Você está na página 1de 3

RESOLUÇÃO EXAME NORMAL TARDE

1 . a) De um modo geral, em um grupo da tabela periódica, a proporcionalidade que se estabelece


entre o número atómico e o raio atómico é directa porque se verifica um aumento do número de
camadas implicando o aumento do raio atómico.

b) Propriedades aperiódicas: massa atómica, densidade, assa atómica; ponto de fusão; ponto de ebulição;
volume molar; capacidade térmica molar; condutividade térmica.

c) O elemento do primeiro período de transição que requer menor quantidade de energia para entrar
em ebulição é o zinco. 30Zn: 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 3d10 4s2.

2. Todas as moléculas apresentadas pelo exercício (HF, HCl. HBr, HI) são polares por serem diatômicas
e apresentarem átomos de diferentes elementos químicos. Assim, o comportamento diferente do HF
deve-se, então, à força intermolecular que une suas moléculas.

As moléculas de HF interagem por Ligações de Hidrogênio, uma vez que o composto apresenta
hidrogênio ligado ao flúor. Já as moléculas das outras substâncias (HBr, HI, HCl) unem-se por dipolo
dipolo por serem polares e não apresentarem hidrogênio ligado a oxigênio, flúor ou nitrogênio.

3. A reacção de neutralização é:
a) H3PO4 (aq) + 3NaOH (aq) ⇒ Na3PO4 (s) + 3H2O (l)

Dados: m (H3PO4) = 12,25 g; Massas molares: H3PO4 = 98 g/mol; Na3PO4 = 163,94 /mol.

Calculando massa pura do reagente:

12,25 g H3PO4 -------------------------- 100 %

x--------------------------- 80 % x = 9,8 g

Calculando a massa teórica do produto:

98 g de H3PO4 formam 163,94 g de Na3PO4.

98 g de H3PO4 ------------ 163,94 g de Na3PO4

9,8 g de H3PO4 ------------- x x = 16,39 g Na3PO4

Calculando a massa real do produto:

x = 16,39 g de Na3PO4

16,39 g de Na3PO4 ------------ 100%

y ------------------------------- 90% y = 14,75 g de Na3PO4


4.

5. a) O cloreto de potássio é mais solúvel do que o cloreto de sódio. Entretanto, o sulfato de sódio é
sempre mais solúvel do que os sais anteriores. (0,75 valores)

No intervalo de 40 a 79 ºC, o cloreto de potássio é menos solúvel do que o cloreto de sódio, entretanto,
a 80ºC as suas solubilidades são iguais e após essa temperatura o cloreto de potássio é, sim, mais
solúvel. O sulfato de sódio apenas é mais solúvel no intervalo de 40 a 79 ºC. A 80 ºC a solubilidade é
igual, e mais adiante é menos solúvel.

b) No intervalo de 40 à 80 ºC a solubilidade do cloreto de potássio é endotérmica e a do sulfato de


sódio é independente da temperatura. (0,75 valores)

Sim, no intervalo referido a solubilidade o KCl aumenta com a temperatura, contudo, a solubilidade
do Na2SO4 é exotérmica.

c) Qual é a massa que precipita e a que permanece em solução, quando uma solução contendo 87
gramas de sulfato de sódio em 112,5 gramas de água, é aquecida de 80 ºC para 100 ºC.
(1,5 valores)
80 ºC 100 ºC Deste modo, a massa de
sulfato de sódio que precipita é
60 g 100 g 40 g 100 g
H2O
de 22,5 g (67,5 - 45 g) e a massa
H2O Na2SO 4
que permanece em solução é
Na2SO 4

X 112,5 g Y 112,5 g de 45 gramas.


H2O H2O

X = 67,5 g Y = 45 g
Na2SO 4 Na2SO 4
6. a) A diminuição do volume implica o aumento da pressão e por isso o sistema desloca-se no sentido
a favorecer o lado com menor volume que por sinal é a dos reagentes aumentando assim a
concentração da H2O.

b) Sendo a entalpia da reacção um valor positivo significa que a reacção directa é endotérmica o
que significa que está favorecida com o aumento da temperatura, e a inversa exotérmica que está
favorecida com a diminuição da temperatura logo a diminuição da temperatura implicará aumento
na concentração da H2O.