Você está na página 1de 48

@meditaçãoecura apresenta:

HO’OPONOPONO
O sistema havaiano secreto
para a prosperidade, saúde e paz
Carmem Mendes Neves

Quando decidi escrever este e-book para você, a primeira intuição


que veio a mim foi “Chegou o momento de colocar no papel sua missão
pessoal”

Você pode estar se perguntando que missão é essa, qual o grande


objetivo que a levou dedicar seu tempo para trazer esse conteúdo até
minhas mãos. E eu estou aqui para te responder. Me chamo Carmem
Mendes Neves, de uma cidadezinha no final do Brasil, Santa Vitória do
Palmar, um lugar escondido no extremo sul do Brasil.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 2


todos os direitos reservados
Prefácio

Desde jovem minha paixão pelos livros e conhecimento foram


minha motivação. Por amar tantos os livros e a leitura aos 19 anos in-
gressei na faculdade de Direito na Cidade de Joinville/SC, surgindo o
grande desejo de ensinar as pessoas, levar educação. Comecei a lecio-
nar direito constitucional em cursinhos para concursos, contribuindo
nos sonhos de tantos alunos, descobri que minha missão era ensinar.

Mas o que o mundo acadêmico jurídico tem a ver com o trabalho


que realizo hoje como professora de meditação e terapeuta holística?
Tudo a ver! Somos a construção de tudo que realizamos nesta vida, esse
emaranhado de histórias escolhas e fatos, é você.

Só que neste momento eu quero te contar sobre como eu cheguei


ate minha cura emocional. Aos 28 anos eu era uma jovem mulher, já
casada, com uma bela formação e uma ótima vida financeira, cumprindo
todos os requisitos que a sociedade doente faz questão de dizer que são
os certos. E como eu, nessa história desenhada tão perfeita poderia me
sentir tão infeliz? Eu te respondo, na época eu não tinha essa resposta.
Sentia um grande vazio na minha alma, um buraco do tamanho do
mundo, e sim eu tinha um bom relacionamento com Deus, freqüentava a
igreja todos os domingos, era uma líder de célula cristã, e seguia sem
entender meu desânimo, tristeza e angustia.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 3


todos os direitos reservados
Prefácio

Foi então que uma amiga me indicou a Terapia Cognitiva Comporta-


mental, começando uma jornada de autoconhecimento que durou um
ano e meio. A partir daí eu decidi olhar para minha dor e buscar a minha
felicidade, decidindo ser 100% responsável por tudo que acontece em
minha vida.

Quando decidi ACORDAR, o UNIVERSO sorriu pra mim e enviou um


anjo chamado Regina Voluz para me apresentar a nossa ferramenta
chamada HO’OPONOPONO. Foi um divisor de águas que eu lembro o mês
e ano que ela chegou ate mim. Foi em abril de 2014, e desde então eu a
uso como meu amuleto da sorte, como minha música de fundo, como
meu escudo contra qualquer situação que queira tirar minha paz.

O DESPERTAR me levou a fazer cursos para aprofundar o autoco-


nhecimento, realizei curso de formação em Programação Neuro Linguis-
tica, Liderança Pessoal (Odisséia), Constelação Sistemica Familiar, EFT
(Emotional Freedom Techniques), uma técnica de acupuntura psicológi-
ca, Curso de Meditação Transcendental pela MT Brasil, assim como se-
minários de Hooponopono, formação de Thetahealing, além de ter feito
diversas terapias do segmento holístico, e ter lido centenas de livros de
autoajuda.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 4


todos os direitos reservados
Prefácio

Eu disse sim para a minha cura, para o meu despertar, disse sim
para minha mudança, e desde 2012 eu vivo me cuidando com amor, e
respeitando o meu interno, e tratando as minhas memórias, e nesse ca-
minho de me conhecer, eu descobri minha principal missão aqui na
terra, que é ajudar as pessoas a se curarem e a despertarem, saírem
dessa teia que a sociedade impõe para gente, ensinar as pessoas a
serem quem elas desejam ser, limpando seus medos e trazendo sua ver-
dadeira autenticidade para fora.

Ao descobrir minha missão neste planeta, que é ensinar ao Maximo


de pessoas as ferramentas que tem o poder de DESPERTAR, CURAR E
TRANSFORMAR, que em 2015 eu criei um grupo no whatsapp, chamado
de Ho’oponopono, que se espalhou em uma tamanha proporção, tendo
centenas de pessoas de todo o Brasil. Me dediquei por anos a ajudar as
pessoas entender o Hooponopono e aplicar em suas vidas, hoje o grupo
ainda existe e chama-se Meditação e cura, e através dessa grande expe-
riência, e com as minhas formações holísticas, iniciei um trabalho como
palestrante e terapeuta, e atualmente sou professora de Hooponopono
e meditação.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 5


todos os direitos reservados
Prefácio

Eu te AFIRMO, na minha vida o Ho’oponopono mudou tudo, sai das


sombras do meu passado, me libertei dos medos que me prendiam, e
hoje consigo viver de forma autêntica e livre. Acredite é real, leia com
carinho o conhecimento aqui colocado e pratique no seu cotidiano.

Gratidão por unir seu caminho ao meu para a cura, e obrigada por ser
quem és.

CARMEM MENDES NEVES

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 6


todos os direitos reservados
sumário
08 INTRODUÇÃO
08 CONHECENDO O HO’OPONOPONO
08 NOME HO’OPONOPONO
09 ORIGEM
10 A ORAÇÃO ORIGINAL
13 A PRECE DA PURUFICAÇÃO
14 AS FRASES
16 MORRNAH SIMEONA
17 DR. LENN
18 JOE VITALE
VOCÊ É 100% RESPONSÁVEL POR TUDO
20
QUE ACONTECE EM SUA VIDA
24 RESPIRAÇÃO HÁ
25 AGUA AZUL SOLARIZADA
26 ENTREVISTA COM O DR. LEN
39 HO’OPONOPONO POR JOE VITALE
45 HO’OPONOPONO PELA AUTORA
@meditacaoecura

INTRODUÇÃO

Este e-book foi elaborado para apresentar a vocês a ferramenta de


meditação que mudou a vida de milhares de pessoas: o Ho’oponopono.
Você provavelmente irá se questionar de que modo essa palavra tão di-
ferente pode mudar a sua vida, porém, nesta leitura, você vai descobrir
que essa ferramenta pode ser realmente transformadora.

Neste primeiro momento, você deixará de lado aquela conversa in-


terna que se passa na sua mente e refletirá a partir dessas informações.
No entanto, se ao final do e-book você não quiser utilizá-las, tudo bem.
A partir de agora, apenas leia as poucas páginas a seguir e as permita
que tragam grandes transformações na sua vida.

