de boa qualidade, isento de água e sujeira.


• Use somente óleo recomendado.
• No caso de uma falha, procure somente a INTERNATIONAL Indústria Automotiva da
América do Sul Ltda, ou o fabricante do veículo e ou equipamento. Evite que pessoas não
autorizadas realizem serviços no motor, pois isso resultará em anular a garantia.
• Para uma partida do motor com bateria auxiliar, a capacidade de corrente e a voltagem de
ambas as baterias deve ser a mesma para evitar a sobrecarga de uma delas. O
procedimento padrão é conectar o cabo negativo primeiro e, em seguida, o cabo positivo.
Tome cuidado para não inverter a polaridade.
• Uma remoção incorreta dos cabos da bateria pode causar a perda de dados no ECM,
apagando os códigos de falha salvos na última partida do motor. Isso também pode causar
picos de voltagem e falhas do ECM.

Limpeza com Ácidos e Solventes

A MWM INTERNATIONAL Motores não recomenda qualquer agente de limpeza específico para
os componentes do motor.
8

Identificação e Localização do Número 2. Na plaqueta de identificação do motor


de Série do Motor (lado esquerdo do bloco do motor, visto pelo
lado do volante do motor) no coletor de
O número de série do motor está gravado em admissão.
dois locais:

1. Localizado no bloco do motor (lado direito


de bloco do motor, visto pelo lado do volante
do motor) abaixo do cabeçote do motor;

O número de série do motor pode ser • Capacidade volumétrica do motor


encontrado na plaqueta de dados. A (litros);
informação contida na plaqueta de dados é: • Número de peça do cliente;
• Rotação de marcha lenta (RPM);
• Modelo do motor; • Número de série;
• Padrão de emissões; • Rotação máxima livre;
• Relação de materiais; • Data de fabricação
• Potência do motor (kW), na rotação do
motor (RPM) e folga de válvulas (mm);
9

Numeração dos Cilindros

A seqüência dos cilindros se inicia a partir do volante do motor, conforme a ilustração abaixo.

Durante a montagem, verifique os números no A numeração dos mancais deve se iniciar a


bloco (A) e nos mancais (B), estes números partir do volante do motor para o lado
devem corresponder ao bloco. dianteiro.
10

Acessórios do Motor Observações:

Os seguintes acessórios do motor possuem Todas as informações relacionadas aos


etiquetas ou plaquetas de identificação do acessórios do motor podem ser encontradas
fabricante: no Manual de Diagnóstico.
As etiquetas ou plaquetas de identificação
• Compressor de ar; incluem informações e especificações úteis
• Alternador; para os operadores do veículo e técnicos.
• Bomba de combustível de alta pressão;
• Turbo alimentador;
• Motor de partida;
• Módulo de controle do motor (ECM).

Compressor de Ar

Alternator
11

Bomba de Alta Pressão


12

Turbo alimentador

Motor de Partida
13

ECM – Módulo de Controle Eletrônico


14

Especificação Técnica

(Consulte as Seções específicas para os procedimentos de manutenção)

Dados Técnicos

Dados do Motor 4.8 7.2


Tipo de motor Cilindros verticais em linha, 4 tempos
Tipo de injeção Direta com gerenciamento eletrônico - Common Rail
Diâmetro da camisa 105 mm
Curso do cilindro 137 mm
Cilindrada total 4.8 litros 7.2 litros
Quantidade de cilindros 4 6
Taxa de compressão 16.9:1
Ordem de ignição 1-3-4-2 1-5-3-6-2-4
Sentido de rotação Anti-horário (visto pelo lado do volante)
Peso seco do motor 450 kg 548 kg
Torque máximo 500 Nm a 700 Nm 840 Nm a 1300 Nm
Emissão EURO V / Proconve P7
Sistema de Pós Sistema SCR
Tratamento
Cabeçote Cabeçotes individuais, com 4 válvulas por cilindro e “fluxo cruzado”

Sistema de Combustível

Descrição 4.8 7.2


Máxima restrição de 0,6 a 1,2 bar
entrada de combustível
(bomba de engrenagens)
Pressão do tubo 350 a 1800 bar
distribuidor (rail)
Faixa de pressão de 9,7 a 12,8 bar
combustível na saída do
filtro (na rotação de
partida)
Faixa de pressão de 10,5 a 13 bar
combustível na entrada do
filtro (na rotação de
operação)
Redução máxima de 0,8 bar
pressão no filtro de
combustível
15

Sistema de Lubrificação

(Consulte a Seção Específica para os procedimentos de manutenção)

Descrição 4.8 H 7.2 H


Pressão do óleo
• Rotação nominal 5,3 bar (motor quente)
• Rotação de marcha 3,5 bar (motor quente)
lenta
Temperatura do óleo
• Nominal 90 - 110 °C
• Máxima 120 °C
Capacidade de óleo
• Módulo resfriador 1,75 litros 1,75 litros
• Mínima (sem filtro) 11,9 litros 14,8 litros
• Máxima (sem filtro) 14,1 litros 17,3 litros
• Mínima (com filtro) 15,4 litros 18,6 litros
• Máxima (com filtro) 16,9 litros 20,3 litros
Variação de pressão do
filtro de óleo para abrir 0,12 a 0,28 bar
derivação

Sistema de Arrefecimento

(Consulte a Seção Específica para os procedimentos de manutenção)

Descrição 4.8H 7.2H


Capacidade de líquido de
arrefecimento do motor, 7 litros 9 litros
sem radiador (*)
Temperatura do líquido de
arrefecimento
• Nominal 80 ~ 90°C
• Máxima 100°C

* Para o volume total (Motor + Radiador), consulte o manual do veículo.

Válvula Termostática

(Consulte a Seção Específica para os procedimentos de manutenção)

Curso da Abertura
Válvula Início da Abertura Abertura Total
Termostática Máxima

9.229.0757.0046 75 ± 2°C 90°C 10.0 mm


16

Descrição do Motor Lado Quente (Lado Direito do Motor):

As aplicações em caminhões MWM CONAMA • Sistema turboalimentador;


Proconve P7 ”Euro 5” são designadas como • Compressor de ar;
MaxxForce 4.8L / 7.2L. Esses motores também • Coletor de escapamento.
serão instalados em ônibus.
As instalações podem diferir de um modelo de A família de motores MaxxForce 4 e 6 cilindros
veículo para outro com respeito ao sistema de pode desenvolver diferentes faixas de saída de
arrefecimento, sistema de escapamento, etc. potência e torque dentro das seguintes faixas,
Estes motores apresentam a capacidade conforme descrito
volumétrica de 4.8 litros (quatro cilindros) e 7.2 abaixo:
litros (seis cilindros), e um sistema de
combustível tipo common-rail. 4 Cilindros:
Esta família de motores compreende unidades • 150 CV até 185 CV;
dieseis do tipo seis cilindros em linha que • 550 Nm até 700 Nm;
apresentam turboalimentador, intercooler e • 1200 a 1600 rpm.
uma injeção de combustível
controlada eletronicamente. Em ambos os 6 Cilindros:
casos as engrenagens de sincronização estão • 213 CV até 330 CV;
localizadas na frente do motor.
• 760 Nm até 1300 Nm;
Eles apresentam um projeto de 4 válvulas por
• 1200 a 1600 rpm.
cilindro com injetores localizados centralmente
na câmara de combustão, fornecendo
Os motores pesam 450 kg (4-cilindros) e 548
combustível diretamente sobre a cabeça do
Kg (6-cilindros) respectivamente.
pistão para um desempenho melhorado e
Para cada aplicação veicular dos motores, há
níveis reduzidos de emissões. Eles também
um diferente diagrama de saída de torque x
apresentam resfriado de óleo aumentado, filtro
potência.
amigável ao meio ambiente e uma bomba de
A sequência de ignição para 4 cilindros é 1-3-4-
água com fluxo de água melhorado. Como
2 para os motores de seis cilindros é 1–5–3–6–
opção, o motor pode ser equipado com o
2–4 para os motores de seis cilindros.
sistema MWM DEB (Freio de Escapamento por
O cabeçote possui quatro válvulas por cilindro
Descompressão). O freio de compressão é
com fluxo cruzado para obter um fluxo de ar
descrito posteriormente neste manual.
melhorado. A junta do cabeçote é feita de
O sistema de combustível compreende os
metal-borracha e é individual para cada
injetores, que não possuem contato com a
cabeçote. O injetor de combustível é localizado
árvore de comando, mas em vez disso são
centralmente entre as quatro
controlados pela unidade de controle do motor.
válvulas e direciona o combustível sobre a
A alta pressão do combustível para todos os
cuba do pistão para o desempenho melhorado
injetores é armazenada no common rail. Para
e emissões reduzidas. O comando no trem de
melhorar a durabilidade dos componentes e o
válvulas no cabeçote
desempenho do motor, os motores foram
inclui acionadores mecânicos de roletes, hastes
projetados seguindo um conceito de “lado
de acionamento, balancins e válvulas duplas
quente” / “lado frio” para a distribuição dos
que se abrem usando uma ponte de válvulas.
componentes:
O cárter monobloco suporta cargas de alta
pressão durante o funcionamento a Diesel.
Lado Frio (Lado Esquerdo do Motor):
Fabricado em liga de alumínio fundida, o cárter
• Sistema de alimentação de combustível;
possui um tamanho compacto e é de
• Coletor de ar de admissão. construção leve.
17

Sete mancais principais suportam a árvore de A separação da água no combustível (WIF)


manivelas para o motor MaxxForce 4.8H / ocorre quando o elemento filtrante repele as
7.2H. Uma bucha de bronzina suporta a árvore moléculas de água. A água se acumula na
de comando, o outro suporte é montado no parte inferior da cavidade do elemento na
bloco do motor. O suporte do retentor de óleo carcaça do filtro de combustível. O sensor de
traseiro faz parte da carcaça do volante do água no combustível (WIF) na cavidade do
motor. O conjunto de respiro do cárter aberto elemento da carcaça do filtro de combustível
usa um tubo de aspiração aberto para o detecta a presença de água. Quando água
exterior para liberar a pressão do cárter para a suficiente se acumula na cavidade do
atmosfera e um separador de óleo que retorna elemento, o sensor WIF envia um sinal para o
o óleo para o cárter. painel de instrumentos. A manopla da válvula
O sensor de posição da árvore de manivelas – de drenagem de combustível na carcaça pode
CKP e o sensor de posição da árvore de ser aberta para drenar a água da carcaça do
comando - CMP são utilizados pelo ECM para filtro de combustível.
calcular a rpm, a sincronização de injeção de
combustível, e a quantidade e tempo de Motores MaxxForce Euro V
injeção. Fabricado com aço forjado, seu novo Os motores MaxxForce possuem um freio de
formato melhora a resistência mecânica, os escapamento como equipamento opcional. O
pistões são feitos com bielas de capa fraturada. freio de escapamento consiste de um obturador
Camisas de cilindro úmidas substituíveis de e um cilindro de operação localizada próximos
raio arredondado são utilizadas com os pistões. ao turboalimentador.
O novo modelo de volante do motor com
amortecedor viscoso para os motores O cilindro de operação é operado
MaxxForce 4.8H / 7.2H possui aletas para eletricamente, sob o controle do módulo de
auxiliar a refrigeração. controle eletrônico do motor.
A bomba de óleo é instalada na dianteira do
bloco do motor e é acionada diretamente pela
árvore de manivelas. Todos os motores usam
um resfriador de óleo aumentado e filtro
ecológico.
A bomba de alimentação de combustível de
baixa pressão aspira o combustível do tanque
de combustível através do conjunto do filtro de
combustível que inclui o filtro de tela, elemento
filtrante, bomba de escorva, válvulas de
drenagem e sensor de água no combustível
(WIF). Após a filtragem, o combustível é
bombeado para a bomba de combustível de
alta pressão, em seguida para o rail de A finalidade do freio de escapamento é:
combustível e, finalmente, para os injetores. • Atuar como um freio de escapamento ao
O sistema de injeção de alta pressão no descer ladeiras.
common rail da MWM INTERNATIONAL inclui
um coletor de óleo de ferro fundido, injetores de Ativação do freio de escapamento:
combustível e a bomba de alta pressão.
A nova bomba de água foi projetada com sete O freio de escapamento é controlado via uma
palhetas para aumentar o fluxo de água. haste de comando localizada à esquerda do
O ECM é responsável por monitorar e controlar volante de direção ou pelo botão na posição do
os sistemas eletrônicos do motor. motorista.
18

Há duas posições: O controle/válvula solenóide se abre e libera ar


comprimido para o pistão na carcaça do
1. Sem freio de escapamento ativo; obturador.
2. Freio de escapamento ativo.
O obturador se fecha e gera contrapressão de
Para ativar o freio de escapamento, a haste de escapamento.
comando deve estar na posição 1 e os pedais
do acelerador e embreagem não pressionados.

Freio-motor por Descompressão (DEB)


(como opcional)

1. Cotovelo + Flap de 4. ECM 6. APS – Pedal do Acelerador


Escapamento 5. Interruptor + Luz 7. Sensor VSS
2. Flap de Escapamento Indicadora
Primário (variações de acordo com o
3. DEB projeto elétrico do veículo)

Para melhorar o desempenho do servofreio Veículo sob carga, acelerador e pedal de


padrão, a família de motores MaxxForce pode embreagem não pressionada e pedal de freio
ser equipada opcionalmente com o sistema pressionado.
que trabalha junto com um flap de freio Com o sistema DEB no modo de freio (veja a
convencional no sistema de escapamento. figura), o módulo de controle eletrônico abaixa
Esse sistema adicional é chamado DEB (freio- abruptamente (corta) a quantidade de injeção
motor por descompressão) e se localiza nas de combustível. O flap de escapamento fecha
válvulas de escapamento no cabeçote. O o escapamento de gases, criando uma
sistema DEB aumenta a ação de frenagem contrapressão no coletor de escapamento,
quando comparado ao sistema de freio-motor elevando a contrapressão cerca de 7 bar,
convencional. Para ativar o sistema de freio- causando a abertura da válvula de
motor por descompressão, o interruptor no escapamento (ricochete) e a válvula de
painel de instrumentos deve ser ativado pelo escapamento é mantida aberta durante a fase
operador do veículo sob as seguintes de compressão, portanto o motor atua como
condições: um “compressor de ar”.
19

1. Para ativar o freio-motor, o flap de


escapamento é fechado e a contrapressão é
elevada a um valor muito alto (cerca de 7 bar),
causando a abertura da válvula de
escapamento (ricochete).

2. Uma mola interna pressiona o êmbolo do 4. Conforme o ressalto de escapamento da


freio motor para mover e eliminar a folga árvore de comando começa a abertura da
existente agora entre o balancim e válvula. válvula de escapamento movendo o balancim,
uma passagem de óleo é aberta, assim
3. O mecanismo hidráulico do freio-motor causando o vazamento no mecanismo
preenchido com óleo não permite que válvula hidráulico, gradualmente. Coincidindo a
ricocheteada se feche, mantendo-a elevação da abertura da Válvula com a
ligeiramente aberta (cerca de 1,5 mm), assim elevação regular da válvula determinada pela
permitindo a descompressão. ação do ressalto da árvore de comando.
20

5. O mesmo ciclo é repetido enquanto o flap hidráulico se localiza na saída ponte de


estiver fechado – a contrapressão de válvula, o qual é acionado pela pressão de
escapamento é alta. Um pequeno pistão óleo do motor e pelo orifício de alívio, através
do qual a pressão do óleo pode ser reduzida
novamente.

Freio de Escapamento de Descompressão 2. O flap de escapamento fecha o


(como opcional) escapamento de gases e o ECM corta a
injeção de combustível;
Como ele funciona 3. Por contrapressão de escapamento, o
cabeçote abre a válvula de escapamento do
1. Ative o interruptor do freio-motor no painel cilindro.
de instrumentos do veículo; Motor trabalha como um compressor do freio.

Grade Estrutural (Ladder Frame) possíveis torções que possam causar danos
ao motor.
Fabricado em chapa de aço, a grade estrutural
é um reforço do bloco do motor para evitar
21

Recursos de Acessórios O motor de partida é um motor elétrico que


inicia o movimento rotativo do motor de
Observações: combustão interna para iniciar a combustão.
No motor MaxxForce 4.8H / 7.2H ele está
Todas as informações relacionadas aos localizada no lado frio do motor, próximo ao
acessórios do motor podem ser encontradas, volante do motor.
como caixas pretas, no Manual de A bomba de alta pressão de 3ª geração
Diagnóstico. alimenta os injetores de combustível com
O compressor de ar é utilizado geralmente combustível sob alta pressão. A pressão
para freios a ar, controles das portas ou máxima nominal é de 1800 bar. Ela está
suspensões a ar. A bomba da direção localizada no lado frio do motor, próxima ao
hidráulica é montada com o compressor de ar. trem de força.
Em um motor MaxxForce 4.8H / 7.2H, ambos O turboalimentador com válvula wastegate é
os componentes estão localizados no lado um compressor de ar utilizado para indução
quente do motor, próximos ao trem de força. forçada de um motor de combustão interna. A
O alternador é acionado pelo sistema de polias finalidade do turboalimentador é aumentar a
e acessórios da correia, utilizado para carregar massa de ar que entra no motor para criar
a bateria e energizar o sistema elétrico do mais potência. No motor MaxxForce 4.8H /
veículo quando o motor estiver em 7.2H ele está localizado no lado quente do
funcionamento. Ele está localizado no lado frio motor, próximo ao tubo de água, na posição
do motor, lado das polias do bloco (posição superior.
superior).
22

Localização de Componentes do Motor

Vista Frontal MaxxForce 4.8H

1. Tubo de Saída D’água 3. Chicote Elétrico 7. Correia


2. Mangueira do 4. Alternador
Termostato de 5. Ventilador
Engrenagens 6. Tampa Frontal
23

Vista Esquerda (Lado Frio) - MaxxForce 4.8H

Componentes Mecânico

1. Tubo de Distribuição de 3. Conjunto do Resfriador 5. Filtro de Combustível


Combustível - Rail de Óleo 6. Filtro de Óleo Ecológico
2. Filtro de Óleo Ecológico 4. Bocal de Entrada de
Água
24

Vista Esquerda (Lado Frio) - MaxxForce 4.8H

Componentes Eletrônicos

1. Sensor de Temperatura 3. Sensor de Rotação 5. Bomba de Alta Pressão


e Pressão Absoluta do Ar 4. Motor de Partida 6. Alternador
de Admissão
2. ECM
25

Vista Traseira - MaxxForce 4.8H

1. ECM - Conector dos 4. Módulo de Controle 6. ECM – Conector do


Cilindros “c” de 16 Pinos Eletrônico (ECM) Motor
2. ECM - Conector do 5. Volante “b” de 36 Pinos
Veículo “a” de 89 Pinos 7. Vista Traseira
3. Válvula Wastegate
26

Vista Direita (Lado Frio) - MaxxForce 4.8H

Componentes Mecânico

1. Saída de Ar do Turbo 7. Suporte do Bocal de 12. Tubo de Entrada de Óleo


Compressor para o Enchimento / Haste de Nível no Turbocompressor
Intercooler de Óleo Lubrificante 13. Tubo de Retorno de
2. Tubo D’água 8. Bujão de Dreno de Óleo Óleo Lubrificante do
3. Coletor de Escape 9. Cárter Turbocompressor
4. Carcaça do Termostato 10. Curva de Escape 14. Válvula Wastegate
5. Entrada de Líquido de 11. Mangueira de Retorno de 15. Turbocompressor
Arrefecimento no Cabeçote Óleo Lubrificante do
do Compressor de Ar Turbocompressor
6. Compressor de Ar
27

Vista Superior - MaxxForce 4.8H

1. Sensor de Temperatura e 4. Sensor de Temperatura do 7. Tubo D água


Pressão Líquido de Arrefecimento 8. Coletor de Escape
Absoluta de Ar de Admissão (ECT) 9. Válvula Wastegate
2. Coletor de Admissão 5. Carcaça do Termostato 10. Tampa de Válvula
3. Chicote Elétrico 6. Cabeçote do Compressor
de Ar
28

Vista Superior - MaxxForce 7.2H

1. Tubo da Curva de 5. Curva de Escapamento 9. Tampa de Válvulas


Admissão Integrada 10. Sensor de Rotação do
2. Sensor de Temperatura do (Com Freio de Escapamento) Motor
Arrefecimento 6. Defletor do Coletor de 11. Tubo de Alta Pressão
3. Carcaça da Válvula Escapamento (Rail)
Termostática 7. Tubo de Água 12. Chicote de Fiação do
4. Compressor de Ar 8. Válvula Wastegate do Motor
Turbocompressor
29

Vista Frontal - MaxxForce 7.2H

1. Tubo do Cotovelo de 4. Cárter 7. Sensor de Temperatura


Entrada 5. Tampa das Engrenagens do Arrefecimento
2. Suporte Dianteiro do de Sincronização 8. Chicote dos Injetores de
Motor 6. Sensor de Fase Combustível
3. Amortecedor de Vibração
30

Vista Esquerda (Lado Frio) - MaxxForce 7.2H

Componentes Mecânicos

1. Coletor de Admissão 5. Tubo de Retorno para o 10. Cárter


2. Resfriador do Filtro de Tanque de Combustível 11. Entrada de
Óleo 6. Suporte Traseiro do Motor Abastecimento de Água
Lubrificante e Cabeçote do 7. Tubo de Respiro 12. Bomba de Combustível
Radiador 8. Filtro de Óleo Lubrificante de Alta Pressão
3. Tubo de Combustível de 9. Filtro de Combustível
Alta Pressão (Rail)
4. Tubo de Entrada do
Tanque
de Combustível
31

Vista Esquerda (Lado Frio) - MaxxForce 7.2H

Componentes Eletrônicos

1. Sensor de Pressão e 3. Módulo de Controle 6. Sensor de Temperatura


Temperatura do Eletrônico (ECM) do Combustível
Ar de Admissão (TMAP) 4. Sensor de Rotação 7. Chicote de Fiação
2. Sensor de Pressão (EFP) - 5. Motor de Partida
Rail
32

Vista Direita (Lado Quente) - MaxxForce 7.2H

1. Tubo de Líquido de 5. Cotovelo de 8. Suporte Traseiro do


Arrefecimento Escapamento Motor
2. Defletor do Coletor de Integrado (Com Freio de 9. Válvula Wastegate do
Escapamento Escapamento) Turbocompressor
3. Compressor de Ar 6. Tubo de Retorno do 10. Coletor de
4. Alojamento da Vareta Turbocompressor Escapamento
Medidora do Nível de Óleo 7. Turbocompressor
33

Vista Traseira - MaxxForce 7.2H

1. Tampa de Válvulas 5. Volante do Motor 7. Chicote de Fiação do


2. Cabeçote 6. Sensor de Rotação do Motor
3. Turbocompressor Motor 8. Olhal de Içamento do
4. Carcaça do Volante do Motor
Motor
34

Sistemas do Motor Lábios de Vedação de Elastômero

Cabeçote de Quatro Válvulas Os lábios de vedação de elastômero


providenciam uma vedação para o líquido de
(Consulte a seção 8 para os procedimentos de arrefecimento e óleo. Seu material e geometria
manutenção). são especialmente adaptados para este motor.
Este motor possui 6 cabeçotes. Um cabeçote
para cada cilindro, tipo comando no cabeçote, Camada Portadora
4 válvulas por cilindro e fluxo cruzado, cujos
recursos constam de orifícios de admissão e Junto com a guarnição da câmara de
escapamento em lados opostos, aumentando combustão, esta camada determina a
o desempenho, já que os gases podem fluir espessura comprimida e a vedação de gases.
para dentro e para fora do cilindro através do
cabeçote com mais eficiência. Camada de Base da Câmara de Combustão
As 4 válvulas são responsáveis por controlar a
entrada e saída de ar/gases. Neste sistema de Um elemento de projeto, que serve para
4 válvulas, a válvula de admissão é maior do aumentar a resistência mecânica à
que a válvula de escapamento, para permitir a compressão na câmara de combustão. Assim,
entrada de gás para os cilindros. Em tal as forças dos parafusos são transferidas para
configuração, há 2 válvulas para a admissão e a área da câmara de combustão de maneira
2 válvulas para o escapamento. controlada.

Juntas dos Cabeçotes Guarnição Completa

A junta do cabeçote é feita de aço e é Este recurso gera uma resistência mecânica à
montada individualmente, uma junta para cada compressão equilibrada ao longo da borda da
cabeçote. câmara de combustão.
As juntas metalelastoméricas dos cilindros –
cabeçotes possuem um sistema de vedação Diafragma
resistente e durável, que consiste de suportes
metálicos com perfis de elastômero O fluxo de líquido de arrefecimento pode ser
vulcanizados. controlado orientando as seções transversais
O fundamental para o desempenho do fluxo sobre o diafragma vulcanizado.
extraordinário das juntas metalelastoméricas
dos cilindros - cabeçotes é a distribuição de Geometria Complexa
resistência mecânica à compressão na região
do bloco do motor/cabeçote, resistência A junta apresenta geometria complexa e raio
mecânica à compressão específica na área da ao longo de sua circunferência para esta
câmara de combustão e uma baixa resistência aplicação.
mecânica à compressão na área de líquidos.
35

Diagrama do Sistema do Motor

Os sistemas primários do motor são os de • O Sistema de Alimentação de Combustível


Gerenciamento de Ar e Gerenciamento de pressuriza o combustível. Em seguida, ele
Combustível, os quais compartilham alguns flui através do resfriador do ECM, passa
subsistemas ou possuem um subsistema que para a bomba de transferência, filtro de
contribui para sua operação. combustível, é pressurizado pela bomba de
combustível de alta pressão, enviado para o
• O sistema de Controle Eletrônico controla rail de combustível e, em seguida, para os
o Sistema de Gerenciamento de Ar e o injetores.
Sistema de Gerenciamento de
Combustível.
36

Sistema de Gerenciamento de Ar

1. Ar de Admissão 6. Válvula Wastegate 9. Coletor de Escapamento


2. Gases de Escapamento 7. TMAP – Sensor de 10. Turboalimentador
3. Intercooler Pressão e Temperatura do Ar 11. Filtro de Ar
4. Duto de Ar da Admissão 8. Cabeçote (4 Válvulas por 12. Freio de Escapamento
5. Coletor de Admissão Cilindro)
37

O sistema de gerenciamento de ar inclui: • Quando os gases de escapamento se


misturam com o ar filtrado, as emissões
• Conjunto do filtro de ar; de óxido de nitrogênio (Nox) e ruído são
• Intercooler instalado no chassi; reduzidas.
• Coletor de admissão;
• Sistema de escapamento. • Os gases de escapamento
remanescentes fluem para girar o
Fluxo de Ar turboalimentador e se expandem através
da roda da turbina, variando a pressão
O ar flui através do conjunto do filtro de ar e de sobre alimentação.
entra no turboalimentador. O compressor
aumenta a pressão, temperatura e densidade • A roda do compressor do
do ar de admissão antes de ele entrar no turboalimentador comprime o ar filtrado.
resfriador da carga de ar (CAC). O ar
resfriado comprimido flui do CAC para o Intercooler
coletor de admissão. Após a combustão, os
gases de escapamento são forçados através O ar proveniente do turboalimentador passa
do coletor de escapamento para o através dos tubos de trocador de calor da
turboalimentador. extremidade da rede de aquecimento antes
de entrar no coletor de admissão.

O fluxo de ar externo sobre os tubos e aletas


resfria a carga de ar. A carga de ar é mais
fria e mais densa. Ar mais frio e mais denso
melhora a proporção da mistura
ar/combustível durante a combustão,
resultando em controle melhorado das
emissões e saída de potência.
38

Sistema Turboalimentador
(Consulte a Seção Específica para os procedimentos de manutenção)

Componentes Internos

1. Eixo e Roda da Turbina 3. Entrada de Óleo da 4. Carcaça do Compressor


2. Carcaça da Turbina Turbina 5. Roda do Compressor
39

1. Eixo e Roda da Turbina 3. Válvula Wastegate 5. Carcaça do Compressor


2. Carcaça da Turbina 4. Roda do Compressor 6. Alojamento do Rolamento
40

Componentes Externos

Vista do Turbo

1. Entrada de Óleo 4. Atuador Pneumático da 6. Conexão de Ar de


2. Etiqueta de Identificação Válvula Wastegate Controle do Turbo
3. Saída de Óleo 5. Válvula Wastegate

Válvula Wastegate do Turbo velocidade de rotação do compressor. A


função primária da válvula wastegate é
(Consulte a Seção Específica para os estabilizar a pressão de sobrealimentação no
procedimentos de manutenção)
sistema de turbo alimentadores para proteger
Os motores MaxxForce 4.8H / 7.2H são o motor e o turboalimentador.
equipados com um turbo alimentador Borg
Warner Série K. A série K possui uma A válvula wastegate é um mecanismo
carcaça com fluxo único e um fluxo nominal independente autônomo utilizado tipicamente
máximo de 0,16 kg/s. A série K também é com turbo alimentadores.
equipada com uma válvula wastegate Esta válvula requer um coletor de turbo
externa. especialmente construído com uma
A válvula wastegate direciona os gases de passagem dedicada indo para a válvula
escapamento para longe da roda da turbina, wastegate. Elas são utilizadas geralmente
quando a válvula é ativada os gases de para regular os níveis de sobrealimentação
escapamento são liberados para o coletor de em aplicações de alta potência, onde podem
escapamento. Isso faz a turbina perder ser obtidos altos níveis de sobrealimentação.
velocidade, o que por sua vez reduz a
41

Sistema de Escapamento O sistema de escapamento remove os gases


(Consulte a Seção 16 para os procedimentos de escapamento do motor. Os gases de
de manutenção) escapamento saem das válvulas de
escapamento, através dos orifícios de
O sistema de escapamento inclui o seguinte: escapamento, e fluem para o coletor de
escapamento. Os gases de escapamento em
• Válvulas de escapamento; expansão são direcionados através do coletor
• Coletor de escapamento; de escapamento.
• Turboalimentador; Os gases de escapamento fluindo no
• Dutos de escapamento; turboalimentador acionam a roda da turbina.
• Silencioso. Os gases de escapamento saem do
turboalimentador e fluem nos dutos de
escapamento, através do silencioso, e para
fora do cano de escapamento para a
atmosfera.
42

Sistema de Gerenciamento de (Consulte a Seção Específica para os


Combustível procedimentos de manutenção).
O sistema de gerenciamento de combustível
Componentes do Gerenciamento de inclui o seguinte:
Combustível
• Sistema de alimentação de combustível;
• Injetores de combustível;
• Sistema de controle eletrônico.
43

Esquema do Fluxo de Combustível


44

Fluxo de Combustível Filtro de tela de combustível; Elemento filtrante


de combustível; Separador de água; Sensor
A carcaça do filtro de combustível inclui os de água no combustível (WIF);Válvula de
seguintes componentes: drenagem de água.
45

Sistema de Controle Eletrônico controle) e tabelas de valores (parâmetros de


calibração). O ECM compara as instruções e
Componentes do Sistema de Controle valores armazenados com os valores da
Eletrônico entrada condicionada para determinar a
(Consulte a Seção Específica para os estratégia correta de operação para todas as
procedimentos de manutenção) operações do motor. Cálculos contínuos no
ECM ocorrem em dois diferentes níveis ou
Operação e Função velocidades: Primeiro Plano e Plano de Fundo.
O Módulo de Controle Eletrônico (ECM)
monitora e controla o desempenho do motor • Os cálculos em primeiro plano são muito
para assegurar o máximo desempenho e a mais rápidos do que os cálculos em plano
conformidade com as normas de emissões. de fundo e são normalmente mais críticos
O ECM possui quatro funções primárias: para a operação do motor. O controle da
rotação do motor é um exemplo.
• Fornece a Voltagem de Referência • Os cálculos em plano de fundo são
(VREF); normalmente variáveis que mudam em
• Condiciona os sinais de entrada; taxas mais baixas. A temperatura do motor
• Processa e armazena estratégias de é um exemplo.
controle;
• Controla os atuadores (sinais de saída). Códigos do Diagnóstico de Falhas (DTCs) são
gerados pelo microprocessador quando as
Voltagem de Referência (VREF) entradas ou condições não estão de acordo
O ECM alimenta um sinal VREF de 5 volts para com os valores esperados.
os sensores de entrada no sistema de controle Estratégias de diagnóstico também estão
eletrônico. Comparando o sinal VREF de 5 programadas no ECM. Algumas estratégias
volts enviado para os sensores com seus monitoram as entradas continuamente e
respectivos sinais retornados, o ECM comandam as saídas necessárias para obter
determina as pressões, posições e outras um desempenho correto do motor.
variáveis importantes para as funções do motor
e veículo. O ECM alimenta dois circuitos Memória do Microprocessador
independentes para VRE: O microprocessador do ECM inclui a Memória
Somente Leitura (ROM) e a Memória de
• VREF A alimenta 5 volts para os sensores Acesso Randômico (RAM).
do motor;
• VREF B alimenta 5 volts para os sensores ROM
do veículo. A memória ROM armazena as informações
permanentes para as tabelas de calibração e
Condicionador de Sinal operação das estratégias. As informações
O condicionador de sinal no microprocessador armazenadas permanentemente não podem
interno converte os sinais analógicos em sinais ser alteradas ou perdidas desligando-se a
digitais, transformando os sinais senoidais em chave de ignição ou quando a alimentação do
ondas quadradas, ou amplifica os sinais de ECM é interrompida. A ROM inclui o seguinte:
baixa intensidade para um nível que o
microprocessador do ECM possa processar. • Configuração do veículo, modos de
operação e opções;
Microprocessor • Código de classificação da família de
O microprocessador do ECM armazena as motores (EFRC);
instruções de operação (estratégias de • Modos de cuidado e proteção do motor.
46

RAM Os atuadores são controlados de três


maneiras, determinadas pelo tipo do atuador.
A memória RAM armazena informação
temporária para as condições atuais do motor. • Um ciclo de regime de trabalho
a informação temporária da RAM é perdida (porcentagem de tempo ligado/desligado).
quando a chave de ignição é desligada ou • Uma largura de pulso controlada.
quando a alimentação do ECM é interrompida. • Ativação ou desativação.
As informações da RAM incluem o seguinte:
Controle do ECM da Operação do Motor
• Temperatura do motor;
• RPM do motor; O ECM controla a operação do motor através
• Posição do pedal do acelerador. dos seguintes atuadores:

Controle do Atuador • Módulo de controle da válvula wastegate


do turboalimentador;
O ECM controla os atuadores aplicando um • Válvula de pressão do combustível;
sinal debaixo nível (driver do lado baixo) ou um • Injetores.
sinal de altonível (driver do lado alto). Quando •
ativados, ambos os drivers completam o
circuito de aterramento ou alimentação para o
atuador.
47

Sensores do Motor e Veículo

1. Módulo de Controle Motor (EFP) 11. Sensor de Posição do


Eletrônico (ECM) 6. Sensor de Água no Acelerador (APS)
2. Pressão de Óleo do Motor Combustível (WIF) 12. Nível de Líquido de
(EOP) 7. Sensor de Posição da Arrefecimento do Motor
3. Temperatura do Líquido de Árvore de Manivelas (CKP) (ECL)
Arrefecimento do Motor 8. Sensor de Posição da 13. Interruptor de Posição da
(ECT) Árvore de Comando (CMP) Embreagem (CPS)
4. Pressão e Temperatura do 9. Sensor de Velocidade do 14. Sensor do Pedal de Freio
Ar do Coletor (TMAP) Veículo (VSS) (BPS)
5. Pressão de Combustível 10. Pressão Barométrica
do Absoluta (BAP)
48

Resistor e Termistor painel de instrumentos, compensação do


líquido de arrefecimento, sistema de
• ECT proteção e advertência do motor (EWPS) e
• T-MAP (Unidade Combinada de Resistor e operação do aquecedor de admissão. O sensor
Termistor) ECT está instalado no tubo de água.
• EFP
• BAP Pressão e Temperatura do Ar do Coletor
(TMAP)
O sensor do tipo termistor altera sua resistência
elétrica com mudanças na temperatura. A O ECM monitora o sinal TMAP e determina a
resistência no termistor diminui conforme a pressão do coletor de admissão
temperatura aumenta, e aumenta conforme a (sobrealimentação). Essa informação é
temperatura diminui. Os termistores trabalham utilizada para controlar o combustível
com um resistor que limita a corrente no ECM nominal e a sincronização da injeção. O sensor
para formar um sinal de voltagem TMAP se encontra no lado superior do coletor
correspondente ao valor da temperatura. de admissão.
A metade superior do divisor de voltagem é um
resistor que limita a corrente no interior do Pressão Barométrica Absoluta (BAP)
ECM. O sensor termistor possui dois O ECM monitora o sinal BAP para determinar a
conectores elétricos: retorno de sinal e altitude, ajustar a sincronização e a quantidade
aterramento. A saída do sensor termistor é um de combustível. O sensor BAP está instalado
sinal analógico não linear. na placa PCB do ECM.

Temperatura do Líquido de Arrefecimento Pressão de Combustível do Motor (EFP)


do Motor (ECT) O ECM monitora o sinal EFP para determinar a
O ECM monitora o sinal ECT e usa essa pressão correta do combustível para uma
informação para o medidor de temperatura do operação eficiente do motor.

1. Sensor de Pressão 3. Aterramento 5. Voltagem de Referência


2. Módulo de Controle 4. Microprocessador (VREF)
Eletrônico (ECM)
49

Sensor Capacitivo Um sensor magnético gera uma freqüência


alternada que indica a velocidade. Os sensores
EOP magnéticos possuem uma conexão de dois fios
(sinal e aterramento). Este sensor possui um
O sensor EOP consiste de um elemento núcleo magnético permanente circundado por
sensível capacitivo cerâmico (CSE), um módulo uma bobina. A
de circuitos e um encapsulamento. O freqüência do sinal é gerada pela rotação de
encapsula mento inclui vedações internas dentes de engrenagem que perturbam o campo
contra o meio de pressão, vedações externas magnético.
contra o ambiente, um conector elétrico e um
orifício de conexão. Sensor de Posição da Árvore de Manivelas
O módulo de circuitos consiste de um circuito (CKP)
flexível com componentes instalados na
superfície. O circuito flexível consiste de O sensor CKP alimenta o ECM com um sinal
circuitos de cobre ensanduichados entre dois que indica a velocidade e a posição da árvore
pedaços de película Kapton. de manivelas. Conforme o volante do motor
Quando dobrado no encapsulamento, o CI de gira, o sensor CKP detecta diversos orifícios
condicionamento do sinal e diversos feitos no exterior do volante do motor. Todos os
componentes discretos residem nos dois orifícios são simétricos e espaçados de 58 e
planos dentro da cavidade do circuito. O 60. Comparando o sinal CKP com o sinal CMP,
módulo de circuitos é soldado ao CSE em uma o ECM calcula a rpm do motor e os requisitos
extremidade e à base na outra, antes do de sincronização. O CKP está instalado no lado
fechamento do encapsulamento. Um rabicho superior esquerdo da carcaça do volante do
que sai da extremidade do circuito flexível faz o motor.
contato de aterramento em um bujão sextavado
metálico. Sensor de Posição da Árvore de Comando
(CMP)
Sensor de Pressão de Óleo do Motor (EOP)
O sensor CMP alimenta o ECM com um sinal
O ECM monitora o sinal de pressão EOP. Se que indica a posição da árvore de comando.
uma falha é detectada, o ECM é capaz de Conforme o ressalto de comando gira, o sensor
restringir a potência e torque para evitar ou identifica a posição do ressalto de comando
reduzir danos ao motor. O sensor EOP está localizando um pino no ressalto de comando. O
instalado no lado superior direito da carcaça CMP está instalado na carcaça das
das engrenagens de sincronização. engrenagens de sincronização, próximo à
bomba de combustível de alta pressão.
Sensores Magnéticos
• CKP
• CMP
• VSS
50

Sensor de Velocidade do Veículo (VSS) O sinal de onda senoidal detectado (CA),


recebido pelo ECM, é combinado com o
O VSS é um sensor Hall instalado no eixo de tamanho do pneu e a relação do eixo para
saída da transmissão e fornece um sinal de calcular a velocidade correta do veículo. Veja
velocidade para o ECM sentindo a rotação de o manual de serviços do veículo para a
uma engrenagem de 8 dentes. localização do VSS e informações adicionais.

1. Sinal de Posição da Árvore 4. Sinal de Posição da Árvore 7. Sinal de Velocidade do


de Manivelas de Comando Veículo
2. Disco de Sincronização do 5. Disco de Sincronização da 8. Módulo de Controle
Sensor de Posição da Árvore Árvore de Comando Eletrônico (ECM)
de Manivelas 6. Sensor de Posição da 9. Sensor de Velocidade do
3. Sensor de Posição da Árvore de Comando (CMP) Veículo (VSS)
Árvore de Manivelas (CKP)
51

Potenciômetro Sensor de Posição do Acelerador (APS)

APS O APS alimenta o ECM com um sinal de


retorno de informações (voltagem analógica
O potenciômetro é um divisor de voltagem linear) que indica a demanda do operador por
variável que sente a posição de um potência. O APS está instalado no pedal do
componente mecânico. acelerador.
A voltagem de referência é aplicada em uma
extremidade do potenciômetro. O movimento
mecânico rotativo ou linear move um contato
deslizante ao longo do material da
resistência, alterando a voltagem em cada
ponto ao longo do material resistivo. A
voltagem é proporcional à quantidade de
movimento mecânico.

