Você está na página 1de 25

E-BOOK

como melhorar a comunicação


entre família e escola
Sumário
3 Introdução

4 Os pilares de uma boa comunicação

7
O papel da comunicação na gestão
escolar

12
Como usar a comunicação para melhorar a relação
família e escola

17
Projetos educacionais que fortalecem a
comunicação com os pais

20
Soluções tecnológicas que facilitam a
comunicação entre família e escola

23 Conclusão

24 Sobre a Estante Mágica


25
Sobre a Agenda Edu
Introdução

Sua escola sabe a importância de investir


cada vez mais em uma comunicação efi-
ciente com as famílias dos alunos?

Uma boa relação entre educadores e os familiares pode trazer


diversos benefícios para ambos. O principal deles é um maior for-
talecimento de uma parceria em prol de uma educação completa
e eficiente dos alunos. E a comunicação tem um impacto imensu-
rável nessa relação.

Pensando nisso, criamos esse e-book em par-


ceria com a Agenda Edu.

Ele tem como objetivo oferecer um suporte à comunicação das


escolas com as famílias, apresentando desde a abordagem teórica
do processo comunicacional até sugestões práticas para formular
estratégias bem-sucedidas desse tipo de comunicação.

Boa leitura! =)

3
Os pilares de uma boa comunicação

A teoria da comunicação tem como princi-


pal objeto de estudo a linguagem, verbal ou
não verbal, fundamental para a evolução da
sociedade. É através da comunicação que
interagimos com outras pessoas, tendo
um objetivo e utilizando diferentes códigos,
seja para expor opiniões, ideias ou senti-
mentos.

Para que a nossa mensagem seja compreendida a fim de obtermos


uma boa e eficiente comunicação é preciso que haja clareza e pre-
cisão no uso da linguagem. Por isso, o primeiro pilar da teoria da
comunicação é a objetividade.

Ou seja, a mensagem deve ser focada deve naquilo que o emissor


deseja passar ao receptor. Afinal de contas, toda comunicação é
conduzida com intenções, explícitas e não explícitas.

De forma resumida, eles mostram que, ao transmitir a mensagem, o


emissor tem como ponto de partida o seu objetivo (aquilo que pre-
tende falar), segundo a sua mensagem (assunto), a pessoa que irá
receber (receptor), o canal de comunicação (aquilo que o emissor
irá utilizar para transmitir a mensagem) e, por fim, o código (manei-
ra que a mensagem será organizada/planejada).

4
Entenda, com mais detalhamento, cada
um desses elementos:
Emissor ou Receptor ou
Destinatário: Destinatário:
Alguém que emite a mensagem. Pode A quem se destina a mensagem.
ser uma pessoa, um grupo, uma em- Pode ser uma pessoa, um grupo ou
presa, uma instituição. mesmo um animal.

Canal de
Código: Comunicação:
A maneira pela qual a mensagem se
Meio físico ou virtual que assegura a
organiza. O código é formado por um
circulação da mensagem (ondas so-
conjunto de sinais, organizados de
noras no caso da voz, por exemplo).
acordo com determinadas regras, em
O canal deve garantir o contato entre
que cada um dos elementos tem sig-
emissor e receptor.
nificado em relação com os demais.
Pode ser a língua, oral ou escrita, ges-
tos, sons etc. O código deve ser de co-
nhecimento de ambos os envolvidos:
emissor e destinatário.

Mensagem:
Referente: É o objeto da comunicação, constitu-
ído pelo conteúdo das informações
O contexto, a situação à qual a men- transmitidas.
sagem se refere. O contexto pode se
constituir na situação, nas circunstân-
cias de espaço e tempo em que se en-
contra o destinador da mensagem.

5
É fato que em determinadas situações há falhas em algum desses fato-
res e, consequentemente, a mensagem não é transmitida com coerência,
clareza e objetividade. Isso gera o chamado “ruído”, que resulta em uma
comunicação pouco efetiva, impactando negativamente no alcance da
mensagem.