1. CONHECENDO O HO’OPONOPONO

O Ho’oponopono é uma ferramenta fantástica de limpeza de todo


“lixo” proveniente das nossas crenças acumuladas ao longo do tempo,
as quais ficam guardadas no nosso sub-INconsciente, ditando nossas
ações.

1.1. NOME DO HO’OPONOPONO


Na língua Havaiana, Hoo significa “causa” e ponopono quer dizer
“perfeição”. Portanto, Ho’oponopono significa “corrigir um equívoco”
ou “tornar justo”.
Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 8
todos os direitos reservados
@meditacaoecura

O Ho’oponopono é um apelo à Divindade para cancelar as memórias


que estão se repetindo como problemas. Você pode, através desse siste-
ma, se livrar das recordações que tocam repetidamente na sua mente
(aquela conversa mental interna incessante – principalmente depois de
situações estressantes e desagradáveis) e encontrar a Paz. (Wikipédia)

1.2. ORIGEM DO HO’OPONOPONO


Origem da técnica: Ho’oponopono é uma filosofia, um estado de es-
pírito.
O Ho’oponopono tem origem ancestral Havaiana, oriundo da tribo indí-
gena Kahunas, liderada pela Xamã Morrnah Simeona. A técnica trata-se
um processo de arrependimento ou reconciliação entre pessoas de uma
mesma comunidade, onde o perdão era concedido sob a presença de um
líder cristão.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 9


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

2. ORAÇÃO ORIGINAL DO HO’OPONOPONO

Ho’oponopono, Oração Original


Morrnah Namalaku Simeona

Divino Criador, Pai, Mãe, filho - todos em um.


Se eu, minha família, os meus parentes e antepassados ofendemos Sua
família, parentes e antepassados em pensamentos, fatos ou ações,
desde o início de nossa criação até o presente, nos pedimos o Seu
perdão. Deixe que isto se limpe, purifique, libere e corte todas as memó-
rias, bloqueios, energias e vibrações negativas. Transmute essas ener-
gias indesejáveis em pura LUZ. E assim é.
Para limpar o meu subconsciente de toda a carga emocional arma-
zenada nele, digo uma e outra vez durante o meu dia as palavras-chave
do Ho’oponopono.
EU SINTO MUITO, ME PERDOE, EU TE AMO, SOU GRATO.
Declaro-me em paz com todas as pessoas da Terra e com quem
tenho dívidas pendentes. Por esse instante e em seu tempo, por tudo o
que não me agrada de minha vida presente
EU SINTO MUITO, ME PERDOE, EU TE AMO, SOU GRATO.
Eu libero todos aqueles de quem eu acredito estar recebendo danos
e maus tratos, porque simplesmente me devolvem o que eu fiz a eles
antes, em alguma vida passada.
EU SINTO MUITO, ME PERDOE, EU TE AMO, SOU GRATO.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 10


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

Ainda que me seja difícil perdoar alguém, sou eu quem pede perdão
a esse alguém agora, por este instante, em todo o tempo, por tudo o que
não me agrada em minha vida presente.
EU SINTO MUITO, ME PERDOE, EU TE AMO, SOU GRATO.
Por este espaço sagrado que habito dia-a-dia e com o qual não me
sinto confortável.
EU SINTO MUITO, ME PERDOE, EU TE AMO, SOU GRATO.
Pelas difíceis relações das quais guardo somente lembranças ruins.
EU SINTO MUITO, ME PERDOE, EU TE AMO, SOU GRATO.
Por tudo o que não me agrada na minha vida presente, na minha
vida passada, no meu trabalho e o que está ao meu redor, Divindade,
limpa em mim o que está contribuindo com minha escassez.
EU SINTO MUITO, ME PERDOE, EU TE AMO, SOU GRATO.
Se meu corpo físico experimenta ansiedade, preocupação, culpa,
medo, tristeza, dor, pronuncio e penso: Minhas memórias, eu te amo!
Estou agradecido pela oportunidade de libertar vocês e a mim.
EU SINTO MUITO, ME PERDOE, EU TE AMO, SOU GRATO.
Neste momento, afirmo que TE AMO. Penso na minha saúde emo-
cional e na de todos os meus seres amados… TE AMO.
Para minhas necessidades e para aprender a esperar sem ansieda-
de, sem medo, reconheço as minhas memórias aqui neste momento.
SINTO MUITO, TE AMO.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 11


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

Minha contribuição para a cura da Terra:


Amada Mãe Terra, que é quem Eu Sou
Se eu, a minha família, os meus parentes e antepassados te maltrata-
mos com pensamentos, palavras, fatos e ações desde o inicio de nossa
criação até o presente, eu peço o Teu perdão deixa que isso se limpe e
purifique, libere e corte todas as memórias, bloqueios, energias e vibra-
ções negativas, transmute estas energias indesejáveis em pura LUZ e
assim é.
Para concluir, digo que esta oração é minha porta, minha contribui-
ção, à tua saúde emocional, que é a mesma minha, então, esteja bem. E
na medida em que você vai se curando eu te digo que...
Eu sinto muito pelas memórias de dor que compartilho com você.
Te peço perdão por unir meu caminho ao seu para a cura.
Te agradeço por estar aqui para mim...

E TE AMO por ser quem você é.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 12


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

3. PRECE DA PURIFICAÇÃO

Espírito, Superconsciente, por favor, localize a origem dos meus


sentimentos pensamentos de (…………………………….. preencha o espaço
com sua crença, sentimento, pensamento)
Leve todos os níveis, camadas, áreas e aspectos do meu ser até essa
origem. Analise-a e revolva de forma perfeita com a verdade de Deus.
Atravesse todas as gerações de tempo e eternidade.
Curando cada incidente e seus apêndices, baseados na origem.
Por favor, faça isso segundo a vontade de Deus, até que eu esteja no pre-
sente,
Preenchido de luz e verdade.
A paz e o amor de Deus, perdão de mim mesmo, por minhas percepções
incorretas.
Perdão de cada pessoa, lugar, circunstâncias e acontecimentos que con-
tribuíram para isso, esses sentimentos e pensamentos.

Morrnah Simeona

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 13


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

4. FRASES

SINTO MUITO, ME PERDOE, TE AMO, SOU GRATO!


SINTO MUITO - Você sente que algo (não importa saber o quê) pe-
netrou no seu sistema mental e corporal. Você quer o perdão pelo o que
lhe causou aquilo.
ME PERDOE - Quando você fala “Me perdoe”, não está pedindo a
Deus para te perdoar, você está pedindo a Deus para te ajudar a se per-
doar.
TE AMO - Transmuta a energia bloqueada (que é o problema) em
energia fluindo, religa você ao Divino.
SOU GRATO - É a sua expressão de gratidão, sua fé em que tudo
será resolvido para o bem maior seu e de todos envolvidos.