1. Aterramento 3. Microprocessador 5. Sensor de Posição do


2. Módulo de Controle 4. Voltagem de Referência Acelerador (APS)
Eletrônico (ECM) (VREF)
52

Interruptores Nível de Líquido de Arrefecimento do Motor


(ECL)
• CPS (Interruptor do Pedal de Embreagem) O ECL é parte do sistema de proteção e
• ECL (Interruptor de Nível Baixo de Líquido advertência do motor. O interruptor ECL se
de Arrefecimento) localiza no reservatório de expansão. Quando o
• LIS (Interruptor de Marcha lenta Baixa) interruptor magnético se abre, o reservatório
• WIF está cheio. Se o nível de líquido de
• BPS (Interruptor do Pedal de Freio) arrefecimento do motor estiver baixo, a luz de
• Interruptor do Freio de Estacionamento. advertência no painel de instrumentos será
ativada.
Os sensores do tipo interruptor indicam sua
posição. Eles operam abertos ou fechados, Água no Combustível (WIF)
permitindo ou impedindo o fluxo de corrente. O O sensor de água no combustível (WIF)
sensor do tipo interruptor pode ser um detecta a presença de água no combustível.
interruptor de entrada de voltagem ou um Quando água suficiente se acumula na parte
interruptor de aterramento. Um interruptor de inferior da carcaça, o sensor WIF envia um
entrada de voltagem alimenta o ECM com sinal para o módulo de controle eletrônico
voltagem quando ele é fechado. Um interruptor (ECM); o ECM registra um código de
de aterramento aterra o circuito quando é diagnóstico de falhas (DTC) e acende a luz de
fechado,causando um sinal de voltagem zero. advertência amarela ÁGUA NO
Os interruptores de aterramento são instalados COMBUSTÍVEL no painel de instrumentos. O
geralmente em série com um resistor de sensor WIF está instalado na base da carcaça
limitação de corrente. do filtro de combustível.

Interruptor da Embreagem Interruptor de Marcha Lenta Baixa (LIS)


O CPS determina se o veículo está engrenado O LIS é um interruptor redundante que alimenta
nas transmissões manuais. Nas transmissões o ECM com um sinal que verifica quando o
automáticas,o interruptor do indicador de APS está na posição de marcha lenta.
neutro faz a função do CPS.

1. Pedal do Acelerador 3. Fonte de Voltagem com 4. Microprocessador


2. Interruptor de Marcha Resistor de Limitação de 5. ECM
Lenta Baixa (LIS) Corrente 6. Aterramento
53

Introdução aos gráficos de diagnóstico.

A partir da página seguinte inicia-se os procedimentos de testes em conformidade com os gráficos


de diagnóstico para cada código de falha. Siga criteriosamente todas as recomendações sob o
titulo “Descrição da falha” na página inicial de cada código de falha, e observe cuidadosamente
os lembretes sob o titulo “Nota” mencionados dentro de algumas caixas de texto ao longo do
documento.
54

SPN 029-2: Erro de sinal no potenciômetro 2 do sensor de posição do pedal do acelerador (APS2).

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

029 2 Erro de dados, falha intermitente Erro de plausibilidade


OBD BLINK ou sinal incorreto no potenciômetro Diagnosticar e entre os potenciômetros
DTC CODE 2 do sensor de posição do pedal reparar. 1 e 2 do pedal do
do acelerador. acelerador.
P0221 24

Visão geral Descrição da falha

O sensor de posição do pedal acelerador é Esta falha também pode ocorrer pelas
um potenciômetro rotativo, que aciona um seguintes razões:
contato deslizante, que se move ao longo de - Curto-circuito ao terminal negativo da
uma trilha de resistência elétrica. Através do bateria no chicote elétrico do sensor.
sinal do sensor de posição do pedal do
- Curto-circuito ao terminal positivo da bateria
acelerador, O ECM reconhece a posição do
no chicote elétrico do sensor.
pedal do acelerador do veículo. A informação
do sensor de posição do pedal do acelerador - Curto-circuito entre o chicote elétrico do
é utilizada pelo ECM para calcular a rotação sensor e de qualquer outro sensor no interior
do motor em marcha lenta e o ângulo de do chicote elétrico principal do veículo.
inicio de injeção de combustível. Caso ocorra - Trilha de resistência elétrica do sensor
uma falha no sinal do sensor de posição do rompida ou com mau-contato.
pedal do acelerador, o ECM limita a rotação - Erro de plausibilidade entre o sinal de
do motor à condição de marcha lenta e inibe resposta elétrica dos potenciômetros 1 e 2
a função do pedal. do sensor.

Quando a falha é capturada Descrição do circuito.

O ECM causa o acendimento da luz de O sensor de posição do pedal do acelerador é


anomalia amarela no painel de instrumentos alimentado com 5 volts através dos pinos 82
e ativa o modo de despotenciamento do (potenciômetro 1 do sensor do pedal) e pino
motor. 84 (potenciômetro 2 do sensor do pedal) ,
recebe sinal de terra através dos pinos 78
(potenciômetro 1 do sensor do pedal) e pino
76 (potenciômetro 2 do sensor do pedal),
emite sinal de resposta elétrica através do
pino 79 (potenciômetro 1 do sensor do pedal)
e pino 80 (potenciômetro 2 do sensor do
pedal) do conector de 89 pinos do ECM.
55

Localização do sensor de posição do pedal do acelerador.

O sensor de posição do pedal do acelerador está instalado no pedal do acelerador.

Valores Ideais.

O sensor de posição do pedal do acelerador é alimentado com 5 volts e envia sinal de resposta
elétrica ao ECM da ordem de 0 a 4,7 volts .

Ferramentas necessárias.
Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
56

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.
Sim – Vá para o passo 2

a. Desligar a chave de ignição.


Não – Vá para o passo 8
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose.
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 029-2 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no ECM e chicote elétrico do sensor.
2 Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico lado ECM e Não– Vá para o passo 3
lado sensor do pedal do acelerador.
c. Está tudo ok?

Passo Ação decisão


Medição de continuidade no chicote elétrico do
sensor. Sim – Vá para o passo 5
3
a. Desligar a chave de ignição. Não – Vá para o passo 4.
b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM e
lado sensor do pedal do acelerador. Nota!
c. Com o multímetro digital, medir Meça também continuidade entre
continuidade no chicote elétrico, entre o os fios do conector elétrico do
lado sensor e lado ECM. sensor, pois pode ocorrer de
estarem em curto-circuito
d. O chicote eletrico está ok?
ocasionando aterramento do
sinal elétrico enviado ao ECM.
O teste de continuidade deve ser
realizado também entre os
terminais negativo e positivo da
bateria em relação ao chicote, e
neste caso não deve ter
continuidade.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
57

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico do sensor.
Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
4 b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM Não – refazer o reparo
e lado sensor de posição do pedal do
acelerador.
Nota!
c. Reparar o chicote elétrico do sensor.
Avalie a proporção do dano
d. O chicote elétrico está ok? causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do dano,
substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica do sensor de posição do
pedal do acelerador. Sim – Vá para o passo 6

Não – Verificar alimentação do


5 a. Ligar a chave de ignição. ECM
b. Com o multímetro digital, medir a
voltagem entre os pinos 78 (terra) e 82 Nota!
(alimentação potênciometro 1) e entre os O ECM é alimentado com voltagem
pinos 76 (terra) e 84 (alimentação direto do terminal positivo da
potenciômetro 2) do conector de 89 pinos bateria (linha 30) através dos pinos
do ECM. 02, 03, 08, 09 do conector de 89
c. Deve apresentar 5 volts. pinos, recebe voltagem direto do
comutador de ignição (linha 15)
d. Está correto? através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.
58

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do potenciômetro 1 do
sensor de posição do pedal do acelerador com Sim – Vá para o passo 7
o pedal solto e aplicado.
Não – Substituir o sensor do
6 a. Ligar a chave de ignição sem acionar o pedal do acelerador.
motor.
b. Com o multímetro digital, medir a voltagem Nota!
entre os pinos 78 (terra) e 79 (sinal) do
Com o multímetro instalado entre
potenciômetro 1 do sensor no conector de
os pinos 78 e 79, e 76 e 80 aplicar
89 pinos do ECM.
lentamente o pedal do acelerador
c. Com o pedal do acelerador solto, deve da condição de marcha lenta até
apresentar de 0.550 a 0.850 V. plena carga. A voltagem deve
d. Com o pedal do acelerador totalmente variar progressivamente sem
aplicado, deve apresentar de 4.1 a 4.7 V. interrupção durante todo o curso.
Está correto? Caso ocorra interrupção do sinal,
é indício de que a pista do
potenciômetro está rompida ou
com mau-contato.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
59

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do potenciômetro 2 do
sensor de posição do pedal do acelerador Sim – Vá para o passo 8
com o pedal solto e aplicado.
Não – Substituir o sensor de
a. Ligar a chave de ignição sem acionar o posição do pedal do acelerador.
motor.
b. Com o multímetro digital, medir a Atenção:
voltagem entre os pinos 76 (terra) e 80
Antes de efetuar a substituição do
(sinal) do potenciômetro 2 do sensor no
pedal do acelerador, cuidar de não
conector de 89 pinos do ECM.
aplicar outro modelo de pedal com
c. Com o pedal do acelerador solto, deve característica técnica diferente
apresentar de 0.270 a 0.520 V. daquele que fora removido do
d. Com o pedal do acelerador totalmente veículo. (exemplo: substituir por
aplicado, deve apresentar de 2.1 a 2.5 V. engano um pedal que possui um
e. Está correto? potenciômetro e um interruptor de
7 marcha lenta por outro que possui
dois potenciômetros). Caso isso
venha ocorrer, o motor não irá
acelerar, e esta ação poderá
causar danos ao ECM. Ficar atento
ao código da peça no momento da
substituição.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
60

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
8 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 9
c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
e. Consultar novamente a memória do ECM. Antes de retornar ao passo 1,
f. O código de falha persiste? verificar o funcionamento dos
interruptores do pedal do freio e
embreagem, pois, falha nestes
interruptores pode gerar erro de
plausibilidade com o sensor de
posição do pedal do acelerador.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
9 b. Certificar-se de que os componentes Não – liberar o veículo
desmontados estejam reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota!
d. As luzes de anomalia devem permanecer Veja todas as recomendações em
apagadas “Descrição da falha” na página
e. Permanecem acesas? inicial deste código.
61

SPN 029-3: Voltagem alta no potenciômetro 2 do Sensor de posição do pedal do acelerador


(APS2).

Critério Causa
SPN FMI Condição
selecionado provavel

029 3 Voltagem alta ou curto-circuito ao positivo Voltagem


OBD BLINK no potenciômetro 2 do Sensor de posição Diagnosticar e acima do
DTC CODE do pedal do acelerador (APS2). reparar. limite superior.

P0223 24

Visão geral Descrição da falha

O sensor de posição do pedal acelerador é Esta falha também pode ocorrer pelas
um potenciômetro rotativo, que aciona um seguintes razões:
contato deslizante, que se move ao longo de - Chicote elétrico do sensor rompido.
uma trilha de resistência elétrica. Através do
- Curto-circuito ao terminal positivo da bateria
sinal do sensor de posição do pedal do
no chicote elétrico do sensor.
acelerador, O ECM reconhece a posição do
pedal do acelerador do veículo. A informação - Curto-circuito entre o chicote elétrico do
do sensor de posição do pedal do acelerador sensor e de qualquer outro sensor no interior
é utilizada pelo ECM para calcular a rotação do chicote elétrico principal do veículo.
do motor em marcha lenta e o ângulo de inicio - Trilha de resistência elétrica do sensor
de injeção de combustível. Caso ocorra uma rompida.
falha no sinal do sensor de posição do pedal - Erro de plausibilidade entre o sinal de
do acelerador, o ECM limita a rotação do resposta elétrica dos potenciometros 1 e 2
motor à condição de marcha lenta e inibe a do sensor.
função do pedal.
Descrição do circuito.
Quando a falha é capturada

O sensor de posição do pedal do acelerador é


O ECM causa o acendimento da luz de alimentado com 5 volts através dos pinos 82
anomalia amarela no painel de instrumentos e (potenciômetro 1 do sensor do pedal) e pino
ativa o modo de despotenciamento do motor. 84 (potenciômetro 2 do sensor do pedal) ,
recebe sinal de terra através dos pinos 78
(potenciômetro 1 do sensor do pedal) e pino
76 (potenciômetro 2 do sensor do pedal),
emite sinal de resposta elétrica através do
pino 79 (potenciômetro 1 do sensor do pedal)
e pino 80 (potenciômetro 2 do sensor do
pedal) do conector de 89 pinos do ECM.
62

Localização do sensor de posição do pedal do acelerador.

O sensor de posição do pedal do acelerador está instalado no pedal do acelerador.

Valores Ideais.

O sensor de posição do pedal do acelerador é alimentado com 5 volts e envia sinal de resposta
elétrica ao ECM da ordem de 0 a 4,7 volts .

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
63

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 8
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 029-3 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no ECM e chicote elétrico do sensor.
Sim – Vá para o passo 5
2 a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico lado ECM e Não– Vá para o passo 3
lado sensor do pedal do acelerador.
c. Está tudo ok?

Passo Ação decisão


Medição de continuidade no chicote elétrico do
sensor. Sim – Vá para o passo 5

a. Desligar a chave de ignição. Não – Vá para o passo 4


b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM e
lado sensor do pedal do acelerador. Nota!
c. Com o multímetro digital, medir Meça também continuidade entre
continuidade no chicote elétrico, entre o os fios do conector elétrico do
3 lado sensor e lado ECM. sensor, pois pode ocorrer de
estarem em curto-circuito
d. O chicote eletrico está ok?
ocasionando aterramento do sinal
elétrico enviado ao ECM.
O teste de continuidade deve ser
realizado também entre os
terminais negativo e positivo da
bateria em relação ao chicote, e
neste caso não deve ter
continuidade.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
64

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico do sensor.
Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM e Não – refazer o reparo.
lado sensor de posição do pedal do
acelerador.
4 Nota!
c. Reparar o chicote elétrico do sensor.
Avalie a proporção do dano
d. O chicote elétrico está ok? causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do
dano, substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica do sensor de posição do
pedal do acelerador.
Sim – Vá para o passo 6

a. Ligar a chave de ignição. Não – Verificar alimentação do


b. Com o multímetro digital, medir a voltagem ECM.
entre os pinos 78 (terra) e 82 (alimentação
potenciômetro 1) e entre os pinos 76 Nota!
(terra) e 84 (alimentação potenciômetro 2) O ECM é alimentado com
do conector de 89 pinos do ECM. voltagem direto do terminal
5 c. Deve apresentar 5 volts. positivo da bateria (linha 30)
através dos pinos 02, 03, 08, 09
d. Está correto? do conector de 89 pinos, recebe
voltagem direto do comutador de
ignição (linha 15) através do pino
40 do conector de 89 pinos, e
recebe sinal negativo (linha 31)
direto do terminal negativo da
bateria através dos pinos 05,
06,10, e 11 do conector de 89
pinos.
65

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do potenciômetro 1 do
sensor de posição do pedal do acelerador com Sim – Vá para o passo 7
o pedal solto e aplicado.
Não – Substituir o sensor do
a. Ligar a chave de ignição sem acionar o pedal do acelerador.
motor.
b. Com o multímetro digital, medir a voltagem Nota!
entre os pinos 78 (terra) e 79 (sinal) do
Com o multímetro instalado entre
potenciômetro 1 do sensor no conector de
os pinos 78 e 79, aplicar
6 89 pinos do ECM.
lentamente o pedal do acelerador
c. Com o pedal do acelerador solto, deve da condição de marcha lenta até
apresentar de 0.550 a 0.850 V. plena carga. A voltagem deve
d. Com o pedal do acelerador totalmente variar progressivamente sem
aplicado, deve apresentar de 4.1 a 4.7 V. interrupção durante todo o curso.
e. Está correto? Caso ocorra interrupção do sinal,
é indicio de que a pista do
potenciômetro está rompida ou
com mau-contato.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
66

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do potenciômetro 2 do sensor
de posição do pedal do acelerador com o pedal Sim – Vá para o passo 8
solto e aplicado.
Não – Substituir o sensor de
a. Ligar a chave de ignição sem acionar o posição do pedal do acelerador.
motor.
b. Com o multímetro digital, medir a voltagem Atenção:
entre os pinos 76 (terra) e 80 (sinal) do
Caso haja necessidade de
potenciômetro 2 do sensor no conector de
substituição do pedal do
7 89 pinos do ECM.
acelerador, cuidar de não aplicar
c. Com o pedal do acelerador solto, deve outro modelo de pedal com
apresentar de 0.270 a 0.520 V. característica técnica diferente
d. Com o pedal do acelerador totalmente daquele que fora removido do
aplicado, deve apresentar de 2.1 a 2.5 V. veículo. (exemplo: substituir por
e. Está correto? engano um pedal que possui um
potenciômetro e um interruptor
de marcha lenta por outro que
possui dois potenciômetros).
Caso isso venha ocorrer, o motor
não irá acelerar, e esta ação
poderá causar danos ao ECM.
Ficar atento ao código da peça
no momento da substituição.
67

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 9
c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
8 e. Consultar novamente a memória do ECM. Antes de retornar ao passo 1,
f. O código de falha persiste? verificar o funcionamento dos
interruptores do pedal do freio e
embreagem, pois, falha nestes
interruptores pode gerar erro de
plausibilidade com o sensor de
posição do pedal do acelerador.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo
9 desmontados estejam reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota!
d. As luzes de anomalia devem permanecer Veja o tópico “Descrição da falha”
apagadas na página inicial deste código de
e. Permanecem acesas? falha.
68

SPN 029-4: Voltagem baixa no potenciômetro 2 do Sensor de posição do pedal do acelerador


(APS2).

Critério
SPN FMI Condição Causa provavel
selecionado

029 4Voltagem baixa ou curto-circuito ao


positivo no potenciômetro 2 do Sensor de Diagnosticar e Voltagem
OBD BLINK posição do pedal do acelerador (APS2). reparar. abaixo do limite
DTC CODE inferior.

P0222 24

Visão geral Descrição da falha

O sensor de posição do pedal acelerador é Esta falha também pode ocorrer pelas
um potenciômetro rotativo, que aciona um seguintes razões:
contato deslizante, que se move ao longo de - Curto-circuito ao terminal negativo da
uma trilha de resistência elétrica. Através do bateria no chicote elétrico do sensor.
sinal do sensor de posição do pedal do
- Curto-circuito entre o fio de sinal do chicote
acelerador, O ECM reconhece a posição do
elétrico do sensor e o terra qualquer outro
pedal do acelerador do veículo. A informação
sensor no interior do chicote elétrico principal
do sensor de posição do pedal do acelerador
do veículo.
é utilizada pelo ECM para calcular a rotação
do motor em marcha lenta e o ângulo de - Erro de plausibilidade entre o sinal de
inicio de injeção de combustível. Caso ocorra resposta elétrica dos potenciometros 1 e 2
uma falha no sinal do sensor de posição do do sensor.
pedal do acelerador, o ECM limita a rotação
do motor à condição de marcha lenta e inibe Descrição do circuito.
a função do pedal.
O sensor de posição do pedal do acelerador é
Quando a falha é capturada alimentado com 5 volts através dos pinos 82
(potenciômetro 1 do sensor do pedal) e pino
O ECM causa o acendimento da luz de 84 (potenciômetro 2 do sensor do pedal) ,
anomalia amarela no painel de instrumentos recebe sinal de terra através dos pinos 78
e pode ativar o modo de despotenciamento (potenciômetro 1 do sensor do pedal) e pino
do motor. 76 (potenciômetro 2 do sensor do pedal),
emite sinal de resposta elétrica através do
pino 79 (potenciômetro 1 do sensor do pedal)
e pino 80 (potenciômetro 2 do sensor do
pedal) do conector de 89 pinos do ECM.
69

Localização do sensor de posição do pedal do acelerador.

O sensor de posição do pedal do acelerador está instalado no pedal do acelerador.

Valores Ideais.

O sensor de posição do pedal do acelerador é alimentado com 5 volts e envia sinal de resposta
elétrica ao ECM da ordem de 0 a 4,7 volts .

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
70

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 8
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 029-4 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no ECM e chicote elétrico do sensor.
2 Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico lado ECM e Não– Vá para o passo 3
lado sensor do pedal do acelerador.
c. Está tudo ok?

Passo Ação decisão


Medição de continuidade no chicote elétrico
do sensor. Sim – Vá para o passo 5

a. Desligar a chave de ignição. Não – Vá para o passo 4


b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM
e lado sensor do pedal do acelerador. Nota!
3
c. Com o multímetro digital, medir Meça também continuidade entre
continuidade no chicote elétrico, entre o os fios do conector elétrico do
lado sensor e lado ECM. sensor, pois pode ocorrer de
estarem em curto-circuito
d. O chicote elétrico está ok?
ocasionando aterramento do sinal
elétrico enviado ao ECM.
O teste de continuidade deve ser
realizado também entre os
terminais negativo e positivo da
bateria em relação ao chicote, e
neste caso não deve ter
continuidade.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
71

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico do sensor.
Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM e Não – refazer o reparo.
lado sensor de posição do pedal do
acelerador.
4 Nota!
c. Reparar o chicote elétrico do sensor.
Avalie a proporção do dano
d. O chicote elétrico está ok? causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do dano,
substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica do sensor de posição do
pedal do acelerador.
Sim – Vá para o passo 6

a. Ligar a chave de ignição. Não – Verificar alimentação do


b. Com o multímetro digital, medir a ECM.
voltagem entre os pinos 78 (terra) e 82
(alimentação potenciômetro 1) e entre os Nota!
5 O ECM é alimentado com voltagem
pinos 76 (terra) e 84 (alimentação
potenciômetro 2) do conector de 89 pinos direto do terminal positivo da
do ECM. bateria (linha 30) através dos pinos
c. Deve apresentar 5 volts. 02, 03, 08, 09 do conector de 89
pinos, recebe voltagem direto do
d. Está correto? comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.
72

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do potenciômetro 1 do
sensor de posição do pedal do acelerador com Sim – Vá para o passo 7
o pedal solto e aplicado.
Não – Substituir o sensor do
a. Ligar a chave de ignição sem acionar o pedal do acelerador
motor.
b. Com o multímetro digital, medir a voltagem Nota!
entre os pinos 78 (terra) e 79 (sinal) do
Com o multímetro instalado
potenciômetro 1 do sensor no conector de
entre os pinos 78 e 79, aplicar
89 pinos do ECM.
lentamente o pedal do
6 c. Com o pedal do acelerador solto, deve acelerador da condição de
apresentar de 0.550 a 0.850 V. marcha lenta até plena carga. A
d. Com o pedal do acelerador totalmente voltagem deve variar
aplicado, deve apresentar de 4.1 a 4.7 V. progressivamente sem
e. Está correto? interrupção durante todo o
curso. Caso ocorra interrupção
do sinal, é indicio de que a pista
do potenciômetro está rompida
ou com mau-contato.
Veja todas as recomendações
em “Descrição da falha” na
página inicial deste código.
73

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do potenciômetro 2 do sensor
de posição do pedal do acelerador com o pedal Sim – Vá para o passo 8
solto e aplicado.
Não – Substituir o sensor de
a. Ligar a chave de ignição sem acionar o posição do pedal do acelerador
motor.
b. Com o multímetro digital, medir a voltagemAtenção: Caso haja necessidade
entre os pinos 76 (terra) e 80 (sinal) do de substituição do pedal do
potenciômetro 2 do sensor no conector de acelerador, cuidar de não aplicar
7 89 pinos do ECM. outro modelo de pedal com
c. Com o pedal do acelerador solto, deve característica técnica diferente
apresentar de 0.270 a 0.520 V. daquele que fora removido do
d. Com o pedal do acelerador totalmente veículo. (exemplo: substituir por
aplicado, deve apresentar de 2.1 a 2.5 V. engano um pedal que possui um
potenciômetro e um interruptor
e. Está correto? de marcha lenta por outro que
possui dois potenciômetros).
Caso isso venha ocorrer, o motor
não irá acelerar, e esta ação
poderá causar danos ao ECM.
Ficar atento ao código da peça no
momento da substituição.
74

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 9
c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
e. Consultar novamente a memória do ECM. Antes de retornar ao passo 1,
8 f. O código de falha persiste? verificar o funcionamento dos
interruptores do pedal do freio e
embreagem, pois, falha nestes
interruptores pode gerar erro de
plausibilidade com o sensor de
posição do pedal do acelerador.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo
9 desmontados estejam reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota!
d. As luzes de anomalia devem permanecer Veja o tópico “Descrição da falha”
apagadas na página inicial deste código de
e. Permanecem acesas? falha.
75

SPN 051 -2: Desempenho do Circuito controlador do eletroinjetor de combustível 1

Critério
SPN FMI Condição Causa provavel
selecionado

051 2
OBD BLINK Erro de intermitência ou dados Diagnosticar e Falha interna do
DTC CODE incorretos reparar. ECM.

P062D 41

Visão geral Descrição da falha

O ECM (Modulo de Controle Eletrônico) é o Esta falha também pode ocorrer pelas
responsável pelo gerenciamento das funções seguintes razões:
de controle do motor. É o cérebro do controle - Voltagem baixa na bateria.
eletrônico do sistema, tem a função de
- Voltagem alta na bateria
controlar as operações do motor através de
funções pré-programadas em sua memória - Mau-contato no cabo negativo da bateria
de dados. Está localizado no compartimento - Mau-contato no cabo positivo da bateria
do motor. O acesso aos dados disponíveis na - Mau funcionamento do ECM.
memória do ECM, é feito com a ferramenta - Valvula de controle de vazão do
de diagnose, através do conector de eletroinjetor (solenóide do bico) em curto-
diagnose localizado na cabine do veículo. circuito com a carcaça do motor.
- Defeito mecânico no eletroinjetor de
Quando a falha é capturada combustível.

O ECM causa o acendimento da luz de Descrição do circuito.


anomalia de parada do motor (vermelha) no
painel de instrumentos
O ECM é alimentado com voltagem direto
do terminal positivo da bateria (linha 30)
através dos pinos 02, 03, 08, 09 do conector
de 89 pinos, recebe voltagem direto do
comutador de ignição (linha 15) através do
pino 40 do conector de 89 pinos, e recebe
sinal negativo (linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos pinos 05,
06,10, e 11 do conector de 89 pinos.
76

Localização do ECM.

O ECM está localizado na lateral do bloco do motor.

Valores Ideais.

O ECM é alimentado com 24 volts através dos pinos 02, 03, 08, 09 e 40 e aterramento direto da
bateria através dos pinos 05, 06, 10 e 11 do conector de 89 pinos do ECM.

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
Teste de polaridade.
77

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 051-2 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no ECM e chicote elétrico.
Sim – Vá para o passo 4
a. Desligar a chave de ignição.
2 b. Inspecionar o chicote elétrico lado ECM e Não– Vá para o passo 3
lado sensores.
c. Está tudo ok? Nota!
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico do ECM.
Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico do lado ECM Não – refaça o reparo.
e lado sensores.
3 c. Reparar o chicote rompido. Nota!
d. Chicote ok? Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do dano,
substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
78

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica positiva do ECM.
Sim – Vá para o passo 5

a. Ligar a chave de ignição. Não – Verificar fusíveis.


b. Com o multímetro digital preparado para
4 medida de volts DC, medir a voltagem nos Nota!
pinos 02, 03, 08, 09, 40 do conector de 89 Sistema de carga com defeito
pinos do ECM. pode ocasionar baixa voltagem na
c. Deve apresentar 24 volts.. bateria, portanto caso a voltagem
da bateria esteja inferior a 24V,
d. Está correto? verificar a condição de
funcionamento do alternador.

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica negativa do ECM.
Sim – Vá para o passo 6
a. Ligar a chave de ignição.
b. Com o multímetro digital preparado para Não – Vá para o passo 7
medida de volts DC, medir a voltagem nos
5 pinos 05, 06, 10, e 11 do conector de 89 Nota!
pinos do ECM.
Terminais negativos com mau-
c. Deve apresentar zero volt (terra). contato ou soltos podem
Está correto, e o código persiste? prejudicar o funcionamento
correto do ECM. Certifique-se de
que todos os pontos de
aterramento do veículo estejam
devidamente instalados.
79

Passo Ação Decisão


Substituição do ECM.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM. Não – Vá para o passo 7
c. Substituir o ECM.
Nota!
d. O código de falha persiste?
Deve-se utilizar de bom critério
técnico antes da tomada de
6
decisão da substituição do ECM,
pois trata-se de um componente
que usualmente é minimamente
passível de falhas que justifique
sua substituição. “Não” substituir
o ECM sem que antes esteja
aprovado nos testes dos passos 3,
4e5

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
7 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Liberar o veículo.
c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
e. Consultar novamente a memória do ECM. Veja a nota do passo 6
f. O código de falhas persiste?

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo.
8 desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota:
d. As luzes de anomalia devem permanecer Veja todas as recomendações em
apagadas “Descrição da falha” na página
e. Permanecem acesas? inicial deste código.
80

SPN 051-3: Desempenho do Circuito controlador do eletroinjetor de combustível 1

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

051 3
OBD BLINK Voltagem acima do normal ou em curto Diagnosticar e Falha interna do
DTC CODE com o positivo da bateria. reparar. ECM.

P062D 41

Visão geral Descrição da falha

O ECM (Modulo de Controle Eletrônico) é o Esta falha também pode ocorrer pelas
responsável pelo gerenciamento das funções seguintes razões:
de controle do motor. È o cérebro do controle - Chicote elétrico rompido.
eletrônico do sistema, tem a função de
- Voltagem alta na bateria.
controlar as operações do motor através de
funções pré-programadas em sua memória - Mau-contato no cabo positivo da bateria
de dados. Está localizado no compartimento - Mau funcionamento do ECM.
do motor. O acesso aos dados disponíveis na -Válvula de controle de vazão do eletroinjetor
memória do ECM, é feito com a ferramenta (solenóide do bico) em curto-circuito com a
de diagnose, através do conector de carcaça do motor.
diagnose localizado na cabine do veículo. -Defeito mecânico no eletroinjetor de
combustível.
Quando a falha é capturada
Descrição do circuito.
O ECM causa o acendimento da luz de
anomalia de parada do motor (vermelha) no O ECM é alimentado com voltagem direto do
painel de instrumentos terminal positivo da bateria (linha 30) através
dos pinos 02, 03, 08, 09 do conector de 89
pinos, recebe voltagem direto do comutador
de ignição (linha 15) através do pino 40 do
conector de 89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal negativo da
bateria através dos pinos 05, 06,10, e 11 do
conector de 89 pinos.
81

Localização do ECM.

O ECM está localizado na lateral do bloco do motor.

Valores Ideais.

O ECM é alimentado com 24 volts através dos pinos 02, 03, 08, 09 e 40 e aterramento direto da
bateria através dos pinos 05, 06, 10 e 11 do conector de 89 pinos do ECM.

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
Teste de polaridade.
82

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 051-3 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no ECM e chicote elétrico.
Sim – Vá para o passo 4
a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico lado ECM e Não– Vá para o passo 3
2 lado sensores.
c. Está tudo ok? Nota!
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação decisão


Reparação do chicote elétrico do ECM.
Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico do lado ECM Não – refaça o reparo.
e lado sensores.
3 c. Reparar o chicote rompido. Nota!
d. Chicote ok? Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do
dano, substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
83

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica positiva do ECM.
Sim – Vá para o passo 5

a. Ligar a chave de ignição. Não – Verificar fusíveis


b. Com o multímetro digital preparado para
4 medida de volts DC, medir a voltagem nos Nota!
pinos 02, 03, 08, 09, 40 do conector de 89 Sistema de carga com defeito
pinos do ECM. pode ocasionar baixa voltagem na
c. Deve apresentar 24 volts.. bateria, portanto caso a voltagem
da bateria esteja inferior a 24V,
d. Está correto? verificar a condição de
funcionamento do alternador.

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica negativa do ECM.
Sim – Vá para o passo 6
a. Ligar a chave de ignição.
b. Com o multímetro digital preparado para Não – Vá para o passo 7
medida de volts DC, medir a voltagem nos
5 pinos 05, 06, 10, e 11 do conector de 89 Nota!
pinos do ECM.
Terminais negativos com mau-
c. Deve apresentar zero volt (terra). contato ou soltos podem
Está correto, e o código persiste? prejudicar o funcionamento
correto do ECM. Certifique-se de
que todos os pontos de
aterramento do veículo estejam
devidamente instalados.
84

Passo Ação Decisão


Substituição do ECM.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM. Não – Vá para o passo 7
c. Substituir o ECM.
Nota!
d. O código de falha persiste?
6 Deve-se utilizar de bom critério
técnico antes da tomada de
decisão da substituição do ECM,
pois trata-se de um componente
que usualmente é minimamente
passível de falhas que justifique
sua substituição. “Não” substituir
o ECM sem que antes esteja
aprovado nos testes dos passos
3, 4 e 5

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Liberar o veículo.
7 c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
e. Consultar novamente a memória do ECM. Veja a nota do passo 6
f. O código de falhas persiste?

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo.
8 desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota:
d. As luzes de anomalia devem permanecer Veja todas as recomendações em
apagadas “Descrição da falha” na página
e. Permanecem acesas? inicial deste código.
85

SPN 051 - 4: Desempenho do Circuito controlador do eletroinjetor de combustível 1

Critério
SPN FMI Condição Causa provavel
selecionado

051 4
OBD BLINK Voltagem abaixo do normal ou em Diagnosticar e Falha interna do
DTC CODE curto com o negativo da bateria. reparar. ECM.

P062D 41

Visão geral Descrição da falha

O ECM (Modulo de Controle Eletrônico) é o Esta falha também pode ocorrer pelas
responsável pelo gerenciamento das funções seguintes razões:
de controle do motor. É o cérebro do controle - Voltagem baixa na bateria.
eletrônico do sistema, tem a função de
- Curto-circuito ao cabo negativo da bateria
controlar as operações do motor através de
funções pré-programadas em sua memória - Mau-contato no cabo negativo da bateria
de dados. Está localizado no compartimento - Mau funcionamento do ECM.
do motor. O acesso aos dados disponíveis na - Válvula de controle de vazão do
memória do ECM, é feito com a ferramenta eletroinjetor (solenóide do bico) em curto-
de diagnose, através do conector de circuito com a carcaça do motor.
diagnose localizado na cabine do veículo. - Defeito mecânico no eletroinjetor de
combustível.
Quando a falha é capturada
Descrição do circuito.
O ECM causa o acendimento da luz de
anomalia de parada do motor (vermelha) no O ECM é alimentado com voltagem direto do
painel de instrumentos terminal positivo da bateria (linha 30) através
dos pinos 02, 03, 08, 09 do conector de 89
pinos, recebe voltagem direto do comutador
de ignição (linha 15) através do pino 40 do
conector de 89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal negativo da
bateria através dos pinos 05, 06,10, e 11 do
conector de 89 pinos.
86

Localização do ECM.

O ECM está localizado na lateral do bloco do motor.

Valores Ideais.

O ECM é alimentado com 24 volts através dos pinos 02, 03, 08, 09 e 40 e aterramento direto da
bateria através dos pinos 05, 06, 10 e 11 do conector de 89 pinos do ECM.

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
Teste de polaridade.
87

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 051-3 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no ECM e chicote elétrico.
Sim – Vá para o passo 4
a. Desligar a chave de ignição.
2 b. Inspecionar o chicote elétrico lado ECM e Não– Vá para o passo 3
lado sensores.
c. Está tudo ok? Nota!
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação decisão


Reparação do chicote elétrico do ECM.
a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 5
b. Desconectar o chicote elétrico do lado ECM
e lado sensores. Não – refaça o reparo
c. Reparar o chicote rompido.
3 d. Chicote ok? Nota!
Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do
dano, substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
88

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica positiva do ECM
Sim – Vá para o passo 5

a. Ligar a chave de ignição. Não – Verificar fusíveis.


4 b. Com o multímetro digital preparado para
medida de volts DC, medir a voltagem nos Nota!
pinos 02, 03, 08, 09, 40 do conector de 89 Sistema de carga com defeito
pinos do ECM. pode ocasionar baixa voltagem
c. Deve apresentar 24 volts.. na bateria, portanto caso a
voltagem da bateria esteja
d. Está correto? inferior a 24V, verificar a
condição de funcionamento do
alternador.

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica negativa do ECM
Sim – Vá para o passo 6
a. Ligar a chave de ignição.
b. Com o multímetro digital preparado para Não – Vá para o passo 7
medida de volts DC, medir a voltagem nos
5 pinos 05, 06, 10, e 11 do conector de 89 Nota!
pinos do ECM.
Terminais negativos com mau-
c. Deve apresentar zero volt (terra). contato ou soltos podem
Está correto, e o código persiste? prejudicar o funcionamento
correto do ECM. Certifique-se de
que todos os pontos de
aterramento do veículo estejam
devidamente instalados.
89

Passo Ação Decisão


Substituição do ECM.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM. Não – Vá para o passo 7
c. Substituir o ECM.
Nota!
d. O código de falha persiste?
Deve-se utilizar de bom critério
técnico antes da tomada de
decisão da substituição do ECM,
6 pois trata-se de um componente
que usualmente é minimamente
passível de falhas que justifique
sua substituição. “Não” substituir
o ECM sem que antes esteja
aprovado nos testes dos passos 3,
4e5

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
7 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Liberar o veículo.
c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
e. Consultar novamente a memória do ECM. Veja a nota do passo 6
f. O código de falhas persiste?

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Certificar-se de que os componentes Não – liberar o veículo.
8 desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota:
d. As luzes de anomalia devem permanecer Veja todas as recomendações em
apagadas “Descrição da falha” na página
e. Permanecem acesas? inicial deste código.
90

SPN 052 -2: Sistema de gestão de torque, desligamento do motor Forçado

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

052 2
OBD BLINK Erro de intermitência ou dados Diagnosticar e Falha interna do
DTC CODE incorretos reparar. ECM.

P06AF 138

Visão geral Descrição da falha

O ECM (Modulo de Controle Eletrônico) é o Esta falha tambem pode ocorrer pelas
responsável pelo gerenciamento das funções seguintes razões:
de controle do motor. È o cérebro do controle - ECM com defeito
eletrônico do sistema, tem a função de
- Voltagem baixa na bateria.
controlar as operações do motor através de
funções pré-programadas em sua memória - Voltagem alta na bateria.
de dados. Está localizado no compartimento - Mau-contato no cabo negativo da bateria
do motor. O acesso aos dados disponíveis na - Mau-funcionamento do sensor de rotação
memória do ECM, é feito com a ferramenta do motor.
de diagnose, através do conector de - Mau-funcionamento do sensor de fase do
diagnose localizado na cabine do veículo. motor.

Quando a falha é capturada Descrição do circuito.

O ECM causa o acendimento da luz de O ECM é alimentado com voltagem direto do


anomalia de parada do motor (vermelha) no terminal positivo da bateria (linha 30) através
painel de instrumentos dos pinos 02, 03, 08, 09 do conector de 89
pinos, recebe voltagem direto do comutador
de ignição (linha 15) através do pino 40 do
conector de 89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal negativo da
bateria através dos pinos 05, 06,10, e 11 do
conector de 89 pinos.
91

Localização do ECM.

O ECM está localizado na lateral do bloco do motor.

Valores Ideais.

O ECM é alimentado com 24 volts através dos pinos 02, 03, 08, 09 e 40 e aterramento direto da
bateria através dos pinos 05, 06, 10 e 11 do conector de 89 pinos do ECM.

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
Teste de polaridade.
92

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 052-2 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no ECM e chicote elétrico.
Sim – Vá para o passo 4
2 a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico lado ECM e Não– Vá para o passo 3
lado sensores.
c. Está tudo ok?

Passo Ação decisão


Reparação do chicote elétrico do ECM.
Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico do lado ECM Não – refaça o reparo
e lado sensores.
c. Reparar o chicote rompido. Nota!
3 d. Chicote ok? Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do
dano, substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
93

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica positiva do ECM.

Sim – Vá para o passo 5


a. Ligar a chave de ignição.
b. Com o multímetro digital preparado para Não – Verificar fusíveis
medida de volts DC, medir a voltagem nos
pinos 02, 03, 08, 09, 40 do conector de 89 Nota:
pinos do ECM. O ECM é alimentado com
c. Deve apresentar 24 volts.. voltagem direto do terminal
positivo da bateria (linha 30)
4 d. Está correto?
através dos pinos 02, 03, 08, 09
do conector de 89 pinos, recebe
voltagem direto do comutador de
ignição (linha 15) através do pino
40 do conector de 89 pinos, e
recebe sinal negativo (linha 31)
direto do terminal negativo da
bateria através dos pinos 05,
06,10, e 11 do conector de 89
pinos.

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica negativa do ECM.

a. Ligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 6


b. Com o multímetro digital preparado para
medida de volts DC, medir a voltagem nos Não – Vá para o passo 7
pinos 05, 06, 10, e 11 do conector de 89
pinos do ECM. Nota:
c. Deve apresentar zero volt (terra). O ECM é alimentado com voltagem
5
d. Está correto, e o código persiste? direto do terminal positivo da
bateria (linha 30) através dos pinos
02, 03, 08, 09 do conector de 89
pinos, recebe voltagem direto do
comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.
94

Passo Ação Decisão


Substituição do ECM.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM. Não – Vá para o passo 7
c. Substituir o ECM.
Nota!
d. O código de falha persiste?
Deve-se utilizar de bom critério
técnico antes da tomada de
decisão da substituição do ECM,
pois trata-se de um componente
6 que usualmente é minimamente
passível de falhas que justifique
sua substituição. “Não” substituir
o ECM sem que antes esteja
aprovado nos testes dos passos
3, 4 e 5

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Liberar o veículo.
7 c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
e. Consultar novamente a memória do ECM. Veja a nota do passo 6
f. O código de falha persiste?