Por isso, a compreensão desses elementos ajuda a construir de forma efi-


ciente a comunicação de modo a atingir o receptor-alvo.

Levando isso para o contexto da escola:

Qual é a mensagem a ser passada às famílias e como


as escolas podem se comunicar para transmiti-la com
eficácia?

6
O papel da comunicação na gestão escolar
A gestão escolar é um dos principais fatores nos proces-
sos socioeducacionais. Ela é responsável por estimular
o ensino de qualidade, melhorar o desenvolvimento dos
alunos e da comunidade escolar como um todo.

É por meio da gestão escolar que os docentes prepa-


ram os alunos para enfrentarem as transformações que
ocorrem rapidamente no mundo. Mas, é claro, apenas a
gestão escolar não dá conta de tudo. É fundamental a
ação da família também. E como garantir essa aliança?

A comunicação é um elemento fundamental para isso.


Portanto, é preciso saber como se comunicar não só com
os alunos, mas com todos que fazem parte da rotina
educacional para que bons resultados sejam atingidos.

Um grande assistente para tornar isso


possível é a tecnologia que, além de fa-
cilitar a comunicação das escolas, ajuda
os educadores a inovarem em suas meto-
dologias. Vamos entender melhor como os
recursos tecnológicos podem colaborar
para essa comunicação?
7
Tecnologia como suporte à gestão de
comunicação escolar

A tecnologia está mudando a forma como produzimos,


consumimos, nos relacionamos e, principalmente, como
ensinamos e aprendemos. Com isso, é normal que a forma
de se comunicar também tenha mudado.

As pessoas estão cada vez mais conectadas e em busca de


praticidade. Dessa forma, as escolas precisam buscar solu-
ções de comunicação que estejam apropriadas à realidade
dos alunos e das famílias.

Ao falar em gestão de comunicação escolar, estamos li-


dando com públicos diferentes, pessoas de vários ramos e
de uma grande diversidade cultural. Assim, é papel da es-
cola aplicar uma comunicação de maneira clara e objetiva,
compreendida por todos, seja para um simples recado ou
uma reunião.

8
Para isso, o uso dos aplicativos de comunicação
escolar tem sido uma ótima solução para institui-
ções que querem inovar e ter uma comunicação de
qualidade. Mas, para se ter bons resultados, esses
aplicativos precisam ser acessíveis e de fácil utili-
zação.
O aplicativo da Agenda Edu, por exemplo, é ideal
para alunos e responsáveis conectados que não
querem perder nenhuma informação escolar.

Nele, a escola envia as atividades de casa, o conteú-


do estudado em sala de aula, comunicados e even-
tos, além de compartilhar os melhores momentos
dos alunos no mural de fotos.

Quando a escola tem uma boa gestão de comuni-


cação, ela garante que o aprendizado dos alunos
seja mais proveitoso, que os profissionais se sintam
mais motivados e os responsáveis engajados.

Conheça alguns benefícios de introduzir tecnolo-


gias da informação e comunicação (TICs) na sua
escola:

1 Agiliza as atividades do dia a dia


As ferramentas tecnológicas na escola agili-
zam as atividades desenvolvidas no dia a dia
tanto pelos alunos como pelos professores,
seja em uma pesquisa didática ou na comu-
nicação entre eles, proporcionando novos ca-
minhos para o ensino e colaborando com o
processo de aprendizagem de todos.

9
2 Aproxima os alunos,
professores e familiares
Com as tecnologias, é possível uma maior
aproximação dos alunos, familiares e da
escola. Isso porque ferramentas tecnológi-
cas como uma agenda digital, por exemplo,
agilizam e integram a comunicação de for-
ma automática.

Desperta 3
a curiosidade
A tecnologia desperta a curiosidade dos
alunos, o que pode aumentar o interesse
deles pela sala de aula. Isso pode impactar
na comunicação da escola com a família
pois, engajado, o estudante provavelmen-
te comunicará aos pais o aprendizado, o
que os aproximará da rotina escolar.