• Quando dizer as frases: Quando estiver em um conflito, ou


quando sentir alguma emoção negativa.
• A quem são dirigidas as frases: A si mesmo, à sua divindade in-
terior, ao universo e a Deus.
• Como dizer: em voz baixa ou mentalmente.
• Quantas vezes dizer: Quantas vezes achar necessário, lembran-
do que: você não precisa se apegar a todas as frases, você pode repetir
apenas umas das quatro.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 14


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 15


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

5. ÍCONES PARA O HO’OPONONO

Morrnah Simeona: a Xamã da tribo indígena dos Kahunas, faleci-


da aos 92 anos de idade, entendeu que o processo Ho’oponopono pode-
ria ser simplificado, eliminando a presença de um guia e possibilitando
cada pessoa a praticar sozinha (sozinhos conseguimos trazer a nós
mesmos esse perdão e paz). Morrnah se propôs a ensinar o processo de
Ho’oponopono que conhecemos hoje, estabelecendo a compreensão de
que ficamos carregados com as nossas memórias e que o objetivo do
Ho’oponopono é justamente nos liberarmos delas. Ela ainda dizia que a
paz começa consigo e com ninguém mais. Ao dar cursos sobre a ferra-
menta, cruzou o caminho com o Dr. Len, o qual se tornou seu aluno mais
famoso e disseminou a técnica pelo mundo todo.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 16


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

Dr. Len: Len decidiu ir até a tribo dos Kahunas para aprender sobre
o Ho’oponopono, com o intuito de buscar uma cura para sua filha que há
décadas sofria de uma enfermidade na pele. Após conhecer a xamã
Morrnah e conhecer a tribo, Len presenciou a cura de sua filha através
da técnica ensinada pela xamã.
Psicólogo clínico, de uma ala psiquiátrica no Havaí, Len observava
que a atmosfera do ambiente psiquiátrico era pesada: funcionários tra-
balhavam com medo, faltavam muito ao trabalho, psicólogos que não
permaneciam lá por muito tempo, ou seja, se tratava de um estabeleci-
mento que não funcionava de forma satisfatória. Antes que Dr. Len ini-
ciasse efetivamente seu trabalho, pediu que lhe fossem entregues as
fichas de todos os pacientes, além de insistir que não o perturbassem,
pois afirmava que não precisaria conversar com nenhum paciente - ati-
tude que causou estranheza aos demais, mas que foi respeitada. Cerca
de três meses após Dr. Len assumir o cargo na ala psiquiátrica, os fun-
cionários foram percebendo que pouco a pouco a atmosfera e as rela-
ções entre os pacientes haviam melhorado significativamente e, intriga-
dos, perguntaram ao psicólogo o que ele fazia em seus momentos sozi-
nhos em sua sala, já que essa sua postura estava sendo considerada
curiosa.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 17


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

Foi então que o Dr. Len explicou que seu método se baseava em
limpar as memórias que tinha em comum ou, para ser mais exato, que
dividia as memórias em cada paciente quando o registro do mesmo apa-
recia em sua frente. Esse processo era feito por meio da repetição das
frases contidas no método Ho’oponopono sobre as fichas dos pacientes.
Assim, ele permaneceu no cargo por quatro anos e, no final desse perío-
do, a ala psiquiátrica da penitenciaria fechou as portas, de modo que
não restava mais nenhum paciente, alguns tinham sido curados, outros
não necessitavam mais ser monitorados.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 18


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

Joe Vitale: empresário e professor espiritual, mais conhecido por


sua aparição no filme O Segredo. Joe ouviu sobre a trajetória de Dr. Len
na ala psiquiátrica e, mesmo cético a respeito de seu método, foi atrás
de conhecer mais a fundo o trabalho de Len. Joe conheceu Dr. Len, o qual
virou seu professor na técnica do Ho’oponopono. As aulas de Dr. Len a
Joe, mais tarde, resultaram nos lançamentos dos livros Limite Zero e
Marco Zero de Joe Vitale, onde são explicados os benefícios dessa técni-
ca.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 19


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

6. VOCÊ É 100% RESPONSÁVEL POR TUDO QUE ACONTECE


EM SUA VIDA

Dr. Len comumente usa a frase ‘’você é 100% responsável por


tudo que acontece em sua vida’’. Com isso, ele quer nos dizer que nós
mesmos criamos a nossa realidade e quando um problema nos aparece,
o intelecto sempre busca alguém ou alguma coisa para culpar. Nós con-
tinuamos procurando lá fora (de nós) a origem dos nossos problemas.
Não percebemos que a origem está sempre dentro de nós.
A frase do Dr. Len pode ser bem difícil de compreender, mas ao
longo dos anos da prática do Ho’oponopono, entendendo a filosofia da
técnica, fica mais simples observar que nossos pensamentos criam a
nossa realidade. O esquema abaixo pode auxiliar nessa compreensão:
• Pensamento --------- Sentimento --------- Atitude (deci-
sões)
Pensamento: É a primeira ação para transformar nossa reali-
dade. O pensamento e intelecto originam nossos sentimentos. O nosso
pensamento está repleto de informações do passado, além de contar
com um constante julgamento de tudo e todos ao nosso redor, poluindo
a mente com emoções de dor e fazendo com que só consigamos produzir
lixo mental.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 20


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

• Sentimento: Após a mente entrar no comando, vem o nosso


sentir. Como dito acima, ao produzir pensamentos que vibram na cor-
rente do medo, têm-se como resultados sentimentos tóxicos que
causam desconforto, tais como: raiva, angústia, tristeza, ansiedade, de-
pressão, ciúmes, etc.

• Atitude: Depois do sentimento, esteja ele vibrando na corrente


do amor e paz ou na corrente do medo, haverá uma reação. Com a
reação, vêm as decisões. Uma decisão pautada na raiva, obviamente,
ocasionará em uma atitude agressiva. No entanto, se a ação for baseada
na paz do eu, será possível transformar o ambiente físico em mais paz,
não só para nós mesmos, como para todos os envolvidos.

Então, praticando o processo Ho’oponopono, estamos cancelando


as memórias na nossa mente ao dizer: Sinto muito, me perdoe, te amo,
sou grato. Quando limpamos desde o princípio a origem do pensamento,
limpamos nossa mente com o mantra e teremos resultados benéficos
para nós mesmos.

É importante destacar que o problema não está no simples pensar.


O problema ocorre quando nossos pensamentos estão impregnados de
memórias dolorosas a respeito de pessoas, lugares ou coisas.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 21


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

Dr. Len diz que o trabalho intelectual por si só não é capaz de resol-
ver estes problemas, pois a função do intelecto é de apenas administrar
e não é administrando as coisas que se resolvem problemas. Você quer
é se livrar deles! Quando você faz Ho’oponopono, a Divindade pega os
pensamentos dolorosos e os neutraliza ou os purifica. Não se trata de
neutralizar ou purificar a pessoa, o lugar ou a coisa. Você neutraliza a
energia que você associa com aquela pessoa, lugar ou coisa. Portanto, o
primeiro estágio de Ho'oponopono é a purificação da energia.