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo.
8 desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota:
d. As luzes de anomalia devem permanecer Veja todas as recomendações em
apagadas “Descrição da falha” na página
e. Permanecem acesas? inicial deste código.
95

SPN 052 -2: Falha no sistema de injeção de combustível, desligamento do motor Forçado.

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

052 2
OBD BLINK Erro de intermitência ou dados Diagnosticar e Falha interna do
DTC CODE incorretos. reparar. ECM.

P213E 138

Visão geral Descrição da falha

O ECM (Modulo de Controle Eletrônico) é o Esta falha também pode ocorrer pelas
responsável pelo gerenciamento das funções seguintes razões:
de controle do motor. È o cérebro do controle - ECM com defeito
eletrônico do sistema, tem a função de
- Voltagem baixa na bateria.
controlar as operações do motor através de
funções pré-programadas em sua memória - Voltagem alta na bateria.
de dados. Está localizado no compartimento - Mau-contato no cabo negativo da bateria
do motor. O acesso aos dados disponíveis na - Mau-funcionamento do sensor de rotação
memória do ECM, é feito com a ferramenta do motor.
de diagnose, através do conector de - Mau-funcionamento do sensor de fase do
diagnose localizado na cabine do veículo. motor.
-Válvula de controle de vazão do eletroinjetor
Quando a falha é capturada (solenóide do bico) em curto-circuito com a
carcaça do motor.
O ECM causa o acendimento da luz de
anomalia de parada do motor (vermelha) no
painel de instrumentos Descrição do circuito.

O ECM é alimentado com voltagem direto do


terminal positivo da bateria (linha 30) através
dos pinos 02, 03, 08, 09 do conector de 89
pinos, recebe voltagem direto do comutador
de ignição (linha 15) através do pino 40 do
conector de 89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal negativo da
bateria através dos pinos 05, 06,10, e 11 do
conector de 89 pinos.
96

Localização do ECM.

O ECM está localizado na lateral do bloco do motor.

Valores Ideais.

O ECM é alimentado com 24 volts através dos pinos 02, 03, 08, 09 e 40 e aterramento direto da
bateria através dos pinos 05, 06, 10 e 11 do conector de 89 pinos do ECM.

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
Teste de polaridade.
97

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 052-2 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no ECM e chicote elétrico.
Sim – Vá para o passo 4
2 a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico lado ECM e Não– Vá para o passo 3
lado sensores.
c. Está tudo ok?

Passo Ação decisão


Reparação do chicote elétrico do ECM.
Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico do lado ECM Não – refaça o reparo.
e lado sensores.
c. Reparar o chicote rompido. Nota!
3 d. Chicote ok? Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do dano,
substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
98

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica positiva do ECM

Sim – Vá para o passo 5


a. Ligar a chave de ignição.
b. Com o multímetro digital preparado para Não – Verificar fusíveis.
medida de volts DC, medir a voltagem nos
pinos 02, 03, 08, 09, 40 do conector de 89 Nota:
pinos do ECM. O ECM é alimentado com
c. Deve apresentar 24 volts.. voltagem direto do terminal
4 positivo da bateria (linha 30)
d. Está correto?
através dos pinos 02, 03, 08, 09
do conector de 89 pinos, recebe
voltagem direto do comutador
de ignição (linha 15) através do
pino 40 do conector de 89 pinos,
e recebe sinal negativo (linha
31) direto do terminal negativo
da bateria através dos pinos 05,
06,10, e 11 do conector de 89
pinos.

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica negativa do ECM

a. Ligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 6


b. Com o multímetro digital preparado para
medida de volts DC, medir a voltagem nos Não – Vá para o passo 7
pinos 05, 06, 10, e 11 do conector de 89
pinos do ECM. Nota:
c. Deve apresentar zero volt (terra). O ECM é alimentado com
d. Está correto, e o código persiste? voltagem direto do terminal
positivo da bateria (linha 30)
5 através dos pinos 02, 03, 08, 09
do conector de 89 pinos, recebe
voltagem direto do comutador de
ignição (linha 15) através do pino
40 do conector de 89 pinos, e
recebe sinal negativo (linha 31)
direto do terminal negativo da
bateria através dos pinos 05,
06,10, e 11 do conector de 89
pinos.
99

Passo Ação Decisão


Substituição do ECM.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM. Não – Vá para o passo 7
c. Substituir o ECM.
Nota!
d. O código de falha persiste?
6 Deve-se utilizar de bom critério
técnico antes da tomada de
decisão da substituição do ECM,
pois trata-se de um componente
que usualmente é minimamente
passível de falhas que justifique
sua substituição. “Não” substituir
o ECM sem que antes esteja
aprovado nos testes dos passos 3,
4e5

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
7 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Liberar o veículo.
c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
e. Consultar novamente a memória do ECM. Veja a nota do passo 6
f. O código de falha persiste?

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo.
8 desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota:
d. As luzes de anomalia devem permanecer Veja todas as recomendações em
apagadas “Descrição da falha” na página
e. Permanecem acesas? inicial deste código.
100

SPN 084 -0: Sensor de Velocidade - Condição de velocidade excessiva do veículo.

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

084 0
OBD BLINK Dado válido, mas acima da faixa Diagnosticar e Falha interna do
DTC CODE operacional normal - nível mais reparar. ECM.
severo.
P0297 25

Visão Geral Descrição da falha

O sensor de velocidade informa a Esta falha também pode ocorrer pelas


velocidade instantânea do veículo ao seguintes razões:
tacógrafo, que por sua vez disponibiliza a - Falha interna do tacógrafo.
informação de velocidade via CAN ao ECM
- Falha interna do ECM.
para que o mesmo faça a correção da
quantidade de combustível injetado. - Curto-circuito ao terminal negativo da
bateria no sensor de velocidade
-Mau-funcionamento do sensor de
Quando a falha é detectada velocidade do veículo.

O ECM acende a luz amarela no painel de Descrição do circuito


instrumentos, e pode despotênciar o motor.
O circuito elétrico do sensor de velocidade do
veículo pertence ao diagrama elétrico do
tacógrafo.
101

Localização do Sensor de velocidade do veículo

O Sensor de velocidade está instalado na transmissão do veículo.

Valores Ideais.

O Sensor de velocidade envia sinais de frequência de aproximadamente 450 Hz para o ECM.

Ferramentas necessárias

Ferramenta de Diagnóstico
Multímetro Digital
102

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Verificação preliminar.

Sim - Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de Diagnóstico
Não - Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o código SPN 084-0 está
ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no chicote elétrico e sensor.
Sim - Vá para o passo 4
2 a. Desligar a chave de ignição.
b. Visualmente inspecione o chicote elétrico Não - Vá para o passo 3
no lado sensor e lado ECM.
c. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico.
Sim - Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconecte o chicote elétrico lado sensor e Não - Refazer o reparo
lado ECM.
3 c. Reparar o chicote elétrico. Nota!
d. O chicote elétrico está ok? Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do
dano, substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
103

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica do sensor.
Sim - Vá para o passo 5

a. Ligar a chave de ignição. Não - Verificar os fusíveis


b. Com o multímetro digital, medir a voltagem
entre o pino 1 do sensor e o terminal Nota:
positivo da bateria. O ECM é alimentado com voltagem
c. Deve indicar 24V. direto do terminal positivo da
4 d. Está correto? bateria (linha 30) através dos pinos
02, 03, 08, 09 do conector de 89
pinos, recebe voltagem direto do
comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.

Passo Ação Decisão


Teste de resposta elétrica do sensor.
Sim - Vá para o passo 7
a. Ligar a chave de ignição e acionar o
motor. Não - Vá para o passo 6
b. Instalar o multímetro digital no pino de
sinal do sensor e efetuar o teste de
5 Nota!
rodagem com o veículo.
O sinal de velocidade do veículo é
c. Durante o teste de rodagem, o sensor
fornecido ao sensor através de
deve emitir sinal de frequência maior que
uma roda dentada, ou disco
450 Hz.
imantado instalado na saída da
d. Está correto? transmissão, a quebra ou sujeira
deste componente pode ocasionar
erro de leitura da velocidade pelo
sensor.
104

Passo Ação Decisão


Substituição do sensor.
Sim – Veja a nota
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconecte o chicote elétrico do sensor. Não - Vá para o passo 7
c. Substituir o sensor
6 Nota!
d. Reinstalar o chicote elétrico no sensor.
Mau-funcionamento do tacógrafo
e. O código de falha persiste? ou painel de instrumentos com
defeito, podem gerar o código de
falha relacionado com o sensor
de velocidade.
-Se após a substituição do
sensor e seguido todas as
recomendações ainda assim o
defeito persistir, trocar o ECM.

Passo Ação Decisão


Apagar a Memória.
Sim - Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Conectar a ferramenta de Diagnóstico Não - Vá para o passo 8
7 c. Checar a memória de falhas
d. O código de falha persiste? Nota:
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Liberar o veículo.
Sim - Vá para o passo 1
a. Certificar-se de que os componentes que
foram removidos estejam em seus devidos Não - Liberar o veículo
8 lugares.
b. Acionar o motor e mantê-lo em Veja nota dos passos 5 e 6 deste
funcionamento. código de falha.
c. Verificar se as luzes de anomalia no painel
de instrumentos permanecem apagadas Veja todas as recomendações em
com o motor em funcionamento. “Descrição da falha” na página
d. Permanecem acesas? inicial deste código.
105

SPN 084 -2: Velocidade do veículo não plausível com o volume de injeção e rotação do motor

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

084 2
OBD BLINK Erro de intermitência ou dado Diagnosticar e Falha interna do
DTC CODE incorreto reparar. ECM.

P0500 25

Visão Geral Descrição da falha

O sensor de velocidade informa a Esta falha também pode ocorrer pelas


velocidade instantânea do veículo ao seguintes razões:
tacógrafo, que por sua vez disponibiliza a - Falha interna do tacógrafo.
informação de velocidade via CAN ao ECM - Falha interna do ECM.
para que o mesmo faça a correção da - Curto-circuito ao terminal negativo da
quantidade de combustível injetado. bateria no sensor de velocidade
-Mau-funcionamento do sensor de
velocidade do veículo.
Quando a falha é detectada
Descrição do circuito
O ECM acende a luz amarela no painel de
instrumentos, e pode despotênciar o motor. O circuito elétrico do sensor de velocidade do
veículo pertence ao diagrama elétrico do
tacógrafo.
106

Localização do Sensor de velocidade do veículo

O Sensor de velocidade está instalado na transmissão do veículo.

Valores Ideais.

O Sensor de velocidade envia sinais de frequência de aproximadamente 450 Hz para o ECM.

Ferramentas necessárias
Ferramenta de Diagnóstico
Multímetro Digital
107

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Verificação preliminar.

Sim - Vá para o passo 2


1 a. Desligar a chave de ignição.
b. Conectar a ferramenta de Diagnóstico
Não - Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o código SPN 084-2 está
ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no chicote elétrico e sensor.
Sim - Vá para o passo 4
2 a. Desligar a chave de ignição.
b. Visualmente inspecione o chicote elétrico Não - Vá para o passo 3
no lado sensor e lado ECM.
c. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico.
Sim - Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconecte o chicote elétrico lado sensor Não - refazer o reparo
e lado ECM.
3 c. Reparar o chicote elétrico. Nota!
d. O chicote elétrico está ok? Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do dano,
substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
108

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica do sensor.
Sim - Vá para o passo 5

a. Ligar a chave de ignição. Não - Verificar os fusíveis


b. Com o multímetro digital, medir a
voltagem entre o pino 1 do sensor e o Nota:
terminal positivo da bateria. O ECM é alimentado com voltagem
4 c. Deve indicar 24V. direto do terminal positivo da
d. Está correto? bateria (linha 30) através dos pinos
02, 03, 08, 09 do conector de 89
pinos, recebe voltagem direto do
comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.

Passo Ação Decisão


Teste de resposta elétrica do sensor.
Sim - Vá para o passo 7
a. Ligar a chave de ignição e acionar o
motor. Não - Vá para o passo 6
b. Instalar o multímetro digital no pino de
sinal do sensor e efetuar o teste de
5 Nota!
rodagem com o veículo.
O sinal de velocidade do veículo é
c. Durante o teste de rodagem, o sensor
fornecido ao sensor através de
deve emitir sinal de frequencia maior que
uma roda dentada, ou disco
450 Hz.
imantado instalado na saída da
d. Está correto? transmissão, a quebra ou sujeira
deste componente pode ocasionar
erro de leitura da velocidade pelo
sensor.
109

Passo Ação Decisão


Substituição do sensor.
Sim – Veja a nota
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconecte o chicote elétrico do sensor. Não - Vá para o passo 7
c. Substituir o sensor
d. Reinstalar o chicote elétrico no sensor. Nota!
6 e. O código de falha persiste? Mau-funcionamento do tacógrafo ou
painel de instrumentos com defeito,
podem gerar o código de falha
relacionado com o sensor de
velocidade.
-Se após a substituição do sensor e
seguido todas as recomendações
ainda assim o defeito persistir,
trocar o ECM.

Passo Ação Decisão


Apagar a Memória.
Sim - Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
7 b. Conectar a ferramenta de Diagnóstico Não - Vá para o passo 8
c. Checar a memória de falhas
d. O código de falha persiste? Nota:
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Liberar o veículo.
Sim - Vá para o passo 1
a. Certificar-se de que os componentes que
foram removidos estejam em seus Não - Liberar o veículo
devidos lugares.
8 b. Acionar o motor e mantê-lo
em Veja nota dos passos 5 e 6 deste
funcionamento. código de falha.
c. Verificar se as luzes de anomalia no
painel de instrumentos permanecem Veja todas as recomendações em
apagadas com o motor em “Descrição da falha” na página
funcionamento. inicial deste código.
d. Permanecem acesas?
110

SPN 084 -5: Sinal CAN para a velocidade do veículo não é válido

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

084 5
OBD BLINK Corrente abaixo do normal ou Diagnosticar e Falha interna do
DTC CODE circuito aberto. reparar. ECM.

P0500 25

Visão Geral
Descrição da falha
O sensor de velocidade informa a
velocidade instantânea do veículo ao Esta falha também pode ocorrer pelas
tacógrafo, que por sua vez disponibiliza a seguintes razões:
informação de velocidade via CAN ao ECM - Falha interna do tacógrafo.
para que o mesmo faça a correção da - Falha interna do ECM.
quantidade de combustível injetado. - Curto-circuito ao terminal negativo da
bateria no sensor de velocidade
-Mau-funcionamento do sensor de
Quando a falha é detectada velocidade do veículo.

O ECM acende a luz amarela no painel de Descrição do circuito


instrumentos, e pode despotênciar o motor.
O circuito elétrico do sensor de velocidade do
veículo pertence ao diagrama elétrico do
tacógrafo.
111

Localização do Sensor de velocidade do veículo

O Sensor de velocidade está instalado na transmissão do veículo.

Valores Ideais.

O Sensor de velocidade envia sinais de frequência de aproximadamente 450 Hz para o ECM.

Ferramentas necessárias
Ferramenta de Diagnóstico
Multímetro Digital
112

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Verificação preliminar.

Sim - Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de Diagnóstico
Não - Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o código SPN 084-5 está
ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no chicote elétrico e sensor.
Sim - Vá para o passo 4
2 a. Desligar a chave de ignição.
b. Visualmente inspecione o chicote elétrico Não - Vá para o passo 3
no lado sensor e lado ECM.
c. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico.
Sim - Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconecte o chicote elétrico lado sensor e Não - refazer o reparo
lado ECM. Nota!
3 c. Reparar o chicote elétrico. Avalie a proporção do dano
d. O chicote elétrico está ok? causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do
dano, substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações
em “Descrição da falha” na
página inicial deste código.
113

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica do sensor.
Sim - Vá para o passo 5

a. Ligar a chave de ignição. Não - Verificar os fusíveis


b. Com o multímetro digital, medir a voltagem
entre o pino 1 do sensor e o terminal Nota:
positivo da bateria. O ECM é alimentado com voltagem
c. Deve indicar 24V. direto do terminal positivo da
4 d. Está correto? bateria (linha 30) através dos pinos
02, 03, 08, 09 do conector de 89
pinos, recebe voltagem direto do
comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.

Passo Ação Decisão


Teste de resposta elétrica do sensor.
Sim - Vá para o passo 7
a. Ligar a chave de ignição e acionar o
motor. Não - Vá para o passo 6
b. Instalar o multímetro digital no pino de
sinal do sensor e efetuar o teste de
Nota!
rodagem com o veículo.
5 O sinal de velocidade do veículo é
c. Durante o teste de rodagem, o sensor
fornecido ao sensor através de
deve emitir sinal de frequência maior que
uma roda dentada, ou disco
450 Hz.
imantado instalado na saída da
d. Está correto? transmissão, a quebra ou sujeira
deste componente pode ocasionar
erro de leitura da velocidade pelo
sensor.
114

Passo Ação Decisão


Substituição do sensor.
Sim – Veja a nota
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconecte o chicote elétrico do sensor. Não - Vá para o passo 7
c. Substituir o sensor
d. Reinstalar o chicote elétrico no sensor. Nota!
6 e. O código de falha persiste? Mau-funcionamento do tacógrafo
ou painel de instrumentos com
defeito, podem gerar o código de
falha relacionado com o sensor
de velocidade.
-Se após a substituição do
sensor e seguido todas as
recomendações ainda assim o
defeito persistir, trocar o ECM.

Passo Ação Decisão


Apagar a Memória.
Sim - Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Conectar a ferramenta de Diagnóstico Não - Vá para o passo 8
7 c. Checar a memória de falhas
d. O código de falha persiste? Nota:
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Liberar o veículo.
Sim - Vá para o passo 1
a. Certificar-se de que os componentes que
foram removidos estejam em seus devidos Não - Liberar o veículo
lugares.
8 b. Acionar o motor e mantê-lo em Veja nota dos passos 5 e 6 deste
funcionamento. código de falha.
c. Verificar se as luzes de anomalia no painel
de instrumentos permanecem apagadas Veja todas as recomendações em
com o motor em funcionamento. “Descrição da falha” na página
d. Permanecem acesas? inicial deste código.
115

SPN 091-2: Incompatibilidade entre o sensor de posição do pedal do acelerador com o interruptor
de freio (APS1).

SPN FMI Condição Critério selecionado Causa provável

091 2
OBD BLINK Erro de intermitência ou dado Diagnosticar e reparar. Erro de plausibilidade
DTC CODE incorreto com o interruptor de
freio.
P2299 169

Visão geral Descrição da falha

O sensor de posição do pedal acelerador é Esta falha também pode ocorrer pelas
um potenciômetro rotativo, que aciona um seguintes razões:
contato deslizante, que se move ao longo de - Mau-funcionamento do interruptor de freio.
uma trilha de resistência elétrica. Através do
- Mau-funcionamento do potenciometro 1 do
sinal do sensor de posição do pedal do
sensor de posição do pedal do acelerador.
acelerador, O ECM reconhece a posição do
pedal do acelerador do veículo. A informação - Curto-circuito entre o fio de sinal do chicote
do sensor de posição do pedal do acelerador elétrico do sensor e o terra de qualquer outro
é utilizada pelo ECM para calcular a rotação sensor no interior do chicote elétrico principal
do motor em marcha lenta e o ângulo de do veículo.
inicio de injeção de combustível. Caso ocorra - Erro de plausibilidade entre o sinal de
uma falha no sinal do sensor de posição do resposta elétrica dos potenciometros 1 do
pedal do acelerador, o ECM limita a rotação sensor e o interruptor de freio.
do motor à condição de marcha lenta e inibe
a função do pedal. Descrição do circuito.

Quando a falha é capturada


O sensor de posição do pedal do acelerador é
alimentado com 5 volts através dos pinos 82
O ECM causa o acendimento da luz de (potenciômetro 1 do sensor do pedal) e pino
anomalia amarela no painel de instrumentos e 84 (potenciômetro 2 do sensor do pedal) ,
pode ativar o modo de despotenciamento do recebe sinal de terra através dos pinos 78
motor. (potenciômetro 1 do sensor do pedal) e pino
76 (potenciômetro 2 do sensor do pedal),
emite sinal de resposta elétrica através do
pino 79 (potenciômetro 1 do sensor do pedal)
e pino 80 (potenciômetro 2 do sensor do
pedal) do conector de 89 pinos do ECM.
116

Localização do sensor de posição do pedal do acelerador.

O sensor de posição do pedal do acelerador está instalado no pedal do acelerador.

Valores Ideais.

O sensor de posição do pedal do acelerador é alimentado com 5 volts e envia sinal de resposta
elétrica ao ECM da ordem de 0 a 4,7 volts

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
117

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 9
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 091-2 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no ECM e chicote elétrico do sensor.
2 Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico lado ECM e Não– Vá para o passo 3
lado sensor do pedal do acelerador.
c. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Medição de continuidade no chicote elétrico do
sensor. Sim – Vá para o passo 5

a. Desligar a chave de ignição. Não – Vá para o passo 4.


b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM e
lado sensor do pedal do acelerador. Nota!
c. Com o multímetro digital, medir Meça também continuidade entre
continuidade no chicote elétrico, entre o os fios do conector elétrico do
3 lado sensor e lado ECM. sensor, pois pode ocorrer de
d. O chicote eletrico está ok? estarem em curto-circuito
ocasionando aterramento do
sinal elétrico enviado ao ECM.
O teste de continuidade deve ser
realizado também entre os
terminais negativo e positivo da
bateria em relação ao chicote, e
neste caso não deve ter
continuidade.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
118

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico do sensor.
Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM e Não – refazer o reparo.
lado sensor do pedal do acelerador.
4 c. Reparar o chicote elétrico do sensor. Nota!
d. O chicote elétrico está ok? Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do dano,
substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica do sensor de posição do
pedal do acelerador. Sim – Vá para o passo 6

Não – Verificar alimentação do


a. Ligar a chave de ignição. ECM.
b. Com o multímetro digital, medir a voltagem
entre os pinos 78 (terra) e 82 (alimentação Nota!
potênciometro 1) e entre os pinos 76 (terra) O ECM é alimentado com voltagem
e 84 (alimentação potenciômetro 2) do direto do terminal positivo da
5 conector de 89 pinos do ECM. bateria (linha 30) através dos pinos
c. Deve apresentar 5 volts. 02, 03, 08, 09 do conector de 89
pinos, recebe voltagem direto do
a. Está correto? comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.
119

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do potenciômetro 1 do
sensor de posição do pedal do acelerador com Sim – Vá para o passo 7
o pedal solto e aplicado.
Não – Substituir o sensor do
a. Ligar a chave de ignição. pedal do acelerador.
b. Com o multímetro digital, medir a voltagem
entre os pinos 78 e 79 do conector de 89 Nota!
pinos do ECM).
6 Com o multímetro instalado entre
c. Com o pedal do acelerador solto, deve os pinos 78 e 79, e 76 e 80 aplicar
apresentar de 0.650 a 0.850 Volt. lentamente o pedal do acelerador
d. Com o pedal do acelerador totalmente da condição de marcha lenta até
aplicado, deve apresentar de 4.1 a 4.7 V. plena carga. A voltagem deve
Está correto? variar progressivamente sem
interrupção durante todo o curso.
Caso ocorra interrupção do sinal,
é indicio de que a pista do
potenciômetro está rompida ou
com mau-contato.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
120

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do potenciômetro 2 do
sensor de posição do pedal do acelerador com Sim – Vá para o passo 8
o pedal solto e aplicado.
Não – Substituir o sensor do
a. Ligar a chave de ignição. pedal do acelerador.
b. Com o multímetro digital instalado entre os
pinos 48 e 78 do conector de 89 pinos do Atenção:
ECM), medir a resposta elétrica.
Antes de efetuar a substituição do
c. Com o pedal do acelerador solto, deve pedal do acelerador, cuidar de não
7 apresentar de 0,325 a 0,400 volt. aplicar outro modelo de pedal com
d. Com o pedal do acelerador aplicado, deve característica técnica diferente
apresentar de 2,40 a 2,65 volts. daquele que fora removido do
e. Está correto? veículo. (exemplo: substituir por
engano um pedal que possui um
potenciômetro e um interruptor de
marcha lenta por outro que possui
dois potenciômetros). Caso isso
venha ocorrer, o motor não irá
acelerar, e esta ação poderá
causar danos ao ECM. Ficar atento
ao código da peça no momento da
substituição.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Teste de curto-circuito entre o chicote eletrico
do sensor de posição do pedal do acelerador e
o interruptor de freio.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 9


b. Desconectar o chicote eletrico lado ECM e
lado sensor, do sensor de posição do Não – Reparar o curto-circuito
8
pedal do acelerador e interruptor do pedal entre os chicotes eletricos.
de freio.
c. Com o multímetro digital, medir
continuidade entre os chicotes eletricos do
sensor de posição do pedal do acelerador
e interruptor do pedal de freio, no conector
de 89 pinos do ECM.
d. Não deverá ter continuidade.
e. Está correto?
121

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 10.
c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
9 e. Consultar novamente a memória do ECM. Antes de retornar ao passo 1,
f. O código de falha persiste? verificar o funcionamento do
interruptor do pedal de
embreagem, pois, falha neste
interruptore também pode gerar
erro de plausibilidade com o
sensor de posição do pedal do
acelerador. Veja todas as
recomendações em “Descrição da
falha” na página inicial deste
código.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
10 b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo
desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota!
d. As luzes de anomalia devem permanecer Veja todas as recomendações em
apagadas “Descrição da falha” na página
e. Permanecem acesas? inicial deste código.
122

SPN 091-2: Faixa de desempenho do circuito “A” do sensor de posição do pedal do acelerador
(APS1).

Critério
SPN FMI Condição Causa provavel
selecionado

091 2 Erro de plausibilidade


OBD BLINK Erro de intermitência ou dado Diagnosticar e com o potenciômetro
DTC CODE incorreto reparar. 2 do sensor de
posição do pedal do
P0121 23 acelerador.

Visão geral Descrição da falha

O sensor de posição do pedal acelerador é Esta falha também pode ocorrer pelas
um potenciômetro rotativo, que aciona um seguintes razões:
contato deslizante, que se move ao longo de - Mau-funcionamento do potenciômetro 2 do
uma trilha de resistência elétrica. Através do sensor de posição do pedal do acelerador.
sinal do sensor de posição do pedal do
- Mau-funcionamento do potenciômetro 1 do
acelerador, O ECM reconhece a posição do
sensor de posição do pedal do acelerador.
pedal do acelerador do veículo. A informação
do sensor de posição do pedal do acelerador - Curto-circuito entre o fio de sinal do chicote
é utilizada pelo ECM para calcular a rotação elétrico do sensor e o terra de qualquer outro
do motor em marcha lenta e o ângulo de sensor no interior do chicote elétrico principal
inicio de injeção de combustível. Caso ocorra do veículo.
uma falha no sinal do sensor de posição do - Erro de plausibilidade entre os sinais de
pedal do acelerador, o ECM limita a rotação resposta elétrica dos potenciômetros 1 e 2 do
do motor à condição de marcha lenta e inibe sensor de posição do pedal do acelerador.
a função do pedal.
Descrição do circuito.
Quando a falha é capturada
O sensor de posição do pedal do acelerador é
O ECM causa o acendimento da luz de alimentado com 5 volts através dos pinos 82
anomalia amarela no painel de instrumentos e (potenciômetro 1 do sensor do pedal) e pino 84
pode ativar o modo de despotenciamento do (potenciômetro 2 do sensor do pedal) , recebe
motor. sinal de terra através dos pinos 78
(potenciômetro 1 do sensor do pedal) e pino 76
(potenciômetro 2 do sensor do pedal), emite
sinal de resposta elétrica através do pino 79
(potenciômetro 1 do sensor do pedal) e pino 80
(potenciômetro 2 do sensor do pedal) do
conector de 89 pinos do ECM.
123

Localização do sensor de posição do pedal do acelerador.

O sensor de posição do pedal do acelerador está instalado no pedal do acelerador.

Valores Ideais.

O sensor de posição do pedal do acelerador é alimentado com 5 volts e envia sinal de resposta
elétrica ao ECM da ordem de 0 a 4,7 volts.

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
Teste de polaridade.
124

Gráfico de Diagnóstico.

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 8
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 091-2 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no ECM e chicote elétrico do sensor.
Sim – Vá para o passo 5
2 a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico lado ECM e Não– Vá para o passo 3
lado sensor do pedal do acelerador.
c. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Medição de continuidade no chicote elétrico do
sensor. Sim – Vá para o passo 5

a. Desligar a chave de ignição. Não – Vá para o passo 4.


b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM e
lado sensor do pedal do acelerador. Nota!
c. Com o multímetro digital, medir Meça também continuidade entre
continuidade no chicote elétrico, entre o os fios do conector elétrico do
lado sensor e lado ECM. sensor, pois pode ocorrer de
3 estarem em curto-circuito
d. O chicote eletrico está ok? ocasionando aterramento do sinal
elétrico enviado ao ECM.
O teste de continuidade deve ser
realizado também entre os
terminais negativo e positivo da
bateria em relação ao chicote, e
neste caso não deve ter
continuidade.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
125

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico do sensor.
Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM e Não – refazer o reparo.
4 lado sensor do pedal do acelerador.
c. Reparar o chicote elétrico do sensor. Nota!
d. O chicote elétrico está ok? Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do dano,
substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica do sensor de posição do
pedal do acelerador.
Sim – Vá para o passo 6

5 a. Ligar a chave de ignição. Não – Verificar alimentação do


b. Com o multímetro digital, medir a voltagem ECM.
entre os pinos 78 (terra) e 82 (alimentação
potenciômetro 1) e entre os pinos 76 (terra) Nota!
e 84 (alimentação potenciômetro 2) do O ECM é alimentado com voltagem
conector de 89 pinos do ECM. direto do terminal positivo da
c. Deve apresentar 5 volts. bateria (linha 30) através dos pinos
02, 03, 08, 09 do conector de 89
a. Está correto? pinos, recebe voltagem direto do
comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.
126

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do potenciômetro 1 do
sensor de posição do pedal do acelerador com Sim – Vá para o passo 7
o pedal solto e aplicado.
Não – Substituir o sensor do
a. Ligar a chave de ignição. pedal do acelerador.
b. Com o multímetro digital, medir a voltagem
entre os pinos 78 e 79 do conector de 89
Nota!
pinos do ECM).
Com o multímetro instalado entre
c. Com o pedal do acelerador solto, deveos pinos 78 e 79, e 76 e 80 aplicar
apresentar de 0.650 a 0.850 volt. lentamente o pedal do acelerador
6 d. Com o pedal do acelerador totalmente da condição de marcha lenta até
aplicado, deve apresentar de 4.1 a plena carga. A voltagem deve
4.7volts. variar progressivamente sem
Está correto? interrupção durante todo o curso.
Caso ocorra interrupção do sinal,
é indicio de que a pista do
potenciômetro está rompida ou
com mau-contato.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
127

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do potenciômetro 2 do
sensor de posição do pedal do acelerador Sim – Vá para o passo 8
com o pedal solto e aplicado.
Não – Substituir o sensor do
a. Ligar a chave de ignição. pedal do acelerador.
b. Com o multímetro digital instalado entre
os pinos 48 e 78 do conector de 89 pinos Atenção:
do ECM), medir a resposta elétrica.
Antes de efetuar a substituição do
c. Com o pedal do acelerador solto, deve pedal do acelerador, cuidar de não
apresentar de 0,325 a 0,400 volt. aplicar outro modelo de pedal com
7 d. Com o pedal do acelerador aplicado, deve característica técnica diferente
apresentar de 2,40 a 2,65 volts. daquele que fora removido do
e. Está correto? veículo. (exemplo: substituir por
engano um pedal que possui um
potenciômetro e um interruptor de
marcha lenta por outro que possui
dois potenciômetros). Caso isso
venha ocorrer, o motor não irá
acelerar, e esta ação poderá
causar danos ao ECM. Ficar atento
ao código da peça no momento da
substituição.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Teste de curto-circuito entre o chicote eletrico
dos potenciômetros 1 e 2 do sensor de
posição do pedal do acelerador. Sim – Vá para o passo 9

a. Desligar a chave de ignição. Não – Reparar o curto-circuito


b. Desconectar o chicote eletrico lado ECM entre os chicotes eletricos.
e lado sensor de posição do pedal do
8
acelerador.
c. Com o multímetro digital, medir
continuidade entre os chicotes eletricos
dos potenciômetros 1 e 2 do sensor de
posição do pedal do, no conector de 89
pinos do ECM.
d. Não deverá ter continuidade.
a. Está correto?
128

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 10.
c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
e. Consultar novamente a memória do ECM. Antes de retornar ao passo 1,
verificar o funcionamento do
9 f. O código de falha persiste?
interruptor do pedal de
embreagem, pois, falha neste
interruptore também pode gerar
erro de plausibilidade com o
sensor de posição do pedal do
acelerador. Veja todas as
recomendações em “Descrição da
falha” na página inicial deste
código.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
10 b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo
desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota!
d. As luzes de anomalia devem permanecer Veja todas as recomendações em
apagadas “Descrição da falha” na página
e. Permanecem acesas? inicial deste código.
129

SPN 091-3: Voltagem acima do limite superior no potenciômetro 1 do sensor de posição do pedal
do acelerador (APS1).

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

091 3 Voltagem alta no


OBD BLINK Voltagem acima do normal ou Diagnosticar e potenciômetro 1 do
DTC CODE curto-circuito ao positivo. reparar. sensor de posição do
pedal do acelerador.
P0123 23

Visão geral Descrição da falha

O sensor de posição do pedal acelerador é um Esta falha também pode ocorrer pelas
potenciômetro rotativo, que aciona um contato seguintes razões:
deslizante, que se move ao longo de uma trilha - Mau-funcionamento do potenciômetro 1 do
de resistência elétrica. Através do sinal do sensor de posição do pedal do acelerador.
sensor de posição do pedal do acelerador, O
- Chicote elétrico rompido
ECM reconhece a posição do pedal do
acelerador do veículo. A informação do sensor - Curto-circuito entre o fio de sinal do chicote
de posição do pedal do acelerador é utilizada elétrico do sensor e o positivo de qualquer
pelo ECM para calcular a rotação do motor em outro sensor no interior do chicote elétrico
marcha lenta e o ângulo de inicio de injeção de principal do veículo.
combustível. Caso ocorra uma falha no sinal
do sensor de posição do pedal do acelerador, o Descrição do circuito.
ECM limita a rotação do motor à condição de
marcha lenta e inibe a função do pedal.
O sensor de posição do pedal do acelerador é
alimentado com 5 volts através dos pinos 82
Quando a falha é capturada (potenciômetro 1 do sensor do pedal) e pino 84
(potenciômetro 2 do sensor do pedal) , recebe
O ECM causa o acendimento da luz de sinal de terra através dos pinos 78
anomalia amarela no painel de instrumentos e (potenciômetro 1 do sensor do pedal) e pino 76
pode ativar o modo de despotenciamento do (potenciômetro 2 do sensor do pedal), emite
motor. sinal de resposta elétrica através do pino 79
(potenciômetro 1 do sensor do pedal) e pino 80
(potenciômetro 2 do sensor do pedal) do
conector de 89 pinos do ECM.
130

Localização do sensor de posição do pedal do acelerador.

O sensor de posição do pedal do acelerador está instalado no pedal do acelerador.

Valores Ideais.

O sensor de posição do pedal do acelerador é alimentado com 5 volts e envia sinal de resposta
elétrica ao ECM da ordem de 0 a 4,7 volts.

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
Teste de polaridade.
131

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 8
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 091-3 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no ECM e chicote elétrico do sensor.
2 Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico lado ECM e Não– Vá para o passo 3
lado sensor do pedal do acelerador.
c. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Medição de continuidade no chicote elétrico
do sensor. Sim – Vá para o passo 5
Não – Vá para o passo 4.
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM Nota!
e lado sensor do pedal do acelerador. Meça também continuidade entre
c. Com o multímetro digital, medir os fios do conector elétrico do
continuidade no chicote elétrico, entre o sensor, pois pode ocorrer de
lado sensor e lado ECM. estarem em curto-circuito
3 ocasionando aterramento do sinal
d. O chicote eletrico está ok?
elétrico enviado ao ECM.
O teste de continuidade deve ser
realizado tambem entre os
terminais negativo e positivo da
bateria em relação ao chicote, e
neste caso não deve ter
continuidade.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
132

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico do sensor.
Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM e Não – refazer o reparo.
lado sensor do pedal do acelerador.
4 c. Reparar o chicote elétrico do sensor. Nota!
d. O chicote elétrico está ok? Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do dano,
substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica do sensor de posição do
pedal do acelerador.

Sim – Vá para o passo 6


a. Ligar a chave de ignição.
b. Com o multímetro digital, medir a voltagem Não – Verificar alimentação do
entre os pinos 78 (terra) e 82 (alimentação ECM.
potenciômetro 1) e entre os pinos 76 (terra)
e 84 (alimentação potenciômetro 2) do Nota!
conector de 89 pinos do ECM. O ECM é alimentado com voltagem
5 c. Deve apresentar 5 volts. direto do terminal positivo da
bateria (linha 30) através dos pinos
d. Está correto?
02, 03, 08, 09 do conector de 89
pinos, recebe voltagem direto do
comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.
133

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do sensor de posição do
pedal do acelerador com o pedal desaplicado. Sim – Vá para o passo 7

a. Ligar a chave de ignição. Não – Substituir o sensor do


b. Com o multímetro digital, medir a voltagem pedal do acelerador.
entre os pinos 78 e 79 do conector de 89
pinos do ECM). Nota!
c. Com o pedal do acelerador solto, deve Com o multímetro instalado entre
apresentar de 0.650 a 0.850 volt. os pinos 78 e 79, e 76 e 80 aplicar
6
d. Com o pedal do acelerador totalmente lentamente o pedal do acelerador
aplicado, deve apresentar de 4.1 a da condição de marcha lenta até
4.7volts. plena carga. A voltagem deve
Está correto? variar progressivamente sem
interrupção durante todo o curso.
Caso ocorra interrupção do sinal,
é indicio de que a pista do
potenciômetro está rompida ou
com mau-contato.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
134

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do potenciômetro 2 do
sensor de posição do pedal do acelerador com Sim – Vá para o passo 8
o pedal solto e aplicado.
Não – Substituir o sensor do
a. Ligar a chave de ignição. pedal do acelerador.
b. Com o multímetro digital instalado entre os
pinos 48 e 78 do conector de 89 pinos do Atenção:
ECM), medir a resposta elétrica.
Antes de efetuar a substituição do
c. Com o pedal do acelerador solto, deve pedal do acelerador, cuidar de não
apresentar de 0,325 a 0,400 volt. aplicar outro modelo de pedal com
d. Com o pedal do acelerador aplicado, deve característica técnica diferente
apresentar de 2,40 a 2,65 volts. daquele que fora removido do
e. Está correto? veículo. (exemplo: substituir por
7 engano um pedal que possui um
potenciômetro e um interruptor de
marcha lenta por outro que possui
dois potenciômetros). Caso isso
venha ocorrer, o motor não irá
acelerar, e esta ação poderá
causar danos ao ECM. Ficar atento
ao código da peça no momento da
substituição.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Teste de curto-circuito entre o chicote elétrico
dos potenciômetros 1 e 2 do sensor de
posição do pedal do acelerador. Sim – Vá para o passo 9

a. Desligar a chave de ignição. Não – Reparar o curto-circuito entre


b. Desconectar o chicote eletrico lado ECM e os chicotes eletricos.
lado sensor de posição do pedal do
acelerador.
8
c. Com o multímetro digital, medir
continuidade entre os chicotes eletricos
dos potenciômetros 1 e 2 do sensor de
posição do pedal do, no conector de 89
pinos do ECM.
d. Não deverá ter continuidade.
e. Está correto?
135

Passo Ação Decisão


Apagar memória.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 1


b. Conectar a ferramenta de diagnose.
c. Ligar a chave de ignição. Não – Vá para o passo 10.
d. Efetuar o apagamento da memória.
e. Consultar novamente a memória do ECM. Nota!
f. O código de falha persiste? Antes de retornar ao passo 1,
verificar o funcionamento do
9
interruptor do pedal de
embreagem, pois, falha neste
interruptore tambem pode gerar
erro de plausibilidade com o
sensor de posição do pedal do
acelerador. Veja todas as
recomendações em “Descrição da
falha” na página inicial deste
código.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 1


b. Certificar-se de que os componentes
10 desmontados foram reinstalados. Não – liberar o veículo
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando.
d. As luzes de anomalia devem permanecer Nota!
apagadas Veja todas as recomendações em
e. Permanecem acesas? “Descrição da falha” na página
inicial deste código.
136

SPN 091-4: Voltagem abaixo do limite inferior no potenciômetro 1 do sensor de posição do pedal
do acelerador (APS1).