Comunicação e engajamento escolar


Estabelecer uma comunicação efetiva ainda é um dos
grandes desafios enfrentados pela escola.

A educação é um processo misto, que compreende to-


das as práticas vistas nas instituições de ensino, em
casa e na comunidade como um todo, mas para que
isso seja feito em conjunto, sem que se torne uma
simples delegação de tarefas, é essencial que ambas
as partes estejam em constante diálogo nesse acom-
panhamento.

Assim, é necessária a união de todas as pessoas inse-


ridas no ambiente educacional para o sucesso da for-
mação acadêmica dos alunos.

10
Garantir um relacionamento de confiança com a família é uma
necessidade da escola, mas como fazer com que os responsáveis
estejam engajados com a vida escolar do aluno?

A escola deve utilizar todas as oportunidades de


contato com os pais para passar informações rele-
vantes sobre seus objetivos, eventuais problemas
e também sobre as questões pedagógicas.

Dessa forma, a família irá se sentir cada vez mais


comprometida com a melhoria da qualidade esco-
lar e com o desenvolvimento de seu filho como ser
humano.
O primeiro passo para que essa parceria seja esta-
belecida é que as partes se conheçam bem. Para
isso, a comunicação, desde o primeiro contato, tem
papel fundamental e deve ser a mais transparente
possível.

Além disso, manter um relacionamento próximo é essencial para fazer com que
os responsáveis estejam presentes no processo educativo do aluno e conscien-
tes de todas as iniciativas da escola para garantir um ensino de qualidade.

Um dos grandes desafios da comunicação é o tempo. Estamos falando de uma


geração de pais atarefados, com pouco tempo para ir até a escola ou acompa-
nhar a rotina escolar do aluno.

Nesse sentido, a tecnologia tem se tornado uma grande aliada para fortalecer a
comunicação com as famílias, facilitar o acompanhamento da rotina escolar dos
alunos e, consequentemente, melhorar o engajamento escolar.

11
Como usar a comunicação para
melhorar a relação família e escola

Para que tal comunicação ocorra, a escola deve,


antes de tudo, criar um ambiente acolhedor à fa-
mília dos alunos, formando um elo entre a sala de
aula e o lar.
Veja pontos de atenção para garantir que essa mis-
são será cumprida:

Comunique-se frequentemente
A comunicação constante sobre a evolução do
aluno colocará os pais em uma posição mais es-
tratégica para ajudá-lo a tirar máximo proveito do
sistema educacional.

Uma comunicação eficaz pode, sim, consumir tem-


po, mas o retorno positivo justifica tal investimen-
to. E há muitas maneiras práticas de se comunicar
nos dias de hoje que demandam menos tempo.

Boletins informativos, newsletters, agendas digi-


tais, pastas diárias, telefonemas, e-mails e reuni-
ões entre pais e professores são algumas das fer-
ramentas de comunicação mais conhecidas.

Na prática
Escolha de três a quatro alunos por semana e
entre em contato com os pais com algo positi-
vo. Tente não incluir nada negativo nesses tipos
de comunicação. Quando você precisar contatar
um pai para algo negativo como um problema
de disciplina, tente terminar a conversa com
uma nota positiva.

12
Pode haver momentos em que um pai tenha
uma pergunta ou preocupação sobre algo e,
devido ao nervosismo, expresse tal questão de
forma pouco sensata. A pior coisa que você pode
fazer nesse caso é ser defensivo. Ser defensivo
faz parecer que você tem algo a esconder.

Em vez de ser defensivo, ouça tudo o que eles


têm a dizer antes de reagir. Se eles tiverem uma
preocupação válida, assegure-se de que você
cuidará disso. Se cometeu um erro, admita-o,
peça desculpas por ele e diga-lhe como pretende
resolvê-lo. Se a preocupação for em vão, expli-
que, paciente e empaticamente, o porquê de ela
ser desnecessária e os acalme.