O que estamos fazendo com o limpar do Ho’oponopono é colocando


tudo de volta na sua ordem natural. Se estamos preparados para ser
100% responsáveis em primeiro lugar e chegamos a 100% de paz com
nós mesmos, tudo se alinha perfeitamente consigo mesmo e com Deus.
O Dr. Len diz ainda: “Somos todos Seres Divinos, mas a mente só pode
servir um mestre de cada vez. Pode servir as memórias repetindo os
problemas, ou pode servir a Divindade que são as Inspirações.”

A limpeza com o Ho’oponopono é feita para conseguirmos as cir-


cunstâncias perfeitas e corretas para nós. Não sabemos quais, só o
Divino sabe e, por isso, nossa responsabilidade é utilizar o mantra para
tudo que tire nossa paz.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 22


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

“A limpeza do Ho’oponopono é profunda porque estamos lidando


diretamente com o Divino e o Divino é perfeito no seu trabalho.” Morr-
nah Simeona

O processo do Ho’oponopono é totalmente fora do intelecto.


Quando você utiliza as frases, você não sabe como a situação irá se dis-
solver e simplesmente confia no Divino, o qual sempre sabe como orga-
nizar nosso sistema corpo e mente.

Outra frase que Dr. Len fala muito e é citada nos livros do Joe Vitale
é a seguinte: “A Paz começa comigo e com ninguém mais. Todos querem
estar em sintonia consigo mesmo e, somente quando conseguirem, po-
derão cumprir seus destinos.”

Assim sendo, concluímos esta parte do livro compreendendo que ao


admitir que somos 100% responsáveis, estamos afirmando que temos
a responsabilidade e o compromisso de buscar a paz para nossas vidas.
Além disso, concluímos com o entendimento que quando nossos pensa-
mentos e sentimentos estão em perfeita harmonia de paz, teremos re-
sultados positivos para as nossas vidas.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 23


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

7. RESPIRAÇÃO HÁ
Nome: HÁ significa respiração da vida. Através dela, inicia-se o pro-
cesso de Ho’oponopono, meditação, aconselhamento, cura e autoconhe-
cimento.

Procedimentos para a Respiração “HÁ”:


1. Inspirar (Energia Divina) enquanto conta até SETE, para se
energizar cada célula, tecido, veia, osso e átomo de todo o corpo.
2. Mantenha a respiração enquanto conta até SETE para per-
mitir ao corpo descansar momentaneamente. Desta forma, abai-
xando o metabolismo e a química do corpo, regenerando as célu-
las.
3. Expirar enquanto conta até SETE, liberando impurezas, ve-
nenos e bloqueios do sistema.
4. Mantenha (prenda) a respiração enquanto conta até SETE.

É muito importante a mentalização da contagem. O processo de


respiração “HÁ” é simples de fazer e cancela memórias. O processo
completo é feito da seguinte forma: sente-se com a coluna ereta e os
pés plantados no chão, faça o elo do infinito e repita os 7 tempos
por 9 vezes

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 24


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

8. ÁGUA AZUL SOLARIZADA

Use uma garrafa de vidro azul. Qualquer cor de azul, desde azul
claro a azul escuro. Evite garrafas plásticas para solarizar a água. Plásti-
cos degradam quando expostos ao sol, soltando compostos químicos.
1. Encha o recipiente com água filtrada e cubra com uma tampa
não-metálica - cortiça, plástico e até mesmo pano envolto por uma tira
de borracha, pois a finalidade da tampa é apenas para evitar a entrada
de sujeira e insetos.
2. Expor a garrafa de vidro ao Sol por, no mínimo, uma hora.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 25


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

9. ENTREVISTA COM DR. LEEN

ENTREVISTA COM O IHALEAKALA HEW LEN -Ph.D.


Texto abaixo por Cat Saunders (psicóloga americana)

Como demonstrar gratidão a alguém que lhe ajudou a ser livre?


Como demonstrar gratidão a um homem cuja gentileza de espírito e “ti-
radas” espirituosas alteraram completamente o curso de sua vida? Iha-
leakala Hew Len é a pessoa que significa tudo isso para mim. Como um
irmão de alma que aparece inesperadamente num momento de necessi-
dade, Ihaleakala entrou em minha vida em março de 1985, um ano de
grandes mudanças para mim. Eu o conheci durante um curso chamado
Self I-Dentity Through Ho'oponopono, no qual ele era facilitador, junta-
mente com a nativa havaiana e kahuna (“guardiã do segredo”) Morrnah
Nalamaku Simeona, já falecida.

Para mim, Ihaleakala e Morrnah fazem parte do ritmo da vida.


Embora eu sinta um grande amor por eles, não consigo vê-los como sim-
ples pessoas, porque a forma com que eles influenciam minha vida vem
através de um vigoroso pulsar, como o som de tambores africanos na
noite. Recentemente, tive a honra de ser convidada a entrevistar Ihale-
akala pela Foundation of I, Inc. (Freedom of the Cosmos), organização
fundada por Morrnah. Mas minha maior honra foi saber que ele estaria
vindo do Havaí especialmente para encontrar-se comigo.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 26


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

Dr. Ihaleakala S. Hew Len é presidente e administrador da Funda-


ção. Juntamente com Morrnah, ele vem trabalhando com milhares de
pessoas há muitos anos, inclusive com grupos das Nações Unidas,
UNESCO, Conferência Internacional pela Paz Mundial, Conferência da
Medicina Tradicional Indígena, Curadores pela Paz na Europa, e da Asso-
ciação dos Professores do Estado do Havaí. Tem também uma larga ex-
periência no tratamento de pessoas mentalmente enfermas, com crimi-
nosos doentes mentais e suas famílias. Todo o seu trabalho como educa-
dor é permeado e tem como suporte o processo Ho'oponopono.

Ho’oponopono significa simplesmente “acertar o passo” ou “corri-


gir o erro”. De acordo com os antigos havaianos, o erro provém de pen-
samentos contaminados por memórias dolorosas advindas do passado.
Ho'oponopono oferece uma forma de liberar a energia desses pensa-
mentos dolorosos, ou erros, os quais causam desequilíbrio e enfermida-
des.

No desenrolar do processo Ho'oponopono, Morrnah foi orientada a


incluir as três partes do eu, que são a chave para a Auto-identidade.
Essas três partes, presentes em cada molécula da realidade, são chama-
das de Unihipili (criança / subconsciente), Uhane (mãe / consciente) e
Aumakua (pai / Supraconsciente). Quando esta “família interna” en-
contra-se alinhada, a pessoa está em sintonia com a Divindade, aconte-
ce o equilíbrio e a vida começa a fluir.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 27


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

Assim, Ho'oponopono auxilia na restauração do equilíbrio, primeira-


mente no individuo e depois em toda a criação.

