Você está na página 1de 4

o Anel de Nibelung:>,de Wag:ter

A Valquíria

Aparece uma cabana construída no ele. Proscritos e perseguidos por onde vamos,
tronco de um vigoroso fresno, o Fresno da temos vivido fugindo e separados no bosque te-
Vida, a Árvore do Mundo, cujas raízes nebroso durante longos anos, sob as eternas
proeminentes saem do solo enquanto que notas do triste motivo do Welsungo, somos in-
sua copa perde-se no infinito. Cravada no capazes de inspirar em ninguém o divino senti-
tronco, até a bainha, destaca-se uma es- mento de Compaixão e de Amor ...
pada, a Espada do Conhecimento Intuitivo. Antes de terminar esta frase havia che-
À direita, dentro da cabana, arde a lareira e gado Hunding, o brutal caçador, filho do
à esquerda vê-se a escadinha de uma habita- cão vil e marido à força da raptada Siglinda,
ção interior. Sigmundo, ou Sigismundo, o fi- aquela irmã de Sigmundo, cuja perda cho-
lho de Wotan e de Erda, abre violentamente rava e que, como ele, havia caído nas mãos
a porta, penetra nà cabana e, vencido por dos cruéis inimigos de sua raça.
aquele supremo esforço, cai junto ao fogo - A Norna, que a ti deu tal destino ao nasce-
da lareira. Anoitece. A desordem nas vesti- res, pouco te amava. O homem que hoje te alo-
mentas do guerreiro revela que vem, depois jas não pode saudar-te alegre, diz o cruel Hun-
de um combate e de uma fuga, através do ding a Sigmundo. Conheço tua raça feroz,
bosque. Siglinda, com uma tocha na mão, para ela nada há de sagrado. Odiada por to-
chega e o vê deitado, sobre um monte de dos, eu também a odeio. Por esta noite respei-
peles, acreditando primeiramente que é seu tarei as sagradas leis da hospitalidade; porém,
marido Hunding de regresso de suas caças. amanhã, ao apontar-se o dia te atacarei, vin-
Surpresa, fala com o desconhecido e dá-lhe gando com teu sangue o sangue vertido pelos
de beber algo que o faz voltar de seu des- meus ...
maio. Siglinda prepara para seu marido uma
- Meus membros estão solidamente unidos, porção narcotizante, e, quando saem para o
diz o guerreiro, recordando aquele símbolo quarto volta-se para Sigmundo fixando um
dos despedaçados membros de Baco, Osíris olhar de paixão, com o qual pretende tam-
e tantos outros da lenda universal. Não sei bém dar a entender que se fixe na espada do
quem sou; quisera sabê-lo: a tempestade e a conhecimento intuitivo, que há muito está
desgraça me jogaram no bosque tenebroso, na cravada na Árvore da Vida, ali colocada
selva misteriosa e cruel da vida, cujo caminho pelo hercúleo Wotan quando, disfarçado de
ignoro. Para onde eu vou, acompanha-me a viajante, se apresentou no dia do forçado
desgraça e o sofrimento. Wehwalt, "o que se casamento de Siglinda. Sigmundo fica triste
agita na dor" foi o triste nome que adotei. Po- e só naquelas crescentes trevas da cabana i-
deria, entretanto, chamar-me Friedmundo, o mrruga.
boca de paz, antítese do nome Sigmundo que - Estou sem armas, em casa inimiga! -
levo; porém, apesar de minhas dores eternas, murmura o herói. Meu pai, o grande Welso
eu sou Frohwalt, o que se agita na pura volup- (sobrenome do Lobo ou de Wotan) me pro-
tuosidade dos deuses. Sou, enfim, o filho do meteu que, quando me atacasse a suprema an-
Lobo, o Welsungo, o protótipo daforça e da in- gústia, encontraria uma espada... O amor
dependência rebelde, aquele que desde a ori- mais invencivel me domina! Welso, Welso,
gem dos temposfoi consagrado ao grande Wel- onde está tua espada?
