Você está na página 1de 5

Ministério da Educação

Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação


Coordenação Geral de Infra-Estrutura - CGEST

ESCOLA DE ENSINO PROFISSIONAL

MEMORIAL DESCRITIVO

PROJETO DE IRRIGAÇÃO

DATA: FEV/2011

FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO – FNDE


SBS Q.2 Bloco F Edifício Áurea – 70.070-929 – Brasília, DF
Telefone: (61) 3966-4030 – Site: www.fnde.gov.br
1 de 5
Ministério da Educação
Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação
Coordenação Geral de Infra-Estrutura - CGEST

ÍNDICE
1. INTRODUÇÃO ........................................................................................................................................3

2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA ..................................................................................................................3

2.1 ABASTECIMENTO ..................................................................................................................................3


2.2 PARÂMETROS HIDRÁULICOS ADOTADOS ............................................................................................... 3
2.3 DISTRIBUIÇÃO DO SISTEMA ................................................................................................................... 3
2.3.1 Tubulações ................................................................................................................................ 3
2.3.2 Abertura de valas ...................................................................................................................... 4
2.3.3 Aspersores e Válvulas .............................................................................................................. 4
2.3.4 Automação.................................................................................................................................4
2.3.5 Bombeamento ........................................................................................................................... 4
2.4 SISTEMA DE REGA ................................................................................................................................ 5

FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO – FNDE


SBS Q.2 Bloco F Edifício Áurea – 70.070-929 – Brasília, DF
Telefone: (61) 3966-4030 – Site: www.fnde.gov.br
2 de 5
Ministério da Educação
Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação
Coordenação Geral de Infra-Estrutura - CGEST

1. INTRODUÇÃO
Este memorial visa apresentar os critérios adotados no desenvolvimento do projeto de irrigação
automatizada para atender as áreas de paisagismo determinadas no projeto padrão da Escola de Ensino
Profissional.

2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA

2.1 Abastecimento

O abastecimento da cisterna poderá ser proveniente do reuso do sistema de coleta de águas pluviais,
águas cinzas, poço ou rede pública de abastecimento, conforme padrão adotado pela localidade onde será
implantada a Escola. A qualidade da água deverá obedecer aos padrões mínimos exigidos pela legislação
ambiental, bem como o tipo de vegetação adotada no paisagismo.

2.2 Parâmetros Hidráulicos Adotados

A distribuição da tubulação e o estudo hidráulico como: velocidade da água, perda de carga,


características dos aspersores, determinaram a pressão necessária para o funcionamento do sistema.
Área de Irrigação: 2.204,6m2;
Nº de setores: 10;
Tipo de aspersores adotados: Spray;
Pressão exigida pelos aspersores: 21mca;
Capacidade do reservatório: 22.500L

2.3 Distribuição do Sistema

2.3.1 Tubulações

Os diâmetros das tubulações foram determinados em função do posicionamento dos


aspersores, pressão e vazão requeridas.
A malha hidráulica é composta por redes assim determinadas:

FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO – FNDE


SBS Q.2 Bloco F Edifício Áurea – 70.070-929 – Brasília, DF
Telefone: (61) 3966-4030 – Site: www.fnde.gov.br
3 de 5
Ministério da Educação
Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação
Coordenação Geral de Infra-Estrutura - CGEST

Rede Principal (adutora): situa-se entre a fonte de alimentação de água para o sistema (no caso
as bombas) e as válvulas de comando. A tubulação será em PVC PN 60 com diâmetros de 60mm e
40mm, conforme apresentado no projeto.
Redes Laterais: situam-se entre as válvulas de comando e os emissores de água (aspersores) e
suas tubulações serão em PVC soldável de 25mm.

2.3.2 Abertura de valas

As valas da Rede Principal terão profundidade mínima de 35cm e das Redes Laterais terão
profundidade mínima de 30cm.

2.3.3 Aspersores e Válvulas


Os aspersores devem ser instalados ao nível do solo, de forma que não fiquem visíveis acima
da superfície. A conexão à rede hidráulica será feita através de um sistema flexível permitindo que
eventuais impactos sobre estes não reflitam sobre a rede hidráulica, além de facilitar a instalação e
manutenções dos mesmos. Os aspersores instalados próximos a paredes, muros e meio-fio, devem ser
posicionados a uma distância de 10cm.
As válvulas de comando de setores devem ser instaladas abaixo do nível do solo,
acondicionadas dentro de caixa apropriadas, com tampa superior de acesso para possibilitar facilidade
de manutenção. Em alguns setores foram adotadas mais de uma válvula para que o sistema atendesse
solicitações de pressão e vazão aproximadas.

2.3.4 Automação
A automação do sistema é composta por um controlador automático programável interligado as
eletroválvulas com selenóides por meio de cabos flexíveis acondicionados em eletrodutos rígidos. O sistema
é dotado de sensor de chuva que irá desabilitá-lo automaticamente por ocasião de precipitação compatível
com as regas.

2.3.5 Bombeamento
A bomba para atender o sistema proposto terá as seguintes características:

FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO – FNDE


SBS Q.2 Bloco F Edifício Áurea – 70.070-929 – Brasília, DF
Telefone: (61) 3966-4030 – Site: www.fnde.gov.br
4 de 5
Ministério da Educação
Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação
Coordenação Geral de Infra-Estrutura - CGEST

MODELO: CAM-W6-T
ALT. MON.: 52 m
VAZÃO: 12,70 m3/h
POTÊNCIA: 5CV
FAB.: DANCOR

OBS.: Os dados acima serviram de referência para o devido dimensionamento do sistema de


bombeamento, porém poderá ser utilizado outro fabricante considerando as equivalências técnicas

2.4 Sistema de Rega

Foi previsto para cada setor um período de 15min de rega, conforme abaixo determinado.
REGA SETOR VÁVULAS VAZÃO
SETOR 1 VALV.01 - 1" 1,5
REGA 1 SETOR 2 VALV.02 - 1" 1,71
3,21
SETOR 3 VALV.03 - 1" 1,51
REGA 2 SETOR 3 VALV.04 - 1" 1,59
3,1
SETOR 4 VALV.05 - 1" 1,58
REGA 3 SETOR 4 VALV.06 - 1" 1,6
3,18
SETOR 4 VALV.07 - 1" 1,88
REGA 4 SETOR 4 VALV.08 - 1" 1,62
3,5
SETOR 4 VALV.09 - 1" 1,64
REGA 5 SETOR 4/9 VALV.10 - 1" 1,63
3,27
SETOR 5/7 VALV.11 - 1" 2,12
REGA 6 SETOR 10 VALV.15 - 3/4" 1,38
3,5
REGA 7 SETOR 7 VALV.13 - 1" 2,16
SETOR 6 VALV.12 - 1" 1,79
REGA 8 SETOR 8 VALV.14 - 3/4" 1,28
3,07

FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO – FNDE


SBS Q.2 Bloco F Edifício Áurea – 70.070-929 – Brasília, DF
Telefone: (61) 3966-4030 – Site: www.fnde.gov.br
5 de 5