Ao me apresentar este sistema tríplice, juntamente com o mais po-


deroso processo de perdão que eu conheço (Ho'oponopono), Ihaleakala
e Morrnah ensinaram-me o seguinte: a melhor maneira de trazer cura
para cada aspecto de minha vida, e para o universo inteiro, é assumir
100% de responsabilidade e trabalhar comigo mesma. E ainda aprendi
com eles a simples sabedoria do total auto-cuidado. Como disse Ihale-
akala, em sua nota de agradecimento após nossa entrevista: “Cuide
bem de você. Se fizer isso, todos serão beneficiados.”

Certa vez, Ihaleakala ausentou-se uma tarde inteira bem no meio


de um curso do qual eu participava, simplesmente porque seu Unihipili
(criança / subconsciente) pediu para ir ao hotel e tirar uma longa
soneca. É claro que ele assumiu sua responsabilidade antes de se reti-
rar, e Morrnah estava lá para dar prosseguimento ao trabalho. Fiquei
impressionada com sua atitude. Para alguém como eu, criada numa fa-
mília que ensinava a sempre colocar os outros em primeiro lugar, a ação
de Ihaleakala foi no mínimo surpreendente e divertida. Ele tirou sua
soneca e deu uma lição inesquecível de auto-cuidado.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 28


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

Entrevista:

• Cat: Ihaleakala, quando conheci você, em 1985, eu havia


recém começado a trabalhar com consultas individuais, depois de ter
sido conselheira em agências durante quatro anos. Lembro-me de você
dizer: “Toda terapia é uma forma de manipulação.” E eu pensei:
“Cruzes! O que é que vou fazer agora?”Eu sabia que você tinha razão, e
quase desisti da idéia! É claro que continuei, mas aquela sua colocação
mudou completamente minha forma de trabalhar com as pessoas.
• Ihaleakala: A manipulação acontece quando eu (o terapeuta)
chego com a ideia de que você está doente e eu vou trabalhar em você.
Coisa muito diferente é quando acredito que você veio até mim para me
trazer uma oportunidade de olhar o que está acontecendo comigo.
Nesse caso não acontece a manipulação. Se a terapia for baseada em
sua crença de que você está ali para salvar o outro, curar o outro ou
orientar o outro, a informação que você traz emerge do intelecto, da
mente consciente. Mas o intelecto não é habilitado para entender e
abordar problemas. O intelecto não tem a menor condição de solucionar
problemas! Ele é incapaz de compreender que, quando uma situação
problemática é solucionada por transmutação (como no caso de
Ho'oponopono e outros processos semelhantes), não só a situação fica
resolvida, mas tudo o que estiver relacionado com ela, atingindo níveis
microscópicos e estendendo-se até o início dos tempos.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 29


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

Sendo assim, penso que a pergunta mais importante a ser feita é:


“O que é um problema?” Se você faz uma pergunta como esta, não há
clareza. E como não há clareza, eles inventam uma forma de resolver o
problema...
• Cat: ... Como se o problema estivesse “lá fora”.

• Ihaleakala: Sim. Por exemplo, outro dia recebi um telefonema


de uma mulher, cuja mãe estava com 92 anos. Ela disse: “Minha mãe
está com uma horrível dor nos quadris já faz muitas semanas.” Enquan-
to a mulher falava comigo, eu fazia a seguinte pergunta à Divindade: “O
que está acontecendo comigo para ter causado a dor nesta senhora?
Como posso resolver este problema dentro de mim?” As respostas
vieram e eu fiz o que me foi solicitado.
Pode ser que uma semana depois a mulher me ligue para dizer que sua
mãe está melhor. Isto não significa que não haverá reincidência do pro-
blema, porque pode haver causas variadas para aquilo que parece ser o
mesmo problema.

• Cat: Tenho acompanhado muitos casos de doenças crônicas e


dores recorrentes. Trabalho com elas o tempo todo, usando Ho'opono-
pono e outros processos de clarificação, a fim de reparar toda dor que
causei, desde o início dos tempos.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 30


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

• Ihaleakala: Sim. A idéia é que pessoas como nós estamos justa-


mente trabalhando em profissões de cura porque já causamos muita dor
por aí.

• Cat: Bota dor nisso!

• Ihaleakala: Não é maravilhoso a gente saber disso? E ainda


atendermos pessoas que nos pagam por lhes ter causado problemas! -
Eu disse isso a uma mulher em Nova York, e ela exclamou: “Meu Deus,
se pelo menos eles soubessem!” Mas, como você vê ninguém sabe. Psi-
cólogos, psiquiatras continuam acreditando que a função deles é ajudar
a curar o outro. Vamos supor que você veio me consultar. Eu peço à Di-
vindade: “Por favor, o que quer que esteja acontecendo dentro de mim
que causou esta dor na Cat, diga-me como posso corrigir.” E então vou
ficar continuamente aplicando a orientação recebida, até que a sua dor
vá embora, ou até você me pedir que eu pare. O importante não é pro-
priamente o efeito, mas chegar ao problema. Essa é a chave.

• Cat: Você não focaliza no resultado porque isto não é de nossa


competência. Ihaleakala: Certo. Nós só podemos fazer o pedido. Cat: E
nós também não sabemos quando uma determinada dor ou doença vai
se alterar

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 31


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

• Ihaleakala: Pois é. Digamos que se recomendou a uma mulher


o tratamento com certa erva, a qual não está surtindo efeito. Novamen-
te a questão: “O que acontece dentro de mim que faz com que esta
mulher não receba os benefícios da erva?” E eu vou trabalhar com isso.
Vou limpar e ficar de boca fechada, permitindo que o processo de trans-
mutação se opere. Quando acontece de você se apegar a seu intelecto,
o processo é interrompido. A coisa mais importante a ser lembrada, no
caso de um trabalho de cura não surtir efeito, é aceitar a possibilidade
que a causa do problema está em erros múltiplos, em múltiplas ques-
tões e memórias dolorosas. Nós não sabemos nada! Só a Divindade sabe
o que está acontecendo.
No mês passado, fiz uma apresentação em Dallas. Na conversa com
uma mestra em Reiki, perguntei-lhe: “Quando alguém lhe vem com um
problema, onde você vai encontrá-lo?” Ela me olhou intrigada. E eu
disse: “Em você. Porque foi você quem causou o problema, e o seu clien-
te vai lhe pagar pela cura de um problema que é seu!”.

• Cat: 100% de responsabilidade.

• Ihaleakala: 100% de consciência de que foi você quem causou


o problema. 100% de consciência de que é sua a responsabilidade cor-
rigir o erro. Imagine o dia em que todos nós formos 100% responsá-
veis!