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

091 4 Voltagem baixa no


OBD BLINK Voltagem abaixo do normal ou Diagnosticar e potenciômetro 1 do
DTC CODE curto-circuito ao negativo. reparar. sensor de posição do
pedal do acelerador.
P0122 23

Visão geral Descrição da falha

O sensor de posição do pedal acelerador é um Esta falha também pode ocorrer pelas
potenciômetro rotativo, que aciona um contato seguintes razões:
deslizante, que se move ao longo de uma trilha - Mau-funcionamento do potenciômetro 1 do
de resistência elétrica. Através do sinal do sensor de posição do pedal do acelerador.
sensor de posição do pedal do acelerador, O
- Chicote elétrico rompido
ECM reconhece a posição do pedal do
acelerador do veículo. A informação do sensor - Curto-circuito entre o fio de sinal do chicote
de posição do pedal do acelerador é utilizada elétrico do sensor e o positivo de qualquer
pelo ECM para calcular a rotação do motor em outro sensor no interior do chicote elétrico
marcha lenta e o ângulo de inicio de injeção de principal do veículo.
combustível. Caso ocorra uma falha no sinal
do sensor de posição do pedal do acelerador, o Descrição do circuito.
ECM limita a rotação do motor à condição de
marcha lenta e inibe a função do pedal.
O sensor de posição do pedal do acelerador é
alimentado com 5 volts através dos pinos 82
Quando a falha é capturada (potenciômetro 1 do sensor do pedal) e pino 84
(potenciômetro 2 do sensor do pedal) , recebe
O ECM causa o acendimento da luz de sinal de terra através dos pinos 78
anomalia amarela no painel de instrumentos e (potenciômetro 1 do sensor do pedal) e pino 76
pode ativar o modo de despotenciamento do (potenciômetro 2 do sensor do pedal), emite
motor. sinal de resposta elétrica através do pino 79
(potenciômetro 1 do sensor do pedal) e pino 80
(potenciômetro 2 do sensor do pedal) do
conector de 89 pinos do ECM.
137

Localização do sensor de posição do pedal do acelerador.

O sensor de posição do pedal do acelerador está instalado no pedal do acelerador.

Valores Ideais.

O sensor de posição do pedal do acelerador é alimentado com 5 volts e envia sinal de resposta
elétrica ao ECM da ordem de 0 a 4,7 volts.

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
Teste de polaridade.
138

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 8
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 091-4 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no ECM e chicote elétrico do sensor.
Sim – Vá para o passo 5
2 a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico lado ECM e Não– Vá para o passo 3
lado sensor do pedal do acelerador.
c. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Medição de continuidade no chicote elétrico do
sensor. Sim – Vá para o passo 5

a. Desligar a chave de ignição. Não – Vá para o passo 4


b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM e
Nota!
lado sensor do pedal do acelerador.
Meça também continuidade entre
c. Com o multímetro digital, medir
os fios do conector elétrico do
continuidade no chicote elétrico, entre o
sensor, pois pode ocorrer de
lado sensor e lado ECM.
3 estarem em curto-circuito
d. O chicote eletrico está ok? ocasionando aterramento do sinal
elétrico enviado ao ECM.
O teste de continuidade deve ser
realizado também entre os
terminais negativo e positivo da
bateria em relação ao chicote, e
neste caso não deve ter
continuidade.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
139

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico do sensor.
Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM Não – Refazer o reparo.
e lado sensor do pedal do acelerador.
c. Reparar o chicote elétrico do sensor. Nota!
4 d. O chicote elétrico está ok? Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do dano,
substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica do sensor de posição do
pedal do acelerador.
Sim – Vá para o passo 6

a. Ligar a chave de ignição. Não – Verificar alimentação do ECM.


b. Com o multímetro digital, medir a
voltagem entre os pinos 78 (terra) e 82 Nota!
(alimentação potenciômetro 1) e entre os O ECM é alimentado com voltagem
pinos 76 (terra) e 84 (alimentação direto do terminal positivo da
5 potenciômetro 2) do conector de 89 pinos bateria (linha 30) através dos pinos
do ECM. 02, 03, 08, 09 do conector de 89
c. Deve apresentar 5 volts. pinos, recebe voltagem direto do
comutador de ignição (linha 15)
d. Está correto?
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector de
89 pinos.
140

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do sensor de posição do
pedal do acelerador com o pedal Sim – Vá para o passo 7
desaplicado.
Não – Substituir o sensor do pedal do
a. Ligar a chave de ignição. acelerador.
b. Com o multímetro digital, medir a
voltagem entre os pinos 78 e 79 do Nota!
conector de 89 pinos do ECM).
Com o multímetro instalado entre
c. Com o pedal do acelerador solto, deveos pinos 78 e 79, e 76 e 80 aplicar
apresentar de 0.650 a 0.850 volt. lentamente o pedal do acelerador da
6 d. Com o pedal do acelerador totalmente condição de marcha lenta até plena
aplicado, deve apresentar de 4.1 a carga. A voltagem deve variar
4.7volts. progressivamente sem interrupção
Está correto? durante todo o curso. Caso ocorra
interrupção do sinal, é indicio de
que a pista do potenciômetro está
rompida ou com mau-contato.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
141

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do potenciômetro 2 do
sensor de posição do pedal do acelerador Sim – Vá para o passo 8
com o pedal solto e aplicado.
Não – Substituir o sensor do pedal
a. Ligar a chave de ignição. do acelerador.
b. Com o multímetro digital instalado entre
os pinos 48 e 78 do conector de 89 pinos Atenção:
do ECM), medir a resposta elétrica.
Antes de efetuar a substituição do
c. Com o pedal do acelerador solto, deve pedal do acelerador, cuidar de não
apresentar de 0,325 a 0,4000 volt. aplicar outro modelo de pedal com
d. Com o pedal do acelerador aplicado, característica técnica diferente
7 deve apresentar de .2,40 a 2,65 volts. daquele que fora removido do
e. Está correto? veículo. (exemplo: substituir por
engano um pedal que possui um
potenciômetro e um interruptor de
marcha lenta por outro que possui
dois potenciômetros). Caso isso
venha ocorrer, o motor não irá
acelerar, e esta ação poderá causar
danos ao ECM. Ficar atento ao
código da peça no momento da
substituição.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Teste de curto-circuito entre o chicote
eletrico dos potenciômetros 1 e 2 do sensor
de posição do pedal do acelerador. Sim – Vá para o passo 9

a. Desligar a chave de ignição. Não – Reparar o curto-circuito entre


b. Desconectar o chicote eletrico lado ECM os chicotes eletricos.
e lado sensor de posição do pedal do
8
acelerador.
c. Com o multímetro digital, medir
continuidade entre os chicotes eletricos
dos potenciômetros 1 e 2 do sensor de
posição do pedal do, no conector de 89
pinos do ECM.
d. Não deverá ter continuidade.
e. Está correto?
142

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 10.
c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
9 e. Consultar novamente a memória do Antes de retornar ao passo 1,
ECM. verificar o funcionamento do
f. O código de falha persiste? interruptor do pedal de embreagem,
pois, falha neste interruptore
também pode gerar erro de
plausibilidade com o sensor de
posição do pedal do acelerador.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo
desmontados foram reinstalados.
10 c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota!
d. As luzes de anomalia devem permanecer Veja todas as recomendações em
apagadas “Descrição da falha” na página
e. Permanecem acesas? inicial deste código.
143

SPN 097-3: Voltagem acima do limite superior no sensor de presença de água no combustível
(WIF).

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

097 3
OBD BLINK Voltagem acima do normal ou curto- Diagnosticar e Indicação de
DTC CODE circuito ao positivo. reparar. presença água
no combustível.
P2267 186

Visão geral. Descrição da falha

O sensor WIF informa ao ECM presença de Esta falha também pode ocorrer pelas
água no combustível. Ao reconhecer o sinal seguintes razões:
enviado pelo sensor, o ECM causa o - Presença de água no combustível
acendimento da luz de advertência de -Mau-funcionamento do sensor de presença
presença de água no combustível no painel de água no combustível.
de instrumentos.
- Chicote elétrico rompido
Quando a falha é capturada. - Curto-circuito entre o fio de sinal do chicote
elétrico do sensor e o positivo de qualquer
O ECM causa o acendimento da luz amarela outro sensor no interior do chicote elétrico
e amarela de anomalia no painel de principal do veículo.
instrumentos.
Descrição do circuito.

O sensor de presença de água no


combustível WIF é alimentado com 5 volts
através dos pinos 25, recebe sinal de terra
através do pino 24 do conector de 89 pinos do
ECM.

temperatura do ar ata
144

Localização do sensor de presença de água no combustível (WIF).

O sensor de presença de água no combustível está localizado no fundo do filtro de combustível.

Valores Ideais.

Quando de presença de água no combustível a voltagem de resposta do sensor é igual a 2,40


volts, em condições de ausência de água no combustível a voltagem é igual a 2,90 volts

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
145

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 097-3 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no chicote elétrico e no sensor.
Sim – Vá para o passo 4
2 a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico e conector Não –Vá para o passo 3
lados sensor de presença de água no
combustível e ECM.
c. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico do sensor.
Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico. Não – Refaça o reparo
c. Reparar o chicote rompido ou em curto.
3 Nota!
d. Chicote ok?
Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do
dano, substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
146

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica do sensor de presença de
água no combustível.
Sim – Vá para o passo 5

a. Desligar a chave de ignição. Não – Verificar fusíveis


b. Desconectar o chicote elétrico lado sensor
c. Ligar a chave de ignição. Nota!
O ECM é alimentado com
d. Com o multímetro, medir a voltagem no voltagem direto do terminal
4 sensor de presença de água no positivo da bateria (linha 30)
combustível. através dos pinos 02, 03, 08, 09 do
e. Deve apresentar 5 volts. conector de 89 pinos, recebe
f. Está correto? voltagem direto do comutador de
ignição (linha 15) através do pino
40 do conector de 89 pinos, e
recebe sinal negativo (linha 31)
direto do terminal negativo da
bateria através dos pinos 05,
06,10, e 11 do conector de 89
pinos.

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do sensor de presença de
água no combustível.

a. Ligar a chave de ignição Sim – Vá para o passo 7


b. Com o multímetro digital, medir a resposta
5 elétrica do sensor de presença de água no Não – Vá para o passo 6
combustível.
c. Com ausência de água no combustível,
deve apresentar 2,90 volts.
d. Com presença de água no combustível,
deve apresentar 2,40 volts.
e. Está correto?
147

Passo Ação Decisão


Substituição do sensor.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 1


6 b. Desconectar o chicote elétrico do sensor de
Presença de água no combustível. Não – Vá para o passo 7
c. Substituir o sensor.
Nota:
d. Reinstalar o chicote elétrico do sensor.
Cerificar-se da qualidade do
e. O código de falha persiste? combustível quanto a
contaminação por água na
rede de abastecimento.

Passo Ação Decisão


Apagar memória.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 1


7 b. Conectar a ferramenta de diagnose.
Não – Vá para o passo 8
c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória.
Nota:
e. Consultar novamente a memória do ECM.
Cerificar-se da qualidade do
f. O código de falhas persiste? combustível quanto a
contaminação por água na
rede de abastecimento.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Veja a nota nos passos
a. Desligar a chave de ignição. 6e7
b. Certificar-se de que os componentes
8 desmontados foram reinstalados. Não – Liberar o veículo.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando.
d. As luzes de anomalia devem permanecer Nota:
apagadas Veja todas as recomendações
e. Permanecem acesas? em “Descrição da falha” na
página inicial deste código.
148

SPN 097-4: Voltagem abaixo do limite inferior no sensor de presença de água no combustível
(WIF).

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

097 4
OBD BLINK Voltagem abaixo do normal ou curto- Diagnosticar e Indicação de
DTC CODE circuito ao negativo. reparar. presença água no
combustível.
P2266 186

Visão geral. Descrição da falha

O sensor WIF informa ao ECM presença de


Esta falha também pode ocorrer pelas
água no combustível. Ao reconhecer o sinal
seguintes razões:
enviado pelo sensor, o ECM causa o
acendimento da luz de advertência de - Presença de água no combustível
presença de água no combustível no painel -Mau-funcionamento do sensor de presença
de instrumentos. de água no combustível.
- Chicote elétrico em curto-circuito ao terra
Quando a falha é capturada.
- Curto-circuito entre o fio de sinal do chicote
elétrico do sensor e o positivo de qualquer
O ECM causa o acendimento da luz amarela outro sensor no interior do chicote elétrico
e amarela de anomalia no painel de principal do veículo.
instrumentos.
Descrição do circuito.

O sensor de presença de água no


combustível WIF é alimentado com 5 volts
através dos pinos 25, recebe sinal de terra
através do pino 24 do conector de 89 pinos do
ECM.

temperatura do ar ata
149

Localização do sensor de presença de água no combustível (WIF).

O sensor de presença de água no combustível está localizado no fundo do filtro de combustível.

Valores Ideais.

Quando de presença de água no combustível a voltagem de resposta do sensor é igual a 2,40


volts, em condições de ausência de água no combustível a voltagem é igual a 2,90 volts

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
150

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 097-4 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no chicote elétrico e no sensor.
Sim – Vá para o passo 4
a. Desligar a chave de ignição.
2 b. Inspecionar o chicote elétrico e conector Não –Vá para o passo 3
lados sensor de presença de água no
combustível e ECM.
c. Está tudo ok?

Passo Ação decisão


Reparação do chicote elétrico do sensor.
Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico. Não – Refaça o reparo.
3 c. Reparar o chicote rompido ou em curto.
Nota!
d. Chicote ok?
Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do
dano, substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
151

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica do sensor de presença de
água no combustível. Sim – Vá para o passo 5

Não – Verificar fusíveis


a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico lado sensor Nota!
c. Ligar a chave de ignição. O ECM é alimentado com voltagem
direto do terminal positivo da
d. Com o multímetro, medir a voltagem no bateria (linha 30) através dos pinos
4 sensor de presença de água no 02, 03, 08, 09 do conector de 89
combustível. pinos, recebe voltagem direto do
e. Deve apresentar 5 volts. comutador de ignição (linha 15)
f. Está correto? através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do sensor de presença de
água no combustível.

a. Ligar a chave de ignição Sim – Vá para o passo 7


b. Com o multímetro digital, medir a resposta
5 elétrica do sensor de presença de água no Não – Vá para o passo 6
combustível.
c. Com ausência de água no combustível,
deve apresentar 2,90 volts.
d. Com presença de água no combustível,
deve apresentar 2,40 volts.
e. Está correto?
152

Passo Ação Decisão


Substituição do sensor.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 1


b. Desconectar o chicote elétrico do sensor
de Presença de água no combustível. Não – Vá para o passo 7
6 c. Substituir o sensor.
d. Reinstalar o chicote elétrico do sensor. Nota:
e. O código de falha persiste? Cerificar-se da qualidade do
combustível quanto a
contaminação por água na rede
de abastecimento.

Passo Ação Decisão


Apagar memória.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 1


b. Conectar a ferramenta de diagnose.
7 Não – Vá para o passo 8
c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória.
Nota:
e. Consultar novamente a memória do ECM.
Cerificar-se da qualidade do
f. O código de falhas persiste? combustível quanto a
contaminação por água na rede
de abastecimento.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Veja a nota nos passos 6 e
a. Desligar a chave de ignição. 7
b. Certificar-se de que os componentes
8 desmontados foram reinstalados. Não – Liberar o veículo.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando.
d. As luzes de anomalia devem permanecer Nota:
apagadas Veja todas as recomendações em
e. Permanecem acesas? “Descrição da falha” na página
inicial deste código.
153

SPN 097-15: Detecção de água ativo no sensor de presença de água no combustível (WIF).

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

097 15
OBD BLINK Dado válido, mas acima da faixa normal Diagnosticar e Falha no ECM
DTC CODE de operação, nível severo. reparar.

P2269 186

Visão geral. Descrição da falha

O sensor WIF informa ao ECM presença de Esta falha tambem pode ocorrer pelas
água no combustível. Ao reconhecer o sinal seguintes razões:
enviado pelo sensor, o ECM causa o - Falha no ECM
acendimento da luz de advertência de
presença de água no combustível no painel - Presença de água no combustível
de instrumentos. -Mau-funcionamento do sensor de presença
de água no combustível.
Quando a falha é capturada. - Chicote elétrico em curto-circuito ao terra
- Curto-circuito entre o fio de sinal do chicote
O ECM causa o acendimento da luz amarela elétrico do sensor e o positivo de qualquer
e amarela de anomalia no painel de outro sensor no interior do chicote elétrico
instrumentos. principal do veículo.

Descrição do circuito.

O sensor de presença de água no


combustível WIF é alimentado com 5 volts
através dos pinos 25, recebe sinal de terra
através do pino 24 do conector de 89 pinos do
ECM.

temperatura do ar ata
154

Localização do sensor de presença de água no combustível (WIF).

O sensor de presença de água no combustível está localizado no fundo do filtro de combustível.

Valores Ideais.

Quando de presença de água no combustível a voltagem de resposta do sensor é igual a 2,40


volts, em condições de ausência de água no combustível a voltagem é igual a 2,90 volts

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
155

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 097-15 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no chicote elétrico e no sensor.

2 a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 4


b. Inspecionar o chicote elétrico e conector
lados sensor de presença de água no Não –Vá para o passo 3
combustível e ECM.
c. Está tudo ok?

Passo Ação decisão


Reparação do chicote elétrico do sensor.
Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico. Não – refaça o reparo.
c. Reparar o chicote rompido ou em curto.
3 Nota!
d. Chicote ok?
Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do
dano, substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
156

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica do sensor de presença de
água no combustível. Sim – Vá para o passo 5

Não – Verificar fusíveis


a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico lado sensor Nota!
c. Ligar a chave de ignição. O ECM é alimentado com voltagem
direto do terminal positivo da
d. Com o multímetro, medir a voltagem no bateria (linha 30) através dos pinos
4 sensor de presença de água no 02, 03, 08, 09 do conector de 89
combustível. pinos, recebe voltagem direto do
e. Deve apresentar 5 volts. comutador de ignição (linha 15)
f. Está correto? através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do sensor de presença de
água no combustível. Sim – Vá para o passo 7

a. Ligar a chave de ignição Não – Vá para o passo 6


b. Com o multímetro digital, medir a resposta
5 elétrica do sensor de presença de água no
Nota!
combustível.
Caso a resposta elétrica do sensor
c. Com ausencia de água no combustível, esteja dentro da condição
deve apresentar 2,90 volts. operacional, refazer o teste de
d. Com presença de água no combustível, alimentação do ECM. Persistindo a
deve apresentar 2,40 volts. falha, substituir o ECM.
e. Está correto?
157

Passo Ação Decisão


Substituição do sensor.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 1


b. Desconectar o chicote elétrico do sensor
6 de Não – Vá para o passo 7
Presença de água no combustível.
c. Substituir o sensor. Nota:
d. Reinstalar o chicote elétrico do sensor. Cerificar-se da qualidade do
combustível quanto a
e. O código de falha persiste? contaminação por água na rede
de abastecimento.

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 8
7 c. Ligar a chave de ignição.
Nota:
d. Efetuar o apagamento da memória.
Cerificar-se da qualidade do
e. Consultar novamente a memória do ECM. combustível quanto a
f. O código de falhas persiste? contaminação por água na rede
de abastecimento.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Veja a nota nos passos 6 e 7
a. Desligar a chave de ignição.
b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo.
8 desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota:
d. As luzes de anomalia devem permanecer Veja todas as recomendações em
apagadas “Descrição da falha” na página
inicial deste código.
e. Permanecem acesas?
158

SPN 100-2: Verificação de plausibilidade, pressão de óleo muito alta no sensor de pressão
de óleo do motor.

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

100 2
OBD BLINK Erro de intermitência ou dado Diagnosticar e Pressão do óleo
DTC CODE incorreto reparar. fora da faixa.

P055F 18

Visão geral Descrição da falha

O sensor de pressão do óleo lubrificante está Esta falha também pode ocorrer pelas
instalado no bloco do motor. É composto de seguintes razões:
um elemento Piezo–Resistivo e um circuito - Filtro de óleo lubrificante do motor obstruido.
integrado que atua através de um diafragma
deformado pela pressão do óleo. Com a - Nível de óleo do motor acima do limite
mudança da pressão interna, a deformação máximo permitido.
do diafragma altera sua resistência elétrica e -Mau-funcionamento do sensor de pressão de
consequentemente o valor do sinal. Esse óleo lubrificante.
valor é utilizado para determinar a pressão do - Chicote elétrico do sensor em curto-circuito
óleo lubrificante no motor. ao terra.
- Chicote elétrico do sensor em curto-circuito
ao positivo.
- Curto-circuito entre o fio de sinal do chicote
Quando a falha é capturada
elétrico do sensor e o positivo de qualquer
outro sensor no interior do chicote elétrico
O ECM causa o acendimento das luzes
principal do veículo.
amarela e vermelha de anomalia no painel de
instrumentos e pode reduzir a potência do
motor. Descrição do circuito.

O sensor de pressão do óleo do motor é


alimentado com 5 volts através do pino 3
(pino 32 do conector de 36 pinos do ECM), é
aterrado através do pino 1 (pino 24 do
conector de 36 pinos do ECM), envia sinal de
resposta de pressão do óleo através do pino 2
(pino 27 do conector de 36 pinos do ECM).
159

Localização do sensor de pressão do óleo lubrificante.


O sensor está instalado no lado direito do bloco do motor.

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de diagnose.
Multímetro digital.

Valores ideais.

A resposta elétrica do sensor de pressão do óleo lubrificante deverá estar conforme a tabela
abaixo.

Tabela de teste de pressão de óleo


kPa Bar Volts
50 0.50 0.50
100 1.00 0.71
150 1.50 0.92
200 2.00 1.13
250 2.50 1.34
300 3.00 1.55
350 3.50 1.76
400 4.00 1.97
450 4.50 2.18
500 5.00 2.39
550 5.50 2.61
600 6.00 2.82
650 6.50 3.03
700 7.00 3.24
750 7.50 3.45
800 8.00 3.66
160

Gráfico de diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.
Sim – Vá para o passo 2
a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose.
c. Ligar a chave de ignição. Não – Vá para o passo 6
d. Verificar se o SPN 100-2 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no sensor de pressão do óleo do
motor e chicote elétrico.
Sim – Vá para o passo 6
a. Desligar a chave de ignição.
2 b. Desconectar o chicote elétrico no lado Não – Vá para o passo 3
sensor de pressão do óleo.
c. Inspecionar visualmente o chicote elétrico
e o sensor de pressão do óleo do motor. .
d. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Teste de alimentação elétrica do sensor de
pressão do óleo do motor.
Sim – Vá para o passo 4
a. Ligar a chave de ignição.
b. Com o multímetro digital, medir a Não – Verificar alimentação elétrica
voltagem entre os terminais 1 e 3 do do ECM.
3
sensor (24 e 32 do conector de 36 pinos
do ECM). Nota!
c. Deve apresentar 5 volts. O ECM é alimentado com voltagem
d. A alimentação elétrica do sensor está ok ? direto do terminal positivo da
bateria (linha 30) através dos pinos
02, 03, 08, 09 do conector de 89
pinos, recebe voltagem direto do
comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.
161

Passo Ação Decisão


Teste de resposta elétrica do sensor de
pressão do óleo do motor. Sim – Vá para o passo 6

a. Desligar a chave de ignição. Não – Vá para o passo 5


b. Conectar o chicote elétrico do sensor de
pressão do óleo.
Nota!
c. Ligar a chave de ignição e acionar o motor.
Antes de efetuar o teste de
d. Com o multímetro digital, medir a voltagem resposta elétrica do sensor de
4
entre os terminais 1 e 2 do sensor (24 e 27 pressão de óleo do motor,
do conector de 36 pinos do ECM). certificar-se de que o filtro de óleo
e. Deve estar de acordo com a tabela de tenha sido trocado ou esteja em
pressão de óleo da página anterior. boas condições de uso.
f. A resposta do sensor está ok ? Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Substituição do sensor de pressão do óleo do
motor. Sim – Vá para o passo 6

a. Desligar a chave de ignição. Não – Faça a substituição


5 b. Desconectar o chicote elétrico lado sensor
de pressão do óleo.
Nota!
c. Substituir o sensor de pressão do óleo.
Veja todas as recomendações em
d. O sensor de pressão do óleo foi “Descrição da falha” na página
substituído? inicial deste código.
162

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
6 d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
e. Consultar novamente a memória de falha Considerar a possibilidade de
do ECM. perda de pressão de óleo
f. O código de falha persiste? decorrente de vazamentos e ou
defeito mecanico do motor.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 1


b. Certificar-se de que os componentes
7 desmontados foram reinstalados. Não – Liberar o veículo
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando.
d. As luzes de anomalia devem permanecer Nota!
apagadas Veja todas as recomendações em
e. Permanecem acesas? “Descrição da falha” na página
inicial deste código.
163

SPN 100-2: Verificação de plausibilidade, pressão de óleo muito baixa no sensor de pressão de
óleo do motor.

Critério
SPN FMI Condição Causa provavel
selecionado

100 2
OBD BLINK Erro de intermitência ou dado Diagnosticar e Pressão do óleo
DTC CODE incorreto reparar. fora da faixa.

P0524 18

Visão geral Descrição da falha

O sensor de pressão do óleo lubrificante está Esta falha também pode ocorrer pelas
instalado no bloco do motor. É composto de seguintes razões:
um elemento Piezo–Resistivo e um circuito - Defeito mecânico no motor
integrado que atua através de um diafragma
deformado pela pressão do óleo. Com a - Nível de óleo do motor acima do limite
mudança da pressão interna, a deformação máximo permitido.
do diafragma altera sua resistência elétrica e -Mau-funcionamento do sensor de pressão de
consequentemente o valor do sinal. Esse óleo lubrificante.
valor é utilizado para determinar a pressão do - Chicote elétrico do sensor em curto-circuito
óleo lubrificante no motor. ao terra.
- Chicote elétrico do sensor em curto-circuito
ao positivo.
- Curto-circuito entre o fio de sinal do chicote
Quando a falha é capturada
elétrico do sensor e o positivo de qualquer
outro sensor no interior do chicote elétrico
O ECM causa o acendimento das luzes
principal do veículo.
amarela e vermelha de anomalia no painel de
instrumentos e pode reduzir a potência do
motor. Descrição do circuito.

O sensor de pressão do óleo do motor é


alimentado com 5 volts através do pino 3
(pino 32 do conector de 36 pinos do ECM), é
aterrado através do pino 1 (pino 24 do
conector de 36 pinos do ECM), envia sinal de
resposta de pressão do óleo através do pino 2
(pino 27 do conector de 36 pinos do ECM).
164

Localização do sensor de pressão do óleo lubrificante.


O sensor está instalado no lado direito do bloco do motor.

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de diagnose.
Multímetro digital.

Valores ideais.

A resposta elétrica do sensor de pressão do óleo lubrificante deverá estar conforme a tabela
abaixo.

Tabela de teste de pressão de óleo


kPa Bar Volts
50 0.50 0.50
100 1.00 0.71
150 1.50 0.92
200 2.00 1.13
250 2.50 1.34
300 3.00 1.55
350 3.50 1.76
400 4.00 1.97
450 4.50 2.18
500 5.00 2.39
550 5.50 2.61
600 6.00 2.82
650 6.50 3.03
700 7.00 3.24
750 7.50 3.45
800 8.00 3.66
165

Gráfico de diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


1 a. Desligar a chave de ignição.
b. Conectar a ferramenta de diagnose.
c. Ligar a chave de ignição. Não – Vá para o passo 6
d. Verificar se o SPN 100-2 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no sensor de pressão do óleo do
motor e chicote elétrico.
Sim – Vá para o passo 6

2 a. Desligar a chave de ignição. Não – Vá para o passo 3


b. Desconectar o chicote elétrico no lado
sensor de pressão do óleo.
c. Inspecionar visualmente o chicote elétrico
e o sensor de pressão do óleo do motor. .
d. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Teste de alimentação elétrica do sensor de
pressão do óleo do motor.
Sim – Vá para o passo 4
a. Ligar a chave de ignição. Não – Verificar alimentação elétrica
b. Com o multímetro digital, medir a voltagem do ECM.
entre os terminais 1 e 3 do sensor (24 e 32
do conector de 36 pinos do ECM). Nota!
c. Deve apresentar 5 volts. O ECM é alimentado com voltagem
d. A alimentação elétrica do sensor está ok ? direto do terminal positivo da
3 bateria (linha 30) através dos pinos
02, 03, 08, 09 do conector de 89
pinos, recebe voltagem direto do
comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.
166

Passo Ação Decisão


Teste de resposta elétrica do sensor de
pressão do óleo do motor. Sim – Vá para o passo 6

a. Desligar a chave de ignição. Não – Vá para o passo 5


b. Conectar o chicote elétrico do sensor de
pressão do óleo.
Nota!
c. Ligar a chave de ignição e acionar o motor.
Antes de efetuar o teste de
d. Com o multímetro digital, medir a voltagem resposta elétrica do sensor de
4
entre os terminais 1 e 2 do sensor (24 e 27 pressão de óleo do motor,
do conector de 36 pinos do ECM). certificar-se de que o filtro de óleo
e. Deve estar de acordo com a tabela de tenha sido trocado ou esteja em
pressão de óleo da página anterior. boas condições de uso.
f. A resposta do sensor está ok ? Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Substituição do sensor de pressão do óleo do
motor. Sim – Vá para o passo 6

a. Desligar a chave de ignição. Não – Faça a substituição


5 b. Desconectar o chicote elétrico lado sensor
de pressão do óleo.
Nota!
c. Substituir o sensor de pressão do óleo.
Veja todas as recomendações em
d. O sensor de pressão do óleo foi “Descrição da falha” na página
substituído? inicial deste código.
167

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
6 d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
e. Consultar novamente a memória de falha Considerar a possibilidade de
do ECM. perda de pressão de óleo
f. O código de falha persiste? decorrente de vazamentos e ou
defeito mecanico do motor.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo
7 desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota!
d. As luzes de anomalia devem permanecer Veja todas as recomendações em
apagadas “Descrição da falha” na página
e. Permanecem acesas? inicial deste código.
168

SPN 100-4: Voltagem acima do limite inferior no sensor de pressão de óleo do motor.

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

100 4
OBD BLINK Voltagem abaixo do normal ou curto- Diagnosticar e Falha no sensor
DTC CODE circuito ao terra. reparar.

P0522 18

Visão geral Descrição da falha

O sensor de pressão do óleo lubrificante está Esta falha também pode ocorrer pelas
instalado no bloco do motor. É composto de seguintes razões:
um elemento Piezo–Resistivo e um circuito - Defeito mecanico no motor
integrado que atua através de um diafragma
deformado pela pressão do óleo. Com a - Nível de óleo do motor acima do limite
mudança da pressão interna, a deformação máximo permitido.
do diafragma altera sua resistência elétrica e -Mau-funcionamento do sensor de pressão de
consequentemente o valor do sinal. Esse óleo lubrificante.
valor é utilizado para determinar a pressão do - Chicote elétrico do sensor em curto-circuito
óleo lubrificante no motor. ao terra.
- Chicote elétrico do sensor em curto-circuito
ao positivo.
Quando a falha é capturada
- Curto-circuito entre o fio de sinal do chicote
elétrico do sensor e o positivo de qualquer
O ECM causa o acendimento das luzes
outro sensor no interior do chicote elétrico
amarela e vermelha de anomalia no painel de
principal do veículo.
instrumentos e pode reduzir a potência do
motor.
Descrição do circuito.

O sensor de pressão do óleo do motor é


alimentado com 5 volts através do pino 3
(pino 32 do conector de 36 pinos do ECM), é
aterrado através do pino 1 (pino 24 do
conector de 36 pinos do ECM), envia sinal de
resposta de pressão do óleo através do pino 2
(pino 27 do conector de 36 pinos do ECM).
169

Localização do sensor de pressão do óleo lubrificante.


O sensor está instalado no lado direito do bloco do motor.

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de diagnose.
Multímetro digital.

Valores ideais.

A resposta elétrica do sensor de pressão do óleo lubrificante deverá estar conforme a tabela
abaixo.

Tabela de teste de pressão de óleo


kPa Bar Volts
50 0.50 0.50
100 1.00 0.71
150 1.50 0.92
200 2.00 1.13
250 2.50 1.34
300 3.00 1.55
350 3.50 1.76
400 4.00 1.97
450 4.50 2.18
500 5.00 2.39
550 5.50 2.61
600 6.00 2.82
650 6.50 3.03
700 7.00 3.24
750 7.50 3.45
800 8.00 3.66
170

Gráfico de diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


1 a. Desligar a chave de ignição.
b. Conectar a ferramenta de diagnose.
c. Ligar a chave de ignição. Não – Vá para o passo 6
d. Verificar se o SPN 100-4 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no sensor de pressão do óleo do
motor e chicote elétrico.

Sim – Vá para o passo 6


2 a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico no lado Não – Vá para o passo 3
sensor de pressão do óleo.
c. Inspecionar visualmente o chicote elétrico
e o sensor de pressão do óleo do motor. .
d. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Teste de alimentação elétrica do sensor de
pressão do óleo do motor.
Sim – Vá para o passo 4
a. Ligar a chave de ignição. Não – Verificar alimentação elétrica
b. Com o multímetro digital, medir a voltagem do ECM.
entre os terminais 1 e 3 do sensor (24 e 32
do conector de 36 pinos do ECM). Nota!
c. Deve apresentar 5 volts. O ECM é alimentado com voltagem
3
d. A alimentação elétrica do sensor está ok ? direto do terminal positivo da
bateria (linha 30) através dos pinos
02, 03, 08, 09 do conector de 89
pinos, recebe voltagem direto do
comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.
171

Passo Ação Decisão


Teste de resposta elétrica do sensor de
pressão do óleo do motor. Sim – Vá para o passo 6

a. Desligar a chave de ignição. Não – Vá para o passo 5


4 b. Conectar o chicote elétrico do sensor de
pressão do óleo.
Nota!
c. Ligar a chave de ignição e acionar o motor.
Antes de efetuar o teste de
d. Com o multímetro digital, medir a voltagem resposta elétrica do sensor de
entre os terminais 1 e 2 do sensor (24 e 27 pressão de óleo do motor,
do conector de 36 pinos do ECM). certificar-se de que o filtro de óleo
e. Deve estar de acordo com a tabela de tenha sido trocado ou esteja em
pressão de óleo da página anterior. boas condições de uso.
f. A resposta do sensor está ok ? Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Substituição do sensor de pressão do óleo do
motor. Sim – Vá para o passo 6
5
a. Desligar a chave de ignição. Não – Faça a substituição
b. Desconectar o chicote elétrico lado sensor
de pressão do óleo.
Nota!
c. Substituir o sensor de pressão do óleo.
Veja todas as recomendações em
d. O sensor de pressão do óleo foi “Descrição da falha” na página
substituído? inicial deste código.
172

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
6 d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
e. Consultar novamente a memória de falha do Considerar a possibilidade de
ECM. perda de pressão de óleo
f. O código de falha persiste? decorrente de vazamentos e
ou defeito mecanico do
motor.
Veja todas as recomendações
em “Descrição da falha” na
página inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
7 b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo.
desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota!
d. As luzes de anomalia devem permanecer Veja todas as recomendações
apagadas em “Descrição da falha” na
página inicial deste código.
e. Permanecem acesas?
173

SPN 102-2: Erro de plausibilidade no sensor de pressão do turbo (T-MAP)

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

102 2
OBD BLINK Erro de intermitência ou dado Diagnosticar e Erro de plausibilidade
DTC CODE incorreto reparar.

P0236 14

Visão geral. Descrição da falha

O sensor de pressão do turbo, T-MAP, é um Esta falha também pode ocorrer pelas
sensor duplo composto do sensor de seguintes razões:
temperatura do ar admitido e do sensor de -Mau-funcionamento do sensor T-MAP
pressão do turbo. O sensor de temperatura do
ar admitido é do tipo NTC (coeficiente - Chicote elétrico do sensor em curto-circuito
negativo de temperatura). Possui a ao terra.
característica de variar a resistência e a - Chicote elétrico do sensor em curto-circuito
voltagem de resposta inversamente ao positivo.
proporcional à temperatura, de modo, quando - Curto-circuito entre o fio de sinal do chicote
a temperatura do ar aumenta, a resistência e elétrico do sensor e o positivo de qualquer
a voltagem de resposta do sensor diminuem , outro sensor no interior do chicote elétrico
e vice-versa. O sensor de pressão do turbo é principal do veículo.
do tipo piezo-resistivo, quando sujeito a
variações de pressão do ar, ocorrem Descrição do circuito.
variações de resistência e de voltagem de
resposta do sensor, dessa forma, quando a
pressão do ar aumenta, a resistência elétrica O sensor T-MAP é alimentado com 5 volts
e a voltagem de resposta do sensor através do terminal 3 ( pino 33 do conector de
aumentam proporcionalmente. 36 pinos do ECM), é aterrado através do
terminal 1 (pino 25 do conector de 36 pinos
do ECM), envia sinal de resposta elétrica de
Quando a falha é capturada. temperatura do ar através do terminal 2 (pino
36 do conector de 36 pinos do conector do
O ECM causa o acendimento das luzes ECM), envia sinal de pressão do ar do turbo
amarela e vermelha de anomalia no painel de através do terminal 4 (pino 34 do conector de
instrumentos e reduz a potência do motor. 36 pinos do conector do ECM).
De resposta elétrica de temperatura do ar
atra
174

Localização do sensor T-MAP.

O sensor T-MAP está localizado no coletor de admissão.

Valores Ideais.
A resposta elétrica do sensor de pressão do turbo medida entre os pinos 1 e 4 do conector elétrico
do sensor deverá estar conforme a tabela abaixo.

Tabela de teste do sensor de pressão do ar admitido.


Pressão (Bar) Voltagem (V)
20 0.4
50 0.86
100 1.61
150 2.37
200 3.13
250 3.89
300 4.65

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
175

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 102-2 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no chicote elétrico e no sensor.
Sim – Vá para o passo 4
2 a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico e conector Não –Vá para o passo 3
lados sensor de pressão do turbo e ECM.
c. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico do sensor.
Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
3 b. Desconectar o chicote elétrico. Não – Refaça o reparo.
c. Reparar o chicote rompido ou em curto.
Nota!
d. Chicote ok?
Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do
dano, substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
176

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica do sensor de pressão do
turbo.
Sim – Vá para o passo 5

4 a. Desligar a chave de ignição. Não – verificar alimentação


b. Desconectar o chicote elétrico lado sensor elétrica do ECM
c. Ligar a chave de ignição.
Nota!
d. Com o multímetro digital, medir a voltagem
O ECM é alimentado com voltagem
entre os pinos 01 e 3 (25 e 33 do conector
direto do terminal positivo da
de 36 pinos do ECM.)
bateria (linha 30) através dos pinos
e. Deve apresentar voltagem de 5,0 volts. 02, 03, 08, 09 do conector de 89
f. Está correto? pinos, recebe voltagem direto do
comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do sensor de pressão do
turbo.
Sim – Vá para o passo 7
a. Ligar a chave de ignição
b. Com o multímetro digital, medir a voltagem Não – Vá para o passo 6
5 entre os pinos 01 e 4 (25 e 34 do conector
de 36 pinos do ECM.) Nota!
c. Deve estar de acordo com a tabela da Antes de efetuar o teste de
página anterior. resposta eletrica do sensor,
d. Está correto? verificar se a mangueira do turbo
não está solta, rasgada ou
dobrada.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
177

Passo Ação Decisão


Substituição do sensor de pressão do turbo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
6 b. Desconectar o chicote elétrico do sensor Não – Vá para o passo 7
de Pressão do turbo.
c. Substituir o sensor. Nota!
d. Reinstalar o chicote elétrico do sensor. Antes de substituir o sensor,
verificar se a mangueira do turbo
e. O código de falha persiste? não está solta, rasgada ou
dobrada.

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
7 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 8
c. Ligar a chave de ignição.
Nota!
d. Efetuar o apagamento da memória.
Veja todas as recomendações em
e. Consultar novamente a memória do ECM. “Descrição da falha” na página
f. O código de falhas persiste? inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo.
8 desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota!
d. As luzes de anomalia devem permanecer Antes de retornar ao passo 1,
apagadas verificar possivel defeito mecânico
e. Permanecem acesas? na turbina.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
178

SPN 102-3: Voltagem acima do limite superior no sensor de pressão do turbo (T-MAP)

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

102 3
OBD BLINK Voltagem acima do normal ou curto- Diagnosticar e Curto-circuito ao
DTC CODE circuito ao positivo reparar. positivo

P0238 14

Visão geral Descrição da falha

O sensor de pressão do turbo, T-MAP, é um Esta falha também pode ocorrer pelas
sensor duplo composto do sensor de seguintes razões:
temperatura do ar admitido e do sensor de -Mau-funcionamento do sensor T-MAP
pressão do turbo. O sensor de temperatura do
ar admitido é do tipo NTC (coeficiente - Chicote elétrico do sensor em curto-circuito
negativo de temperatura). Possui a ao positivo.
característica de variar a resistência e a - Curto-circuito entre o fio de sinal do chicote
voltagem de resposta inversamente elétrico do sensor e o positivo de qualquer
proporcional à temperatura, de modo, quando outro sensor no interior do chicote elétrico
a temperatura do ar aumenta, a resistência e principal do veículo.
a voltagem de resposta do sensor diminuem ,
e vice-versa. O sensor de pressão do turbo é Descrição do circuito
do tipo piezo-resistivo, quando sujeito a
variações de pressão do ar, ocorrem
O sensor T-MAP é alimentado com 5 volts
variações de resistência e de voltagem de
através do terminal 3 ( pino 33 do conector de
resposta do sensor, dessa forma, quando a
36 pinos do ECM), é aterrado através do
pressão do ar aumenta, a resistência elétrica
terminal 1 (pino 25 do conector de 36 pinos
e a voltagem de resposta do sensor
do ECM), envia sinal de resposta elétrica de
aumentam proporcionalmente.
temperatura do ar através do terminal 2 (pino
36 do conector de 36 pinos do conector do
ECM), envia sinal de pressão do ar do turbo
Quando a falha é capturada
através do terminal 4 (pino 34 do conector de
36 pinos do conector do ECM).
O ECM causa o acendimento das luzes
amarela e vermelha de anomalia no painel de De resposta elétrica de temperatura do ar
instrumentos e reduz a potência do motor. atra
179

Localização do sensor T-MAP.