Na maioria das vezes, as dúvidas ou preocupa-


ções de um pai se resumem a falhas de comuni-
cação ou equívocos. Não tenha medo de esclare-
cer qualquer problema, mas em um tom calmo
e profissional. Ouvi-los é tão poderoso quanto
explicar o seu lado. Você vai perceber que, na
maioria das vezes, os pais buscam a escola sim-
plesmente para desabafar sobre os desafios
educacionais que eles passam em casa.

Documente as comunicações
muito relevantes
Por conta da correria e do excesso de informações,
muitas vezes uma mensagem não é totalmente as-
similada. E, quando o conteúdo é de extrema im-
portância, isso se torna um grande risco.

13
Para evitar esse problema, formalize a conversa
via e-mail ou qualquer outro canal que achar mais
adequado. Não precisa ser nada em profundidade.
Incluir a data da reunião, o nome aluno e um breve
resumo da conversa já é suficiente. Dessa forma,
você garante o alinhamento.

A ata da reunião é importante para que qualquer


mal-entendido seja posteriormente esclarecido.
Isso vai facilitar bastante a comunicação e a proxi-
midade entre escola e família.

Invista numa boa comunicação


bidirecional
Uma boa comunicação de mão dupla entre famílias
e escolas é necessária para o sucesso de seus alu-
nos. Quanto mais pais e professores compartilham
informações relevantes sobre o aluno, mais capaci-
tados estarão para ajudá-lo a alcançar um melhor
aproveitamento acadêmico.

Oportunidades para comunicação


bidirecional incluem:

- Associações dos pais;


-Pastas semanais ou mensais do trabalho do aluno enviadas
para casa para revisão e comentários dos pais;
- Conferências para pais;

-Publicações da escola em redes sociais, nas quais os fa-


miliares possam interagir e tirar dúvidas de forma ins-
tantânea.
14
Personalize a comunicação
Muitos fatores influenciam na decodificação de uma
mensagem, incluindo a personalidade do receptor. Cada
um de nós carrega uma história, uma forma de enxergar
as situações e mensagens cotidianas, o que interfere
diretamente na maneira como iremos interpretar uma
mensagem.

Por isso, é essencial personalizar a comunicação, levan-


do em conta o jeito de cada família.

Uma outra dica é estimular atividades escolares que re-


querem a participação dos responsáveis com os alunos.
Pode ser um momento de leitura ou alguma atividade de-
senvolvida em conjunto.

Realize eventos onde a família


também participe
As festas e comemorações são ótimas
oportunidades de criar uma relação mais
próxima dos responsáveis com a escola.
Não somente encontrá-los em reuniões,
mas também em momentos de descontra-
ção, faz com os responsáveis se aproximem
mais do ambiente escolar.

15
Estratégias básicas para uma boa comu-
nicação com os familiares:

Iniciação:
Os professores devem iniciar o contato assim que soube-
rem quais alunos estarão na sala de aula durante o ano le-
tivo. O contato pode ocorrer por meio de um telefonema
introdutório ou uma carta para a casa, apresentando-se
aos pais e estabelecendo expectativas;

Oportunidade:
Os adultos devem fazer contato logo após a identificação
de um problema para que uma solução oportuna possa
ser encontrada. Esperar muito tempo pode criar novos
problemas, gerando frustração a todos os envolvidos na
questão;

Consistência e frequência:
Sempre dar feedback frequente e contínuo sobre como
seus filhos estão se saindo na escola, novidades pedagó-
gicas e tudo referente à comunicação institucional;

Clareza e utilidade da comunicação:


Pais e professores devem ter as informações necessá-
rias para ajudar os alunos, em uma forma e linguagem
que façam sentido para eles.

16
Projetos educacionais que
fortalecem a comunicação com os pais

Compreender e conhecer maneiras eficazes de en-


gajar os pais na educação dos filhos é tão impor-
tante quanto saber aplicar iniciativas e projetos que
possam estimular tal prática.

Nesse sentido, os projetos educacionais são iscas


para uma boa comunicação, já que podem propor
o envolvimento direto da família com as propostas
pedagógicas. Por isso, sugerimos três opções sim-
ples para fortalecer este relacionamento.