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 32


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

Como vou convencer as pessoas de que nós somos 100% responsá-


veis pelos problemas? Se você quer resolver uma situação problemáti-
ca, trabalhe-a em si próprio. Se a questão está ligada à outra pessoa,
pergunte a si mesmo: “O que há de errado comigo que está levando esta
pessoa a me incomodar?” Aliás, pessoas só aparecem na sua vida para
lhe incomodar! Quando você sabe disso, pode superar qualquer situação
e se libertar. É simples: “Sinto muito por tudo que está acontecendo. Por
favor: Me perdoe.”

• Cat: Na verdade, você não precisa lhes dizer isto em voz alta, e
nem mesmo precisa entender o problema.

• Ihaleakala: Aí está a beleza de tudo. Você não tem que enten-


der. É como a Internet. Você não entende nada de como funciona! Você
apenas chega até a Divindade e diz: “Vamos dar um download?” A Di-
vindade então proporciona o download e você recebe toda a informação.
Mas, como nós não sabemos quem somos nunca fazemos o download
direto da Luz. Vamos buscar lá fora.

Sempre me lembro do que Morrnah dizia: “É um trabalho interno.”


Se você quer ter sucesso, trabalhe internamente. Trabalhe em você
mesmo!

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 33


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

• Cat: Reconheço que a única coisa que funciona é ser 100%


responsável. Mas houve um tempo em que questionei isto, porque eu era
uma pessoa do tipo super responsável, que cuidava de muita gente.
Quando lhe ouvi falar sobre os 100% de responsabilidade, não apenas
por mim mesma, mas por todas as situações e problemas, pensei:
“Vamos parando por aí! Isso é loucura! Não preciso que ninguém venha
me dizer para ser ainda mais responsável!” O que aconteceu foi que,
quanto mais eu refletia sobre isso, mais fui descobrindo que há uma
grande diferença entre ser zelosa demais, e ser totalmente responsável
pelo zelo comigo mesma. O primeiro tem a ver com ser uma boa menina,
e o segundo, com ser livre. Lembro-me de quando você contou sobre a
época em que trabalhou como psicólogo na ala para loucos criminais no
Hospital Estatal do Havaí. Disse que quando começou a trabalhar lá,
havia muita violência entre os internos e que, depois de quatro anos,
tudo ficou em paz.

Ihaleakala: Basicamente, assumi 100% de responsabilidade. Só


trabalhei comigo mesmo.

• Cat: É verdade que, durante todo aquele tempo, você não teve
contato com nenhum dos internos?

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 34


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

Ihaleakala: É verdade. Eu só entrava no prédio para verificar os re-


sultados. Se eles ainda pareciam deprimidos, eu ia trabalhar mais um
pouco em mim mesmo.

• Cat: Você poderia contar uma história sobre a utilização do


Ho'oponopono nos, assim chamados, objetos inanimados?
Ihaleakala: Certa vez, eu estava num auditório, preparando-me para dar
uma palestra, e eu conversava com as cadeiras. Então, perguntei: “Há
alguém aí que eu tenha esquecido? Alguém entre vocês gostaria de
expor algum problema que exija cuidado da minha parte?” Uma das ca-
deiras respondeu: “Sabe, hoje num seminário anterior, havia um cara
sentado em mim, que sofria com problemas financeiros, e agora estou
me sentindo morta!” Tratei de limpar aquele problema e logo pude ver
a cadeira se endireitando e dizendo: “Ok! Estou pronta para acomodar o
próximo!”.

Na verdade, o que eu tento fazer é ensinar a sala. Costumo dizer


para a sala, e tudo o que há nela: “Vocês querem aprender o Ho'opono-
pono? Afinal, breve irei embora, e não seria ótimo se vocês pudessem
fazer esse trabalho vocês mesmos?” Alguns respondem sim, outros res-
pondem não, e há aqueles que dizem: “Estou muito cansado!”.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 35


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

Então, pergunto a Divindade: “Para aqueles que dizem que querem


aprender como posso ensina-los? ” Na maioria das vezes, a resposta é:
“Deixe o livro azul (‘Self Identity Through Ho'oponopono’) com eles. ” E
é o que faço. Enquanto estou falando, deixo o livro azul em cima de
alguma cadeira ou mesa. Não costumamos acreditar que as mesas
ficam ali, quietas e atentas a tudo o que esta ocorrendo ao seu redor!
Ho'oponopono é muito simples. Para os antigos havaianos, todos os pro-
blemas começam com o pensamento. Mas o problema não está no sim-
ples pensar. O problema ocorre quando nossos pensamentos estão im-
pregnados de memórias dolorosas a respeito de pessoas, lugares ou
coisas.
O trabalho intelectual por si só não é capaz de resolver estes pro-
blemas, porque a função do intelecto é de apenas administrar. E não é
administrando as coisas que se resolvem problemas. Você quer é se
livrar deles! Quando você faz Ho’oponopono, o que acontece é que a Di-
vindade pega os pensamentos dolorosos e os neutraliza ou os purifica.
Não se trata de neutralizar ou purificar a pessoa, o lugar ou a coisa.
Você neutraliza a energia que você associa com aquela pessoa, lugar ou
coisa. Portanto, o primeiro estágio de Ho'oponopono é a purificação da
energia.
Então, eis que algo maravilhoso acontece. A energia não é apenas
neutralizada; ela é também liberada, o resultado é uma lousa totalmen-
te nova. O que os Budistas chamam de o Vazio. O último passo é permitir
que a Divindade entre e preencha o Vazio com luz.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 36


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

Para fazer Ho'oponopono, você não precisa saber qual é propria-


mente o problema ou o erro. Você só tem que se dar conta de que está
tendo um problema, seja ele físico, mental, emocional ou qualquer
outro. Tão logo você o perceba, é sua responsabilidade começar imedia-
tamente a limpeza, dizendo: “Sinto muito. Me perdoe, por favor.”.

• Cat: Quer dizer que a verdadeira função do intelecto não é re-


solver problemas, mas pedir perdão.

• Ihaleakala: Sim. Eu tenho duas tarefas neste mundo. A primeira


é antes qualquer outra coisa, cuidar da limpeza. E a segunda é despertar
as pessoas que estão adormecidas. Quase todo mundo está adormecido!
Mas a única maneira de fazê-las despertar é trabalhando comigo
mesmo! Esta nossa entrevista serve de exemplo. Durante as semanas
que precederam nosso encontro, estive fazendo o trabalho de clarifica-
ção, de modo que, quando nos encontrássemos, fôssemos como dois
lagos juntando suas águas. Eles se unem e vão em frente. Só isso.