O sensor T-MAP está localizado no coletor de admissão.

Valores Ideais.
A resposta elétrica do sensor de pressão do turbo medida entre os pinos 1 e 4 do conector elétrico
do sensor deverá estar conforme a tabela abaixo.

Tabela de teste do sensor de pressão do ar admitido.


Pressão (Bar) Voltagem (V)
20 0.4
50 0.86
100 1.61
150 2.37
200 3.13
250 3.89
300 4.65

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
180

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 102-3 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no chicote elétrico e no sensor.
Sim – Vá para o passo 4
2 a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico e conector Não –Vá para o passo 3
lados sensor de pressão do turbo e ECM.
c. Está tudo ok? Nota!
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico do sensor.
Sim – Vá para o passo 5
3 a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico. Não – refaça o reparo
c. Reparar o chicote rompido ou em curto.
Nota!
d. Chicote ok?
Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do
dano, substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
181

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica do sensor de pressão do
turbo. Sim – Vá para o passo 5

Não – Verificar alimentação elétrica


4 a. Desligar a chave de ignição. do ECM
b. Desconectar o chicote elétrico lado sensor
c. Ligar a chave de ignição. Nota!
O ECM é alimentado com voltagem
d. Com o multímetro digital, medir a voltagem
direto do terminal positivo da
entre os pinos 01 e 3 (25 e 33 do conector
bateria (linha 30) através dos pinos
de 36 pinos do ECM.)
02, 03, 08, 09 do conector de 89
e. Deve apresentar voltagem de 5,0 volts. pinos, recebe voltagem direto do
f. Está correto? comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do sensor de pressão do
turbo. Sim – Vá para o passo 7

a. Ligar a chave de ignição Não – Vá para o passo 6


b. Com o multímetro digital, medir a voltagem
5 entre os pinos 01 e 4 (25 e 34 do conector Nota!
de 36 pinos do ECM.) Antes de efetuar o teste de
c. Deve estar de acordo com a tabela da resposta eletrica do sensor,
página anterior. verificar se a mangueira do turbo
d. Está correto? não está solta, rasgada ou
dobrada.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
182

Passo Ação Decisão


Substituição do sensor de pressão do turbo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
6 b. Desconectar o chicote elétrico do sensor Não – Vá para o passo 7
de Pressão do turbo.
c. Substituir o sensor. Nota!
d. Reinstalar o chicote elétrico do sensor. Antes de substituir o sensor,
verificar se a mangueira do turbo
e. O código de falha persiste? não está solta, rasgada ou
dobrada.

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
7 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 8
c. Ligar a chave de ignição.
Nota!
d. Efetuar o apagamento da memória.
Veja todas as recomendações em
e. Consultar novamente a memória do ECM. “Descrição da falha” na página
f. O código de falhas persiste? inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo
8 desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota!
d. As luzes de anomalia devem permanecer Antes de retornar ao passo 1,
apagadas verificar possivel defeito mecânico
na turbina.
e. Permanecem acesas?
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
183

SPN 102-4: Voltagem abaixo do limite inferior no sensor de pressão do turbo (T-MAP)

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

102 4
OBD BLINK Voltagem abaixo do normal ou Diagnosticar e Curto-circuito ao
DTC CODE curto-circuito ao negativo reparar. negativo

P0237 14

Visão geral. Descrição da falha

O sensor de pressão do turbo, T-MAP, é um Esta falha também pode ocorrer pelas
sensor duplo composto do sensor de seguintes razões:
temperatura do ar admitido e do sensor de -Mau-funcionamento do sensor T-MAP
pressão do turbo. O sensor de temperatura do
ar admitido é do tipo NTC (coeficiente - Chicote elétrico do sensor em curto-circuito
negativo de temperatura). Possui a ao negativo.
característica de variar a resistência e a - Curto-circuito entre o fio de sinal do chicote
voltagem de resposta inversamente elétrico do sensor e o positivo de qualquer
proporcional à temperatura, de modo, quando outro sensor no interior do chicote elétrico
a temperatura do ar aumenta, a resistência e principal do veículo.
a voltagem de resposta do sensor diminuem ,
e vice-versa. O sensor de pressão do turbo é Descrição do circuito.
do tipo piezo-resistivo, quando sujeito a
variações de pressão do ar, ocorrem
O sensor T-MAP é alimentado com 5 volts
variações de resistência e de voltagem de
através do terminal 3 ( pino 33 do conector de
resposta do sensor, dessa forma, quando a
36 pinos do ECM), é aterrado através do
pressão do ar aumenta, a resistência elétrica
terminal 1 (pino 25 do conector de 36 pinos
e a voltagem de resposta do sensor
do ECM), envia sinal de resposta elétrica de
aumentam proporcionalmente.
temperatura do ar através do terminal 2 (pino
36 do conector de 36 pinos do conector do
ECM), envia sinal de pressão do ar do turbo
Quando a falha é capturada.
através do terminal 4 (pino 34 do conector de
36 pinos do conector do ECM).
O ECM causa o acendimento das luzes
amarela e vermelha de anomalia no painel de De resposta elétrica de temperatura do ar
instrumentos e reduz a potência do motor. atra
184

Localização do sensor T-MAP.

O sensor T-MAP está localizado no coletor de admissão.

Valores Ideais.
A resposta elétrica do sensor de pressão do turbo medida entre os pinos 1 e 4 do conector elétrico
do sensor deverá estar conforme a tabela abaixo.

Tabela de teste do sensor de pressão do ar admitido.


Pressão (Bar) Voltagem (V)
20 0.4
50 0.86
100 1.61
150 2.37
200 3.13
250 3.89
300 4.65

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
185

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 102-4 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no chicote elétrico e no sensor.
Sim – Vá para o passo 4
2 a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico e conector Não –Vá para o passo 3
lados sensor de pressão do turbo e ECM.
c. Está tudo ok? Nota!
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico do sensor.
Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico. Não – refaça o reparo.
c. Reparar o chicote rompido ou em curto.
3 Nota!
d. Chicote ok?
Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do
dano, substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
186

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica do sensor de pressão do
turbo.
Sim – Vá para o passo 5

a. Desligar a chave de ignição. Não – Verificar alimentação


b. Desconectar o chicote elétrico lado sensor elétrica do ECM
c. Ligar a chave de ignição.
Nota!
d. Com o multímetro digital, medir a voltagem
O ECM é alimentado com voltagem
entre os pinos 01 e 3 (25 e 33 do conector
direto do terminal positivo da
4 de 36 pinos do ECM.)
bateria (linha 30) através dos pinos
e. Deve apresentar voltagem de 5,0 volts. 02, 03, 08, 09 do conector de 89
f. Está correto? pinos, recebe voltagem direto do
comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do sensor de pressão do
turbo. Sim – Vá para o passo 7

a. Ligar a chave de ignição Não – Vá para o passo 6


b. Com o multímetro digital, medir a voltagem
5 entre os pinos 01 e 4 (25 e 34 do conector Nota!
de 36 pinos do ECM.) Antes de efetuar o teste de
c. Deve estar de acordo com a tabela da resposta eletrica do sensor,
página anterior. verificar se a mangueira do turbo
d. Está correto? não está solta, rasgada ou
dobrada.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
187

Passo Ação Decisão


Substituição do sensor de pressão do turbo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
6 b. Desconectar o chicote elétrico do sensor Não – Vá para o passo 7
de Pressão do turbo.
c. Substituir o sensor. Nota!
d. Reinstalar o chicote elétrico do sensor. Antes de substituir o sensor,
verificar se a mangueira do turbo
e. O código de falha persiste? não está solta, rasgada ou
dobrada.

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
7 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 8
c. Ligar a chave de ignição.
Nota!
d. Efetuar o apagamento da memória.
Veja todas as recomendações em
e. Consultar novamente a memória do ECM. “Descrição da falha” na página
f. O código de falhas persiste? inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo.
8 desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota!
d. As luzes de anomalia devem permanecer Antes de retornar ao passo 1,
apagadas verificar possivel defeito mecânico
e. Permanecem acesas? na turbina.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
188

SPN 105-0: Correlação entre a Temperatura ambiente e a temperatura do ar admitido no sensor


de temperatura do ar no coletor de admissão (TMAP).

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

105 0
OBD BLINK Dado válido, mas acima da faixa Diagnosticar e Erro de plausibilidade
DTC CODE operacional normal - nível mais reparar.
grave
P009A 149

Visão geral. Descrição da falha

O sensor de pressão do turbo, T-MAP, é um Esta falha também pode ocorrer pelas
sensor duplo composto do sensor de seguintes razões:
temperatura do ar admitido e do sensor de - Filtro de ar entupido
pressão do turbo. O sensor de temperatura do
ar admitido é do tipo NTC (coeficiente - Mangueira de ar rasgada.
negativo de temperatura). Possui a - Mau-funcionamento do sensor T-MAP
característica de variar a resistência e a - Chicote elétrico do sensor em curto-circuito
voltagem de resposta inversamente ao negativo.
proporcional à temperatura, de modo, quando - Curto-circuito entre o fio de sinal do chicote
a temperatura do ar aumenta, a resistência e elétrico do sensor e o positivo de qualquer
a voltagem de resposta do sensor diminuem , outro sensor no interior do chicote elétrico
e vice-versa. O sensor de pressão do turbo é principal do veículo.
do tipo piezo-resistivo, quando sujeito a
variações de pressão do ar, ocorrem
Descrição do circuito.
variações de resistência e de voltagem de
resposta do sensor, dessa forma, quando a
pressão do ar aumenta, a resistência elétrica O sensor T-MAP é alimentado com 5 volts
e a voltagem de resposta do sensor através do terminal 3 ( pino 33 do conector de
aumentam proporcionalmente. 36 pinos do ECM), é aterrado através do
terminal 1 (pino 25 do conector de 36 pinos
do ECM), envia sinal de resposta elétrica de
Quando a falha é capturada. temperatura do ar através do terminal 2 (pino
36 do conector de 36 pinos do conector do
O ECM causa o acendimento das luzes ECM), envia sinal de pressão do ar do turbo
amarela e vermelha de anomalia no painel de através do terminal 4 (pino 34 do conector de
instrumentos e reduz a potência do motor. 36 pinos do conector do ECM).
do ar atra
189

Localização do sensor T-MAP.

O sensor T-MAP está localizado no coletor de admissão.

Valores Ideais.
A resposta elétrica do sensor de temperatura do ar medida entre os pinos 1 e 2 do conector
elétrico do sensor deverá estar conforme a tabela abaixo.

Tabela de teste do sensor de temperatura do ar admitido.


Temperatura (ºC) Resistência (kΩ)
-10 8.910 a 9.950
20 2.420 a 2.650
80 0.320 a 0.345

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
190

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 105-0 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no chicote elétrico e no sensor.
Sim – Vá para o passo 4
2 a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico e conector Não –Vá para o passo 3
lados sensor de temperatura do ar e ECM.
c. Está tudo ok? Nota!
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico do sensor.
Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico. Não – Refaça o reparo.
c. Reparar o chicote rompido ou em curto.
3 Nota!
d. Chicote ok?
Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do
dano, substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
191

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica do sensor de temperatura
do ar.
Sim – Vá para o passo 5

a. Desligar a chave de ignição. Não – Verificar alimentação


b. Desconectar o chicote elétrico lado sensor elétrica do ECM
c. Ligar a chave de ignição.
Nota!
4 d. Com o multímetro digital, medir a voltagem O ECM é alimentado com voltagem
entre os pinos 01 e 3 (25 e 33 do conector direto do terminal positivo da
de 36 pinos do ECM) bateria (linha 30) através dos pinos
e. Deve apresentar voltagem de 5,0 volts. 02, 03, 08, 09 do conector de 89
f. Está correto? pinos, recebe voltagem direto do
comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do sensor de temperatura do
ar.
Sim – Vá para o passo 7
a. Ligar a chave de ignição
b. Com o multímetro digital, medir a voltagem Não – Vá para o passo 6
5 entre os pinos 01 e 2 (25 e 36 do conector
de 36 pinos do ECM.) Nota!
c. Deve estar de acordo com a tabela da Antes de efetuar o teste de
página anterior. resposta eletrica do sensor,
d. Está correto? verificar se a mangueira do turbo
não está solta, rasgada ou
dobrada.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
192

Passo Ação Decisão


Substituição do sensor de temperatura do ar.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
6 b. Desconectar o chicote elétrico do sensor Não – Vá para o passo 7
de temperatura do ar.
c. Substituir o sensor. Nota!
d. Reinstalar o chicote elétrico do sensor. Antes de substituir o sensor,
verificar se a mangueira do turbo
e. O código de falha persiste? não está solta, rasgada ou
dobrada.

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 8
c. Ligar a chave de ignição.
7 d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
e. Consultar novamente a memória do ECM. Antes de retornar ao passo 1,
considerar a nota do passo 6.
f. O código de falhas persiste?
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo.
desmontados foram reinstalados.
8 c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota!
d. As luzes de anomalia devem permanecer Antes de retornar ao passo 1,
apagadas verificar possivel defeito mecânico
e. Permanecem acesas? na turbina.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
193

SPN 105-1: Correlação de sensores múltiplos, Sistema de medição do sensor de temperatura do


ar no coletor de admissão (TMAP).

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

105 1
OBD BLINK Dado válido, mas abaixo da faixa Diagnosticar e Erro de plausibilidade
DTC CODE operacional normal - nível mais reparar.
grave
P00CE 149

Visão geral. Descrição da falha

O sensor de pressão do turbo, T-MAP, é um Esta falha também pode ocorrer pelas
sensor duplo composto do sensor de seguintes razões:
temperatura do ar admitido e do sensor de - Mau-funcionamento do ECM
pressão do turbo. O sensor de temperatura do
ar admitido é do tipo NTC (coeficiente - Filtro de ar entupido
negativo de temperatura). Possui a - Mangueira de ar rasgada.
característica de variar a resistência e a - Mau-funcionamento do sensor T-MAP
voltagem de resposta inversamente - Chicote elétrico do sensor em curto-circuito
proporcional à temperatura, de modo, quando ao negativo.
a temperatura do ar aumenta, a resistência e
- Curto-circuito entre o fio de sinal do chicote
a voltagem de resposta do sensor diminuem ,
elétrico do sensor e o positivo de qualquer
e vice-versa. O sensor de pressão do turbo é
outro sensor no interior do chicote elétrico
do tipo piezo-resistivo, quando sujeito a
principal do veículo.
variações de pressão do ar, ocorrem
variações de resistência e de voltagem de
resposta do sensor, dessa forma, quando a Descrição do circuito.
pressão do ar aumenta, a resistência elétrica
e a voltagem de resposta do sensor O sensor T-MAP é alimentado com 5 volts
aumentam proporcionalmente. através do terminal 3 ( pino 33 do conector de
36 pinos do ECM), é aterrado através do
terminal 1 (pino 25 do conector de 36 pinos
Quando a falha é capturada. do ECM), envia sinal de resposta elétrica de
temperatura do ar através do terminal 2 (pino
O ECM causa o acendimento das luzes 36 do conector de 36 pinos do conector do
amarela e vermelha de anomalia no painel de ECM), envia sinal de pressão do ar do turbo
instrumentos e reduz a potência do motor. através do terminal 4 (pino 34 do conector de
36 pinos do conector do ECM).
do ar atra
194

Localização do sensor T-MAP.

O sensor T-MAP está localizado no coletor de admissão.

Valores Ideais.
A resposta elétrica do sensor de temperatura do ar medida entre os pinos 1 e 2 do conector
elétrico do sensor deverá estar conforme a tabela abaixo.

Tabela de teste do sensor de temperatura do ar admitido.


Temperatura (ºC) Resistência (kΩ)
-10 8.910 a 9.950
20 2.420 a 2.650
80 0.320 a 0.345

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
195

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 105-1 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no chicote elétrico e no sensor.
Sim – Vá para o passo 4
a. Desligar a chave de ignição.
2 b. Inspecionar o chicote elétrico e conector Não –Vá para o passo 3
lados sensor de temperatura do ar e ECM.
c. Está tudo ok? Nota!
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico do sensor.
Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
3 b. Desconectar o chicote elétrico. Não – Refaça o reparo.
c. Reparar o chicote rompido ou em curto.
Nota!
d. Chicote ok?
Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do
dano, substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
196

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica do sensor de temperatura
do ar.
Sim – Vá para o passo 5

a. Desligar a chave de ignição. Não – Verificar alimentação


b. Desconectar o chicote elétrico lado sensor elétrica do ECM
c. Ligar a chave de ignição.
Nota!
d. Com o multímetro digital, medir a voltagem O ECM é alimentado com voltagem
entre os pinos 01 e 3 (25 e 33 do conector direto do terminal positivo da
4 de 36 pinos do ECM) bateria (linha 30) através dos pinos
e. Deve apresentar voltagem de 5,0 volts. 02, 03, 08, 09 do conector de 89
f. Está correto? pinos, recebe voltagem direto do
comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do sensor de temperatura do
ar. Sim – Vá para o passo 7
a. Ligar a chave de ignição
b. Com o multímetro digital, medir a voltagem Não – Vá para o passo 6
entre os pinos 01 e 2 (25 e 36 do conector
de 36 pinos do ECM.)
5 Nota!
c. Deve estar de acordo com a tabela da Antes de efetuar o teste de
página anterior. resposta elétrica do sensor,
d. Está correto? verificar se a mangueira do turbo
não está solta, rasgada ou
dobrada.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
197

Passo Ação Decisão


Substituição do sensor de temperatura do ar.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
6 b. Desconectar o chicote elétrico do sensor Não – Vá para o passo 7
de temperatura do ar.
c. Substituir o sensor. Nota!
d. Reinstalar o chicote elétrico do sensor. Antes de substituir o sensor,
verificar se a mangueira do turbo
e. O código de falha persiste? não está solta, rasgada ou
dobrada.

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
7 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 8
c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
e. Consultar novamente a memória do ECM. Antes de retornar ao passo 1,
considerar a nota do passo 6.
f. O código de falhas persiste?
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 1


b. Certificar-se de que os componentes
8 desmontados foram reinstalados. Não – liberar o veículo.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando.
d. As luzes de anomalia devem permanecer Nota!
apagadas Antes de retornar ao passo 1,
e. Permanecem acesas? verificar possivel defeito mecânico
na turbina.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
198

SPN 105-3: Voltagem acima do limite superior no sensor de temperatura do ar no coletor de


admissão (TMAP).

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

105 3
OBD BLINK Voltagem acima do normal ou curto- Diagnosticar e Chicote eletrico
DTC CODE circuito ao positivo. reparar. rompido.

P0113 13

Visão geral. Descrição da falha

O sensor de pressão do turbo, T-MAP, é um Esta falha também pode ocorrer pelas
sensor duplo composto do sensor de seguintes razões:
temperatura do ar admitido e do sensor de - Mau-funcionamento do sensor T-MAP
pressão do turbo. O sensor de temperatura do
ar admitido é do tipo NTC (coeficiente - Chicote elétrico do sensor em curto-circuito
negativo de temperatura). Possui a ao positivo.
característica de variar a resistência e a - Curto-circuito entre o fio de sinal do chicote
voltagem de resposta inversamente elétrico do sensor e o positivo de qualquer
proporcional à temperatura, de modo, quando outro sensor no interior do chicote elétrico
a temperatura do ar aumenta, a resistência e principal do veículo.
a voltagem de resposta do sensor diminuem ,
e vice-versa. O sensor de pressão do turbo é Descrição do circuito.
do tipo piezo-resistivo, quando sujeito a
variações de pressão do ar, ocorrem
O sensor T-MAP é alimentado com 5 volts
variações de resistência e de voltagem de
através do terminal 3 ( pino 33 do conector de
resposta do sensor, dessa forma, quando a
36 pinos do ECM), é aterrado através do
pressão do ar aumenta, a resistência elétrica
terminal 1 (pino 25 do conector de 36 pinos
e a voltagem de resposta do sensor
do ECM), envia sinal de resposta elétrica de
aumentam proporcionalmente.
temperatura do ar através do terminal 2 (pino
36 do conector de 36 pinos do conector do
ECM), envia sinal de pressão do ar do turbo
Quando a falha é capturada.
através do terminal 4 (pino 34 do conector de
36 pinos do conector do ECM).
O ECM causa o acendimento das luzes
amarela e vermelha de anomalia no painel de do ar atra
instrumentos e reduz a potência do motor.
199

Localização do sensor T-MAP.

O sensor T-MAP está localizado no coletor de admissão.

Valores Ideais.
A resposta elétrica do sensor de temperatura do ar medida entre os pinos 1 e 2 do conector
elétrico do sensor deverá estar conforme a tabela abaixo.

Tabela de teste do sensor de temperatura do ar admitido.


Temperatura (ºC) Resistência (kΩ)
-10 8.910 a 9.950
20 2.420 a 2.650
80 0.320 a 0.345

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
200

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 105-1 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no chicote elétrico e no sensor.
Sim – Vá para o passo 4
2 a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico e conector Não –Vá para o passo 3
lados sensor de temperatura do ar e ECM.
c. Está tudo ok? Nota!
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico do sensor.
Sim – Vá para o passo 5
3 a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico. Não – Refaça o reparo.
c. Reparar o chicote rompido ou em curto.
Nota!
d. Chicote ok?
Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do
dano, substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
201

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica do sensor de temperatura
do ar.
Sim – Vá para o passo 5

4 a. Desligar a chave de ignição. Não – verificar alimentação


b. Desconectar o chicote elétrico lado sensor elétrica do ECM
c. Ligar a chave de ignição.
Nota!
d. Com o multímetro digital, medir a voltagem O ECM é alimentado com voltagem
entre os pinos 01 e 3 (25 e 33 do conector direto do terminal positivo da
de 36 pinos do ECM) bateria (linha 30) através dos pinos
e. Deve apresentar voltagem de 5,0 volts. 02, 03, 08, 09 do conector de 89
f. Está correto? pinos, recebe voltagem direto do
comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do sensor de temperatura do
ar. Sim – Vá para o passo 7

a. Ligar a chave de ignição Não – Vá para o passo 6


b. Com o multímetro digital, medir a voltagem
5 entre os pinos 01 e 2 (25 e 36 do conector Nota!
de 36 pinos do ECM.) Antes de efetuar o teste de
c. Deve estar de acordo com a tabela da resposta eletrica do sensor,
página anterior. verificar se a mangueira do turbo
d. Está correto? não está solta, rasgada ou
dobrada.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
202

Passo Ação Decisão


Substituição do sensor de temperatura do ar.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
6 b. Desconectar o chicote elétrico do sensor Não – Vá para o passo 7
de temperatura do ar.
c. Substituir o sensor. Nota!
d. Reinstalar o chicote elétrico do sensor. Antes de substituir o sensor,
verificar se a mangueira do turbo
e. O código de falha persiste? não está solta, rasgada ou
dobrada.

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
7 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 8
c. Ligar a chave de ignição.
Nota!
d. Efetuar o apagamento da memória.
Antes de retornar ao passo 1,
e. Consultar novamente a memória do ECM. considerar a nota do passo 6.
f. O código de falhas persiste? Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo.
8 desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota!
d. As luzes de anomalia devem permanecer Antes de retornar ao passo 1,
apagadas verificar possivel defeito mecânico
na turbina.
e. Permanecem acesas?
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
203

SPN 105-4: Voltagem abaixo do limite inferior no sensor de temperatura do ar no coletor de


admissão (TMAP).

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

105 4
OBD BLINK Voltagem abaixo do normal ou curto- Diagnosticar e Curto-circuito ao
DTC CODE circuito ao negativo. reparar. negativo

P0112 13

Visão geral. Descrição da falha

O sensor de pressão do turbo, T-MAP, é um Esta falha também pode ocorrer pelas
sensor duplo composto do sensor de seguintes razões:
temperatura do ar admitido e do sensor de - Mau-funcionamento do sensor T-MAP
pressão do turbo. O sensor de temperatura do
ar admitido é do tipo NTC (coeficiente - Chicote elétrico do sensor em curto-circuito
negativo de temperatura). Possui a ao positivo.
característica de variar a resistência e a - Curto-circuito entre o fio de sinal do chicote
voltagem de resposta inversamente elétrico do sensor e o positivo de qualquer
proporcional à temperatura, de modo, quando outro sensor no interior do chicote elétrico
a temperatura do ar aumenta, a resistência e principal do veículo.
a voltagem de resposta do sensor diminuem ,
e vice-versa. O sensor de pressão do turbo é Descrição do circuito.
do tipo piezo-resistivo, quando sujeito a
variações de pressão do ar, ocorrem
O sensor T-MAP é alimentado com 5 volts
variações de resistência e de voltagem de
através do terminal 3 ( pino 33 do conector de
resposta do sensor, dessa forma, quando a
36 pinos do ECM), é aterrado através do
pressão do ar aumenta, a resistência elétrica
terminal 1 (pino 25 do conector de 36 pinos
e a voltagem de resposta do sensor
do ECM), envia sinal de resposta elétrica de
aumentam proporcionalmente.
temperatura do ar através do terminal 2 (pino
36 do conector de 36 pinos do conector do
ECM), envia sinal de pressão do ar do turbo
Quando a falha é capturada.
através do terminal 4 (pino 34 do conector de
36 pinos do conector do ECM).
O ECM causa o acendimento das luzes
amarela e vermelha de anomalia no painel de do ar atra
instrumentos e reduz a potência do motor.
204

Localização do sensor T-MAP.

O sensor T-MAP está localizado no coletor de admissão.

Valores Ideais.
A resposta elétrica do sensor de temperatura do ar medida entre os pinos 1 e 2 do conector
elétrico do sensor deverá estar conforme a tabela abaixo.

Tabela de teste do sensor de temperatura do ar admitido.


Temperatura (ºC) Resistência (kΩ)
-10 8.910 a 9.950
20 2.420 a 2.650
80 0.320 a 0.345

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
205

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 105-1 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no chicote elétrico e no sensor.
Sim – Vá para o passo 4
2 a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico e conector Não –Vá para o passo 3
lados sensor de temperatura do ar e ECM.
c. Está tudo ok? Nota!
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico do sensor.
Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico. Não – Refaça o reparo.
c. Reparar o chicote rompido ou em curto.
3 Nota!
d. Chicote ok?
Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do
dano, substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
206

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica do sensor de temperatura
do ar.
Sim – Vá para o passo 5

a. Desligar a chave de ignição. Não – Verificar alimentação


b. Desconectar o chicote elétrico lado sensor elétrica do ECM
c. Ligar a chave de ignição.
Nota!
d. Com o multímetro digital, medir a voltagem O ECM é alimentado com voltagem
4 entre os pinos 01 e 3 (25 e 33 do conector direto do terminal positivo da
de 36 pinos do ECM) bateria (linha 30) através dos pinos
e. Deve apresentar voltagem de 5,0 volts. 02, 03, 08, 09 do conector de 89
f. Está correto? pinos, recebe voltagem direto do
comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do sensor de temperatura do
ar. Sim – Vá para o passo 7

a. Ligar a chave de ignição Não – Vá para o passo 6


b. Com o multímetro digital, medir a voltagem
5 entre os pinos 01 e 2 (25 e 36 do conector Nota!
de 36 pinos do ECM.) Antes de efetuar o teste de
c. Deve estar de acordo com a tabela da resposta eletrica do sensor,
página anterior. verificar se a mangueira do turbo
d. Está correto? não está solta, rasgada ou
dobrada.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
207

Passo Ação Decisão


Substituição do sensor de temperatura do ar.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
6 b. Desconectar o chicote elétrico do sensor Não – Vá para o passo 7
de temperatura do ar.
c. Substituir o sensor. Nota!
d. Reinstalar o chicote elétrico do sensor. Antes de substituir o sensor,
verificar se a mangueira do turbo
e. O código de falha persiste? não está solta, rasgada ou
dobrada.

Passo Ação Decisão


Apagar memória.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 1


7 b. Conectar a ferramenta de diagnose.
Não – Vá para o passo 8
c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória.
Nota!
e. Consultar novamente a memória do ECM.
Antes de retornar ao passo 1,
f. O código de falhas persiste? considerar a nota do passo 6.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo.
8 desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando.
Nota!
d. As luzes de anomalia devem permanecer Antes de retornar ao passo 1,
apagadas verificar possivel defeito mecânico
e. Permanecem acesas? na turbina.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
208

SPN 108-2: Correlação A/B no Sensor de Pressão Barometrica BAP.

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

108 2
OBD BLINK Erro de intermitência ou dado incorreto Diagnosticar e Erro do ECM.
DTC CODE reparar.

P222F 16

Visão geral Descrição da falha

O sensor de pressão barométrica está Esta falha também pode ocorrer pelas
localizado internamente ao módulo de seguintes razões:
controle do motor (ECM), e tem por função - Mau-funcionamento do sensor BAP
indicar a altitude ao ECM. O sensor informa a
- Mau-funcionamento do ECM
pressão baromérica momentânea e
consequentemente, a altitude geográfica onde
se encontra o veículo. De acordo com o sinal
elétrico do sensor de pressão barômetrica, é Descrição do circuito.
feita a correção do débito de injeção. Caso
haja falta de sinal do sensor de pressão
atmosférica, ocorrerá aparecimento de O sensor de pressão barometrica é integrado
fumaça preta no escapamento. ao módulo de controle eletrônico do motor
(ECM), e não requer intervenção externa de
manutenção. Quando de apresentar defeito, o
Quando a falha é capturada ECM deverá ser substituído.

Ao reconhecer a falha o ECM causa o


acendimento das luzes de advertência
vermelha e amarela no painel de instrumentos
e pode ativar o modo de despotenciamento
do motor.
209

Localização do sensor de pressão atmosférica.

O sensor de pressão atmosférica está instalado interno ao ECM.

Valores Ideais.

Não há valores ideais a serem medidos no sensor de pressão barometrica, suas informações são
capturadas diretamente pelo ECM.

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
210

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 6
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 108-2 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no chicote elétrico do ECM.
2 Sim – Vá para o passo 6
a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico lado ECM. Não– Vá para o passo 3
c. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico do ECM.
Sim – Vá para o passo 4
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM e Não – refaça o reparo.
lado sensores.
3 c. Reparar o chicote elétrico. Nota!
d. O chicote está ok? Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do
dano, substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
211

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica do ECM.
Sim – Vá para o passo 5
a. Ligar a chave de ignição.
b. Com o multímetro digital, medir a voltagem Não – Verificar fusíveis.
entre os pinos 02, 03, 08, 09 e 40 do
conector de 89 pinos do ECM e o terminal Nota!
negativo da bateria. O ECM é alimentado com voltagem
4
c. Deve apresentar 24 volts. direto do terminal positivo da
a. Com o multímetro digital, medir a voltagem bateria (linha 30) através dos pinos
entre os pinos 05, 06, 10, e 11 do conector 02, 03, 08, 09 do conector de 89
de 89 pinos do ECM e o terminal positivo pinos, recebe voltagem direto do
da bateria. comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
b. Deve apresentar sinal de terra (0 volt) 89 pinos, e recebe sinal negativo
d. A alimentação está ok? (linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.
212

Passo Ação Decisão


Substituição do ECM.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM. Não – Vá para o passo 6.
c. Substituir o ECM.
d. O código de falhas persiste? Nota!
Deve-se utilizar de bom critério
técnico antes da tomada de
decisão da substituição do ECM,
pois trata-se de um componente
que usualmente é minimamente
passível de falhas que justifique
5 sua substituição. “Não” substituir
o ECM sem que antes esteja
aprovado no teste do passo 4.

Lembrete!!
Nem sempre a emissão de fumaça
preta está diretamente relacionada
com o sensor BAP.
- Combustível contaminado com
água ou solventes, filtro de ar, ou
de combustivel entupido,
Mangueira do turbo dobrada,
rasgada ou solta, defeito mecânico
dos eletroinjetores, erro de
sincronismo mecânico do motor,
ou motor com válvula presa, pode
ocasionar emissão de fumaça
preta.
213

Passo Ação Decisão


Apagar memória.

Sim – Vá para o passo 1


a. Desligar a chave de ignição.
b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
6 c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
Veja nota e lembrete nos passos 4
e. Consultar novamente a memória do ECM. e 5.
f. O código de falhas persiste?
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Decisão
Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo.
7 desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota!
d. As luzes de anomalia devem permanecer Veja todas as recomendações em
apagadas “Descrição da falha” na página
e. Permanecem acesas? inicial deste código.
214

SPN 108-3: Voltagem acima do limite superior no Sensor de Pressão Barometrica BAP.

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

108 3
OBD BLINK Voltagem acima do normal ou curto- Diagnosticar e Erro do ECM.
DTC CODE circuito o positivo. reparar.

P2229 16

Visão geral Descrição da falha

O sensor de pressão barometrica está Esta falha também pode ocorrer pelas
localizado internamente ao modulo de seguintes razões:
controle do motor (ECM), e tem por função - Mau-funcionamento do sensor BAP
indicar a altitude ao ECM. O sensor informa a
- Mau-funcionamento do ECM
pressão barômetrica momentânea e
consequentemente, a altitude geográfica onde
se encontra o veículo. De acordo com o sinal
elétrico do sensor de pressão barômetrica, é Descrição do circuito.
feita a correção do débito de injeção. Caso
haja falta de sinal do sensor de pressão
atmosférica, ocorrerá aparecimento de O sensor de pressão barometrica é integrado
fumaça preta no escapamento. ao módulo de controle eletrônico do motor
(ECM), e não requer intervenção externa de
manutenção. Quando de apresentar defeito, o
Quando a falha é capturada ECM deverá ser substituído.

Ao reconhecer a falha o ECM causa o


acendimento das luzes de advertência
vermelha e amarela no painel de instrumentos
e pode ativar o modo de despotenciamento
do motor.
215

Localização do sensor de pressão atmosférica.

O sensor de pressão atmosférica está instalado interno ao ECM.

Valores Ideais.

Não há valores ideais a serem medidos no sensor de pressão barometrica, suas informações são
capturadas diretamente pelo ECM.

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
216

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 6
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 108-3 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no chicote elétrico do ECM.
2 Sim – Vá para o passo 6
a. Desligar a chave de ignição. Não– Vá para o passo 3
b. Inspecionar o chicote elétrico lado ECM.
c. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico do ECM.
Sim – Vá para o passo 4
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM e Não – Refaça o reparo.
lado sensores.
3 c. Reparar o chicote elétrico. Nota!
d. O chicote está ok? Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do
dano, substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
217

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica do ECM.
Sim – Vá para o passo 5
a. Ligar a chave de ignição.
b. Com o multímetro digital, medir a voltagem Não – Verificar fusíveis.
entre os pinos 02, 03, 08, 09 e 40 do
conector de 89 pinos do ECM e o terminal Nota!
negativo da bateria. O ECM é alimentado com voltagem
4
c. Deve apresentar 24 volts. direto do terminal positivo da
c. Com o multímetro digital, medir a voltagem bateria (linha 30) através dos pinos
entre os pinos 05, 06, 10, e 11 do conector 02, 03, 08, 09 do conector de 89
de 89 pinos do ECM e o terminal positivo pinos, recebe voltagem direto do
da bateria. comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
d. Deve apresentar sinal de terra (0 volt) 89 pinos, e recebe sinal negativo
d. A alimentação está ok? (linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.
218

Passo Ação Decisão


Substituição do ECM.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM. Não – Vá para o passo 6
c. Substituir o ECM.
d. O código de falhas persiste? Nota!
Deve-se utilizar de bom critério
técnico antes da tomada de
decisão da substituição do ECM,
pois trata-se de um componente
que usualmente é minimamente
passível de falhas que justifique
5 sua substituição. “Não” substituir
o ECM sem que antes esteja
aprovado no teste do passo 4.

Lembrete!!
Nem sempre a emissão de fumaça
preta está diretamente relacionada
com o sensor BAP.
- Combustível contaminado com
água ou solventes, filtro de ar, ou
de combustivel entupido,
Mangueira do turbo dobrada,
rasgada ou solta, defeito mecânico
dos eletroinjetores, erro de
sincronismo mecânico do motor,
ou motor com válvula presa, pode
ocasionar emissão de fumaça
preta.
219

Passo Ação Decisão


Apagar memória.

Sim – Vá para o passo 1


a. Desligar a chave de ignição.
b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
6 c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
Veja nota e lembrete nos passos 4
e. Consultar novamente a memória do ECM. e 5.
f. O código de falhas persiste? Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Decisão
Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo
7 desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota!
d. As luzes de anomalia devem permanecer Veja todas as recomendações em
apagadas “Descrição da falha” na página
e. Permanecem acesas? inicial deste código.
220

SPN 108-4: Voltagem acima do limite superior no Sensor de Pressão Barometrica BAP.

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

108 4
OBD BLINK Voltagem abaixo do normal ou curto- Diagnosticar e Erro do ECM.
DTC CODE circuito o negativo. reparar.

P2228 16

Visão geral Descrição da falha

O sensor de pressão barometrica está Esta falha também pode ocorrer pelas
localizado internamente ao modulo de seguintes razões:
controle do motor (ECM), e tem por função - Mau-funcionamento do sensor BAP
indicar a altitude ao ECM. O sensor informa a
- Mau-funcionamento do ECM
pressão barométrica momentânea e
consequentemente, a altitude geográfica onde
se encontra o veículo. De acordo com o sinal Descrição do circuito.
elétrico do sensor de pressão barométrica, é
feita a correção do débito de injeção. Caso O sensor de pressão barométrica é integrado
haja falta de sinal do sensor de pressão ao módulo de controle eletrônico do motor
atmosférica, ocorrerá aparecimento de (ECM), e não requer intervenção externa de
fumaça preta no escapamento. manutenção. Quando de apresentar defeito, o
ECM deverá ser substituído.
Quando a falha é capturada

Ao reconhecer a falha o ECM causa o


acendimento das luzes de advertência
vermelha e amarela no painel de instrumentos
e pode ativar o modo de despotenciamento
do motor.
221

Localização do sensor de pressão atmosférica.

O sensor de pressão atmosférica está instalado interno ao ECM.

Valores Ideais.

Não há valores ideais a serem medidos no sensor de pressão baromérica, suas informações são
capturadas diretamente pelo ECM.

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
222

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 6
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 108-4 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no chicote elétrico do ECM.
2 Sim – Vá para o passo 6
a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico lado ECM. Não– Vá para o passo 3
c. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico do ECM.
Sim – Vá para o passo 4
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM e Não – Refaça o reparo
3 lado sensores.
c. Reparar o chicote elétrico. Nota!
d. O chicote está ok? Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do
dano, substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
223

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica do ECM.
Sim – Vá para o passo 5
a. Ligar a chave de ignição.
b. Com o multímetro digital, medir a voltagem Não – Verificar fusíveis.
entre os pinos 02, 03, 08, 09 e 40 do
conector de 89 pinos do ECM e o terminal Nota!
negativo da bateria. O ECM é alimentado com voltagem
c. Deve apresentar 24 volts. direto do terminal positivo da
4
d. Com o multímetro digital, medir a voltagem bateria (linha 30) através dos pinos
entre os pinos 05, 06, 10, e 11 do conector 02, 03, 08, 09 do conector de 89
de 89 pinos do ECM e o terminal positivo pinos, recebe voltagem direto do
da bateria. comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
e. Deve apresentar sinal de terra (0 volt) 89 pinos, e recebe sinal negativo
f. A alimentação está ok? (linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.
224

Passo Ação Decisão


Substituição do ECM.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM. Não – Vá para o passo 6.
c. Substituir o ECM.
d. O código de falhas persiste? Nota!
Deve-se utilizar de bom critério
técnico antes da tomada de
decisão da substituição do ECM,
pois trata-se de um componente
que usualmente é minimamente
5 passível de falhas que justifique
sua substituição. “Não” substituir
o ECM sem que antes esteja
aprovado no teste do passo 4.

Lembrete!!
Nem sempre a emissão de fumaça
preta está diretamente relacionada
com o sensor BAP.
- Combustível contaminado com
água ou solventes, filtro de ar, ou
de combustivel entupido,
Mangueira do turbo dobrada,
rasgada ou solta, defeito mecânico
dos eletroinjetores, erro de
sincronismo mecânico do motor,
ou motor com válvula presa, pode
ocasionar emissão de fumaça
preta.
225

Passo Ação Decisão


Apagar memória.

Sim – Vá para o passo 1


a. Desligar a chave de ignição.
b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
6 c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
Veja nota e lembrete nos
e. Consultar novamente a memória do ECM. passos 4 e 5
f. O código de falhas persiste?
Veja todas as recomendações
em “Descrição da falha” na
página inicial deste código.