Maleta viajantee
O projeto tem como objetivo
desenvolver o gosto pela leitura e estimular a cria-
tividade dos alunos. Como isso acontece na prática?

Os professores dão ao aluno, uma vez por semana,


uma maleta com um livro, uma caixa de lápis de cor,
uma borracha, um lápis, um apontador e uma ficha
de leitura, onde será feito um resumo sobre a histó-
ria lida.

Os pais são convidados a participar da atividade fa-


zendo a leitura desses livros em casa. Além de pro-
porcionar um momento prazeroso com os filhos,
esse projeto aproxima os familiares da vida escolar
dos alunos.
17
Workshop tecnológico
Uma outra ideia interessante é escola promover um
workshop onde os alunos ensinam aos pais o que
eles aprenderam sobre tecnologia, por exemplo.
Além de estimular o protagonismo estudantil e o
espírito colaborativo, esse workshop será uma ex-
celente forma de mostrar aos familiares o que tem
sido aprendido em sala de aula.

E mais: o evento também pode repassar aos alunos


as possibilidades de atividades de escrita e leitura
que a tecnologia pode oferecer. Criar um blog em
que pais e alunos possam alimentá-lo juntos pode
ser uma ótima forma de encerrar o workshop, por
exemplo!

Projeto de incentivo à
leitura da Estante Mágica
Outro projeto que desenvolve o protagonismo estu-
dantil e aproxima a família da escola é o projeto de
incentivo à leitura da Estante Mágica.
Ele é gratuito para escolas e dá a chance de cada
aluno de educação infantil e ensino fundamental 1
escrever, ilustrar e publicar o próprio livro. Os fa-
miliares acompanham todo o processo criativo re-
visando as histórias e fazem até uma biografia em
homenagem ao autor. E o resultado final do projeto
é visto num evento de autógrafos.

18
Além de oferecer diversos benefícios para as crian-
ças participantes, como o desenvolvimento da cria-
tividade e diversas competências socioemocionais,
o projeto aproxima os pais do cotidiano escolar de
forma lúdica e emocionante.
A leitura e escrita transformam tanto as crianças
em pequenos escritores como os pais em grandes
admiradores de todo o processo, principalmente
quando o livro está pronto.

Soluções tecnológicas que facilitam a comunicação


entre família e escola
Com a tecnologia, a forma de se comunicar mudou.
As pessoas estão cada vez mais conectadas e em
busca de praticidade. Com isso, as escolas precisam
buscar soluções de comunicação que estejam apro-
priadas à realidade dos alunos e das famílias.

Inovação é a palavra-chave para as escolas que


querem se destacar, melhorar processos de comu-
nicação, tornar as aulas mais dinâmicas e interati-
vas. Listamos algumas possibilidades oferecidas
pela tecnologia para melhorar a comunicação entre
escola e família. Confira!

19
1
Site da escola
O site da escola, além de ser uma boa forma de divulgação, é
uma boa maneira de oferecer uma comunicação online, seja
por chat ou um formulário de contato. Assim, sua escola conta
com uma forte presença na internet e diversifica os canais de
comunicação entre escola e família.

2 Redes Sociais
Com redes sociais e site bem atualizados, a escola permite
que os responsáveis saibam sobre a rotina escolar e estejam
sempre informados da programação da instituição. Criar uma
rotina de interação com os responsáveis via redes sociais é es-
sencial para os dias de hoje. Esteja disponível para conversar e
discutir as dúvidas dos alunos e responsáveis

A criação de conteúdo também é uma ótima forma de aproxi-


mar a família da escola. Você pode começar com artigos sim-
ples, escritos e publicados no blog ou redes sociais da escola.
Podem ser trabalhadas temáticas básicas que iniciam desde
o nascimento da criança até a saída do ensino básico, como,
por exemplo, um texto sobre “alimentação saudável e como
construir um cardápio infantil”.

Dessa forma, os profissionais da própria escola poderão se en-


volver, trazendo uma maior interdisciplinaridade aos assuntos
tratados.