• Cat: Nesses dez anos que faço entrevistas, esta foi a primeira
vez que não me preparei. Toda vez que tentava fazê-lo, minha Unihipili
dizia que eu devia apenas vir e estar com você. Meu intelecto fez de tudo
para me convencer de que eu tinha que me preparar, mas eu não dei
ouvido.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 37


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

• Ihaleakala: Melhor pra você! O Unihipili, às vezes, é muito en-


graçado. Certo dia, eu ia descendo por uma estrada no Havaí. Quando
me preparava para pegar um declive à direita, por onde eu sempre pas-
sava, ouvi a voz melodiosa do meu Unihipili: “Se eu fosse você, eu não
descia por aí.” E eu pensei: “Mas a gente sempre vai por aí.” E continuei
o meu caminho. Uns cinqüenta metros adiante ouvi de novo: “Ei! - Se eu
fosse você, eu não descia por aí!” Segunda chance. “Mas a gente
sempre vai por aí!” Nessa hora, a nossa conversa já era em voz alta e as
pessoas nos carros próximos me olhavam me achando maluco. Andei
mais 25 metros, e ouvi um estrondoso: “Se eu fosse você, eu não descia
por aí!” Desci, acabei ficando parado por duas horas e meia. Por causa
de um enorme acidente, estava tudo congestionado. Não se podia ir nem
para frente nem para trás. Ai ouvi meu Unihipili dizer: “Não falei?!” E
ele ficou sem conversar comigo um tempão. E com razão. Por que falar
comigo se eu não o ouvia?

Lembro-me uma vez, quando me preparava para ir à televisão falar


sobre Ho'oponopono. Meus filhos olharam para mim e disseram: “Pai,
ficamos sabendo que você vai aparecer na TV. Vê lá se põe umas meias
que combinam!” Eles não se preocuparam com o que eu ia falar. Eles só
estavam preocupados com as minhas meias. Você vê como as crianças
sabem o que é realmente importante na vida?

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 38


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

Esta entrevista foi originalmente publicada por The New Times, em


Setembro de 1997. Cat Saunders, Ph. D é autora do livro Dr. Cat’s Hel-
ping Book. Para mais informações, visite www.drcat.org. Tradução
apresentada por http://danielcaixao.multiply.com/journal/item/2

10. HO’OPONOPONO POR JOE VITALE

“Há dois anos, ouvi falar de um terapeuta, no Havaí, que curou um


pavilhão inteiro de pacientes criminais insanos sem sequer ver nenhum
deles. O psicólogo estudava a ficha do preso e, em seguida, olhava para
dentro de si mesmo a fim de ver como ele havia criado a enfermidade
dessa pessoa. À medida que ele melhorava o paciente também melhora-
va. A primeira vez que ouvi essa história, pensei tratar-se de alguma
lenda urbana. Como podia alguém curar a outro, somente através de
curar-se a si mesmo? - Como podia, ainda que fosse o mestre de maior
poder de autocura, curar a alguém criminalmente insano? - Não tinha
nenhum sentido, não era lógico, de modo que descartei essa história.
Entretanto, escutei-a novamente, um ano depois. Soube que o tera-
peuta havia usado um processo de cura havaiano chamado “Ho’opono-
pono”. Nunca ouvira falar dele, no entanto, não conseguia tirá-lo de
minha mente. Se a história era realmente verdadeira, eu tinha que saber
mais.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 39


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

Sempre soubera que total responsabilidade significava que eu sou


responsável pelo que penso e faço. O que estiver além está fora de
minhas mãos. Acho que a maior parte das pessoas pensa o mesmo sobre
a responsabilidade. Somos responsáveis pelo que fazemos e não pelo
que fazem os outros. O terapeuta havaiano que curou essas pessoas
mentalmente enfermas me ensinaria uma nova perspectiva avançada
sobre o que é a total responsabilidade. Seu nome é Dr. Ihaleakala Hew
Len. Passamos, provavelmente, uma hora falando em nossa primeira
conversa telefônica. Pedi-lhe que me contasse toda a história de seu
trabalho como terapeuta. Ele explicou-me que havia trabalhado no Hos-
pital do Estado do Havaí durante quatro anos. O pavilhão onde encerra-
vam os loucos criminais era perigoso. Em regra geral, os psicólogos se
demitiam após um mês de trabalho ali. A maior parte do pessoal do hos-
pital ficava doente ou se demitia. As pessoas que passavam por aquele
pavilhão simplesmente caminhavam com as costas contra a parede com
medo de serem atacadas pelos pacientes. Não era um lugar bom para
viver, nem para trabalhar, nem para visitar.
O Dr. Len disse-me que nunca viu os pacientes. Assinou um acordo
para ter uma sala no hospital e revisar os seus prontuários médicos. En-
quanto lia os prontuários médicos, ele trabalhava sobre si mesmo. En-
quanto ele trabalhava sobre si mesmo, os pacientes começaram a
curar-se.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 40


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

“Depois de poucos meses, os pacientes que estavam acorrentados


receberam a permissão para caminharem livremente”, me disse.
“Outros, que tinham que ficar fortemente medicados, começaram a
terem suas medicações reduzidas. E aqueles, que não tinham jamais
qualquer possibilidade de serem liberados, receberam alta.” - Eu estava
assombrado. “Não foi somente isso”, continuou, “até o pessoal come-
çou a gostar de ir trabalhar. O absenteísmo e as mudanças de pessoal
desapareceram. Terminamos com mais funcionários do que necessitá-
vamos porque os pacientes eram liberados e todo o pessoal vinha traba-
lhar. Hoje, aquele pavilhão do hospital está fechado.”
Foi neste momento que eu tive que fazer a pergunta de um milhão
de dólares:
- “O que foi que o senhor fez a si mesmo para ocasionar tal mudança
nessas pessoas?”
- “Eu simplesmente estava curando aquela parte em mim que os havia
criado”, disse ele.
- Não entendi! O Dr. Len explicou-me, então, que entendia que a total
responsabilidade por nossa vida implica em tudo o que está na nossa
vida, pelo simples fato de estar em nossa vida e ser, por esta razão, de
nossa responsabilidade. Num sentido literal, o mundo todo é criação
nossa. Uau! Mas isso é duro de engolir. Ser responsável pelo o que digo
e faço é uma coisa.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 41


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

Ser responsável pelo que diz e faz outra pessoa que está na minha
vida é muito diferente. Apesar disso, a verdade é essa: se você assume
completa responsabilidade por sua vida, então tudo o que você olha,
escuta, saboreia, toca ou experimenta de qualquer forma é a sua res-
ponsabilidade, porque está em sua vida. Isto significa que a atividade
terrorista, o presidente, a economia ou qualquer coisa que você experi-
menta e não gosta, está ali para que você a cure. Tudo isto não existe,
digamos, exceto como projeções que saem do seu interior. O problema
não está neles, está em você, e, para mudá-lo, você é quem tem que
mudar.
Sei que isto é difícil de entender, muito menos de aceitar ou de re-
almente vivenciar. Colocar a culpa em outra pessoa é muito mais fácil
que assumir a total responsabilidade, mas, enquanto conversava com o
Dr. Len, comecei a compreender essa cura dele, e que o Ho’oponopono
significa amar-se a si mesmo. Se você deseja melhorar sua vida, você
deve curar sua vida. Se você deseja curar alguém, mesmo um criminoso
mentalmente doente, você o faz curando a si mesmo. Perguntei ao Dr.
Len como ele curava a si mesmo. O que era, exatamente, que ele fazia,
quando olhava os prontuários daqueles pacientes. “Eu, simplesmente,
permanecia dizendo ‘Eu sinto muito’ e ‘Te amo’, uma vez após outra”
explicoume. “Só isso?” - “Só isso! Acontece que amar-se a si mesmo é
a melhor forma de melhorar a si mesmo e, à medida que você melhora a
si mesmo, melhora o seu mundo”

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 42


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

Permita-me, agora, dar um rápido exemplo de como isto funciona.