Passo Decisão
Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo.
7 desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota!
d. As luzes de anomalia devem permanecer Veja todas as recomendações
apagadas em “Descrição da falha” na
e. Permanecem acesas? página inicial deste código.
226

SPN 110-0: Temperatura do liquido de arrefecimento acima do limite superior (ECT)

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

110 0
OBD BLINK Dado válido, mas acima da faixa Diagnosticar e Falha no controle
DTC CODE operacional normal - nível mais grave reparar. de temperatura do
motor
P0217 167

Visão geral. Descrição da falha

O sensor de temperatura do liquido de Esta falha também pode ocorrer pelas


arrefecimento é do tipo NTC (coeficiente seguintes razões:
negativo de temperatura). Possui a - Mau-funcionamento do sensor
característica de variar a resistência elétrica e
a voltagem de resposta inversamente - Reservatório do liquido de arrefecimento com
proporcional à temperatura, de modo que, nível abaixo do mínimo.
quando a temperatura do liquido de - Vazamento de liquido de arrefecimento.
arrefecimento aumenta, a resistência e a -Mau-funcionamento do ventilador de
voltagem de resposta do sensor diminuem e arrefecimento do motor.
vice-versa. - Radiador do liquido de arrefecimento
entupido.
Quando a falha é capturada.
- falha no sistema de injeção de combustível
(mistura muito rica ou muito pobre).
O ECM causa o acendimento da luz amarela
de anomalia no painel de instrumentos e o - Junta do cabeçote queimada.
motor passa a emitir fumaça preta em - Motor fora de sincronismo mecânico (muito
retomadas de acelerações. adiantado)

Descrição do circuito.

O ECT é alimentado com 5 volts através do


terminal 1 ( pino 15 do conector de 36 pinos
do ECM), e é aterrado através do terminal 2
(pino 26 do conector de 36 pinos do ECM). de
temperatura do ar atra

rminal 2 (pino 29 do conector de 36 pinosM),


227

via sinal de psão do ar do turbo através do


Localização do sensor ECT. terminal
O sensor ECT está localizado no bloco do motor.

Valores Ideais.

A resposta elétrica do sensor de temperatura do liquido de arrefecimento medida entre os pinos 1


e 2 do conector elétrico do sensor deve estar conforme a tabela abaixo.

Tabela de teste do sensor de temperatura do fluido de arrefecimento.


Temperatura (ºC) Resistência (kΩ)
-10 8.250 a 10.700
20 2.280 a 2.780
80 0.300 a 0.345

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital
228

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 2


1 b. Conectar a ferramenta de diagnose.
c. Ligar a chave de ignição. Não – Vá para o passo 7
d. Verificar se o SPN 110-0 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no chicote elétrico e no sensor.

2 a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 4


b. Inspecionar o chicote elétrico e conector
lados sensor de temperatura do liquido de Não - Vá para o passo 3
arrefecimento e ECM.
c. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico do sensor.
Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico. Não – Refaça o reparo.
c. Reparar o chicote rompido ou em curto.
3 Nota!
d. Chicote ok?
Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do
dano, substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
229

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica do sensor de
temperatura.
Sim – Vá para o passo 5

a. Desligar a chave de ignição. Não – Verificar alimentação


b. Desconectar o chicote elétrico lado sensor elétrica do ECM
c. Ligar a chave de ignição.
Nota!
d. Com o multímetro digital, medir a voltagem O ECM é alimentado com voltagem
4 entre os pinos 01 e 2 (15 e 26 do conector direto do terminal positivo da
de 36 pinos do ECM.) bateria (linha 30) através dos pinos
e. Deve apresentar voltagem de 5,0 volts. 02, 03, 08, 09 do conector de 89
f. Está correto? pinos, recebe voltagem direto do
comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do sensor de temperatura.

a. Ligar a chave de ignição Sim – Vá para o passo 7


b. Com o multímetro digital, medir a voltagem
5 entre os pinos 01 e 2 (15 e 26 do conector Não – Vá para o passo 6
de 36 pinos do ECM.)
c. Deve estar de acordo com a tabela da Nota!
página anterior. Considere todas as
d. Está correto? recomendações em “Descrição da
falha” na página inicial deste
código.
230

Passo Ação Decisão


Substituição do sensor de temperatura.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
6 b. Desconectar o chicote elétrico do sensor Não – Vá para o passo 7
de Temperatura do fluido de
arrefecimento. Nota!
c. Substituir o sensor. Antes de substituir o sensor, veja
d. Reinstalar o chicote elétrico do sensor. todas as recomendações em
e. O código de falha persiste? “Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Apagar memória.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 1


7 b. Conectar a ferramenta de diagnose.
Não – Vá para o passo 8
c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória.
Nota!
e. Consultar novamente a memória do ECM.
Considere todas as
f. O código de falhas persiste? recomendações em “Descrição da
falha” na página inicial deste
código.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo
8 desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota!
d. As luzes de anomalia devem permanecer Considere todas as
apagadas recomendações em “Descrição da
falha” na página inicial deste
e. Permanecem acesas? código.
231

SPN 110-3: Voltagem acima do limite superior no sensor de temperatura do liquido de


arrefecimento (ECT).

Critério
SPN FMI Condição Causa provavel
selecionado

110 3
OBD BLINK Voltagem acima do normal ou em Diagnosticar e Falha no controle
DTC CODE curto-circuito ao positivo. reparar. de temperatura do
motor
P0118 11

Visão geral. Descrição da falha

O sensor de temperatura do liquido de Esta falha também pode ocorrer pelas


arrefecimento é do tipo NTC (coeficiente seguintes razões:
negativo de temperatura). Possui a - Mau-funcionamento do sensor
característica de variar a resistência elétrica e
a voltagem de resposta inversamente - Reservatório do líquido de arrefecimento com
proporcional à temperatura, de modo que, nível abaixo do mínimo.
quando a temperatura do liquido de - Vazamento de líquido de arrefecimento.
arrefecimento aumenta, a resistência e a -Mau-funcionamento do ventilador de
voltagem de resposta do sensor diminuem e arrefecimento do motor.
vice-versa. - Radiador do líquido de arrefecimento
entupido.
Quando a falha é capturada.
- Falha no sistema de injeção de combustível
(mistura muito rica ou muito pobre).
O ECM causa o acendimento da luz amarela
de anomalia no painel de instrumentos e o - Junta do cabeçote queimada.
motor passa a emitir fumaça preta em - Motor fora de sincronismo mecânico (muito
retomadas de acelerações. adiantado).

Descrição do circuito.

O ECT é alimentado com 5 volts através do


terminal 1 ( pino 15 do conector de 36 pinos
do ECM), e é aterrado através do terminal 2
(pino 26 do conector de 36 pinos do ECM). de
temperatura do ar atra

rminal 2 (pino 29 do conector de 36 pinosM),


232

via sinal de psão do ar do turbo através do


Localização do sensor ECT. terminal
O sensor ECT está localizado no bloco do motor.

Valores Ideais.

A resposta elétrica do sensor de temperatura do líquido de arrefecimento medida entre os pinos 1


e 2 do conector elétrico do sensor deve estar conforme a tabela abaixo.

Tabela de teste do sensor de temperatura do fluido de arrefecimento.


Temperatura (ºC) Resistência (kΩ)
-10 8.250 a 10.700
20 2.280 a 2.780
80 0.300 a 0.345

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital
233

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 110-3 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no chicote elétrico e no sensor.

2 a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 4


b. Inspecionar o chicote elétrico e conector
lados sensor de temperatura do líquido de Não - Vá para o passo 3
arrefecimento e ECM.
c. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico do sensor.
Sim – Vá para o passo 5
3 a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico. Não – Refaça o reparo.
c. Reparar o chicote rompido ou em curto.
Nota!
d. Chicote ok?
Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do
dano, substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
234

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica do sensor de
temperatura. Sim – Vá para o passo 5

Não – Verificar alimentação


a. Desligar a chave de ignição. elétrica do ECM
b. Desconectar o chicote elétrico lado sensor
c. Ligar a chave de ignição. Nota!
O ECM é alimentado com voltagem
d. Com o multímetro digital, medir a voltagem direto do terminal positivo da
4 entre os pinos 01 e 2 (15 e 26 do conector bateria (linha 30) através dos pinos
de 36 pinos do ECM.) 02, 03, 08, 09 do conector de 89
e. Deve apresentar voltagem de 5,0 volts. pinos, recebe voltagem direto do
f. Está correto? comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do sensor de temperatura.
Sim – Vá para o passo 7
a. Ligar a chave de ignição
b. Com o multímetro digital, medir a voltagem Não – Vá para o passo 6
5 entre os pinos 01 e 2 (15 e 26 do conector
de 36 pinos do ECM.) Nota!
c. Deve estar de acordo com a tabela da Considere todas as
página anterior. recomendações em “Descrição da
d. Está correto? falha” na página inicial deste
código.
235

Passo Ação Decisão


Substituição do sensor de temperatura.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
6 b. Desconectar o chicote elétrico do sensor Não – Vá para o passo 7
de Temperatura do fluido de
arrefecimento. Nota!
c. Substituir o sensor. Antes de substituir o sensor, veja
d. Reinstalar o chicote elétrico do sensor. todas as recomendações em
e. O código de falha persiste? “Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
7 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 8
c. Ligar a chave de ignição.
Nota!
d. Efetuar o apagamento da memória.
Considere todas as
e. Consultar novamente a memória do ECM. recomendações em “Descrição da
f. O código de falhas persiste? falha” na página inicial deste
código.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 1


b. Certificar-se de que os componentes
8 desmontados foram reinstalados. Não – Liberar o veículo
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando.
d. As luzes de anomalia devem permanecer Nota!
apagadas Considere todas as
e. Permanecem acesas? recomendações em “Descrição da
falha” na página inicial deste
código.
236

SPN 110-4: Voltagem acima do limite superior no sensor de temperatura do liquido de


arrefecimento (ECT).

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

110 4
OBD BLINK Voltagem abaixo do normal ou em Diagnosticar e Falha no controle
DTC CODE curto-circuito ao negaitivo. reparar. de temperatura
do motor
P0117 11

Visão geral. Descrição da falha

O sensor de temperatura do líquido de Esta falha também pode ocorrer pelas


arrefecimento é do tipo NTC (coeficiente seguintes razões:
negativo de temperatura). Possui a - Mau-funcionamento do sensor
característica de variar a resistência elétrica e
a voltagem de resposta inversamente - Reservatório do liquido de arrefecimento com
proporcional à temperatura, de modo que, nível abaixo do mínimo.
quando a temperatura do líquido de - Vazamento de liquido de arrefecimento.
arrefecimento aumenta, a resistência e a -Mau-funcionamento do ventilador de
voltagem de resposta do sensor diminuem e arrefecimento do motor.
vice-versa. - Radiador do liquido de arrefecimento
entupido.
Quando a falha é capturada.
- Falha no sistema de injeção de combustível
(mistura muito rica ou muito pobre).
O ECM causa o acendimento da luz amarela
de anomalia no painel de instrumentos e o - Junta do cabeçote queimada.
motor passa a emitir fumaça preta em - Motor fora de sincronismo mecânico (muito
retomadas de acelerações. adiantado)

Descrição do circuito.

O ECT é alimentado com 5 volts através do


terminal 1 ( pino 15 do conector de 36 pinos
do ECM), e é aterrado através do terminal 2
(pino 26 do conector de 36 pinos do ECM). de
temperatura do ar atra

rminal 2 (pino 29 do conector de 36 pinosM),


237

via sinal de psão do ar do turbo através do


Localização do sensor ECT. terminal
O sensor ECT está localizado no bloco do motor.

Valores Ideais.

A resposta elétrica do sensor de temperatura do liquido de arrefecimento medida entre os pinos 1


e 2 do conector elétrico do sensor deve estar conforme a tabela abaixo.

Tabela de teste do sensor de temperatura do fluido de arrefecimento.


Temperatura (ºC) Resistência (kΩ)
-10 8.250 a 10.700
20 2.280 a 2.780
80 0.300 a 0.345

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital
238

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 2


1 b. Conectar a ferramenta de diagnose.
c. Ligar a chave de ignição. Não – Vá para o passo 7
d. Verificar se o SPN 110-4 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no chicote elétrico e no sensor.

2 a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 4


b. Inspecionar o chicote elétrico e conector
lados sensor de temperatura do liquido de Não - Vá para o passo 3
arrefecimento e ECM.
c. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico do sensor.
Sim – Vá para o passo 5
3 a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico. Não – Refaça o reparo.
c. Reparar o chicote rompido ou em curto.
Nota!
d. Chicote ok?
Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do
dano, substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
239

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica do sensor de
temperatura. Sim – Vá para o passo 5

Não – Verificar alimentação


a. Desligar a chave de ignição. elétrica do ECM
b. Desconectar o chicote elétrico lado sensor
c. Ligar a chave de ignição. Nota!
O ECM é alimentado com voltagem
d. Com o multímetro digital, medir a voltagem direto do terminal positivo da
4 entre os pinos 01 e 2 (15 e 26 do conector bateria (linha 30) através dos pinos
de 36 pinos do ECM.) 02, 03, 08, 09 do conector de 89
e. Deve apresentar voltagem de 5,0 volts. pinos, recebe voltagem direto do
f. Está correto? comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do sensor de temperatura.
Sim – Vá para o passo 7
a. Ligar a chave de ignição
b. Com o multímetro digital, medir a voltagem Não – Vá para o passo 6
5 entre os pinos 01 e 2 (15 e 26 do conector
de 36 pinos do ECM.) Nota!
c. Deve estar de acordo com a tabela da Considere todas as
página anterior. recomendações em “Descrição da
d. Está correto? falha” na página inicial deste
código.
240

Passo Ação Decisão


Substituição do sensor de temperatura.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
6 b. Desconectar o chicote elétrico do sensor Não – Vá para o passo 7
de Temperatura do fluido de
arrefecimento. Nota!
c. Substituir o sensor. Antes de substituir o sensor, veja
d. Reinstalar o chicote elétrico do sensor. todas as recomendações em
e. O código de falha persiste? “Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
7 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 8
c. Ligar a chave de ignição.
Nota!
d. Efetuar o apagamento da memória.
Considere todas as
e. Consultar novamente a memória do ECM. recomendações em “Descrição da
f. O código de falhas persiste? falha” na página inicial deste
código.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 1


b. Certificar-se de que os componentes
8 desmontados foram reinstalados. Não – Liberar o veículo
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando.
d. As luzes de anomalia devem permanecer Nota!
apagadas Considere todas as
e. Permanecem acesas? recomendações em “Descrição da
falha” na página inicial deste
código.
241

SPN 110-10: Teste de plausibilidade dinâmica da temperatura do líquido de arrefecimento (ECT)

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

110 10
OBD BLINK Variação anormal da taxa Diagnosticar e Falha no controle
DTC CODE reparar. de temperatura do
motor
P0116 119

Visão geral. Descrição da falha

O sensor de temperatura do líquido de Esta falha também pode ocorrer pelas


arrefecimento é do tipo NTC (coeficiente seguintes razões:
negativo de temperatura). Possui a - Mau-funcionamento do sensor
característica de variar a resistência elétrica e
a voltagem de resposta inversamente - Reservatório do líquido de arrefecimento com
proporcional à temperatura, de modo que, nível abaixo do mínimo.
quando a temperatura do líquido de - Vazamento de líquido de arrefecimento.
arrefecimento aumenta, a resistência e a -Mau-funcionamento do ventilador de
voltagem de resposta do sensor diminuem e arrefecimento do motor.
vice-versa. - Radiador do líquido de arrefecimento
entupido.
Quando a falha é capturada.
- Falha no sistema de injeção de combustível
(mistura muito rica ou muito pobre).
O ECM causa o acendimento da luz amarela
de anomalia no painel de instrumentos e o - Junta do cabeçote queimada.
motor passa a emitir fumaça preta em - Motor fora de sincronismo mecânico (muito
retomadas de acelerações. adiantado)

Descrição do circuito.

O ECT é alimentado com 5 volts através do


terminal 1 ( pino 15 do conector de 36 pinos
do ECM), e é aterrado através do terminal 2
(pino 26 do conector de 36 pinos do ECM). de
temperatura do ar atra

rminal 2 (pino 29 do conector de 36 pinosM),


242

via sinal de psão do ar do turbo através do


Localização do sensor ECT. terminal
O sensor ECT está localizado no bloco do motor.

Valores Ideais.

A resposta elétrica do sensor de temperatura do líquido de arrefecimento medida entre os pinos 1


e 2 do conector elétrico do sensor deve estar conforme a tabela abaixo.

Tabela de teste do sensor de temperatura do fluido de arrefecimento.


Temperatura (ºC) Resistência (kΩ)
-10 8.250 a 10.700
20 2.280 a 2.780
80 0.300 a 0.345

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital
243

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 2


1 b. Conectar a ferramenta de diagnose.
c. Ligar a chave de ignição. Não – Vá para o passo 7
d. Verificar se o SPN 110-10 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no chicote elétrico e no sensor.

2 a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 4


b. Inspecionar o chicote elétrico e conector
lados sensor de temperatura do líquido de Não - Vá para o passo 3
arrefecimento e ECM.
c. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico do sensor.
Sim – Vá para o passo 5
3 a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico. Não – Refaça o reparo.
c. Reparar o chicote rompido ou em curto.
Nota!
d. Chicote ok?
Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do
dano, substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
244

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica do sensor de
temperatura. Sim – Vá para o passo 5

Não – Verificar alimentação


a. Desligar a chave de ignição. elétrica do ECM
b. Desconectar o chicote elétrico lado sensor
c. Ligar a chave de ignição. Nota!
O ECM é alimentado com voltagem
d. Com o multímetro digital, medir a voltagem direto do terminal positivo da
4 entre os pinos 01 e 2 (15 e 26 do conector bateria (linha 30) através dos pinos
de 36 pinos do ECM.) 02, 03, 08, 09 do conector de 89
e. Deve apresentar voltagem de 5,0 volts. pinos, recebe voltagem direto do
f. Está correto? comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do sensor de temperatura.
Sim – Vá para o passo 7
a. Ligar a chave de ignição
b. Com o multímetro digital, medir a voltagem Não – Vá para o passo 6
5 entre os pinos 01 e 2 (15 e 26 do conector
de 36 pinos do ECM.) Nota!
c. Deve estar de acordo com a tabela da Considere todas as
página anterior. recomendações em “Descrição da
d. Está correto? falha” na página inicial deste
código.
245

Passo Ação Decisão


Substituição do sensor de temperatura.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
6 b. Desconectar o chicote elétrico do sensor Não – Vá para o passo 7
de Temperatura do fluido de
arrefecimento. Nota!
c. Substituir o sensor. Antes de substituir o sensor, veja
d. Reinstalar o chicote elétrico do sensor. todas as recomendações em
e. O código de falha persiste? “Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
7 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 8
c. Ligar a chave de ignição.
Nota!
d. Efetuar o apagamento da memória.
Considere todas as
e. Consultar novamente a memória do ECM. recomendações em “Descrição da
f. O código de falhas persiste? falha” na página inicial deste
código.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo.
8 desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota!
d. As luzes de anomalia devem permanecer Considere todas as
apagadas recomendações em “Descrição da
e. Permanecem acesas? falha” na página inicial deste
código.
246

SPN 110-17: A temperatura mínima não chegou dentro do tempo limite no sensor de temperatura
do liquido de arrefecimento (ECT).

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

110 17
OBD BLINK Dado válido, mas abaixo da faixa Diagnosticar e Falha no controle
DTC CODE normal de operação. pelo nível reparar. de temperatura do
grave. motor
P050C 119

Visão geral. Descrição da falha

O sensor de temperatura do líquido de Esta falha também pode ocorrer pelas


arrefecimento é do tipo NTC (coeficiente seguintes razões:
negativo de temperatura). Possui a - Mau-funcionamento do sensor
característica de variar a resistência elétrica e
a voltagem de resposta inversamente - Reservatório do líquido de arrefecimento com
proporcional à temperatura, de modo que, nível abaixo do mínimo.
quando a temperatura do liquido de - Vazamento de líquido de arrefecimento.
arrefecimento aumenta, a resistência e a -Mau-funcionamento do ventilador de
voltagem de resposta do sensor diminuem e arrefecimento do motor.
vice-versa. - Radiador do líquido de arrefecimento
entupido.
Quando a falha é capturada.
- Falha no sistema de injeção de combustível
(mistura muito rica ou muito pobre).
O ECM causa o acendimento da luz amarela
de anomalia no painel de instrumentos e o - Junta do cabeçote queimada.
motor passa a emitir fumaça preta em - Motor fora de sincronismo mecânico (muito
retomadas de acelerações. adiantado).

Descrição do circuito.

O ECT é alimentado com 5 volts através do


terminal 1 ( pino 15 do conector de 36 pinos
do ECM), e é aterrado através do terminal 2
(pino 26 do conector de 36 pinos do ECM). de
temperatura do ar atra

rminal 2 (pino 29 do conector de 36 pinosM),


247

via sinal de psão do ar do turbo através do


Localização do sensor ECT. terminal
O sensor ECT está localizado no bloco do motor.

Valores Ideais.

A resposta elétrica do sensor de temperatura do liquido de arrefecimento medida entre os pinos 1


e 2 do conector elétrico do sensor deve estar conforme a tabela abaixo.

Tabela de teste do sensor de temperatura do fluido de arrefecimento.


Temperatura (ºC) Resistência (kΩ)
-10 8.250 a 10.700
20 2.280 a 2.780
80 0.300 a 0.345

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital
248

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 2


1 b. Conectar a ferramenta de diagnose.
c. Ligar a chave de ignição. Não – Vá para o passo 7
d. Verificar se o SPN 110-17 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no chicote elétrico e no sensor.

2 a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 4


b. Inspecionar o chicote elétrico e conector
lados sensor de temperatura do líquido de Não - Vá para o passo 3
arrefecimento e ECM.
c. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico do sensor.
Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico. Não – refaça o reparo.
3 c. Reparar o chicote rompido ou em curto.
Nota!
d. Chicote ok?
Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do
dano, substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
249

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica do sensor de
temperatura. Sim – Vá para o passo 5

Não – verificar alimentação


a. Desligar a chave de ignição. elétrica do ECM
b. Desconectar o chicote elétrico lado sensor
c. Ligar a chave de ignição. Nota!
O ECM é alimentado com voltagem
d. Com o multímetro digital, medir a voltagem direto do terminal positivo da
4 entre os pinos 01 e 2 (15 e 26 do conector bateria (linha 30) através dos pinos
de 36 pinos do ECM.) 02, 03, 08, 09 do conector de 89
e. Deve apresentar voltagem de 5,0 volts. pinos, recebe voltagem direto do
f. Está correto? comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do sensor de temperatura.

a. Ligar a chave de ignição Sim – Vá para o passo 7


b. Com o multímetro digital, medir a voltagem
5 entre os pinos 01 e 2 (15 e 26 do conector Não – Vá para o passo 6
de 36 pinos do ECM.)
c. Deve estar de acordo com a tabela da Nota!
página anterior. Considere todas as
d. Está correto? recomendações em “Descrição da
falha” na página inicial deste
código.
250

Passo Ação Decisão


Substituição do sensor de temperatura.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
6 b. Desconectar o chicote elétrico do sensor Não – Vá para o passo 7
de Temperatura do fluido de
arrefecimento. Nota!
c. Substituir o sensor. Antes de substituir o sensor, veja
d. Reinstalar o chicote elétrico do sensor. todas as recomendações em
e. O código de falha persiste? “Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
7 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 8
c. Ligar a chave de ignição.
Nota!
d. Efetuar o apagamento da memória.
Considere todas as
e. Consultar novamente a memória do ECM. recomendações em “Descrição da
f. O código de falhas persiste? falha” na página inicial deste
código.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 1


b. Certificar-se de que os componentes
8 desmontados foram reinstalados. Não – Liberar o veículo.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando.
d. As luzes de anomalia devem permanecer Nota!
apagadas Considere todas as
e. Permanecem acesas? recomendações em “Descrição da
falha” na página inicial deste
código.
251

SPN 164 - 0: Valor bruto acima do deslocamento máximo no Sensor de Pressão do Rail (RPS).

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

164 0
OBD BLINK Valor bruto está acima do mínimo Diagnosticar e Falha no controle
DTC CODE compensado reparar. de pressão de
injeção de
P0089 22 combustível

Visão geral Quando a falha é capturada

O sensor de pressão do rail monitora a O ECM causa o acendimento da luz amarela


pressão momentânea do combustível. O de anomalia no painel de instrumentos, reduz
sensor tem a função de medir a pressão do a potência e pode até causar a parada do
acumulador com precisão suficiente, em motor.
tempo respectivamente curto e fornecer um
sinal de tensão elétrica à unidade de Descrição da falha
comando de acordo com a pressão existente.
O combustível flui através de orifício no rail
para o sensor de pressão, cujo diafragma Esta falha também pode ocorrer pelas
sensor de aço veda a extremidade do orifício. seguintes razões:
Através de um furo cego o combustível sob - Mau-funcionamento do sensor de pressão
pressão chega até o diafragma. O elemento do rail.
sensor encontra-se neste diafragma que - Mau-funcionamento do sensor de pressão
serve para a conversão da pressão em um do turbo.
sinal elétrico. Através do chicote elétrico, o - Mau-funcionamento do sensor de pressão
sinal gerado é conduzido ao circuito de de óleo do motor.
avaliação, que disponibiliza o sinal de - Mau–funcionamento do sensor de
medição ampliado para a unidade de temperatura do liquido de arrefecimento.
comando. O sinal de voltagem é utilizado para - Mau-funcionamento da válvula reguladora
regular a pressão de combustível no circuito de pressão de combustível da bomba de alta
de alta pressão. Caso ocorra falha de sinal do pressão.
sensor de pressão, não será possível o - Defeito mecânico na válvula limitadora de
funcionamento do motor. Se um grande pressão de combustivel no rail.
vazamento ou aumento de pressão no rail for - Falha do ECM.
percebido através sensor, o motor é desligado
imediatamente por motivo de segurança. Descrição do circuito.

O sensor de pressão do rail é alimentado com


5 volts através do pino 3 (pino 13 do conector
de 36 pinos do ECM), é aterrado através do
pino 1 (pino 12 do conector de 36 pinos do
ECM), e envia sinal elétrico de resposta
através do pino 2 (pino 14 do conector de 36
pinos do ECM).
252

Localização do sensor de pressão do rail.


O sensor de pressão do rail está localizado no tubo rail.

Valores ideais.

A resposta elétrica do sensor deverá estar conforme a tabela abaixo.

Tabela de valores ideais para o sendor de Pressão do Rail


Condição Voltagem (V) Pressão no Rail (Bar)
Ignição ligada e motor parado 0,45 a 0,55 0

Motor funcionando em marcha lenta 1,28 a 1,55 340 a 400

Motor funcionando variando a rotação de 1,55 a 4,65 400 a 1.600


marcha lenta a plena carga

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital
253

Gráfico de diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


1 a. Desligar a chave de ignição.
b. Conectar a ferramenta de diagnose.
c. Ligar a chave de ignição. Não – Vá para o passo 6
d. Verificar se SPN 164-0 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no sensor de pressão do rail e
chicote.

Sim – Vá para o passo 6


2 a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico no lado do Não – Vá para o passo 3
sensor de pressão do rail e lado ECM.
c. Inspecionar visualmente o chicote elétrico
e o sensor de pressão do rail.
d. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Teste de alimentação elétrica do sensor de
pressão do rail. Sim – Vá para o passo 4

Não – Verificar alimentação elétrica


a. Desligar a chave de ignição. do ECM
b. Conectar o chicote elétrico do sensor de
pressão do rail. Nota!
3
c. Ligar a chave de ignição. O ECM é alimentado com voltagem
d. Com o multímetro digital, medir a direto do terminal positivo da
bateria (linha 30) através dos pinos
voltagem entre os pinos 1 e 3 do sensor
02, 03, 08, 09 do conector de 89
(12 e 13 do conector de 36 pinos do ECM).
pinos, recebe voltagem direto do
e. Deve apresentar 5 volts. comutador de ignição (linha 15)
f. A alimentação do sensor está ok? através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.
254

Passo Ação Decisão


Teste de resposta elétrica do sensor de
pressão do rail.

a. Desligar a chave de ignição.


b. Conectar o chicote elétrico do sensor de
pressão do rail. Sim – Vá para o passo 6
c. Ligar a chave de ignição.
d. Com o multímetro, medir a voltagem entre Não – Vá para o passo 5
4
os terminais 1 e 2 do sensor (12 e 14 do
conector de 36 pinos do ECM).
Nota!
e. Deve estar conforme a tabela da página
Considere todas as
anterior.
recomendações em “Descrição da
f. Acionar o motor e mantê-lo em marcha falha” na página inicial deste
lenta. código.
g. Deve estar conforme a tabela da página
anterior.
h. Elevar a rotação do motor de marcha lenta
à condição de plena carga.
i. Deve estar conforme a tabela da página
anterior
j. A resposta elétrica do sensor está ok ?

Passo Ação Decisão


Substituição do sensor de pressão do rail.
Sim – Vá para o passo 6
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico lado sensor Não – Vá para o passo 2
de pressão do rail. Nota!
c. Substituir o sensor de pressão do rail. Antes de substituir o sensor, levar
d. O sensor de pressão do rail foi substituído? em conta que mau-funcionamento
do sensor de pressão do turbo,
5
sensor de temperatura do liquido
de arrefecimento, sensor de
pressão do óleo, e válvula
reguladora de pressão de
combustível da bombda de alta
pressão pode interferir no
funcionamento do sensor de
pressão do rail.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
255

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 2
a. Desligar a chave de ignição.
b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
6 c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
e. Consultar novamente a memória de falha Veja todas as recomendações em
do ECM. “Descrição da falha” na página
f. O código persiste? inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.

Sim – Vá para o passo 1


a. Desligar a chave de ignição.
7 b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo.
desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando.
Nota!
d. As luzes de anomalia devem permanecer Antes de retornar ao passo 1, veja
apagadas
a nota no passo 5.
e. Permanecem acesas?
256

SPN 164 - 1: Voltagem abaixo do limite inferior no Sensor de Pressão do Rail (RPS).

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

164 1
OBD BLINK Valor bruto está abaixo do mínimo Diagnosticar e Falha no controle
DTC CODE compensado reparar. de pressão de
injeção de
P0089 22 combustível

Visão geral Quando a falha é capturada

O sensor de pressão do rail monitora a O ECM causa o acendimento da luz amarela


pressão momentânea do combustível. O de anomalia no painel de instrumentos, reduz
sensor tem a função de medir a pressão do a potência e pode até causar a parada do
acumulador com precisão suficiente, em motor.
tempo respectivamente curto e fornecer um
sinal de tensão elétrica à unidade de Descrição da falha
comando de acordo com a pressão existente.
O combustível flui através de orifício no rail
para o sensor de pressão, cujo diafragma Esta falha também pode ocorrer pelas
sensor de aço veda a extremidade do orifício. seguintes razões:
Através de um furo cego o combustível sob - Mau-funcionamento do sensor de pressão
pressão chega até o diafragma. O elemento do rail.
sensor encontra-se neste diafragma que - Mau-funcionamento do sensor de pressão
serve para a conversão da pressão em um do turbo.
sinal elétrico. Através do chicote elétrico, o - Mau-funcionamento do sensor de pressão
sinal gerado é conduzido ao circuito de de óleo do motor.
avaliação, que disponibiliza o sinal de - Mau–funcionamento do sensor de
medição ampliado para a unidade de temperatura do liquido de arrefecimento.
comando. O sinal de voltagem é utilizado para - Mau-funcionamento da válvula reguladora
regular a pressão de combustível no circuito de pressão de combustível da bomba de alta
de alta pressão. Caso ocorra falha de sinal do pressão.
sensor de pressão, não será possível o - Defeito mecânico na válvula limitadora de
funcionamento do motor. Se um grande pressão de combustivel no rail.
vazamento ou aumento de pressão no rail for - Falha do ECM.
percebido através sensor, o motor é desligado
imediatamente por motivo de segurança. Descrição do circuito.

O sensor de pressão do rail é alimentado com


5 volts através do pino 3 (pino 13 do conector
de 36 pinos do ECM), é aterrado através do
pino 1 (pino 12 do conector de 36 pinos do
ECM), e envia sinal elétrico de resposta
através do pino 2 (pino 14 do conector de 36
pinos do ECM).
257

Localização do sensor de pressão do rail.


O sensor de pressão do rail está localizado no tubo rail.

Valores ideais.

A resposta elétrica do sensor deverá estar conforme a tabela abaixo.

Tabela de valores ideais para o sendor de Pressão do Rail


Condição Voltagem (V) Pressão no Rail (Bar)

Ignição ligada e motor parado 0,45 a 0,55 0

Motor funcionando em marcha lenta 1,28 a 1,55 340 a 400

Motor funcionando variando a rotação de 1,55 a 4,65 400 a 1.600


marcha lenta a plena carga

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital
258

Gráfico de diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


1 a. Desligar a chave de ignição.
b. Conectar a ferramenta de diagnose.
c. Ligar a chave de ignição. Não – Vá para o passo 6
d. Verificar se SPN 164-3 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no sensor de pressão do rail e
chicote.

Sim – Vá para o passo 6


2 a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico no lado do Não – Vá para o passo 3
sensor de pressão do rail e lado ECM.
c. Inspecionar visualmente o chicote elétrico
e o sensor de pressão do rail.
d. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Teste de alimentação elétrica do sensor de
pressão do rail. Sim – Vá para o passo 4

Não – Verificar alimentação elétrica


a. Desligar a chave de ignição. do ECM.
b. Conectar o chicote elétrico do sensor de
pressão do rail. Nota!
3
c. Ligar a chave de ignição. O ECM é alimentado com voltagem
direto do terminal positivo da
d. Com o multímetro digital, medir a
voltagem entre os pinos 1 e 3 do sensor bateria (linha 30) através dos pinos
(12 e 13 do conector de 36 pinos do ECM). 02, 03, 08, 09 do conector de 89
pinos, recebe voltagem direto do
e. Deve apresentar 5 volts. comutador de ignição (linha 15)
f. A alimentação do sensor está ok? através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.
259

Passo Ação Decisão


Teste de resposta elétrica do sensor de
pressão do rail.

a. Desligar a chave de ignição.


b. Conectar o chicote elétrico do sensor de
pressão do rail. Sim – Vá para o passo 6
c. Ligar a chave de ignição.
d. Com o multímetro, medir a voltagem entre Não – Vá para o passo 5
4
os terminais 1 e 2 do sensor (12 e 14 do
conector de 36 pinos do ECM).
Nota!
e. Deve estar conforme a tabela da página
Considere todas as
anterior.
recomendações em “Descrição da
f. Acionar o motor e mantê-lo em marcha falha” na página inicial deste
lenta. código.
g. Deve estar conforme a tabela da página
anterior.
h. Elevar a rotação do motor de marcha lenta
à condição de plena carga.
i. Deve estar conforme a tabela da página
anterior
j. A resposta elétrica do sensor está ok ?

Passo Ação Decisão


Substituição do sensor de pressão do rail.
Sim – Vá para o passo 6
5 a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico lado sensor Não – Vá para o passo 2
de pressão do rail. Nota!
c. Substituir o sensor de pressão do rail. Antes de substituir o sensor, levar
d. O sensor de pressão do rail foi substituído? em conta que mau-funcionamento
do sensor de pressão do turbo,
sensor de temperatura do líquido
de arrefecimento, sensor de
pressão do óleo, e válvula
reguladora de pressão de
combustível da bomáa de alta
pressão pode interferir no
funcionamento do sensor de
pressão do rail.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
260

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 2
a. Desligar a chave de ignição.
6 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
e. Consultar novamente a memória de falha Veja todas as recomendações em
do ECM. “Descrição da falha” na página
f. O código persiste? inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.

Sim – Vá para o passo 1


a. Desligar a chave de ignição.
7 b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo
desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando.
Nota!
d. As luzes de anomalia devem permanecer Antes de retornar ao passo 1, veja
apagadas
a nota no passo 5.
e. Permanecem acesas?
261

SPN 164 - 3: Voltagem acima do limite superior no Sensor de Pressão do Rail (RPS).

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

164 3
OBD BLINK Voltagem acima do normal ou curto- Diagnosticar e Falha no controle
DTC CODE circuito ao positivo reparar. de pressão de
injeção de
P0193 22 combustível

Visão geral Quando a falha é capturada

O sensor de pressão do rail monitora a O ECM causa o acendimento da luz amarela


pressão momentânea do combustível. O de anomalia no painel de instrumentos, reduz
sensor tem a função de medir a pressão do a potência e pode até causar a parada do
acumulador com precisão suficiente, em motor.
tempo respectivamente curto e fornecer um
sinal de tensão elétrica à unidade de Descrição da falha
comando de acordo com a pressão existente.
O combustível flui através de orifício no rail
para o sensor de pressão, cujo diafragma Esta falha também pode ocorrer pelas
sensor de aço veda a extremidade do orifício. seguintes razões:
Através de um furo cego o combustível sob - Mau-funcionamento do sensor de pressão
pressão chega até o diafragma. O elemento do rail.
sensor encontra-se neste diafragma que - Mau-funcionamento do sensor de pressão
serve para a conversão da pressão em um do turbo.
sinal elétrico. Através do chicote elétrico, o - Mau-funcionamento do sensor de pressão
sinal gerado é conduzido ao circuito de de óleo do motor.
avaliação, que disponibiliza o sinal de - Mau–funcionamento do sensor de
medição ampliado para a unidade de temperatura do líquido de arrefecimento.
comando. O sinal de voltagem é utilizado para - Mau-funcionamento da válvula reguladora
regular a pressão de combustível no circuito de pressão de combustível da bomba de alta
de alta pressão. Caso ocorra falha de sinal do pressão.
sensor de pressão, não será possível o - Defeito mecânico na válvula limitadora de
funcionamento do motor. Se um grande pressão de combustivel no rail.
vazamento ou aumento de pressão no rail for - Falha do ECM.
percebido através sensor, o motor é desligado
imediatamente por motivo de segurança. Descrição do circuito.

O sensor de pressão do rail é alimentado com


5 volts através do pino 3 (pino 13 do conector
de 36 pinos do ECM), é aterrado através do
pino 1 (pino 12 do conector de 36 pinos do
ECM), e envia sinal elétrico de resposta
através do pino 2 (pino 14 do conector de 36
pinos do ECM).
262

Localização do sensor de pressão do rail.


O sensor de pressão do rail está localizado no tubo rail.

Valores ideais.

A resposta elétrica do sensor deverá estar conforme a tabela abaixo.

Tabela de valores ideais para o sendor de Pressão do Rail


CONDIÇÃO VOLTAGEM (V) PRESSÃO NO RAIL (bar)

Ignição ligada e motor parado 0,45 a 0,55 0

Motor funcionando em marcha lenta 1,28 a 1,55 340 a 400

Motor funcionando variando a rotação de 1,55 a 4,65 400 a 1.600


marcha lenta a plena carga

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital
263

Gráfico de diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


1 a. Desligar a chave de ignição.
b. Conectar a ferramenta de diagnose.
c. Ligar a chave de ignição. Não – Vá para o passo 6
d. Verificar se SPN 164-3 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no sensor de pressão do rail e
chicote.

Sim – Vá para o passo 6


2 a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico no lado do Não – Vá para o passo 3
sensor de pressão do rail e lado ECM.
c. Inspecionar visualmente o chicote elétrico e
o sensor de pressão do rail.
d. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Teste de alimentação elétrica do sensor de
pressão do rail. Sim – Vá para o passo 4

Não – Verificar alimentação elétrica


a. Desligar a chave de ignição. do ECM.
b. Conectar o chicote elétrico do sensor de
pressão do rail. Nota!
3
c. Ligar a chave de ignição. O ECM é alimentado com voltagem
d. Com o multímetro digital, medir a voltagem direto do terminal positivo da
bateria (linha 30) através dos pinos
entre os pinos 1 e 3 do sensor (12 e 13 do
02, 03, 08, 09 do conector de 89
conector de 36 pinos do ECM).
pinos, recebe voltagem direto do
e. Deve apresentar 5 volts. comutador de ignição (linha 15)
f. A alimentação do sensor está ok? através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.
264

Passo Ação Decisão


Teste de resposta elétrica do sensor de
pressão do rail.

a. Desligar a chave de ignição.


b. Conectar o chicote elétrico do sensor de
pressão do rail. Sim – Vá para o passo 6
c. Ligar a chave de ignição.
d. Com o multímetro, medir a voltagem Não – Vá para o passo 5
4
entre os terminais 1 e 2 do sensor (12 e
14 do conector de 36 pinos do ECM).
Nota!
e. Deve estar conforme a tabela da página
Considere todas as
anterior.
recomendações em “Descrição da
f. Acionar o motor e mantê-lo em marcha falha” na página inicial deste
lenta. código.
g. Deve estar conforme a tabela da página
anterior.
h. Elevar a rotação do motor de marcha lenta
à condição de plena carga.
i. Deve estar conforme a tabela da página
anterior
j. A resposta elétrica do sensor está ok ?

Passo Ação Decisão


Substituição do sensor de pressão do rail.
Sim – Vá para o passo 6
5 a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico lado sensor Não – Vá para o passo 2
de pressão do rail. Nota!
c. Substituir o sensor de pressão do rail. Antes de substituir o sensor, levar
d. O sensor de pressão do rail foi em conta que mau-funcionamento
substituído? do sensor de pressão do turbo,
sensor de temperatura do liquido
de arrefecimento, sensor de
pressão do óleo, e válvula
reguladora de pressão de
combustível da bombda de alta
pressão pode interferir no
funcionamento do sensor de
pressão do rail.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
265

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 2
a. Desligar a chave de ignição.
6 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
e. Consultar novamente a memória de falha Veja todas as recomendações em
do ECM. “Descrição da falha” na página
f. O código persiste? inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.