sungo Odin, ou Wotan, o Soberano do Wa- Pronunciadas estas palavras, o fogo,
lha lia, quando quis viver independente e livre. como que respondendo aos seus clamores,
Os Neidingen, "os filhos do cão" que sempre faz brilhar a poderosa arma. Enquanto isso,
adulam, os filhos da Inveja, por fim, vendo que Siglinda aparece cautelosa e lhe dá a enten-
o Lobo era meu pai, incendiaram nossa cova, der por sinais que se ponha a salvo ou que
podaram o carvalho que nos servia de lar, ma- tente arrancar a espada para salvá-Ia deste
taram minha mãe, roubaram minha família e cruel destino. Ao mesmo tempo conta ao
me separaram de meu pai quando caçava com herói, entre frases de recíproco e santo

4 THOT
amor, como um estrangeiro deixou cravada
aquela espada, sem que ninguém houvesse
conseguido retirá-Ia. O amor entre eles já
floresceu. Sigmundo consegue sem esforços
retirar a espada. Lançam-se um nos braços
do outro, e misteriosamente aparece a fada
Primavera, que bendiz a união e os arrasta
enlaçados para o bosque, sob os raios dá lua
cheia, melancólica protetora de todos
quanto se amam... Reconhecem-se não
como irmãos de sangue, mas como irmãos
infelizes do espírito, aquele espírito rebelde
e gigante de Welso.
Wotan, armado de todas as armas, apa-
rece entre as abruptas montanhas no se-
gundo ato das Valquírias. A sua frente; galo-
pando pelos ares, a valquíria Brunhilda, a
principal e mais amada daquelas terríveis
guerreiras filhas de Wotan e de Erda.
As valquírias eram as filhas dos mais ar- da Vontade Livre, emancipada das travas
dorosos desejos de Wotan, encarregadas de daqui de baixo pelo Conhecimento Intui-
despertar o heroísmo no peito dos homens, tivo.
tornando-os dignos de morrer em combate Fricka, a guardiã do Himeneu (casa-
e, assim, ser levados até o Walhalla em lu- mento), ainda que este não seja por amor, e
gar de ver-se submergidos na Hella, a man- sim por engano, ou por força, como o de Si-
são das sombras, ou limbo da vaidade, onde glinda e Hunding, aproxima-se de seu es-
vão parar os mortais vulgares. Esta Hella é, poso para exigir-lhe, em nome do Himeneu,
nas lendas nórdicas, o frio inverno, a man- que proteja Hunding e abandone o Wel-
são obscura, mas não o inferno da mentali- sungo, que, em seu adultério e incesto, vio-
dade católica-romana. Simplesmente um lu- lou todas as leis divinas e humanas. O deus
gar inferior ou mundo da vulgaridade, onde resiste em vão alegando que não pode exis-
ficam aqueles que não se destacaram em tir lei alguma contra as sagradas leis do
suas vidas por nenhuma ação heróica nem Amor, nem juramento algum válido que no
altruísta, bem distinto do que era o Wa- Amor não se fundamente. Fricka, furiosa
lhalla (Campos Elíseis dos gregos), onde como a Juno grega contra o nascimento de
eram carregadas em triunfo, pelas val- Hércules, começa a maldizer a raça Wel-
quírias guerreiras, as almas dos heróis mor- sung, símbolo da suprema ignonímia de um
tos nos campos de batalha de uma vida de deus que, percorrendo os bosques como os
abnegação e de sacrifícios, para ali ser lobos, sob o nome de Welso, depois de ha-
transformados em esplêndidas aves e visto- ver forçado a Orvala Erda, ou a Natureza, e
sas borboletas. A Hella, enfim, faz parte dos tirando dela as guerreiras valquíiras, chegou
Sapta-loka, ou Sete Lugares inferiores de à baixeza inaudita de procriar "um casal hu-
Ilusão, um dos quais, o mais inferior, infer- mano", esse deus busca em sua Mente
nal por certo, era a nossa Terra para os in- transcendida nada menos que um Homem,
dostãos. um Herói que seja capaz de criar uma Or-