Um dia, alguém me enviou um e-mail que me desequilibrou. No passado,
eu teria reagido trabalhando meus aspectos emocionais tórridos ou ten-
tado argumentar com a pessoa que me enviara aquela mensagem detes-
tável. Mas, desta vez, eu decidi testar o método do Dr. Len. Comecei a
pronunciar, em silêncio: “Sinto muito” e “Te amo”. Não dizia isto para
alguém, em particular.
Ficava, simplesmente, invocando o espírito do amor, para que ele
curasse dentro de mim o que estava criando aquela circunstância exter-
na. Depois de uma hora, recebi um e-mail da mesma pessoa, desculpan-
do-se pela mensagem que me enviara antes. Observe que eu não reali-
zei qualquer ação externa para receber essa desculpa. Eu nem sequer
respondi aquela mensagem. Não obstante, somente repetindo “sinto
muito” e “te amo”, de alguma maneira curei dentro de mim aquilo que
criara naquela pessoa. Posteriormente, participei de um workshop
sobre o Ho’oponopono, ministrado pelo Dr. Len.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 43


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

Ele tem, agora, 70 anos de idade, é considerado um “xamã avô” e é


um pouco solitário. Elogiou meu livro “O Fator de Atração” (The Attrac-
tor Factor). Disse-me que, à medida que eu melhorar a mim mesmo, a vi-
bração do meu livro aumentará e todos sentirão o mesmo quando o
lerem. Resumindo, na medida em que eu melhore meus leitores também
melhorarão. “E o que acontecerá com os livros que eu já vendi e que
estão lá fora?” - Perguntei. “Eles não estão lá fora”, explicou ele, me
desconsertando, mais uma vez, com sua sabedoria mística. “Eles ainda
estão dentro de você”. - Resumindo, nada está do lado de fora.

“Basta, apenas, dizer que: quando você queira ou deseje melhorar


qualquer coisa na sua vida, existe somente um lugar onde procurar:
dentro de você mesmo. E, quando olhar, façao com amor”.

Do website www.zerolimits.info © Joe Vitale // Revisão de várias


traduções e a partir do original.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 44


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

11. HO’OPONOPONO PELA AUTORA

Viva o Ho’oponopono!

Meu querido leitor, acredito que você conseguiu criar uma base da
técnica com as informações colocadas acima. É importante agora come-
çar a praticar o verdadeiro significado do Ho’oponopono. Por isso, eu te
convido a praticar as frases nos momentos mais propícios.

As frases “Sinto muito, Me perdoe, Te amo, Sou grato” são as ferra-


mentas da sua limpeza mental, não há regras, somente o comprometi-
mento em realizar o mantra em todos os momentos desagradáveis que
aparecerem em seu dia a dia. Meditação e cura te convida para partici-
par de uma viagem ao seu autoconhecimento, colocando em suas mãos
uma ferramenta de cura e transformação.

Vivemos em tempos onde a informação digital tomou conta da


rotina diária, os fármacos cuidam das emoções e o complicado, caro e
inacessível ganhou prestigio. É difícil acreditar que com simplicidade
podemos curar a nós mesmos e transformar o ambiente onde vivemos.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 45


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

A primeira vez que ouvi falar da ferramenta do Ho’oponopono foi


através de uma amiga querida, Regina Voluz, ser humano cheio de luz e
amor. Eu estava passando por um momento de dor e conflitos, enfren-
tando o término de um casamento de longos anos. Quem já passou por
isso, sabe do que estou falando, uma paralisia que te consome e que
você precisa se redescobrir e criar coragem para o novo que se aproxi-
ma.

Foi então, que essa palavrinha tão complicada e divertida me


ajudou a eliminar o sofrimento experimentado na época. Como expliquei
em todo conteúdo que você já leu ate aqui, ficou claro que o Ho’opono-
pono oferece uma forma de liberar a energia desses pensamentos dolo-
rosos ou erros, os quais causam desequilíbrio e enfermidades. Através
das quatro frases “Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato” você
pede à Divindade para limpar, purificar a origem do sofrimento, que são
memórias de dor sendo reproduzidas constantemente na sua mente.

Como assim? Tão simples? Só falar essas quatro frases e minha dor
vai desaparecer? Essa é a verdade, o Ho’oponopono é simples, fácil e
acessível para toda a humanidade. É um processo de limpeza que serve
para purificar suas emoções em relação à determinada pessoa, coisa ou
lugar. No momento que você fala o mantra (Sinto muito, me perdoe, te
amo, sou grato), está sendo liberada a energia de dor e transmutada em
pura luz pela Divindade.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 46


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

Quando a técnica foi apresentada a mim, resolvi testar, pois pensei


que mal não iria fazer. Pratiquei o mantra por semanas e, a cada instan-
te que o desconforto de dor e medo vivenciados na época surgiam, eu
lembrava da prática e a realizava, dizendo: Divindade, limpe em mim o
que está contribuindo para este problema. Sinto muito, me perdoe, te
amo, sou grata.

Foram experiências tão preciosas vivenciadas com o Ho’oponopono


que, daquela época, guardo só o sentimento de gratidão pela oportuni-
dade de liberar as emoções negativas e poder ter aprendido a superar
meus limites. Você pode usar as frases na sequência que quiser e quan-
tas vezes achar necessário, você também pode escolher apenas uma
frase e ficar repetindo.

Minha experiência com o Ho’oponopono tem sido eficaz. A cada


desconforto que aparece nas minhas emoções ou corpo, eu pratico o
mantra até sentir que foi dissolvida em pura luz. Antes de tentar racio-
nalizar, exteriorizar, julgar a situação ou pessoa, eu pratico a limpeza e
confio que o melhor vai acontecer, usando também uma frase da oração
criada pela Morrnah Simeona, que diz: Queridas memórias eu amo
vocês, sou grata pela oportunidade de libertar vocês e a mim.

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 47


todos os direitos reservados
@meditacaoecura

E confio, aceito, entrego e agradeço.


Luz no nosso caminho!

Namastê,
Meditação e cura.
Carmem Mendes Neves

Ho’oponopono - @meditacaoecura ©2018 48


todos os direitos reservados