Sim – Vá para o passo 1


a. Desligar a chave de ignição.
7 b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo.
desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando.
Nota!
d. As luzes de anomalia devem permanecer Antes de retornar ao passo 1, veja
apagadas
a nota no passo 5.
e. Permanecem acesas?
266

SPN 164 - 4: Voltagem abaixo do limite inferior no Sensor de Pressão do Rail (RPS).

Critério
SPN FMI Condição Causa provavel
selecionado

164 4
OBD BLINK Voltagem abaixo do normal ou curto- Diagnosticar e Falha no controle
DTC CODE circuito ao negaitivo reparar. de pressão de
injeção de
P0192 22 combustível

Visão geral Quando a falha é capturada

O sensor de pressão do rail monitora a O ECM causa o acendimento da luz amarela


pressão momentânea do combustível. O de anomalia no painel de instrumentos, reduz
sensor tem a função de medir a pressão do a potência e pode até causar a parada do
acumulador com precisão suficiente, em motor.
tempo respectivamente curto e fornecer um
sinal de tensão elétrica à unidade de Descrição da falha
comando de acordo com a pressão existente.
O combustível flui através de orifício no rail
para o sensor de pressão, cujo diafragma Esta falha também pode ocorrer pelas
sensor de aço veda a extremidade do orifício. seguintes razões:
Através de um furo cego o combustível sob - Mau-funcionamento do sensor de pressão
pressão chega até o diafragma. O elemento do rail.
sensor encontra-se neste diafragma que - Mau-funcionamento do sensor de pressão
serve para a conversão da pressão em um do turbo.
sinal elétrico. Através do chicote elétrico, o - Mau-funcionamento do sensor de pressão
sinal gerado é conduzido ao circuito de de óleo do motor.
avaliação, que disponibiliza o sinal de - Mau–funcionamento do sensor de
medição ampliado para a unidade de temperatura do liquido de arrefecimento.
comando. O sinal de voltagem é utilizado para - Mau-funcionamento da válvula reguladora
regular a pressão de combustível no circuito de pressão de combustível da bomba de alta
de alta pressão. Caso ocorra falha de sinal do pressão.
sensor de pressão, não será possível o - Defeito mecânico na válvula limitadora de
funcionamento do motor. Se um grande pressão de combustivel no rail.
vazamento ou aumento de pressão no rail for - Falha do ECM.
percebido através sensor, o motor é desligado
imediatamente por motivo de segurança. Descrição do circuito.

O sensor de pressão do rail é alimentado com


5 volts através do pino 3 (pino 13 do conector
de 36 pinos do ECM), é aterrado através do
pino 1 (pino 12 do conector de 36 pinos do
ECM), e envia sinal elétrico de resposta
através do pino 2 (pino 14 do conector de 36
pinos do ECM).
267

Localização do sensor de pressão do rail.

O sensor de pressão do rail está localizado no tubo rail.

Valores ideais.

A resposta elétrica do sensor deverá estar conforme a tabela abaixo.

Tabela de valores ideais para o sendor de Pressão do Rail


CONDIÇÃO VOLTAGEM (V) PRESSÃO NO RAIL (bar)

Ignição ligada e motor parado 0,45 a 0,55 0

Motor funcionando em marcha lenta 1,28 a 1,55 340 a 400

Motor funcionando variando a rotação de 1,55 a 4,65 400 a 1.600


marcha lenta a plena carga

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital
268

Gráfico de diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


1 a. Desligar a chave de ignição.
b. Conectar a ferramenta de diagnose.
c. Ligar a chave de ignição. Não – Vá para o passo 6
d. Verificar se SPN 164-4 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no sensor de pressão do rail e
chicote.

Sim – Vá para o passo 6


2 a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico no lado do Não – Vá para o passo 3
sensor de pressão do rail e lado ECM.
c. Inspecionar visualmente o chicote elétrico e
o sensor de pressão do rail.
d. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Teste de alimentação elétrica do sensor de
pressão do rail. Sim – Vá para o passo 4

Não – Verificar alimentação elétrica


a. Desligar a chave de ignição. do ECM
b. Conectar o chicote elétrico do sensor de
pressão do rail. Nota!
3
c. Ligar a chave de ignição. O ECM é alimentado com voltagem
d. Com o multímetro digital, medir a voltagem direto do terminal positivo da
entre os pinos 1 e 3 do sensor (12 e 13 do bateria (linha 30) através dos pinos
conector de 36 pinos do ECM). 02, 03, 08, 09 do conector de 89
pinos, recebe voltagem direto do
e. Deve apresentar 5 volts. comutador de ignição (linha 15)
f. A alimentação do sensor está ok? através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.
269

Passo Ação Decisão


Teste de resposta elétrica do sensor de
pressão do rail.
a. Desligar a chave de ignição.
b. Conectar o chicote elétrico do sensor de
pressão do rail.
c. Ligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 6
d. Com o multímetro, medir a voltagem entre
os terminais 1 e 2 do sensor (12 e 14 do Não – Vá para o passo 5
4 conector de 36 pinos do ECM).
e. Deve estar conforme a tabela da página
Nota!
anterior.
Considere todas as
f. Acionar o motor e mantê-lo em marcha
recomendações em “Descrição da
lenta.
falha” na página inicial deste
g. Deve estar conforme a tabela da página código.
anterior.
h. Elevar a rotação do motor de marcha lenta
à condição de plena carga.
i. Deve estar conforme a tabela da página
anterior
j. A resposta elétrica do sensor está ok ?

Passo Ação Decisão


Substituição do sensor de pressão do rail.
Sim – Vá para o passo 6
5 a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico lado sensor Não – Vá para o passo 2
de pressão do rail.
c. Substituir o sensor de pressão do rail. Nota!
d. O sensor de pressão do rail foi substituído? Antes de substituir o sensor, levar
em conta que mau-funcionamento
do sensor de pressão do turbo,
sensor de temperatura do líquido
de arrefecimento, sensor de
pressão do óleo, e válvula
reguladora de pressão de
combustível da bombda de alta
pressão pode interferir no
funcionamento do sensor de
pressão do rail.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
270

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 2
b. Conectar a ferramenta de diagnose.
6 c. Ligar a chave de ignição. Não – Vá para o passo 7
d. Efetuar o apagamento da memória.
e. Consultar novamente a memória de falha Nota!
do ECM. Veja todas as recomendações em
f. O código persiste? “Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo
a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 1
b. Certificar-se de que os componentes
7 desmontados foram reinstalados.
Não – Liberar o veículo.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando.
d. As luzes de anomalia devem permanecer Nota!
apagadas
Antes de retornar ao passo 1, veja
e. Permanecem acesas? a nota no passo 5.
271

SPN 168 - 3: Voltagem na bateria acima do limite superior

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

168 3
OBD BLINK Voltagem acima do normal ou curto- Diagnosticar e Falha no controle
DTC CODE circuito ao positivo. reparar. de carga da
bateria.
P0563 21

Visão geral. Descrição da falha

O sistema de carga (alternador) tem a função


Esta falha tambem pode ocorrer pelas
de manter a voltagem no sistema entre 24 e
seguintes razões:
28V com o veiculo em funcionamento. Com o
motor desligado, a voltagem da bateria não - Alternador com defeito
deve ser inferior a 24 volts. Voltagem acima - Cabo negativo da bateria com defeito
de 28 volts com o motor em funcionamento é - Cabo positivo da bateria com defeito.
indicativo de alternador com defeito, e pode - Bateria com defeito.
causar danos ao sistema de controle
eletrônico do motor.
Descrição do circuito.

Quando a falha é capturada. O ECM é alimentado com 24 volts direto do


terminal positivo da bateria através dos pinos
O ECM causa o acendimento da luz amarela 02, 03, 08, 09 e 40 do conector de 89 pinos.
de anomalia no painel de instrumentos. É alimentado com sinal de terra direto do
terminal negativo da bateria através dos pinos
05, 06, 10, 11 do conector de 89 pinos.
Oo de respo
272

Localização dos pinos do ECM alimentado direto da bateria.

O ECM é alimentado com voltagem de bateria conforme desenho abaixo.

Valores Ideais.
A bateria deve fornece 24 volts para alimentação do ECM

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
273

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 2


1 b. Conectar a ferramenta de diagnose.
c. Ligar a chave de ignição. Não – Vá para o passo 7
d. Verificar se o SPN 168-3 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no chicote elétrico da bateria e
alternador.
2 Sim – Vá para o passo 4
a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico da bateria e Não - Vá para o passo 3
alternador.
c. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico da bateria e
alternador. Sim – Vá para o passo 5
3
a. Desligar a chave de ignição. Não – Refaça o reparo.
b. Desconectar o chicote elétrico.
c. Reparar o chicote elétrico. Nota!
d. Chicote ok? Os cabos elétricos da bateria não
devem ser reparados, devem ser
substituidos.
274

Passo Ação Decisão


Teste de alimentação elétrica da bateria com o
motor desligado. Sim – Vá para o passo 5

Não – substituir a bateria


4 a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico dos Nota!
terminais da bateria. Antes de efetuar a substituição da
c. Com o multímetro digital, medir a bateria, verificar se não está
voltagem entre os terminais positivo e ocorrendo fuga de carga devido a
negativo da bateria. algum componente do veículo
permanecer ligado (exemplo:
d. Com as baterias associadas em série, rádio, lanterna, rastreador etc.)
deve apresentar de 24 volts. enquanto o veículo permanece
e. Está correto? desligado.

Passo Ação Decisão


Teste de alimentação elétrica da bateria com o
motor ligado.
Sim – Vá para o passo 7
a. Ligar a chave de ignição
b. Acionar o motor e mantê-lo em marcha Não – Vá para o passo 6
5 lenta.
c. Com o multímetro digital, medir a voltagem Nota!
entre os terminais positivo e negativo da Em condição normal de operação
bateria. o alternador deve fornecer entre 24
d. Com as baterias associadas em série, e 28V ao sistema. Valores maior
deve apresentar de 24 a 28 volts. que 28V é indicio de defeito do
regulador de voltagem, e valores
e. Está correto? menor que 26V é indicio de defeito
de escovas ou coletor, neste caso
deve-se efetuar reparo no
alternador.
275

Passo Ação Decisão


Reparação do alternador.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
6 b. Desconectar o chicote elétrico do Não – Vá para o passo 7
alternador.
c. Reparar o alternador. Nota!
d. Reinstalar o alternador. Dependendo da extensão do dano,
o alternador deve ser substituido.
e. O código de falha persiste?

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
7 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 8
c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
e. Consultar novamente a memória do ECM. Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
f. O código de falhas persiste? inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo.
8 desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota!
d. As luzes de anomalia devem permanecer Veja todas as recomendações em
apagadas “Descrição da falha” na página
e. Permanecem acesas? inicial deste código.
276

SPN 168 - 4: Voltagem na bateria abaixo do limite inferior

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

168 4
OBD BLINK Voltagem abaixo do normal ou curto- Diagnosticar e Falha no controle
DTC CODE circuito ao negativo reparar. de carga da
bateria.
P0562 21

Visão geral. Descrição da falha

O sistema de carga (alternador) tem a função


Esta falha também pode ocorrer pelas
de manter a voltagem no sistema entre 24 e
seguintes razões:
28V com o veiculo em funcionamento. Com o
motor desligado, a voltagem da bateria não - Alternador com defeito
deve ser inferior a 24 volts. Voltagem acima - Cabo negativo da bateria com defeito
de 28 volts com o motor em funcionamento é - Cabo positivo da bateria com defeito.
indicativo de alternador com defeito, e pode - Bateria com defeito.
causar danos ao sistema de controle
eletrônico do motor.
Descrição do circuito.

Quando a falha é capturada. O ECM é alimentado com 24 volts direto do


terminal positivo da bateria através dos pinos
O ECM causa o acendimento da luz amarela 02, 03, 08, 09 e 40 do conector de 89 pinos.
de anomalia no painel de instrumentos. É alimentado com sinal de terra direto do
terminal negativo da bateria através dos pinos
05, 06, 10, 11 do conector de 89 pinos.
Oo de respo
277

Localização dos pinos do ECM alimentado direto da bateria.

O ECM é alimentado com voltagem de bateria conforme desenho abaixo.

Valores Ideais.
A bateria deve fornece 24 volts para alimentação do ECM

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
278

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 2


1 b. Conectar a ferramenta de diagnose.
c. Ligar a chave de ignição. Não – Vá para o passo 7
d. Verificar se o SPN 168-4 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no chicote elétrico da bateria e
alternador.
2 Sim – Vá para o passo 4
a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico da bateria e Não - Vá para o passo 3
alternador.
c. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico da bateria e
alternador. Sim – Vá para o passo 5
3
a. Desligar a chave de ignição. Não – Refaça o reparo.
b. Desconectar o chicote elétrico.
c. Reparar o chicote elétrico. Nota!
d. Chicote ok? Os cabos elétricos da bateria não
devem ser reparados, devem ser
substituidos.
279

Passo Ação Decisão


Teste de alimentação elétrica da bateria com o
motor desligado. Sim – Vá para o passo 5

Não – Substituir a bateria


4 a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico dos Nota!
terminais da bateria. Antes de efetuar a substituição da
c. Com o multímetro digital, medir a bateria, verificar se não está
voltagem entre os terminais positivo e ocorrendo fuga de carga devido a
negativo da bateria. algum componente do veículo
permanecer ligado (exemplo:
d. Com as baterias associadas em série, rádio, lanterna, rastreador etc.)
deve apresentar de 24 volts. enquanto o veículo permanece
e. Está correto? desligado.

Passo Ação Decisão


Teste de alimentação elétrica da bateria com o
motor ligado. Sim – Vá para o passo 7

a. Ligar a chave de ignição Não – Vá para o passo 6


b. Acionar o motor e mantê-lo em marcha
5 lenta. Nota!
c. Com o multímetro digital, medir a voltagem Em condição normal de operação
entre os terminais positivo e negativo da o alternador deve fornecer entre 24
bateria. e 28V ao sistema. Valores maior
d. Com as baterias associadas em série, que 28V é indicio de defeito do
deve apresentar de 24 a 28 volts. regulador de voltagem, e valores
menor que 26V é indicio de defeito
e. Está correto? de escovas ou coletor, neste caso
deve-se efetuar reparo no
alternador.
280

Passo Ação Decisão


Reparação do alternador.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
6 b. Desconectar o chicote elétrico do Não – Vá para o passo 7
alternador.
c. Reparar o alternador. Nota!
d. Reinstalar o alternador. Dependendo da extensão do dano,
o alternador deve ser substituido.
e. O código de falha persiste?

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
7 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 8
c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
e. Consultar novamente a memória do ECM. Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
f. O código de falhas persiste? inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo
8 desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota!
d. As luzes de anomalia devem permanecer Veja todas as recomendações em
apagadas “Descrição da falha” na página
e. Permanecem acesas? inicial deste código.
281

SPN 171-4: Voltagem abaixo do limite inferior no sensor de temperatura do ar (TMAP).

Critério
SPN FMI Condição Causa provavel
selecionado

171 4
OBD BLINK Voltagem abaixo do normal ou curto- Diagnosticar e Falha no controle
DTC CODE circuito ao negativo. reparar. de temperatura
do ar no coletor
P0072 15 de admissão.

Visão geral. Descrição da falha

O sensor de pressão do turbo, T-MAP, é um Esta falha também pode ocorrer pelas
sensor duplo composto do sensor de seguintes razões:
temperatura do ar admitido e do sensor de -Mau-funcionamento do sensor T-MAP
pressão do turbo. O sensor de temperatura do
ar admitido é do tipo NTC (coeficiente - Chicote elétrico do sensor em curto-circuito
negativo de temperatura). Possui a ao terra.
característica de variar a resistência e a - Curto-circuito entre o fio de sinal do chicote
voltagem de resposta inversamente elétrico do sensor e o positivo de qualquer
proporcional à temperatura, de modo, quando outro sensor no interior do chicote elétrico
a temperatura do ar aumenta, a resistência e principal do veículo.
a voltagem de resposta do sensor diminuem , -Mangueira de ar do coletor de admissão
e vice-versa. O sensor de pressão do turbo é rasgada ou solta.
do tipo piezo-resistivo, quando sujeito a
variações de pressão do ar, ocorrem Descrição do circuito.
variações de resistência e de voltagem de
resposta do sensor, dessa forma, quando a
pressão do ar aumenta, a resistência elétrica O sensor T-MAP é alimentado com 5 volts
e a voltagem de resposta do sensor através do terminal 3 ( pino 33 do conector de
aumentam proporcionalmente. 36 pinos do ECM), é aterrado através do
terminal 1 (pino 25 do conector de 36 pinos
do ECM), envia sinal de resposta elétrica de
Quando a falha é capturada. temperatura do ar através do terminal 2 (pino
36 do conector de 36 pinos do conector do
O ECM causa o acendimento das luzes ECM), envia sinal de pressão do ar do turbo
amarela e vermelha de anomalia no painel de através do terminal 4 (pino 34 do conector de
instrumentos e reduz a potência do motor. 36 pinos do conector do ECM).
282

Localização do sensor T-MAP.

O sensor T-MAP está localizado no coletor de admissão.

Valores Ideais.
A resposta elétrica do sensor de temperatura do ar medida entre os pinos 1 e 2 do conector
elétrico do sensor deverá estar conforme a tabela abaixo.

Tabela de teste do sensor de temperatura do ar admitido.


Temperatura (ºC) Resistência (kΩ)
-10 8.910 a 9.950
20 2.420 a 2.650
80 0.320 a 0.345

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
283

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 171-4 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no chicote elétrico e no sensor.
Sim – Vá para o passo 4
2 a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico e conector Não –Vá para o passo 3
lados sensor de temperatura do ar e ECM.
c. Está tudo ok? Nota!
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico do sensor.
Sim – Vá para o passo 5
3 a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico. Não – Refaça o reparo
c. Reparar o chicote rompido ou em curto.
Nota!
d. Chicote ok?
Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do
dano, substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
284

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica do sensor de temperatura
do ar.
Sim – Vá para o passo 5

4 a. Desligar a chave de ignição. Não – Verificar alimentação


b. Desconectar o chicote elétrico lado sensor elétrica do ECM
c. Ligar a chave de ignição.
Nota!
d. Com o multímetro digital, medir a voltagem O ECM é alimentado com voltagem
entre os pinos 01 e 3 (25 e 33 do conector direto do terminal positivo da
de 36 pinos do ECM) bateria (linha 30) através dos pinos
e. Deve apresentar voltagem de 5,0 volts. 02, 03, 08, 09 do conector de 89
f. Está correto? pinos, recebe voltagem direto do
comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do sensor de temperatura do
ar.
Sim – Vá para o passo 7
a. Ligar a chave de ignição
b. Com o multímetro digital, medir a voltagem Não – Vá para o passo 6
5 entre os pinos 01 e 2 (25 e 36 do conector
de 36 pinos do ECM.) Nota!
c. Deve estar de acordo com a tabela da Antes de efetuar o teste de
página anterior. resposta eletrica do sensor,
d. Está correto? verificar se a mangueira do turbo
não está solta, rasgada ou
dobrada.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
285

Passo Ação Decisão


Substituição do sensor de temperatura do ar.
a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 1
b. Desconectar o chicote elétrico do sensor
6 de temperatura do ar. Não – Vá para o passo 7
c. Substituir o sensor.
d. Reinstalar o chicote elétrico do sensor. Nota!
e. O código de falha persiste? Antes de substituir o sensor,
verificar se a mangueira do turbo
não está solta, rasgada ou
dobrada.

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
7 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 8
c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
e. Consultar novamente a memória do ECM. Antes de retornar ao passo 1,
considerar a nota do passo 6.
f. O código de falhas persiste?
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 1


b. Certificar-se de que os componentes
8 desmontados foram reinstalados. Não – Liberar o veículo.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando.
d. As luzes de anomalia devem permanecer Nota!
apagadas Veja todas as recomendações em
e. Permanecem acesas? “Descrição da falha” na página
inicial deste código.
286

SPN 190-0: Detectado condição de sobrerotação no motor

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

190 0
OBD BLINK Dado válido, mas acima da faixa Diagnosticar e Falha no controle
DTC CODE operacional normal - nível mais grave reparar. de de rotação do
motor .
P0219 38

Visão geral Descrição da falha

O ECM possui estratégia de proteção de Esta falha também pode ocorrer pelas
sobrerotação do motor e ativa este recurso seguintes razões:
toda vez que a rotação do motor superar o - ECM com defeito
limite de máximo de projeto. A sobrerotação é
- Limitador de fluxo do eletroinjetor com
reconhecida pelo ECM através da informação
defeito, tendenciando o motor ao disparo.
do sinal do sensor de rotação do motor.
-Válvula de controle de vazão do eletroinjetor
(solenóide do bico) com defeito.
Quando a falha é capturada
- Vazamento de óleo lubrificante através do
eixo da turbina.
O ECM causa o acendimento da luz amarela
- Defeito mecânico no eletroinjetor.
de advertência no painel de instrumentos e
provoca a parada do motor.
Descrição do circuito.

O ECM é alimentado com voltagem direto do


terminal positivo da bateria (linha 30) através
dos pinos 02, 03, 08, 09 do conector de 89
pinos, recebe voltagem direto do comutador
de ignição (linha 15) através do pino 40 do
conector de 89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal negativo da
bateria através dos pinos 05, 06,10, e 11 do
conector de 89 pinos.
287

Localização do ECM.
O ECM está localizado na lateral do bloco do motor.

Valores Ideais.

O ECM é alimentado com 24 volts através dos pinos 02, 03, 08, 09 e 40 e aterramento direto da
bateria através dos pinos 05, 06, 10 e 11 do conector de 89 pinos do ECM.

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
Teste de polaridade.
288

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 0190-0 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no ECM e chicote elétrico.
2 Sim – Vá para o passo 4
a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico lado ECM e Não– Vá para o passo 3
lado sensores.
c. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico do ECM.
Sim – Vá para o passo 5
3 a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico do lado ECM Não – refaça o reparo.
e lado sensores.
c. Reparar o chicote rompido. Nota!
d. Chicote ok? Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do dano,
substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
289

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica positiva do ECM.

Sim – Vá para o passo 5


a. Ligar a chave de ignição.
4 b. Com o multímetro digital preparado para Não – Verificar fusíveis
medida de volts DC, medir a voltagem nos
pinos 02, 03, 08, 09, 40 do conector de 89 Nota:
pinos do ECM. O ECM é alimentado com
c. Deve apresentar 24 volts.. voltagem direto do terminal
positivo da bateria (linha 30)
d. Está correto?
através dos pinos 02, 03, 08, 09
do conector de 89 pinos, recebe
voltagem direto do comutador de
ignição (linha 15) através do pino
40 do conector de 89 pinos, e
recebe sinal negativo (linha 31)
direto do terminal negativo da
bateria através dos pinos 05,
06,10, e 11 do conector de 89
pinos.

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica negativa do ECM.
Sim – Vá para o passo 6
a. Ligar a chave de ignição.
5 b. Com o multímetro digital preparado para Não – Vá para o passo 7
medida de volts DC, medir a voltagem nos
pinos 05, 06, 10, e 11 do conector de 89 Nota:
pinos do ECM.
O ECM é alimentado com voltagem
c. Deve apresentar zero volt (terra). direto do terminal positivo da
d. Está correto, e o código persiste? bateria (linha 30) através dos pinos
02, 03, 08, 09 do conector de 89
pinos, recebe voltagem direto do
comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.
290

Passo Ação Decisão


Substituição do ECM.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
6 b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM. Não – Vá para o passo 7
c. Substituir o ECM.
Nota!
d. O código de falha persiste?
Deve-se utilizar de bom critério
técnico antes da tomada de
decisão da substituição do ECM,
pois trata-se de um componente
que usualmente é minimamente
passível de falhas que justifique
sua substituição. “Não” substituir
o ECM sem que antes esteja
aprovado nos testes dos passos 3,
4e5

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
7 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Liberar o veículo.
c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
e. Consultar novamente a memória do ECM. Veja a nota do passo 6
f. O código de falha persiste?

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo
8 desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota:
d. As luzes de anomalia devem permanecer Veja todas as recomendações em
apagadas “Descrição da falha” na página
e. Permanecem acesas? inicial deste código.
291

SPN 190-2: Erro de sinal correspondente ao sensor de rotação do motor.

Critério
SPN FMI Condição Causa provavel
selecionado

190 2
OBD BLINK Dado errado, intermitente ou incorreto Diagnosticar e Falha no controle
DTC CODE reparar. de de rotação do
motor .
P0336 38

Visão geral Descrição da falha

O ECM possui estratégia de proteção de Esta falha também pode ocorrer pelas
sobrerotação do motor e ativa este recurso seguintes razões:
toda vez que a rotação do motor superar o - ECM com defeito
limite de máximo de projeto. A sobrerotação é
- Limitador de fluxo do eletroinjetor com
reconhecida pelo ECM através da informação
defeito, tendenciando o motor ao disparo.
do sinal do sensor de rotação do motor.
-Valvula de controle de vazão do eletroinjetor
(solenóide do bico) com defeito.
Quando a falha é capturada
- Vazamento de óleo lubrificante através do
eixo da turbina.
O ECM causa o acendimento da luz amarela
- Defeito mecânico no eletroinjetor.
de advertência no painel de instrumentos e
provoca a parada do motor.. - Entrada de ar falsa através do coletor de
admissão.

Descrição do circuito.

O ECM é alimentado com voltagem direto do


terminal positivo da bateria (linha 30) através
dos pinos 02, 03, 08, 09 do conector de 89
pinos, recebe voltagem direto do comutador
de ignição (linha 15) através do pino 40 do
conector de 89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal negativo da
bateria através dos pinos 05, 06,10, e 11 do
conector de 89 pinos.
292

Localização do ECM.
O ECM está localizado na lateral do bloco do motor.

Valores Ideais.

O ECM é alimentado com 24 volts através dos pinos 02, 03, 08, 09 e 40 e aterramento direto da
bateria através dos pinos 05, 06, 10 e 11 do conector de 89 pinos do ECM.

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
Teste de polaridade.
293

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 0190-2 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no ECM e chicote elétrico.
2 Sim – Vá para o passo 4
a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico lado ECM e Não– Vá para o passo 3
lado sensores.
c. Está tudo ok?

Passo Ação decisão


Reparação do chicote elétrico do ECM.
Sim – Vá para o passo 5
3 a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico do lado ECM Não – Refaça o reparo.
e lado sensores.
c. Reparar o chicote rompido. Nota!
d. Chicote ok? Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do dano,
substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
294

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica positiva do ECM.

Sim – Vá para o passo 5


a. Ligar a chave de ignição.
4 b. Com o multímetro digital preparado para Não – Verificar fusíveis.
medida de volts DC, medir a voltagem nos
pinos 02, 03, 08, 09, 40 do conector de 89 Nota:
pinos do ECM. O ECM é alimentado com
c. Deve apresentar 24 volts.. voltagem direto do terminal
positivo da bateria (linha 30)
d. Está correto?
através dos pinos 02, 03, 08, 09
do conector de 89 pinos, recebe
voltagem direto do comutador de
ignição (linha 15) através do pino
40 do conector de 89 pinos, e
recebe sinal negativo (linha 31)
direto do terminal negativo da
bateria através dos pinos 05,
06,10, e 11 do conector de 89
pinos.

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica negativa do ECM.
Sim – Vá para o passo 6
a. Ligar a chave de ignição.
5 b. Com o multímetro digital preparado para Não – Vá para o passo 7
medida de volts DC, medir a voltagem nos
pinos 05, 06, 10, e 11 do conector de 89 Nota:
pinos do ECM.
O ECM é alimentado com voltagem
c. Deve apresentar zero volt (terra). direto do terminal positivo da
d. Está correto, e o código persiste? bateria (linha 30) através dos pinos
02, 03, 08, 09 do conector de 89
pinos, recebe voltagem direto do
comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.
295

Passo Ação Decisão


Substituição do ECM.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
6 b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM. Não – Vá para o passo 7
c. Substituir o ECM.
Nota!
d. O código de falha persiste?
Deve-se utilizar de bom critério
técnico antes da tomada de
decisão da substituição do ECM,
pois trata-se de um componente
que usualmente é minimamente
passível de falhas que justifique
sua substituição. “Não” substituir
o ECM sem que antes esteja
aprovado nos testes dos passos 3,
4e5

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
7 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Liberar o veículo.
c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
e. Consultar novamente a memória do ECM. Veja a nota do passo 6
f. O código de falha persiste?

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo.
8 desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota:
d. As luzes de anomalia devem permanecer Veja todas as recomendações em
apagadas “Descrição da falha” na página
e. Permanecem acesas? inicial deste código.
296

SPN 190-5: Ausência de sinal de rotação no sensor de rotação do motor.

SPN FMI Condição Critério selecionado Causa provável

190 5
Corrente abaixo normal ou Diagnosticar e reparar. Falha no controle de
OBD BLINK circuito aberto de rotação do motor .
DTC CODE

P0335 42

Visão geral Descrição da falha

O ECM possui estratégia de proteção de Esta falha também pode ocorrer pelas
sobrerotação do motor e ativa este recurso seguintes razões:
toda vez que a rotação do motor superar o - ECM com defeito
limite de máximo de projeto. A sobrerotação é
- Limitador de fluxo do eletroinjetor com
reconhecida pelo ECM através da informação
defeito, tendenciando o motor ao disparo.
do sinal do sensor de rotação do motor.
-Válvula de controle de vazão do eletroinjetor
(solenóide do bico) com defeito.
Quando a falha é capturada
- Vazamento de óleo lubrificante através do
eixo da turbina.
O ECM causa o acendimento da luz amarela
- Defeito mecânico no eletroinjetor.
de advertência no painel de instrumentos e
provoca a parada do motor.. - Entrada de ar falsa através do coletor de
admissão.

Descrição do circuito.

O ECM é alimentado com voltagem direto do


terminal positivo da bateria (linha 30) através
dos pinos 02, 03, 08, 09 do conector de 89
pinos, recebe voltagem direto do comutador
de ignição (linha 15) através do pino 40 do
conector de 89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal negativo da
bateria através dos pinos 05, 06,10, e 11 do
conector de 89 pinos.
297

Localização do ECM.
O ECM está localizado na lateral do bloco do motor.

Valores Ideais.

O ECM é alimentado com 24 volts através dos pinos 02, 03, 08, 09 e 40 e aterramento direto da
bateria através dos pinos 05, 06, 10 e 11 do conector de 89 pinos do ECM.

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
Teste de polaridade.
298

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 2


1 b. Conectar a ferramenta de diagnose.
c. Ligar a chave de ignição. Não – Vá para o passo 7
d. Verificar se o SPN 0190-5 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no ECM e chicote elétrico.
2 Sim – Vá para o passo 4
a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico lado ECM e Não– Vá para o passo 3
lado sensores.
c. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico do ECM.
Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico do lado ECM Não – Refaça o reparo.
e lado sensores.
3 c. Reparar o chicote rompido. Nota!
d. Chicote ok? Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do dano,
substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
299

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica positiva do ECM.

Sim – Vá para o passo 5


a. Ligar a chave de ignição.
b. Com o multímetro digital preparado para Não – Verificar fusíveis
medida de volts DC, medir a voltagem nos
pinos 02, 03, 08, 09, 40 do conector de 89 Nota:
pinos do ECM. O ECM é alimentado com
4
c. Deve apresentar 24 volts.. voltagem direto do terminal
positivo da bateria (linha 30)
d. Está correto?
através dos pinos 02, 03, 08, 09
do conector de 89 pinos, recebe
voltagem direto do comutador de
ignição (linha 15) através do pino
40 do conector de 89 pinos, e
recebe sinal negativo (linha 31)
direto do terminal negativo da
bateria através dos pinos 05,
06,10, e 11 do conector de 89
pinos.

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica negativa do ECM.
Sim – Vá para o passo 6
a. Ligar a chave de ignição.
b. Com o multímetro digital preparado para Não – Vá para o passo 7
medida de volts DC, medir a voltagem nos
pinos 05, 06, 10, e 11 do conector de 89 Nota:
pinos do ECM.
5 O ECM é alimentado com voltagem
c. Deve apresentar zero volt (terra). direto do terminal positivo da
d. Está correto, e o código persiste? bateria (linha 30) através dos pinos
02, 03, 08, 09 do conector de 89
pinos, recebe voltagem direto do
comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.
300

Passo Ação Decisão


Substituição do ECM.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM. Não – Vá para o passo 7
c. Substituir o ECM.
Nota!
d. O código de falha persiste?
6 Deve-se utilizar de bom critério
técnico antes da tomada de
decisão da substituição do ECM,
pois trata-se de um componente
que usualmente é minimamente
passível de falhas que justifique
sua substituição. “Não” substituir
o ECM sem que antes esteja
aprovado nos testes dos passos 3,
4e5

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Liberar o veículo.
7 c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
e. Consultar novamente a memória do ECM. Veja a nota do passo 6
f. O código de falha persiste?

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo.
8 desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota:
d. As luzes de anomalia devem permanecer Veja todas as recomendações em
apagadas “Descrição da falha” na página
e. Permanecem acesas? inicial deste código.
301

SPN 190-14: Ativado o modo de segurança de rotação do motor.

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

190 14
OBD BLINK Instruções especiais Diagnosticar e Falha no controle
DTC CODE reparar. de de rotação do
motor .
P0139 42

Visão geral Descrição da falha

O ECM possui estratégia de proteção de Esta falha também pode ocorrer pelas
sobrerotação do motor e ativa este recurso seguintes razões:
toda vez que a rotação do motor superar o - ECM com defeito
limite de máximo de projeto. A sobrerotação é
- Limitador de fluxo do eletroinjetor com
reconhecida pelo ECM através da informação
defeito, tendenciando o motor ao disparo.
do sinal do sensor de rotação do motor.
-Válvula de controle de vazão do eletroinjetor
(solenóide do bico) com defeito.
Quando a falha é capturada
- Vazamento de óleo lubrificante através do
eixo da turbina.
O ECM causa o acendimento da luz amarela
- Defeito mecânico no eletroinjetor.
de advertência no painel de instrumentos e
provoca a parada do motor.. - Entrada de ar falsa através do coletor de
admissão.

Descrição do circuito.

O ECM é alimentado com voltagem direto do


terminal positivo da bateria (linha 30) através
dos pinos 02, 03, 08, 09 do conector de 89
pinos, recebe voltagem direto do comutador
de ignição (linha 15) através do pino 40 do
conector de 89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal negativo da
bateria através dos pinos 05, 06,10, e 11 do
conector de 89 pinos.
302

Localização do ECM.
O ECM está localizado na lateral do bloco do motor.

Valores Ideais.

O ECM é alimentado com 24 volts através dos pinos 02, 03, 08, 09 e 40 e aterramento direto da
bateria através dos pinos 05, 06, 10 e 11 do conector de 89 pinos do ECM.

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
Teste de polaridade.
303

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 0190-14 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no ECM e chicote elétrico.
2 Sim – Vá para o passo 4
a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico lado ECM e Não– Vá para o passo 3
lado sensores.
c. Está tudo ok?

Passo Ação decisão


Reparação do chicote elétrico do ECM.
Sim – Vá para o passo 5
3 a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico do lado ECM Não – Refaça o reparo
e lado sensores.
c. Reparar o chicote rompido. Nota!
d. Chicote ok? Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do dano,
substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
304

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica positiva do ECM.

Sim – Vá para o passo 5


a. Ligar a chave de ignição.
b. Com o multímetro digital preparado para Não – Verificar fusíveis
medida de volts DC, medir a voltagem nos
pinos 02, 03, 08, 09, 40 do conector de 89 Nota:
pinos do ECM. O ECM é alimentado com
c. Deve apresentar 24 volts.. voltagem direto do terminal
4 positivo da bateria (linha 30)
d. Está correto?
através dos pinos 02, 03, 08, 09
do conector de 89 pinos, recebe
voltagem direto do comutador de
ignição (linha 15) através do pino
40 do conector de 89 pinos, e
recebe sinal negativo (linha 31)
direto do terminal negativo da
bateria através dos pinos 05,
06,10, e 11 do conector de 89
pinos.

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica negativa do ECM.

a. Ligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 6


b. Com o multímetro digital preparado para
medida de volts DC, medir a voltagem nos Não – Vá para o passo 7
pinos 05, 06, 10, e 11 do conector de 89
pinos do ECM. Nota:
c. Deve apresentar zero volt (terra). O ECM é alimentado com voltagem
d. Está correto, e o código persiste? direto do terminal positivo da
5
bateria (linha 30) através dos pinos
02, 03, 08, 09 do conector de 89
pinos, recebe voltagem direto do
comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.
305

Passo Ação Decisão


Substituição do ECM.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM. Não – Vá para o passo 7
c. Substituir o ECM.
Nota!
d. O código de falha persiste?
Deve-se utilizar de bom critério
técnico antes da tomada de
6
decisão da substituição do ECM,
pois trata-se de um componente
que usualmente é minimamente
passível de falhas que justifique
sua substituição. “Não” substituir
o ECM sem que antes esteja
aprovado nos testes dos passos 3,
4e5

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Liberar o veículo.
7 c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
e. Consultar novamente a memória do ECM. Veja a nota do passo 6
f. O código de falha persiste?

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo.
8 desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota:
d. As luzes de anomalia devem permanecer Veja todas as recomendações em
apagadas “Descrição da falha” na página
e. Permanecem acesas? inicial deste código.
306

SPN 527-2: Combinações de opções inválidas no dispositivo de controle de acionamento de


velocidade de cruzeiro - Cruise control.

Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

527 29
OBD BLINK Dado errado, incorreto ou intermitente. Diagnosticar e Falha no controle
DTC CODE reparar. de de velocidade
de cruzeiro do
P0564 15 veículo.

Visão geral Quando a falha é capturada

Cruise Control (controle de acionamento da O ECM causa o acendimento da luz amarela


velocidade de cruzeiro) é um sistema de de advertência no painel de instrumentos.
controle de velocidade capaz de manter o
veículo em um valor constante de velocidade
estipulado pelo motorista. Este sistema torna Descrição da falha
as viagens longas mais confortáveis para o
motorista. O sistema Cruise Control quando Esta falha também pode ocorrer pelas
selecionado, passa a controlar o acelerador seguintes razões:
do veículo de modo a atender as exigências -Mau-funcionamento da chave de controle de
de rotação, torque, e potência para as direção (chave de Seta)
diferentes condições de funcionamento. Para
- Mau-funcionamento do interruptor de freio.
ativá-lo, basta apenas fazer com que o
veículo atinja a velocidade desejada e clicar - Mau-funcionamento do interruptor de
no botão referente à função “Set” na alavanca embresagem.
auxiliar na chave de controle de direção - Mau-funcionamento do sensor de
(chave de seta). A partir daí o valor de velocidade.
velocidade selecionado será mantido - Mau-funcionamento do tacógrafo.
automaticamente pelo sistema. Quando o
- Curto-circuito entre o fio de sinal do chicote
motorista acionar o pedal de freio ou
elétrico do sensor e o positivo de qualquer
embreagem, ele é desligado automaticamente
outro sensor no interior do chicote elétrico
para evitar acidentes.
principal do veículo.

Descrição do circuito.

O sensor CKP está ligado ao ECM através


terminal 1 (pino 19 do conector de 36 pinos
do ECM) pino 2 (pino 23 do conector de 36
pinos do ECM) e pino 3 (malha de
aterramento do pino 23 do conector de 36
pinos do ECM).
de re
307

Localização do sensor velocidade Controle de Velocidade de Cruzeiro (Cruise Control).

O Cruise Control está localizado na chave de controle de direção do veículo.

Valores Ideais.
O Cruise control é alimentado pelo ECM com 5V conforme diagrama acima.

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
308

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 527-2 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no chicote elétrico e no Cruise
control.
2 Sim – Vá para o passo 4
a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico e conector Não - Vá para o passo 3
lados Cruise control e ECM.
c. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico do Cruise
control. Sim – Vá para o passo 5

a. Desligar a chave de ignição. Não – Refaça o reparo


3 b. Desconectar o chicote elétrico.
c. Reparar o chicote rompido ou em curto. Nota!
d. Chicote ok? Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do
dano, substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
309

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica do Cruise control.

Sim – Vá para o passo 5


a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico lado Cruise Não – Verificar alimentação
control elétrica do ECM
c. Ligar a chave de ignição.
Nota!
4 d. Com o multímetro digital, medir a voltagem O ECM é alimentado com voltagem
na chave de direção (chave de seta) direto do terminal positivo da
correspondente ao Cruise control. bateria (linha 30) através dos pinos
e. Deve apresentar voltagem de 24 volts. 02, 03, 08, 09 do conector de 89
f. Está correto? pinos, recebe voltagem direto do
comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do Cruise control.

a. Ligar a chave de ignição Sim – Vá para o passo 7


5 b. Com a ferramenta de diagnose instalada
no veículo e com o veículo em movimento, Não – Vá para o passo 6
efetuar o teste de estrada com o Cruise
control ativado.
c. O sistema deve entrar em funcionamento.
d. Está correto?
310

Passo Ação Decisão


Substituição do mecanismo de acionamento
do Cruise control na chave de direção (chave Sim – Vá para o passo 1
de seta).
Não – Vá para o passo 7
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico do Nota!
mecanismo de acionamento do Cruise Antes de substituir o mecanismo
control. de acionamento do Cruise Control
6
c. Substituir o mecanismo de acionamento efetuar teste nos seguintes
do Cruise control . componentes.
d. Reinstalar o chicote elétrico. - chave de controle de direção
e. O código de falha persiste? (chave de Seta)
- Interruptor de freio.
- Interruptor de embresagem.
- Sensor de velocidade.
- Tacógrafo.
- Curto-circuito entre o fio de
sinal do chicote elétrico do Cruise
control e o positivo de qualquer
outro sensor no interior do
chicote elétrico principal do
veículo.
311

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
7 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 8
c. Ligar a chave de ignição.
Nota!
d. Efetuar o apagamento da memória.
Veja todas as recomendações em
e. Consultar novamente a memória do ECM. “Descrição da falha” na página
f. O código de falhas persiste? inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 1


b. Certificar-se de que os componentes
8 desmontados foram reinstalados. Não – Liberar o veículo.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando.
d. As luzes de anomalia devem permanecer Nota!
apagadas Veja todas as recomendações em
e. Permanecem acesas? “Descrição da falha” na página
inicial deste código.
312

SPN 597-2: Erro de plausibilidade no interruptor do pedal de freio


.
Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

597 2
OBD BLINK Dado errado, incorreto ou Diagnosticar e Falha no controle
DTC CODE intermitente. reparar. de de acionamento
do interruptor do
P0504 28 pedal de freio.