20
Toda essa produção de conteúdo pode fazer com
que o blog ou redes sociais da sua escola apare-
çam nos resultados das pesquisas feitas pelos
responsáveis, tornando sua escola mais conhe-
cida e sendo uma importante ferramenta para
captar novos alunos e responsáveis de alunos.

3 Aplicativos escolares
Os aplicativos escolares têm se mostrado uma
ótima solução para as escolas que querem uma
comunicação de qualidade, moderna e eficiente.
Além de facilitar as interações entre diferentes
agentes do processo educativo, as escolas con-
seguem melhorar o engajamento familiar, apro-
ximando os responsáveis da rotina escolar dos
alunos.

O aplicativo da Agenda Edu, por exemplo, é ideal


para a comunicação entre escolas, alunos e fa-
miliares. Além da função de mensagens, onde
alunos e responsáveis enviam de forma simples
e rápida, mensagens diretas para qualquer setor
da escola, o aplicativo conta com recursos para
importantes comunicações como, por exemplo,
envio de atividades de casa, comunicados, even-
tos, mural de fotos e pagamentos.

21
Os aplicativos escolares tendem a melhorar
a comunicação tanto interna quanto externa,
além de facilitar e agilizar a vida no ambiente
escolar. São os responsáveis mais presentes
na rotina escolar e os professores mais pró-
ximos dos alunos. Assim, temos uma melhor
comunicação entre todos os atores da jorna-
da educacional de forma integrada.

Vale lembrar que, para se ter bons resulta-


dos, o ideal é apostar em uma solução que
seja acessível e de fácil utilização para todos,
como o aplicativo escolar da Agenda Edu.

Afinal, nem todos os responsáveis utilizam as redes


sociais e os grupos de WhatsApp podem sair do con-
trole, tornando-se um problema para a escola.

22
Conclusão
Família e escola são instituições fundamentais para garantir a
educação dos alunos.
Por isso, a comunicação entre ambos é tão importante. As ideias e
ferramentas apresentadas nesse e-book irão te ajudar a realizar esse
processo de forma mais prática e lúdica.

Como vimos, o grande mandamento para uma comunicação de su-


cesso de é a clareza. Para tê-la, é fundamental que você saiba,
exatamente, qual é o objetivo da mensagem que você está
transmitindo e o perfil do seu receptor.

A empatia pelos familiares e suas respectivas rotinas será uma


grande aliada nesse sentido. Ela vai te ajudar a pensar no canal de
comunicação mais adequado para realizar a comunicação, de acordo
com o conteúdo da mensagem.

Vamos colocar em prática as ideias vistas para fortalecer a


parceria família e escola? ;)

23
Sobre a Estante Mágica
A Estante Mágica é o maior projeto de incentivo à leitura do
Brasil e, em parceria gratuita com escolas, transforma crianças
em autoras do próprio livro.

Além do incentivo à leitura, o projeto desenvolve várias compe-


tências socioemocionais, como autoconhecimento e autoestima,
estimulando o protagonismo em sala de aula.
Presente em mais de 3 mil escolas em todo o Brasil, a Estante
Mágica já transformou mais de 400 mil alunos em escritores.

A nossa grande missão é desenvolver a capacidade plena de leitu-


ra e escrita das crianças para que elas sejam autoras não só do
próprio livro, como da própria história de vida!

QUERO CONHECER O PROJETO

24
Sobre a Agenda Edu

A Agenda Edu é uma empresa de educação com foco em tecnolo-


gia que, desde 2014, tem como missão engajar e tornar alunos
e responsáveis participantes ativos da rotina escolar. A Agenda
Edu se tornou a agenda digital mais utilizada do país, presente
na rotina de mais de 1.500 escolas em todo e o Brasil. São mais
um milhão de usuários, entre profissionais de educação, famílias
e alunos, que nos ajudaram a desenvolver uma solução que vai
muito além de um aplicativo de comunicação.

QUERO CONHECER O PROJETO

25