O pai Wotan ordena à sua valquíria Bru- dem desconhecida e que, sem a proteção di-
nhilda que baixe para proteger Sigmundo, o vina, saiba redimir-se de suas leis e cumpra
Welsungo, na luta que travará com Hun- assim seu destino, destino necessário para
ding, e ela, alegre, parte rapidamente pelos salvar os deuses, porém que nenhum deles
ares, lançando seu grito de guerra costu- podia realizar. Semelhante Desejado dos
meiro. Subitamente a alegria da valquíria é Tempos, não é outro senão aquele divino
interrompida, e, aterrada, se detém um mo- Prorneteu-Sigfrido: o "filho amado de um
mento vendo a chegada de Fricka, a inexo- pai inimigo". Fricka é o símbolo da negra
rável esposa do deus, protetora de toda a reação, oposta sempre como inerte lastro a
vulgaridade hipócrita e de todos os homens todas as exaltações dos Movimentos reden-
que se conformam com a defeituosíssima Or- tores: o mundo do Mal, em suma, contra as
dem estabelecida, essa Ordem reinante, ascensionais energias do Bem, e com o
onde o gênio, o heroísmo e demais altas vir- Bem, no entanto, desposado, pela lei dos
tudes não podem nunca ser compreendidas contrários; o mundo da Mentira contra a
em sua excelsa grandeza, e que representa, Verdade; o da Rotina, contra a mágica Ima-
portanto, a grosseira moral consuetudinária, ginação Criadora, a mais misteriosa das fa-
plena de rotinas, contrária a toda iniciativa culdades da Mente.

THOT 5
Wotan, em meio à dor, sacrifica - como guido sua bravura e nossa tarefa consistia em
Abrão - seu próprio filho, com base nas leis sustentá-Ias nos combates, exaltando seu vigor
que ele mesmo criou. Esse é o glorioso sím- pela rudeza da luta, para que assim eu pudesse
bolo do pai sacrificador e do filho sacrifi- reunir no Walhalla as mais intrépidas multi-
cado, que é base de todas as teogonias, in- dões armadas, capazes de lutar. Porque, tem
clusive do Cristianismo; e o pai, fiel a esta de saber ainda ... que se o nibelungo conse-
Ordem estabelecida, vê-se obrigado, pela guir o anel, nossa ruina é segura. Hoje o anel
Inércia dessa mesma ordem, a retirar a pro- está sob acustádia dó gigante Fafner e eu não
teção de sobre o Amado de sua alma, posso retirá-Ia por causa dos pactos firmados.
deixando-o abandonado em seu destino: o Somente 'um, o Eleito, um herói sem meu in-
destino do sacrifício que redime, como se fluxo, com a única ajuda de suas próprias ar-
tudo quanto existe de negro e de maldito mas, poderia conseguir o único objeto de meu
neste baixo mundo houvesse de ser lavado, Desejo. Como descobrir esse amigo-inimigo
não com o sangue das veias, mas com este capaz de lutar a meu favor contra minha pró-
outro sangue da dor moral e da imolação da pria divindade? Como criaria um Ser Livre,
Mente no aras do Amor, que é Sabedoria. que sem minha aprovação mereceria minha
Wotan retira a proteção de seu filho e gratidão e meus amores por sua rebeldia?
deixa em liberdade a valquíria, para que Quem, não sendo eu, realizará espontanea-
faça aquilo que sua Vontade determine. mente o ideal de meu exclusivo desejo? Do-
Fricka se retira satisfeita e Wotan cai triste- lorsa angústia! Asco profundo de encontrar
mente sobre uma roca, absordo em suas lú- sempre reproduzida minha imagem por onde
gubres reflexões. Brunhilda joga-se a seus quer que haja algo criado! ...
pés; Wotan narra-lhe, então, seu grande se- Brunhilda fica estupefata ante a ordem
gredo: que recebe de lutar contra o Welsungo, pro-
Que ninguém jamais saiba o terrível segredo tegendo o repugnanteHunding, e trata, em
que vou contar-lhe. Quando comecei a perder a vão, de resistir à força da vontade paterna.