Visão geral Descrição da falha

O interruptor do pedal de freio tem a função Esta falha também pode ocorrer pelas
de informar ao ECM quando o pedal do freio seguintes razões:
está sendo aplicado. Caso seja detectado -Mau-funcionamento do interruptor do pedal
falha de sinal do interruptor do pedal do freio, de embreagem.
o ECM reduz a quantidade de combustível
- Queima do fusivel de proteção do interruptor
injetado e limita o desempenho do motor. O
de freio.
sinal do interruptor do pedal de freio é
monitorado permanentemente pelo ECM. - Mau-funcionamento do rele do interruptor do
pedal de freio.
- Mau-funcionamento do interruptor de freio
Quando a falha é capturada
redundante.
- Curto-circuito entre o fio de sinal do chicote
Ao reconhecer a falha o ECM causa o elétrico do interruptos de freio o positivo de
acendimento da luz amarela de advertência qualquer outro sensor no interior do chicote
no painel de instrumentos e reduz o elétrico principal do veículo.
desempenho do motor.
Descrição do circuito

O interruptor do pedal de freio principal é


alimentado através do terminal positivo da
bateria e quando é acionado envia sinal
elétrico ao ECM através do pino 41 do
conector de 89 pinos. O interruptor do pedal
de freio redundante é alimentado através do
terminal positivo da bateria e quando é
acionado envia sinal elétrico ao ECM através
do pino 49 do conector de 89 pinos e
alimentado através da bateria pino 87 de rele
do pedal do freio.
313

Localização do interruptor do pedal de freio.

O interruptor do pedal de freio está localizado na cabine do veículo.

Valores Ideais.

O interruptor de freio principal e redundante deve enviar sinal de chaveamento para o ECM.

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
Teste de polaridade.
314

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 2


1 b. Conectar a ferramenta de diagnose.
c. Ligar a chave de ignição. Não – Vá para o passo 7
d. Verificar se o SPN 597-2 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no ECM e chicote elétrico do
2 interruptor do pedal de freio.
Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico lado ECM e Não - Vá para o passo 3
lado interruptor de freio.
c. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Medição de continuidade do chicote elétrico.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 5


b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM e
3 lado interruptor do freio. Não – Vá para o passo 4.
c. Medir continuidade no chicote, entre o lado
interruptor e lado ECM.
d. Deverá ter continuidade
e. O chicote está ok?
315

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico.
Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM e Não – refazer o reparo
lado interruptor de freio.
4 c. Reparar o chicote elétrico do interruptor. Nota!
d. O chicote está ok? Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do
dano, substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica do interruptor do pedal
de freio.
Sim – Vá para o passo 6

a. Ligar a chave de ignição. Não – Verificar fusível do relé do


b. Com o multímetro digital, medir a voltagem interruptor do freio
na entrada do conector elétrico do
interruptor do pedal do freio. Nota!
5 O ECM é alimentado com voltagem
c. Deve apresentar 24 volts.
direto do terminal positivo da
d. Está correto? bateria (linha 30) através dos pinos
02, 03, 08, 09 do conector de 89
pinos, recebe voltagem direto do
comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.
316

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do interruptor do pedal de
freio. Sim – Vá para o passo 7

a. Ligar a chave de ignição. Não – Substituir o interruptor do


b. Instalar o teste de polaridade preparado pedal de freio.
6
para realizar medições elétricas no
conector, aplicar o pedal do freio e verificar Nota!
se o led vermelho do teste de polaridade Substituir o interruptor somente se
se acende. aprovado no teste do passo 5
c. Está correto?

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 8
7 c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
e. Consultar novamente a memória do ECM. Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
f. O código de falhas persiste?
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 1


b. Certificar-se de que os componentes
8 desmontados foram reinstalados. Não – Liberar o veículo
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando.
d. As luzes de anomalia devem permanecer Nota!
apagadas Antes de retornar ao passo 1,
e. Permanecem acesas? efetuar o teste do interruptor de
freio redundante.
317

SPN 597-2: Indicação de erro no interruptor do pedal de freio


.
Critério
SPN FMI Condição Causa provavel
selecionado

597 2
OBD BLINK Dado errado, incorreto ou intermitente. Diagnosticar e Falha no controle
DTC CODE reparar. de de acionamento
do interruptor do
P0504 28 pedal de freio.

Visão geral Descrição da falha

O interruptor do pedal de freio tem a função Esta falha também pode ocorrer pelas
de informar ao ECM quando o pedal do freio seguintes razões:
está sendo aplicado. Caso seja detectado -Mau-funcionamento do interruptor do pedal
falha de sinal do interruptor do pedal do freio, de embreagem.
o ECM reduz a quantidade de combustível
- Queima do fusivel de proteção do interruptor
injetado e limita o desempenho do motor. O
de freio.
sinal do interruptor do pedal de freio é
monitorado permanentemente pelo ECM. - Mau-funcionamento do relé do interruptor do
pedal de freio.
- Mau-funcionamento do interruptor de freio
Quando a falha é capturada
redundante.
- Curto-circuito entre o fio de sinal do chicote
Ao reconhecer a falha o ECM causa o elétrico do interruptor de freio ao positivo de
acendimento da luz amarela de advertência qualquer outro sensor no interior do chicote
no painel de instrumentos e reduz o elétrico principal do veículo.
desempenho do motor.
Descrição do circuito.

O interruptor do pedal de freio principal é


alimentado através do terminal positivo da
bateria e quando é acionado envia sinal
elétrico ao ECM através do pino 41 do
conector de 89 pinos. O interruptor do pedal
de freio redundante é alimentado através do
terminal positivo da bateria e quando é
acionado envia sinal elétrico ao ECM através
do pino 49 do conector de 89 pinos e
alimentado através da bateria pino 87 de rele
do pedal do freio.
318

Localização do interruptor do pedal de freio.

O interruptor do pedal de freio está localizado na cabine do veículo.

Valores Ideais.

O interruptor de freio principal e redundante deve enviar sinal de chaveamento para o ECM.

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
Teste de polaridade.
319

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 2


1 b. Conectar a ferramenta de diagnose.
c. Ligar a chave de ignição. Não – Vá para o passo 7
d. Verificar se o SPN 597-2 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no ECM e chicote elétrico do
interruptor do pedal de freio.
2 Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico lado ECM e Não - Vá para o passo 3
lado interruptor de freio.
c. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Medição de continuidade do chicote elétrico.

3 a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 5


b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM e
lado interruptor do freio. Não – Vá para o passo 4.
c. Medir continuidade no chicote, entre o lado
interruptor e lado ECM.
d. Deverá ter continuidade
e. O chicote está ok?
320

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico.
Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM e Não – Refazer o reparo.
4 lado interruptor de freio.
c. Reparar o chicote elétrico do interruptor. Nota!
d. O chicote está ok? Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do
dano, substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica do interruptor do pedal de
freio.
Sim – Vá para o passo 6

a. Ligar a chave de ignição. Não – Verificar fusível do relé do


b. Com o multímetro digital, medir a voltagem interruptor do freio.
na entrada do conector elétrico do
interruptor do pedal do freio. Nota!
5 O ECM é alimentado com
c. Deve apresentar 24 volts.
voltagem direto do terminal
d. Está correto? positivo da bateria (linha 30)
através dos pinos 02, 03, 08, 09 do
conector de 89 pinos, recebe
voltagem direto do comutador de
ignição (linha 15) através do pino
40 do conector de 89 pinos, e
recebe sinal negativo (linha 31)
direto do terminal negativo da
bateria através dos pinos 05,
06,10, e 11 do conector de 89
pinos.
321

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do interruptor do pedal de
freio. Sim – Vá para o passo 7

a. Ligar a chave de ignição. Não – Substituir o interruptor do


b. Instalar o teste de polaridade preparado pedal de freio.
6
para realizar medições elétricas no
conector, aplicar o pedal do freio e verificar Nota!
se o led vermelho do teste de polaridade Substituir o interruptor somente se
se acende. aprovado no teste do passo 5
c. Está correto?

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 8
7 c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
e. Consultar novamente a memória do ECM. Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
f. O código de falhas persiste?
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 1


b. Certificar-se de que os componentes
8 desmontados foram reinstalados. Não – Liberar o veículo
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando.
d. As luzes de anomalia devem permanecer Nota!
apagadas Antes de retornar ao passo 1,
e. Permanecem acesas? efetuar o teste do interruptor de
freio redundante.
322

SPN 598-2: Sinal de embreagem não plausível no interruptor de embreagem.


.
Critério
SPN FMI Condição Causa provavel
selecionado

598 2
OBD BLINK Dado errado, incorreto ou Diagnosticar e Falha no controle de
DTC CODE intermitente. reparar. de acionamento do
interruptor do pedal
P0704 27 de embreagem.

Visão geral Descrição da falha

O interruptor do pedal de embreagem tem a Esta falha também pode ocorrer pelas
função de informar o ECM quando o pedal do seguintes razões:
embreagem está sendo aplicado. Caso seja -Mau-funcionamento do interruptor do pedal
detectado falha de sinal do interruptor do de embreagem.
pedal do embreagem pelo ECM, pode ocorrer - Queima do fusivel de proteção do interruptor
solavancos durante as trocas de marchas. O de embreagem.
sinal do interruptor do pedal de freio é
- Curto-circuito entre o fio de sinal do chicote
monitorado permanentemente pelo ECM.
elétrico do interruptor de embreagem ao
positivo de qualquer outro sensor no interior
do chicote elétrico principal do veículo.
Quando a falha é capturada.

O ECM causa o acendimento da luz amarela Descrição do circuito.


de anomalia no painel de instrumentos e
reduz a potência do motor. O interruptor do pedal de embreagem é
alimentado através do terminal positivo da
bateria e quando é acionado envia sinal
elétrico ao ECM através do pino 66 do
conector de 89 pinos.

Oo de respo
323

Localização do interruptor do pedal de embreagem.

O interruptor do pedal de embreagem está instalado no pedal de embreagem.

Valores Ideais.

O interruptor do pedal de embreagem envia sinal para o ECM

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
Teste de polaridade.
324

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 598-2 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no ECM e chicote elétrico do
interruptor do pedal de embreagem. Sim – Vá para o passo 5

2 a. Desligar a chave de ignição. Não - Vá para o passo 3


b. Inspecionar o chicote elétrico lado ECM e
lado interruptor de embreagem.
c. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Medição de continuidade do chicote elétrico.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 5


b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM e
3 lado interruptor do embreagem. Não – Vá para o passo 4.
c. Medir continuidade no chicote, entre o lado
interruptor e lado ECM.
d. Deverá ter continuidade
e. O chicote está ok?
325

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico.
Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM e Não – refazer o reparo.
lado interruptor de embreagem.
4 c. Reparar o chicote elétrico do interruptor. Nota!
d. O chicote está ok? Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do
dano, substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica do interruptor do pedal
de embreagem.
Sim – Vá para o passo 6

a. Ligar a chave de ignição. Não – Verificar fusível do relé do


b. Com o multímetro digital, medir a voltagem interruptor de embreagem.
5 na entrada do conector elétrico do
interruptor do pedal de embreagem. Nota!
c. Deve apresentar 24 volts. O ECM é alimentado com voltagem
direto do terminal positivo da
d. Está correto? bateria (linha 30) através dos pinos
02, 03, 08, 09 do conector de 89
pinos, recebe voltagem direto do
comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.
326

Passo Ação Decisão


Resposta elétrica do interruptor do pedal de
embreagem. Sim – Vá para o passo 7

a. Ligar a chave de ignição. Não – Substituir o interruptor do


b. Instalar o teste de polaridade preparado pedal de embreagem.
6
para realizar medições elétricas no
conector, aplicar o pedal do embreagem e Nota!
verificar se o led vermelho do teste de Substituir o interruptor somente se
polaridade se acende. aprovado no teste do passo 5
c. Está correto?

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 8
7 c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
e. Consultar novamente a memória do ECM. Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
f. O código de falhas persiste?
inicial deste código.

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 1


b. Certificar-se de que os componentes
8 desmontados foram reinstalados. Não – Liberar o veículo
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando.
d. As luzes de anomalia devem permanecer Nota!
apagadas Veja todas as recomendações em
e. Permanecem acesas? “Descrição da falha” na página
inicial deste código.
327

SPN 629-2: Controle Interno do Módulo de Monitoramento de desempenho do processador.


.
Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

629 2
OBD BLINK Dado errado, incorreto ou Diagnosticar e Falha interna do
DTC CODE intermitente. reparar. ECM

P060C 187

Visão geral Descrição da falha

O ECM (Modulo de Controle Eletrônico) é o Esta falha também pode ocorrer pelas
responsável pelo gerenciamento das funções seguintes razões:
de controle do motor. È o cérebro do controle - ECM com defeito
eletrônico do sistema, tem a função de
controlar as operações do motor através de
funções pré-programadas em sua memória de Descrição do circuito.
dados. Está localizado no compartimento do
motor. O acesso aos dados disponíveis na O ECM é alimentado com voltagem direto do
memória do ECM, é feito com a ferramenta de terminal positivo da bateria (linha 30) através
diagnose, através do conector de diagnose dos pinos 02, 03, 08, 09 do conector de 89
localizado na cabine. pinos, recebe voltagem direto do comutador
de ignição (linha 15) através do pino 40 do
Quando a falha é capturada conector de 89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal negativo da
bateria através dos pinos 05, 06,10, e 11 do
O ECM causa o acendimento da luz amarela
conector de 89 pinos.
de advertência no painel de instrumentos e
provoca a parada do motor.
328

Localização do ECM.
O ECM está localizado na lateral do bloco do motor.

Valores Ideais.

O ECM é alimentado com 24 volts através dos pinos 02, 03, 08, 09 e 40 e aterramento direto da
bateria através dos pinos 05, 06, 10 e 11 do conector de 89 pinos do ECM.

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
Teste de polaridade.
329

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 629-2 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no ECM e chicote elétrico.
2 Sim – Vá para o passo 4
a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico lado ECM e Não– Vá para o passo 3
lado sensores.
c. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico do ECM.
Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico do lado ECM Não – Refaça o reparo.
e lado sensores.
3 c. Reparar o chicote rompido. Nota!
d. Chicote ok? Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do dano,
substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
330

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica positiva do ECM.

Sim – Vá para o passo 5


a. Ligar a chave de ignição.
b. Com o multímetro digital preparado para Não – Verificar fusíveis.
medida de volts DC, medir a voltagem nos
pinos 02, 03, 08, 09, 40 do conector de 89 Nota:
pinos do ECM. O ECM é alimentado com
c. Deve apresentar 24 volts.. voltagem direto do terminal
positivo da bateria (linha 30)
4 d. Está correto?
através dos pinos 02, 03, 08, 09
do conector de 89 pinos, recebe
voltagem direto do comutador de
ignição (linha 15) através do pino
40 do conector de 89 pinos, e
recebe sinal negativo (linha 31)
direto do terminal negativo da
bateria através dos pinos 05,
06,10, e 11 do conector de 89
pinos.

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica negativa do ECM.
Sim – Vá para o passo 6
a. Ligar a chave de ignição.
b. Com o multímetro digital preparado para Não – Vá para o passo 7
medida de volts DC, medir a voltagem nos
pinos 05, 06, 10, e 11 do conector de 89 Nota:
pinos do ECM.
5 O ECM é alimentado com voltagem
c. Deve apresentar zero volt (terra). direto do terminal positivo da
d. Está correto, e o código persiste? bateria (linha 30) através dos pinos
02, 03, 08, 09 do conector de 89
pinos, recebe voltagem direto do
comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.
331

Passo Ação Decisão


Substituição do ECM.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM. Não – Vá para o passo 7
c. Substituir o ECM.
Nota!
d. O código de falha persiste?
Deve-se utilizar de bom critério
técnico antes da tomada de
6
decisão da substituição do ECM,
pois trata-se de um componente
que usualmente é minimamente
passível de falhas que justifique
sua substituição. “Não” substituir
o ECM sem que antes esteja
aprovado nos testes dos passos 3,
4e5

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Liberar o veículo.
7 c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
e. Consultar novamente a memória do ECM. Veja a nota do passo 6
f. O código de falha persiste?

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo.
8 desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota:
d. As luzes de anomalia devem permanecer Veja todas as recomendações em
apagadas “Descrição da falha” na página
e. Permanecem acesas? inicial deste código.
332

SPN 629-31: Controle de desempenho interno do módulo do processador principal


.
Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

629 31
OBD BLINK Não disponível ou condição Diagnosticar e Falha interna do
DTC CODE inexistente reparar. ECM

P060A 146

Visão geral Descrição da falha

O ECM (Modulo de Controle Eletrônico) é o Esta falha também pode ocorrer pelas
responsável pelo gerenciamento das funções seguintes razões:
de controle do motor. È o cérebro do controle - ECM com defeito
eletrônico do sistema, tem a função de
controlar as operações do motor através de
funções pré-programadas em sua memória de Descrição do circuito.
dados. Está localizado no compartimento do
motor. O acesso aos dados disponíveis na O ECM é alimentado com voltagem direto do
memória do ECM, é feito com a ferramenta de terminal positivo da bateria (linha 30) através
diagnose, através do conector de diagnose dos pinos 02, 03, 08, 09 do conector de 89
localizado na cabine. pinos, recebe voltagem direto do comutador
de ignição (linha 15) através do pino 40 do
Quando a falha é capturada conector de 89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal negativo da
bateria através dos pinos 05, 06,10, e 11 do
O ECM causa o acendimento da luz amarela
conector de 89 pinos.
de advertência no painel de instrumentos e
provoca a parada do motor..
333

Localização do ECM.
O ECM está localizado na lateral do bloco do motor.

Valores Ideais.

O ECM é alimentado com 24 volts através dos pinos 02, 03, 08, 09 e 40 e aterramento direto da
bateria através dos pinos 05, 06, 10 e 11 do conector de 89 pinos do ECM.

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
Teste de polaridade.
334

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 2


1 b. Conectar a ferramenta de diagnose.
c. Ligar a chave de ignição. Não – Vá para o passo 7
d. Verificar se o SPN 629-31 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no ECM e chicote elétrico.
2 Sim – Vá para o passo 4
a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico lado ECM e Não– Vá para o passo 3
lado sensores.
c. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico do ECM.
Sim – Vá para o passo 5
3 a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico do lado ECM Não – Refaça o reparo.
e lado sensores.
c. Reparar o chicote rompido. Nota!
d. Chicote ok? Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do dano,
substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
335

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica positiva do ECM.

Sim – Vá para o passo 5


a. Ligar a chave de ignição.
4 b. Com o multímetro digital preparado para Não – Verificar fusíveis.
medida de volts DC, medir a voltagem nos
pinos 02, 03, 08, 09, 40 do conector de 89 Nota:
pinos do ECM. O ECM é alimentado com
c. Deve apresentar 24 volts.. voltagem direto do terminal
positivo da bateria (linha 30)
d. Está correto?
através dos pinos 02, 03, 08, 09
do conector de 89 pinos, recebe
voltagem direto do comutador de
ignição (linha 15) através do pino
40 do conector de 89 pinos, e
recebe sinal negativo (linha 31)
direto do terminal negativo da
bateria através dos pinos 05,
06,10, e 11 do conector de 89
pinos.

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica negativa do ECM.

a. Ligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 6


5 b. Com o multímetro digital preparado para
medida de volts DC, medir a voltagem nos Não – Vá para o passo 7
pinos 05, 06, 10, e 11 do conector de 89
pinos do ECM. Nota:
c. Deve apresentar zero volt (terra). O ECM é alimentado com voltagem
d. Está correto, e o código persiste? direto do terminal positivo da
bateria (linha 30) através dos pinos
02, 03, 08, 09 do conector de 89
pinos, recebe voltagem direto do
comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.
336

Passo Ação Decisão


Substituição do ECM.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
6 b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM. Não – Vá para o passo 7
c. Substituir o ECM.
Nota!
d. O código de falha persiste?
Deve-se utilizar de bom critério
técnico antes da tomada de
decisão da substituição do ECM,
pois trata-se de um componente
que usualmente é minimamente
passível de falhas que justifique
sua substituição. “Não” substituir
o ECM sem que antes esteja
aprovado nos testes dos passos 3,
4e5

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
7 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Liberar o veículo.
c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
e. Consultar novamente a memória do ECM. Veja a nota do passo 6
f. O código de falha persiste?

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo.
8 desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota:
d. As luzes de anomalia devem permanecer Veja todas as recomendações em
apagadas “Descrição da falha” na página
e. Permanecem acesas? inicial deste código.
337

SPN 630-2: Estado de erro de EEPROM - erro durante a última operação de leitura.
.
Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

630 2
OBD BLINK Dado errado, incorreto ou Diagnosticar e Falha interna do
DTC CODE intermitente. reparar. ECM

P062F 45

Visão geral Descrição da falha

O ECM (Modulo de Controle Eletrônico) é o Esta falha também pode ocorrer pelas
responsável pelo gerenciamento das funções seguintes razões:
de controle do motor. È o cérebro do controle - ECM com defeito
eletrônico do sistema, tem a função de
controlar as operações do motor através de
funções pré-programadas em sua memória de Descrição do circuito
dados. Está localizado no compartimento do
motor. O acesso aos dados disponíveis na O ECM é alimentado com voltagem direto do
memória do ECM, é feito com a ferramenta de terminal positivo da bateria (linha 30) através
diagnose, através do conector de diagnose dos pinos 02, 03, 08, 09 do conector de 89
localizado na cabine. pinos, recebe voltagem direto do comutador
de ignição (linha 15) através do pino 40 do
Quando a falha é capturada conector de 89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal negativo da
bateria através dos pinos 05, 06,10, e 11 do
O ECM causa o acendimento da luz amarela
conector de 89 pinos.
de advertência no painel de instrumentos e
provoca a parada do motor..
338

Localização do ECM.
O ECM está localizado na lateral do bloco do motor.

Valores Ideais.

O ECM é alimentado com 24 volts através dos pinos 02, 03, 08, 09 e 40 e aterramento direto da
bateria através dos pinos 05, 06, 10 e 11 do conector de 89 pinos do ECM.

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
Teste de polaridade.
339

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 630-2 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no ECM e chicote elétrico.
2 Sim – Vá para o passo 4
a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico lado ECM e Não– Vá para o passo 3
lado sensores.
c. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico do ECM.
Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico do lado ECM Não – refaça o reparo
3 e lado sensores.
c. Reparar o chicote rompido. Nota!
d. Chicote ok? Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do dano,
substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
340

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica positiva do ECM.

Sim – Vá para o passo 5


a. Ligar a chave de ignição.
b. Com o multímetro digital preparado para Não – Verificar fusíveis
medida de volts DC, medir a voltagem nos
pinos 02, 03, 08, 09, 40 do conector de 89 Nota:
pinos do ECM. O ECM é alimentado com
c. Deve apresentar 24 volts.. voltagem direto do terminal
4 positivo da bateria (linha 30)
d. Está correto?
através dos pinos 02, 03, 08, 09
do conector de 89 pinos, recebe
voltagem direto do comutador de
ignição (linha 15) através do pino
40 do conector de 89 pinos, e
recebe sinal negativo (linha 31)
direto do terminal negativo da
bateria através dos pinos 05,
06,10, e 11 do conector de 89
pinos.

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica negativa do ECM

a. Ligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 6


b. Com o multímetro digital preparado para
medida de volts DC, medir a voltagem nos Não – Vá para o passo 7
pinos 05, 06, 10, e 11 do conector de 89
pinos do ECM. Nota:
c. Deve apresentar zero volt (terra). O ECM é alimentado com voltagem
d. Está correto, e o código persiste? direto do terminal positivo da
5
bateria (linha 30) através dos pinos
02, 03, 08, 09 do conector de 89
pinos, recebe voltagem direto do
comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.
341

Passo Ação Decisão


Substituição do ECM.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM. Não – Vá para o passo 7
c. Substituir o ECM.
Nota!
d. O código de falha persiste?
Deve-se utilizar de bom critério
técnico antes da tomada de
6
decisão da substituição do ECM,
pois trata-se de um componente
que usualmente é minimamente
passível de falhas que justifique
sua substituição. “Não” substituir
o ECM sem que antes esteja
aprovado nos testes dos passos 3,
4e5

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Liberar o veículo.
7 c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
e. Consultar novamente a memória do ECM. Veja a nota do passo 6
f. O código de falha persiste?

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo
8 desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota:
d. As luzes de anomalia devem permanecer Veja todas as recomendações em
apagadas “Descrição da falha” na página
e. Permanecem acesas? inicial deste código.
342

SPN 630-2: Estado de erro de EEPROM - erro durante a ultima operação de escrita.
.
Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

630 2
OBD BLINK Dado errado, incorreto ou Diagnosticar e Falha interna do
DTC CODE intermitente. reparar. ECM

P062F 45

Visão geral Descrição da falha

O ECM (Modulo de Controle Eletrônico) é o Esta falha também pode ocorrer pelas
responsável pelo gerenciamento das funções seguintes razões:
de controle do motor. È o cérebro do controle - ECM com defeito
eletrônico do sistema, tem a função de
controlar as operações do motor através de
funções pré-programadas em sua memória de Descrição do circuito.
dados. Está localizado no compartimento do
motor. O acesso aos dados disponíveis na O ECM é alimentado com voltagem direto do
memória do ECM, é feito com a ferramenta de terminal positivo da bateria (linha 30) através
diagnose, através do conector de diagnose dos pinos 02, 03, 08, 09 do conector de 89
localizado na cabine. pinos, recebe voltagem direto do comutador
de ignição (linha 15) através do pino 40 do
Quando a falha é capturada conector de 89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal negativo da
bateria através dos pinos 05, 06,10, e 11 do
O ECM causa o acendimento da luz amarela
conector de 89 pinos.
de advertência no painel de instrumentos e
provoca a parada do motor.
343

Localização do ECM.
O ECM está localizado na lateral do bloco do motor.

Valores Ideais.

O ECM é alimentado com 24 volts através dos pinos 02, 03, 08, 09 e 40 e aterramento direto da
bateria através dos pinos 05, 06, 10 e 11 do conector de 89 pinos do ECM.

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
Teste de polaridade.
344

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 2


1 b. Conectar a ferramenta de diagnose.
c. Ligar a chave de ignição. Não – Vá para o passo 7
d. Verificar se o SPN 630-2 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no ECM e chicote elétrico.
Sim – Vá para o passo 4
2 a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico lado ECM e Não– Vá para o passo 3
lado sensores.
c. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico do ECM.
Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico do lado ECM Não – Refaça o reparo
e lado sensores.
3 c. Reparar o chicote rompido. Nota!
d. Chicote ok? Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do dano,
substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
345

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica positiva do ECM.

Sim – Vá para o passo 5


a. Ligar a chave de ignição.
b. Com o multímetro digital preparado para Não – Verificar fusíveis
medida de volts DC, medir a voltagem nos
pinos 02, 03, 08, 09, 40 do conector de 89 Nota:
pinos do ECM. O ECM é alimentado com
c. Deve apresentar 24 volts.. voltagem direto do terminal
4 positivo da bateria (linha 30)
d. Está correto?
através dos pinos 02, 03, 08, 09
do conector de 89 pinos, recebe
voltagem direto do comutador de
ignição (linha 15) através do pino
40 do conector de 89 pinos, e
recebe sinal negativo (linha 31)
direto do terminal negativo da
bateria através dos pinos 05,
06,10, e 11 do conector de 89
pinos.

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica negativa do ECM.

a. Ligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 6


b. Com o multímetro digital preparado para
medida de volts DC, medir a voltagem nos Não – Vá para o passo 7
pinos 05, 06, 10, e 11 do conector de 89
pinos do ECM. Nota:
c. Deve apresentar zero volt (terra). O ECM é alimentado com voltagem
d. Está correto, e o código persiste? direto do terminal positivo da
5
bateria (linha 30) através dos pinos
02, 03, 08, 09 do conector de 89
pinos, recebe voltagem direto do
comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.
346

Passo Ação Decisão


Substituição do ECM.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM. Não – Vá para o passo 7
c. Substituir o ECM.
Nota!
d. O código de falha persiste?
6 Deve-se utilizar de bom critério
técnico antes da tomada de
decisão da substituição do ECM,
pois trata-se de um componente
que usualmente é minimamente
passível de falhas que justifique
sua substituição. “Não” substituir
o ECM sem que antes esteja
aprovado nos testes dos passos 3,
4e5

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
7 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Liberar o veículo.
c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
e. Consultar novamente a memória do ECM. Veja a nota do passo 6
f. O código de falha persiste?

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo
8 desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota:
d. As luzes de anomalia devem permanecer Veja todas as recomendações em
apagadas “Descrição da falha” na página
e. Permanecem acesas? inicial deste código.
347

SPN 630-2: Estado de erro de EEPROM – valor padrão utilizado.


.
Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

630 2
OBD BLINK Dado errado, incorreto ou Diagnosticar e Falha interna do
DTC CODE intermitente. reparar. ECM

P062F 45

Visão geral Descrição da falha

O ECM (Modulo de Controle Eletrônico) é o Esta falha também pode ocorrer pelas
responsável pelo gerenciamento das funções seguintes razões:
de controle do motor. È o cérebro do controle - ECM com defeito
eletrônico do sistema, tem a função de
controlar as operações do motor através de
funções pré-programadas em sua memória de Descrição do circuito.
dados. Está localizado no compartimento do
motor. O acesso aos dados disponíveis na O ECM é alimentado com voltagem direto do
memória do ECM, é feito com a ferramenta de terminal positivo da bateria (linha 30) através
diagnose, através do conector de diagnose dos pinos 02, 03, 08, 09 do conector de 89
localizado na cabine. pinos, recebe voltagem direto do comutador
de ignição (linha 15) através do pino 40 do
Quando a falha é capturada conector de 89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal negativo da
bateria através dos pinos 05, 06,10, e 11 do
O ECM causa o acendimento da luz amarela
conector de 89 pinos.
de advertência no painel de instrumentos e
provoca a parada do motor..
348

Localização do ECM.
O ECM está localizado na lateral do bloco do motor.

Valores Ideais.

O ECM é alimentado com 24 volts através dos pinos 02, 03, 08, 09 e 40 e aterramento direto da
bateria através dos pinos 05, 06, 10 e 11 do conector de 89 pinos do ECM.

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
Teste de polaridade.
349

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 630-2 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no ECM e chicote elétrico.
2 Sim – Vá para o passo 4
a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico lado ECM e Não– Vá para o passo 3
lado sensores.
c. Está tudo ok?

Passo Ação Decisão


Reparação do chicote elétrico do ECM.
Sim – Vá para o passo 5
a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico do lado ECM Não – Refaça o reparo.
e lado sensores.
3 c. Reparar o chicote rompido. Nota!
d. Chicote ok? Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do dano,
substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
350

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica positiva do ECM.

Sim – Vá para o passo 5


a. Ligar a chave de ignição.
b. Com o multímetro digital preparado para Não – Verificar fusíveis
medida de volts DC, medir a voltagem nos
pinos 02, 03, 08, 09, 40 do conector de 89 Nota:
pinos do ECM. O ECM é alimentado com
4
c. Deve apresentar 24 volts.. voltagem direto do terminal
positivo da bateria (linha 30)
d. Está correto?
através dos pinos 02, 03, 08, 09
do conector de 89 pinos, recebe
voltagem direto do comutador de
ignição (linha 15) através do pino
40 do conector de 89 pinos, e
recebe sinal negativo (linha 31)
direto do terminal negativo da
bateria através dos pinos 05,
06,10, e 11 do conector de 89
pinos.

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica negativa do ECM.

a. Ligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 6


b. Com o multímetro digital preparado para
medida de volts DC, medir a voltagem nos Não – Vá para o passo 7
pinos 05, 06, 10, e 11 do conector de 89
pinos do ECM. Nota:
5
c. Deve apresentar zero volt (terra). O ECM é alimentado com voltagem
d. Está correto, e o código persiste? direto do terminal positivo da
bateria (linha 30) através dos pinos
02, 03, 08, 09 do conector de 89
pinos, recebe voltagem direto do
comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.
351

Passo Ação Decisão


Substituição do ECM.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
6 b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM. Não – Vá para o passo 7
c. Substituir o ECM.
Nota!
d. O código de falha persiste?
Deve-se utilizar de bom critério
técnico antes da tomada de
decisão da substituição do ECM,
pois trata-se de um componente
que usualmente é minimamente
passível de falhas que justifique
sua substituição. “Não” substituir
o ECM sem que antes esteja
aprovado nos testes dos passos 3,
4e5

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 1
b. Conectar a ferramenta de diagnose.
7 c. Ligar a chave de ignição. Não – Liberar o veículo.
d. Efetuar o apagamento da memória.
e. Consultar novamente a memória do ECM. Nota!
f. O código de falha persiste? Veja a nota do passo 6

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo.
8 desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota:
d. As luzes de anomalia devem permanecer Veja todas as recomendações em
apagadas “Descrição da falha” na página
e. Permanecem acesas? inicial deste código.
352

SPN 630-2: Erro de recuperação está bloqueado - ocorreu uma recuperação.


.
Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

630 2
OBD BLINK Dado errado, incorreto ou Diagnosticar e Falha interna do
DTC CODE intermitente. reparar. ECM

P062F 46

Visão geral Descrição da falha

O ECM (Modulo de Controle Eletrônico) é o Esta falha também pode ocorrer pelas
responsável pelo gerenciamento das funções seguintes razões:
de controle do motor. È o cérebro do controle - ECM com defeito
eletrônico do sistema, tem a função de
controlar as operações do motor através de
funções pré-programadas em sua memória de Descrição do circuito.
dados. Está localizado no compartimento do
motor. O acesso aos dados disponíveis na O ECM é alimentado com voltagem direto do
memória do ECM, é feito com a ferramenta de terminal positivo da bateria (linha 30) através
diagnose, através do conector de diagnose dos pinos 02, 03, 08, 09 do conector de 89
localizado na cabine. pinos, recebe voltagem direto do comutador
de ignição (linha 15) através do pino 40 do
Quando a falha é capturada conector de 89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal negativo da
bateria através dos pinos 05, 06,10, e 11 do
O ECM causa o acendimento da luz amarela
conector de 89 pinos.
de advertência no painel de instrumentos e
provoca a parada do motor..
353

Localização do ECM.
O ECM está localizado na lateral do bloco do motor.

Valores Ideais.

O ECM é alimentado com 24 volts através dos pinos 02, 03, 08, 09 e 40 e aterramento direto da
bateria através dos pinos 05, 06, 10 e 11 do conector de 89 pinos do ECM.

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
Teste de polaridade.
354

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

a. Desligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 2


1 b. Conectar a ferramenta de diagnose.
c. Ligar a chave de ignição. Não – Vá para o passo 7
d. Verificar se o SPN 630-2 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no ECM e chicote elétrico.
2 Sim – Vá para o passo 4
a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico lado ECM e Não– Vá para o passo 3
lado sensores.
c. Está tudo ok?

Passo Ação decisão


Reparação do chicote elétrico do ECM.
Sim – Vá para o passo 5
3 a. Desligar a chave de ignição.
b. Desconectar o chicote elétrico do lado ECM Não – Refaça o reparo
e lado sensores.
c. Reparar o chicote rompido. Nota!
d. Chicote ok? Avalie a proporção do dano
causado ao chicote elétrico,
dependendo da extensão do dano,
substitua o mesmo.
Veja todas as recomendações em
“Descrição da falha” na página
inicial deste código.
355

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica positiva do ECM.

Sim – Vá para o passo 5


a. Ligar a chave de ignição.
4 b. Com o multímetro digital preparado para Não – Verificar fusíveis
medida de volts DC, medir a voltagem nos
pinos 02, 03, 08, 09, 40 do conector de 89 Nota:
pinos do ECM. O ECM é alimentado com
c. Deve apresentar 24 volts.. voltagem direto do terminal
positivo da bateria (linha 30)
d. Está correto?
através dos pinos 02, 03, 08, 09
do conector de 89 pinos, recebe
voltagem direto do comutador de
ignição (linha 15) através do pino
40 do conector de 89 pinos, e
recebe sinal negativo (linha 31)
direto do terminal negativo da
bateria através dos pinos 05,
06,10, e 11 do conector de 89
pinos.

Passo Ação Decisão


Alimentação elétrica negativa do ECM.

a. Ligar a chave de ignição. Sim – Vá para o passo 6


5 b. Com o multímetro digital preparado para
medida de volts DC, medir a voltagem nos Não – Vá para o passo 7
pinos 05, 06, 10, e 11 do conector de 89
pinos do ECM. Nota:
c. Deve apresentar zero volt (terra). O ECM é alimentado com voltagem
d. Está correto, e o código persiste? direto do terminal positivo da
bateria (linha 30) através dos pinos
02, 03, 08, 09 do conector de 89
pinos, recebe voltagem direto do
comutador de ignição (linha 15)
através do pino 40 do conector de
89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal
negativo da bateria através dos
pinos 05, 06,10, e 11 do conector
de 89 pinos.
356

Passo Ação Decisão


Substituição do ECM.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
6 b. Desconectar o chicote elétrico lado ECM. Não – Vá para o passo 7
c. Substituir o ECM.
Nota!
d. O código de falha persiste?
Deve-se utilizar de bom critério
técnico antes da tomada de
decisão da substituição do ECM,
pois trata-se de um componente
que usualmente é minimamente
passível de falhas que justifique
sua substituição. “Não” substituir
o ECM sem que antes esteja
aprovado nos testes dos passos 3,
4e5

Passo Ação Decisão


Apagar memória.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
7 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Liberar o veículo.
c. Ligar a chave de ignição.
d. Efetuar o apagamento da memória. Nota!
e. Consultar novamente a memória do ECM. Veja a nota do passo 6
f. O código de falha persiste?

Passo Ação Decisão


Liberação do veículo.
Sim – Vá para o passo 1
a. Desligar a chave de ignição.
b. Certificar-se de que os componentes Não – Liberar o veículo.
8 desmontados foram reinstalados.
c. Acionar o motor e mantê-lo funcionando. Nota:
d. As luzes de anomalia devem permanecer Veja todas as recomendações em
apagadas “Descrição da falha” na página
e. Permanecem acesas? inicial deste código.
357

SPN 630-2: Erro de recuperação está suprimido - ocorreu uma recuperação.


.
Critério
SPN FMI Condição Causa provável
selecionado

630 2
OBD BLINK Dado errado, incorreto ou Diagnosticar e Falha interna do
DTC CODE intermitente. reparar. ECM

P062F 46

Visão geral Descrição da falha

O ECM (Modulo de Controle Eletrônico) é o Esta falha também pode ocorrer pelas
responsável pelo gerenciamento das funções seguintes razões:
de controle do motor. È o cérebro do controle - ECM com defeito
eletrônico do sistema, tem a função de
controlar as operações do motor através de
funções pré-programadas em sua memória de Descrição do circuito.
dados. Está localizado no compartimento do
motor. O acesso aos dados disponíveis na O ECM é alimentado com voltagem direto do
memória do ECM, é feito com a ferramenta de terminal positivo da bateria (linha 30) através
diagnose, através do conector de diagnose dos pinos 02, 03, 08, 09 do conector de 89
localizado na cabine. pinos, recebe voltagem direto do comutador
de ignição (linha 15) através do pino 40 do
Quando a falha é capturada conector de 89 pinos, e recebe sinal negativo
(linha 31) direto do terminal negativo da
bateria através dos pinos 05, 06,10, e 11 do
O ECM causa o acendimento da luz amarela
conector de 89 pinos.
de advertência no painel de instrumentos e
provoca a parada do motor.
358

Localização do ECM.
O ECM está localizado na lateral do bloco do motor.

Valores Ideais.

O ECM é alimentado com 24 volts através dos pinos 02, 03, 08, 09 e 40 e aterramento direto da
bateria através dos pinos 05, 06, 10 e 11 do conector de 89 pinos do ECM.

Ferramentas necessárias.

Ferramenta de Diagnóstico.
Multímetro digital.
Teste de polaridade.
359

Gráfico de Diagnóstico

Passo Ação Decisão


Consulta preliminar.

Sim – Vá para o passo 2


a. Desligar a chave de ignição.
1 b. Conectar a ferramenta de diagnose. Não – Vá para o passo 7
c. Ligar a chave de ignição.
d. Verificar se o SPN 630-2 está ativo.
e. Está ativo?

Passo Ação Decisão


Inspeção no ECM e chicote elétrico.
2 Sim – Vá para o passo 4
a. Desligar a chave de ignição.
b. Inspecionar o chicote elétrico lado ECM e Não– Vá para o passo 3
lado sensores.
c. Está tudo ok?

Passo Ação decis