atração pelo Amor, minha alma audaz ambi- Entretanto, os felizes Sigmundo e Siglinda
cionou o Poder. Com ferocidade impetuosa, haviam subido pelo barranco e esta, com o
soube conquistar o universo e sujeitar com leis coração amargurado pelo perigo que corre
todas as Potências do Mal ... Tão-só o astuto seu amado na luta contra o injurio o Hun-
Loge, sob a forma de uma chama errante, es- ding, cai desmaiada; Sigmundo coioca-a so-
capou. de minha tirania porém, ainda sendo bre uma pedra. A valquíria, aparecendo
onipotente, aspirei amar unicamente umfi- misteriosamente, diz a Sigmundo que a olhe
lho das Trevas, um débil nibelungo, Alberico, face a face, porque logo deverá segui-Ia ao
que maldisse o Amor, soube desligar-se de tão Walhalla, onde se encontram os maiores
supremo vínculo, conquistando o Ouro do guerreiros que sucumbiram. O intrépido he-
Rena e com ele um poder incomensurável ... rói se nega a acompanhá-Ia se não puder
O anel que forjara caiu em minhas mãos, levar consigo Siglinda, coisa que é impossí-
manchando-as; porém, em vez de devolver. o vel, porque as mulheres não podem gozar
ouro às ondas sagradas, paguei com ele a cons- dos triunfos celestes, reservados aos heróis.
trução do Wa lhalia , de onde domino o mundo. Siglinda deve ainda respirar a aura da terra
Aquela para quem o passado ou o porvir não pelo que tem de revelar depois. Em vão
tem segredos, Erda, a sublime, a sábia, fez tenta a valquíria vencer sua resistência,
com que me desfizesse do anel, profetizando- dizendo-lhe que, segundo a lei, aquele que a
me uma ruína definitiva ... quis saber de tudo, observasse face a face teria forçosamente
mas ela se retirou, desaparecendo. Perdi então de morrer. O herói se prepara para a luta
toda a serenidade e, ansioso por saber de tudo, confiando em sua espada Nothunga ex-
Deus baixou do Céu até as entranhas da traída do Fresno da Vida, e confiante em
Terra ... Encantada pelos veios do Amor, tur- seu próp.rio esforço deixa Siglinda sob a
bada no orgulho de sua ciência, a Vala me res- proteção da insensível deusa, a qual, como
pondeu por fim ... Foi minha! E assim a mais todas as imortais, não conhecia o senti-
sábia das sibilas do mundo foi sua Mãe, a mento de piedade para com o débil, e de
terra, e a de seus oito irmãos. Eu mesmo os compaixão para com o abatido... Aos
criei com a esperança de evitar os perigos que poucos o coração da valquíria começa a
a Vala me havia predito... o vergonhoso perceber e sentir este sentimento humano
Ocaso dos Deuses. Para que na hora da luta o de piedade redentora e impede que o herói
inimigo nos encontrasse fortes, encarreguei vo- mate a sua amada para que não sobreviva ao
cês, as valquirias, de engendrar e fomentar o seu infortúnio. A valquíria, tendo já trans-
heroismo de nossos antigos escravos, os ho- formado em humano o seu coração, resolve
mens, o heroismo da Humanidade toda, redu- desobedecer ao Pai e ampara com sua
zida por nosso despotismo a inclinar a cabeça égide, o Welsungo.
às nossas determinações ... Havíamos extin- Hunding aparece com seus cachorros e

6 THOT
os dois se chocam em furiosa luta, entre os que por si só é o mais elevado dos heróis, a
fulgores da tempestade que desencadeia. A Heroína. Mas as insensíveis valquírias se
batalha fica por um momento indecisa, por- negam a protegê-Ia, temerosas do furor pa-
que Brunh ilda protege Sigmundo dos gol- terno. Brunhilda, mais sublime que nunca
pes mortais de Hunding. Quando Hunding pelo mero fato de ser já compassiva, com-
está por cair pelo ardor invencível de Sig- partilhando as dores com a pobre Humani-
mundo e de sua Nothunga (a espada), apa- dade, leva amorosamente a Mãe para a ca-
rece Wotan, de improviso, entre os comba- verna de Fafner, segura de que ali Wotan
tentes: com sua lança invencível, faz saltar não lançaria sua fúria. Serena e compassiva,
em dois pedaços a espada do Welsungo, e o com a certeza do dever cumprido, vai ao
herói, assim desarmado, cai por fim sob o encontro de seu indignado pai, não armada
golpe mortal de Hunding, enquanto a val- de lança, mas com uma arma mais pode-
quíria recolhe os pedaços da espada e, mon- rosa: o invencível vigor di! Consciência mo-
tando no cavalo com a infeliz Siglinda, vai ral e humanizada, que opõe a Égide do De-
para o Walhalla. Hunding, por sua vez, cai ver Cumprido às brutalidades da forçafísica
morto ante a simples presença de Wotan, e às estreitezas de uma moral rotineira sem
que lhe ordena ir prostrar-se na Hela ante emotividade real: este é o tema da Justifica-
Fricka. Em pleno horror da tempestade, o ção que todo o herói humano, ainda que su-
deus supremo que acaba de sacrificar, con- cumba, lança à face dos deuses ou forças
tra sua vontade, seu próprio filho, lança ve- que o tiranizam.
lozmente o cavalo em perseguição à sua fi- Brunhilda sabe qual é o castigo que deverá
lha, para castigá-Ia pela inaudita rebeldia. sofrer pela desobediência a seu pai Wotan:
Na ladeira direita da montanha há um perder à a c o n d i ç ão d e vai q u ír i a ,
bosque de pinheiros e, à esquerda, a en- transformando-se numa vulgar mortal. No
trada de uma gruta onde o monstro Fafner fundo, Wotan não está tão feliz, pois Bru-
dorme sobre seu tesouro. As divinas val- nhilda teria realizado seu desejo oculto, mas
quírias chegam à sua mansão excelsa le- novamente sucumbe em virtude de suas
vando na garupa dos cavalos as almas dos próprias leis,
guerreiros que acabam de morrer comba- Antes porém do terrível julgamento de
tendo pelo Ideal em qualquer de suas for- Brunhilda, esta havia feito a profecia de
mas. Só falta Brunhilda, que chega, por fim, que o filho de Siglinda se chamaria Sig-
trazendo em seu cavalo a carga mais santa frido, o Redentor, e lhe seria entregue,
de uma mulher que vai ser mãe, porém, ao c,omo dote, os dois pedaços da espada glo-
mesmo tempo, a carga mais odiosa e repul- nosa.
siva para a insensível crueldade daquelas
guerreiras virgens.
"Brunhilda pede o auxilio de suas irmãs,
par encontrar um local para a pobre Mãe, ~ Emílio Moufarrige

•••
•• •• LEIAM •••••••••••••••••••
• Os Mistérios de 151S E 051RI5 - Narração do filósofo Plutarco, do
século I A.C. sobre a mitologia e filosofia egípcias .
• MAHATMA GANDHI - A Violência Derrotada - Lia Mertzig - A
Importância de Gandhl para o acervo moral e espiritual da humanidadtt
e seus exemplos práticos de renúncia a toda luta violenta.
". ANKOR, O DIScíPULO - Jorge Angel Llvraga - A verdade sobre a
Atlântlda à luz do conhecimento esotárlco.
• SATSANGA, Contos da índia - Ada Albrecht - narrações da antiga
tradição Indiana
• A Alma, a Beleza e a Contemplação - Ismael Qulles - seleção e
comentários das "Enáadas" do filósofo Plotlno
• UTTARA OITA - Ada Albrecht - tratado de filosofia monlsta da índia
• Último Lançamento: DINÂMICA DA HIST6RIA - Cláudio De Clcco - a
história em uma visão vibrante e atual
.Publlcações da Associação Palas Athena
THOT 7

Você também pode gostar